Você está na página 1de 6

Teste 2 _Abril 2017

Duração: 90 min

NOME ______________________________________________ Turma_______ Número_______

Consulte a Tabela Periódica, a tabela de constantes e o formulário sempre que necessário.


Nos itens de escolha múltipla selecione a letra da única opção que permite obter uma afirmação
correta ou que responda corretamente à questão formulada.
Nos itens de construção que envolvam cálculos numéricos é obrigatório apresentar todas as etapas de
resolução.
Junto de cada item, entre parênteses, apresenta-se a respetiva cotação.

GRUPO I
O ácido nitroso, HNO2 (aq), um ácido fraco de constante de acidez Ka, ioniza-se facilmente em água,
estabelecendo-se o equilíbrio representado pela equação química seguinte:

HNO2 (aq) + H2O (l) ⇌ N (aq) + H3O+ (aq)

A uma determinada temperatura, numa solução aquosa de ácido nitroso, HNO2 (aq), a razão entre
os valores das concentrações de equilíbrio do ácido e do ião nitrito em solução, –
, é igual a 13,5.

1. (16p) Mostre, partindo da definição de ácido e de base de Brønsted e Lowry, que a ionização do
ácido nitroso é uma reação ácido-base de Brønsted e Lowry.

2. (8p) Represente simbolicamente um dos pares conjugados ácido-base de Brønsted e Lowry desta
ionização.

3. (8p) O pH da solução pode ser determinado pela expressão…


(A) –log (13,5)
(B) –log (7,41  10–2)
(C) –log (13,5  Ka)
(D) –log (7,41  10–2  Ka)

4. (8p) O ácido nítrico, HNO3 (aq), é um ácido forte.


À mesma temperatura, numa solução aquosa de HNO3 de concentração igual à da solução de
HNO2, a razão –
será…

(A) igual a 13,5.


(B) inferior a 13,5.
(C) superior a 13,5.
(D) igual a 1.

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 1


GRUPO II

A água, uma substância molecular, sofre autoionização de acordo com a equação química:

H2O (l) + H2O (l) ⇌ H3O+ (aq) + OH– (aq)

A respetiva constante de equilíbrio varia com a temperatura de acordo com a tabela seguinte.

Temperatura / °C 10 60 100
Constante de equilíbrio 2,90  10–15 9,55  10–14 5,45  10–13

1. (8p) Escreva a expressão da constante de equilíbrio para a autoionização da água.

2. (8p) A autoionização da água é um processo…


(A) endotérmico e em água pura há apenas moléculas de água.
(B) exotérmico e em água pura há apenas moléculas de água.
(C) endotérmico e em água pura há moléculas de água e iões.
(D) exotérmico e em água pura há moléculas de água e iões.

3. (12p) Verifique para qual das três temperaturas indicadas a água apresenta pOH = 6,51 e justifique se,
nessas condições, a água é ácida, básica ou neutra.

GRUPO III

Na realização da atividade AL 2.1 – Constante de acidez, utilizou-se um sensor para medir o pH de


três amostras de uma solução aquosa de ácido acético, CH3COOH (aq), 0,010 mol dm–3. Os valores
medidos, registados na calculadora gráfica, foram os constantes nos ecrãs da Fig. 1:

Fig. 1

2 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q


Procedeu-se da mesma forma para outras amostras do mesmo ácido, de concentração
0,050 mol dm–3 e 0,100 mol dm–3. O resultado do tratamento dos dados obtidos experimentalmente
para todas as amostras encontra-se no gráfico da Fig. 2.

Fig. 2

Todas as amostras se encontravam mergulhadas num banho termostático.

1. (12p) Interprete a informação contida na equação de regressão obtida e conclua, justificando, se a


ionização do ácido acético é muito ou pouco extensa. Comece por atribuir significado físico a
cada uma variáveis (dependente e independente).

2. (12p) Identifique o objetivo da atividade e, no contexto da mesma, justifique a utilização de um


banho termostático.

3. (8p) De acordo com os registos apresentados nos ecrãs da calculadora gráfica, o valor mais provável
do pH da solução de ácido acético de concentração 0,010 mol dm–3 é…
(A) 3,375 ± 0,001, sendo inferior ao da solução de concentração 0,10 mol dm–3.
(B) 3,387 ± 0,001, sendo inferior ao da solução de concentração 0,10 mol dm–3.
(C) 3,375 ± 0,001, sendo superior ao da solução de concentração 0,10 mol dm–3.
(D) 3,387 ± 0,001, sendo superior ao da solução de concentração 0,10 mol dm–3.

Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 3


GRUPO IV

A Fig. 3 ilustra parte da montagem experimental utilizada para titular 10,00 mL de uma solução
aquosa de hidróxido de sódio, NaOH (aq), uma base forte, com uma solução aquosa de ácido
nitroso, HNO2 (aq), um ácido fraco, de concentração 0,20 mol/L.
No início da titulação o aparelho de medida A encontrava-se cheio com uma das soluções.

1. (8p) O aparelho de medida A, graduado, chama-se…


(A) proveta e contém a solução titulante, HNO2 (aq). A

(B) proveta e contém a solução titulante, NaOH (aq).


(C) bureta e contém a solução titulante, HNO2 (aq).
B
(D) bureta e contém a solução titulante, NaOH (aq).

Fig. 3
2. (8p) O pH da solução titulada em função do volume de titulante adicionado está representado no
gráfico…
(A) (B)

(C) (D)

4 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q


3. (8p) Na Fig. 4 pode ver-se uma parte da escala do aparelho de medida A.
Registe o valor do volume de solução medido experimentalmente com este
aparelho, até ser atingido o ponto de equivalência.
Respeite as regras de registo de medições diretas.

Fig. 4
4. (12p) Determine a quantidade de matéria de titulado que reagiu.
Comece por escrever a reação de neutralização e utilize na sua resolução a estequiometria
da reação.

5. (8p) Alterações no pH de uma solução aquosa podem ser detetadas por mudança de cor da
solução na presença de indicadores colorimétricos.
A equação química que representa o comportamento do indicador colorimétrico, HInd, em
solução aquosa é a seguinte:

HInd (aq) + H2O (l) ⇌ Ind– (aq) + H3O+ (aq)

A adição do indicador à solução aquosa de NaOH favorece a formação…


(A) da forma ácida do indicador, HInd. (B) da forma ácida do indicador, Ind–.
(C) da forma básica do indicador, HInd. (D) da forma básica do indicador, Ind–.

GRUPO V

O amoníaco,NH3, uma base fraca, é usado como matéria-prima na produção industrial de


fertilizantes, assim como o ácido nítrico, HNO3. Um componente essencial de muitos fertilizantes é o
nitrato de amónio, um sal de fórmula química NH4NO3.

A dissolução de amoníaco em água pode representar-se pela equação química:

NH3 (g) + H2O (l) ⇌ N (aq) + OH– (aq), para a qual Kb (25 °C) = 1,80  10–5

1. (16p) Prepararam-se 2,0 dm3 de solução aquosa de amoníaco por dissolução de 0,20 mol daquele gás
em água. Determine a concentração de equilíbrio de H3O+ na solução final à temperatura de 25 °C.

2. (8p) A constante de acidez do ião N , à temperatura de 25 °C, é…


(A) 5,56  10 e as soluções aquosas de NH4NO3 são neutras.
4

(B) 5,56  10−10 e as soluções aquosas de NH4NO3 são ácidas.


(C) 5,56  104 e as soluções aquosas de NH4NO3 são ácidas.
(D) 5,56  10−10 e as soluções aquosas de NH4NO3 são neutras.

3. (8p) Segundo Brønsted e Lowry, a água atua como ácido na ionização do NH3 e como base na
ionização do HNO2. Por esta razão, diz-se que a água apresenta comportamento…
(A) ácido. (B) básico. (C) neutro. (D) anfotérico.
Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 5
GRUPO VI
À temperatura de 25 °C, a água doce proveniente de fontes naturais apresenta valores de pH que
podem variar entre 6,5 e 8,0. Já a água do mar apresenta uma menor variação, usualmente entre 8,1
e 8,4.
A presença de organismos provoca alterações no pH das águas por variados fatores, sendo a
concentração de dióxido de carbono um deles. A respiração dos organismos aquáticos, por exemplo,
produz dióxido de carbono. Já a fotossíntese, realizada durante o dia por alguns organismos, reduz
os níveis desta substância.
Na tabela seguinte estão valores de pH registados por três grupos de alunos para quatro amostras
de água recolhidas e analisadas nas mesmas condições.

pH da amostra de água
de nascente com algas verdes de aquário do mar
Grupo 1 6,7 8,9 6,6 8,1
Grupo 2 6,9 7,9 6,5 8,0
Grupo 3 6,8 8,0 6,6 8,1

1. (8p) A dissolução de dióxido de carbono nas águas provoca um aumento ou uma diminuição da
concentração de OH− em solução?

2. (8p) Para um dos grupos à sua escolha, disponha por ordem decrescente de acidez as quatro
amostras de água analisadas.

3. (8p) A água da chuva pode apresentar pH inferior a 5 devido à presença de poluentes atmosféricos
como óxidos de nitrogénio, NOx, e de enxofre, SOx.
Uma das equações químicas que pode representar o efeito de um destes óxidos na água da
chuva é:
(A) 2 SO2 (g) + H2O (l)  2 H2SO3 (aq)
(B) SO3 (g) + H2O (l)  H2SO4 (aq)
(C) 2 NO (g) + H2O (l)  HNO2 (aq) + HNO3 (aq)
(D) NO2 (g) + H2O (l)  HNO2 (aq) + HNO3 (aq)

6 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q

Você também pode gostar