Você está na página 1de 23

COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA

Educação a distância

UNIDADE 3 – CUIDADOS NA REDAÇÃO


ATIVIDADES

UNIDADE 3 – CUIDADOS NA REDAÇÃO

Objetivo da unidade: Ao final desta etapa, você deve apresentar condições de redigir
parágrafos que apresentem coerência, clareza, concisão e correção gramatical bem como
desenvolver o hábito de consulta a dicionários e à gramática.

ATIVIDADES DO PERÍODO DE 18 A 31 DE AGOSTO

Para realizar as atividades previstas para esta unidade, guie-se pelas informações
apresentadas nos quadros.

O que você deve fazer Como você será Como acessar o Prazo para
avaliado(a) ambiente conclusão
Atividade em grupo de Você receberá 2,0 Acesse seu Etapa 1 –
redação de parágrafos pontos considerando- ambiente de publicação de
Esta atividade em grupo tem por se os seguintes grupo fazendo o suas conclusões
finalidade levá-lo(a) a observar a aspectos: seguinte caminho: sobre os itens
coerência, clareza, concisão e 1. No menu sob sua
correção gramatical na redação • intervenções nos vertical à responsabilidade
de um parágrafo. prazo solicitados; esquerda, clique - até 20 de
• apresentação da em agosto.
Individualmente, você irá analisar análise individual “Colaboração”;
alguns parágrafos, identificar dos parágrafos 2. clique em Etapa 2 –
seus problemas e reformulá-los. indicados; “Ambiente de discussão das
• qualidade dos grupo”; conclusões
Na primeira etapa do trabalho argumentos 3. clique no apresentadas
em grupo, irá publicar suas apresentados para nome grupo por todos e
conclusões referentes aos justificar as (nome de um(a) consenso do
parágrafos sob sua indicações de escrito(a) grupo – até 24
responsabilidade no ambiente de inadequações; famoso(a). de agosto
grupo. No ambiente de grupo • redação dos itens
estarão indicados os itens sob sob sua
sua responsabilidade. responsabilidade;
• participação no
Na segunda etapa, irá discutir grupo na discussão
conclusões não-coincidentes de conclusões
para que o grupo chegue a um apresentadas pelos
trabalho único. colegas;
• participação no
No texto “Redação de grupo para promover
parágrafos”, apresentado neste o consenso.
volume, você encontrará toda a
orientação necessária para
realizar a atividade.

1
O que você deve fazer Como você será Como acessar o Prazo para
avaliado(a) ambiente conclusão
Leitura dos textos informativos Você fará sua Até 27 de
– “O emprego do português”, autoavaliação: agosto
“Fontes de consulta”, “Nova
ortografia” e os slides em power • verifique se comete
point “Dicas de redação” um ou mais tipos de
Leia a matéria indicada, publicada erros comentados na
na revista Discutindo Língua matéria ou
Portuguesa, as indicações de apresentados nos
fontes de consulta e as mudanças slides e esteja
introduzidas com o Novo Acordo atento(a) para evitá-
Ortográfico (todos os textos são los a partir de agora;
apresentados neste material). • certifique-se de que
Examine o conjunto de slides em sabe consultar as
power point “Dicas de redação”, fontes apresentadas
disponível na biblioteca. no texto “Fontes de
consulta”.

Se tiver qualquer
dúvida ou dificuldade,
peça auxílio ao (à)
tutor(a).

O que você deve fazer Como você será Como acessar o Prazo para
avaliado(a) ambiente conclusão
Correção de erros com base em Você receberá 2,0 se a Você deverá Até 31 de
novas aprendizagens reformulação de seu procurar a agosto
Nesta altura, já analisamos alguns texto fornecer indícios orientação do que
textos que você produziu. de que pesquisou o deve reformular e
Portanto, já tivemos oportunidade conteúdo que lhe foi publicar o texto
de diagnosticar alguma dificuldade indicado e estudou os reformulado no
que deve ser superada, algum tipo textos informativos seu ambiente
de erro que deve ser corrigido ou fornecidos. individual.
algum aspecto que pode ser
melhorado. Caminho:
Pediremos a você que reformule • Colaboração
algum texto de sua autoria depois • Ambiente de
de estudar o assunto que vamos grupo
lhe propor. • Seu nome
No seu ambiente individual, você
encontrará indicações detalhadas
sobre o que deve estudar e o que
deve reformular.
Repetindo este tipo de
procedimento no decorrer do
curso, você desenvolverá hábitos
absolutamente necessários para
quem redige e se mantém
atento(a) para melhorar cada vez
mais suas habilidades de
expressão oral e escrita.

2
REDAÇÃO DE PARÁGRAFOS
Atividade em grupo

Redação de parágrafos

Vimos na unidade anterior que a produção de um texto oral ou escrito está vinculada ao
contexto da comunicação: quem quer comunicar, o que se quer comunicar, com quem se
comunica, de que modo (linguagem escrita ou oral, formal ou informal, verbal ou não-
verbal). No caso da comunicação formal feita por escrito, o autor deve cuidar para que
suas ideias formem um todo coerente e coeso. Muitas vezes, observamos que um
simples parágrafo exige um planejamento de ideias que se complementem e sejam
coerentes entre si.

Antes de apresentarmos os conceitos que devem nortear a redação de um texto,


convidamos você para uma reflexão sobre algumas frases abaixo. Se você prestar
bastante atenção e usar seu conhecimento prévio, provavelmente poderá identificar
problemas que antes passavam despercebidos.

Exercícios

1. Nos parágrafos abaixo, há erros gramaticais ou incoerências entre as ideias


apresentadas. A fim de preparar-se para a discussão em grupo, responda às
perguntas seguintes:

a. Que problema você identifica em cada parágrafo?


b. Como você resolveria cada problema? Reescreva o parágrafo com suas
sugestões.

A
O repórter saiu atrasado para a entrevista que deveria começar às 9 horas, pois ela não
pôde ser realizada.

A liberdade de imprensa é fundamental para a democracia. Nas redações dos grandes


jornais, a figura do censor é necessária para garantir a seleção daquilo que a população
deve ler.

3
C

A alimentação equilibrada é uma das principais condições para uma vida saudável. A vida
saudável acaba levando as pessoas a se alimentarem adequadamente.

Redija o relatório sobre o desenvolvimento das atividades o mais breve possível, se bem
que há urgência em publicá-lo.

Ainda que os alunos assimilem todos os conhecimentos, eles receberão o certificado de


aproveitamento no programa.

Essa é uma situação onde todos se sentem apreensivos.

G
Estou me referindo ao livro que falamos.

4
2. Nos textos abaixo, ocorrem fragmentos narrativos, descritivos e dissertativos
que apresentam algum tipo de incoerência. Identifique as incoerências para discutir
com seu grupo.

H
O quarto espelha as características de seu dono: um esportista, que adorava
a vida ao ar livre e não tinha o menor gosto pelas atividades intelectuais. Por
toda a parte, havia sinais disso: raquetes de tênis, prancha de surf,
equipamento de alpinismo, skate, um tabuleiro de xadrez com as peças
arrumadas sobre uma mesinha, as obras completas de Shakespeare.
(Texto extraído de Fiorin, José Luiz & Savioli, Francisco Platão. Para entender o texto. Leitura e Redação. São
Paulo: Ática, 1991, p. 268)

Devo confessar que morria de inveja de minha coleguinha por causa daquela
boneca que o pai trouxera da Suécia: ria, chorava, balbuciava palavras,
tomava mamadeira e fazia xixi. Ela me alucinava. Sonhei com ela noites a fio.
Queria dormir com ela uma noite que fosse.
Um dia, minha vizinha esqueceu-a em minha casa. Fui dormir e, no dia
seguinte, quando acordei, lá estava a boneca no mesmo lugar em que minha
amiguinha havia deixado. Imaginando que ela estivesse preocupada,
telefonei-lhe e ela mais do que depressa veio buscá-la.

(Extraído de Fiorin, José Luiz & Savioli, Francisco Platão. Para entender o
texto. Leitura e Redação. São Paulo: Ática, 1991, p. 268).

5
J
Foi a Alemanha nazista, durante a Segunda Guerra Mundial, que realizou as
experiências mais aterradoras. Só que as cobaias eram seres humanos.
Prisioneiros de guerra, principalmente judeus, foram submetidos a todos os
tipos de crueldades.

(Extraído de Infante, Ulisses. Curso de Gramática Aplicada aos Textos.


São Paulo: Scipione, 2001, p. 54)

A afirmação de que a ciência é neutra é questionável. Muitos produtos


científicos trouxeram progressos substanciais para a humanidade. Se outros
produtos foram mal utilizados, a responsabilidade não cabe à ciência, mas à
sociedade ou aos organismos que idealizaram e patrocinaram a tecnologia
movidos por valores e ideologias questionáveis.

(Extraído de.Achcar, Inês. Banco de questões para provas de


seleção. São Paulo: Senai-SP)

6
3. Para cada grupo de frases abaixo, você deve elaborar um parágrafo bem
estruturado, com unidade e coesão. Para isso, verifique:
• se há necessidade de juntar duas ou mais frases para formar uma única
frase;
• se há necessidade de usar conectivos (por exemplo: que, cujo, porque,
mas, se, etc.) ao juntar uma ou mais frases em um mesmo período
(período = frase que contém uma ou mais orações);
• se há necessidade de usar conectivos para unir dois períodos;
• se há necessidade de usar pronomes (ele, que, o qual, etc.) para evitar
repetição de palavras.

M
No começo do ano passado, os dirigentes da empresa revelaram interesse
em promover a atualização dos funcionários ainda naquele ano.
Os dirigentes desejavam levar até os funcionários as inovações tecnológicas
mais recentes.
No presente ano, foram ministrados programas para atualização dos
funcionários.

N
Não comparecemos à reunião.
Na reunião foram discutidos assuntos relacionados com o trabalho da nossa
equipe.
A equipe não pôde participar de decisões que lhe dizem respeito.

7
O
Os técnicos propuseram reuniões entre especialistas de diferentes áreas.
Os técnicos desejavam desenvolver projetos a partir de uma concepção
interdisciplinar.
As reuniões entre especialistas de diferentes áreas ocorreram.
Os especialistas estavam envolvidos em outros trabalhos ligados à sua área
de atuação.
Foi impossível, a todos os especialistas, comprometerem-se com mais
atividades além daquelas que já vinham executando.
Os especialistas desistiram de desenvolver projetos interdisciplinares.

Não se esqueça de verificar, no ambiente do seu grupo, quais são os itens sob sua
responsabilidade. Publique no ambiente, até a data indicada, as suas conclusões.

Elaboração: Ana Silvia Ferreira

8
O EMPREGO DO PORTUGUÊS
Texto informativo

9
10
11
12
13
14
15
16
Revista Discutindo Língua Portuguesa. Ano 2, no 9.

17
FONTES DE CONSULTA
Texto informativo

Principais fontes de consulta


Desde que você começou a estudar português, aprendeu uma série de conceitos e
regras gramaticais. Alguns você deve ter memorizado e outros pode ter esquecido. Há,
ainda, uma série de conceitos e regras que você possivelmente desconheça – isso
ocorre com todos, ninguém é um dicionário ou uma gramática ambulante.
Justamente por essas razões é que você deve desenvolver o hábito de consultar
dicionário e gramática. Aliás, dicionário e gramática são dos materiais de consulta mais
utilizados por professores, jornalistas, escritores, enfim, por todos aqueles que trabalham
com a palavra. Quanto mais sabemos a respeito da língua, mais dúvidas temos. E, claro,
maior é a nossa exigência com relação àquilo que produzimos por escrito.

Consulta à gramática
Consultar uma gramática não é difícil. Basta sabermos a nomenclatura comumente
usada para agrupar os assuntos. Neste curso, você receberá do(a) tutor(a) a orientação
necessária para localizar, em uma gramática, conteúdos que permitirão esclarecer suas
dúvidas e, consequentemente, aperfeiçoar o seu texto.
Nem toda gramática é organizada da mesma maneira. No entanto, alguns títulos são
comuns às diferentes gramáticas, por adotarem a nomenclatura oficial. Aprendendo a
nomenclatura, você saberá utilizar o material. Nas primeiras vezes, poderá ter algumas
dificuldades, que certamente serão superadas com a prática.

Na Internet, você poderá resolver boa parte de dúvidas relacionadas com conteúdos
gramaticais nos endereços:
http://www2.tvcultura.com.br/aloescola/linguaportuguesa/index.htm
http://www.brasilescola.com/gramatica/
http://www1.folha.uol.com.br/folha/fovest/gramatica.shtml
http://www.gramaticaonline.com.br/gramaticaonline.asp?menu=1

Consulta a dicionários

Você deve consultar dicionários quando tiver dúvidas sobre:


• significado de uma palavra;
• grafia de uma palavra;
• regência, ou seja, preposição (a, de, com, para,etc.) que deve ser usada depois de
uma palavra.

18
Para saber usar o dicionário para resolver dúvidas sobre regência verbal (de verbos) ou
nominal (de substantivos e adjetivos), acompanhe o exemplo acima, relacionado com a
regência do verbo implicar.

Inserimos, a seguir, a acepção de “implicar”, extraída do dicionário Houaiss.

Implicar

• verbo
bitransitivo e pronominal
1 envolver (alguém ou a si mesmo) em complicação, embaraço; comprometer(-se), envolver(-
se)
Ex.: <o depoimento que prestou implicava-o na fraude> <ao dar ajuda ao assassino,
implicou-se no crime>
transitivo direto e pronominal
2 causar ou sentir confusão; tornar(-se) perplexo; confundir, embaraçar, enredar
Ex.: <as objeções implicaram-lhe o raciocínio> <o espírito do filósofo implicou-se com
dúvidas>
intransitivo
3 promover rixa, discórdia
Ex.: maquiavélico, seu prazer é i.
pronominal
4 proceder, agir de modo inconsequente
Ex.: anda a i.-se em confusões sentimentais
transitivo indireto e intransitivo
5 ser incompatível com; não estar de acordo com; desarmonizar
Ex.: <um procedimento que implica com as normas prescritas> <as duas cláusulas do
contrato implicam reciprocamente>
transitivo direto e bitransitivo
6 ter como consequência, acarretar; originar
Ex.: uma decisão que poderia i. prejuízos futuros (para a empresa)
transitivo direto
7 dar a entender, fazer pressupor
Ex.: todos os passos do criminoso implicavam premeditação
transitivo direto
8 tornar necessário, imprescindível; requerer
Ex.: o combate à inflação implica a adoção de medidas drásticas
transitivo indireto e pronominal
9 demonstrar antipatia ou prevenção contra; hostilizar
Ex.: i.(-se) com alguém à toa

Observe que, dependendo do significado do verbo implicar nas frases, usamos uma ou
outra preposição ou não usamos preposição.

Excesso de faltas implica reprovação.


Alguns jovens se implicam em confusões.
Ele sempre implica com o irmão mais novo.

Se sua biblioteca não dispuser de um dicionário, você pode acessar o dicionário


Michaelis, na UOL: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/

Elaboração: Ana Silvia Ferreira e Inês Achcar

19
NOVA ORTOGRAFIA
Texto informativo

Quais os tópicos que sofreram mudanças com o novo acordo ortográfico?


As mudanças ocorreram em relação ao alfabeto, trema, acentuação e
hífen.

Quais foram as mudanças no alfabeto?


Foram incluídas 3 letras: k, w e y.
como era: 23 letras
como fica: 26 letras

O que aconteceu com o trema?


Não existe mais. Permanece em nomes próprios como Müller e seus
derivados.
como era: lingüiça, freqüência, tranqüilo.
como fica: linguiça, frequência, tranquilo.

O que muda em relação à acentuação?


Não há mais acento em ei e oi abertos nas paroxítonas (penúltima sílaba
tônica).
como era: idéia, geléia, colméia, estréia, heróico, jóia, paranóia.
como fica: ideia, geleia, colmeia, estreia, heroico, joia, paranoia.

Não há mais acento em i e u tônicos depois de ditongos (vogal +


semivogal) nas paroxítonas.
como era: feiúra, baiúca, bocaiúva.
como fica: feiura, baiuca, bocaiuva.

Não há mais acento circunflexo em palavras terminadas em eem e oo(s).


como era: crêem, dêem, vêem, prevêem, vôo, enjôo.
como fica: creem, deem, veem, preveem, voo, enjoo.

Não há mais acento agudo no u nos grupos gue, gui, que, qui (em verbos
como enxaguar, averiguar, apaziguar, arguir).
como era: enxagúe, averigúe, apazigúe, argúi.
como fica: enxague, averigue, apazigue, argui.

O acento diferencial desapareceu?


Somente em algumas palavras.
como era: pára (verbo), péla (verbo), pólo, pêra, pêlo.
como fica: para (verbo), pela (verbo), polo, pera, pelo.
Permanece o acento diferencial em: pôde (pretérito perfeito do indicativo)
para diferenciar de pode (presente do indicativo); pôr (verbo) para diferenciar

20
de por (preposição); fôrma para diferenciar de forma (nesse caso, o uso do
acento é facultativo).

O que mudou em relação ao uso do hífen?

Em relação a palavras compostas, não se deve usar o hífen em algumas que


perderam a ideia de composição.
exemplos: girassol, madressilva, mandachuva, paraquedas, paraquedista,
pontapé.

Em relação a palavras formadas por prefixos, há algumas regras que devem ser
seguidas.

Sempre se usa o hífen:


diante de h: anti-herói, auto-hipnose, co-herdeiro, macro-história, mini-hotel,
sobre-humano, super-homem, ultra-humano.
diante de vogal ou consoante igual à última do prefixo: anti-inflamatório,
anti-imperialista, auto-observação, contra-ataque, micro-ondas, micro-ônibus,
semi-internato, hiper-requintado, inter-racial, inter-regional, sub-bibliotecário,
super-racista, super-reacionário, super-resistente, super-romântico.

Nos demais casos, não se usa hífen:


agroindústria, antiaéreo, antieducativo, antirracista, antissocial, antivírus,
autoaprendizagem, autoinstrução, autorretrato, autossustentável, autoescola,
autocontrole, coautor, coedição, infraestrutura, minidicionário, minissaia,
minirreforma, socioambiental, sociocultural, telecurso, telessala, ultrassom,
hiperinflação, hiperativo, supersônico, subsecretário, subeditor.

Exceções:
co: aglutina-se com o segundo elemento mesmo quando este iniciar por o:
coordenar, cooperar, coocupante.

usa-se hífen:
sub: quando a palavra seguinte começa com b, r ou h: sub-base, sub-
reino, sub-humano (subumano também é aceita).
pan, circum: quando a palavra seguinte começa com m, n ou vogais:
pan-americano, circum-navegação.
vice, ex, sem, além, aquém, recém, pós, pré, pró: vice-rei, ex-aluno,
sem-terra, além-mar, aquém-mar, recém-chegado, pós-graduação, pré-
requisito, pró-ativo.

Observações finais sobre o hífen:

21
usa-se hífen em palavras que, ocasionalmente, formam sequências vocabulares:
ponte Rio-Niterói, eixo Rio-São Paulo, acordo Brasil-Angola, processo ensino-
aprendizagem.
não se usa hífen em expressões com valor de substantivo: Deus nos acuda,
bumba meu boi, à toa, dia a dia.

Elaboração: Escola SENAI “Fernando Laviero Ferraiulo”

Fontes:
Tufano, Douglas. Guia Prático da Nova Ortografia. São Paulo: Melhoramentos,
2008

www.g1.globo.com (professor Sérgio Nogueira).

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao - 18/03/2009 - 08h25.

22