Você está na página 1de 2

Bom dia, AMIGO!

A amizade, quando verdadeira, é uma das mais belas manifestações de amor. É nesse
momento, quando conhecemos alguém e confiamos, que se outorga o título de “Amigo”.
Amigo é aquele que ampara o outro nos momentos de dor, tristeza, solidão, ou até nos
momentos de multidão, porque não? É aquele que também nos chama a repreenda, quando
se faz necessária uma reflexão sobre os nossos atos. Assim como os nossos pais, que nos
chamam à atenção quando fazemos algo não condizente com a ética, ou valores esperados,
(somos crianças nas “Estâncias da Vida”, estamos aprendendo sempre), os amigos também
detêm desse poder e nos alerta.
Essas pérolas, os nossos verdadeiros amigos, são como anjos em nossa vida física (e
porque não espiritual, também?), são a bússola, que nos aponta o caminho da retidão, da
dignidade, para que não nos percamos nas florestas traiçoeiras da ilusão. São esses seres
iluminados em nosso cotidiano que nos faz perceber a singeleza de um sorriso, a simplicidade
de uma lembrança, a inocência e a doçura das coisas simples da Vida. Somos seres em estado
bruto ao aportarmos aqui nesse Orbe Terrestre, assim como um diamante bruto, somos
lapidados através da convivência, das agruras, das intempéries diárias, em um incessante
burilamento, auxiliados por pelos verdadeiros amigos, estes, nos defende, aconselha e nos faz
perceber que a Vida é um emaranhado complexo, de chegadas, idas, vindas e despedidas,
mas, ao mesmo tempo, faz-nos perceber que a vida em sua essência, é composta pela
simplicidade, simplicidade esta presente nos gestos, nas ações, no entendimento do outro e
de nós mesmos.
A Vida deve ser pensada e aproveitada da melhor maneira possível, sem prejudicar os
outros em nossa volta e a nós mesmos; pode ser uma tarefa difícil nesse “mundo em
descontrole” (GIDDENS, 2000), mas é possível ser afetuoso, simpático, mesmo quando a vida
torna-se banalizada e escorregadia em função de tantos “amores e pessoas líquidas”,
coisificadas pelo consumo exacerbado do capitalismo. O verdadeiro amigo é aquele que ouve
primeiro, mesmo quando quer falar, é paciente e espera a sua vez, afinal, ser desprendido, é
sinal de grandeza. É amigo, aquele que te estende a mão e te conduz nos caminhos cheios de
pedras e obstáculos transmitindo-lhe confiança. Através do seu olhar confortador tem-se a
certeza de que ele diz: “confia em mim, estou ao seu lado e não o deixarei sozinho, sigamos
em frente”.
Assim, anseio que eu, tu e os outros possamos ter a certeza tranquilizadora por
dentro, que diante das agruras da vida (inevitáveis), estaremos amparados pelo amor
incondicional e sereno (dos nossos amigos verdadeiros), sempre prontos para cuidar, ouvir e
proteger ao(s) mais necessitado(s) de sua presença. Eu, tu e os outros, agradecemos por tudo
que tem acrescentado na jornada íngreme da Vida. Como bem afirma Fernandes (2012), “Os
amigos são pérolas que Deus nos presenteia na Terra. São diamantes brutos que a convivência
os torna brilhantes, melhores e mais felizes”.
Sou feliz por ter amigos verdadeiros em minha existência. E você? Já disse ao seu
amigo, o quanto ele é importante em sua vida? Não? Então aproveite o dia da Amizade e o dia
Mundial do amigo e materialize esse gesto, seja por e-mail, pessoalmente, por telefonema, por
redes sociais, enfim, seja grato por tudo que este amigo te oferece e você sentirá leve, como o
toque de uma brisa suave em sua face, por tudo que aprende, troca e constrói ao seu lado.
Bom dia, Amigo! Esteja sempre por perto, amparando e cuidando de mim, para que,
mesmo caído, tenha forças para levantar. Saiba que mesmo fatigado no percurso da Vida,
confio em você. A minha gratidão será eterna a ti... Feliz dia da Amizade, feliz dia Mundial do
Amigo a tod@s!

Clodoaldo Ferreira Fernandes, professor de Língua Portuguesa no ensino


médio do Estado de Goiás. Mestrando Interdisciplinar em Educação, Linguagens e
Tecnologias pela Universidade Estadual de Goiás.
e-mail: aldoff25@hotmail.com

Você também pode gostar