Você está na página 1de 3

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

Vivências musicais na avaliação e prevenção de alterações do desenvolvimento: Participação


de pais e relações de vínculo
Leonardo Augusto Cardoso de Oliveira
Número do CAAE:(inserir após aprovação pelo CEP)

Você está sendo convidado a participar de uma pesquisa. Este documento, chamado
Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, visa assegurar seus direitos como participante da
pesquisa e é elaborado em duas vias, assinadas e rubricadas pelo pesquisador e pelo
participante/responsável legal, sendo que uma via deverá ficar com você e outra com o
pesquisador.
Por favor, leia com atenção e calma, aproveitando para esclarecer suas dúvidas. Se
houver perguntas antes ou mesmo depois de assiná-lo, você poderá esclarecê-las com o
pesquisador. Se preferir, pode levar este Termo para casa e consultar seus familiares ou outras
pessoas antes de decidir participar. Não haverá nenhum tipo de penalização ou prejuízo se você
não aceitar participar ou retirar sua autorização em qualquer momento.

Justificativa e objetivos:
Este estudo pretende estudar a vivência musical na vida da criança pequena e promover
a participação dos pais em jogos musicais. compreender as especificidades para a aculturação
musical de crianças na primeira infância e a importância da motivação de pais na participação
em espaço de musicalização de seus filhos de 3 meses a 4 anos. A educação musical para esse
público está em crescimento, porém as pesquisas na área são escassas e o acesso às tecnologias
desenvolvidas não é difundida na comunidade de educadores musicais, pedagogos, psicólogos,
fonoaudiólogos e áreas afins que aplicam os conhecimentos em desenvolvimento infantil. A
pesquisa será desenvolvida no GAPAL – Grupo de Avaliação e Prevenção na Área das Alterações
de Desenvolvimento e da Linguagem – do CEPRE – FCM/UNICAMP que tem como foco de
trabalho crianças com queixas de atraso de linguagem e/ou desenvolvimento. Dessa forma,
também serão correlacionadas as implicações das pesquisas em neurociências para a
justificativa dessa investigação além da importância da continuidade do bem cultural trabalhado
nessas aulas. Espera-se contribuir para a discussão analítica de paradigmas da profissão a
formação do educador musical especialista na primeira infância e criar ferramentas que possam
nortear o trabalho dos mediadores.

Procedimentos:
Participando do estudo você está sendo convidado a participar da pesquisa em que
serão convidados pais de crianças entre 3 meses a 4 anos para integrar um grupo de
musicalização. As crianças são do grupo de espera do GAPAL ligado ao estágio da Fonoaudiologia
– Unicamp, que poderá flutuar, em função da demanda, com no máximo 6 infantes por etapa.
Serão ministradas O pesquisador ministrará aulas de aproximadamente 60 minutos com as
crianças, incluindo também aquecimento (músicas de cumprimento e música para criação de
setting), orientações para os cuidadores (antes e após as aulas uma breve fala sobre o processo
da aula e abertura para dúvidas), e momento de despedida (música de despedida). As sessões
realizadas com as crianças e seus pais incluem atividades rítmicas, canto de cancioneiro infantil,
jogos musicais, histórias musicadas, ritmo e movimento entre outras. Serão gravadas
digitalmente com duas câmeras simultâneas para melhor observar as reações de todos os
presentes na turma. Trata-se de um projeto de duração de seis meses com aulas semanais e
férias em julho, para melhor analisar diferentes turmas e seus contextos. Os registros utilizados
para coleta dos dados incluem: filmagens das sessões; anotações em agenda pelos
pais/cuidadores; anotações de campinas campo do pesquisador; questionário respondido pelos
responsáveis no momento inicial dos encontros e; prontuários do atendimento especializado e
Rubrica do pesquisador:______________ Rubrica do participante:______________
Versão: 18/02/2019 Página 1 de 3
registros dos participantes fornecidos pelo atendimento especializado. Os registros em vídeo
serão armazenados pelo pesquisador por dez anos e depois descartados. Os prontuários serão
consultados exclusivamente pelo pesquisador e são do ambulatório do CEPRE. As identidades
dos participantes serão preservadas por meio de nomes fictícios. Os dados serão categorizados
e analisados qualitativamente. O olhar para o processo é fundamental para compreender
questões do desenvolvimento de forma interdisciplinar.

Desconfortos e riscos:
Você não deve participar deste estudo se não se sentir confortável com qualquer
procedimento das aulas, como o momento de interação entre os participantes e realização dos
jogos. Entretanto, salientamos que não existem riscos previstos para os participantes. O local
onde as aulas são ministradas possui uma equipe especializada para a realização de
procedimento no caso de desconforto apresentado pelo participante.

Benefícios:
O contato com a música no contexto que será realizado poderá colaborar para a criação
de vínculo entre os bebês e seus cuidadores, oportuniza a relação social, contato com cultura
nacional, as crianças desenvolvem coordenação de movimentos pequenos e grandes,
lateralidade corporal, contato com a criação lúdica, conto de história, e o brincar.
Não há benefícios diretos ao participante e os benefícios indiretos são para a
comunidade científica.
Acompanhamento e assistência:
Você tem o direito à assistência integral e gratuita devido a danos diretos e indiretos,
imediatos e tardios, pelo tempo que for necessário. O ambulatório do CERPE dará continuidade
ao atendimento individual do participante de acordo com a demanda e capacidade de absorção
dos usuários. Após a realização da pesquisa, todos os participantes terão acesso ao conteúdo da
pesquisa através da tese desenvolvida e depositada no acervo da Biblioteca da Unicamp,
também disponível em sítio da internet.

Sigilo e privacidade:
Você tem a garantia de que sua identidade será mantida em sigilo e nenhuma
informação será dada a outras pessoas que não façam parte da equipe de pesquisadores. Na
divulgação dos resultados desse estudo, seu nome não será citado.
Os registros utilizados para coleta dos dados incluem: filmagens das sessões; anotações
em agenda pelos pais/cuidadores; anotações de campinas do pesquisador; questionário
respondido pelos responsáveis no momento inicial dos encontros e; prontuários e registros dos
participantes fornecidos pelo atendimento especializado.

Ressarcimento e Indenização:
Você terá a garantia ao direito à indenização diante de eventuais danos decorrentes da
pesquisa. Não há previsão de ressarcimentos de despesas decorrentes à transporte,
alimentação, diárias ou quaisquer outros gastos para a participação das aulas. As atividades
serão realizadas como parte do atendimento realizado no CEPRE/UNICAMP e os dados serão
colhidos durante a rotina da participação dessas atividades.

Contato:
Em caso de dúvidas sobre a pesquisa, você poderá entrar em contato com os pesquisadores
Leonardo Augusto Cardoso de Oliveira ou Lucia Reily: Praça Marechal Floriano Peixoto, s/n,
Campinas – SP, tel (019) 3395-1762, e-mail leonardoaco@gmail.com; Centro de Estudos e
Pesquisas em Reabilitação – Cepre, Rua Tessália Vieira de Camargo, 126 – Cidade Universitária

Rubrica do pesquisador:______________ Rubrica do participante:______________


Versão: 18/02/2019 Página 2 de 3
Zeferino Vaz. CEP 13083-887 – Campinas, SP, fone-fax: (19) 3521-8814 e-mail:
cepre@fcm.unicamp.br.
Em caso de denúncias ou reclamações sobre sua participação e sobre questões éticas do
estudo, você poderá entrar em contato com a secretaria do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP)
da UNICAMP das 08:00hs às 11:30hs e das 13:00hs as 17:30hs na Rua: Tessália Vieira de
Camargo, 126; CEP 13083-887 Campinas – SP; telefone (19) 3521-8936 ou (19) 3521-7187; e-
mail: cep@fcm.unicamp.br.

O Comitê de Ética em Pesquisa (CEP).


O papel do CEP é avaliar e acompanhar os aspectos éticos de todas as pesquisas envolvendo
seres humanos. A Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), tem por objetivo
desenvolver a regulamentação sobre proteção dos seres humanos envolvidos nas pesquisas.
Desempenha um papel coordenador da rede de Comitês de Ética em Pesquisa (CEPs) das
instituições, além de assumir a função de órgão consultor na área de ética em pesquisas

Consentimento livre e esclarecido:


Após ter recebidoesclarecimentos sobre a natureza da pesquisa, seus objetivos, métodos,
benefícios previstos, potenciais riscos e o incômodo que esta possa acarretar, aceito participar:

Nome do (a) participante (nome: _________________________________________________)

________________________________________________________

_______________________________________________________Data: ____/_____/______.

(Assinatura do participante _______________________________________ ou nome e


assinatura do seu RESPONSÁVEL LEGAL)

Responsabilidade do Pesquisador:
Asseguro ter cumprido as exigências da resolução 466/2012 CNS/MS e complementares
na elaboração do protocolo e na obtenção deste Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.
Asseguro, também, ter explicado e fornecido uma via deste documento ao participante
____________________________________________. Informo que o estudo foi aprovado pelo
CEP perante o qual o projeto foi apresentado e pela CONEP, quando pertinente. Comprometo-
me a utilizar o material e os dados obtidos nesta pesquisa exclusivamente para as finalidades
previstas neste documento ou conforme o consentimento dado pelo participante
______________________________________________________________________.

______________________________________________________Data: ____/_____/______.
Pesquisador

Rubrica do pesquisador:______________ Rubrica do participante:______________


Versão: 18/02/2019 Página 3 de 3