Você está na página 1de 16

Centros Colaboradores

da OMS no Brasil:
Potencialidades e
novas perspectivas para
a Agenda 2030
A visão do CRIS/Fiocruz

Prof. Paulo M. Buss


Diretor do Centro de Relações Internacionais em Saúde (CRIS) da FIOCRUZ
Centro Colaborador em Saúde Global e Cooperação Sul-Sul
Organização Mundial da Saúde / Organização Pan-americana da Saúde
São Paulo, Agosto de 2018
Centros Colaboradores da OPAS/OMS
Mecanismo de cooperação
Os centros colaboradores da Organização Mundial da Saúde (OMS) são
um mecanismo de cooperação, de alto valor agregado, estabelecido
junto a conceituadas instituições que são designadas pela OMS para:
 Apoiar a implantação e a execução de ações relacionadas às
estratégias e objetivos da saúde, tanto em nível Regional quanto
Mundial;
 Reforçar a validade científica da saúde e fomentar o fortalecimento
de capacidade institucional nos países e regiões.
 Na atualidade, são mais de 800 centros de alto nível localizados em mais de 80
Estados Membros, sendo aproximadamente 193 na Região das Américas, presentes
em 14 países. Hoje, o Brasil possui 20 centros colaboradores ativos. Redes multilaterais
de colaboração entre eles e com outras instituições de alto nível.
Centros Colaboradores de OPAS/OMS
Funções
 Recopilación, análisis y difusión de información
 Normalización de terminología y nomenclatura, tecnología, métodos y
procedimientos y sustancias diagnósticas, terapéuticas o profilácticas
 Desarrollo y aplicación de tecnología apropiada
 Suministro de sustancias de referencia y otros servicios
 Participación en labores conjuntas de investigación lideradas por la OMS, lo
que puede ir desde la planificación, realización, seguimiento o evaluación
posterior de investigaciones hasta la promoción del uso práctico de sus
resultados
 Formación, en particular de investigadores
 Coordinación de las actividades de diversas instituciones sobre un tema
determinado
Centros Colaboradores da OPAS/OMS
Eixos orientadores a partir de 2018
 Nações Unidas: Agenda 2030 e Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável (ODS), particularmente o ODS 3 “Assegurar vidas saudáveis e bem
estar para todos em todas as idades” e suas conexões com os demais ODS
pertinentes – determinantes sociais da saúde
 OMS: 13º. Plano Geral de Trabalho 2019-2023, aprovado na 71ª.
Assembleia Mundial da Saúde, em maio de 2018
 OPAS: Plano Estratégico 2019-2023, a ser aprovado no Conselho Diretor
da OPS, em setembro de 2018
 Agenda de Saúde Sustentável para as Américas (ASSA 2018-2030),
aprovado no Conselho Diretor da OPAS, em setembro de 2017 (Resolução
CE160.R15)
Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável
 Objetivo 1. Erradicar a pobreza em todas as suas formas em
todas partes
 Objetivo 2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar
e melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável
 Objetivo 3. Assegurar vida saudável e promover o bem-estar de
todos em todas as idades
 Objetivo 4. Garantir uma educação de qualidade e equitativa e
promover oportunidades de aprendizagem permanente para
todos
 Objetivo 5. Alcançar a igualdade de gênero e a autonomia de
todas as mulheres e meninas
 Objetivo 6. Garantir a todos a disponibilidade e a gestão
sustentável da água e do ar
 Objetivo 7. Garantir a todos o aceso a uma energia adequada,
confiável, sustentável e moderna
Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável
 Objetivo 8. Promover crescimento econômico, sustentado,
inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho
decente para todos
 Objetivo 9. Construir infraestruturas flexíveis, promover a
industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação
 Objetivo 10. Reduzir a desigualdade dentro e entre países
 Objetivo 11. Converter as cidades e assentamentos humanos
inclusivos, seguras, resilientes e sustentáveis
 Objetivo 12. Assegurar padrões de consumo e produção
sustentáveis
 Objetivo 13. Adotar medidas urgentes para combater as
mudanças climática e seus impactos
 Objetivo 14. Conservar e utilizar de maneira sustentável oceanos,
mares e recursos marinhos
Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável
 Objetivo 15. Proteger, restaurar e promover o uso
sustentável dos ecosistemas terrestres, o manejo
sustentável das florestas, combater a desertificação, e
deter e reverter a degradação da terra e deter a perda
da biodiversidade
 Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas
para o desenvolvimento sustentável, facilitar o acesso à
justiça para todos e construir instituições eficazes,
responsáveis e inclusivas em todos os níveis
 Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e
revitalizar a aliança mundial para o desenvolvimento
sustentável
Objetivo 3. Garantir vidas saudáveis e bem-estar
para todos em todas as idades

3.1 Até 2030, reduzir a taxa mundial de mortalidade materna a


menos de 70 por 100.000 nascidos vivos
3.2 Até 2030, acabar com as mortes evitáveis de recém
nascidos e de crianças menores de 5 anos
3.3 Até 2030, acabar com as epidemias de AIDS, tuberculose,
malária e de doenças tropicais negligenciadas; e combater as
hepatites, as enfermidades transmitidas pela água e outras
enfermidades transmissíveis
3.4 Até 2030, reduzir em um terço a mortalidade prematura por
doenças não transmissíveis mediante prevenção e tratamento, e
promover a saúde mental e o bem-estar
3.5 Fortalecer a prevenção e o tratamento do abuso de
substâncias aditivas, incluindo o uso indevido de estupefacientes e
o consumo nocivo de álcool
Objetivo 3. Garantir vidas saudáveis e bem-estar
para todos em todas as idades

3.6 Até 2020, reduzir a metade o número de mortes e lesões


causadas por acidentes de tráfego
3.7 Até 2030, garantir acesso universal a serviços de saúde sexual
e reprodutiva, incluídos o planejamento familiar, informação e
educação
3.8 Alcançar a cobertura universal de saúde, por meio de
sistemas de salúde equitativos, integrais e de qualidade, incluíndo em
particular a proteção contra riscos financeiros, acesso a serviços de
saúde essenciais necessários de qualidade, e o acesso a
medicamentos e vacinas seguros, eficazes, alcançáveis e de
qualidade para todos
3.9 Até 2030, reduzir substancialmente o número de mortes e
enfermidades produzidas por produtos químicos perigosos e a
contaminação do ar, água e solo
Objetivo 3. Garantir vidas saudáveis e bem-estar
para todos em todas as idades

3a. Aplicação do Convenio Marco da OMS para o Controle do


Tabaco em todos os países
3b. Apoiar a pesquisa e desenvolvimento de vacinas,
medicamentos e tecnologias para as enfermidades que afetam os
PeD e facilitar acesso a medicamentos e vacinas
essenciais,necessários de acordo com a Declaração de Doha sobre
ADPIC e a Saúde Pública, incluindo a flexibilidade no acesso aos
medicamentos
3c. Aumentar o financiamento da saúde e a contratação,
desenvolvimento, capacitação e retenção de pessoal nos PeD
3d. Reforçar a capacidade de todos os países em matéria de alerta
precoce, gestão e redução de riscos para a saúde nacional e
mundial, assim como para a regulação e a vigilância sanitária
Proposta adicional

10. Enfrentar os determinantes sociais da saúde,


por meio de formas inovadoras de governança
que incluem os demais setores governamentais e
a sociedade civil
Agenda de Salud Sostenible para las Américas (1/2)

• Ampliar el acceso equitativo a servicios de salud integrales, integrados y de


calidad, centrados en las personas, la familia y la comunidad, con énfasis en la
promoción de la salud y la prevención de enfermedades
• Fortalecer la rectoría y gobernanza de la autoridad nacional de salud
(ministerios de salud), a la vez que se promueve la participación social
• Fortalecer la gestión y el desarrollo de los recursos humanos para la salud con
competencias que apoye el abordaje integral de la salud
• Alcanzar el financiamiento adecuado y sostenible de la salud, con equidad y
eficiencia, y avanzar hacia la protección contra los riesgos financieros para
todas las personas y sus familias
• Asegurar el acceso a medicamentos esenciales y vacunas, al igual que a otras
tecnologías sanitarias prioritarias, según la evidencia científica disponible y el
contexto nacional
• Fortalecer los sistemas de información para la salud a fin de apoyar el desarrollo
de políticas y la toma de decisiones basadas en la evidencia
Agenda de Salud Sostenible para las Américas (2/2)
• Desarrollar capacidades para la generación, la transferencia y el uso de la
evidencia y el conocimiento en materia de salud, promoviendo la
investigación, la innovación y el uso de la tecnología
• Fortalecer la capacidad nacional y regional de preparación, prevención,
detección, vigilancia y respuesta a los brotes de enfermedades y a las
emergencias y los desastres que afectan la salud.
• Reducir la morbilidad, la discapacidad y la mortalidad por enfermedades no
transmisibles, traumatismos, violencia y trastornos de salud mental
• Reducir la carga de las enfermedades transmisibles y eliminar las enfermedades
desatendidas
• Reducir la desigualdad e inequidades en torno a la salud por medio de
enfoques intersectoriales, multisectoriales, regionales y subregionales de los
determinantes sociales y ambientales de la salud
Proposta de trabalho para os Centros
Reforçar a Rede de Centros Colaboradores no Brasil com o objetivo de
potencializar a cooperação técnica da OPAS/OMS Brasil, visando à
implementação da Agenda 2030 e o alcance dos Objetivos de
Desenvolvimento Sustentável (ODS), no âmbito do 13º Plano Geral de
Trabalho da Organização Mundial da Saúde.
Proposta de trabalho para os Centros
1. Examinar detidamente os documentos-base:
1. Agenda 2030 e ODS das Nações Unidas
2. Plano Geral de Trabalho da OMS 2019-2023
3. Plano Estratégico da OPAS 2019-2023
4. Agenda de Saúde Sustentável das Américas da OPAS 2018-2030
5. Proposta brasileira de implementação da Agenda 2030 e ODS do Brasil,
particularmente no tocante ao ODS 3 e ODS relacionados com saúde
2. Cotejar os atuais planos de trabalho dos CC com as novas
demandas decorrentes dos documentos do item 1
3. Revisar os planos de trabalho atuais dos CC, na medida do possível
adaptando-os às demandas colocadas pelo processo da Agenda e
dos Planos da OMS e OPAS
Proposta de trabalho para os Centros
4. Estabelecer vínculos e interações com os planos de trabalho
revisados dos demais CC da OMS/OPAS no Brasil, de forma a obter
sinergias na atuação de todos e cada um dos CC no alcance das
metas do ODS 3 e ODS correlatos