Você está na página 1de 5

Início ▼

Estocando Leite em Pó
O leite em pó é um bom item a ser considerado para armazenagem em
suas preparações por ser um alimento desidratado, fácil de fazer, com
alguma quantidade de nutrientes essenciais e com prazo de validade
relativamente alto quando estocado da forma correta.

O cálculo para estoque varia de acordo com a recomendação de consumo


médio que uma pessoa necessita, por dia, durante o período considerado
para armazenagem. Com cerca de 16kg de leite em pó estocado, seria em
tese possível beber um copo de leite por dia durante um ano. Contudo
mães lactantes e crianças pequenas consomem mais leite, além de que
algumas receitas demandam leite como ingrediente base, de modo que
recomendo ampliar um pouco esse estoque de acordo com as demandas
de sua família e especialmente porque a maioria dos leites em pó são
muito nutritivos, sendo possível viver apenas com ele por algum período.
Isso porque o leite em pó é uma excelente fonte de proteínas, cálcio e
nutrição, com uma quantidade de 80 calorias em média. As vitaminas
existentes nos leites em pó e no leite normal são comparáveis. Nos leites
desnatados são reduzidas as vitaminas A e D e devem ser suplementadas,
podendo ser complementados já pelo próprio fabricante. 

A Universidade de Utah recomenda observar algumas coisas no


armazenamento de leite em pó, são elas:
É melhor comprar leite em pó fortificado com vitaminas A e D. Para
estocagem de longo prazo o leite em pó desnatado é recomendado ao
leite integral, porque no processo de retirada de gordura também se retira
ainda mais água, essencial para a reprodução de microorganismos.
O tamanho do recipiente que contêm o leite em pó deverá ser observado,
uma vez que o produto após aberto tem o prazo de validade reduzido para
algumas semanas ou meses (dependendo do produto). Assim para uma
boa compra e armazenamento é recomendado que se observe o consumo
de leite semanal da família
O tipo de recipiente é importante caso o leite seja armazenado por um
período de tempo maior. Ele deve ser a prova de água e impermeável de ar
(embalado à vácuo). Filmes plásticos são boas proteções contra o ar para
o armazenamento por curtos períodos, mas não caso o leite seja
estocado por mais de um ano.
Não compre mais leite do que o que você utilizaria em um período de
tempo razoável
Date todo o leite em pó logo após a compra.

Condições de armazenamento: 

Temperatura – A temperatura de armazenamento é o fator mais


importante para determinar o período no qual o leite em pó pode ser
armazenado e se manter o melhor possível. Os seguintes tempos e
temperaturas de armazenamento são para leites em pó desnatados
(instantâneos ou normais) em diferentes temperaturas e em embalagens
fechadas com nitrogênio ou dióxido de carbono para substituir o ar na
embalagem. O tempo de armazenamento será menor para produtos em
embalagens de papel ou papelão. 10º C (50ºF no original) – 48meses.
21.2ºC (70ºF original) – 24 meses. 32.2ºC (90º F original) – 3 meses). 

Oxigênio – “Exclua” o oxigênio o máximo possível para diminuir a


velocidade de alterações químicas. Leites em pó embalados em recipiente
com nitrogênio ou dióxido de carbono para substituir o ar (que contêm
oxigênio) se manterão por mais tempo. Embalagens a vácuo retiram o
máximo de oxigênio possível (creio ser a melhor opção – opinião
pessoal). 

Embalagem – As embalagens não devem permitir a entrada de ar e nem


de vapor de água. Embalagens de “papel cartão” e plástico filme não
fornecem barreiras tão boas contra o ar como embalagens de latas de
metal.

Umidade – A umidade aumentará a aglomeração do leite e acelerará


mudanças desagradáveis no sabor, portanto se o leite não for
armazenado em latas deixe-o em lugar seco.
Luz – Muitos tipos de embalagem fornecem proteção contra a luz. Se o
leite em pó for armazenado em outro tipo de recipiente (ex. sacos
plástico, jarras de vidro) que não protegem contra a luz, armazene-o em
um local escuro. A luz vai acelerar mudanças químicas indesejáveis no
sabor e no odor.
Após a reconstituição o leite em pó pode ser armazenado sob
refrigeração. É recomendável que se utilize os estoques mais antigos
primeiro, já que o tempo influencia no sabor. Alterações no sabor podem
ser mascaradas utilizando o leite em pó para panificação ou purê de
batata, mas não se pode consumir o produto mofado. 

Se optar por comprar produtos embalados em caixas de papelão ou sacos


plásticos é recomendado que seja re-embalado imediatamente para ser
estocado. Um método possível para isso é derramar o conteúdo do leite
em pó em jarros de conserva de vidro, adicionando um “dissecante”
pequeno, compactando para retirar o ar, selando, datando e armazenando
em local seco e escuro. Como os jarros de vidro são quebráveis,
recomenda-se protegê-los para que não quebrem e como são
transparentes devem ser abrigados da luz. A vantagem do vidro em
relação a garrafa pet nesse caso deve-se ao fato de ser menos permeável
a fatores externos (como odor), facilidade de limpeza e possibilidade de
reaproveitamento do mesmo jarro. Frascos grandes podem ser
reutilizados, desde que sejam re-selados a vácuo após cada uso ou
adicionando absorvedores de oxigênio, que aumentariam a vida útil do
leite diminuindo a influência do oxigênio na oxidação. Outra possibilidade
seria acondicionar o leite em pó em sacos plásticos adicionando um
dissecante e um absorvedor de oxigênio, para depois armazenar esses
sacos em outro local de forma a estarem abrigados da luz. Mas a melhor
forma de estocagem é com leites em pó embalados à vácuo em latas.

A vida útil do leite em pó corretamente embalado varia de 3 meses a 5


anos. O principal fator é a temperatura de armazenamento, em
temperaturas frias esse prazo fica entre 3 e 5 anos. Um estudo
demonstrou que o leite em pó armazenado a 32ºC começou a desenvolver
alterações de sabor em 6 meses e após 12 meses foi considerado
inadequado por provadores experientes. O leite em pó armazenado por 4
anos à 21ºC foi considerado inadequado pelos provadores. E o leite em pó
armazenado a 10ºC apresentou alterações mínimas no período de 4 anos.
Os níveis de vitamina são estáveis por 6 meses e começam a declinar
minimamente após 18 meses. Não existem dados sobre a redução de
vitaminas após um armazenamento de vários anos, mas elas começam a
degradar com o tempo, assim como sabor. A maioria dos outros
nutrientes (calorias, carboidratos, proteínas e minerais) permanecerá
inalterada.

Recomendo ainda entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao


Consumidor da marca que queira estocar, perguntando sobre o
armazenamento do produto e sobre alguma recomendação especial para
estocagem. Aliás, isso deveria ser feito com todos os produtos que
pretenda estocar, especialmente se pretende manter estoques para mais
de um ano de consumo.

Lembrando que um bom estoque começa com um produto de cada vez,


estudando sobre os processos e adequando a compra a seu orçamento.
Uma quantidade de comida razoável bem armazenada será muito mais
importante para sua sobrevivência e para amenizar possíveis impactos de
eventos externos em sua vida do que aquela faca importada.
PS. Como não encontrei nenhum material escrito sobre estocagem de
leite em pó em português, fiz uma pesquisa em inglês. As informações
contidas aqui são uma filtragem e tradução de informações retiradas dos
sites cujos links estão abaixo.

http://extension.usu.edu/files/publications/publication/FN_177.pdf
[http://www.family-survival-planning.com/powdered-milk.html
https://www.usaemergencysupply.com/information_center
/food_storage_faq/storing_dry_milk.htm
http://extension.usu.edu/foodstorage/htm/dried-milk
às sexta-feira, fevereiro 27, 2015

Compartilhar

2 comentários:

daniel pereira 17 de junho de 2017 22:36


boas dicas
Responder

Unknown 8 de janeiro de 2018 05:45


Compre o que você vai consumir no menor espaço de tempo. A economia
numa embalagem maior que o seu consumo normal, corre o risco,após
aberta a embalagem,de se deteriorar.Economia pode virar prejuízo.
Responder

Digite seu comentário...

Comentar como: Conta do Google

Publicar Visualizar

‹ Página inicial ›
Visualizar versão para a web

Tecnologia do Blogger.

Você também pode gostar