Você está na página 1de 10

Latim Tomista

Prof. William Bottazzini


Aula 7

Verbos

Em latim, assim como em português, os verbos assinalam existência, ação ou algum


acontecimento temporal. As características essenciais dos verbos são: pessoa,
número, tempo, modo e voz.

Eu amo
Tu amas
Ele/Ela ama
Nós amamos
Vós amais
Eles/Elas amam

Pessoa: O verbo pode ter três pessoas: a pessoa que fala (eu/nós), a pessoa com
quem se fala (tu/vós), a pessoa de quem se fala (ele/ela; eles/elas).

Número: O verbo pode ter dois números: singular e plural.

Tempo: O verbo pode expressar uma ação passada, presente ou futura.

Vejamos um quadro geral dos verbos em latim:

Simples Progressivo Perfeito


Presente videō [eu vejo] videō [eu estou vendo] vīdī [eu vi]
Passado vīdī [eu vi] vidēbam [eu via/eu estava vīderam [eu vira/eu
vendo] tinha visto]
Futuro vidēbō [eu verei] - vīderō [eu terei visto]

Modo: Os modos verbais são o indicativo [usado para expressar um fato]; o


subjuntivo [usado para expressar hipótese]; e o imperativo [usado para expressar
ordens e comandos].

Voz: Há duas vozes: a voz ativa [quando o sujeito executa a ação expressa pelo
verbo] e a voz passiva [quando o sujeito sofre a ação expressa pelo verbo].

1
Em latim, cada verbo tem quatro formas principais que devem ser memorizadas com
o tempo. São formas principais porque com elas podem-se construir quaisquer
tempos e modos verbais. Essas formas são apresentadas nos bons dicionários latinos.
Note ainda que em um dicionário latino não procuramos o infinitivo do verbo, como
em português, mas a primeira pessoa do singular do verbo. Vejamos um exemplo:
videō, vidēre, vīdī, vīsus.

videō: primeira pessoa do singular do presente do indicativo ativo (eu vejo/eu estou
vendo)
vidēre: infinitivo presente (ver)
vīdī: primeira pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo ativo (eu vi)
vīsus: particípio perfeito passivo (visto).

Nota:

Os dicionários também costumam trazer a terminação da segunda pessoa do singular.


Como o verbo videō tem a forma vidēs, na segunda pessoa do singular é comum
encontrarmos a indicação -ēs, logo após videō.

Outros aspectos importantes dos verbos latinos são:

1. Formas conjugadas: São formas que limitam o verbo quanto à pessoa, ao tempo, ao
número, ao modo e à voz.

2. Infinitivos: Essas formas não limitam o verbo de modo algum, de forma que só
pelo infinitivo não é possível conhecer quem praticou uma ação ou quando ela
ocorreu.

3. Particípios: São adjetivos formados com a raiz do verbo. O particípio pode


determinar quando a ação foi realizada (presente, passado e futuro); o número dos
que a praticaram (singular ou plural); e a voz (ativa ou passiva). No entanto, não
determinam pessoa e modo.

4. Gerúndios e Gerundivos: São formas nominais dos verbos cujo uso veremos mais
adiante.

As conjugações latinas

Conjugar um verbo significa fornecer suas formas possíveis para que haja
concordância de pessoa, de número, de tempo etc. Para facilitar isso, os verbos
costumam ser agrupados de acordo com as terminações que têm em comum. Em
português, por exemplo, temos três conjugações segundo as terminações dos
infinitivos: os verbos terminados em -ar (amar, cantar, etc.); os verbos terminados em
-er (correr, comer); e os verbos terminados em -ir (cair, sorrir, etc.). Isso quer dizer

2
que os verbos de uma mesma terminação vão, geralmente, receber as mesmas
terminações quando conjugados.

Em latim, há quatro conjugações:

Primeira conjugação: -ā- [laudāre]


Segunda conjugação: -ē- [monēre]
Terceira conjugação: -e- [dūcere]
Quarta conjugação: -ī- [audīre]

Ao aprender um verbo, é importante que o aluno, além de memorizar suas formas


básicas, reconheça à qual conjugação ele pertence.

Presente do indicativo ativo: primeira conjugação

Para formar o presente do indicativo ativo de um verbo da primeira conjugação, basta


retirar a terminação -re do infinitivo e acrescentar as desinências pessoais: -ō, -s, -t,
-mus, -tis, -nt. Essas terminações fornecem a pessoa, o número e a voz.

laudō, laudāre, laudāvī, laudātus: louvar


Infinitivo presente: laudāre
Radical: laudā-
Terminações: -ō, -s, -t, -mus, -tis, -nt
Primeira pessoa do singular: laudā- + -ō: laudō
Segunda pessoa do singular: laudā- + -s: laudās
Terceira pessoa do singular: laudā- + -t: laudat
Primeira pessoa do plural: laudā- + -mus: laudāmus
Segunda pessoa do plural: laudā- + -tis: laudātis
Terceira pessoa do plural: laudā- + -nt: laudant

O paradigma, portanto, fica assim:

1ª p.s.: laudō (eu louvo)


2ª p.s.: laudās (tu louvas)
3ª p.s.: laudat (ele louva)
1ª p.p.: laudāmus (nós louvamos)
2ª p.p.: laudātis (vós louvais)
3ª p.p.: laudant (eles louvam)

Tenha em mente o seguinte: assim como português, os verbos latinos não necessitam
dos pronomes para indicar quem pratica a ação verbal; a terminação já é suficiente.

3
Construção de frases

Por causa das terminações tanto dos substantivos e adjetivos como dos verbos, por
exemplo, a frase latina costuma ser flexível que em português. Por exemplo, a
palavra professor, isolada assim, não nos diz nada sobre sua função. Essa palavra
pode ser sujeito ou objeto direto de uma frase. O que vai determinar isso é a posição
dela na frase. No entanto, em latim fica claro que magister é sujeito de uma oração ao
passo que magistrum é o objeto direto. Portanto, ao menos em um primeiro momento,
a ordem das palavras em uma frase latina será mais uma questão de ênfase e de estilo.
Via de regra, entretanto, note-se que o latim costuma colocar o verbo no final da
sentença e o sujeito no início, mas, repita-se, tampouco isso é uma norma
fundamental.

Orações coordenadas

Como em português, o latim também une orações independentes por meio de


conjunções: Populus Deum laudat, nam bonus est. [O povo louva a Deus, pois Ele
é bom].

Acusativo como objeto direto

Em latim, o principal uso do acusativo é para expressar o objeto direto de um verbo:


Populus Deum laudat. [O povo louva a Deus].

Dativo como objeto indireto

Em latim, o principal uso do dativo é para expressar o objeto indireto de um verbo:


Magister puerō praemium dat. [O professor dá um prêmio para o menino].

Verbo: dō, dare, dedī, datus: dar

Ablativo de separação

Em latim, verbos que indicam libertação, separação ou privação costumam ser


acompanhados de ablativo, o que pode ocorrer com ou sem preposição. Quando há
preposição, usa-se com frequência ab ou ex.

Dominus populum [ā] malō līberat. [O Senhor livra o povo do mal].

Verbo: līberō, līberāre, līberāvī, līberātus: livrar, libertar, liberar.

4
Composição de verbos: preposições como prefixos

Há uma série de preposições que se ligam aos verbos como prefixos para mudar o seu
significado. Essas preposições podem passar por algumas mudanças ortográficas a
depender do verbo a que se unem para que melhor se ajustem a ele. Vejamos as
preposições mais frequentes usadas como prefixos de verbos e as mudanças por que
podem passar:

ā (ab, abs): ā-, ab-, abs-, au-


ad: a-, ac-, ad-, af-, ag-, al-, an-, ap-, ar-, as-, at-
circum: circu-, circum-
contrā: contrā-
cum: co-, cō-, col-, com-, con-, cōn-, cor-
dē: de-, dē-
ē (ex): ē-, ef-, ex-
in: i-, il-, im-, in-, īn-, ir-
inter: intel-, inter-
ob: o-, ob-, oc-, of-, op-, (obs >) os-
per: pel-, per-
post: post-
prae: prae-, prē-
prō: pro-, prō-
sub: su-, sub-, suc-, suf-, sug-, sum-, sup-, sur-, (subs >) sus-
super: super-
trāns: trā-, trāns-

Nota: Alguns prefixos são inseparáveis, como re-, dis- e sē-.

Alguns verbos, contudo, mudam a vogal interna.

Exemplo: sacrō, sacrāre, sacrāvī, sacrātus (consagrar, santificar) + cum =


cōnsecrō, cōnsecrāre, cōnsecrāvī, cōnsecrātus.

Note-se que neste exemplo os verbos diferem muito pouco no significado.

Análise sintática completa de uma oração latina

Na análise sintática latina, devemos esforçar-nos para fornecer todas as informações


possíveis acerca das palavras que compõem a oração.

5
Populus Deum laudat. (O povo ama a Deus)

Populus: nominativo singular masculino de populus, populī (m.): povo; sujeito de


laudat.
Deum: acusativo singular masculino de Deus, Deī (m.): Deus; objeto direto de
laudat.
Laudat: terceira pessoa do singular do presente do indicativo ativo do verbo laudō,
laudāre, laudāvī, laudātus: louvar; concorda em número com o sujeito, populus; é
terceira pessoa porque declara algo sobre o sujeito; é presente do indicativo porque
declara um fato no tempo presente; a voz é ativa porque o sujeito executa a ação
expressa pelo verbo.

Vocabulário:

ambulō, ambulāre, ambulāvī, ambulātus: caminhar, andar; passear; viver


cantō, cantāre, cantāvī, cantātus: cantar
dō, dare, dedī, datus: dar
dōnō, dōnāre, dōnāvī, dōnātus: dar, conceder; perdoar
laudō, laudāre, laudāvī, laudātus: louvar
collaudō, collaudāre, collaudāvī, collaudātus: louvar demasiadamente; louvar com
alguém
līberō, līberāre, līberāvī, līberātus: libertar, livrar, liberar
operō, operāre, operāvī, operātus: trabalhar
ōrō, ōrāre, ōrāvī, ōrātus: orar, rezar
adōrō, adōrāre, adōrāvī, adōrātus: adorar
exōrō, exōrāre, exōrāvī, exōrātus: suplicar, implorar
rēgnō, rēgnāre, rēgnāvī, rēgnātus: reinar, governar
sacrō, sacrāre, sacrāvī, sacrātus: consagrar
cōnsecrō, cōnsecrāre, cōnsecrāvī, cōnsecrātus: consagrar
servō, servāre, servāvī, servātus: manter, preservar
cōnservō, cōnservāre, cōnservāvī, cōnservātus: manter, preservar
observō, observāre, observāvī, observātus: assistir, observar
vocō, vocāre, vocāvī, vocātus: chamar, convidar
ēvocō, ēvocāre, ēvocāvī, ēvocātus: mandar vir, fazer sair, chamar, convocar
invocō, invocāre, invocāvī, invocātūs: invocar
stēlla, stēllae (f.): estrela
via, viae (f.): estrada, via, rua
famulus, famulī (m.): escravo
documentum, documentī (n.): exemplo
prīncipium, prīncipiī (n.): princípio
benedictus, -a, -um: bendito, abençoado
dīvīnus, -a, -um: divino
jūstus, -a, -um: justo, correto
sānctus, -a, -um: santo

6
enim (sempre pospositivo): ora, pois; com efeito
meritō: corretamente, com razão, merecidamente
numquam: nunca
nunc: agora
quoque: também
semper: sempre

Exercícios

1. Traduza e passe para o plural ou singular de acordo com o caso as seguintes formas
verbais:

a) ambulāmus
b) cantās
c) dōnant
d) laudat
e) adōrātīs
f) rēgnat
g) cōnservās
h) invocāmus
i) operant
j) collaudātis

2. Traduza para o português as sentenças abaixo:

a) Discipulī populō exemplum dant.


b) Vir puerō librum dat.
c) Petrus praemium servō dat.
d) Aurum rēgīnae damus.
e) Magistrō dōnum dōnātis.

3. Traduza para o latim as sentenças abaixo:

a) Sānctus, Sānctus, Sānctus Dominus Deus Sabaōth.


b) Apostolōs Chrīstus vocat.
c) In Missā populus Deī Dominum laudat.
d) Malīs virīs dōna nōn damus.
e) In viā Dominī ambulāmus.
f) Meritō Dominum collaudāmus; sānctus enim et bonus est.
g) Epīscopus quoque prō ecclēsiā Deum invocat.
h) Dominus populum ā mālō semper līberat.
i) In nostrīs animīs Chrīstus semper rēgnat.
j) Discipulī cum apostolīs operant.

7
k) Psalmum cōram Dominō cantāmus.
l) Ōrāmus prō mundī vītā.
m) Minister ad cēnam Dominī populum vocat.
n) Stēllam in caelō famulus laudat.
o) Verba impiōrum numquam jūstī observāmus.
p) Meritō enim Chrīstum, fīlium Deī, collaudās.
q) Clārum Mariae documentum est populō.
r) Nunc benedictī sabbatum cōnsecrant.
s) Ex agrīs Peturs puerōs ēvocat.
t) Ecclēsiae dōnāmus et prō populō operāmus.
u) Tū es Chrīstus fīlius Benedictī? (Mc 14, 61)

4. Traduza as frases abaixo para o português

a) Nós rezamos a Deus.


b) Deus dá vida para o mundo.
c) Os homens bons sempre louvam o Senhor.
d) Nosso bispo consagra a água e o vinho.
e) Deus reina no céu; o papa, na terra.
f) No princípio era o Verbo. (Jo 1, 1).
g) O povo louva com razão o Senhor da Vida.

Respostas dos Exercícios da aula 6

1. Nas palavras abaixo, forneça todos os possíveis casos, números e traduções; passe
para o singular ou plural conforme o caso; traduza novamente.

a) bonā aquā: ablativo singular (por/com boa água); bonīs aquīs (por/com boas
águas)
b) antīquīs ministrīs: dativo plural (para os antigos ministros) ou ablativo plural
(por/com os antigos ministros); antīquō ministrō (para o antigo ministro;
por/com o antigo ministro).
c) multus angelus: nominativo singular (muito anjo).
d) pāpae novō: dativo singular (para o novo papa).
e) vērum Deum: acusativo singular (Deus verdadeiro).
f) tuae culpae: dativo singular (para a tua culpa); genitivo singular (da tua
culpa); nominativo plural (as tuas culpas)/ tuīs culpīs (para as tuas culpas);
tuārum culpārum (das tuas culpas); tua culpa (a tua culpa).
g) apostolō beātō: dativo singular (para o bem-aventurado apóstolo) ou ablativo
singular (com/pelo bem-aventurado apóstolo); apostolīs beātīs (para os bem-
aventurados apóstolos; com os/pelos bem-aventurados apóstolos).
h) magna glōria: nominativo singular (a grande glória) ou vocativo singular (ó
grande glória); magnae glōriae (grandes glórias/ ó grandes glórias).

8
i) discipulī sacrī: genitivo singular (do discípulo sagrado) ou nominativo plural
(os discípulos sagrados) ou vocativo plural (ó discípulos sagrados); discipulōrum
sacrōrum (dos discípulos sagrados)/ discipulus sacer (o discípulo sagrado/ó
discípulo sagrado).
j) aeterna testāmenta: nominativo ou acusativo plural (as alianças eternas) ou
vocativo plural (ó alianças eternas); aeternum testāmentum (a aliança eterna/ ó
aliança eterna).
k) impiārum vītārum: genitivo plural (das vidas ímpias); impiae vītae (da vida
ímpia).
l) sacrae rēgīnae: genitivo singular (da santa rainha) ou dativo singular (para a
santa rainha) ou nominativo plural (as santas rainhas) ou vocativo plural (ó
santas rainhas)/ sacrārum rēgīnārum (das santas rainhas) ou sacrīs rēgīnīs (para
as santas rainhas) ou sacra rēgīna (a santa rainha/ ó santa rainha).

2. Traduza para o português as sentenças abaixo:

a) Ubi sunt multī discipulī? Onde estão os muitos discípulos?


b) Mea ecclēsia est tua ecclēsia; mea ecclēsia tua ecclēsia; mea ecclēsia tua. Minha
igreja é tua igreja; minha igreja tua igreja é; a minha igreja é tua.
c) Beātī servī Dominī. Os bem-aventurados servos do Senhor.
d) Dominus Deus Sabaōth est sacer. O Senhor Deus dos exércitos é santo.
e) Multum gaudium est sacrō populō Deī. Há muita alegria para o santo povo de
Deus.
f) Modus mundī est et bonus et malus; modī mundī sunt bonī et malī. A maneira do
mundo é tanto boa quanto má; os modos do mundo são bons e maus.
g) Magnus est numerus angelōrum. Grande é o número de anjos.
h) Novum testāmentum est Deī verbum. O novo testamento é palavra de Deus.
i) Chrīstus est Dominus et vīvōrum et mortuōrum. Cristo é o Senhor tanto dos vivos
quanto dos mortos.
j) Deī mystēria sunt aeterna. Os mistérios de Deus são eternos.
k) Clārum in terrā et in caelō Dominī verbum. A palavra do Senhor é gloriosa tanto
na terra quanto no céu.
l) Deō est pius fīlius in aeternum. Deus tem um filho piedoso para sempre.
m) Animus virī est beātus et bonus. O coração do homem é feliz e bom.
n) Chrīstis erat Petrī et apostolōrum magister. Cristo era o mestre de Pedro e dos
apóstolos.
o) In cēnāculō aurum erit puerō. O menino tinha ouro no cenáculo.
p) Gladius Petrī erat impius. A espada de Pedro era perversa.
q) Hīc est nostrum sacrāmentum. Aqui está o nosso sacramento.
r) Nostra nātūra dōnum Deī. A nossa natureza é um dom de Deus.
s) Cēna Dominī est nostrō populō. O nosso povo tem a ceia do Senhor.
t) Multī in Jūdaeā erant discipulī Chrīstī. Muitos na Judeia eram discípulos de
Cristo.

9
u) Dē novō testāmentō; in magnīs caelīs; sine multīs culpīs nostrīs; cōram Deō.
Sobre o novo testamento; nos grandes céus; sem muitas culpas nossas; diante de
Deus.
v) Aurum nōn est apostolō. (At 3, 6 – adaptado) O apóstolo não tinha ouro.
w) Mea doctrīna nōn est mea. (Jo 7, 6) A minha doutrina não é minha.
x) Nōn est discipulus super magistrum nec [nem, tampouco] servus super dominum.
(Mt 10, 24) Não está o discípulo acima do mestre; tampouco o escravo acima do
senhor.

3. Traduza para o latim as sentenças abaixo:

a) O Deus vivo é santo. Deus vīvus est sacer.


b) Os vivos estarão mortos; os mortos, vivos. Vīvī erunt mortuī; mortuī, vīvī.
c) Nossos antepassados eram servos do Senhor. Nostrī antīquī erant ministrī
Dominī.
d) Tua palavra é nosso mandamento. Verbum tuum est nostrum praeceptum.
e) O reino de Deus é para sempre. Rēgnum Deī in aeternum est.

10