Você está na página 1de 5

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS

FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA.

ATIVIDADE:  Relatório  Estudo de caso

 Exercício  Outros
Data da Entrega: Nota atribuida:
Disciplina Planejamento Urbano e Regional
15/04/2020
Assinatura Profº.:
Professor Msc. Lara Cristina Péres dos Santos Valor: 10,0 Pontos

ATIVIDADE AVALIATIVA – ÍNDICES URBANÍSTICOS

1. Considerando os parâmetros do lote dado, assinale a opção correta: (1,0


ponto)

Parâmetros do Lote
 Coeficiente de Aproveitamento
(CA) = 4.
 Taxa de ocupação máxima (TO)
= 50%.
 Gabarito máximo = 10 m.
 Taxa de permeabilidade = 60%.
 Altura máxima = 12 m.
 Pé direito = 3m.

a) Podem ser ocupados no máximo 200 m² do lote.


b) Considerando o coeficiente de aproveitamento dado, a área de construção
permitida é de 1.200 m².
c) Cada pavimento pode ter no máximo 3 metros de altura.
d) Considerando a taxa de ocupação dada, o número máximo de pavimentos é 8.
e) Descontada a projeção da edificação, o restante da área deve ter cobertura
permeável (grama, seixo rolado etc.).

2. Sobre um lote urbano incidem os seguintes índices urbanísticos:


 Taxa de ocupação = 50%.
 Coeficiente de aproveitamento = 4.
 Projeção do edifício = 250 m².
 Área do terreno = 1000 m².

É correto afirmar que: (0,5 ponto)


a) a edificação pode chegar a 13 pavimentos.
b) para o aproveitamento total dos dois índices urbanísticos, a projeção ideal seria
de 500 m².
c) o imóvel está irregular, pois a taxa de ocupação é inferior à estabelecida pela
norma.
d) o imóvel está irregular, pois não é possível atingir o máximo coeficiente de
aproveitamento.
e) a taxa de ocupação é inferior à estabelecida pela norma, portanto é possível a
construção de anexos mesmo que se tenha atingido o máximo potencial
construtivo no edifício principal.

3. Está correto afirmar que o índice de permeabilidade do solo: (0,5 ponto)


a) é igual à taxa de ocupação.
b) é o inverso da taxa de ocupação.
c) quando abaixo do definido não pode ser compensado ou complementado pelo
uso de cisterna, pois o princípio que os rege tem objetivos diferentes.
d) foi considerado inconstitucional por sua dependência quanto ao tipo de subsolo.
e) é calculado considerando toda área do terreno que não é coberta por material
impermeabilizante e que não esteja sobre as áreas de subsolo construído como,
por exemplo, os estacionamentos.

4. Para implantação de um edifício no terreno, deve-se considerar os


parâmetros urbanísticos de utilização do solo. Considere as situações e
escolha a alternativa correta. (0,5 ponto)
Considere:
TO – Taxa de ocupação.
CA – Coeficiente de aproveitamento.
Gabarito de altura máxima da edificação (3 m/andar).
At – Área total construída.

LEGISLAÇÃO PROJETO

TO (%) CA Altura Max. (m) Área terreno (m²) Edifício (At)

a) 18 4 54 3500 13890

b) 20 2 45 5360 16534

c) 22 4 45 4250 21565

d) 22 4 54 3417,5 13670

e) 22 6 54 8542,5 36942

5. A implantação de um objeto arquitetônico pressupõe a observância de uma


série de condicionantes que interferem diretamente na qualidade do
edifício, tais como clima, topografia, condições do solo, nível de ruído local.
Além desses, o arquiteto deve levar em conta os parâmetros definidos para
a localidade, quais sejam: recuo, afastamento, altura, taxa de ocupação,
coeficiente de aproveitamento, taxa de permeabilidade, cota de soleira etc.
Sobre esse assunto, assinale a opção incorreta. (0,5 ponto)
a) Coeficiente de aproveitamento – relação percentual entre a área total do
terreno e a área total edificável.
b) Taxa de ocupação – relação percentual entre a projeção horizontal da
edificação e a área total do terreno. 
c) Taxa de permeabilidade – relação percentual entre a área non edificandi e a
área total do terreno. 
d) Gabarito – altura máxima medida a partir da cota de piso até o ponto máximo
da edificação. 

6. Considere um lote de 25,00 m de frente por 50,00 m de profundidade,


localizado numa zona urbana sobre a qual incidem uma taxa de ocupação
de 25% e um coeficiente de aproveitamento igual a 2. Tendo-se em vista
estes dois parâmetros, calcule a área máxima que poderá ser construída
neste lote e assinale a alternativa correta. (1,0 ponto)
a) 625,00 m², distribuídos entre 4 pavimentos de 156,25 m² cada.
b) 312,50 m², distribuídos entre 2 pavimentos de 156,25 m² cada.
c) 1.250,00 m², distribuídos entre 4 pavimentos de 312,50 m² cada.
d) 2.500,00 m², distribuídos entre 8 pavimentos de 312,50 m² cada.

7. Duas construções, A e B, foram edificadas em dois terrenos distintos com as


mesmas dimensões, 20 × 30 metros.
A edificação A tem quatro pavimentos medindo 16 x 18,75metros.
A segunda possui os dois primeiros pavimentos medindo 16 x 18,75 metros e
mais quatro pavimentos centralizados geometricamente em planta circular
medindo 150 m² de área cada um. 
Considerando a taxa de ocupação como a relação entre a área de projeção
da edificação e a área do terreno, e coeficiente de aproveitamento como a
relação entre a área edificada e a área do terreno: (3,0 pontos)

a) a taxa de ocupação é maior no caso B, e o coeficiente de aproveitamento é


maior no caso A.
b) a taxa de ocupação em ambos os casos é a mesma, porém o coeficiente de
aproveitamento é maior no caso B.
c) o coeficiente de aproveitamento em ambos os casos é o mesmo, porém a taxa
de ocupação é maior no caso B.
d) o coeficiente de aproveitamento é maior no caso B, e a taxa de ocupação é
maior no caso A.
e) o coeficiente de aproveitamento e a taxa de ocupação em ambos os casos são
os mesmos.

8. A prefeitura estipulou para a Zona onde se encontra este terreno o CA


máximo de 1,0. Significa que a soma de todas as áreas construídas (não só
do térreo, mas de todos os pavimentos) não pode ultrapassar uma vez (1,0x)
a área do terreno.
Dados
 Área do terreno = 250 m².
 Construção principal = 100 m², sendo:
 Térreo = 50 m².
 Pavimento superior = 50 m².
 Edícula = 20 m².

Qual o valor do CA para a edificação dada? A construção obedece o CA


máximo? (3,0 pontos)

Área do terreno 25 x10 =250,00m²


A prefeitura estipulou para a zona onde se encontra este terreno no C.A máximo de
1,0 , significa que a soma de todas as áreas construídas (não só do terre, mas de todos
os pavimentos ) não pode ultrapassar 1,0 vezes a área do terreno ou seja 250m².
Construção principal ;100,00 m², sendo 50,00m² no térreo e 50,00 m² no pavimento
superior.

Edicula;20,00m²

100,00m² + 20,00m²= 120,00m² (atende o índice estipulado)

C.A

Construção principal; 100,00m² /250,00m² =0,4

Edícula; 20,00m² /250,00m²=0,08

C.A total ;0,4 + 0,08 =0,48

A construção obedece o C.A máximo

Interesses relacionados