Você está na página 1de 1

LETRAMENTO CRÍTICO E FORMAÇÃO EM PRÉ-SERVIÇO:

Vitória França Albuquerque


O presente trabalho é um recorte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e tem por
objetivo analisar como ocorre a formação de docentes de Língua Inglesa em pré-
serviço, em um Curso de Letras, em uma universidade pública de um contexto mato-
grossense, no que diz respeito as competências e habilidades necessárias para a atuação
profissional. Pretende também averiguar se teorias dos multiletramentos, especialmente
o letramento crítico, tem estado presente no processo formativo, bem como as possíveis
contribuições desta teoria para uma formação e uma prática docente baseadas em
aspectos críticos e reflexivos. A pesquisa está fundamentada na Linguística Aplicada,,
çé de natureza qualitativa baseada em Bauer e Gaskell (2002), Marconi e Lakatos
(2003), e tem como bases teóricas Moita Lopes (2006), Santos e Justina (2012),
Siqueira (2012), dentre outros. Para a coletas de dados optou-se por utilizar entrevistas
semiestrututradas, bem como alguns documentos cuja a formação docente está
embasada, especificamente: Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica,
Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial e Continuada, Diretrizes
Curriculares Nacionais para o Curso de Letras, além do Plano Político Pedagógico da
instituição pesquisada. As entrevistas ocorreram no primeiro semestre de 2018 nas quais
20 sujeitos do Curso de Letras foram entrevistados, sendo 10 professores em pré-serviço
da 7º fase e mais 10 da 8º fase, por meio de um tópico guia com perguntas abertas.
Apesar de o empreendimento encontrar-se em período inicial de análise de dados, é
possível inferir por intermédio dos resultados parciais que a formação na referida
instituição ainda precisa ser remodelada, para que assim possa atender demandas
exigidas ao professor de Língua Inglesa na contemporaneidade. Os professores em pré-
serviço alegam que deveria haver um trabalho sequencial, bem como aspectos
relevantes à metodologias de ensino, para que assim tivessem maiores possibilidades de
refletir sobre sua própria formação e sua possível prática como professores de Língua
Inglesa, isto é, uma formação pautada no letramento crítico.
Palavras-chave: Formação em pré-serviço; Linguística Aplicada; Língua Inglesa.
(Apoio: CNPq – Processo 145370/ 2018-6)