Você está na página 1de 1

direto ao

PONTO

OUTSIGHT: antes da
autoanálise, busque as
respostas do lado de fora
Em seu mais recente livro, Herminia Ibarra mostra a
importância das experiências diferentes e da perspectiva
externa para quem busca novos patamares de liderança

R
einventar a carreira é um mexer no que fazem, com quem se que passa de gestor a líder.
desejo de muitos profissionais. conectam e como se enxergam. 2. Ampliar a rede de contatos,
A sabedoria convencional diz E, para fazer as coisas de aproveitando melhor as
que, para isso, eles devem procurar maneira diferente, segundo ela, o situações propícias a fazer um
as respostas dentro de si, geralmente primeiro passo é realizar atividades número maior de conexões – e
por meio de reflexão e análise. diversas, que têm o poder de com pessoas mais influentes.
Herminia Ibarra, uma das pensadoras transformar as pessoas. Por isso, a 3. Investir no desenvolvimento
de gestão mais destacadas do mundo, especialista do Insead defende que do estilo pessoal (talvez mais
segundo o ranking Thinkers50, a experimentação e as experiências divertido), buscando redefinir
vai em sentido contrário. reais sejam utilizadas como seu senso de identidade.
Ibarra criou o conceito de caminho para essa mudança, mais
outsight. Diferentemente do insight, que a reflexão. É o que ela chama Muitos gestores acabam
trata-se da perspectiva externa de “tentativa e aprendizado”. presos no mesmo lugar na
a que todos podem ter acesso Onde tentar coisas novas? De carreira por não saberem
quando se envolvem em novas acordo com Ibarra, em atividades qual o passo seguinte a tomar.
experiências. Esse é um dos pontos dentro e fora do trabalho. Muitos Agora sabem: esse passo é
centrais de seu mais recente livro, dos profissionais estudados por o outsight – as atividades

FABERR INK/SHUTTERSTOCK.COM
Act Like a Leader,Think Like a Leader. ela viveram mudanças de carreira fora da rotina.
A ideia surgiu do crescente disparadas por projetos, iniciativas e
interesse da autora por gestores participação em grupos de trabalho
que deveriam agir como líderes dessa natureza. Em tais contextos,
na visão da empresa, apesar eles puderam experimentar modos
de não terem uma promoção inéditos de agir e, com base nisso,
formal ou uma mudança no fazer sua reflexão (e não o inverso).
perfil do cargo que gerasse a As experiências reais são a
oportunidade da transição. oportunidade de um executivo
Ibarra estudou como o fazer as três mudanças
comportamento pode ser mudado fundamentais propostas pela autora:
e concluiu: esses gestores têm de
encontrar seu jeito próprio de 1. Redefinir seu papel, para se
fazer as coisas. Para isso, precisam tornar mais estratégico, à medida

16 | edição 118