Você está na página 1de 48

www.magistraturaestadualemfoco.

com

SIMULADO PARA O TJRS – FAURGS

Março de 2020
www.magistraturaestadualemfoco.com

BLOCO I

PORTUGUÊS

Leia a tira para responder às questões de números 01 e 02.

https://tirasarmandinho.tumblr.com/post/127819241794/hoje-nos-encontramos-em-
caxias-do-sul

01. No plano da linguagem verbal, o efeito de humor da charge decorre

(A) do fato de uma criança ser a responsável por uma ligação séria a um setor
administrativo.
(B) da utilização do verbo “perder”, no último quadrinho, em sua forma abstrata, ou
conotativa.
(C) do nível de linguagem inadequado utilizado pelo personagem para lidar com a
situação.
(D) da polissemia da palavra “estribeiras”, que apresenta uma ambiguidade neste texto.
(E) da ironia do autor da tirinha ao criticar os “achados e perdidos” que não cumprem sua
função social.

02. Considere as frases do segundo e terceiro quadrinhos:

 Precisamos da ajuda de vocês!/Minha mãe perdeu as estribeiras!


Assinale a alternativa em que o acréscimo da conjunção, destacada na segunda frase,
expressa sentido compatível com o contexto do trecho.

(A) Porém minha mãe perdeu as estribeiras!


(B) Conquanto minha mãe tenha perdido as estribeiras!
(C) Contanto que minha mãe tenha perdido as estribeiras!
(D) Porquanto minha mãe perdeu as estribeiras!
(E) À medida que mãe perdeu as estribeiras!

Leia o texto para responder às questões de números 03 a 07.

Os estudantes e as armas

Protestos por mais controle sobre o porte de armas, na sequência de um


massacre a tiros, tornaram-se comuns nos Estados Unidos — sua frequência revela
www.magistraturaestadualemfoco.com

a sinistra regularidade desse tipo de crime e o reduzido efeito da indignação


posterior. A mobilização do sábado [24/03/2018], porém, trouxe elementos que
podem mudar tal rotina.
Sobressai, decerto, a magnitude dos atos, considerados sem precedentes no
país em relação a esse tema. Segundo os organizadores, foram marcadas passeatas
em todos os estados americanos.
Em Washington, estimou-se em até 800 mil a multidão nas ruas. Houve
eventos solidários em várias capitais pelo mundo.
Como em outras vezes, o estopim foi um ataque provocado por um atirador
— em fevereiro, um ex-aluno abriu fogo numa escola da Flórida, com um fuzil
adquirido legalmente, e deixou 17 mortos.
Desta vez, a diferença reside no fato de que os próprios estudantes tomaram
as rédeas do movimento, sem distingui-lo entre brancos, negros ou hispânicos.
Os discursos durante o expressivo ato na capital americana mostraram que
há alguns líderes — caso de Emma Gonzalez, 18, sobrevivente da matança no mês
passado —, mas não se viu apropriação política dessa agenda.
A espontaneidade popular sinaliza que o debate não se restringe mais a uma
disputa entre democratas e republicanos. Estes, em geral, são mais resistentes a
alterações na lei por receberem mais doações de campanha do poderoso lobby
representado pela NRA (Associação Nacional do Rifle).
É prematuro especular, entretanto, sobre a chance de sucesso das
reivindicações estudantis, como o fim da venda de fuzis automáticos e a checagem
de antecedentes para todas as compras de armamento nos EUA.
Afinal, trata-se de um país em que o direito de possuir e portar uma arma de
fogo como defesa pessoal está inscrito na Constituição desde o fim do século 18.
Para superar a batalha legislativa, manifestantes têm exortado os jovens
eleitores a votar em candidatos sem ligação com a NRA nas próximas eleições para
a Câmara e o Senado, em novembro.
Estudos já apontaram correlação entre o número de tiroteios e a facilidade
para a obtenção de armas pelos americanos.
A questão será sempre polêmica: mesmo no Brasil, de tradição bem diversa,
há forte lobby para desfigurar o Estatuto do Desarmamento, de 2003 — com a
falácia populista de que assim a população se defenderá da violência crescente.

(Editorial. Folha de São Paulo, 27/03/2018. Adaptado.)

03. Conforme o autor do texto, as manifestações americanas

(A) deverão obter resultados satisfatórios, já que há uma mobilização popular muito forte
em todos os estados do país.
(B) influenciaram o povo brasileiro, que defende a desfiguração do Estatuto do
Desarmamento com o objetivo de diminuir a violência urbana.
(C) ainda apresentam segregação étnica, entre brancos, negros e hispânicos, fato que
limita a força política dos movimentos.
(D) põem fim à dicotomia política americana entre Republicanos e Democratas, ato cujos
efeitos serão sentidos já nas eleições de novembro de 2018.
(E) são movimentos de caráter estudantil que buscam mudança nas leis americanas que
regem compra e venda de armas de fogo.
www.magistraturaestadualemfoco.com

04. Assinale a alternativa que apresenta a correta sequência dos complementos


abaixo:

 O povo brasileiro visa ______ uma mudança no Estatuto do Desarmamento de


2003.
 Jovens americanos afirmam que não se deve votar em políticos ligados _______
associações que defendem o fácil armamento.
 A população americana se mostra apta _______ fazer manifestações.
 As manifestações recentes nos Estados Unidos não possuem precedentes em
relação _______ essa temática.

(A) à ... à ... à ... a


(B) a ... às ... a ... a
(C) a ... à ... à ... à
(D) à ... às ... a ... a
(E) a ... às ... à ... a

05. A alternativa correta quanto à concordância verbal encontra-se em:

(A) Além dos Estados Unidos, devem haver outros países no mundo nos quais surgirão
manifestações com o mesmo viés.
(B) Ainda não se sabe as consequências que trarão os recentes movimentos populares
ocorridos nos Estados Unidos.
(C) Após as manifestações, veem-se os jovens de outra forma: como vozes que devem
ser ouvidas.
(D) Existe, mesmo contra a vontade de muitos políticos, desejos populares que ganham
contornos mundiais.
(E) Na luta por direitos sociais, haverão outras manifestações que busca melhorias sociais.

06. Assinale a alternativa em que a reescrita da frase “Em Washington, estimou-se


em até 800 mil a multidão nas ruas.” permanece coerente com as ideias do texto e
correta quanto à pontuação, de acordo com a norma-padrão da língua.

(A) Estimou-se em Washington, em até 800 mil a multidão nas ruas.


(B) A multidão em Washington, foi estimada em 800 mil nas ruas.
(C) Nas ruas, estimou-se em Washington, em 800 mil a multidão.
(D) A multidão, em Washington, foi estimada em 800 mil nas ruas.
(E) Nas ruas foi estimada em 800 mil, a multidão em Washington.

07. Assinale a alternativa que traz a afirmação correta a respeito dos trechos do
texto.

(A) Em – trouxe elementos que podem mudar (1º parágrafo) –, o termo que classifica-se
como conjunção integrante.
(B) Em – estimou-se em até 800 mil (3º parágrafo) – a partícula se exerce função
reflexiva.
(C) Em – tomaram as rédeas do movimento (5º parágrafo) – a expressão tomar as rédeas
denota uma linguagem denotativa.
www.magistraturaestadualemfoco.com

(D) Em – Estes, em geral, são mais resistentes (7º parágrafo) – o pronome Estes retoma
“democratas e republicanos”.
(E) Em – Para superar (10ª parágrafo) – a conjunção para apresenta uma ideia de
finalidade.

Leia um trecho da entrevista com o climatologista Carlos Nobre, para responder às


questões de números 08 a 10.

Em um editorial publicadona revista científica “Science Advances”, o


climatologista Carlos Nobre, membro da Academia Brasileira de Ciências, fez um
alerta sobre o futuro da Amazônia caso o desmatamento prossiga no ritmo atual.
ISTOÉ: A Amazônia está perto de atingir um limite de mudanças
irreversíveis?
Carlos Nobre: Se considerarmos o impacto somado do desmatamento, do
aquecimento global e do aumento dos incêndios da floresta, o sistema Amazônico
floresta-clima pode não estar muito distante de atingir um ponto sem volta de
inflexão ou ruptura de perda de estabilidade e caminhar para um novo estado de
equilíbrio.
ISTOÉ: Qual seria?
Carlos Nobre: Ele significaria uma perda de área de floresta talvez superior
a 50%, substituída por um tipo de savana empobrecida. É a vegetação do cerrado,
mas teria muito menos diversidade biológica de espécies e menor quantidade de
carbono estocada na vegetação.
ISTOÉ: Como foi possível chegar a essa previsão?
Carlos Nobre: Usamos modelos que simulam o complexo funcionamento
interativo biosfera-atmofera-oceanos. Eles são usados para testar o impacto futuro
de desmatamento, aquecimento global ou aumento de incêndios florestais e da
concentração atmosférica de gás carbônico, algo que pode ser benéfico para as
florestas. Quando cada efeito é estudado isoladamente, estabelecemos limites que
não deveriam ser ultrapassados para mantermos a estabilidade da floresta.
ISTOÉ: Há sinais de que as mudanças já acontecem?
Carlos Nobre: Há algo que intriga a comunidade científica por mais de uma
década. A frequência de extremos climáticos na Amazônia aumentou incrivelmente
desde 2005 tanto no lado de secas quanto no de inundações: tivemos secas de grande
intensidade em 2005, 2010 e 2015-16 e inundações históricas em 2009, 2012 e 2014.
Esse tipo de oscilação acontecia uma vez a cada 20 a 30 anos. Nos últimos 13 anos,
aconteceu seis.

Adaptado. https://istoe.com.br/amazonia-nao-esta-longe-de-virar-savana/

08. Considere a seguinte passagem do texto:

 Usamos modelos que simulam o complexo funcionamento interativo biosfera-


atmofera-oceanos.

Substituindo-se a expressão em destaque por um pronome, a redação estará correta


quanto ao pronome e sua colocação, de acordo com a norma-padrão da língua, em:

(A) Usamos modelos que o simulam.


(B) Usamos modelos que simulam-no.
www.magistraturaestadualemfoco.com

(C) Usamos modelos que os simulam.


(D) Usamos modelos que lhe simula.
(E) Usamos modelos que simulam-lhes.

09. De acordo com o entrevistado,

(A) Sem nenhuma ressalva, a Amazônia já caminha para se transformar em uma espécie
de savana empobrecida, devido à sua não preservação.
(B) É necessário o estabelecimento de um novo estado de equilíbrio da floresta para que,
enfim, possa haver uma preservação monitorada da Amazônia.
(C) Uma análise histórica em dados pode indicar possíveis consequências negativas para
a preservação da Floresta Amazônica.
(D) Um estudo sistemático é imprescindível e suficiente para a manutenção do equilíbrio
ambiental da floresta Amazônica.
(E) Embora a floresta Amazônica apresente na atualidade uma instabilidade ambiental,
medidas científicas estão sendo tomadas para assegurar a sua segurança.

10. Assinale a alternativa redigida de acordo com a norma-padrão da língua


portuguesa.

(A) A vida a que todos almejam é aquela em que há o respeito por fauna e flora.
(B) A floresta Amazônica, que se referiu Carlos Nobre, é um bem de todos os cidadãos
do mundo.
(C) O povo brasileiro, cujo em seu patrimônio há a floresta Amazônica, não preserva bem
suas riquezas naturais.
(D) Cientistas proferem previsões, onde os dados informados preocupam a sociedade.
(E) Um mundo escasso de riquezas naturais é o estado para o qual vamos chegar.

DIREITO CIVIL
11 – As fundações constituem acervo de bens, que recebem personalidade jurídica
para a realização de fins determinados. Dentre os fins expressamente previstos pelo
Código Civil, NÃO se encontra:
a) Educação;
b) Esporte;
c) Segurança Nutricional;
d) Modernização de Sistemas de Gestão;
e) Atividades religiosas.

12 – João contrata o empreiteiro Márcio para a construção de um muro e sua


residência. Márcio solicita o valor de R$2.000,00 (dois mil reais) para a construção
do muro, ficando o fornecimento do material sob a responsabilidade de João.
Quase ao fim da obra, o muro que estava sendo construído acaba caindo. João então
cobra que Márcio reconstrua o muro, sendo que o empreiteiro se nega a construir
www.magistraturaestadualemfoco.com

novamente o muro, alegando que os tijolos fornecidos por João estavam


notoriamente podres, sendo essa a motivação do caimento. João então requer a
devolução do valor pago, sendo que Márcio também refusa tal devolução, alegando
que o serviço foi prestado, não tendo qualquer culpa pelo evento danoso.
Em perícia realizada no muro, detectou-se que a queda se deu exclusivamente em
razão dos tijolos fornecidos por João, pois estavam podres.
No caso em destaque:
a) Márcio tem razão, pois tratando-se de empreitada unicamente de lavor todos os riscos
em que não tiver culpa correrão por conta do dono. O muro não deve ser reconstruído e
nem devolvido o valor.
b) Márcio tem parcialmente razão, pois o caso retrata uma empreitada mista, sendo que o
risco da construção na hipótese é de João. O muro não deve ser reconstruído, mas os
valores devem ser devolvidos.
c) Márcio tem razão, pois trata-se de uma empreitada de lavor e ficou comprovado que a
queda se deu em razão dos materiais fornecidos por João para a construção do muro. O
muro não deve ser reconstruído e nem devolvido o valor.
d) João tem razão, pois não houve mora de sua parte e Márcio não reclamou dos tijolos
fornecidos, que estavam notoriamente podres. Márcio deve devolver o valor pago pelos
seus serviços.
e) João tem razão, pois tratando de empreitada de lavor, o empreiteiro tem a obrigação de
entregar o avençado, independentemente da qualidade dos materiais fornecidos. Márcio
deve devolver o valor recebido.

13 – Sobre a posse, é correto afirmar que:


a) O possuidor de má-fé responde por todos os frutos colhidos e percebidos, bem como
pelos que, por culpa sua, deixou de perceber, desde o momento em que se constituiu de
má-fé; não tendo direito às despesas da produção e custeio.
b) Quando mais de uma pessoa se disser possuidora, manter-se-á provisoriamente todas
elas, se não estiver manifesto que obteve a posse de alguma das outras por modo vicioso.
c) O possuidor de má-fé responde pela perda, ou deterioração da coisa, ainda que
acidentais, salvo se provar que de igual modo se teriam dado, estando ela na posse do
reivindicante.
d) Entende-se manter a posse o mesmo caráter com que foi adquirida, tratando-se de um
caso de presunção absoluta.
e) Se duas ou mais pessoas possuírem coisa indivisa, poderá cada uma exercer sobre ela
atos possessórios, mesmo que excluam os dos outros compossuidores.
www.magistraturaestadualemfoco.com

14 – Na responsabilidade civil contratual:


a) Se a dívida é liquida e com vencimento certo, os juros moratórios devem correr da
citação e a correção monetária deve incidir desde o vencimento da obrigação.
b) A correção monetária do valor da indenização do dano moral incide desde a data do
evento danoso.
c) A correção monetária do valor da indenização por danos materiais incide desde a data
da citação.
d) Nas obrigações ilíquidas os juros moratórios correm desde a data do vencimento.
e) Se a dívida é liquida e com vencimento certo, os juros moratórios e a correção
monetária devem incidir desde o vencimento da obrigação.

15 - Felipe pagou para Flávio R$3.500,00 por um vinho Chileno de uma safra de
1960 para presentear sua esposa, tratando-se da última garrafa disponível no
mercado. Antes da tradição, acontece um apagão na cidade de Flávio durante um
dia inteiro, o que acaba por estragar algum de seus vinhos, incluindo aquele qual
Felipe havia comprado.
No caso em análise:
a) Flávio deve devolver o valor recebido e pagar por eventuais perdas e danos sofridos
por Felipe, inclusive danos morais.
b) Flávio não deve devolver o valor recebido, pois o vinho pereceu sem que houvesse
culpa de sua parte. Também não são devidos perdas e danos.
c) Flávio não deve devolver o valor recebido, pois o vinho pereceu sem que houvesse
culpa de sua parte. Porém, é possível a condenação em perdas e danos, inclusive danos
morais.
d) Flávio deve devolver o valor recebido e pagar por eventuais perdas e danos sofridos
por Felipe, exceto danos morais.
e) Flávio deve apenas devolver o valor recebido, não sendo devidos eventuais perdas e
danos.

16 - Márcio falece e deixa sua esposa, Patrícia, e seus filhos Júlio e Rodrigo. Márcio
e Patrícia eram casados no regime de comunhão parcial de bens.
Márcio e Patrícia possuíam 04 apartamentos de igual valor em seus nomes,
adquiridos na constância da sociedade conjugal, sendo que o de cujus ainda deixou
03 apartamentos particulares de igual valor, adquiridos antes de casar com Patrícia.
No caso em destaque:
a) Patrícia tem direito a 02 apartamentos inteiros dos imóveis comuns, por ser meeira, e
ainda a herdar um dos apartamentos particulares deixados por João. Júlio e Rodrigo
www.magistraturaestadualemfoco.com

ficarão com dois apartamentos cada, sendo um advindo dos imóveis comuns e outro dos
apartamentos particulares.
b) Patrícia tem direito a 02 apartamentos inteiros dos imóveis comuns, por ser meeira,
mas não herdará os apartamentos particulares deixados por João. Júlio e Rodrigo herdarão
em partes iguais 02 apartamentos comuns e 03 apartamentos particulares.
c) Patrícia tem direito a ficar com todos os apartamentos comuns, por ser proprietária. Os
apartamentos particulares devem ser divididos apenas entre os filhos Júlio e Rodrigo.
d) Patrícia tem direito a ficar com todos os apartamentos comuns, por ser proprietária. Os
apartamentos particulares devem ser divididos entre Patrícia, Júlio e Rodrigo (um
apartamento para cada um).
e) Patrícia tem direito a 02 apartamentos inteiros dos imóveis comuns, por ser meeira, e
ainda a herdar 1/4 (um quarto) dos apartamentos particulares deixados por João. Júlio e
Rodrigo herdarão, em partes iguais, 02 apartamentos comuns e 3/4 apartamentos
particulares.
17 - Violado o direito, nasce para o titular a pretensão, a qual se extingue, pela
prescrição, nos prazos legais. Não corre a prescrição:

a) Contra os que se acharem servindo nas Forças Armadas, em tempo de paz.

b) Pendendo condição resolutiva.

c) Contra os ébrios habituais e os viciados em tóxicos.

d) Contra os ausentes do país em serviço público de sociedade de economia mista.

e) Antes da sentença definitiva, quando a ação se originar de fato que deva ser apurado
no juízo criminal.

18 - Quanto ao regime da condição, do termo e do encargo, aplicam-se as seguintes


regras:

I. Invalidam os negócios jurídicos que lhes são subordinados as condições física


ou juridicamente impossíveis, quando suspensivas.
II. O termo inicial suspende o exercício e a aquisição do direito.
III.O encargo não suspende a aquisição nem o exercício do direito, ainda quando
expressamente imposto no negócio jurídico, pelo disponente, como condição
suspensiva.
IV. Têm-se por inexistentes as condições impossíveis, quando resolutivas, e as de
não fazer coisa impossível.

Está correto o que se afirma APENAS em:

a) I e II.
b) II, III e IV.
c) I e IV.
d) III e IV.
www.magistraturaestadualemfoco.com

e) I, II e III.

19 - Cláudio celebrou contrato com Júlio por meio do qual este se obrigou a esculpir
uma estátua. Com a conclusão da obra, ajustaram as partes a transferência de R$
200.000,00 (duzentos mil reais). O prazo contratualmente previsto foi de 6 (seis)
meses, sob pena de multa correspondente a 30% (trinta por cento) sobre o valor do
ajuste. Júlio, contudo, sob a alegação de excesso de encomendas, não entregou a
estátua no prazo estipulado na avença, razão pela qual Cláudio ajuizou demanda
pleiteando a satisfação do contrato. Nesse caso:

a) Júlio incorrerá na cláusula penal apenas se houver interpelação judicial ou extrajudicial,


desde que, culposamente, tenha deixado de cumprir a obrigação ou tenha se constituído
em mora.

b) Estipulada a cláusula penal para o caso de total inadimplemento da obrigação, como


no caso, esta converter-se-á em alternativa a benefício de Júlio.

c) A penalidade deve ser reduzida equitativamente pelo juiz se a obrigação principal tiver
sido cumprida em parte, ou se o montante da penalidade for manifestamente excessivo,
tendo-se em vista a natureza e a finalidade do negócio.

d) O valor da cominação imposta na cláusula penal poderia exceder o da obrigação


principal.

e) Para exigir a pena convencional, é necessário que Cláudio alegue e prove o prejuízo.

20 - Carlos é proprietário de grande empresa do ramo de veículos automotores.


Certo dia, após intensa discussão com sua esposa Bianca, interessou-se cegamente
pelos gracejos e irresistíveis investidas de Joana, melhor vendedora de sua loja.
Após meses de relacionamento extraconjugal com Joana, no dia do aniversário desta
última, Carlos decide impressioná-la como nunca antes fizera. Para tanto, deu de
presente de aniversário à Joana o veículo mais caro de seu estabelecimento, qual
seja, uma TOYOTA HILUX SW4, zero quilômetro, avaliada em R$ 270.000,00
(duzentos e setenta mil reais).
Para a consecução de sua investida amorosa, celebrou contrato de compra e venda
do referido veículo em nome do gerente da empresa, Mário, sem que este, contudo,
efetuasse o pagamento de qualquer valor, sendo que Mário apenas e tão somente foi
responsável por celebrar o contrato e conduzir o veículo até o Motel onde Carlos e
Joana comemoravam o aniversário desta última.
A partir do caso hipotético narrado, assinale a alternativa CORRETA:
a) no caso narrado, tem-se presente o vício do negócio jurídico denominado ERRO,
inquinando-o de nulidade absoluta, haja vista que Mário teve sua expectativa de ganhar
o veículo frustrada.
www.magistraturaestadualemfoco.com

b) no caso narrado, tem-se presente o vício do negócio jurídico denominado COAÇÃO,


pois, a declaração da vontade do gerente Mário foi viciada pelo fundado temor de dano
iminente e considerável.
c) no caso narrado, tem-se presente o vício do negócio jurídico denominado DOLO, pois,
Carlos foi silente a respeito da entrega do veículo à Joana pelo gerente Mário.
d) no caso narrado, tem-se presente o vício do negócio jurídico denominado
SIMULAÇÃO, pois, a compra e venda do veículo ao gerente Mário serviu para mascarar
a doação realizada por Carlos em favor de Joana, tornando o negócio jurídico anulável.
e) no caso narrado, a compra e venda do veículo dissimulou a doação em favor de Joana,
fazendo com que o negócio jurídico seja nulo de pleno direito.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL


21 – Sobre o tema competência, assinale a alternativa correta de acordo com o
disposto no Código de Processo Civil vigente.
a) Determina-se a competência no momento do registro ou da distribuição da petição
inicial, sendo irrelevantes as modificações do estado de fato ou de direito ocorridas
posteriormente, salvo quando suprimirem órgão judiciário ou alterarem a competência
relativa.
b) A execução fiscal será proposta no foro do ente federado exequente, exceto no caso de
executados idosos ou deficientes.
c) Na ação de alimentos, é competente o foro de domicílio ou residência do alimentante.
d) O foro de domicílio do autor da herança, no Brasil, é o competente para o inventário,
a partilha, a arrecadação, o cumprimento de disposições de última vontade, a impugnação
ou anulação de partilha extrajudicial e para todas as ações em que o espólio for réu,
mesmo que o óbito tenha ocorrido no estrangeiro.
e) A ação possessória imobiliária será proposta no foro de situação da coisa, cujo juízo
tem competência relativa.

22 - Em conformidade com a doutrina majoritária sobre os temas processuais abaixo


destacados, é correto afirmar que:
a) – A verificação da violação à boa-fé objetiva deve ser comprovada com a demonstração
do animus do sujeito processual.
b) É cabível a intervenção de amicus curiae no procedimento do Mandado de Injunção
(Lei n. 13.300/2016).
c) A Fazenda Pública não pode celebrar convenção processual, nos termos do art. 190 do
CPC, em razão da indisponibilidade dos seus direitos.
d) – A eficácia da produção antecipada de provas está condicionada ao prazo para a
propositura de outra ação.
www.magistraturaestadualemfoco.com

e) Da decisão que julga a impugnação ao cumprimento de sentença cabe apelação,


extinguindo ou não o processo.

23 - Nas causas que dispensam a fase instrutória, o juiz poderá, independentemente


da citação do réu, julgar liminarmente improcedente o pedido em determinadas
hipóteses. Sobre o julgamento de improcedência liminar, é correto afirmar que:
a) Será possível a improcedência liminar quando o pedido contrariar enunciado de súmula
do Tribunal de Justiça, independentemente do conteúdo do entendimento sumulado.
b) Interposta a apelação pelo autor, o juiz poderá se retratar no prazo de 15 (quinze) dias.
c) Interposta a apelação, se não houver retratação, o juiz determinará o prosseguimento
do processo, com a citação do réu, e, se houver retratação, determinará a citação do réu
para apresentar contrarrazões, no prazo de 15 (quinze) dias.
d) Interposta a apelação pelo autor, o juiz poderá retratar-se em 10 (dez) dias.
e) Será possível a improcedência liminar quando o pedido contrariar entendimento
firmado em incidente de assunção de competência.

24 - Sobre a intervenção de terceiros no Código de Processo Civil vigente, é correto


afirmar que:
a) Na assistência, se qualquer parte alegar que falta ao requerente interesse jurídico para
intervir, o juiz decidirá o incidente, suspendendo o processo.
b) Se a denunciação da lide for não for promovida no momento oportuno, o direito
regressivo poderá ser exercido por ação autônoma.
c) A assistência simples obsta a que a parte principal reconheça a procedência do pedido,
desista da ação, renuncie ao direito sobre o que se funda a ação ou transija sobre direitos
controvertidos.
d) A única hipótese em que o amicus curiae poderá recorrer será na decisão que julgar o
incidente de resolução de demandas repetitivas.
e) No incidente de desconsideração da personalidade jurídica, concluída a instrução, se
necessária, o incidente será resolvido por sentença.
25 – Lucas ajuizou ação contra a empresa de Telefonia TOM S.A, alegando que a
referida empresa estava incluindo valores indevidos em sua conta e isso fez com que
ele sofresse danos materiais e morais. Após a resposta da ré e a devida instrução, o
juiz do 1º Juizado Especial Cível de Porto Alegre julgou improcedentes os pedidos
de Lucas. Lucas então interpôs recurso inominado, sendo que a Turma Recursal
responsável pelo julgamento do recurso lhe negou provimento. Nesse caso:
a) Lucas poderá interpor embargos de declaração, recurso especial ou recurso
extraordinário, a depender do conteúdo da decisão prolatada pela Turma Recursal.
www.magistraturaestadualemfoco.com

b) Lucas poderá interpor embargos de declaração ou recurso extraordinário, não sendo


possível a interposição de recurso especial na hipótese.
c) Lucas não poderá ser condenado ao pagamento das custas e honorários advocatícios na
fase recursal, conforme a previsão expressa contida na lei 9.099/95.
d) Lucas poderá interpor embargos de declaração ou recurso especial, não sendo possível
a interposição de recurso extraordinário na hipótese.
e) Lucas não poderá ser condenado ao pagamento das custas na fase recursal, porém
poderá ser condenado ao pagamento dos honorários advocatícios, conforme a previsto na
lei 9.099/95.

26 - Sobre os procedimentos especiais previstos no Código de Processo Civil pátrio,


assinale a alternativa correta.
a) Na ação de exigir contas, a decisão que julgar procedente o pedido condenará o réu a
prestar as contas no prazo de 30 (trinta) dias, sob pena de não lhe ser lícito impugnar as
que o autor apresentar.
b) Na pendência de ação possessória é vedado, tanto ao autor quanto ao réu, propor ação
de reconhecimento do domínio, mesmo no caso da pretensão ser deduzida em face de
terceira pessoa.
c) É vedado que a ação de dissolução parcial de sociedade tenha por objeto somente a
apuração de haveres.
d) Na ação de consignação em pagamento, a sentença que concluir pela insuficiência do
depósito determinará, sempre que possível, o montante devido e valerá como título
executivo, devendo o credor promover-lhe o cumprimento em autos apartados, após
liquidação, se necessária.
e) Na ação de divisão e da demarcação de terras particulares, tratando-se de imóvel
georreferenciado, com averbação no registro de imóveis, pode o juiz dispensar a
realização de prova pericial.

27 - Acerca do incidente de resolução de demandas repetitivas (IRDR), assinale a


alternativa correta.
a) A inadmissão do incidente de resolução de demandas repetitivas por ausência de
pressupostos de admissibilidade impede que, uma vez satisfeito o requisito, seja o
incidente novamente suscitado.
b) Do julgamento do mérito do incidente caberá recurso extraordinário ou especial,
conforme o caso. O recurso terá efeito suspensivo, presumindo-se a repercussão geral de
questão constitucional eventualmente discutida.
c) Caso não sejam pagas as custas processuais no IRDR, deve o relator intimar o autor do
pedido de instauração para que providencie o pagamento sob pena de extinção, tendo em
vista o princípio da cooperação processual.
www.magistraturaestadualemfoco.com

d) Determinada a suspensão das demandas que contenham matéria submetida ao


julgamento de IRDR, o pedido de tutela de urgência deverá ser dirigido ao relator
responsável pelo julgamento do incidente.
e) O pedido de instauração poderá ser feito pelo juiz, por petição.

28 - Em relação à Ação Rescisória, assinale a alternativa correta:

a) O Ministério Público, quando a decisão rescindenda é o efeito de simulação ou de


colusão das partes, a fim de fraudar a lei, tem legitimidade para propor a ação rescisória.

b) Os atos de disposição de direitos, praticados pelas partes ou por outros participantes


do processo e homologados pelo juízo, bem como os atos homologatórios praticados no
curso da execução, estão sujeitos à ação rescisória, nos termos da lei.

c) A propositura da ação rescisória impede o cumprimento da decisão rescindenda.

d) A ação rescisória não poderá ter por objeto apenas 1 (um) capítulo da decisão.

e) A decisão de mérito, transitada em julgado, pode ser rescindida quando for proferida
por juiz suspeito.

29 - Marcelo ajuizou Ação Monitória em desfavor de Renato com o objetivo de ver


satisfeito o pagamento de cheque prescrito. Renato, regularmente citado, ofereceu
Embargos resistindo à pretensão deduzida por Marcelo. Acerca dos Embargos à
Ação Monitória, assinale a assertiva correta:

a) Não se admite reconvenção.

b) Cabe apelação contra a sentença que acolhe e Agravo de Instrumento contra a sentença
que rejeita os embargos.

c) Rejeitados os embargos, constituir-se-á de pleno direito o título executivo judicial.

d) Os embargos à ação monitória dependem da prévia segurança do juízo.

e) O autor será intimado para responder aos embargos no prazo de 30 (trinta) dias.

30 - O executado, independentemente de penhora, depósito ou caução, poderá se


opor à execução por meio de embargos. Sobre o instituto referenciado, assinale a
alternativa correta:

a) Quando houver mais de um executado, o prazo para cada um deles embargar conta-se
a partir da juntada do último comprovante da citação.

b) A concessão de efeito suspensivo aos embargos oferecidos por um dos executados não
suspenderá a execução contra os que não embargaram quando o respectivo fundamento
disser respeito exclusivamente ao embargante.
www.magistraturaestadualemfoco.com

c) A concessão de efeito suspensivo impedirá a efetivação dos atos de substituição, de


reforço ou de redução da penhora e de avaliação dos bens.

d) No prazo para embargos, reconhecendo o crédito do exequente e comprovando o


depósito de cinquenta por cento do valor em execução, acrescido de custas e de honorários
de advogado, o executado poderá requerer que lhe seja permitido pagar o restante em até
10 (dez) parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e de juros de um por cento
ao mês.

e) Aplica-se a contagem de prazos em dobro para litisconsortes que tiverem diferentes


procuradores, de escritórios de advocacia distintos, em relação ao prazo para
oferecimento dos embargos à execução.

DIREITO DO CONSUMIDOR

31 - O Código de Defesa do Consumidor arrola vários exemplos de cláusulas


contratuais abusivas. Assinale abaixo a alternativa que revela cláusula abusiva que
não se encontra expressamente contida no rol previsto pelo CDC.
a) Cláusula que transfere responsabilidades a terceiros.
b) Cláusula que permita ao fornecedor, direta ou indiretamente, variação do preço de
maneira unilateral.
c) Cláusula que infrinja ou possibilite a violação de normas ambientais.
d) Cláusula que imponha representante para concluir ou realizar outro negócio jurídico
pelo consumidor.
e) Cláusula que impossibilite a renúncia do direito de indenização por benfeitorias
necessárias.

32 - Marisa finalmente realizou seu sonho: viajar para a Disney. Durante a viagem
Marisa adquiriu muitos produtos, dentre eletrônicos e roupas, gastando por volta
de 5 mil reais. Ao retornar, Marisa foi informada pelo funcionário do Aeroporto que
sua mala havia extraviada e perdida, o que a deixou extremamente triste.
02 anos e 06 meses depois do ocorrido, Marisa resolveu ajuizar ação de indenização
em face da companhia aérea, buscando o ressarcimento pelos danos materiais
sofridos – R$ 6.800,00 (seis mil e oitocentos reais), em razão da perda total dos seus
pertences (tanto os lá adquiridos como os que levou consigo).
Em sua defesa, a companhia aérea alegou a prescrição da pretensão e,
subsidiariamente, limitação da indenização ao valor máximo previsto na Convenção
de Varsóvia.
No caso em destaque:
www.magistraturaestadualemfoco.com

a) Prevalecem as disposições do Código de Defesa do Consumidor sobre as da Convenção


de Varsóvia. Não ocorreu a prescrição no caso em destaque, pois o prazo prescricional da
pretensão é de 05 anos, devendo Marisa receber o valor integral do dano material sofrido.
b) Prevalecem as disposições da Convenção de Varsóvia sobre as do Código de Defesa
do Consumidor. A pretensão de Marisa encontra-se prescrita, pois ultrapassado o prazo
prescricional de 02 anos aplicável ao caso.
c) Prevalecem as disposições da Convenção de Varsóvia sobre as do Código de Defesa
do Consumidor. Não ocorreu a prescrição no caso em destaque, pois o prazo prescricional
da pretensão é de 03 anos, devendo Marisa deve receber o valor integral do dano material
sofrido.
d) Prevalecem as disposições do Código de Defesa do Consumidor sobre as da Convenção
de Varsóvia. Não ocorreu a prescrição no caso em destaque, pois o prazo prescricional da
pretensão é de 03 anos, devendo Marisa receber o valor integral do dano material sofrido.
e) Prevalecem as disposições da Convenção de Varsóvia sobre as do Código de Defesa
do Consumidor. Não ocorreu a prescrição no caso em destaque, pois o prazo prescricional
da pretensão é de 03 anos, devendo Marisa receber os danos materiais sofridos, mas
limitados ao teto máximo previsto na Convenção referida.

33 - No tocante à oferta, é correto afirmar que:

a) Cessadas a produção ou importação do produto, a oferta de componentes e peças de


reposição deverá ser mantida por período de 5 (cinco) anos, na forma da lei.

b) É proibida a publicidade de bens e serviços por telefone, ainda que a chamada seja
gratuita ao consumidor que a origina.

c) O fornecedor do produto ou serviço é subsidiariamente responsável pelos atos de seus


prepostos ou representantes autônomos.

d) Em caso de oferta ou venda por telefone ou reembolso postal, deve constar o nome do
fabricante e endereço na embalagem, publicidade e em todos os impressos utilizados na
transação comercial.

e) Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação


ou publicidade, o consumidor poderá rescindir o contrato, sem direito à restituição de
quantia eventualmente antecipada.

34 - João, recém-casado, adquiriu passagens aéreas da sociedade empresária


AIRMAX para gozar de lua de mel na praia de São Miguel dos Milagres/AL. Após
a aquisição dos bilhetes, no entanto, acompanhou, pela imprensa, a notícia de que,
passando por dificuldades financeiras, a sociedade empresária cancelou todos os
voos, incluindo o de seu voo, até a superação da crise econômica. Nesse contexto,
João ajuizou demanda reparatória, em cujo curso se constatou, de fato, a insolvência
da AIRMAX, razão pela qual o consumidor requereu a desconsideração da
personalidade jurídica para alcançar a VOAMAX, coligada à AIRMAX, que atua
www.magistraturaestadualemfoco.com

no ramo de pacotes turísticos. Considerando o caso narrado, assinale a alternativa


correta, de acordo com o CDC:

a) VOAMAX responderá subsidiariamente pelas obrigações consumeristas assumidas


pela AIRMAX.

b) VOAMAX e AIRMAX são solidariamente responsáveis pelas obrigações


consumeristas.

c) Sociedades coligadas não possuem qualquer responsabilidade, nos termos do CDC.

d) VOAMAX, na condição de sociedade coligada, só responderá por culpa.

e) O estado de insolvência da AIRMAX, nos termos do CDC, não autoriza a


desconsideração de sua personalidade jurídica.

35 - No tocante à defesa do consumidor em Juízo, assinale a alternativa correta:

a) A conversão da obrigação em perdas e danos somente será admissível se impossível a


tutela específica ou a obtenção do resultado prático correspondente, não podendo por elas
optar o autor.

b) Em caso de litigância de má-fé, a associação autora e os diretores responsáveis pela


propositura da ação serão solidariamente condenados em honorários advocatícios e ao
décuplo das custas, sem prejuízo da responsabilidade por perdas e danos.

c) O requisito da pré-constituição ânua das associações pode ser dispensado pelo juiz
quando haja aquiescência do réu.

d) O Ministério Público, se não ajuizar a ação civil coletiva de responsabilidade pelos


danos individualmente sofridos, atuará sempre como assistente dos consumidores.

e) Nas ações coletivas de que trata o Código de Defesa do Consumidor, a sentença fará
coisa julgada erga omnes, exceto se o pedido for julgado improcedente por insuficiência
de provas, hipótese em que qualquer legitimado poderá intentar outra ação, com idêntico
fundamento valendo-se de nova prova, na hipótese de interesses ou direitos individuais
homogêneos, assim entendidos os decorrentes de origem comum.

DIREITO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

36 - Acerca do direito da criança e do adolescente a convivência familiar prevista no


Estatuto da Criança e do Adolescente, assinale a alternativa correta:
a) A gestante ou mãe que manifeste interesse em entregar seu filho para adoção, antes ou
logo após o nascimento, será encaminhada ao Conselho Tutelar.
www.magistraturaestadualemfoco.com

b) A permanência da criança e do adolescente em programa de acolhimento institucional


não se prolongará por mais de 18 (dezoito meses), salvo comprovada necessidade que
atenda ao seu superior interesse, devidamente fundamentada pela autoridade judiciária.
c) A permanência da criança e do adolescente em programa de acolhimento institucional
não se prolongará por mais de 2 (dois) anos, salvo comprovada necessidade que atenda
ao seu superior interesse, devidamente fundamentada pela autoridade judiciária.
d) Os detentores da guarda possuem o prazo de 30 (trinta) dias para propor a ação de
adoção, contado do dia seguinte à data do término do estágio de convivência.
e) A criança e o adolescente em programa de acolhimento institucional ou familiar não
poderão participar de programa de apadrinhamento.

37 - Quanto aos procedimentos previstos no Estatuto da Criança e do adolescente,


assinale a alternativa correta:
a) Não será possível a citação por hora certa no âmbito dos procedimentos previstos no
ECA.
b) Em ação visando a perda ou suspensão do poder familiar, se não for contestado o
pedido e tiver sido concluído o estudo social ou a perícia realizada por equipe
interprofissional ou multidisciplinar, a autoridade judiciária dará vista dos autos ao
Ministério Público, por 5 (cinco) dias, salvo quando este for o requerente, e decidirá em
10 (dez) dias.
c) Os prazos estabelecidos no ECA e os aplicáveis aos seus procedimentos são contados
em dias corridos, excluído o dia do começo e incluído o dia do vencimento, vedado o
prazo em dobro para a Fazenda Pública e o Ministério Público.
d) No pedido para colocação em família substituta, a família natural e a família substituta
receberão a devida orientação por intermédio de equipe técnica interprofissional a serviço
da Justiça da Infância e da Juventude, preferencialmente com apoio dos técnicos
responsáveis pela execução da política estadual de garantia do direito à convivência
familiar.

38 - Felipe e Marcelo, adolescentes de 16 anos, praticaram ato infracional


equiparado ao latrocínio. Os adolescentes jamais haviam praticado conduta
anterior que pudesse caracterizar o cometimento de ato infracional. Considerando
o caso narrado, assinale a alternativa correta, de acordo com o ECA e com a
jurisprudência do STJ:

a) Felipe e Marcelo poderão receber medida de internação pelo período máximo de 3


(três) anos.

b) Felipe e Marcelo não poderão receber medida de internação, uma vez a hipótese não
representa reiteração no cometimento de infração grave.
www.magistraturaestadualemfoco.com

c) Caso recebam medida de internação, Felipe e Marcelo serão compulsoriamente


liberados aos 18 (dezoito) anos.

d) Caso recebam medida de internação, não será permitida a realização de atividades


externas em nenhuma hipótese.

e) Felipe e Marcelo poderão receber medida de internação pelo prazo máximo de 3 (três)
meses.

39 - A Lei nº 12.594/2012 institui o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo


(SINASE) e regulamentou a execução das medidas destinadas a adolescente que
pratique ato infracional. Acerca do tema, pode-se AFIRMAR:
a) A execução das medidas socioeducativas reger-se-á, dentre outros, pelos seguintes
princípios: I - mínima intervenção, favorecendo-se meios de autocomposição de
conflitos; II - excepcionalidade da intervenção judicial e da imposição de medidas, restrita
ao necessário para a realização dos objetivos da medida.
b) São direitos do adolescente submetido ao cumprimento de medida socioeducativa, sem
prejuízo de outros previstos em lei, ser incluído em programa de meio aberto quando
inexistir vaga para o cumprimento de medida de privação da liberdade, nos casos de ato
infracional cometido mediante grave ameaça ou violência à pessoa, quando o adolescente
deverá ser internado em Unidade mais próxima de seu local de residência.
c) É assegurado ao adolescente casado ou que viva, comprovadamente, em união estável
o direito à visita íntima.
d) É garantido aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação
o direito de receber visita dos filhos, desde que compatível com a da idade desses.
e) Os programas de internação e semiliberdade sob a responsabilidade dos Municípios
deverão demonstrar a comprovação da existência de estabelecimento educacional com
instalações adequadas e em conformidade com as normas de referência.

40 - No que se refere à Apuração de Irregularidades em Entidade de Atendimento,


Da Apuração de Infração Administrativa às Normas de Proteção à Criança e ao
Adolescente e Da Habilitação de Pretendentes à Adoção (procedimentos previstos
na Lei nº 8.069/1990), pode-se AFIRMAR:
a) O procedimento para imposição de penalidade administrativa por infração às normas
de proteção à criança e ao adolescente terá início mediante portaria da autoridade
judiciária, por representação do Ministério Público, ou do Conselho Tutelar, ou auto de
infração elaborado por servidor efetivo ou voluntário credenciado, e assinado por duas
testemunhas, se possível.
b) O procedimento de apuração de irregularidades em entidade governamental e não-
governamental terá início mediante portaria da autoridade judiciária ou representação do
Ministério Público ou do Conselho Tutelar, onde conste, necessariamente, resumo dos
fatos.
www.magistraturaestadualemfoco.com

c) Na Apuração de Irregularidades em Entidade de Atendimento, é vedada a extinção do


processo sem julgamento de mérito.
d) A habilitação à adoção deverá ser renovada no mínimo semestralmente mediante
avaliação por equipe interprofissional.
e) O prazo máximo para conclusão da habilitação à adoção será de 90 (noventa) dias,
prorrogável por igual período, mediante decisão fundamentada da autoridade judiciária.

BLOCO II

DIREITO PENAL

41 - No crime de homicídio, o motivo fútil (art. 121, §2º, II, do Código Penal), é um
exemplo de:

a) Elementar subjetiva.

b) Circunstância objetiva.

c) Elementar objetiva.

d) Condição de caráter pessoal.

e) Circunstância subjetiva.

42 - No dia 10/10/2017, Alexandre, com a intenção de furtar o aparelho de som de


um automóvel, arremessou uma pedra contra um carro, quebrando o vidro lateral.
Após verificar os arredores, Alexandre foi até o automóvel e retirou o som do carro.
Ocorre que, um minuto após retirar o som do carro, o criminoso foi surpreendido e
preso por policiais que faziam uma ronda no local. Iniciada a ação penal, foram
preenchidos todos os pressupostos processuais pertinentes. Com base na situação
supra narrada, é correto afirmar que:
a) Alexandre deve ser condenado pelo crime de furto simples, na modalidade tentada.
b) Alexandre deve ser condenado pela prática dos crimes de dano e furto simples, em
concurso material.
c) Alexandre deve ser condenado pelo crime de furto simples, na modalidade consumada.
d) Alexandre deve ser condenado pela prática do crime de furto qualificado, na
modalidade consumada.
e) Alexandre deve ser condenado pelo crime de dano e furto qualificado, na modalidade
consumada.
www.magistraturaestadualemfoco.com

43 - Considerando os casos abaixo narrados, é CORRETA a seguinte alternativa:


a) José, por razões da condição de sexo feminino e no contexto de violência doméstica e
familiar, matou Joana, sua esposa, 2 (dois) meses após o parto de Joaquim, filho do casal.
Neste caso, não há falar em aumento da pena de 1/3 (um terço) até a metade (Art. 121, §
7º, I, do Código Penal).
b) Zé Pequeno sequestrou Fernanda em 01/08/2019. A vítima foi libertada do cativeiro
apenas 18 (dezoito) dias após o sequestro. Logo, Zé Pequeno responderá por Sequestro
(Art. 148 do Código Penal) na forma qualificada.
c) Guilherme, conhecido saqueador de caixa bancário eletrônico, subtraiu, para si,
substâncias explosivas da empresa “Explodetudo” LTDA. Pode-se concluir que haverá
uma causa de aumento de pena do crime de Furto das substâncias explosivas (Art. 155 do
Código Penal).
d) Seu Juvenil, imbatível exportador de grãos, defraudou, mediante alienação não
consentida pelo credor “Banco Bom” S/A, garantia pignoratícia, quando tinha a posse do
objeto empenhado. Sua conduta constitui modalidade do crime de Fraude no Comércio
(Art. 175 do Código Penal).
e) Luan, rico empresário do ramo de calçados e confecções, em uma de suas viagens a
São Paulo/SP para aquisição de mercadorias, submeteu à prostituição a exuberante Júlia,
menor de 18 (dezoito) anos. Em casos tais, a vulnerabilidade de Júlia é absoluta, bastando
aferir a idade da vítima (menor de 18 anos), configurando o crime do art. 218-B do Código
Penal.

44 - “Idealizada pela Escola Positiva de Ferri, Lombroso e Garofalo, sustenta a


punição em razão da periculosidade subjetiva, isto é, do perigo revelado pelo agente.
Possibilita a punição de atos preparatórios, pois a mera manifestação da periculosidade
já pode ser enquadrada como tentativa, em consonância com a finalidade preventiva
da pena” – Cléber Masson – Código Penal Comentado – pg. 123.
O conceito supra apresentado se relaciona com uma das teorias sobre a punibilidade
da tentativa. Trata-se da teoria:
a) Objetiva.
b) Sintomática.
c) Subjetiva.
d) Objetivo-subjetiva.
e) Nenhuma dentre as assertivas anteriores.

45 - Sobre as causas interruptivas da prescrição, assinale a alternativa que não é


prevista pelo Código Penal como causa de interrupção da prescrição:
a) Pronúncia.
www.magistraturaestadualemfoco.com

b) Oferecimento da denúncia ou da queixa.


c) Publicação da sentença ou acórdão condenatórios recorríveis.
d) Reincidência.
e) Pelo início ou continuação do cumprimento da pena.

46 - Quanto aos crimes contra o patrimônio, analise as assertivas abaixo:


I – Como parâmetro para a verificação do “pequeno valor do bem furtado” no furto
privilegiado, o STJ utiliza o valor inferior ao salário mínimo vigente ao tempo da
condenação.
II – O furto de coisa comum só se procede mediante representação.
III – O STJ entende que não há que se falar em aplicação do princípio da
insignificância quando o valor da res furtiva ultrapassar o montante de 10% (dez
por cento) do salário mínimo vigente à época do fato.
IV – A extorsão indireta se configura quando o agente exigir ou receber, como
garantia de dívida, abusando da situação de alguém, documento que pode dar causa
a procedimento criminal contra a vítima ou contra terceiro.
Estão corretas as assertivas:
a) II, III e IV.

b) I, II e IV.

c) II e IV.

d) I, III e IV.

e) Todas assertivas estão corretas.

47 - Sobre a legítima defesa e os ensinamentos doutrinários sobre o tema, assinale a


alternativa incorreta:
a) A legítima defesa defensiva é aquela na qual aquele que reage limita-se a impedir os
atos agressivos, sem praticar um fato típico.

b) Na legítima defesa sucessiva, alguém reage contra o excesso de legítima defesa de


outrem.

c) Se, repelindo uma agressão injusta, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem, o
agente atinge pessoa inocente, por erro no emprego dos meios de execução, subsiste em
seu favor a legítima defesa.

d) É possível a legítima defesa real recíproca.


www.magistraturaestadualemfoco.com

e) É possível que uma pessoa atue, simultaneamente, em legítima defesa e em estado de


necessidade.

48 - Sobre os crimes previstos na Lei de Preconceito Racial (Lei 7.716/89), assinale


a hipótese que não está literalmente contemplada como crime na referida lei:
a) Recusar, negar ou impedir a inscrição ou ingresso de aluno em estabelecimento de
ensino público ou privado de qualquer grau, em razão de preconceito de raça ou de cor.

b) Impedir o acesso ou recusar atendimento em salões de cabeleireiros, barbearias, termas


ou casas de massagem ou estabelecimento com as mesmas finalidades, em razão de
preconceito de raça ou de cor.

c) Impedir ou obstar a concessão de benefício assistencial concedido pelo poder público,


em razão de preconceito de raça ou de cor.

d) Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião


ou procedência nacional.

e) Impedir o acesso às entradas sociais em edifícios públicos ou residenciais e elevadores


ou escada de acesso aos mesmos, em razão de preconceito de raça ou de cor.

49 - Acerca da medida de segurança, assinale a alternativa correta:

a) Mesmo que extinta a punibilidade, subsiste a medida de segurança que tenha sido
imposta, em razão do caráter terapêutico da medida (art. 96, par. único, do CP).

b) A jurisprudência existente no STF é no sentido de que o prazo máximo da medida de


segurança é de 30 anos, sendo que, com a modificação ocorrida no pacote anticrime, o
prazo máximo de cumprimento das penas privativas de liberdade passou a ser 40 anos. O
STJ, diversamente, entende que o prazo máximo da medida de segurança não pode
ultrapassar o limite máximo de pena cominada abstratamente ao delito praticado.

c) É possível a aplicação administrativa da medida de segurança, que poderá ser


convalidada pelo Poder Judiciário.

d) A medida de segurança restritiva consiste em internação em hospital de custódia e


tratamento psiquiátrico ou, à falta, em outro estabelecimento adequado.

e) O Código Penal adotou o sistema do duplo binário na imposição da medida de


segurança ao semi-imputável.

50 - Acerca da Lei nº 11.343/2006 (Institui o Sistema Nacional de Políticas Sobre


Drogas – SISNAD) assinale a alternativa CORRETA:
a) A internação involuntária de dependentes de drogas (Art. 23-A, § 3º, II, da Lei nº
11.343/2006) se dá, sem o consentimento do dependente, a pedido de familiar ou do
responsável legal ou, na absoluta falta deste, de servidor público da área de saúde, da
www.magistraturaestadualemfoco.com

assistência social, dos órgãos públicos integrantes do Sisnad ou de servidores da área de


segurança pública, que constate a existência de motivos que justifiquem a medida.
b) É permitida a realização de qualquer modalidade de internação nas comunidades
terapêuticas acolhedoras (Art. 23-A, § 9º, da Lei nº 11.343/2006).
c) As penas previstas nos incisos II e III do Art. 28 da Lei nº 11.343/2006 (prestação de
serviços à comunidade e medida educativa de comparecimento a programa ou curso
educativo) serão aplicadas pelo prazo máximo de 6 (seis) meses.
d) Em caso de reincidência, as penas previstas nos incisos II e III do Art. 28 da Lei nº
11.343/2006 (prestação de serviços à comunidade e medida educativa de
comparecimento a programa ou curso educativo) serão aplicadas pelo prazo máximo de
10 (dez) meses.
e) Não incorre nas penas do Art. 35 da Lei nº 11.343/2006 (Associação para o Tráfico de
Drogas) quem se associa para a prática reiterada do crime definido no art. 36 da Lei nº
11.343/2006 (Financiamento ao Tráfico de Drogas).

DIREITO PROCESSUAL PENAL

51 - Em conformidade com as disposições do Código de Processo Penal e a


jurisprudência dos Tribunais Superiores sobre as nulidades no processo penal,
assinale a alternativa correta:
a) Não será declarada a nulidade de ato processual que houver influído na apuração da
verdade substancial ou na decisão da causa.

b) A nulidade por ilegitimidade do representante da parte poderá ser a todo tempo sanada,
mediante retificação dos atos processuais.

c) A incompetência do juízo anula somente os atos instrutórios, devendo o processo,


quando for declarada a nulidade, ser remetido ao juiz competente

d) O reconhecimento de nulidade, seja ela relativa ou absoluta, demanda a demonstração


de prejuízo efetivo e concreto ao exercício da defesa, de acordo com o princípio pas de
nullité sans grief.

e) A nulidade de um ato, uma vez declarada, causará a dos atos que dele diretamente
dependam ou sejam.

52 - Em relação a aplicação da lei processual penal no espaço, vale, como regra geral,
o princípio da territorialidade, consagrado no art. 1º, caput, do CPP.
Assinale a alternativa em qual é integralmente aplicável o procedimento contido no
Código de Processo Penal:
a) Nos processos da competência da Justiça Militar.
www.magistraturaestadualemfoco.com

b) Processo penal que tenha como réu agente diplomático a serviço de seus país de
origem.

c) Nos processos por crimes de imprensa.


d) Crime de responsabilidade cometido pelo Presidente da República.

e) Crime de responsabilidade cometido por Governador de Estado.

53 - Acerca do Inquérito Policial, pode-se AFIRMAR:

a) No contexto da Lei nº 11.343/2006, o inquérito policial será concluído no prazo de 30


(trinta) dias, se o indiciado estiver preso, e de 90 (noventa) dias, quando solto, ambos os
prazos improrrogáveis.
b) Conforme entendimento do C. Supremo Tribunal Federal, é constitucional lei estadual
que preveja a tramitação direta do inquérito policial entre a polícia e o Ministério Público.
c) No inquérito policial, o ofendido, ou seu representante legal, e o indiciado poderão
requerer qualquer diligência, que será realizada, ou não, a juízo da autoridade.
d) A vítima de crime de ação penal pública incondicionada tem direito líquido e certo de
impedir o arquivamento do inquérito ou das peças de informação.
e) A autoridade policial poderá mandar arquivar autos de inquérito quando não forem
exitosas as diligências investigativas.

54 - No que tange aos aspectos processuais da Lei nº 12.850/2013, Prisão Preventiva


e Fiança, é CORRETO afirmar:
a) À luz do Código de Processo Penal, a prisão preventiva imposta à mulher gestante ou
que for mãe ou responsável por crianças ou pessoas com deficiência será substituída por
prisão domiciliar, desde que: I - não tenha cometido crime com violência ou grave ameaça
a pessoa; II - não tenha cometido o crime contra seu filho ou descendente.
b) A fiança, que será sempre definitiva, consistirá em depósito de dinheiro, pedras, objetos
ou metais preciosos, títulos da dívida pública, federal, estadual ou municipal, ou em
hipoteca inscrita em primeiro lugar.
c) O acordo de colaboração premiada (de que trata a Lei nº 12.850/2013) deixa de ser
sigiloso assim que oferecida a denúncia.
d) O retardamento da intervenção policial ou administrativa (Ação Controlada da Lei nº
12.850/2013) será previamente autorizado pelo juiz competente que, se for o caso,
estabelecerá os seus limites e comunicará ao Ministério Público.
e) A infiltração de agentes (da Lei nº 12.850/2013) será autorizada pelo prazo de até 12
(doze) meses, sem prejuízo de eventuais renovações, desde que comprovada sua
necessidade.
www.magistraturaestadualemfoco.com

55 - Acerca do procedimento do Tribunal do Júri, assinale a assertiva correta:


a) O Tribunal do Júri é composto por 1 juiz togado, seu presidente, e por 20 jurados que
serão sorteados dentre os alistados, 7 dos quais constituirão o Conselho de Sentença em
cada sessão de julgamento.
b) As peças processuais que fazem referência à prova declarada ilícita não devem ser
desentranhadas do processo.
c) Em caso de desaforamento, a competência para a execução provisória do julgado é do
juízo onde foi realizado o julgamento desaforado.
d) O mesmo Conselho de Sentença não poderá conhecer de mais de um processo no
mesmo dia.
e) Os jurados excluídos por impedimento, suspeição ou incompatibilidade serão
desconsiderados para a constituição do número legal exigível para a realização da sessão.

56 - Conforme previsão legal, caberá recurso em sentido estrito da decisão:


a) De arquivamento da representação oferecida por qualquer do povo em relação às
contravenções do jogo do bicho.
b) De recebimento da denúncia ou da queixa.
c) Que julgar procedente a exceção de suspeição.
d) Que impronunciar o réu.
e) Que homologar à proposta de acordo de não persecução pena.

57 - No que diz respeito as testemunhas no âmbito do processo penal, assinale a


alternativa correta:
a) A testemunha que morar fora da jurisdição do juiz será inquirida pelo juiz do lugar de
sua residência, expedindo-se, para esse fim, carta precatória, com prazo razoável,
intimadas as partes. A expedição da precatória suspenderá a instrução criminal.
b) Testemunha fedatária é aquela que depõe em juízo apenas para falar bem sobre o
comportamento e a conduta social do réu.
c) O depoimento da testemunha será reduzido a termo, assinado por ela, pelo juiz e pelas
partes. Se a testemunha não souber assinar, ou não puder fazê-lo, pedirá a alguém que o
faça por ela, depois de lido na presença de ambos.
d) O advogado, desde que solicitado pelo constituinte, não pode se recusar a depor como
testemunha em processo no qual funcionou.
e) As pessoas impossibilitadas, por enfermidade ou por velhice, de comparecer para
depor, serão dispensadas.
www.magistraturaestadualemfoco.com

58 - Sobre as disposições da Lei 9.099 (Lei dos Juizados Especiais), é correto afirmar
que:
a) A composição dos danos civis será reduzida a escrito e homologada pelo Juiz mediante
sentença recorrível por recurso inominado, tendo eficácia de título a ser executado no
juízo civil competente.
b) Na ação penal de iniciativa pública, quando não houver aplicação de pena, pela
ausência do autor do fato, ou pela não ocorrência da transação penal, o Ministério Público
oferecerá ao Juiz, em até 5 dias, denúncia, se não houver necessidade de diligências
imprescindíveis
c) Os embargos de declaração suspendem o prazo para a interposição de recurso.
d) Os atos processuais serão públicos e poderão realizar-se em horário noturno e em
qualquer dia da semana, conforme dispuserem as normas de organização judiciária.
e) Da decisão de rejeição da denúncia ou queixa e da sentença caberá apelação, no prazo
de quinze dias.

59 - Sobre o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária previsto na Lei


de Execução Penal (7.210/84), analise as assertivas abaixo:
I – O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária será integrado por 13
membros designados através de ato do Ministério da Justiça, dentre professores e
profissionais da área do Direito Penal, Processual Penal, Penitenciário e ciências
correlatas, bem como por representantes da comunidade e dos Ministérios da área
social.
II – Compete ao Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária elaborar
programa nacional penitenciário de formação e aperfeiçoamento do servidor
III - O mandato dos membros do Conselho terá duração de 2 (dois) anos, renovado
1/3 (um terço) em cada ano.
IV – Compete ao Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária
representar ao Juiz da execução ou à autoridade administrativa para instauração
de sindicância ou procedimento administrativo, em caso de violação das normas
referentes à execução penal.
Estão corretas as alternativas:
a) I e IV.

b) I, II e III.

c) II e IV.

d) II e III.

e) Todas as alternativas estão corretas.


www.magistraturaestadualemfoco.com

60 - Acerca do Habeas Corpus, assinale a alternativa correta:


a) É cabível habeas corpus mesmo quando já extinta a pena privativa de liberdade.

b) Não se conhece de habeas corpus contra omissão de relator de extradição, se fundado


em fato ou direito estrangeiro cuja prova não constava dos autos, nem foi ele provocado
a respeito.

c) O habeas corpus não pode ser utilizado como substitutivo de recurso próprio, a fim de
que não se desvirtue a finalidade dessa garantia constitucional, sendo vedada concessão
da ordem de ofício.

d) É cabível habeas corpus em relação a punições disciplinares militares.

e) Cabe habeas corpus originário para o Tribunal Pleno de decisão de turma proferida em
habeas corpus ou no respectivo recurso.

DIREITO CONSTITUCIONAL

61 - Essa espécie de Constituição é produzida sem a participação popular (de forma


direta ou mediante representantes), mas que, posteriormente a sua elaboração, é
submetida a referendo para que o povo diga sim ou não sobre o documento.
O conceito supra mencionado se refere a Constituição:
a) Cesarista
b) Outorgada
c) Promulgada
d) Ortodoxa
e) Compromissória

62 - A respeito do processo legislativo, analise as proposições a seguir delineadas:


I – No âmbito das emendas parlamentares, emendas aglutinativas são aquelas que
resultam da fusão de duas ou mais emendas com a proposição principal.
II – As medidas provisórias terão sua votação iniciada no Senado Federal.
III – Quanto as Emendas Constitucionais, o princípio da irrepetibilidade é aplicado
de forma absoluta, não podendo a proposta de emenda rejeitada ser objeto de nova
proposta na mesma sessão legislativa.
IV – É vedada e edição de medidas provisórias sobre partidos políticos.
Estão corretas APENAS as alternativas:
www.magistraturaestadualemfoco.com

a) I, II, III e IV.


b) III e IV.
c) I, III e IV.
d) I e IV.
e) I e II.

63 - Analise as assertivas abaixo acerca do controle de constitucionalidade:


I – A inconstitucionalidade nomoestática ocorre quando o conteúdo da lei contraria
a Constituição.
II – É possível a declaração de inconstitucionalidade de normas constitucionais
originárias, desde que as mesmas firam cláusulas pétreas.
III – A Ação Declaratória de Constitucionalidade, em âmbito federal, pode ter por
objeto normas federais, estaduais e municipais, desde que a Constituição Federal
seja o parâmetro de controle.
IV – A Ação Civil Pública pode ser utilizada como instrumento de controle de
constitucionalidade, desde que com feição de controle incidental.
Estão corretas as afirmativas:
a) I e IV.

b) II e III.

c) II e IV.

d) I e III.

e) I, III e IV.

64 - Acerca da organização e da competência dos entes federados, assinale a


alternativa correta:
a) O número de Deputados na Assembleia Legislativa corresponderá ao triplo da
representação do Estado na Câmara dos Deputados e, atingido o número de trinta e três,
será acrescido de tantos quantos forem os Deputados Federais acima de doze.

b) Os municípios poderão, mediante lei complementar, instituir regiões metropolitanas,


aglomerações urbanas e microrregiões, constituídas por agrupamentos com outros
municípios limítrofes.

c) É competência concorrente da União, dos Estados e do Distrito Federal registrar,


acompanhar e fiscalizar as concessões de direitos de pesquisa e exploração de recursos
hídricos e minerais em seus territórios.
www.magistraturaestadualemfoco.com

d) Em Municípios de até dez mil habitantes, o subsídio máximo dos Vereadores


corresponderá a cinquenta por cento do subsídio dos Deputados Estaduais.

e) A Câmara Municipal não gastará mais de setenta por cento de sua receita com folha de
pagamento, incluído o gasto com o subsídio de seus Vereadores, constituindo crime de
responsabilidade do Presidente da Câmara Municipal a inobservância ao citado limite.

65 - Relativamente à Comunicação Social, Política Agrícola e Fundiária e


Seguridade Social, é CORRETO afirmar:
a) A propriedade de empresa jornalística e de radiodifusão sonora e de sons e imagens é
privativa de brasileiros natos ou naturalizados há mais de quinze anos, ou de pessoas
jurídicas constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sede no País.
b) A alienação ou a concessão, a qualquer título, de terras públicas com área superior a
dois mil e quinhentos hectares a pessoa física ou jurídica, ainda que por interposta pessoa,
dependerá de prévia aprovação do Poder Executivo Federal.
c) Os beneficiários da distribuição de imóveis rurais pela reforma agrária receberão títulos
de domínio ou de concessão de uso, inegociáveis pelo prazo de dez anos.
d) A assistência social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos
Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à
previdência e à seguridade social.
e) É fomentada a participação direta ou indireta de empresas ou capitais estrangeiros na
assistência à saúde no País, salvo nos casos previstos em lei.

DIREITO ELEITORAL
66 - Acerca das ações eleitorais, assinale a alternativa correta:
a) Serão reunidas para julgamento comum as ações eleitorais propostas por partes
diversas sobre o mesmo fato, sendo competente para apreciá-las o juiz ou relator que tiver
sentenciado a primeira.
b) Qualquer partido político, coligação ou candidato poderá representar à Justiça
Eleitoral, no prazo de 15 (quinze) dias da diplomação, relatando fatos e indicando provas,
e pedir a abertura de investigação judicial para apurar condutas em desacordo com as
normas da lei das eleições, relativas à arrecadação e gastos de recursos.
c) Se proposta ação sobre o mesmo fato apreciado em outra cuja decisão ainda não
transitou em julgado, será ela apensada ao processo anterior na instância em que ele se
encontrar, figurando a parte como litisconsorte no feito principal.
d) Caberá ao Corregedor Geral Eleitoral o julgamento da Ação de Investigação Judicial
Eleitoral em que conste no polo passivo candidato a governador do estado.
e) Se proposta ação sobre o mesmo fato apreciado em outra cuja decisão já tenha
transitado em julgado, não será ela conhecida pelo juiz em nenhuma hipótese.
www.magistraturaestadualemfoco.com

67 - Acerca da Lei 9.504/97 (Lei das Eleições), analise as afirmativas abaixo


mencionadas:
I - Poderá participar das eleições o partido que, até seis meses antes do pleito, tenha
registrado seu estatuto no Tribunal Superior Eleitoral, conforme o disposto em lei,
e tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído na circunscrição, de
acordo com o respectivo estatuto.
II – Não é considerado gasto eleitoral a alimentação e a hospedagem próprias do
candidato, não estando sujeitas a prestação de contas.
III - A propaganda eleitoral somente é permitida após o dia 5 de julho do ano da
eleição.
IV - O Tribunal Superior Eleitoral, no período compreendido entre 1o de abril e 30
de julho dos anos eleitorais, promoverá, em até cinco minutos diários, contínuos ou
não, requisitados às emissoras de rádio e televisão, propaganda institucional, em
rádio e televisão, destinada a incentivar a participação feminina, dos jovens e da
comunidade negra na política, bem como a esclarecer os cidadãos sobre as regras e
o funcionamento do sistema eleitoral brasileiro.
Estão corretas as assertivas:
a) I, II e III.

b) II e IV.

c) I, II e IV.

d) I e III.

e) II e III.

68 - Sobre as disposições da Lei Complementar 64/90, assinale a alternativa correta:


a) Os magistrados e os membros do Ministério Público que forem aposentados
compulsoriamente por decisão sancionatória, que tenham perdido o cargo por sentença
ou que tenham pedido exoneração ou aposentadoria voluntária na pendência de processo
administrativo disciplinar, estarão inelegíveis pelo prazo de 8 (oito) anos.

b) Caberá a qualquer candidato, a partido político, coligação ou ao Ministério Público, no


prazo de 3 (três) dias, contados da publicação do pedido de registro do candidato,
impugná-lo em petição fundamentada.

c) Nos pedidos de registro de candidatos a eleições municipais, o Juiz Eleitoral


apresentará a sentença em cartório 5 (cinco) dias após a conclusão dos autos, passando a
correr deste momento o prazo de 3 (três) dias para a interposição de recurso para o
Tribunal Regional Eleitoral.
www.magistraturaestadualemfoco.com

d) É facultado ao partido político ou coligação que requerer o registro de candidato


considerado inelegível dar-lhe substituto, exceto no caso em que a decisão passada em
julgado tenha sido proferida após o termo final do prazo de registro.

e) O Ministério Público e a Justiça Eleitoral darão prioridade, sobre quaisquer outros, aos
processos de desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade até que
sejam julgados.

69 - Acerca do entendimento do TSE sobre a aplicação do Código de Processo Civil


aos feitos eleitorais, é correto afirmar que:
a) É possível se aplicar o instituto do amicus curiae no âmbito eleitoral.

b) Os recursos na esfera eleitoral são gratuitos, não incidindo o preparo.

c) Na Justiça Eleitoral é admitida a autocomposição, sendo aplicáveis as regras previstas


no CPC.

d) As decisões interlocutórias ou sem caráter definitivo proferidas nos feitos eleitorais são
recorríveis de imediato.

e) A suspensão dos prazos processuais entre os dias 20 de dezembro e 20 de janeiro de


não se aplica no âmbito dos cartórios eleitorais e dos tribunais regionais eleitorais.

70 - O partido político, pessoa jurídica de direito privado, destina-se a assegurar, no


interesse do regime democrático, a autenticidade do sistema representativo e a
defender os direitos fundamentais definidos na Constituição Federal. Acerca do
tema, assinale a alternativa CORRETA:
a) O prazo de vigência dos órgãos provisórios dos partidos políticos poderá ser de até 4
(quatro) anos.
b) O requerimento do registro de partido político, dirigido ao cartório competente do
Registro Civil das Pessoas Jurídicas, da Capital Federal, deve ser subscrito pelos seus
fundadores, em número nunca inferior a cem, com domicílio eleitoral em, no mínimo, um
terço dos Estados.
c) A responsabilidade, inclusive civil e trabalhista, cabe exclusivamente ao órgão
partidário municipal, estadual ou nacional que tiver dado causa ao não cumprimento da
obrigação, à violação de direito, a dano a outrem ou a qualquer ato ilícito, excluída a
solidariedade de outros órgãos de direção partidária.
d) A desaprovação das contas do partido implicará exclusivamente a sanção de devolução
da importância apontada como irregular, acrescida de multa de até 30% (trinta por cento).
e) Erros formais ou materiais que no conjunto da prestação de contas comprometam o
conhecimento da origem das receitas e a destinação das despesas não acarretarão a
desaprovação das contas.
www.magistraturaestadualemfoco.com

BLOCO III
DIREITO EMPRESARIAL

71 – Sobre o Empresário Individual e a Empresa Individual de Responsabilidade


Limitada –EIRELI, considere:
I - Somente o patrimônio social da empresa responderá pelas dívidas da empresa
individual de responsabilidade limitada, hipótese em que não se confundirá, em
qualquer situação, com o patrimônio do titular que a constitui, ressalvados os casos
de fraude.
II – A pessoa natural que constituir EIRELI somente poderá figurar em, no máximo,
duas empresas dessa modalidade.
III – O empresário individual responde pelas obrigações adquiridas pela pessoa
jurídica, de modo que não há distinção entre a pessoa física e a jurídica, para os
fins de direito, inclusive no que tange ao patrimônio de ambos.
IV - A empresa individual de responsabilidade limitada (EIRELI) é uma espécie de
sociedade.
Está correto o que consta APENAS em
a) I e IV.
b) II, III e IV.
c) I e II.
d) I e III.
e) II e III.

72 - Tratam-se de títulos negociáveis que conferem direito de crédito contra a sociedade


anônima (a médio e longo prazo), por meio de uma escritura de emissão, de acordo
com as condições estabelecidas nessa escritura ou certificado. Quem define o prazo de
pagamento e qual taxa de juros será a sociedade – André Santa Cruz Ramos: Direito
Empresarial.
O conceito apresentado se refere a:
a) Comercial Paper.
b) Debêntures.
c) Golden Share.
d) Partes Beneficiárias.
e) Bônus de Subscrição
www.magistraturaestadualemfoco.com

73 - Assinale a alternativa que NÃO representa um requisito para a concessão da


recuperação judicial:
a) Não ter, há menos de 8 anos, obtido concessão de recuperação judicial com base no
plano especial para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte – EPP.
b) Não ser falido e, se o foi, estejam declaradas extintas, por sentença transitada em
julgado, as responsabilidades daí decorrentes.
c) Exercício regular das suas atividades por mais de 02 anos.
d) Não ter, há menos de 5 anos, obtido concessão de recuperação judicial.
e) Não ter sido condenado ou não ter, como administrador ou sócio controlador, pessoa
condenada por qualquer dos crimes previstos nesta Lei.

74 - Igor, incapaz:

a) Não poderá, em nenhuma hipótese, exercer atividade de empresário.

b) Poderá iniciar empresa, desde que por meio de representante ou devidamente assistido.

c) Poderá, por meio de representante ou devidamente assistido, continuar a empresa antes


exercida por ele enquanto capaz, por seus pais ou pelo autor da herança.

d) Terá sujeitos ao resultado da empresa os bens que já possuía, ao tempo da sucessão ou


da interdição, desde que estranhos ao acervo daquela, devendo tais fatos constar do alvará
que conceder a autorização.

e) Não poderá ter revogada pelo juiz a autorização para continuar a empresa antes
exercida por ele enquanto capaz, por seus pais ou pelo autor da herança.

75 - A duplicata sob a forma escritural foi recentemente regulamentada pela Lei n.º
13.755/2018. Acerca do diploma normativo em referência, assinale a alternativa
correta:

a) Será gratuita a qualquer solicitante a informação, prestada por meio da rede mundial
de computadores, de inadimplementos registrados em relação a determinado devedor.

b) O sistema eletrônico de escrituração gerido por quaisquer das entidades que exerçam
a atividade de escrituração de duplicatas escriturais deverá manter em seus arquivos cópia
física dos extratos emitidos.

c) As entidades que exerçam a atividade de escrituração de duplicatas escriturais deverão


ser autorizadas por órgão ou entidade da administração estadual direta ou indireta a
exercer a atividade de escrituração de duplicatas.

d) O sistema eletrônico de escrituração disporá de mecanismos que permitam ao sacador


e ao sacado comprovarem, por prova exclusivamente documental, a entrega e o
www.magistraturaestadualemfoco.com

recebimento das mercadorias ou a prestação do serviço, devendo a apresentação das


provas ser efetuada em meio eletrônico.

e) São anuláveis as cláusulas contratuais que vedam, limitam ou oneram, de forma direta
ou indireta, a emissão ou a circulação de duplicatas emitidas sob a forma cartular ou
escritural.

76 - No que se refere à ineficácia e à revogação de atos praticados antes da falência:

a) São ineficazes os atos praticados com a intenção de prejudicar credores, provando-se


o conluio fraudulento entre o devedor e o terceiro que com ele contratar,
independentemente do prejuízo sofrido pela massa falida.

b) A ineficácia poderá ser alegada em defesa ou pleiteada mediante ação própria ou


incidentalmente no curso do processo, mas não poderá ser declarada de ofício pelo juiz.

c) A ação revocatória deverá ser proposta pelo administrador judicial, por qualquer credor
ou pelo Ministério Público no prazo de 2 (dois) anos contado da decretação da falência.

d) São ineficazes em relação à massa falida, tenha ou não o contratante conhecimento do


estado de crise econômico-financeira do devedor, seja ou não intenção deste fraudar
credores, a renúncia à herança ou a legado, até 1 (um) ano antes da decretação da falência.

e) O juiz poderá, a requerimento do autor da ação revocatória, ordenar, como medida


preventiva, na forma da lei processual civil, o sequestro dos bens retirados do patrimônio
do devedor que estejam em poder de terceiros.

77 - No que tange à Propriedade Industrial (disciplinada pela Lei nº 9.279/1996), é


CORRETO afirmar:
a) Não são patenteáveis o todo ou parte dos seres vivos e os micro-organismos
transgênicos.
b) O prazo de vigência não será inferior a 10 (dez) anos para a patente de invenção e a 7
(sete) anos para a patente de modelo de utilidade, a contar da data de concessão,
ressalvada a hipótese de o INPI estar impedido de proceder ao exame de mérito do pedido,
por pendência judicial comprovada ou por motivo de força maior.
c) O registro de desenho industrial vigorará pelo prazo de 10 (dez) anos contados da data
do depósito, prorrogável por 3 (três) períodos sucessivos de 10 (dez) anos cada.
d) A marca de alto renome em seu ramo de atividade goza de proteção especial,
independentemente de estar previamente depositada ou registrada no Brasil.
e) Prescreve em 5 (cinco) anos a ação para declarar a nulidade do registro, contados da
data do seu depósito.
www.magistraturaestadualemfoco.com

78 - No que se refere ao cheque, ao empresário e às sociedades, é CORRETO


afirmar:
a) Jacó é empresário do ramo de comércio de madeiras beneficiadas. Em sua atividade
empresarial necessita efetuar o pagamento dos fornecedores de sua matéria prima, o que
exige elevada quantia de dinheiro em espécie no escritório de sua madeireira. Após
sucessivos furtos de tais valores, resolveu efetuar o pagamento de seus fornecedores por
meio de cheques do “Banco Amigo” S/A, do qual é correntista. Em determinada ocasião,
o “Banco Amigo” S/A devolveu indevidamente cheque emitido por Jacó para pagamento
de um fornecedor. À luz de tais premissas, resta caracterizado dano moral em razão da
simples devolução indevida do cheque pela instituição financeira.
b) Samir emitiu um cheque em favor de “Casa das Peças” LTDA para pagamento de
mercadorias que adquiriu para seu veículo. Apresentado o cheque junto à instituição
financeira sacada, não haviam valores disponíveis, sendo o título devolvido por
insuficiência de saldo para pagamento. Caso a beneficiária “Casa das Peças” LTDA
pretenda cobrar o valor plasmado no cheque, a correção monetária incide a partir da
primeira apresentação à instituição financeira sacada ou câmara de compensação, e os
juros de mora a contar da data de emissão estampada na cártula.
c) Vitor, adolescente de 15 (quinze) anos de idade, filho único, herdou de seus pais
(ambos falecidos em acidente de trânsito) uma rede hoteleira extremamente rentável.
Diante de seu contato com o ramo hoteleiro desde tenra idade, continuou a empresa antes
exercida por seus pais. Nesta hipótese, ficam sujeitos ao resultado da empresa os bens
que Vitor já possuía, ao tempo da sucessão, ainda que estranhos ao acervo daquela.
d) Tonico e Tinoco celebraram entre si Sociedade em Comum, regida pelo Código Civil
(Lei nº 10.406/2002). O novo empreendimento estava um sucesso até que a namorada de
Tinoco passou a interferir nas decisões a serem tomadas no negócio. A partir de então,
instalou-se grande divergência entre os sócios, fazendo com que decidissem encerrar a
sociedade. Ocorre que Tonico e Tinoco não mais convergiam sequer quanto à existência
da sociedade, notadamente em razão da sua informalidade (ausência de inscrição dos atos
constitutivos, etc.). Neste caso, os sócios, nas relações entre si ou com terceiros, podem
provar a existência da sociedade de qualquer modo.
e) Abel e Caim constituíram Sociedade em Conta de Participação, regida pelo Código
Civil (Lei nº 10.406/2002). Abel é sócio ostensivo, sendo a atividade constitutiva do
objeto social exercida unicamente por ele, em seu nome individual e sob sua própria e
exclusiva responsabilidade. Ocorre que em razão do alarmante crescimento da sociedade,
Abel pretende admitir novo sócio. Considerando que Abel é sócio ostensivo, pode-se
afirmar que, salvo estipulação em contrário, pode admitir novo sócio sem o
consentimento expresso de Caim (sócio participante).

DIREITO TRIBUTÁRIO
79 - Lucas é locatário de um imóvel de Humberto, localizado no município de Porto
Alegre – RS, desde 2015. No contrato entabulado, ficou avençado que Lucas seria
responsável pelo pagamento dos tributos relacionados ao imóvel, incluindo o IPTU.
www.magistraturaestadualemfoco.com

Em janeiro de 2018, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul julgou parcialmente


inconstitucional a Lei Municipal que embasava a cobrança do IPTU no município,
especificamente nos artigos relacionados a base de cálculo, pois a forma disposta
pela lei gerava um valor maior do que o que deveria ser efetivamente pago.
Diante da decisão, Lucas ajuizou ação de repetição de indébito em face do Município
de Porto Alegre, pleiteando os valores pagos a maior por ele a título de IPTU nos
últimos 03 anos.
Diante do caso narrado, é correto afirmar que:
a) O pedido de Lucas deve ser julgado procedente, determinando a devolução em dobro
dos valores indevidamente cobrados.
b) A ação de Lucas deve ser extinta, sem resolução de mérito.
c) O pedido de Lucas deve ser julgado procedente, determinando a devolução simples dos
valores indevidamente cobrados.
d) O pedido de Lucas deve ser julgado improcedente, pois sua pretensão encontra-se
prescrita.
e) O pedido de Lucas deve ser julgado improcedente, pois sua pretensão não encontra
respaldo legal.

80 - O Código Tributário Nacional lista, em seu art. 156, as hipóteses de extinção do


crédito tributário.
Assinale a assertiva que não configura hipótese de extinção do crédito tributário,
conforme o rol legal em destaque:
a) Depósito do montante integral.
b) Decisão judicial passada em julgado.
c) Remissão.
d) Consignação em pagamento.
e) Transação.

81 - Analise as proposições a seguir sobre o ICMS:


I - Lei estadual poderá atribuir a contribuinte do imposto ou a depositário a
qualquer título a responsabilidade pelo seu pagamento, hipótese em que assumirá a
condição de substituto tributário.
II - Tratando-se de mercadoria ou serviço cujo preço final a consumidor, único ou
máximo, seja fixado por órgão público competente, a base de cálculo do imposto,
para fins de substituição tributária, é o referido preço por ele estabelecido.
www.magistraturaestadualemfoco.com

III - O ICMS é não-cumulativo, compensando-se o que for devido em cada operação


relativa à circulação de mercadorias ou prestação de serviços de transporte
interestadual e intermunicipal e de comunicação com o montante cobrado nas
anteriores pelo mesmo ou por outro Estado.
IV – Para a compensação, é assegurado ao sujeito passivo o direito de creditar-se do
imposto anteriormente cobrado em operações de que tenha resultado a entrada de
mercadoria, real ou simbólica, no estabelecimento, inclusive a destinada ao seu uso
ou consumo ou ao ativo permanente, ou o recebimento de serviços de transporte
interestadual e intermunicipal ou de comunicação. Salvo prova em contrário,
presumem-se inerentes à atividade do estabelecimento os veículos de transporte
pessoal.
Estão corretas APENAS as assertivas:
a) I e II
b) II, III e IV
c) I, III e IV
d) I, II e III.
e) II e IV

82 - Lucas, renomado empresário, adquiriu estabelecimento comercial da sociedade


empresária XYZ com o objetivo de expandir e ampliar o alcance de sua marca e de
seus produtos. A alienante XYZ, que inicialmente decidira pelo encerramento de
suas atividades mercantis, retomou, cinco meses após a alienação, atividades em
ramo comercial diverso. Considerando o caso narrado, é correto afirmar, quanto à
responsabilidade de Lucas na condição de sucessor, que:

a) Lucas responderá subsidiariamente com a alienante pelos tributos, relativos ao


estabelecimento comercial adquirido, devidos até à data da alienação.

b) Lucas responderá integralmente pelos tributos, relativos ao estabelecimento comercial


adquirido, devidos até à data da alienação.

c) Lucas não terá, na hipótese, qualquer responsabilidade por tributos relativos ao


estabelecimento comercial.

d) Lucas responderá solidariamente com a alienante pelos tributos, relativos ao


estabelecimento comercial adquirido, devidos até à data da alienação.

e) A responsabilidade pelos tributos relativos ao estabelecimento comercial adquirido,


devidos até à data da alienação, na hipótese, é exclusiva da sociedade alienante.

83 - O Código Tributário Nacional estabelece peculiaridades em relação às


obrigações solidárias, diferenciando-as, em certo grau, das obrigações solidárias
www.magistraturaestadualemfoco.com

regidas pelo Código Civil. Sobre a solidariedade, os traços idênticos e as diferenças


anunciadas, é correto afirmar que:

a) A solidariedade, para fins tributários, não comporta benefício de ordem.

b) Como regra, no Direito Tributário, a interrupção da prescrição, em favor de um dos


obrigados, favorece aos demais, mas não os prejudica.

c) O pagamento efetuado por um dos obrigados solidários, para fins tributários, não
aproveita aos demais.

d) A isenção ou remissão de crédito, no caso de obrigados solidários, só exonera os


obrigados por elas beneficiados.

e) São solidariamente obrigadas as pessoas vinculadas, de qualquer modo, ao fato gerador


da obrigação principal.

84 - Leis que modifiquem a base de cálculo do IPVA tornando o tributo mais


oneroso:

a) Não devem obediência ao princípio da anterioridade do exercício e da anterioridade


nonagesimal, produzindo efeitos a partir da data de sua publicação.

b) Não devem obediência ao princípio da anterioridade do exercício, produzindo efeitos


noventa dias após sua publicação.

c) Devem obediência ao princípio da anterioridade do exercício e da anterioridade


nonagesimal, produzindo efeitos no exercício seguinte ao de sua publicação, desde que
ultrapassado o lapso temporal de noventa dias.

d) Não devem obediência ao princípio da anterioridade nonagesimal, produzindo efeitos


no primeiro dia do exercício seguinte ao de sua publicação.

e) Devem obediência ao princípio da anterioridade nonagesimal e da anualidade,


produzindo efeitos decorridos noventa dias de sua publicação, desde que existente prévia
autorização orçamentária.

85 - Relativamente ao Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação,


Legislação e Obrigação Tributária, é CORRETO afirmar:
a) Compete aos Estados e ao Distrito Federal instituir, dentre outros, impostos sobre
transmissão causa mortis e doação, de quaisquer bens ou direitos. Relativamente a bens
móveis, títulos e créditos, compete ao Estado onde se processar o inventário ou
arrolamento, ou tiver domicílio o donatário, ou ao Distrito Federal;
b) A lei tributária pode alterar a definição, o conteúdo e o alcance de institutos, conceitos
e formas de direito privado, utilizados, expressa ou implicitamente, pela Constituição
Federal, pelas Constituições dos Estados, ou pelas Leis Orgânicas do Distrito Federal ou
dos Municípios, para definir ou limitar competências tributárias.
www.magistraturaestadualemfoco.com

c) A obrigação tributária principal decorre da legislação tributária, tem por objeto o


pagamento de tributo ou penalidade pecuniária e extingue-se juntamente com o crédito
dela decorrente.
d) As circunstâncias que modificam o crédito tributário, sua extensão ou seus efeitos, ou
as garantias ou os privilégios a ele atribuídos, ou que excluem sua exigibilidade afetam a
obrigação tributária que lhe deu origem.
e) Salvo disposição de lei em contrário, quando o valor tributário esteja expresso em
moeda estrangeira, no lançamento far-se-á sua conversão em moeda nacional ao câmbio
do dia da ocorrência do fato gerador da obrigação.

86 - Acerca da Execução Fiscal (Lei nº 6.830/1980) e da Dívida Ativa da Fazenda


Pública, assinale a alternativa CORRETA:
a) No regime da Lei nº 6.830/1980 (LEF), o executado será citado para, no prazo de 3
(três) dias, pagar a dívida com os juros e multa de mora e encargos indicados na Certidão
de Dívida Ativa, ou garantir a execução.
b) Havendo ou não petição da Fazenda Pública e havendo ou não pronunciamento judicial
nesse sentido, findo o prazo de 1 (um) ano de suspensão, inicia-se automaticamente o
prazo prescricional aplicável (de acordo com a natureza do crédito exequendo), durante
o qual o processo deveria estar arquivado sem baixa na distribuição, na forma do art. 40,
§§ 2º, 3º e 4º da Lei n. 6.830/1980 - LEF, findo o qual o Juiz, depois de ouvida a Fazenda
Pública, poderá, de ofício, reconhecer a prescrição intercorrente e decretá-la de imediato.
c) A Fazenda Pública pode substituir a certidão de dívida ativa (CDA) até a prolação da
sentença de embargos, quando se tratar de correção de erro material ou formal,
possibilitando a modificação do sujeito passivo da execução.
d) A Fazenda Pública não pode recusar a substituição do bem penhorado por precatório.
e) Constitui Dívida Ativa da Fazenda Pública apenas aquela definida como tributária
na Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, com as alterações posteriores, que estatui normas
gerais de direito financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da
União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal.

DIREITO AMBIENTAL

87 - Analise as assertivas a seguir sobre a Lei do Sistema Nacional de Unidades de


Conservação – SNUC (Lei 9.985/00):
I - A Reserva Extrativista é uma área natural que abriga populações tradicionais,
cuja existência baseia-se em sistemas sustentáveis de exploração dos recursos
naturais, desenvolvidos ao longo de gerações e adaptados às condições ecológicas
locais e que desempenham um papel fundamental na proteção da natureza e na
manutenção da diversidade biológica.
www.magistraturaestadualemfoco.com

II – Para os fins da lei em destaque, considera-se proteção integral a manutenção


dos ecossistemas livres de alterações causadas por interferência humana, admitido
apenas o uso indireto dos seus atributos naturais.
III - A Floresta Nacional é de posse e domínio públicos, sendo que as áreas
particulares incluídas em seus limites devem ser utilizadas pelos proprietários
particulares de acordo com o que dispõe a lei.
IV - As unidades de conservação, exceto Área de Proteção Ambiental e Reserva
Particular do Patrimônio Natural, devem possuir uma zona de amortecimento e,
quando conveniente, corredores ecológicos.
Estão corretas APENAS as assertivas:
a) Todas proposições estão corretas.
b) I, II e IV.
c) II, III e IV.
d) II e IV.
e) I, III e IV.

88 - “Cuida-se do dever estatal de editar e efetivar normas jurídicas que instituam


padrões máximos de poluição, a fim de mantê-la dentro de bons níveis para não afetar
o equilíbrio ambiental e a saúde pública”: Direito Ambiental – Frederico Amado.

Tal conceito refere-se ao princípio:

a) Do Limite.

b) Democrático.

c) Do Desenvolvimento Sustentável.

d) Responsabilidade comum, mas diferenciada.

e) Solidariedade intergeracional.

89 - No tocante às sanções penais e administrativas derivadas de condutas e


atividades lesivas ao meio ambiente previstas na Lei n.º 9.605/98:

I - Nos crimes previstos na Lei n.º 9.605/98, a suspensão condicional da pena pode
ser aplicada nos casos de condenação a pena privativa de liberdade não superior a
três anos.

II - A responsabilidade das pessoas jurídicas exclui a das pessoas físicas, autoras,


coautoras ou partícipes do mesmo fato.
III - A pessoa jurídica constituída ou utilizada, preponderantemente, com o fim de
permitir, facilitar ou ocultar a prática de crime definido nesta Lei terá decretada
www.magistraturaestadualemfoco.com

sua liquidação forçada, seu patrimônio será considerado instrumento do crime e


como tal perdido em favor do Fundo Penitenciário Nacional.

IV - As penas de interdição temporária de direito são a proibição de o condenado


contratar com o Poder Público, de receber incentivos fiscais ou quaisquer outros
benefícios, bem como de participar de licitações, pelo prazo de três anos, no caso de
crimes dolosos, e de um ano, no de crimes culposos.

V - A prestação de serviços à comunidade consiste na atribuição ao condenado de


tarefas gratuitas junto a parques e jardins públicos e unidades de conservação, e, no
caso de dano da coisa particular, pública ou tombada, na restauração desta, se
possível.

Está correto o que se afirma APENAS em:

a) I, II e III.

b) II e IV.

c) I, III e IV.

d) III, IV e V.

e) I, III e V.

90 - No que tange ao Licenciamento Ambiental, é CORRETO afirmar:


a) O prazo de validade da Licença de Operação (LO) deverá considerar os planos de
controle ambiental e será de, no mínimo, 6 (seis) anos e, no máximo, 10 (dez) anos.
b) A renovação de licenças ambientais deve ser requerida com antecedência mínima de
120 (cento e vinte) dias da expiração de seu prazo de validade, fixado na respectiva
licença, ficando este automaticamente prorrogado até a manifestação definitiva do órgão
ambiental competente.
c) Para os fins da Lei Complementar nº 140/2011, considera-se atuação subsidiária a ação
do ente da Federação que se substitui ao ente federativo originariamente detentor das
atribuições, nas hipóteses definidas na referida Lei Complementar.
d) As exigências de complementação de informações, documentos ou estudos feitas pela
autoridade licenciadora interrompem o prazo de aprovação, que continua a fluir após o
seu atendimento integral pelo empreendedor.
e) O decurso dos prazos de licenciamento, sem a emissão da licença ambiental, não
implica emissão tácita nem autoriza a prática de ato que dela dependa ou decorra, mas
instaura a competência subsidiária.
www.magistraturaestadualemfoco.com

DIREITO ADMINISTRATIVO

91 - Analise as assertivas a seguir sobre a licitação e suas modalidades:


I - Decairá do direito de impugnar os termos do edital de licitação perante a
administração o licitante que não o fizer até o segundo dia útil que anteceder a
abertura dos envelopes de habilitação em concorrência, a abertura dos envelopes
com as propostas em convite, tomada de preços ou concurso, ou a realização de
leilão, as falhas ou irregularidades que viciariam esse edital, hipótese em que tal
comunicação não terá efeito de recurso
II - Nas concorrências em âmbito internacional quando for permitido ao licitante
estrangeiro cotar preço em moeda estrangeira, deverá o licitante brasileiro cotar o
preço em moeda nacional, fazendo eventuais conversões.
III - No caso de convite, a Comissão de licitação, excepcionalmente, nas pequenas
unidades administrativas e em face da exiguidade de pessoal disponível, poderá ser
substituída por servidor formalmente designado pela autoridade competente.
IV - No pregão, declarado o vencedor, qualquer licitante poderá manifestar
imediata e motivadamente a intenção de recorrer, quando lhe será concedido o
prazo de 3 dias para apresentação das razões do recurso, ficando os demais licitantes
desde logo intimados para apresentar contrarrazões em igual número de dias, que
começarão a correr do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista
imediata dos autos.
Estão corretas APENAS as assertivas:
a) II, III e IV.
b) I, III e IV.
c) I, II e IV.
d) III e IV.
e) I e IV.

92 - Analise as proposições a seguir sobre a Lei de Improbidade Administrativa (Lei


8.429/92) e a jurisprudência do STJ sobre o tema:
I – Constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da
administração pública transferir recurso a entidade privada, em razão da prestação
de serviços na área de saúde sem a prévia celebração de contrato, convênio ou
instrumento congênere.
II - A indisponibilidade dos bens é cabível quando o julgador entender presentes
fortes indícios de responsabilidade na prática de ato de improbidade que cause dano
ao Erário, sendo implícito o requisito do periculum in mora. Para o deferimento da
www.magistraturaestadualemfoco.com

cautelar são desnecessárias a especificação dos bens e quantificação do dano pelo


Ministério Público.
III – Em caso de processo administrativo, a comissão processante dará
conhecimento ao Ministério Público e ao Tribunal ou Conselho de Contas da
existência de procedimento administrativo para apurar a prática de ato de
improbidade. O Ministério Público deverá designar representante para
acompanhar o procedimento administrativo.
IV – É possível o manejo da ação civil de improbidade exclusivamente contra o
particular, sem a concomitante presença de agente público no polo passivo da
demanda, desde que se trate de ato de improbidade que atente contra os princípios
da administração pública.
Estão corretas APENAS as assertivas:
a) I, III e IV.
b) I e II.
c) II, III e IV.
d) II e III.
e) I e IV.

93 - Sobre a Ação Popular e sua lei de regência (Lei 4.717/65), assinale a alternativa
correta:
a) A sentença que concluir pela carência ou pela improcedência da ação está sujeita ao
duplo grau de jurisdição, não produzindo efeito senão depois de confirmada pelo tribunal;
da que julgar a ação procedente caberá apelação, sem efeito suspensivo.
b) Caso decorridos 60 dias da publicação da sentença condenatória de segunda instância,
sem que o autor ou terceiro promova a respectiva execução, o representante do Ministério
Público a promoverá nos 30 dias seguintes, sob pena de falta grave.
c) A sentença da ação popular sempre terá eficácia de coisa julgada oponível "erga
omnes”.
d) O prazo de contestação de ação popular é de 15 dias, prorrogáveis por mais 15 a
requerimento do interessado, se particularmente difícil a produção de prova documental.
e) É facultado a qualquer cidadão habilitar-se como litisconsorte ou assistente do autor da
ação popular, desde que comprove seu legítimo interesse.

94 - Augusto é servidor público federal lotado no órgão responsável pela fiscalização


de sociedades empresárias que atuam no setor de prestação de serviços de telefonia.
Ciente, em razão do cargo que ocupa, de operação a ser realizada na sociedade
empresária em que trabalha seu irmão, Augusto, dias antes da efetiva fiscalização,
revela o teor de dados internos, bem como a iminente ocorrência do ato
www.magistraturaestadualemfoco.com

fiscalizatório, que deveriam ter sido mantidos em sigilo, a fim de que o irmão e os
colegas de trabalho pudessem ocultar eventuais irregularidades e manipular
documentos da sociedade empresária para se adequar à fiscalização. De acordo com
a Lei n.º 8.112/90, a conduta de Augusto é passível de:

a) Advertência.

b) Suspensão.

c) Multa.

d) Remoção.

e) Demissão.

95 - No tocante aos contratos de concessão de serviços públicos regidos pela Lei n.º
8.987/95, é correto afirmar que:

a) A transferência de concessão ou do controle societário da concessionária sem prévia


anuência do poder concedente implicará a encampação da concessão.

b) É admitida a subconcessão, nos termos previstos no contrato de concessão, desde que


expressamente autorizada pelo poder concedente.

c) Incumbe à concessionária a execução do serviço concedido, cabendo-lhe responder por


todos os prejuízos causados ao poder concedente, aos usuários ou a terceiros, sendo que
a fiscalização exercida pelo órgão competente exclui essa responsabilidade.

d) Os contratos celebrados entre a concessionária e os terceiros para o desenvolvimento


de atividades inerentes, acessórias ou complementares ao serviço concedido, bem como
a implementação de projetos associados, reger-se-ão pelo direito privado e estabelecerão
relação jurídica entre os terceiros e o poder concedente.

e) A outorga de subconcessão será sempre precedida de licitação na modalidade convite.

96 - A Lei n.º 13.019/14 estabelece o regime jurídico das parcerias entre a


administração pública e as organizações da sociedade civil (OSC). Considerando o
disposto no diploma em referência, o termo de fomento é:

a) instrumento por meio do qual são formalizadas as parcerias estabelecidas pela


administração pública com organizações da sociedade civil para a consecução de
finalidades de interesse público e recíproco que não envolvam a transferência de recursos
financeiros.

b) procedimento em que se analisa e se avalia a execução da parceria, pelo qual seja


possível verificar o cumprimento do objeto da parceria e o alcance das metas e dos
resultados previstos.
www.magistraturaestadualemfoco.com

c) instrumento por meio do qual são formalizadas as parcerias estabelecidas pela


administração pública com organizações da sociedade civil para a consecução de
finalidades de interesse público e recíproco propostas pela administração pública que
envolvam a transferência de recursos financeiros.

d) instrumento por meio do qual são formalizadas as parcerias estabelecidas pela


administração pública com organizações da sociedade civil para a consecução de
finalidades de interesse público e recíproco propostas pelas organizações da sociedade
civil, que envolvam a transferência de recursos financeiros.

e) procedimento destinado a selecionar organização da sociedade civil para firmar


parceria por meio de termo de colaboração, no qual se garanta a observância dos
princípios da isonomia, da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade,
da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório,
do julgamento objetivo e dos que lhes são correlatos.

97 - Márcio, falecido em outubro de 2018, era servidor público estadual aposentado


e possuía três filhos. Por ocasião do óbito, os sucessores comunicaram ao
Departamento de Recursos Humanos do ente federativo sobre o falecimento do
genitor. Nada obstante, os proventos continuaram a ser depositados mensalmente
na conta bancária de Márcio. Seus três filhos, reputando não existir qualquer óbice
ao recebimento, continuaram recebendo os valores até a constatação do equívoco
administrativo. Considerando o caso narrado e de acordo com a jurisprudência do
STJ:

a) Os filhos de Márcio não deverão restituir os proventos, uma vez que agiram de boa-fé.

b) A natureza alimentar da verba impede a pretensão da Administração Pública de reaver


as quantias levantadas pelos filhos de Márcio.

c) O erro operacional da Administração Pública impede a restituição dos valores, em


razão do princípio da proteção da confiança.

d) Os herdeiros devem restituir os proventos, porque, na hipótese, tendo sido pagas


diretamente aos herdeiros pelo princípio da saisine, as verbas recebidas não possuem
natureza alimentar.

e) Os herdeiros só devem restituir as verbas se a Administração Pública provar a má-fé


na percepção dos proventos.

98 - Sobre a desapropriação por utilidade pública e por interesse social, é


CORRETO afirmar:
a) Na desapropriação por utilidade pública (Decreto-Lei nº 3.365/1941), se houver
concordância, reduzida a termo, do expropriado, a decisão concessiva da imissão
provisória na posse implicará a aquisição da propriedade pelo expropriante com o
consequente registro da propriedade na matrícula do imóvel, implicando renúncia ao seu
direito de questionar o preço ofertado em juízo.
www.magistraturaestadualemfoco.com

b) Na desapropriação por utilidade pública (Decreto-Lei nº 3.365/1941), feita a opção


pela mediação ou pela via arbitral, o particular indicará um dos órgãos ou instituições
especializados em mediação ou arbitragem previamente cadastrados pelo órgão
responsável pela desapropriação.
c) Em face da alienação onerosa de bens tombados, pertencentes a pessoas naturais ou a
pessoas jurídicas de direito privado, a União, os Estados/Distrito Federal e os Municípios
terão, nesta ordem, o direito de preferência.
d) Na desapropriação por interesse social (Lei nº 4.132/1962), o expropriante tem o prazo
de 5 (cinco) anos, a partir da decretação da desapropriação por interesse social, para
efetivar a aludida desapropriação e iniciar as providências de aproveitamento do bem
expropriado.
e) É inconstitucional o percentual de juros compensatórios no patamar fixo de 6% ao ano
para remuneração do proprietário pela imissão provisória do ente público na posse de seu
bem (art. 15-A do Decreto-Lei nº 3.365/1941 – desapropriação por utilidade pública).

99 - Considerando o disposto no estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade


de economia mista e de suas subsidiárias, na Lei Complementar nº 101/2000, na Lei
nº 13.460/2017 e a jurisprudência dos Tribunais Superiores, assinale a alternativa
CORRETA:
a) É dispensável a realização de licitação por empresas públicas e sociedades de economia
mista na doação de bens móveis para fins e usos de interesse social, após avaliação de sua
oportunidade e conveniência socioeconômica relativamente à escolha de outra forma de
alienação.
b) Estará impedida de participar de licitações e de ser contratada pela empresa pública ou
sociedade de economia mista a empresa cujo administrador ou sócio detentor de mais de
50% (cinquenta por cento) do capital social seja diretor ou empregado da empresa pública
ou sociedade de economia mista contratante.
c) A despesa total com pessoal, em cada período de apuração e em cada ente da Federação,
não poderá exceder os percentuais da receita corrente líquida, a seguir discriminados: I -
União: 50% (cinquenta por cento); II - Estados: 60% (sessenta por cento); III -
Municípios: 70% (setenta por cento).
d) Nos termos da Lei nº 13.460/2017 (dispõe sobre participação, proteção e defesa dos
direitos do usuário dos serviços públicos da Administração Pública), a ouvidoria
encaminhará a decisão administrativa final ao usuário, observado o prazo de quinze dias,
prorrogável de forma justificada uma única vez, por igual período.
e) Na hipótese de débito estrito de recuperação de consumo efetivo por fraude no aparelho
medidor atribuída ao consumidor, desde que apurado em observância aos princípios do
contraditório e da ampla defesa, é possível o corte administrativo do fornecimento do
serviço de energia elétrica, mediante prévio aviso ao consumidor, pelo inadimplemento
do consumo recuperado correspondente ao período de 60 (sessenta) dias anterior à
constatação da fraude, contanto que executado o corte em até 60 (sessenta) dias após o
www.magistraturaestadualemfoco.com

vencimento do débito, sem prejuízo do direito de a concessionária utilizar os meios


judiciais ordinários de cobrança da dívida, inclusive antecedente aos mencionados 60
(sessenta) dias de retroação.

100 - Assinale a alternativa CORRETA à luz do entendimento corporificado pelos


Tribunais Superiores:
a) A União tem legitimidade passiva em ação de indenização por danos decorrentes de
erro médico ocorrido em hospital da rede privada durante atendimento custeado pelo
Sistema Único de Saúde (SUS).
b) O Estado responde, subjetivamente, pelos atos dos tabeliães e registradores oficiais
que, no exercício de suas funções, causem dano a terceiros.
c) Não incide o teto remuneratório constitucional aos substitutos interinos de serventias
extrajudiciais.
d) Nos casos autorizados constitucionalmente de acumulação de cargos, empregos e
funções, a incidência do art. 37, XI, da Constituição Federal (teto remuneratório
constitucional) pressupõe consideração da observância do teto remuneratório quanto ao
somatório (global) dos ganhos do agente público. Ou seja, a soma dos ganhos percebidos
não poderá ultrapassar o teto remuneratório constitucional.
e) Não se aplica a aposentadoria compulsória prevista no art. 40, § 1º, II, da CF aos
titulares de serventias judiciais não estatizadas, desde que não sejam ocupantes de cargo
público efetivo e não recebam remuneração proveniente dos cofres públicos.