Você está na página 1de 5

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DE AMARANTE

BIOLOGIA e GEOLOGIA 10º ANO

ANO LETIVO Ficha de Trabalho “Transporte transmembranar no neurónio”


2019/2020 Nome:______________________________________________ Nº_____ T _____

Nos animais, a maioria dos mecanismos reguladores é protagonizada pelos sistemas nervoso e hormonal.
Uma forma expedita e rápida de responder às alterações do ambiente e de
repor o equilíbrio do meio interno é a coordenação nervosa.
Os animais desenvolveram células, tecidos e órgãos específicos para esta
função, que formam o sistema nervoso.
A unidade ou célula básica do sistema nervoso é o neurónio.
No neurónio distinguem-se diferentes zonas: corpo celular, dendrites e
axónio.
Atividade 1
1. Caldwell e seus colaboradores, utilizando um axónio gigante (célula
nervosa), realizaram a seguinte experiência:
a. Colocaram o axónio em água do mar, rica em cloreto de sódio.
Procederam à marcação radioativa do Na+. Ao fim de algum tempo,
verificaram a presença de Na+ marcado radioactivamente no interior do
axónio.
b. Este axónio foi, seguidamente, colocado em água do mar não marcada,
regularmente renovada, recolhendo-se amostras em intervalos regulares
de tempo.
c. Determinaram a radioatividade em cada amostra de água, verificando-se
que decrescia com o tempo.
1.1.O que pode concluir-se relativamente ao transporte de Na+?

Estrutura do neurónio

2. Caldwell percebeu que a saída de Na + envolve mecanismos mais complexos de que a sua entrada. A
experiência foi repetida adicionando à água do mar um inibidor de ATP (molécula energética) e verificaram
que havia uma diminuição no fluxo de saída de Na+.
2.1. Que hipótese terão levantado os cientistas para terem procedido ao passo anterior?

3. Caldwell e colaboradores inibiram o fluxo de Na + com adição de cianeto (inibidor da síntese de ATP),
injetando em seguida, no interior do axónio, quantidades variáveis de ATP, verificando que o transporte
de Na+ aumentava.
3.1. Interprete este procedimento.

4. No prosseguimento dos seus trabalhos, a equipa repetiu a experiência base. Substituíram a água do mar
por outro meio semelhante, de cuja composição química não fazia parte K +. Constataram que a
concentração de Na+ radioativo nas amostras diminuía bruscamente e que o valor normal era retomado
na presença de K+.
4.1. Que hipótese terão levantado os cientistas para terem procedido ao passo anterior?
1
4.2. A que conclusão chegaram?

5. Tenha em atenção os dados seguintes.


a. Todos os agentes que inibem o fluxo de saída de Na+ também inibem o de K+.
b. Os dois iões têm aproximadamente a mesma dimensão.
c. O K+ é muito mais abundante dentro do que fora da célula.
5.1. Com base nos dados que lhe foram fornecidos, formule uma hipótese sobre o mecanismo de
transporte Na+ e K+, contra o gradiente de concentração através da membrana plasmática.

Os neurónios são células altamente sensíveis a estímulos do meio.


Em resposta a essas variações ambientais geram alterações de natureza electroquímica que percorrem as
suas membranas, constituindo um sinal denominado impulso nervoso.
A diferença de concentração de iões entre o citoplasma e o meio extracelular representa um dado potencial
eléctrico.
No caso da diferença de cargas eléctricas entre o interior e o exterior da membrana, este potencial eléctrico é
designado por potencial de membrana.
Atividade 2

2
3. Considere que, na ausência de um estímulo, os canais que permitem a difusão de iões Na + encontram-se
fechados. Como explica a inversão de polaridade registada quando há um impulso nervoso?

4. Em que medida os resultados da experiência com neurónios de lula fornecem dados que contribuem para
apoiar a hipótese de Bernstein?
3
Quando o neurónio é estimulado por qualquer modificação ambiental (luminosa, sonora, térmica ou química)
a permeabilidade da sua membrana para certos iões altera-se ocorrendo, na zona de receção do estímulo,
uma rápida inversão da polaridade da membrana, ficando o seu interior com carga positiva.
Esta variação do potencial de membrana, que se propaga ao longo do axónio, designa-se por potencial de
ação.

Despolarização Repolarização
À medida que o potencial de ação viaja ao longo do axónio é restabelecido o potencial de repouso nas zonas
por onde passou.
Esta onda elétrica representa o impulso nervoso.

Transmissão do impulso nervoso entre os neurónios – sinapses


Quando o potencial de ação atinge a extremidade do axónio surge uma zona de junção a outro neurónio ou a
um órgão efetor - a sinapse.
Na maioria das sinapses existe um espaço extracelular entre as células conetadas, a fenda sináptica, através
da qual a mensagem nervosa terá de passar.

4
2. Explique de que modo os neurotransmissores saem do neurónio pré-sináptico para a fenda sináptica.

Você também pode gostar