Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE PÚNGUÉ

EXTENSÃO DE TETE
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA

CURSO DE LICENCIATURA EM ENSINO DE FÍSICA

Campus universitário de Cambinde . Estrada nacional n° 106, telef: 252 2204211/2; telefax: 252 20422, Tete - Moçambique

Plano Analítico de Métodos de Estudo e Investigação Cientifica

Nível Regime Ano Ano Semestre No de No de Total de Docente


Académico Créditos Horas/Seman Horas
a Semestrais de
Contacto
o o
1 Laboral 1 2020 1 5 3 48 Fernando Pedro
Santana
Competências

Ao culminar a Disciplina de Métodos de estudo e investigação científica o estudante deve ter as seguintes competências:

 Constituir e defender argumentos próprios sobre assuntos que constituem objecto de pesquisa em Métodos de estudo e
investigação científica;
 Projectar pequenas pesquisas na área de Física;
 Realizar projectos solucionais a certos problemas usando o conhecimento da Física;

Objectivos

Ao culminar a disciplina de Métodos de estudo e investigação científica o estudante deve se capaz de:

 Identificar elementos básicos da estrutura do projecto de pesquisa;


 Procurar soluções simples e locais às dificuldades na sociedade;

Estratégias e Métodos de Ensino

 Estudantes pesquisem na literatura e na Internet assuntos relacionados à Métodos de estudo e investigação científica;
 Preparam e realizam apresentações e defesas dos seus temas dos projectos em aulas;
 Elaboram os projectos;
Plano temático

Conteúdo Objectivos de Actividades e Actividades e Recursos Datas da Datas


Semana

aprendizagem exercícios a exercícios do para o tutoria das


desenvolver módulo e estudo presenci avaliaçõe
1ªe2ª I. Exigências e desafios no ensino - Fazer perceber aos
na outros do al s
universitário: estudantes a necessidade de
- Oportunidades e privilégios que o responsabilidade e
ensino superior oferece. autonomia nos estudos.
- Responsabilidade do estudante no - Preparar os estudantes para 19
ensino superior. uma boa condição de
psicológica de Março
Métodos de estudo na universidade aprendizagem. de
II. Planificação do estudo: 2017
II.1.1. Importância da planificação do
estudo;
II.1.2. Condições ambientais e
psicológicas para o estudo;
II.1.3.Organização, planificação e
métodos de estudo.
3ªe4ª III. Pesquisa científica - Descrever as características
- Noção e importância; de uma pesquisa científica;
Necessidade de pesquisa (Formular - Discriminar a pesquisa
teorias; Testar teorias. Resolver científica destinada à
problemas); construção de conhecimento
IV. O projecto de pesquisa de outras formas de
- Conceito de projecto de pesquisa; construção de conhecimento.
- Linha de pesquisa;
- Procedimentos preliminares de um
projecto de pesquisa (socialização da
estrutura).
6ª, - Elementos básicos da estrutura do - Explicar as partes que
7ªe projecto de pesquisa: compõem à estrutura de uma Primeiro
8ª - Tema; observação sistemática; trabalho
- Delimitação do tema de estudo (A - Explicar o método prático
linha de pesquisa, o tema, o objecto, o científico;
aspecto de estudo - conteúdo explícito, - Descrever o que uma 27
espaço e tempo justificados). observação científica é; de
- O problema de pesquisa; - Descrever o papel da Março
- Justificativa; fundamentação científica; de
- Os objectivos (Geral e específicos); - Identificar os atributos 2017
- A hipótese; relevantes que caracterizam
-Revisão da Literatura; genericamente um problema
-Quadro teórico; - Os objectivos (Geral de pesquisa;
e específicos); Identificar um problema de
- A hipótese; pesquisa;
-Quadro teórico; - Explicar as razões de
escolha do seu problema;
- Explicar o impacto que
você espera com a pesquisa;
- Definir e descrever as
características da hipótese
científica;
- Identificar exemplificar
exemplos ilustrativos da
relação entre a teoria e a
construção de hipóteses.
- Descrever as principais
etapas da pesquisa a ser
desenvolvida.
9ªe - Metodologia: análise dos materiais, - Identificar uma
10ª tratamento dos resultados, sintetização e metodologia apropriada para Segundo
apresentação dos resultados, Métodos de a realização da pesquisa na trabalho
abordagem da pesquisa: Quantitativos e área da física educacional; prático
Qualitativos. - Aplicar métodos
-Orçamento; qualitativos ou quantitativos, 24
-Cronograma de actividades; mediante a natureza da de
-Bibliografia.vs Referências pesquisa; Abril
Bibliográfico). - de
- Anexo; 2017
- Apêndices.
11ª Normas e Procedimentos da - Demonstrar conhecimentos
Monografia na UP e capacidades de aplicação
das normas e procedimentos
para a elaboração;
- Motivar os estudantes a
efectuar pesquisas útil,
relevante, cientificamente
organizada e com impacto
educacional e social.
12ªe - Etapas de elaboração de uma - Elaborar e apresentar o
13ª pesquisa draft provisório do projecto Terceiro
- Concepção do projecto (Plano de pesquisa, conforme as trabalho
provisório); normas e procedimentos de prático
- Levantamento das fontes bibliográficas elaboração de trabalho
e documentais (Leitura exploratória, científico da UP. 08
analítica e interpretativa - Ficha de de
leitura); Maio
- Trabalho de Campo; de
- Apresentação e discussão dos 2017
resultados da pesquisa (Cruzamento de
dados bibliográficos e de campo).
14ªe Elaboração do relatório do projecto - Elaborar o draft final do
15ª de pesquisa projecto de pesquisa,
conforme as normas e
procedimentos de elaboração
de trabalho científico da UP.
16ª Entrega do relatório final de pesquisa - Efectuar a entrega do
projecto de pesquisa dentro
do tempo estabelecido pelo
docente.

Meio de ensino

 Brochuras produzidas pelos próprios estudantes;


 Publicações na internet;
 TICs.
Formas de Avaliação:

 Apresentação e defesa do tema na sala de aulas;


 Participação activa nos Debates;
 Elaboração de projectos de pesquisa;
 Apresentação e Defesa dos projectos de pesquisa;

Tabela de Número e Formas de Avaliação

Ordem Forma Número

1 Participação nas aulas Permanente


2 Assiduidade e pontualidade às aulas Permanente
3 Seminários 1

4 Projecto de pesquisa 1

Bibliografia

1. ARENDS, R. I., Aprender a ensinar, McGraw-Hill, Lisboa, 1997;


2. BERNARDINO L. J., Aprender e ensinar Física, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação para a ciência e a Tecnologia,
Braga, 2004;
3. NOVAK, J., D. GOWIN D.B. Aprender a aprender, Plátano, Editora, Lisboa, 1996;
4. VALADARES, J., GRAÇA, M. Avaliando para melhorar a aprendizagem, Plátano Editora, Lisboa, 1998.