Você está na página 1de 8

Publicado no DOERJ em 20/08/2019

DECRETO Nº 46.743 DE 19 DE AGOSTO DE 2019

ALTERA, SEM AUMENTO DE DESPESA, A ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA SECRETARIA DE


ESTADO DAS CIDADES, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições constitucionais


e legais, e tendo em vista o contido no Processo nº SEI-33/018/000896/2019,

DECRETA:

Art. 1° - O art. 1º do Decreto n° 46.659, de 15 de maio de 2019, passa a vigorar com seguinte
redação:

“Art. 1º - Ficam transferidas da estrutura da Secretaria de Estado de Infraestrutura e


Obras para a estrutura da Secretaria de Estado das Cidades, a Subsecretaria de
Habitação, a Subsecretaria de Saneamento, Subsecretaria de Obras Civis e Programas
Especiais, com a absorção de pessoas, orçamento e acervo patrimonial.” (NR)

Art. 2° - O art. 2º do Decreto n° 46.659, de 15 de maio de 2019, passa a vigorar com seguinte
redação:

“Art. 2º - Ficam transferidos para a estrutura da Secretaria de Estado das Cidades: I -


os cargos em comissão da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras, bem como
seus ocupantes, quando houver, na forma do Anexo I, “A” do presente Decreto. II -
os cargos em comissão da Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança, bem
como seus ocupantes, quando houver, na forma do Anexo I, “B” do presente
Decreto.” (NR)

Art. 3° - O art. 4º do Decreto n° 46.659, de 15 de maio de 2019, passa a vigorar com seguinte
redação:

“Art. 4º - Ficam alteradas as denominações e mantidos os atuais ocupantes dos


cargos em comissão na estrutura organizacional da Secretaria de Estado das Cidades,
sem aumento de despesa, na forma do Anexo II do presente Decreto.” (NR)

Art. 4° - O art. 5º do Decreto n° 46.659, de 15 de maio de 2019, passa a vigorar com seguinte
redação:

“Art. 5° - A estrutura básica da Secretaria de Estado das Cidades fica consolidada na


forma do Anexo III do presente Decreto.” (NR)

Art. 5º - Os Anexos I a V do Decreto nº 46.659, de 15 de maio de 2019, passam a vigorar,


respectivamente, na forma dos Anexos I a III deste Decreto.

Art. 6° - Ficam revogados o inciso III, do art. 2º e o art. 3º do Decreto n° 46.659, de 15 de maio
de 2019.
Art. 7º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Rio de Janeiro, 19 de agosto de 2019

WILSON WITZEL
ANEXO III

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL BÁSICA DA SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES

1 - FINALIDADE

A Secretaria de Estado das Cidades - SECID é o órgão central do Estado, que atua na integração
regional, na função habitação e, como tal, integra o Sistema Nacional de Habitação de
Interesse Social - SNHIS, tendo as seguintes atribuições:

I - participar do Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social - SNHIS, conforme previsto


no art.5º, VI, da lei federal nº. 11,124/2005;

II - suceder, no que concerne à direção da política habitacional do Estado, a Secretaria de


Estado da Habitação, assumindo as funções por ela exercidas e, através do Secretário de
Estado das Cidades, presidir o Conselho Gestor do Fundo Estadual de Habitação de Interesse
Social - FEHIS;

III - promover o desenvolvimento equilibrado das cidades e regiões do Estado do Rio de


Janeiro por meio de ações de projetos e gestão integrada que permitam a estruturação
ordenada nas áreas urbanas, de habitação, de saneamento básico, de mobilidade, de trânsito
e fortalecimento institucional dos municípios baseados nas Políticas Públicas de Estado;

IV - atuar para a consecução de políticas públicas estruturantes e de desenvolvimento para a


Região Metropolitana do Rio de Janeiro, em parceria com a Câmara Metropolitana, ou
instituição que vier a sucedê-la;
V - apoiar na elaboração das Políticas Públicas do Governo, interagindo com as Secretarias,
Agências e demais empresas Estaduais, que atuem nas áreas de ordenamento urbano,
saneamento, mobilidade e trânsito para todos os Municípios;

VI - apoiar na coordenação de programas e projetos de desenvolvimento urbano e


desenvolvimento regional integrado e local, definindo mecanismos de acompanhamento e
avaliação das ações;

VII - definir políticas de ordenamento e ocupação do território, e sugerir legislação


disciplinando a matéria, através de estudos e projetos;

VIII - promover estudos e projetos de Políticas Públicas, que promovam o desenvolvimento


econômico e social sustentáveis para o Estado do Rio de Janeiro, em parceria com os órgãos
competentes;

IX - prestar assistência técnica aos Municípios nas questões relacionadas às políticas urbanas,
habitação, saneamento básico, mobilidade, trânsito, e estimular a criação de consórcios
públicos;

X - apoiar os Municípios na integração às políticas públicas de Segurança, Saúde e Educação do


Estado do Rio de Janeiro em parceria com os órgãos competentes;

XI - reduzir do déficit habitacional, com desenvolvimento organizacional dos Municípios,


buscando capacitá-los para o desenvolvimento de políticas proativas voltadas para o setor
habitacional;

XII - atuar em parceria com a União, os poderes públicos municipais e a sociedade civil
organizada, para garantir a implantação dos arranjos e instrumentos de governança
compartilhada inter federativa no planejamento e execução de políticas públicas que
combinem desenvolvimento econômico e reestruturação urbana no Estado, em parceria com
os órgãos competentes;

XIII - elaborar políticas articuladas com os entes federados que promovam o desempenho
regional, urbano e local, integrando ordenamento territorial e desenvolvimento econômico e
social em parceria com os órgãos competentes;

XIV - conduzir e coordenar ações e projetos que contribuam para a integração inter-regional e
fortalecimento da rede de cidades;

XV - promover a integração das ações programadas para a área de habitação e saneamento,


pelos governos Federal, Estadual e Municipal, e pelas comunidades;

XVI - patrocinar estudos e monitorar as questões relacionadas ao déficit habitacional, que


permitam a definição correta de prioridades, critérios e integração setorial;

XVII - promover a produção de moradias e melhorias urbanas e habitacionais, incentivando a


regularização fundiária, a inovação na produção em parceria com a iniciativa privada, além de
outras esferas de governo, e direcionando a aplicação de recursos para a redução das
necessidades habitacionais;

XVIII - promover o mapeamento das cidades, identificando as necessidades da regularização


fundiária urbana, em parceria com os municípios;

XIX - promover a atividade de Regularização Fundiária Sustentável de Assentamentos


Informais em Áreas Urbanas e de empreendimentos construídos pelo Governo do Estado do
Rio de Janeiro e seus órgãos ou entidades vinculadas;

XX - apoiar parcerias de universidades com municípios e entidades associativas;

XXI - articular, em parceria com os demais órgãos do Estado, a execução de planos, programas
e projetos regionais e setoriais dirigidos ao desenvolvimento geoeconômico e social dos
municípios do Rio de Janeiro;

XXII - buscar recursos, parcerias e integração de programas junto aos demais entes da
Federação, além de entidades privadas e/ou internacionais, para a execução dos Planos de
Desenvolvimento Regional;

XXIII - promover a capacitação dos servidores estaduais e municipais em temas relativos ao


desenvolvimento e integração regionais, habitação e questões fundiárias;

XXIV - garantir suporte técnico, logístico e administrativo para o funcionamento dos Conselhos
Estaduais relacionados com a Secretaria;

XXV - formular, planejar, executar e coordenar as políticas no âmbito estadual nas áreas de
saneamento, obras civis e programas específicos para o melhoramento urbano e atividades
correlatas, buscando o desenvolvimento dos municípios fluminenses, bem como a supervisão
da execução dessas competências nas instituições a ela vinculadas;

XXVI - desempenhar outras atividades correlatas.

2 - ORGANIZAÇÃO

A Secretaria de Estado das Cidades será dirigida por um Secretário de Estado, que será
substituído e representado em seus impedimentos, afastamentos legais ou sempre que
necessário, pelo Subsecretário Executivo.

3 - A SECRETARIA DE ESTADO DAS CIDADES terá a seguinte estrutura básica:

- ÓRGÃO DE ASSISTÊNCIA DIRETA E IMEDIATA AO SECRETÁRIO DE ESTADO DAS CIDADES.

1. Gabinete do Secretário
1.1.Chefia de Gabinete;
1.2.Assessoria Jurídica;
1.3.Assessoria de Comunicação;
1.4.Coordenadoria de Controle Interno;
1.5.Ouvidoria Setorial;
1.6.Corregedoria Setorial;
1.7. Assessoria de Tecnologia da Informação.

- ÓRGÃO ESPECÍFICO SINGULAR VINCULADO AO SECRETÁRIO DE ESTADO DAS CIDADES.

2.Subsecretaria Executiva das Cidades


2.1.Diretoria Geral de Administração e Finanças:
2.1.1. Coordenação de Administração e Finanças;
2.1.2. Coordenação de Planejamento e Orçamento;
2.1.3. Coordenação de Patrimônio e Suprimentos;
2.1.4. Coordenação de Apoio Operacional;
2.1.5. Coordenação de Recursos Humanos.
2.1.6. Coordenação de Contabilidade:
2.1.7. Coordenação de Licitações, Contratos e Convênios:
2.1.7.1. Divisão de Contratos e Convênios;
2.1.7.2. Divisão de Licitações.

2.2. Superintendência de Desenvolvimento de Projetos:


2.2.1. Coordenação de Estudos Técnicos;
2.2.2.Coordenação de Análise de Risco;
2.2.3.Coordenação de Urbanismo;
2.2.4.Coordenação de Capacitação de Gestores;
2.2.5.Coordenação de Captação de Recursos.

- ÓRGÃOS ESPECÍFICOS SINGULARES VINCULADOS AO SECRETÁRIO DE ESTADO DAS CIDADES


E A SUBSECRETARIA EXECUTIVA DAS CIDADES

3.1. Subsecretaria de Habitação


3.1.1.Superintendência de Captação de Recursos e Novos Contratos;
3.1.2.Superintendência de Gestão de Contratos e Demandas Habitacionais.

3.2.Subsecretaria de Integração Regional


3.2.1.Superintendência Regional da Metropolitana;
3.2.2.Superintendência Regional do Interior.

3.3.Subsecretaria de Obras Civis, Saneamento e Programas Especiais


3.3.1. Superintendência de Obras Civis;
3.3.2. Superintendência de Programas Especiais.

3.4.Subsecretaria de Assuntos da Municipalidade.

4.Comissões:
4.1.Comissão Permanente de Licitação - CPL;
4.2.Comissão de Pregão.

5.Órgão Colegiado:
5.1.Conselho de Habitação e de Saneamento do Estado do Rio de Janeiro - CEHAS.

6.Ente Vinculado:
6.1.Companhia Estadual de Habitação do Estado do Rio de Janeiro - CEHAB
7.Fundo Vinculado:
7.1.Fundo Estadual de Habitação e de Interesse Social – FEHIS

§1º - A Comissão Permanente de Licitação - CPL, a Comissão de Pregão, o Fundo Estadual de


Habitação e de Interesse Social - FEHIS e o Conselho Estadual de Habitação e Saneamento do
Estado do Rio de Janeiro - CEHAS têm suas atividades e competências definidas por legislação
específica e Regimentos próprios.

§2º - A Companhia Estadual de Habitação do Estado do Rio de Janeiro - CEHAB e demais


entidades que venham a estar vinculadas à Secretaria de Estado das Cidades, têm suas
atividades estabelecidas nos respectivos regimentos ou estatutos e legislação específica.

4- COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES

Aos órgãos integrantes da estrutura organizacional da Secretaria de Estado das Cidades


competem às atribuições estabelecidas no Regimento Interno da Secretaria, sem prejuízo de
outras previstas ou determinadas em legislações ou delegações específicas.

Id: 2201966