Você está na página 1de 2

1- Os dois modelo de negociação são: o modelo competitivo e o

modelo cooperativo.
 Modelo competitivo: este modelo gera situações
desagradáveis, focando-se na manipulação e no ganho em
vez da procura de soluções para ambas as partes. O
negociador pretende ganhar a discussão e não resolve-la.
 Modelo cooperativo: contrariamente ao referido
anteriormente, o foco esta na resolução do problema. Este
método foi designado de negociação de princípios e foca-se
me quatro grupos de ideias: quanto às pessoas pretende-se a
separação destas do problema, os aspectos pessoais não
devem ser mais importantes que o assunto a tratar; focagem
dos interesses pretende a procura de interesses de ambas as
partes levando cada uma delas a perceber os seus e os da
outra parte; quanto mais opções existir maior a probabilidade
de se chegar a um acordo que agrade a ambas as partes;
insistir na utilização de critérios objectivos de forma a ser
justa para ambas as partes.
2- Os momentos obrigatórios são:
 Sessão pré mediação ou fase de conhecimento: é nesta fase
que se procura levar os mediados a conhecer, entender e
aprofundar o conflito e os verdadeiros interesses. Trata-se de
esclarecer as regras do procedimento para conseguir que os
mediados se expressem livremente; de os escutar para
conseguir que se escutem entre si, de investigar e limpar a
comunicação para que se entendam melhor e se reconheçam
nas suas realidades e necessidades.
 Protocolo de mediação: para que se prossiga com este
protocolo é necessário o acordo das partes assim como as
respectivas assinaturas. O protocolo de mediação para além
das assinaturas das partes, é também assinado pelo
mediador e deve conter: a identificação das partes; a
identificação e domicilio profissional do mediador; a
declaração de consentimento das partes; a declaração das
partes e do mediador respeitante ao principio da
confidencialidade; a descrição do litigio; as regras do
procedimento da mediação acordado entre todos os
presentes; a calendarização do procedimento e definição do
prazo máximo da duração da mediação; a definição dos
honorários e por fim a data.