Você está na página 1de 5

Enciclopédia da Conscienciologia 19

AUTOPESQUISA RETROCOGNITIVA
(HOLOBIOGRAFOLOGIA)

I. Conformática

Definologia. A autopesquisa retrocognitiva é o ato ou efeito de a conscin lúcida investi-


gar os detalhes concernentes às raízes seriexológicas, holobiográficas e paragenéticas pessoais
através da análise minuciosa da automanifestação pensênica, holossomática, etológica, parafeno-
mênica, grupocármica, gesconológica e proexológica atuais (Autotemperamentologia).
Tematologia. Tema central homeostático.
Etimologia O primeiro elemento de composição auto procede do idioma Grego, autós,
“eu mesmo; por si próprio”. A palavra pesquisa vem do idioma Espanhol, pesquisa, derivada do
idioma Latim, pesquisita, de pesquisitus, e esta de perquirere, “buscar com cuidado; procurar por
toda parte; informar-se; inquirir; perguntar; indagar profundamente; aprofundar”. Apareceu no
Século XIII. O segundo elemento de composição retro deriva do idioma Latim, retro, “por detrás,
atrás”. Surgiu no mesmo Século XV. O termo cognitivo procede igualmente do idioma Latim,
cognitum, de cognoscere, “conhecer; adquirir conhecimento; aprender a conhecer; saber; tomar
conhecimento de; reconhecer”. Surgiu em 1873. O vocábulo retrocognição apareceu em 1901.
Sinonimologia: 1. Autanálise seriexológica. 2. Autoinvestigação retrocognitiva. 3. Au-
topesquisa seriexológica.
Neologia. As 3 expressões compostas autopesquisa retrocognitiva, autopesquisa retro-
cognitiva inicial e autopesquisa retrocognitiva avançada são neologismos técnicos da Holobio-
grafologia.
Antonimologia: 1. Autopesquisa biográfica. 2. Heteropesquisa retrocognitiva. 3. Pan-
grafia grupocármica.
Atributologia: predomínio das percepções extrassensoriais, notadamente do autodiscer-
nimento quanto à Retrocogniciologia Lúcida.

II. Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal da Autosseriexologia Lúcida; os evoluciopense-


nes; a evoluciopensenidade; os mnemopensenes; a mnemopensenidade; os genopensenes; a geno-
pensenidade; os megapensenes; a megapensenidade; os parapensenes; a parapensenidade; os re-
tropensenes; a retropensenidade; os neopensenes; a neopensenidade; os holomnemopensenes;
a holomnemopensenidade; a origem do materpensene atual; o holopensene pessoal da continuida-
de holomnemônica consciente.

Fatologia: o conscienciograma plotando o seriexograma pessoal e grupal; a amarração


de pontas da manifestação consciencial no tempo e no espaço; a recuperação mnemônica atual
(Cerebrologia) das raízes holobiográficas pessoais expandindo a cosmovisão autopesquisística;
o incremento da própria holomaturidade a partir da análise crítica da Para-Historiologia Pessoal.

Parafatologia: a autopesquisa retrocognitiva; o aprofundamento conscienciométrico vi-


sando à retrocognoscibilidade lúcida; as investigações conscienciais atuais revelando a historici-
dade seriexológica pessoal; o ato de retomar, conscientemente, o fio da meada seriexológica pes-
soal através da autoconvergência pesquisística; a noção maior quanto à raiz holobiográfica das
tendências pessoais; a autovivência do estado vibracional (EV) profilático promovendo a homeos-
tase cortical necessária à vivência das autorretrocognições autênticas; o holossoma refletindo
o próprio passado; o status da homeostase holossomática atual diagnosticando o patamar de saúde
consciencial (Parassemiologia Retrocognitiva); o autotemperamento (Intraconscienciologia) indi-
cando retroatividades conscienciais (Experimentologia); a qualificação do temperamento da cons-
cin enquanto unidade de medida da seriexometria (pessoal e grupal); a autopesquisa retrocogniti-
20 Enciclopédia da Conscienciologia

va refletindo a autoparaprocedência e vice-versa; a dissolução dos nódulos holomnemônicos


a partir da interassistencialidade sincera; a facies retrocognitivus do neossoma catalisando o rap-
port com o grupo de retroconvivência (Interassistenciologia); a anatomização da rede conviven-
cial diagnosticando as amizades raríssimas (Parassociogramologia); a complexificação das abor-
dagens autopesquisísticas na personalidade consecutiva lúcida; o atacadismo nas automanifesta-
ções hodiernas permitindo à conscin lúcida alcançar a cosmovisão holobiográfica; a clarividência
facial permitindo a heteropesquisa retrocognitiva (Acoplamentologia); a autocrítica retrocognitiva
ampliando a responsabilidade proexológica e, consequentemente, a autonomia evolutiva da mini-
peça interassistencial (Interconscienciologia); as variáveis ego, grupo e policármicas da Ficha
Evolutiva Pessoal (FEP); o olhar seriexológico visando o domínio da Holocarmologia Aplicada.

III. Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo autopesquisa-retrocognição; o sinergismo retrocogni-


ção-precognição; o sinergismo seriéxis-proéxis; o sinergismo projeção lúcida recorrente–perso-
nalidade consecutiva consciente.
Principiologia: o princípio da manutenção cognitiva interexistencial.
Teoriologia: a teoria do estigma seriexológico (Parageneticologia).
Tecnologia: a técnica da intersecção holopensênica aplicada aos estudos seriexológicos
da retrossenha pessoal; a técnica da conscin-cobaia seriexológica.
Voluntariologia: os voluntários-pesquisadores das personalidades consecutivas.
Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico das retrocognições; o laboratório
conscienciológico da Paragenética.
Colegiologia: o Colégio Invisível da Seriexologia.
Efeitologia: o efeito maxiproexológico da lucidez seriexológica; o efeito cirúrgico da
revelação seriexológica.
Neossinapsologia: as neossinapses oriundas da cosmovisão holobiográfica; as neossi-
napses derivadas das verpons retrocognitivas.
Ciclologia: o ciclo holorressomático; o ciclo análise autoconscienciométrica–síntese
evolutiva–hipóteses seriexológicas.
Enumerologia: a autopesquisa paragenética; a autopesquisa holorressomática; a auto-
pesquisa paracerebral; a autopesquisa para-histórica; a autopesquisa paracronológica; a autopes-
quisa holomnemônica; a autopesquisa seriexológica.
Binomiologia: o binômio holobiográfico ego (Intraconscienciologia)-biotipo (Holosso-
matologia).
Interaciologia: a interação interassistencialidade-holomnemossomaticidade; a intera-
ção retrocognitiva revelar-relevar.
Crescendologia: o crescendo lucidológico na seriéxis (Escala de Consciência Contí-
nua).
Trinomiologia: o trinômio personalidade consecutiva–retroparassociograma–cosmovi-
são seriexológica.
Polinomiologia: o polinômio retrocognitivo dejaísmo-clarividência-projetabilidade-
-pangrafia.
Antagonismologia: o antagonismo Intrafisicologia / Comunexologia.
Paradoxologia: o paradoxo de a conscin não conseguir lembrar, ordinariamente, das
próprias experiências pretéritas; o paradoxo seriexológico temperamento idêntico–compleição
física discrepante; o paradoxo intraconsciencial das vocações inatas irrealizadas pelas res-
trições somáticas; o paradoxo holomnemônico de ser mais fácil lembrar de vidas muito antigas
em comparação às mais recentes; a aplicação do binômio paradoxal admiração-discordância às
pesquisas da Autorretrocogniciologia; o paradoxo evolutivo de o recurso da hipomnésia ressomá-
tica, ao apagar as lembranças perturbadoras, arrastar para o esquecimento as boas lembranças
associadas; o paradoxo paragenético androtemperamento no ginossoma e ginotemperamento no
androssoma.
Enciclopédia da Conscienciologia 21

Legislogia: as leis seriexológicas da evolução.


Holotecologia: a seriexoteca; a retrocognicioteca; a evolucioteca; a memorioteca; a ana-
liticoteca; a parapercepcioteca; a consciencioteca.
Interdisciplinologia: a Holobiografologia; a Seriexologia; a Retrocogniciologia; a Mul-
tiexistenciologia; a Autopesquisologia; a Holomnemossomatologia; a Cronoevoluciologia; a Cos-
movisiologia; a Holorressomatologia; a Holomaturologia.

IV. Perfilologia

Elencologia: a conscin lúcida; a isca humana lúcida; o ser desperto; o ser interassisten-
cial; a conscin enciclopedista.

Masculinologia: o acoplamentista; o agente retrocognitor; o amparador intrafísico;


o atacadista consciencial; o autodecisor; o intermissivista; o cognopolita; o compassageiro evolu-
tivo; o completista; o comunicólogo; o conscienciólogo; o conscienciômetra; o conscienciotera-
peuta; o macrossômata; o conviviólogo; o duplista; o duplólogo; o proexista; o proexólogo; o ree-
ducador; o epicon lúcido; o escritor; o evoluciente; o exemplarista; o intelectual; o reciclante exis-
tencial; o inversor existencial; o maxidissidente ideológico; o tenepessista; o ofiexista; o paraper-
cepciologista; o pesquisador; o projetor consciente; o sistemata; o tertuliano; o verbetólogo; o vo-
luntário; o tocador de obra; o homem de ação.

Femininologia: a acoplamentista; a agente retrocognitora; a amparadora intrafísica;


a atacadista consciencial; a autodecisora; a intermissivista; a cognopolita; a compassageira evolu-
tiva; a completista; a comunicóloga; a consciencióloga; a conscienciômetra; a conscienciotera-
peuta; a macrossômata; a convivióloga; a duplista; a duplóloga; a proexista; a proexóloga; a ree-
ducadora; a epicon lúcida; a escritora; a evoluciente; a exemplarista; a intelectual; a reciclante
existencial; a inversora existencial; a maxidissidente ideológica; a tenepessista; a ofiexista; a pa-
rapercepciologista; a pesquisadora; a projetora consciente; a sistemata; a tertuliana; a verbetóloga;
a voluntária; a tocadora de obra; a mulher de ação.

Hominologia: o Homo sapiens seriexologus; o Homo sapiens autohereditator; o Homo


sapiens autorrevertor; o Homo sapiens reversator; o Homo sapiens reeducator; o Homo sapiens
coterapeuthicus; o Homo sapiens autoperquisitor; o Homo sapiens cognitor; o Homo sapiens
conscientiologus; o Homo sapiens paraperceptiologus; o Homo sapiens holomaturologus.

V. Argumentologia

Exemplologia: autopesquisa retrocognitiva inicial = a autoconscienciometria fornecen-


do hipóteses quanto à retrossenha pessoal; autopesquisa retrocognitiva avançada = a autopa-
raconscienciometria desencadeando a confirmação da identidade intermissiva pessoal.

Culturologia: a cultura da Seriexologia Lúcida.

Materpensene. No tocante à Autopesquisologia, a conclusão acerca das investigações


pessoais atuais demonstra, querendo ou não, a caminhada holobiográfica da consciência, condi-
ção responsável pela formação e consolidação do automaterpensene.
Esquadrinhamento. Segundo a Conscienciometria, a pesquisa dos vestígios seriexoló-
gicos deve atingir a identificação da retrossenha pessoal, ou seja, a essência holobiográfica da
consciência. Nesse sentido, a investigação deve abranger, pelo menos, 6 prismas, vertentes ou va-
riáveis, listadas a seguir na ordem funcional:
1. Temperamentometria: o modo habitual de reagir, incluindo as tendências, dileções
e hábitos conscienciais (modus operandi, vivendi e raciocinandi) denunciando o automaterpen-
sene seriexológico.
22 Enciclopédia da Conscienciologia

2. Atributometria: os trafores, trafares e trafais denunciando, respectivamente, os acer-


tos, os erros e as omissões ao longo do périplo evolutivo.
3. Grupocarmometria: os vínculos conscienciais, homeostáticos, amenos e nosográfi-
cos denunciando, a partir das companhias evolutivas afins, a localização no ciclo interprisão-viti-
mização-recomposição-libertação-policarmalidade.
4. Parapercepciometria: os efeitos variegados das manifestações paraperceptivas
a partir do polinômio EV-sinalética-tenepes-epicentrismo-desperticidade denunciando o círculo
de paraconvivência (amparadores e assistidos) e a qualidade da autoparapsicosfera.
5. Proexometria: as insinuações holobiográficas a partir da identificação das diretrizes
da proéxis pessoal (trinômio aportes–cláusula pétrea–megagescon) denunciando a síntese extra-
física do paradever decidido no Curso Intermissivo (CI) pré-ressomático.
6. Para-Historiometria: o nível de rapport, interesse e afinidade com determinada épo-
ca, período histórico ou acontecimento historiográfico marcante denunciando possível envolvi-
mento pessoal ou grupal com tal situação.

Dissecção. Cada vertente acima pode ser destrinçada incessantemente visando encontrar
a etiologia seriexológica do materpensene pessoal.

Temário. No âmbito da Seriexometria, existem assuntos de grande relevância a serem


autopesquisados pelo agente retrocognitor teático interessado nos meandros do passado pessoal
e grupal. Nesse sentido, eis, dentre outros, 30 temas avançados listados alfabeticamente a fim de
ilustrar a diversidade de possibilidades e desafios investigativos:
01. Amizade raríssima (raízes).
02. Amparador da tenepes (retroconexões).
03. Autopolarização materpensênica (efeitos).
04. Casal incompleto cosmoético (equipin).
05. Ciclo Multiexistencial Pessoal (CMP).
06. Clímax intermissivo (Paralucidologia).
07. Comunex intermissiva (Paraprocedenciologia).
08. Densidade consciencial (paraidade).
09. Evoluciólogo(a) pessoal (identidade).
10. Família nuclear (laços grupocármicos).
11. Holomnemossomaticidade prática (paracerebralidade).
12. Interação equipin-equipex (representatividade).
13. Intertextualidade autolúcida (Autorrevezamentologia).
14. Magnoproéxis (megadesafio).
15. Materpensene duplista (duplocarma).
16. Mea maxima culpa seriexológica (Autocriticologia).
17. Para-Historiometria (Protagonismologia).
18. Paraidentidade intermissiva (retroassistidos).
19. Parassemiologia retrocognitiva (diagnóstico).
20. Parassociometria (parassociograma).
21. Personalidade consecutiva (auto e hetero).
22. Retrofôrmas holopensênicas (Holopensenometria).
23. Retromãe(s) (identificação).
24. Retroparagenética (Teleobiotipologia).
25. Retrossenha pessoal (Materpensenologia).
26. Retrovida crítica (parestigma).
27. Sanidade consciencial (Homeostática).
28. Sincronicidades retrocognitivas (interatividade).
29. Temperamentometria (Intraconscienciologia).
30. Vida pré-CI (voucher intermissivo).
Enciclopédia da Conscienciologia 23

Síntese. De acordo com a Cosmovisiologia, em síntese, a autopesquisa retrocognitiva


propõe-se a abarcar, além do diagnóstico consciencial atual (Autoconscienciometrologia), as pro-
váveis hipóteses paraetiológicas (seriexológicas) responsáveis por tal status momentosus. Diante
disso, a conscin atilada tem melhores condições para realizar as autoprescrições e o autencami-
nhamento maxiproexológico (Paraterapeuticologia).

VI. Acabativa

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabé-


tica, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas cen-
trais, evidenciando relação estreita com a autopesquisa retrocognitiva, indicados para a expansão
das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interessados:
01. Agente retrocognitor: Mnemossomatologia; Homeostático.
02. Autocobaia seriexológica: Autoparaconscienciometrologia; Homeostático.
03. Autoconscientização seriexológica: Autolucidologia; Homeostático.
04. Autodileção paragenética: Filiologia; Neutro.
05. Autoevocação: Mnemossomatologia; Neutro.
06. Autopesquisa retrocognitiva de campo: Autorretrocogniciologia; Neutro.
07. Autorretrocognição: Mnemossomatologia; Neutro.
08. Crescendo escriba-neoverbetógrafo: Seriexologia; Homeostático.
09. Detalhamento retrocognitivo: Seriexologia; Homeostático.
10. Hábito retrocognitivo: Seriexologia; Neutro.
11. Indício multiexistencial: Autorrevezamentologia; Neutro.
12. Memória encapsulada: Mnemossomatologia; Neutro.
13. Nódulo holomnemônico: Holomnemossomatologia; Neutro.
14. Paracaptação retrocognitiva: Para-Historiografia; Neutro.
15. Zum mnemônico: Autorretrocogniciologia; Neutro.

SEM SE CONHECER PROFUNDAMENTE HOJE (AUTOPES-


QUISOLOGIA), A CONSCIN INTERMISSIVISTA DIFICILMEN-
TE ACESSARÁ AS CARACTERÍSTICAS, PECULIARIDADES
E MEMÓRIAS DE ONTEM (AUTORRETROCOGNICIOLOGIA).
Questionologia. Você, leitor ou leitora, vem realizando, seriamente, a autopesquisa re-
trocognitiva? Há quanto tempo? Quantas peças do puzzle seriexológico pessoal e grupal já des-
vendou?

P. F.