Você está na página 1de 10

Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 1/10

Ao cliente: Este documento contém importantes informações ambientais, de saúde e toxicologia para os
usuários do produto. Por favor, esteja seguro de que estas informações são recebidas. Se você revender este
produto, uma cópia deste documento deve ser dada ao comprador.

ADESIVO ESPECIAL – 520 S

1. IDENTIFICAÇÃO

NOME COMERCIAL DO PRODUTO: Adesivo 520 S.


TIPO DO PRODUTO: Adesivo policloroprene à base de solvente.
PRINCIPAIS USOS RECOMENDADOS: Industrial: colagem.
FABRICANTE: Armacell do Brasil Ltda.
Rodovia SC281 N° 4800
88122-001 São José - SC

NÚMERO ONU: 1133.


FÓRMULA: ver composição química.
FAMÍLIA QUÍMICA: Adesivo Policloroprene.
NOME QUÍMICO: Nenhum.

Número telefone de emergência: (+48) 3211-4000


E-mail: info@armacell.com

2. IDENTIFICAÇÃO DE PERICULOSIDADES

Classificação do produto:
Produto preparado a base de borracha sintética, resinas sintéticas e solventes orgânicos.

Perigos mais importantes:


Produto inflamável e tóxico por natureza.

Classificação de Perigo:
Produto inflamável, tóxico se ingerido e tóxico se inalado.

Sistema de Classificação:
ABNT 14725:2009

Elementos de rotulagem do GHS:


Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 2/10

Principais frases de risco:


H226 - Líquido e vapores inflamáveis;
H301 - Tóxico se ingerido;
H331- Tóxico se inalado;
H315 - Causa irritação à pele;
H319 - Causa irritação ocular séria;
H335 - Pode provocar irritação das vias respiratórias;
H336 - Pode causar sonolência e vertigem;
H401 - Tóxico para os organismos aquáticos.

3. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE INGREDIENTES

Descrição (preparado):
Solução de borrachas e resinas sintéticas em solventes orgânicos.

Natureza Química:
Adesivo

Sinônimos:
Adesivo de Contato, Adesivo Sintético

Ingredientes ou Impurezas que contribuem para o perigo:


Solventes orgânicos

Componente Nº CAS Faixa de Concentração Rótulo de Risco


(%)

H226

Tolueno 108-88-3 10 – 55 H315/ H319/ H336

H301/H331

H335

Acetona 67-64-1 10 – 45
H226

H315/ H319/ H336


Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 3/10

H226

Hidrocarbonetos H315/ H319/ H336


Alifáticos ND 15 - 65

H335

H401
Sistema de classificação de acordo com ABNT NBR 14725.

Classificação e rotulagem de perigos: Classe 3, líquido inflamável, conforme Resolução Nº 420 do


Ministério dos Transportes.

4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS

Efeitos do produto:
Saúde Humana:
 Seus vapores são depressivos do sistema nervoso central (SNC);
 Tóxico por inalação, ingestão e contato com a pele.
Efeitos Ambientais:
 Vazamentos liberam vapores orgânicos;
 Produto não solúvel em água;
 Resíduos do processo ou de derrames são classificados como classe I (perigoso).
Perigos Físicos e Químicos:
 Irritação da pele e mucosas pelo contato prolongado com o produto;
 Contaminação por vapores orgânicos.
Perigos Específicos:
 Exposição por inalação ou contato com solventes orgânicos.

Principais Sintomas:
Efeitos tóxicos:
 Irritação das vias respiratórias, pele e dos olhos;
 Irritação ou queimaduras das córneas.
Efeitos Tóxicos agudos por excesso de Exposição:
 Dor de cabeça;
 Náuseas, tonturas e sonolência;
 Dermatites na pele.

Medidas de Primeiros Socorros:


Em caso de acidente ou mal-estar procurar um médico imediatamente (levar o rótulo da embalagem do
produto se possível).

Inalação:
Remover a vítima para um local fresco e ventilado e em caso de parada respiratória, praticar a
respiração artificial. Procurar um médico.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 4/10

Contato com a Pele:


Retire a roupa impregnada e lave com água em abundância as partes do corpo atingidas.
Contato com os Olhos:
Lavar imediatamente os olhos com água corrente no mínimo por 15 minutos.
Ingestão:
Não induzir ao vômito, não dê líquidos para beber.
Queimaduras:
Lave com água e proteja com panos limpos e úmidos.
Ações a serem evitadas:
Nunca fazer uma pessoa inconsciente vomitar ou ingerir líquidos. Se a pessoa inconsciente vomitar, vire
sua cabeça para o lado evitando aspiração.

Descrição Breve dos Principais Sintomas e Efeitos:


Poderá ocorrer Irritação nos olhos, pele e nas vias respiratórias superiores. Contato repetido com o
produto produz dermatite, nos olhos queimaduras e lesão da córnea. Se inalado pode provocar dor de
cabeça, náuseas, tonteiras e sonolência.
Proteção do prestador de socorro e/ou notas para o médico:
Nos casos de exposição prolongada ou acidente grave recomenda-se sempre consultar o médico.
Depressor do sistema nervoso central (SNC)

5. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO

Meios de Extinção Apropriados:


Para combater o fogo utilize extintores de Pó Químico, Dióxido de Carbono (CO2), Espuma Química ou
use esguicho em forma de Neblina de água.
Meios de Extinção Não Apropriados:
Não utilizar jato direto de água.
Perigos Específicos:
A queima destes produtos provoca fumaça tóxica e asfixiante, embalagens fechadas expostas ao fogo
podem explodir.
Métodos Especiais:
Combater com pó químico, espuma para hidrocarbonetos, CO2 e água neblina.
Proteção dos Bombeiros:
Para combate ao fogo em locais fechados ou contaminados com fumaça de queima utilizar respiradores
autônomos.

6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO E VAZAMENTO

Precauções Pessoais:
Nos casos de derramamento ou vazamento, utilizar os equipamentos individuais para o manuseio do
produto, limpeza do local e armazenagem dos resíduos.

Remoção de Fontes de Ignição:


Elimine todas as fontes de ignição, chamas, faíscas, centelhas ou outras fontes de calor. Nunca fume
no local.

Prevenção da Inalação, Contato com a Pele, Olhos e Mucosas:


Proteção respiratória:
Respirador semifacial com filtros químicos para vapores orgânicos em caso de grandes derrames ou
respirador descartável para pequenos vazamentos.
Proteção da pele:
Luvas de borracha nitrílica, de polietileno ou de látex resistentes a solventes orgânicos, quando
necessário utilizar calçados de borracha.
Proteção para olhos:
Óculos de segurança.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 5/10

Precauções ao Meio Ambiente:


Impeça a contaminação dos recursos hídricos (rios, arroios, lagos, esgotos), evite o enclausuramento
do local e se possível mantenha o ambiente ventilado

Métodos de Limpeza:
Nos casos de grandes vazamentos, estanque o derrame com materiais absorventes (areia, serragem) e
recolha o produto com cuidado evitando faíscas ou centelhas durante o processo
Recuperação:
Após a contaminação do produto este não poderá ser utilizado.
Disposição:
Armazene o produto vazado em embalagens metálicas, este resíduo é considerado classe I e deve ser
tratado conforme a legislação vigente para a disposição de resíduos.

7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO

Manuseio:
Medidas Técnicas:
Prevenção da exposição do trabalhador:
É importante que o produto seja manuseado em local com ventilação diluidora ou exaustora visando
manter a concentração de vapores orgânicos em níveis permitidos pela legislação e que o mesmo
utilize os equipamentos de proteção individual para sua atividade laboral.
Trabalhar com o produto em ambiente bem ventilado para não ultrapassar os limites de exposição
definidos. Não comer, beber ou fumar no local de trabalho.
Os limites de concentrações das substâncias químicas podem ser verificados na NR 15- Atividades em
Operações Insalubres.
Prevenção de incêndio e explosão:
É indispensável a conscientização de que o produto é inflamável e que não pode ser exposto a chama
ou outras fontes de calor. É importante verificar o aterramento das máquinas e equipamentos visando
evitar a formação de eletricidade estática durante o manuseio.
Precauções e orientações para um manuseio seguro:
Torna imprescindível o conhecimento e treinamento dos trabalhadores ou usuários quanto aos riscos
para manipular este produto, assim como a adoção de medidas de segurança apropriadas. Garantir boa
ventilação/exaustão no local de trabalho, evitar a formação de aerodispersóides. Tambores contendo o
produto devem ser armazenados sobre estrados ou ripas de madeira, ao abrigo do sol e chuvas e longe
de chamas, fogo, faíscas e fontes de calor. O descarregamento das embalagens mais pesadas deve ser
feito por meio de empilhadeiras. As embalagens NUNCA devem ser jogadas sobre pneus.

Medidas de higiene:
Apropriadas: após o manuseio do produto lave bem as mãos, não ingerir alimentos durante o manuseio
e não fumar, remover vestes contaminadas e EPI´s antes de entrar em áreas de alimentação ou
qualquer outra área que não seja de manuseio e armazenamento do produto.
Inapropriadas: circular com vestes contaminadas e submeter as mãos com resíduos do produto em
contato com os olhos, boca e nariz.

Armazenamento
Medidas Técnicas Apropriadas:
O produto deverá ser armazenado em local seguro, ventilado e fresco, nunca exposto a chamas, fontes
de calor ou próximos a telhados. Quando for necessário empilhamento verificar a capacidade máxima
das pilhas de produto para evitar a queda que poderá provocar vazamentos e faíscas. Deve armazenar
as menores quantidades possíveis para minimizar os riscos de grandes incêndios ou explosões.
Condições de Armazenamento:
Adequadas:
Local fresco e bem ventilado. Livre de faíscas, calor e chama.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 6/10

A evitar:
Armazenar em local descoberto exposto ao sol, chuva, poeiras, presença de calor, faíscas, chamas e
locais de trânsito de pessoas.
De sinalização de risco:
O local deve ser sinalizado indicando a inflamabilidade do produto e as normas de segurança do local
observando o dispositivo na NR 26 – Sinalização de Segurança.
Materiais seguros para embalagens:
Recomendadas:
Quando retirados da sua embalagem original deverá ser armazenado em embalagem metálica ou em
máquinas e equipamentos apropriados.
Inadequadas:
Não devem ser armazenados em embalagens plásticas ou de papelão.

8. MEDIDAS DE CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL

Parâmetros de Controle Específico:


Limites de Tolerância:
Limite de Tolerância Limite de Tolerância
(até 48 h/semana) Biológico
Tolueno 78 ppm 290 mg/m³ 2,5 g/g creat. (ac. hipúrico)
Acetona 780 ppm 1870 mg/m³ ND
Hidrocarbonetos Alifáticos ND ND 5mg/g creat. (2,5 hexanodiona)

Medidas de Controle de engenharia:


Para eliminação ou minimização dos riscos à exposição do produto é necessário o controle e
monitoramento ambiente de trabalho através de medições de concentrações dos vapores orgânicos,
assim como a adoção de medidas de exaustão ou ventilação que reduza a concentração destes
vapores no meio ambiente.
Limites de exposição ocupacional:
Os limites de exposição ocupacional estão definidos na NR 15 – Atividades em Operações Insalubres.
Também podem ser utilizados os limites de tolerância determinados na Organização Internacional para
a Normatização – ISO em suas normas ISO 2631 e ISO/DIS 5349 ou suas substitutas.
Indicadores biológicos:
O controle biológico recomendado está definido na NR 07 – Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional /PCMSO.
Procedimentos recomendados para monitoramento:
Exames médicos periódicos NR 15

Equipamento de Proteção Individual Apropriado:


Recomenda-se uso de tecnologias de proteção coletiva e, para situações em que a exposição não for
mantida em níveis aceitáveis, indica-se o uso dos EPI´s abaixo:
Proteção Respiratória:
Para locais que excedam os limites de tolerância recomenda-se o uso de respiradores semifaciais com
filtros químicos para vapores orgânicos. Nos ambientes com baixa concentração ou próximos aos
limites máximos indica-se o uso de respirador descartável também para vapores orgânicos. NR 15 –
Atividades em Operações insalubres.
Proteção para as mãos:
Recomenda-se o uso de luvas de borracha nitrílica, polietileno ou cremes de proteção adequados ao
risco.
Proteção dos Olhos:
Recomenda-se o uso de óculos de segurança e instalação de lava olhos como proteção coletiva para os
casos de acidentes.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 7/10

Proteção da Pele e do Corpo:


Recomenda-se o uso de aventais ou cremes de proteção adequados ao risco. Salientamos a
importância da utilização de uniforme, visto que se trata de um produto perigoso podendo ocorrer a
contaminação do vestuário de quem os manuseia.
Precauções Especiais:
Evitar a exposição maciça a vapores. Produtos químicos só devem ser manuseados por pessoas
capacitadas e habilitadas. Os EPI´s devem possuir o CA (Certificado de Aprovação). Seguir rigidamente
os procedimentos operacionais e de segurança nos trabalhos com produtos químicos. Nunca usar
embalagens vazias (de produtos químicos) para armazenar produtos alimentícios. Nos locais onde se
manipulam produtos químicos deverá ser realizado o monitoramento da exposição dos trabalhadores,
conforme PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) da NR-9.

9. PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS

 Estado Físico: liquido viscoso


 Cor: âmbar
 Odor: característico aos solventes orgânicos
 Limite de odor: não disponível
 pH: não aplicável
 Ponto de ebulição dos solventes: > 56 ºC
 Faixa de temperatura de ebulição: 56°C à 120°C
 Ponto de fusão/ponto de congelamento: não disponível
 Ponto de fulgor: -9 ºC (variável em função de ser uma mistura)
 Taxa de evaporação: 4 (acetato de n-butila=1)
 Inflamabilidade: produto inflamável
 Limites de explosividade superior/inferior: 13%(v) / 1,0% (v)
 Pressão de vapor: 90mmHg/20°C
 Densidade de vapor: não disponível
 Densidade: 0,814 – 0,834 g/cm³ (25°C)
 Solubilidade: solúvel em solventes orgânicos e insolúvel em água.
 Coeficiente de participação n-octanol/água: não disponível
 Temperatura de decomposição: não disponível
 Viscosidade: 2720 – 4080 mPa.s (25°C)

10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE

Instabilidade:
Em condições recomendadas de armazenamento o produto é estável. Não reativo.
Reatividade:
Perigo de autoignição em contato com oxidantes e liberação de fumaça tóxica em caso de queima.
Possibilidades de reações perigosas:
Não se espera reações perigosas em seus usos previstos.
Condições a evitar:
Exposição prolongada de pessoas aos vapores sem o devido uso dos equipamentos de proteção
individual. Manter o produto afastado de todas as fontes de ignição, faíscas, centelhas ou outras fontes
de calor e oxidantes fortes. Nunca fume no local.
Materiais ou Substâncias Incompatíveis:
Conforme ABNT NBR 14619:2009, este produto, por pertencer a classe de risco 3, é incompatível com
produtos da classe 2.3 (com toxidade por inalação LC50 ou CL50 < 1.000ppm), 4.1 (para os números
ONU 3221, 3222, 3231 e 3232), 5.1, 5.2 (para os números ONU 3101, 3102, 3111 e 3112) e 6.1 (para o
grupo de embalagem I).
Produtos Perigosos da Decomposição:
Vapores orgânicos, Monóxido de Carbono e Dióxido de Carbono.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 8/10

11. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS

Informações de acordo com as diferentes vias de exposição:


Seus vapores são depressivos do sistema nervoso central (SNC). É um produto tóxico por natureza,
ingestão e contato com a pele, pode causar irritação da pele e mucosas pelo contato prolongado com o
produto.
As substâncias que causam os efeitos mencionados nesta ficha são essencialmente os solventes
orgânicos e estão citados do item II.

Toxidade Aguda:
Para os casos de excesso de exposição ao produto sem o uso dos equipamentos de segurança
adequado aos vapores orgânicos liberados pelo produto poderá causar dor de cabeça, náuseas,
tonturas e sonolência. Pode produzir depressão moderada, seguida de falta de coordenação motora e
confusão mental. Em altas concentrações pode causar perda de consciência.
Efeitos Locais:
Nos casos de contato prolongado da pele com o produto sem o uso dos equipamentos de segurança
poderão ocorrer dermatites de contato, lesão das córneas, irritação das mucosas ou queimaduras.
Toxicidade Crônica:
A constante e prolongada exposição aos vapores liberados pelo produto sem o uso dos devidos
equipamentos de segurança individual ou coletivo poderão causar dependência química.
Principais sintomas:
Olhos: irritante tanto na forma líquida quanto vapor, podendo causar lesões severas;
Sistema Respiratório: irritante do trato respiratório superior. Em altas concentrações, é depressor do
sistema nervoso central;
Pele: irritante da pele e mucosas, podendo causar ressecamento e escamações;
Perigos por Aspiração:
A aspiração do produto pode causar pneumonite até a morte pela dificuldade de respiração.
Perigos por Ingestão:
Em altas concentrações, pode causar náuseas, tonturas e dor epigástrica.

12. INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS

Efeitos Ambientais, Comportamentos e Impacto do Produto: vazamentos e derrames liberam vapores


orgânicos e sua queima provoca fumaça tóxica, os resíduos sólidos são classificados como classe I
(perigoso). Produto poluente dos recursos hídricos e insolúvel em água.
Ecotoxicidade: não disponível.
Efeitos sobre organismos aquáticos: sua presença na água pode trazer características indesejáveis à
água prejudicando o seu uso, causa também efeitos tóxicos à vida aquática.
Efeitos sobre os organismos do solo: pode afetar o solo e afetar a qualidade da água do lençol freático.
Persistência e degradabilidade: não disponível.
Potencial bioacumulativo: não disponível.
Mobilidade no solo: não disponível.
Outros efeitos adversos: não disponível.

13. CONSIDERAÇÕES SOBRE DESTINAÇÃO FINAL

Método de Tratamento e Disposição:


Todo método de disposição ou tratamento tanto produto, resíduos e embalagens deverão ser
licenciados pelos órgãos ambientais competentes. Consulte o órgão ambiental local, para medidas mais
restritivas.
Produto:
Por ser classificado como produto perigoso conforme portaria 204 – 20 de maio de 1997 / classificação
e definição da classe de produtos perigosos, o método de descarte indicado é a disposição em aterro
industrial. Porém é necessário à adequada e segura evaporação do solvente orgânico ou incineração.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 9/10

Restos de Produtos:
Classificado como resíduo perigoso classe I, indica-se como forma de tratamento a disposição em
aterro industrial, porém é necessário à adequada e segura evaporação do solvente orgânico ou
incineração.
Embalagem:
Estando as embalagens somente com uma fina película (filme) em seu interior poderão ser classificadas
como resíduo de classe II e encaminhadas para empresas de recicladoras de metais, quantidade média
aceitável de resíduo 100g.

Quando as embalagens estiverem contaminadas em excesso, produto ou sobras, estas deverão ser
classificadas como resíduo de classe I (perigoso) e sua disposição poderá ser a destinação a aterros
sanitários.

14. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSPORTE

Regulamentação Nacional e Internacional:


 Terrestres: 1133
 Fluviais: 1133
 Marítimo: /IMO: 1133
 Aéreo IATA: 1133

Regulamentação de Produtos perigosos:


 Nº ONU: 1133
 Nome apropriado para embarque: Adesivo, contendo líquido inflamável.
 Classe de Risco: 3
 Número de Risco: 33
 IMDG code page: 46
 MFAG: ver guia de primeiros socorros
 Grupo de embalagem: II

15. INFORMAÇÕES SOBRE REGULAMENTAÇÕES

 Portaria 204 – 20 de maio de 1997 / classificação e definição da classe de produtos perigosos;


 Portaria 3214 do Ministério do trabalho NR 15 – Atividades em operações Insalubres e NR 07 –
Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional / PCMSO;
 Norma ABNT 14725:2009 – Produtos químicos – informações sobre segurança, saúde e meio
ambiente;
 ABNT NBR 14619:2009 – Transporte terrestre de produtos perigosos – Incompatibilidade
química;
 Lei 12305/10 – Política Nacional de resíduos sólidos;
 Regulamento CE 1272/2008 – Classificação, rotulagem e embalagem de substâncias e misturas;
 NR 26 – Sinalização de segurança;
 NR 20 – Dispõe sobre líquidos combustíveis e inflamáveis;
 Portaria INMETRO 326/06 – Aprova o regulamento de avaliação da conformidade para
embalagens utilizadas no transporte terrestre de produtos perigosos;
 ABNT NBR 10004 – Resíduos Sólidos – Classificação;
 Regulamento CE 1907/2006 – registro, avaliação, autorização e restrição de substâncias
químicas (REACH);
 Convenção 170 da OIT – Segurança na utilização de produtos químicos no trabalho;
 Consulte os órgãos locais ambientais e de trânsito para a verificação de exigências mais
restritivas.
Data de

ARMACELL do BRASIL Elaboração


08.11.2018

REV. 001
FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA
DE PRODUTO QUÍMICO PÁG 10/10

16. OUTRAS INFORMAÇÕES

Produto com destinação única e exclusiva para colagens.


Proibida a venda para menores de 18 anos.
É recomendado que mulheres grávidas não manuseiem o produto.
As informações desta ficha são baseadas em nosso presente conhecimento e referem-se
especificamente ao produto citado do ponto de vista das exigências de segurança, podendo não ser
válidas em combinação com outros produtos. As indicações não devem ser consideradas como garantia
das propriedades específicas.

Rodovia SC281 n° 4800 88122-001 – Sertão do Maruim – São José (SC) Brasil
www.armacell.com – info@armacell.com