Você está na página 1de 8

Índice

Introdução..........................................................................................................................2

Objectivos..........................................................................................................................3

2.1Geral.............................................................................................................................3

2.2Específicos....................................................................................................................3

Metodologia.......................................................................................................................3

Hipótese.............................................................................................................................3

Hipótese primária..............................................................................................................3

Hipótese secundária...........................................................................................................3

Justificativa........................................................................................................................3

Saneamento básico............................................................................................................4

Gestão Ambiental..............................................................................................................5

Curso de Saneamento ambiental.......................................................................................5

Principais benefícios do saneamento ambiental................................................................6

Melhorias na saúde pública...............................................................................................6

Locais livres dos maus cheiros..........................................................................................6

Seres vivos preservados.....................................................................................................6

Conservação da limpeza urbana........................................................................................7

Tratamento adequado da água pluvial...............................................................................7

Conclusão..........................................................................................................................8

1
1.0. Introdução

Neste presente trabalho tem como pretensão abordar especificamente acerca do aspeto
saneamento do meio, do saneamento básico, da gestão ambiental e dos principais
benefícios do saneamento do meio.

2
2.0. Objectivos

2.1Geral

 Estudo do saneamento do meio.

2.2Específicos

 Definir saneamento do meio;


 Explicar a essência do saneamento básico;
 Analisar como e feita a gestão ambiental;
 Descrever os principais benefícios do saneamento do meio.

Metodologia

O método usado na elaboração desse trabalho foi a consulta de manuais


bibliográficos e internet.

3.0. Hipótese

3.1. Hipótese primária

O saneamento do meio constitui um dos maiores problemas de saúde em


moçambique.

3.2. Hipótese secundária

As maiores vítimas são aquelas que vivem em zonas escondidas,


especificamente em bairros em urbanização

4.0. Justificativa

O presente trabalho apresenta uma alta relevância no âmbito social, individual assim
como científico. Notou-se uma necessidade de fazer um estudo relacionado ao tema
pois ultimamente tem-se assistindo varias doenças a se proliferarem devido ao mau
saneamento, doenças como cólera, diarreia, ulceras entre outras. Essas doenças
podem ser evitadas com a melhoria do saneamento do meio garantindo o bem-estar
social e emocional da população.

3
Saneamento ambiental é um termo muito em voga na atualidade, devido a uma maior
preocupação com o impacto que o homem tem no meio ambiente e também às respostas
negativas que a natureza tem dado, como a formação de ilhas de lixo.

De modo geral, saneamento ambiental é o esforço público no sentido de


implementar políticas de controle ambiental com o objetivo de solucionar problemas
importantes na infraestrutura das cidades, ou seja, visa diminuir o impacto causado pela
sociedade moderna no meio ambiente.

O saneamento ambiental, embora seja muito difundido, ainda não é posto em prática em
todos os lugares, por isso, encontramos pessoas vivendo em condições de vida que estão
longe de serem ideais, causando impacto negativo no meio ambiente e até em sua
própria saúde.

Saneamento e meio ambiente são conceitos que devem andar lado a lado de modo a
proporcionar uma melhoria na qualidade de vida e na saúde da população.

Dentre as preocupações referentes ao saneamento ambiental encontram-se o controle de


doenças transmissíveis e de seus vetores, ou seja, transmissores, naturais, a disposição
sanitária dos resíduos sólidos, líquidos e gasosos produzidos pelo homem, o
abastecimento de água potável, o uso consciente e responsável do solo e a drenagem
urbana.

Saneamento básico

Saneamento básico é um conceito que deveria estar presente e ser trabalhado em todas
as áreas habitadas por seres humanos, para proporcionar uma melhor qualidade de vida
e menor impacto no meio ambiente.

O saneamento básico consiste em um conjunto de procedimentos adotados em uma


determinada região de modo a proporcionar uma vida mais higiênica, saudável e com o
menor impacto ambiental possível.

4
  Os procedimentos envolvem o abastecimento de água, para que esta chegue na casa
das pessoas sem estar contaminada; o cuidado com a rede de esgotos, para que o esgoto
seja tratado antes de voltar para o meio ambiente e, assim, não seja tão poluente

a limpeza pública e a coleta de lixo, pois uma cidade limpa é uma cidade com maior
controle de seus dejetos e menor proliferação de animais que possam transmitir
doenças, como o rato.

Uma cidade com saneamento básico, também, nesse caso, chamado de saneamento
urbano, é mais limpa, tem menos impacto no meio ambiente, menos inundações e uma
maior qualidade de vida para seus habitantes.

Gestão Ambiental

Gestão ambiental também pode ser chamada de gestão de recursos ambientais.


Basicamente, é um sistema de administração voltado para a sustentabilidade ecológica,
visando diminuir ao máximo o impacto ambiental e preservar os recursos naturais.

  Empresas que possuem uma gestão ambiental possuem uma maior preocupação
ecológica e buscam o uso sustentável e racional de matérias primas.

Por meio da gestão ambiental, busca-se uma constante melhoria nas atividades
econômicas ao reduzir o desperdício de materiais, energia e água, além de incentivar a
reciclagem.

Curso de Saneamento ambiental

Curso de saneamento ambiental existe tanto na modalidade presencial quanto à


distância. O curso superior forma técnicos de saneamento ambiental, profissionais
devidamente capacitados para atuar nas áreas de saneamento, meio ambiente e saúde
coletiva.

O tecnólogo em saneamento ambiental pode trabalhar em empresas, sejam elas públicas


ou privadas, de saneamento ambiental e gestão do meio ambiente, em laboratórios que
estudam qualidade do meio ambiente e/ou impacto ambiental e ainda no setor de
gerenciamentoambientaldeindústrias. 

5
Principais benefícios do saneamento ambiental

Melhorias na saúde pública

Não há como negar que o saneamento ambiental traz diversos benefícios à saúde da
população. Quando a sociedade não recebe os benefícios do saneamento ambiental, ela
fica vulnerável às doenças infecciosas. Febre tifóide, cólera e leptospirose são algumas
complicações que podem ser contraídas. Para que essas doenças sejam controladas, é
fundamental que as autoridades públicas e privadas compreendam a importância de se
tratar o esgoto.

Locais livres dos maus cheiros

Uma das reclamações de quem vive em regiões sem saneamento diz respeito aos maus
cheiros. Por ter alta concentração de dejetos, o esgoto a céu aberto libera cheiros nada
agradáveis.

Existem algumas soluções caseiras que minimizam os maus cheiros. No entanto, o


esgoto precisa ser devidamente tratado para que a situação se mantenha sob controle.
Com o saneamento ambiental, o esgoto passa por condutores e sifões até chegar na
estação de tratamento, minimizando os maus odores.

Seres vivos preservados

O lançamento de detritos em rios compromete todo o ecossistema aquático. Essa ação


faz com que, no processo de decomposição, o esgoto consuma a maior parte do
oxigênio da água. O que dificulta a sobrevivência de peixes e de outros seres vivos.
Além disso, o quadro se agrava quando o fosfato e o nitrogênio dos materiais orgânicos
fazem com que as algas se multipliquem.

Por outro lado, essa situação pode ser revertida graças aos benefícios do saneamento
ambiental. Quando tratada, a água volta a receber oxigênio e a vida aquática segue
sendo recuperada aos poucos.

6
Conservação da limpeza urbana

A alta concentração de lixo em espaços públicos faz com que ratos, baratas, moscas,
mosquitos e outros transmissores de doenças multipliquem-se com maior facilidade. Ao
ser integrado aos demais procedimentos de limpeza urbana, o saneamento ambiental
oferece melhorias nas condições de vida da população. Dessa forma, a conservação da
cidade é, significativamente, aprimorada.

Tratamento adequado da água pluvial

Existem casos em que o esgoto de locais não saneados transborda em dias chuvosos.
Isso se deve ao acúmulo de detritos que dificultam a passagem da água. Quando o
sistema de escoamento trabalha junto ao saneamento ambiental, situações como essa são
evitadas. Grelhas, canaletes, canais e bocas de lobo são indispensáveis para o
escoamento eficiente da água pluvial.

7
Conclusão
Conclui-se para uma melhor qualificação das condições de vida e desenvolvimento
humano de um pais deve-se ao saneamento do meio.

Você também pode gostar