Você está na página 1de 3

ALUNO: HELLEN BÁRBARA

PRIMEIRO PERIODO DIREITO

CESG – SÃO GOTARDO

TEORIA DA CONSTITUIÇÃO

ATIVIDADE AVALIATIVA (08/04/2020)

Questão 01) – O constitucionalismo fez surgir as Constituições Modernas


que se caracterizam pela adoção de:

RESPOSTA: C – principio do governo limitado pelas leis, separação de


poderes e proteção de direitos e garantias individuais.

JUSTIICATIVA: As Constituições Modernas prevêem valores e opções


de políticas fundamentais com o fim de formar consenso mínimo a ser
observado pelas maiorias.

REFERENCIA: ( Jornal Jurid).

Questão 02) – Constitui-se o cerne do constitucionalismo social:

RESPOSTA: D – O intervencionismo

JUSTIFICATIVA: Após a primeira fase de produção de textos, com a


finalidade de limitar o poder político inerente ao Estado, surgiram novos
valores constitucionais que podem ser agrupados dentro de um
movimento chamado de constitucionalismo social

REFERÊNCIA: (constitucionalismo e neoconstitucionalismo)

Questão 03) – O constitucionalismo moderno, com o modelo de


Constituições, normativas, tem sua base histórica:

RESPOSTA: D – A partir das revoluções Americana e Francesa.

JUSTIFICATIVA: Surge com o fim da Grécia (Fim da Guerra Mundial) e


vai ate o fim da Segunda Guerra Mundial. (é onde tudo está em perfeita
ordem).
RFERENCIA: CADERNO, MATÉRIA DADA DIA 11/03/2020, EM SALA
DE AULA.

Questão 04) – Nos termos trabalhados em sala de aula, discorra sobre


as Dimensões de Direito, relacionando cada uma, a uma experiência do
Constitucionalismo.

RESPOSTAS:

Os Direitos de Primeira Dimensão, referem-se ás Liberdades Negativas


Clássicas. Elas enfatizam o principio da Liberdade, direitos civis e
políticas. Os direitos fundamentais de Primeira Dimensão representam
de forma geral os direitos civis e políticos. A instituição destes direitos foi
a Magna Carta de 1215, assinada pelo João Sem Terra na Inglaterra.

Os Direitos de Segunda Dimensão, são relacionados as Liberdades


Positivas, são os que asseguram o principio da Igualdade Material entre
o ser humano, é aqui que ocorre a criação de normas de ordem publica
destinadas a limitar a autonomia de vontade das partes em prol dos
interesses da sociedade. O direito de Segunda Dimensão exige do
Estado que preste políticas publicas, ele impõe ao Estado uma obrigação
de fazer, correspondendo aos direitos á saúde, educação, trabalho, etc.,
tornando possível possibilitar á população melhor qualidade de visa e um
nível de dignidade. A representação dessa Dimensão se deu com a
Constituição de Weinar na Alemanha e o tratado de Versalhas, ambos
1919.

Os Direitos de Terceira Dimensão, consagram os princípios de


solidariedade ou fraternidade, são direitos atribuídos de forma geral a
todas as formações sociais, protege interesses de titularidade coletiva ou
difusa, como: direito ao desenvolvimento ou progresso, ao meio
ambiente, a autodeterminação dos povos, direito de comunicação de
propriedade sobre o patrimônio comum da humanidade.

Consolidados pela doutrina temos essas três Dimensões descritas


acima, que são baseadas nos princípios de Liberdade, Igualdade e
Fraternidade, porem alguns doutrinadores defendem a tese de existirem
mais três dimensões ou gerações de direito.

REFERENCIAS:
FERNANDES, Bernardo Gonçalves. Curso de Direito Constitucional. 9
Ed. Revista atualizada e ampliada. Salvador, jus podium, 2017.

BARROSO, Luiz Roberto. Curso de Direito Constitucional


Contemporâneo. 6 Ed. São Paulo: Saraiva, 2017.

MORAES, Alexandre de. Direito Constitucional. 33 Ed. São Paulo; Atlas,


2017.