Você está na página 1de 89

j $

m 8
0 r .
Caderno de Práticas Pedagógicas

FORMAÇÃO L NGUAGEM
1
k 1
q
e

6
CETRAMENTO
MAISPAIC
2019 É M TEMÁTICO

} * e CIENTÍFIC
j
@
Anos Finais Ensino Fundamental
h x
MATEMÁTICA
l
oW
VOL. I

j C
C
C
6b

+ PRENDER
v Qualificando a ação escolar
Governador
Camilo Sobreira de Santana

Vice-Governadora
Maria Izolda Cela de Arruda Coelho

Secretária da Educação
Eliana Nunes Estrela

Secretário Executivo de Cooperação com os Municípios


Márcio Pereira de Brito

Coordenadora de Cooperação com os Municípios para Desenvolvimento da Aprendizagem na


Idade Certa
Ana Gardennya Linard Sírio Oliveira

Articuladora da Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental


Francisca Rosa Paiva Gomes

Equipe do Eixo dos Anos Finais do Ensino Fundamental - SEDUC


Iarli Barreto Leite Falcão Junior
Ive Marian de Carvalho
Izabelle de Vasconcelos Costa

Autor
Iarli Barreto Leite Falcão Junior

Revisão de Texto
Iarli Barreto Leite Falcão Junior
Izabelle de Vasconcelos Costa

Organização Gráfica
Felipe Kokay Farias
Izabelle de Vasconcelos Costa
Raimundo Elson Mesquita Viana
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 1

Prezados professor(a),

É com grande satisfação que apresentamos o caderno de atividades de Matemática


dos anos finais do Ensino Fundamental. Este caderno tem como objetivo auxiliá-lo nas suas
atividades diárias com os alunos em sala de aula, facilitando o processo de ensino-
aprendizagem, propondo tarefas lúdicas e dinâmicas, por meio de jogos e exercícios de
consolidação, com uma linguagem adequada ao universo dos alunos em questão.
Apresentaremos a seguir, tópicos didáticos que contemplarão as cinco unidades
temáticas estabelecidas pela BNCC: Geometria, Grandezas e medidas, Probabilidade e
estatística, Álgebra e Números. As atividades propostas nesse material foram pensadas de
forma que os professores dos anos finais do Ensino Fundamental da rede pública do estado
do Ceará possam desenvolver, nos seus alunos, competências necessárias para atingir o
letramento matemático. Ao propormos o Caderno, temos como objetivo fortalecer o trabalho
docente com atividades enriquecedoras, disponibilizando vivências escolares mais
significativas e, dessa forma, propiciando o protagonismo dos jovens estudantes.
O Caderno de Práticas Pedagógicas está dividido em Blocos de Atividades,
contemplando as cinco unidades temáticas descritas anteriormente, respeitando a
distribuição proporcional de itens na avaliação Saeb e sua representatividade entre as
habilidades da BNCC.
Cabe destacar que para a efetiva consolidação do conhecimento, é necessário levar
em consideração as experiências já vivenciadas pelo aluno e o contexto no qual ele está
inserido, sendo assim, o professor está livre para adequar as práticas sugeridas ao contexto
vivenciado em sala de aula.
Para cada atividade, propomos orientações metodológicas que nortearão o trabalho
do professor no momento de execução dos exercícios sugeridos.
Todas as sugestões contribuem para a valorização do trabalho do professor em sala
de aula, visando especialmente o letramento matemático. O que fará a diferença no uso
dessa ferramenta será a dedicação que cada professor terá em relação à aprendizagem
dos nossos estudantes.

Bom trabalho!
A equipe organizadora.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 2

SUMÁRIO

1. Rotinas pedagógicas ................................................................................... 03


1.1 Rotinas pedagógicas 6°ano/7°ano ......................................................... 03
1.2 Rotinas pedagógicas 8°ano/9°ano......................................................... 05

2. Conjunto de atividades diversificadas .......................................................... 07

2.1. Atividades dirigidas 6°ano/7°ano .......................................................... 08

2.2. Atividades dirigidas 8°ano/9°ano .......................................................... 20

3. Orientações metodológicas ......................................................................... 33

3.1. Relação das questões com a matriz de referência Saeb ...................... 34

3.2. Jogos .................................................................................................... 40

3.2.1. Jogo Estrela..................................................................................... 41

3.2.2. Jogo Termômetro Maluco ................................................................ 50

3.2.3. Jogo Capturando Polígonos ............................................................ 57

3.2.4. Jogo Batalha dos ângulos ................................................................ 65

3.2.5. Jogo Corrida dos obstáculos ........................................................... 70

3.2.6. Jogo Mestre e adivinho .................................................................... 74

4. Avaliação do Caderno de Práticas Pedagógicas ......................................... 78


4.1. 6° e 7° ano............................................................................................ 78
4.2. 8° e 9° ano............................................................................................ 80

5. Referencial teórico....................................................................................... 82

5. Referências bibliográficas............................................................................ 87
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 3

ROTINAS PEDAGÓGICAS

Professores(as), o quadro abaixo contém uma sugestão de rotina que trabalha os


Eixos do Conhecimento avaliados no SAEB: Números, Álgebra, Geometria, Grandezas e
Medidas, Probabilidade e Estatística. Propomos que o trabalho com o Caderno de Práticas
Pedagógicas seja planejado concomitantemente ao trabalho desenvolvido com o PNLD.

6°ano/7°ano
SEMANAS NÚMEROS ÁLGEBRA GEOMETRIA GRANDEZAS PROBABILIDADE
E MEDIDAS E ESTATÍSTICA
1 H/A 1 H/A 1 H/A 1 H/A 1 H/A
1° Operações Equações Prismas e Problemas Leitura e
SEMANA com polinomiais pirâmides: sobre interpretação de
números do 1° grau- planificações- medidas tabelas e
naturais Bloco 1 Bloco 1 envolvendo gráficos- Bloco 1
(adição e questão questão 01 comprimento- questão 03
subtração) 05 Bloco 1
- Bloco 1 questão 02
questão
04
2° Operações Equações Prismas e Problemas Leitura e
SEMANA com polinomiais pirâmides: sobre interpretação de
números do 1° grau- planificações medidas tabelas e
naturais( a Bloco 2- e relações envolvendo gráficos- Bloco 2
dição e questão entre seus massa- questão 08
subtração) 10 elementos- Bloco 2
- Bloco 2 Bloco 2 questão 07
questão questão 06
09

SEMANA Operações com números decimais- 5h/a. Sendo:

 Fazendo intervenção 1h/a


 Atividade de verificação 1h/a
 Momento lúdico 2 h/a
 Avaliando o conhecimento 1h/a

4° Números Equações Ampliação e Problemas Leitura e


SEMANA primos e polinomiais redução de envolvendo interpretação de
compostos do 1° grau- figuras planas medições- tabelas e
- Bloco 03 Bloco 3- em malhas Bloco 3 gráficos- Bloco 3
questão questão quadriculadas- questão 12 questão 13
14 15 Bloco 3
questão 11
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 4

5° Múltiplos e Equações Perímetro de Problemas Média aritmética-


SEMANA divisores polinomiais figuras planas- sobre Bloco 4 questão
de um do 1° grau- Bloco 04 medidas 18
número Bloco 4- questão 16; envolvendo
natural- questão Bloco 07 tempo-
Bloco 04 20; Bloco questão 26 Bloco 04
questão 07 questão 17;
19; Bloco questão Bloco 05
07 35 questão 22
questão
34

SEMANA Operações com números inteiros (adição e subtração)- 5h/a. Sendo:

 Fazendo intervenção 1h/a


 Atividade de verificação 1h/a
 Momento lúdico 2 h/a
 Avaliando o conhecimento 1h/a

7° Cálculo de Problemas Ampliação e Cálculo de Cálculo de


SEMANA porcentage envolvend redução de volume de probabilidade-
m- Bloco o figuras blocos Bloco 05
05 grandezas planas em retangulares- questão 23
questão diretament malhas Bloco 07
24 e quadriculada questão 32
proporcion s- Bloco 05
ais- Bloco questão 21
5 questão
25
8° Cálculo de Problemas Classificação Problemas Cálculo de
SEMANA porcentage envolvend dos sobre probabilidade-
m- Bloco o polígonos medidas Bloco 06
06 grandezas (convexo e envolvendo questão 28;
questão diretament regular)- comprimento- Bloco 07
29 e Bloco 6 Bloco 6 questão 33
proporcion questão 26 questão 27
ais- Bloco
6 questão
30
9° Propriedades dos lados e ângulos de polígonos- 5h/a. Sendo:
SEMANA
 Fazendo intervenção 1h/a
 Atividade de verificação 1h/a
 Momento lúdico 2 h/a
 Avaliando o conhecimento 1h/a
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 5

8°ano/9°ano

NÚMEROS ÁLGEBRA GEOMETRIA GRANDEZAS E PROBABILIDADE


MEDIDAS E ESTATÍSTICA
1 H/A
1 H/A 1 H/A 1 H/A 1 H/A
1° Notação Razão Propriedade Área de Medidas de
SEMANA científica-entre de figuras planas- tendência
Bloco 8 grandezas- quadrilátero Bloco 8 central- Bloco 8
questão Bloco 8 s- Bloco 8 questão 39 questão 40
36 questão questão 38
37
2° Potenciaçã Equação Propriedade Área de Princípio
SEMANA o- Bloco 9 polinomial s de figuras planas- multiplicativo da
questão do 2°grau quadrilátero Bloco 9 contagem- Bloco
41 do tipo s-Bloco 9 questão 44 9 questão 45
ax²=b – questão 43
Bloco 9
questão
42

SEMANA Ângulos- 5h/a. Sendo:

 Fazendo intervenção 1h/a


 Atividade de verificação 1h/a
 Momento lúdico 2 h/a
 Avaliando o conhecimento 1h/a

4° Radiciação Expressõe Semelhança Área do Princípio


SEMANA - Bloco 10 s de círculo- Bloco multiplicativo da
questão algébricas- triângulos- 10 questão 49 contagem- Bloco
46 Bloco 10 Bloco 10 10 questão 50
questão questão 48
47
5° Radiciação Expressõe Teorema de Comprimento Gráfico de
SEMANA - Bloco 11 s Pitágoras- da barras- Bloco 11
questão algébricas- Bloco 11 circunferência- questão 55;
51 Bloco 11 questão 53 Bloco 11 Bloco 14
questão questão 54 questão 70
52

SEMANA Expressões algébricas- 5h/a. Sendo:

 Fazendo intervenção 1h/a


 Atividade de verificação 1h/a
 Momento lúdico 2 h/a
 Avaliando o conhecimento 1h/a
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 6

7° Princípio Sistema de Relações Volume do Gráfico de linhas-


SEMANA multiplicati equações métricas no cilindro- Bloco Bloco 12
vo da polinomiais triângulo 12 questão 59 questão 60
contagem- do 1°grau- retângulo-
Bloco 12 Bloco 12 Bloco 12
questão questão questão 58
56 57
8° Porcentag Grandezas Ângulos na Volume de Medidas de
SEMANA em- Bloco diretament circunferênc prismas- tendência
13 e ia- Bloco 13 Bloco 13 central- Bloco 13
questão proporcion questão 63; questão 64; questão 65
61; Bloco ais- Bloco Bloco 14 Bloco 14
14 13 questão 68 questão 69
questão questão
66 62; Bloco
14
questão
67

SEMANA Linguagem algébrica simbólica- 5h/a. Sendo:

 Fazendo intervenção 1h/a


 Atividade de verificação 1h/a
 Momento lúdico 2 h/a
 Avaliando o conhecimento 1h/a
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 7

CONJUNTO DE

ATIVIDADES

DIVERSIFICADAS
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 8

ATIVIDADES 6°ANO/7°ANO

BLOCO 01
01.Maria quer inovar em sua loja de embalagens e decidiu vender caixas com diferentes
formatos. Nas imagens apresentadas estão as planificações dessas caixas.

Quais serão os sólidos geométricos que Maria obterá a partir dessas planificações?

A) Cilindro, prisma de base pentagonal e pirâmide.

B) Cone, prisma de base pentagonal e pirâmide.

C) Cone, tronco de pirâmide e pirâmide.

D) Cilindro, tronco de pirâmide e prisma.

02.O perímetro de um triângulo é 3,14 m, e dois de seus lados medem 115 cm e 75 cm.
Qual é a medida do terceiro lado, em centímetros?

03.Observe o gráfico a seguir e responda:


Quantidade de pessoas que visitaram o Parque do Ibirapuera

900 804
800 732
Quantidade de pessoas

655
700
600 491
500 446
400
300
200
100
0
2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira
Dia da semana

Quantas pessoas, ao todo, visitaram o Parque do Ibirapuera nos cinco dias?


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 9

04.Minas Gerais e São Paulo são os estados brasileiros com o maior número de municípios,
1498 ao todo. Sabendo que o estado de São Paulo tem 645 municípios, quantos municípios
tem Minas Gerais?

05.A soma de três números consecutivos é 126. Quais são esses números?

BLOCO 02
06. Abaixo estão desenhadas as vistas superior e frontal de uma figura.

Dentre as opções abaixo, a única figura com essas vistas é:


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 10

07. Um pão é feito com 300g de farinha de trigo. Quantos pães desse tipo podem ser feitos
com 12,9 kg de farinha?

08. O gráfico abaixo mostra a quantidade de pontos feitos pelos times A, B, C e D no


campeonato de futebol da escola. De acordo com o gráfico, quantos pontos o time C
conquistou?

A) 50
B) 40
C) 35
D) 30
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 11

09.Certo caminhão, quando vazio, tem 8250 kg. Esse caminhão foi carregado com
determinada mercadoria, cuja massa era de 4976 kg. Quantos quilogramas têm juntos o
caminhão e a mercadoria transportada?

10.Leia as informações: O triplo da idade de Manuela menos 12 anos é igual a 36 anos.


Determine a idade de Manuela.

BLOCO 03
11.Observe o painel de Carol. A figura 2 é uma ampliação da figura 1.

Quantas vezes o perímetro da figura 2 é maior que o perímetro da figura 1?

A) Duas
B) Três
C) Quatro
D) Nove

12. O comprimento de um grande fio corresponde à soma dos comprimentos de 24 fios


menores. São eles:
• 12 fios, cada um dos quais com comprimento que mede 14,7 cm;
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 12

• 4 fios, cada um dos quais com comprimento que mede 0,3765 km;
• 8 fios, cada um dos quais com comprimento que mede 13,125 dam.

Esse grande fio foi dividido em 3 fios de igual comprimento, chamados de unidade modelo.
Qual é a medida, em metros, do comprimento de uma unidade modelo?

A) 6385,500
B) 2557,764
C) 852,588
D) 94,302

13.A tabela mostra o total de visitantes na cidade de Londrina durante as estações do ano.
Qual foi a estação do ano com o maior número de visitantes?

Total de visitantes
Estações do ano (aproximadamente)

Verão 1.148
Outono 1.026
Inverno 1.234
Primavera 1.209

A) Inverno
B) Outono
C) Primavera
D) Verão

14. Utilizando o Crivo de Eratóstenes, determine os números primos compreendidos entre


1 e 150.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 13

15. Em uma escola há uma quadra poliesportiva cujo perímetro é 96 m, sendo a medida do
comprimento da quadra 12m maior que a da largura. Quais as dimensões dessa quadra?

BLOCO 04
16. Durante a aula de Educação Física o professor pediu que os alunos dessem uma volta
em torno da quadra. Calcule quantos metros cada aluno correu, sabendo que cada lado do
quadrado equivale a 1 metro.

A figura acima representa a quadra.

A) 58m
B) 190m
C) 10m
D) 25m
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 14

17. Os meses de março, abril e maio têm, respectivamente, 31, 30 e 31 dias. Sabendo que
o dia 1o de março de 2018 cairá em uma quinta feira, o dia 31 de maio de 2018 cairá em
uma

A) 3a feira.
B) 2a feira.
C) 4a feira.
D) 6a feira.
E) 5a feira.

18. A tabela abaixo informa a cotação do dólar (moeda estrangeira) durante uma
determinada semana. De acordo com a tabela informativa, determine o valor médio da
moeda estrangeira na semana, sempre lembrando que esse valor é cotado de acordo com
a moeda nacional: o Real.

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira

R$ 2,20 R$ 2,30 R$ 2,38 R$ 2,10 R$ 2,25

19. Um sargento organizou os 30 soldados de seu batalhão em 3 fileiras com o mesmo


número de soldados em cada uma. Escreva de que outras 4 maneiras o sargento pode
organizar o batalhão, de tal forma que cada fileira tenha o mesmo número de soldados.

20.As idades de 3 irmão somam 99 anos. Sabendo-se que o mais jovem tem 1/3 da idade
do mais velho e o 2º irmão tem a metade da idade do mais velho, determine a idade do
mais velho.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 15

BLOCO 05
21.Observe os desenhos abaixo:

A área da Figura I é:

A) duas vezes a área da figura II.


B) quatro vezes a área da figura II.
C) seis vezes a área da figura II.
D) oito vezes a área da figura II.

22.Faltam 5 semanas e 5 dias para Antônio completar 9 anos. Quantos dias faltam para o
aniversário de Antônio?
A) 10
B) 14
C) 19
D) 40
23.No lançamento de um dado não viciado, qual é a probabilidade de obtermos um número
maior que 4?

24.Na compra de um aparelho obtive desconto de 15% por ter feito o pagamento à vista.
Se paguei R$ 102,00 reais pelo aparelho, qual era seu o preço original?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 16

25. Em uma escola onde estão matriculados 973 alunos, para cada 5 alunos do Ensino
Fundamental, outros 2 alunos estudam no Ensino Médio. Quantos alunos dessa escola
estudam no Ensino Fundamental? E quantos estudam no Ensino Médio?

BLOCO 06
26.Os polígonos podem ser classificados como convexos ou não convexos, regulares ou
não regulares. A respeito dessa classificação, assinale a alternativa correta:

A) Um polígono é dito convexo quando possui todos os lados iguais.

B) Um polígono é dito convexo quando possui todos os ângulos iguais.

C) Um polígono é regular quando possui lados congruentes.

D) Um polígono é convexo quando qualquer segmento de reta, que possui extremidades


em seu interior, não possui pontos fora dele.

27. Observe a ilustração abaixo e observe o tamanho das chaves.


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 17

Qual a diferença em centímetros da chave maior para a chave menor?


A) 5 cm
B) 2 cm
C) 8 cm
D) 6 cm

28.No lançamento de dois dados, qual é o número total de possibilidades de resultados e


qual é a probabilidade de obtermos soma igual a 8?

29.Na sala de aula, a professora descobriu que 40% dos alunos são corintianos, 30%
torcem para o São Paulo, 20% são palmeirenses, 10% torcem pro Santos e o resto não
gosta de futebol. Sabendo que existem 40 alunos na sala, quantos torcem para o São
Paulo?

30.Digitando 25 palavras por minuto, Eduardo digitou certo texto em 5h 20min. Para que o
mesmo texto seja digitado em 4h 10 min, quantas palavras por minuto, em média, devem
ser digitadas?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 18

BLOCO 07
31. Márcia cortou uma tira retangular de 2 cm de largura de cada um dos quatro lados de
uma folha de papel medindo 12 cm por 20 cm. Qual é o perímetro do pedaço de papel que
sobrou?

A) 48 cm
B) 50 cm
C) 52 cm
D) 54 cm

32.O degrau de uma escada lembra a forma de um paralelepípedo com as seguintes


dimensões: 1 m de comprimento, 0,5 m de largura e 0,4 m de altura. Determine o volume
total de concreto gasto na construção dessa escada sabendo que ela é constituída de 20
degraus.

33. Dado um baralho comum de 52 cartas (do ás ao rei), qual é a probabilidade de


escolhermos aleatoriamente uma carta de ouros (balão)?

34. Os Jogos Olímpicos de Verão acontecem em anos divisíveis por 4. Se essa regra se
mantiver, em que ano serão realizados os primeiros Jogos Olímpicos de Verão depois de
2021?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 19

35.Uma indústria, para atender a uma encomenda de 480 mil litros de suco, regulou uma
máquina para produzir essa quantidade de suco em 30 dias. Em média, quantos litros de
suco a máquina vai produzir por dia?

GABARITO
1. A 2. 124 cm 3. 3128 4. 853 5. 6. C 7. 43
41;42;43
8. B 9. 13.226 10. 16 11. B 12. C 13. A 14. -
15. 18;30 16. A 17. A 18. 2,24 19. - 20. 54 21. B
22. D 23. 1/3 24. 120 25. 26. D 27. D 28. 36;
695;278 5/36
29. 12 30. 27 31. A 32. 5 33. ¼ 34. 2024 35. 16
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 20

ATIVIDADES 8°ANO/9°ANO

BLOCO 08
36.Na tabela estão apresentadas as distâncias aproximadas de alguns planetas ao Sol.

DISTÂNCIA DE ALGUNS PLANETAS AO SOL


Planeta Distância (em km)

Vênus 108 000 000

Marte 228 000 000

Júpiter 778 000 000

Saturno 1 427 000 000

Neturno 4 498 000 000

Escreva as distâncias entre o sol e os planetas indicados na tabela utilizando notação


científica.

37. Beatriz foi de São Paulo a Campinas (92Km) no seu carro. Foram gastos nesse percurso
8 litros de combustível. Qual a razão entre a distância e o combustível consumido? O que
significa essa razão?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 21

38.Sobre as propriedades dos quadriláteros, assinale a opção correta:

A) A soma dos ângulos internos de um quadrilátero é igual a 180°;

B) Em um paralelogramo, as diagonais são congruentes;

C) Em um paralelogramo, lados opostos são paralelos e congruentes;

D) Em um quadrado, as diagonais são perpendiculares e não congruentes;

39.O pátio interno de uma escola será revestido com lajotas quadradas de 50 centímetros
de lado. Quantas lajotas serão usadas se o pátio tem 38 metros de comprimento e 26
metros de largura?

A) 3952

B) 1900

C) 988

D) 49400

40.Uma equipe de especialistas do centro meteorológico de uma cidade mediu a


temperatura do ambiente, sempre no mesmo horário, durante 15 dias intercalados, a partir
do primeiro dia de um mês. Esse tipo de procedimento é frequente, uma vez que os dados
coletados servem de referência para estudos e verificação de tendências climáticas ao
longo dos meses e anos. As medições ocorridas nesse período estão indicadas no quadro:

Dia do Mês Temperatura ºC


1 15,5
3 14
5 13,5
7 18
9 19,5
11 20
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 22

13 13,5
15 13,5
17 18
19 20
21 18,5
23 13,5
25 21,5
27 20
29 16

Em relação à temperatura, os valores da média, mediana e moda são, respectivamente,


iguais a

A) 17°C, 17°C e 13,5°C.

B) 17°C, 18°C e 13,5°C.

C) 17°C, 13,5°C e 18°C.

D) 17°C, 18°C e 21,5°C.

BLOCO 09
41. Para comprar uma motocicleta Rita decidiu economizar dinheiro durante 6 meses
consecutivos para isso ela economizou sempre o dobro da quantia economizada no mês
anterior sabendo que Rita economizou R$ 128,00 no primeiro mês, responda:

a) Qual a quantia economizada por Rita em cada mês?

b) Quais potências de base 2 representam as quantias determinadas no item a ?


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 23

c) Quantos reais Rita economizou ao final dos 6 meses?

42.Resolva a equação incompleta do 2° grau a seguir sem utilizar a fórmula de Bhaskara:


5x² – 3125 = 0

43.Sobre as afirmações a seguir, assinale apenas a alternativa correta.

A) Todo quadrilátero é paralelogramo;

B) Todo retângulo é também quadrado;

C) Todo losango é também quadrado;

D) Todo quadrado é também paralelogramo;

44. Observe a figura abaixo e calcule a área de cada polígono e a área total da figura.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 24

45. Uma pessoa está na sala A e precisa chegar até a sala E. Sabendo-se que existem
duas passagens da sala A para a B, três da sala B para a C, duas da C para a D, quatro da
sala D para a E e que, uma vez feita a passagem de uma sala para a outra, não se pode
retornar, de quantas maneiras diferentes essa pessoa pode escolher seu caminho?

BLOCO 10
46. Qual a medida do lado de um quadrado cuja área é 289 cm²?

47. Sabendo que x = 4, determine o perímetro do polígono:


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 25

48. A sombra de um prédio, em um terreno plano, em uma determinada hora do dia, mede
15 m. Nesse mesmo instante, próximo ao prédio, a sombra de um poste de altura 5 m mede
3 m. A altura do prédio, em metros, é:

49. A loja Festança aluga brinquedos para festas, e um dos itens mais procurados é a cama
elástica. São oferecidos aos clientes dois modelos com formato circular: uma com diâmetro
medindo 3m e outra com diâmetro medindo 6m. Luiz estava em dúvida sobre qual modelo
escolher para a sua festa, pois a quantidade de pessoas que poderia utilizá-las ao mesmo
tempo seria diferente. Para ajudá-lo, responda: quantas vezes a área de uma cama elástica
é maior do que a outra?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 26

50.Uma escola está promovendo uma gincana. Uma das tarefas consiste em cada equipe
confeccionar sua própria bandeira. A equipe A recebeu as seguintes instruções: “a bandeira
deverá ter cinco faixas verticais; poderão ser usadas até quatro cores para pintá-las (azul,
amarelo, vermelho e verde), porém, duas faixas consecutivas não podem ser pintadas com
a mesma cor”. Quantas possibilidades diferentes a equipe terá para escolher a sua
bandeira?

BLOCO 11
51. Se o volume de um cubo é 343 cm³, qual a medida de sua aresta?

52. Sabe-se que x² + y² = 20 e xy = 3, qual é o valor de (x + y)²?

53.A distância entre os muros laterais de um lote retangular é exatamente 12 metros.


Sabendo que uma diagonal desse lote mede 20 metros, qual é a distância do portão até o
muro do fundo?

a) 8 metros

b) 10 metros

c) 12 metros

d) 14 metros

e) 16 metros
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 27

54.Para realizar o teste físico em determinado concurso da PM, os candidatos devem correr
ao redor de uma praça circular cujo diâmetro mede 120 m. Uma pessoa que dá 9 voltas ao
redor dessa praça percorre: (Dado: π = 3).

A) 1620 m
B) 3240 m
C) 4860 m
D) 6480 m

55.Os dados do gráfico foram coletados por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de
Domicílios.

Supondo-se que, no Sudeste, 14900 estudantes foram entrevistados nessa pesquisa,


quantos deles possuíam telefone móvel celular?

A) 5513

B) 6556

C) 7450

D) 8344
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 28

BLOCO 12
56.Um restaurante oferece no cardápio 2 saladas distintas, 4 tipos de pratos de carne, 5
variedades de bebidas e 3 sobremesas diferentes. Uma pessoa deseja uma salada, um
prato de carne, uma bebida e uma sobremesa. De quantas maneiras a pessoa poderá fazer
seu pedido?

57.Em sua rua, André observou que havia 20 veículos estacionados, dentre motos e carros.
Ao abaixar-se, ele conseguiu visualizar 54 rodas. Qual é a quantidade de motos e de carros,
respectivamente, estacionados na rua de André?

58.A soma dos números correspondentes às medidas a, b, c e h no triângulo da figura


abaixo formam uma senha que abre o cofre do senhor Adamastor.

Qual a senha que abre o cofre do Adamastor?

A) 124
B) 134
C) 174
D) 144

59. Um cilindro reto tem raio da base igual a 5 cm e altura igual a 10 cm. Qual o volume do
cilindro em cm³?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 29

60. No gráfico estão representados os gols marcados e os gols sofridos por uma equipe de
futebol nas dez primeiras partidas de um determinado campeonato. Considerando que,
neste campeonato, as equipes ganham 3 pontos para cada vitória, 1 ponto por empate e 0
ponto em caso de derrota, a equipe em questão, ao final da décima partida, terá acumulado
um número de pontos igual a:

A) 15
B) 17
C) 18
D) 20

BLOCO 13
61.Na cidade que João mora, foi feita uma pesquisa sobre o meio de transporte utilizado
pelos alunos para chegarem à escola. Foi feita a pesquisa com 2 000 alunos sendo que
42% responderam que vão de carro, 25% responderam que vão de moto e o restante de
ônibus. Calcule o número de alunos que utilizam o ônibus para chegarem na escola.

62.Uma fábrica mantém jornadas de trabalho de 6 horas para seus funcionários e, com
essa jornada, a produção mensal é de 160 mil produtos. Quantas horas diárias serão
necessárias para elevar a produção para 240 mil produtos?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 30

63.Determine o valor do ângulo x, conforme a figura abaixo:

A) 24º
B) 28º
C) 38º
D)17º
64. Calcule a capacidade, em litros, de uma piscina com as seguintes dimensões: 8 m de
comprimento, 6 m de largura e 1,8 m de profundidade (altura).

65. As notas de um candidato em suas provas de um concurso foram: 8,4; 9,1; 7,2; 6,8; 8,7
e 7,2. A nota média, a nota mediana e a nota modal desse aluno, são respectivamente:

A) 7,9; 7,8; 7,2

B) 7,2; 7,8; 7,9

C) 7,8; 7,8; 7,9

D) 7,2; 7,8; 7,9


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 31

BLOCO 14
66.Na festa de aniversário do meu sobrinho derrubei uma mesa onde estavam 40 garrafas
de refrigerante. Sobraram apenas 15% das garrafas sem quebrar. Quantas garrafas
sobraram e quantas eu quebrei?

67.Quatro caminhões transportam 250 m³ de areia. Quantos caminhões iguais a esse serão
necessários para transportar 7000 m³ de areia?

68.Determine o valor do ângulo x, conforme a figura abaixo:

A) 70º
B) 76º
C) 80º
D) 82º
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 32

69. O comprimento de um paralelepípedo é o triplo de sua largura, e o dobro de sua altura.


Sabendo que esse paralelepípedo tem 36 cm³ de volume, determine suas dimensões.

70.A escolaridade dos jogadores de futebol nos grandes centros é maior do que se imagina,
como mostra a pesquisa abaixo, realizada com os jogadores profissionais dos quatro
principais clubes de futebol do Rio de Janeiro. De acordo com esses dados, o número de
jogadores dos quatro clubes que concluíram o Ensino Médio é de aproximadamente:

A) 50.
B) 55
C) 60.
D) 65.

GABARITO
36. - 37. 11,5 38. C 39. A 40. B 41. - 42. 25 ;
-25
43. D 44. - 45. 48 46. 17 47. 86 48. 25 49. 4
50. 324 51. 7 52. 26 53. 16 54. B 55. D 56. 120
57. 26;28 58. D 59. 785 60. C 61. 660 62. 9 63. 9
64. 86.400 65. A 66. 6;34 67. 112 68. B 69. 2;3;6 70. C
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 33

ORIENTAÇÕES

METODOLÓGICAS
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 34

RELAÇÃO DAS QUESTÕES COM A MATRIZ DE REFERÊNCIA SAEB

QUESTÃO DESCRITOR HABILIDADE


01 D2 Identificar propriedades comuns e diferenças entre
figuras bidimensionais e tridimensionais,
relacionando-as com as suas planificações.
02 D12 Resolver problema envolvendo o cálculo de
perímetro de figuras planas.
03 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
04 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
05 D33 Identificar uma equação ou inequação do 1º grau que
expressa um problema.
06 D2 Identificar propriedades comuns e diferenças entre
figuras bidimensionais e tridimensionais,
relacionando-as com as suas planificações.
07 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
08 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
09 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
10 D33 Identificar uma equação ou inequação do 1º grau que
expressa um problema.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 35

11 D5 Reconhecer a conservação ou modificação de


medidas dos lados, do perímetro, da área em
ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando
malhas quadriculadas.
12 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
13 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
14 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
15 D12 Resolver problema envolvendo o cálculo de
perímetro de figuras planas.
16 D5 Reconhecer a conservação ou modificação de
medidas dos lados, do perímetro, da área em
ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando
malhas quadriculadas.
17 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
18 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
19 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 36

20 D33 Identificar uma equação ou inequação do 1º grau que


expressa um problema.
21 D5 Reconhecer a conservação ou modificação de
medidas dos lados, do perímetro, da área em
ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando
malhas quadriculadas.
22 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
23 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
24 D28 Resolver problema que envolva porcentagem.

25 D29 Resolver problema que envolva variação


proporcional, direta ou inversa, entre grandezas.
26 D8 Resolver problema utilizando propriedades dos
polígonos (soma de seus ângulos internos, número
de diagonais, cálculo da medida de cada ângulo
interno nos polígonos regulares)
27 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
28 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
29 D28 Resolver problema que envolva porcentagem.
30 D29 Resolver problema que envolva variação
proporcional, direta ou inversa, entre grandezas.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 37

31 D12 Resolver problema envolvendo o cálculo de


perímetro de figuras planas.
32 D14 Resolver problema envolvendo noções de volume.
33 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
34 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
35 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
36 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos.
37 D26 Resolver problema com números racionais
envolvendo as operações (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação).
38 D4 Identificar relação entre quadriláteros por meio de
suas propriedades
39 D13 Resolver problema envolvendo o cálculo de área de
figuras planas.
40 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
41 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
42 D31 Resolver problema que envolva equação do 2º grau
43 D4 Identificar relação entre quadriláteros por meio de
suas propriedades
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 38

44 D13 Resolver problema envolvendo o cálculo de área de


figuras planas.
45 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
46 D13 Resolver problema envolvendo o cálculo de área de
figuras planas.
47 D30 Calcular o valor numérico de uma expressão
algébrica
48 D29 Resolver problema que envolva variação
proporcional, direta ou inversa, entre grandezas.
49 D13 Resolver problema envolvendo o cálculo de área de
figuras planas.
50 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
51 D14 Resolver problema envolvendo noções de volume.
52 D30 Calcular o valor numérico de uma expressão
algébrica.
53 D10 Utilizar relações métricas do triângulo retângulo para
resolver problemas significativos.
54 D12 Resolver problema envolvendo o cálculo de
perímetro de figuras planas
55 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
56 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 39

(adição, subtração, multiplicação, divisão,


potenciação)
57 D34 Identificar um sistema de equações do 1º grau que
expressa um problema.
58 D10 Utilizar relações métricas do triângulo retângulo para
resolver problemas significativos.
59 D14 Resolver problema envolvendo noções de volume.
60 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
61 D28 Resolver problema que envolva porcentagem.
62 D29 Resolver problema que envolva variação
proporcional, direta ou inversa, entre grandezas.
63 D8 Resolver problema utilizando propriedades dos
polígonos (soma de seus ângulos internos, número
de diagonais, cálculo da medida de cada ângulo
interno nos polígonos regulares).
64 D14 Resolver problema envolvendo noções de volume.
65 D19 Resolver problema com números naturais,
envolvendo diferentes significados das operações
(adição, subtração, multiplicação, divisão,
potenciação)
66 D28 Resolver problema que envolva porcentagem.
67 D29 Resolver problema que envolva variação
proporcional, direta ou inversa, entre grandezas.
68 D11 Reconhecer círculo/circunferência, seus elementos e
algumas de suas relações
69 D14 Resolver problema envolvendo noções de volume.
70 D36 Resolver problema envolvendo informações
apresentadas em tabelas e/ou gráficos
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 40

JOGOS
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 41

JOGO ESTRELA
OPERAÇÕES COM NÚMEROS DECIMAIS

D25: Efetuar cálculos que envolvam operações com números racionais (adição, subtração,
multiplicação, divisão, potenciação)

FAZENDO INTERVENÇÃO

Número decimal é aquele número que tem parte inteira e parte decimal, separadas por
vírgula.
Para resolver as quatro operações (adição, subtração, multiplicação e divisão) com os
números decimais é necessário utilizar algumas regras.

*Adição

Para adicionarmos dois ou mais números decimais é preciso colocar vírgula em baixo de
vírgula.
Para fazermos qualquer adição, devemos saber que os números somados são chamados
de parcelas e o resultado de soma total e que as parcelas tem que ser adicionadas da
maior pela menor.

Exemplo: 4,879 + 13,14 → Parcelas

1
13 , 140 → Acrescentamos o zero para completar casas decimais.
+4 , 879
18 , 019 → Soma total

Na soma de 4 centésimos com 7 centésimos é igual a 11 centésimos, assim fica um e “vai


um”.

*Subtração

Para subtrairmos dois números decimais, devemos da mesma forma que na adição
colocar vírgula de baixo de vírgula.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 42

Sendo que o diminuendo deve ser sempre maior que o subtraendo e o resultado recebe o
nome de resto ou diferença.

Exemplo: 7,37 – 2,8 → minuendo e subtraendo nessa mesma ordem.

6 13
7 , 3 7 → Minuendo
- 2 , 8 0 → Subtraendo → acréscimo do zero para completar casas decimais.
4 , 5 7 → Resto ou Diferença

Para subtrair 8 décimos, transformamos 1 inteiro em 10 décimos, ficando com 13 décimos


no minuendo. Assim, fazemos:
13 – 8 = 5
6–2=4

*Multiplicação

Há duas maneiras de efetuarmos a multiplicação envolvendo números decimais:


multiplicação de número natural por decimal e multiplicação de número decimal por
decimal.

Multiplicação de número natural por decimal.

A operação de multiplicação e operada com dois fatores e a multiplicação deles resulta


em um produto.

6 x 3,25 → são os fatores

1 3

3,25 → fator
x 6 → fator
19,50 → produto

Na multiplicação acima:
Quando multiplicamos 5 centésimos por 6 obtivemos 30 centésimos. Deixamos 0
centésimos e transformamos os 30 centésimos em 3 décimos.
Quando multiplicamos 2 décimos por 6 e somamos com 3 obtivemos 15 décimos,
deixamos 5 décimos e transformamos os 10 décimos em 1 inteiro.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 43

Para colocarmos a vírgula na casa decimal correta no produto (resultado da multiplicação)


devemos olhar o número decimal do fator e contar quantas casas decimais ele tem, no
caso do 3,25 tem 2 casas decimais, então devemos contar da direita para a esquerda 2
casas decimais no produto e colocar a vírgula na casa decimal correspondente.

Multiplicação de decimal por decimal

Para multiplicarmos decimal com decimal resolveremos da mesma forma se fosse


multiplicação de número natural com decimal, o que difere é quando formos colocar a
vírgula no produto devemos contar as casas decimais dos dois fatores.

9,3
x 1,2
11 86
+93
11,16

Como somando as casas decimais dos dois fatores, teremos 2 casas decimais, assim
andaremos 2 casas decimais da direita para a esquerda para colocarmos a vírgula.

*Divisão

A divisão com números decimais é aquela que apresenta um número decimal no divisor
e/ou no dividendo e depende de técnica específica para resolução.

A divisão é a operação matemática básica mais difícil e um dos conceitos mais


complicados do Ensino Fundamental. Diferentemente das outras operações, o algoritmo
utilizado para resolvê-la envolve uma série de regras para casos específicos de números
presentes no divisor e/ou no dividendo. Uma dessas regras refere-se à divisão com
números decimais.

Desse modo, discutiremos uma das técnicas mais eficazes para a divisão envolvendo
decimais.

Divisão com números decimais


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 44

Para dividir números decimais, é necessário conhecer o procedimento adequado quando o


divisor é maior que 10.

O procedimento adequado para divisão com números decimais é feito com os seguintes
passos:

 Passo 1: Contar as casas decimais do divisor e do dividendo e escolher o maior entre esses
números;
 Passo 2: Calcular a potência 10n, sendo n o número escolhido no passo anterior;
 Passo 3: Multiplicar divisor e dividendo pelo resultado dessa potência;
 Passo 4: Realizar a divisão propriamente dita.

Para cumprir o último passo, utilizaremos o método da chave, também conhecido como
algoritmo da divisão, que é a técnica mais utilizada no Brasil.

Exemplo. Calcule a divisão de 3,82 por 0,2

Vamos seguir os passos apresentados anteriormente:

 Passo 1: O divisor possui uma casa decimal, e o dividendo, duas. Portanto, escolheremos
o número 2 para o passo seguinte;
 Passo 2: Para cumprir esse passo, faremos 102 = 100;
 Passo 3: Basta calcular 3,82·100 = 382 e 0,2·100 = 20.
 Passo 4: Observe que não existem mais vírgulas no resultado. Como ambos foram
multiplicados pelo mesmo número, seus resultados serão iguais. Desse modo, realizando
a divisão de 382 por 20, obteremos o mesmo resultado que na divisão de 3,82 por 0,2.
Portanto:

382 | 20
– 20 19
182
– 180
2
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 45

Se for necessário prosseguir dividindo, utilize o procedimento adequado para divisão com
resultado decimal.

ATIVIDADE DE VERIFICAÇÃO

01. Qual é o resultado da expressão numérica abaixo?

41,32 + 56,4 – 81,932 + 5

02. Qual é a área de um retângulo cuja largura mede 23,32 m e o comprimento mede 52,25
m?

MOMENTO LÚDICO

JOGO ESTRELA

Este jogo propicia que os alunos descubram os efeitos das quatro operações (adição,
subtração, multiplicação e divisão) com números decimais e realizar estimativas. E um
jogo de estratégia que pode ser usado de várias maneiras, de modo a gerar discussões
sobre conceitos relacionados a números decimais.

Público-alvo: 6° ano/ 7° ano

Organização da classe: em dupla

Recursos necessários: para cada dupla, um tabuleiro, um marcador, duas folhas de


registro e duas calculadoras.

Obs. Os alunos irão perceber que não importa ser o primeiro a chegar ao final, mas sim
garantir o maior resultado em cada trecho do jogo.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 46

No início do jogo, será comum os alunos não compreenderem que dividindo números
decimais é possível obter um resultado maior que o dividendo.

Ao final de algumas jogadas, é de se esperar que os alunos entendam que a divisão e a


multiplicação por números decimais menores que 1 resultam em valores maiores ou
menores que o número inicial.

E necessário que depois de jogar, os alunos tenham oportunidade de discutir e refletir sobre
o jogo. E de fundamental importância que o professor solicite aos alunos que produzam um
texto sobre o jogo.

Na folha de registro, todas as operações são escritas evitando que o aluno tenha de reiniciar
o jogo caso perca os dados já registrado na calculadora.

Outro aspecto importante do registro é que permite avaliar os avanços e dificuldades do


aluno e também alerta a necessidade de retomada do professor.

O professor pode solicitar que os alunos observem a folha de registro facilitando assim a
descoberta dos efeitos das operações entre números decimais maiores ou menores que 1.

REGRAS

1. Para começar do jogo, o marcador deve ser colocado no ponto de PARTIDA.


2. Cada um dos jogadores digita o número de partida(100) na sua calculadora.
3. O primeiro jogador, à sua escolha, desloca o marcador da posição de PARTIDA, para
outra posição adjacente e, usando a calculadora, efetua a operação indicada no segmento
percorrido.
4. O segundo jogador faz o mesmo processo, partindo da nova posição do marcador, e
assim sucessivamente.
5. O trajeto pode ser feito em qualquer direçao e em qualquer sentido, mas cada segmento
não pode ser percorrido duas vezes em duas jogadas consecutivas.
6. Deve-se registrar todas as jogadas na folha de registros.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 47

7. O jogo termina quando todos os participantes alcançam a posição de CHEGADA e ganha


o jogador que tiver o maior número de pontos na sua calculadora.

VARIAÇÕES

1. Cada jogador coloca um marcador no ponto de partida e introduz o número 100 na sua
calculadora, seguindo as regras descritas. Cada jogador determina o seu próprio percurso,
partindo sempre da posição indicada pelo seu marcador na jogada anterior.
2. Cada jogador escolhe e traça o seu percurso “colorido” antes de iniciar o jogo. Depois,
usando a calculadora, efetua as operações correspondentes ao percurso escolhido. Ganha
o jogador que obtiver maior pontuação.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 48

TABULEIRO
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 49

AVALIANDO O CONHECIMENTO

01.João tem R$ 84,30. Pedro tem R$ 31,50 a mais que João, e José tem R$ 54,25 a mais
que Pedro. Quanto têm os três juntos?

02. Uma pessoa comprou uma dúzia de enfeites. Pagou R$ 18,24 pela compra. Quanto
pagou em cada enfeite?

03. Em 1º de março de 2005, um dólar valia R$ 2,66. Se nessa época você comprasse 75
dólares, quantos reais você gastaria?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 50

JOGO TERMÔMETRO MALUCO

ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO DE NÚMEROS INTEIROS

D18-Efetuar cálculos com números inteiros, envolvendo as operações (adição, subtração,


multiplicação, divisão, potenciação).

FAZENDO INTERVENÇÃO

Pertencem ao conjunto dos números inteiros todos os números positivos, negativos e o


zero. Sendo assim:

Z = {… - 3, - 4, - 3, - 2, - 1, 0, + 1, + 2, + 3, + 4...}

As operações com números inteiros estão relacionadas com a soma, subtração, divisão e
multiplicação. Ao realizar alguma das quatro operações com esses números, devemos
também operar o sinal que os acompanha.

Adição de números inteiros: Na adição de números inteiros, somam-se as parcelas:

 Sinais iguais na soma ou na subtração: some os números e conserve o sinal.

Regra do sinal: (+) + (+) = +


(–) + (–) = –

Exemplos:

+2+5=+7
+ 10 + 22 = + 32
–5–4=–9
– 56 – 12 = – 68

 Sinais diferentes: conserve o sinal do maior número e subtraia.

Regra do sinal:
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 51

(+) + (–) = – → Esse menos indica que a operação a ser realizada é de subtração.

(–) + (+) = – → Esse menos indica que a operação a ser realizada é de subtração.

Exemplos:

3 – 4 = – 1 → O maior número é o quatro; logo, o sinal no resultado foi negativo.


– 15 + 20 = + 5 → O maior número é o vinte; logo, o sinal no resultado foi positivo.

ATIVIDADE DE VERIFICAÇÃO

01. Um campeonato de futebol está sendo disputado em uma escola. Os resultados de cada
equipe foram anotados em uma tabela. Faça uma representação matemática envolvendo
números positivos ou negativos e anote o saldo de cada equipe. Em seguida responda as
questões:

Equipe Gols marcados Gols sofridos Representação Saldo


matemática
Azul 12 15
Amarela 16 12
Preta 13 14
Verde 16 16

a) Se o saldo de gols fosse um dos critérios para determinar as vencedoras, quais seriam as
primeira, a segunda e a terceira colocada?
b) Quantos gols, no mínimo, a equipe que ficou em último lugar deveria marcar para superar
a que ficou em primeiro lugar?
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 52

MOMENTO LÚDICO

JOGO TERMÔMETRO MALUCO

Nesse jogo é abordado o conceito de número inteiro possibilitando a introdução das


operações de adição e subtração nesse conjunto numérico. O registro das operações
proporciona que os alunos façam relação entre o movimento das peças e a linguagem
simbólica matemática.

Público-alvo: 7° ano

Organização da classe: em grupo de dois ou três alunos.

Recursos necessários: Um tabuleiro com o termômetro com um conjunto composto de


27 cartas, formado com três cartas de cada um dos números 0; -1 ; -2 ; -3; -4 ; +1 ; +2 ;
+3 e +4, e dois marcadores de cores diferentes.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 53

Nas primeiras vezes em que os alunos jogarem, sugerimos que eles não façam nenhum
registro das jogadas, para que possam se apropriarem das regras e aprendam.

E interessante após terem jogado algumas vezes, realizarem o registro das jogadas para,
a partir dos mesmos, introduzir a soma algébrica dos inteiros. Segue um exemplo:

Casa de partida Carta retirada Casa de chegada

0 +3 +3

+3 -4 -1

-1 +2 +1

O professor pode solicitar aos alunos que relacionem as jogadas com a expressão 0 +
(+3) + (-4) + (+2) e discutir com os discentes as diferentes formas de realizar esse cálculo
e obter o resultado +1.

O jogo é um cenário estimulante para problematizações:

1. João estava na marca – 6 e foi para a marca -2. O que pode ter acontecido?
2. Ana estava na marca -17 e congelou. Qual carta ela tirou?
3. Maria estava no zero e, nas três rodadas seguintes, ela tirou as seguintes cartas: -3, +2
e +1. Em qual posição está agora?

E importante que o professor solicite aos alunos que registrem o que aprenderam em forma
de texto. Primeiro pode ser pensado em dupla, fazendo uma lista das aprendizagens e
então escrever. As duplas trocam seus textos e comparam as aprendizagens feitas.

VARIAÇÕES
1. O termômetro pode ser desenhado no chão seguindo as regras já estabelecidas e com
os participantes como marcadores. Essa variação deixará o jogo bastante dinâmico. Facilita
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 54

também a apresentação dos jogo e de suas regras para todos os discentes da classe antes
de dividi-los em grupos para jogar.

2.Adicionar três cartas com a palavra oposto. Nessa situação, ao retirar essa carta, o
jogador deve deslocar o seu marcador para o oposto do número indicado na casa onde se
encontra. Por exemplo: se o marcador estiver na casa +3, e a carta oposto for retirada, o
marcador deverá ir para a casa -3.Com essa variação, é possível introduzir o conceito de
oposto e associá-lo ao de um número inteiro e o seu oposto na reta numerada.

3.Acrescentar duas ou mais cartas, inserindo no jogo a operação potenciação. Por exemplo,
inserir duas cartas, Potência 2 e Potência 3. Nesse caso, as regras devem ser parcialmente
alteradas para que o jogo funcione: o jogador que retirar a carta Potência, deverá retirar do
monte uma outra carta, cujo número será elevado ao quadrado ou ao cubo conforme
indicação da carta, e efetuar a operação com esse resultado a partir da posição do seu
marcador.

REGRAS
1. Cada grupo usa um tabuleiro com o termômetro e um conjunto de cartas que devem ser
embaralhadas e colocadas no centro da mesa, formando um monte, com as faces voltadas
para baixo.
2. Para iniciar o jogo, cada jogador, na sua vez, coloca seu marcador na posição ZERO e
retira uma carta do monte. Se a carta indicar um número positivo, o jogador avança; se
indicar um número negativo, recua e, se apontar para o zero, jogador não move o seu
marcador.
3. O jogo continua, com os jogadores retirando uma carta do monte e realizando o
movimento a partir do valor da casa do seu marcador.
4. O jogador que chegar abaixo de -20 congela e sai do jogo.
5. Há três formas de ganhar o jogo:
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 55

* o primeiro jogador que chegar em +20, ou


* o último que ficar no termômetro, no caso de todos os outros jogadores congelarem e
saírem do jogo, ou ainda
* o jogador que, terminado o tempo destinado ao jogo, estiver “ mais quente”, ou seja,
aquele que estiver com o seu marcador na casa com o maior número em relação aos
demais.
CARTAS

TABULEIRO
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 56

AVALIANDO O CONHECIMENTO
01. Complete a seguinte tabela, calculando as operações de números inteiros
X Y x+y x-y

+3 +2

-1 +5

+7 -4

-4 -2
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 57

JOGO CAPTURANDO POLÍGONOS

PROPRIEDADES DOS LADOS E ÂNGULOS DE POLÍGONOS


D.4- Identificar relação entre quadriláteros por meio de suas propriedades.
D.3- Identificar propriedades de triângulos pela comparação de medidas de lados e
ângulos

FAZENDO INTERVENÇÃO

Polígonos são linhas fechadas formadas apenas por segmentos de reta que não se cruzam.
Em outras palavras, são figuras geométricas planas formadas por lados, que, por sua vez,
são segmentos de reta.

Em um polígono, quanto maior é o número de lados, maior é a medida dos ângulos internos.

Considerando as diagonais traçadas por apenas um dos vértices de um polígono, é possível


perceber que elas formam triângulos. Conforme aumentamos os lados de um polígono, a
quantidade de triângulos também aumenta

Em um quadrilátero, conseguimos formar dois triângulos.

Considerando que, em cada triângulo, a soma dos ângulos internos iguais é 180°, a soma
dos ângulos internos de qualquer quadrilátero é 2·180º = 360º.

Tipos de Ângulos

Conforme as suas medidas, os ângulos são classificados em agudo, reto, obtuso e raso.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 58

Agudo

O ângulo agudo mede menos do que 90º

Reto

O ângulo reto mede o mesmo que 90º ( = 90º).

Obtuso

O ângulo obtuso mede mais do que 90º e menos do que 180º (90º >
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 59

Raso

O ângulo raso, também conhecido como meia volta, mede o mesmo que 180º ( = 180º).

ATIVIDADE DE VERIFICAÇÃO

01.Descreva as propriedades de cada polígono a seguir quanto aos ângulos e lados:

a) Quadrado

b) Paralelogramo

c) Retângulo

MOMENTO LÚDICO
D4: Identificar relação entre quadriláteros por meio de suas propriedades.

JOGO CAPTURANDO POLÍGONOS

Esse jogo aborda propriedades relacionadas aos lados e ângulos de polígonos.

Público-alvo: 7° ano/ 8° ano

Organização da classe: grupos de dois ou quatro participantes


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 60

Recursos necessários: para cada grupo são necessárias as cartas e o retroprojetor.

O professor pode utilizar esse jogo com o objetivo de retomar as propriedades de


polígonos já estudadas pelos discentes ou com o propósito de aprofundar seus
conhecimentos sobre essas figuras geométricas. Possibilita o desenvolvimento de
habilidades visuais e verbais e a capacidade de análise geométrica.

Primeiramente sugerimos que esse jogo seja realizado entre o professor e a turma.
O professor pode distribuir as cartas e as regras entre as duplas, dar alguns minutos para
que leiam e discutam entre si, depois disso pode-se iniciar o jogo. Pode-se remover
inicialmente a carta “Capture” para simplificar o jogo coletivo.

O docente precisa colocar as cartas dos polígonos em um retroprojetor ou em um


cartaz. Os discentes visualizam os polígonos e analisam as propriedades que estes
apresentam. Depois disso, o jogo é iniciado com a classe toda, de acordo com as regras.

Sugerimos que após a jogada, o professor conduza uma discussão sobre o jogo:

1. Quais os problemas encontrados e por quê?


2. Quais polígonos podem ser capturados se tiramos as cartas Ao menos um ângulo reto
e Nenhum par de lados paralelos?
3. Existem dois pares de cartas que se forem escolhidas, não permitem capturar nenhum
dos polígonos?
4. Quais cartas de propriedade precisa retirar para capturar os polígonos F,L e P?
5. Qual par de cartas de propriedades permite capturar o maior número de polígonos?
Na próxima aula, sugira que joguem sozinhos. Repita esse jogo três vezes e solicite
que cada dupla crie duas problematizações a partir do jogo. Faça uma lista com os
problemas propostos e sugira à classe que resolva os desafios formulados pelos grupos.
É interessante explorar os desenhos das figuras. Nessa situação, os alunos guardam
as cartas de polígonos e ficam as de propriedade.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 61

Cada aluno escolhe duas cartas de propriedade e procura desenhar uma figura que
contenha ambas. Na realização dos desenhos podem ser utilizados instrumentos de
desenho ou papel pontilhado.
VARIAÇÕES
1. Acrescentar cartas com propriedades sobre eixo de simetria
2. Acrescentar cartas com outros polígonos ou alterar os polígonos que inicialmente
aparecem nas cartas.
3. Incluir propriedade sobre soma de ângulos internos, diagonais e polígonos regulares.

REGRAS
1. Número de participantes: 2 a 4 jogadores( quando for 4 jogadores, joga-se dupla com
dupla).
2. Coloca-se as 20 cartas de polígonos viradas para cima e no centro da área de jogo.
3. Embaralha as cartas com propriedades relativas a ângulos e são colocadas em uma pilha
com as faces viradas para baixo. O mesmo processo é feito com as cartas com
propriedades relativas a lados.
4. Decide-se quem começa o jogo.
5. Na sua vez de jogar, o primeiro jogador retira uma carta com uma propriedade sobre os
ângulos e uma carta com uma propriedade sobre os lados de polígonos. Ele analisa os
polígonos sobre a mesa e pode capturar todos os polígonos que apresentarem ambas as
propriedades. As figuras capturadas ficam com o jogador.
6. O jogador prossegue assim, até que restem apenas dois ou menos polígonos.
7. Se um jogador capturar a figura errada e o jogador seguinte souber corrigir o erro, ele
fica com as cartas.
8. Se um jogador não conseguir relacionar as propriedades com cartas da mesa e um outro
jogador souber, ele pode capturar as cartas.
9. Se nenhum polígono puder ser capturado com as cartas retiradas pelo jogador, ele pode
retirar mais uma e tentar capturar polígonos com duas das três cartas de propriedades. Se
ainda assim ele não conseguir capturar um polígono, ele passa a vez.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 62

10. As cartas de propriedades retiradas a cada jogada ficam fora do jogo até que as duas
pilhas terminem . Nesse caso, as cartas retiradas são embaralhadas novamente e
colocadas em jogo, como no início.
11. Se uma das cartas retiradas pelo jogador for um Coringa, ele pode escolher uma
propriedade referente ao lado que conheça e dizer em voz alta para capturar os polígonos
que desejar. Por exemplo, se ele tirou a carta Todos os ângulos são retos e a carta Coringa,
ele pode dizer Os lados opostos têm o mesmo tamanho. Nesse caso, captura todos os
retângulos do jogo.

12. Se um jogador tirar a carta Capture, ele pode capturar cartas de seu oponente. Além
disso, deve olhar as cartas já capturadas pelo seu oponente e, sem selecionar uma outra
carta, deve dizer uma propriedade sobre lados e outra sobre ângulos e capturar todos os
polígonos do seu oponente que apresentarem essas duas propriedades. Se o oponente
não tem cartas para serem capturadas, a carta Capture é devolvida à pilha de propriedades
sobre ângulos e o jogador retira outras duas como em uma rodada normal.
13. O vencedor será o jogador com maior número de polígonos ao final do jogo

TABULEIRO
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 63
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 64

CARTAS DE PROPRIEDADES SOBRE ÂNGULOS

Todos os ângulos Ao menos um dos Nenhum ângulo é Ao menos um


são retos ângulos é obtuso reto ângulo é menor do
que 90°
Ao menos um Ao menos dois Capture! Todos os ângulos
ângulo é reto ângulos são agudos têm a mesma
medida

CARTAS DE PROPRIEDADES SOBRE LADOS

Nenhum par de Todos os lados têm Somente um par de Ao menos um par de


lados paralelos o mesmo lados paralelos lados
comprimento perpendiculares
Exatamente dois É um quadrilátero Coringa Os pares de lados
pares de lados opostos têm o
paralelos mesmo
comprimento

AVALIANDO O CONHECIMENTO

01.Coloque (V) ou (F) para as seguintes afirmações:

a) O quadrado possui todos os ângulos retos


b) O paralelogramo não possui par de lados paralelos
c) O retângulo possui somente um par de lados paralelos
d) O quadrado possui todos os ângulos com a mesma medida
e) No losango os pares de lados opostos têm o mesmo comprimento
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 65

JOGO BATALHA DE ÂNGULOS

ÂNGULOS
D.6 Reconhecer ângulos como mudança de direção ou giros, identificando ângulos retos e
não-retos

FAZENDO INTERVENÇÃO
O professor precisa mostrar aos alunos como fica a divisão do círculo em ângulos de 30°.

ATIVIDADE DE VERIFICAÇÃO

01.Desenhe um círculo e faça a divisão desse círculo em ângulos de 60°. ( se possível use
régua, compasso e transferidor).
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 66

MOMENTO LÚDICO
JOGO BATALHA DE ÂNGULOS
Este jogo possibilita que o aluno estabeleça conexões entre os conceitos de ângulo
e coordenadas no plano. Para localizar um ponto, os alunos devem estimar as medidas dos
ângulos.

Organização da classe: em duplas

Recursos necessários: para cada dupla, é necessário um tabuleiro. O transferidor é


opcional.

Depois de jogar uma ou duas vezes, você poderá propor que escrevam um texto
relatando o que aprenderam com o jogo, se gostaram ou não e por quê.

Quando gostam do jogo, os alunos costumam pedir ao professor para jogar


novamente. Saber sobre a opinião dos alunos sobre o jogo é importante para você conhecê-
los melhor e também para planejar as suas próximas intervenções.

REGRAS
As embarcações são:

- Submarino ( círculo)
- Destroyer ( trapézio)
-Cruzador (triângulo)
-Porta aviões ( quadrado)

2. O tabuleiro com as marcações não pode ser visto pelo adversário.


3. Cada jogador, alternadamente, dá um “tiro” com o objetivo de afundar a embarcação do
adversário.

Tiro- o jogador escolhe um ponto do tabuleiro dizendo o número que identifica a


circunferência a que pertence o ponto e a medida da amplitude do ângulo. Na figura, está
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 67

assinalado o ponto ( 4, 150°). Todos os ângulos têm vértice em O e um dos lados OA e são
medidos no sentido anti-horário a partir de OA.
0° e 360° são considerados pontos coincidentes. Portanto, (3,0°) e (3,360°) correspondem
ao mesmo ponto do tabuleiro.

4. O jogador deve informar o seu adversário dizendo afundou se o tiro acertou a


embarcação e água se o tiro não acertou.
5. Todos os tiros são registrados no tabuleiro menor.
6. Se julgarem necessário, os jogadores poderão usar o transferidor.
7. O vencedor é o primeiro que afundar toda a tropa do adversário.

VARIAÇÃO
Uma variação do jogo consiste em mudar o número de embarcações e o número de tiros
necessários para afundar cada uma delas.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 68

TABULEIRO
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 69

AVALIANDO O CONHECIMENTO
01.Desenhe um círculo e faça a divisão desse círculo em ângulos de 45°. ( se possível use
régua, compasso e transferidor).
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 70

JOGO CORRIDA DE OBSTÁCULOS

EXPRESSÕES ALGÉBRICAS
D30: Calcular o valor numérico de uma expressão algébrica

FAZENDO INTERVENÇÃO
As expressões algébricas são formadas por três itens básicos: números conhecidos,
números desconhecidos e operações matemáticas. As expressões numéricas e algébricas
seguem a mesma ordem de resolução. Dessa maneira, operações dentro de parênteses
têm prioridade sobre as outras, assim como multiplicações e divisões têm prioridade sobre
adições e subtrações.

Os números desconhecidos são chamados de incógnitas e normalmente são


representados por letras. Alguns livros e materiais também os denominam de variáveis. Os
números que acompanham essas incógnitas são chamados de coeficientes.

Assim sendo, são exemplos de expressões algébricas:

1) 4x + 2y

2) 16z

3) 22xa + y – 164x2y2

*Valor numérico das expressões algébricas

Quando a incógnita deixa de ser um número desconhecido, basta substituir seu valor
na expressão algébrica e resolvê-la do mesmo modo que as expressões numéricas. Para
tanto, é preciso saber que o coeficiente sempre multiplica a incógnita que acompanha.
Como exemplo, vamos calcular o valor numérico da expressão algébrica a seguir, sabendo
que x = 2 e y = 3.

4x2 + 5y

Substituindo os valores numéricos de x e y na expressão, teremos:


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 71

4·22 + 5·3

Observe que o coeficiente multiplica a incógnita, mas, para facilitar a escrita, o sinal
de multiplicação é omitido nas expressões algébricas. Para finalizar a resolução, basta
calcular a expressão numérica resultante:

4·22 + 5·3 = 4·4 + 5·3 = 16 + 15 = 31

Vale dizer que duas incógnitas que aparecem juntas também estão sendo
multiplicadas. Se a expressão algébrica acima fosse:

2xy + xx + yy = 2xy + x2 + y2

Seu valor numérico seria:

2xy + x2 + y2 = 2·2·3 + 22 + 33 = 12 + 4 + 9 = 25

ATIVIDADE DE VERIFICAÇÃO

01. Determine o valor da expressão algébrica 2x² -5 , com x = 3

02. Calcular o valor numérico de 2 x + 3 y para x = 5 e y = – 5.

MOMENTO LÚDICO
JOGO CORRIDA DE OBSTÁCULOS
Neste jogo é abordado o cálculo com expressões algébricas, possibilitando que os
alunos percebam e expressem propriedades matemáticas relativas a cálculos algébricos,
principalmente no cálculo de valor numérico.

Organização da classe: de dois a quatro alunos

Recursos necessários: para cada grupo, são necessários um tabuleiro, marcadores


diferentes, um dado, 18 cartas com números positivos, sendo três cartas de cada um dos
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 72

seguintes valores: +1 , +2, +3, +4, +5, +6 e 18 cartas de números negativos, sendo 3 cartas
de cada um dos valores: -1, -2, -3, -4, -5, -6 e 5 cartas zero.

REGRAS

1. As cartas são embaralhadas e colocadas nos respectivos lugares do tabuleiro viradas


para baixo.
2. Os jogadores colocam seus marcadores sobre o tabuleiro no ponto de partida.
3. Na sua vez, cada jogador lança o dado e avança o número de casas igual ao número
obtido no dado e retira uma carta de um dos montes à sua escolha.
4. Realizam-se os cálculos e o resultado obtido indica o valor e o sentido do movimento. Se
for positivo, recua o número de casas correspondentes ao número obtido. Se for zero, não
se desloca.
5.Se o marcador cair em uma casa que contenha instrução, o jogador deverá executá-la
nessa mesma jogada.
6.Sempre que o jogador escolher um número que anule o denominador da expressão,
deverá voltar à casa de partida.
7. O vencedor é o jogador que completar em primeiro lugar duas voltas no tabuleiro.
8. Caso um dos três montes de cartas esgote-se antes do final do jogo, então as respectivas
cartas devem ser embaralhadas e recolocadas no tabuleiro.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 73

TABULEIRO

AVALIANDO O CONHECIMENTO
01.Calcule o valor numérico da expressão algébrica 4x + 10y², para x = 2 e para y = 3.

02. Sendo a = 4 e b = - 6, encontre o valor numérico das seguintes expressões algébricas:

a) 3a + 5b
b) a2 - b
c) 10ab + 5a2 - 3b
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 74

JOGO MESTRE E ADIVINHO

LINGUAGEM ALGÉBRICA SIMBÓLICA


D.32. Identificar a expressão algébrica que expressa uma regularidade observada em
sequências de números ou figuras (padrões).

Nesse jogo será introduzido a noção de função, fazendo relações entre a linguagem
em prosa e a linguagem algébrica simbólica.

FAZENDO INTERVENÇÃO
E importante que o professor faça a relação entre a linguagem verbal com a
linguagem algébrica simbólica de forma que o aluno saiba fazer a transição de uma para a
outra linguagem.

ATIVIDADE DE VERIFICAÇÃO
01.Represente na linguagem algébrica as seguintes expressões:

a)Soma de um número com seis

b)Diferença entre um número e sete

c)Dobro de um número mais um

d)Quádruplo de um número

e)Triplo da soma de um número com quatro


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 75

MOMENTO LÚDICO

JOGO MESTRE E ADIVINHO

Público-alvo: 8° ano

Organização da classe: grupos de dois ou quatro alunos

Recursos necessários: conjunto de 12 tiras para cada grupo

Para os alunos que sentirem dificuldade em saber o significado de algum termo que
aparece nas tiras, o professor pode sugerir que o aluno procure no livro ou com os demais
colegas o significado do termo desconhecido. Assim será trabalhado a cooperação entre
os alunos e a persistência na busca de informações para que o jogo continue.
Pode ser proposto que os alunos escrevam sobre o jogo, o que mostra elementos
de verificação sobre o aprendizado a respeito do assunto, apontando para avanços ou para
retomadas necessárias.
Após os alunos jogarem algumas vezes, o professor pode sugerir que os alunos
criem novas frases para a realização de um novo jogo com as mesmas regras do anterior.
Para avanço no ensino da álgebra, o docente precisa escolher algumas expressões
que aparecem nas tiras para analisá-las com a turma.

REGRAS

1. Escolhe quem irá começar.


2. Selecionam-se 6 das 12 tiras que serão usadas no jogo.
3. Serão embaralhadas as frases e cada participante receberá uma das frases, que será
adivinhadas pelo demais jogadores do grupo.
4. Em cada jogada, um dos participantes será o Mestre.
5. Cada jogador do grupo diz um número e o “Mestre” deve realizar com esse número aquilo
que a frase indica. A adivinhação acontecerá através das respostas dadas pelo “Mestre”.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 76

6. Se ninguém conseguir adivinhar a frase, depois de cada um ter dito um número, os


jogadores podem dizer mais um número para o “Mestre”.
7. Depois que o jogador adivinhou a frase, ela não será colocada no monte novamente, ou
seja, as frases são usadas apenas em uma jogada.
8. Os números ditos e a frase devem ser registrados numa folha de anotação de cada
participante do jogo.
9. Em cada rodada, o primeiro que adivinhar a frase e escrever a expressão correspondente
ganha um ponto·
10. O jogador que tiver mais pontos ganha o jogo.

FRASES

Indique o sucessor do número Indique dez vezes o número


Indique o triplo do número mais um Indique o quadrado do número mais um
Indique o número mais cinco Indique o número multiplicado pelo seu
sucessor
Indique o dobro do número menos um Indique quatro vezes o número menos um
Indique quatro vezes o número Indique o oposto do número
Indique o quadrado do número Indique o número mais três

OUTRAS FRASES

Indique o oposto do número mais um Some o número com um e indique o


quadrado desse resultado
Subtraia o número de cem Indique o quadrado do número menos dois
Multiplique o número por cinco e some um Multiplique o número por quatro e some
ao resultado dois ao resultado
Indique o triplo do número mais um Indique o triplo do número
Indique dez vezes o número e subtraia dois Indique o dobro do sucessor do número
do resultado
Indique o número vezes seis Indique o cubo do número
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 77

AVALIANDO O CONHECIMENTO

01. Traduza para a linguagem algébrica cada frase abaixo onde n representa um número
natural não – nulo:

a) O dobro de um número natural, mais cinco.

b) A metade de um número natural, menos o quadrado desse mesmo número natural.

c) A terça parte do sucessor de um número natural.

d) O quadrado de um número natural, menos o antecessor desse mesmo número natural.


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 78

AVALIAÇÃO DO CADERNO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS – 2018


MATEMÁTICA
6° E 7° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

De acordo com a escala crescente de 1 a 5, marque um (x) no valor que melhor


expressa sua avaliação, sendo: 1 (Não atende), 2 (Insuficiente), 3 (Suficiente), 4 (Muito
bom) e 5 (Excelente).
MARQUE UMA OPÇÃO

1 4
2 3 5
Não Muito
Insuficiente Suficiente Excelente
atende bom
Quanto à Rotina:
A proposta das rotinas é exequível?
A organização dos tempos é
adequada à turma?
A rotina garante a qualidade do
tempo pedagógico?
Quanto às Atividades Dirigidas:
As atividades são condizentes com
a experiência vivida pelos alunos?
Os enunciados são de fácil
interpretação?
As atividades colocam o aluno
como protagonista do processo de
aprendizagem?
As atividades e os jogos
contemplam tanto o
desenvolvimento individual, quanto
o desenvolvimento coletivo?
Há atividades que contemplam os
Eixos de Conhecimento do teste
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 79

Saeb (Número, Álgebra, Geometria,


Grandezas e medidas e
Probabilidade e estatística)?
As atividades possibilitam um olhar
multidisciplinar?
Quanto às Orientações
Metodológicas do Professor:
As orientações metodológicas
trazem propostas interessantes de
abordagem do conteúdo?
O referencial teórico sugerido é
compatível com a demanda de
professores dos Anos Finais do
Ensino Fundamental?
A metodologia utilizada para a
apresentação do conteúdo desperta
o interesse do aluno?
A metodologia utilizada para a
apresentação das atividades é
adequada para a faixa etária?

Este espaço é para você se manifestar com sugestões, críticas, elogios, etc.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

Obrigado pela parceria!


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 80

AVALIAÇÃO DO CADERNO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS – 2018


MATEMÁTICA
8° E 9° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

De acordo com a escala crescente de 1 a 5, marque um (x) no valor que melhor


expressa sua avaliação, sendo: 1 (Não atende), 2 (Insuficiente), 3 (Suficiente), 4 (Muito
bom) e 5 (Excelente).
MARQUE UMA OPÇÃO

1 4
2 3 5
Não Muito
Insuficiente Suficiente Excelente
atende bom
Quanto à Rotina:
A proposta das rotinas é exequível?
A organização dos tempos é
adequada à turma?
A rotina garante a qualidade do
tempo pedagógico?
Quanto às Atividades Dirigidas:
As atividades são condizentes com
a experiência vivida pelos alunos?
Os enunciados são de fácil
interpretação?
As atividades colocam o aluno
como protagonista do processo de
aprendizagem?
As atividades e os jogos
contemplam tanto o
desenvolvimento individual, quanto
o desenvolvimento coletivo?
Há atividades que contemplam os
Eixos de Conhecimento do teste
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 81

Saeb (Número, Álgebra, Geometria,


Grandezas e medidas e
Probabilidade e estatística)?
As atividades possibilitam um olhar
multidisciplinar?
Quanto às Orientações
Metodológicas do Professor:
As orientações metodológicas
trazem propostas interessantes de
abordagem do conteúdo?
O referencial teórico sugerido é
compatível com a demanda de
professores dos Anos Finais do
Ensino Fundamental?
A metodologia utilizada para a
apresentação do conteúdo desperta
o interesse do aluno?
A metodologia utilizada para a
apresentação das atividades é
adequada para a faixa etária?

Este espaço é para você se manifestar com sugestões, críticas, elogios, etc.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

Obrigado pela parceria!


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 82

REFERENCIAL TEÓRICO
O jogo e seu lugar na aprendizagem da Matemática

Nas aulas de Matemática, os jogos ajudam a criar contextos de aprendizagem


significativos. Mas é preciso acertar na escolha e compreender como os indivíduos se
relacionam com o jogo.

1. A contribuição dos jogos para a aprendizagem

Trabalhar com jogos nas aulas de Matemática é uma das situações didáticas que
contribuem para a criação de contextos significativos de aprendizagem para os alunos. Esta
descoberta se deu no conjunto de uma série de transformações que o ensino experimentou
nas últimas décadas, desde que professores e instituições passaram a pautar sua prática
por uma concepção de aprendizagem segundo a qual aprender significa elaborar uma
representação pessoal do conteúdo que é objeto de ensino - quando os alunos constroem
conhecimentos em um processo ativo de estabelecimento de relações e atribuição de
significados.
Ensinar passou a ser compreendido como criar condições adequadas a esse
processo e à realização de intervenções com vistas a possibilitar avanços aos alunos. Com
isso, novos critérios passaram a ser úteis para a tarefa do professor, como: organizar o
ensino em torno de situações-problema que façam sentido para os estudantes e tornem
necessária a construção ou reelaboração de conhecimentos para sua resolução;
estabelecer relações com os fazeres que caracterizam o trabalho de uma determinada área
de conhecimento; compreender as práticas culturais de uso de um determinado saber e as
formas como os indivíduos, em geral, se relacionam com elas. É nesse contexto que o jogo
passa a ser uma presença mais constante nas aulas de Matemática.
Mas a experiência tem indicado que a presença do jogo, por si só, não leva à
aprendizagem dos alunos. Por isso, vamos discutir nos capítulos seguintes que condições
podem fazer do jogo um aliado do professor na organização de boas situações de
aprendizagem. O ponto de partida é compreender o jogo como uma prática humana e social
de relação com o conhecimento.
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 83

2. As instâncias do jogo e sua relação com o conhecimento


Macedo (2003) discute em seu texto "Os jogos e sua importância na escola" como o
jogo está, segundo a teoria piagetiana, intimamente ligado ao processo de desenvolvimento
humano (acima, veja um vídeo em que o professor fala sobre ouso dos jogos na
aprendizagem)Nessa perspectiva, o desenvolvimento de cada indivíduo é marcado por três
grandes instâncias de jogo: os jogos de exercício, em que a assimilação de novos
conhecimentos, sobre si e sobre o mundo que o cerca dá-se na forma do prazer pela
repetição dos primeiros hábitos; o jogo simbólico, em que a criança se apropria de
conhecimentos sobre o mundo e conhece mais sobre si a partir da atribuição de diferentes
significados aos objetos e as suas ações - em fantasias, em faz-de-contas ou na
possibilidade de viver diferentes histórias; e os jogos de regras, em que o "como fazer" do
jogo é sempre o mesmo, regulamentando uma interação entre pares - nesses jogos, a
criança se depara com o desafio de se apropriar das regras e encontrar estratégias para
vencer dentro do universo de possibilidades criado pelo jogo.
As três instâncias de jogo são parte de cada um de nós, parte de nossa história
pessoal e da nossa relação com o mundo e, por isso, em maior ou menor grau, continuam
presentes ao longo de nossas vidas: "Compreender melhor, fazer melhores antecipações,
ser mais rápido, cometer menos erros ou errar por último, coordenar situações, ter condutas
estratégicas ,etc. são chaves para o sucesso. Para ganhar é preciso ser habilidoso, estar
atento, concentrado, ter boa memória, saber abstrair, relacionar as jogadas todo o tempo"
(Macedo. Os jogos e sua importância na escola, 2003)

3. A relação entre os homens e o jogo


A relação do homem com o jogo, enquanto prática cultural, remonta ao início de sua
história. A espécie humana, em todas as épocas e em todas as culturas, construiu muitas
e variadas formas de jogar, permitindo, tanto aos mais novos se apropriarem de saberes
culturais importantes - muitas vezes essenciais para sua inserção naquela determinada
sociedade -, quanto aos já adultos usufruírem deum espaço de lazer e descanso. Alguns
desses jogos envolvem conhecimentos que são alvo da preocupação da escola hoje, como
a contagem, presente nos mais variados jogos de percurso, o cálculo mental, necessário
para vencer no "Sjoelback" (ou bilhar holandês) ou no"Fecha a Caixa", a localização
espacial presente nos jogos de batalha naval. Mas, embora o próprio processo de
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 84

desenvolvimento humano crie condições para a compreensão dos jogos de regras, as


características do jogo, enquanto objeto cultural que remete aos momentos de diversão e
lazer, fazem com que a relação de cada um com os jogos de circulação social seja regida
por preferências pessoais e contextos de convivência. Assim, embora existam jogos que
ponham em evidência conhecimentos valorizados pela escola, não é esperado,
socialmente, que todos joguem bem todos os jogos nem que todos superem suas
dificuldades iniciais e se apropriem de estratégias para jogar bem esses jogos. Dessa
forma, há uma primeira dificuldade na relação da escola com os jogos, pois a experiência
social deixa claro que, na ausência de uma intervenção sistemática, pautada em
preocupações e compromissos educativos, se perpetua a divisão entre bons e maus
jogadores. E a escola nunca pode naturalizar a divisão entre bons e maus alunos, sob pena
de não ser mais escola.

4. O jogo como via de acesso a conhecimentos


A despeito dessa dificuldade em relacionar as características de um objeto cultural
de lazer e entretenimento com as preocupações escolares, muitos estudiosos defendem a
presença do jogo na escola, argumentando que para acriança em idade escolar, o jogo,
nas suas diferentes formas, é uma excelente via de acesso a novos conhecimentos, porque
além de tornar significativo o encontro com novos saberes, também cria um contexto em
que se apoderar desses conhecimentos tem uma razão mais próxima do ponto de vista
infantil - ir bem no jogo - , além da razão que a escola sempre lhe apresenta, que é preparar-
se para a vida futura. Segundo Ortiz (2005), um estudioso espanhol desse tema, as próprias
características do jogo o constituem como um excelente veículo de aprendizagem e
comunicação, especialmente para as crianças, que têm a oportunidade de envolver-se com
a própria aprendizagem, participando ativamente de todo o processo educativo. Esse autor
ressalta que o acesso ao jogo ao longo do processo educativo é considerado, hoje, um
direito inalienável, segundo a Declaração Universal dos Direitos das Crianças: "A criança
desfrutará plenamente do jogo e das diversões, que deverão estar orientados para
finalidades perseguidas pela educação; a sociedade e as autoridades públicas se
esforçarão para promover o cumprimento desse direito"(Ortiz, J. P. Aprendizagem através
do jogo).Assim, pode-se considerar que dar ao jogo um justo lugar dentro da escola,
relacionando-o com conteúdos importantes de aprendizado, é uma forma de respeitar o
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 85

modo como as crianças aprendem, dando a todos os alunos a chance de se relacionar com
o conhecimento de uma forma mais prazerosa, significativa e produtiva. Mas, o que significa
dar ao jogo "um justo lugar dentro da escola"? Uma primeira resposta é a que já foi
apontada acima: criar condições para que todos os alunos aprendam, para que o jogo seja
uma instância que favoreça o avanço de seus conhecimentos. Outra resposta,
imprescindível, também, é que o jogo se relacione com os objetivos curriculares e as
necessidades de aprendizagem dos
alunos. Ou seja, dar ao jogo seu justo lugar dentro da escola implica perguntar se o jogo
em questão cria condições para as aprendizagens específicas que se quer promover.

5. O jogo como recurso para a realização de objetivos curriculares


Para que o trabalho com jogos matemáticos na escola possa se constituir como base
para uma boa relação com o conhecimento, é preciso ter em mente que: "O jogo é, por
natureza, uma atividade autotélica, ou seja, que não apresenta qualquer finalidade ou
objetivo fora ou para além de si mesmo. Nesse sentido, é puramente lúdico, pois as crianças
precisam ter a oportunidade de jogar pelo simples prazer de jogar, ou seja, como um
momento de diversão e não de estudo. Entretanto, enquanto as crianças se divertem,
jogando, o professor deve trabalhar observando como jogam.
O jogo não deve ser escolhido ao acaso, mas fazer parte de um projeto de ensino
do professor, que possui uma intencionalidade com essa atividade" (Ana Ruth Starepravo.
Jogando com a Matemática: números e operações).A ideia de que "o jogo não deve ser
escolhido ao acaso" é a marca fundamental do trabalho escolar. É imprescindível - se se
quer fazer do jogo um contexto de aprendizagem - perguntar-se sobre o que o jogo permite
ensinar, sobre qual conteúdo matemático é posto em destaque no jogo, sobre como isso
se relaciona com as necessidades de aprendizagem dos alunos naquele momento, sobre
que outras situações de ensino podem-se articular às situações de jogo, sobre como
sistematizar e institucionalizar o conhecimento posto em ação e, com isso, relacioná-lo às
aprendizagens previstas no currículo. A intencionalidade do professor, tão bem
apresentada nas palavras de Ana Ruth Starepravo, é a marca que distingue as situações
de jogo vividas no meio social e as situações escolares de aprendizagem a partir do jogo.
Para fazer valer essa intencionalidade, é fundamental que o professor parta das estratégias
de cálculo utilizadas inicialmente pelas crianças em suas jogadas, de seus procedimentos,
Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 86

de suas dúvidas e acertos e planeje atividades e intervenções desafiadoras a partir disso,


a fim de que seus alunos possam avançar nos conhecimentos em questão. Esse espaço
para intervenção do professor que o trabalho com jogos matemáticos possibilita é precioso,
segundo Cecília Parra. Esta autora aponta que um trabalho intencional e reflexivo, por parte
dos professores, com jogos na aula de Matemática permite "maiores oportunidades de
observação, a possibilidade de variar as propostas de acordo com os níveis de trabalho dos
alunos e inclusive de trabalhar mais intensamente com aqueles que mais o necessitam".
Ou seja, é a partir da intervenção do professor que os jogos matemáticos se transformam
em contextos de aprendizagem para os alunos. Isso ocorre nas ocasiões em que o
professor organiza sequências de atividades a partir do jogo, de forma que os alunos
possam: tomar consciência do que sabem; reconhecer a utilidade (economia, segurança)
de utilizar determinados recursos(resultados memorizados, procedimentos etc.); ter uma
representação do que se deve conseguir e do que precisa saber; "medir" seu progresso;
escolher, entre diferentes recursos, os mais pertinentes; serem capazes de fundamentar
suas opções, suas decisões; estabelecerem relações entre os conhecimentos postos em
destaque no jogo e os conhecimentos escolares. Assim, o que caracteriza o jogo como
contexto de aprendizagem escolar é que na escola, diferentemente da vida social, o jogo
não se encerra em si mesmo, não se justifica apenas pelo seu aspecto lúdico e, sim, é parte
de uma sequência intencional de ensino, que contextualiza a resolução de problemas e o
desenvolvimento de estratégias que se relacionam com o desenvolvimento de
aprendizagens importantes de uma determinada etapa; que respeita os diferentes ritmos
de aprendizagem das crianças, mas se compromete com o avanço de todos e a conquista
de um conjunto compartilhado de saberes. E isso só é possível com a intervenção atenta e
cuidadosa de um professor que sabe aonde quer chegar.

Ana Flávia Alonço Castanho


Célula de Fortalecimento da Alfabetização e Ensino Fundamental - 87

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SMOLE, Kátia Stocco; DINIZ, Maria Ignez. Cadernos do Mathema: Jogos de matemática
de 6° a 9°ano. Porto Alegre: Artmed, 2007. 104 p.

RIBEIRO, Flávia Dias. Jogos e modelagem na educação matemática. São Paulo:


Saraiva, 2009. 124 p.

ROSA NETO, Ernesto. Didática da matemática. 10. ed. São Paulo: Ática, 1998.

SOUZA, Joamir; PATARO, Patrícia Moreno. Vontade de Saber: Matemática. 2. ed. São
Paulo: Ftd, 2015. (6).

SOUZA, Joamir; PATARO, Patrícia Moreno. Vontade de Saber: Matemática. 2. ed. São
Paulo: Ftd, 2015. (7).

SOUZA, Joamir; PATARO, Patrícia Moreno. Vontade de Saber: Matemática. 2. ed. São
Paulo: Ftd, 2015. (8).

SOUZA, Joamir; PATARO, Patrícia Moreno. Vontade de Saber: Matemática. 2. ed. São
Paulo: Ftd, 2015. (9).

Você também pode gostar