Você está na página 1de 1

ATM

Asynchronous Transfer Mode


Modelo OSI Modelo ATM

Aplicação
Aplicação
Apresentação
Subcam ada de
Camada de Convergência
Adaptação ATM Subcam ada de
Transporte Segm entação e
Recom posição
Rede Camada ATM
Subcam ada de
Er lace Convergência de
Camada T ransm issão

Física Física Subcam ada de


M eio Físico

ATM
O ATM é o nome dado a uma tecnologia de rede de alta velocidade, baseada em conexão, que
vem sendo usada tanto nas redes que operam em pequenas como em grandes áreas
geográficas. Pelos padrões correntes, as redes de alta velocidade são aquelas que operam a
uma velocidade de, no mínimo, 1Q0 Mbps; o ATM pode intercambiar informações com
velocidades de gigabit/segundo. E claro que para se obterem velocidades tão altas é necessário
um equipamento complexo de última geração. Consequentemente, as redes ATM possuem um
custo mais alto do que as demais tecnologias.
Uma rede ATM utiliza técnicas de hardware e software especiais:
Uma rede ATM é formada por um ou mais comutadores de alta velocidade que são conectados
aos computadores host e a outros comutadores ATM.
O ATM utiliza fibras ópticas para fazer conexões, inclusive conexões entre um computador host e
um comutador ATM. As fibras ópticas possuem uma velocidade de transferência maior do que a
dos fios de cobre; normalmente, a conexão entre um host e um comutador ATM opera a uma
velocidade de 100 ou 155 Mbps.
As camadas mais baixas de uma rede ATM utilizam quadros de tamanhos fixos chamados
células. Como as células possuem exatamente o mesmo tamanho, o hardware do comutador
ATM pode processá-la rapidamente.
A rede ATM difere das redes de comutação de pacotes porque oferece um serviço baseado em
conexão. Antes de um computador host conectado a um ATM enviar células, ele deve
çrimeiramente interagir com o comutador para especificar o endereço do destinatário. A interação
é análoga a uma ligação telefónica. O host especifica o endereço do computador remoto e espera
o comutador ATM entrar em contato com o sistema remoto e estabelecer um caminho (rota fixa).
Se o computador remoto não aceitar o pedido, não responder ou se o comutador não puder
alcançar o computador remoto, o pedido para estabelecer a comunicação falha.
Quando uma conexão é feita, o comutador ATM local escolhe um identificador da conexão e
passa-o para o host, juntamente com um mensagem informando o sucesso da conexão. O host
utiliza o identificador da conexão ao enviar ou receber células. Ao terminar a conexão, o host
comunica-se novamente com o comutador para que a conexão seja desfeita. O comutador
desconecta os dois computadores. A desconexão equivale a tirar um telefone do gancho no final
de uma ligação telefónica; após a desconexão, o comutador pode novamente utilizar o
identificador da conexão.