Você está na página 1de 7

2/27/2020

MICROBIOLOGIA DOS ALIMENTOS


Microbiota, Patogenicidade e Virulência

1
2/27/2020

Microbiologia
Conteúdo desta aula

PATOGENICIDADE
FATORES DE MICROBIOTA
X
VIRULÊNCIA TRANSITÓRIA
VIRULÊNCIA

1 2 3 4 5

PRÓXIMOS
MECANISMOS DE MICROBIOTA
PASSOS
PATOGENICIDADE RESIDENTE

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

Microbiologia
Patogenicidade x Virulência

Denomina-se INFECÇÃO a presença de um micro-organismo ou parasita em um organismo


hospedeiro e depende de fatores relacionados à PATOGENICIDADE e à VIRULÊNCIA do agente
etiológico.

PATOGENICIDADE VIRULÊNCIA

Um organismo é patogênico Quanto maior a capacidade de um


quando, ao entrar em um micro-organismo em causar casos
organismo, causa sinais e sintomas graves, mais virulento ele é.
clínicos.
Portanto...
Portanto.... ... virulência é a capacidade de um
... patogenicidade é a capacidade micro-organismo ser mais
do micro-organismos em causar agressivo e causar maior número
doença em um hospedeiro. de casos graves e óbitos.

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

2
2/27/2020

Microbiologia
Infecção x colonização

Nem sempre a presença de um micro-organismo no organismo humano significa doença.

O controle de contaminação é importante para evitar infecção.

Presença transitória de micro-organismos em superfícies,


CONTAMINAÇÃO
sem invasão de tecidos do corpo.

Presença e crescimento de micro-organismos em


COLONIZAÇÃO
superfícies do corpo, sem causar doença.

Presença e multiplicação de micro-organismos com invasão à


INFECÇÃO
sítios do corpo e manifestação de doença.

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

Microbiologia
Mecanismos de Patogenicidade

Os mecanismos de patogenicidade iniciam quando o micro-organismo consegue transpassar as


barreiras físicas e químicas do organismo, causando infecção.

Nem todas as infecções obedecem a todas as etapas do mecanismo de patogenicidade.

A infecção pode resultar em quadro ENTRADA DO PATÓGENO


agudo ou inaparente.
FIXAÇÃO TECIDUAL
Alguns micro-organismos possuem
MULTIPLICAÇÃO
mecanismos de escape e burlam as
defesas imunológicas, levando à
DISSEMINAÇÃO
infecção persistente (crônica ou
latente).
DANOS AO HOSPEDEIRO

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

3
2/27/2020

Microbiologia
Fatores de virulência
Os fatores de virulência são estruturas ou substâncias produzidas por micro-organismos, que
aumentam sua capacidade de danos.

Cada espécie bacteriana apresenta fatores de virulência específicos, entre eles:

TOXINAS ADESINAS INVASINAS BIOFILME


Podem ser endotoxinas Estruturas bacterianas Provocam alterações no Crescimento bacteriano
ou exotoxinas que que facilitam a adesão à citoesqueleto da célula- aderidos à superfícies,
aumentam os danos ao superfícies. alvo e protegem o formando um agregado,
hospedeiro. micro-organismo das conferindo auto-
defesas imunológicas do proteção e colonização.
hospedeiro.
FATORES DE VIRULÊNCIA BACTERIANA

http://www.facmed.unam.mx/deptos/microbiologia/bacteriologia/images/adhesinas.jpg

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA https://pt.wikipedia.org/wiki/Transfer%C3%AAncia_horizontal_de_genes#/media/File:E_coli_at_10000x.jpg

Microbiologia
Microbiota

Os micro-organismos que habitam um


corpo constituem a microbiota.

A microbiota pode ser RESIDENTE ou


TRANSITÓRIA.

A presença de micro-organismos pode


caracterizar quadro benéfico ou que traga
riscos para o organismo.

O uso de antibióticos, antimicóticos ou


antiparasitários pode alterar a microbiota
normal e trazer problemas para o
organismo.
http://i2.wp.com/asaudesimples.files.wordpress.com/2014/05/gutbtra.jpg

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

4
2/27/2020

Microbiologia
Microbiota Residente

A microbiota residente também é chamada de microbiota anfibiôntica normal, microbiota


normal, microbiota indígena, microbiota autóctone ou “flora” normal.

É caracterizada por bactérias, fungos e/ou


protozoários que estão, habitualmente, no
organismo e, primariamente, não causam danos ao
organismo.

A microbiota normal produz substâncias importantes


para o organismo, impede a colonização por outros
micro-organismos patogênicos, degradam produtos
tóxicos etc.

Um micro-organismo da microbiota normal pode se


http://4.bp.blogspot.com/-
comportar como oportunista, em condições de imWdz7nRsk0/U6iUEWr6AnI/AAAAAAAABqc/1S4gSL7z24w/s1600/Microbiota+intestinal.jpg

desequilíbrio do hospedeiro, e causar doença.

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

Microbiologia
Principais microbiotas
• A microbiota da pele alberga uma gama de micro-organismos que, em geral, não são patogênicos.
Porém, lesões na continuidade da pele (corte, arranhão etc.) promovem a invasão destes.

• A microbiota do trato respiratório apresenta INTESTINAL


diversidade de micro-organismos, como bactérias e
fungos que podem acometer boca, nariz, faringe,
até os pulmões.
RESPIRATÓRIO

• A microbiota vaginal é composta por lactobacilos


PELE

(Bacilos de Döderlein). Estes mantêm o pH vaginal


MICROBIOTA
e impedem a colonização por outras bactérias.

• A microbiota intestinal é formada por bactérias


diversas. Estas protegem de colonização de outras UROGENITAL
bactérias patogênicas, fazem a síntese de vitaminas
B e K, degradam toxinas etc.

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

10

5
2/27/2020

Microbiologia
Principais microbiotas

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2014/01/desequilibrio-na-flora-intestinal-ou-vaginal-da-sintomas-veja-como-evitar.html
MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

11

Microbiologia
Microbiota Transitória

A microbiota transitória também é chamada de microbiota alóctone ou microbiota exógena.

Os micro-organismos que colonizam o corpo por pouco


tempo fazem parte da microbiota transitória e, em geral,
são adquiridos por contato direto ou indireto, como por
fômites.

Em algumas situações, bactérias da microbiota


transitória podem causar doença ao terem acesso e
invadir o organismo.

As mãos, no dia a dia, adquirem a maior gama de micro-


organismos transitórios. Por este motivo, a higienização
das mãos é essencial.

http://beneditasaudavel.com.br/wp-content/uploads/2013/12/germs-on-hands-150x150.jpg

MICROBIOTA, PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA

12

6
2/27/2020

Assunto da próxima aula:


MICROBIOLOGIA NA ASSISTÊNCIA
À SAÚDE

1. Avanço das técnicas assépticas;

2. Lavagem das mãos: como, porque


e quando;

3. Equipamentos de proteção
individual (EPI);

4. Descarte de resíduos;

5. Disseminação de agentes
infecciosos.

13