Você está na página 1de 7

SANANA SCHOOL

FICHA DE HISTÓRIA – 8ª A e B CLASSE/ I TRIM. / 2020

África - Berço da Humanidade (continuação da aula anterior)


Os historiadores afirmam que a África é o Berço da Humanidade porqueé onde foram
encontrados, com sequência lógica, os restos ósseos dos primeiros seres humanos - Hominídeos.
Os locais de África onde foram encontrados os mais antigos restos ósseos humanos foram:
África do Sul, Quénia, Etiópia, Tanzânia.

O lento processo de hominização

A hominização constituiu um lento e longo processo de transformações físicas e mentais


dosprimeiros hominídeos até ao homem actual(Homo Sapiens Sapiens).

Durante o processo de hominização, os hominídeos passaram por seguintes fases de evolução:

Australopitecus, Homo habilis, Homo erectus, Homo sapiens, Homo Sapiens Sapiens.

Características dos hominídeos

Australopitecus- (de 6 a 4 milhões de anos. Conquista da posição e locomoção bípede);

Homo habilis - (2 milhões de anos. Fabrico de instrumentos e construção dos abrigos);

Homo Erectus - (1 milhão de anos. Conquista do fogo, desenvolvimento da linguagem ou fala,


habitação em acampamentos);

Homo Sapiens - (100 mil anos. Desenvolvimento da inteligência, fabrico de instrumentos


especializados e enterramento dos mortos);

Homo Sapiens, Sapiens - (40 mil anos. Melhoria dos instrumentos de trabalho, lâminas em osso,
primeiras manifestações artísticas).

Eaborada por Rosalina Queco


1
As principais transformações físicas dos hominídeos
A conquista da verticalidade e da bipedia, libertando as mãos da marcha e possibilitando a sua
utilização no fabrico de instrumentos;

 o desenvolvimento da massa cerebral e da caixa craniana, o que significou o


desenvolvimento da inteligência;

 o desenvolvimento da linguagem articulada, facilitando a comunicação dentro das


comunidades

Este conjunto de transformações físicas diferenciou o ser humano dos primatas. Ao conseguir
fabricar instrumentos de grande precisão, o homenhabilis conseguiu aproveitar melhor os
recursos naturais. Este domínio sobre a natureza aumentou com a descoberta da produção do
fogo pelo homem erectus.

A pedra, a madeira, os ossos e os chifres dos animais aram os materiais usados para produzir
instrumentos no paleolítico. Estes instrumentos eram variados (bifaces; raspadores, pontas de
seta, arpões, etc.)

A conquista do fogo e sua importância


O fogo já existia no seu estado natural e os hominídeosconheciam-no de ser provocado por
trovoadas, de lava dos volções. Durante o fabrico de instrumentos, o homem erectus percebeu
que batendo duas pedras ou friccionando dois pedaços de madeira, era possível produzir fogo. A
partir deste momento as condições de vida humana melhoraram muito.

Importância do fogo
O fogo permitiu afugentar os animais selvagens, cozinhar os alimentos; aperfeiçoar o fabrico de
instrumentos, aquecer e iluminar as grutas e as cavernas, desenvolveu a linguagem e os
laçossociais entre os elementos da comunidade, pelo convívio a volta da fogueira. O fogo foi a
primeira fonte de energia que o homem produziu e colocou ao seu serviço.

Eaborada por Rosalina Queco


1
A evolução da vida económica, social e espiritual do homem

Economia de recoleção, habitação e vestuário

Os hominídeos que se seguiram ao homem halibismelhoraram a técnica de lascar a pedra


contribuindo para o aperfeiçoamento de instrumentos. Com estes instrumentos e com o domínio
do fogo os hominídeos passaram a caçar animais de grande porte. A caça passou a constituir o
mais importante recurso para a sobrevivência dos seres humanos, fornecendo alimentos, peles
para o fabrico de vestuários e de habitações e até matérias-primas para o fabrico de utensílios.

A necessidade de perseguir animais de grande porte reforçou a divisão de trabalho entre os


homens, mulheres e crianças. Assim os homens tinham a tarefa de caçar, as mulheres, crianças e
os mais idosos ficavam nos acampamentos cuidando dos filhos e colhendo frutos,sementes,
raízes garantindo uma alimentação variável. A esta forma de divisão de tarefa chama-se divisão
de trabalho por sexo e por idade.

A economia de recoleção e caça obrigava assim os caçadores a mudar frequentemente de lugar


(nomadismo). Por terem pouco domínio sobre a natureza o homem desta época vivia em abrigos
naturais (cavernas), ou em habitações mal acabadas e pouco resistentes, cuja estrutura era feita
de ossos de animais, paus e ramos de árvores e depois revestidas de peles de animais e capim.

Para se defender do frio fabricavam vestuário. Este era feito de peles de animais, folhas ou
cascas de árvores.Estas peles ou materiais vegetais eram cosidos, usando na juncão das
diferentes fibras vegetais ou tendões de animais.

A pedra (técnica da pedra lascada) constituiu o instrumento de trabalho mais importante. Por isso
o período ficou conhecido como o Paleolítico.

A arte e os ritos do Paleolítico

Asverdearias manifestações artísticas do paleolítico compreendem duas categorias:

Eaborada por Rosalina Queco


1
A arte rupestre ou parietal, assim chamada por ter sido feita em paredes rochosas, sobretudo
gravuras, pinturas, relevos, representando animais, figuras humanas e outros motivos. Em
Moçambique podemos encontrar exemplos desta arte em Chiúta (Tete), Mecubire (Nampula),
Chimanimani(Manica).

A arte móvel, assim chamada por ser constituída por peças de tamanho reduzido e,
consequentemente, fáceis de transportar. Esta compreendia estatuetas ou gravações ou
instrumentos de caça ou pesca.

Os ritos
O homem do paleolítico enterrava os mortos em posição fetal com alguns dos seus pertences.
Esta prática leva-nos a admitir que este homem acreditava na vida para alémda morte.

A economia de produção e os progressos técnicos


A economia de produção

Na zona do Próximo Oriente, concretamente no CrescenteFértil, a observação do fenómeno


natural de germinação das sementes e do crescimento das plantas teria contribuído para que o
homem fizesse as primeiras experiências do lançamento à terra de sementes. Esta prática, ao
longo de anos contribuiu para a descoberta da agricultura. Desta região a prática da agricultura
difundiu-se para as diferentes partes do mundo.

A prática regular da agricultura iria constituir a primeira parte da chamada Revolução Neolitica.
Este período também caracterizado pelo aperfeiçoamento dos utensílios em pedra (técnicas de
pedra polida) ficou conhecido por Neolítico.

Ao caçar os animais, os homens aperceberam-se de que podiam apoderar-se das suas crias e
atraí-los para terrenos fechados através de cercas. Assim foram sendo domesticadas as primeiras
espécies de animais como a cabra,o boi, o porco e o carneiro. As duas actividades, agricultura e
criação de gado, marcaram início da economia de produção. As actividades agro-pastoris
contribuíram para a sedentarização e consequente formação de aldeamento.

Como a população foi aumentando, graças a abundância e a variedade de alimentos.as aldeias


foram crescendo. Assim surge a especialização emdiferentes funções:

Eaborada por Rosalina Queco


1
 camponeses e pastores – que se dedicavam-se à agricultura e à criação de gado;
 guerreiros - que se dedicavam à defesa da aldeia;
 sacerdotes – que estabeleciam ligação entre aldeia e os deuses;
 artesãos - que fabricavam utensílios(cestos e vasos) e instrumentos como machados e
enxadas.

Alguns grupos como chefes, sacerdotes e guerreiros, ficavam ocupados nas novas funções não
tendo tempo para produzir na agricultura e em outra actividades. Para viverem, recebiam
contribuições da população (tributos). Com o andar do tempo alguns passaram a exigir mais do
que necessitavam para a sua vida. Assim foram acumulando riquezas, poderes e prestígios em
relação ao resto da população. Esta situação deu origem a diferenciação social.

Progressos técnicos

Para desbravar e lavrar a terra, bem como ceifar os cereais, os artesãos fabricaram machados,
lâminas de sílex. A necessidade de transformar os grãos de cereais em farinha, armazenar
cereais, água e outros alimentos, levou os artesãos a produzir almofariz e vasos em cerâmica. A
produção de lã, algodão e linho contribuíram para os artesãos inventar o tear, instrumento de
fiação e tecelagem. Como podes verificar os progressos técnicos trouxeram profundas alterações
na vida do homem neolítico.

Arte e ritos no Neolítico

Arte

Dedicando-se ainda à caça, o homem neolítico continuou a desenvolver a arte rupestre e móvel.
Os utensílios fabricados para o transporte e conservação da água e cereais (vasos de cerâmica e
cestaria) e outros para abrir clareira (machados) e moer os grãos (almofariz e pilão) foram
igualmente obras artísticas deste período.

No neolítico surgiram, porém, as grandes construções de pedra (os monumentos megalíticos


-ainda visíveis em muitas regiões da Europa) associados ao culto dos antepassados e da natureza.

Eaborada por Rosalina Queco


1
Os ritos

Os ritos mágico-religiosos do paleolítico continuaram a ser praticados pelo homem do neolítico.


Mas neste período o interesse do homem pela terra e pelas forças naturais aumentou
consideravelmente. O sol, era igualmente divinizado e venerado. A terra era a fonte de fertilidade
fazendo germinar as plantas. A fecundidade da terra (que fornecia alimentos) era assim
comparada com a fecundidade da mulher (que garantia a continuidade da espécie). Assim o
homem desta época associou a terra a mulher/mãe, divinizando-as e venerando-as.

Exercícios de aplicação

1. O fogo foi um elemento da organização social porque o Lar, aquecido e iluminado, tornou-se
num lugar privilegiado de convívio familiar e social

a) Concorda com a afirmação? Porquê?

2. O domínio do fogo constituiu um grande feito para as populações do paleolítico.

a) Enumera as vantagens do domínio do fogo.

3. Classifica as afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F)

a) O fogo era retirado da natureza pelos hominídeos


b) Os animais ferozes fogem do fogo
c) O fogo era usado para cozinhar os alimentos
d) O interior das grutas era escuro porque não se podia fazer fogo

4.Faz corresponder a cada hominídeo (tendo as fases da evolução dos hominídeos) os seguintes
feitos: controlo de fogo, início de fabrico de instrumentos, primeiros ritos funerários.

5.Porquê é que o homem habilis alimentava-se mais de frutos, raízes e tubérculos do que de
produtos de caça?
5. Distingue as sociedades nómadas das sociedades sedentárias.

6. Quais eram as principais actividades económicas praticadas nos aldeamentos neolíticos?

Eaborada por Rosalina Queco


1
7. Distingue as manifestações religiosas e artísticas do Homem do Paleolítico e das do Neolítico.

8. A economia do homem paleolítico é designada economia recolectora. Porquê?


9. Os grandes caçadores preocupavam-se cada vez mais com a arte e com os ritos mágicos e
funerárias.
a) Explica em que consistia a arte e os ritos mágicos e funerários no paleolítico.

Eaborada por Rosalina Queco


1