Você está na página 1de 2

Foi Jesus Cristo Uma pessoa Real?

Introdução
A própria Bíblia é a principal evidência de que Jesus Cristo é uma pessoa histórica. Nesta
noite, eu gostaria de compartilhar com os irmãos e os presentes a respeito do assunto Foi Jesus
Cristo uma pessoa real? Estranhamente, porém, alguns dizem que Jesus nunca existiu —
que ele é, na realidade, uma criação de alguns homens do primeiro século. Respondendo
a tais cépticos, o respeitado historiador Will Durant argumentou: “Seria um milagre ainda
mais incrível que apenas em uma geração uns tantos homens simples e rudes
(pescadores muitos deles) inventassem uma personalidade tão poderosa e atraente como
a de Jesus, uma moral tão elevada e uma tão inspiradora idéia da fraternidade humana.”

Críticos
Os críticos, porém, salientam que tudo o que realmente sabemos sobre Jesus se
encontra na Bíblia. Não existem outros registros contemporâneos a respeito dele,
dizem eles. Até mesmo H. G. Wells escreveu: “Os antigos historiadores romanos
ignoraram inteiramente a Jesus; ele não deixou nenhuma marca nos registros
históricos do seu tempo.” Mas, é isto verdade?

HISTORIADORES
O historiador e arqueólogo alemão Hans Einsle escreve que o historiador judeu Flávio
Josefo, os escritores romanos Suetônio e Plínio, e especialmente o historiador romano
Tácito, “todos confirmam a historicidade de Jesus e dos fatos principais da sua vida”.

Referencia Históricas
Com respeito a primitivas referências históricas não-cristãs a Jesus, A nova
Enciclopédia Britânica declara: “Esses relatos independentes provam que nos
tempos antigos até mesmo os inimigos do cristianismo jamais duvidaram da
historicidade de Jesus, a qual foi disputada pela primeira vez, e em bases
inadequadas, por diversos autores no fim do século 18, durante o século 19 e no
início do século 20.”
O título de um editorial do The Wall Street Journal em Dezembro de 2002 dizia:
“A ciência não pode desconsiderar Jesus.” Seu autor concluiu: “A maioria dos
eruditos, com exceção de uns poucos ateus, já aceitou Jesus de Nazaré como um
personagem histórico.”

Declaração
Mas Jesus foi muito mais do que um simples personagem histórico.
A revista Time declarou o seguinte: “É preciso ter uma imaginação bastante fértil
para dizer que a figura mais influente, não apenas nestes dois milênios, mas em toda
a história humana, não tenha sido Jesus de Nazaré.”
Ela acrescentou: “O fato de que nenhuma outra pessoa exerceu, nem de longe,
uma influência tão poderosa e duradoura quanto Jesus é um argumento de peso.”
Pergunte-se
Pergunte-se: Poderia uma pessoa que nunca existiu ter influenciado a história
humana de modo tão notável?

Conclusão
O historiador judeu Josefo, do primeiro século EC, menciona umas 12 pessoas,
fora daquelas no registro bíblico, que tinham este nome. Ele aparece também em
escritos apócrifos dos séculos finais do período AEC. Portanto, parece que não era
um nome incomum durante aquele período.Depois de uma consideração minuciosa e
imparcial dos relatos evangélicos, cremos que você concordará que o maior de todos
os eventos na história humana ocorreu no reinado do César Augusto romano,
quando Jesus de Nazaré apareceu na terra e deu sua vida em nosso favor.