Você está na página 1de 10

Fisiologia Humana

1º/2018
Prof. Roberto Andrade
ESTUDO DIRIGIDO 1

1) O que é fisiologia?
É o estudo das funções do organismo vivo e de suas partes componentes, incluindo processos
químicos e físicos.
2)O que é homeostase?
Equilíbrio entre as diversas variáveis fisiológicas. Condições quase constantes no interior dos
organismos vivos.
3) O que é um “reflexo homeostático”?
É a resposta gerada através de estímulos, sejam eles internos ou externos. Essa resposta pode
diminuir ou até mesmo acabar com a quebra de homeostase que é chamado de feedback
negativo ou ainda pode manter ou aumentar o desequilíbrio que é o feedback positivo.
4) Diferencie “feedback positivo” de “feedback negativo”.
Feedback positivo, caracteriza-se pela instabilidade, mantendo ou aumentando a resposta
gerada. Feedback negativo, se opõe a resposta gerada, corrigindo as alterações produzidas.
5) Diferencie os reflexos homeostáticos (i) neural, (ii) endócrino e (iii) neuroendócrino.
Neural: Receptores sensoriais especiais e somáticos, constituídos pelas seguintes
características: Neurônio sensorial aferente, centro integrador encéfalo ou medula espinhal.
Neurônio eferente (sinal elétrico e neurotransmissor), efetores constituídos por músculos e
glândulas, parte do tecido adiposo com uma resposta de contração e secreção principalmente;
pode ter alguns efeitos metabólicos.
Endócrino: Sensor ou receptor através da célula endócrina, nenhuma via aferente, centro
integrador célula endócrina, via eferente através de hormônio com efetores constituídos pela
maioria das células do corpo, com resposta realizada através da mudança nas reações
enzimáticas, transporte de membrana ou proteínas celulares.
Neuroendócrino: Receptores sensórias especiais e somáticas, Neurônio sensorial aferente,
centro integrador encéfalo ou medula espinal, neurônio eferente (Sinal elétrico e neuro-
hormonio), efetores constituídos por maioria das células do corpo e resposta realizada pela
mudança nas reações enzimáticas, transporte de membrana ou proteínas celulares.
6) Descreva, de forma sucinta, o modelo de membrana plasmática proposto por Singer e
Nicholson.
Modelo do Mosaico Fluído, proposto em 1972 e com o artigo publicado em 1974 foi
constituído para explicar a estrutura da membrana plasmática. Em uma membrana plasmática
encontra se 3 das 4 Macromoléculas que compõe a vida, tem se como principal constituintes
os lipídios e os comuns fosfolipídios, é constituída por uma bicamada lipídica na qual estão
inseridas as proteínas que podem está do lado de fora e do lado dentro que são as proteínas
periféricas ou que atravessam a membrana plasmática por dentro que são as proteínas
integrais. Além de lipídios e proteínas compõem a membrana os carboidratos que estão
associados a sinalização celular, que é o mais comum o glicocálice.
7) Explique o conceito de “permeabilidade seletiva” da membrana plasmática. Cite
exemplos.
É a capacidade da membrana plasmática de fazer uma barreira maleável, que permite a
passagem de substâncias diretamente, e impede a passagem de outras. Ela faz uma seleção de
substâncias que devem ou não ser introduzidas na célula. Exemplos: Gases, água e pequenas
moléculas que passam com facilidade, já a glicose não passa com facilidade ou substâncias
que tem carga elétrica relevante.
8) A respeito dos tipos de transporte através da membrana plasmática, diferencie:
a) Difusão simples
É um tipo de transporte passivo (não há gasto de energia celular) de um soluto através da
membrana a fim de estabelecer a isotônia, ou seja, alcançarem a mesma concentração, pois o
movimento é a favor de um gradiente de concentração.
b) Difusão facilitada
É o transporte passivo de substâncias pela membrana plasmática, sem gasto de energia
metabólica da célula, permitindo a passagem de substratos (moléculas ou íons) de um meio
mais concentrado para um menos concentrado, através da específica mediação de proteínas
transportadoras, enzimas carreadoras ou permeases, existentes ao longo da membrana
plasmática.
c) Transporte ativo
É o nome dado ao tráfego de moléculas através da membrana plasmática, contra o gradiente
de concentração, mediado por proteínas específicas transportadores e com a mobilização de
energia celular geralmente resultante da hidrólise de ATP (trifosfato de adenosina).
9) O que são canais iônicos e quais formas de regulação eles apresentam?
Em geral os canais iônicos encontram se fechados para que haja estímulos.
Mecano dependentes: Eles precisam de uma ação mecânica, a membrana da célula precisa ser
cutucada para o canal iônico se abrir e o íon entrar ou sair.
Canais Ligantes dependentes: só se abrem mediante a ligação com alguma substancia química
Voltagem dependente: Se abem mediante uma corrente elétrica, e só se abrem enquanto a
corrente elétrica estiver passando por ele.
10) Diferencie o transporte de íons que ocorre através de canais iônicos e
transportadores ativos, conhecidos como “bombas”?
Canais iônicos: presente na membrana plasmática são proteínas responsáveis pelo transporte
de íons específicos. Que se abrem e fecham através de sinais elétricos, químicos ou
mecânicos. (canais voltagem-dependentes, canais ligante-dependentes, canais mecano-
dependentes).
Transporte ativo: ocorre na membrana plasmática e existe gasto de energia, pois se
move contra um gradiente de concentração.
11) O equilíbrio iônico da membrana plasmática é resultado de distribuição assimétrica
de íons em sua interface. De que forma, TODAS as células do nosso organismo mantêm
um potencial de membrana (potencial de repouso) negativo em seu interior?
A Bomba de Sódio e Potássio transporta mais rapidamente íons Sódio de dentro para fora, do
que íons Potássio de fora para dentro. ambos os íons transportados pela bomba Na+ K+ (sódio
e potássio) são cátions (carga positiva). Bomba de Sódio e Potássio transporta, portanto, mais
carga positiva de dentro para fora do que de fora para dentro da célula.  Formando um
gradiente elétrico na membrana celular: No seu lado externo acaba se formando um excesso
de cargas positivas enquanto que no seu lado interno ocorre o contrário, isto é, uma falta de
cargas positivas faz com que o líquido intracelular fique com mais cargas negativas do que
positivas.
12) Explique, de forma resumida, o que é um potencial de ação?
Começa à partir de uma célula excitável. É um evento que envolve uma rápida despolarização
da membrana plasmática seguida da repolarização da membrana plasmática.
13) Sob o ponto de vista de potencial de ação, o que são células excitáveis? Cite
exemplos.
Células excitáveis são células que quando recebem um estimulo dão respostas especificas.
Essas células processam as informações recebidas, através, principalmente, de sua membrana.
São as únicas capazes de transformar um potencial de membrana em um potencial de ação.
Exemplo: Neurônio: transmite a informação, Fibras musculares: se contraem, Glândulas:
secretam.
14) Observe o gráfico abaixo e responda:
a)O que proporciona a despolarização da membrana?
Potencial de ação, que abre os canais iônicos de sódio.
b) O que proporciona a repolarização da membrana?
A bomba de sódio potássio faz o equilíbrio. Ocorre um significativo aumento na
permeabilidade aos íons potássio. Isso provoca um grande fluxo de íons potássio de dentro
para fora da célula (em consequência ao excesso de cargas positivas encontradas nesse
período no interior da célula e à maior concentração de potássio dentro do que fora da célula).
Enquanto isso, os íons sódio (cátions) que estavam em grande quantidade no interior da célula
vão sendo transportados ativamente para o exterior da mesma, pela bomba de sódio-potássio.
Tudo isso faz com que o potencial na membrana celular volte a ser negativo (mais cargas
negativas no interior da célula e mais cargas positivas no exterior da mesma).
15) Ainda sobre potencial de ação, responda:
a) O que é um período refratário?
É o período no qual a parte da membrana plasmatica não pode sofrer potencial de ação.
Existem dois períodos: Refratário Absoluto que é somente um potencial de ação. Refratário
Relativo que está relacionado ao estimulo.
b) O que é uma resposta subliminar?
Toda vez em que há alteração no potencial de membrana, mas que não é suficiente para
alcançar o limiar de ação, dizemos que há um potencial local ou resposta subliminar.
Caracteriza-se por propagar-se decrescentemente por um pequeno fragmento de axônio até
extinguir-se.
16) Classifique as fibras musculares quanto a sua morfologia, função e controle da
contração.
Tecido muscular estriado ou esquelético, responsáveis pelos movimentos voluntários, controle
do sistema nervoso somático. Sua contração é forte e rápida.
Músculo Cardíaco ou Miocárdio, estriado e involuntário, controle do sistema nervoso
autônomo. Sua contração é rápida e forte. .
Tecido Muscular Liso ou Visceral reveste os órgãos internos e é contraído involuntariamente,
contração fraca e lenta, controle do sistema nervoso.
17) Diferencie, fisiologicamente, as fibras musculares lentas e rápidas. .
Lentas: Fibras vermelhas têm muito mais mitocôndrias que a fibra branca, se contraem
lentamente e são chamadas de oxidativas, elas são extremamente eficientes em produzir
ATPs, o que as confere uma grande resistência. Rápidas: Fibras brancas e glicolíticas se
contraem rapidamente, mas a sua baixa eficiência em produzir ATP faz com que ela tenha
uma baixa resistência à atividade física. .
18) Como são denominadas, nas células musculares, o retículo endoplasmático liso e a
membrana plasmática?. .
O reticulo endoplasmático é denominado retículo sarcoplasmático e a membrana plasmática é
chamada de sarcolema. .
19) O que são sarcômeros? Descreva sua organização morfológica. .
Unidade contrátil fundamental que se repetem das fibras musculares. É constituído por um
complexo de proteínas, entre as quais actina e miosina, alinhadas em série formam uma
estrutura cilíndrica, designada miofibrila, no interior das células musculares.
20) Os filamentos de actina são formados por um complexo contendo diferentes
proteínas.
Responda:
a) Quais proteínas são estas? .
Actina, tropomiosina e troponina. .
b) Qual o papel de cada uma destas proteínas para a contração muscular? .
Actina funciona como um gatilho que se encaixa nas fibras de miosina puxando todo o
conjunto para fazer a contração muscular. Tropomiosina amarra os dois filamentos de actina
deixando eles estáveis. Troponina se liga na actina e na tropomiosina para manter a
estabilidade.
21) Explique a importância do Ca²⁺, Mg²⁺ e ATP para a contração muscular.
O Ca2+ se liga na troponina que move a tropomiosina para que a miosina se encontre com a
actina.
22) O que são “placas motoras”? .
O ultimo neurônio que se conecta com o músculo onde ele irá entregar os neurotransmissores
para ocorrer a contração muscular. .
23) Qual a importância do retículo sarcoplasmático para a contração muscular?
É importante para o armazenamento de cálcio.
24) O que são “túbulos T” e qual sua importância para a contração muscular?
Envaginação da membrana plasmática, é importante porque permite que a despolarização da
membrana rapidamente penetre no interior da célula.
25) O que são sinapses?
A sinapse representa meio de comunicação entre dois ou mais neurônios ou entre um
motoneurônios e a fibra muscular.
26) O que são sinapses elétricas e sinapses químicas?
Sinapses elétricas: Atividade elétrica de uma célula transmitida diretamente para outras,
devido a baixa resistência elétrica entre elas.
Sinapses químicas: Atividade elétrica de uma célula é transmitida a outras células graças a
presença de um neurotransmissor.
27) Diferencie sinapses excitatórias e inibitórias.
Excitatórias induzem a despolarização, canais de Na+, facilitam o potencial de ação.
Inibitórias, induzem a hiperpolarização, canais de Cl-, dificultam o potencial de ação.
28) Diferencie neurônios aferentes, eferentes e de associação.
Neurônios aferentes ou sensoriais são responsáveis por levar uma informação dos receptores
ou órgãos do sentido até o sistema nervoso central. Por via de regra, o neurônio aferente
contém apenas um longo dendrito e um axônio curto, enquanto que a forma do corpo celular é
arredondada.
Neurônios eferentes ou motores.. São responsáveis por levar uma informação do sistema
nervoso central para os músculos e glândulas. Por via de regra, estes neurônios possuem um
longo axônio e pequenos e numerosos dendritos.
Interneurônios ou neurônios associativos. Constituem a maior parte dos neurônios. São todos
aqueles que estão entre um neurônio aferente e eferente. São responsáveis pela decodificação
e gerenciamento das informações provenientes dos neurônios aferentes, assim como todo o
processo de tomada de decisão que eventualmente será comunicada ao neurônio eferente.
29) Explique, de forma resumida, como um potencial de ação de propaga ao longo de
neurônios mielinizados e não mielinizados.
Neurônios mielinizados fazem com que o potencial de ação seja muito mais rápido e ocorre
de forma saltatória em um segundo o potencial de ação percorre 300 metros.
Neurônios não mielinizados dificultam o desempenho do potencial de ação e percorre no
máximo dois metros por segundo.
30) O que são neurotransmissores e qual o seu papel fisiológico no sistema nervoso?
São substâncias encontradas em vesículas próximas a sinapses. Por meio dos
neurotransmissores se envia informações a outras células. Podem também dar continuidade a
impulsos ou estímulos.
31) O que são receptores muscarínicos e nicotínicos?
São os receptores da acetilcolina. O muscarinico é inibitório através da abertura de canais de
CL-, o agonista é a muscarina e o antagonista é a atropina.
Os nicotinicos são excitatórios através da abertura de canais de Na+, o agonista é o curare e o
antagonista e a nicotina.
32) O que são catecolaminas?
É um grupo de substâncias que incluem a adrenalina, a noradrenalina e a dopamina, são
sintetizadas a partir do aminoácido tirosina.
33) Explique as 3 funções básicas do sistema nervoso humano.
Funções motoras, integradoras e sensitivas.
34) Anatômica e funcionalmente, como está dividido o sistema nervoso humano?
Anatomicamente está dividido em Sistema Nervoso Central (encéfalo, medula espinhal) e
sistema nervoso periférico (encéfalo, nervos, espinha e gânglios). Funcionalmente estão
divididos em sistema nervoso autônomo e somático.
35) Explique o que é um “ato reflexo” e quais estruturas anatômicas estão envolvidas no
fenômeno.
É uma ação de auto preservação e emergência de uma ação motora que ocorre sem a
participação do encéfalo, ou seja, sem a participação do cerebelo e sem o córtex motor. A
medula espinhal comanda um ato reflexo.
36) Qual a função do Sistema Nervoso Periférico? Quais são seus componentes?
A função do SNP é conectar o SNC com as outras partes do corpo humano.
É constituído por fibras (nervos), gânglios nervosos e órgãos terminais.
37) Diferencie os nervos cranianos e raquidianos.
Nervos ligados ao encéfalo são denominados nervos cranianos, enquanto nervos ligados à
medula espinhal são denominados nervos espinhais ou raquidianos.
38) Em relação a morfologia dos nervos, o que são plexos e qual sua função fisiológica?
Um plexo nervoso é uma rede de nervos entrecruzados, supridos por fibras sensitivas e
motoras.
39) Sobre o sistema nervoso autônomo, diferencie o sistema simpático e parassimpático.
O sistema nervoso simpático, de modo geral, estimula ações que mobilizam energia,
permitindo ao organismo responder a situações de estresse.
O parassimpático estimula principalmente atividades relaxantes, como as reduções do ritmo
cardíaco e da pressão arterial, entre outras do parassimpático que tem ação vasodilatadora
mediante a libertação de acetilcolina.
40) Explique como é possível que a acetilcolina tenha ação efetora tanto no sistema
simpático quanto no sistema parassimpático.
Todos os neurônios pré-ganglionares são colinérgicos, tanto os do SNA simpático como os do
parassimpático, portanto, a acetilcolina, ou substâncias semelhantes a ela, quando aplicadas ao
gânglio excitarão tanto os neurônios pós-ganglionares do Simpático como do Parassimpático.
41) Quais são os componentes anatômicos do sistema cardiovascular?
Sangue, coração, vasos sanguíneos, veias, artérias, sistema nervoso.
42) Explique, resumidamente, como ocorrem as duas circulações (pulmonar e sistêmica),
levando em consideração as cavidades, artérias e veias do coração.
Circulação Sistêmica, também denominada de grande circulação, leva o sangue rico em
oxigênio presente no ventrículo esquerdo para todas as partes do corpo. O sangue sai do
coração por meio da artéria aorta, que se ramifica por todo o corpo, que é onde ocorrem as
trocas de nutrientes e catabólitos. O sangue, agora pobre em oxigênio, retorna ao coração por
meio das veias cavas superior e inferior, é lançado diretamente no átrio direito e segue para o
ventrículo direito.
Circulação Pulmonar, ou pequena circulação, o sangue pobre em oxigênio encontrado no
ventrículo direito é bombeado por meio da artéria pulmonar para os pulmões, mais
precisamente para os alvéolos. Nesse local, ele sofre o processo de hematose, tornando-se
oxigenado. O sangue é, então, transportado de volta para o coração, sendo lançado no átrio
esquerdo pela veia pulmonar.
43) O que são sincício e discos intercalares?
Discos intercalares são complexos funcionais encontrados na interface de células musculares
cardíacas adjacentes. Eles têm partes transversais ricas em zônulas de aderência e
desmossomos e partes laterais ricas em junções comunicantes (GAP).
Sincício é massa multinucleada de citoplasma formada pela fusão de células originalmente
separadas.
44) Descreva um ciclo cardíaco completo.
O ciclo cardíaco se inicia de um batimento cardíaco e o início do batimento seguinte, a cada
geração espontânea de um potencial de ação pelo modo sinusal. A ação bombeadora do
coração, refere as mudanças de volume, pressão que ocorrem em cada câmara cardíaca e nas
grandes artérias. Podemos dividir o ciclo cardíaco em 5 fases: sístole atrial, contração
isovolúmica ventricular, ejeção ventricular, relaxamento ventricular isovolúmico e
enchimento ventricular.
45) O que são os nodos sinoatrial e atriventricular?
Nodo sinoatrial é uma estrutura anatômica do coração que faz parte do sistema cardionector,
responsável pela função de marcar o passo natural, ou seja, produz seu próprio potencial de
ação, que é o estímulo elétrico.
Atrioventricular é uma área de tecido especializado entre os átrios e ventrículos do coração,
que conduz impulso elétrico do átrio em direção aos ventrículos.
46) Qual o papel do sistema de Purkinje na contração muscular?
As Fibras de Purkinje constituem um sistema especial de condução do estímulo elétrico no
coração que permite que este se contraia de maneira coordenada. Está composto de fibras
musculares cardíacas especializadas. São fibras largas que intervêm na condução do nódulo
atrioventricular (AV) para os ventrículos.
47) Qual região do cérebro é responsável pelo controle direto nos reflexos cardíacos
abaixo:
a) Efeito Starling
O retorno venoso que é o mesmo que Efeito de Starling, classificado como pré-carga, ocorre
acontece o aumento da força de contração, coloquialmente podemos dizer que chega mais
sangue no coração acontecendo também a vaso dilatação e quando chega mais sangue no
coração ele sozinho aumenta a força de contração, faz uma sístole recrutando, assim, mais
fibras musculares, essas ações são definidas como simpáticas.
b) Efeito de Anrep
O efeito Anrep ou Pós-carga é a resistência á ejeção, também de natureza simpática, ocorre
quando se tem o aumento da pressão arterial, e aumentando a pressão arterial o coração
responde sozinho aumentando a força de contração.
c) Efeito Bowdich
A contrabilidade miocárdica ou Efeito Bowdich é um método de auto-regulação, é
adrenérgico e de ação simpática, nele mediante o aumento da frequência cardíaca o coração
sozinho aumenta a força da contração.
48) Quais fatores podem alterar o débito cardíaco de um ser humano adulto e sem
cardiopatias?
Mudanças de postura, aumento da atividade do sistema nervoso simpático e diminuição de
atividade do sistema nervoso parassimpático.
49) Explique a variação da pressão sanguínea entre artérias e veias.
No sistema vascular a pressão se difere por características anatômicas, devido a pouca
concentração de músculos na parede das veias a pressão se dissipa. Nas artérias a parede
muscular é maior, é o que determina junto ai débito cardíaco o aumento do potencial de ação.
50) Diferencie os principais mecanismos de controle da pressão arterial: Reflexo
barorreceptor e Sistema Renina-angiotensina-aldosterona.
Os barorreceptores enviam impulsos aferentes para o sistema nervoso central (SNC), o qual,
reflexamente, altera o débito cardíaco ou a resistência periférica total para conservar a pressão
sanguínea em nível normal. O reflexo barorreceptor arterial se inicia pela ativação de
terminações nervosas especializadas que estão embutidas nas paredes das artérias carótidas e
arco aórtico. No Sistema Renina-angiotensina-aldosterona as células justa glomerulares renais
liberam na corrente sanguínea a renina, esta se dirige até o fígado sofrendo transformação
pelo angiotensinogenio transformando-se em angiotensina I, volta para corrente sanguínea
onde se dirigirá até os pulmões sofrendo ação da ECA transformando-se em angiotensina II,
com a função de causar vasoconstrição e estimulação de aldosterona.