Você está na página 1de 163

FT3620 FNG

PREFÁCIO
Prefácio
Introdução
Este manual é dividido em seções, que tratam de segurança, ajuste, operação e manutenção, e deve
ser mantido no espaço a ele destinado, localizado embaixo do painel de controle da unidade. Man-
tenha este manual junto à unidade o tempo todo. Ele deve permanecer com a unidade para apoio nos
procedimentos de treinamento, operação, operação, ajustes e manutenção.
Deve-se ter em mente que algumas peças e procedimentos contidos neste manual podem diferir do
seu modelo específico. Os dados usados para a criação deste manual são baseados nas últimas
informações até a ocasião da publicação. Devido à política da Astec Mobile Screens de contínuo apri-
moramento, as características e especificações estão sujeitas a mudanças sem prévio aviso. Todos os
desenhos de engenharia contidos neste manual são específicos do modelo. Consulte os desenhos de
engenharia sempre que necessário, uma vez que eles são a melhor fonte de informações específicas
para o seu modelo.

Segurança
A seção de segurança deste manual traz inúmeros procedimentos que devem ser seguidos o tempo
todo. Destine um tempo para ler a seção de segurança do manual e obedeça todas as informações de
segurança apresentadas. Segurança é muito importante.

Operação
Não ouse operar esta máquina sem primeiro ler completamente o manual. A seção de operação do
manual está organizada de maneira que se torna necessário que seja seguida sequencialmente. Se
as descrições não corresponderem exatamente à sua unidade, ou se houver alguma discrepância
nos dados, entre em contato com o seu Representante das Peneiras Astec Mobile Screens para as-
sistência.

Manutenção
Devido à natureza do equipamento e às variáveis ambientais que podem se apresentar, é imperativo
realizar uma inspeção diária do seu equipamento. Preste grande atenção nas inspeções diárias de-
scritas na seção de manutenção deste manual. Leia o Apêndice “A” e familiarize-se com o programa
de lubrificação e manutenção. Se as diretrizes de manutenção não forem cuidadosamente seguidas,
isso poderá resultar em desgaste prematuro, ou danos ao seu equipamento.

Peças
A seção de peças traz desenhos de todos componentes específicos da unidade. Cada desenho apre-
senta linhas com balões para cada sub-componente. Ao solicitar peças de reposição, não deixe de
fornecer ao departamento de serviço o número da peça indicada no balão onde o número da peça é
mostrado.

Entre em contato dom Astec Mobile Screens


Telefone (grátis, USA) 800-545-2125
Fax 815-626-6430

E-mail
Peças parts@astecmobilescreens.com
Sales sales@astecmobilescreens.com

Prefácio 5
Prefácio

Índice
SEGURANÇA 11
VISÃO GERAL DE SEGURANÇA DA UNIDADE 12
AVISOS DE RISCOS E CUIDADOS 13
AVISOS DE TRAVA / SINALIZAÇÃO 17
DICAS DIVERSAS DE SEGURANÇA 20
SEGURANÇA DA INSTALAÇÃO DO MAQUINÁRIO 21
LIGAÇÃO ELÉTRICA (Atracar) 22
SEGURANÇA NA MANUTENÇÃO E REPAROS SEGURANÇA NO IÇAMENTO E MANUSEIO 25
TRANSPORTE DO MAQUINÁRIO 27
SEGURANÇA DO TRANSPORTADOR DE CORREIA 27
SEGURANÇA NA OPERAÇÃO REMOTA PARADAS DE EMERGÊNCIA 30
ADESIVOS DE SEGURANÇA 31
ESPECIFICAÇÕES E AJUSTES DA UNIDADE 41
CONHECER A UNIDADE DE PENEIRAMENTO 46
PAINEL DE CONTROLE 48
CONECTAR O CONTROLE REMOTO 50
LOCOMOÇÃO DA UNIDADE DE PENEIRAMENTO 52
ESCOLHA DO LOCAL 53
CONTROLES 56
MODO DE AJUSTE 57
SUPORTES (PERNAS) DOS CILINDROS 58
CORREIA DE FINOS 60
LEVANTAM DA PENEIRA E AJUSTE DA CORR DE FINOS 62
CORREIAS DOS DECKS MÉDIO E INFERIOR 64
CORREIA DE OVERSIZE DO DECK SUPERIOR 67

AJUSTE DAS ABAS DA CAIXA DE ALIMENT COMPLETA 68

Prefácio 7
Prefácio

OPERAÇÃO & MANUTENÇÃO 71


OPERAÇÃO DA UNIDADE DE PENEIRAMENTO LIGAR A UNID DE PENEIRAMENTO 72
LIGAR A UNID DE PENEIRAMENTO 74
FLOPGATE (COMPORTA ARTICULADA) DA PENEIRA 75
ESPALHADOR DE AGREGADOS 76
MANUTENÇÃO & AJUSTES GERAIS 78
PROGRAMAS DE MANUTENÇÃO 80

PEÇAS 89
DECK SUPERIOR 90
DECK MÉDIO 92
DECK INFERIOR 94
UNIDADE DE FORÇA 96
CORREIA DE FINOS 98
SOLDA DA ESTRUTURA 102
CORREIA DE DESCARGA 104
CORREIA DE NÃO-PASSANTE, DECK INFERIOR 108
EXTREMIDADE FRONTAL DO DECK INFERIOR 112
CORREIA DE NÃO-PASSANTE, DECK MÉDIO 114
EXTREMIDADE FRONTAL DA CORREIA LATERAL 118
CORREIA DE NÃO-PASSANTE, DECK SUPERIOR 120
CORREIA DE TRANSFERÊNCIA 124
CONJUNTO DA CAIXA DE ALIMENTAÇÃO 126
CONJUNTO DA CORREIA DE ALIMENTAÇÃO 130
CONJUNTO DA GRELHA 132
COBERTURA DO MOTOR 134
SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR 136
CONJUNTO MONTAGEM DA PENEIRA 138
CONJUNTO DA CALHA (CHUTE) 140
CONJUNTO DA CALHA (CHUTE) 142
CONJUNTO DA CALHA (CHUTE) 144

CONJUNTO DA CALHA (CHUTE) 148

Prefácio 8
Prefácio

CONNUNTO DO TANQUE DE HIDRÁULICO 150

CONJUNTO DO TANQUE DE COMBUSTÍVEL 152

CONJUNTO PARAFUSADO 154

ESQUEMAS 158

G A R A N T I A 165

GARANTIA PADRÃO 167

Prefácio 9
Segurança

Segurança

Segurança
Segurança

VISÃO GERAL DE SEGURANÇA DA UNIDADE

É responsabilidade da equipe de trabalho do operador desenvolver um programa abrangente de con-


scientização de segurança, e assegurar que todos os trabalhadores e pessoal de apoio receba treina-
mento apropriado conforme requerido pelas regulamentações federais, estaduais e locais.

Segurança é basicamente uma questão de bom senso. Existem regras de segurança padrão, mas
cada situação tem suas próprias peculiaridades que nem sempre podem ser cobertas por regras pré-
estabelecidas. Portanto, o pessoal precisa estar continuamente em alerta para possíveis riscos à se-
gurança e estar preparado para tomar as providências corretivas prontamente, quando necessário.

Se as precauções contidas neste capítulo não forem observadas, poderá resultar em sérias lesões
pessoais e até mesmo perder a vida. Assim como acontece na maioria dos ambientes de trabalho, um
operador cuidadoso é a melhor segurança contra acidentes.

A observância minuciosa de uma simples regra pode prevenir muitos acidentes desnecessários e fa-
talidades que ocorrem a cada ano. Essa regra é:

“Nunca tente limpar, lubrificar, reparar ou ajustar qualquer maquinário, a não ser que ele esteja parado
e devidamente travado.”

O propósito único deste capítulo é fazer uma breve revisão das precauções e procedimentos básicos
de segurança na pedreira. As diretrizes gerais incluídas nos parágrafos seguintes não devem ser con-
sideradas para substituir os procedimentos oficiais da pedreira, exigências da companhia de seguro,
ou regulamentações federais, estaduais ou locais.

AVISOS DE RISCOS E CUIDADOS.

Ao longo deste manual, a atenção aos avisos de riscos e cuidados é insistentemente lembrada. O
seguinte símbolo de alerta de segurança é usado para chamar a atenção para o aviso específico.

Quando você se deparar com este símbolo, quer dizer que você deve prestar especial atenção ao
aviso de alerta seguinte, uma vez que a sua segurança e a de outras pessoas está envolvida.

Segurança 12
Segurança
Avisos de Riscos

Os avisos de Cuidado, Advertência e Perigo são avisos de riscos usados para alertar outros trabalha-
dores para práticas inseguras e potencialmente prejudiciais ou situações que tragam ameaça á vida.
Cada um desses avisos é precedido do Símbolo de Alerta de Segurança.

•CUIDADO indica uma condição potencialmente perigosa que, se não evitada, pode resultar em uma
LESÃO PESSOAL MENOR.

•ADVERTÊNCIA indica uma condição potencialmente arriscada que, se não evitada, pode resultar em
uma LESÃO PESSOAL SÉRIA ou MORTE.
•PERIGO indica uma condição potencialmente arriscada que, se não evitada, resultará em uma LESÃO
PESSOAL SEVERA ou MORTE.

Avisos de Cuidados

Os avisos NOTA ou ATENÇÃO e IMPORTANTE são avisos de cuidado relacionados aos procedimen-
tos de operação, manutenção e serviço no equipamento. Eles são usados para chamar atenção para
os procedimentos e práticas apropriados.

•NOTA ou ATENÇÃO é um aviso básico de informação ou uma sugestão útil.


•IMPORTANTE é usado para chamar atenção para um procedimento que precisa ser observado para
evitar danos ou mal funcionamento à máquina.
TRAVAMENTO / SINALIZAÇÃO

Quem Precisa Adotar Travamento / Sinalização?


Proprietários, gerentes e agentes de segurança de pedreiras precisam ter conhecimento das normas
OSHA de “travamento / sinalização”: CRF Seção 29 1910.147. O Controle de Energia de Risco. Esta
norma é também reconhecida pela MSHA.

Todos os mecânicos, pessoal de manutenção, operadores e eletricistas precisam entender completa-


mente e agir conforme essa norma para assegurar a segurança de todo o pessoal.

O que é Travamento / Sinalização?


Travamento / sinalização é um meio de assegurar que o pessoal de instalação, operação, reparo, ma-
nutenção, serviço, ou que tenha a função de desligar máquinas, equipamentos ou sistemas elétricos
estejam protegidos contra acidentes devido a uma energização inesperada, ou à liberação de uma
energia acumulada, isto é:

1.Travamento - Instalando uma chave de desligamento, disjuntor, válvula ou outro mecanismo de


isolamento de energia na posição OFF ou segura e prendendo-a com um cadeado de modo que o
mecanismo de isolamento de energia não possa ser ativado.
2.Sinalização – Um aviso escrito bem visível (etiqueta ou adesivo) afixado no mecanismo de isola-
mento de energia, indicando o nome da pessoa que desligou o mecanismo, e dizendo claramente que
esse mecanismo de isolamento de energia não poderá ser ativado até que a etiqueta ou adesivo tenha
sido retirado.

Segurança 13
Segurança

Quando Precisa ser Feito Travamento / Sinalização?

Travamento / Sinalização deverá ser feito sempre que um serviço ou manutenção tiver que ser real-
izado, e quando houver o risco de acidentes devido a uma partida inesperada do equipamento, ou a
liberação de uma energia acumulada. Veja Figura 1 – 2.

De modo geral, os procedimentos de travamento / sinalização precisam ser realizados nas seguintes
circunstâncias:

•Antes de limpar, lubrificar, ajustar ou realizar reparos em um maquinário ou equipamento.


•Antes de trabalhar em circuitos ou dispositivos elétricos, hidráulicos ou pneumáticos.
•Antes de desobstruir mecanismos, maquinário ou equipamentos.
•Antes de remover quaisquer dispositivos de proteção.
•Sempre que o operador tiver que se afastar de uma máquina ou dos controles

Como é Realizado o Travamento / Sinalização?

A OSHA tem identificado os seguintes procedimentos passo-a-passo:

1 - Preparação para parada – Antes de parar e desligar um equipamento, procure saber o tipo e mag-
nitude da energia que o aciona, os riscos dessa energia, e como controla-la. Avise todos os trabalha-
dores que o maquinário irá ser desligado.

2 - Parada do equipamento – Depois de avisar claramente todos os trabalhadores, pare a máquina,


equipamento ou sistema elétrico usando o procedimento normal de parada.

3 - Controle da energia estocada – qualquer energia potencialmente perigosa armazenada (elétrica,


mecânica, hidráulica, pneumática etc.) que restar precisa ser liberada, dissipada, restringida, de modo
a ser tornada segura. Se houver risco dessa energia se acumular novamente, ela deverá ser monito-
rada até que a possibilidade de acumular não mais exista.

4 - Isole o equipamento – Desengate todos os dispositivos de isolamento, os primários e os se-


cundários, de modo que o equipamento fique isolado de todas as suas fontes de energia (elétrica,
mecânica, hidráulica, pneumática, etc.).

5 - Utilize dispositivos de travamento / sinalização – Instale dispositivos de travamento / sinaliza-


ção (conforme o programa de segurança da sua empresa) de forma que o dispositivo de isolamento
(disjuntor, controle, etc.) seja mantido em uma posição segura ou “desligado”. Coloque etiquetas para
alertar aos outros trabalhadores que o maquinário está em manutenção.

6 - Certifique-se de que o equipamento está isolado – Depois de avisar claramente todos os tra-
balhadores para se manterem afastados, engate o botão de partida para confirmar que a máquina se
encontra inoperante. Retorne o controle para a posição “desligado” (off) antes de prosseguir com o
serviço de manutenção.

Segurança 14
Segurança
Quando Podem Ser Removidos os Dispositivos de Travamento / Sinalização?
Os dispositivos de travamento / sinalização só poderão ser removidos depois que as seguintes
condições forem estabelecidas:

•Todos os tampas e dispositivos de proteção estiverem devidamente reinstalados.


•Todas as ferramentas e equipamentos usados no reparo tiverem sido removidos do equipamento e
da área próxima.
•Todos os mecânicos e outras pessoas tiverem se afastado do equipamento e da área próxima.
•Todo o pessoal tiver sido alertado de que o equipamento irá ser religado (acione a sirene ou ative as
luzes de advertência).
Depois de remover os dispositivos de travamento / sinalização, sempre use os procedimentos normais
de partida conforme descrito no manual do operador para o maquinário.

Etiqueta

Cadeado
Os Dispositivos de Travamento / Sinalização incluem:
•Cadeado
•Etiqueta ou adesivos
•Dispositivos múltiplos de travamento
O cadeado tem que ser suficientemente durável, de modo que possa resistir às condições atmos-
féricas (calor, frio, umidade, etc.) do local onde estiver instalado. O cadeado precisa também ser forte o
bastante de modo que não possa ser retirado facilmente ou se for forçado para abrir. Uma etiqueta ou
adesivo deverá ser afixada em cada cadeado para alertar a outros trabalhadores de que um serviço
de manutenção está sendo realizado ali. Cada etiqueta ou adesivo terá que apresentar as seguintes
características:
•Ser suficientemente durável para resistir a desgaste e abusos, mesmo se for usado em ambientes
sujos ou úmidos.
•.Ficar firmemente preso com um cabo que seja difícil de retirar, cortar ou quebrar.
•Conter o nome da pessoa que o instalou.
•Conter um aviso de advertência ou algum outro aviso de precaução que indique resumidamente por
que a máquina está travada e quais riscos existem no caso do equipamento ser ligado enquanto o
serviço estiver sendo realizado.

Quando duas ou mais pessoas estiverem trabalhando em um equipamento, um dispositivo de trava


múltiplo deverá ser usado. Isso permite que cada pessoa instale seu próprio cadeado, evitando uma
partida acidental do equipamento.

Segurança 15
Segurança

Regulamentações sobre Travamento / Sinalização


•Sempre trave / sinalize com etiquetas qualquer maquinário antes de realizar quaisquer procedimentos
de ajuste, inspeção, lubrificação, manutenção ou reparos. Deixar de observar esta precaução pode
resultar em graves ferimentos pessoais e até em morte.
•O programa de travamento / sinalização da sua empresa pode ser um pouco diferente do descrito
neste manual, tendo sido modificado por profissionais competentes, de acordo com a realidade na
empresa, e com plena aprovação do respectivo departamento e anuência da administração geral.
Nesse caso, siga criteriosamente todas as recomendações e procedimentos do programa oficial da
sua empresa toda vez que for necessário o travamento / sinalização.
•Consulte o supervisor de segurança da sua empresa se tiver alguma dúvida.
•Um cadeado deverá ter somente um usuário e uma só chave.
•A pessoa que instalar um cadeado terá que manter a chave consigo o tempo todo. A não ser em uma
situação de emergência, somente a pessoa que instala um cadeado é autorizada a retirá-lo.
•Para evitar uma partida acidental, nunca empreste seu cadeado para outro trabalhador.
•A sua chave deverá abrir somente o seu cadeado. A sua chave não pode ser capaz de abrir nenhum
outro cadeado. Por outro lado, as chaves de outros cadeados não devem ser capazes de abrir o seu
cadeado.
•A não ser em caso de emergência, nunca tente abrir o cadeado de outra pessoa. Não permita que
outra pessoa abra o seu cadeado.
•Ao desligar a energia, certifique-se de que a chave do disjuntor (ou outro dispositivo de desligamento)
se encontra na posição “desligado” (OFF). Se um controle for travado acidentalmente na posição “Li-
gado” (ON), isso poderá causar graves ferimentos pessoais e até morte.
•Se duas ou mais pessoas estiverem trabalhando em uma máquina, um dispositivo de travamento
múltiplo terá que ser usado para evitar uma partida acidental no caso de uma pessoa terminar de
trabalhar antes da outra.
•Cada cadeado precisa ter uma etiqueta. Se duas ou mais pessoas estiverem trabalhando em uma
máquina, cada pessoa terá que prender uma etiqueta em separado em seu cadeado. Nunca prenda
um cadeado a etiqueta. Nunca use etiquetas só. Uma etiqueta deverá sempre vir acompanhada de um
cadeado, que evita que o dispositivo de desligamento seja ligado.

Exigências Adicionais para Travamento / Sinalização


•Certifique-se de que a energia está COMPLETAMENTE desligada. Um motor pode estar parado e
travado, no entanto pode haver inter-travamentos, starters e outros componentes elétricos suplemen-
tares podem ainda estar energizados. Use um voltímetro e/ou amperímetro para constatar que todos
os circuitos elétricos estão completamente inativos.
•Certifique-se sempre de que todos os equipamentos periféricos, tais como correias transportadoras
de alimentação, alimentadores de barras e correias transportadoras de descarga estão sinalizados
com etiqueta e travados. Sérios ferimentos pessoais, ou morte, podem resultar se qualquer um desses
itens for ligado inesperadamente enquanto o britador estiver em manutenção.
•Embora os procedimentos de travamento / sinalização estejam mais comumente associados a siste-
mas elétricos, saiba que sistemas hidráulicos, pneumáticos e mecânicos também precisam ser sinal-
izados e travados antes de se iniciar um serviço de manutenção. Isso pode envolver o travamento /
sinalização de válvulas, chaves de liga / desliga e outros dispositivos não-elétricos.
Para maquinários acionados por motores a combustão interna (diesel, gasolina, etc.), sempre
desconecte os terminais das baterias e corte o fornecimento de combustível antes de iniciar o serviço
no maquinário. Trave / sinalize os controles do motor para assegurar que o motor não seja ligado aci-
dentalmente enquanto o maquinário estiver em manutenção.

Segurança 16
Segurança

•Certifique-se sempre de que toda a pressão hidráulica ou pneumática (ar) está completamente alivi-
ada antes de trabalhar nos sistemas hidráulicos ou pneumáticos. Perigosas pressões podem ainda
estar presentes, mesmo quando o equipamento está desligado e travado.
•Depois que o serviço de manutenção ou reparos estiver completamente terminado, sempre avise a
todos os trabalhadores que o maquinário está para ser religado e que será dada partida.
•Certifique-se de que não há ninguém próximo ao equipamento antes de remover uma trava e sinal-
ização de perigo.
•Como medida de precaução, sempre acione uma sirene de advertência ou uma luz antes de ligar e
dar partida no maquinário. Isso dará um alerta adicional para que o pessoal se afaste do maquinário
que está para ser religado.

DICAS DIVERSAS DE SEGURANÇA


Conheça seu Maquinário

•Leia os manuais de operação e manutenção do fabricante de todo o maquinário e equipamentos que


você opera. Cuide para que todos os avisos de riscos contidos nos manuais sejam completamente
entendidos.
•Esteja familiarizado com os controles, funções e ajustes de cada máquina.
•Aprenda completamente todas as fazes da operação de cada máquina.
•Tenha a certeza de que você entende perfeitamente e siga todos os procedimentos de partida e de
parada (desligamento), conforme descritos nos manuais do fabricante.
•Esteja familiarizado com os sinais de segurança mostrados no seu equipamento, e com os riscos
contra os quais eles alertam.
•Esteja familiarizado com os controles, funções e ajustes de cada máquina. Procure entender todas as
fases da operação de cada máquina.
•Verifique todos os dias se as placas de avisos de segurança continuam legíveis. Peça novas placas
do fabricante do maquinário caso elas se tornem ilegíveis ou gastas.

Esteja Preparado para Emergências

•Conheça os procedimentos apropriados para parada do equipamento que você opera.


•Você deve saber de imediato onde ficam os extintores de incêndio e como usá-los. Certifique-se sem-
pre de que os extintores são apropriados para cada situação de incêndio, e que estão completamente
cheios e prontos para uso a qualquer momento que forem requisitados.
•Conheça o procedimento para entrar em contato com o pessoal de medicina de emergência. Man-
tenha uma lista de números de telefones de emergência sempre ao alcance da mão.
•Conheça os procedimentos apropriados para parada do equipamento que você opera.
• Conheça o procedimento para entrar em contato com o pessoal de medicina de emergência. Man-
tenha uma lista de números de telefones de emergência sempre ao alcance da mão.
• Saiba prontamente onde se encontram o kit de primeiros socorros, a maca e outros dispositivos de
emergência. Certifique-se periodicamente de que os itens de primeiros socorros estão sendo mantidos
adequadamente e prontos para uso.
• Certifique-se de que o caminho de passagem para o equipamento de emergência e saídas é sempre
mantido livre. Não permita que coloquem equipamentos, materiais derramados ou outras obstruções
no caminho.
•Saiba como relatar acidentes. Sempre informe imediatamente a todos sobre os acidentes e ao super-
visor apropriado.

Segurança 17
Segurança

Use o Equipamento de Proteção Individual (EPI)

•Use óculos de segurança ou máscaras sempre que estiver fora do compartimento do operador. Deix-
ar de usar a proteção ocular apropriada pode resultar em danos permanentes nos olhos, e até a perda
da visão.
•Use proteção apropriada para os ouvidos, ao trabalhar a menos de 15 metros de maquinário de pe-
dreira em operação e em outros locais onde os níveis de ruído são altos. A exposição prolongada a
altos níveis de ruído pode provocar a perda permanente da audição.
•Use botas de segurança com bico de aço, luvas tipo serviço pesado e capacete resistente. Esse eq-
uipamento é obrigatório nas principais áreas da pedreira.
•Use respiradores em locais com poeira e ao trabalhar com substâncias perigosas. A exposição pro-
longada à poeira de rocha ou fumaças químicas pode provocar doenças respiratórias permanentes.
•Outros equipamentos pessoais podem ser necessários para o seu tipo de tarefa específica, assim como
uma máscara de proteção completa da face e cintos de segurança. Sempre use esses itens, quando
necessário, e conforme exigido pelas regulamentações federais, estaduais e locais aplicáveis.

Observe as Precauções de Segurança Pessoal

•Nunca use roupas largas ou com pontas ao trabalhar sobre ou nas proximidades de equipamentos
giratórios. Evite usar colares, anéis e outras jóias ou bijuterias. Esses objetos podem ser agarrados ou
embaraçados no maquinário, resultando em severos ferimentos pessoais ou até mesmo morte.
•Mantenha o cabelo curto, se possível. Se tiver cabelo longo, mantenha-o preso para evitar que se
agarre no maquinário.
•Tome cuidado especial sempre que usar pisos molhados, como passadiços, plataformas ou rampas.
A combinação de pó de pedra e metal úmido pode criar uma superfície extremamente escorregadia.
Mantenha todos os passadiços e outras estruturas de passagem limpas, secas e sem a presença de
graxa ou óleo.
•Use os passadiços e escadas ao trabalhar próximo a máquinas, ou ao observar sua operação. Use
cintos de segurança quando necessário. Mantenha os corrimãos e superfícies de contato da máquina
limpos.
•Para evitar danos à sua coluna e costas, sempre use as técnicas adequadas para levantar com se-
gurança objetos pesados. Levante com a força das pernas e mantenha as costas retas. Mantenha os
materiais ou objetos próximos ao seu corpo. Peça ajuda de outra pessoa se a carga for pesada demais
para uma só pessoa.
•Antes de dar partida no maquinário, certifique-se de que não há ninguém dentro, em cima, debaixo
ou próximo ao equipamento. A não ser que seja absolutamente necessário, não permita a presença de
pessoas em cima ou próximo do equipamento enquanto ele estiver em operação.
•Nunca tente pegar materiais ou objetos que estejam caindo.
•Esteja ciente da presença de líquidos inflamáveis e outros riscos potenciais de incêndio. Não fume ao
abastecer máquinas ou ao usar solventes de limpeza.
•Não permaneça debaixo de equipamentos ou componentes que estejam sendo içados ou levantados.
Nunca permita a presença de outras pessoas da pedreira nas proximidades.
•Antes de começar a montar, operar, limpar, lubrificar, ou realizar ajustes no maquinário, leia cuida-
dosamente e entenda todos os procedimentos contidos no manual do fabricante.
•O maquinário da pedreira deve ser operado em conformidade com as regulamentações da OSHA e
MSHA e também das federais, estaduais ou locais.

Segurança 18
Segurança

Ajude a Evitar Acidentes


•Não permita a presença de pessoal não autorizado dentro ou próximo à área de trabalho. Nun-
ca permita que pessoas não autorizadas operem, façam ajustes, manutenção ou reparos no
maquinário.
•Somente permita que pessoal treinado e experiente opere o maquinário. Certifique-se de que opera-
dores com pouca experiência, em treinamento, estejam sendo cuidadosamente supervisionados, o
tempo todo.
•Não permita a presença de pessoas próximas a áreas de carga, ou em qualquer outro local em que
algum material possa cair ou ser arremessado, trazendo risco de atingir essas pessoas.
•Tome extremo cuidado se o maquinário tiver que ser operado para fins de inspeção ou observação.
Permaneça a uma distância segura do maquinário e use dispositivos apropriados de proteção pes-
soal (EPI).
•Antes de realizar reparos no maquinário, sempre limpe qualquer material, como pedras e terra, dos
equipamentos de alimentação e de descarga (alimentadores, correia transportadora, calhas, etc.)
•Em áreas que apresentem risco de queda, use equipamento de proteção apropriado contra queda,
assim como cintos de segurança e corda de segurança.
•Sempre reporte quaisquer condições de insegurança ou defeitos no equipamento ao supervisor
apropriado.

Evite Álcool e Outras Drogas


•Não opere ou trabalhe próximo a maquinário de pedreiras se estiver sob efeito de álcool ou outras
drogas. O uso dessas substâncias pode resultar em redução do estado de alerta e prejudicar a ca-
pacidade de julgamento. Aumenta o risco de sérios ferimentos, podendo resultar em morte.
•Alguns medicamentos, receitados por médicos ou não, podem causar sonolência e outros efeitos
colaterais. Não opere nem trabalhe próximo a maquinário de pedreiras se estiver sob efeito de tais
medicamentos.

Tome Cuidado com o que Está a sua Volta


•O ambiente de pedreira contém muitas situações que são potencialmente perigosas. Tome extremo
cuidado para evitar ser atingido por caminhões-caçamba, pás-carregadeiras e outros equipamentos
móveis da pedreira.
•Tome cuidado com maquinário parado, que pode dar partida sem aviso. Permaneça afastado desse
tipo de maquinário e da área imediata.
•Fique atento para os obstáculos acima da sua cabeça, tais como equipamentos transportadores,
estruturas de suporte ou linhas de energia.

Seja um Sujeito Organizado


•Não deixe ferramentas ou equipamentos nas vias de passagem.
•Certifique-se de que todas as vias de passagem, plataformas, escadas e rampas são mantidas lim-
pas e livres de material e lixo derramado. Um acúmulo de materiais nessas áreas pode causar escor-
regões e quedas.
•Não permita que o maquinário fique enterrado em pilhas de material espalhado. Isso tornará o
maquinário mais difícil de inspecionar, e poderá esconder soldas quebradas, parafusos soltos e out-
ros problemas sérios que possam trazer risco à segurança.
•Mantenha as áreas em torno dos painéis de controle e do maquinário livres de material derramado.
Deve ser sempre mantido acesso livre. Em caso de emergência, o rápido acesso aos controles
poderá evitar ferimentos e até morte.

Segurança 19
Segurança

•Limpe completamente combustível ou óleo derramado imediatamente para eliminar os riscos de


alguém escorregar. Se necessário, use um absorvente para óleo.
•Certifique-se sempre de que a energia está travada e sinalizada antes de iniciar a limpeza de ma-
teriais espalhados ou óleo derramado. Nunca faça essa limpeza enquanto o maquinário estiver em
operação.

Inspeção e Manutenção Constantes no Maquinário.

•Sempre faça uma inspeção de segurança no início de cada turno. Consulte os manuais de opera-
ção e manutenção do fabricante do maquinário para realizar corretamente os procedimentos detal-
hados de inspeção e manutenção de pré-partida.
•Teste todos os dispositivos de alerta antes de dar partida no maquinário para ter certeza de que es-
tão funcionando adequadamente. Nunca desative ou ignore quaisquer sistemas de alarme ou inter-
travamento.
•Qualquer irregularidade observada nos componentes precisa ser devidamente reparada por um
técnico qualificado antes de se poder dar partida no maquinário. Quaisquer problemas sérios devem
ser relatados imediatamente ao supervisor apropriado.
•Antes de realizar inspeções ou manutenção, sempre trave a fonte de energia e sinalize os controles
para o acionamento da máquina, e para todos os equipamentos de alimentação e descarga. Alerte
claramente todo o pessoal de que o equipamento irá passar por serviço de manutenção. Consulte a
seção de Travamento / Sinalização deste capítulo para mais informações.
•Os procedimentos de inspeção e manutenção estão incluídos ao longo deste manual. Embora a
manutenção não seja tipicamente uma preocupação cabal de segurança, se um maquinário recebe
manutenção regularmente e se encontra em condição de operação adequada, isso minimiza a ocor-
rência de riscos à segurança e situações de emergência.

SEGURANÇA NA INSTALAÇÃO DO MAQUINÁRIO
Fundações

Fundações apropriadas e estruturas de apoio são essenciais para assegurar uma operação segura
e eficiente de equipamentos de pedreiras.
•O maquinário de uma pedreira requer uma fundação firme para sua operação. Não precisa ser uma
estrutura de argamassa moldada, mas também não pode ser um solo instável. Ao escolher o local,
assegure para que toda a área seja nivelada tanto quanto possível.
•Siga todos os desenhos de instalações e especificações do fabricante ao construir as estruturas de
base para instalações permanentes.
•Caso surjam questões relativas às exigências para fundação ou modificações necessárias para um
maquinário AMS (Astec Mobile Screens, Inc.), entre em contato com o Departamento de Serviço
AMS.
•Estruturas de fundações customizadas (projetadas pelo cliente) para equipamentos AMS precisam
ser de acordo com as normas de engenharia da AMS. Todos os planos têm que ser submetidos an-
tecipadamente ao Departamento de Engenharia da AMS para aprovação.

Segurança 20
Segurança
Grades de Proteção
•A administração da pedreira é responsável pela instalação e colocação de grades e outros artefatos
de proteção apropriados para evitar que o pessoal venha a ter contato com os componentes giratórios
ou móveis.
•Além das grades de proteção fornecidas com o maquinário, grades e outros equipamentos de se-
gurança similares podem ser necessários para atender às exigências da OSHA, MSHA e quaisquer
regulamentações locais aplicáveis. A fabricação adequada, instalação e posicionamento desses itens
é responsabilidade da administração da pedreira.
•Ao fabricar grades de proteção, consulte o Guia da MSHA para Proteção de Equipamentos em Minas
de Metal e Não-Metal (“MSHA’s Guide to Equipment Guarding at Metal and Nonmetal Mines”). Outras
informações também podem ser fornecidas pelo supervisor de segurança no local da instalação.
•Nunca remova as grades e outros dispositivos de proteção antes que o maquinário esteja parado, a
energia travada, e os controles sinalizados. Antes de religar a energia, todas as grades de proteção e
dispositivos similares precisam ser devidamente reinstalados.

Modificações Feitas pelo Cliente


•Não modifique maquinário da pedreira de maneira alguma sem aprovação prévia do fabricante. Tais
modificações podem incluir (mas não se limitar a) alterar a velocidade ou direção de rotação da máqui-
na, perfurar furos adicionais e soldar ou parafusar outros equipamentos ao maquinário.
•Quaisquer modificações feitas pelo cliente em maquinário da AMS precisam ser aprovadas por escrito
pelo Departamento de Engenharia da AMS.

Ao instalar qualquer equipamento elétrico, siga cuidadosamente as instruções do fabricante. Se essa


precaução não for observada, pode resultar em grave risco de choque elétrico.

LIGAÇÃO ELÉTRICA
•Assegure para que todo equipamento elétrico seja devidamente aterrado.
•Planeje as linhas de força, especialmente aquelas para as unidades móveis, de maneira que o con-
tato com água seja minimizado.
•Não estenda as linhas de força em uma área onde haja o risco de um veículo de transporte ou outro
equipamento da pedreira passar em cima. Se for absolutamente necessário estender uma linha de
eletricidade passando por uma área de tráfego de veículos, proteja o cabo com uma ponte de quali-
dade adequada.
•Assegure para que todos os painéis de controle auxiliares ou painéis de suprimento de energia pos-
sam ser travados firmemente. Esse tipo de painel é obrigatório.
•Mantenha um espaço adequado acima das linhas de força ou outras obstruções, particularmente ao
planejar transportadores de correia para empilhamento em pátio de estocagem.
•Cuide para que as fontes de suprimento de energia elétrica fiquem localizadas em um local em que
fiquem salvas de um contato acidental durante as operações de britagem.
•Todo maquinário da AMS é projetado com componentes elétricos de dimensões e voltagem apropria-
das. Quaisquer modificações desses componentes ou no suprimento de energia precisam ser aprova-
das por escrito pelo Departamento de Engenharia da AMS.
•Assegura para que todas as conexões sejam feitas em conformidade com o Código Elétrico Nacional
(USA) e com quaisquer outros códigos estaduais ou locais aplicáveis.

Segurança 21
Segurança

Sempre trave / sinalize a energia que aciona o maquinário e equipamento de condução de ma-
terial, antes de realizar quaisquer serviços de manutenção ou reparo. Avise todo o pessoal de
que o maquinário está em manutenção.

MANUTENÇÃO E REPAROS COM SEGURANÇA


Precauções Gerais
•Para ajudar a assegurar uma operação segura da máquina, use somente peças de reposição genuí-
nas OEM, que são vendidas ou aprovadas pelo fabricante da máquina. O uso de peças genéricas,
ou seja, não-OEM, poderá afetar a operação da máquina e poderá resultar em uma situação de
risco.
•Sempre aperte todos os parafusos e similares no torque correto, conforme descrito nos procedimen-
tos de reparo. Quando as especificações de torques não forem informadas, use os valores mostra-
dos na tabela de torques no verso deste manual.
•Certifique-se de que todos os parafusos de reposição são da qualidade e especificações apropria-
das. Substitua quaisquer parafusos gastos ou danificados.

Sistemas Elétricos
•Sempre leia, entenda e siga as instruções apropriadas da tabela de localização de falhas do
sistema elétrico e as instruções de manutenção e reparos contidas nos manuais dos fabricantes do
maquinário.
•Só permita que eletricistas treinados e licenciados instalem, realizem diagnósticos de falhas e repa-
rem equipamentos elétricos.
•Todos os procedimentos devem ser realizados em conformidade com o Código Elétrico Nacional e
com as regulamentações estaduais ou locais aplicáveis.
•Ao reparar em um sistema elétrico, sempre trabalhe com a fonte de energia travada e sinalizada.
Sempre presuma que um sistema elétrico está ativo até que ele tenha sido travado.
•Sempre sinalize com etiquetas e trave a fonte de energia antes de remover cabos com terminais de
engate rápido.
•Repare todos os cabos e terminais que estiverem obviamente gastos ou danificados.
•Inspecione os cabos e conexões de energia diariamente atento para sinais de desgaste, isolamen-
tos com trincas e conectores e terminais gastos ou danificados. Conserte ou substitua se necessário.
•Não guarde ferramentas dentro das caixas de eletricidade.
•Verifique para assegurar-se de que todas as ferramentas estão aterradas com um terminal de três
fios ou com isolamento duplo. Certifique-se de todas as extensões são aterradas com terminal de
três pinos.

Sistemas Pressurizados (hidráulicos e pneumáticos (ar))


•Quaisquer ajustes, manutenção e reparos dos sistemas pressurizados devem ser realizados de
acordo com as instruções contidas nos manuais do fabricante fornecidos com o maquinário.
•Nunca se atreva a trabalhar em um sistema pressurizado enquanto ele estiver pressurizado ou em
operação.

Segurança 22
Segurança
•Antes de realizar manutenção ou reparos em qualquer sistema pressurizado:
•Gire os controles passando por todas as posições de operação para aliviar qualquer pressão que
esteja aprisionada.
•Certifique-se de que TODA pressão foi aliviada do sistema. Os manômetros têm que mostrar zero (0)
PSI.
•Trave e sinalize com etiquetas todos os controles. Certifique-se de que a fonte de energia está devi-
damente travada e sinalizada.
•Espere algum tempo para que o óleo hidráulico esfrie antes de realizar qualquer serviço de manuten-
ção ou reparos. Óleo quente pode causar queimaduras.
•Antes de afrouxar os ajustes ou remover componentes, sempre certifique-se novamente de que TODA
a pressão do sistema está aliviada. Os manômetros têm que mostrar zero (0) PSI.
•Nunca se atreva a romper uma conexão hidráulica enquanto o sistema hidráulico estiver pressur-
izado. Você poderá sofrer graves ferimentos ou ser morto por um fluxo de óleo com alta pressão.
•Nunca deixe o rosto perto, ou fique parado em frente a uma linha hidráulica enquanto estiver rompen-
do uma conexão, mesmo depois que a pressão do sistema tiver sido aliviada. Sempre presuma que a
linha tem pressão.
•Use um pedaço de papelão para verificar se há vazamentos de óleo hidráulico, não a sua mão. Um
escape do fluido sob pressão pode penetrar na pele, resultando em um grave ferimento.
•Limpe completamente qualquer fluido hidráulico derramado. Fluido hidráulico é extremamente es-
corregadio, e pode ser muito perigoso se for derramado em uma via de passagem ou plataforma
elevada.
•Repare todos os vazamentos imediatamente. Sempre alivie a pressão do sistema e trave / sinalize a
fonte de energia antes de apertar as conexões ou de realizar reparos.
•Nunca tente ajustar válvulas de alívio de pressão acima dos níveis de ajuste recomendados pelo fab-
ricante do maquinário. Isso poderá provocar ferimentos pessoais e/ou danos ao equipamento. Nunca
opere um sistema hidráulico ou pneumático que apresente componentes obviamente gastos ou danifi-
cados ou com vazamentos; Sempre substitua quaisquer componentes com defeito imediatamente.
•Nunca coloque as mãos nas hastes do cilindro hidráulico enquanto o equipamento estiver em opera-
ção. Não pise nas mangueiras do cilindro hidráulico de alívio de pressão ao subir no britador.
•Consulte as instruções do fabricante para recarregar os acumuladores hidráulicos ou mesmo para
conferir a pressão nos acumuladores. Só permita que técnicos treinados em sistemas hidráulicos de-
spressurizem, recarreguem ou realizem reparos nos acumuladores hidráulicos.

Soldagem no Maquinário
•Não deixe de providenciar uma ventilação adequada ao soldar em locais fechados para evitar o
acúmulo de fumaça e vapores tóxicos. Deve-se tomar cuidado especial ao soldar cromo, manganês,
cádmio, cobre, cobalto, chumbo e níquel, uma vez que esses matérias são considerados potencial-
mente carcinogênicas.
•Use somente a máscara de solda apropriada, luvas e roupas adequadas. Não use roupa de tecido
sintético ou roupa que possa pegar fogo facilmente com as centelhas.
•Siga sempre todos os procedimentos de segurança padrão para soldar.
•Certifique-se de que todos os sistemas estão desligados e parados, a fonte de energia está travada, e
os controles estão sinalizados. Instale telas de proteção para soldagem, para proteger outras pessoas
que estejam trabalhando na área.
•Alivie toda a pressão hidráulica antes de soldar próximo a componentes hidráulicos ou linhas hidráu-
licas. Cubra os componentes hidráulicos para protegê-los de respingos de solda e centelhas.
•Não solde próximo a líquidos inflamáveis ou óleos hidráulicos.

Segurança 23
Segurança

•Evite de todas as formas soldar olhais de suspensão ou gatos (ganchos) a peças de aço manganês,
e isso só deve ser feito se for absolutamente necessário. Sempre use uma vareta de solda de aço
inoxidável ou manganês. Jamais permita que pessoas passem ou trabalhem debaixo de peças que
estejam sendo içadas ou apoiadas.
•Nunca aterre a máquina de solda de modo que a eletricidade passe pelos mancais, componentes
hidráulicos ou equipamentos elétricos. Isso poderá causar sérios danos.
•Certifique-se de que todos os cilindros de ar comprimido estão estocados em pé, acorrentados e tam-
pados. Feche o registro de todos os cilindros que não estiverem em uso.

Desobstrução de Material Emperrado


•Se um material ficar emperrado no maquinário,
- imediatamente, pare a máquina.
- Trave / sinalize a fonte de energia. Alerte outros trabalhadores de que o maquinário está em manuten-
ção.
- Siga as instruções contidas no manual de operação e manutenção do equipamento afetado.
•Para evitar sérios ferimentos pessoais ou morte, nunca tente remover o material emperrado com a
máquina em operação.
•Sempre remova todo o material emperrado antes de reiniciar a máquina. Para evitar danos, jamais
tente reiniciar uma máquina parada sem antes remover o material emperrado.
•Nunca use dinamite ou outros explosivos para desobstruir o obstáculo. Explosivos são perigosos e
podem ferir ou matar o matar. Pode também ocorrer danos ao maquinário.

Materiais Perigosos
•Cuidado com produtos químicos ou outros materiais potencialmente perigosos. Eles podem ser muito
prejudiciais se forem indevidamente usados, misturados ou transportados, ou se forem inalados, en-
golidos, ou até o simples contato com a pele.
•Consulte o plano de comunicações de risco do seu empregador para as instruções sobre o manuseio
e uso apropriados de materiais perigosos. Leia e entenda os adesivos afixados nas embalagens dos
produtos. Sempre siga cuidadosamente as instruções.
•Consulte a folha de dados de segurança de material do fabricante (material safety data sheet (MSDS))
para saber os riscos potenciais e os procedimentos médicos apropriados no caso de ocorrer um aci-
dente.
•Materiais perigosos devem ser estocados somente em embalagens aprovadas.
•Certifique-se de que as embalagens de materiais perigosos estão claramente rotuladas.
•Para evitar riscos potenciais à saúde, as pessoas que tenham contato regular com óleos hidráulicos
precisam estar cientes da importância de uma higiene perfeita, e dos métodos apropriados para manu-
sear óleos minerais.
•Os óleos hidráulicos de base mineral agem com solventes sobre os óleos naturais da pele. O contato
frequente e prolongado com a pele pode causar dermatite e irritação grave.
•Sempre use roupas de proteção adequadas ao manusear óleo hidráulico.
•Certifique-se de que há roupas de proteção e facilidades de lavagem apropriada disponíveis para todo
o pessoal que possa ter contato com óleos hidráulicos de base mineral.
•Panos e toalhas de papel usados na limpeza sempre devem ser descartados de maneira correta e
segura.

Segurança 24
Segurança
Descarte de Restos de Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos.
O pessoal da pedreira é responsável pelo devido descarte de combustíveis não usados, óleos lubri-
ficantes usados, óleos hidráulicos usados, e outros materiais tóxicos. NÃO DESCARTE esses ma-
teriais de forma que não seja aprovada. Siga todas as regulamentações federais, estaduais e locais
aplicáveis.

Líquidos Inflamáveis e Combustíveis


•Os líquidos inflamáveis devem ser estocados em local seguro, distante do maquinário e do pessoal.
Use embalagens de segurança aprovadas, que devem ser claramente rotuladas. As embalagens pre-
cisam ser bem tampadas quando não estiverem em uso.
•Mantenha os líquidos inflamáveis distantes de centelhas, chamas, e outras fontes de ignição. Não
fume próximo de líquidos inflamáveis. Sempre obedeça às placas de “não fumar”.
•Esteja sempre familiarizado com a localização dos extintores de incêndio em toda a pedreira. Certi-
fique-se de que eles estão sempre acessíveis, e não estão bloqueados por obstruções.
•Não use gasolina ou outros líquidos inflamáveis para limpar ferramentas ou peças. Use apenas os
solventes não-inflamáveis aprovados.
•Sempre desligue o motor antes de abastecer. Faça o aterramento do funil ou bico de combustível
contra a boca de abastecimento para evitar centelha pela eletricidade estática. Nunca fume enquanto
estiver abastecendo.
•Use apenas as embalagens de segurança aprovadas para estocar e transportar pequenas quanti-
dades de líquidos inflamáveis. Mantenha os recipientes tampados quando não estiverem sendo usa-
dos.

IÇAMENTO E MANUSEIO COM SEGURANÇA

PRECAUÇÕES GERAIS
Não permita que pessoas trabalhem ou passem debaixo de cargas que estejam sendo levantadas ou
suportadas por um guindaste ou guincho.
•Use equipamentos de içamento apropriados para prender a carga ao guindaste. Vejam os parágrafos
seguintes desta seção para informações adicionais.
•Use ganchos de içamento corretos para suportar a carga.
•Tome extremo cuidado ao operar um guindaste ou guincho próximo a linhas elétricas ou equipamen-
tos elétricos.
•Nunca exceda a capacidade de carga nominal do guindaste. Sempre subtraia o peso do bloco de
içamento, correias, correntes, barras espaçadoras e qualquer outro equipamento adicional, para de-
terminar a carga máxima que poderá ser levantada com segurança.

Cabo de Aço
O cabo de aço requer muito cuidado no uso, manuseio e manutenção para assegurar uma longa vida
útil e operação segura. Sempre observe as seguintes precauções:
•Use sempre o cabo de aço correto para a aplicação.
•Certifique-se de que o cabo de aço é inspecionado regularmente, seguindo as diretrizes do fabri-
cante.
•Evite cargas repentinas em baixas temperaturas. Nunca use um cabo de aço congelado.
•Use calços adequados para proteger o cabo de aço de quinas vivas ou bordas afiadas.
•Evite puxar o cabo de aço debaixo de cargas ou sobre obstáculos.
•Nunca use um cabo de aço que apresente cortes, piques, desgastado ou amassado.

Segurança 25
Segurança

•Evite fazer dobras .


•Certifique-se de que as extremidades do cabo são devidamente dimensionadas.
•Use manilhas nos olhais de amarração a todo o tempo.
•Confira se não há desgaste localizado. Reposicione ou encurte o cabo para remover a seção gasta
da área de tensão de içamento.
•Siga as instruções do fabricante para lubrificação, se estiver usando cabo de aço para fins de iça-
mento.

Conexão ou Emendas de Cabos de Aço

Para fazer uma conexão ou prender cabos de aço, use um dos seguintes métodos:

•As conexões de grampo e manilhas combinam ambos em uma só unidade.


•As conexões de grampo e manilhas são capazes de suportar 80% da carga nominal do cabo de
aço.
•Os grampos de cabos de aço são a maneira mais comum de prender um cabo a um equipamento
ou de fazer um olhal. O grampo de cabo ou “Grampo Cruzado” (“Crosby Clip”) é feito de um parafuso
“U” e um calço tipo sela. Se for usado esse tipo de grampo para fazer um olhal, o uso de uma manilha
devidamente dimensionada é indispensável. Se não, o cabo poderá dobrar, formando um ponto fraco
permanente.

Correntes

As correntes exigem muito cuidado para o uso, manuseio e manutenção, para assegurar uma longa
vida útil e operação segura.
•Certifique-se de que está sendo usada a corrente no tamanho correto para a aplicação.
•Certifique-se de que a corrente é inspecionada regularmente, seguindo as diretrizes do fabricante.
•Evite cargas repentinas ou choques (NÃO FAÇA MOVIMENTOS BRUSCOS com a carga vertical-
mente).
•Use calços adequados para proteger a corrente de quinas vivas ou bordas afiadas.
•Evite puxar a corrente debaixo de cargas ou sobre obstáculos.
•Sempre use as conexões apropriadas.
•Confira se não há desgaste localizado. Reposicione ou encurte a corrente (conforme necessário) para
remover a seção gasta da área de tensão.
•Inspecione as dobras para determinar a dimensão do desgaste.
•Consulte as especificações do fabricante para saber os limites de tolerância de desgaste.
•Certifique-se de que todas as conexões entre as seções da corrente estão completas com os equipa-
mentos e gatos de içamento devidamente dimensionados.

Siga sempre os procedimentos corretos de amarração conforme recomendado pelo fabricante da cor-
rente. O ângulo de amarração pode fazer reduzir a capacidade de levantamento nominal.

Segurança 26
Segurança

Lingas de Fibra ou Sintéticas


As lingas (Cintas) exigem muito cuidado em seu uso, manuseio e manutenção, para assegurar uma
longa vida útil e operação segura.

•Certifique-se de que as cintas são dimensionadas ou codificadas para a amarração ou aplicação pre-
tendida.
•Certifique-se de que as cintas são inspecionadas regularmente conforme as diretrizes do fabricante.
•As cintas podem ser usadas com segurança em uma faixa de temperatura entre -6 e 82ºC (20 e
180ºF) sem reduzir os limites de carga. Para temperaturas fora dessa faixa ou para cintas que estejam
molhadas ou congeladas, siga as instruções do fabricante para saber as reduções da capacidade de
carga.
•Não use cintas (correias) sintéticas em temperaturas acima de 82ºC (180°F).
•Evite cargas repentinas ou choques (NÃO FAÇA movimentos bruscos verticalmente).

EQUIPAMENTO DE TRANSPORTE
•Certifique-se de que o maquinário está devidamente amarrado de modo que não possa vibrar ou se
mover durante o transporte.
•Remova qualquer sujeira, pedras ou outro material solto do maquinário.
•Instale abraçadeiras de embarque, calços de madeira ou outros materiais de embarque, conforme
indicado nos manuais do fabricante do maquinário. Realize todos os procedimentos de preparo para
embarque, conforme indicado nos manuais.
•Planeje a sua rota cuidadosamente. Procure conhecer os espaços verticais do maquinário. Tome
conhecimento das pontes, linhas de transmissão, e pontos íngremes ou desnivelados do caminho.
Procure conhecer quaisquer outras condições que possam apresentar riscos ou obstruções.
•Certifique-se de todos os componentes do trator-carreta estão em boa condição de funcionamento.
Teste todos os sistemas (freios, volantes, luzes, etc.) para uma operação apropriada e/ou ajuste antes
de iniciar a locomoção. Confira a calibragem de todos os pneus e substitua algum pneu esteja gasto
ou danificado.
•Depois que o maquinário tiver sido transportado, calce os pneus caso a carreta tenha que permanecer
parada por um longo período de tempo.
•Consulte o Manual de Operação da Instalação AMS para instruções adicionais de transporte.

SEGURANÇA DO TRANSPORTADOR DE CORREIA


•Ninguém pode ser autorizado a operar a correia transportadora sem ter lido o manual do proprietário
e estar completamente familiarizado com todas as precauções de segurança.
•A autorização para operar ou para manutenção ou reparo na correia transportadora deve ser em es-
trita conformidade com as normas de segurança da empresa, as instruções do fabricante e as regula-
mentações das autoridades competentes.
•Não permita que crianças operem, e nem mesmo se aproximem da correia transportadora.
•A correia não deve ser operada por pessoas que não estejam familiarizadas com os procedimentos
seguros de operação e manutenção do equipamento.
•Não deve ser permitida operação ou manutenção por pessoas sob influência de álcool, medicamen-
tos, ou outras drogas que possam prejudicar o julgamento ou causar sonolência.
•Certifique-se de que todo mundo está distante da correia transportadora antes de dar partida na
correia, durante a operação, ou manutenção. Nunca permita que ninguém caminhe sobre a correia
transportadora!
•Não deixe a correia transportadora sozinha enquanto estiver em operação.

Segurança 27
Segurança

•Nunca use roupas frouxas ou com pontas, colares, ou jóias nas proximidades do equipamento. Ca-
belo longo deve ficar preso dentro de um boné ou capacete. Essas precauções ajudarão a evitar que
você seja puxado pelas peças móveis da correia transportadora ou outros equipamentos.
•Sempre use óculos de segurança, protetor de ouvidos, respiradores, luvas apropriadas, capacete,
botina de segurança, e outras roupas e itens de proteção necessários. As exigências quanto aos equi-
pamentos pessoais de proteção devem variar dependendo das condições do local e do material a ser
conduzido pela correia. É responsabilidade dos próprios operadores da correia o cuidado de fazer uso
de todos os equipamentos de proteção pessoal necessários.
•O acúmulo de materiais nas polias ou roletes poderá provocar o desalinhamento ou dano da correia.
Para remover esses materiais acumulados, a correia terá que ser parada e os controles da fonte de
energia precisam ser travados ou sinalizados com etiquetas.
•A correia transportadora não deve ser usada para o manuseio de outros materiais que não sejam
aqueles especificados como parte do seu projeto e manufatura. É responsabilidade do operadora estar
ciente das capacidades do sistema da correia e operá-la da maneira devida.
•Certifique-se de que a área do operador se encontra livre de quaisquer objetos que distraiam a aten-
ção. Mantenha as áreas de trabalho limpas e livres de graxa e óleo, para evitar escorregar e cair. Con-
fira periodicamente os todos aparatos de proteção e itens estruturais. Substitua ou repare qualquer
coisa que possa trazer um risco potencial.
•Quando a correia está em movimento, o material se locomove a uma velocidade suficiente para
causar ferimentos. Não dê partida na correia até que tenha certeza de não há ninguém exposto ao
risco das peças em movimento ou ao material que esteja sendo descarregado na extremidade da cor-
reia transportadora.
•Ao realizar trabalho de manutenção em partes estruturais ou ao reparar quaisquer peças móveis, blo-
queie todas as engrenagens para evitar que a correia se mova, e trave todos os cilindros hidráulicos
estendidos para evitar que eles se movam ou retraiam.
•Se algum dispositivo de segurança não estiver funcionando devidamente, não use a correia transpor-
tadora. Retire-a de serviço até que tenha sido devidamente reparada.
•Não substitua componentes ou peças por outras que não sejam recomendadas pelo fabricante. Isso
poderá reduzir a eficiência da unidade.
•Não lubrifique o equipamento enquanto a correia estiver em operação.
•Antes dar partida em motores em áreas fechadas, certifique-se de que a ventilação é suficiente para
evitar o acúmulo de vapores da exaustão.
•Alivie toda e qualquer pressão antes de abrir, reparar, ou remover quaisquer linhas de pressão de ar,
linhas hidráulicas, válvulas, conexões ou vedações. No caso de ruptura de uma linha hidráulica, fique
longe da área até que a pressão tenha sido aliviada. Limpe completamente todo o fluido derramado
antes de realizar reparos na área.
•É responsabilidade do operador estar sempre ciente dos riscos da operação do equipamento e da
área de trabalho.
•É responsabilidade dos operadores saber a localização e função de todos os controles e indicadores,
incluindo os painéis de energia elétrica, controles hidráulicos, controles do motor, indicadores de incli-
nação, indicadores de combustível e de nível de óleo, controles da balança da correia, etc.
•É responsabilidade dos operadores saber a localização e função de todas as proteções e anteparos,
incluindo mas não se limitando às proteções do acionamento, proteção das polias, e grades de pro-
teção; e têm a responsabilidade certificar-se de que todos os dispositivos de proteção estão no lugar
devido ao operar a correia transportadora.

Segurança 28
Segurança

•É responsabilidade dos operadores estarem cientes das áreas de risco à segurança e seguirem as
instruções dos adesivos de ADVERTÊNCIA, CUIDADO, ou PERIGO aplicados à correia transporta-
dora.
• É responsabilidade dos operadores estarem cientes das áreas de risco à segurança e seguir as in-
struções dos adesivos de ADVERTÊNCIA, CUIDADO, e PERIGO aplicáveis ao transportador de cor-
reia. As áreas de risco à segurança podem incluir, mas não se limitam a:
- Pontos de içamento nas áreas de articulação.
- Pontos de içamento nas áreas de suporte da articulação.
- Pontos de içamento onde são usados pinos de trava
- Painéis de controle elétrico
- Riscos das partes móveis nos acionamentos
- Riscos das partes móveis onde é possível um contato com as correias e roletes.

Segurança 29
Segurança

SEGURANÇA NA OPERAÇÃO REMOTA

Somente pessoal autorizado poderá operar o sistema de controle remoto da unidade sobre
esteira. O pessoal precisa ser treinado especificamente no uso seguro do sistema de controle
remoto. A negligência a estas regras e as do local de operação poderá resultar em morte, sérios
ferimentos, e danos ao equipamento.

Introdução

Seu veículo equipado com controle remoto é uma poderosa ferramenta. Assim sendo, é obrigatório
que você, o operador, saiba como usar essa ferramenta com segurança. Para se preparar para o uso
do sistema de controle remoto, você precisar ler e entender este manual de operação e estar familiar-
izado com os procedimentos de operação segura do seu veículo. Sempre adote as diretrizes de se-
gurança descritas neste manual quando for usar o seu sistema de controle remoto. Antes de qualquer
uso da unidade, você precisa estar bem treinado quanto à operação segura.

IMPORTANTE:

O seu local de trabalho na pedreira pode ter as suas próprias regras e regulamentações para orientar
a operação do Sistema de controle remoto, que cubram além das descritas neste manual. Além disso,
você pode ter recebido um treinamento específico sobre como usar o sistema de controle remoto
desse veículo.

Para assegurar uma operação segura da sua unidade, é importante que o veículo seja operado e
tenha manutenção dentro das especificações do fabricante. Consulte o seu técnico de manutenção e
o manual de operação para mais informações. É sua responsabilidade certificar-se de que a unidade
está em dia com a manutenção antes de operá-la.
.

Deixar de constatar que a unidade está funcionando devidamente poderá resultar em condições
inseguras que poderão levar a sérios ferimentos ou morte para você mesmo ou para outras
pessoas próximas. Quaisquer modificações não autorizadas à unidade podem afetar o desem-
penho do sistema de controle remoto.

Segurança 30
Segurança

IMPORTANTE

Antes de cada uso do sistema de controle remoto, não deixe de realizar os cheques de pré-partida e
inspeções, conforme descrito no seu manual de operação.

Preparo para Operação

A área onde a unidade é operada precisa ser um ambiente controlado. Um ambiente controlado é
definido como uma área livre da presença de pessoas e equipamentos, e na qual as pessoas não terão
contato com a unidade enquanto a unidade é movida.

A operação da unidade em um ambiente controlado reduzirá o risco de danos à vida ou à proprie-


dade.

IMPORTANTE: A distância mínima entre qualquer parte da unidade e o operador deve ser de 5 metros
(15 pés), enquanto ela estiver em operação.

PARADAS DE EMERGÊNCIA

Existem botões de parada de emergência localizados na unidade e também no controle remoto. Preste
especial atenção a esses botões vermelhos e cuide para que todo o pessoal envolvido com a unidade
conheça a sua localização.

Segurança 31
Segurança

ADESIVOS DE SEGURANÇA
Os adesivos mostrados nas páginas seguintes são de acordo com as normas ANSI Z535.4 e ISO
3864. Esses avisos especificam os riscos tanto graficamente quanto com um texto. Alguns dos adesi-
vos apresentados neste manual podem não se aplicar ao seu equipamento específico.

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

ADVERTÊNCIA: NÃO EXCEDA 88,5 Km/h (55


NÃO EXCEDA 96 Km/h ?? (55MPH)
MPH) – Ao rebocar o equipamento, não exceda 88
com esta unidade completamente
montada. Se a velocidade especi- km/h (55MPH). Exceder o limite de velocidade de
ficada for excedida, poderá causar
falha dos pneus ou um sério acidente
090151-A
88,5 km/h pode resultar em problema com os pneus
ou causar um sério acidente.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ESMAGAMENTO - O


acionamento deste equipamento oferece um risco
de esmagamento devido ao acionamento da correia.
Trave / sinalize a fonte de energia da peneira antes
de remover a grade da correia.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE RUÍDO ALTO – O ruído


emitido por este equipamento excede 85dB e ofer-
ece risco sonoro quando funcionando. É necessário
usar proteção para os ouvidos quando a peneira es-
tiver em operação.

ADVERTÊNCIA: PONTO DE RISCO DE ESMAGAR


MÃOS E PRENDER ROUPAS - Este equipamento
oferece risco de prender mãos, pontas de roupas
RISCO DE
e acessórios. Mantenha as mãos e pés afastados
ESMAGAR!
deste equipamento enquanto em ele estiver em fun-
AFASTE AS MÃOS.
cionamento.

CUIDADO: RISCO DE ESCORREGAR E


TROPEÇAR: Os passadiços em torno deste equi-
Piso escorregadio . pamento oferecem risco de escorregar ou tropeçar
Pisoonde
Olhe escorregadio
pisa. , devido presença de entulhos / materiais lançados.
. Olhe onde pisa. Tome cuidado ao trabalhar próximo a este equipa-
mento, e olhe bem onde pisa.

Segurança 32
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO


ADVERTÊNCIA: QUEDA DE EQUIPAMENTO PE-
SADO – Este equipamento é extremamente pesado
ITEM PESADO. Sua e oferece risco de esmagar em caso de içamento in-
queda pode ferir. apropriado. Use os equipamentos de içamento e de
Levante nos locais
próprios. Mantenha
amarração de capacidade apropriada. Os pontos de
distância. içamento são indicados por este adesivo.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE QUEDA - O equipamen-


to é montado sobre uma plataforma ou trailer, ficando
afastado do solo. Se uma pessoa cair desse equipa-
ITEM PESADO. mento poderá sofrer sérios ferimentos ou morrer. Não
Sua queda pode ferir.
Levante nos locais
permita que alguém suba neste equipamento sem os
próprios.Mantenha cintos de segurança e outros dispositivos. Não suba
distância. neste equipamento enquanto ele estiver em funciona-
mento.

ADVERTÊNCIA: EVITE FERIMENTOS – Este equi-


pamento oferece risco de graves ferimentos se você
PARA EVITAR
FERIMENTOS, não ler e entender bem o manual de operação e ma-
leia e entenda nutenção antes de realizar qualquer serviço.
manuais técnicos
antes de realizar
serviços

ADVERTÊNCIA: RISCO DE QUEDA DE MATERIAL


- Durante a operação o equipamento pode lançar ma-
terial para fora, trazendo riscos de severos ferimen-
RISCO DE QUEDA tos. É necessário usar um capacete de segurança
DE MATERIAL.
FIQUE DISTANTE
aprovado enquanto a peneira estiver em operação.
Fique distante do maquinário em operação.

ADVERTÊNCIA: EVITE FERIMENTOS – Realizar


serviço de manutenção neste equipamento enquanto
Não realize ele estiver em operação traz risco de graves ferimen-
reparos com tos. Não faça reparos com ele em operação. É pre-
a máquina em
operação.. Trave ciso seguir os procedimentos de travar e sinalizar a
e sinalise antes. fonte de energia antes de realizar qualquer serviço.

Segurança 33
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

CUIDADO: USE MÁSCARA DE RESPIRAÇÃO DE


SEGURANÇA - Durante a operação o equipamento
Use máscara de re- pode lançar poeira e material, trazendo riscos de da-
spiração enquanto nos respiratórios. É necessário usar uma máscara de
a máquina estiver respiração aprovada enquanto em operação.
em operação.

ADVERTÊNCIA: EVITE FERIMENTOS – Se este eq-


uipamento for operado sem a grade de proteção da
EVITE ACIDENTES. correia, oferece risco de graves ferimentos. Não opere
Não opere a máquina este equipamento com a grade de proteção da correia
sem as grades. Re- removida.
coloque antes.

ADVERTÊNCIA: EVITE FERIMENTOS – Realizar


serviço de manutenção neste equipamento enquanto
EVITE ACIDENTES. ele estiver em operação traz risco de graves ferimen-
Não opere a máquina tos. Não faça reparos com ele em operação.
com ela funcionando.

ADVERTÊNCIA: USE ÓCULOS DE SEGURANÇA


- Durante a operação este equipamento pode lançar
É preciso usar ócu- material para fora, trazendo riscos de ferimentos nos
los de segurança, olhos . É necessário usar uma proteção para os olhos
com a máquina aprovada enquanto ele estiver em operação.
funcionando

ADVERTÊNCIA: LEIA E ENTENDA O MANUAL AN-


TES DE DAR PARTIDA NA MÁQUINA – Este equipa-
mento oferece riscos de graves acidentes se você não
EVITE ACIDENTES. ler e entender as instruções de operação.

Segurança 34
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

ADVERTÊNCIA: LOCAL DE RISCO DE PRENDER


MÃOS E PÉS.— Este equipamento traz risco de pren-
der as mãos e pés. Mantenha-os afastados deste equi-
EVITE pamento enquanto ele estiver funcionando.
ACIDENTES.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ESMAGAMENTO — A


portinhola deste equipamento é extremamente pesada
e oferece risco de esmagar. Fique afastado ao abrir a
EVITE portinhola para acesso aos componentes.
ACIDENTES.

CUIDADO: SUPERFÍCIE QUENTE: Durante a opera-


ção normal a temperatura na caixa de proteção das en-
grenagens do equipamento pode exceder 82°C (180°
Superfície Quente. F). Não toque ou realize reparos até que as proteções
Não toque das engrenagens tenham-se esfriado

ADVERTÊNCIA: RISCO DO FLUIDO EM ALTA


PRESSÃO — O sistema hidráulico deste equipamento
.Alivie toda a pressão oferece um alto risco do fluido em alta pressão. É pre-
para manutenção. - Pro-
teja mãos e olhos. Use
madeira ou papelão e não
ciso usar equipamento de proteção ao trabalhar neste
as mãos. Faça manuten-
ção periódica sistema. Siga os passos devidos para aliviar a pressão
hidráulica, e trave / sinalize antes de realizar manuten-
ção.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE MATERIAL INFLAMÁV-


EL — Combustível diesel e óleo hidráulico trazem ris-
cos, por serem inflamáveis. Não fume próximo deste
EVITE
ACIDENTES. equipamento. Não permita nenhuma chama aberta
nas proximidades deste equipamento.

Segurança 35
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

ADVERTÊNCIA: MANTENHA-SE AFASTADO


DESTE MAQUINÁRIO EM FUNCIONAMENTO.—
Este maquinário, em operação, pode causar graves
ferimentos ou até morte. É preciso ficar afastado en-
EVITE
ACIDENTES. quanto ele estiver em funcionamento. Não deixe de
seguir os procedimentos devidos de travamento / si-
nalização antes de realizar qualquer serviço.

ADVERTÊNCIA: RISCO DO EIXO GIRANDO.— Os


roletes de retorno da correia transportadora oferecem
um ponto de risco de prender as mãos e roupas. Man-
EVITE tenha-se afastado dos roletes quando este equipa-
ACIDENTES.
mento estiver em operação. Siga os procedimentos
de travamento / sinalização antes de realizar serviço
de manutenção.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ENBARAÇAR — Ex-


tremidades expostas da correia transportadora ofer-
ecem risco de embaraçar. Não dê partida na correia
EVITE transportadora com as grades de proteção removi-
ACIDENTES. das.

ADVERTÊNCIA: PONTO DE RISCO DE PRENDER


AS MÃOS — Os locais de dobra da correia transpor-
tadora trazem risco de prender as mãos ou roupas,
EVITE podendo causar sérios ferimentos ou morte. Manten-
ACIDENTES.
ha as mãos afastadas ao dobrar as correias transpor-
tadoras.

ADVERTÊNCIA: FORÇA ESMAGADORA COM RIS-


CO DE DESABAR. — Uma correia transportadora mal
apoiada oferece risco de desabar e esmagar alguém.
EVITE É preciso providenciar uma plataforma de capacidade
ACIDENTES. apropriada antes de realizar serviço de manutenção
na correia.

Segurança 36
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

PERIGO: FIQUE AFASTADO. A MÁQUINA PODE DAR


PARTIDA / PARAR AUTOMATICAMENTE.
Você e todas as outras pessoas próximas precisam se
manter afastados do equipamento enquanto ele estiver
em operação. Certifique-se de que todos entendam o
seu alerta da intenção de mover o equipamento ou dar
partida na correia. Se você não mantiver todas as pes-
soas afastadas poderá resultar em graves ferimentos ou
morte.

PERIGO: RISCO DE MATERIAL ARREMESSADO –


Durante a operação algum material pode ser arremes-
sado no ar, trazendo risco de graves acidentes ou morte.
É preciso usar capacete de segurança perto desse equi-
pamento enquanto ele estiver em operação.

CUIDADO: MATERIAL CORROSIVO. EVITE CON-


TATO COM OS OLHOS E PELE — Tome cuidado ao
lidar com a bateria, que contém ácido. A solução da
bateria é extremamente corrosiva e poderá causar
danos aos olhos e à pele. Sempre use óculos de
proteção, luvas e roupas de segurança ao trabalhar
próximo da bateria.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ENERGIA ACUMULADA


— O sistema hidráulico deste equipamento usa um acu-
mulador para armazenar energia hidráulica. Há grande
EVITE risco de ferimentos devido a uma descompressão explo-
ACIDENTES.
siva do acumulador. É necessário aliviar toda a pressão
hidráulica antes de realizar qualquer serviço de ma-
nutenção. Use equipamentos de proteção e siga os pro-
cedimentos de travamento / sinalização.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ALTA TENSÃO — O


sistema elétrico deste equipamento traz risco de graves
queimaduras e choque elétrico. É preciso tomar cui-
EVITE
ACIDENTES. dado ao realizar serviço no sistema elétrico. Siga todos
os procedimentos de travamento / sinalização antes de
qualquer reparo.

Segurança 37
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ALTA TENSÃO — O


sistema elétrico deste equipamento traz risco de graves
queimaduras e choque elétrico. É preciso tomar cuida-
do ao realizar serviço no sistema elétrico. Siga todos
os procedimentos de travamento / sinalização antes de
qualquer reparo.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE ALTA TENSÃO. PARE O


EQUIPAMENTO ANTES DE QUALQUER REPARO. —
Os componentes elétricos do painel de controle trazem
risco de sérias queimaduras ou choque. É preciso cer-
tificar-se de que todos os componentes estão parados
e desligados e este equipamento está devidamente
travado e sinalizado com etiquetas antes de realizar
qualquer reparo nos componentes elétricos.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE QUEDA DE EQUIPAMEN-


TO PESADO. — Este equipamento é extremamente
pesado. É preciso usar um equipamento de içamento
de capacidade apropriada. Não permita a presença de
ninguém próximo ou debaixo enquanto ele for levanta-
do. Leia o manual do operador para obter informações
sobre os pontos de prender para o içamento e sobre
amarração apropriada para içamento.

ADVERTÊNCIA: FONTE DE ENERGIA ELÉTRICA —


Os componentes elétricos do painel de controle ofere-
cem risco de graves queimaduras ou choque. É preciso
certificar-se de que todos os componentes estão des-
ligados e este equipamento se encontra devidamente
travado e sinalizado antes de realizar qualquer reparo
nos componentes elétricos.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE TENSÃO DE 480 VOLTS


— Os componentes elétricos do painel de controle ofer-
ecem risco de graves queimaduras ou choque. É pre-
ciso certificar-se de que todos os componentes estão
desligados e este equipamento se encontra devida-
mente travado e sinalizado antes de realizar qualquer
reparo nos componentes elétricos.

Segurança 38
Segurança

ADESIVO DE SEGURANÇA SIGNIFICADO DO ADESIVO

ADVERTÊNCIA: RISCO DE TENSÃO DE 575 VOLTS


— Os componentes elétricos do painel de controle ofer-
ecem risco de graves queimaduras ou choque. É preciso
EVITE
ACIDENTES. certificar-se de que todos os componentes estão desli-
gados e este equipamento se encontra devidamente tra-
vado e sinalizado antes de realizar qualquer reparo nos
componentes elétricos.

ADVERTÊNCIA: RISCO DE TENSÃO DE 480 VOLTS


— Os componentes elétricos do painel de controle ofer-
ecem risco de graves queimaduras ou choque. É preciso
EVITE certificar-se de que todos os componentes estão desli-
ACIDENTES. gados e este equipamento se encontra devidamente tra-
vado e sinalizado antes de realizar qualquer reparo nos
componentes elétricos. (3” X 6”).

ADVERTÊNCIA: RISCO DE TENSÃO DE 120 VOLTS


— Os componentes elétricos do painel de controle ofer-
ecem risco de graves queimaduras ou choque. É preciso
EVITE certificar-se de que todos os componentes estão desli-
ACIDENTES. gados e este equipamento se encontra devidamente tra-
vado e sinalizado antes de realizar qualquer reparo nos
componentes elétricos. (3” X 6”).

PERIGO: RISCO DE TOMBAMENTO — Tome muito cui-


dado ao mover o equipamento, uma vez que ele pesado
na parte superior. Esteja completamente ciente disso, e
EVITE siga todas as instruções especiais para deslocamento.
ACIDENTES. Caso contrário poderá resultar em graves ferimentos e
até morte.

Segurança 39
ESPECIFICAÇÕES E
AJUSTES DO CONJUNTO
MÓVEL
Conhecendo o Conjunto Móvel de Peneiramento

É importante conhecer os principais componentes da sua unidade de peneiramento. Os nomes desses


componentes serão apresentados mais à frente neste manual.

Correia de Alimentação (Belt Feeder ) Largura da Correia 48”


Correia de descarga (Delivery Conveyor) Largura da Correia 48”
Correia de Finos (Fines Conveyor) Largura da Correia 48”
Correia de Oversize do Deck Superior (Top Deck ) Largura da Correia 24”
Correia de Transferência (Transfer Conveyor) Largura da Correia 24”
Correia de Não-Passante do Deck Inferior (Bottom Largura da Correia 30”
Decks Overs )
Correia de Não-Passante do Deck Médio (Middle Largura da Correia 30”
Deck Overs )
Potência do Motor (hp) – ( Engine Horsepower ) CAT 139 HP, Contínuo

Correia de descarga

Peneira

Grelha

Correia do matertial não


passante

Chassis
Alimentador

Pernas de suporte

AJUSTES 42
AJUSTES

Conhecendo o Conjunto Móvel de Peneiramento

Correia do não pas-


sante do deck superior

Correia do não passante


do deck intermediário Asas do Silo

Silo do alimentador

Material não passante


do deck inferior

Correia de finos
Esteiras

AJUSTES 43
AJUSTES

AJUSTES 44
AJUSTES

AJUSTES 45
AJUSTES
Painel de Controle
Dedique alguns momentos para familiarizar-se com o Painel de Controle. É importante fazer uma
revisão dos medidores regularmente para assegurar de que o motor está funcionando devidamente.
Informações mais detalhadas podem ser encontradas no manual do motor

Painel do motor

Receiver /receptor

Disjuntor Principal

Relé

Chave seletora das esteiras Parada de emergência

AJUSTES 46
AJUSTES

Luz vermelha
Luz de sinalização

Sobe- Aumenta a aceleração


Chave Geral

Desce - Diminui a aceleração

Direita -Diminui Direita - Aumenta Enter - seleciona acessos ao menu


os valorss do os valorss do
parametro parametro
Painel de Controle do Motor
O mostrador de diagnóstico permite ao operador visualizar muitas leituras de funções do motor e có-
digos de problemas (DTCs - trouble codes). O mostrador é ligado ao sistema de controle eletrônico e
seus sensores. Isso permite ao operador monitorar as funções do motor e localizar falhas nos siste-
mas quando necessário.
Pressione a tecla de menu para acessar as diversas funções do motor, em seqüência. Os valores
podem ser mostrados em unidades de medida inglesas ou métricas.
O seguinte menu de parâmetros do motor pode ser mostrado na janela de valores de diagnóstico.
Horas do motor
RPM do motor
Voltagem do sistema
Percentagem de carga do motor na RPM atual
Temperatura do líquido de arrefecimento
Pressão do óleo
Posição da aceleração
Temperatura na tubulação de entrada
Consumo atual de combustível
Códigos de serviço ativo (diagnóstico)
Códigos de serviço armazenados (diagnósticos) do motor
Seleciona as unidades dos valores exibidos no painel (tela)

NOTA: O motor não precisa estar funcionando para se navegar nas telas de valores de diagnóstico.
Para acessar os mostradores de diagnóstico, pressione o botão Power.

AJUSTES 47
AJUSTES

Conectar o Controle Remoto

Uma série de passos precisa ser seguido para acionar o controle remoto e dar partida no motor. O
motor não dará partida se não estiver devidamente conectado com o controle remoto. Esses pas-
sos garantem uma proteção contra pessoal que não tenha sido treinado, para que não consigam dar
partida na unidade. Dedique alguns momentos familiarizando-se com o controle remoto e itens relati-
vos a ele.

Antes que o controle remoto possa ser conectado com a máquina os seguintes tópicos precisam ocor-
rer primeiro:

1 - Todos os botões de “PARADA DE EMERGÊNCIA” têm que estar liberados

2 - Dentro do painel de controle, a chave “HABILITAR ESTEIRA” tem que estar virada para a posição
“OFF”. Também confira para ter certeza de que o disjuntor está ligado.

3 - No controle remoto, a chave “TRACK ON/OFF” (ligar/desligar esteira) tem que estar na posição
“TRACK OFF”.

Agora que os tópicos acima foram checados, o controle remoto poderá ser conectado à máquina.

1 - Pressione o botão POWER no painel do motor.

2 - Pressione o botão “E-STOP” (parada de emergência) no controle remoto.

3 - Vire a chave de 3 posições, ou para “LEFT TRACK” (esteira esquerda), ou para “RIGHT TRACK”
(esteira direita). Isso fará a luz amarela do POWER no controle remoto piscar rapidamente.

4 - Depois que a luz amarela do POWER começar a piscar, solte o botão de “E-STOP” (parada de
emergência) no controle remoto, girando-o no sentido horário.
*Nota: se o botão de “PARADA DE EMERGÊNCIA” não for liberado dentro de 10 segundos, o controle
remoto anulará o processo e você terá que começar de novo.

5 - A luz amarela do POWER irá parar de piscar momentaneamente enquanto o controle remoto es-
tiver sincronizando com o receptor. Depois que o controle remoto tiver sincronizado com o receptor, a
luz amarela começará a piscar novamente.

6 - Assim que o controle remoto tiver sido conectado, poderá então ser dada partida no motor. Pres-
sione e segure o botão ENTER no painel do motor para dar partida no motor. Logo que o motor
começar a girar, solte o botão ENTER. O motor deverá girar sem carga a aproximadamente 850 RPM.
Todas as funções de ajuste devem poder ser realizadas com o motor girando sem carga. Quando
estiver operando a unidade ou movendo a máquina, a RPM do motor deverá ser acelerada até 2250
RPM.

AJUSTES 48
AJUSTES
Parada de Chave liga/des-
emergência liga das esteiras

Esteira do lado
direito

Luz amarela

Esteita do lado
esquerdo

Chave selecionadora de esteiras

Se a luz no controle remoto estiver piscando


e a luz de “LINK” no receptor estiver piscando
em “VERDE”, significa que existe uma con-
exão entre os dois.

Receptor

AJUSTES 49
AJUSTES

Eleve a velocidade do motor para 2250 RPM.

CERTIFIQUE-SE DE QUE A CAIXA DE ALIMENTAÇÃO ESTÁ VAZIA ANTES DE LEVANTAR AS


PERNAS DE APOIO PARA TRANSPORTE. SE A CAIXA DE ALIMENTAÇÃO NÃO FOR ESVAZIA-
DA, A UNIDADE FICARÁ DESBALANCEADA, CAINDO PARA FRENTE, CAUSANDO SEVEROS
DANOS, LESÕES OU ATÉ MORTE.
CERTIFIQUE-SE DE QUE AS PERNAS DE APOIO ESTÃO NA POSIÇÃO VERTICAL “UP”ANTES
DE MOVER A UNIDADE. SE AS PERNAS DE APOIO NÃO FOREM LEVANTADAS, RESULTARÁ
EM DANOS AO EQUIPAMENTO.

Vire a chave “ENABLE TRACKS” (habilitar esteira) dentro do painel de controle para “ON”.
Vire a chave da sirene (Horn ON) das Esteiras para
cima, no controle remoto.
Quando as duas chaves estiverem na posição ON,
a sirene irá soar, alertando todo o pessoal na área
onde a unidade será movida.

As funções de LEFT TRACK e RIGHT TRACK (esteira ESQUERDA e DIREITA) podem ser ativadas
enquanto o modo TRACK (esteira) estiver habilitado.

O modo TRACK (esteira) está habilitado quando houver todas as seguintes condições:

A chave ON/OFF estiver na posição “ON”


O controle remoto estiver conectado com o receptor.

O modo TRACK (esteira) está desabilitado se existir qualquer uma das seguintes condições:
Ocorrer uma perda de conexão
Ocorrer uma perda de energia
A chave ON/OFF estiver na posição “OFF”.

Fatos e dicas rápidas


As esteiras se movem independentemente
Há um ligeiro atraso entre o momento em que você pressiona a chave e quando a esteira começa
a se mover. O mesmo ocorre quando você solta a chave, haverá um ligeiro atraso até que a esteira
realmente para de se mover.
Se você parar o motor usando a E-STOP (parada de emergência) do controle remoto, lembre-se de
virar a chave para OFF no painel de controle principal. Se isso não for feito, a bateria continuará ligada
e poderá fundir (melar) desnecessariamente.
Tenha certeza de que a área em torno do maquinário está livre antes de operar. Não ative o sistema
remoto se não houver condições seguras para fazê-lo.
Desligue a eletricidade do receptor antes de trabalhar no maquinário. Sempre desligue o sistema
remoto antes de realizar qualquer serviço de manutenção, para evitar uma operação acidental da
máquina.

AJUSTES 50
AJUSTES
Locomoção da Unidade de Peneiramento
PRECAUÇÕES NA OPERAÇÃO

Para subir em um terreno inclinado, as esteiras devem ser acionadas para frente (catraca de tração
na traseira). Para descer um terreno inclinado, as esteiras são acionadas com a catraca seguindo na
frente (primeiro).

Engrenagem Engrenagem

SEMPRE:
Estacione a máquina em um solo plano, nivelado. Se for necessário parar em um aclive (terreno
inclinado), deve-se colocar calços sólidos sob as esteiras.
Certifique-se de que o terreno onde a máquina está trabalhando é firme o bastante para suportar
adequadamente a máquina.
A máquina deve ser movida pelo menos 10m (32 pés) em qualquer direção diariamente, para mini-
mizar o risco de emperramento das correntes da esteira.
Certifique-se de que os sistemas da esteira estão livres de restos de material antes de mover a
máquina.
Tenha certeza de que as esteiras não estão congeladas e presas ao solo antes de mover a máqui-
na.
NUNCA:
Tentar mover a máquina se houver acúmulo de material em volta das esteiras e das catracas de
acionamento.
Tentar mover a máquina se as esteiras estiverem congeladas e presas ao solo.
Empurrar ou rebocar a maquina quando ela não conseguir se soltar por si mesma.

CONDIÇÕES DE TRABALHO
A faixa de temperatura de operação para os sistemas das esteiras deve ser entre -10°C (14°F) e +40°C
(105°F). Sempre consulte a Astec Mobile Screens, Inc. quando as temperaturas excederem para cima
ou para baixo essa faixa de operação, pois serão necessárias especificações alternativas para os
componentes.

DEIXAR DE OBSERVAR AS PRECAUÇÕES ACIMA PODERÁ RESULTAR EM RISCOS AO PES-


SOAL E DANOS AOS SISTEMAS DAS ESTEIRAS, E PODE TAMBÉM ANULAR A GARANTIA.

AJUSTES 51
AJUSTES

Escolha do Local

Ao escolher um local adequado para operação, muitos fatores precisam ser levados em consideração.
Escolher um local sem prever problemas poderia levar a uma operação insatisfatória, podendo ser
necessário relocar a unidade. Algumas coisas a considerar ao escolher um local:

1 - Estabilidade do solo. Se o solo for muito macio ou instável, pode ser impossível um nivelamento
apropriado e dificuldade no carregamento.
2 - A unidade precisa ficar localizada em um local onde haja disponível um espaço amplo. Deixe um
espaço amplo em torno da unidade, para facilitar o acesso do equipamento de carregamento, trans-
portadores de correia para empilhamento e pessoal de manutenção.
3 - Uma drenagem apropriada é importante para permitir o escoamento de águas de chuvas normais.
4 - Você poderá também querer considerar a direção do vento predominante e seus efeitos sobre o
operador e o pessoal envolvido no carregamento.

AJUSTES 52
AJUSTES

Controles
Antes de prosseguir com o ajuste da unidade, todo o pessoal deve familiarizar-se com os controles
hidráulicos da unidade.

AJUSTES 53
AJUSTES

Controles

Correia do do não passante no deck Cabeça da correia Peneira Correia de finos


intemediário de finos

Posição para Posição para Abaixar Subir Subir


transporte operação

Neutro Neutro Neutro Neutro Neutro

Posição para Giro para o


Subir Abaixar Abaixar
operação transporte

Estes controles são para posicionar o equipamento para


transporte ou para operação.

Material não passante no deck inferior Material não passante do deck superior

Posição para o Posição para Baixar para Posição para Posição para
transporte operação operação operação operação

Neutro Neutro
Neutro Neutro Neutro

Posiçao para Giro para trans- Suspender para Girar para Posição de
operação porte transporte transporte transporte

AJUSTES 54
AJUSTES

Controles

Este controle é usado para levantar a correia de descarga mais alto para dar mais espaço para troca
da tela da peneira.

Correia de descarga

AJUSTES 55
AJUSTES

Modo de Ajuste
Agora que todo o pessoal já se familiarizou com a unidade e com seus controles, a máquina já está
pronta para ser transformada para o modo de operação.

Antes de tentar desdobrar a máquina, verifique para ter certeza de que todo o pessoal se encon-
tra afastado da máquina. Se essa providência não for tomada, poderá resultar em sérias lesões
ou morte.

Ajuste a aceleração no motor para aproximadamente 850 RPM ou marcha lenta. Localize a Válvula de
Ajuste (“SETUP”) na unidade e puxe para cima a alavanca para colocar a unidade no MODO SETUP.

Suspender para o modo de regulagem

Material não passante Pernas


no deck superior Hidraúlicas
dianteiras

3000 PSI
Ajuste Abaixar

off Neutro

ON Subir

IMPORTANTE: A Válvula de Ajuste (Setup) só deve ficar na posição ON quando a unidade es-
tiver sendo ajustada. Se a válvula de ajuste não for virada para OFF, o óleo continuará a fluir por
sobre a válvula de alívio, que irá aquecer o óleo até uma temperatura excessivamente alta. Isso
resultará em graves danos ao sistema hidráulico.

AJUSTES 56
AJUSTES

Pernas dos Cilindros


Localize a válvula das PERNAS DOS CILINDROS FRONTAIS. Puxando a alavanca para cima irá
abaixar as pernas e irá estabilizar a frente da unidade.

Suspender para o modo de regulagem

Material não passante Pernas


no deck superior Hidraúlicas
dianteiras

3000 PSI
Ajuste Abaixar

off Neutro

ON Subir

Pernas Recolhidas Pernas Abaixadas

AJUSTES 57
AJUSTES

Correias de Finos
Abaixe a extremidade frontal da correia de finos puxando a alavanca da frente da CORREIA DE FI-
NOS. Lembre-se de remover o pino que prende a extremidade frontal da correia na sua posição de
transporte. Recoloque o pino quando terminar.

EXTREMIDADE FRONTAL DA CORREIA DE FINOS

Correia do do não passante no deck Cabeça da correia Peneira Correia de finos


intemediário de finos

Posição para Posição para Abaixar Subir Subir


transporte operação

Neutro Neutro Neutro Neutro Neutro

Posição para Giro para o


Subir Abaixar Abaixar
operação transporte

AJUSTES 58
AJUSTES

Correia de Finos

Retire o pino
Correia de Finos na posição de transportes

Recoloque o pino logo que a


correia estiver na posição de
trabalho.

Correia de Finos na posição de trabalho

AJUSTES 59
AJUSTES

Levante a peneira puxando a alavanca da peneira (SCREEN). Isso irá levantar a peneira e a correia
de finos para a operação de operação. A peneira pode operar entre 20° e -25°. Deslize a abraçadeira
para cima para a posição desejada e recoloque o pino.

PENEIRA CORREIA DE FINOS

Correia do do não passante no deck Cabeça da correia Peneira Correia de finos


intemediário de finos

Posição para Posição para Abaixar Subir Subir


transporte operação

Neutro Neutro Neutro Neutro Neutro

Posição para Giro para o


Subir Abaixar Abaixar
operação transporte

AJUSTES 60
AJUSTES

Elevação da Peneira & Ajuste da Correia de Finos

Travar com pino no local desejado

A correia de finos também pode ser ajusta para diferentes posições de operação. Pressionando a ala-
vanca da CORREIA DE FINOS irá abaixar a correia de finos. Os pinos têm que ser removidos primeiro
para ajustar a altura da correia de finos.

Posições para ajustes da altura da correia.

AJUSTES 61
AJUSTES

Correias dos Decks Intermediário & Inferior


Dobre para fora a correia de não-passante do deck médio usando as alavancas mostradas abaixo. É
recomendado levantar a correia para fora do perch de transporte e então alternar entre as duas ala-
vancas para minimizar o esforço sobre o transportador de correia. Repita o processo para a correia de
não-passante do deck inferior.
CORREIA DE NÃO-PASSANTE
DO DECK INTERMEDIÁRIO

Correia do do não passante no deck Cabeça da correia Peneira Correia de finos


intemediário de finos

Posição para Posição para Abaixar Subir Subir


transporte operação

Neutro Neutro Neutro Neutro Neutro

Posição para Giro para o


Subir Abaixar Abaixar
operação transporte

AJUSTES 62
AJUSTES

Correias dos Decks Médio & Inferior

Passo 2. Continue a levantar a correia.


Passo 1. Levante para fora do descanso.

Passo 3. Abaixe o transportador de correia para a posição de operação.

AJUSTES 63
AJUSTES

Correia de Não-Passante do Deck Superior


Dobre para fora a correia de não-passante do deck superior usando as alavancas mostradas abaixo.
É recomendado abaixar a extremidade frontal primeiro e depois levantar a correia para fora do perch
de transporte.

ABAIXE A EXTREMIDADE FRONTAL GIRE PARA LEVANTAR

Correia do do não passante no deck Cabeça da correia Peneira Correia de finos


intemediário de finos

Posição para Posição para Abaixar Subir Subir


transporte operação

Neutro

Neutro Neutro Neutro Neutro

Posição para Giro para o


Subir Abaixar Abaixar
operação transporte

AJUSTES 64
AJUSTES

Correia de material não passante do deck superior

Passo 1- Abaixe a cabeça do final da correia .

Passo 2. Eleve a Correia do descanso de transporte.

AJUSTES 65
AJUSTES

Correia de material não passante do deck superior

Passo 3. Gire o transportador de correia afastando o da planta

Passo 4. Levante o transportador de correia para a posição de operação.

AJUSTES 66
AJUSTES

Abas da Caixa de Alimentação


A caixa de alimentação é equipada com abas. Elas precisam ser dobradas para a posição, conforme
mostrado abaixo.

Passo 5. Abas na posição de transporte.

AJUSTES 67
AJUSTES

Ajuste Completo
O ajuste agora está completo. Pressione a válvula de ajuste (SETUP) para baixo, para a posição
média ou OFF (desligado).

Coloque na posição OFF


(desligado).

IMPORTANTE: A Válvula de Ajuste (Setup) só deve ficar na posição ON quando a unidade es-
tiver sendo ajustada. Se a válvula de ajuste não for virada para OFF, o óleo continuará a fluir
por sobre a válvula de alívio, que irá aquecer o óleo até uma temperatura excessivamente alta.
Isso resultará em graves danos ao sistema hidráulico.

AJUSTES 68
AJUSTES

Ajuste Completo

Exemplo da planta posicionada para operação

AJUSTES 69
OPERAÇÃO
&
MANUTENÇÃO
Operação & Manutenção
A unidade de peneiramento agora está pronta para operação. Dedique alguns minutos todo dia para
rever as listas de inspeção (checklists) de pré-operação e operação. Fazendo essa revisão todos os
dias ajudará a manter a sua unidade de peneiramento operando eficientemente e evitará paralisa-
ções desnecessárias no futuro.
CHEQUES PRÉ-OPERACIONAIS OK AJUSTE

1 Material da Chapa / Aparência / Pintura


2 Motor
a. Checar o nível do óleo do motor

b. Checar o nível do líquido de arrefecimento do motor.


c. Drenar o separador de água do combustível
d. Inspecionar as correias de acionamento do motor

e. Checar todos os filtros de ar


f. Checar o nível do combustível
3 Parte Hidráulica
a. Checar o nível do óleo hidráulico

b. Checar se há vazamentos, encaixes frouxos


c. Checar o nível de óleo de acionamento da bomba
d. Inspecionar o resfriador de hidráulico, mangueiras e conexões

e. Válvula esférica da linha de sucção aberta


4 Electrical
a. Checar nível na bateria.
b. Conferir se bateria está firme

c. Todos os terminais estão apertados e firmes


d. Sistema remoto conecta e funciona devidamente.
5 Esteiras

a. Checar se há vazamentos de óleo nos roletes.


b. Checar se há porcas e parafusos frouxos nos roletes inferiores.
c. Checar se há vazamentos nos roletes inferiores
d. Checar se já porcas e parafusos frouxos nas catracas

e. Checar se já porcas e parafusos frouxos no acionamento das esteiras


f. Checar se há vazamento no acionamento das esteiras
g. Checar se há danos nas ligações das esteiras, pinos e sapatas das esteiras

h. Checar se já porcas e parafusos frouxos no grupo das peneiras


i. Checar se há junções das esteiras apertadas ou presa no grupo das peneiras
6 Esteiras s
a. Inspecionar e troque borda de borracha gasta.

b. Inspecionar correias se estão danificadas ou rasgadas


c. Checar tensão do limpador da correia
d. Inspecionar todas as buchas e eixos

7 Peneiras
a. Tela da peneira devidamente tensionada
b. Checar se há trincas ou soldas rompidas
c. Certifique-se de que as abraçadeiras de embarque foram removidas.

d. Inspecione se há desgaste excessivo ou danos


e. Checar se há acúmulo de material
f. Inspecionar espalhador de agregados se há danos

g. Engraxar mancais ( ( 5 1 0 bombadas diariamente)


8 Geral
a. Todas as proteções estão no lugar
b. Adesivos estão nos devidos lugares e legíveis

c. Manual do operador estão no local

Operação & Manutenção 72


Operação & Manutenção

CHEQUES OPERACIONAIS OK AJUSTE


1 Motor
a. Checar a carga e temperatura do motor
b. Inspecionar transbordamento do radiador
2 Parte Hidráulica

a. Checar nível e temperatura do óleo hidráulico


b. Checar se há vazamentos, encaixes frouxos
3 Parte Elétrica

a. Certifique-se de que todos botões de parada de emergência funcionam.


4 Esteiras
a. Esteiras estão se movendo livres
5 Correias
a. Transportadores de correia ajustados devidamente
b. Checar transportadores de correia se há vazamento de material
6 Peneira

a. Espalhador de Agregados está espalhando material em toda área da peneira


b. Ouvir se há ruídos incomuns
c. Verificar se há excesso de vibração na estrutura e corrimãos
7 General
a. Anotar quaisquer ruídos ou vibrações incomuns .
b. Máquina está livre de restos de material
c. Checar a quantidade da alimentação
d. Observe se há acúmulo excessivo de material sob a unidade.
8 Velocidades
a. Correia de Alimentação 035 pés/minuto (FPM) até 3000 PSI
b. Correia de descarga /Esteiras 0425 pés/minuto (FPM) até 3000 PSI
c. Peneira 850 RPM até 4000 PSI
d. Correia de Finos /Esteiras 375 pés/minuto (FPM) até 3000 PSI
e. Correia de Overs./Cross do Deck Superior 0500 pés/minuto (FPM )até 3000 PSI
f. Correia de Overs. Deck Médio/Inferior 0350 pés/minuto (FPM) até 3000 PSI

Operação & Manutenção 73


Operação & Manutenção

Ligar a Unidade de Peneiramento

Sempre percorra em volta da unidade de peneiramento antes de ligar qualquer um dos circuitos.
Confirme se todo o pessoal se encontra afastado da máquina e de que todos os procedimentos
estão sendo seguidos. Uma vez que tenha certeza de que todo o pessoal se encontra fora da rota de
risco, o motor pode ser dado partida. Aumente a velocidade para 2200 RPM.
É altamente recomendado dar partida nos itens na seguinte ordem, para evitar sobrecarregar os
transportadores de correia. A correia de alimentação sempre deve ser o último equipamento a ser
ligado.

1.Correia de Finos
2.Correias Laterais
3.Correia de Não-passante do Deck Superior
4.Correia de Descarga
5.Peneira
6.Correia de Alimentação (Belt Feeder)

Todos os circuitos, com exceção da peneira, podem ser ligados empurrando para baixo a alavanca
da válvula do respectivo circuito. A peneira é ligada girando a alavanca no sentido anti-horário para a
posição vertical. Todas as correias transportadoras têm velocidade ajustável, com exceção da correia
de finos. Essas velocidades podem ser reguladas girando as válvulas de controle de fluxo para cima
ou para baixo. Os ajustes de velocidades podem ser necessários dependendo da aplicação.

IMPORTANTE!

A velocidade da peneira é estabelecida na fábrica a 850 RPM com um curso de 3/8”.


Nunca tente ajustar a velocidade da peneira ou o curso sem consultar a fábrica.
Espere o óleo aquecer até a temperatura de operação antes de ler a velocidade de
rotação da peneira. Ajustar a velocidade da peneira ou o curso sem autorização
pode resultar em danos à unidade e possivelmente anular a garantia.

Operação & Manutenção 74


Operação & Manutenção

Ligar a Unidade de Peneiramento

Grelha Não pas- Pernas


Alimentador sante deck dianteira Correia
lateral
superior
3000psi

Velocidade da
peneira

Correia de descarga
Alimentador

Não passante do deck superior


Peneira

Não passante do deck intermediario Não passante do deck inferior

Operação & Manutenção 75


Operação & Manutenção

Flap articulado da peneira


A peneira tem capacidade para produzir 3 ou 4 produtos. Se for operada como mostrado abaixo fará
4 produtos.

Operação & Manutenção 76


Operação & Manutenção

Flap articulado da peneira


Se a peneira for operada como mostrado abaixo, fará 3 produtos. O deck médio de não-pasante (“over-
size”) possui uma opão de “flopgate” comporta articulada que permite que você combine o “oversize”
do deck médio e do deck inferior.

Operação & Manutenção 77


Operação & Manutenção

Distribuidor de cargas ( Material)


Localizado na extremidade da correia de descarga está o distribuidor de agregados. A função primária
do espalhador de agregados (ag spreader) é absorver o impacto do material que está sendo lançado
da correia de descarga e espalha-lo uniformemente em toda a largura da peneira.

A direção natural do material, depois de bater contra o distribuidor de agregados, é seguir para baixo e
no sentido das bordas da caixa da peneira. A projeção ótima do material depois de fazer contato com
o distribuidor de agregados é em forma de leque, cobrindo toda a caixa da peneira uniformemente. Se
o distribuidor não estiver funcionando corretamente, o agregado não será distribuído uniformemente
sobre a tela da peneira.

A eficiência máxima será obtida se o distribuidor de agregados for posicionado na distância apropriada
da extremidade da correia de descarga. A distância apropriada depende grandemente do material que
estiver sendo peneirado e de muitos outros fatores. Por causa disso, pode ser necessário, depois de
iniciar as operações, ajustar a posição do distribuidor de agregados. Um rendimento ineficiente será
evidente se o distribuidor de agregados estiver na posição incorreta. A distância entre a correia de
descarga e o distribuidor de agregados pode ser ajustada mudando a fenda na qual o espalhador se
encaixa. Ajuste o distribuidor de agregados conforme necessário.

Operação & Manutenção 78


Operação & Manutenção

Distribuidor de cargas

Distribuição Adequada do Material

Distribuição Inadequada do Material

Operação & Manutenção 79


Operação & Manutenção

Manutenção & Ajustes Gerais


Inspeção Geral

Uma inspeção visual da unidade deverá ser feita diariamente, e você será capaz de identificar um
problema que está prestes a aparecer ou começando a ocorrer e corrigir antes que ele se torne mais
sério.

2.Verifique todas as linhas de graxa, certifique-se de que estão devidamente direcionadas, sem ruptu-
ras, sem pontos amassados ou inflados, e se estão firmemente conectadas.

3.Confirme se a unidade está nivelada. Variações ambientais podem causar desnivelamento da uni-
dade. Use um instrumento de nivelamento de precisão para assegurar que a unidade está bem nive-
lada, tanto da frente para a traseira quanto de lado a lado. Se a unidade for operada fora do nível, em
qualquer sentido, poderá ocasionar prejuízo no desempenho ou causar danos ao equipamento.

4.Inspecione visualmente todas as grades e dispositivos de proteção. Verifique se todas as grades es-
tão devidamente alinhadas e inclinadas no ângulo correto. Confira para ter certeza de que as grades
estão livres de obstruções e que não estão encostando ou raspando nas correias.

5.Verifique se há encaixes frouxos. Confira se todas as porcas, parafusos e outras conexões estão
firmes. Confira todos os pinos e presilhas. Quando um pino estiver sendo usado para prender uma
seção, um contrapino precisa ser usado para proteger contra vibrações que possam fazer o pino sair
do lugar. Confira se todos os pinos e presilhas estão na ordem correta de operação e presos firme-
mente.

6.Verifique se todas as linhas hidráulicas estão direcionadas corretamente, sem rupturas, sem pontos
amassados ou inflados, e suas conexões estão sólidas. Use um pedaço de madeira ou papelão como
anteparo para investigar vazamentos.

PERIGO !

Se fluido hidráulico penetrar na pele, terá que ser retirado cirurgi-


camente tão logo quanto possível por um médico que esteja fa-
miliarizado com esse tipo de ferimento, senão causará gangrena,
lesão séria, or até morte. VÁ A UM MÉDICO IMEDIATAMENTE
SE O FLUIDO PENETRAR NA PELE OU NOS OLHOS. NÃO
PERCA TEMPO.

1.Verifique a bateria para ver se há corrosão ou danos. A bateria é localizada na parte externa do
chassi. Para ter acesso à bateria, remova os parafusos da cobertura e retire a cobertura. Confira se os
terminais da bateria não apresentam corrosão e outras incrustações.

Operação & Manutenção 80


Operação & Manutenção

Manutenção & Ajustes Gerais


Manutenção Hidráulica

O nível do fluido hidráulico no tanque deve ficar sempre visível no visor de nível. Nunca deixe o nível
do fluido hidráulico cair abaixo dessa linha. Se a quantidade cair abaixo dessa linha, complete o fluido
até que fique visível. Se a unidade for operada com nível insuficiente de óleo hidráulico pode causar
desgaste prematuro ou danificar o equipamento.

Todos os motores precisam ter um abastecimento constante de óleo hidráulico para manter uma boa
condição de funcionamento. Se o nível do óleo hidráulico não permanecer dentro dos níveis satis-
fatórios, poderá causar danos às bombas hidráulicas.

Para completar o óleo hidráulico, não deixe de filtrar o óleo antes de despejar no tanque. Até mesmo
um óleo hidráulico novo contém impurezas.

Pode ocorrer condensação no tanque de óleo hidráulico durante certas condições de operação. Man-
ter o tanque cheio minimiza a incidência de condensação. Se for detectado um excesso de condensa-
ção, dreno o tanque de óleo hidráulico e complete com um novo óleo hidráulico.

Em certas ocasiões, o óleo hidráulico precisará ser trocado. Além disso, todos os filtros hidráulicos,
juntamente com o suspiro terão que ser substituídos com determinados intervalos de operação.

Ajuste da Correia

Embora a correia tenha sido ajustada na fábrica, muitas variações po-


dem provocar o desalinhamento da correia. A correia deve correr apoia-
da no centro dos roletes. Vários fatores podem afetar a maneira como
a correia se movimenta e, dependendo das condições de operação, po-
dem ocorrer variações desses fatores.

As variações físicas podem incluir: alinhamento das polias (da frente e


de trás) e os roletes. Em raros casos, o ângulo da emenda da correia
pode causar sérias variações no percurso da correia.

As variações em operação incluem: o volume da carga e o nivelamento


da correia. Uma correia cheia pode também correr de modo diferente de
uma correia vazia. Para fazer o ajuste e alinhamento da correia, reduza
tanto o número de variáveis físicas quanto operacionais.

Se a correia precisar ser ajustada, siga os use os seguintes procedimen-


tos:

NOTA: os efeitos de se alinhar a correia não serão imediatos. Espe-


re vários giros completos da correia antes de fazer outros ajustes.

Operação & Manutenção 81


Operação & Manutenção

Manutenção & Ajustes Gerais


1.Use um esquadro de aço de precisão para checar os ro-
letes. Roletes com mal alinhados são uma causa muito co-
mum de desalinhamento da correia. Comece ajustando os
roletes de retorno. Depois de ajustar os roletes de retorno,
se a correia ainda estiver desviando da rota, ajuste vários
roletes localizados atrás do ponto onde a correia desvia.

Comece o processo de busca do problema realizando esse


ajuste no lado oposto da correia que corre fora do rolete.
Não tente fazer grandes ajustes em um rolete. Em vez dis-
so, faça vários pequenos ajustes em vários roletes. Sempre
aguarde a correia dar várias voltas antes de determinar se
ela já está corretamente alinhada, ou continuar tentando.

Depois que os roletes tiverem sido ajustados, coloque uma


carga sobre a correia e confira o alinhamento. Se necessário,
repita o ajuste dos roletes até se contentar com o alinha-
Aumentar tensão
mento.

2.Se ajustando os roletes não resolver o problema, pode ser


necessário um ajuste nos parafusos de ajuste. Os parafusos
são localizados em um dos lados da polia da frente ou de
trás.

Essa não é a causa mais comum do desalinhamento da cor-


reia, mas o processo pode ser usado como um último re-
curso para encontrar uma solução para a situação.
Cuide para que a polia da frente fique devidamente alinha-
da com a polia de trás, fazendo o ajuste nos parafusos de
ajuste. Aumentando a tensão em um dos lados da polia da
frente / trás, a correia irá virar naquela direção.

Diminuindo a tensão em um lado da polia da frente ou de trás, Diminuir tensão


a correia irá virar na direção contrária. Tenha em mente que
as polias da frente e de trás precisam permanecer parale-
las à estrutura da correia, para evitar desvio da correia. Ao
ajustar a polia frontal você estará tentando criar uma linha
paralela com a estrutura do transportador de correia.

Depois de regular os parafusos de ajuste, gire a correia


e confira se o alinhamento está correto. Espere a correia
transportadora dar várias voltas antes de determinar se o
alinhamento está satisfatório.

Operação & Manutenção 82


Operação & Manutenção

Manutenção & Ajustes Gerais


Tensão da Correia

Se a correia estiver flexionando (formando barriga) exces-


sivamente ao aplicar carga, pode ser necessário aumentar a
tensão da correia. Use os parafusos de ajuste para aumen-
tar ou diminuir a tensão da correia. Ao ajustar a tensão da
correia tenha certeza de que a distância de extensão dos
parafusos de ajuste é igual em ambos os lados da polia fron-
tal ou de trás. Se a polia da frente ou de trás não for devida-
mente alinhada irá provocar o desvio da correia. Cuide para
não criar muita tensão da correia.

Grades de Proteção

Confirme se as grades de proteção dos roletes de retor-


no estão nos devidos lugares e não estão danificadas. As
grades de proteção devem estar inclinadas no ângulo cor-
reto e livres de obstruções. As grades não devem estar en-
costando ou raspando na correia.

Limpadores da Correia

Um limpador da correia é localizado na extremidade frontal


da polia da correia de finos. Confira se todos os parafusos e
similares estão apertados. Aperte se necessário. Inspecione
o limpador da correia para ver se há desgaste excessivo. Só
é permitido 3” de desgaste no uretano. Se as lâminas estiv-
erem gastas além da linha de desgaste, troque da seguinte
forma:

1.Alivie a tensão na carcaça principal e remova o conjunto


do limpador da correia.

2.Use um martelo para remover as lâminas gastas da car-


caça principal, batendo para baixo nas bases das lâminas
gastas. Instale novas lâminas na carcaça principal, batendo
com o martelo, depois que as velhas lâminas tiverem sido
removidas.

3.As novas lâminas devem ser apropriadas.


Consulte o manual do limpador para instruções mais detal-
hadas.

Operação & Manutenção 83


Operação & Manutenção

Manutenção & Ajustes Gerais


BORDAS DE BORRACHA (Flashing)
Verifique as cortinas em todas as correias. A cortina de borracha é usada para evitar a ocorrência de
derramamento.

Para evitar derramamento eficientemente, a cortina de borracha precisa ficar rente com a correia, com
folga mínima. Confira para ter certeza de que a borda não está raspando excessivamente a correia.

Se a cortina não estiver corretamente alinhada ou precisar ser realinhada, ajuste conforme necessário.
Se a cortina estiver gasta ao ponto de não estar mais evitando derramamento, troque por uma cortina
de reposição correta. Consulte a seção de peças para ver os tamanhos

Mancais

Esta unidade é equipada com pontos de graxa ao nível do solo para todos os mancais, com exceção
da caixa da peneira. Todos os cortina de graxa podem ser encontrados localizando-se os adesivos
conforme mostrado abaixo. Inspecione visualmente todos os mancais. Uma pequena quantidade de
graxa em torno da vedação é normal. Uma quantidade excessiva de graxa ou falta de graxa em torno
das vedações pode ser um sinal de problemas de temperatura nos mancais. Veja o quadro de lubrifi-
cação localizado no final desta seção.

Operação & Manutenção 84


Operação & Manutenção

Troca da Tela da Peneira


NOTA! A TENSÃO CORRETA DA TELA DEPENDE GRANDEMENTE DO TAMANHO DA TELA DA
PENEIRA USADA. UMA TELA DE PENEIRA MAIS GROSSA REQUER MAIOR TENSÃO, ENQUAN-
TO UMA TELA MAIS FINA REQUER MENOR TENSÃO.
TROCA DOS DECKS SUPERIOR E MÉDIO

Para trocar a tela da peneira dos decks superior e médio você precisará fazer o seguinte:

•Remova as porcas, parafusos e arruelas da barra de trava.


•Remova a barra de trava
•Remova a tela da peneira
•Limpe os restos de material da borracha da coroa
•Instale a nova tela da peneira com os ganchos virados para cima.
•Adicione acessórios e barras de fixação de volta na peneira.
•Comece a apertar todo o sistema de fixação( até que ao final todo ele esteja bem apertado).
•Providencie para que a peneira tenha uma tensão regular em ambos os lados e que todo a fixação
esteja segura.

NOTA! O DECK MÉDIO TEM QUE SER TROCADO ANTES DO DECK SUPERIOR. SE O DECK SU-
PERIOR FOR TROCADO ANTES DO DECK MÉDIO, O ACESSO PARA O DECK MÉDIO FICARÁ
RESTRITO.

Parafuso guia Barra de fixação

Tela

Porca dupla
Guarnição de borracha

Arruela

Operação & Manutenção 85


Operação & Manutenção

Troca da Tela da Peneira


NOTE! A TENSÃO CORRETA DA TELA DEPENDE GRANDEMENTE DO TAMANHO DA TELA DA
PENEIRA QUE ESTÁ SENDO USADA. UMA TELA MAIS GROSSA REQUER MAIOR TENSÃO, EN-
QUANTO UMA TELA MAIS FINA REQUER UMA TENSÃO MENOR.

TROCA DO DECK INFERIOR

Para trocar a tela da peneira do deck inferior será necessário fazer o seguinte:

•Alivie a tensão do tensionador rotatório e as barras de fixação


•Empurrando para baixo a tela da peneira, as extremidades das âncoras soltam a tela.
•Limpe os restos de material da borracha da coroa
•Instale uma nova tela no deck com os ganchos na orientação mostrada abaixo.
•Adicione o hardware e barras de fixação de volta na peneira.
•Comece a apertar todo o estrutural em ambas as extremidades da peneira até que todas as barras de
fixações fiquem bem apertadas.
•Aperte a tensionador rotatório.

NOTA! É IMPORTANTE APERTAR AS TRÊS PARTES DA TELA DA PENEIRA NA SEGUINTE OR-


DEM: EXTREMIDADE DE DESCARGA, EXTREMIDADE MÉDIA E DEPOIS A EXTREMIDADE DE
ENTRADA. CERTIFIQUE-SE DE QUE TODOS OS GANCHOS ESTÃO DEVIDAMENTE ASSENTA-
DOS. ASSEGURE PARA QUE OS PONTOS DE ÂNCORA NÃO ENTREM DEBAIXO DO GANCHO
DA TELA DA PENEIRA PARA EVITAR OCORRER DANOS.

Lado de entrada Lado de descarga


Ancoras de fixação

Tensor Tensor rotatorio Tensor

Operação & Manutenção 86


Operação & Manutenção

Programa de Manutenção

ITEM INSTRUÇÕES

Semanalmente ou a cada 50 Horas de Operação


Tensão do Transportador de Correia Apertar se necessário
Cubos das Polias Frontal e Traseira Conferir o aperto
Redutor de Engrenagem da Correia Checar nível do óleo
Lâminas do Raspador da Correia Checar capacidade de serviço e ajuste
Chassi da Esteira (Track Undercarriage) ??? Inspecionar todos os componentes quanto a vazamento, excesso de desgaste e de sujeira
Baterias Inspecionar condição
Radiador e Resfriador de Óleo Inspecionar condição, limpar
Mensalmente ou a cada 200 Horas de Operação
Suspiro do Tanque de Hidráulico Trocar
Óleo Hidráulico Testar Amostra do Óleo
Óleo da Cx de Engren de Acionam da Esteira Checar Nível
Mangueiras do Radiador Checar /Corrigirt
Tubulação de Entrada de Ar Inspecionar
Sistema de Ventoinha e Resfriamento Checar
Cada 500 Horas de Operação
Redutores de Engrenagem da Correia Trocar Óleo
Óleo da Caixa de Engrenagem da Esteira Trocar Óleo
Líquido Arrefecim do Motor, Anticongelante Checar
Filtro de Combustível Trocar
Óleo e Filtro do Motor Trocar
Cada 1000 Horas de Operação
Filtros do Óleo Hidráulico Trocar os Filtros
Tensionador da Correia da Ventoinha de Resfriam Checar/Corrigir
Serpentine Belt Checar/Corrigir
Anualmente ou a Cada 2000 Horas de Operação
Óleo Hidráulico Trocar Óleo e Filtros
Óleo da Caixa de Engrenagem da Esteira Trocar Óleo
Sistema de Resfriamento Drenar, Lavar, e Completar

Recomendações do Fluido: ISO 46

Óleo Hidráulico: SAE80W/90

Óleo da Caixa de Engrenagem da Correia: NLGI-2 Lítio

Graxa do Tensor dos Mancais e Esteira: CH-4/CI-4

Óleo do Motor: Comb Diesel ASTM D975


ou especificações D5345
Combustível:

Líq Arrefecimento: Tem que atender ASTM D4985

Operação & Manutenção 87


PEÇAS
Deck Superior Peças

Peças 90
Deck Superior Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

1 10 C07156 MOLA
2 45 H00002 PARAFUSO
3 26 H00003 PARAFUSO
4 115 H00010 PARAFUSO
5 10 H00011 PARAFUSO
6 3 H00015 PARAFUSO
7 56 H00048 ARRUELA LISA
8 42 H00049 ARRUELA LISA
9 60 H00050 ARRUELA LISA
10 80 H00051 ARRUELA LISA
11 78 H00060 ARRUELA DE TRAVA
12 153 H00061 ARRUELA DE TRAVA
13 66 H00066 PORCA
14 153 H00067 PORCA
15 4 H00075 PORCA DE TRAVA C/NYLON
16 96 H00084 PORCA
17 7 H00388 PARAFUSO
18 4 H00401 PARAFUSO
19 24 H00406 PARAFUSO
20 1 H00498 PARAFUSO
21 72 H00598 PARAFUSO
22 184 H00635 PORCA
23 184 H00636 PARAFUSO
24 80 H00650 PORCA
25 80 H00651 PARAFUSO
26 24 H00666 PARAFUSO

M27350AS

Peças 91
Peças

Deck intermediário

Peças 92
Deck Superior Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

27 1 M1280RT CONJUNTO DE TENSÃO GIR


28 1 M27300AS-A CORREIAS (BELTING)
29 1 M27300AS-B CORREIAS
30 1 M27300AS-C CORREIAS
31 1 M27300AS-D CORREIAS
32 1 M27300AS-E CORREIAS
33 9 M27300AS-F BORRACHA DA COROA
34 20 M27300AS-G CROWN RUBBER
35 30 M27300AS-H CROWN RUBBER
36 2 M27300AS-I BORRACHA DA CORTINA
37 1 M27300AS-PL01 PLACA
38 20 M27300CB-PL01 PLACA
39 4 M27300CB-PL02 PLACA
40 1 M27300HD-01 JUNÇÃO ESTRUTURAL DO DECK
41 1 M27300MD-01 JUNÇÃO DO DECK MÉDIO DA CAIXA DA PENEIRA
42 1 M27300RB-01 JUNÇÃO DA CAIXA
43 1 M27300RT-01L ROTARY TENSION ASSEMBLY 01L
44 1 M27300RT-01R ROTARY TENSION ASSEMBLY 01R
45 1 M27300SW-03 SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA #03
46 1 M27300SW-04 SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA #04
47 1 M27300SW-05 SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA #05
48 1 M27300SW-06L SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA 06L
49 1 M27300SW-06R CONJUNTO DO FLAP #06R
50 1 M27300SW-07 SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA #07
51 1 M27300SW-08 SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA #08
52 1 M27300SW-09 SOLDAGEM DA CAIXA DA PENEIRA #09

M27350AS

Peças 93
Deck inferior Peças

Peças 94
Deck inferior Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

53 1 M27300SW-AL SAIA DE BORRACHA


54 1 M27300SW-AR SAIA DE BORRACHA
55 1 M27300SW-B BORRACHA
56 1 M27300SW-PL03L PLACA
57 1 M27300SW-PL03R PLACA
58 1 M27300SW-PL25 PLACA
59 1 M27300SW-PL35L PLACA
60 1 M27300SW-PL35R PLATE
61 1 M27300SW-PL37 PLACA
62 2 M27300SW-SH01 CHAPA
63 1 M27300TD-01 JUNÇÃO DE TELA DO DECK SUPERIOR
64 4 M27300XB-PL03 PLACA
65 4 M27300XB-PL05 PLACA
66 1 M27350AS-J CORREIAS
67 1 M27350FP-02L MOLA DE BORRACHA #02L
68 1 M27350FP-02R SPRING PAD WELDMENT #02R
69 1 M27350RP-02L SPRING PAD WELDMENT #02L (BACK)
70 1 M27350RP-02R SPRING PAD WELDMENT #02R (BACK)
71 2 M27350RT-05 TENSIONADOR ROTATÓRIO WELDMENT #05
72 1 M27350RT-06 ROTARY TENSION WELDMENT #06
73 1 M27350ST SCREEN TENSION TUBE ASSEMBLY
74 1 M27350SW-01 SCREEN BOX MOTOR SIDE WELD. #01
75 1 M27350SW-02 SCREEN BOX (NON-MOTOR) SIDE WELD. #02
76 1 M27350SW-13 SCREEN BOX WELDMENT #13
77 1 M27350SW-SH02 CHAPA
78 1 M27850PW CONJUNTO DA UNIDADE DE FORÇA

M27350AS

Peças 95
Após a montagem do acoplamento, o mesmo
deve sofrer um torque de 96 pés/libra, use uma
tesoura para remover a sinta da peça central
Unidade Motriz

de borracha.

.M275850 CW- PL02


Use o loctiti média re- são opcionais para au-
sistência número ,242 em mentar a amplitude.
todas as porca e tampões Usar parafuso H00847
mostradas na figura.

Peças
96
.M275850 CW- PL02
são opcionais para au-
mentar a amplitude.
Usar parafuso H00847

Antes de instalar os iténs nº 33 passar os conduites de


graxa para a posição de saída em ambos os lados.
Peças
Unidade Motriz Peças

1 1 C06609 CORD GRIP


2 1 C07158 MOTOR
3 1 C07921 COUPLING
4 1 C08307 PULSE PICK-UP SENSOR
5 1 C08308 PULSE PICK-UP WIRE
6 4 F00134 COU PLER
7 4 F00449 BP. NIPPLE
8 2 F00835 ELBOW
9 6 H00001 PARAFUSO (BOLT)
10 8 H00008 PARAFUSO
11 12 H00011 PARAFUSO
12 8 H00060 ARRUELA DE TRAVA
13 20 H00061 ARRUELA DE TRAVA
14 20 H00067 PORCA
15 2 H00150 GRAXA, BICOS
16 1 H00589 PARAFUSO
17 2 H00637 PARAFUSO
18 12 H00649 ARRUELA
19 2 H00657 EXTERNAL RETAINING RING
20 12 H00659 PARAFUSO (SCREW)
21 8 H00664 ARRUELA
22 8 H00672 PARAFUSO (SCREW)
23 8 H00879 PARAFUSO (BOLT)
24 2 M27300CW-PL03 PLACA (PLATE)
25 2 M27300CW-PL04 PLACA
26 1 M27300PW-03 SHAFT HOUSING WELDMENT
27 1 M27300PW-07 POWER UNIT WELDMENT #07
28 2 M27300PW-B KEYSTOCK
29 2 M27300PW-C KEYSTOCK
30 1 M27300PW-D KEYSTOCK
31 1 M27300PW-PL05 PLACA
32 3 M27300PW-PL07 PLACA
33 2 M27800BH BEARING HOUSING
34 2 M27800PW-03 SELO LABIRINTO
35 1 M27850PW-01 POWER UNIT WELDMENT #01
36 1 M27850PW-02M ECC.WEIGHT COVER MACHINING R.S.
37 1 M27850PW-03 POWER UNIT WELDMENT #03
38 1 M27850SHFT-HR01 ROUND

Peças 97
Correia de Finos Peças

Peças 98
Correia de Finos Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

1 1 C00144-0630-9 BELTING
2 13 C00492 ROLETE (IDLER)
3 4 C00544-1 RETURN
4 2 C01353 MANCAL
5 2 C01355 MANCAL
6 1 C03735 CILINDRO
7 2 C06185 MOTOR
8 1 C07102-51293P WING ASSY
9 1 C07103-51343P CONJUNTO DO TAMBOR
10 1 C07338-48 PIT VIPER W/TWIST TENSIONER
11 2 C07454 BUCHA
12 12 H00001 PARAFUSO
13 2 H00010 PARAFUSO
14 41 H00011 PARAFUSO
15 8 H00021 PARAFUSO
16 8 H00027 PARAFUSO
17 12 H00048 ARRUELA LISA
18 53 H00049 ARRUELA LISA
19 8 H00051 ARRUELA LISA
20 58 H00056 ARRUELA
21 12 H00060 ARRUELA DE TRAVA
22 57 H00061 ARRUELA DE TRAVA
23 8 H00062 ARRUELA DE TRAVA
24 8 H00063 ARRUELA DE TRAVA
25 57 H00067 PORCA
26 8 H00068 PORCA
27 8 H00069 PORCA
28 2 H00075 PORCA DE TRAVA C/ NYLON
29 2 H00098 HITCH PIN W/CLIP
30 17 H00406 PARAFUSO
31 4 H00434 PARAFUSO
32 4 H00436 PARAFUSO
33 16 H00457 ARRUELA LISA
34 8 H00463 ARRUELA DE TRAVA
35 8 H00470 PORCA
36 17 M10101-BP01 BLACK PIPE
37 4 M10101-SH48P CHAPA
38 2 M12050-12XE PARAFUSO DE AJUSTE SERVIÇO PESADO

M750 11 -48PDC

Peças 99
Correia de Finos Peças

Peças 100
Correia de finos Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

39 1 M75011BRK-PL01L PLACA
40 1 M75011BRK-PL01R PLACA
41 2 M75011BRK-PL02 PLACA
42 5 M75011CM-CD01 CONDUITE
43 1 M75011CV-VL01 VINIL PRETO
44 1 M75011DR-PL01L PLACA
45 1 M75011DR-PL01R PLACA
46 1 M75011HE-DC FINES CONVEYOR HEAD WELDMENT #01
47 2 M75011PN-01 PINO
48 2 M75011RG.01 ROLL GUIDE WELDMENT #01
49 1 M75011SH FINES CONVEYOR HOPPER ASSY.
50 2 M75011SH-SH01 CHAPA
51 2 M75011SH-SH03 CHAPA
52 1 M75011SHFT-TG01 ROUND
53 1 M75011SHFT-TG02 ROUND
54 1 M75011TE-DC FINAL DA CORREIA DE FINOSWELDMENT #01

Peças 101
Vigas estruturais Peças

Peças 102
Vigas estruturais Peças

ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

1 1 C04828S TRACK SYSTEM, CRAWLER


2 2 F00388 WELD PLATE, TWIN WPT-2
3 1 M75200CF-PL36L PLACA
4 1 M75200CF-PL36R PLACA
5 2 M75200CF-PL37 PLACA
6 2 M75200CF-PL38 PLACA
7 4 M75200CF-PL39 PLACA
8 4 M75200CF-PL40 PLACA
9 4 M75200CF-PL70 PLACA
10 1 M75200CF-SQ01 TUBO
11 1 M75200CF-SQ21 TUBO

Peças 103
Correia de descarga Peças

Peças 104
Correia de descarga Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

1 1 ANGLE CONTROLLER
2 1 BELT SPPED ASSY
3 1 C00203-0284 CORREIAS
4 12 C00476 ROLETE
5 1 C00476-M ROLETE
6 2 C013 53 MANCAL
7 2 C013 55 MANCAL
8 2 C06185 MOTOR
9 1 C07102-51293P WING ASSY
10 1 C07119-51343P CONJUNTO DO TAMBOR
11 4 C07334-48P RETURN
12 2 C07454 BUCHA
13 3 C08201 CORD GRIP
14 1 GREEN MACHINE ASSEMLH
15 1 GREEN MACHINE ASSEMRH
16 8 H00001 PARAFUSO
17 68 H00003 PARAFUSO
18 83 H00008 PARAFUSO
19 2 H00010 PARAFUSO
20 4 H00020 PARAFUSO
21 8 H00021 PARAFUSO
22 76 H00048 ARRUELA LISA
23 77 H00049 ARRUELA LISA
24 133 H00060 ARRUELA DE TRAVA
25 72 H00061 ARRUELA DE TRAVA
26 12 H00062 ARRUELA DE TRAVA
27 133 H00066 PORCA
28 72 H00067 PORCA
29 12 H00068 PORCA
30 2 H00075 PORCA DE TRAVA C/NYLON
31 2 H00082 PORCA DE TRAVA C/NYLON
32 2 H00382 PARAFUSO
33 8 H00434 PARAFUSO
34 12 H00457 ARRUELA LISA
35 8 H00463 ARRUELA DE TRAVA
36 8 H00470 PORCA

Peças 105
Correia de descarga Peças

Peças 106
Correia de descarga Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

37 57 H00564 PARAFUSO
38 2 M10200PN-13 ROUND
39 1 M12050-12XXL PARAF AJUSTE LONGO, ESQUERDA
40 1 M12050-12XXR PARAF AJUSTE LONGO, DIREITA
41 1 M75205--AG02 ÂNGULO
42 4 M75205-A BORRACHA, BORDA CHANFRADA (FLASHING)
43 2 M75205-B BORRACHA, BORDA CHANFRADA (FLASHING)
44 1 M75205-C CORREIAS
45 1 M75205-D CORREIAS
46 2 M75205-E CORREIAS
47 1 M75205-I-L CORREIAS
48 1 M75205-I-R CORREIAS
49 2 M75205-PL18 CHAPA
50 2 M75205-PL21 CHAPA
51 12 M75205-SH01 CHAPA
52 2 M75205-SH08 CHAPA
53 1 M75205-SH09 CHAPA
54 1 M75205AG-01 AG SPREADER WELDMENT
55 1 M75205AG-D AG HANGER WELDMENT #01
56 2 M75205AG-PL05 PLACA
57 1 M75205BRK-PL01L PLACA
58 1 M75205BRK-PL01R PLACA
59 12 M75205DC-CD01 CONDUITE
60 1 M75205DM DAM-DELIVERY CONVEYOR
61 2 M75205GR RETURN ROLLER GUARD WELD. #01
62 1 M75205HE-DC CONVEYOR WELDMENT HEAD END
63 1 M75205HP-01 SHOE HOPPER ASSEMBLY
64 1 M75205SHFT-TG01 ROUND
65 1 M75205SHFT-TG02 ROUND
66 1 M75205TE-DC SEÇÃO DE TRÁS DA CORREIA DE DESCARGA
67 1 PANEL
68 1 VINYLCOVER1 VINIL PRETO
69 1 VINYLCOVER2 VINIL PRETO
70 1 VINYLCOVER3 VINIL PRETO
100 4 PVCASSEMBLY HOOP ASSEMBLY-PVC

M75205-48PDC

Peças 107
Correia de material não passante do deck imferior

Peças 108
Correia de material não passante do deck imferior
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 703594-2 ANEL, CORREIA LATERAL
2 1 703594-3 ARRUELA DE TRAVA
3 1 703594-8 ANEL, CORREIA LATERAL
4 1 C00151-0614C-BD CORREIAS
5 5 C00473 ROLETE (IDLER)
6 2 C01376 MANCAL
7 1 C07100-32243P CONJUNTO DA ABA (WING ASSY)
8 1 C07334-30 RETORNO
9 1 C07662-30P RETORNO
10 1 C08381 CILINDRO
11 4 H00001 PARAFUSO (BOLT)
12 4 H00002 PARAFUSO (BOLT)
13 19 H00003 PARAFUSO (BOLT)
14 24 H00010 PARAFUSO (BOLT)
15 4 H00019 PARAFUSO (BOLT)
16 4 H00020 PARAFUSO (BOLT)
17 4 H00027 PARAFUSO (BOLT)
18 16 H00048 ARRUELA LISA
19 48 H00049 ARRUELA LISA
20 4 H00050 ARRUELA LISA
21 27 H00060 ARRUELA DE TRAVA
22 24 H00061 ARRUELA DE TRAVA
23 12 H00062 ARRUELA DE TRAVA
24 4 H00063 ARRUELA DE TRAVA
25 8 H00066 PORCA
26 24 H00067 PORCA
27 8 H00068 PORCA
28 4 H00069 PORCA
29 1 H00078 NYLOCK
30 3 H00148 COTTER PIN
31 1 H00339 COTTER PIN
32 4 H00413 PARAFUSO (BOLT)
33 1 H00566 PARAFUSO (BOLT)
34 1 M10200PN-20 ROUND
35 6 M75011CM-CD02 CONDUIT
36 1 M75207BD-DC HEAD END SIDE BD CONVEYOR ASSEMBLY
37 1 M75207BD-SH05 SHEET

M75207BD-30PDC

Peças 109
Correia de material não passante do deck imferior

Peças 110
Correia de material não passante do deck imferior
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
38 1 M75207BD-TG02 ROUND
39 1 M75207CV-VL01 Black Vinyl
40 1 M75207OT-02 CONVEYOR OUTER TUBE WELDMENT #02
41 1 M75207OT-05 CONVEYOR OUTER TUBE WELDMENT #04
42 1 M75207PL PLOW ASSEMBLY
43 2 M75207TE-A RUBBER,SKIRTBOARD
44 1 M75207TE-B RUBBER
45 2 M77007BD-03 SIDE CONVEYOR ASSY. WELDMENT #03
46 2 M77007BD-04 SIDE CONVEYOR WELDMENT #04
47 1 M77007BD-SH03 SHEET
48 1 M77007CY CYLINDER ASSY. MODIFIED
49 1 M77007PN-02 SIDE CONVEYOR KNUCKLE WELDMENT
50 1 M77007PN-03 PIVOT PIN WELDMENT #03
51 1 M77007PN-PL06 PLATE
52 1 M77007PV-01 SIDE CONVEYOR PIVOT WELDMENT #01
53 1 M77007PV-02 SIDE CONVEYOR PIVOT WELDMENT #02
54 1 M77007PV-PL06 PLATE
55 2 M77007TE-02 TAIL SECTION WELDMENT #02
56 1 M77007TE-03 TAIL SECTION WELDMENT #03

M75207BD-30PDC

Peças 111
Cabeça de saída do deck inferior

Peças 112
Cabeça de saída do deck inferior

ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO


1 1 C00676 RETORNO
2 2 C01350 MANCAL
3 1 C03880 MOTOR
4 1 C07103-32243P CONJUNTO DO TAMBOR
5 1 C07412P ROLETE (IDLER)
6 1 C07456 ACOPLAMENTO
7 10 C08460 ABA, CONJUNTO DO ROLETE (ROLLER ASSEMBLY WING)
8 24 H00001 PARAFUSO (BOLT)
9 9 H00002 PARAFUSO (BOLT)
10 4 H00010 PARAFUSO (BOLT)
11 2 H00011 PARAFUSO (BOLT)
12 8 H00019 PARAFUSO (BOLT)
13 4 H00028 PARAFUSO (BOLT)
14 56 H00048 ARRUELA LISA
15 4 H00049 ARRUELA LISA
16 8 H00051 ARRUELA LISA
17 33 H00060 ARRUELA DE TRAVA
18 24 H00061 ARRUELA DE TRAVA
19 8 H00062 ARRUELA DE TRAVA
20 4 H00063 ARRUELA DE TRAVA
21 33 H00066 PORCA
22 24 H00067 PORCA
23 8 H00068 PORCA
24 4 H00069 PORCA
25 19 H00514 PARAFUSO (SCREW)
26 2 M12050-12XH HEAVY DUTY TAKE UP
27 1 M75207BD-A U H MW
28 2 M75207BD-B U H MW
29 1 M75207BD-DC01 BOTTOM DECK SIDE CONVEYOR WELD #01
30 1 M75207BD-PL14R PLATE
31 1 M75207BD-PL15 PLATE
32 1 M75207BD-SH07 SHEET
33 1 M75207BD-SH08L SHEET
34 1 M75207BD-SH08R SHEET
35 1 M75207BD-TG01 ROUND
36 2 M77007BD-03 SIDE CONVEYOR ASSY. WELDMENT #03

M75207BD-DC

Peças 113
Correia de material não passante do deck imfermediario

Peças 114
Correia de material não passante do deck imferior

ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO


1 1 703594-2 ANEL, CORREIA LATERAL
2 1 703594-3 ARRUELA DE TRAVA
3 1 703594-8 ANEL, CORREIA LATRERAL
4 1 C00151-0614C-MD CORREIAS
5 5 C00473 ROLETE (IDLER)
6 2 C01376 MANCAL
7 1 C07100-32243P CONJUNTO DA ABA
8 1 C07334-30 RETORNO
9 1 C07662-30P RETORNO
10 1 CO8381 CILINDRO
11 8 H00001 PARAFUSO (BOLT)
12 4 H00002 PARAFUSO (BOLT)
13 15 H00003 PARAFUSO (BOLT)
14 24 H00010 PARAFUSO (BOLT)
15 4 H00019 PARAFUSO (BOLT)
16 4 H00020 PARAFUSO (BOLT)
17 4 H00027 PARAFUSO (BOLT)
18 40 H00048 ARRUELA LISA
19 4 H00050 ARRUELA LISA
20 27 H00060 ARRUELA DE TRAVA
21 24 H00061 ARRUELA DE TRAVA
22 12 H00062 ARRUELA DE TRAVA
23 4 H00063 ARRUELA DE TRAVA
24 8 H00066 PORCA
25 24 H00067 PORCA
26 8 H00068 PORCA
27 4 H00069 PORCA
28 1 H00078 NYLOCK
29 3 H00148 COTTER PIN
30 1 H00339 COTTER PIN
31 4 H00413 PARAFUSO (BOLT)
32 1 H00566 PARAFUSO (BOLT)
33 1 M10200PN-20 ROUND
34 6 M75011CM-CD02 CONDUITE
35 1 M75207BD-SH05 SHEET
36 1 M75207BD-TG02 ROUND
37 1 M75207CV-VL01 Black Vinyl

Peças 115
Correia de material não passante do deck imferior

Peças 116
Correia de material não passante do deck imferior
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
38 1 M75207M D-DC HEAD END SIDE CONVEYOR ASSEMBLY
39 1 M75207OT-01 CONVEYOR OUTER TUBE WELDMENT #01
40 1 M75207OT-04 CONVEYOR OUTER TUBE WELDMENT #04
41 1 M75207PL PLOW ASSEMBLY
42 2 M75207TE-A RUBBER,SKIRTBOARD
43 1 M75207TE-B RUBBER
44 2 M77007BD-03 SIDE CONVEYOR ASSY. WELDMENT #03
45 2 M77007BD-04 SIDE CONVEYOR WELDMENT #04
46 1 M77007BD-SH03 SHEET
47 1 M77007CY CYLINDER ASSY. MODIFIED
48 1 M77007PN-01 SIDE CONVEYOR KNUCKLE WELDMENT
49 1 M77007PN-03 PIVOT PIN WELDMENT #03
50 1 M77007PN-PL06 PLATE
51 1 M77007PV-01 SIDE CONVEYOR PIVOT WELDMENT #01
52 1 M77007PV-02 SIDE CONVEYOR PIVOT WELDMENT #02
53 1 M77007PV-PL06 PLATE
54 2 M77007TE-02 TAIL SECTION WELDMENT #02
55 1 M77007TE-03 TAIL SECTION WELDMENT #03

M75207MD-30PDC

Peças 117
Extremidade final da correia lateral

Peças 118
EXTREMIDADE FRONTAL CORREIA LATERAL
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 C00676 RETURN
2 2 C01350 BRG
3 1 C03880 MOTOR
4 1 C07103-32243P DRUM ASSY
5 1 C07412P IDLER
6 1 C07456 COUPLING
7 10 C08460 ROLLER ASSEMBLY WING
8 4 H00001 PARAFUSO (BOLT)
9 8 H00002 PARAFUSO (BOLT)
10 1 H00008 PARAFUSO (BOLT)
11 24 H00010 PARAFUSO (BOLT)
12 2 H00011 PARAFUSO (BOLT)
13 8 H00019 PARAFUSO (BOLT)
14 4 H00028 PARAFUSO (BOLT)
15 16 H00048 ARRUELA LISA
16 24 H00049 ARRUELA LISA
17 6 H00051 ARRUELA LISA
18 12 H00060 ARRUELA DE TRAVA
19 45 H00061 ARRUELA DE TRAVA
20 8 H00062 ARRUELA DE TRAVA
21 4 H00063 ARRUELA DE TRAVA
22 12 H00066 PORCA
23 45 H00067 PORCA
24 8 H00068 PORCA
25 4 H00069 PORCA
26 19 H00514 PARAFUSO (SCREW)
27 2 M12050-12XH HEAVY DUTY TAKE UP
28 1 M75207BD-A U H MW
29 2 M75207BD-B U H MW
30 1 M75207BD-PL14L PLACA (PLATE)
31 1 M75207BD-PL15 PLACA (PLATE)
32 1 M75207BD-SH07 CHAPA (SHEET)
33 1 M75207BD-SH08L CHAPA (SHEET)
34 1 M75207BD-SH08R CHAPA (SHEET)
35 1 M75207BD-TG01 ROUND
36 1 M75207MD-DC01 MIDDLE DECK SIDE CONVEYOR WELD. #01
37 2 M77007BD-03 SIDE CONVEYOR ASSY. WELDMENT #03

M75207MD-DC

Peças 119
Correia Material não passante do deck superior

Peças 120
Correia Material não passante do deck superior PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 12 35180 ROLETE, ABA (WING IDLER)
2 2 C01886-115 MANCAL (BRG)
3 1 C03735 CILINDRO
4 1 C07151-0644C CORREIAS
5 2 C07449-24P RETORNO
6 1 C07602-26193P CONJUNTO DA ABA (WING ASSY0
7 6 C08366 IDLER CAN ASSEMBLY
8 10 H00001 PARAFUSO (BOLT)
9 30 H00009 PARAFUSO (BOLT)
10 4 H00010 PARAFUSO (BOLT)
11 8 H00011 PARAFUSO (BOLT)
12 20 H00048 ARRUELA LISA
13 40 H00049 ARRUELA LISA
14 26 H00060 ARRUELA DE TRAVA
15 76 H00061 ARRUELA DE TRAVA
16 4 H00066 PORCA
17 72 H00067 PORCAT
18 6 H00075 NYLOCK
19 2 H00078 NYLOCK
20 2 H00198 PARAFUSO (BOLT)
21 12 H00388 PARAFUSO (BOLT)
22 8 H00401 PARAFUSO (BOLT)
23 2 H00480 HITCH PIN
24 34 H00514 SCREW
25 4 H00637 PARAFUSO (BOLT)
26 8 M75011CM-CD03 CONDUIT
27 1 M75208-04L TD OVERS CONVEYOR WELD. #04L
28 1 M75208-04R TD OVERS CONVEYOR WELD. #04R
29 1 M75208-A U H MW
30 2 M75208-B U H MW
31 1 M75208-C U H MW
32 1 M75208-D U H MW
33 1 M75208-J BELTING
34 1 M75208-K BELTING
35 1 M75208-L BELTING
36 1 M75208-TG02 ROUND
37 1 M75208CG CYLINDER GUARD ASSEMBLY

M75208-24PDC

Peças 121
Correia Material não passante do deck superior

Peças 122
Correia Material não passante do deck superior

ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO


38 1 M75208CV-VL02 BLACK VINYL
39 1 M75208HE-DC TOP DECK OVERS CONVEYOR HE ASSEMBLY
40 1 M75208RG-01 RETURN GUARD ASSEMBLY #01
41 1 M75208RG-02 TDOC RETURN IDLER GUARD ASSY. #02
42 1 M75208TE-DC01 TOP DECK OVERS CONVEYOR TE WELD. #01
43 1 M75208TG-03 TAIL GUARD WELDMENT #03
44 1 M75208TG-05L TAIL GUARD WELDMENT#05L
45 1 M75208TG-05R TAIL GUARD WELDMENT#05R
46 1 M75208TH-09L TD OVERS CONVEYOR HOPPER WELD. #09L
47 1 M75208TH-09R TD OVERS CONVEYOR HOPPER WELD. #09R

M75208-24PDC

Peças 123
Correia Material não passante do deck superior

Peças 124
Correia Material não passante do deck superior
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 2 C01374 MANCAL
2 1 C04666P ROLETE (IDLER)
3 1 C07449-24P RETORNO
4 1 C07455 BUCHA
5 1 C07608-26193P CONJUNTO DO TAMBOR
6 1 C07641 MOTOR
7 4 H00002 PARAFUSO (BOLT)
8 1 H00009 PARAFUSO (BOLT)
9 4 H00010 PARAFUSO (BOLT)
10 2 H00011 PARAFUSO (BOLT)
11 4 H00019 PARAFUSO (BOLT)
12 2 H00021 PARAFUSO (BOLT)
13 4 H00048 ARRUELA LISA
14 8 H00049 ARRUELA LISA
15 7 H00050 ARRUELA LISA
16 4 H00060 ARRUELA DE TRAVA
17 11 H00061 ARRUELA DE TRAVA
18 8 H00062 ARRUELA DE TRAVA
19 4 H00066 PORCAT
20 11 H00067 NPORCA
21 8 H00068 PORCAT
22 4 H00401 PARAFUSO (BOLT)
23 2 H00414 PARAFUSO (BOLT)
24 1 M12050-12UL PARAFUSO DE AJUSTE
25 1 M12050-12UR PARAFUSO DE AJUSTE
26 2 M75208-03 SIDE CONVEYOR WELDMENT #03
27 1 M75208-PL22 PLACA (PLATE)
28 1 M75208-PL23 PLACA (PLATE)
29 1 M75208-TG01 ROUND
30 1 M75208HE-DC01 SOLDA EXTR FRONT CORR DE NÃO PASSANTE TD.#01
31 1 M75208RG-02 CONJ. GRADES PROTEÇ ROLETE RETORNO TDOC. #02

M75208HE-DC

Peças 125
Correia de transferência

Peças 126
Correia de transferência
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 4 C00133 GRAMPO DA CORTINA DE BORRACHA
2 1 C00139-0143 CORREIAS
3 4 C01374 MANCAL
4 5 C07068-24P IDLER CAN
5 1 C07455 BUCHA
6 1 C07608-26193P CONJUNTO DO TAMBOR (DRUM ASSY0
7 1 C07609-26193P DRUM ASSY
8 1 C07641 MOTOR
9 57 H00001 PARAFUSO (BOLT)
10 10 H00002 PARAFUSO (BOLT)
11 12 H00003 PARAFUSO (BOLT)
12 22 H00009 PARAFUSO (BOLT)
13 2 H00011 PARAFUSO (BOLT)
14 8 H00019 PARAFUSO (BOLT)
15 2 H00020 PARAFUSO (BOLT)
16 2 H00021 PARAFUSO (BOLT)
17 72 H00048 ARRUELA LISA
18 12 H00050 ARRUELA LISA
19 83 H00060 ARRUELA DE TRAVA
20 44 H00061 ARRUELA DE TRAVA
21 16 H00062 ARRUELA DE TRAVA
22 59 H00066 PORCA
23 44 H00067 PORCA
24 16 H00068 PORCA
25 4 H00418 PARAFUSO (BOLT)
26 20 H00514 PARAFUSO (SCREW)
27 1 M12050-18BL TAKE UP (LEFT)
28 1 M12050-18BR TAKE UP (RIGHT)
29 10 M75018-SH08 CHAPA (SHEET)
30 1 M75209-01 SOLDA , CORREIA TRANSFERÊNCIA #01
31 1 M75209-02 SOLDA , CORR TRANSF #02
32 1 M75209-03 TRANSFER CONVEYOR WELDMENT #03
33 1 M75209-04 TRANSFER CONVEYOR WELDMENT #04
34 1 M75209-05 TRANSFER CONVEYOR WELDMENT #05
35 1 M75209-07 TRANSFER CONVEYOR WELDMENT #07
36 1 M75209-08 TRANSFER CONVEYOR WELDMENT #08
37 2 M75209-A U H MW
38 1 M75209-B BORDA DE BORRACHA DA TR4EMONHA

M75209-24P

Peças 127
Correia de transferência

Peças 128
Correia de transferência
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
39 1 M75209-C BORRACHA, SAIA DE PROTEÇÃO (RUBBER, SKIRTBOARD)
40 1 M75209-D RUBBER, SKIRTBOARD
41 1 M75209-F RUBBER, SKIRTBOARD
42 2 M75209-G RUBBER, SKIRTBOARD
43 1 M75209-PL03 PLACA (PLATE)
44 1 M75209-PL04 PLACA (PLATE)
45 1 M75209-SH04 CHAPA (SHEET)
46 1 M75209-SH07 CHAPA (SHEET)
47 1 M75209-SH08 CHAPA (SHEET)
48 1 M75209-SH11 CHAPA (SHEET)
49 1 M75209-TG01 ROUND
50 1 M75209-TG02 ROUND
51 4 M77007BD-03 SIDE CONVEYOR ASSY. WELDMENT #03

M75209-24P

Peças 129
FEEDER BIN ASSEMBLY

Peças 130
FEEDER BIN ASSEMBLY

ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO


1 2 C00032 CILINDRO
2 27 C00133 GRAMPO DA BORDA DE BORRACHA (FLASHING CLAMP)
3 10 H00001 PARAFUSO ( BOLT)
4 7 H00008 PARAFUSO (BOLT)
5 10 H00019 PARAFUSO (BOLT)
6 36 H00020 PAAFUSO (BOLT)
7 29 H00048 ARRUELA LISA
8 7 H00049 ARRUELA LISA
9 46 H00050 ARRUELA LISA -5/8’’
10 37 H00060 ARRUELA DE TRAVA -3/8”
11 7 H00061 ARRUELA DE TRAVA -1/2”
12 46 H00062 ARRUELA DE TRAVA -5/8”
13 35 H00066 PORCA-3/8”-16
14 46 H00068 PORCA-5/8”-11
15 2 M10200PN-06 ROUND
16 2 M10200PN-08 ROUND
17 2 M75225-A PRENDEDOR, BORDA DE BORRACHA (FLASHING HOLDER)
18 2 M75225-B BORRACHA, SAIA DE PROTEÇÃO (RUBBER, SKIRTBOARD)
19 1 M75225-C PRENDEDOR, BORDA DE BORRACHA (FLASHING HOLDER)
20 1 M75225-D BORRACHA, SAIA DE PROTEÇÃO (RUBBER, SKIRTBOARD)
21 2 M75225-E BORRACHA, SAIA DE PROTEÇÃO (RUBBER, SKIRTBOARD)
22 2 M75225-SH01 CHAPA (SHEET)
23 1 M75225FB SOLDA, CAIXA DE ALIMENTAÇÃO (FEED BIN WELDMENT0
24 1 M75225FB-PL53 PLACA (PLATE)
25 2 M75225FB-PL56 PLACA (PLATE)
26 1 M75225FBE-04L EXTENÇÃO DA CAISA DE ALIMENTAÇAO #04L
27 1 M75225FBE-04R EXTENÇÃO DA CAISA DE ALIMENTAÇAO #04R
28 1 M75225FBF-48P CONJUNTO DA CORREIA ALIMENTAÇÃO.
29 1 M75225GR CONJUNTO DA GRELHS, CAIXA DE ALIMENTAÇÃO
30 2 M75225LG-01 FEED BIN LEG WELDMENT #01
31 1 M75225LG-02L FEED BIN LEG WELDMENT #02L
32 1 M75225LG-02R FEED BIN LEG WELDMENT #02R

M75225

Peças 131
FEEDER BIN ASSEMBLY

Peças 132
FEEDER BIN ASSEMBLY
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 FEEDERBELT-3620
2 1 C00390 CONJUNTO, BUCHA
3 13 C00492 ROLETE (IDLER)
4 2 C01353 MANCAL (BRG)
5 2 C01355 MAANCAL (BRG)
6 1 C03882 MOTOR
7 1 C05207 (3620) REDUTOR
8 1 C07102-51293P CONJUNDO DA ABA (WING ASSY)
9 1 C07119-51343P CONJUNTO DO TAMBOR ( DRUM ASSY)
10 26 H00010 PARAFUSO (BOLT)
11 8 H00019 PARAFUSO (BOLT)
12 52 H00049 ARRUELA LISA
13 8 H00052 ARRUELA LISA
14 26 H00061 ARRUELA DE TRAVA
15 8 H00062 ARRUELA DE TRAVA
16 8 H00064 ARRUELA DE TRAVA
17 26 H00067 PORCA
18 8 H00068 PORCA
19 8 H00070 PORCA
20 4 H00606 PARAFUSO (BOLT)
21 4 H00620 PARAFUSO (BOLT)
22 1 M12050-12XGL TAKE-UP, HEAVY-DUTY CUSTOM
23 1 M12050-12XGR TAKE-UP, HEAVY-DUTY CUSTOM
24 1 M47025SHFT-TG01 ROUND
25 1 M47525SHFT-TG02 ROUND
26 1 M75225FBF-01 SOLDA, ESTRUTURA DO ALIMENTADOR

M75225FBF-48P

Peças 133
GRIZZLY ASSEMBLY

Peças 134
GRIZZLY ASSEMBLY
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 4 C04445 HITCH PIN)
2 2 C05015 CILINDRO
3 10 H00010 PARAFUSO (BOLT)
4 8 H00027 PARAFUSO (BOLT)
5 6 H00049 ARRUELA LISA
6 4 H00052 ARRUELA LISA
7 10 H00061 ARRUELA DE TRAVA
8 10 H00067 PORCA
9 4 H00075 PORCA DE TRAVA C/NYLON
10 8 H00077 PORCA DE TRAVA C/NYLON
11 4 H00078 PORCA DE TRAVA C/NYLON
12 4 H00406 PARAFUSO (BOLT)
13 2 H00438 PARAFUSO (BOLT)
14 2 H00555 PARAFUSO (BOLT)
15 4 M10200PN-RD28 ROUND
16 1 M75225GR-01 SOLDA NA GRELHA (GRIZZLY WELDMENT) #01
17 1 M75225GR-02 GRIZZLY WELDMENT #02
18 1 M75225GR-03L GRIZZLY WELDMENT #03L
19 1 M75225GR-03R GRIZZLY WELDMENT #03R
20 1 M75225GR-04 GRIZZLY WELDMENT #04
21 17 M75225GR-05 GRIZZLY WELDMENT #05
22 1 M75225GR-PL21 PLACA (PLATE)
23 2 M75225WG-01 WING WELDMENT

M75225GR

Peças 135
ENGINER ENCLOSURE

Peças 136
ENGINER ENCLOSURE
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO

10 15 H00001 PARAFUSO (BOLT)


16 4 H00002 PARAFUSO (BOLT)
11 20 H00008 PARAFUSO (BOLT)
7 19 H00048 ARRUELA LISA
13 20 H00049 ARRUELA LISA
23 1 H00059 ARRUELA DE TRAVA
8 19 H00060 ARRUELA DE TRAVA
12 20 H00061 ARRUELA DE TRAVA
24 1 H00065 PORCA T
9 19 H00066 PORCAT
25 1 H00380 PARAFUSO (BOLT)
1 1 M75249EE-01 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #01
3 1 M75249EE-11 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR.#11
6 1 M75249EE-12 SOLDA NA COBERTURA SUPERIOR DO MOTOR.#12
2 1 M75249EE-14 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR.#14
15 1 M75249EE-16 TUBULAÇÃO HIDR, COOLER
14 1 M75249EE-17 TUBULAÇÃO HIDR, RETORNO
4 1 M75249EE-PL10 PLACA (PLATE)
5 1 M75249EE-PL11 PLATE
22 1 M75249EE-PL20 PLATE
17 1 M75249EE-SH19 CHAPA (SHEET)
18 1 M75249EE-SH20 SHEET

M75249EE

Peças 137
ENGINE ENCLOSURE WELDMENT

Peças 138
ENGINE ENCLOSURE WELDMENT PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 4 H00008 PARAFUSO (BOLT)
2 4 H00049 ARRUELA LISA
3 4 H00061 ARRUELA DE TRAVA
4 1 M75249EE-02 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #02
5 1 M75249EE-03 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #03
6 1 M75249EE-04 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #04
7 1 M75249EE-06 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #06
8 1 M75249EE-08 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #08
9 1 M75249EE-09 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #09
10 1 M75249EE-15 SOLDA NA COBERTURA DO MOTOR #15
11 1 M75249EE-PL05 PLACA (PLATE)
12 1 M75249EE-PL06 PLATE
13 1 M75249EE-PL07 PLATE
14 4 M75249EE-PL14 PLATE
15 1 M75249EE-SH02 CHAPA (SHEET)
16 1 M75249EE-SH03 SHEET
23 1 M75249EE-AG07 ANGLE
24 1 M75205-SH11 SHEET

M75249EE-01

Peças 139
SCREEN MOUNT ASSEMBLY PEÇAS

Peças 140
SCREEN MOUNT ASSEMBLY PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 C08345 VÁLVULA
2 38 H00001 PARAFUSO (BOLT)
3 4 H00002 PARAFUSO (BOLT)
4 4 H00012 PARAFUSO (BOLT)
5 38 H00048 ARRUELA LISA
6 120 H00050 ARRUELA LISA
7 42 H00060 ARRUELA DE TRAVA
8 4 H00061 ARRUELA DE TRAVA
9 42 H00066 PORCAT
10 4 H00067 PORCA
11 60 H00084 PORCA
12 3 H00454 ARRUELA LISA
13 3 H00460 ARRUELA DE TRAVA
14 3 H00467 PORCA
15 3 H00569 PARAFUSO (BOLT)
16 60 H00598 PARAFUSO (BOLT)
17 1 M27350AS SCREEN BOX ASSEMBLY
18 1 M47750VM-01R1 VALVE MOUNT WELD. #1
19 1 M47750VM-02 VALVE MOUNT WELD. #2
20 1 M75070FH-RB01 BORRACHA (RUBBER)
21 1 M75070FH-RB02 RUBBER
22 1 M75070FH-RB03 RUBBER
23 1 M75070FH-RB04 RUBBER
24 1 M75070SB-01-R1 COMPLETE SCREEN BOX FRAME WELD.

M75270SB

Peças 141
SCREEN MOUNT ASSEMBLY PEÇAS

Peças 142
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 M75280CA-01 CONJUNTO DA CALHA (CHUTE ASSEMBLY)-01
2 1 M75280CA-02 CHUTE ASSEMBLY-02
3 1 M75280CA-03 CHUTE ASSEMBLY-03

M75280CA

Peças 143
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS

Peças 144
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 13 H00001 PARAFUSO (BOLT)
2 13 H00048 ARRUELA LISA
3 13 H00060 ARRUELA DE TRAVA
4 12 H00062 ARRUELA DE TRAVA
5 13 H00066 PORCA
6 12 H00067 PORCA
7 12 H00514 PARAFUSO (SCREW)
8 1 M75280CA-04 SOLDA, CONJ DA CALHA (CHUTE ASSY WELDMENT) #04
9 1 M75280CA-05 CHUTE ASSEMBLY WELDMENT #05
10 1 M75280CA-07 CHUTE ASSEMBLY WELDMENT #07
11 1 M75280CA-11 AR ASSEMBLY
12 1 M75280CA-PL03 PLACA (PLATE)
13 1 M75280CA-PL22 PLATE
14 1 M75280CA-PL23 PLATE

M75280CA-01

Peças 145
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS

Peças 146
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 13 H00001 PARAFUSO (BOLT)
2 2 H00002 PARAFUSO (BOLT)
3 15 H00048 ARRUELA
4 15 H00060 ARRUELA DE TRAVA
5 10 H00062 ARRUELA DE TRAVA
6 15 H00066 PORCA
7 10 H00067 PORCA
8 10 H00514 PARAFUSO (SCREW)
9 1 M75280CA-06 SOLDA NA CALHA (CHUTE WELDMENT0 #06
10 1 M75280CA-12 UHMW ASSEMBLY
11 1 M75280CA-PL05 Placa (PLATE)
13 1 M75280CA-PL19 Placa (PLATE)
15 1 M75280CA-C CORREIAS (BELTING)
19 1 M75280CA-13 CHUTE WELDMENT #13

Peças 147
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS

Peças 148
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS

ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO


1 6 H00001 PARAFUSO (BOLT)
2 6 H00048 ARRUELA LISA
3 6 H00060 ARRUELA DE TRAVA
4 6 H00066 PORCA
5 1 M75280CA-08 SOLDA NO CONJUNTO DA CALHA #08
6 1 M75280CA-09 SOLDA NO CONJUNTO DA CALHA #09
7 1 M75280CA-10 SOLDA NO CONJUNTO DA CALHA #10
8 1 M75280CA-PL27 PLACA (PLATE)

M75280CA-03

Peças 149
CHUTE ASSEMBLY PEÇAS

Peças 150
HYDRAULIC TANK ASSEMBLY PEÇAS
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 C00033 FILTER/BREATHER-RESERVOIR
2 1 C04495 GAUGE, SIGHT/TEMP
3 1 C04761 FLANGE, METAL BREATHER
4 1 C04762 STRAINER, FILLER BREATHER
5 2 C05626 FILTER
6 1 F00116 BP BUSHING
7 1 F00155 BP NIPPLE
8 3 F00163 BP NIPPLE
9 4 F00314 SUCTION STRAINER
10 1 F00444 BP BUSHING
11 1 F00650 PLUG
12 1 F00798 BP PLUG
13 20 H00002 PARAFUSO (BOLT)
14 20 H00060 ARRUELA DE TRAVA
15 1 H00476 SCREW KIT, FILLER BREATHER FLANGE
16 1 M51080HT-A BORRACHA, JUNTA (RUBBER, GASKET)
17 1 M75280HT-01 SOLDA, TANQUE HIDRÁULICO
18 1 M75280HT-02 SOLDA NA TAMPA (LID WELDMENT)

M75280HT

Peças 151
FUEL TANK ASSEMBLY

Peças 152
FUEL TANK ASSEMBLY
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 C05650 TAMPA DO COMBUSTÍVEL
2 1 C05651 FUEL NECK FOR LOCKING CAP
3 1 C05652 FUEL GUAGE, END MOUNT
4 1 F00007 BP, COUPLER
5 1 F00129 B P,CO U P LER
6 2 F00138 BP, COUPLER
7 1 F00883 WELD COUPLING #4 SAE HALF
8 1 H00641 HINGE, BLANK SURFACE MOUNT
9 1 M75281FT-02 FUEL TANK WELDMENT #02
10 1 M75281FT-PL01 PLACA (PLATE)
11 1 M75281FT-PL02 PLATE
12 1 M75281FT-PL03 PLATE
13 1 M75281FT-PL04 PLATE
14 1 M75281FT-PL05 PLATE
15 1 M75281FT-PL06 PLATE

M75281FT

Peças 153
BOLT-ON ASSEMBLY

Peças 154
FUEL TANK ASSEMBLY
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
1 1 703594-2 ANEL, CORREIA LATERAL
2 1 703594-3 ARRUELA DE TRAVA
3 1 703594-8 ANEL, CORREIA LATERAL
4 1 C03735 CILINDRO (CYLINDER)
5 2 C04614 CYLINDER
6 2 C04645 CYLINDER
7 2 C07954 CYLINDER
8 1 C08316 CYLINDER
9 12 H00001 PARAFUSO (BOLT)
10 16 H00041 PARAFUSO (BOLT)
11 4 H00048 ARRUELA LISA
12 12 H00060 ARRUELA DE TRAVA
13 16 H00064 ARRUELA DE TRAVA
14 16 H00070 PORCA
15 8 H00078 NYLOCK
16 4 H00098 HITCH PIN
17 1 H00150 GREASE, ZERKS
18 2 H00198 PARAFUSO (BOLT)
19 2 H00544 PARAFUSO (BOLT)
20 2 H00567 PARAFUSO (BOLT)
21 2 H00606 PARAFUSO (BOLT)
22 2 M10200PN-13 ROUND
23 1 M10200PN-48 ROUND
24 1 M10200PN-49 ROUND
25 2 M10200PN-50 ROUND
26 2 M10200PN-53 ROUND
27 6 M47700PN-03 ROUND
28 2 M47700PN-05 ROUND
29 2 M75050LN-SQ05 TUBE
30 1 M75200BC-01L FEED BIN BRACE WELDMENT LH
31 1 M75200BC-01R FEED BIN BRACE WELDMENT RH
32 1 M75200CF-15 CYLINDER LINKAGE ARM WELDMENT #01
33 1 M75200CF-PL85 PLACA ( PLATE)
34 1 M75200GR-01 FRONT FRAME GUARD WELD. #01
35 1 M75200GR-A CORREIAS (BELTING)
36 1 M75200GR-SH03 CHAPA (SHEET)
37 1 M75208-06 TOP OVERS WELDMENT #06

MFC3620F-006

Peças 155
Peças

Peças 156
Peças
ITEM QTD NR DA PEÇA DESCRIÇÃO
38 1 M75208LK-02 LINKAGE WELDMENT #01
39 1 M75208LK-03 LINKAGE WELDMENT #03
40 1 M75208LK-04 LINKAGE WELDMENT #04
41 1 M75250GR-01 GUARD ASM-CHASSIS FRAME
42 1 M75250GR-02 GUARD ASM.-CHASSIS FRAME
43 1 M75250GR-03 GUARD ASM.-CHASSIS FRAME
44 2 M75250LN-01 LINKAGE WELDMENT #01
45 2 M75250LN-02 LINKAGE WELDMENT #02
46 2 M75250LN-03 LINKAGE WELDMENT #03
47 2 M75250LN-04 LINKAGE WELDMENT #04
48 2 M75250LN-05 LINKAGE WELDMENT #05
49 2 M75250LN-06 LINKAGE WELD. #06
50 1 M75280CA COMPLETE CHUTE ASSEMBLY
51 1 M77000VM-02 VALVE MOUNT WELDMENT #02
52 2 M77007BD-04 SIDE CONVEYOR WELDMENT #04
53 1 M77008LK-02 LINKAGE WELDMENT #02
54 1 M77008LK-07 LINKAGE WELDMENT #07
55 2 M77008RW-01 REWORK #H00098 PIN
69 1 M75200VM-02 VALVE MOUNT WELDMENT #03

Peças 157
Peças

Peças 158
Peças

Peças 159
Peças

Peças 160
Peças

Peças 161
Peças

Peças 162
Peças

Peças 163
Garantia
Garantia Padrão

Astec Mobile Screens, Inc. (doravante denominada neste documento como “AMS”) oferece garantia
dos seus produtos para o seu Distribuidor autorizado, conforme aqui especificado, e o Distribuidor con-
corda em estender esta mesma garantia (e nenhuma outra) a cada comprador dos produtos da AMS
por ocasião da venda, e em notificar cada comprador sobre os termos e condições desta Garantia. O
Distribuidor não está autorizado pela AMS a conceder qualquer outra garantia diferente ou adicional
em nome da AMS, e qualquer outra garantia porventura oferecida pelo Distribuidor não terá ligação
com a AMS. O Distribuidor preservará a AMS incólume de quaisquer perdas e/ou custos (incluindo
honorários de advogados) decorrentes de falha em observar estas condições. A AMS estende esta
mesma Garantia a aqueles, além dos seus distribuidores autorizados, que comprarem os PRODUTOS
diretamente da AMS, em vez de comprarem de um Distribuidor autorizado.

AMS garante, a partir da data de recebimento das mercadorias pelo primeiro consumidor final e por
um período de um (1) ano ou duas mil (2000) horas, prevalecendo o que ocorrer primeiro, que todo
o maquinário e peças fabricadas pela AMS não apresentam defeitos de mão-de-obra e material. Se,
dentro do período de tal garantia, for provado que quaisquer maquinários ou peças, conforme satis-
fação da AMS, estiverem defeituosas, ela deverá ser substituída ou, segundo opção da AMS, repar-
ada em sua fábrica, F.O.B. na unidade de fabricação AMS em Sterling, IL, sem custos (desde que o
maquinário ou peças defeituosos sejam retornados para as instalações de fabricação da AMS, com
frete pré-pago). À própria opção, a AMS poderá reparar ou providenciar para que sejam reparados
quaisquer maquinários ou peças, nas instalações do Distribuidor, no pátio de serviço ou local de op-
eração do primeiro consumidor final, ou em qualquer outro local apropriado sem qualquer custo para o
Distribuidor além daqueles especificados em seu Acordo de Distribuidor. O direito de ter o maquinário
ou peças reparados ou substituídos deverá constituir a única e exclusiva remediação do Distribuidor
e primeiro consumidor final.

A AMS poderá, a seu exclusivo critério, reembolsar o preço da compra do maquinário ou peças de-
feituosos em lugar de reparar ou substituí-los, desde que o maquinário ou peças defeituosos sejam
retornados para a unidade de fabricação da AMS, com frete pré-pago, e desde que tal devolução seja
autorizada pela AMS. A AMS pode, a seu exclusivo critério, renunciar a exigência de que o maquinário
ou peças defeituosos sejam devolvidos para sua fábrica segundo uma requisição de garantia.
A obrigação da AMS sob os termos desta Garantia limita-se ao reparo ou substituição do maquinário
ou peças descritos. A mão-de-obra do reparo previsto na garantia será pago segundo uma fórmula de-
terminada pela AMS. Quanto a maquinário, peças ou acessórios que sejam fornecidos pela AMS, mas
não fabricados por ela, a obrigação da garantia da AMS limitar-se-á e será a mesma do seu fornece-
dor. Nenhuma garantia será aplicada a quaisquer maquinários ou peças usados. Nenhuma garantia
será aplicada a produtos da AMS que, na opinião da AMS, tenham sido de alguma forma afetados pelo
uso, em ou com seus produtos, relativos a peças, anexos, equipamentos ou lubrificantes não fabrica-
dos, vendidos ou autorizados pela AMS.

Nenhuma garantia será aplicada a maquinário, peças ou acessórios que tenham sido fornecidos,
reparados ou alterados por outros de maneira que (na opinião da AMS) tenham afetado os mesmos.
Nenhuma garantia será aplicada a maquinário, peças ou acessórios que tenham sido sujeitos a aci-
dentes, negligência, estocagem, cuidados ou uso além do normal durante e após o embarque.
AMS garante que os serviços de campo por ela conduzidos no tocante a instalação ou reparo de
maquinário ou peças terá sido realizado usando uma boa prática de mão-de-obra. A obrigação e re-
sponsabilidade da AMS com respeito a serviços de campo limitar-se-ão ao reembolso da quantia gasta
para tais serviços, se houver.
Na medida em que o trabalho com o maquinário ou peças fornecidos pela AMS, a ser realizado pelo
comprador ou usuário final, variar em decorrência dos materiais usados, condições do local, e os
resultados exigidos e que tal variação continuar ao longo do uso desse maquinário ou peças, não
será possível (e a AMS não o faz) garantir ou delegar garantias de que aquele maquinário e peças
fornecidos por ela irá mover materiais específicos ou produzirá resultados específicos a partir de tais
materiais. Qualquer análise de aplicação e expectativas de desempenho de equipamentos resultantes
são geradas apenas como estimativas e não devem ser entendidas de maneira alguma como garantia
de produção.

AMS se exime completamente de toda responsabilidade decorrente das garantias citadas no caso do
comprador do maquinário ou peças deixar de pagar pelas mercadorias prontamente e em conformi-
dade com os termos do contrato de compra.

A responsabilidade da AMS neste documento é condicionada ao Distribuidor (ou no caso de uma


venda direta para um primeiro consumidor final, ao primeiro consumidor final), notificando por escrito
para AMS sobre qualquer defeito alegado, e essa notificação deverá ser dada imediatamente após a
descoberta do alegado defeito, tal notificação terá que ser recebida pela AMS no mais tardar 30 dias
após a expiração do período de garantia.

AMS não garante ou delega garantia de que qualquer maquinário, peças ou acessórios fornecidos por
ela esteja vinculado a quaisquer códigos, portarias, legislações, normas, ou outras regulamentações
que abranjam segurança, poluição, ruído, fiação elétrica, etc.

AS GARANTIAS SUPRACITADAS SE SOBREPÕEM A TODAS E QUAISQUER OUTRAS GARAN-


TIAS EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS (EXCETO A GARANTIA DE DIREITO), INCLUINDO MAS NÃO SE
LIMITANDO A QUALQUER GARANTIA OU COMERCIABILIDADE, E A AMS NÃO ESTARÁ SUJEITA A
QUAISQUER OUTRAS OBRIGAÇÕES OU RESPONSABILIDADES DE QUALQUER ESPÉCIE COM
RESPEITO AO MAQUINÁRIO, PEÇAS, ACESSÓRIOS OU SERVIÇOS FABRICADOS OU FORNECI-
DOS POR ELA OU QUAISQUER EMPREENDIMENTOS, ATOS OU OMISSÕES RELATIVOS, SOB
NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA A AMS SERÁ RESPONSABILIZADA POR QUAISQUER DANOS CON-
SEQUENCIAIS OU OUTROS, DESPESAS, PERDAS OU ATRASOS DE ALGUMA FORMA CAUSA-
DOS. NÃO HÁ GARANTIAS QUE SE ESTENDAM ALÉM DAS ACIMA DESCRITAS..

Você também pode gostar