Você está na página 1de 2

A formação da urina é um processo importante que ocorre nos rins, um dos órgãos que compõem nosso sistema urinário.

Por meio da
urina, eliminamos substâncias que se encontram em excesso e que são tóxicas para o nosso corpo, como é o caso da ureia, formada
durante o metabolismo dos compostos nitrogenados.

01 - ONDE OCORRE A FORMAÇÃO DA URINA?

A urina é formada no interior dos rins, em uma região conhecida como néfrons. Os néfrons, que medem cerca de 30 a 55mm, são as
unidades funcionais dos rins. Eles são formados basicamente pelo corpúsculo renal e um tubo longo que desemboca nos tubos
coletores de urina.

O corpúsculo renal é constituído pelos glomérulos, que são formados por um enovelado de capilares envoltos por uma cápsula renal,
também chamada de cápsula de Bowman. Ligado ao corpúsculo, encontra-se um longo tubo que pode ser dividido em três partes:
túbulo proximal, alça néfrica ou de Henle e túbulo distal.

02 – INPUT - O sangue chega aos rins pela artéria renal, que se ramifica até formar as chamadas arteríolas aferentes. Cada uma
dessas arteríolas penetra em uma cápsula renal e forma o glomérulo renal. A arteríola que sai do glomérulo é chamada de arteríola
eferente.

03 – PROCESSOS - QUAIS SÃO AS ETAPAS DO PROCESSO DE FORMAÇÃO DA URINA?

O processo de formação da urina ocorre em três etapas básicas: filtração, reabsorção e secreção.

3.1 - FILTRAÇÃO: A primeira etapa da formação da urina é o processo de filtração, que ocorre no interior do corpúsculo renal. Em
razão da alta pressão do sangue no interior dos capilares do glomérulo, substâncias extravasam para o interior da cápsula renal. O
filtrado resultante, que possui composição semelhante à do plasma sanguíneo, mas com menor quantidade de proteínas, segue em
direção aos túbulos renais.

Aproximadamente 1,6 mil litros de sangue são filtrados diariamente, formando 180 litros de filtrado. Desses 180 litros, são formados
apenas dois litros de urina por dia, o que demonstra uma grande reabsorção.

3.2 - REABSORÇÃO: Nessa etapa, algumas substâncias do filtrado são reabsorvidas para o sangue. Estima-se que 65% do total de
sódio e água presentes no filtrado sejam reabsorvidos no túbulo proximal. A glicose e os aminoácidos são quase que completamente
reabsorvidos. Na alça néfrica, são reabsorvidos principalmente sais. Já o túbulo distal apresenta alta capacidade de reabsorção de
íons. Estima-se que cerca de 99% do filtrado seja reabsorvido nessa etapa de formação da urina.

3.3 - SECREÇÃO: ocorre a transferência de moléculas presentes no sangue para dentro do lúmen do néfron. Entre os principais
produtos secretados, podemos citar o hidrogênio, potássio e amônia.

→ Resumindo:

Podemos resumir a formação da urina em uma equação básica:


Urina = Filtração - Reabsorção + Secreção
FILTRADO GLOMERULAR - é o nome dado ao líquido produzido pelo glomérulo durante o processo de filtração glomerular Ao passar
pelo glomérulo; água, eletrólitos, glicose, ureia e uma pequena quantidade de proteínas são extraídos do sangue e caem na Cápsula
Renal (antiga Cápsula de Bowman), assim seguem para os outros segmentos do néfron. Nos túbulos renais, o filtrado glomerular é
processado e transformado em urina. Outra característica importante do filtrado glomerular é a ausência de células do sangue
(hemácias, leucócitos).