Você está na página 1de 200

Lidere sua Equipe

1
Lidere sua Equipe

SUMÁRIO

1. APRESENTAÇÃO ...............................................................................3

2. MUDANÇA DE PARADIGMA.............................................................22

3. ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO................................................44

4. ESTILOS DE LIDERANÇA.................................................................71

5. COMO O LÍDER DEVE AGIR............................................................92

6. O LÍDER EM SITUAÇÕES DIVERSAS............................................105

7. COMUNICAÇÃO..............................................................................138

8. MOTIVAÇÃO....................................................................................156

9. GESTÃO PARTICIPATIVA................................................................171

10. ENCERRAMENTO E DESPEDIDAS.............................................180

11. GABARITO DAS ATIVIDADES.......................................................184

2
Lidere sua Equipe

1. APRESENTAÇÃO
Olá! Você iniciará, a partir de agora, o estudo do material LIDERE SUA
EQUIPE, do SEBRAE-SP.

Este material mostrará a você a importância de uma liderança eficaz e


a necessidade de utilizar estratégias para liderar e motivar sua equipe.

Você lidera bem a sua equipe? Descubra agora!

Imagem de Tiago na recepção da Agência Artefato

— Olá! Sou Tiago e vou apresentar a você o material RH – Lidere sua


Equipe. Aqui você aprenderá a identificar seu estilo de liderança e co-
nhecerá as estratégias para liderar e motivar sua equipe. Antes de iniciar
a leitura deste material, reflita sobre as questões a seguir:

- O que é liderança?
- Qual é o seu estilo de liderança?
- Você se comunica bem com seus colaboradores?
- Suas atitudes são adequadas às situações diárias?

3
Lidere sua Equipe

- Você é um líder eficaz junto à sua equipe?


- O que fazer para a equipe se adaptar a novas situações?
- Você atua no desenvolvimento da sua equipe de trabalho?
- Sua equipe está realmente motivada?

Por isso:
- Mude para progredir.
- Gerencie as resistências.
- Descubra o seu estilo de liderança.
- Desenvolva suas habilidades de líder.
- Avalie e aprimore-se como líder.
- Comunique-se bem.
- Lidere de acordo com a situação.
- Conheça sua equipe.
- Crie um ambiente propício para o desenvolvimento da equipe.
- Seja um líder motivador.
- Seja um líder de sucesso!

Imagem de Tiago na recepção da Agência Artefato

4
Lidere sua Equipe

Pensou em suas dúvidas? Em seus questionamentos sobre a gestão de


uma equipe motivada? Este material trará informações que o ajudarão a
ser um líder que motiva, que inspira sua equipe, que faz acontecer. Você
aprenderá a lidar com as situações do dia a dia através das estratégias
de comunicação e motivação que serão demonstradas. Então, vamos lá!
Seja um líder motivador, seja um líder de sucesso!

O Sebrae-SP já está integrado às redes sociais da Internet. Estamos


no Twitter, Facebook e Youtube. Se você já faz parte ou quer iniciar sua
participação nas redes, terá uma ótima oportunidade!

http://twitter.com/#!/sebraesp

http://www.facebook.com/sebraesp

http://www.youtube.com/user/sebraesaopaulo

Em algumas frases você encontrará a logo do Twitter. Você poderá fazer


o seu cadastro ou entrar usando o seu usuário já cadastrado. Depois,
basta você “tuitar” a frase ou a ideia que está sendo passada naquele
momento, no material.

Agora, acompanhe as histórias de três líderes como você. A partir dos


erros e acertos de cada um, aprenda a liderar e a motivar a sua equipe.

Para isso, conheça Carlos, dono da agência de publicidade Artefato,


Henrique, dono da loja A Cada Passo, e Alberto, dono e diretor indústria
de cosméticos da Beleza Certa. Henrique e Alberto são clientes de Car-
los.

5
Lidere sua Equipe

Imagem de Carlos, dono da Artefato

A Artefato, agência de publicidade, desenvolve soluções de marketing e


comunicação para seus clientes. Ele administra e trabalha junto com sua
equipe no desenvolvimento dos projetos e deseja muito ser reconhecido
no mercado.

Imagem de Alberto, dono da loja A Cada Passo e cliente da Artefato

Alberto é dono da loja de calçados A Cada Passo que contratou a Artefa-


to para fazer uma campanha publicitária para anunciar novos produtos,
tendências e promoções da loja.

6
Lidere sua Equipe

Imagem de Henrique, dono e diretor da Beleza Certa e cliente da Artefato

Henrique é dono e diretor da Beleza Certa, indústria de cosméticos que


contratará a Artefato para fazer a campanha do lançamento da sua nova
linha de maquiagem.

Quer conhecer a história de cada um deles? Então, o que acha de co-


nhecer a Artefato?

Imagem da logomarca da Artefato

7
Lidere sua Equipe

Imagem de Alícia

Alícia é a Diretora de atendimento/planejamento, responsável por pres-


tar assistência aos clientes e elaborar o planejamento das campanhas
publicitárias.

Imagem de Gustavo

8
Lidere sua Equipe

Gustavo é o Diretor de Mídia e sua tarefa é selecionar os veículos de


comunicação mais adequados para atingir o público-alvo, buscando a
maneira mais econômica.

Imagem de Isabela

Isabela é a responsável pela redação, isto é, cria chamadas, títulos e


todos os tipos de texto das campanhas publicitárias.

Imagem de Rafaela

9
Lidere sua Equipe

Rafaela é a Diretora de Tráfego. Sua tarefa é organizar o fluxo de traba-


lho, auxiliando em todo o processo das campanhas em andamento na
agência.

Imagem de Carlos

Carlos é muito eficiente como Diretor de Criação, mas precisa de ajuda


em alguns aspectos de sua liderança. Você aprenderá com ele como
agir em determinadas situações.

Imagem de Carlos na agência Artefato

10
Lidere sua Equipe

Carlos está prestes a fechar o projeto de uma grande campanha com a


indústria de cosméticos Beleza Certa.

— Vou ver meus e-mails, quem sabe tem algum retorno da Beleza Certa
sobre o desenvolvimento da nova campanha? É uma grande oportunida-
de! Se conseguirmos cumprir os prazos e desenvolver a campanha com
eficiência, a Artefato vai deslanchar... – pensa Carlos.

E-mail enviado para Carlos:

“Bom dia, Carlos!

Sua proposta para a nossa campanha é ótima. A Artefato é a empre-


sa que desenvolverá a campanha publicitária para nossa nova linha de
maquiagem. É importante ressaltar a urgência da campanha, que terá
o prazo de três meses para ser desenvolvida a partir da assinatura do
contrato. Aguardo você amanhã às 9 horas para conversarmos.

Henrique Villas Boas


Diretor
Beleza Certa Indústria e Comércio”

Imagem de Tiago na recepção da Agência Artefato

11
Lidere sua Equipe

— Carlos tem um grande desafio pela frente: motivar sua equipe para
a realização desse projeto no prazo negociado com o cliente. E você?
Como faria para motivar a sua equipe em um caso desses? Enquanto
pensa nisso, conheça a indústria de cosméticos Beleza Certa, a cliente
que vai contratar a Artefato.

Imagem da logomarca da Indústria Beleza Certa

A Beleza Certa vai trabalhar em ritmo acelerado durante o tempo em que


a Artefato desenvolve a campanha publicitária.

Imagem de Márcio e Henrique no escritório da Beleza Certa

12
Lidere sua Equipe

Márcio é o chefe da equipe que produz os cosméticos e acompanhará o


andamento da produção da nova linha de maquiagem.
— Bom dia, Henrique!
— Bom dia, Márcio! Vou precisar de sua ajuda com a produção da nova
linha de maquiagem.
— Claro, Henrique!
— O lançamento da nova linha de maquiagem ocorrerá daqui a três
meses com a campanha publicitária que vou contratar. Por isso, temos
que produzir neste período 30% a mais do que o normal, para estarmos
preparados para as vendas.
— Farei o que estiver ao meu alcance.
— Vou passar para você o que tenho em mente para cumprirmos essa
meta.

Imagem de Tiago na recepção da Agência Artefato

13
Lidere sua Equipe

O lançamento da linha de maquiagem é a novidade que vai alterar a ro-


tina de Henrique e Márcio. Eles precisarão trabalhar juntos para manter
a equipe motivada e cumprir a meta determinada. A outra cliente da Ar-
tefato é a loja de calçados A Cada Passo. Vamos conhecê-la?

Imagem da logomarca da loja de calçados A Cada Passo

Imagem de Caio e Alberto na loja de calçados A Cada Passo

Caio era vendedor, mas por sua competência, Alberto o promoveu a che-
fe dos vendedores.

— Agradeço muito a oportunidade, Sr. Alberto. Vou precisar da sua ajuda

14
Lidere sua Equipe

para liderar a equipe, pois tudo é muito novo para mim – diz Caio.
— Claro, Caio, o ajudarei no que for preciso. Acredito em seu potencial.
Você será um ótimo líder.

De volta à recepção da Agência Artefato...

Os casos que serão apresentados o ajudarão a pensar e agir adequada-


mente, de acordo com cada situação no seu dia a dia de trabalho.

Sabendo agir da forma correta e na hora certa será possível aumentar


a produtividade da equipe de trabalho. Agora você já está inteirado dos
casos que estão neste material!

Você acaba de se tornar um líder e não está preparado ou foi pego de


surpresa!

Calma, leia as dicas a seguir que te ajudarão a compreender os tipos de


líderes e qual deve ser a relação entre o líder e seu liderado.

Sou líder, e agora?

Imagem de uma líder de equipe

15
Lidere sua Equipe

- Você é um líder. Mude seu jeito de pensar. Substitua sua visão


individualista, preocupada apenas com seus problemas, com a tendên-
cia de ver apenas o seu lado em qualquer situação por uma visão mais
ampla.

Imagem de uma líder próxima à sua equipe em uma fábrica de costura

- Seu desafio é buscar a transformação das suas atitudes, enxer-


gando os anseios e expectativas da equipe e da organização como um
todo, sendo o intermediador dos seus liderados e dos seus superiores.

Sua forma de pensar é a mais adequada? Entenda suas dificuldades e


coloque em prática sua nova visão de líder.

Como líder, você também deve considerar que sua equipe é formada por
pessoas diferentes. Diferentes em cultura, religião, costumes, educação,
entre outros.

16
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder de equipe

Você se interessa pelas diferenças de cada um? Conhece a capacidade


individual de cada membro da sua equipe?

Imagem de um líder com sua equipe

Desconhecer a capacidade individual de cada um é o maior erro que


alguns líderes podem cometer, pois agindo dessa forma, acabam não
aproveitando o potencial máximo de uns e exigem demais de outros, o
que contribui para a insatisfação dos colaboradores.

17
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder com sua equipe

Seja atencioso e procure conhecer os limites dos seus liderados. Obser-


ve e descubra o máximo de exigências que cada pessoa pode absorver,
assim, você estabelece um parâmetro para definir as exigências sufi-
cientes que cada um pode suportar.

Quer ser um líder de sucesso? Então, confira algumas dicas e perceba


o que pode ser mudado em seu dia a dia:

Imagem de duas mulheres conversando

18
Lidere sua Equipe

- Definir regras claras e objetivas que estabeleçam a ordem e ques-


tões inegociáveis, ou seja, deixar claro as regras para o futuro.

Imagem de dois líderes próximos a um membro de suas equipes

Conhecer os membros da sua equipe, suas diferenças e capacida-


des ajudará na sua atuação como líder.

Imagem de duas pessoas conversando

19
Lidere sua Equipe

Ser sensato e justo em qualquer momento. Em momentos ruins, respon-


sabilizar a pessoa certa individualmente e, em momentos de sucesso,
reconhecer o mérito da pessoa em público para motivar os outros a ter o
mesmo ou melhor desempenho que aquele colega.

Imagem de uma mulher pensando

Fazer sempre uma autocrítica, pois as mudanças acontecem muito


rápidas, principalmente as comportamentais. Avalie e atualize-se para
aprimorar sua liderança e manter a satisfação e respeito das pessoas
que participam da sua equipe.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

20
Lidere sua Equipe

— E você? O que anda fazendo como líder? Há algo em suas atitudes e


posturas que pode ser mudado ou melhorado? Pense nisso e tire provei-
to das dicas do material. Neste tópico, você recebeu uma dica valiosa:
Ser o motivador da equipe deve ser o objetivo de todo líder.

Verifique daqui para frente vários assuntos que te ajudarão a ser um lí-
der motivador.

O assunto a seguir será a necessidade de mudança. Mudar alguma coi-


sa que já vem sendo feita da mesma forma há muito tempo causa dúvi-
das, aflições, ansiedade. E como lidar com essas situações e manter a
equipe motivada?

21
Lidere sua Equipe

2. MUDANÇA DE PARADIGMA

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— Identificar a necessidade de mudanças, perceber a sua importância


para a evolução e melhorias na empresa, além de lidar com as resistên-
cias da equipe às mudanças são os assuntos que você verá a partir de
agora. Estou aqui na recepção da Beleza Certa e para começar, faça
uma reflexão: O que você pensa sobre a necessidade de mudança?- Diz
Tiago

Imagem de duas pessoas refletindo

22
Lidere sua Equipe

- O que você pensa sobre mudança?


- Você reparou como tudo muda de uma hora para outra?
- O que mudou em sua vida nesses últimos dez anos? E no último
ano? E no último mês?
- Crise financeira, novas oportunidades, novas tecnologias... as
mudanças são rápidas!
- O ser humano necessita mudar para evoluir.
- E sua empresa? Ela está integrada às mudanças? Informe-se so-
bre as novas tendências empresariais e avalie o que pode ser inovado e
o que impede sua empresa de mudar.

Imagem de cinco fotos que representam: família, escola, religião, ambiente de trabalho,
amigos e sociedade

O que impede as pessoas de mudarem?


As pessoas têm dificuldade em mudar os seus paradigmas que são as
informações recebidas pela família, escola, religião, ambiente de traba-
lho, amigos e sociedade e que são consideradas como verdades abso-
lutas e inquestionáveis e que determinam formas de agir e pensar.

O que é paradigma?
Paradigma pode ser entendido como um padrão, uma referência, uma

23
Lidere sua Equipe

diretriz, um parâmetro, uma percepção da realidade e que orienta as


nossas decisões.

Constantemente, selecionamos informações sobre o que melhor se ajus-


ta às nossas regras e aos nossos regulamentos.

Informações

Imagem de uma mulher segurando duas maçãs, uma verde e uma vermelha,
pensando em qual escolherá.

Interpretação das informações de acordo com nossos paradigmas (pa-


drões e regras). Em seguida, chega-se à tomada de decisão.

24
Lidere sua Equipe

Tomada de decisão (ação)

Imagem de uma mulher segurando duas maçãs, uma verde e uma vermelha, e selecio-
nando uma delas como escolha

Imagem de um líder de equipe

25
Lidere sua Equipe

Imagem de uma líder de equipe de uma loja de confecções

Por exemplo, se uma mesma situação tiver que ser solucionada por duas
pessoas que tenham referenciais totalmente diferentes, provavelmente
teremos soluções diferenciadas.

Levando em consideração os modelos mentais (crenças, valores, saber,


elementos culturais, etc.), os dois líderes acima tiveram percepções di-
ferenciadas.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

26
Lidere sua Equipe

— Quais são os seus paradigmas? Até que ponto eles influenciam suas
decisões? Você é capaz de optar por uma mudança radical em seu ne-
gócio? Abra a sua mente! Não se deixe levar por ideias ultrapassadas.
Nada de “Síndrome do Peixe” nem “Paralisia dos Paradigmas”.

Paradigmas (regras)
Ambiente Organizacional

Imagem de um aquário com um peixe dentro

A Síndrome do Peixe refere-se à pessoa inserida em um ambiente em-


presarial, que cumpre as mesmas regras e rotinas por muito tempo e
não consegue estabelecer outros métodos de execução do seu trabalho,
não consegue enxergar novas formas de fazer as coisas.

27
Lidere sua Equipe

Imagem de uma mulher pensativa e parada no tempo

A Paralisia dos Paradigmas é a inércia que domina o ambiente de uma


empresa. Os envolvidos ficam parados no tempo e no espaço.

Imagem de um ponto de exclamação

28
Lidere sua Equipe

O profissional que desenvolve a Síndrome do Peixe e/ou a Paralisia dos


Paradigmas não possui interesse em novos desafios e nem busca novos
paradigmas. Isso pode levar ao fracasso da empresa. Fique atento! Não
deixe isso acontecer com a sua empresa.

Imagem de pessoas caminhando em uma área urbana

O mercado atual é dinâmico. Os paradigmas se renovam a todo instante


e as empresas estagnadas não são mais aceitas. A empresa que deseja
sucesso deve sair da zona de conforto e encarar a mudança como algo
positivo.

Imagem de uma líder de equipe

Desenvolva a capacidade de distinguir a necessidade de mudança. Te-


nha uma mente aberta! Ouça sugestões e críticas a respeito do que você
faz.

29
Lidere sua Equipe

Imagem de um ponto de exclamação

Procure se autoavaliar. Identifique suas falhas, busque aprimoramento


constante, mude e melhore sempre. O sucesso da empresa depende de
você!

Tenha paciência, coragem, analise a situação e persista em mudar. Sua


equipe é formada por pessoas diferentes. A mudança pode não ser acei-
ta por todos. No início da implantação de uma mudança, o desempenho
das atividades da equipe pode ser prejudicado. Mas não se assuste!
Acompanhe, apoie e ajude sua equipe. As resistências serão minimiza-
das e vão desaparecer com o tempo.

Você quer implantar mudanças e progredir? Então, identifique novos pa-


radigmas, verifique o que está acontecendo à sua volta. Veja o mundo
de forma diferente, desenvolva a criatividade, observe e questione tudo
o que fizer!

Verifique o mundo de forma diferente:

Questione-se
- O que estou fazendo?

30
Lidere sua Equipe

- Qual o resultado de cada tarefa que realizo?


- Por que faço o que estou fazendo?
- O que estou fazendo agrega valor aos produtos e serviços?
- Por que não faço de outra maneira?

Acompanhe
Acompanhe o resultado de cada tarefa realizada, verifique o que é pos-
sível mudar.

Observe
Observe se o que está sendo feito agrega valor aos produtos e serviços.

Verifique
Verifique se há a possibilidade de se fazer de outra maneira, melhorando
a qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

Aprimore-se
Enfim, tenha uma visão de mundo diferente, liberte-se dos seus atuais
paradigmas e questione tudo o que é realizado, com o objetivo de se
aprimorar.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

31
Lidere sua Equipe

— Percebeu como a mudança, a revisão de paradigmas e o papel do lí-


der são importantes para que o progresso da empresa aconteça? Então,
mãos à obra! Pense em algo novo para o seu negócio. Você se lembra
do Carlos, da agência de publicidade Artefato? Ele sempre pensa no
crescimento da sua empresa. Acompanhe o início do seu novo desafio.

Imagem de Carlos e Henrique conversando na sala da Beleza Certa

Carlos está na sala de Henrique, na Beleza Certa, para fechar o contrato


da campanha publicitária da nova linha de maquiagem. Eles estão fina-
lizando a conversa...

— Carlos, quero uma campanha de alto impacto, que atinja o máximo


de pessoas possível, que sensibilize as mulheres. Entende? – pergunta
Henrique.
— Claro, Henrique, já estou com algumas ideias.
— Espero que nossa parceria seja um sucesso.
— A minha equipe tem excelentes profissionais, não vamos decepcioná-
-lo.

32
Lidere sua Equipe

Imagem de Carlos e Alícia conversando na agência Artefato

Algum tempo depois, na agência...

— Alícia, estou muito feliz! Fechamos o contrato com a Beleza Certa!


Temos o prazo de três meses para o desenvolvimento do projeto.
— Que ótimo, Carlos! Mas é pouco tempo.
— É, Alícia, o Henrique tem pressa... Estou pensando em contratar um
profissional de tráfego.
— Boa ideia! Essa contratação vai auxiliar e muito o nosso trabalho.
— Mas estou preocupado com a reação do pessoal... o profissional de
tráfego é quem vai controlar tudo na agência...

Os prazos e informações sobre os trabalhos... E não sei se a equipe verá


isso com bons olhos.
— Entendo, Carlos, mas é necessária essa mudança e eles vão ter que
entender.
— E outra coisa bastante complicada para nós: você sabe, não estamos
acostumados a trabalhar com um prazo tão apertado assim.
— É verdade. Você vai precisar de pulso firme para manter a equipe em
sintonia e motivada até o fim.

33
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na recepção da Agência Artefato

Carlos está apreensivo com a nova situação... Ele percebeu a necessi-


dade de mudança ao querer contratar um profissional de tráfego. Mas
com essa contratação e o prazo reduzido para o trabalho, ele sabe que
a equipe vai resistir a essas novidades. Verifique como Carlos e você
podem minimizar essas resistências.

34
Lidere sua Equipe

O PROCESSO DE MUDANÇA

Imagem de um fluxograma sobre gerenciamento do processo de mudança

Gerencie o processo de mudança com eficácia:


Objetivo
Gerenciamento
Acompanhamento
Conflito
Ansiedade

- Defina claramente o objetivo da mudança.


- Gerencie as resistências à mudança dentro dos grupos ou entre
os indivíduos.
- Acompanhe o desempenho, verificando e gerindo os indicadores
e suas tendências.

O processo de mudança nas empresas é permeado pelo desafio de se

35
Lidere sua Equipe

lidar com as resistências. Por isso, é importante o papel do líder junto à


sua equipe neste momento.

Esclareça aos membros da equipe os objetivos a serem alcançados e


oriente-os quanto ao trabalho a ser desenvolvido, assim, você minimiza
as resistências no grupo.

O medo de que as coisas não funcionem como o esperado ou de não


conseguir acompanhar o processo é o maior inimigo da mudança. Não
tenha medo!

Três dias após a última conversa entre Carlos e Alícia...

Imagem de Carlos e Alícia conversando na agência Artefato

— Carlos, já tenho a pessoa que você precisa! É a Rafaela. Ela é uma


ótima profissional e tem bastante experiência como diretora de tráfego.
— Que bom, Alícia! Vamos contratá-la! Não temos tempo a perder! Estou
um pouco receoso, mas tenho que arriscar. Afinal de contas, é o negócio
que vai impulsionar a agência.
— Isso mesmo, Carlos! O medo não pode nos paralisar, senão a gente

36
Lidere sua Equipe

não vai para frente.


— Tem razão, tenho que resolver logo essa contratação para informar a
equipe sobre as novidades.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Carlos parece preocupado, mas ao mesmo tempo empolgado com


o novo projeto. E isso é bom, pois um líder necessita assumir riscos e
enfrentar novos desafios. Faça como Carlos. Não tenha medo! Agora,
analise o caso da prestadora de serviços de motoboys Veloz Entregas e
faça a atividade proposta.

37
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 01

Imagem de uma frota de motos

Veloz Entregas é uma empresa que presta serviços de motoboy a em-


presas de grande e médio porte há um ano e meio. A loja é muito bem
conceituada no mercado e tem um ótimo número de clientes.

Imagem de Sr. Mário e sua esposa Silvana

Sr. Mário e sua esposa Silvana são os proprietários e cuidam da parte


financeira.

38
Lidere sua Equipe

Imagem de Lídia

Sua filha Lídia auxilia nos atendimentos aos clientes.

Imagem de Renato

Renato foi contratado por Sr. Mário para liderar a equipe de motoboys.

39
Lidere sua Equipe

Imagem de uma equipe de motoboys

Sr. Mário conta com uma equipe de nove motoboys que prestam servi-
ços de entregas, coletas de documentos e encomendas de pequenos
volumes solicitados pelos clientes.

Imagem de uma sala de estar

Apesar de a empresa estar em expansão, o Sr. Mário resolveu reestrutu-


rá-la entregando o prédio atual e montando temporariamente o escritório
em sua própria casa, para assim economizar no aluguel e contratar mais
um motoboy. Os motoboys estariam à disposição no horário comercial
para prestarem os serviços que seriam passados via rádio ou telefone
celular.

40
Lidere sua Equipe

Imagem de um computador

Sr. Mário informou a todos a mudança, deixando claro que ninguém seria
demitido, pois tinha plena confiança que a equipe conseguiria trabalhar
nesses novos moldes. Renato lideraria a equipe de motoboys de casa,
utilizando rádio, computador e telefones celulares. Toda a equipe se en-
contraria na casa do Sr. Mário a cada 15 dias para mostrar relatórios que
comprovassem que o serviço foi realizado.

Imagem de Renato ao telefone

Renato ficou muito apreensivo com a nova situação e a primeira dúvida


que lhe veio à cabeça foi sobre como controlaria a equipe à distância.
Apesar de sua resistência à mudança, teria que passar para a sua equi-
pe que tudo estava bem e que essa reestruturação seria o melhor para
a empresa e para a equipe.

41
Lidere sua Equipe

Agora, em seu caderno, anote a opção que julgar correta para responder
à questão a seguir. Confira a resposta no gabarito no final deste material.

Imagem de Sr. Mário e sua esposa Silvana

1 - Você, como líder, faria uma mudança radical como o Sr. Mário, da
Veloz Entregas?

Opção A - Claro, pois quero que minha empresa evolua e entendo que
as mudanças são necessárias.
Opção B - Pensaria mais um pouco, afinal, é uma mudança radical.
Quero que minha empresa evolua, mas é preciso ter cautela.

2 - Você acha que o Sr. Mário agiu de forma adequada ao implantar a


mudança?

Opção A - Sim, pois esclareceu de forma correta o processo da mudan-


ça e os objetivos à sua equipe.
Opção B - Não, porque Renato ficou apreensivo, talvez ele devesse ser
mais claro.

3 – Renato mostrou-se resistente à mudança. O que você acha que ele


deveria fazer?

42
Lidere sua Equipe

Opção A - Conversar com o Sr. Mário para esclarecer suas dúvidas e


aceitar a mudança.
Opção B - Seguir em frente, mesmo não concordando com a decisão do
Sr. Mário.

4 - Se Renato não aceitar a nova proposta, como ele vai liderar a sua
equipe?

Opção A - Sem aceitar a ideia, não é possível convencer seus liderados,


caso ocorra alguma resistência.
Opção B - Renato vai acompanhar a equipe na medida do possível. As
resistências não serão aceitas.

43
Lidere sua Equipe

3. ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

Sr. Mário, da Veloz Entregas, ao implantar a mudança, comunicou à sua


equipe o que pretendia. A comunicação de forma clara e objetiva é o
primeiro passo para que a implantação de uma mudança tenha suces-
so. Verifique como Carlos irá se sair ao comunicar as novidades à sua
equipe.

Imagem de Carlos e Alícia conversando na agência Artefato

44
Lidere sua Equipe

— Alícia, já estou pronto para informar a todos sobre as mudanças. Você


me ajuda? – pergunta Carlos.
— Claro, Carlos, vamos lá!

Na sala de reuniões...

Imagem de Carlos, Alícia, Gustavo e Isabela na sala de reuniões da Artefato

— Olá, pessoal! Tenho um comunicado a fazer. Conseguimos fechar


uma campanha com a indústria de cosméticos Beleza Certa – diz Carlos.
— Que bom, Carlos! – diz Isabela.
— Que grande oportunidade! – diz Gustavo.
— É gente, mas vou precisar de um comprometimento maior de vocês
nesse projeto. Pois teremos apenas três meses para concluí-lo.
— Só? – pergunta Gustavo.
— Nossa! Será que damos conta? – pergunta Isabela.
— Calma, gente! Confio em vocês, sei que dará tudo certo! Como o pro-
jeto é importante e não podemos deixar os outros clientes, decidi contra-
tar uma diretora de tráfego.
— Como assim, Carlos?– questiona Isabela.
— Nunca trabalhamos com um responsável pelo tráfego. É realmente

45
Lidere sua Equipe

necessário? – pergunta Gustavo.


— Quero deixar claro que ela virá para auxiliar o nosso trabalho. Por
favor, pessoal, tenha calma! Quero que entendam que essas mudanças
serão importantes para o nosso crescimento e a realização dos nossos
trabalhos. Procurarei estar sempre acompanhando todo o processo para
conseguirmos cumprir o prazo.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

Parece que Carlos se comunicou bem com seus colaboradores, não é


mesmo? Mas tanto ele quanto você pode utilizar algumas estratégias
que irão melhorar essa comunicação.

Analise a seguir.

46
Lidere sua Equipe

Estratégias de Comunicação

Imagem de quatro fotos que representam a comunicação

Imagem de uma mulher falando no megafone

Estratégia de Disseminação de Informação e Comunicação:

Convencer a equipe sobre a real necessidade da mudança e informá-la

47
Lidere sua Equipe

de forma clara os objetivos a serem alcançados com a sua implementa-


ção.
Essa estratégia é utilizada quando o líder observa que a resistência está
iniciando por falta de informações, análise, dados incompletos ou dúvi-
das sobre os reais motivos da mudança.

- Ponto Positivo: A equipe, quando convencida das razões das


mudanças, entende e auxilia na sua implementação.
- Ponto Crítico: Para uma equipe maior, necessita-se de mais tem-
po de verificação para ver se todos compreenderam as informações for-
necidas.

Imagem de uma equipe se comunicando em uma sala de reuniões

Estratégia de Estimular a Participação e Interesse:

Levar as pessoas da equipe a participarem da implementação da mu-


dança, agregando novas ideias sugeridas pelo grupo.
Essa estratégia é utilizada quando o líder quer projetar uma mudança,
mas ainda não tem todas as informações necessárias.

- Ponto Positivo: A equipe se sente valorizada com o aproveita-


mento de suas ideias e sugestões.
- Ponto Crítico: Para uma equipe maior, necessita-se de mais tem-
po e exige-se muito cuidado na avaliação das ideias e sugestões pro-
postas.

48
Lidere sua Equipe

Imagem de três pessoas se comunicando

Estratégia de Facilitação e Apoio:

Delegar tarefas às pessoas da equipe, coordenar as atividades e estar


sempre à disposição para apoiar no que for preciso.
Essa estratégia é utilizada quando o líder percebe que a equipe tem ma-
turidade profissional suficiente para a realização do trabalho.

- Ponto Positivo: Essa estratégia facilita organização e envolvi-


mento da equipe.
- Ponto Crítico: Tempo maior para avaliar se a equipe está prepa-
rada para ser autônoma (delegação).

Imagem de uma mulher comunicando com um homem

49
Lidere sua Equipe

Estratégia de Negociação e Acordo:

Negociar e argumentar de acordo com os objetivos a serem atingidos e


ceder quando necessário.
Essa estratégia é utilizada quando o líder observa que não há consenso
para a implementação da mudança.

- Ponto Positivo: Facilidade em evitar uma grande resistência,


além de motivar e integrar a equipe.
- Ponto Crítico: Maior tempo de negociação e o risco de haver
muitas ideias contrárias para se chegar ao consenso.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Percebeu que é a situação e as pessoas que você lidera que definem


a estratégia de comunicação que você irá usar? As estratégias de comu-
nicação são eficazes para minimizar ou eliminar as resistências às mu-
danças. Pense em sua empresa, analise qual é a situação e identifique
a melhor estratégia a ser utilizada.

50
Lidere sua Equipe

Agora, faça uma atividade. Analise os casos a seguir e reflita sobre as


melhores atitudes que devem ser tomadas nesse exemplo.

ATIVIDADE 02
Caso 1

Imagem do dono da gráfica Imagine



A gráfica Imagine, responsável por serviços gráficos e que atende a agên-
cias publicitárias, jornais e revistas, tem um grande problema: o transpor-
te de fotos, esboços, provas e cromos da gráfica para serem aprovados
por seus clientes e vice-versa. Os motoboys iam e viam quantas vezes
fossem necessárias para uma aprovação final de uma impressão a ser
realizada e, por vezes, essas viagens duravam horas, causando perda
de tempo, gasto de combustível e até mesmo roubos das motos.

51
Lidere sua Equipe

Imagem de um rosto de motoqueiro com capacete

Para resolver o problema, o dono da gráfica resolveu implantar um siste-


ma de computador para facilitar o encaminhamento de imagens de foto-
litos e provas para serem validadas e aprovadas por seus clientes. Esse
novo procedimento causou ansiedade aos colaboradores da empresa,
pois pensaram que isso poderia causar a demissão dos motoboys, além
da dificuldade de se adaptar ao novo sistema.

Qual é a melhor estratégia de comunicação a ser utilizada para ameni-


zar a resistência da equipe à nova proposta? Anote sua resposta em um
rascunho e depois confira o resultado no gabarito no final deste material.

A. Estratégia de disseminação de informação e comunicação.

52
Lidere sua Equipe

B. Estratégia de facilitação e apoio.


C. Estratégia de estimular a participação e interesse.
D. Estratégia de negociação e acordo.

Caso 2

Imagem do dono da empresa Papel & Luxo com a mão no queixo pensando

A empresa Papel & Luxo, que fabrica papéis, cadernos, folhas de fichá-
rios e blocos, está muito preocupada com a sustentabilidade, uma vez
que essa atividade prejudica o meio ambiente com a extração da madei-
ra.

O dono da empresa deseja que a Papel & Luxo seja sustentável e eco-
logicamente correta. Por esse motivo, quer criar uma política para alcan-
çar tal objetivo e precisa da ajuda, ideias e sugestões dos seus colabo-
radores. Nesse caso, qual seria a melhor estratégia de comunicação a

53
Lidere sua Equipe

ser utilizada pelo líder?

A. Estratégia de disseminação de informação e comunicação


B. Estratégia de estimular a participação e interesse
C. Estratégia de facilitação e apoio
D. Estratégia de negociação e acordo

Caso 3

Imagem da casa de repouso Linda Idade

A casa de Repouso Linda Idade atende idosos que desejam um trata-


mento diferenciado, sem solidão e com atividades diárias que estimulem
sua memória, raciocínio e corpo. Para isso, conta com uma equipe mul-
tidisciplinar de profissionais como fisioterapeuta, terapeuta ocupacional,
psicólogo, educador físico, médico, enfermeira e outros.

Essa equipe está bem integrada com o dia a dia da Linda Idade. Seu
dono delega e coordena de forma a auxiliar o trabalho de cada profissio-
nal e está sempre a disposição quando necessário, já que a equipe pos-
sui uma boa maturidade profissional para desenvolver suas atividades.
De vez em quando, há pequenos problemas de relacionamento, nada
que não possa ser solucionado com uma boa conversa. Que estratégia
o líder deverá utilizar para resolver esses problemas de relacionamento?

54
Lidere sua Equipe

Anote sua resposta separadamente e confira o gabarito no final deste


material.

A. Estratégia de disseminação de informação e comunicação


B. Estratégia de facilitação e apoio
C. Estratégia de estimular a participação e interesse
D. Estratégia de negociação e acordo

Caso 4

Imagem do professor de Educação Física com sua aluna na Academia Corpo

A Academia Corpo atende a pessoas que querem unir equilíbrio físico e


mental através de atividades físicas variadas, porém, o seu horário de
funcionamento, das 8 às 20 horas, restringe a quantidade de clientes,
uma vez que há pessoas que trabalham fora e esse horário é inviável.

Dessa forma, o dono da academia quer aumentar o horário de funcio-


namento dela para 24 horas e atender a um maior número de pessoas,
mas sua equipe se mostra desconfortável, pois não quer mudar seus
horários.

55
Lidere sua Equipe

Como você acha que o líder deverá solucionar esse impasse? Qual seria
a melhor estratégia de comunicação a ser utilizada?

A. Estratégia de disseminação de informação e comunicação


B. Estratégia de estimular a participação e interesse
C. Estratégia de facilitação e apoio
D. Estratégia de negociação e acordo

De volta à recepção Artefato...

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Percebeu como é importante se comunicar de forma adequada no


momento certo, observando as características da equipe de trabalho?
Na prática, você vai perceber que as estratégias de comunicação podem
e devem ser utilizadas de maneira combinada, ou seja, duas ou mais na
mesma ocasião, dependendo do que o momento exige. Para se comuni-
car bem, você também deve saber como argumentar e convencer. Você
sabe o que é argumentar?

56
Lidere sua Equipe

Imagem de uma mulher argumentando com um homem

Argumentar é expressar uma convicção, um ponto de vista, que é desen-


volvido e explicado de forma a convencer nossos ouvintes. Para isso, é
necessário apresentar um raciocínio coerente e convincente, baseado
na verdade, e que influencie o outro, levando-o a pensar no que foi apre-
sentado e agir.

E você? Consegue convencer os seus liderados com seus argumentos?


Ao falar com sua equipe, você deve demonstrar convicção, firmeza, vi-
gor e segurança. Assim, você será levado mais a sério, favorecendo o
convencimento. Verifique como Carlos está se saindo com a sua equipe,
na Artefato.

Imagem de Carlos, Alícia, Gustavo e Isabela na sala de reuniões da Artefato

57
Lidere sua Equipe

Alguns dias se passaram, a diretora de tráfego foi contratada e iria ini-


ciar seu trabalho na agência no dia seguinte, então, novamente Carlos
procurou a equipe:

— Bom dia, pessoal! Amanhã começará a trabalhar conosco a diretora


de tráfego Rafaela. Peço a ajuda de vocês para ambientá-la o mais rá-
pido possível.
— Pois é, Carlos, isso irá atrapalhar nosso trabalho – diz Isabela.
— Atrasará o cronograma! – diz Gustavo.
— Não vejam dessa forma, pois esta profissional virá acrescentar quali-
dade ao nosso trabalho.
— Isso é verdade. Talvez você tenha razão – diz Isabela.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Parece que Carlos está com dificuldades em convencer toda a equipe


sobre a contratação da Rafaela. Verifique algumas dicas que vão ajudar
você a rever suas posturas e identificar o que pode ser melhorado em
sua argumentação.

58
Lidere sua Equipe

Dicas para aprimorar a Argumentação

- Evite críticas e ofensas. É melhor dizer “Cheguei a uma con-


clusão diferente” do que “Você está errado” ou “Não concordo com sua
opinião”.
- Tenha foco no problema em pauta, não desvie dele e nem re-
tome o passado para tratar de outros problemas. “É, mas você lembra
aquele problema já solucionado, ocorrido há três anos, até hoje lem-
bro...”. Isso ajuda em quê?
- Evite intermediários. Primeiro verifique quem pode resolver o
seu problema. É comum acontecer de se falar a respeito de um caso
com todo mundo em vez de ir direto à pessoa que, de fato, é a respon-
sável por aquele assunto.
- Procure entender o modo de ver do outro. Mesmo que discor-
de, coloque-se no lugar dele. Assim, muitas vezes conseguirá argumen-
tar de forma aceitável. Seja empático.
- Sugira providências. Procure dizer exatamente o que você quer.
Em muitas situações, as pessoas apresentam um problema em forma
de reclamação sem informar que providência querem que seja tomada e
que pode ser óbvia para o interessado, mas não para os outros.
- Seja um bom ouvinte e prepare-se para falar. Faça um plane-
jamento sobre os pontos a serem ditos e procure dar oportunidade para
o interlocutor responder. Pratique uma escuta ativa. Saber escutar é a
chave do sucesso gerencial.
- Evite insistir repetidamente no mesmo problema. Se você não
conseguir ter sucesso com a sua argumentação, aceite e apoie o que
ficou decidido. Por exemplo: “Eu bem que avisei, mas ninguém quis me
ouvir; eu sabia que não ia dar certo...”. Esse tipo de colocação não resol-
ve nada.
- Ouça com atenção e valorize as ideias e colocações do gru-
po, mesmo que sejam inadequadas ou não resolvam a situação naquele
momento. Essa é uma forma de você conhecer seu pessoal e manter o
vínculo com eles.

59
Lidere sua Equipe

- Formule bem os objetivos. Exponha com clareza o que você


deseja que seja feito. Por exemplo, diga “Digite esta carta prestando
atenção na pontuação e verifique os dados colocados nela” em vez de
“Vê se não erra na hora de digitar essa carta e dê uma olhadinha nela”.
- Evite utilizar termos negativos, como usar a palavra “mas” no
meio da frase. “Mas” pressupõe que algo está faltando, substitua por “e”
que pressupõe algo a mais. Por exemplo: “Você é um ótimo colaborador,
mas aquele trabalho não está bom”. Dito de outra forma: “Você é um óti-
mo colaborador e, por isso, sei que aquele trabalho pode ficar melhor”.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— Para melhorar ainda mais a sua comunicação, você também pode


utilizar a Técnica do Acordo Condicional. Estou aqui na Beleza Certa,
acompanhe o que está acontecendo e verifique como essa técnica pode
ser utilizada.

60
Lidere sua Equipe

Imagem de Márcio e Henrique conversando no escritório da Beleza Certa

Henrique necessita de um relatório que indique se a produção está cami-


nhando no prazo determinado. Para isso, chama Márcio em sua sala...

— Boa tarde, Henrique! O que deseja?


— Oi, Márcio. Quero que providencie até o final do dia o relatório de
acompanhamento da produção.
— Posso entregar esse relatório amanhã? Estou recebendo os fornece-
dores e fica inviável.
— Não quero saber, Márcio! Preciso desse relatório para hoje, enten-
deu?

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

61
Lidere sua Equipe

— O que achou desse diálogo? Henrique foi ríspido e incompreensivo


com Márcio, não é mesmo? Márcio ficará desmotivado e insatisfeito e
ainda corre o risco de fazer um relatório malfeito. E no seu caso, como
agiria? Utilize a Técnica do Acordo Condicional. Verifique como funciona.

Imagem de duas mãos sendo dadas

A Técnica do Acordo Condicional

Imagem de um vendedor negociando com o cliente em uma loja de doces

62
Lidere sua Equipe

A Técnica do Acordo Condicional facilita no momento em que você tiver


que negociar e persuadir sua equipe de trabalho na “compra” de uma
ideia, realização de tarefas e mobilização de toda a equipe para um tra-
balho a ser executado.

Transmita seu pedido explicando o caso ou o problema em pauta com


objetividade, clareza e de maneira específica. Quando possível, indique
o comportamento desejado para a pessoa seguir. Solicite opiniões e su-
gestões que inclui três passos:

- Explique a situação.
- Verifique o entendimento da pessoa quanto ao exposto e argu-
mente o que mais for necessário para que ela se disponha a colaborar.
- Transmita seu pedido.

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Estou aqui na loja A cada Passo e para ilustrar melhor a Técnica do


Acordo Condicional, veja o que está acontecendo.

63
Lidere sua Equipe

Imagem de Alberto e Caio na loja A Cada Passo

Alberto necessita de um relatório dos calçados que entrarão na campa-


nha publicitária solicitada à Agência de Publicidade Artefato e se utiliza
da Técnica do Acordo Condicional para fazer o pedido a Caio.

1º Passo: Explicar a situação

— Oi, Sr. Alberto, o senhor me chamou? Precisa de alguma coisa? – per-


gunta Caio.

— Oi, Caio. Estou em uma situação difícil. Preciso entregar o relatório


dos calçados que entrarão na campanha para Carlos até amanhã, às 18
horas.

2º Passo: Solicitar esclarecimentos

— Como está a sua carga de trabalho para hoje e amanhã? – pergunta


Alberto.
— Nossa, Sr. Alberto, estou elaborando outros relatórios e a previsão de
vendas para o mês que vem. Ah! E ainda tenho que verificar o estoque.

64
Lidere sua Equipe

3º Passo: Transmitir seu pedido

— Posso atrasar os relatórios e a previsão de vendas, mas tenho mes-


mo que verificar o estoque – diz Caio.
— E você acha que pode encaixar o meu relatório no meio disso?
— Posso sim, Sr. Alberto!
— Então, Caio, faça isso, por favor. Esse relatório é prioridade, está
bem?

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Percebeu a diferença entre a solicitação de Henrique e a de Alberto?


Alberto conseguiu o que queria sem causar transtorno algum. A atenção
com a sua forma de comunicar é primordial para a sua liderança, que
deve ser aprimorada continuamente. Assim, você facilita o entendimento
e o empenho do colaborador no desenvolvimento das atividades de tra-
balho propostas.

A seguir, faça uma atividade para verificar se você realmente entendeu a


Técnica do Acordo Condicional. Verifique o que acontece na Agência de
Publicidade Artefato.

65
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 03

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

Carlos precisa que Alícia faça um relatório. Considerando que ele utilize
a Técnica do Acordo Condicional, ajude-o a escolher a fala mais adequa-
da. Anote sua resposta à parte e, ao final, confira no gabarito.

Situação 1

Fala 1 - Alícia, sei que está muito ocupada, mas quero que elabore um
relatório com todos os clientes com campanha em andamento para ama-
nhã às 12 horas.

Fala 2 - Alícia, preciso fazer até amanhã, às 12 horas, uma estimativa


de serviços para o mês seguinte, para ter um posicionamento mais ade-
quado de novas ações a serem tomadas e preciso do relatório com o
controle de todos os clientes que estão em campanha com a gente..

Fala 3 - Alícia, por favor, preciso do relatório com o controle de todos os


clientes que estão em campanha com a gente até as 12 horas de ama-
nhã, sem falta, deixe tudo o que está fazendo e priorize isso.

66
Lidere sua Equipe

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

Situação 2

Fala 1 - Você pode me entregar este relatório às 12 horas amanhã?

Fala 2 - Qual é o seu volume de trabalho para hoje? Preciso deste rela-
tório até amanhã às 12 horas.

Fala 3 - Pare tudo o que está fazendo, este relatório é prioridade.

Resposta de Alícia após a fala correta de Carlos - Tenho uma reunião


com a Rafaela, vou visitar uns clientes à tarde e ainda tenho que fazer
os relatórios das visitas.

67
Lidere sua Equipe

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

Situação 3

Fala 1 - Entendo que você está ocupada, mas preciso deste relatório de
qualquer jeito!

Fala 2 - Faça um favor, adie a reunião com a Rafaela, meu relatório é


prioridade.

Fala 3 - Por favor, Alícia, veja um jeito de fazer este relatório!

Fala 4 - Será que não tem um jeito de você encaixar o meu relatório nes-
sas atividades? Sei que você está atarefada, mas é urgente, entende?

Resposta de Alícia após a fala correta de Carlos - O que posso fazer é


adiar a reunião com a Rafaela.

68
Lidere sua Equipe

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

— Por favor, Alícia, então adie a reunião com Rafaela – diz Carlos.
— Pode deixar, Carlos, amanhã até às 12 horas te entrego esse relató-
rio.
— Muito obrigado, Alícia, será de grande ajuda.

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

69
Lidere sua Equipe

— Quais os cuidados necessários ao comunicar alguma situação ou


passar determinadas informações para a equipe? Você viu que alguns
cuidados são necessários, não é mesmo? A comunicação eficaz é fun-
damental para a liderança de uma equipe.

Imagem da logo do Twitter.


Acesse http://twitter.com/#!/sebraesp

#EADSebraesp Liderar para o progresso da empresa significa implantar


mudanças necessárias e comunicar bem com os liderados.
(via @sebraesp)

Antes de solicitar algo, o líder precisa conhecer os participantes da sua


equipe. Reconhecer as diferenças dentro da equipe é importante para
que consiga se posicionar da melhor maneira em situações difíceis. Mas,
além de aprimorar a sua comunicação, o que mais é necessário para o
líder atuar junto à sua equipe? O que vem a ser liderança de fato? Exis-
tem maneiras diferentes de liderar? As respostas a essas perguntas e
outras mais você verificará a seguir.

70
Lidere sua Equipe

4. ESTILOS DE LIDERANÇA

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— Como você considera sua liderança? Poder? Chefia? Dar ordens?


Conheça aqui na Beleza Certa os diferentes estilos de liderança e anali-
se como um líder deve agir para ser eficaz. Conheça o conceito de lide-
rança proposto pelo professor Idalberto Chiavenato.

Imagem do professor Idalberto Chiavenato

71
Lidere sua Equipe

Idalberto Chiavenato, profissional reconhecido e prestigiado por seus


trabalhos em Administração e Recursos Humanos.

Conceito de liderança:

“É a influência interpessoal exercida numa dada situação e dirigida atra-


vés do processo de comunicação humana para a consecução de um ou
mais objetivos específicos.”
Idalberto Chiavenato

Entenda cada parte do conceito de liderança:

- Se para existir liderança é necessária a influência interpessoal,


conclui-se que ela apenas ocorre em um grupo. Considere como grupo
o mínimo de duas pessoas. O líder apenas existe se houver um grupo.
Influenciar ou exercer influência consiste na ação do líder.
- Ao influenciar o grupo, o líder consegue a cooperação de seus li-
derados para cumprir seus objetivos e isso demonstra que a liderança é
exercida pelo processo de comunicação.
- Quando se fala em objetivos específicos, considera-se o resulta-
do desejado pelo líder e seu grupo. A liderança influencia diretamente o
resultado da equipe.
- Dessa forma, a liderança consiste na influência do líder, coopera-
ção entre o líder e liderados e os objetivos a serem alcançados em uma
determinada situação.

72
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— A liderança acontece a partir de uma causa comum, um líder aceito


por sua equipe e a situação presente.

Imagem de um tiro ao alvo

Causa comum: é o objetivo a ser alcançado que dá razão de ser ao


grupo composto pelo líder e sua equipe. Exemplos: aumentar as vendas,
melhorar a qualidade dos produtos ou serviços.

73
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder e seus seguidores

Líder aceito: é a pessoa reconhecida como líder pelo grupo. É aquele


que tem influência sobre a equipe e que a conduz para os objetivos a
serem alcançados. Seguidores: os membros do grupo, a equipe de tra-
balho coordenada pelo líder.

Imagem de um líder com sua equipe

Situação presente: é o contexto empresarial/social que caracteriza e


justifica a formação da equipe. É a definição de papéis de cada um den-
tro do grupo.

Para você ser um líder é nascer com algum dom especial? Líderes natos
não são regra. Você pode ser um líder de cargo ou o líder de fato. Saiba
como!

74
Lidere sua Equipe

Imagem de três quadros de fotos de líderes

Imagem de um líder nato

75
Lidere sua Equipe

LÍDER NATO

É aquele que nasce com o dom para ser líder, isto é, que possui as ca-
racterísticas necessárias para liderar. Por muito tempo, acreditou-se que
o líder nascia pronto. Porém, é importante ressaltar que muitos estudos
foram feitos sobre a capacidade de liderar e, nos dias de hoje, considera-
-se que todos podem exercer a liderança, desde que tenham disposição
em aprender e se desenvolver para isso.

Imagem de uma líder de cargo

LÍDER DE CARGO

É aquele que assume um cargo de chefia e tem a autoridade para liderar


um grupo. As pessoas que se tornam líderes, assumindo um cargo sem
um preparo para exercer essa liderança devem buscar se desenvolver.

76
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder de fato

LÍDER DE FATO

É aquele que tem a capacidade de influenciar e conseguir adesão es-


pontânea das pessoas às suas atitudes e ideias. O líder de fato tem a
habilidade de administrar pessoas e equipes de personalidades diferen-
tes e gerenciá-las, mobilizando-as para objetivos comuns, independen-
temente de ocuparem um cargo de chefia ou não.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

77
Lidere sua Equipe

— É importante saber que, dependendo da situação e da pessoa que


está na liderança, é possível identificar diferentes estilos de líder. Você
se lembra dos últimos acontecimentos na Beleza Certa, quando Henri-
que pediu um relatório a Márcio? Pois bem! Acompanhe o desenrolar
dessa história e conheça os diferentes estilos de liderança.

Imagem de Henrique e Márcio conversando no escritório da Beleza Certa

Após a análise do relatório, Henrique não compreende porque a etapa


final da produção do produto, a embalagem, não está sendo realizada
no tempo adequado.

— Márcio, o que está acontecendo? Verifiquei que o processo de produ-


ção da embalagem não está no prazo – diz Henrique.

— A embalagem desse novo produto é diferente do que costumamos


fazer. Por isso, está levando um pouco mais de tempo.

Márcio tenta expor sua opinião a respeito, mas Henrique não dá chance
a ele...

— Hum... Entendi. O jeito vai ser contratar imediatamente uma pessoa

78
Lidere sua Equipe

que o auxilie nesse processo.


— Mas não temos tempo para treinar outra pessoa, tenho uma suges-
tão...
— Márcio, eu não vejo outra forma. Já está decidido! Contratarei outro
colaborador imediatamente.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— O que você achou dessa situação? Henrique poderia conduzir essa


conversa de outra forma, não é? Percebeu que Henrique tem um estilo
próprio de liderar? É do tipo intransigente, inflexível, que não se interes-
sa em ouvir outras opiniões. Diferente de Alberto, dono da A Cada Pas-
so. E por falar nisso, verifique o que acontece por lá.

Imagem de Caio e Alberto na loja A Cada Passo

79
Lidere sua Equipe

Alberto precisa escolher os calçados para uma promoção que chame a


atenção dos clientes, sem impactar muito no lucro da loja. Para isso, ele
solicita que Caio o ajude nessa tarefa.

— Caio, estou pensando em colocar alguns calçados em promoção esta


semana, o que acha? A ideia é atrair mais clientes para a loja.
— Boa ideia, Sr. Alberto!
— O que acha de 10% de desconto nos modelos de tênis Nikel?
— É uma boa, mas acho que as sapatilhas femininas poderiam ter um
desconto também.
— É verdade, Caio. Os sapatos femininos chamam mais atenção.
— O senhor sabe, as mulheres adoram uma promoção! Também poderí-
amos realizar a venda casada com os acessórios, o que acha?
— Ótimo! Obrigado pelas sugestões.

Percebeu que Alberto tem um modo diferente de conduzir as coisas? Ao


contrário de Henrique, ele preza a opinião de seus colaboradores. Cada
um tem o seu estilo de liderança. Basicamente, há três estilos de lideran-
ça. São eles: o autocrático, o democrático e o liberal.

Imagem de um líder autocrático com sua equipe

80
Lidere sua Equipe

Líder Autocrático

É aquele que decide o que é melhor para o grupo, ou seja, determina


tudo o que deve ser feito, as metas, quem vai fazer o que e outras ques-
tões. Não aceita opiniões. O ponto de destaque é o próprio líder.

Desvantagens da Liderança Autocrática

A fixação de objetivos e/ou ações cabe unicamente ao líder. Tendência


a ter opiniões rígidas. As técnicas e as providências para o serviço a ser
realizado são determinadas pelo líder. Ignora sugestões e os pontos de
vista dos outros, que podem ser muito úteis quando se tenta solucionar
um problema ou aproveitar uma nova oportunidade. Determina a tarefa
que cada membro do grupo irá realizar, quem fará e como fará. Age mais
pelo comando direto do que pelo apoio junto à sua equipe. Tende a ser
“pessoal” nos elogios e críticas ao trabalho de cada membro, isto é, não
se concentra no fato e sim na pessoa. Sua atitude é: “Sou pago para
pensar; você é pago para trabalhar.”

A Liderança Autocrática é vantajosa:

Quando o líder estiver treinando um colaborador inexperiente, pois será


necessária uma orientação bem detalhada do que precisa ser feito, di-
zendo o que será feito e como será feito. Quando o trabalho a ser desen-
volvido deve seguir procedimentos bastante detalhados, críticos ou infle-
xíveis, que não permitem improvisação. Em momentos de crise, quando
é preciso agir e decidir rapidamente, devido aos prazos curtos, esse
estilo agiliza o processo.

81
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder democrático com sua equipe

Líder Democrático

É aquele que obtém ideias e sugestões por meio de discussão e con-


sulta a equipe de trabalho, estimula a participação e toma decisões em
conjunto com a equipe. O ponto de destaque está no líder e na equipe.

82
Lidere sua Equipe

Imagem de um relógio

Desvantagem da Liderança Democrática

A questão do tempo para a tomada de decisões, pois como as decisões


são discutidas e tomadas em grupo, isso requer maior tempo para ava-
liar possíveis problemas e analisar oportunidades.

83
Lidere sua Equipe

Imagem de uma líder democrática com sua equipe na fábrica de costura

Vantagens da Liderança Democrática

O grupo debate e decide todas as diretrizes estimulado e assistido pelo


líder. O grupo tem a liberdade de trabalhar, conforme a divisão de tare-
fas que decidirem mais adequadas para a situação específica. O Líder é
“objetivo” e limita-se aos “fatos” para suas críticas, orientações e elogios
e não aos aspectos pessoais. Tanto o líder quanto a equipe são benefi-
ciados pelas ideias, opiniões e pontos de vista apresentados, devido à
valorização da participação das pessoas. Sua atitude é: “Somos pagos
para pensar e trabalhar unidos”.

84
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder liberal

Líder Liberal

O líder apresenta ao grupo as orientações gerais do trabalho a ser de-


senvolvido e fornece liberdade para a execução dos trabalhos dentro das
regras e normas da empresa, concentrando-se em avaliar os resultados
finais. O ponto de destaque está na equipe que, por ser bem preparada,
solicita pouca participação do líder.

O Líder Liberal é aquele que proporciona direção, orientações gerais e


liberdade o quanto for possível para as decisões do grupo ou individuais.
O controle é mínimo e ele estimula a criatividade e a iniciativa do grupo.

85
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder liberal com sua equipe em uma fábrica de cosméticos

O líder liberal confia plenamente na capacidade e no julgamento dos


seus colaboradores. Porém, somente funciona se o grupo estiver alta-
mente treinado, motivado e não necessita de uma supervisão ativa, ou
seja, a equipe está em um estágio de maturidade profissional muito bom.

CUIDADO!

Se a Equipe e o Líder não estiverem bem preparados para atuarem des-


sa maneira, poderá haver problemas de:

- Rumo da equipe
- Desorganização
- Desmotivação

Sua atitude é: “Faça isso da maneira mais adequada, desde que consi-
gam os resultados que precisamos e não violem as políticas da empre-
sa”.

86
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na Artefato

— Os três estilos de liderança são bem diferentes. Na sua opinião, quais


são os estilos de Henrique e Alberto? Henrique é um líder autoritário e
Alberto, democrático, concorda? Aproveitando que estou aqui na Artefa-
to, faça uma atividade para pensar melhor sobre isso.

87
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 04

Imagem de Carlos e Alícia na Artefato

Analise as três situações que irão acontecer na Artefato e responda:


Qual estilo de liderança está sendo exercido por Carlos? A cada situação
apresentada serão exibidas três opções referentes aos estilos de lide-
rança. Pense em cada uma delas e escolha a melhor alternativa.

1ª Situação: Atraso das atividades- Faltam três dias para entregar o


planejamento da campanha da Beleza Certa, porém, o prédio onde se
localiza a Artefato está com problema de sobrecarga no transformador
e durante três dias tem faltado energia no mesmo horário, dificultando
o andamento do serviço. Carlos foi informado de que o problema seria
resolvido no dia seguinte. Analisando a situação junto com Alícia, iden-
tificaram que este problema poderia causar um atraso significativo no
cronograma...

— É, Alícia, pelo que vejo essa falta de energia complicou nosso plane-
jamento – diz Carlos.
— É mesmo, Carlos, a situação não é das melhores.
— Já sei o que fazer! Vou determinar à equipe que faça hora extra. Ve-

88
Lidere sua Equipe

rifique já quantas horas a mais serão necessárias para cobrir o tempo


perdido e me passe o quanto antes essa informação.
— Farei isso imediatamente.

Reflita na opção que enquadre na situação acima:

a) Liderança Autocrática
b) Liderança Democrática
c) Liderança Liberal

Imagem de Carlos com sua equipe na sala de reuniões na Artefato

2ª Situação: Reunião de planejamento- A equipe conseguiu entregar


o planejamento da campanha no prazo determinado e Carlos convoca-
-a para uma reunião com o intuito de identificar problemas e solicitar
soluções. Ele está disposto a ouvir o grupo com o objetivo de encontrar
meios para o melhor andamento do projeto.

— Conseguimos entregar o planejamento no prazo determinado. Estou


muito satisfeito com o empenho de todos. Mas ainda há muito a ser fei-
to. Vamos conversar sobre o que será feito daqui para frente a partir dos

89
Lidere sua Equipe

problemas identificados e buscar soluções. Gostaria de ouvir as opiniões


e sugestões de vocês sobre o que pode ser feito no desenvolvimento
das próximas etapas. – diz Carlos.

Pense na opção que enquadre na situação acima:

a) Liderança Autocrática
b) Liderança Democrática
c) Liderança Liberal

Imagem de Carlos e Rafaela na Artefato

3ª Situação: Reconhecimento da competência da nova diretora de


tráfego- Em reunião informal com a diretora de tráfego, nova colabora-
dora contratada, Carlos demonstrou que tinha plena confiança em seu
trabalho...

— Estou confiante em seu trabalho, Rafaela, você parece ser muito efi-
ciente no que faz. Você sabe dos resultados que precisamos alcançar
neste projeto. Vou deixá-la à vontade para desenvolver seu trabalho,
dentro dos limites e normas da nossa agência – diz Carlos.

90
Lidere sua Equipe

Pense na opção que enquadre na situação acima:

a) Liderança Autocrática
b) Liderança Democrática
c) Liderança Liberal

91
Lidere sua Equipe

5. COMO O LÍDER DEVE AGIR

Imagem de Tiago em frente a loja A Cada Passo

— Você pôde verificar na atividade anterior que Carlos exerceu os três


estilos de liderança. Agora você já sabe o que realmente é liderança e
seus estilos. Mas você deve estar se perguntando: Como o líder deve
agir? Responda à sua dúvida a seguir.

Imagem de um líder mostrando algo para sua equipe no monitor do computador

92
Lidere sua Equipe

No dia a dia, o líder transita pelos três estilos de liderança e, na verdade,


não existe melhor ou pior estilo. Cada estilo poderá ser utilizado a partir
da avaliação da situação, dos envolvidos e do objetivo a ser alcançado e
a isso chamamos de Liderança Situacional.

O comportamento ideal de um líder compõe-se de características e ha-


bilidades específicas. Vou acompanhar aqui na loja A Cada Passo as
decisões de Alberto e Caio. Mas antes, fique atento a algumas caracte-
rísticas que um líder deve possuir.

Características do Líder

Imagem de uma líder unida a seu grupo

• Está com o grupo e diz: “Nós”, “Faremos”.

93
Lidere sua Equipe

Imagem de uma líder mostrando confiança

• Inspira confiança e confia.

Imagem de uma mão segurando uma bússola

94
Lidere sua Equipe

• Sugere, orienta, comanda e dá assistência.

Imagem de um grupo de pessoas

• Tem interesse pelas pessoas.

Imagem de uma pessoas escutando algo

95
Lidere sua Equipe

• Escuta sempre e toma decisões após ouvir o que o grupo tem a


dizer a respeito.

Imagem de uma mulher sorridente cumprimentando um homem

• É educado.

96
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago em frente a loja A Cada Passo

— E você? Quais dessas características possui ou precisa melhorar?


Faça uma autoavaliação e procure agir dessa forma com sua equipe.
Mas existem outras formas de torná-lo um líder eficaz. Lembra-se de
que Alberto promoveu Caio para chefe da equipe de vendas? Acompa-
nhe essa história e verifique outros pontos importantes de como um líder
deve agir.

Alberto e Caio conversam informalmente sobre a nova função de Caio...

Imagem de Alberto e Caio na loja A Cada Passo

97
Lidere sua Equipe

— Sr. Alberto, a equipe não anda muito animada com as vendas. Tentei
conversar, mas parece que não está dando resultado – diz Caio.
— A Campanha publicitária motivará a equipe.
— Como devo agir com eles? Às vezes me sinto inseguro e tenho dúvi-
das de como tratar algumas situações do dia a dia.
— Fique tranquilo! É natural essa insegurança, já que você nunca liderou
uma equipe antes. A equipe precisa confiar no que o líder diz. É bom ser
educado, saber ouvir, estimular a equipe a pensar em melhores formas
de trabalho. Mostrar quais os resultados esperados e dar apoio quando
necessário, entre outras coisas.
— É necessário ter um dom especial?
— Claro que não! As habilidades de um líder podem ser adquiridas e
desenvolvidas. Querer ser um bom líder é o primeiro grande passo para
desenvolver a liderança.
— Bom, se depender de mim, farei o possível para aprender e aprimorar
a minha liderança.

Imagem de Tiago em frente a loja A Cada Passo

— Caio, assim como qualquer outro líder, sente algumas dificuldades


para liderar a equipe no seu dia a dia de trabalho. Tanto ele como você
pode aprender a ser um líder e aprimorar as características que já pos-
sui.

98
Lidere sua Equipe

Imagem de uma líder demonstrando estar com dificuldade em alguma coisa

Para evitar qualquer dificuldade, conheça os instrumentos de liderança


que o auxiliarão a melhorar o relacionamento entre você e sua equipe.

O líder deve utilizar alguns instrumentos que o ajudarão no desenvolvi-


mento e fortalecimento da sua liderança, como:

1. Contatos frequentes e estreitos

99
Lidere sua Equipe

Imagem de uma equipe com sua líder

- Compartilhar e transmitir ideias.


- Aceitar mudar de opinião, caso reconheça que está errado.

2. Manter os interessados informados

Imagem de uma mulher com um livro na mão

- Reduz os problemas de comunicação no ambiente de trabalho.

3. Tratar a todos com justiça, imparcialidade e atenção.

100
Lidere sua Equipe

Imagem de uma equipe e sua líder



- Dar atenção a todas as solicitações.
- Atender pedidos, na medida do possível.
- Oferecer soluções adequadas a queixas.
- Reconhecer e elogiar quando necessário.

4. Saber o que está acontecendo

Imagem de um líder

- O líder deve prestar atenção a tudo que acontece em seu ambien-


te de trabalho.

5. Assumir inteira responsabilidade pelo exercício de sua função

101
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder com sua equipe

- Os membros da equipe estão sempre observando seu líder. Por


qualquer desmotivação ou desinteresse, seu prestígio poderá cair tão
baixo que terá dificuldade de reconquistá-lo e, por isso, é necessário co-
erência entre atitudes e palavras.

E então? Quais são suas características e habilidades como líder? Você


sabe quais possui e quais ainda falta desenvolver?

Imagem da logo do Twitter.


Acesse: http://twitter.com/#!/sebraesp

#EADSebraesp O líder deve agir no seu ambiente de trabalho,


considerando o estilo de liderança mais adequado para o momento.
(via @sebraesp)

102
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 05
Faça agora uma atividade que reforçará o que você aprendeu sobre
como o líder deve agir. Anote sua resposta em seu caderno e confira sua
resposta ao final deste material.

Analise o comportamento de cada um dos líderes a seguir e reflita sobre


aquele que apresenta o comportamento mais adequado de um líder efi-
caz.

Situação 1:

a) Líder Carlos: Sempre troca ideias com seus colaboradores e aceita


mudar de opinião quando percebe que está errado.
b) Líder Henrique: Eventualmente troca ideias com seus colaboradores
e resiste em mudar de opinião mesmo que esteja errado.
c) Líder Alberto: Sempre troca ideias com seus colaboradores, mas ra-
ramente aceita mudar de opinião.

Situação 2:

a) Líder Carlos: Observa com frequência a sua equipe e leva em consi-


deração as diferenças pessoais ao solicitar a realização de um trabalho.
b) Líder Henrique: Observa com frequência a sua equipe e raramente
leva em consideração as diferenças pessoais ao solicitar a realização de
um trabalho.
c) Líder Alberto: Tem pouca disposição para observar a sua equipe e
depende do seu humor para considerar as diferenças pessoais ao solici-
tar a realização de um trabalho.

Situação 3:

a) Líder Carlos: Muitas vezes se atenta demasiadamente a determi-


nados fatos e por isso demora um pouco a decidir sobre determinada

103
Lidere sua Equipe

situação.
b) Líder Henrique: Está atento a tudo o que acontece e, por isso, tem
facilidade em tomar rapidamente uma decisão para atender à urgência
da situação.
c) Líder Alberto: Observa atentamente tudo o que acontece e resolve a
situação imposta somente com suas próprias deduções.

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Desenvolver a liderança e aperfeiçoá-la é uma trajetória para a vida


inteira. Cabe a você a responsabilidade pelo seu próprio desenvolvimen-
to e o da sua equipe. Faça também o curso Torne-se um Líder e aprimo-
re-se ainda mais. Agora, que tal analisar e perceber qual é o seu perfil de
liderança e o da sua equipe? Este será o nosso próximo assunto!

104
Lidere sua Equipe

6. O LÍDER EM SITUAÇÕES DIVERSAS

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— Verifique, neste tópico, como avaliar a si próprio e a cada membro de


sua equipe. Como atuar diante das várias situações que ocorrem no dia
a dia? Pois bem, estou aqui na Beleza Certa para lhe mostrar como co-
nhecer o seu colaborador e motivá-lo de maneira mais eficiente.

MATURIDADE PROFISSIONAL

Imagem de um líder com sua equipe em uma oficina mecânica

105
Lidere sua Equipe

Cada pessoa da equipe está em um nível de maturidade profissional.


Identifique essa maturidade e tenha uma atitude de flexibilidade adequa-
da à necessidade pessoal de cada um. Assim, você proporciona mais
condições de participação e desenvolvimento da equipe.

Como avaliar o nível de maturidade profissional?

Imagem de um homem com sua imagem refletindo no vidro

A avaliação da maturidade profissional ocorre sob dois aspectos do com-


portamento do colaborador:

CAPACIDADE - Conhecimento e habilidade necessários para a função


exercida, ou seja, o saber fazer e o como fazer.

DISPOSIÇÃO - Confiança, empenho e motivação para o desenvolvimen-


to de suas atividades, ou seja, é o querer fazer.

Conforme a maturidade profissional dos colaboradores, adote uma con-


duta que se baseia em dois aspectos:

106
Lidere sua Equipe

Imagem de um líder trabalhando junto com seu colaborador

COMPORTAMENTO DE TAREFA

- Estruturação do trabalho junto ao colaborador.


- Três palavras podem ser usadas para definir esse comportamen-
to: estruturar, determinar e supervisionar.

Imagem de um líder dando dicas aos seus colaboradores

COMPORTAMENTO DE RELACIONAMENTO

- Apoio dado ao colaborador.


- Três palavras podem ser usadas para definir este comportamento:
elogiar, ouvir e facilitar.

107
Lidere sua Equipe

Imagem de um colaborador sendo avaliado pela sua líder

Avalie a maturidade profissional para identificar o quanto será apropria-


do direcionar, inspecionar, dirigir e controlar mais de perto o desenvolvi-
mento das atividades desse colaborador.

Estabeleça o nível de relacionamento de apoio, diálogo, troca e proximi-


dade que será produtivo para o perfil desse profissional.

Verifique os níveis de maturidade profissional que o colaborador pode


apresentar e a atuação mais indicada que o líder deverá ter com cada
um deles.

Imagem de uma mulher com semblante de dúvida mostrando uma pasta ao seu líder

108
Lidere sua Equipe

Baixa Maturidade - Pessoas que não possuem o conhecimento neces-


sário para realizar a tarefa e, por isso, sentem-se inseguras, podendo
afetar a sua motivação.

Atuação do Líder - Determinar! Preocupe-se com o detalhamento do que


será feito. Tenha a paciência necessária para explicar passo a passo a
tarefa para o colaborador.

Imagem de um líder explicando uma tarefa a seus colaboradores

Maturidade de Baixa Moderação - Falta de conhecimento e habilidade


para executar tarefas, mas com disposição, confiança e motivação para
aprender.

Atuação do Líder - Persuadir! Tome as decisões. Porém, à medida que


seu pessoal for se desenvolvendo, passe a delegar pouco a pouco as
tarefas para evitar a desmotivação.

Imagem de líder discutindo sobre algum assunto com sua equipe

109
Lidere sua Equipe

Maturidade de Moderação Alta - Possui conhecimento, habilidade e


frequente disposição.

Atuação do Líder - Compartilhar! Estimule, motive, encoraje o colabora-


dor a superar desafios. Apoie e valorize as ideias e a busca de soluções
em conjunto. É necessário que haja desafios a serem enfrentados. É
comum haver a perda do colaborador, pois ele tende a se desmotivar.

Imagem de uma equipe madura em uma reunião

Alta Maturidade - Pessoas capazes (competentes) e dispostas (segu-


ras).

Atuação do Líder - Delegar! Possibilite autonomia para o colaborador


desempenhar suas atividades, agindo dentro dos objetivos a serem al-
cançados e das normas estabelecidas pela empresa. Fique à disposi-
ção! Contribua com sua opinião ou recurso sempre que for solicitado.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

110
Lidere sua Equipe

— Determinar, persuadir, compartilhar e delegar. Atue de acordo com o


nível de maturidade dos membros da sua equipe. Utilize os diferentes
estilos de liderança que você aprendeu. Lembra-se de que a produção
da nova linha de maquiagem está atrasada e Henrique decidiu contratar
um novo colaborador? Acompanhe Márcio na atuação de “Determinar”
com o novo colaborador Felipe.

Imagem de Felipe e Márcio no setor de produção da Beleza Certa

Felipe é o novo auxiliar de produção. Márcio vai explicar passo a passo


e com muita paciência como é realizado o serviço.

— Seu serviço será basicamente montar e fechar as embalagens. O pri-


meiro passo é verificar se a embalagem está com todos os cortes e do-
bras necessários. Para isso, te darei uma embalagem perfeita para com-
paração. O próximo passo é dobrar nas marcas indicadas. Em seguida,
encaixe as abas para formar o fundo. Entendeu? – pergunta Márcio ao
novo colaborador.
— Entendi sim, Márcio!
— Então, por favor, Felipe, execute esse procedimento da forma como
expliquei para verificarmos se haverá alguma dúvida na montagem, está

111
Lidere sua Equipe

bem?

DETERMINAR - Preocupe-se com as tarefas a serem realizadas. Expli-


que detalhadamente o que, como, onde e quando deverão ser feitas até
que o colaborador sinta-se pronto a realizá-la. Corresponde aos termos:
determinar, dizer, orientar e estruturar tarefas.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Analise sua equipe e observe as pessoas com quem deve utilizar a


atuação “Determinar”. Perceba que “Determinar” pressupõe a utilização
do estilo autocrático de liderança, pois é preciso orientar detalhadamen-
te o que precisa ser feito, devido à falta de conhecimento do colaborador.
Aqui na Artefato Carlos usará a atuação “Persuadir”, ou seja, conversar
para auxiliar e orientar o colaborador. Acompanhe!
Imagem de Carlos e Gustavo conversando na agência Artefato

Carlos recebe a aprovação do planejamento da campanha da Beleza


Certa e se direciona a Gustavo para definir algumas diretrizes.
— Gustavo, o planejamento foi aprovado.
— Ótimo, Carlos!
— E você tem apenas dois dias para fazer as alterações pedidas pelo

112
Lidere sua Equipe

cliente.
— Mas ainda estou terminando o esboço da campanha da loja A Cada
Passo. Dois dias é impossível! Além disso, estou meio inseguro em ana-
lisar esse projeto. Ele é bem diferente de outros que atuei e o prazo está
muito reduzido.
— Então, vou começar a fazer as alterações enquanto você termina o
esboço da loja A Cada Passo. Amanhã te passo minhas observações
e orientações. Depois você continua a finalização do projeto da Beleza
Certa. Tenho certeza que será capaz de desenvolver!
— Certo! Obrigado pelo apoio.
— Imagina! Somos uma equipe.

Imagem de Carlos e Gustavo na Artefato

PERSUADIR
Tome a maioria das decisões. A preocupação com as tarefas ainda é o
ponto alto, porém prevaleça com o diálogo para auxiliar, orientar e apoiar
o colaborador.
Palavras-chave:
- Persuadir
- Convencer
- Argumentar

113
Lidere sua Equipe

- Ouvir
- Dar o exemplo
- Ir à frente
- Vender a ideia.

Evite a desmotivação, delegando pouco a pouco as tarefas à medida


que os membros da equipe vão amadurecendo.

Imagem de Tiago em frente à loja A cada Passo

— Quem da equipe você pode persuadir? Pense nisso e exerça o esti-


lo de liderança adequado. O ato de “Persuadir“ transita entre os estilos
autocrático e democrático de liderança. Aproveitando que estou aqui na
loja A Cada Passo, acompanhe Alberto na atuação de Compartilhar com
Caio.

114
Lidere sua Equipe

Imagem de Alberto e Caio no administrativo da loja A Cada Passo

No administrativo da A Cada Passo, Alberto e Caio estão decidindo os


calçados da campanha publicitária que estarão em promoção.

— Os tênis da coleção passada devem entrar na campanha. O que acha,


Caio? – pergunta Alberto.
— Acho uma excelente ideia, Sr. Alberto. Podemos dar uns 10% de des-
conto.
— Pelas contas aqui, acho que esse desconto é suficiente.
— Sugiro também as rasteirinhas. Elas vendem muito bem.
— Para as rasteirinhas, poderemos dar um desconto em torno de 15%.
— De repente, a gente poderia dar 15% para as de plástico e 10% para
as de couro.
— Não havia pensado nisso... boa ideia, Caio. Bem, acho que termina-
mos. Você me ajudou bastante. Muito obrigado!
— Por nada! Vou informar a equipe sobre os novos preços.

115
Lidere sua Equipe

COMPARTILHAR

Imagem de uma equipe em reunião compartilhando idéias

Apoie, valorize as ideias e as realizações do seu pessoal. Busque so-


luções e apoio na tomada de decisões por meio da discussão objetiva
entre você e a equipe.
Como já foi dito, lembre-se: são necessários novos desafios para manter
a equipe motivada, pois, caso contrário, o colaborador pode se acomo-
dar.

Palavras-chave: Compartilhar, apoiar, incentivar decisões, facilitar e co-


operar.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

116
Lidere sua Equipe

— Que estilo de liderança sugere a atuação de “Compartilhar”? Supõe


o estilo democrático, não é mesmo? Alberto valoriza a participação e
colaboração de Caio. Juntos, buscam as melhores alternativas para a
situação. Retornei à Artefato para você acompanhar o Carlos na atuação
de “Delegar”.

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

Alícia procura Carlos para falar sobre o trabalho de Rafaela, a diretora


de tráfego.

— A contratação da Rafaela foi um ótimo negócio. Ela é uma excelente


profissional. A equipe está aos poucos se adequando ao seu trabalho.
— Que boa notícia, Alícia! Eu dei todo respaldo para ela desenvolver
o trabalho e provou que é competente. Percebi logo a sua maturidade
profissional.

117
Lidere sua Equipe

DELEGAR (Relações e Tarefas Baixas)

Imagem de uma mulher com um bloco de notas na mão

Proporcione grande autonomia ao pessoal. Esteja sempre à disposição,


contribuindo com sua opinião ou recurso, quando solicitado. É importan-
te lembrar que adotar prematuramente essa atitude poderá levar a uma
desorganização da equipe, pois em determinados momentos ela espera
uma tomada de decisão do líder. Assim, é necessário que tanto a equipe
quanto o líder estejam preparados para esse tipo de atuação. A atuação
de Delegar é utilizada pelo Estilo de Liderança Liberal.

Palavras-chave: Delegar, acompanhar, resultados, monitorar e obser-


var.

118
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Carlos proporcionou à Rafaela liberdade para agir, isto é, delegou ta-


refas! Você aprendeu como agir de acordo com a maturidade profissional
do colaborador. Faça uma atividade que o auxiliará em suas reflexões
sobre como exercer sua liderança em relação à equipe.

119
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 06
A seguir, leia e analise cinco situações. É importante salientar que nesta
atividade não há resposta certa ou errada. Trata-se de um auxílio para
suas reflexões sobre seu Estilo de Liderança Predominante. Anote sua
resposta à parte e depois confira o resultado no final deste material.

Caso 1

Imagem de um arquiteto olhando uma planta



A empresa Arquitetura Construtiva demitiu o coordenador da equipe, um
líder autocrático, pois ele vinha causando uma série de problemas à em-
presa. Para assumir o seu cargo, promoveu o arquiteto Felipe.

Apesar do perfil da coordenação anterior, a equipe mantinha um eleva-


do índice de produtividade. O grande desafio de Felipe é manter esse
índice e, ao mesmo tempo, proporcionar um ambiente mais agradável e
afável entre ele e sua equipe.

Coloque-se no lugar de Felipe e pense: como agiria em tal contexto?

A) Procuraria a participação da equipe nas questões da área, sem


deixar de lado o alcance das metas.
B) Levaria a equipe a compreender que eu a valorizo e confio nela.
C) Iria me fixar na importância do alcance das metas nos prazos pre-
vistos.
D) Deixaria que tudo corresse como estava, procurando não intervir,

120
Lidere sua Equipe

de modo que a equipe definisse o seu próprio caminho.

Caso 2

Imagem de Miriam

Miriam, a dona da empresa de produtos de limpeza biossustentáveis Na-


tulimpa, vem, há algum tempo, introduzindo algumas alterações no de-
senvolvimento do serviço, diferentes dos padrões que vinha utilizando.

Sua equipe, que sempre foi motivada a realizar as atividades, devido a


essas mudanças, já não responde da mesma forma.

Como você agiria no lugar de Miriam?

A) Persistiria nas alterações introduzidas, controlando rigidamente os


resultados.
B) Em conjunto com a equipe, procuraria chegar a uma solução do
impasse surgido.
C) Ouviria as sugestões da equipe, não descuidando de que as alte-
rações implantadas fossem cumpridas.
D) Deixaria que o grupo solucionasse o impasse, não impondo meu
parecer.

121
Lidere sua Equipe

Caso 3

Imagem do líder Ronaldo

A escola de cursos profissionalizantes Horizontes tem um projeto de im-


plantar um novo curso de estética e designou Ronaldo para liderar a equi-
pe que participaria do projeto. Porém, como as metas não eram claras e
definidas, ele estava com dificuldades em contar com a participação de
todos os envolvidos, pois demonstravam desinteresse nas reuniões que
marcava para falar sobre o projeto.

Se fosse você nessa situação, tem ideia de como faria para solucionar
esse problema?

A) Em reunião com a equipe, deixaria que ela mesma estabelecesse


as metas de trabalho.
B) Não interferiria, apenas acompanharia os resultados.
C) Fixaria as metas para o grupo, estabelecendo com clareza o que e
como fazer, de acordo com um cronograma.
D) Procuraria manter a equipe sempre bem informada sobre seus di-
reitos e deveres. Como resultado, notaria uma crescente produtividade.

122
Lidere sua Equipe

Caso 4

Imagem de Marilene

Marilene, dona da confecção de roupas femininas Gata, tem uma grande


encomenda de blusas. Ela definiu metas para atingir o prazo de entrega,
mas percebeu que sua equipe reduziu a produtividade. Lembrou-se de
que tempos atrás determinou o que cabia a cada um realizar e acompa-
nhou de perto a produção. Isso foi muito produtivo. Ela concluiu que um
acompanhamento contínuo de cada integrante da equipe poderia ser a
solução para que a encomenda fosse entregue no prazo estipulado.

Marilene tem um grande desafio pela frente. O que você faria no lugar
dela?

A) Daria um relacionamento de apoio à equipe, cuidando para que as


metas fossem atingidas dentro do cronograma.
B) Encorajaria a equipe a discutir o problema e a tomar com você as
decisões adequadas.
C) Deixaria o problema por conta da própria equipe.
D) Tomaria as decisões necessárias, determinando ao grupo o que
fazer.

123
Lidere sua Equipe

Caso 5

Imagem de Anderson, dono do salão de beleza Essência da Beleza

Anderson, dono do salão de beleza Essência da Beleza, está pensando


em modernizar seu empreendimento, adquirindo equipamentos e produ-
tos inovadores para que os serviços prestados sejam de alta qualidade,
entre outras decisões que ele tem que tomar.

Dessa forma, será necessário o empenho da sua equipe para essas mu-
danças. Os profissionais estão receptivos e propõem sugestões muito
úteis. Você, como dono desse salão, o que faria?

A) Promoveria a alteração, determinando a cada colaborador suas


novas atribuições.
B) Persuadiria a equipe das suas decisões, controlando a execução
da alteração.
C) Participaria de todas as decisões que seriam tomadas em conjunto
com a equipe.
D) Não interferiria, deixando que a própria equipe chegasse à melhor
decisão sobre a alteração necessária.

124
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— A partir das respostas dadas às situações apresentadas, você pôde


observar qual foi o estilo de liderança mais predominante em suas res-
postas. É muito importante refletir sobre as suas atitudes como líder.
Adote sempre uma postura de observação, analise e reveja suas ações.
Assim, você melhora o desempenho da sua liderança.

125
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 07
Faça o Questionário de Autoavaliação. Anote suas respostas à parte e,
ao final, confira o resultado no gabarito das atividades.

QUESTIONÁRIO DE AUTOAVALIAÇÃO

O questionário irá ajudá-lo em sua autoavaliação com relação ao seu


estilo de liderança e maturidade profissional, considerando as ações de
Determinar, Persuadir, Compartilhar e Delegar.

Instruções para preenchimento:

Imagine-se diante de dez situações diferentes. Como você agiria em


cada uma delas? Você irá encontrar, para cada situação, quatro alterna-
tivas de ação. Escolha aquela que mais se assemelha à ação que você
executaria em tal situação.

1. Você foi transferido para uma nova área. Seu antecessor era autocrá-
tico e de baixo relacionamento de apoio. A equipe tem elevado índice de
produtividade. Você quer conservar este índice e, ao mesmo tempo, pro-
porcionar um ambiente psicológico mais afável. Nessa situação, como
você agiria?

A) Procuraria a participação da equipe nas questões da área, sem deixar


de lado o alcance das metas.
B) Levaria a equipe a compreender que eu a valorizo e confio nela.
C) Iria se fixar na importância do alcance das metas nos prazos previs-
tos.
D) Deixaria que tudo corresse como estava, procurando não intervir, de
modo que a equipe definisse o seu próprio caminho.

2. Você tem uma equipe altamente competente e que vem alcançando


as metas previstas para a área. Até o final do ano reinava entre seus

126
Lidere sua Equipe

componentes grande entendimento interpessoal, mas atualmente você


tem detectado alguns obstáculos no relacionamento entre eles. Nesta
situação, como agiria?

A) Preferiria não intervir, de modo que a equipe resolvesse o caso por si


mesma.
B) Passaria a agir imediatamente, determinando alterações a fim de so-
lucionar o problema.
C) Tomaria uma decisão, convencendo a equipe da necessidade de tal
ação.
D) Procuraria discutir em conjunto com a equipe para chegar a uma con-
clusão satisfatória.

3. Há pouco tempo você implantou em sua área padrões de desempe-


nho diferentes daqueles que vinha utilizando. No entanto, sua equipe,
anteriormente sempre disposta a desenvolver suas atividades, não vem
respondendo na mesma altura às alterações introduzidas. Nessa situa-
ção, como agiria?

A) Persistiria nas alterações introduzidas, controlando rigidamente os


resultados.
B) Em conjunto com a equipe, procuraria chegar a uma solução para o
impasse surgido.
C) Ouviria as sugestões da equipe, não me descuidando para que as
alterações implantadas fossem cumpridas.
D) Deixaria que o grupo solucionasse o impasse, não impondo meu pa-
recer.

4. A sua equipe vem apresentando desempenhos interpessoais efica-


zes. Assim, é seu hábito permitir que o pessoal solucione seus próprios
problemas. No entanto, atualmente o grupo não está conseguindo solu-
cionar um novo problema. Nessa situação, como você agiria?

127
Lidere sua Equipe

A) Determinaria a solução, a fim de alterar rapidamente a situação desa-


gradável.
B) Daria autonomia à equipe para chegar, por ela mesma, à solução.
C) Levaria informações ao grupo sobre como agir, convencendo-o a res-
peito da solução mais adequada.
D) Incentivaria as tentativas de solução da equipe, discutindo com seus
componentes.

5. Você recebeu a incumbência de liderar uma equipe que elaborará


sugestões sobre a implantação de um novo produto. Porém, as metas
não estão claras e o número de ausentes nas reuniões é significativo. No
entanto, é de seu conhecimento que os membros da equipe são compe-
tentes. Nessa situação, como você agiria?

A) Em reunião com a equipe, deixaria que ela mesma estabelecesse as


metas de trabalho.
B) Não interferiria, apenas acompanharia os resultados.
C) Fixaria as metas para o grupo, estabelecendo com clareza o que e
como fazer, de acordo com um cronograma.
D) Procuraria manter a equipe sempre bem informada sobre seus direi-
tos e deveres. Como resultado, notaria uma crescente produtividade.

6. É hábito seu manter a equipe sempre bem informada sobre seus direi-
tos e deveres. Como resultado, você nota uma crescente produtividade.
Nessa situação, como você agiria?

A) Continuaria cobrando os resultados esperados da equipe, ao mesmo


tempo estabelecendo um relacionamento de apoio.
B) Iria se concentrar na cobrança dos resultados que espera da equipe.
C) Não faria nenhuma interferência.
D) Procuraria fazer com que a equipe notasse que você tem muita con-
sideração profissional por ela.

128
Lidere sua Equipe

7. Você acaba de ser designado para chefiar uma equipe bastante pro-
dutiva e com um bom relacionamento interpessoal entre seus membros.
O chefe anterior tinha por hábito não interferir nos problemas da equipe.
Nessa situação, como você agiria?

A) Também deixaria a equipe agir por conta própria.


B) Ouviria a equipe e argumentaria em favor ou não de implantar novos
procedimentos.
C) Daria oportunidade à equipe de tomar decisões em conjunto com
você.
D) Agiria no sentido de definir normas para que as metas da área conti-
nuassem a ser atingidas.

8. Você nota que sua equipe não tem se preocupado com o atingimento
das metas e reduziu a produtividade. Em certa época, você determinava
com detalhes o que cabia a cada um e isso foi proveitoso. Hoje, para que
o cronograma seja cumprido, é necessário acompanhamento contínuo
de cada integrante da equipe. Nessa situação, como você agiria?

A) Daria um relacionamento de apoio à equipe, cuidando para que as


metas fossem atingidas dentro do cronograma.
B) Encorajaria a equipe a discutir o problema e a tomar com você as
decisões adequadas.
C) Deixaria o problema por conta da própria equipe.
D) Tomaria as decisões necessárias, determinando ao grupo o que fazer.

9. Você está pensando em efetuar em sua área uma alteração significati-


va. Nesse sentido, tem recebido sugestões úteis de sua equipe, que vem
desempenhando a contento as atividades. Nessa situação, como agiria?

A) Promoveria a alteração, determinando a cada subordinado as suas


novas atribuições.
B) Persuadiria a equipe, com respeito às suas decisões, controlando a

129
Lidere sua Equipe

execução da alteração.
C) Participaria de todas as decisões, que seriam tomadas em conjunto
com a equipe.
D) Não interferiria, deixando que a própria equipe chegasse à melhor
decisão sobre a alteração necessária.

10. Você tem recebido sugestões da sua equipe no sentido de efetuar


alterações em sua área. A equipe é composta de profissionais compe-
tentes com grande produtividade. Nessa situação, como agiria?

A) Delegaria ao grupo a decisão a respeito, apenas acompanhando os


resultados.
B) Definiria as alterações, determinando à equipe as novas atividades.
C) Discutiria a situação com a equipe, tomando em conjunto as decisões.
D) Ouviria as sugestões do grupo, tomando em seguida a decisão que
julgasse adequada.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

130
Lidere sua Equipe

— Você também pode analisar seu perfil de liderança de outra forma.


A partir da sua atuação frente a diversos fatores presentes em seu am-
biente de trabalho, conheça oito fatores primordiais na atuação do líder
em seu ambiente de trabalho para a condução efetiva da sua equipe.

Oito fatores primordiais na atuação do líder


- Orientação do colaborador
- Definição de objetivos
- Acompanhamento do colaborador
- Controle de qualidade do trabalho
- Avaliação de desempenho
- Relacionamento com o colaborador
- Reconhecimento por desempenho eficaz
- Delegação

A próxima atividade irá ajudá-lo a se autoanalisar, considerando alguns


desses fatores. Lembre-se de que não há resposta correta. O objetivo é
auxiliá-lo em suas reflexões sobre o seu modo de agir nas situações do
dia a dia junto à sua equipe.

131
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 08
Situação 1
Acompanhe o diálogo entre Carlos e Alícia.

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

Um mês se passou e a campanha publicitária da Beleza Certa está em


fase de produção. Carlos chama Alícia para ajudá-lo.

— Carlos, parece que o projeto está indo bem.


— É, mas os fotolitos não foram aprovados. Preciso que ligue para o
Henrique. Precisamos disso para fechar com a gráfica ainda hoje.
— Tudo bem, Carlos, verei isso agora mesmo.

— Espero que consiga falar, pois venho tentando desde cedo. Há outro
ponto importante que quero tratar com você depois. É a definição clara
dos objetivos dos cargos e o desempenho esperado de cada um aqui em
nossa agência.
— Que ótimo, Carlos! Vamos tratar desse assunto assim que finalizar-
mos o projeto da Beleza Certa, o que acha?
— Perfeito!

132
Lidere sua Equipe

E você, como define os objetivos?

Imagem de um homem pensando

Leia as opções e escolha a alternativa que mais se aproxima da sua for-


ma de agir no seu dia a dia junto à sua equipe. Não deixe de conferir o
resultado no gabarito de atividades no final deste material.

A) Tomo decisões, determinando os objetivos do cargo e os padrões


de desempenho que espero do meu colaborador.
B) Ouço meu colaborador, determinando em seguida os objetivos do
seu cargo e os padrões de desempenho esperados, procurando conven-
cê-lo a respeito.
C) Determino com meu colaborador os objetivos de seu cargo e os
padrões de desempenho esperados.
D) Dou liberdade ao meu colaborador para definir seus próprios obje-
tivos, pondo-me à disposição para consultas sempre que necessitar.

133
Lidere sua Equipe

Situação 2

Imagem de Márcio e Henrique na Beleza Certa

De volta à Beleza Certa...

Henrique chamou Márcio para perguntar sobre o desempenho de Felipe,


o novo colaborador.

— Márcio, Felipe já está adaptado? Ou está com dificuldades na realiza-


ção das atividades?
— Já está bem adaptado, Henrique, a produção está indo bem. Estamos
cumprindo o cronograma.
— Que ótimo, Márcio! É importante acompanhá-lo nas dúvidas ou difi-
culdades para ajudarmos em seu desenvolvimento profissional aqui na
empresa.

E você? Como avalia o desempenho do seu colaborador?

A) Avalio com muita frequência o desempenho do meu colaborador,


procurando ver em detalhes suas atividades.
B) Avalio com muita frequência o desempenho de meu colaborador,
mas sem entrar em detalhes, analisando apenas aspectos globais das

134
Lidere sua Equipe

suas atividades.
C) Esporadicamente, analiso em conjunto com meu colaborador o seu
desempenho.
D) Prefiro deixar que meu colaborador avalie seu próprio desempe-
nho, analisando posteriormente com ele a sua avaliação.

Situação 3
Enquanto isso, na loja A Cada Passo...

Imagem de Caio e Alberto na loja A Cada Passo

Alberto chama Caio para conversar sobre o reconhecimento de seu de-


sempenho no mês que passou.

— Depois da nossa conversa, percebi que conseguiu cumprir as metas


estabelecidas e estimular de maneira adequada a sua equipe. Você está
de parabéns, Caio!
— Muito obrigado, Sr. Alberto, o senhor me ajudou muito.

E você, como reconhece o desempenho do seu colaborador?

Leia as opções e escolha a alternativa que mais se aproxima da sua for-

135
Lidere sua Equipe

ma de agir no seu dia a dia, junto à sua equipe.

A) Reconheço as atividades específicas do meu colaborador, quando


realizadas a contento.
B) Reconheço tarefas específicas do meu colaborador executadas a
contento e procuro elogiar as tentativas que possam levá-lo ao cumpri-
mento das suas metas.
C) Faço o descrito no item B e ainda reconheço tais atividades diante
de outras pessoas, procurando também conceder-lhe certa autonomia
na realização de suas tarefas.
D) Prefiro ter um relacionamento de igual para igual, sem necessida-
de de reconhecer esta ou aquela atividade específica, embora não deixe
de reconhecer seu desempenho que, normalmente, é eficaz.

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Conseguiu perceber qual o seu estilo de liderança predominante? É


muito importante conhecer seu próprio estilo de liderança com relação à
equipe. Isso irá ajudá-lo a melhorar o desempenho e desenvolvimento
da própria equipe.

136
Lidere sua Equipe

Imagem da logomarca do Twitter.


Acesse: http://twitter.com/#!/sebraesp

#EADSebraesp Se conhecer e conhecer a equipe é uma oportunidade


de aprendizado para o Líder. (via @sebraesp)

E você, sabe como motivar a equipe sem conhecê-la? Quais aspectos


são importantes? Motivação é o próximo assunto. Não deixe de conferir!

137
Lidere sua Equipe

7. COMUNICAÇÃO

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Aprenda neste tópico a identificar os fatores de motivação da sua


equipe. Conheça as estratégias motivacionais e crie o ambiente propício
para o melhor desenvolvimento do seu grupo. A comunicação é a chave
da liderança e motivação. Você sabe por quê? Para motivar um grupo, é
preciso conhecê-lo e, para isso, a comunicação eficaz é o melhor cami-
nho. Compreenda como motivar o grupo por meio da comunicação.

Motivação e a Comunicação

Imagem de um grupo de pessoas comunicando

138
Lidere sua Equipe

- Para motivar um grupo, procure conhecê-lo. Tente promover a


empatia e saber se posicionar no lugar do outro. Tenha uma visão ampla
do indivíduo ou do grupo, reconhecendo seus pensamentos e sentimen-
tos.

Imagem de uma pessoa com a mão no ouvido, tentando ouvir algo

- Para conhecer o grupo, é necessário saber ouvir. Se o outro per-


cebe que está sendo ouvido, irá dizer o que pensa ou sente. A comuni-
cação ampla é realizada a partir do que você percebe, ouve e sente no
seu ambiente de trabalho.

Com base nessas dicas, aja de acordo com a escuta ativa. Assim, o
grupo confia que, ao falar algo com você, surtirá efeito mais para frente.
Donald Weiss, autor do livro Como tornar-se um verdadeiro líder, con-
sidera sete regras para se obter uma escuta ativa. Acompanhe a seguir
quais são:

139
Lidere sua Equipe

Sete regras para uma escuta ativa

Prepare-se para a ação

Imagem de duas pessoas conversando

Escute de maneira ativa, preparando-se para agir e esvazie a mente


de qualquer coisa que desvie sua atenção. Pense na maneira como se
deve responder algo.

- Seja franco

Imagem de uma pessoa falando para outra

140
Lidere sua Equipe

Deixe a outra pessoa dizer o que quer, mesmo que a desagrade. Evite
ficar na defensiva e recusar-se a ouvir o que não quer, pois essas ações
atrapalham a comunicação. Pense! Por que alguém escutaria você se
você não escuta o outro?

- Faça perguntas

Imagem de uma pessoa fazendo uma pergunta para a outra

Compreenda tudo que a outra pessoa está dizendo. Faça perguntas para
esclarecer ou para detalhar melhor: “O que você intenciona?” ou “Você
pode me falar mais sobre isso?” Dessa forma, certifique-se que realmen-
te a pessoa compreendeu a informação.

- Estude a linguagem corporal

Imagem de uma pessoa conversando com outra

141
Lidere sua Equipe

Entenda a linguagem corporal das pessoas, observe a postura, os olhos,


as mãos, o tom de voz. Eles revelam os sentimentos que não são ex-
pressos pelas palavras. Aprenda a escutar e decodificar a linguagem
corporal.

- Reconhecer

Imagem de duas pessoas conversando

Demonstre à pessoa que você compreendeu o que foi dito e principal-


mente seus sentimentos.

- Dê feedback

Imagem de uma pessoa dando um feedback para outra

142
Lidere sua Equipe

Elogie os trabalhos benfeitos e o desempenho alcançado, mas também


avalie e indique o que precisa ser melhorado. Assim, seu feedback terá
resultados positivos.

- Faça resumos

Imagem de duas pessoas conversando

Antes de prosseguir ou de mudar de assunto, certifique-se de que o


outro terminou, fazendo um resumo da conversa. “Entendi, então você
chegará mais tarde e compensará amanhã. Mais alguma coisa?“

143
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Torne a comunicação mais eficaz! Demonstre respeito e interesse


pelo que o outro apresenta. Veja como a comunicação acontece.

Comunicação
A comunicação acontece pelo menos entre duas pessoas:

Imagem de duas mulheres conversando

144
Lidere sua Equipe

- O Emissor (quem passa a mensagem)


- O Receptor (quem recebe e continua o diálogo)

A maior parte da responsabilidade de uma comunicação eficaz está com


o emissor, mas ele pode verificar se sua mensagem foi entendida pelo
receptor somente se houver uma comunicação plena entre ambos.

Percebeu como é importante ter uma comunicação eficaz? Procure ser


claro, coloque-se sempre no lugar do outro. Explique, demonstre, faça o
outro compreender o que quer dizer da melhor forma. Acompanhe como
se comunicam Alberto e Carlos na loja A Cada Passo.

Imagem de Carlos e Alberto no setor administrativo da loja A Cada Passo

As provas dos folders da loja A Cada Passo não foram aprovadas. Car-
los não compreendeu o motivo e foi verificar pessoalmente com Alberto.

— Alberto, por que não aprovou os folders?


— Acho que Alícia não entendeu bem o que eu queria. Estava pensando
em algo mais moderno com dobras que simulassem a porta da loja se
abrindo. E por dentro uma vitrine com os calçados e seus preços.

145
Lidere sua Equipe

— É, Alberto, agora ficou claro o que você quer. Mas não se preocupe,
faremos como você pediu.

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Percebeu a falha de comunicação? Isso prejudicou o processo de


criação da campanha. A comunicação é o resultado que você obtém
dela. Transmitir uma informação pura e simples não significa que tenha
sido entendida pelo outro. Preste atenção no feedback, o retorno que
essa pessoa lhe dá como consequência do que você quis transmitir. Re-
flita sobre isso.

146
Lidere sua Equipe

Falha na Comunicação

Imagem de um balanço com três bancos pendurados em uma árvore



- Como foi explicado pelo cliente...

Imagem de um balanço pendurado em frente à árvore, sem possibilidade de balançar

- Como foi entendido pelo líder de projeto...

147
Lidere sua Equipe

Imagem de um balanço pendurado em frente a uma árvore e esta está cortada ao meio

- Como foi projetado...

Imagem de uma montanha russa ao invés do balanço

- Como foi cobrado...

148
Lidere sua Equipe

Imagem de uma árvore cortada ao meio

- Como foi mantido...

Imagem de uma árvore com um balanço feito de pneu pendurado em seu galho

- O que o cliente realmente queria...

A falha na comunicação pode causar inúmeros transtornos no desen-


volvimento de algum trabalho. Proporcione e mantenha a interatividade

149
Lidere sua Equipe

com toda a equipe como exigência para o adequado desenvolvimento


da empresa.

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— E você? Como se comunica com a sua equipe? Coloque em prática o


que aprendeu até aqui e comunique-se corretamente. Na próxima ativi-
dade, você irá ajudar o Carlos a comunicar-se bem com sua equipe.

150
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 09

Imagem de Carlos, Alícia, Isabela, Gustavo e Rafaela na sala de reuniões da agência


Artefato

Ajude Carlos a comunicar-se bem com sua equipe, escolhendo a fala


mais adequada.

Primeira fala de Carlos: Pessoal, precisamos correr contra o tempo


para refazer os folders da loja A Cada Passo.

REFLITA SOBRE A CONTINUAÇÃO DA CONVERSA. QUAL É A ME-


LHOR FORMA DE CARLOS COMUNICAR À SUA EQUIPE O PEDIDO
DO CLIENTE?

Escolha uma das alternativas, anote sua resposta à parte e confira-a no


gabarito presente no final deste material.

A) Alberto queria que os folders fossem mais modernos.


B) Alguma coisa não ficou esclarecida no breefing da Alícia. Fizemos
diferente do que Alberto queria.
C) Alícia entendeu que era para fazer de um jeito, mas Alberto queria
de outro.

151
Lidere sua Equipe

Continuando na sala de reuniões da Artefato...

Imagem de Carlos, Alícia, Isabela, Gustavo e Rafaela na sala de reuniões da agência


Artefato

— Nossa, Carlos, como faremos? Estamos superatarefados com a cam-


panha da Beleza Certa – diz Rafaela.
— Rafaela tem razão! Eu não entendo como isso foi acontecer – diz Alí-
cia.
— Já estou fazendo o que foi pedido pela Beleza Certa. Se eu parar, não
vou cumprir o cronograma – diz Gustavo.
— Eu também estou nessa mesma situação, Carlos! – complementa
Isabela.

1. Ajude Carlos a comunicar-se bem com sua equipe, escolhendo a


fala mais adequada:

A) Calma, gente! Alberto nos deu mais uma semana, a gente tem que
dar um jeito.
B) Calma, gente! Alberto nos deu mais uma semana. Procurem se
organizar para dar conta do cronograma.

152
Lidere sua Equipe

C) Calma, gente! O cliente nos deu mais uma semana. Compreendo


suas dificuldades, mas trabalhando juntos sei que vamos conseguir.

Ainda na sala de reuniões da Artefato...

Imagem de Carlos, Alícia, Isabela, Gustavo e Rafaela na sala de reuniões da agência


Artefato

— Carlos, quero deixar claro que compreendi perfeitamente o que Al-


berto queria. Não faltaram informações no breefing. Isso não podia ter
acontecido – diz Alícia.

2. Ajude Carlos a comunicar-se bem com sua equipe, escolhendo a


fala mais adequada.

A) Alícia, isso não importa agora! Vamos resolver o problema.


B) Alícia, sei que você é competente. Agora temos que focar na solu-
ção do problema.
C) Houve uma falha, agora temos que resolver!

153
Lidere sua Equipe

Finalizando a conversa na sala de reuniões da Artefato...

Imagem de Carlos, Alícia, Isabela, Gustavo e Rafaela na sala de reuniões da agência


Artefato

— Rafaela, você ajuda Gustavo com a campanha Beleza Certa? Ele vai
parar um dia para fazer o esboço do folder da loja A Cada Passo – diz
Carlos.
— Claro, Carlos!
— Isabela, você dá uma revisada no que o Gustavo já fez da Beleza
Certa. Alícia, me ajude a fazer um novo cronograma para encaixarmos
as novas atividades.

3. Ajude Alícia a comunicar-se bem com a equipe, escolhendo a fala


mais adequada:

A) Então vamos parar o que estamos fazendo. Rafaela e Isabela aju-


dam Gustavo e eu ajudo você. Não é isso?
B) Então vamos parar o que estamos fazendo e refazer o cronogra-
ma?
C) Então vamos parar o que estamos fazendo e ajudar no que for pre-
ciso?

154
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

— Compreendeu a importância da comunicação para a liderança de


equipes participativas? A comunicação eficaz é um instrumento essen-
cial para a liderança e deve ser aprimorada continuamente. Facilita o
entendimento e o empenho do colaborador no desenvolvimento de suas
atividades. Esteja sempre atento!

DICA: Conhecer os diferentes perfis que compõem a sua equipe e o


reconhecimento do próprio estilo de liderança auxilia na adoção de
ações eficazes de comunicação no ambiente de trabalho.

155
Lidere sua Equipe

8. MOTIVAÇÃO

Imagem de Tiago na Artefato

— Comunicar-se bem é o primeiro passo para liderar equipes participa-


tivas. O próximo passo é entender como acontece a motivação. E por
falar em motivação... como anda a motivação na Artefato? Estou aqui
justamente para isso. Acompanhe!

156
Lidere sua Equipe

Imagem de Carlos e Alícia na agência Artefato

Apesar de a diretora de tráfego estar fazendo um bom trabalho, Carlos


percebeu que há uma pessoa na equipe que está desmotivada com o
projeto.

— Alícia, percebi que Isabela anda desmotivada, não é mesmo? – per-


gunta Carlos.
— Também já percebi, Carlos.
— Às vezes, fico pensando... O que é motivação? Como motivar nossa
equipe?

Imagem de uma mão segurando duas medalhas

157
Lidere sua Equipe

Motivação é o conjunto de forças internas que mobiliza a pessoa a atin-


gir um objetivo que satisfaça um estado de necessidade, carência ou
desequilíbrio.

— Isabela deve estar com algum problema. Irei conversar com ela para
saber o que está acontecendo – diz Carlos.
— Isso, Carlos! Sabendo o que está acontecendo, fica mais fácil solucio-
nar o problema.
— Farei isso!

Enquanto isso, na Beleza Certa...

Imagem de Tiago na Beleza Certa

— Quando Carlos entender o que deixa Isabela insatisfeita, ele poderá


encontrar uma forma de motivá-la. Para motivar uma pessoa, é necessá-
rio entender as necessidades humanas. Voltei aqui na Beleza Certa para
verificar como anda a motivação.

158
Lidere sua Equipe

Imagem de Henrique pensando no escritório da Beleza Certa

Márcio se sente um pouco desmotivado com a liderança autocrática


exercida por Henrique. Henrique percebe que algo está acontecendo...

— Há algo errado com Márcio, ele anda muito calado ultimamente. Sinto
que não tem mais entusiasmo com o trabalho, está insatisfeito. O que
será que houve? - pergunta-se Henrique.

A desmotivação de Márcio está relacionada a uma necessidade interna


não satisfeita. A Teoria das Necessidades de Maslow explica como essa
insatisfação acontece. Compreenda com mais detalhes essa teoria.

Teoria das Necessidades de Maslow

159
Lidere sua Equipe

Imagem da pirâmide da Teoria das Necessidades de Maslow com as seguintes pala-


vras, começando pela base: Fisiológicas, Segurança, Sociais, Estima e Autorrealização

Segundo a teoria das necessidades de Abraham Maslow, os indivídu-


os nascem com cinco sistemas de necessidades, organizados em uma
hierarquia de inferiores a superiores. A busca pela satisfação dessas
necessidades é o que motiva as pessoas a tomarem algumas direções
ou decisões.

- Necessidades Fisiológicas: referem-se às necessidades básicas,


como alimento, roupa, moradia e saúde.
- Necessidade de Segurança: o indivíduo necessita sentir-se segu-
ro e protegido de qualquer perigo, seja ele real ou imaginário, e também
busca abrigo e manutenção de uma vida confortável.
- Necessidades Sociais: refere-se às necessidades de associação
e afiliação do indivíduo em pertencer a um grupo e ser aceito pelos cole-
gas.
- Necessidade de Estima: é a busca pelo prestígio, reconhecimen-

160
Lidere sua Equipe

to, sucesso ou realização pessoal. A satisfação dessa necessidade gera


sentimentos de autoconfiança, de valor, de capacidade e sentimento de
utilidade e a busca do poder, quando o indivíduo tem a capacidade de
influenciar as pessoas.
- Necessidade de Autorrealização: leva o indivíduo a descobrir o
seu próprio potencial e desenvolver-se de maneira contínua. Revela uma
tendência de todo ser humano em realizar plenamente o seu potencial.
O aparecimento dessa necessidade supõe que as anteriores estejam
satisfeitas.

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— À medida que as necessidades mais baixas da hierarquia vão sendo


satisfeitas, dão lugar às mais altas. Cada indivíduo tem uma personali-
dade diferente e uma motivação pessoal e única. É fundamental que fi-
que próximo à sua equipe para conhecer melhor e individualmente cada
colaborador. Como o líder pode estimular seus colaboradores sem ao
menos conhecê-los? Henrique não está conseguindo perceber que Már-
cio deseja ser reconhecido pelo bom trabalho que realiza. Acompanhe
mais um caso de motivação na loja A Cada Passo.

161
Lidere sua Equipe

Imagem de Caio e Alberto na loja A Cada Passo

— Sr. Alberto, um de nossos vendedores não consegue cumprir a meta


de vendas. Ele me disse que está se divorciando da mulher, o que está
afetando seu trabalho.
— Nossa, Caio, ele deve estar passando um sufoco. Com um problema
desses, realmente fica difícil trabalhar.

O vendedor da loja A Cada Passo não consegue cumprir suas metas por-
que há insatisfação em suas necessidades básicas. Caio deve entender
uma possível queda na produtividade desse vendedor. Deve incentivá-lo
a superar essa situação, sem maiores envolvimentos, motivá-lo.

IMPORTANTE - É importante reforçar que a motivação é uma força in-


terna, uma razão interna que leva as pessoas a agirem, pois ninguém
motiva ninguém. Por isso, o papel fundamental do líder é o estímulo a
pessoas da equipe, incentivando-as para que busquem e compreendam
essa energia interior.

Mas afinal, como ser um líder motivador? O líder motivador é coerente


em suas palavras e atitudes, enxerga as reais capacidades do colabo-

162
Lidere sua Equipe

rador. A verdadeira base da motivação é o reconhecimento sincero e


verdadeiro por meio de palavras, gestos e atitudes.

Você já assistiu ao filme Mudança de Hábito? Um trecho desse filme


demonstra um coral de freiras sem coesão, totalmente desafinado. Mes-
mo assim, a líder (regente) não desmotiva o grupo, pelo contrário, diz
que está “muito bonito”. A partir dessa ação estimuladora e orientadora,
todos compreendem como devem atuar. É o desafio do líder em motivar
sua equipe.

Perceba a importância do líder em identificar o problema e sugerir a mu-


dança no sentido de aproveitar adequadamente o talento de cada um.
Somente após isso é possível orientar e motivar o grupo adequadamen-
te. A motivação é um processo dinâmico e que, dependendo do momen-
to em que se vive, tem-se necessidades, objetivos e desejos diferentes.
Por isso, é tão desafiante estimular a motivação de alguém.

Imagem de uma capa de revista com ilustração de um homem impulsionando a motivação

163
Lidere sua Equipe

No artigo Impulsione a Motivação, da Revista Liderança, é apresentado


um quadro com fatores impulsionadores de motivação. Verifique o seu
resumo.

Resumo do quadro com Fatores impulsionadores de Motivação

- Incentive a equipe a dar sugestões e assumir responsabilidades


pelo desenvolvimento do seu trabalho.
- Dê apoio necessário para que seus colaboradores possam reali-
zar bem o seu trabalho.
- Invista na aprendizagem e desenvolvimento das pessoas.

Se quer entender a motivação do outro, é importante refletir sobre a sua


própria motivação.

164
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 10

Imagem com cinco fotos que representam empresas diferentes

Leia e analise cinco situações e, de acordo com a sua opinião, escolha


uma opção que represente o fator motivacional que mais se identifica
com a atitude que você teria neste momento. Escolha a opção que mais
se assemelha ao seu comportamento e confira sua resposta no gabarito
de atividades.

É importante salientar que nesta atividade não há resposta certa ou er-


rada. Trata-se de um auxílio para suas reflexões sobre sua motivação
atual.

165
Lidere sua Equipe

Questão 1

Imagem da pizzaria “Boa de Saborear”

A pizzaria Boa de Saborear oferece aos seus colaboradores normas de


trabalho claramente definidas, sólidas garantias de estabilidade, bons
salários, vale-refeição, vale-transporte e assistência médica. O gerente
Eduardo trabalha lá há três anos.

Luís, amigo de Eduardo, vai abrir uma pizzaria em um local com grandes
chances de crescimento e sucesso. Ele convidou Eduardo para ser seu
gerente. Porém, como está iniciando, não poderia dar as mesmas condi-
ções de trabalho que ele tem na pizzaria em que trabalha, mas teria total
autonomia para criar e inovar.

Eduardo ficou balançado com a proposta. Ele tinha que fazer uma esco-
lha entre a estabilidade e segurança da pizzaria em que trabalhava ou
encarar o desafio de auxiliar seu amigo a iniciar um negócio. E você, o
que faria?

166
Lidere sua Equipe

A) Encarar o desafio de iniciar o novo negócio.


B) Ter estabilidade e segurança, mantendo-se na pizzaria.

Questão 2

Imagem da empresa Solucione

A empresa Solucione desenvolve sistemas de computador para escritó-


rios de advocacia, imobiliárias, cursos preparatórios e lojas comerciais
em geral, personalizando o software de acordo com a demanda do clien-
te.

É uma empresa séria que oferece boas condições ambientais de traba-


lho aos seus colaboradores. Beth é analista de sistemas, gosta muito de
trabalhar na empresa e percebe algumas características desagradáveis
em alguns colaboradores da sua equipe de trabalho.

Fernando não valoriza as boas condições de trabalho que lhe são ofe-
recidas e Pedro é do tipo que não lhe confere o devido respeito e consi-
deração. Entre esses dois colaboradores, Pedro é quem mais irrita Beth,
ela não aceita o jeito dele.
Se você estivesse no lugar de Beth, qual desses dois tipos de colabora-
dores tiraria você do sério?

A) Fernando, por não valorizar as condições de trabalho oferecidas.


B) Pedro, por apresentar falta de respeito e consideração de por você.

167
Lidere sua Equipe

Questão 3

Imagem de um poste com câmeras de segurança

A empresa no ramo de câmeras e vigilância De olho vivo oferece aos


seus colaboradores bons salários, boas condições de trabalho e bene-
fícios. Felipe é vendedor e considera que recebe um salário compatível
com as suas necessidades básicas e as de sua família, porém não tem
um bom relacionamento com os colegas de trabalho. Apesar disso, mos-
tra-se competente, pois considera que o salário e condições de trabalho
oferecidos são suficientes para ser um bom colaborador.

Se você tivesse que escolher entre duas empresas para trabalhar, esco-
lheria:

A) A empresa que oferecesse um ambiente confortável, amplo e com


boas condições de trabalho.
B) Fazer parte de uma equipe de trabalho que mantém excelente re-
lacionamento entre seus membros.

168
Lidere sua Equipe

Questão 4

Imagem de dois colaboradores da empresa de engenharia Construindo

A empresa de engenharia Construindo oferece projetos de construção


civil aos seus clientes há cinco anos. É sólida no mercado e oferece
aos seus colaboradores uma boa estrutura, regras definidas de trabalho,
bons salários, assistência médico--hospitalar e outros privilégios.

Renato é coordenador de projetos e lhe foi dada a oportunidade de esco-


lher entre dois cargos à promoção: um seria o de supervisor de projetos
e o outro, gerente de projetos.

Como supervisor, ele teria as mesmas condições de trabalho, aumento


no salário e mais alguns privilégios; já como gerente de projetos, além
das mesmas condições oferecidas para supervisor, teria um simbólico
aumento no salário, porém teria mais prestígio e poder.

No lugar do Renato, qual cargo você escolheria?

A) Supervisor
B) Gerente de Projetos

169
Lidere sua Equipe

Questão 5

Imagem de Sofia em uma mesa de sala de aula

Sofia, 18 anos, finalizou seu curso de inglês e pretende trabalhar em


algo que utilize o que aprendeu.

Apareceram duas oportunidades: uma, de trabalhar como recepcionista


em um hotel em uma cidade turística; a outra, trabalhar como professora
de inglês em uma escola que oferece cursos de inglês e espanhol, onde
Sofia teria a oportunidade de testar sua própria capacidade, além de ter
feedback constante do seu supervisor.

O hotel oferece um bom salário, compatível com suas necessidades,


carteira assinada e horário fixo. O curso de inglês paga por aula, sem
carteira assinada, com escolha de horário, onde ela seria autônoma.

Se esse fosse o seu caso, pensando no que mais incentiva e estimula


o seu desempenho, o que você faria: escolheria a segurança do salário
mensal ou a oportunidade de testar a sua capacidade de ir além?

A) Trabalharia no hotel.
B) Trabalharia no curso de inglês.

170
Lidere sua Equipe

9. GESTÃO PARTICIPATIVA

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— A atividade anterior demonstrou que pessoas diferentes para uma


mesma situação podem ter motivações, ou seja, motivos diferentes para
agir. Verifique agora a importância do papel do líder na gestão participa-
tiva.

Gestão Participativa

Imagem de três gestores participativos

171
Lidere sua Equipe

Os gestores participativos exercem o estilo democrático de liderança.


Eles permitem que os membros da equipe participem das decisões re-
levantes a serem tomadas, além de motivar a iniciativa e a criatividade,
pois utilizam a escuta ativa.

Regras básicas para desenvolver e trabalhar com equipes:

- Estabeleça metas com a equipe.


- Recompense o desempenho do grupo e não somente o desempe-
nho individual.
- Faça treinamento multifuncional dos membros da equipe sempre
que possível.
- Torne-se um apoiador, orientando claramente sobre o que for ne-
cessário.
- Não deixe que as equipes fiquem isoladas umas das outras.
- Selecione membros com pontos de vista, capacidades comple-
mentares e que se harmonizem mutuamente.

Recompensas válidas para estimular as equipes e seus membros:

- Recompense colaboradores especializados de outras formas,


além do dinheiro, como propiciar tempo de folga para viajar, por exem-
plo. Há pessoas que se sentem recompensadas com um trabalho desa-
fiador. Estabeleça um prêmio, por exemplo, para a maioria que mais se
destacar.
- Faça com que os membros da equipe se envolvam. Dê poder
para as pessoas, delegando autonomia e responsabilidades. Demonstre
o sucesso da equipe, no quadro de avisos, por exemplo. Cumpra suas
promessas.

Muitas são as ações possíveis de serem realizadas para estimular a mo-


tivação das pessoas e da equipe como um todo. Reveja com frequência
as estratégias utilizadas, pois as pessoas são diferentes e se estimulam

172
Lidere sua Equipe

por motivos diferentes.

Portanto, a oportunidade de estimular mais pessoas, adotando ações


variadas, é maior.

Aja como um líder motivador. Crie o ambiente propício e necessário para


o melhor desenvolvimento do seu grupo. Acompanhe o que ocorre na
Artefato e na Beleza Certa.

Imagem de Carlos e Alícia na Artefato

— Alícia, conversei com Isabela. A pressão estava muito grande e ela


estava com medo de não dar conta da quantidade de trabalho a ser de-
senvolvido. Mas agora já readequamos o trabalho e reprogramamos as
datas de entrega. Ela está motivada novamente e disposta a desenvol-
ver as atividades – diz Carlos.

— Ótimo, Carlos, sua atitude foi muito correta.


— Depois farei uma reunião para ouvir o que todos têm a dizer. Quero
minha equipe motivada.

Carlos utilizou uma escuta ativa, percebeu o problema de Isabela e com

173
Lidere sua Equipe

uma boa conversa a motivou novamente. Ele está agindo como um líder
motivador. Agora, verifique o que ocorre na Indústria de Cosméticos.

Imagem de Henrique e Márcio conversando no escritório da Beleza Certa

— Márcio, você está com algum problema? – pergunta Henrique.


— Não aguento mais o jeito como fala comigo. Você não me ouve. Creio
que poderia ajudá-lo muito se me ouvisse mais. Tenho várias sugestões
de melhoria que poderiam agilizar ainda mais nosso sistema de trabalho.
— Desculpe, Márcio, somente agora me dei conta de que realmente tem
razão. Tenho colocado minhas opiniões sem ao menos verificar se você
tem algo a sugerir. Procurarei melhorar nesse sentido.

Henrique entendeu que o seu estilo de liderança estava interferindo na


motivação de Márcio e de toda a equipe. Henrique passará a ter uma
nova atitude.

174
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na recepção da Artefato

— Carlos já é um líder motivador, enquanto Henrique está iniciando sua


caminhada. Motive também a sua equipe! Seja um líder! Consiga os
melhores resultados da sua equipe! Perceba o potencial e talento dos
membros da sua equipe e ajude-os a se realizarem profissionalmente.
Acompanhe o trabalho de cada um e sempre dê um feedback.

Imagem de Tiago em frente à loja A Cada Passo

175
Lidere sua Equipe

— Mais uma vez estou aqui na loja A Cada Passo para acompanhar Al-
berto. Será que ele está agindo como um líder motivador?

Imagem de Alberto e Caio na loja A Cada Passo

Alberto recebeu os novos folders da agência de publicidade Artefato,


que ficaram do jeito que ele queria.

— Os folders agora ficaram ótimos! – diz Alberto a Caio.


— Que bom, Sr. Alberto! Agora, vamos às vendas!
— Quero lhe agradecer pelo empenho, Caio, você contribuiu muito para
esta campanha.
— Que isso, Sr. Alberto, o senhor é um ótimo líder. Eu que agradeço por
suas orientações e confiança.

As atitudes de Alberto demonstram que ele é um líder inspirador. Verifi-


que agora um resumo do artigo O segredo dos líderes inspiradores.

Os Líderes Inspiradores

Estimulam as pessoas a sentirem que fazem parte de algo impor-


tante que excede a troca do trabalho por remuneração.

176
Lidere sua Equipe

- Têm em seu grupo pessoas capazes de exercer a liderança quan-


do necessário. Formam outros líderes.
- Em vez de dar ordens e cobrar rendimento, incentivam cada um a
fazer o seu melhor, porque dão o melhor de si.
- Educam pelo exemplo.

E você? Quais desses pontos já pratica? Quais são os que você precisa
melhorar?

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— Agora você tem condições de ser um líder de equipes participativas.


Carlos estabeleceu uma liderança motivacional em sua equipe e aten-
deu o cliente em tempo hábil.

Imagem da logomarca do Twitter.


Acesse: http://twitter.com/#!/sebraesp

177
Lidere sua Equipe

#EADSebraesp A motivação pode promover e fortalecer as equipes de


trabalho. (via @sebraesp)

Chegou o grande dia em que a campanha publicitária da Beleza Certa


estará a pleno vapor. Acompanhe o desfecho da história de Carlos.

Imagem de Carlos, Márcio e Henrique no escritório da Beleza Certa

Dois meses depois de a campanha estar na mídia, Carlos está na indús-


tria de cosméticos Beleza Certa recebendo os elogios de Henrique, que
teve um aumento significativo em suas vendas.

— Carlos, estou muito satisfeito com a campanha! Está sendo um su-


cesso!
— Que bom, Henrique! Sua campanha já abriu caminho para novos pro-
jetos para a nossa agência.
— Se depender de mim, serão ótimas as recomendações. Este é o Már-
cio, a pessoa que mais se empenhou para que pudéssemos atender à
demanda!
— Muito prazer, Márcio!
— O prazer é meu, Carlos.

178
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na recepção da Beleza Certa

— Chegou o momento de planejar como pôr em prática o que você apren-


deu durante a leitura deste material. Pense e responda às questões a
seguir.

- O que você faz ou fará para implantar no seu dia a dia o que
aprendeu neste material?

Eleja suas prioridades para pôr em prática essa aprendizagem.


- Quem está envolvido na realização dessas mudanças?

Estipule os prazos para obter os resultados de suas prioridades e acom-


panhe o desenvolvimento dos trabalhos.

— Preparado para mudar e caminhar para o sucesso? Esteja sempre


atento às dicas que foram sugeridas durante o curso. Para ajudá-lo a
fixar melhor o que foi aprendido, relembre a seguir os principais pontos
abordados.

179
Lidere sua Equipe

10. ENCERRAMENTO E DESPEDIDAS

Imagem de Tiago na Artefato

— Você está chegando ao fim da leitura do material Lidere sua Equipe.


Relembre os principais pontos abordados.

Imagem de um grupo reunidos em uma mesa

180
Lidere sua Equipe

- No primeiro momento, você compreendeu a necessidade de mu-


danças e sua importância para a evolução e melhorias na empresa. Co-
nheceu também as estratégias de comunicação adequadas para traba-
lhar com as possíveis resistências em sua equipe.
- Verificou o conceito e os estilos de liderança: autocrático, demo-
crático e liberal e que, na prática, o líder transita por esses três estilos.
- Entendeu como deve agir para ser um líder eficaz e desmistificou
a liderança nata, compreendendo que ela pode ser desenvolvida.
- Aprendeu que não existe melhor ou pior estilo de liderar. Cada
modelo será utilizado a partir da situação, dos envolvidos e do objetivo a
ser alcançado e que a isso chamamos de Liderança Situacional.

- Compreendeu como conhecer e avaliar o seu próprio estilo de


liderança, assim como conhecer sua equipe de trabalho, para agir ade-
quadamente diante de situações diversas.
- Percebeu a importância do líder em adotar uma atitude de obser-
vação e análise, além de rever suas ações de forma a melhorar o de-
sempenho de sua liderança.
- Refletiu sobre os transtornos que a falha na comunicação pode
causar e que a interatividade entre o líder e o grupo é uma exigência
para o desenvolvimento da empresa.
- Conheceu a Teoria Motivacional de Maslow e entendeu como iden-
tificar os fatores de motivação da sua equipe, bem como as estratégias
motivacionais para criar um ambiente propício e necessário ao melhor
desenvolvimento do seu grupo.
- Enfim, aprendeu como ser um líder motivador para a gestão de
equipes participativas para o sucesso do seu empreendimento.

181
Lidere sua Equipe

Imagem de Tiago na Artefato

— Aprofunde o seu aprendizado para exercer uma liderança eficaz! Te-


nho aqui um resumo do artigo O que um Líder 5 estrelas deve saber.
Verifique os principais pontos abordados neste artigo.

Os líderes cinco estrelas:

- Oferecem causas, em vez de apenas empregos, tarefas ou metas.


- Formam outros líderes, em vez de apenas seguidores.
- Inspiram valores nos outros, em vez de apenas carisma.
- Constroem um ambiente de trabalho participativo e comprometido
com resultados.

Parabéns! Você finalizou a leitura do material Lidere sua Equipe. Utilize


as dicas aprendidas em sua empresa. Mude o que for preciso e caminhe
para o sucesso junto com sua equipe!

182
Lidere sua Equipe

Imagem da logomarca do Twitter.


Acesse: http://twitter.com/#!/sebraesp

#EADSebraesp Um verdadeiro líder está sempre receptivo às


mudanças! (via @sebraesp)

Também não deixe de se aprimorar! Faça outros cursos de Recursos


Humanos do Sebrae-SP. Participe do curso Torne-se um Líder e aperfei-
çoe ainda mais a sua liderança.

Não deixe de acessar os outros cursos que o Sebrae-SP preparou para


empresários como você!

Você, que já está familiarizado com os produtos e serviços do Sebrae-


-SP, saiba que esse relacionamento pode ser permanente! Receba infor-
mações e dicas bem objetivas para melhorar a sua empresa! Faça parte
das redes sociais virtuais das quais o Sebrae-SP participa. Assim, você
fica conectado a tudo o que existe de melhor para o seu negócio.

http://twitter.com/#!/sebraesp

http://www.facebook.com/sebraesp

http://www.youtube.com/user/sebraesaopaulo

183
Lidere sua Equipe

11. GABARITO DAS ATIVIDADES

ATIVIDADE 01:

As respostas corretas são:

Questão 1: O líder deve identificar a necessidade de mudanças e com-


preender a sua importância para a evolução e melhorias na empresa.
Acompanhe as novidades do mercado, esteja atento para que o seu
negócio não fique estagnado. Se não pode ser agora, já vá planejando
como poderia mudar alguma coisa que não está adequada. Não fique
parado!

Questão 2: O líder tem papel fundamental na coordenação da equipe.


Durante um processo de mudança, esclareça os objetivos a serem al-
cançados, oriente o trabalho a ser desenvolvido e conquiste um ótimo
relacionamento com sua equipe. Você deve ajudar, apoiar, delegar e ser-
vir de exemplo no processo de mudança e compreender os sentimentos
de dúvida, insegurança ou medo que podem surgir com a nova situação.

Questão 3: as pessoas se sentem ansiosas, aflitas, com medo do futuro


e inseguras diante das incertezas. Isso muitas vezes causa a resistência
e até mesmo a rejeição à nova proposta. Perceba as resistências, con-
verse com os membros da
Sua equipe, convença-os da necessidade da mudança reforçando os
pontos positivos da situação proposta.

Questão 4: O líder dever criar em sua equipe o sentimento da necessi-


dade da mudança. Para isso, deve demonstrar confiança e certeza do
que quer. Oriente a execução da mudança, acompanhe e informe os
resultados ou necessidade de possíveis ajustes na realização dos tra-
balhos. Aos poucos, as pessoas irão perceber as melhorias obtidas e as
coisas vão se ajustando.

184
Lidere sua Equipe

ATIVIDADE 02:

As respostas corretas são:

Caso 1: Letra A - Estratégia de Disseminação de Informação e Comu-


nicação. Você percebeu que nesse caso as pessoas estavam resistindo
à nova proposta porque não foram informadas claramente sobre o que
seria feito, não foram convencidas de que a mudança traria benefícios
a todos. Sendo assim, a estratégia de Disseminação de Informação e
Comunicação é a melhor opção.
Caso não tenha acertado - Pense melhor, a resistência está sendo cau-
sada por quê? Verifique que eles estão imaginando que os motoboys vão
ser demitidos. Você acha que o líder informou claramente o que ia ser
feito? Nesse caso, a melhor estratégia a ser utilizada é a Disseminação
de Informação e Comunicação, pois o líder irá informar claramente seus
objetivos e convencê-los de que a mudança será melhor para todos.
Utilize essa estratégia em seu negócio. Em caso de alguma mudança,
mantenha todos informados sobre o que vai ocorrer, facilitando a aceita-
ção da nova proposta pela equipe.

Caso 2: Letra B - Estratégia de Estimular a Participação e Interesse.


Você percebeu que o líder necessita implantar uma mudança e precisa
da participação de todos, uma vez que não tem um plano definido para
a implantação. Dessa forma, utilizando a estratégia de estimular a parti-
cipação e interesse, poderá te auxiliar bastante em tomar decisões mais
adequadas. Pense nisso! Se quer mudar algo em seu empreendimento,
mas ainda precisa de opiniões para traçar as metas, essa é uma boa
estratégia, chame sua equipe para uma conversa e peça ajuda. Com
certeza, você se surpreenderá com as sugestões que podem surgir.
Caso não tenha acertado - Infelizmente, a estratégia escolhida não é a
melhor, nesse caso. Pense melhor! O líder não tem um plano definido
para a política que quer implantar, necessita de sugestões para auxiliá-lo
na implantação da mudança. Então, a melhor opção é utilizar a estraté-

185
Lidere sua Equipe

gia de estimular a participação e interesse para tomar as decisões mais


adequadas.

Caso 3: Letra B - Estratégia de Facilitação e Apoio. Você percebeu que


o líder apoia e facilita o trabalho da sua equipe, se comunica com seus
colaboradores utilizando a estratégia de comunicação de facilitação e
apoio, pois a equipe se mostra com maturidade profissional suficiente e
sabe solucionar sem dificuldades os impasses do dia a dia.
Caso não tenha acertado – Infelizmente, sua escolha não é a estratégia
mais adequada. Nesse caso, o líder está sempre à disposição dos seus
colaboradores e a equipe é bem integrada. Então, o líder se utiliza da
estratégia de comunicação de facilitação e apoio, pois esta permite a de-
legação de tarefas e coordenação das atividades para uma equipe com
maturidade profissional que sabe solucionar seus impasses do dia a dia.
Se você acha que sua equipe também tem essa maturidade profissional,
então vá em frente! Utilize essa estratégia e você verá que as coisas
fluirão muito bem.

Caso 4: Letra D - Estratégia de Negociação e Acordo. Você percebeu


que o líder necessita utilizar a estratégia de Negociação e Acordo para
solucionar o seu problema, pois usará argumentos convincentes para
que cada colaborador possa ceder em algum aspecto que não o prejudi-
que, e nem prejudique o bom andamento da academia. Se em sua em-
presa também há algum caso como este, de falta de consenso, negociar
e entrar em um acordo são as melhores opções, não deixe de utilizar
essa estratégia quando necessário.
Caso não tenha acertado – Infelizmente, esta não é a estratégia mais
adequada para essa situação. Os envolvidos não estão dispostos a co-
laborar com a mudança de horário da academia, então o líder necessita
utilizar argumentos que os convençam. A melhor opção é a Estratégia de
Negociação e Acordo, com a qual se pode usar argumentos convincen-
tes para que cada colaborador possa ceder em algum aspecto que não
o prejudique, e nem prejudique o bom andamento da academia. Se em

186
Lidere sua Equipe

sua empresa também há algum caso como este, de falta de consenso,


negociar e entrar em um acordo são as melhores opções, não deixe de
utilizar essa estratégia, quando necessário.

ATIVIDADE 03:

As respostas corretas são:

Situação 1: Fala 2 - Alícia, tenho que fazer até amanhã, às 12 horas,


uma estimativa de serviços para o mês seguinte para ter um posicio-
namento mais adequado de novas ações a serem tomadas. Preciso do
relatório com o controle de todos os clientes que estão em campanha
com a gente. Você escolheu a fala correta e utilizou o primeiro passo da
Técnica de Acordo Condicional, a de “Explicar o Caso”, e está no cami-
nho certo para utilizar uma comunicação eficiente.
Caso tenha escolhido as falas 1 e 3 - Estas falas foram inadequadas.
Lembre-se da Técnica de Acordo Condicional. Você deve abordar a pes-
soa explicando o caso, que é o primeiro passo dessa técnica.

Situação 2: Fala 2 - Qual é o seu volume de trabalho para hoje? Preciso


deste relatório até amanhã às 12 horas. Você escolheu a fala correta e
utilizou o segundo passo da Técnica de Acordo Condicional, que é “So-
licitar Esclarecimentos”.
Caso tenha escolhido as falas 1 e 3 - Estas falas foram inadequadas.
Lembre-se da Técnica de Acordo Condicional. Você deve solicitar es-
clarecimentos até para compreender melhor a dificuldade do seu cola-
borador em realizar o trabalho solicitado, que é o segundo passo desta
técnica.

Situação 3: Fala 4 - Será que não tem um jeito de você encaixar o meu
relatório nessas atividades? Sei que você está atarefada, mas é urgente,
entende?
Resposta de Alícia após a fala correta de Carlos - O que posso fazer é

187
Lidere sua Equipe

adiar a reunião com a Rafaela.


Caso tenha escolhido a fala 4, você escolheu a fala correta e utilizou o
terceiro passo da Técnica de Acordo Condicional, que é “Transmitir seu
pedido”.
Caso tenha escolhido as falas 1, 2 e 3 - Essas falas foram inadequadas.
Lembre-se de que esse é o último passo da Técnica de Acordo Condi-
cional no qual você deverá transmitir seu pedido.

ATIVIDADE 04:

As respostas corretas são:

Situação 1: Liderança Autocrática. Se sua escolha foi Liderança Demo-


crática ou Liberal - A opção escolhida é incorreta. Analise melhor: esta é
uma situação de emergência, que necessita de uma tomada de decisão
rápida e eficiente, não há tempo para pedir opiniões da equipe, decide-
-se o que é melhor e apenas informa-a o que se deve fazer. Carlos utili-
zou a Liderança Autocrática.
Se sua escolha foi Liderança Autocrática - Você escolheu a opção corre-
ta! Nesse caso a melhor liderança a ser utilizada é a autocrática, pois é
uma situação de emergência, que necessita de uma tomada de decisão
rápida e eficiente, não há tempo para pedir opiniões da equipe, decide-
-se o que é melhor e apenas a informa sobre o que se deve fazer.

Situação 2: Liderança Democrática. Se sua escolha foi Liderança Auto-


crática ou Liberal - A opção escolhida é incorreta. Pense melhor: Carlos
quer tomar decisões junto com a equipe, busca a participação dos seus
membros para melhorar o andamento do projeto. É a Liderança Demo-
crática. Se sua escolha foi Liderança Democrática - Você escolheu a op-
ção correta! Carlos está buscando a participação da equipe para ajudá-
-lo no melhor andamento do projeto.

Situação 3: Liderança Liberal. Se sua escolha foi Liderança Autocrática

188
Lidere sua Equipe

ou Democrática - A opção escolhida é incorreta. Analise mais detalhada-


mente: Carlos está demonstrando que tem muita confiança na capacida-
de da nova colaboradora, a diretora de tráfego. Isso quer dizer que ele
considera que ela tem maturidade profissional suficiente para trabalhar
sem uma supervisão mais ativa. É a Liderança Liberal. Se sua escolha foi
Liderança Liberal - Você escolheu a opção correta! Carlos está demons-
trando que tem muita confiança na capacidade da nova colaboradora,
a diretora de tráfego. Ele considera que ela tem maturidade profissional
suficiente para trabalhar sem uma supervisão mais ativa.

ATIVIDADE 05:

As respostas corretas são:

Situação 1: Se você escolheu o líder Carlos - Parabéns! Carlos possui


o comportamento mais adequado de um líder eficaz! Afinal, ele procura
agir como um verdadeiro líder, pois mantém contatos frequentes e es-
treitos com sua equipe e sabe reconhecer quando está errado. Esta é
uma atitude muito importante.
Se você escolheu o líder Henrique ou Alberto - Que pena! Eles não pos-
suem o comportamento mais adequado de um líder eficaz! Pense me-
lhor! Para ser um líder eficaz não seria adequada uma contínua interação
com o grupo, abrir a mente e perceber quando se está errado? Assim
como a equipe aprende com seu líder, o líder também aprende com sua
equipe.

Situação 2: Se você escolheu o líder Carlos - Parabéns! Considerando


as diferenças pessoais da equipe de Carlos, ele poderá motivá-la mais
adequadamente, dependendo da personalidade de cada um. Se você
escolheu o líder Henrique ou Alberto - pense melhor! Para se motivar
uma equipe o líder deve considerar sempre as diferenças pessoais, pois
só assim poderá delegar as atividades certas para as pessoas corretas.

189
Lidere sua Equipe

Situação 3: Se você escolheu o líder Henrique - Parabéns! Henrique


se utiliza de uma tática muito eficaz, pois no dia a dia há momentos em
que é necessário decidir rapidamente sobre algo e, devido à urgência
da situação, não há tempo hábil para reunir a equipe e discutir sobre a
situação.
Se você escolheu o líder Carlos ou Alberto - Pense melhor: como um
líder eficaz, você deve perceber que tipo de ação é mais adequada para
a situação apresentada. É fundamental, sempre que possível, colocar a
equipe a par das decisões tomadas, para que o grupo não se desmotive.

ATIVIDADE 06:

As respostas corretas são:

Caso 1: Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para


este caso corresponde à atuação Persuadir, ou seja, demonstra que você
transita entre o Estilo Autocrático e o Democrático, procura o diálogo e,
ao mesmo tempo, está preocupado com o trabalho técnico. Lembre-se
de que não há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua
autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa B - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Compartilhar, ou seja, demonstra que você utili-
zou o Estilo Democrático, procura apoiar, incentivar decisões, facilitar e
cooperar. Lembre-se que não há resposta correta, o objetivo é apenas
auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa C - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Determinar, ou seja, demonstra que você utilizou
o Estilo Autocrático, tem muita preocupação com as tarefas, determina,
diz, orienta e estrutura tarefas. Lembre-se de que não há resposta corre-
ta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa D - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Delegar, ou seja, demonstra que você utilizou o
Estilo Liberal, possibilita autonomia à equipe, delega, acompanha resul-

190
Lidere sua Equipe

tados, monitora e observa. Lembre-se de que não há resposta correta, o


objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.

Caso 2: Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para


este caso corresponde à atuação Determinar, ou seja, demonstra que
você utilizou o Estilo Autocrático, tem muita preocupação com as tarefas,
determina, diz, orienta e estrutura tarefas. Lembre-se de que não há res-
posta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa B - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Compartilhar, ou seja, demonstra que você utili-
zou o Estilo Democrático, procura apoiar, incentivar decisões, facilitar e
cooperar. Lembre-se que não há resposta correta, o objetivo é apenas
auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa C - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Persuadir, ou seja, demonstra que você transita
entre o Estilo Autocrático e o Democrático, procura o diálogo e ao mesmo
tempo está preocupado com o trabalho técnico. Lembre-se de que não
há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa D - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Delegar, ou seja, demonstra que você utilizou o
Estilo Liberal, possibilita autonomia à equipe, delega, acompanha resul-
tados, monitora e observa. Lembre-se que não há resposta correta, o
objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.

Caso 3: Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para


este caso corresponde à atuação Compartilhar, ou seja, demonstra que
você utilizou o Estilo Democrático, procura apoiar, incentivar decisões,
facilitar e cooperar. Lembre-se de que não há resposta correta, o objeti-
vo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Delegar, ou seja, demonstra que você utilizou o
Estilo Liberal, possibilita autonomia à equipe, delega, acompanha resul-
tados, monitora e observa. Lembre-se de que não há resposta correta, o

191
Lidere sua Equipe

objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.


Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Determinar, ou seja, demonstra que você utilizou
o Estilo Autocrático, tem muita preocupação com as tarefas, determina,
diz, orienta e estrutura tarefas. Lembre-se de que não há resposta corre-
ta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Persuadir, ou seja, demonstra que você transita
entre o Estilo Autocrático e o Democrático, procura o diálogo e ao mesmo
tempo está preocupado com o trabalho técnico. Lembre-se de que não
há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.

Caso 4: Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para


este caso corresponde à atuação Persuadir, ou seja, demonstra que você
transita entre o Estilo Autocrático e o Democrático, procura o diálogo e
ao mesmo tempo está preocupado com o trabalho técnico. Lembre-se
de que não há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua
autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa B - A opção escolhida para este caso
corresponde à atuação Compartilhar, ou seja, demonstra que você utili-
zou o Estilo Democrático, procura apoiar, incentivar decisões, facilitar e
cooperar. Lembre-se que não há resposta correta, o objetivo é apenas
auxiliá-lo em sua autoavaliação. Caso tenha escolhido a alternativa C -
A opção escolhida para este caso corresponde à atuação Delegar, ou
seja, demonstra que você utilizou o Estilo Liberal, possibilita autonomia
à equipe, delega, acompanha resultados, monitora e observa. Lembre-
-se que não há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua
autoavaliação. Caso tenha escolhido a alternativa D - A opção escolhida
para este caso corresponde à atuação Determinar, ou seja, demonstra
que você utilizou o Estilo Autocrático, tem muita preocupação com as ta-
refas, determina, diz, orienta e estrutura tarefas. Lembre-se de que não
há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.

192
Lidere sua Equipe

Caso 5: Caso tenha escolhido a alternativa A - A opção escolhida para


este caso denota a atuação Determinar, ou seja, demonstra que você
utilizou o Estilo Autocrático, tem muita preocupação com as tarefas, de-
termina, diz, orienta e estrutura tarefas. Lembre-se de que não há res-
posta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa B - A opção escolhida para este caso
denota a atuação Persuadir, ou seja, demonstra que você transita en-
tre o Estilo Autocrático e o Democrático, procura o diálogo e ao mesmo
tempo está preocupado com o trabalho técnico. Lembre-se de que não
há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa C - A opção escolhida para este caso
denota a atuação Compartilhar, ou seja, demonstra que você utilizou o
Estilo Democrático, procura apoiar, incentivar decisões, facilitar e coope-
rar. Lembre-se que não há resposta correta, o objetivo é apenas auxiliá-
-lo em sua autoavaliação.
Caso tenha escolhido a alternativa D - A opção escolhida para este caso
denota a atuação Delegar, ou seja, demonstra que você utilizou o Estilo
Liberal, possibilita autonomia à equipe, delega, acompanha resultados,
monitora e observa. Lembre-se que não há resposta correta, o objetivo
é apenas auxiliá-lo em sua autoavaliação.

ATIVIDADE 07:

Verifique a letra correspondente à ação que você escolheu para cada


uma das dez situações do questionário. Some por coluna o total de es-
colhas (resultados).

193
Lidere sua Equipe

SITUAÇÕES AÇÕES
Determinar Persuadir Compartilhar Delegar
1 C A B D
2 B C D A
3 A C D A
4 A C D B
5 C D A B
6 B A D C
7 D B C A
8 D A B C
9 A B C D
10 B D C A
Resultados
Determinar Persuadir Compartilhar Delegar

Faça também a análise de perfil de liderança periodicamente, pois as


situações mudam, as pessoas mudam e você também muda! A Análise
do Perfil de Liderança tem como objetivo entender o perfil dos seus co-
laboradores em relação a alguns fatores como: Educação Profissional,
Autonomia, Motivação entre outros. É importante ressaltar que a análi-
se não é uma receita ou fórmula para uma liderança eficaz. É mais um
estímulo para o desenvolvimento da sua equipe. A partir dos resultados
individuais obtidos de cada colaborador, você tem uma visão mais clara
de como se deve atuar sobre cada um e sobre a equipe num todo.

ATIVIDADE 08:

As respostas corretas são:

Situação 1: Se você escolheu letra A - ato de determinar, estilo autocrá-


tico. Se você escolheu letra B - ato de persuadir, transita entre os estilos

194
Lidere sua Equipe

autocrático e democrático. Se você escolheu letra C - ato de comparti-


lhar, estilo democrático. Se você escolheu letra D - ato de delegar, estilo
liberal.

Situação 2: Se você escolheu letra A - ato de determinar, estilo autocrá-


tico. Se você escolheu letra B - ato de persuadir, transita entre o estilo
autocrático e democrático. Se você escolheu letra C - ato de comparti-
lhar, estilo democrático. Se você escolheu letra D - ato de delegar, estilo
liberal.

Situação 3: Se você escolheu letra A - ato de determinar, estilo autocrá-


tico. Se você escolheu letra B - ato de persuadir, transita entre o estilo
autocrático e democrático. Se você escolheu letra C - ato de comparti-
lhar, estilo democrático. Se você escolheu letra D - ato de delegar, estilo
liberal.

ATIVIDADE 09:

As respostas corretas são:

Questão 1: Se você escolheu a opção A - Muito bem! Escolheu a opção


correta! Com esta fala, Carlos está sendo claro e objetivo, além de res-
peitar Alícia que, segundo Alberto, foi a responsável pela falha na comu-
nicação. Clareza, respeito e objetividade são itens que não podem faltar
em uma comunicação eficaz com sua equipe. Se você escolheu a opção
B ou C - Esta não é uma boa fala. Carlos não foi objetivo, deixou margem
para perguntas inadequadas, além de desrespeitar Alícia, direcionando
de forma indireta ou direta que o erro foi dela. Seja claro, objetivo e res-
peite seus colaboradores, não os exponha sem necessidade.

Questão 2: Se você escolheu a opção C – Muito bem! Escolheu a opção


correta! Carlos está utilizando a escuta ativa, compreendeu a angústia
de cada colaborador e respondeu de forma a tranquilizar toda a equi-

195
Lidere sua Equipe

pe, sempre enfocando a competência da equipe como um todo. Esteja


sempre atento às suas atitudes na hora de comunicar-se com cada um
de seus colaboradores. Utilize a escuta ativa. Se você escolheu a opção
A ou B – Esa não é uma boa fala. Carlos não se importou com o que
cada colaborador falou. Não esvaziou sua mente, estava preocupado
em atender os seus clientes. Deixou sua equipe insegura. Evite esse tipo
de atitude, esteja sempre atento ao que o seu colaborador tem a dizer,
utilize a escuta ativa.

Questão 3: Se você escolheu a opção B – Muito bem! Resposta certa!


Carlos utilizou mais uma vez a escuta ativa, foi franco, demonstrou que
compreendeu as justificativas de Alícia e está focado em solucionar o
problema. Escute e compreenda seus colaboradores. Se você escolheu
a opção A ou C – Esta não é uma reposta adequada. Carlos não procu-
rou compreender as justificativas de Alícia, não está se importando com
seus sentimentos. Esta atitude não é adequada. Seja franco, escute e
compreenda os sentimentos de seus colaboradores.

Questão 4: Se você escolheu a opção A – Muito bem! Resposta certa!


Carlos delegou as tarefas e Alícia fez um resumo para demonstrar o que
compreendeu da fala de Carlos. Sempre que for receptor de uma mensa-
gem, procure repetir o que foi dito resumidamente para ver se entendeu
o que foi dito. Se você escolheu a opção B ou C – Resposta inadequada.
Carlos é o emissor e Alícia é um dos receptores. Como receptor de uma
mensagem, faça um resumo do que você entendeu da mensagem para
demonstrar ao emissor o que foi entendido.

ATIVIDADE 10:

As respostas corretas são:

Questão 1: Se você escolheu a opção A - Você é motivado por novos


desafios. Se você escolheu a opção B - Você é motivado por privilégios

196
Lidere sua Equipe

e benefícios.

Questão 2: Se você escolheu a opção A - Você é motivado por recom-


pensa financeira e condições de trabalho. Se você escolheu a opção B
- Você é motivado por status e poder.

Questão 3: Se você escolheu a opção A - Você é motivado por recom-


pensa financeira e condições de trabalho. Se você escolheu a opção B
- Você é motivado por um bom relacionamento pessoal.

Questão 4: Se você escolheu a opção A - Você é motivado por privilé-


gios e benefícios. Se você escolheu a opção B - Você é motivado por
status e poder.

Questão 5: Se você escolheu a opção A - Você é motivado por recom-


pensa financeira e condições de trabalho. Se você escolheu a opção B
- Você é motivado por novos desafios.

197
Lidere sua Equipe

2012 © Serviço de Apoio às Micro IPT – Instituto de Pesquisas


e Pequenas Empresas de São Tecnológicas
Paulo – SEBRAE-SP Secretaria de Estado de
Todos os direitos reservados Desenvolvimento
A reprodução não autorizada desta SEBRAE – Serviço Brasileiro de
publicação, no todo ou em parte, Apoio às Micro e Pequenas
constitui violação dos direitos Empresas
autorais (Lei nº 9.610). SINDIBANCOS – Sindicato dos
Informações e Contato Bancos do Estado de São Paulo
Serviço de Apoio às Micro e CEF – Superintendência Estadual
Pequenas Empresas de São Paulo da Caixa Econômica Federal
– SEBRAE-SP BB – Superintendência Estadual
Unidade Desenvolvimento e do Banco do Brasil
Inovação
Rua Vergueiro, 1117 – Paraíso – Diretor – Superintendente
CEP 01504-001 São Paulo – SP Bruno Caetano
Telefone (11) 3177-4500
Internet www.sebraesp.com.br Diretoria de Administração e
Finanças
Conselho Deliberativo Pedro Rubez Jehá
Presidente
Alencar Burti (ACSP) Diretoria Técnica
ACSP – Associação Comercial de Ivan Hussni
São Paulo
ANPEI – Associação Nacional de Coordenador de Conteúdo
Pesquisa, Desenvolvimento e José Carlos Aronchi de Souza
Engenharia das Empresas Rita Vucinic Teles
Inovadoras
Banco Nossa Caixa S.A. Consultor Especialista
FAESP – Federação da Agricultura Suely Mioto
do Estado de São Paulo
FIESP – Federação das Indústrias Coordenador Pedagógico
do Estado de São Paulo Rita Vucinic Teles
FECOMERCIO – Federação do
Comercio do Estado de São Paulo Produção Técnica
ParqTec – Fundação Parque Alta webAula Produtos e Serviços para
Tecnologia de São Carlos Educação

198
Lidere sua Equipe

199
Lidere sua Equipe

200