Você está na página 1de 44

MÓDULO 1 - ETIOLOGIA

A. Conceito de Fluência
B. Características da fala fluente.
C. Características dos distúrbios de fluência
c.1 disfluências, taquilalia, taquifemia,
pseudo-gagueira, gagueira por lesão ou dano
Anelise Junqueira Bohnen

detectável
c.2 gagueira do desenvolvimento
c.3 gagueira e linguagem

Dra Fga Anelise J. Bohnen – CRFa 5587-7


RECORDAR
Anelise Junqueira Bohnen

Distúrbios de fluência são distúrbios de linguagem.


Características dos distúrbios da
fluência
Anelise Junqueira Bohnen
QUANDO A FLUÊNCIA DA FALA SE ROMPE
teremos diferentes distúrbios:

Disfluências
Taquilalia

Taquifemia
Anelise Junqueira Bohnen

Pseudo-gagueira

Gagueira por lesão ou dano detectável

Gagueira do Desenvolvimento
Disfluência

 Definição
 Origem
 Caracterização
Anelise Junqueira Bohnen

 Características da fala
 O desenvolvimento dos sinais da disfluência

6
Disfluência

A ruptura da fluência é algo habitual na fala de aproximadamente 80%


das crianças em idade de aquisição de linguagem.

Isto contribui para aclarar a expressão disfluência comum, que difere em


vários aspectos quando é comparada com aquelas rupturas
Anelise Junqueira Bohnen

consideradas gagueiras.

(Merçon y Nemr, 2007)


7
Disfluência

São quebras na fluência que


podem ocorrer no discurso
das crianças no período de
aquisição e desenvolvimento
Duram cerca de
6 a 10 semanas.
Anelise Junqueira Bohnen

de linguagem.
Não mais.

8
Disfluência

As disfluências ocorrem principalmente devido a


incertezas no planejamento linguístico de palavras
pouco conhecidas e frases mais complexas ao longo
dos anos de desenvolvimento de linguagem.
Anelise Junqueira Bohnen

9
Disfluência

Ocorre no período de aquisição e desenvolvimento da


linguagem, por várias razões:

• uso e busca concomitante de duas palavras

• recurso para organizar ou evocar o pensamento


Anelise Junqueira Bohnen

• os movimentos de fala são os mais complexos do


nosso corpo.

10
Disfluencia

- incapacidade neuromuscular
- expansão do vocabulário
- carência de domínio das regras sintáticas
Anelise Junqueira Bohnen

- dificuldade na transição fonética


- dificuldade para organizar uma sequência de ideais
- dificuldade com os conceitos

11
Disfluência

• pode apresentar repetição de palavras inteiras


• não possui movimentos associados
• as pausas são raras
• a respiração não tem interrupções
Anelise Junqueira Bohnen

• não há evidência de tensão vocal


• desaparece completa e espontaneamente entre 6 e 8 semanas
(Bohnen, 2005)

12
Disfluência

Unidades linguísticas onde aparecem as rupturas

 Palavras

 Orações
Anelise Junqueira Bohnen

13
Disfluências comuns

• pausas silenciosas de hesitações ou dúvidas


• prolongamentos finais (minha bolaaaa)
• pausas de preenchimento ("éh", "ãh", "mm“)
• repetições de palavras (eu-eu não quero ir)
• falsos inícios
Anelise Junqueira Bohnen

14
Disfluências comuns

Pausas silenciosas fluentes

As pausas silenciosas fluentes ocorrem para que a pessoa possa respirar.

Servem para demarcar significados, sendo colocadas em lugares


Anelise Junqueira Bohnen

linguisticamente relevantes (entre orações ou sintagmas).

15
Disfluências comuns

O desenvolvimento dos sinais da disfluência:

Tendem a desaparecer com o tempo


Anelise Junqueira Bohnen

É um período em que a criança começa


gradualmente a ter domínio motor da fala
e das regras do idioma.
DISFLUÊNCIAS
Disfluências comuns Sim, com grandes períodos de fluência

Disfluências atípicas não


Prevalência maior na infância

Consciência não
Tensão não
Movimentos associados/concomitantes não
Anelise Junqueira Bohnen

Padrão de diagnóstico diferencial disfluências em palavras inteiras


disfluências em orações
Desenvolvimento dos sinais aquisição gradual da fluência
tende a desaparecer com tempo
QUANDO A FLUÊNCIA DA FALA SE ROMPE
teremos diferentes distúrbios:

Disfluências

Taquilalia
Taquifemia
Anelise Junqueira Bohnen

Pseudo-gagueira

Gagueira por lesão ou dano detectável

Gagueira do Desenvolvimento
Taquilalia
Taxa de articulação (“velocidade de fala”) aumentada;

Prejuízo da inteligibilidade da mensagem.

Não há aumento significativo de disfluências comuns ou atípicas;


Anelise Junqueira Bohnen

Não há outras alterações da linguagem (dificuldades sintáticas ou


linguagem confusa).
Taquilalia

• A taquilalia tanto pode ocorrer de forma isolada, como


junto com a gagueira;
Anelise Junqueira Bohnen

• Portanto, o diagnóstico diferencial é fundamental.


www.linguagemdireta.com.br
Taquilalia

• Causas
 Há fortes evidências de predisposição genética: a maioria
das pessoas com taquilalia tem outras pessoas de sua família
com o mesmo problema.

Também há evidência da ação da pressão do tempo, uma


sensação subjetiva de iniciar, continuar e concluir as
Anelise Junqueira Bohnen

conversas com rapidez.


Merlo, S. 2007)
QUANDO A FLUÊNCIA DA FALA SE ROMPE
teremos diferentes distúrbios:

Disfluências

Taquilalia

Taquifemia
Anelise Junqueira Bohnen

Pseudo-gagueira

Gagueira por lesão ou dano detectável

Gagueira do desenvolvimento
Taquifemia ou “Cluttering”

• Cluttering – Kussmaul (1877)

• Taquifemia: o nome sugere uma fala de uma


pessoa precipitada, desorganizada e ou
Anelise Junqueira Bohnen

confusa

(Oliveira, C. 2008)
Taquifemia - definição

• A definição de taquifemia não é fácil, pois suas manifestações


são diversas e inconsistentes e por isso conduzem a várias
definições.

• É um distúrbio distinto que pode ocorrer com frequência com


gagueira.
Anelise Junqueira Bohnen

(Weiss, 1964; Dalton e Hardcastle, 1977; 1989;


Van Riper, 1982; Daly, 1986; Preus, 1992;
St Louis e Rustin, 1992)
Taquifemia – descrição – ASHA, 1999

Taquifemia ou “cluttering”: É uma alteração da


fluência, caracterizada por uma taxa de elocução
aumentada e/ou irregular, com disfluências
excessivas e, com frequência, associada a outros
Anelise Junqueira Bohnen

sinais, como dificuldades na linguagem, erros


fonológicos e a atenção abaixo do esperado.
Taquifemia

• As disfluências das pessoas com taquifemia são


frequentemente caracterizadas como comuns, mas
ocorrem em quantidade excessiva.
Anelise Junqueira Bohnen

Myers, 1992; ASHA, 1999; Daly e Burnett, 1999;

Oliveira et al., 2002).


Taquifemia – etiologia

• A etiologia mais aceita da taquifemia é a


hereditariedade.

(Weiss, 1964; Luchsinger e Arnold, 1965; Preus, 1992; Oliveira, 2004)


Anelise Junqueira Bohnen
Taquifemia – Diagnóstico

• Diagnóstico  no processo diagnóstico é necessário


uma avaliação completa (com todos os aspectos
fonoaudiólogos e também de aprendizagem).

• Muitas vezes é necessário a indicação para


Anelise Junqueira Bohnen

avaliações específicas com outros profissionais.


Taquifemia

• Equipe multidisciplinar:

• Fonoaudiólogo
• Psicólogo
• Neurologista
• Psicopedagogo
Anelise Junqueira Bohnen
Taquifemia
• Geralmente a pessoa com taquifemia não percebe
sua dificuldade na fala.

• Por isso não busca tratamento

• Somente quando sua fala atrapalha sua vida


Anelise Junqueira Bohnen

acadêmica, profissional e ou social é que a pessoa


busca tratamento.

(Oliveira, C. 2008)
Taquifemia x Gagueira

TAQUIFEMIA: GAGUEIRA:
 Não há tensão nem evitação de  Inibido
palavras ou situações de fala  Há tensão muscular, evita palavras e
situações de fala
 Impaciente, desorganizado, apressado
 Piora quando presta atenção da fala
 Melhora quando presta atenção à fala
 Tempo de atenção reduzido  Tempo de atenção dentro da
Anelise Junqueira Bohnen

 Dificuldade com a organização do normalidade


 Não há dificuldade em organizar
pensamento pensamento
Taquifemia X Tartamudez

Taquifemia:
• Taxa de elocução aumentada;
• Disfluências comuns excessivas
• Pouca ou nenhuma consciência de sua dificuldade

Gagueira:
• Taxa de elocução diminuída;
Anelise Junqueira Bohnen

• Disfluências atípicas excessivas;


• Há consciência de sua dificuldade.
QUANDO A FLUÊNCIA DA FALA SE ROMPE
teremos diferentes distúrbios:

Disfluências

Taquilalia

Taquifemia

Pseudo-gagueira
Anelise Junqueira Bohnen

Gagueira por lesão ou dano detectável

Gagueira do desenvolvimento
GAGUEIRA PSICOGÊNICA OU PSEUDO-GAGUEIRA

• Caracterizada como um quadro psiquiátrico definido


como “reação de conversão”.

• A pseudo-gagueira surge como resultado de traumas


emocionais nos indivíduos (geralmente adultos) que
NUNCA gaguejaram anteriormente.
Anelise Junqueira Bohnen

• Trata-se de uma alteração fisiológica causada por fatores


psicológicos graves.
GAGUEIRA PSICOGÊNICA OU PSEUDO-GAGUEIRA

Inicio abrupto;

História anterior de problemas de saúde mental;

Seu inicio está relacionado a um momento de grande


pressão emocional;

Há pouca ou nenhuma troca do padrão de fala;


Anelise Junqueira Bohnen

Ausência de picos de fluência na fala, incluindo a fala em


côro/paralela, fala com ruído; fala decorada, etc.;

Não há preocupação com suas disfluências;


GAGUEIRA PSICOGÊNICA OU PSEUDO-GAGUEIRA

• Não há presença de movimentos ou concomitantes físicos


associados às disfluências.

• Não há evitação de situações de comunicação;

• Não há intenção de inibir as rupturas;


Anelise Junqueira Bohnen

• "La Belle Indiference": indiferença ao seu problema de


fala, mesmo quando as repetições são excessivas e muito
frequentes.
GAGUEIRA PSICOGÊNICA OU PSEUDO- GAGUEIRA

• A fala é caracterizada basicamente por repetição da


sílaba inicial ou da sílaba tônica da palavra;

• É uma gagueira que “soa” muito estranha…;

• É mais rara que a gagueira do desenvolvimento


Anelise Junqueira Bohnen

• Encaminhar para tratamento psiquiátrico.


QUANDO A FLUENCIA DA FALA SE ROMPE
teremos diferentes distúrbios:

Disfluências

Taquilalia

Taquifemia

Pseudo-gagueira
Anelise Junqueira Bohnen

Gagueira por lesão ou dano


detectável
Gagueira do desenvolvimento
GAGUEIRA NEUROGÊNICA
OU GAGUEIRA POR LESÃO IDENTIFICÁVEL

• Neuropatologia identificada em um individuo sem historia de


problemas de fluência anterior;

• Aparece pela primeira vez em um momento da vida sem qualquer


historia anterior de disfluência durante a infância;

• Inicio geralmente abrupto;


Anelise Junqueira Bohnen

• Geralmente não tem movimentos associados;

• Não há intenção de ocultar as disfluências;


GAGUEIRA NEUROGÊNICA
OU GAGUEIRA POR LESÃO IDENTIFICÁVEL

• Está mais frequentemente associada com:

• Traumas encefálicos;
• Lesão encefálica;
Anelise Junqueira Bohnen

• Enfermidades neurovegetativas;
• Outro acontecimento neurológico que afete a
função do encéfalo.
GAGUEIRA NEUROGÊNICA
OU GAGUEIRA POR LESÃO IDENTIFICÁVEL

São importantes os dados da saúde geral:


 traumas cerebrais;
 períodos de inconsciência;
 convulsões;
 alcoolismo;
Anelise Junqueira Bohnen

 uso de drogas;
 uso de medicamentos que podem afetar o sistema nervoso central;
 hospitalizações...
GAGUEIRA NEUROGÊNICA
OU GAGUEIRA POR LESÃO IDENTIFICÁVEL

O falante fica irritado, mas não apresenta ansiedade.

Repetições, prolongamentos e bloqueios ocorrem no inicio, no


meio e nos finais de sílabas, de palavras e das emissões.
Anelise Junqueira Bohnen

(Helm-Estabrooks, 1999)
GAGUEIRA NEUROGÊNICA
OU GAGUEIRA POR LESÃO IDENTIFICÁVEL

Quando ocorrem comportamentos como mímica do rosto, piscar de olhos


ou outros, não ocorrem associados aos momentos de disfluência.

Não há o efeito da adaptação e

As rupturas são constantes em todos os diversos tipos de tarefas de fala.


Anelise Junqueira Bohnen

Encaminar para neurologista.

(Helm-Estabrooks, 1999)
LEITURAS

http://www.gagueira.org.br/conteudo.asp?id_conteudo=102

http://www.gagueira.org.br/conteudo.asp?id_conteudo=124

http://www.gagueira.org.br/conteudo.asp?id_conteudo=36

http://associations.missouristate.edu/ICA/Resources/Books%20Manuscripts/Mye
rs%20StLouis%20Book%201996/download_page_for%20MyersStlouisBook.htm
Anelise Junqueira Bohnen

http://www.stutteringhelp.org/cluttering
http://www.gagueira.org.br/conteudo.asp?id_conteudo=35

http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0104926