Você está na página 1de 5

Paulino Rackson Nota

Licenciatura em ensino de Português

Ficha de Leitura sobre: Principais métodos da psicologia; Homem como unidade Bio-
psico-socio-cultural

Docente: Prof. Dilsa

Psicologia Geral

Universidade Licungo

Beira

2020
1. Principais métodos da psicologia1

Nas investigações em psicologia são usados diversos métodos e técnicas. Os métodos


correspondem ao conjunto de procedimentos utilizados na investigação, e as técnicas
aos processos práticos usados em cada método.

a) O método introspectivo

Método aplicado por Wundt como forma de estudar os estados de consciência do


indivíduo submetidos a certas experiências.

Esse foi o primeiro método utilizado na psicologia científica. Ele consiste na


interpretação de emoções a partir da análise que um indivíduo faz de si mesmo. Assim,
a pessoa em questão é tanto o ser que observa quanto o sujeito observado.

É importante destacar que o uso do método introspectivo é desaconselhável por alguns


motivos. Um deles é a impossibilidade de se observar um fenómeno psíquico no
momento em ele está acontecendo. Assim sendo, o método pode ser considerado
retrospectivo, ou seja, uma análise de fatos que já aconteceram.

Algumas das limitações do método introspectivo: não pode ser aplicado a crianças,
doentes mentais, a pessoas com dificuldades de verbalização, assim como aos animais.

b) Método experimental

Os psicólogos que aplicaram e desenvolveram este método, como Watson, centram-se


quase exclusivamente no estudo do comportamento humano, em ambientes
laboratoriais, controláveis e modificáveis, seguindo os mesmos princípios
metodológicos usados pelos físicos e químicos no estudo da natureza.

Nesse método, o que importa é estabelecer relações de causa efeito. Ou seja, a partir do
momento que os pesquisadores formulam uma hipótese, eles manipulam variáveis para
testá-la. Dentre essas variáveis, existem a variável independente, que é a manipulada

1
O que é Psicologia? Conceito e principais métodos; disponível em
<https://www.psicanaliseclinica.com/o-que-e-psicologia/>, acesso em 10/04/2020, pelas 09:40h.
Quais são os métodos da psicologia e seus conceitos?; disponível em
<https://brainly.com.br/tarefa/13653946>, acesso em 10/04/2020, pelas 09:56h.
Métodos da Psicologia; disponível em: < http://cosmocronos.blogspot.com/2012/09/metodos-da-
psicologia.html>, acesso em 10/04/2020, pelas 10:05h.
pelo experimentador, e a variável dependente que sofre o efeito que o pesquisador irá
medir.

O método experimental pode ser dividido nas seguintes etapas:

i. Observação, identificação e análise do problema ou situação;


ii. Formulação de uma hipótese explicativa;
iii. Experimentação -manipulação e controlo das variáveis no grupo em observação
(experimental);
iv. Conclusão - confirmação da hipótese e sua generalização.

Limitações do método experimental: 

 Estão ligadas à complexidade do objecto de estudo - o comportamento humano.


Este método implica frequentemente uma visão reducionista do mesmo.
 Por outro lado, as condições laboratoriais em que as experiências são feitas
tendem a produzir respostas falseadas, pois a situação será sempre "artificial" e
os participantes das experiências, sabem em geral que são "experiências" (mais
ou menos como os participantes em simulações de incêndios e sismos, sabem
que são "simulações"). Neste sentido, as generalizações das conclusões obtidas
com este método são alvo de grandes críticas.
c) Método Clínico

O objectivo da psicologia clínica é estudar o indivíduo em profundidade, na sua


singularidade e no caso concreto em que o mesmo se apresenta, ultrapassando as
aproximações parciais da psicologia experimental.

Este método procura compreender a pessoa nas suas relações com o mundo: com os
outros, consigo mesma, na imagem que constrói da sua vida, e com os valores em que
assenta a sua conduta.

Recurso a uma multiplicidade técnicas: entrevistas (recolha de dados, análise de


atitudes), testes psicológicos (testes de personalidade, aptidão);
anamnese (reconstituição da vida do paciente pelo próprio); observação clínica.

d) Método Psicanalítico

A psicanálise, enquanto terapia, é um método de exploração do inconsciente.


A hipnose foi a primeira técnica que J. Breuer e depois Freud utilizou. Este último
desenvolveu e aplicou outras técnicas para atingir os mesmos objectivos:

-Associações Livres. Consiste em pedir aos pacientes para dizerem os que lhes ocorre,
sem qualquer constrangimento. O objectivo é que o paciente se auto-analise,
descobrindo as questões que lhe provocam alguma resistência. O psicanalista toma nota
de todas as perturbações em função do encadeamento das associações realizadas pelo
paciente, tentando deste modo identificar os fenómenos inconscientes que estão na base
das neuroses.

- Interpretação do Sonhos. Os sonhos são uma das manifestações mais ricas do


inconsciente, ainda que estes se apresentem numa forma simbólica. A sua interpretação
permite a descoberta das causas profundas das situações traumáticas.

-Atos Falhados. Nas mais diversas situações, todos nós somos afectados por certas
pequenas perturbações, nas quais não nos recordamos, por exemplo, de nomes de
pessoas nossas conhecidas, trocamos palavras, ouvimos coisas que não foram ditas, etc.
A análise destes actos falhados é outra das técnicas utilizadas na psicanálise.

- Transferências. Durante o tratamento o paciente estabelece com o psicanalista


relações que lhe permitem reviver situações traumáticas. Nestas, os sentimentos de
amor ou de ódio que em tempos foram experimentados, são transferidos para o
psicanalista. A interpretação destas transferências torna-se assim num dos elementos
fundamentais que pode levar à descoberta das situações traumatizantes.

A psicanálise apesar do lugar incontornável na psicologia, continua a ser alvo de


inúmeras criticas, nomeadamente sobre a precariedade do seu método enquanto método
científico, pois este não é propriamente "objectivo", mas fortemente interpretativo (o
que permite a especulação e a subjectividade).

2. Homem como unidade Bio-psico-socio-cultural2

Para melhor compreender o conceito acima, iremos a principio desconstruir e decifrar as


palavras acima.

2
Disponível em < http://mentedesperta12.blogspot.com/2015/11/o-homem-um-ser-bio-socio-psico-
cultural_14.html>, acesso em 10/04/2020.
Disponível em < https://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Homem-Como-Unidade-Bio/70496452.html>
acesso em 10/04/2020.
a. Homem com unidade Biológica – têm aqui a genética, os processos que
ocorrem dentro dos organismos de modo que se registe o crescimento. Em geral
mudanças que acontecem no corpo sejam elas visíveis ou não;
b. Homem como unidade Psicológica – aqui dá-se que o desenvolvimento é ao
nível da esfera mental, envolvendo mudanças psicológicas, que vão moldar a
personalidade e outros aspectos abrangidos nesta área;
c. Homem como unidade Socio-cultural – neste aspecto vemos que o homem
precisa interagir com os demais ao seu redor e com esta interacção adquire valor e
identidade própria ou seja uma cultura.

Diz-se que o Homem é Unidade Bio – Psico – Socio-cultural – porque para o homem
poder viver em harmonia consigo mesmo tem de encontrar o equilíbrio entre as três
unidades que o compõem. Visto que se em alguma delas tiver um problema esta
afectará as demais.

Você também pode gostar