Você está na página 1de 46

P0NTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

IPUC – Departamento de Engenharia Elétrica

Distribuição e Transmissão de
Energia Elétrica

Unidade 2

Prof. Júlio César Marques de Lima


Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica

Unidade 2 – Representação das Redes de Energia

 Conteúdo:
 Revisão: Matrizes e PU
 Representação Matricial de Redes
 Topologias de Redes de transmissão e distribuição;
 Modelo da rede ativa: geração, curvas de carga, fator
de carga.
 Conceitos básicos de Redes Inteligentes (Smart Grid)

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologia de Redes

1. Representação esquemática do SEP


2. O sistema de distribuição
3. Topologia de redes de distribuição
4. Linhas de distribuição
5. Subestações: definição e classificação
6. Arranjos de subestações

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologia de Rede
Representação Esquemática do SEP

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologia de Rede
Representação Esquemática do SEP

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologia de Rede
Representação Esquemática do SEP

Os Sistemas Elétricos de Potência apresentam as


seguintes características:
 Normalmente são trifásicos;
 Apresentam um grande número de componentes
 Possuem transformadores que particionam o
sistema em seções de diferentes níveis de tensão
 Os sistemas elétricos podem ser representados
graficamente através de:
 Diagramas Unifilares;
 Diagramas Multifilares;
 Diagramas Equivalente por Fase.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologia de Rede
Representação Esquemática do SEP

 Diagramas Unifilares:
 Representam os principais componentes por
símbolos e suas interconexões com a máxima
simplificação e omissão do condutor neutro;
 Representam apenas uma fase do sistema;
 Representam sistemas monofásicos ou trifásicos.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes

 Diagramas Multifilares:
 Os diagramas multifilares podem ser bifásicos ou
trifásicos.
 As Figuras abaixo ilustram um diagrama trifilar,
representando um circuito de proteção de
transformador e de uma linha de transmissão.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologia de Rede
Representação Esquemática do SEP

 Diagramas Equivalente por fase:


 Representam as grandezas normalizadas;
 Simplificam a análise numérica;
 Eliminam o efeito particionador dos transformadores;
 Usado para mostrar os dados de impedância de
geradores, linhas, transformadores, capacitores, cabos,
etc.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Níveis de Tensão

 Distribuição
 Alta Tensão (AT < 230 kV)
 138 kV;
 69 kV;
 Média Tensão (2,3 < MT < 34,5):
 34,5 kV;
 22 kV;
 13,8 kV.
 As tensões nominais padronizadas em Baixa Tensão (BT) -
PRODIST Módulo 3 são:

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Níveis de Tensão

Transmissão
 230 kV;
 345 kV;
 440 kV;
 500 kV;
 750 kV.

 As LTs em corrente contínua existentes no Brasil


operam com tensão de +/- 600 kV.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

 O sistema de distribuição pode ser dividido em componentes


como:
 Sistema de Distribuição - AT;
 Sistema de Distribuição Primário - MT (Alimentadores de
Distribuição)
 Transformadores de Distribuição;
 Sistema de Distribuição Secundário - BT;
 Ramais de ligação.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Sistema de Distribuição

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

As topologias utilizadas na distribuição AT são:


Radial
Radial com recurso
Anel (loop)
Reticulado (grid ou network)

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

 Sistema distribuição AT - Radial

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Sistema distribuição AT- Radial com recurso

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Sistema distribuição AT- Anel (loop)

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

 Sistema distribuição AT- Reticulado

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Linha de Distribuição AT - LD
 Definição – As linhas de transmissão são condutores através
dos quais a energia elétrica é transportada de um ponto
transmissor a um terminal receptor.
 Formas comuns de linhas de transmissão são:
 Linha Aérea: Corrente alternada ou em Corrente Contínua;
 Linha Subterrânea : Corrente Alternada;
 Linha Subaquática: Corrente Alternada.
Linhas de Distribuição AT (LD): normalmente operam em
tensões inferiores a 230 kV. Sua função é a distribuição da energia
transportada pelas linhas de transmissão.
IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica
Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Linha de Distribuição AT - LD
 Os componentes básicos de uma linha de transmissão
aérea são:
 Condutores;
 Isoladores;
 Estrutura de Suporte;
 Para-raios.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Redes de Distribuição MT-RD


 Definição – As redes de distribuição são condutores através dos
quais a energia elétrica é transportada de um ponto SE Abaixadora
ao consumidor.
 As formas comuns de redes de distribuição são:

 Rede Aérea: Corrente alternada;


 Rede Subterrânea : Corrente Alternada.

 Redes de Distribuição MT (RD) normalmente operam em


tensões inferiores a 22 kV. Sua função é a distribuição a granel da
energia transportada pelas linhas de transmissão e distribuição AT.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Subestações
 Definição – Segundo o PRODIST: “Conjunto de instalações
elétricas em média ou alta tensão que agrupa os equipamentos,
condutores e acessórios, destinados à proteção, medição,
manobra e transformação de grandezas elétricas.”

As subestações são pontos de convergência, entrada e saída,


de linhas de transmissão ou distribuição. Com frequência,
constituem uma interface entre dois subsistemas
IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica
Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


Quanto à Função:
 SE de Manobra: Permite manobrar partes do sistema,
inserindo ou retirando-as de serviço, em um mesmo
nível de tensão.
 SE de Transformação:
 SE Elevadora
− Localizadas na saída das usinas geradoras;
− Eleva a tensão para níveis de Transmissão
ou Distribuição AT (transporte econômico
da energia).

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


 SE de Transformação:
 SE Abaixadora
− Localizada na periferia das cidades.
−Diminuir os níveis de tensão evitando
inconvenientes para a população como rádio
interferência, campos magnéticos intensos, e
faixas de passagem muito largas.
 SE de Distribuição AT:
− Diminuir a tensão para o nível de distribuição
primária (13,8kV – 34,5kV);
− Pode pertencer à concessionária ou a grandes
consumidores.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações

 Quanto à Função:
 SE de Regulação de Tensão: Através do emprego de
equipamentos de compensação tais como reatores,
capacitores, compensadores estáticos, etc.

 SE Conversora: Associada a sistemas de transmissão em


Corrente Continua - CC (SE Retificadora e SE Inversora).

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


 Quanto ao Nível de Tensão:
 SE de Alta Tensão (Distribuição AT) – tensão nominal
abaixo de 230kV;
 SE de Extra Alta Tensão (Rede Básica) - tensão nominal
acima de 230kV.
 Quanto ao Tipo de Instalação
 Subestações Desabrigadas - construídas a céu aberto
em locais amplos ao ar livre.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


 Quanto ao Tipo de Instalação:
 Subestações Abrigadas - construídas em locais
interiores abrigados.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


 Quanto ao Tipo de Instalação:
 Subestações Blindadas: Construídas em locais
abrigados. Os equipamentos são completamente
protegidos e isolados em óleo ou em gás (ar comprimido
ou SF6).

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


 Quanto ao Tipo de Instalação:
 Subestações Móveis – para atendimento de
manutenção ou substituição do transformador existente.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Classificação das Subestações


 Quanto à forma de operação:
 Subestação operada
 Subestação semi-automática
 Subestação automatizada

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


Topologias de Redes
Redes de Distribuição

Principais Equipamentos das Subestações


 Barramentos;
 Linhas e alimentadores;
 Equipamentos de disjunção: Disjuntores, religadores e chaves;
 Equipamentos de transformação: Transformadores de
Potência;
 Transformadores de Instrumentos: Transformador de Potencial
(TP) e de Corrente (TC);
Equipamentos de proteção: relés (primário, retaguarda e
auxiliar), fusíveis, para-raios e malha de terra;
Equipamentos de compensação: reatores, capacitores,
compensadores síncronos, compensadores estáticos.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 O Arranjo de uma SE consiste essencialmente num padrão que


estabelece o layout de acordo com a função e as regras de
separação espacial.
 Esse layout, de modo geral, leva
em conta os seguintes requisitos:
 Confiabilidade
 Flexibilidade
 Segurança
Custos de Operação e
Manutenção
 Etc.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Entrada Direta

 Em SEs de distribuição
com uma só entrada e um
só transformador.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Aplicado em SEs com mais de uma


 Barra Simples
entrada e/ou mais de um
transformador.
 Menor área necessária.
 Baixas confiabilidade e
disponibilidade.
 Perda do circuito na manutenção
do disjuntor.
 Instalação extremamente simples.
 Custo reduzido.
 A ampliação do barramento não
pode ser realizada sem a completa
desenergização da subestação.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Simples

 Defeito em qualquer
transformador causa
a abertura do
disjuntor e
desligamento da SE.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Simples
 Disjuntor individual por
transformador;
 Esquema mais complexo
(controles, intertravamentos);
 Maior flexibilidade (Chaves de
isolamento e bay-pass);
 Maior custo;
 Aplicado a SEs de distribuição
de maior porte.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Simples – Outras variações

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Principal e de Transferência

 Esquema mais utilizado em


subestações;
 Oferece maior flexibilidade
e facilidades para
manutenção devido ao
disjuntor de transferência.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Dupla (Um Disjuntor)


 Evolução do esquema de barra Principal
e Transferência;
 Permite uma maior flexibilidade com
ambas as barras em operação;
 Qualquer uma das barras pode ser
isoladas para a manutenção e ampliação
dos circuitos.
 Facilidade da transferência de um dos
circuitos de uma barra para a outra com
o uso de um único disjuntor de
Esquema Barra Dupla, um disjuntor
transferência e chaves de manobra.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Dupla (Um Disjuntor)


 Apresenta a desvantagem da
necessidade de quatro chaves por
circuito e um disjuntor extra para a
conexão com a outra barra
acarretando em maiores custo de
implementação e manutenção.
 A proteção do barramento pode
causar a perda da subestação
quando esta operar com todos os
circuitos em um barramento único.
 Falha no disjuntor de transferência
pode colocar a subestação fora de
Esquema Barra Dupla, um disjuntor
serviço.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Dupla (dois disjuntores)

 Apresenta um arranjo mais


completo que a Barra Dupla.
 Muito mais flexível.
 Maior confiabilidade
 Apresenta um custo muito mais
elevado.
 Oferece as mesmas características

Esquema Barra Dupla, dois disjuntores apresentada pela Barra Dupla.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Dupla com Disjuntor e Meio


 Evolução do esquema Barra Dupla
com Dois Disjuntores, com vistas a
redução do custo de implementação;
 Maior flexibilidade de manobra.
 Rápida recomposição.
 Falha nos disjuntores adjacentes às
barras retiram apenas um circuito de
serviço.
 Chaveamento Independente por
disjuntor.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

 Barra Dupla com Disjuntor e Meio


 Apresenta a desvantagem de
apresentar um disjuntor e meio por
circuito.
 Chaveamento e religamento
automático envolvem demasiado
número de operações.
 Apresenta um custo de
implementação elevado.
 Apresenta um grande índice de
confiabilidade e disponibilidade.
 Muito utilizado em SEs de EAT no
Brasil.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTAÇÕES

 Barramento em Anel
 Necessita apenas um disjuntor por
circuito;
 Apresenta uma confiabilidade
relativamente boa com o custo de
implementação reduzido;
 Não utiliza a barra principal;
 Se uma falta ocorre durante a
manutenção de um dos disjuntores, o
anel pode ser separado em duas
seções;
 Religamento automático e circuitos
complexos.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica


ARRANJOS DE SUBESTACÕES

Arranjo Confiabilidade Custo Área Utilizada

Menor Confiabilidade.
Menor custo, devido a
Falhas simples podem
Barra Simples menor número de Menor área
ocasionar o desligamento da
componentes
SE.

Baixa confiabilidade
Barra Principal e semelhante a barra simples. Custo moderado. Área pequena para a sua
Transferência Melhor flexibilidade na Poucos componentes instalação.
operação e manutenção.

Custo moderado.
Barra Dupla um Disjuntor Confiabilidade moderada Número de componentes Área moderada.
um pouco maior.

Grande Área.
Barra Dupla Disjuntor Duplo. Confiabilidade Moderada. Custo elevado Dobro do número de
componentes

Alta confiabilidade. Custo moderado. Grande área.


Barra Dupla, Disjuntor e Meio Falhas simples isolam apenas o Número de componentes Maior número de
circuito. um pouco maior. componentes por circuito.

Barramento em anel Alta confiabilidade. Custo moderado. Área moderada.

IPUC – DEE – Distribuição e Transmissão de Energia Elétrica