Você está na página 1de 18

Curso de Engeraria de Construcao Civil, 3º ano, 2º semestre, 2019

Práticas de Campo e de Estaleiro

Elementos do Grupo:
• Celina Bonuelo

1  Abertura de Cabocos • Essiaca Braimo


• Ibraimo Momade Assuate

Docent:
• Ruben Orlando Reis
Ornilo Cadalamba
• Issa Abdul Issa
2 Introdução

A fossa que é aberta para a execução das fundações de uma construção é


tradicionalmente designada por cabouco. Após a implantação dos vários
elementos da fundação, deverão ser abertos os respetivos caboucos até à
cota indicada no projeto, incluindo a espessura do betão de limpeza. Esta
cota depende quer da capacidade resistente do solo, quer da presença de
elementos de construção, como caixas de elevadores, redes de drenagem e de
esgotos, entre outros, que condicionem o posicionamento altimétrico das
fundações.
3 Abertura de Caboucos
Cabouco é a base de uma construção, isto é, abertura de fossa ou vala para
se assentar os alicerces de uma construção.
4 Cont…
As dimensões da escavação dependerão do elemento de
fundação e do processo construtivo utilizado para a sua
execução. No caso de o solo permitir (fortemente coerente que
possibilite a sustentação, na vertical, das paredes da escavação,
sem desmoronamentos), os elementos de fundação poderão ser
betonados contra o terreno
5 Cont…
(em cujo caso as dimensões em planta da sapata e do cabouco coincidem o
que obriga a um trabalho de regularização das faces laterais do cabouco)

Cabouco sem cofragem lateral da sapata


6 Cont…
No caso de se utilizar cofragens para a execução da fundação, deverá ser
deixado um espaço de trabalho adicional de 30 a 50 cm em redor de toda
a fundação, para permitir a colocação e o escoramento da cofragem.

Cabouco com cofragem lateral da sapata escorada contra o terreno da base (à esquerda)
ou das faces laterais do cabouco (à direita).
7 Cont…
Se a densidade das sapatas ou das vigas de fundação for muito elevada ou se pretender executar um
ensoleiramento geral, a abertura desses caboucos poderá não ser necessária.
Nesse caso, a escavação geral deverá atingir a cota da base da fundação indicada no projeto
À esquerda, escavação geral até à cota da base das sapatas e, à direita, compactação do terreno com
giratória.
8 Cont…
podendo a compactação da soleira ser feita pelo próprio equipamento
de escavação
9

No entanto, mesmo nessas circunstâncias existe a necessidade de


realizar caboucos para a sapata das caixas de elevadores e de escadas
10
A abertura dos caboucos pode ser realizada de forma manual ou mecânica,
sendo no último caso a verticalidade das paredes e a regularização dos fundos
executada manualmente. O tipo de escavação bem como o equipamento
utilizado ficam geralmente ao critério do empreiteiro.
11
Cabouco para a sapata das caixas de elevadores e escadas em situação de escavação geral até à
cota da base das restantes sapatas (à esquerda) e abertura de caboucos por meios mecânicos (à
direita)
12

Ao se atingir a cota da fundação, deverá ser confirmada a capacidade


resistente do solo prevista no projecto ou no relatório geotécnico. Esta
inspecção poderá ser auxiliada por métodos empíricos expeditos, por
exemplo, através de um exame visual do solo, verificando a origem geológica,
as dimensões das partículas do solo, o teor em água e inferindo as
propriedades físicas, por exemplo a partir das marcas deixadas pelos pés ou
pelo equipamento de escavação ou pela resistência à cravação manual de um
elemento metálico.
13

Contudo, os processos tecnicamente fundamentados e que, quando as cargas em questão são


elevadas, deverão ser sempre utilizados, são baseados em ensaios normalizados (teste de
carga em

placa, teste de corte rotativo, ensaios de penetrómetro SPT e CPT, e vários testes laboratoriais
(permeabilidade, triaxial, etc.)). Caso os pressupostos de projecto não se confirmem, é preciso
analisar as características topográficas e geotécnicas do terreno, conjugar com os projectos de
instalações (nomeadamente os das redes de águas residuais e pluviais) e com a solução de
pavimento térreo e, após consulta dos projectistas, procurar soluções alternativas (alteração da cota
de fundação, do tipo de fundação, melhoria do terreno e outras). Por exemplo, uma das situações a
evitar é fundar sapatas do mesmo edifício em camadas diferentes de solo, o que poderá conduzir a
assentamentos diferenciais.
14

Após a escavação, o fundo deverá ser limpo (removendo parcelas de terreno


desagregado) e compactado manual ou mecanicamente de modo a aumentar a
densidade do terreno pela redução dos seus vazios e evitar o recurso a uma camada de
betão de limpeza mais espessa.

Deve evitar-se que o solo retirado seja armazenado junto à periferia da escavação, de
modo a minorar o risco de aí voltar a cair e a não sobrecarregar o terreno adjacente
para evitar a descarga das paredes da fundação, sendo em seguida retirado e conduzido
a depósito. Este procedimento tem também como objetivo desobstruir os “cangalhos” e
as circulações.
15
O tempo de exposição dos caboucos deve ser minimizado, para evitar
danos relativos a descompressões do terreno e a ações prolongadas de agentes
atmosféricos

Tipos de agentes atmosféricos agressivos e respetivas consequências nos caboucos


16

De referir ainda que a realização do caboucos para execução das vigas de


fundação se processa de forma muito semelhante à descrita para as sapatas,
com a particularidade de geralmente ser efectuada de uma só vez com a pá
mecânica operada pela giratória, o que condiciona a largura do cabouco à da
própria pá.
17 Conclusão
Desta feita conclui-se que é sempre fundamental analisar as
edificações, observando de forma atenciosa e analítica a abertura
dos cabocos nos edifícios. Porem destaca-se como sendo uma das
principais partes muito impotente de qualquer obra, dai que como
técnicos deve-se observar tecnicamente pelas normas
recomendadas em abertura de caboucos.
18

Obrigado pela atenção dispensada