Você está na página 1de 38

ÁLGEBRA I

Capítulo 1
Potenciação ............................................................................................ 3
Capítulo 2
Radiciação . ............................................................................................. 7
Capítulo 3
Operações algébricas ........................................................................... 11
Capítulo 4
Produtos notáveis ................................................................................18
Capítulo 5
Fatoração .............................................................................................22
Capítulo 6
Frações algébricas ...............................................................................26
Capítulo 7
Racionalização .....................................................................................31
Capítulo 8
Exercícios complementares ..................................................................35
CAPÍTULO 1 ••••••••••••••••••••••••••••••••••••• potenciação

POTENCIAÇÃO poente n.
an . bn . cn = (a . b . c)n
Definição

A potência é um produto de fatores iguais.


Multiplicação de Potências de Bases Diferen-
– sendo a um número real e n um número inteiro maior tes Elevadas a um Expoente P
que 1, então:
an = a . a . a . ... . a Para elevar um produto de várias potências a um expoente
n fatores p, multiplica-se o expoente de cada potência por p.

Observação: (am . bn)p = amp bnp


Esta notação deve-se a René Descartes (1596-1650).
Divisão de Potências de Mesma Base
a → base
n → expoente Um quociente de potências não nulas de mesma base é
an → potência igual a uma potência da mesma base, cujo expoente é a dife-
rença entre o expoente do dividendo e do divisor.
Sendo a um número real então:
a1 = a am m-n
am :an = =a
an
Sendo a um número real não nulo e n um número inteiro, então:
am
-n1 Observação : se a ≠ o e m = n, temos = 1 = ao
a = n an
a
Divisão de Potências de Bases Diferentes e
Expoentes Iguais
Observação:
Como consequência Para elevar um quociente a um expoente n, elevamos cada
membro da fração ao expoente n.
-n n
 a  b
  =   a diferente de zero e b diferente de 0.
n
 a an
b a   = n
b b

Sendo a igual a zero e n um natural não nulo, então:


Observação:
0n = 0

POTÊNCIA LÊ-SE RESULTADO


a
o { indeterminação, se a = o
impossível, se a ≠ o 3 2
O quadrado de 3 32 = (3) (3) = 9
5 3
O cubo de 5 5 = (5) (5) (5) = 125
3

2 4
Dois elevado a quatro 24 = 16
Propriedades
(–3) 2
O quadrado do oposto de 3 (–3) = (–3) (–3) = 9
2

Observadas as condições de existência temos: –3 2


O oposto do quadrado de 3 –32 = – (3) (3) = – 9
O quadrado da diferença entre
Multiplicação de Potências de Mesma Base (5 – 3)2 (5 – 3)2 = 22 = 4
5e3
O produto de duas ou mais potências de mesma base é
uma potência de mesma base, cujo expoente é a soma dos Divisão de Potências de Bases Diferentes e
expoentes dos fatores. Expoentes Diferentes
am . an . ap = am + n + p
Para elevar um quociente de potências a um expoente p,
multiplica-se o expoente de cada membro da fração por p.
Multiplicação de Potências de Bases Diferen-
tes e Expoentes IguaiS
 an  p anp
O produto de duas ou mais potências de bases diferentes  bm = bmp b diferente de 0.
e expoentes n é igual ao produto das bases elevadas ao ex-

3
ÁLGEBRA I Capítulo 1 - Potenciação

Potência de uma Potência b) 5−25


c) (−25)5
Para efetuarmos a potência de uma outra potência, multi- d) 5−10
plicamos os expoentes.
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(am)n = am . n
Efetuando a divisão ex : ex−2 , teremos:
Potência de Ordem Superior a) e2
b)e−2
Para calcular uma potência de ordem superior, calculamos
c) e2x
as potências no sentido descendente.
d) e2x - 2
4
a2 = a16
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Simplificando a expressão [29 : (22 ⋅ 2)3]−3, obteremos:
cOMPARAÇÃO DE pOTÊNCIAS
1a) mesma base: comparar os expoentes. a) 2-30
Se 0 < a < 1, am > an se m < n b) 1
Se a > 1, am > an se m > n c) 2-6
d) 236
Ex: Quem é maior, 929 ou 2719?

{ 929 = (32)29 = 358


27 = (3 ) = 3
19 3 19 57 }
como a base > 1, 358 > 357
Logo 929 > 2719
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A representação decimal de (0,01)3 é:
2a) Bases distintas: Igualar os expoentes e depois efetuar a
comparação. a) 0,03
Ex: Quem é maior, 460 ou 940? b) 0,0001
c) 0,001
- Retire o m.d.c. dos expoentes e coloque-o em evidência d) 0,000001
nas potências.
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(4 ) = 64
3 20 20

(92)20 = 8120 } 81 > 64 . Logo


20

940 > 460


20
Assinale a afirmativa correta:

2
a) 4 3 = (4 3 ) 2
EXERCÍCIOS NÍVEL I
2
b) 4 3 ≠ (4 3 ) 2
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Classifique como verdadeiro ou falso: c) (4 3 ) 2 = 4 9
d) (4 3 ) 2 ≠ (4 2 ) 3
a) 27 . 22 = 29 ( ) 2 3

b) 39 : 34 = 35 ( ) e) 4 3 = 4 2
c) 45 : 4−3 = 4 ( )
d) 75 − 73 = 72 ( ) QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) 5x−3 = 5
x
( ) A expressão 2 x + 2 ⋅ 2 x − 2 é igual a:

f ) (73)2 = 75 ( )
a) 2x
g) (5 + 2)2 = 52 + 22 ( )
b) 24
h) 10³5 = 10-2 ( ) c) 22x
10 d) 2x²-4
i) 23² = (2³)² ( )
j) 23² = 22³ ( ) QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
l) (2³)² = (2²)³ ( )
(0,5)4 é igual a:
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 0,125
A expressão (5−5)5 , é igual a: b) 0,625
c) 0,00625
a) −1/25

4
Capítulo 1 - Potenciação ÁLGEBRA I

d) 0,25 QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) 0,0625
Resolvendo a expressão
3 n +1 : 3 2 n −1 ,obtemos:
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 3 3− n
Se 102x = 25, então 10-x é igual a: a)3
b)1/27
a) 5 c)1/3
b) 1/5 d) 3-2n-3
c) 25 e) 3-(2n+1)
d) 1/25
e) −5 QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Para registrar o resultado da operação 2101 . 597, o núme-
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
ro de dígitos necessários é :
Quanto é 25 % de 2100?
a)96
a) 299 b)97
b) 298 c)98
c) 250 d)99
d) 225 e)100
e)incalculável.
QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O número de algarismos do produto de 522 . 87 é :
A valor da expressão (0,02)² : 0,1 é :
a)19
a) 4 x 10-4 b)20
b) 4 x 10-3 c)20
c) 4 x 10-2 d)21
d) 4 x 10-1 e)22
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
EXERCÍCIOS NÍVEL II
Simplificando a expressão (0,125)(-3)² x128-3², obtém -se :
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) -2-90 Coloque ( F ) Falso ou ( V ) Verdadeiro nas afirmativas e
b ) -2-72 assinale a opção correta.
c) 2-90
d)2-72 ( ) Se x2 = 4, então x6 = 64
( ) Se x6 = 64, então x = 2
( )
3
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ( ) 2 <2
2 2 3

x3n-1 yn+1
Simplificando a expressão 1+3n n ,obtém -se : ( ) Se 10x = 0,2, então 102x = 0,04
x y ( ) 2n+2 + 2n = 5 . 2n
y
a) a) (F)(V)(V)(V)(F)

b) x y² b) (V)(F)(V)(V)(V)
x c) (V)(F)(V)(V)(F)
c)
y² d) (V)(V)(F)(V)(V)
d) xy e) (V)(F)(V)(F)(V)

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Valor de (10%)² + (20%)² é: Considere as afirmativas abaixo:

I. 2
68
+ 1068 = 268 + (2 x 5)68 = 268 + 268 x568 = 468 x568 = 2068
a)5%
b)30% II. 2
68
+ 1068 = 268 + (2 x 5)68 = 268 + 268 x568 = 2136 x568
c)500% III. 6 + 10 23 = (2 x 3)17 + (2 x 5)23 = 217 x 317 + 223 x 523 =
17

d)900% = (217 x 223 ) + (317 x 523 )


e)100%

5
ÁLGEBRA I Capítulo 1 - Potenciação

Pode-se afirmar que QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


a) apenas a afirmativa I é verdadeira. Qual dos números a seguir é o maior?
b) apenas as afirmativas I e III são verdadeiras.
c) apenas a afirmativa II é verdadeira.
a) 345
b) 920
d) apenas as afirmativas II e III são verdadeiras.
c) 2714
e) as afirmativas I, II e III são falsas. d) 2439
e) 8112
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
22
2
 32 
2 −1 QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
( x −2 ) . ( x −2 ) 
  As representações decimais dos números 21999 e 51999
Simplificando-se a expressão S = , onde
 2 2

3
são escritas lado a lado. O número de algarismos escritos é
x 2 . (− x 3 ) 
3 3

X ≠ 0, X ≠ 1 e X ≠ –1, ontém-se   igual a:

a) 1999
a) – X–94
b) 2000
b) X94 c) 2001
c) X–94 d) 3998
d) – X94 e) 3999

QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Quantos números naturais de 1 a 100, inclusive, podem
Sabendo que n é natural não nulo, e que x # y = xy, qual ser escritos na forma de potência ab, com a e b naturais e a,
é o valor de b > 1?

a) 10
b) 12
a) 127 c) 14
b) 128 d) 16
c) 255 e) 18
d) 256
e) 511
Anotações:
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sejam as operações * e # definidas no conjunto dos in-
teiros positivos, tais que x * y = 2x + y e x # y = x2 + xy – 1.
Determine o sucessor do número resultante da expressão
[(1 # 3)1 # 2] * [(1 # 2) # (2 # 1)].

a)523
b) 524
c) 525
d) 526
e) 527

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere os números X = 2700, Y = 1 200 e Z = 5300. Assina-
le a alternativa correta:

a) X < Z < Y
b) Y< X < Z
c) Y < Z < X
d) Z < X < Y
e) Z < Y < X

6
CAPÍTULO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • radiciação

RADICIAÇÃO Propriedades
Definição Observadas as condições de existência, têm-se que:
Radiciação é a operação inversa da potenciação. Raiz Aritmética de um Produto

Raiz Aritmética n
a.b.c= n a . n b . n c

Raiz n-ézima aritmética de um número real não negativo a é


Raiz Aritmética de um Quociente
o número não negativo que, elevado ao expoente n, reproduz a
a na
n
a =b ⇔ bn =a,a e b ∈R+ n =
b nb
n ⇒ índice
a ⇒ radicando Simplificação de Radical
np
amp = n am
Consequência: n m
a = a m/n
, n ∈ N*

– Por definição Operações com Radicais


n
an =a,a ≥ 0 Observemos primeiro o seguinte:

– Podemos verificar então 9 = 3, porque 3 é o único Radicais Semelhantes


número real não negativo que, elevado ao quadrado, dá 9.
São aqueles que têm o mesmo índice e o mesmo radicando.
– Não devemos confundir as seguintes situações.
I) √9 = 3 Redução ao Mesmo Índice
II) x = 9 ⇒ x = ± √9 ⇒ x = ±3
2
Para reduzir radicais ao mesmo índice podemos usar o
√9 não é igual a ±3, até porque a radiciação é uma operação seguinte processo:
e, consequentemente, não pode ter mais de um resultado. 4
a3 e 3
a2
Já x2 = 9 é uma equação e, portanto, pode ter mais de uma
solução. O m.m.c. entre 4 e 3 é 12.
– Devemos estar atentos também para a seguinte opera- 12 : 4 = 3 12 : 3 = 4
ção. 4 3 4.3 33 12 9
a = (a ) = a
x2 = ? 4
3
a2 = 3.4 (a2) = 12 a8
Temos agora:
Sabemos que x 2 tem de ser maior ou igual a 0. Vejamos:
Para x = 3 a9 e 12 a8 que são equivalentes aos radicais anteriores, só
12

que possuem o mesmo índice.


(3)2 = 3 e x2 = x
Introdução de um Fator num Radicando
Para x = –3
(-3)2 = 3 e x 2 = -x • 2 3 = 22 .3 = 12
Concluímos que: • 5 3 2 = 2.53 = 3 250

x 2 = |x| Logicamente, o recíproco também é verdadeiro.


• 25 = 24 .2 =22 2 =4 2
Observação:
O radical √ foi utilizado pela primeira vez em 1525 num livro Adição e Subtração
chamado Die Coss, de autoria de Christoff Rudolff (1499-1545).
Adicionamos ou subtraímos os radicais semelhantes:

7
ÁLGEBRA I Capítulo 2 - RADICIAÇÃO

• 4 + 9 =2+=5 5 =4 5

• 2 +3 2 =4 2
• 5
8 = 10 8
• 2 3 + 75 =2 3 + 3.5 =2 3 +5 3 =7 3
2

• 10 3 +5 3 +3 2 =15 3 +3 2 Obs1: Uma raiz quadrada é exata se existir um número posi-


tivo ao quadrado que seja igual ao radicando.
Multiplicação de Radicais Ex.: 49 = 7 , pois 72 = 49

Para efetuarmos uma multiplicação, os radicais devem ter Obs2: Raiz aproximada.
o mesmo índice.
Ex.: 55 = ?
3. 2= 6
Solução: 49 < 55 < 64
6
8 . 6 5 = 6 40
7< 55 < 8
3
3 . 4 2 ⇒ m.m.c(3,4)=12
3
3 = 3.4 31.4 = 12 34 Logo 55 = 7 (por falta) e 55 = 8 (por SOBRA)
4
2 = 4.3 21.3 = 12 23

Então:
EXERCÍCIOS NÍVEL I
3
3 . 4 2 = 12 34 = 12 23 = 12 34. 23 = 12 648 QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
75
Divisão de Radicais Simplificando obtemos:
12
Para efetuarmos uma divisão, os radicais devem ter o 5
mesmo índice. a)
2
• 20 : 10 =
20
= 2
b) 5
3
10
• c) 5
3
120 : 3 24 = 3 5
3
• 5 : 4 5 ⇒ m.m.c(3,4)=12 d) 5
3

2
3
5 = 3.4 51.4 = 12 54
4
5 = 4.3 51.3 = 12 53 QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O valor de (34)-3/2 ,é igual a :
Então:
3
5 : 4 5 = 12 54 : 12 53 =12 54-3 = 12 5 a) 38/3
b) 1
√3
Potenciação de Radicais
c) 3- 6
Para elevarmos um radical à potência m, multiplicamos o d) 3- 3
expoente do radicando por m.
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
( )
m
n
a = n am -1
Calcule, 27 3 :
125
( 2) =
3
• 2 . 2 . 2 = 23
a) 125
• ( 3) = 2
5
6 5
6
3
b) 1
5
Radiciação de Radicais c) 15
d) 5
Para calcularmos a raiz de uma raiz, multiplicamos os índices. 3
e) NRA
m n
a = m.n a

8
Capítulo 2 - RADICIAÇÃO ÁLGEBRA I

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) A = B²
Calcule o valor de x na expressão:
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
x= 5− 9 ⋅ 5+ 9 7 5 6 5
O quociente de √3 . √3 é igual a:
21
a) √5 √38
b) √10 ³
a) √3
c)10
d) 2√5 b) 6√3
e) 22 ³
c) 3√3
d) 36√3
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A expressão √10 + √10 . √10 - √10 é igual a: QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 0 O valor numérico da expressão a x b x
, para a = 100,
b) 90 b = 1000 e x = 0,09.
c) √10
d) 3√10 a) 101,08
27
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) 10100
5 5 21
3  6 
A expressão  2 9  ⋅  2 9  equivale a: c) 10100
6 3

    d) 101,09
e) 101,03
a) 81√32
b) 2 QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) 2√2 4
Simplificando o radical √a² - 2ab + b² obtém-se:
d) √32
e) 32
a) (a + b) (a − b)
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) (a − b)2
c) √a - b
(− 8)− 3 ,obtemos :
2 4
Efetuando d) a + b − √2ab
e) √2ab
a)-2
b)1/4 QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c)1/2
O valor de 15 - 32 + 35 - 81 é:
d)2
e)4
a) 1
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) 2
c) 3
3
a2 d) 4
Sendo a ∈ R ∗ ,o valor da expressão , é: e) 5
a
³
a) √a
b)a EXERCÍCIOS NÍVEL II
c) 6√a QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) a√a
São dadas as afirmativas abaixo:
e) a²
I) (-2)2 =-2
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
-4 (-1)(4) -1. 4 4 2
3
II) = = = =
SeAA =
=1616 4
e B = (0,01)-0,5,então: -9 (-1)(9) -1. 9 9 3
III) ( 2)2 =-2
a) A = B + 2
b) A = 2B IV) 3+2= 3+ 2

c) A = B - 2

9
ÁLGEBRA I Capítulo 2 - RADICIAÇÃO

Assinale a alternativa correta. b) ³√3


a) Todas as afirmativas são falsas. c) 1
b) Somente II é verdadeira. d) 0,1
c) I e II são verdadeiras.
d) I, II e III são verdadeiras. QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) Todas as afirmativas são verdadeiras. 1 −
1
 2
 (6 , 25.10−2 )4 
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • O valor da expressão  
1 
é:
 (6 , 4.10−2 )−3 
3
O valor de 16 8 . 0,125 é: 6
 

a) 2 √8 a) 5
³
b) 4 √4 2 5
c) 4 √2 b)
5
³
d) 2 √2
6
c) 3
e) 4 √2
d) 7
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sabendo que
3
x 2 =1999 6 , y =1999 4 e 5 z 4 =1999 8 , Anotações:

1
-
(x > 0, y > 0 e z > 0) o valor de (x . y . z) 3 é:
Ø:
a) 19999
b) 19996
1
c) 1999 9
d) 1999 -6
e) 1999 -9

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Analise as afirmativas abaixo, onde a e b são números reais.

I) a2 + b2 = (a+ b)2
II) a2 . b2 = (a . b)2


III) a2 / b2 = (a / b)2 , b ≠ 0
Assinale a alternativa correta.
a) As afirmativas I, II e III são sempre verdadeiras.
b) Apenas a afirmativa I é sempre verdadeira.
c) Apenas as afirmativas I e II são sempre verdadeiras.
d) Apenas as afirmativas I e III são sempre verdadeiras.
e) Apenas as afirmativas II e III são sempre verdadeiras.

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Ao se resolver a expressão numérica
3 
 (25.10 ) 0.000075   5 3 15 
−6

 ÷  4  .(0 , 0010)
0

 10  10 
  
o valor encontrado é:
³
a) √2

10
CAPÍTULO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Operações Algébricas

I - Monômios e polinômios Exemplo:


1
3 2
Termo Algébrico , ab não são termos algébricos.
3
x
É o produto de números (coeficientes do termo) ou números
e letras (parte literal).
Expressão Algébrica
Exemplo:
Termo algébrico COEFICIENTE PARTE LITERAL É um termo algébrico ou a soma algébrica de termos al-
gébricos.
5x 5 x
Exemplo:
2
4a b 4
− − ab
2 3x2 + 3x + 4, ab, 5
3 3
x 1 x Observação:
4 4 não possui As expressões algébricas também são classificadas como ra-
cionais inteiros, racionais fracionários, ou irracionais, dependendo
Os termos algébricos podem ser classificados das seguintes da classificação dos seus termos.
formas:
Inteiro Monômios
Racional
Fracionário
Termo Algébrico Monômio é um termo algébrico racional inteiro.
Irracional Exemplo:
2b
x2 , , 5 x2 y , 5 , 0
Termo Algébrico Irracional 3

É aquele que tem pelo menos uma das variáveis no radican- Observação:
do, ou está elevada a um expoente fracionário. O zero é chamado monômio nulo.
Exemplo:
Grau de um Monômio (∂P)
1 2y 3
3 a , 3y5 x 3 ,
x O grau de um monômio de coeficiente não nulo é a soma
dos expoentes da parte literal.
Termo Algébrico Racional Fracionário
Exemplo:
É aquele em que pelo menos uma das variáveis figura no 4 a3b – grau 4
denominador de uma fração com expoente positivo ou está 3x2 – grau 2
elevada a expoente negativo.
5 – grau 0
Exemplo:
0 – não tem grau definido (monômio nulo)
3x 10
, 2 y −1 ,
b a M.D.C. de Monômios

Termo Algébrico Racional Inteiro O m.d.c. de monômios é o produto dos fatores comuns com
menores expoentes.
É aquele em que as variáveis não figuram sob radical e nem
como denominador de frações com expoente positivo ou não Exemplo:
estão elevadas a expoente negativo. Sejam os monômios:
Exemplo: A = 5 a2b3 e B = 10 a3b7, o m.d.c. entre eles será 5a2b3.
10 5a3
3 x 3 y , 3 xa , , M.M.C. de Monômios
x −2 a2
Observação: É o produto de todos os fatores, elevados aos maiores
expoentes.
Se os expoentes forem irracionais, o termo não será um termo
Ex: m.m.c. (4a²b³, 6a³bc²)
algébrico.
4a²b³ = 2² . a² . b³
6a³bc² = 2 . 3 . a³ . b . c² } m.m.c. = 2² . 3 . a³ . b³ . c²
= 12 a³b³c²

11
ÁLGEBRA I Capítulo 3 - OPERAÇÕES ALGÉBRICAS

Monômios Semelhantes  identidade


a + a2 − b a − a 2− b  de Báskara
a± b = ± 
São aqueles que possuem a mesma parte literal ou não 2 2  (1114-1185)
possuem parte literal. (radical duplo)
Exemplo:
5x2y e 3 x2y, Grau de um Polinômio
4 e 10
O grau de um polinômio é o grau do seu monômio, não
Polinômios nulo, de maior grau.
É toda soma algébrica de monômios, ou ainda, uma expres- Exemplo:
são algébrica racional inteira. 6x2y + 4ab + 3m3n2 → ∂P = 5

Observação:
Polinômio na Variável x (em R)
Estudaremos nessa unidade os polinômios com coeficientes
reais e variáveis reais.
Polinômio em x é toda expressão do tipo:
Polinômios com até 3 termos têm denominação particular. P(x) = anxn + an-1xn – 1 + ... + a1x + a0
1 termo → monômio a0, a1, a2 ... são os coeficientes reais
2 termos → binômio
3 termos → trinômio Polinômio Completo

Polinômio Nulo ou Identicamente Nulo Seja P um polinômio de grau n, ele será completo se possuir
todos os monômios, do grau n até o zero
É o polinômio que tem todos os seus coeficientes nulos. Exemplo:
Exemplo: P(x) = 5x4 + 3x3 – 2x2 –2x + 5
0x2y2 + 0x2y + 0
Raiz ou Zero
Valor Numérico
É o valor que o polinômio assume quando substituímos Se o valor numérico de P(x) para x = a for igual a zero, dize-
todas as letras por determinados números. mos que a é raiz ou zero do polinômio P(x).
Exemplo: Exemplo:
Seja o polinômio x 2 + 3x + 5, o seu valor numérico para P(x) = x2 – 4 → P(2) = 22 – 4 = 0 → P(–2) = (–2)2 – 4 = 0
x = 2 é 15, pois 22 + 3.2 + 5 = 15.
Então 2 e –2 são raízes ou zeros de P(x).
Identidade (Igualdade)
Operações com Polinômios
Dois polinômios são idênticos se os seus valores numéri- Adição e Subtração de Polinômios
cos são iguais, quaisquer que sejam os valores atribuídos às
variáveis. Para realizarmos essas operações, adicionamos ou subtra-
(a + b)2 = a2 + 2ab + b2 ímos os termos semelhantes.
(2 + 1)2 = 22 + 2 . 2 . 1 + 12 Exemplo:
9 = 9 (2a + 3b) + (4a – 5b + 1) = 2a + 3b + 4a – 5b + 1 =
(1 + 1)2 = 12 + (2) . (1) . (1) + 1 reduzindo os termos semelhantes
4 = 4 = 6a – 2b + 1

Observação:
Grau do Polinômio Soma / DIFERENÇA
Dois polinômos são idênticos se seus coeficientes de mesmo
grau forem iguais. Se os polinômios P e Q têm graus m e n respectivamente,
com m ≥ n, e P + Q e P – Q são não nulos, então:
Algumas identidades importantes:
∂ (P + Q) ≤ m

 identidade de
4ab + (a − b)2 = (a + b)2  ∂ (P – Q) ≤ m

 Euclides (300 a.C.)

(a2 + b2 )2 = (a2 − b2 )2 + (2ab)2 } identidade de Platão


(427-347 a.C.)

12
Capítulo 3 - OPERAÇÕES ALGÉBRICAS ÁLGEBRA I

Multiplicação de Monômio por Monômio Divisão de Polinômio por Polinômio


Efetuamos a multiplicação dos coeficientes e a multiplicação Para dividirmos polinômios, vamos recordar a divisão de
das partes literais. naturais.
Exemplo: 146 4 ⇒ 146 = 4 . 36 + 2
3 ab . 5 b2c = 15 ab3c
26 36
2
Multiplicação de Monômio por Polinômio
Sendo P e D polinômios na variável x e D ≠ 0, podemos
Multiplicamos o monômio por todos os termos do polinô- afirmar que:
mio, aplicando a propriedade distributiva. P D ⇒ P = D.Q + R
Exemplo:
R Q
(2a) (3b + a) = 6ab + 2a2
P → dividendo
Multiplicação de Polinômio por Polinômio D → divisor
Q → quociente
Multiplicamos cada um dos termos de um polinômio por
todos os termos do outro, em seguida reduzimos os termos R → resto
semelhantes. (distributiva)
Exemplos: IMPORTANTE

– O grau do polinômio R é sempre menor que o grau de D.


(2x + 3y) (x + 4a) = 2x2 + 8 ax + 3yx + 12 ya
– Dividir um polinômio P por outro polinômio D é deter-
minar o quociente Q e o resto R.
(4x – 3) (x + 1) = 4x2 + 4x – 3x – 3 = 4x2 + x – 3
Vamos estudar alguns algoritmos (dispositivos, métodos
práticos) de divisão.
Grau do Polinômio Produto
1º Método – Método da Chave
Se os polinômios não nulos P e Q têm graus m e n respec-
tivamente, então: Exemplo:
Dados dois polinômios em x, P(x) e D(x)
∂ (P . Q) = m + n
P(x) = x3 +x4– 24x2 + 59 – 36x
D(x) = x2 + 2x – 3
Divisão de Monômio por Monômio

Efetuamos a divisão dos coeficientes e das partes literais.


– Ordenamos os polinômios
Exemplos:
x4 + x3 - 24x2 - 36x + 59 x2 + 2x - 3

8x2 125a3b
8x² : 2 = = 4x2 125 a3b : 5 ab = = 25 a2 – Dividimos o primeiro termo do dividendo pelo primeiro
2 5ab
termo do divisor e obtemos o primeiro termo do quociente
Divisão de Polinômio por Monômio x4 + x3 - 24x4 - 36x + 59 x2 + 2x - 3
x2
Efetuamos a divisão de cada termo do polinômio pelo
monômio. – Multiplicamos o primeiro termo do quociente pelo
Exemplo: divisor e subtraímos o resultado do dividendo.
x4 + x3 - 24x4 - 36x + 59 x2 + 2x - 3
3 25 x 3 5 x
(25 x + 5 x ):(5 x ) = + = 5x2 + 1 -x4 - 2x3 + 3x2 x2
5x 5x
-x3 - 21x2 - 36x + 59
6 5 4 4 8a6b5 4a4b5 2 4
(8 a b + 4 a b):(2 a b) = + = 4a b + 2 – Dividimos o termo de maior grau do resto parcial pelo
2a4b 2a4b primeiro termo da divisão, o resultado será o segundo termo
do quociente.

13
ÁLGEBRA I Capítulo 3 - OPERAÇÕES ALGÉBRICAS

x4 + x3 - 24x4 - 36x + 59 x2 + 2x - 3 P(x) = x3 + 6x2 – 4x – 5


x4 - 2x3 + 3x2 x2 - x D(x) = x – 2
-x3 - 21x2 - 36x + 59
Coeficientes de P(x) Raiz de D(x)
– Multiplicamos esse termo (–x) pelos termos do divisor














e subtraímos do resto anterior. 1 6 -4 -5 2

x4 + x3 - 24x4 - 36x + 59 x2 + 2x - 3
x - 2x + 3x
4 3 2 x2 - x
+
-x - 21x - 36x + 59
3 2 + +
x3 + 2x2 - 3x
- 19x2 - 39x + 59 Coeficientes de Q(x) → 1 6 -4 -5 2

1 8 12 19
– Dividimos o termo de maior grau do resto parcial pelo



resto
primeiro elemento do divisor e o resultado será o terceiro termo x
x
do quociente. x

x4 + x3 - 24x4 - 36x + 59 x2 + 2x - 3 Q(x) = x2 + 8x + 12


x - 2x + 3x
4 3 2 x2 - x - 19 R(x) = 19
x - 21x - 36x + 59
3 2

x3 + 2x2 - 3x
- 19x2 - 39x + 59 Teorema do Resto

O resto da divisão do polinômio P(x) pelo polinômio de 1º


– Multiplicamos esse termo pelo divisor e subtraímos do
grau (x-a) é R(a) = P(a)
dividendo.
Exemplo 1:
x4 + x3 - 24x4 - 36x + 59 x2 + 2x - 3
x 2 − 5x + 9 x −2
x4 - 2x3 + 3x2 x2 - x - 19
− x + 2x
2
x− 3
x3 - 21x2 - 36x
− 3x + 9
x3 + 2x2 - 3x
3x − 6
- 19x2 - 39x + 59
3
+19x2 + 38x - 57
-x+2 Como se esperava, o resto é igual a P (2), isto é, igual a 3.

Não podemos continuar a divisão, pois o grau do resto ficou Exemplo 2: Um polinômio P(x), ao ser dividido por x-2 deixa
menor do que o do divisor. Logo, a divisão está terminada. resto 3, e dividido por x+3 deixa resto -5. Então o resto da divisão
Q(x) = x2 – x – 19 de P(x) por (x-2) (x+3) é:
R(x) = – x + 2
Solução:
Podemos utilizar esse método para polinômio com mais P(x) = (x-2) . q1(x) + R1(x) → P(2) = (2-2) . q1(2) + R(2) →R(2) =3
de uma variável.
Exemplo: P(x) = (x+3).q2(x) + R2(x) → P(-3) = (-3+3) . q2(-3)+R(-3) →
R(-3)=-5
6x + 2ax - 6a x - 27a x - 14a
4 3 2 2 3 4 3x2- 5ax - 2a 2

- 6x4 + 10ax3 + 4a2x2 2x + 4ax + 6a2


2
Então:
12ax3 -2a2x2 -27a3x P(x) = (x-2)(x+3).q3(x)+R(x) ← ax+b
- 12ax3 + 20a2x2 + 8a3x P(2) = (2-2) (2+3) . q3(2) + R(2) → a.2 + b=3
18a2x2 - 19a3x - 14a4 P(-3) = (-3-2) (-3+3) . q3 (-3) + R(-3) → a(-3)+b = -5
- 18a2x2 + 30a3x + 12a4
11a3x - 2a4 Então: 2.8/5+b=3 → b=3-16/5 = -1/15

Assim R(x) = 8/5x - 1/5


2º Método – Algoritmo dE Briot-Ruffini
(Charles Auguste Briot, 1817-1882) (Paolo Ruffini, 1765-1822) Teorema de D’Alembert
Para efetuarmos divisões de polinômios em x, de grau maior (Jean le Rond, 1717-1783)
ou igual a 1 grau por polinômio de 1º grau, do tipo x + a.
Se o polinômio P(x) é divisível pelo polinômio de 1º grau ax
Exemplo: + b se, e somente se, P(– b/a) = 0.

14
Capítulo 3 - OPERAÇÕES ALGÉBRICAS ÁLGEBRA I

Exemplo: b) x4 - x3 + x2 + x – 2
x − 5x + 6
2
x− 2 c) x4 - x3 + x2 - x + 2
− x + 2x
2
x− 3 d) x4 - x3 - x2 - x – 2
− 3x + 6
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
3x − 6
Dividindo-se (4a3 - 8a2 + 2a - 16) por (- 2a2 + a – 2), obtém-se
0
como resto:
P(2) = 22 –5.2 + 6 = 0
a) zero
Para que P(x) seja divisível por Q(x), (resto zero) a raiz de Q(x) b) -5a -10
que é dois será raiz também de P(x), logo, P(2) = 0. c) -5a + 10
Observação: d) -a -10
Se P(x) é divisível por (x – a) e também por (x – b), então P(x) será e) a + 10
divisível por (x – a)(x – b).
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Grau do Polinômio Quociente Sabendo-se que
– Sejam os polinômios P(x) e D(x), com ∂P ≥ ∂D. A = 4x3 -2x2 +x – 5
– Se Q(x) é o quociente da divisão de P(x) por D(x), então B = x3 + 4x2 - 3x + 2
∂Q = ∂P – ∂D. C = -3x3 +x2 + x-3
Calcule A - (-B -C)
Teorema de Bolzano
(Bernhard 1781-1848) a) 2x3 + 3x2 -x – 6
b) 8x3 - 7x2 + 5x – 6
Seja o polinômio P(x) de coeficientes reais e um intervalo ]a,b[ c) - 8x3 - 7x2 + 5x - 6
– Se P(a) e P(b) têm o mesmo sinal (P(a) . P(b) > 0), então d) 2x3 - 3x2 - 3x – 6
existe um número par de raízes reais em ]a,b[. e) 8x3 + 3x2 - 5x + 6
– Se P(a) e P(b) têm sinais contrários, então existe um
número ímpar de raízes reais da equação em ]a, b[. QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Exemplo: Calcule o quociente e o resto da divisão:
Seja P(x) um polinômio do segundo grau e um intervalo (4x4 - 13x2 + 12x - 3): (2x2 - 3x +1)
]2,5[. Se P(2) > 0 e P(5) < 0, com certeza haverá uma única raiz
no intervalo ]2,5[ a) 2x2 +3x – 3 e 0
b) 2x2 - 3x + 3 e x + 1
Observação: c) 2x2 - 3x + 3 e x - 1
No volume 3 veremos a interpretação geométrica deste teo- d) 2x2 - 3x + 3 e 0
rema. e) 2x2 + 3x + 3 e x - 1

EXERCÍCIOS NÍVEL I QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


O produto entre os binômios (3x -1).(x + 2) é:
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Reduza os termos semelhantes de: a) 3x2 - 6x – 2
1 b) 2x2 + x+1
- 4x y + xy + 6x y - xy2 -2x²y3
2 3 2 2 3
4 c) 3x2 + 5x - 2
3 d) 3x2 +6x – 2
a) xy²
4 e) -2x2 + x + 1
b) 3xy²
c) – 136xy¹ QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) 2x²y³ - xy² Ao reduzir os termos semelhantes de 3a + 2b + [-5a +b -
1 (-2a + 3b)] encontramos:
e) x² y³ - xy²
4
a) a
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) b
Efetue (x2 + 2 - x)(x2-1) e ordene o resultado segundo as c) 0
potências decrescentes de x. d) 1
e) -1
a) x4 + x3 + x2 + x – 2

15
ÁLGEBRA I Capítulo 3 - OPERAÇÕES ALGÉBRICAS

QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Efetuando a divisão de x -7x + 5x + 13 por x + 1 e
3 2
Determine p e q de modo que o polinômio x3 + px +q seja
calculando o valor numérico do quociente para x = 2 você divisível pelo produto (x – 2)(x + 1).
encontrará:
a) p = -3 e q = 2
a)zero b) p = -2 e q = 3
b)1 c) p = 3 e q = 2
c)2 d) p = -3 e q = -2
d)3 e) p = -2 e q = -3
e)-6
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • O resto da divisão de polinômio
Calcular o valor de K de modo que -1 seja raiz do polinômio p(x) = x4 - 2x3 + 2x2 – x+1 por x - 1 é um número:
P(x) = 2 - 3kx + x2.
a) ímpar menor que 5.
a)1 b) par menor que 6.
b)-1 c) primo maior que 5.
c)3 d) primo menor que 7.
d)2
e)-2 QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O resto da divisão de P(x) x2n + 1, n ∈ IN*, por Q(x) = x + 1 é:
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Dividindo-se x2 + 3 por x - 3 encontramos: a) sempre zero
b) sempre 2
12 c) 0 se, e somente se, n for impar
a) x + 3 -
x-3 d) 2 se, e somente se, n for par
b) x – 3 + 12 e) sempre
x-3
c) x – 3 - 12 QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
x-3
Um dos modos de se escrever a soma x² + 9xy + 8y² é
d) x + 12 através do produto (ax + by) . (ax + cy); a,b e c ∈ R+*. Neste caso
x-3
,podemos afirmar que a+b+c é igual a :
e) x + 3 + 12
x-3
a) 10
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b)4
Calcule p de modo que o polinômio x3 + 2x2 + 3px -12 seja c)12
divisível por x + 2. d)6
e)8
a) -12
b) -6 QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) -2 Efetuando o produto (x+1)(x100 - x99 + x98 - x97 + x96 + ... +
d) 6 x² - x + 1), encontramos:
e) 3
a) x100 - 1
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) x200 + 1
Na divisão de um polinômio P(x) pelo binômio (x - a), c) x101 + x50 - 1
aplicou-se o dispositivo prático de Briot–Ruffini, obtendo –se: d) 2x100 + 2
e) x101 + 1

O Número (m+n):(p-q) vale : EXERCÍCIOS NÍVEL II

a) 38 QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 39 Se A(x–3)(x–2)+Bx(x - 3) + Cx(x–2) = 12, calcule os valores
c) 40 de A, B e C.
d) 41
e) 42

16
Capítulo 3 - OPERAÇÕES ALGÉBRICAS ÁLGEBRA I

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) -100
Determine o grau do polinômio h(x) = (a²-5a+6)x² + (a²-4) c) 132
100
x + (6-2a), a ∈ R: d) 100
e) 132
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
2 A B QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A igualdade ≡ + ocorre quando A e B são, Dado o polínômio axk + 2x2 - t, com (a, k, t) Є N, a < k e sa-
x −1 2 x +1 x −1
bendo que P(1) = 0, P(-2) = 51, determine a soma dos algarismos
respectivamente,
do número w = t15 (a - 1)20 e, a seguir, assinale a opção correta.

a) 20
a) −1 e −1 b) 15
b) −1 e 1 c) 10
c) 1 e −1 d) 8
d) 1 e 1 e) 5

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Determinar os polinômios do 3º grau tais que P(x) - P(x-1) = x2: A divisão de um polinômio P(x) por (x – 4) deixa resto 3,
por (x + 1) deixa resto 8 e por (x – 2) deixa resto – 1. O resto da
divisão de P(x) pelo produto (x – 4)(x + 1)(x – 2) tem como soma
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • dos coeficientes
Utilizando o resultado da questão 4, calcule o resultado
n a) - 24
de ∑
i =1
i2 : b) 9
c) - 3
d) 0
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • e) – 4
Os valores de m, n e p para que a expressão
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(m-1)x 3 +(n-2)x 2 +(p-3)x+8
seja independente de x são Um polinômio P(x) dá resto -1 quando dividido por x+1, resto
2x 2 +3x +4
1 quando dividido por (x-1) e resto 1 quando dividido por (x+2).
Qual o resto da divisão de P(x) por (x+1)(x-1)(x+2)?
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O resto da divisão de (x5 + x4 – 5x3 – x2 + 9x – 8) por (x2 + a) x² - x+ 1
x – 3) é: b) x - 1
c) x² + x + 1
a) independente de x e não nulo d) x² - x - 1
5 e) nda
b) positivo para x <
2
c) nulo
d) par, para x ∈ IN QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) igual a 21, para x = 13 Sejam p(x) = 2x2010- 5x2 - 13x +7 e q(x) = x2 +x+1.Tomando
r(x) como sendo o resto na divisão de p(x) por q(x), o valor de
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • r(2) será: 
O resto da divisão do polinômio p(x) = x4 – 2x3+2x2 – x + 1
a) -8
por x + 1 é um número
b) -6
c) -4
a) ímpar menor que 5 d) -3
b) par menor que 6 e) -2
c) primo maior que 5
d) primo menor que 7 QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O resto da divisão de 1 + x + x2 + … + x100 por x2 – 1 é:
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Para que valor de K o polinômio P ( x) = kx + x − 5 é a) 0
3 2

b) x + 1
divisível por x + 1 3 ? c) 50x + 50
d) 50x + 51
a) -132 e) 51x + 50

17
CAPÍTULO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • produtos notáveis

PRODUTOS NOTÁVEIS Produto da Soma Pela Diferença de Dois Ter-


mos
Alguns produtos de polinômios aparecem repetidamente
nos desenvolvimentos de problemas matemáticos e, por isso,
devemos conhecer os resultados, sem que precisemos efetuar (a + b) (a – b) = a2 – b2
as multiplicações todas as vezes que aparecerem.
Esses produtos por terem muita importância na matemática, Quadrado do primeiro menos o quadrado do segundo.
são chamados produtos notáveis e são estudados na forma de
identidades, que devemos memorizar. Produto de Stevin (Simon 1548–1620)
Os mais importantes são:
(x + a) (x + b) = x 2 + (a
12 +3
b) x + ab
{
produto
Quadrado da Soma de Dois Termos soma

Quadrado da Soma de Três Termos


(a + b)2 = a2 + 2ab + b2
(a + b + c)2 = a2 + b2 + c2 + 2(ab + ac + bc)
Quadrado do primeiro mais o dobro do produto do primeiro
pelo segundo, mais o quadrado do segundo.
Cubo da Soma de Três Termos
Outra maneira de enunciar esse produto notável é:

(a + b + c)3 = a3 + b3 + c3 + 3 (a + b) (a + c) (b + c)
(a + b)2 = a2 + b2 + 2ab

Produto do Tipo
O quadrado da soma de dois termos é igual à soma dos
quadrados desses 2 termos mais o dobro do seu produto.
(a – b) (a2 + ab + b2) = a3 – b3
Temos também (– a – b) = a + 2ab + b .
2 2 2

(a + b) (a2 – ab + b2) = a3 + b3
Quadrado da Diferença de Dois Termos

(a – b)2 = a2 – 2ab + b2
EXERCÍCIOS NÍVEL I
Quadrado do primeiro menos o dobro do produto do pri-
meiro pelo segundo, mais o quadrado do segundo. QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Ou ainda: A expressão (a + 2)2 − 5(3 − 2a) + (2a − 3)2 é equivalente a:
a) 2a2 + 8a − 2
(a – b)2 = a2 + b2 – 2ab b) 5a2 + 2a − 2
c) 3a2 − 20a + 13
O quadrado da diferença de dois termos é igual a soma dos d) 5a2 + 10a − 2
quadrados desses dois termos, menos o dobro de seu produto. e) 5a2 − 18a + 28
Cubo da Soma de Dois Termos QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A expressão (x − y)2 − (x + y)2 é equivalente a:
(a + b)3 = a3 + 3a2b + 3ab2 + b3
a) 0
Cubo do primeiro, mais o triplo do quadrado do primeiro b) 2y2
pelo segundo, mais o triplo do primeiro pelo quadrado da c) −2y2
segundo, mais o cubo do segundo. d) −4xy
Cubo da Diferença de Dois Termos QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A expressão (2a + b)2 − (a − b)2 é igual a:
(a – b)3 = a3 – 3a2b + 3ab2 – b3
a) 3a2 + 2b2
Cubo do primeiro menos o triplo do quadrado do primeiro b) 3a2 + 6ab
pelo segundo, mais o triplo do primeiro pelo quadrado do c) 4a2b + 2ab2
segundo, menos o cubo do segundo. d) 4a2 + 4ab + b2

18
Capítulo 4 - PRODUTOS NOTÁVEIS ÁLGEBRA I

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) 3a2 + b2
Se a2 = a + 1 então a4 é igual a: c) 3a2 + 3b2
d) 2a2 + 3b2
a) a + 1 e) 3a2 + 2b2
b) 2a − 1
c) 2a + 1 QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) 3 a − 2 A expressão [(a + b)2 − 4ab] ⋅ [(a − b)2 + 4ab] é igual a:
e) 3a + 2
a) a4 − b4
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) a4 + b4
2 c) a4 − 2ab + b4
 1  d) a4 + 2a2b2 + b4
Se a ∈ IR e a > 0, a expressão  a +  é equivalente
a:  a e) a4 − 2a2b2 + b4

a) 1 QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 2 O produto da soma pela diferença de dois termos é
a2 + 1 igual 4x2 − 81y2. O produto desses dois termos é igual a:
c)
a
a) 32x2y2
a +1
4
b) 36x3y3
d)
a2 c) 18x2y2
d) 36xy
a 2 + 2a + 1
e) e) 18xy
a
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • O desenvolvimento de (2a − 3b)2 é igual a:
Calculando 9342872 − 9342862, obtemos:
a) 2a2 − 3b2
a) 1 b) 4a2 + 9b2
b) 2 c) 4a2 − 12ab + 9b2
c) 1868573 d) 2a2 − 12ab + 3b2
d) 1975441
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • O natural n para o qual (1012 + 25)2 − (1012 − 25)2 = 10n é:
A expressão que deve ser somada a (a2 + 6a2b2 − 12 a2b)
para que resulte no quadrado de (2a − 3ab) é: a) 10
b) 12
a) 3a2 + 3a2b2 c) 14
b) −3a2 − 3a2b2 d) 25
c) a2 − 9a2b2 + 12a2b e) 50
d) 3a2 + 3a2b2 + 24a2b
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Se a + 1 = 2; então a4 + a−4 vale:
A expressão (x + y) ⋅ (x2 + y2) ⋅ (x − y) é igual a: a
a) −2
a) x4 + y4 b) 1/2
b) x4 − y4 c) 4
c) x3 + xy2 − x2y − y3 ³
d) 2√64
d) x3 + xy2 + x2y + y3 4
e) 2 10√1024
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A expressão (a + b)2 + (a – b)2 + (a + b) (a − b) é equiva- QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
lente a: Se 2x + 2−x = 3, então 4x + 4−x vale:

a) a2 + 3b2 a) 7

19
ÁLGEBRA I Capítulo 4 - PRODUTOS NOTÁVEIS

b) 49 b) 16 a2b2 – 2b4
c) 47 c) 2b4 – 16 a2b2
d) 6 d) –2b4 – 16 a2b2
e) 51 e) 16 a2b2

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
EXERCÍCIOS NÍVEL II
(3+2 2)2008
O valor de +3-2 2 é um número:
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • (5 2+7)1338
 1
2
3 1 a) múltiplo de onze
Se  n+  =3, então n + 3 vale: b) múltiplo de sete
 n n
c) múltiplo de cinco
a) 0 d) múltiplo de três
b) 3 3 e) primo
c) 6 3
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
10 3
d) A soma 3
5 + 2 13 + 3 5 − 2 13 é igual a:
3
a) 3
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 2
Um aluno encontrou zero para o valor numérico de expres- 3
b) 65
são x2 + y2 – 2x + 5 + 4y. Pode-se concluir que os valores pelos
quais substituiu as variáveis x e y são tais que sua soma é 4

a) 2 c) 1 13

b) –1
c) 0 d) 3 2
d) 1 e) 1
e) 2
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

( )
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 2
+8
2
A soma dos dígitos do desenvolvimento de 10
4n
+1 ,
Seja n o número que se deve acrescentar a 19922 para ob-
sendo n um inteiro positivo, é:
termos 19932. A soma dos algarismos de n é:
a) 4
a) 13
b) 4n
b) 17
c) 2 + 2n
c) 19
d) 4n2
d) 22
e) n2 + n + 2
e) 25
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a b A diferença entre os quadrados de dois números inteiros
Se (a2 + b2)3 = (a3 + b3)2 e ab ≠ 0, o valor de _ + _ é: positivos consecutivos é sempre:
b a
a) 1 a) um número primo.
b) 2 b) um múltiplo de 3.
1 c) igual à soma desses números.
c)
2 d) um número par.
2 e) um quadrado perfeito.
d)
3
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
3
e) O valor de 1+2(1+2(1+2(1+2(1+2(1+2(1+2(1+2(1+2(1+2(1+2)
2 ))...)) é:
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Efetuando-se (8 a2 – b2) (8 a2 + b2) – (8 a2 – b2)2, obtemos: a) 210 + 1
b) 211 - 1
a) 16 a2b2 + 2b4

20
Capítulo 4 - PRODUTOS NOTÁVEIS ÁLGEBRA I

c) 211 + 1
d) 212 - 1
e) 212 + 1

QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Demonstre a Identidade de Lagrange: (a2 + b2) (c2 + d2) =
(ad-bc)2 + (ac+bd)2

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(ax+by)² + (ay-bx)²
Reduzindo a expressão encontra-
mos: (a²+b²)(x²+y²)

a) ab
b) xy
c) 1
d) -1
e) abxy

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Demonstre a Identidade de Gauss:
a³ + b³ + c³ - 3abc = (a + b + c)(a² + b² + c² - ab - ac - bc)

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Se a + b + c = 0, então a³ + b³ + c³ vale:

a) 0
b) 1
c) abc
d) 2abc
e) 3abc

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Se a + b + c = 0, então determine o valor reduzido de A
(a+b)³ + (a+c)³ + (b+c)³
= .
abc

a) 3
b) -2
c) -3
d) 1
e) -1

Anotações:

21
CAPÍTULO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • fatoração

FATORAÇÃO Identidades

DEFINIÇÃO Neste método utilizamos as identidades estudadas (ver


produtos notáveis).
Sabemos que todo inteiro maior que 1 pode ser expresso
como produto de primos de uma só maneira (salvo quanto a – Trinômio do quadrado perfeito
ordem dos fatores) (teorema fundamental da aritmética) .
a2 + 2 ab + b2 = (a + b)2
Assim como os inteiros, alguns polinômios também podem
a2 – 2 ab + b2 = (a – b)2
ser fatorados.
Fatorar um polinômio, quando possível, é transformá-lo – Diferença de dois quadrados (identidade de Euclides)
num produto de polinômios de menor grau (fatores).
a2 – b2 = (a + b) (a – b)
Exemplo:
ac+ab= 
a .(b+c)
 – Identidades de Cauchy
‘fator fator
a3 + b3 + 3ab (a + b) = (a + b)3
A fatoração de polinômios é muito útil, por exemplo, na a3 – b3 – 3ab (a – b) = (a – b)3
simplificação de frações algébricas (assunto que veremos mais a5 + b5 + 5ab (a + b) (a² + ab + b²) = (a+b)5
adiante) como, por exemplo:
x 2 - 4x +4 (x -2)2 ( x − 2)( x − 2) ( x − 2) – Identidade de Stevin
= = =
x −4
2
( x + 2)( x − 2) ( x + 2)( x − 2) ( x + 2) x2 + (a + b) x + ab = (x + b) (x+a)

Observe que, para fazermos a simplificação, devemos M.M.C. e M.D.C. de Polinômios


considerar x – 2 ≠ 0, ou seja, x ≠ 2, caso contrário estaríamos
dividindo 0 por 0. Para calcularmos o m.m.c. e o m.d.c. de polinômios, usamos
os processos aplicados ao m.m.c. e ao m.d.c. de números inteiros.
Processos de Fatoração O mínimo múltiplo comum (m.m.c.) entre duas ou mais
expressões algébricas é o produto de todos os fatores que
Fator comum (Evidência) aparecem, elevados aos maiores expoentes.

Para fatorarmos um polinômio utilizando esse processo, Observação:


usamos os seguintes processos: Se temos que trabalhar com fatores, o primeiro passo será
– Determinamos o m.d.c. dos monômios (fator comum). sempre fatorar.
– Dividimos o polinômio por esse fator comum.
Exemplos:
– Escrevemos o produto do fator comum pelo quociente
obtido. I) 12 a3 b3 x y5 = 22 . 3 . a3 . b3 . x . y5
90 a4 b2 x3 z3 = 2 . 32 . 5 . a4 b2 . x3 . z3
Exemplo:
ax + ay → m.d.c. ( fator comum ) = a m.m.c. (12a3b3xy5, 90 a4 b2 x3 z3) =
= 22 . 32 . 5a4 . b3 . x3 . y5 . z3 =
 ax ay 
ax+ay =a  +  =a(x+y) = 180 . a4. b3 . x3 . y5 . z3
 a a

II) 50 a2b2 – 32 . a2c2


Agrupamento
5 a2b2 + 5ab3 – 4a2bc – 4ab2c
Para fatorar por agrupamento: 30ab2c3 – 24 a2c4 + 24abc4 – 30a2bc3
– Formamos grupos de monômios que tenham um fator
Fatorando, temos:
em comum.
– Fatorando cada grupo, eles devem apresentar um novo 2 . a2 (5b + 4c) (5b – 4c)
fator comum, que deve ser posto novamente em evidência. ab . (a + b) (5b – 4c)
2 . 3 . ac3 (b – a) (5b - 4c)
Exemplo:
ax + ay + bx +by = a(x+ y) + b (x + y) = (x + y) (a + b) O m.m.c. é 6 a2bc3 (a + b) (b – a) (5b + 4c) (5b – 4c)

O máximo divisor comum (m.d.c.) entre duas ou mais ex-


pressões algébricas é o produto dos fatores comuns, elevados

22
Capítulo 5 - FATORAÇÃO ÁLGEBRA I

aos menores expoentes. c) 25


Exemplos: d) 23
I) 12 . a3b3x3y5 = 22 . 3 .a3 . b3 . x . y5
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
90 a4b2x3z3 = 2 . 32 . 5 . a4 . b2 . x3 . z3
Sendo x =19 e y =81 , então o valor da expressão (x +
O m.d.c. (12 . a3b3x3y5, 90 a4b2x3z3) = 2 . 3 . a3b2x y)² + x² - y² + 2x é divisível por :
II) 50 a2b2 – 32 a2c2
a)19,100 e 101
5 a2b2 + 5 ab3 – 4a2bc – 4ab2c b) 2,81 e 100
30 ab2c3 – 24 a2c4 + 24 abc4 – 30 a2bc3 c) 2,19 e 81
d) 2,19e 101
Fatorando, temos: e) 81, 100 e 101.
2a2 (5b + 4c) (5b – 4c)
ab (a + b) (5b – 4c) QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
2 . 3 . ac3 (b – a) (5b + 4c) A expressão x² - y² - z² + 2yz + x + y - z admite como
fator :
O m.d.c. é a.
a) − x + y + z + 1
EXERCÍCIOS NÍVEL I b) x − y − z + 1
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) x + y − z + 1
A forma simplificada da expressão (x - y)² - (x + y)(x - y), d) x − y + z + 1
é:
e) x + y + z + 1
a)-2xy
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 2xy
c)2x² - 2xy Na fatoração do polinômio x² + y² - 2xy - x + y um dos
d) y² - 2xy fatores é
e) 2y(y - x)
a) x+y
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) x + y –1
Fatorando a expressão x² + 100x + 99 obtemos : c) x+y+1
d) x-y-1
a) (x + 1)(x + 99) e) x-y+1
b) (x + 1)(x - 99)
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) (x - 1)(x + 99)
d) (x - 1)(x - 99) Um dos modos de se escrever a soma x² + 9xy + 8y²

e) (x + 100)(x + 99) é através do produto (ax + by) . (ax + cy); a,b e c ∈ R+ .
Neste caso, podemos afirmar que a+b+c é igual a :
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Se a³ + 3a²b + 3ab² + b³ = 125 e a³ - 3a²b + 3ab² - b³ = 1 a)10
tem – se que 2a - 3b vale : b)4
c)12
a) 0 d)6
b) 6 e)8
c) –1
d) 5 QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) 8 Se x e y são tais que x+y = 1 e x² + y² = 221, o valor de
x³ + y³ é igual a :
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Se 3 + 3
x −x
( )
= 5 , então 2. 9 x + 9 − x é igual a :
a)330
b)331
c)332
a) 50 d)333
b) 46 e)334

23
ÁLGEBRA I Capítulo 5 - FATORAÇÃO

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Calcular o MDC das expressões : P1 = a³ - a²b - ab² + b³,
b) a( x + 1)( x − 1)( x − 2 )( x − 6 )
P2 = a³ - b³ e P3 = a³ - 2a²b + ab² c) a( x + 1)( x − 1)( x + 2 )( x − 6 )
a) a+b d) a( x + 1)( x − 1)( x + 2 )( x + 6 )
e) a ( x + 1) ( x − 1) ( x − 2 )( x + 6 )
b) a-b 2 2

( )(a − b )
c) a + b

d) (a + b )
2

EXERCÍCIOS NÍVEL II
e) (a − b )
2

QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Achar o MDC entre os polinômios : Se e x+ y + z = 16, o
P1 = a²x - 2a² + 2ax - 4a + x - 2
produto x.y.z é:
P2 = xy² - y³ + 2xy - 2y² + x - y
a) 192
a) (x - 2)(x - y) b) 108
b) (a + 1)²(y + 1)² c) 48
c) (x - 2)(a + 1)²(x - y) d) 32
d) (x - 2)(a + 1) e) 10
e) 1
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O resultado da fatoração de n2 + 44n – 45 é:
Calcular o MMC dos polinômios :
ax - a; x² - 2x + 1; (xa)² - a² a) (n + 44) (n + 1)
b) (n – 45) (n + 1)
a) a 2 ( x + 1)( x − 1) c) (n+ 45) (n – 1)
d) (n – 44) (n – 1)
b) a (x + 1)(x − 1)2
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) a ( x + 1)( x + 1)
2 2
Um dos fatores da expressão x2y2 – (x + y) xy + x + y – 1 é:
d) a ( x + 1) ( x − 1)
2 2

a) xy – 1
e) a ( x + 1)( x − 1)
2 2
b) xy + x + y
c) xy – x – 1
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) x+y–1
Qual é o quociente do MMC pelo MDC dos polinômios: e) xy + 1
P1 = 25x² + 10x + 1; P2 = 25x² - 1; P3 = 5x + 1.
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A expressão a3 + b3 + c3 – 3abc quando fatorada apresenta
a) (5 x + 1)(5 x − 1) como um dos seus fatores:
b) (5 x + 1) (5 x − 1)
2
a) a2 + b2 + c2
c) (5 x + 1)(5 x − 1) b) a–b–c
2

c) a2 + b2 + c2 – ab – ac – bc
d) (5 x + 1)
2
d) a2 + b2 + c2 + ab + ac + bc
e) a2 + b2 + c2 – ab + ac – bc
e) (5 x − 1)
2

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Os números de forma 4k²+50 + 4k²+51 + 4k²+52 + 4k²+53 são sempre
Calcule o MMC das expressões : múltiplos de:
P1 = x³ - 2x² - x + 2 e P2 = ax² + 7ax + 6a
a) 17
a) a( x + 1)( x − 2 )( x − 1)( x + 6 ) b) 19
c) 23

24
Capítulo 5 - FATORAÇÃO ÁLGEBRA I

d) 29 QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) 31
O resto da divisão por 9 de 1111111111 − 22222 é:
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 0
A expressão x2 – y2 – z2 + 2yz + x + y – z possui:
b) 1
c) 3
a) Nenhum fator do primeiro grau com coeficientes intei-
d) 6
ros e expoentes também inteiros.
e) 8
b) – x + y + z como fator.
c) x – y – z + 1 como fator. QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) x + y – z + 1 como fator.
e) x – y + z + 1 como fator. Se 10k é a maior potência de 10 que divide 1110 – 1,
então k é igual a:
QUESTÃO7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 1
Sejam os polinômios P = x3 – 4x; Q = x4 + 4x3 + 4x2 e R = x2 b) 2
– 4x + 4. Dividindo-se o m.m.c. de P e Q pelo m.d.c. de P e R e c) 3
considerando x ≠ 2, obtemos a expressão: d) 4
e) 5
a) x2 (x + 2)2
b) x2 (x + 2) (x – 2) QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) x (x + 2) (x – 2)
Sejam a, b e c números inteiros e positivos, tais que abc
x(x +2)
d) + ab + ac + bc +a + b + c = 2000, então o valor de a + b + c
(x -2) é igual a:
x 2 (x +2)
e)
(x -2) a) 50
b) 52
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) 54
d) 56
O maior inteiro que não excede a √n² - 10n + 29 para n=
e) 58
20062006 é igual a:
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 20062001
b) 20062002 Mostre que a afirmativa: “O produto de quatro in-
c) 20062003 teiros consecutivos, aumentado de uma unidade, é
d) 20062004 um quadrado perfeito” é VERDADEIRA e, a seguir, uti-
e) 20062005 lize-a para determinar que a soma dos algarismos de
√2005 x 2004 x 2003 x 2002 + 1 , que é igual a:
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O resultado da expressão (18.7002 + 20.9002) : (18.700 x
a) 11
20.900) é aproximadamente igual a:
b) 12
c) 13
d) 14
a) 2,01
e) 15
b) 2,03
c) 2,05
d) 2,07
e) 2,09 Anotações:

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
O número a ≠ 0 tem inverso igual a b. Sabendo-se que a +
b = 2, qual é o valor de (a3 + b3) (a4 – b4)?

a) 8
b) 6
c) 4
d) 2
e) 0

25
CAPÍTULO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • frações algébricas

FRAÇÕES ALGÉBRICAS Exemplo:


x y x(x+y)+y(y) x 2 +xy +y 2
(SIMPLIFICAÇÃO) + . =
y x+ y ( x + y )y xy + y 2
x+y y
Fração algébrica é uma fração cujos termos são polinô-
mios, e o denominador não tem grau zero.
Devemos observar que o valor numérico do denomina- Multiplicação e Divisão de Frações Algébricas
dor não pode ser zero.
Para multiplicar frações algébricas, multiplicamos os
Exemplo: numeradores e os denominadores entre si e, em seguida,
3a+b simplificamos a fração obtida.
x −2 Na divisão de duas frações algébricas, multiplicamos a
Nesta fração algébrica x – 2 ≠ 0 ⇒ x ≠ 2, logo a fração primeira fração pela inversa da segunda.
3a+b
Exemplo:
x −2 só está definida para x ≠ 2.
a² -b2 (a+b)(a-b)
.(a--b) = .(a-b)=(a-b)2 =a2 -2ab+b2
a+b a+b
Operações com Frações Algébricas
x 2 -5x +6 x +2 (x -3)(x -2) . x -3 x -2
: = =
Para efetuarmos operações com frações algébricas x 2 - 6x+9 x -3 (x -3)2 x +2 x +2
usaremos métodos muito semelhantes aos utilizados com
números fracionários.
Decomposição de Frações
Simplificação
Para decompor uma fração algébrica, efetuamos as
Para simplificar frações, utilizamos o mesmo procedimen- seguintes operações.
to utilizado para simplificar frações numéricas. – Fatoramos o denominador.
– Cada fator não repetido, do primeiro grau, x – a,
Exemplo: A
60 22.3.5 3 5 22 4
origina uma fração simples da forma , em que A é uma
= = . . = , na prática fazemos: x-a
constante a ser determinada.
105 3.5.7 3 5 7 7
– Quando certo fator do denominador aparece repe-
22.3.5 4 tido n vezes, ele introduz na decomposição uma soma de
=
3.5.7 7 igual número de frações simples.

Usando o mesmo processo para frações algébricas. Exemplo:


Exemplo: 3x +1 3x+1 A B
≡ ≡ +
2
x -3x+2 (x -2)(x -1) x -2 x -1
10x 3y 9 10 x 3 y 9 5y 2 1 x-1 x -2
= . 4. 7 =
2x 4 y 7 2 x y x
3x + 1 ≡ A (x – 1) + B (x – 2) ⇒ 3x + 1 ≡ Ax – A + Bx – 2B ⇒
x2 −6x + 9 (x -3)2 (x -3)(x -3) ⇒ 3x + 1 = Ax + Bx – A – 2B ⇒ 3x+1 ≡ (A + B) x – A – 2B ⇒
fatorando ⇒ = , para x ≠ 3
x −3 x -3 (x -3) ⇒ 3x = ( A + B ) x ≡ A + B = 3
1 = – A – 2B ⇒ – A – 2B = 1
Adição e Subtração de Frações Algébricas A+B=3 B=-4 3x+1 7 4
 ⇒ ⇒ 2 ≡ −
- A -2B=1 A=7 x -3x +2 x -2 x -1
Utilizaremos os seguintes procedimentos:
-B= 4
– Fatoramos os denominadores.
– Reduzimos as frações algébricas ao mesmo denomi-
Exemplo:
nador.
– Adicionamos ou subtraímos os novos numeradores. x 3 +1 A B C D x 3 +1
≡ + + + ⇒ ≡
– Simplificamos a fração algébrica obtida.
3 3 2
x(x -1) x (x -1) (x -1) x -1 x(x -1)3
A(x -1)3 + B. x + Cx ( x - 1 ) + Dx(x -1)²
x(x -1)3

26
Capítulo 6 - FRAÇÕES ALGÉBRICAS ÁLGEBRA I

x 3 + 1 ≡ ( A + D ) x3 + ( -3A + C − 2D) x 2 + ( 3A + B − C + D ) x - A a) 0
b) 1
 A + D = 1 ⇒ -1 + D = 1 D=2 c) x + 2
 -3A + C - 2D = 0 B=2
 d) (x + 2)²
 ⇒ logo,
3A + B - C + D = 0 C =1 e) x - 3

 -A = 1 ⇒ A = -1 D=2
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
x 3 +1 -1 2 1 2 a −4 − b −4
3
= + 3+ 2
+ A expressão com a ≠ 0 e b ≠ 0 é idêntica a:
x(x -1) x x -1 (x -1) x -1
a −2 − b −2

EXERCÍCIOS NÍVEL I a2 + b2
a)
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a2
Sendo a ≠ 3 e a ≠ 0 , a forma mais simples da expressão a2 + b2
b)
a 2 − 6a + 9 a 2b 2
é: c) a-2 - b-2
a 2 − 3a
d) a 2 + b 2
a) 2a+9 e) a −6 + b −6
b) 9-2a
a−3 QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c)
a Supondo que a, b ∈ R ∗ ,e a>b , ao simplificar
d) 2a +3
a−3 , encontra- se
e)
a+3

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a)a/b
x − 6x + 9
2 b)b/a
Simplificando a fração , encontramos : c) a.b
x2 − 9 d) a+b
x−3 e) a-b.
a)
x+3
x−2 QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b)
x+3 Se a e b são reais positivos , a expressão
x−3  1 1
 1 1

c)  a + 2a 2 b 2 + b  a − 2a 2 b 2 + b 
x   
   é equivalente a:
d) 1 a2 − b2
e) –1
a) (a+b)/(a-b)
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) (a-b)/(a+b)
Simplificando a fração a² + 7a + 12 encontramos : c) (b-a)/(a+b)
a² + 6a + 9
d)1
a+4
a)
a+3 QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 12/9 x² - mx - nx + mn E
c )19/15 Dadas as expressões E = e = D-1,
x² - m² n-x
a+7
d) tem – se que D é igual a :
a+6
e) 4/3
a) -x-m
b) x-m
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) x+m
Simplificando
(x 2
)(
+ 4x + 4 x 2 − x − 6 ) encontramos : d) -x+m
(x + 2)(x − 3)(x + 2) 2

27
ÁLGEBRA I Capítulo 6 - FRAÇÕES ALGÉBRICAS

QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Simplificando a + b  a + b 
A expressão  − 1 ÷  + 1 ,com a ≠ b,
, a − b  a − b 
simplificada ,é :

encontramos : a) 2

a) a+2 b) b
b) a
a
a+2 b
c)
c) 1 a−b
d) a-2
e) a d) b
2(a − b)
a-2
e) a
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b
O mínimo múltiplo comum, dos denominadores da ex-
pressão :
EXERCÍCIOS NÍVEL II
3 2 8
− 2 − 2 é igual a:
x + 5x + 4 x 4 x + 4 x x + 5x + 4
3 2
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(4x 2 +8bx+4b2 ).(x -b)
Simplifique o máximo possível:
a) x(x + 1)(x + 4 ) (2x 2 -2b2 ).(-x -b)

b) 4 (x + 1)(x + 4)
c) ( x + 1)( x + 4 ) QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

d) 4 x ( x + 1)( x − 4 )
a4 -b 4 2ab
Simplificando (a2 +b2 +2ab).(a2 +b2 -2ab) - a2 -b2 para b ≠
e) 4x ( x + 1)( x + 4 ) ± a, obtém-se:
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) 1
Qual o valor da expressão a+b
b)
a-b
?
b
c)
a
a) a−b d)
a-b
a+b
b) a + b
2 2

a
c) (a 2
+ b2 )
2 e)
b
d) (a + b )(a − b ) QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) a+b Simplifique considerando as condições de validade:
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 1 1 1
a) + +
Calcule :
a
+
b
+
c (a - b)(a - c ) (b - a)(b - c) (c - a)(c - b)
(a − b )(a − c ) (b − c )(b − a ) (c − a )(c − b )
a a 2a2 4a2b2
a) 0 b) + + 2 +
a - b a+ b a + b2 a4 - b 4
b) 1
c) a+b+c a - 1 a +1 a2 +1
c) + -
d) (a + b + c)² a +1 a-1 a2 -1
e) -1

28
Capítulo 6 - FRAÇÕES ALGÉBRICAS ÁLGEBRA I

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 2x
d)
Simplificando a fração
( )
x x 2 + x - y + y 2 ( y +1)
,
y+2

x² + y² – xy ≠ 0, obtém-se: x 2 + y 2 - xy 2-x
e)
y+2
a) x–y+1
b) x–y–1 QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) x+y–1 9
d) 1+x+y 81-4x 2 x 2 - 18 2 + x
e) 1–x+y Simplifique: 2 . :
x -7x+12 18-4x x-4
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 2
x+a
Sendo y = , qual é o valor numérico de y para 2
x +b b)
x = 2 , sabendo-se que, para todo número real x ≠ – b, onde 2
y . (x² – 2) = x² + 2 . x – 4? 2(9+2x)2
c)
4(x-4)2
a) 0
b) 0,5 4(x-4)2
d)
c) 0,666 ... 2(9+2x)2
d) 1,5
e) 2 QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Simplificando a expressão abaixo, para os valores de a,
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(a2 -b2 -c2 -2bc)(a+b-c)
a4 +b 4 -6a2b2 b e c que não anulam o denominador ,
Simplificando-se a fração 2 2 onde a > b, obtém- (a+b+c)(a2 +c2 -2ac-b2 )
obtém-se:
-se: a -b +2ab
a) 1
a) a2 -b2 -2ab
b) 2
b) a2 -b2 +2ab c) 3
c) a2 +b2 -2ab d) a + b + c
e) a – b + c
d) a2 +b2 +2ab
e) a2 +b2 QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
 x −2 − y −2   x 2 y + xy 2 
QUESTÃO7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • O valor da expressão  −1 ⋅ 2
−1   2 
 , em
 x +y   x −y 
O quociente da divisão de:
(a + b + c)3 – a3 – b3 – c3 por (a + b) [c2 + c (a + b) + ab] para que x e y reais não nulos e x ≠ y e x ≠ − y, é
a + b ≠ 0 e c2 + c(a + b) + ab ≠ 0, é:
a) −1
a) 1 b) −2
b) 2 c) 1
c) 3
d) 2
d) 4
e) 5 QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Calcule o valor da expressão
 (2004)3 − (1003)3 − (1001)3 
x 4 - 4x+x 2 2- x S = .
Efetuando-se + 2 : , encontra-se:  2004 ⋅ 1003 ⋅ 1001 
2+y y +4y +4 2+y
x
a)
y+2 QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
x+2
b) Se a + b + c = 0, calcule
y+2
2 a) 2
c)
y+2 b) 3

29
ÁLGEBRA I Capítulo 6 - FRAÇÕES ALGÉBRICAS

c) -2
d) -3
e) 4

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sabendo que x, y e z são reais satisfazendo xyz = 1, cal-
cule o valor da expressão:

1 1 1
A= + + .
1 + x + xy 1 + y + yz 1 + z + xz

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Simplifique as expressões abaixo:

1
( x2n+1 + x )( x2n+1 − x ) − ( x 4 )n+ 2
A , x ≠ 0.
( xn + x )2 − x2n − 2xn+1
a+b a−b
C 4z2 − 3y 2
= dado que z= , y= ,
2 3
=
a (2 + 3)
2012
e=
b (2 − 3)
2012
.

Marque a alternativa verdadeira.

C
a) É possível determinar o valor de .
4A + C
b) C é um número irracional.

−0,5 3
c) [ − ( A − C )] =.
3
3
−0,3 9
d) ( A + C ) = .
3

Anotações:

30
CAPÍTULO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Racionalização

RACIONALIZAÇÃO

Algumas frações possuem como denominador números


III) Tipo 3
a± 3 b ( 3
a2
±3
ab
+3
b2 )
irracionais, e é conveniente, para facilitar os cálculos racionalizante
matemáticos, que trabalhemos sempre com denominadores Pela identidade (a ± b) (a ± ab + b2) = a3 ± b3
2

racionais.
Para transformar essas frações em frações com de- ( 3
5- 3 2 . )( 3
)
52 + 3 5.2 + 3 22 = 3 53 - 3 23 =5-2=3
nominador racional, determinamos um fator, chamado fa-
tor racionalizante, que multiplicado por esse denominador 2 ( 3 52 + 3 5.3 + 3 32 ) 2( 3 52 + 3 5.3 + 3 32 )
irracional resulte num produto racional. Determinado esse a) . = =
( 5 + 3) ( 3 52 + 3 5.3 + 3 32 )
3 3
( 3 5)3 - 3 33
fator, devemos multiplicá-lo pelo numerador e pelo denomi-
nador e, assim, teremos uma fração equivalente à anterior,
2( 3 52 + 3 5.3+ 3 32 ) 2( 3
25+ 3 15+ 3 9 )
com denominador racional. = 2( 3 52 + 3 5.3+ 3 32 ) =
= 2( 3 25+ 3 15+ 3 9 )
5–3 = 2 =
Vejamos alguns tipos de racionalização. 5–3 2
1 ( 3 22 – 3 2+1) 3 4 – 3 2+1
I) Tipo
n
am ,aa>0
3
0 n
an-m b) = =
3
2+1 ( 3 22 – 3 2+1) ( 3 2)3 +(1)3
racionalizante 3
4 - 3 2+1 3 4 - 3 2+1
= =
Pela propriedade
n
ap . n aq = n ap+q 2+1 3

Exemplo: IV) Tipo


n
a2 - n b2
7
24 . 7 27-4 = 7 24 . 7 23 = 7 27 =2 a– n b n

racionalizante Neste tipo apenas fazemos a fatoração e simplificamos


2 1 2 2-1
3 . 3 = 3. 3= 3 7
9- 7 4 ( 7 3+ 7 2) ( 7 3- 7 2) 7 7
= =( 3- 2)
racionalizante 7
3– 7 2 ( 7 3+ 7 2)
5
2 5 3
3 2 5 33 2 5 33 x² -1 ( 5 x -1) ( 5 x+1) 5
1) .= = 5
= = x+1
5 2 5 3 5 5 3 x -1 ( 5 x -1)
3 3 3

12 6 12 6 12 6 Radical Duplo (Identidade de Bháskara)


2) =
. = = 2 6
6 6 62 6
Radicais do tipo A ± B muitas vezes podem ser escri-
± ± tos como uma soma de dois radicais simples.
a b c d a b c d
II) Tipo
Isso só será possível, como veremos, se A2 – B for um
racionalizante quadrado perfeito.
Faremos:
Pela identidade (a + b) (a – b) = a2 – b2
2 2
(5 3+3 2 ).(5 3-3 2 )= (5 3 ) - (3 2 ) = (25.3) - (9.2) =75-18=57 A ± B = m+ n ⇒ A ± B = m+2 mn+n ⇒
⇒ A ± B=m+n+ 4mn
racionalizante
Temos então:
( )( ) ( 3 ) - ( 2 ) =3-2=1
2 2
3- 2 . 3+ 2 =
m+n=A
A=m+n  B
racionalizante  ⇒ B ⇒ substituindo temos m - Am + = 0
2

B=4mn mn= 4
 4
6 (3 2+2 3) 3 12+2 18
a) . = =
(3 2-2 3) (3 2+2 3) (3 2)2 -(2 3)² A+ A 2 -B
Usando a fórmula de Bhásskara ⇒ m = , ou

=
6 3+6 2 6
=
( 3+ 2 )= 3+ 2 A- A 2 -B
2

18-12 6 m= , então teremos:


2
4 3-1 4( 3-1) A+ A 2 -B A- A 2 -B
b) = =2( 3-1) A± B= ±
( 3+1) ( 3-1) 3-1 2 2

Se fizermos A 2 -B= C , teremos:


31
A+C A-C
A± B= ±
2 2
Usando a fórmula de Bhásskara ⇒ m = , ou
2
A- A 2 -B
m= , então teremos:
2
ÁLGEBRA I A+ A 2 -B A- A 2 -B
Capítulo 7 - RACIONALIZAÇÃO
A± B= ±
2 2
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Se fizermos A 2 -B= C , teremos:
2 −1
A+C A-C Racionalizando o denominador da fração , en-
A± B= ± contramos: 2− 2
2 2

Podemos ainda usar uma simplificação a partir de a)


2
A ± B = m + n ± 2 mn , de onde concluímos que a soma 2
m + n = A e o produto m.n = B, o que muitas vezes pode ser 2
b)
feito mentalmente. 4

EXEMPLO: c) 2
O valor de √2+√3 + √2-√3 é: d)
6
Solução: 6
- Em ambos C= √2²-3 = √1 = 1 2 2
e)
2+1 2-1 √3+1 √6+√2 9
- √2+√3 = + = =
√ 2 √ 2 √2 2
2+1 2-1 √3-1 √6-√2 QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
- √2-√3 = + = =
√ 2 √ 2 √2 2
- Somando-os: √6+√2 + √6-√2 = 2√6 = √6 x
- 2 2 2 3
Simplificando a expressão: encontramos:
x 3

3 x
x +3
Exercícios NÍVEL I a)
3
b)1
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • x
c)
2− 2 x −3
O valor da expressão é:
2 −1 x
d) 3
a) 2
3
1 x
b) e)
x +3
2
c)2
5+ 7
f)
2
d) 2 + 1
e)1 QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • x 3 y
A expressão ⋅ com xy > 0, é igual a:
4 y x
A expressão + 3 − 7 é equivalente a:
7− 3
x
a) 6
y
a)– 2 7
b)– 2 3 x
b) 3
y
c)2 3
x
d) 3 - 7 c)
y
d) 3 + 7
x
d)
y
e) 3 xyxy

32
Capítulo 7 - RACIONALIZAÇÃO ÁLGEBRA I

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) 1 + 3
4
1 d)1 - 3
4
Racionalize 3
2 −1 e) 2 - 1
3

a) x + x + 1
3 2 3
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 2 + 4 + 1
3 3 O valor da expressão

c) 3 4 − 3 2 + 1 , é:

d) 3 2
a)– 10
e) 3 2 − 3 4 − 1 b)– 9
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 1
c)
9
1 d) 9
Racionalize o denominador da fração 3
x −1 e)0

a) x 2 + 3 x + 1
3

Exercícios NÍVEL II
b) 3 x 2 − 3 x + 1
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
x2 + 3 x + 1
3
c) Encontre dois inteiros positivos x e y tais que:
x +1
3
x2 − 3 x +1
d)
x −1
3
x2 + 3 x −1 QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e)
x −1
Simplificando
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
4
Racionalizando o denominador da fração
1+ 2 + 3
obtemos:
a)3
b)12
c) 4
d)3
e)5

QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A expressão
O denominador racionalizado de é:

a)10
b)8
c)4 é equivalente a:
d)3
e)2

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
3
4 −1
Racionalize o denominador da fração
3
2 −1
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a)1 + 3
2 1 1 1 1 1
Seja T = − + − +
b)1 - 3
2 3− 8 8− 7 7− 6 6− 5 5−2

33
ÁLGEBRA I Capítulo 7 - RACIONALIZAÇÃO

Então: é igual a:

a) T < 1 a) 10 d) 1 + 5
b) T = 1
b) 4 e) 3
c) 1 < T < 2
d) T > 2 c) 2 2
1
e) T =
( 3 − 8 )( 8− 7 )( 7− 6 )( 6− 5 )( 5−2 )
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ANOTAÇÕES:
Simplificando

3 4 3 3 3 3 4
√x - √x y + √xy3
- √y
3 4 3 3 3 3 4
√x - √x y - √xy3
+ √y
obtemos:

x-y
a) x + y
x+y
b) x - y
xy
c) x + y
xy
d) x - y
e) x + y

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Transforme em radicais simples os seguintes radicais
duplos:

a) √10 + √84
b) √17 - 12√2
c) √2 + √3
d) √ z + x + y - √xz + yz; x + y > z
2

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
1
O número é igual a:
4
2 2 +3

a) 2 +1

b) 2 +2

c) 2-1

d) 2- 2

e) 1- 2

QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Se a= 4- 10+2 5 e b= 4+ 10+2 5 , então “a + b”

34
CAPÍTULO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) 5017²
Efetuando as operações indicadas na expressão e) 60181

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
 22007 + 22005 
 2006 2004 
× 2006 Qual dos seguintes números é o mais próximo da quan-
2 +2  tidade de algarismos de 3400?

obtemos um número de quatro algarismos. Qual é a a) 100


soma dos algarismos desse número? b) 150
c) 200
a) 4 d) 240
b) 5 e) 300
c) 6
d) 7 QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e) 8 1 1 1 1

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Entre os números 2 ,3 ,8 ,9 9 , aqueles que tem o


2 3 8
maior valor e o segundo maior valor são, nesta ordem:
Analise as afirmativas abaixo:

I) se 2x = A, Ay = B, Bz = C e Ck = 4096, então x.y.z.k = 12 1 1


II) tm + (tm)p = (tm)(1 + (tm)p – 1) para quaisquer reais t, m e 3
p não nulos. a) 3 , 2 2
w (w-1)
III) rq + rq = rq(1 + rq ) para quaisquer reais q, r e w não 1 1
nulos.
IV) Se(10100)x é u número que tem 200 algarismos, então b) 33 ,88
x é 2. 1 1

Assinale a opção correta: c) 33 ,9 9


1 1
a) apenas as afirmativas I e II são falsas.
b) apenas as afirmativas III e IV são falsas. d) 8 ,9 9
8

c) apenas as afirmativas I e III são falsas. e) nenhuma das anteriores


d) apenas as afirmativas I, II e IV são falsas.
e) apenas as afirmativas I, III e IV são falsas. QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
x
São dados os três números = x=
x
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • x, y , z xx , com
Inicialmente, na tela de um computador, estão escritos 0,9 < x < 1 . Colocando-os em ordem crescente, temos:
os números 1 e 2. A cada segundo, esses dois números são
trocados pela soma de seus quadrados e pelo dobro de seu a) x, z, y
produto. Depois de aproximadamente quanto tempo um b) x, y, z
desses dois números vai ser maior do que a quantidade de c) y, x, z
átomos no planeta Terra, que é cerca de 1050? d) y, z, x
e) z, x, y
a) Sete segundos
b) Sete horas QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) Sete dias
Se (x + 1)2 = 2, encontre o valor numérico de (x + 3)(x +
d) Sete meses
4)(x – 1)(x – 2) + 9.
e) Sete anos

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) 9
b) 11
Assinale a alternativa que apresenta o maior dos cinco c) 23
números. d) 18
e) 25
a) 20145
b) 30154
c) 40163

35
ÁLGEBRA I Capítulo 8 - Exercícios Complementares

QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Calcule o valor que se obtém de Sejam a e b números reais positivos quaisquer. Deter-
mine o valor da expressão:
ab + √8
a) 4 2
b) 2
ab + 16 + √ab
c) 8
8
d) 16
e) 1

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Anotações:
x y z a b c
Se + + = 1e + + = 0, então
a b c x y z
x2 y 2 z 2
+ + = 1. Verdadeiro ou falso?
a 2 b2 c2

QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sejam a, b e c números reais distintos e não nulos. Se a
+ b + c = 0, quanto vale a expressão abaixo?

a-b b-c c-a c a b


+ + + +
c a b a-b b-c c-a

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Se a divisão (x³ - 6x² + 12x -8 )16 + 2x² - 8x + 1 + k : x² - 4x
+ 4  é exata, então o valor de k é:

a) 3
b) 5
c) 6
d) 7
e) 8

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere as afirmativas:

1. (a - b)² + (b - c)² + (c - a)² = 2(a²+b²+c²) - 2(ab+bc+ac)


2. (a + b + c)³ - (a³+ b³+ c³) = 3(a + b)(b + c)(c + a)
3. 1(a+b+c)[(a - b)² + (b - c)² + (c - a)²] = a³ + b³ + c³ - 3abc
2
a) Se somente as afirmativas (1) e (2) forem verdadeiras.
b) Se somente as afirmativas (1) e (3) forem verdadeiras.
c) Se somente as afirmativas (2) e (3) forem verdadeiras.
d) Se todas as afirmativas forem verdadeiras.
e) Se todas as afirmativas forem falsas.

36
gabarito ÁLGEBRA I

GABARITO
CAPÍTULO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EXERCÍCIOS NÍVEL II
EXERCÍCIOS NÍVEL I 1. a 2. b 3. e 4. d 5. e
1) V, V, F, F, V, F, F, F, F,V 2) B 3) A 6. d 7. e 8. a 9. c 10.d
4) B 5) D 6) B 7) C 8) E 11) demonstração 12) C 13) demonstração
9) B 10) B 11) B 12) C 13) A 14) E 15) C
14) A 15) C 16)D 17)D

EXERCÍCIOS NÍVEL II CAPÍTULO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


1. b 2. e 3.a 4. c 5. d EXERCÍCIOS NÍVEL I
6. c 7. d 8. b 9. b 1) E 2) A 3) A 4) B 5) D
6) C 7) D 8) A 9) B 10) B
CAPÍTULO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 11) E 12) E 13) A 14) D
EXERCÍCIOS NÍVEL I
EXERCÍCIOS NÍVEL II
1) D 2) D 3) B 4) E 5) D
1. a 2. c 3. a 4. c 5. a
6) E 7) B 8) C 9) C 10) D
6. e 7. a 8. a 9. a 10. e
11) A 12) C 13) C 11. d 12. b 13. b 14. a

EXERCÍCIOS NÍVEL II
1. a 2. d 3. e 4. e 5. d CAPÍTULO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
6. a EXERCÍCIOS NÍVEL I
1) C 2) A 3) A 4) B 5) B
CAPÍTULO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 6) E 7) B 8) A 9) C 10) E
EXERCÍCIOS NÍVEL I 11) A 12) A 13) B
1) A 2) B 3) C 4) A 5) A
EXERCÍCIOS NÍVEL II
6) C 7) C 8) C 9) B 10) E
11) C 12) E 13) C 14) A 15) B 4 a2 a2 + 1
1. -2 2. d 3. a) 0 b) c)
16) A 17) E a - b2
2
a2 −1

4. d 5. d 6. a 7. c 8. c
EXERCÍCIOS NÍVEL II
9. a 10. a 11. a 12. 3 13. c
1. A=2, B=-6, C=4 2. a≠3 e a≠2 (2º grau; a=3(1º
grau); a=2(grau0) 14. 1 15. d
3. b 4. P(x)=x³/3 +x²/2+x/6+d
5. n³/3+n²/2+n/6 6. m=1,n=6,p=9 7. e
8. c 9. a 10. e 11. d 12. e CAPITULO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
13. e 14. d Exercícios Nível I

1) A 2) C 3) A 4) D 5) B
CAPÍTULO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 6) B 7) C 8) C 9) C 10) A
EXERCÍCIOS NÍVEL I
11) D
1) B 2) D 3) B 4) E 5) E
6) C 7) A 8) B 9) B 10) E Exercícios Nível II
11) D 12) C 13) C 14) D 15) C
01. 6 e 2 02. B 03. E 04. D 05. B
√2
06.a) √7+√3, b) 3-2√2, c) √6 + √2 , d) (√x+y - √z )
2 2
07. C 08. D

37
ÁLGEBRA I GABARITO

CAPÍTULO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

1) D 2) B 3) A 4) A 5) C

6) A 7) A 8) C 9) A 10) Verdadeiro

11) 9 12) D 13) D 14) 2

38

Você também pode gostar