Você está na página 1de 8

CASO DE ENSINO

PUBLICIDADE: DIFICULDADES E ADEQUAÇÕES COM O AVANÇO DA TECNOLOGIA.


ADVERTISING: DIFFICULTIES AND ADJUSTMENTS WITH THE ADVANCEMENT OF
TECHNOLOGY.

F&M – Locução e publicidade ME

Antonio Sávio da Silva Sousa – savio-1998@hotmail.com


Centro Universitário Farias Brito – Fortaleza, CE, Brasil

RESUMO

A questão que motivou o desenvolvimento deste trabalho pode ser resumida na pergunta: Como os
publicitários mais velhos estão se adaptando com o uso das novas tecnologias no ramo da publicidade?
O que fazer para manter sua empresa de pé? Este tema é pouco conhecido pela população em geral
principalmente pela massa mais jovem. Desse modo, torna-se importante refletir a importância das
ferramentas tecnológicas no ramo da publicidade e propaganda. A intenção deste trabalho é mostrar
o método de adaptação e as melhorias referentes ao uso das novas tecnologias. O caso da F&M pode
ser utilizado para debater sobre temas de caráter acadêmico relacionado a inovação e
empreendedorismo.
Palavras-chaves: Empreendedorismo, publicidade, inovação, tecnologia, locução.

ABSTRACT

The question that motivated the development of this work can be summarized in the question: How
are older advertisers adapting with the use of new technologies in advertising? What do you do to
keep your business up? This subject is little known by the general population mainly by the younger
masses. Thus, it is important to reflect the importance of technological tools in the field of advertising
and advertising. The intention of this work is to show the method of adaptation and the improvements
related to the use of new technologies. The F & M case can be used to discuss academic issues related
to innovation and entrepreneurship.
Keywords: Entrepreneurship, advertising, innovation, technology, locution.
INTRODUÇÃO

Raimundo Gomes Farias narrador esportivo, radialista, político e publicitário cearense de 81 anos de
idade, e que atua nesse mercado desde 1968, fundador e proprietário da empresa brasileira F&M –
Locução e publicidade ME, conhecido por narrar jogos esportivos, conta como chegou até esse
mercado, como está se adaptando com o uso das novas ferramentas no ambiente de trabalho bem
como faz para manter o equilíbrio de sua empresa mediante a tantas formas de fazer publicidade via
internet. No entanto, nesse primeiro momento, foi feito um apanhado teórico sobre o assunto, para,
no momento seguinte apresentar o caso de ensino como uma das alternativas possíveis para que tal
tema seja explorado. Entretanto, será retratado um roteiro abreviado sobre a dificuldade enfrentada
por profissionais mais antigos na área e também um caso de ensino produzido a partir desta
metodologia.

PROTAGONISTA

Gomes Farias como é conhecido, natural de Ipu município brasileiro, situado no noroeste do estado
do Ceará, nascido no ano de 1937. Gomes Farias começou sua carreira como radialista em 1958, após
ser selecionado em um concurso para locutor esportivo, na Rádio A, chegando até outras Rádios
conhecidas no Ceará e Rio de Janeiro. Conhecido em todo Brasil pelo seu jeito profissional de narrar
repleto de expressões de bom humor, como por exemplo “Tá na peia”, “Seleçãozinha pai d’égua”,
“Amarra as alma negada! ” Entre várias outras bastantes conhecidas.
Com 60 anos de liderança, apontado como um dos melhores narradores esportivos do Brasil,
sendo escolhido para narração dos principais gols da seleção brasileira pelo museu da Língua
Portuguesa em São Paulo, apontado para representar a crônica brasileira em uma entrevista para uma
rede de emissoras europeias, e recentemente em setembro de 2018 ganhou o prêmio de gol mais bem
narrado da América do Sul, um de seus programas já chegou a alcançar 87.397 ouvintes por minuto,
recorde esse jamais alcançado por outro programa esportivo brasileiro,
Além de ser um profissional da área publicitaria Farias é Bacharel em Direito, porém não
exerce a função de advogado, além disso foi deputado estadual pelo PSDC (Partido Social Democrata
Cristão), hoje é político aposentado após cinco mandatos no estado do Ceará. Em 2014 após a copa
do mundo FIFA, o mesmo declarou sua aposentadoria da rádio em uma entrevista para um blog da
internet, todavia desistiu da jubilação e continua trabalhando na locução até os dias atuais, sempre
com a missão de oferecer os melhores serviços, busca sempre aperfeiçoar técnicas e investindo em
novas tecnologias, para se manter em sintonia com o mercado.
EMPRESA E HISTÓRICO

É inegável que o poder que o meio rádio exerce sobre a população, sendo o mais democrático e
popular por atingir todas as classes sociais, sexos e idades. É uma mídia forte em todos os segmentos
de mercado, o que demonstra o quanto é abrangente, prestando um serviço de utilidade pública, lazer
e entretenimento.
Em entrevista o locutor bem como proprietário afirma “O surgimento da F&M – Locução e
Publicidade se deu pela necessidade de vender a minha própria profissão”, em seguida conta que
apesar de a rádio ainda ser uma boa opção para se fazer publicidade, devido ao seu imediatismo, a
instantaneidade das mensagens transmitidas, é curioso observar que por incrível que pareça mesmo
com esse avanço tecnológico, até no caos de trânsito os motoristas estão ouvindo rádio.
De um modo geral é pode-se dizer que a empresa trabalha com a criatividade no marketing
além da publicidade via rádio fica à disposição os serviços com outdoor, porém entre os novos meios
de comunicação está cada vez mais fora de uma escolha de investimento massivo, todavia o foco
maior e mais lucrativo é na rádio, pois narrar é um dom e pouca gente possui partindo daí a
concorrência por sua vez diminui, levando-se também em consideração o custo benefício, o rádio se
apresenta como melhor meio de veiculação de publicidade, segundo Marcus Vinicius Pilleggi para
ser um empreendedor é necessário ter iniciativa, perseverança, coragem para correr riscos, capacidade
de planejamento, eficiência e qualidade, rede de contatos e liderança.

CONTEXTO DO CONFLITO

O desenvolvimento intenso da tecnologia digital registrado nas últimas décadas permite que sistemas
computacionais sejam agregados rapidamente aos mais diversos aparelhos eletrônicos presentes no
cotidiano de milhões de pessoas, independente da condição financeira, educacional ou da região
geográfica em que reside. Presenciamos uma progressão contínua do número de indivíduos que
incorporam em seu cotidiano algum tipo de dispositivo ou equipamento de processamento digital.
Os avanços tecnológicos estão transformando imensamente os meios de comunicação,
principalmente o rádio, que desde o seu surgimento vem passando por mudanças tecnológicas
constantes para se manter como uma mídia massiva e de grande alcance na comunidade.
A rede de telecomunicação mundial conhecida como internet, tem sido a maior concorrente
do rádio e da televisão, decorrente ao uso das plataformas digitais como Youtube, facebook e
Instagram.
Com o uso dos aplicativos disponíveis para dispositivos móveis que disponibilizam aos
usuários de uma forma fácil e prática em ouvir e até poder assistir narrações de jogos e gravações
necessitando apenas de conexão com a internet e após visualizadas podendo ainda serem arquivadas
como gravação e em seguida sendo capaz de serem assistidas off-line sem precisar de conexão com
a internet.

COM TODO ESSE AVANÇO DA TECNOLOGIA O QUE FAZER PARA MANTER OS


LUCROS DA EMPRESA?

Mediante ao cenário relatado anteriormente que enfoca o avanço continuo da tecnologia, o que pode
ser feito para que uma empresa de publicidade se mantenha em alta? Caso a empresa não consiga de
adaptar a uma nova forma de administração o que pode acontecer com a mesma? Haveria alguma
forma de tratar esse problema? É viável fazer a substituição de funcionários mais antigos por
funcionários mais novos e capacitados? É possível solucionar esse problema e ainda gerar lucros e
sem demitir colaboradores? O empresário sabe que várias empresas provavelmente já contaram com
um problema parecido, e através do uso de alguma tecnologia nova ou um tipo de inovação
conseguiram felizmente encontrar a solução para o problema.
IMAGENS

Imagem I - Gomes Farias, se preparando para iniciar a narração.

Imagem II - Entrevista para uma rede de televisão


NOTAS DE ENSINO

1 Natureza do caso
O caso descreve um modelo de empreendedorismo em que, Gomes Farias ao perceber que o
uso das ferramentas tecnológicas estavam cada dia mais presente na vida dos ouvintes, com isso
apostou na possibilidade de atualizar quanto ao uso das tecnologias e divulgar seu trabalho em
plataformas digitais.

2 Relações com disciplinas de um curso ou programa


Recomendamos que o caso seja aplicado aos cursos de graduação e pós graduação (MBA) em
administração e publicidade, nas disciplinas relacionadas a inovação e empreendedorismo, ética nos
negócios, comunicação digital, criação publicitária e planejamento estratégico.

3 Objetivos
O primeiro objetivo é visar a importância da audiência na rádio no cotidiano das pessoas.
O segundo objetivo é mostrar que as condições de um ambiente de trabalho influenciam no
desempenho da produção.
O terceiro objetivo refere-se na importância de se manter atualizado quanto ao uso tecnologias
na rádio.
Portanto de um modo geral este caso visa mostrar como é a careira dos profissionais na área
de propaganda e publicidade com foco em rádio esportiva.

4 Estratégia
Para Oliveira (2004, p.424), estratégia é caminho, maneira, ou ação formulada e adequada
para alcançar preferencialmente, de maneira diferenciada, os objetivos e desafios estabelecidos, no
melhor posicionamento da empresa perante o seu ambiente.

5 Temas que podem surgir durante a análise do caso


1 - A migração do AM para o FM, um modelo de negócio inovador.
2 - Exposição sobre a história do rádio.
3 - O envolvimento da população em mais antiga com o uso da tecnologia.
4 - Tecnologia, um divisor de águas na história do rádio.
6 Plano de aula
É necessário que o professor orientador transmita informações para gerar motivação nos
alunos a fim de discutir soluções sobre o tema, publicidade: dificuldades e adequações com o avanço
da tecnologia.

7 Organização a discussão do caso


Cronograma para uma aula de 3 horas.
Tempo Atividades
0 – 10 min Apresentação resumida do caso de ensino.
10 – 25 min Leitura do caso (pode ser feito em grupos) a quantidade de alunos por
grupo fica a critério do professor.
25 – 60 min Pesquisas em grupo sobre o tema relacionado
60 – 90 min Apresentação e discursão referente ao que foi pesquisado para
identificar teorias relacionadas ao caso.
90 – 110 min Intervalo.
110 – 125 min Trabalho em grupo afim de ser respondidas as questões feitas em sala
de aula (Analisar item 7.1 com perguntas e respostas).
Apresentação das respostas obtidas por cada grupo referente ao
125 – 150 min contexto e possíveis estratégias para resolver os problemas
encontrados no caso.
150 – 180 min Relacionar as soluções dos grupos.
Conclusão do caso.
Fonte: Elaborado pelo autor (2018).
7.1 Perguntas feitas durante a aula
1- Na atualidade é viável continuar narrando jogos esportivos somente através de rádios (FM/AM)?
R: Não, apesar de muitas pessoas ainda ouvir programas de rádio através de mini system, o número
de ouvintes que faz uso de redes sociais (Youtube, Spotify, Facebook e Instagram) é bem mais elevado
por esse motivo é bom sair da zona de conforto e se aprofundar nos caminhos digitais para assim ter
mais audiência.
2- Quais as características de um empreendedor?
R: Segundo o autor Marcus Vinicius Pilleggi, as principais características são iniciativa, perseverança,
coragem para correr riscos, capacidade de planejamento, eficiência e qualidade, rede de contatos e
liderança.
3- O que é necessário fazer para ter um bom negócio?
R: Aproveite os seus conhecimentos, demonstre o que sua empresa faz, tenha cuidado com a fala,
seja sincero, recompense a fidelidade dos clientes, não finja ser outra pessoa, ...

8 Avaliação
Pela variação dos modelos de avaliação das instituições de ensino, fica a critério do professor
como avaliar os alunos. Aconselha-se estudar assuntos relacionados ao caso e discutir tópicos para
uma avaliação final.

9 Referências

O professor pode ler alguns desses textos antes da aula


PRADO, Magaly História do Rádio no Brasil. São Paulo: Da boa prosa. 2012. p.13-15
MACÁRIO, Carol. No Dia do Rádio, profissionais falam sobre a importância desse meio de
comunicação de massa. Disponível em: < https://ndonline.com.br/florianopolis/plural/no-dia-do-
radio-profissionais-falam-sobre-a-importancia-desse-meio-de-comunicacao-de-massa>. Acesso em:
22 nov. 2018
PILLEGGI, Marcus Vinicius (2014). As principais características de um empreendedor de sucesso.
Disponível em: <https://revistapegn.globo.com/Noticias/noticia/2014/07/principais-caracteristicas-
de-um-empreendedor-de-sucesso.html >. Acesso em: 22 nov. 2018.
KIM, W. Chan; MAUBORGNE, Renée. A estratégia do oceano azul: como criar novos mercados e
tornar a concorrência irrelevante. 13. ed. Rio de Janeiro. 2005. 241 p
DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 5. ed. Rio
de Janeiro: LTC, 2014. 267 p.
CHIAVENATO, Idalberto. Os novos paradigmas: como as mudanças estão mexendo com as
empresas. 5. ed. São Paulo: Manole, 2008. 422 p.
LEITE, Emanuel. O fenômeno do empreendedorismo. São Paulo: Saraiva, 2012. 361 p.
NETO, Antonio Rosa. Atração global: A convergência da mídia e tecnologia. São Paulo: Makron
Books, 1998. 118 p.
AUAD, Gustavo. Teletronix. Disponível em: <https://teletronix.com.br/blog/como-os-avancos-
tecnologicos-mantem-as-radios-populares-e-importantes/>. Acesso em: 25 out. 2018.