Você está na página 1de 19

GUIA COMPLETO: PASSO A PASSO DE

COMO MONTAR UM E-COMMERCE DE


SUCESSO
Introdução 03
Quais são os primeiros passos para a abertura de um e-commerce? 04
Faça um mapeamento do público-alvo 06
Determine o mix de produtos 07
Atenda aos requisitos legais 08
Como escolher a plataforma ideal? 09
Pagamento 11
Segurança 12
Analytics e monitoramento de indicadores 13
Como definir questões de logística? 14
Como divulgar o e-commerce? 16
Conclusão 18
Sobre a Tray Corp 19
Introdução

O crescimento do e-commerce no Brasil se dá a passos largos. Segundo a 37ª edição


do relatório Webshoppers, da Ebit, o comércio eletrônico nacional apresentou em 2017
um faturamento de R$47,7 bilhões e um crescimento nominal de 7,5% em relação ao
ano anterior.

Além da expansão do segmento como um todo, vale considerar que uma loja virtual é um
empreendimento com grande potencial de sucesso: é bastante difícil determinar o limite
de crescimento e de vendas de um e-commerce, exceto por fatores como a capacidade
do site, a logística e o estoque, que podem ser ajustados de acordo com a necessidade.

Se você deseja começar um empreendimento no comércio eletrônico, saiba que o


processo é muito mais rápido e barato do que abrir uma loja física — o que não significa
que não será preciso dedicação. Assim que a página estiver no ar, você está apto a
atender clientes de todo o país (e até mesmo do mundo) e a fechar vendas em qualquer
dia e horário.

Portanto, antes de se aventurar nessa empreitada, basta definir: o seu desejo de


empreender é genuíno? Se a resposta é afirmativa, lembre-se de que um e-commerce
exige muito planejamento, esforço e investimento.

Neste e-book, abordaremos uma série de aspectos que devem ser considerados antes da
abertura de uma loja online. Confira os itens a seguir e comece a planejar a sua!

03
Quais são os primeiros passos
para a abertura de um
e-commerce?
Quais são os primeiros passos para a abertura de um e-commerce?

O primeiro passo para abrir um comércio eletrônico é fazer um plano de negócios. Esses são fatores estratégicos que devem fazer parte do plano de negócios, assim
Nele, você deve especificar o mercado no qual pretende atuar, qual o tamanho desse como um plano operacional, um plano de marketing, uma análise de mercado e de
setor, que produtos a sua loja venderá e em qual nicho ela se situa. Se você pretende cenários alternativos que podem afetar a empresa.
abrir um e-commerce de moda íntima, por exemplo, que só venderá cuecas, esse é o seu
nicho.

Também é preciso:

Definir quem serão os fornecedores;


Realizar uma avaliação prévia dos outros players do setor — as forças e fraquezas de cada um;
Realizar um mapeamento mínimo de compras para começar o negócio;
Definir se será necessário trabalhar com estoque próprio ou se será possível trabalhar com dropshipping, utilizando o estoque do fornecedor.
Quais são os primeiros passos para a abertura de um e-commerce?

Faça um mapeamento do público-alvo

Um dos pontos mais importantes a definir antes de criar a sua loja online é ter
clareza de quem é o seu público-alvo, ou seja, para quem você vai vender. Definir
isso especificamente é essencial para que você estabeleça o tipo de produto que vai
disponibilizar no seu site. Dessa forma, você diminui a possibilidade de colocar à
venda itens que não têm procura e que ficarão encalhados.

Conhecer bem o seu consumidor significa compreender o seu comportamento, os


seus hábitos e, até mesmo, os períodos nos quais ele está mais sujeito a fazer
compras. Isso é essencial para definir a sua estratégia de marketing e criar
promoções, ofertas e fazer mudanças de coleção no website.

Outra vantagem de ter clareza sobre que tipo de pessoas você deseja atrair para o
seu negócio é saber exatamente como se comunicar com elas. O contato com o
cliente é um tópico extremamente sutil. É preciso usar a linguagem adequada,
compreender as expressões que ele utiliza, quais são as suas preferências e de que
forma ele usa as redes sociais. Isso é essencial para a estratégia de marketing do
seu e-commerce.

Com essas informações em mãos, você será capaz de fazer um e-mail marketing
mais personalizado e atrativo, utilizar as redes sociais para que o seu comprador
torne-se engajado com a marca e poderá promover a criação de conteúdo que
contribua para o crescimento orgânico da sua loja.

06
Quais são os primeiros passos para a abertura de um e-commerce?

Determine o mix de produtos

Agora que você sabe qual é o seu público-alvo e qual é o nicho do seu e-commerce, é
preciso determinar o mix de produtos. Ele é composto pelo conjunto de mercadorias com
o maior potencial de vendas para sua persona, ou seja, são os itens que os seus
compradores ideais desejam e consomem.

Mesmo com muitas informações sobre que tipo de pessoas deseja atingir, é possível que
essa definição precise ser ajustada conforme o comportamento dos usuários no seu site.
Não venda uma infinidade de produtos diferentes logo no início. Se você está começando
agora, mantenha o seu foco em uma única categoria e diversifique a sua gama de
produtos conforme os resultados das suas vendas.

Por exemplo, você iniciou o seu negócio vendendo sapatos masculinos, femininos e
infantis. Depois de 6 meses, os relatórios mostram que as vendas de sapatos femininos
são superiores às das outras categorias. Logo, você pode começar a oferecer bolsas e
cintos femininos também. Esse sucesso demonstra que pode haver demanda para essa
expansão de oferta no seu e-commerce.

Ao determinar o seu mix de acordo com as preferências do seu público-alvo,


considerando o nicho de mercado que você quer atingir, é maior a probabilidade de que
você se torne uma referência no setor e venha a ser reconhecido como autoridade de
vendas nele, eventualmente.

07
Quais são os primeiros passos para a abertura de um e-commerce?

Atenda aos requisitos legais

Além disso, também é necessário atender aos requisitos legais para a criação da loja Você precisará desse número para todos os contratos do seu negócio, seja com os
online. É importante que o seu negócio tenha um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica Correios ou para receber transações via cartão de crédito. Portanto, providenciar o CNPJ
(CNPJ), por exemplo. Sem ele, não será possível atuar como vendedor de forma legal. deve ser um dos primeiros passos para abrir a sua loja virtual.
Como escolher a
plataforma ideal?
Como escolher a plataforma ideal?

Para começar a sua loja online, você deve considerar os aspectos técnicos
necessários. É preciso adquirir um domínio, por exemplo, e providenciar um
certificado SSL, conforme veremos a seguir. Além disso, é fundamental escolher Integração com os sistemas utilizados no e-commerce, como ERP e CRM;
uma plataforma de e-commerce que tenha as funcionalidades adequadas em relação
à sua loja. Facilidade de vendas em marketplaces, com integração de informações entre
os sistemas;
A plataforma é o sistema que permitirá a visualização do seu comércio eletrônico na
Segurança oferecida contra ataques cibernéticos e suporte a certificados de
internet. Portanto, essa decisão é crucial para a experiência de compra do cliente, o segurança e sistemas antifraude;
que, por sua vez, é um fator muito importante para a fidelização do consumidor.
Funcionalidades oferecidas, como recuperação de carrinho abandonado, lista
de compras, recompra automática e retirada na loja;
Também é via plataforma que você realizará o gerenciamento do seu e-commerce.
Portanto, as funções dela podem facilitar o seu trabalho de gestão ou dificultá-lo. Adaptabilidade para dispositivos móveis;
Identifique as necessidades da sua loja antes de escolher uma plataforma. Leve em
conta: Capacidade de acompanhar o crescimento da sua loja virtual com o tempo.

É indicado comparar diferentes plataformas e as suas funcionalidades. Há algumas que


permitem que o negócio atenda não apenas ao varejo, mas trabalhe também com atacado e
tenha funções mais sofisticadas, como clube de assinaturas e compra recorrente. Também
há outras que permitem que a loja online atue como marketplace, ou seja, como um espaço
virtual que disponibiliza produtos de diversos vendedores.

10
Como escolher a plataforma ideal?

Pagamento

Antes de começar a realizar as vendas, é preciso negociar as taxas do cartão de


crédito. Lembre-se de que, na internet, é importante oferecer uma variedade de
formas de pagamentos para atender clientes com diferentes perfis. Esse é um
ponto que pode desestimular as compras: se o usuário perceber que não consegue
finalizar o pedido como deseja, pode desistir da aquisição. Por isso, quanto mais
meios diferentes a sua loja oferecer, melhor.

Portanto, analise com cuidado as formas de pagamento que você oferecerá. Esse
fator pode limitar as suas negociações ou contribuir para alavancá-las. Compreenda
as diferenças de cada uma delas e identifique as mais adequadas para o seu
público-alvo.

No caso de pagamentos digitais, há três opções básicas que devem ser


consideradas:

Integração direta
Intermediadores
Gateways de pagamentos.

11
Quais são
Como escolher
os primeiros
a plataforma
passosideal?
para a abertura de um e-commerce?

Segurança

A segurança é um dos fatores mais importantes em um e-commerce. Se o cliente É absolutamente necessário ter certificado SSL no seu comércio eletrônico. Esse
considerar que o site não é seguro, é muito provável que desista da compra. Isso porque, certificado é indicado no navegador pelo cadeado na barra de endereço, e os clientes
quando finaliza o pedido, ele compartilha dados pessoais e bancários. Em caso de notam quando ele não está presente.
vazamento dessas informações, seus compradores podem ter problemas com fraude de
cartão de crédito, por exemplo. Além disso, o Google atribui melhor ranqueamento em seu sistema de buscas para
sites que tenham SSL em todas as páginas.
Para garantir a segurança da sua loja online, é importante planejar mecanismos para o
site, como: Ao navegar pelo Chrome, que é o navegador do Google e um dos mais utilizados, é
exibido um aviso de “não seguro” nas páginas que não apresentam esse tipo de
criptografia. Assim, a ausência desse protocolo pode ter um impacto significativo no
tráfego do seu site.
Certificados de segurança, como o Secure Sockets Layer (SSL), que criptografam
toda a transmissão de dados do site a partir do navegador do cliente, Como podemos notar, a segurança da loja está intimamente ligada à escolha da
estabelecendo uma comunicação confiável; plataforma. Portanto, tenha clareza sobre a sua demanda de segurança ao realizar
essa decisão.
Contratar uma solução de pagamentos que ofereça mecanismos de segurança
nas transações;

Adquirir selos de segurança oferecidos por empresas especializadas do setor;

Utilizar computação em nuvem para armazenar dados.

12
Como escolher a plataforma ideal?

Analytics e monitoramento de indicadores

Outra questão importante é garantir que o site esteja alinhado com o Google Analytics. Também é pertinente acompanhar indicadores como: perfil dos clientes, marcas mais
É preciso configurá-lo de acordo com as orientações da plataforma para monitorar os vendidas, produtos com maior saída e disponibilidade de itens no site. Realizar um bom
pedidos, as mídias que geraram acesso e analisar quais campanhas de mídias pagas têm planejamento de vendas contribui para o sucesso do e-commerce.
maior conversão.
Como definir questões
de logística?
Como definir questões de logística?

A logística pode ser um dos calcanhares de Aquiles de uma loja virtual. Isso porque,
muitas vezes, o setor de logística concentra a maior quantidade de reclamações dos
compradores. Por isso, é importante aperfeiçoar constantemente esses processos.

Além disso, ao estabelecer o prazo de entrega, por exemplo, considere uma margem
de erro que permita atender o consumidor sem atrasos. Frete acessível e que dá
conta do prazo estipulado é fundamental para o sucesso da sua loja online.

Considere também a necessidade de logística reversa, ou seja, do processo que


permite que o cliente devolva o produto. Deve haver planejamento para essa
possibilidade, caso contrário, ela poderá ter um impacto negativo sobre sua margem
de lucro.

Outro fator a considerar é a possibilidade de trabalhar não apenas com os Correios,


que podem, eventualmente, entrar em greve. Sempre é bom ter mais de um
operador logístico. Dessa forma, você conta com válvulas de escape, caso ocorram
imprevistos. Analise as ofertas de diferentes transportadoras e diferentes modelos de
entrega.

O frete é um grande diferencial competitivo. Compradores buscam conveniência,


preço e frete acessível. A partir do momento que o seu e-commerce crescer em
escala e você tiver maior volume de pacotes a enviar, negocie com o fornecedor para
oferecer fretes mais baratos aos seus usuários.

15
Como divulgar o
e-commerce?
Como divulgar o e-commerce?

Ao começar uma loja online, é necessário considerar que haverá um custo de divulgação.
É preciso propagar a marca e trazer tráfego para o site. Isso acontece com o tempo e
com o investimento em publicidade e marketing digital.

Uma das opções é investir em anúncios como Google Ads, Facebook e Instagram Ads,
por exemplo, para gerar um interesse inicial pela sua empresa. Afinal, os clientes não
chegarão até o seu e-commerce se não souberem que ele está ativo e oferece
determinada gama de produtos.

Portanto, considere esse investimento já no seu plano de negócios: no começo, será


necessário investir mais profundamente em mídia paga, uma vez que as estratégias de
tráfego orgânico demoram algum tempo para apresentar resultados.

Se você não está preparado para isso, não terá o retorno esperado com o e-commerce. É
preciso investir para trazer visitantes para o seu comércio eletrônico, pois, sem isso, não
há conversão, ou seja, o usuário não se torna cliente.

É importante também se preocupar com a otimização para motores de busca (SEO) para
que o site ganhe relevância e bom posicionamento em buscadores como o Google.

17
Conclusão

Ter um e-commerce de sucesso é possível. No entanto, não basta criar uma página, de vendas, verificar se o site está atualizado, manter contas ativas nas redes sociais e
colocá-la no ar e acreditar que isso é o suficiente. executar muitas outras tarefas. É importante acompanhar as atualizações do Google, por
exemplo, que podem afetar o posicionamento do site no buscador.
Apesar da facilidade de criar uma loja online, devemos considerar que a gestão de um
negócio nesse formato é tão complexa quanto a de uma loja física: envolve a Por isso, o planejamento e a definição de processos são fundamentais para a criação de
administração da plataforma e a definição de estratégias de marketing e publicidade que um e-commerce de sucesso, assim como contar com uma equipe comprometida, bem
atraiam clientes em potencial. treinada e disposta a investir tempo e esforço para o estabelecimento do negócio, além
de uma plataforma de e-commerce capaz de atender a essas necessidades.
A concorrência na internet é muito grande e a tecnologia, por si só, não resolverá tudo
sozinha para o lojista. É preciso monitorar estatísticas, analisar relatórios, aplicar técnicas
Parte do Grupo Locaweb e integrante da divisão corporativa da Tray, a Tray Corp
oferece por meio da tecnologia FBITS uma plataforma de e-commerce
personalizada, integrada e escalável, o que faz dela a opção definitiva para sua loja
virtual. Para isso, conta com mais de 200 pessoas engajadas em oferecer o melhor
serviço possível, qualidade comprovada por mais de 700 clientes que confiam e
acreditam nessa solução.

Você também pode gostar