Você está na página 1de 17

MINISTÉRIO DA SAÚDE

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER


JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA – INCA

Processo Seletivo 2015 - Programa de Residência Multiprofissional

SERVIÇO SOCIAL
CADERNO DE PROVAS
Caro(a) Candidato(a): Antes de Iniciar a prova leia atentamente as instruções a seguir:

1. Este caderno contém 30 (trinta) questões objetivas com 04 (quatro) opções (A, B, C, D). Contém também a prova discursiva
composta por 3 (três) questões. A prova terá duração de 4 (quatro) horas.
2. Confira em seu caderno de provas a sequência de questões. Você tem até 10 (dez) minutos do início das provas para solicitar
a troca do caderno de provas que apresentar algum problema de impressão ou qualquer outro que inviabilize a realização da
mesma, pois não serão aceitas reclamações posteriores nesse sentido.
3. A interpretação das questões, bem como das instruções, fazem parte da prova. Portanto, ao aplicador e fiscais não há
autorização para fornecer esclarecimentos sobre o conteúdo das provas; sendo esta atribuição de única e exclusiva
responsabilidade do candidato.
4. Você receberá do aplicador o cartão de respostas e o caderno de prova discursiva, 30 (trinta) minutos após o início da prova, o
cartão de respostas deverá obrigatoriamente ser assinado pelo candidato no local em que há a indicação: “ASSINATURA”,
utilizando sempre caneta esferográfica de tinta preta ou azul.
5. O caderno de prova discursiva não poderá ser assinado, rubricado nem conter, qualquer palavra ou marca que a identifique,
sob pena de anulação da prova discursiva. Assim, a detecção de qualquer marca identificadora no espaço destinado à
transcrição dos textos definitivos acarretará a anulação da prova.
6. Atenção: Somente será considerado para efeito de correção o texto constante no espaço destinado para esse fim. Logo, não
serão considerados em nenhuma hipótese os textos constantes nas folhas de rascunho.
7. Caso realmente precise, utilize como rascunho os espaços em branco nas folhas do caderno de prova. Sugerimos que você
assinale, inicialmente, no próprio caderno de provas, todas as respostas que julgar correta. Depois, passe-as para o cartão de
respostas.
8. Os espaços que porventura não forem preenchidos nas folhas do caderno de prova discursiva deverão obrigatoriamente ser
inutilizados pelo próprio candidato através de um traço diagonal nos referidos espaços.
9. Questões com mais de uma alternativa assinalada, rasurada ou em branco serão anuladas. Portanto, ao preencher o cartão de
respostas faça-o cuidadosamente. Evite erros, pois em hipótese alguma haverá substituição do cartão de respostas por erro do
candidato.
10. Ao terminar a prova ou findo o horário limite para sua realização, o candidato deverá obrigatoriamente entregar seu cartão de
respostas “ASSINADO” e seu caderno de prova discursiva ao aplicador de sala, destacando apenas a parte indicada para tal
fim na primeira folha do caderno de prova discursiva. O candidato que não devolver seu cartão de respostas e seu caderno de
prova será automaticamente eliminado e não terá classificação alguma no processo seletivo.
11. O caderno de provas pertencerá ao candidato somente após 3 (três) horas de prova.
12. Não será permitido portar ou utilizar aparelho telefônico, assim como os demais procedimentos constantes no edital no subitem
9.3.2 e nos subitens 9.15 e seus respectivos subitens.
13. Após o término da(s) prova(s), o candidato deverá deixar imediatamente o recinto da(s) mesma(s), sendo terminantemente
proibido fazer contato com candidatos que ainda não terminaram a(s) prova(s) sob pena de ser excluído do processo seletivo.
14. O desrespeito às normas que regem o presente processo seletivo, bem como a desobediência às exigências registradas no
edital; além de sanções legais cabíveis implicam a desclassificação do candidato.
15. Aguarde a ordem do aplicador para iniciar a prova.
16. Os dois últimos candidatos ao terminarem as provas deverão retirar-se da sala simultaneamente, após testemunharem o
fechamento (lacre) do envelope de provas, assinando a Ata Relatório.
17. O gabarito da prova objetiva - 1ª etapa será divulgado à zero hora do dia 17 de novembro de 2014 no site
www.gualimp.com.br.
BOA PROVA!!!
Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 2 de 17
Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 3 de 17
Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 4 de 17
PROVA OBJETIVA

QUESTÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA

New York Times elogia visão global da medicina cubana contra o ebola.
Em editorial, jornal americano critica embargo dos EUA à ilha caribenha e afirma que cisma entre Washington e
Havana tem consequências de vida ou morte por Eduardo Graça - publicado 20/10/2014 - Revista Carta
Capital.

Corajosos. Competentes. Resolutos. Com uma visão global da medicina extremamente necessária em
momentos como o da atual epidemia do ebola. Em editorial publicado nesta segunda-feira 20 e intitulado “O
Comovente Papel de Cuba em relação ao Ebola”, o The New York Times tece loas à medicina cubana e diz ser
uma vergonha, em momento crucial para se evitar a disseminação do vírus, que os EUA mantenham o
embargo econômico à ilha caribenha. “É uma pena que Washington, o principal financiador econômico do
combate ao Ebola na África, não mantenha relações diplomáticas com Havana, cuja ação no combate ao vírus
é a mais valente”, diz o editorial, ilustrado no site do jornal com imagens de médicos cubanos chegando a
aeroporto em Serra Leoa.
Em extensa reportagem, o Washington Post já havia, no início do mês, tratado da importância do que
considerou a “ação crucial” de Cuba na tentativa de se acabar com a epidemia do ebola, em contrapartida à
apatia da comunidade internacional. Descoberto nos anos 70, o vírus do Ebola causa febre hemorrágica com
grande probabilidade de morte e não há vacina para combatê-lo. Pela primeira vez em quatro décadas o Ebola
chegou, este ano, a grandes centros urbanos da África Ocidental, não se restringindo mais a áreas rurais e
aumentando a probabilidade de expansão global da epidemia.
Nos EUA, duas enfermeiras do hospital de Dallas que tratou do primeiro paciente, oriundo da Libéria,
que desenvolveu os sintomas do Ebola em solo americano, foram igualmente contaminadas, apesar de
seguirem, de acordo com a direção do Hospital Presbiteriano, todas as recomendações do Centro de Controle
de Doenças Infecciosas (CDC). A Organização Mundial da Saúde (OMS), que coordena com Havana o
treinamento e envio de médicos cubanos para a Serra Leoa, anunciou que o número de casos de ebola deverá
ultrapassar os 9 mil esta semana, com pelo menos 4.500 mortes, em sua quase totalidade na África. O
organismo estima que, até o fim do ano, se o combate ao vírus não aumentar de forma dramática, de 5 a 10 mil
casos serão confirmados por semana.
“A contribuição cubana é, sem sombra de dúvidas, pelo menos em parte, reflexo de sua tentativa de
enfrentar o cerco internacional que vive. Ainda assim, deve ser saudado e repetido mundo afora”, frisa o
editorial do diário mais influente do planeta. O New York Times frisa ainda que o pânico global gerado pelo
ebola não está sendo enfrentado com a mesma coragem – “são os médicos cubanos que estarão na linha de
frente e em risco de serem contaminados na África” – pelos países mais ricos do planeta. “Somente Cuba e
algumas ONGs estão oferecendo o que mais se precisa naquela região: médicos”. Também são cubanos boa
parte dos profissionais de saúde contratados pelo governo brasileiro para o programa Mais Médicos, atuando
em áreas rurais e/ou desprovidas de atendimento contínuo. De acordo com a OMS, mais de 450 profissionais
da saúde foram infectados na África Ocidental desde a explosão da epidemia este ano. O Times lembra que
posições políticas e ideológicas precisam ser deixadas em segundo plano quando se trata de saúde pública:
“Neste caso específico, a cisma entre Washington e Havana tem consequências de vida ou morte, já que não
há coordenação entre as duas equipes. Este episódio deveria funcionar como um lembrete à administração
Obama dos benefícios de se restaurar os laços diplomáticos com Cuba”.
Tanto o Times quanto o Post afirmaram que a decisão da OMS de treinar médicos cubanos para o
combate ao Ebola, de acordo com várias fontes de alto-escalão da administração Obama, foi efusivamente
comemorada, ainda que não em público, pela Casa Branca. O governo sofre com os erros nos primeiros
tratamentos a pacientes que desenvolveram o Ebola nos EUA e até mesmo candidatos do partido ao Senado
na eleição de meio-termo, que acontece na primeira semana de novembro e poderá entregar a Câmara Alta à
oposição, atacam o combate oficial ao Ebola.
O Times se preocupa por não estar claro se eventuais médicos cubanos contaminados pelo Ebola
serão transportados para fora da África e tratados com excelência, já que “a maioria das seguradoras de saúde

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 5 de 17


responsáveis por evacuação médica se negam a cuidar de transporte de pacientes com Ebola”. “Em uma
questão de bom-senso e compaixão, as forças armadas americanas, com seus 550 soldados na África
Ocidental, deveriam se comprometer em transportar qualquer médico cubano eventualmente contaminado e
tratá-lo em um dos centros de treinamento erguidos pelo Pentágono em Monróvia, capital da Libéria. O
trabalho dos cubanos beneficia todo o globo e deveria ser reconhecido por todos”, pede o editorial.
O texto lembra ainda que Cuba ofereceu ajuda médica aos EUA no desastre do furacão Katrina em
Nova Orleans, embora tenha sido “sem qualquer surpresa”, rejeitada pelo governo Bush. O secretário de
Estado, John Kerry, se limitou, no entanto, a celebrar “a coragem de qualquer trabalhador da área de saúde
que decide enfrentar este desafio”, depois de reconhecer rapidamente a ajuda cubana.
Dos 460 médicos cubanos treinados pela OMS, 165 já começaram a trabalhar na Serra Leoa nesta
semana. O Times afirma que Havana tem papel destacado para finalizar a tarefa por seus profissionais já
terem trabalhado anteriormente na África e bisa aspas do uruguaio José Luis Di Fabio, da OMS, de que “seus
médicos são extremamente competentes”. O texto termina com uma menção ao texto de Fidel Castro
publicado no Granma no fim de semana: “Ele escreve que Cuba e os EUA deveriam colocar suas diferenças de
lado, ainda que temporariamente, a fim de combater este flagelo mortal. Fidel Castro está completamente
certo”.

QUESTÃO 01
De acordo com o autor do texto, podemos perceber que o Jornal New York Times adota uma postura:

(A) Parcial, a partir do momento em que o periódico americano revela um desejo subjetivo em que os EUA
recebessem ajuda do governo cubano para combater juntos o vírus Ebola.
(B) Imparcial a partir do momento em que as diferenças diplomáticas devem ser esquecidas em prol da ajuda
científica para com as pessoas afetadas pelo vírus Ebola.
(C) Parcial, pois Cuba ajuda aos outros países do mundo com sua medicina avançada afim de mostrar os
abusos e perseguições dos Estados Unidos contra sua nação.
(D) Imparcial, mesmo o autor concordando com o ataque norte americano ao governo caribenho, por causa de
sua política que não favorece ao desenvolvimento da nação socialista.

QUESTÃO 02
A crítica do jornal norte americano aos seus governantes seria principalmente pelo fato:

(A) De Cuba sempre querer que suas ideologias prevaleçam por terem mais investimentos na área da saúde.
(B) Dos Estados Unidos aparecerem como a nação salvadora, em que se pode contar com qualquer tipo de
ajuda.
(C) Da não aceitação da evoluída medicina cubana que ajuda várias nações, sempre colocando “em xeque”, o
poder financeiro de grandes potências mundiais.
(D) Da África sempre buscar ajuda aos países menos desenvolvidos, em desenvolvimento e com problemas
políticos.

QUESTÃO 03
O título do texto: “New York Times elogia visão global da medicina cubana contra o ebola” justifica-se pelo fato
de:

(A) Cuba aumentar gastos com pesquisas para a cura do vírus Ebola.
(B) Os Estados Unidos valorizarem a medicina cubana e esquecerem as diferenças políticas no combate a
epidemia atual.
(C) A população americana mandar ajudas, como: mantimentos e dinheiro na ajuda ao combate ao vírus.
(D) O governo americano querer uma nova política com relação a Cuba e esquecer as diferenças quando se
tratar de saúde e pesquisas na área da medicina.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 6 de 17


QUESTÃO 04
No trecho: “A contribuição cubana é, sem sombra de dúvidas, pelo menos em parte, reflexo de sua tentativa de
enfrentar o cerco internacional que vive. Ainda assim, deve ser saudado e repetido mundo afora...”, a
expressão destacada, pode ser substituída sem alteração de sentido pelo termo:

(A) Porque. (B) A menos que. (C) Conforme. (D) Apesar disso.

QUESTÃO 05
De acordo com o texto, uma possível trégua entre as duas nações:

(A) É uma tentativa de Cuba enfrentar o cerco internacional que vive.


(B) É uma tentativa de esquecer as diferenças políticas em favor da ajuda humanitária mundial.
(C) É uma tentativa da criação de um novo bloco econômico das Américas contra a União Europeia.
(D) É uma tentativa dos Estados Unidos mostrarem que é superior e mais avançado na área de pesquisa do
que Cuba.

QUESTÕES DE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

QUESTÃO 06
Na construção dos serviços de saúde, a fim de garantir seu caráter universal e integral, há a necessidade de
incorporar a participação da comunidade na formulação, fiscalização, execução e manutenção de políticas que
visam atender as necessidades de cada localidade.
Sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), analise as afirmativas
abaixo como sendo Verdadeiras (V) ou Falsas (F):
( ) São instâncias colegiadas do Sistema Único de Saúde (SUS): o Ministério da Saúde e as Secretarias
Estaduais de Saúde.
( ) A representação dos usuários nos Conselhos de Saúde e Conferências de Saúde será paritária em
relação ao conjunto dos demais segmentos.
( ) As decisões do Conselho de Saúde serão homologadas pelo chefe do poder legalmente constituído em
cada esfera do governo.
( ) A Conferência de Saúde atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de
saúde na instância correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros.

A sequência CORRETA corresponde a:

(A) F, V, V, F. (B) V, F, V, F. (C) F, V, F, V. (D) V, F, F, V.

QUESTÃO 07
São diretrizes relacionadas à promoção da saúde no âmbito da Política Nacional para a Prevenção e Controle
do Câncer, EXCETO:
(A) Promoção de hábitos alimentares saudáveis como o aleitamento materno, exclusivo até os 6 (seis) meses
de vida, e o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras, incluindo-se ações educativas e
intervenções ambientais e organizacionais.
(B) Realização de ações intersetoriais, buscando-se parcerias que propiciem o desenvolvimento das ações de
promoção da saúde.
(C) Enfrentamento dos impactos dos agrotóxicos na saúde humana e no ambiente, por meio de práticas de
promoção da saúde com caráter preventivo e sustentável.
(D) Fomento à ampliação de medidas restritivas ao marketing de alimentos e bebidas com baixo teor de sal,
calorias, gorduras e açúcar, especialmente os direcionados aos adultos.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 7 de 17


QUESTÃO 08
De acordo com o disposto na Lei nº 8.080/90, o Sistema Único de Saúde (SUS) se orienta por diversos
princípios e diretrizes. Analise os três princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) descritos abaixo:

I. Os serviços devem ser organizados em níveis de complexidade tecnológica crescente, dispostos numa
área geográfica delimitada e com a definição da população a ser atendida.
II. A saúde é um direito de todos e é um dever do poder público a provisão de serviços e de ações que lhe
garanta.
III. É entendida como uma redistribuição das responsabilidades quanto às ações e serviços de saúde entre os
vários níveis de governo, a partir da ideia de que quanto mais perto do fato a decisão for tomada, mais
chance haverá de acerto.

Não está descrito acima o seguinte princípio:

(A) Universalidade.
(B) Integralidade.
(C) Descentralização.
(D) Hierarquização.

QUESTÃO 09
Muito pode ser feito para reduzir a incidência do câncer, uma vez que cerca de um terço dos casos pode ser
evitado apenas controlando os fatores de risco determinantes de sua ocorrência. (Ministério da Saúde, 2013)

Sobre este assunto, é INCORRETO afirmar que:


(A) A longo prazo, o consumo de álcool está associado aos cânceres de boca, faringe, laringe, esôfago, mama,
fígado e intestino.
(B) As pessoas que se expõem ao sol muitas horas por dia e com frequência, por trabalho ou lazer, constituem
o grupo de risco do câncer da pele. O efeito nocivo dos raios solares se acumula durante a vida.
(C) As vitaminas em comprimidos protegem do câncer tanto quanto as presentes nos alimentos naturais.
(D) O aumento do número de parceiros, a falta de higiene e a precocidade da vida sexual estão relacionados a
um maior risco de câncer do colo do útero, além de várias doenças sexualmente transmissíveis.

QUESTÃO 10
Sobre a Incidência de câncer no Brasil, analise as afirmativas abaixo:

I. Apesar de ser considerado um câncer de relativamente bom prognóstico, se diagnosticado e tratado


oportunamente, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas no Brasil, muito
provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados.
II. Em geral, as taxas de incidência de câncer de pulmão, em um determinado país, refletem seu consumo de
cigarros. O controle do tabaco permanece como a principal forma de redução da ocorrência dessa
neoplasia.
III. Mais de 70% dos casos de câncer de estômago ocorrem em países em desenvolvimento. A taxa de
incidência deste tipo de câncer é cerca de duas vezes mais alta no sexo masculino do que no feminino.
IV. A infecção pelo papilomavírus humano (HPV), por si só, representa uma causa suficiente para o
surgimento do câncer do colo do útero.

O número de afirmativas CORRETAS corresponde a:

(A) Uma. (B) Duas. (C) Três. (D) Quatro.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 8 de 17


QUESTÕES DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

QUESTÃO 11
Partindo da premissa de que o Serviço Social tem na questão social a base de sua fundação como
especialização do trabalho, considere as seguintes afirmativas:

I. O serviço social parte das relações sociais que fundam a sociedade do capital. Estas são geradoras da
questão social em suas dimensões objetivas e subjetivas, isto é, em seus determinantes estruturais e no
nível da ação dos sujeitos.
II. A questão social é indissociável da sociabilidade capitalista e envolve uma arena de lutas políticas e
culturais contra as desigualdades socialmente produzidas.
III. A questão social se expressa em múltiplas desigualdades, mediadas por disparidades nas relações de
gênero, características étnico-raciais, relações com o meio ambiente e formações regionais, colocando em
causa amplos segmentos da sociedade civil no acesso aos bens da civilização.
IV. A questão social compreende o conjunto de problemas vivenciados pelos indivíduos, como alcoolismo,
conflitos familiares, desemprego, desnutrição e violência, que requerem o suporte da ação profissional.
V. A questão social é o objeto das políticas sociais, que respondem às necessidades da população, através da
ação do Estado, sendo este o principal empregador dos assistentes sociais.

Assinale a alternativa correta.

(A) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.


(B) Somente as afirmativas II e V são verdadeiras.
(C) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
(D) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

QUESTÃO 12
De acordo com Silva e Capaz (2013), analise as seguintes afirmativas e assinale com (V) as verdadeiras e
com (F) as falsas.

( ) A resolução nº. 2, de abril de 2012 da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde


(CNRMS) é que institui as diretrizes para criação e operacionalização dos programas de residência
multiprofissional.
( ) O tutor é o sujeito que possui a competência da construção/implementação de condutas pedagógicas.
Deve ter formação mínima de mestre e com experiência profissional de, no mínimo, 03 (três) anos. Sua
função caracteriza-se por atividade de orientação acadêmica de preceptores e residentes.
( ) Diferentemente do tutor e do docente, o preceptor deverá, necessariamente, ser da mesma área
profissional do residente sob sua supervisão, estando presente no cenário de prática. Entretanto, a
supervisão de preceptor de mesma área profissional não se aplica a programas, áreas de concentração ou
estágios voltados às atividades que podem ser desempenhadas por quaisquer profissionais da saúde
habilitados na área de atuação específica, como por exemplo: gestão, saúde do trabalhador, vigilância
epidemiológica, ambiental ou sanitária, entre outras.
( ) O projeto pedagógico (PP) do programa de Residência Multiprofissional em Saúde trabalha na lógica do
conhecimento instituído, ou seja, deve seguir a risca as normas, padrões e protocolos. Este conjunto de
normas, instrumentos e procedimentos serve como principal orientação para a atividade do agente da
prática. Neste sentido, não é cabível o desenvolvimento de práticas em atividades junto a movimentos
sociais, Frente Nacional contra Privatização da Saúde e Conselho Municipal de Saúde.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência de letras CORRETA.

(A) (F) (F) (F) (V).


(B) (F) (V) (F) (V).
(C) (V) (V) (F) (F).
(D) (V) (V) (V) (F).

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 9 de 17


QUESTÃO 13
Sobre os Parâmetros para Atuação de Assistentes Sociais na Saúde (CFESS, 2010), podemos afirmar:

(A) Constitui um conjunto de normas e orientações com o objetivo de atender as demandas dos empregadores
de assistentes sociais atuantes na área da saúde.
(B) Tem por objetivo fornecer subsídios para ampliar o debate e possibilitar uma reflexão dos profissionais face
às ações realizadas, bem como fortalecer o projeto ético-político profissional.
(C) Parte do pressuposto que atuação profissional do assistente social deve ser neutra, pautado no conjunto de
orientações previsto na Resolução CFESS n° 273/93 e na Lei n° 12.435/11.
(D) Orienta o assistente social a trabalhar na perspectiva de caso, pois dessa forma, é possível compreender os
determinantes sociais, econômicos e culturais, bem como fortalecer o projeto ético-político profissional.

QUESTÃO 14
O Código de Ética Profissional que rege a profissão é um dispositivo legal que pontua onze princípios
fundamentais, de orientação valorativa, que devem alicerçar o exercício profissional. Considere o seguinte
conjunto de princípios:
I. Defesa intransigente do arbítrio e da autoridade do profissional de Serviço Social no exercício de suas
funções.
II. Empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, incentivando o respeito à diversidade.
III. Respeito incondicional ao aparato burocrático das instituições prestadoras de serviços assistenciais.
IV. Compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população, com o aprimoramento intelectual e com
a construção de uma nova ordem societária.
V. Compromisso com a equidade e justiça social, com a ampliação e consolidação da cidadania e com a
defesa do aprofundamento da democracia.
Estão entre os princípios fundamentais que regem a profissão do Assistente Social:
(A) Somente II, IV e V.
(B) Somente I, II e IV.
(C) Somente I, III, IV e V.
(D) Somente II, III, IV e V.

QUESTÃO 15
Tendo como referência os parâmetros para atuação de assistentes sociais na política de saúde (CFESS,
2010), o exercício da profissão no campo da saúde, na perspectiva do Serviço Social como processo
educativo, pressupõe a ênfase do assistente social:
(A) Nas ações que focalizam o acolhimento, a solidariedade e a filantropia.
(B) Na sensibilização dos gestores das políticas de atenção à saúde, para flexibilizar o acesso da população às
ações educativas de saúde.
(C) Nas ações que priorizem a saúde preventiva e que possibilitem o conhecimento das diretrizes que regem a
política de saúde, com a participação da comunidade.
(D) No conhecimento do sistema de saúde para viabilizar o acesso dos segmentos excluídos aos programas e
projetos exclusivamente com finalidade curativa.

QUESTÃO 16
Segundo IAMAMOTO (2007), "a questão social é expressão do processo de produção e reprodução da vida
social na sociedade burguesa, da totalidade histórica concreta". Apreender a realidade numa perspectiva de
totalidade é um esforço metodológico que exige:
(A) Apreender os nexos causais entre a aparência e a essência dos fenômenos que compõem a realidade
social.
(B) Articular as múltiplas expressões da realidade social a partir da combinação de movimentos de dedução.
(C) Articular de modo coerente todos os aspectos ideológicos, econômicos e sociais presentes na realidade
social de forma a favorecer a delimitação do grau de interdependência entre eles.
(D) Apreender o processo social como contraditório, reconstituindo no plano do pensamento o seu movimento
real em suas dimensões universais, particulares e singulares.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 10 de 17


QUESTÃO 17
A partir dos artigos de José Paulo Netto (NETTO, 2007) e de Marilda Vilela Iamamoto (IAMAMOTO, 2007)
ambos no livro: MOTA, Ana Elizabete et al (Orgs). Serviço Social e Saúde: formação e trabalho profissional.
São Paulo: OPAS, OMS, Ministério da Saúde, 2006, considere as concepções descritas a seguir e marque (V)
para as verdadeiras e (F) para as falsas.
( )Os projetos societários são projetos coletivos. Em nossa sociedade são projetos de classe. Apresentam
uma imagem de sociedade a ser construída, reclamam determinados valores para justificá-la e privilegiam
certos meios (materiais e culturais) para concretizá-la.
( )Os projetos profissionais apresentam uma autoimagem da profissão, elegem os valores que a legitimam
socialmente, delimitam e priorizam seus objetivos e funções, formulam os requisitos (teóricos, práticos e
institucionais) para o seu exercício, prescrevem normas para os comportamentos dos profissionais e
estabelecem as bases das suas relações com os usuários de seus serviços.
( )Os projetos societários e os projetos profissionais constituem-se como instâncias dinâmicas próprias e
excludentes entre si. A dimensão política dos projetos societários e sua conotação classista delimitam
horizontes diferentes daqueles que são os horizontes de uma profissão.
( )Os assistentes sociais, por meio da prestação de serviços sócio-assistenciais nas organizações públicas e
privadas, interferem nas relações sociais cotidianas no atendimento às mais variadas expressões da
“questão social” vividas pelos indivíduos sociais no trabalho, na família, na luta pela moradia e pela terra, na
saúde, na assistência social pública etc.
( )A “questão social”, sendo desigualdade é, também, rebeldia, pois os sujeitos sociais, ao vivenciarem as
desigualdades, a elas também resistem e expressam seu inconformismo.
Marque a alternativa correta:
(A) A sequência correta é V, V, F, V, V.
(B) A sequência correta é F, V, F, V, F.
(C) A sequência correta é V, V, V, V, F.
(D) A sequência correta é F, F, F, F, V.

QUESTÃO 18
A política de assistência social deve ser realizada de forma integrada às demais políticas sociais setoriais,
visando enfrentar as desigualdades e garantir os mínimos sociais na perspectiva da universalização dos
direitos. Para isso a política de assistência social deve:
I. Assegurar que as ações no âmbito da assistência social tenham centralidade no indivíduo, visando
contribuir especialmente para a convivência coletiva.
II. Contribuir com a inclusão e a equidade dos usuários e grupos específicos, ampliando o acesso aos bens e
serviços socioassistenciais básicos e especiais em áreas urbana e rural.
III. Prover serviços, programas, projetos e benefícios de proteção social básica e/ou especial para as famílias,
indivíduos e grupos que deles necessitarem.
Após análise destas afirmativas, é possível concluir que:
(A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas
(B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
(C) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
(D) Todas afirmativas estão corretas.

QUESTÃO 19
Conforme a lei nº 8.069/90, que dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, considera-se:
(A) Criança, a pessoa com doze anos de idade completos, e adolescente, aquela entre treze e dezoito anos de
idade.
(B) Criança, a pessoa com onze anos de idade incompletos, e adolescente, aquela entre onze e dezoito anos
de idade.
(C) Criança, a pessoa com até doze anos de idade incompletos, e adolescente, aquela entre doze e dezoito
anos de idade.
(D) Criança, a pessoa com doze anos de idade completos, e adolescente, aquela entre treze e dezenove anos
de idade.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 11 de 17


QUESTÃO 20
O controle Social está inserido numa moderna compreensão da relação Estado/Sociedade no que diz respeito
a práticas de vigilância, participação social na gestão das politicas, a exemplo, política da saúde e assistência
social. Dessa forma, ao analisar os conselhos, é correto afirmar que:
(A) Apropriam-se de todo o poder de governo e devem usá-lo a favor da proposta de um determinado segmento
para o efetivo cumprimento de seu papel executor de uma política pública.
(B) Constituem-se em espaços isentos de conflitos nos quais os interesses são comuns na relação
Estado/sociedade.
(C) São canais importantes de participação coletiva, que possibilitam compreender as propostas apresentadas
pelos governos e possuem vínculo de subordinação com estes para que exerçam a fiscalização.
(D) Têm representatividade social pelo papel que devem exercer cumprindo os requisitos, estabelecidos na
Constituição Federal de 1988, na elaboração, implantação e execução de determinada política pública.

QUESTÃO 21
Leia o texto a seguir.
Os assistentes sociais dispõem de um manancial de denúncias sobre a violação de direitos humanos e sociais
e, desde que não firam as prescrições éticas do sigilo profissional podem ser difundidas e repassadas aos
órgãos de representação e meios de comunicação atribuindo-lhes visibilidade pública na defesa dos direitos
(IAMAMOTO, Marilda Vilela. Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão
social. São Paulo: Cortez, 2007, p.428).

Com base no texto, no Código de Ética (1993) e na Lei de Regulamentação da Profissão (Lei nº8.662/1993),
considere as afirmativas a seguir que tratam da intervenção profissional fundamentada nos princípios éticos,
deveres e competências do assistente social.

I. Orientar indivíduos e grupos de diferentes segmentos sociais no sentido de identificar recursos e de fazer
uso deles no atendimento e na defesa de seus direitos.
II. Manter sigilo sobre as possibilidades e consequências das decisões dos usuários que sejam contrárias
aos valores e às crenças individuais dos profissionais.
III. Realizar uma abordagem com foco individual, visando assegurar o sigilo profissional de todas as
informações prestadas pelos usuários.
IV. Buscar a integração de recursos sociais que forneçam retaguarda aos encaminhamentos sociais e a
articulação do trabalho com as forças organizadas da sociedade civil.
Assinale a alternativa correta.
(A) Somente as afirmativas I e II são corretas.
(B) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
(C) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
(D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

QUESTÃO 22
O Estatuto do Idoso, em seu Art. 34 do Capítulo VIII (Da Assistência Social), garante ao idoso, a partir dos 65
anos, que não tenha meios para prover sua subsistência, nem tê-la provida por sua família, nos termos da
LOAS, uma renda mensal no valor de:
(A) 1 salário mínimo.
(B) Um quarto do salário mínimo.
(C) 2 salários mínimos.
(D) 2 salários mínimos pelo prazo máximo de 5 anos.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 12 de 17


QUESTÃO 23
Com base em Bravo (2007), tendo referência nos princípios do projeto de reforma sanitária e nos princípios
ético-políticos da profissão de assistente social, considere as afirmativas a seguir, que tratam de ações
necessárias para uma atuação competente e crítica do Serviço Social na área da saúde na atualidade.
I. Estimular a intersetorialidade, tendo em vista ações que fortaleçam a articulação entre as políticas de
seguridade social.
II. Criar estratégias e rotinas de ação, como, por exemplo, fluxogramas e protocolos, que visem à
organização do trabalho, à democratização do acesso e à garantia dos direitos sociais.
III. Elaborar e participar de projetos de educação permanente, por meio de práticas educativas sobre controle
de natalidade e procedimentos de higiene aplicados à vida privada.
IV. Submeter a operacionalização de seu trabalho aos rearranjos propostos pelos governos e instituições, que
incluem a agilização de altas precoces de internamentos que onerem os cofres públicos.

Assinale a alternativa correta.


(A) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
(B) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
(C) Somente as afirmativas I e II são corretas.
(D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

QUESTÃO 24
Para operacionalizar sua ação profissional, o assistente social deve estar atento alguns princípios que lhe dão
sustentação:
I. Competência técnica, que é a habilidade em utilizar um conjunto de recurso, tais como: entrevista, visitas
domiciliares, documentação e diário de observações.
II. Competência teórico-metodológica que é a base de conhecimentos que o assistente social dispõe para
desenvolver sua ação profissional fundamentada em teorias, diretrizes, leis, normatizações.
III. Autonomia, que lhe dá liberdade para decidir sobre os meios de formação de sua opinião (Código de Ética
do AS, art. 2o), definir os sujeitos a serem envolvidos na sua ação, a escolher os instrumentos operativos e
a documentação a ser utilizada.
IV. Compromisso ético, que é o atendimento dos princípios e das normas para o exercício profissional
contidas no Código de Ética do Assistente Social.
V. O dever de informar aos sujeitos envolvidos quais os objetivos do seu trabalho e garantir-lhes informações
e manter o sigilo.
Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
(A) São corretas apenas as afirmativas I, II, III e IV.
(B) São corretas apenas as afirmativas I, II, IV e V.
(C) São corretas apenas as afirmativas II, III, IV e V.
(D) São corretas as afirmativas I, II, III, IV e V.

QUESTÃO 25
A mundialização do capital redimensiona as requisições dirigidas aos assistentes sociais, as bases materiais e
organizacionais de suas atividades, e as condições e relações de trabalho por meio das quais se realiza o
consumo dessa força de trabalho especializada (IAMAMOTO, 2007). A referida mundialização do capital tem
profundas repercussões na órbita das políticas públicas, em suas conhecidas diretrizes de:
Marque a resposta correta:
(A) Pluralismo, desfinanciamento e regressão do legado dos direitos do trabalho.
(B) Focalização, desfinanciamento e regressão do legado dos direitos do trabalho.
(C) Focalização e regressão do legado dos direitos do trabalho.
(D) Desfinanciamento e regressão do legado dos direitos do trabalho.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 13 de 17


QUESTÃO 26
De acordo com Bravo e Matos (2007), dois projetos políticos estão em disputa na área da saúde, o Projeto
Privatista e o Projeto da Reforma Sanitária e ambos apresentam diferentes requisições para o Serviço Social.
Relacione a Coluna 1, que indica o Projeto Político à correspondente demanda requisitada na Coluna 2:

Coluna 1: Projeto Político

(1) - Projeto da Reforma Sanitária.


(2) - Projeto Privatista.

Coluna 2: Demanda

( )Atuação psicossocial através de aconselhamento.


( )Interdisciplinaridade.
( )Ação fiscalizatória aos usuários dos planos de saúde.
( )Predomínio de práticas individuais.
( )Busca de democratização do acesso às unidades e aos serviços de saúde.
( )Ênfase nas abordagens grupais.

Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo:

(A) 1 – 1 – 2 – 2 – 1 – 2.
(B) 1 – 2 – 2 – 2 – 1 – 1.
(C) 2 – 1 – 2 – 2 – 1 – 1.
(D) 2 – 2 – 2 – 1 – 1 – 1.

QUESTÃO 27
Para Iamamoto (2012), o assistente social que tem como referência metodológica de atuação o Serviço Social
de Casos, de Grupo e de Comunidade, representa na atualidade um (a):

Marque a alternativa correta:

(A) Regressão profissional conservadora.


(B) Ruptura com a prática profissional conservadora.
(C) Compromisso com o projeto ético político do Serviço Social.
(D) Intervenção direcionada pelo método materialista histórico dialético.

QUESTÃO 28
Iamamoto (2012), ao analisar o art. 5º da Lei 8662/93, relativo às atribuições privativas do Assistente Social,
especialmente os incisos de I a IV, indica que a maior dificuldade na identificação desse caráter privativo não
se encontra na descrição ou relato da atividade a ser desenvolvida, que em si mesma não é prerrogativa de
qualquer profissional em particular. O que delimita o caráter da atividade enquanto privativa do assistente
social é a:

Marque a alternativa correta:

(A) Demanda de um posicionamento profissional teórico, técnico e ético-político.


(B) Sua qualificação enquanto matéria, área e unidade de Serviço Social.
(C) Sua relação direta com a questão social.
(D) Demanda de um posicionamento profissional teórico, jurídico e ético-político.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 14 de 17


QUESTÃO 29
De acordo com o Código de Ética do assistente social constituem infrações disciplinares, EXCETO:

(A) Exercer a profissão quando impedido(a) de fazê-lo ou facilitar, por qualquer meio, o seu exercício ao(às) não
inscritos(as) ou impedidos(as).
(B) Não cumprir, no prazo estabelecido, determinação emanada do órgão ou autoridade dos conselhos, em
matéria destes, depois de regularmente notificado(a).
(C) Participante de instituição que tendo por objeto o Serviço Social, não esteja inscrita no Conselho Regional
ou Federal.
(D) Valer-se de posição ocupada na direção de entidade da categoria para obter vantagens pessoais,
diretamente ou através de terceiros(as).

QUESTÃO 30
Sobre o Código de Ética profissional, em vigência desde 1993.
Marque a resposta correta:
(A) Assegura ao assistente social o direito ao aprimoramento de forma contínua, colocando-o a serviço dos
princípios do Código de Ética Profissional.
(B) Garante ao assistente social o direito de abster-se, no exercício profissional, de práticas que caracterizem a
censura, o cerceamento da liberdade, o policiamento dos componentes denunciando sua ocorrência aos
órgãos competentes.
(C) Prescreve ao assistente social o dever de denunciar ao Conselho Regional as instituições públicas ou
privadas em que as condições de trabalho não sejam dignas.
(D) Determina como direito do assistente social participar de programas de socorro à população em situação de
calamidade pública, no atendimento e defesa de seus interesses e necessidades.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 15 de 17


PROVA DISCURSIVA

Analise a situação abaixo e responda as questões a seguir.

A Sra. Francisca foi a Unidade Básica de Saúde (UBS) de seu novo endereço pela primeira vez, ficou sabendo
que haveria uma palestra sobre os cuidados que se deve ter em casa para evitar acidentes com crianças. No
momento de avaliação dos participantes, Dona Francisca relatou que achou a ocasião muito proveitosa, mas
que não consegue participar de outros momentos assim, pois precisa trabalhar e cuidar de seu filho de 13
anos, que há 3 anos, sofreu um acidente, em que foi atropelado e perdeu os movimentos da perna e não pode
se deslocar sozinho, e do pai, idoso com 72 anos, portador da doença de Parkinson, nunca trabalhou de
carteira assinada e não tem nenhum benefício. Ela mora com mais um filho, de 10 anos. Desde então, o filho e
o pai passaram a depender muito dela. O irmão mais novo fica em casa, nos dias em que ela tem faxina, para
ajudar a cuidar do irmão e do avô. Hoje ela diz que está muito cansada e preocupada.

Elabore um plano de atuação para este atendimento de Serviço Social, contemplando três momentos
essenciais para abordagem e acompanhamento da usuária e do seu grupo familiar.

QUESTÃO Nº 01

Identificação do perfil do usuário:

1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
RASCUNHO
10.

QUESTÃO Nº 02

Orientação sobre direitos sociais:

1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
RASCUNHO
10.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 16 de 17


QUESTÃO Nº 03

Forma de encaminhamento:

1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
RASCUNHO
10.

Processo Seletivo Residência Multiprofissional - INCA/2015 Página 17 de 17