Você está na página 1de 4

Trabalho de Pesquisa

Deve oferecer respostas do tipo:

- O que pesquisar? (Tema)


-
- Por que pesquisar? (Justificativa)

- Para que pesquisar? (Objetivos)

- Como pesquisar? (Metodologia)

- Quando e por quanto tempo pesquisar?(Cronograma)

- Por quem? (Equipe)

Tema

- Ponto de partida do trabalho de pesquisa

- Delimitação de um campo de estudo no interior de uma


grande área de conhecimento

- ÁREAS DE CONHECIMENTO CURSO PSICOLOGIA PUC MINAS SÃO GABRIEL


- Avaliação psicológica
- Psicologia Social
- Psicologia e Saúde
- Psicologia do trabalho e das organizações
- Psicologia e Educação
- Psicologia clínica
- Psicologia do Desenvolvimento Humano

- Deve ser escolhido de acordo com as tendências e aptidões do aluno

Problematização

- Indica exatamente qual a dificuldade que se pretende resolver ou


responder

- É a apresentação da ideia central do trabalho

- Deve-se definir clara e exatamente o assunto a ser desenvolvido.


- Deve-se contextualizar o problema (abordar o tema de forma a
identificar a situação ou o contexto no qual o problema está ou será
inserido)
Processos auxiliares na definição do problema:

1.     Trata-se de um problema original e relevante?

2.     Ainda que seja “interessante”, é adequado para mim?

3.     Tenho hoje possibilidades reais para executar tal estudo?

4.     Existem recursos (financeiros, materiais, humanos, etc.) para o


estudo?

5.     Há tempo suficiente para investigar tal questão?

Objetivos

Indicam o que se pretende conhecer, ou medir, ou provar no decorrer da


pesquisa, ou seja, as metas que se deseja alcançar.

- Objetivos gerais: indicam uma ação ampla (resultado maior


pretendido)

- Objetivos específicos: procuram descrever ações pormenorizadas ou


aspectos detalhados que levarão à realização dos objetivos gerais .

Justificativa

Deve procurar responder:

- Qual a relevância da pesquisa?

- Que motivos a justificam?

- Quais contribuições para a compreensão, intervenção ou solução que


a pesquisa apresentará?

Processos auxiliares em uma boa justificativa:

- Atualidade do tema: inserção do tema no contexto atual

- Ineditismo do trabalho: proporcionará mais importância ao assunto.

- Interesse do autor: vínculo do autor com o tema


- Relevância do tema: importância científica, social, educacional, etc.

- Pertinência do tema: contribuição do tema para a solução de um


problema atual

Hipótese

É uma expectativa de resultado a ser encontrada ao longo da pesquisa

- Deve servir como uma das bases para a definição da metodologia de


pesquisa

Referencial teórico

Esse tópico é a fundamentação teórica do projeto, nele estão as teorias e


conceitos que orientarão a investigação, ou seja, as “lentes” utilizadas
pelo pesquisador para abordar seu objeto de pesquisa e conhece-lo. Nele
se coloca em conversa diferentes autores, articulando suas ideias,
concepções e pontos de vista sobre questões atinentes ao objeto da
pesquisa e ajudam na sua compreensão.
O referencial dá sustentação ao projeto, servindo também de referência
para os processos metodológicos a serem adotados. Deve conter
citações textuais ou livres, com indicação dos autores conforme norma
da ABNT

Metodologia

O conjunto detalhado e sequencial de métodos e técnicas científicas a


serem executados ao longo da pesquisa, de tal modo que se consiga atingir
os objetivos inicialmente propostos e, ao mesmo tempo, atender aos
critérios de menor custo, maior rapidez, maior eficácia e mais confiabilidade
de informação (BARRETO; HONORATO, 1998).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed.
São Paulo: Atlas, 2017. E-book ISBN 9788597012934.  (n.08 na lista
dos livros) Número de chamada: E-Book 001.81 6.ed. LER CAP. 2

GOLDENBERG, Miriam. A arte de pesquisar. 11.ed. Rio de Janeiro: Editora


Record,2009.

MINAYO, M.Cecília (Org.). Pesquisa Social, teoria, método e


criatividade. 22 ed. Petrópolis:Vozes. 2003. (Livro eletrônico) (n.24 na
lista dos livros) LER CAP. 2

TURATO, Egberto Ribeiro. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-


qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão
comparada e aplicação nas áreas da saúde e humanas. 2. ed.
Petrópolis: Vozes, 2003. 685p

Profa. M.CRISTINA M.ANDRADE / TININHA