Você está na página 1de 41

Princípios de Processos Químicos

Este material é destinado como APOIO aos livros-textos


utilizados pela disciplina de Princípios de Processos
Químicos do curso de Engenharia Química da UFSJ

Conforme explicado durante as aulas, essa versão


contém pequenos erros que serão corrigidos
futuramente, portanto, é importante reforçar que o
conteúdo da disciplina deverá ser estudada pelos livros-
textos.

É proibida a divulgação e distribuição deste material a


terceiros
Princípios de Processos Químicos

BALANÇO DE MASSAS SEM


REAÇÃO QUÍMICA
Prof. Dr. Demian P. Fabiano
Balanço de Massas sem Reação Química
• Conceitos de engenharia:

– Sistema - é uma parte do processo onde se quer fazer


uma análise.
Balanço de Massas sem Reação Química
• Conceitos de engenharia:

– Sistema aberto ou sistema com escoamento - é o


sistema no qual o material está cruzando as fronteiras.
Balanço de Massas sem Reação Química
• Conceitos de engenharia:

– Sistema fechado - Não há entrada nem saída de


material pelas fronteiras do sistema.
Balanço de Massas sem Reação Química

• Conceitos de engenharia

– Sistema estacionário ou em estado estacionário


- as condições dentro do processo não variam
com o tempo (processo contínuo).

100 L/min

100 L/min
Balanço de Massas sem Reação Química

• Conceitos de engenharia

– Sistema não-estacionário ou transiente - parte


ou todas as variáveis do processo e suas correntes
de entrada e saída variam com o tempo.

100 L/min
Acumulo de 20 L/min

80 L/min
Balanço de Massas sem Reação Química

• Conceitos de engenharia

– Sistema não-estacionário ou transiente - parte


ou todas as variáveis do processo e suas correntes
de entrada e saída variam com o tempo.

100 L/min
Acumulo negativo
de 30 L/min

130 L/min
Balanço de Massas sem Reação Química

• Conceitos de engenharia

– Sistema estacionário ou em estado estacionário


- as condições dentro do processo não variam
com o tempo (processo contínuo).
0
100 L/min

100 L/min
Balanço de Massas sem Reação Química

• Processos químicos

– Processo batelada: a alimentação é carregada no


sistema no início do processo e os produtos são
retirados juntos depois de um tempo.

Processo é carregado Reage Processo é descarregado


Balanço de Massas sem Reação Química

• Processos químicos

– Processos contínuos: a entrada e saída fluem


continuamente.
Balanço de Massas sem Reação Química
• Processos químicos

– Processos semi-batelada (ou semi-contínuo): não é nem


batelada e nem contínuo.

Exemplo:

O processo é alimentado e não há remoção do


produto, por exemplo no enchimento de um
cilindro de gás.

O processo apenas libera o material que está


no sistema, como caso da água em um
evaporador.
Equação Geral do Balanço de Massas

Reator
Químico

Massa
ACUMULADA

Massa Massa Massa


ENTRA Massa SAI CONSUMIDA
GERADA
Equação Geral do Balanço de Massas
1. Balanço em processo contínuo em Estado Estacionário

Unidade de
Processo
=
0
No E.E.

Com reação química

Sem reação química


Equação Geral do Balanço de Massas
1. Balanço em processo contínuo em Estado Estacionário

Exemplo: Balanço de massas em um Destilador


450 kg B /h
(kg T /h)

1000 kg/h Destilador


50% benzeno
50% tolueno

(kg B /h)
475 kg T /h
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

– dados: correntes de entrada/saída


– dedução das equações
– resolução das equações

1 - Ler atentamente o enunciado do problema;

2 - Esboce o diagrama do processo;

3 - Rotule o diagrama (símbolo, números, unidades);


* verificar as unidades
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

3 - Rotule o diagrama (símbolo, números, unidades);


* verificar as unidades

Água NaOH
100 kg/min 20 kg/h
Misturador

Produto
x (NaOH/água)
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

3 - Rotule o diagrama (símbolo, números, unidades);


* verificar as unidades

100 kg-mol/min
0,6 kg-mol N2/min 60 kg-mol N2/min
0,4 kg-mol O2/min ou 40 kg-mol O2/min
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

3 - Rotule o diagrama (símbolo, números, unidades);


* verificar as unidades

400 mol/h de uma solução de água/etanol


x (molágua/molsolução)
(1-x) (moletanol/molsolução)
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

4 - Obtenha os dados necessários para resolver o


problema que não tenha sido fornecido.

5 - Escolha uma base de cálculos. Qual base escolher?

m = ???
Processo
Solução de NaOH/H2O
XH2O = 0,6
XNaOH = 0,4
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

6 - Faça a análise do grau de liberdade (GL):


- Conte quantas incógnitas;
- Conte quantas equações que as solucionam.

GL = Nincognitas – Nequações

• GL = 0 - o problema pode ser resolvido;

• GL > 0 - (mais incógnitas) o problema não pode ser resolvido;

• GL < 0 - (mais equações) o problema é mal rotulado com relações


redundantes.
Balanço de Massas sem Reação Química
Estratégias para resolver balanço de massas

7 - Resolva a equação;

8 - Se a quantidade demandada for diferente das calculadas


faça a escalonamento do processo.

2 kg mistura
1 kg de benzeno 0,5 benzeno
0,5 tolueno
Processo
1 kg de tolueno
1 kg de benzeno
2 kg mistura
Processo 0,5 benzeno
1 kg de tolueno 0,5 tolueno

x10

10 kg de benzeno
20 kg mistura
Processo 0,5 benzeno
10 kg de tolueno 0,5 tolueno

x30

300 kg de benzeno
600 kg mistura
Processo 0,5 benzeno
300 kg de tolueno 0,5 tolueno
Balanço de Massas sem Reação Química

Exemplo: Balanço em uma unidade de mistura

Uma solução aquosa de NaOH contém 20% em massa de NaOH.


Deseja-se produzir uma solução de 8% de NaOH diluindo a
corrente original com água pura.

Calcule as razões (litros de água pura/kg da solução original) e


(kg solução de produto/kg solução original)
Balanço de Massas sem Reação Química
Balanço em processos de múltiplas unidades

Os processos químicos industriais são compostos de


diversas unidades como misturados, colunas de destilação,
reatores, trocadores de calor, separadores de produtos e
reagentes não consumidos, removedores de poluentes
perigosos ao meio-ambiente, entre outras .
A2

A1 M1 M2 M3 P3
Unidade 1 Unidade 2

A3
P1 P2
A2

A1 M1 M2 M3 P3
Unidade 1 Unidade 2

A3
P1 P2

Balanço Global Unidade 1 Unidade 2


Entradas: A1, A2, A3 Entradas: M1 Entradas: M3, A3
Saídas: P1, P2, P3 Saídas: P1, M2 Saídas: P3

Ponto de Mistura Ponto de Separação


Entradas: A1, A2 Entradas: M2
Saídas: M1 Saídas: P2, M3
Balanço de Massas sem Reação Química

Balanço em processos de múltiplas unidades

O procedimento para resolução para sistemas com


multiunidades é o mesmo já apresentado, a diferença é que deve
escrever o balanço para os vários subsistemas do processo, de modo
a obter equações suficientes para resolver todas incógnitas.

Deve-se analisar o grau de liberdade de cada subsistemas


considerando apenas as correntes que cruzam suas fronteiras.
Balanço em processos de múltiplas unidades

Exemplo: Processo com duas unidades


Processo contínuo em Estado Estacionário;
Cada corrente possui dois componentes (A e B) em diferentes proporções;
Determine as corrente: , , x1, x2 e x3

30 kg/h
40 kg/h
0,6 kg A/kg
0,9 kg A/kg
0,4 kg B/kg
100 kg/h 0,1 kg B/kg
0,5 kg A/kg
0,5 kg B/kg
Unidade 1 Unidade 2
x1 x2 x3 (kg A/kg)
(1-x1) (1-x2) (1-x3) (kg B/kg)
30 kg/h
0,3 kg A/kg
0,7 kg B/kg
30 kg/h
40 kg/h
0,6 kg A/kg
0,9 kg A/kg
0,4 kg B/kg
100 kg/h 0,1 kg B/kg
0,5 kg A/kg
0,5 kg B/kg
Unidade 1 Unidade 2
x1 x2 x3 (kg A/kg)
(1-x1) (1-x2) (1-x3) (kg B/kg)
30 kg/h
0,3 kg A/kg
0,7 kg B/kg
Balanço de Massas sem Reação Química
Reciclo em processos
Em uma reação A→B, realizada em um reator, quase sempre
alguma quantidade de A será encontrada junto ao produto final.
Assim, para evitar desperdício de reagente, uma corrente de A
não reagido é reciclada à corrente de alimentação.

A A + A’ A’ + B B
REATOR SEPARADOR

A’
A’
Balanço de Massas sem Reação Química
Reciclo em processos
Processo em Estado Estacionário
Reação: A→B

A A + A’ A’ + B B
70 kg/h 100 kg/h 30 kg/h + 70 kg/h 70 kg/h
REATOR SEPARADOR
A‘
30 kg/h A‘
30 kg/h

Conversão do Processo: é 100% de A em B.


Conversão do Reator: é 70% de A em B.
Balanço de Massas sem Reação Química
Reciclo em processos

Razões para realizar um reciclo no processo químico:

1 - Recuperação e reutilização de reagentes não-consumidos;


2 - Recuperação de catalisador (que geralmente são caros);
3 - Diluição de uma corrente de processo;
4 - Controle de uma variável de processo;
Exemplo: a temperatura do reator pode ser controlada
pela diluição da corrente de reagentes.
5 - Circulação de um fluido de trabalho;
Exemplo: o fluido de um refrigerador e ar condicionado,
reciclando infinitamente.
Balanço de Massas sem Reação Química
Desvio ou Bypass em processos
Uma fração das corrente de alimentação de uma unidade de
processo é desviada ao redor da unidade e combinada com a
corrente de saída da mesma. A vantagem é poder variar a
composição e as propriedades dos produtos.

Alimentação Produtos
Unidade
Balanço de Massas sem Reação Química
Exemplo: Processo de cristalização por evaporação

O diagrama de fluxo do processo está em Estado Estacionário para


recuperar o NaOH de uma solução aquosa é mostrado abaixo:

H 2O

Cristalizador Torta do filtro


10.000 lb/h 95% de NaOH(sólido)
40% de NaOH e e
Evaporador 50% de NaOH
Filtro 5% de solução NaOH
(45% de NaOH)

Filtrado
(Reciclado)
45% de NaOH
H2O

10.000 lb/h Cristalizador


40% de NaOH e Torta do filtro
X1
Evaporador 50% de NaOH Filtro 95% de
NaOH(sólido)
(1-x1) e
Filtrado 5% de solução
(Reciclado) NaOH
45% de NaOH (45% de NaOH)

a) Determine a taxa de escoamento da água removida pelo


evaporador;

b) Determine a taxa de reciclo desse processo;


H2O

10.000 lb/h Cristalizador


40% de NaOH e Torta do filtro
X1
Evaporador 50% de NaOH Filtro 95% de
NaOH(sólido)
(1-x1) e
Filtrado 5% de solução
(Reciclado) NaOH
45% de NaOH (45% de NaOH)
c) Considerando a mesma taxa de produção de
NaOH(sólido) porém com o processo sem reciclo. Qual
seria a taxa de alimentação de 40% de NaOH?

H 2O
4113 lb/h

Cristalizador Torta do filtro


10.000 lb/h e 95% de
40% de NaOH
Evaporador 50% de NaOH Filtro NaOH(sólido)
e

Filtrado 5% de
(Reciclado) solução NaOH
45% de NaOH 45% de NaOH (45% de
NaOH)
EXERCÍCIO 4.29 (Felder):

Uma mistura líquida contendo 30 % molar de benzeno (B),


25 % de tolueno (T) e o resto de xileno (X) alimenta uma coluna de
destilação. O produto de fundo contém 98 % molar de X e nenhum
B, e 96 % do X da alimentação são recuperados nesta corrente. O
produto de topo da primeira coluna alimenta uma segunda
coluna. O produto de topo da segunda coluna contém 97 % do B
contido na alimentação desta coluna. A composição desta
corrente é 94 % molar de B e o resto de T.

a) Desenhe o fluxograma do processo descrito acima.


b) Calcule a porcentagem do benzeno da alimentação do processo (quer
dizer, a alimentação da primeira coluna) que sai no produto de topo da
segunda coluna.
c) A porcentagem do tolueno da alimentação do processo que sai no
produto de fundo da segunda coluna.
EXERCÍCIO 4.32 (Felder):

O suco natural de laranja contém 12 % m/m de sólidos e o


restante de água. Já o suco concentrado de laranja comercial contém
42% m/m de sólidos. No início da produção industrial, o suco
concentrado de laranja era produzido por meio de uma evaporação
simples. No entanto, os constituintes voláteis do suco escapavam com a
água, deixando o concentrado insípido. Os processos modernos
resolveram esse problema desviando (by-pass) do evaporador uma
parte da alimentação de suco natural. O suco que entra no evaporador
é concentrado até 58 % em sólidos e esse produto é misturado com a
corrente de suco natural que foi desviada, resultando em um suco com
a concentração desejada de sólidos.

(a) Desenhe e rotule o diagrama do processo.

(b) Calcule a quantidade de suco concentrado produzido por 10.000


kg/h de suco natural alimentado ao processo.

(c) Qual a porcentagem de alimentação que é desviada do evaporador?


Uma torre de absorção deverá ser dimensionada para absorver 98
% da acetona presente em uma mistura gasosa, cuja composição é
de 27 % de acetona e o restante de ar. A acetona será absorvida
por contato contracorrente com água pura, gerando uma solução
aquosa com a vazão mássica de 200 kg/h, contendo 10 % de
acetona em massa.
a) Calcule a vazão da mistura gasosa a ser
alimentada na torre.
Resp:
___________________________________________
___________________________________________
____
b) Calcule a composição do gás efluente da torre.
Resp:
___________________________________________
___________________________________________
____
c) Calcule a vazão de água pura que é utilizada no
processo.