Você está na página 1de 2

PUBLICITAÇÃO DO INÍCIO DO PROCEDIMENTO DE ELABORAÇÃO DO REGULAMENTO

QUE APROVA AS NORMAS TÉCNICAS E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS RELATIVAS À


REPRESENTAÇÃO GRÁFICA E SIMBOLOGIA A UTILIZAR NOS PLANOS TERRITORIAIS,
MUNICIPAIS E INTERMUNICIPAIS

1. Nos termos e para os efeitos do disposto no n.º 1 do artigo 98.º do Código do


Procedimento Administrativo (CPA), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 4/2015, de 7 de
janeiro, torna-se público que é dado início ao procedimento conducente à elaboração do
projeto de regulamento que aprova o modelo de dados para a estruturação em sistema de
informação geográfica (SIG) da informação que integra as peças gráficas que constituem os
planos territoriais, municipais e intermunicipais, bem como as normas e especificações
técnicas relativas à simbologia e convenções gráficas a utilizar na representação do
conteúdo regulamentar dos referidos planos territoriais.
2. A preparação do referido projeto destina-se a regulamentar o disposto no n.º 2 do artigo
94.º, no n.º 3 do artigo 190.º e na alínea d) do n.º 1 do artigo 203.º do Regime Jurídico dos
Instrumentos de Gestão Territorial (RJIGT), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 80/2015, de 14
de maio, bem como no n.º 5 do artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 193/95, de 18 de julho,
alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 141/2014, de 19 de setembro, disposições
legais que determinam que a cartografia temática que resulte da elaboração, alteração ou
revisão dos programas e planos territoriais está sujeita às normas e especificações técnicas
definidas e aprovadas pela Direção-Geral do Território (DGT), nomeadamente no que
respeita à simbologia e sistematização gráfica a utilizar nas peças gráficas dos programas e
planos territoriais.
3. No prazo de 10 dias úteis contados da data de publicitação do presente anúncio, podem
constituir-se como interessados e apresentar contributos ou sugestões no âmbito do
referido procedimento, os particulares e as entidades que comprovem ser titulares de
direitos e interesses legalmente protegidos nos termos previstos no n.º 1 do artigo 68.º do
CPA.
4. A constituição como interessado no presente procedimento depende de declaração escrita
nesse sentido e assinada, dirigida ao Diretor-Geral do Território, sendo enviada
preferencialmente para o endereço de correio eletrónico dirgeral@dgterritorio.pt ou

1
remetida, por via postal, para a seguinte morada: Rua Artilharia Um, n.º 107, 1099-052-
Lisboa ou por fax, através do n.º 213 819 699.
5. No pedido de constituição como interessado deve ser expressamente indicado o
procedimento a que o mesmo se reporta, bem como o nome, o número de identificação
fiscal, o número do Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão/Passaporte, a morada da
residência/sede social, o endereço de correio eletrónico do interessado, se este existir,
devendo a declaração a que se refere o ponto anterior conter ainda, se for o caso, o
consentimento prévio para que as notificações no âmbito do presente procedimento se
possam processar por correio eletrónico, nos termos da alínea c) do n.º 1 e do n.º 2 do
artigo 112.º do CPA.
6. Os contributos ou sugestões que venham a ser remetidas no âmbito da elaboração do
regulamento devem ser dirigidos ao Diretor-Geral do Território e enviados
preferencialmente para o endereço acima identificado, fazendo referência expressa ao
presente procedimento.

Lisboa, em 28 de julho de 2016.

O Diretor-Geral do Território

Rui Amaro Alves