Você está na página 1de 9

MATERIAL TEÓRICO

Componente curricular MATEMÁ TICA


Ano/Série 9º ANO

MATEMÁTICA 1 – PROFESSOR RAFAEL


Aula 1 e 2 – Produtos notá veis: quadrado da soma, quadrado da
diferença e produto da soma pela diferença.

1) Para que serve os produtos notáveis.


Os conceitos sobre os produtos notá veis merecem muita
atençã o, pois seu uso facilita cá lculos, reduz o tempo de resoluçã o e
agiliza o aprendizado. O conhecimento dessa ferramenta nã o implica
dizer que nã o necessitamos saber o desenvolvimento do cálculo
proposto, apenas que temos caminhos mais rá pidos à soluçã o final.
Utilizamos o termo notá vel para apontar sua importâ ncia, sua
notabilidade e sua carência de atençã o.
Os gregos, na antiguidade, faziam uso de procedimentos
algébricos e geométricos exatamente iguais aos produtos notá veis
modernos. É importante destacar que o uso de sua maioria foi
atribuído aos pitagó ricos e estã o registrados na obra de Euclides de
Alexandria Elementos na forma de representaçõ es geométricas.
Ao lidarmos com operaçõ es algébricas, perceberemos que
alguns polinô mios aparecem frequentemente e, ainda, exibem certa
regularidade.
Esses sã o os produtos notá veis. Aqui estudaremos o quadrado
da soma de dois termos, o quadrado da diferença de dois termos e o
produto da soma pela diferença de dois temos. Vamos à explanaçã o de
cada um deles.
2) Produto notável: quadrado da soma
Verifiquem a representaçã o e utilizaçã o da propriedade da
potenciaçã o em seu desenvolvimento.
(a + b)2 = (a + b) . (a + b)
Onde a é o primeiro termo e b é o segundo.

Ao desenvolvermos esse produto, utilizando a propriedade


distributiva da multiplicaçã o, teremos:

Método: quadrado da soma.

( primeiro+ segundo )2 =( primeiro )2+ 2.( primeiro).(segundo)+ ( segundo )2

Exemplos:

3) Produto notável: quadrado da diferença.


Seguindo o critério do item anterior, temos:
(a - b)² = (a - b) . (a - b)
Onde a é o primeiro termo e b é o segundo.
Ao desenvolvermos esse produto, utilizando a propriedade
distributiva da multiplicaçã o, teremos:

Método: quadrado da diferença.

( primeiro−segundo )2=( primeiro )2−2.(primeiro ).( segundo)+ ( segundo )2


Exemplos:

4) Produto notável: produto da soma pela diferença


Se tivermos o produto da soma pela diferença de dois termos,
poderemos transformá -lo numa diferença de quadrados.

Método: produto da soma pela diferença.

( primeiro+ segundo ) .( primeiro−segundo )=( primeiro )2− ( segundo )2

Exemplos:
( 4 c +3 d).(4 c – 3 d)=( 4 c )2 – ( 3 d )2=16 c2 – 9 d 2
x x x 2 2 x2
( )(
2
+y . – y =
2 )() 2
2
– y = – y2
2
4
(m+n) .(m – n)=m – n

ATIVIDADES
1 - Desenvolva os produtos notá veis pelo método do quadrado da
soma.
a) ( a+ b )2
b) ( 2 a+3 )2
c) ( 3 x+ 4 y )2

2 – Desenvolva os produtos notá veis pelo método do quadrado da


diferença.
a) ( a−b )2
b) ( 2 a−3 )2
c) ( 3 x−4 y )2

3 - Desenvolva os produtos notá veis pelo método do produto da soma


pela diferença.

a) ( a+ b ) (a−b)
b)( 2 a+3 ) ( 2 a−3 )
c) ( 4 x+3 y ) ( 4 x −3 y )

4 – Desenvolva os seguintes produtos notá veis.


2
1
( )
a) y −
2
b) ( d−2h )2
c) ( √ 5+ √ 3 ) ( √ 5−√ 3 )
d) ( √ 2−1 ) ( √ 2+1 )

5) Sabendo que a – b = 5 e a + b = 20, determine quanto vale a2 – b2.

Gabarito
1 - a ¿ a 2+2 ab+ b2 ; b ¿ 4 a 2+12 a+ 9; c ¿ 9 x 2+ 24 xy +16 y2
2 – a ¿ a 2−2 ab+b2 ; b ¿ 4 a2−12 a+ 9; c ¿ 9 x 2−24 xy +16 y2
3 – a ¿ a 2 – b2 ; b ¿ 4 a2 – 9; c ¿ 16 x 2 – 9 y
4 – a ¿ a 2 – b2 ; b ¿ 4 a2 – 9; c ¿ 2 ; d ¿ 1
5 – 100

MATEMÁTICA 2 – PROFESSOR GIOVANI


Aula 1 -
O estudo das relaçõ es de proporcionalidade permite a
aplicaçã o em segmentos usando a definiçã o de semelhança de figuras.
Observe a imagem a seguir:

Em dois triâ ngulos com mesmo


â ngulo temos que os lados opostos a estes â ngulos terã o uma
semelhança matemá tica. A essa semelhança chamamos de teorema de
a b c
Tales. Na imagem mostrada temos que: = = e neste caso
A B C
podemos determinar, sabendo um par numérico, o valor de outros
lados a partir do conceito de proporçã o. Observe o exemplo:
Na figura podemos demonstrar a relaçã o de Tales da seguinte
forma: primeiro monta-se a razã o entre dois lados numéricos, no caso
6 e 9, e cria uma proporçã o em relaçã o a um outra razã o que contenha
uma das variá veis (z ou y) conforme a resoluçã o a seguir:
6 8
= Observe que neste caso colocamos os nú meros da
9 y
esquerda para a direita, importante seguir um padrã o ú nico na
montagem das proporçõ es.
Multiplicando os nú meros em cruzado, temos a equaçã o 6y =
72; passando o 6 dividindo temos que y = 12. Usando o mesmo
conceito podemos resolver o x observe:

6 x
=  9x = 90  x = 10
9 15

Devemos nos atentar a sempre observar o sentido de


montagem das proporçõ es. A montagem errada pode gerar resultados
distintos. Observe o segundo exemplo

Considere que em um triâ ngulo ADE sã o marcados dois


pontos B, no segmento AD, e C, no segmento AE, tem tal forma que BC
seja paralelo a DE. Nestas circunstâ ncias sabendo que BC = 6 cm, DE =
21 cm e AC = 4 cm determinem a medida BC.
Resoluçã o: Pelo texto é difícil visualizar a imagem deste
triâ ngulo entã o a primeira coisa é esboçar o triâ ngulo. Observe:
Com a imagem fica mais fácil entender o texto. Apó s isso
vamos destacar que o texto afirma que os segmentos BC e DE sã o
paralelos o que significa que existe uma semelhança matemá tica entre
os triâ ngulos ABC e ADE. Usando a semelhança podemos aplicar a
teorema de Tales. Devemos nos atentar a outro detalhe neste item o
segmento AC é todo o lado de um triâ ngulo enquanto o segmento CE é
parte de um lado. Por isso na hora de montar as relaçõ es temos que
afirmar que o lado AE mede
4 + x cm.
Observe a resoluçã o:

6 4
=  24 + 6x = 84  6x = 60  x = 10
21 4+ x

ATIVIDADES
1 – Sobre o estudo de Tales determine o valor de x na figura a seguir
2 – Com base no estudo da relaçã o de Tales em triâ ngulos internos
determine o valor de K e Z.

3 – Considere que um triâ ngulo ABC retâ ngulo em A tem um ponto M


marcado a 4 cm de A no segmento AB. Sabendo que um segmento MN,
sendo N um ponto na hipotenusa, tem 3 cm. Sabendo que AC = 6 cm.
Determine a medida do segmento MB.

4 – A imagem de um projetor possui o seguinte esquema:

Com base no estudo do teorema de Tales e suas propriedades


e sabendo que os triâ ngulos possuem semelhança matemá tica
determine o valor de X e Y.

5 – A proporçã o entre uma foto e a figura real é 1:250. Sabendo disso


determine a distâ ncia entre dois pontos sabendo que esta distâ ncia na
foto mede 12 cm.
6 – Tales foi convocado pelo faraó para determinar a altura de uma
pirâmide. Usando uma vareta de altura um metro ele conseguiu fazer
isso usando uma ideia simples. Em um momento específico do dia a
sombra de um objeto e o objeto tem a mesma altura. Sabendo disto
considere que a pirâmide de base quadrada de aresta da base 200
metros. Com base nisto e sabendo que apó s a base a sombra se
estendia por mais 100 metros, determine a altura da pirâ mide.

Você também pode gostar