Você está na página 1de 3

Isotérmica de um parâmetro:

Isotérmica de Henry:
𝑞𝑒 = 𝐾𝐻𝐸 𝐶𝑒
𝑚𝑔
Onde 𝑞𝑒 é a quantidade de adsorvido em equilíbrio ( ), 𝐾𝐻𝐸 é a constante de
𝑔
adsorção de Henry e 𝐶𝑒 é a concentração em equilíbrio de adsorvido no
adsorvente.
Isotérmica de dois parâmetros:
O modelo de Hill-Deboer:
𝐶𝑒 (1 − 𝜃) 𝜃 𝐾2 𝜃
ln [ ]− = −𝑙𝑛 𝐾1 −
𝜃 1−𝜃 𝑅𝑇

Onde 𝐾1 é a constante de Hill-Deboer (𝐿𝑚𝑔−1 ) e 𝐾2 é a energia de constante


de interação entre as moléculas adsorvidas.
O modelo de Fowler-Guggenheim:

𝐶𝑒 (1 − 𝜃) 𝜃 2𝜔𝜃
ln [ ]− = −𝑙𝑛 𝐾𝐹𝐺 +
𝜃 1−𝜃 𝑅𝑇

Onde 𝐾𝐹𝐺 é a constante de equilíbrio de Fowler-Guggenheim (𝐿𝑚𝑔−1 ), 𝜃 é a


cobertura fracionaria, 𝑅 é a constante universal dos gases (𝐾𝐽𝑚𝑜𝑙 −1 𝐾 −1 ), 𝑇 é a
temperatura (𝐾) e 𝜔 é energia de interação entre as moléculas adsorvidas.

A Isotérmica de Langmuir:
𝐶𝑒 1 𝐶𝑒
= +
𝑞𝑒 𝑞𝑚 𝐾𝑒 𝑞𝑚
Onde 𝐶𝑒 é a concentração de adsorvido em equilíbrio (𝑚𝑔 𝑔−1 ), 𝐾𝐿 é a
constante de Langmuir, a qual é relacionada a capacidade de adsorção.
As características essenciais da isoterma de Langmuir
pode ser expressa por uma constante adimensional chamada
fator de separação 𝑅𝐿 :
1
𝑅𝐿 =
1 + 𝐾𝐿 𝐶0
Onde 𝐾𝐿 é a constante de Langmuir (𝑚𝑔 𝑔−1 ) e 𝐶0 é a concentração inicial de
adsorvido (𝑚𝑔 𝑔−1 ).

A isotérmica de Freundlich:
1
log 𝑞𝑒 = log 𝐾𝐹 + log 𝐶𝑒
𝑛
𝐿 1
Onde 𝐾𝐹 é a capacidade de adsorção (𝑚𝑔) e 𝑛 é a intensidade de adsorção.

A isotérmica de Dubinin-Radushkevich:
ln 𝑞𝑒 = ln 𝑞𝑚 − 𝛽𝐸 2
1
𝜖 = 𝑅𝑇 ln (1 + )
𝐶𝑒
1
𝐸=
√2𝐵
Onde 𝜖 é o potencial de Polanyi, 𝛽 é a constante de Dubinin-Radushkevich, 𝑅 é
constante universal dos gases (8.31 𝐽𝑚𝑜𝑙 −1 𝐾 −1 ), 𝑇 é a temperatura absoluta e
𝐸 é a energia de adsorção.

A isotérmica de Temkin:
𝑅𝑡 𝑅𝑇
𝑞𝑒 = ln 𝐾𝑇 + ln 𝐶𝑒
𝑏 𝑏
Onde 𝑏 é a constante de Temkin, a qual é relacionada com o calor de sorção.

A isotérmica de Flory-Huggins:
𝜃
𝑙𝑛 ( ) = 𝑙𝑛 𝐾𝐹𝐻 + 𝑛 𝑙𝑛 (1 − 𝜃)
𝐶𝑜
Onde 𝜃 é o grau de cobertura da superfície, 𝑛 é o número de absorvidos que
ocupam lugares de adsorção e 𝐾𝐹𝐻 é a constante de equilíbrio de Flor-Huggins.

A isotérmica de Hill:
𝑞𝑒
log = 𝑛𝐻 log (𝐶𝑒 ) − log (𝐾𝐷 )
𝑞𝐻 − 𝑞𝑒
Onde 𝐾𝐷 , 𝑛𝐻 e 𝑞𝐻 são constantes.
A isotérmica de Halsey:
1 1
𝑞𝑒 = 𝐼𝑛 𝐾𝐻 − ln 𝐶𝑞𝑒
𝑛𝐻 𝑛𝐻
Onde 𝐾𝐻 e 𝑛 são Halsey a constante de Halsey e elas podem ser obtidas
através da inclinação e interceptação do gráfico de ln 𝑞𝑒 𝑣𝑠 ln 𝐶𝑒 .
A isotérmica de Harkin-Jura:
1 𝐵 1
= − ( ) log 𝐶𝑒
𝑞𝑒2 𝐴 𝐴
Onde B e A são as constantes de Harkin-Jura, as quais podem ser obtidas
1
através do plot de 𝑞2 𝑣𝑠 log 𝐶𝑒 .
𝑒

A isotérmica de Jovanovic:
𝐥𝐧 𝒒𝒆 = 𝐥𝐧 𝒒𝒎𝒂𝒙 − 𝑲𝒋 𝑪𝒆

Onde 𝒒𝒆 é a concentração de adsorvido no adsorvente em equilíbrio (𝒎𝒈 𝒈−𝟏 ),


𝒒𝒎𝒂𝒙 é o máximo obtido adsorvido através do plot de 𝐥𝐧 𝑞𝑒 𝑣𝑠. 𝐶𝑒 e 𝐾𝑗 é a
constante de Jovanovic.

A isotérmica de Elovich:
𝑞𝑒 𝑞𝑒
ln = ln 𝐾𝑒 𝑞𝑚 −
𝐶𝑒 𝑞𝑚
A adsorção máxima e a constante de Elovich pode ser calculado pela
𝑞
inclinação e intersecção do plot de ln (𝐶𝑒) 𝑣𝑠. 𝑞𝑒 .
𝑒

A isotérmica de Kiselev:
1 𝐾1
= + 𝐾𝑖 𝐾𝑛
𝐶𝑒 (1 − 𝜃) 𝜃
Onde 𝐾𝑖 é a constante de equilíbrio de Kiselev e 𝐾𝑛 é a constante de equilíbrio
de formação do complexo entre as moléculas adsorvidas.