Você está na página 1de 2

RESPOSTAS EMBAIXO

01) (UFRN-RN) Identifique a opção em que a situação do boia-fria está mais bem

caracterizada;

a) Parceiro temporário e com participação indireta nos rendimentos da produção;

b) Assalariado permanente e residente fora do local de trabalho;

c) Trabalhador sazonal, com vínculo empregatício e remunerado por sua produtividade;

d) Trabalhador temporário, sem vínculo empregatício e remunerado por sua

produtividade.

e) Trabalhador sazonal, residente na propriedade e com participação nos lucros da

colheita;

02) (CESGRANRIO-RJ) Atualmente, a luta pela terra no Brasil adquire nova

configuração com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Assinale

a opção que caracteriza corretamente esse movimento social.

a) Movimento de caráter político que visa a obter respostas do Poder Judiciário para

questões fundiárias das cidades grandes.

b) Movimento organizado de trabalhadores com perspectivas de solução da questão da

terra, por meio de projetos de reforma agrária.

c) Ação de grupos sociais liderada por setores progressistas da Igreja, com o objetivo de

acelerar a reforma agrária na Amazônia.

d) Associação espontânea de trabalhadores com o objetivo principal de resolver

conflitos de terra no estado de São Paulo.

e) Organização de trabalhadores urbanos desempregados que buscam, no retorno ao

campo, uma solução para sua própria sobrevivência.

03) (UFV-MG) “Tem muita gente sem terra, tem muita terra sem gente.”

Carta do MST, inspirado nos versos de lavradores de Goiás.

A luta pela terra no Brasil existe há décadas e já fez várias vítimas entre trabalhadores

do campo, religiosos e outros. Entre as principais razões dos conflitos de terra no Brasil,

pode-se citar:

a) A disputa pela poucas áreas férteis em nosso território, típica de terras montanhosas;

b) A concentração da propriedade da terra nas mãos de poucos e a ausência de uma


reforma agrária efetiva;

c) A divisão excessiva da terra em pequenas propriedades, dificultando o aumento da

produção;

d) A perda do valor da terra agrícola pelo crescimento da industrialização no nosso País;

e) A utilização intensiva de mão de obra permanente, onerando o grande produtor rural.

04) O parceiro constitui, no Brasil, um tipo característico de trabalhador rural:

a) de cuja terra é co-proprietário.

b) que recebe em pagamento metade do salário pago na região.

c) que recebe em pagamento metade dos lucros do proprietário.

d) que paga ao proprietário metade do aluguel da terra ocupada.

e) que entrega ao proprietário metade do que produziu.

RESPOSTAS;
1. Letra c
2. letra b

3. letra e

4. letra b

Você também pode gostar