Você está na página 1de 26

Caderno

de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

Números naturais Ficha para praticar 2


Ficha para praticar 1 Pág. 6
1.1. 12 + 12 + 12 + 12 = 4 × 12 = 48
Pág. 4
1.1. 12 e 5 são as parcelas e 17 é a soma. 1.2. 120 + 120 + 120 + 120 + 120 = 5 × 120 = 600
1.2. 12 é o aditivo, 5 é o subtrativo e 7 é a diferença. 2.1. Existência de elemento absorvente da
2.1. Propriedade comutativa da adição. multiplicação (0) e propriedade comutativa da
multiplicação.
2.2. Existência de elemento neutro da adição (0 é o
2.2. Existência de elemento neutro da multiplicação
elemento neutro da adição).
(1) e propriedade comutativa da multiplicação.
2.3. Propriedade associativa da adição.
2.3. Propriedade distributiva da multiplicação
3.1. 36 + 28 = 64
relativamente à subtração.
Resposta: 64 − 28 = 36 2.4. Propriedade comutativa e propriedade
3.2. 192 + 389 = 581 associativa da multiplicação.
3.1. 7 × 6 + 3 = 42 + 3 = 45
Resposta: 581 − 389 = 192
Resposta: 45
3.3. 815 – 710 = 105
3.2. 39 – 4 = 35; 35 : 5 = 7
Resposta: 815 − 105 = 710 Resposta: 7
3.4. 2099 – 1981 = 118 3.3. 8 × 15 = 120; 126 – 120 = 6

Resposta: 1981 + 118 = 2099 Resposta: 6


4.1. 88 × 17 + 16 = 1496 + 16 = 1512
4. Por exemplo:
Logo, a afirmação é verdadeira.
4.1. 7 0 + 4 1 = 111
4.2. 31 × 89 + 79 = 2759 + 79 = 2838
4.2. 1 9 + 4 7 = 66
Logo, a afirmação é falsa.
4.3. 9 4 − 1 7 = 77 5.1. 2 + 3 × 7 + 5 = 2 + 21 + 5 = 23 + 5 = 28
4.4. 4 7 − 1 0 = 37 5.2. 10 – (1 + 2 × 3) = 10 – (1 + 6) = 10 – 7 = 3
5.3. 1 + (1 × 2 + 6 : 3) = 1 + (2 + 2) = 1 + 4 = 5
Pág. 5
5. Pedro: ? 5.4. (82 – 12) : 5 = 70 : 5 = 14

Alex: 55 5.5. 2 – (3 × 7 – 81 : 9) : 12 = 2 – (21 – 9) : 12 =

O Pedro tem mais 20 caricas que o Alex. = 2 – 12 : 12 = 2 – 1 = 1

O Alex tem 55, logo o Pedro tem 55 + 20 = 75. 5.6. (7 – 2 : 2) : 2 × 3 = (7 – 1) : 2 × 3 = 6 : 2 × 3 =

Resposta: 75 caricas =3×3=9

6. Francisco: 102 5.7. (2 × 3 – 1) : 5 × 7 = (6 – 1) : 5 × 7 = 5 : 5 × 7 =

Maria: 58 =1×7=7
102 + 58 = 160 5.8. (72 – 9 × 8) : 3 × 5 = 0 : 3 × 5 = 0 × 5 = 0

160 : 2 = 80 5.9. (190 – 4 × 36) : 23 = (190 – 144) : 23 =

Cada um ficará com 80 berlindes = 46 : 23 = 2


102 – 80 = 22 5.10. 36 – 3 × 5 + 10 + 84 : 4 = 36 – 15 + 10 + 21 =
Resposta: 22 berlindes = 21 + 10 + 21 = 31 + 21 = 52
7. Rui: 120 5.11. (8 × 2 – 16) : 3 = (16 – 16) : 3 = 0 : 3 = 0
João: ? 5.12. 64 : 4 + 215 : 5 + 3 = 16 + 43 + 3 = 59 + 3 = 62
120 – 20 = 100
Pág. 7
100 + 27 = 127 6.1. 6 × (9 – 7) × 5 = 6 × 2 × 5 = 12 × 5 = 60
O João tem agora 127 cromos. Resposta: 6 × (9 – 7) × 5
Como recebeu 20 tinha: 6.2. 6 × (20 – 3 × 5) = 6 × (20 – 15) = 6 × 5 = 30
127 – 20 = 107 Resposta: 6 × (20 – 3 × 5)
Resposta: 107 6.3. 8 × (6 – 3 × 2) = 8 × (6 – 6) = 8 × 0 = 0
Resposta: 8 × (6 – 3 × 2)
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

6.4. 20 – (3 + 1 × 4) = 20 – (3 + 4) = 20 – 7 = 13 3.2. Números maiores que 10, menores que 50 e


Resposta: 20 – (3 + 1 × 4) múltiplos de 9: 18, 27, 36, 45

6.5. 3 + (5 – 3 × 1) × 4 = 3 + (5 – 3) × 4 = Divisível por 5: 45

= 3 + 2 × 4 = 3 + 8 = 11 Resposta: 45

Resposta: 3 + (5 – 3 × 1) × 4 3.3. Números maiores do que 40, menores do que 60


e divisíveis por 4: 44, 48, 52 e 56
6.6. (8 × 2 – 6) ×10 = (16 – 6) ×10 = 10 × 10 = 100
É divisível por 3: 48
Resposta: (8 × 2 – 6) × 10
Resposta: 48
7. Afonso: 140 balões; 140 – 30 = 110
O Afonso ficou com 30 balões e deu 110 balões. Pág. 9
Como cada colega recebeu 5 balões, tem-se: 4. 78, 79, 80, 81, 82, 83, 84, 85, 86, 87, 88, 89

110 : 5 = 22 Subtraindo 4 unidades a cada um destes


números, obtém-se:
Resposta: 23 alunos = 22 alunos + Afonso
74 , 75 , 76 , 77 , 78 , 79 , 80 , 81, 82 ,
8. Joana Natália
83 , 84 , 85

330 : 3 = 110 Destes números, o único número múltiplo de 9 é


81. Logo, o número em que o Pedro pensou é o
81 + 4 = 85.
110 220
Resposta: 85
Resposta: A Natália tem 220 berlindes e a Joana
110. 5. O algarismo dos milhares é 1 e o algarismo das
centenas é 0 . A soma de 1 com os algarismos
9. Ana Adriana
das dezenas e das unidades é 9 . Assim, o menor
número possível é 1035 .
6. 325 não é múltiplo de 4.
→ 105 : 3 = 35; 35 × 4 = 140
328 é o menor deles.
Resposta: A Ana tem 140 € e a Adriana tem 35 €.
328 + 4 = 332 ; 332 + 4 = 336 ; 336 + 4 = 340
Ficha para praticar 3
328, 332, 336 e 340
Pág. 8
Resposta: Existem quatro múltiplos de 4.
1.
Divisível por: 7. 1218
2e5 3 4 9 2e3 4 e 10 2 × 1 + 8 = 10. O número não é múltiplo de 4.
100 612 100 612 612 100 Como o número pedido é necessariamente um
3510 1512 512 1512 1512 3540 número par, tem-se 1220 : 2 × 2 + 0 = 4.
3540 3510 612 3510 3510
Resposta: 1220
10 110 3540 1512 3540
9525 3540 10 110 8. Números naturais compreendidos entre 115 e 135:
10 110 116, 117, 118, 119, 120, 121, 122, 123, 124,
125,… , 134
2.1. 8 3 0 - O número é divisível por 2 e por 5, pelo que
termina em zero. Números obtidos subtraindo uma unidade:
115, 116, 117, 118, 119, 120, 121, 122, 123, 124,
83 7 0 - A soma dos algarismos é múltiplo de 9
125, 126, … , 133
Resposta: 8370 Números múltiplos de 3 do conjunto anterior:
2.2. 8 7 2 Para ser divisível por 4. 117, 120, 123, 126, 129 e 132 (1)
8 7 6 Números obtidos adicionando quatro unidades aos
números naturais compreendido entre 115 e 135:
8 1 7 2 Para ser divisível por 9
120, 121, 122, 123, 124, 125, 126, 127, 128,
8 6 7 6
129, … , 138 (2)
Resposta: 8172 ou 8676.
Dos conjuntos (1) e (2), o único número em
3.1. Números maiores que 20, múltiplos de 4 e
comum, múltiplo de 5, é 120. Como este número
menores que 30: 24, 28 teve origem em 121, o número pedido é 121.
Múltiplo de 3: 24 Resposta: 121
Resposta: 24
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

9. Se o Lucas multiplicou o número por 4 e por 5 e o 2.9. Repara que 6 é divisor de 12 (12 = 6 × 2).
número é divisível por 4 e por 5. D6 = {1, 2, 3, 6}
745 não é divisível por 4. D20 = {1, 2, 4, 5, 10, 20}
804 não é divisível por 5. m.d.c. (6, 12, 20) = 2
860 é divisível por 4 e por 5. 2.10. Repara que 12 é múltiplo de 6 (12 = 6 × 2).
965 não é divisível por 4. M12 = {12, 24, 36, 48, 60, …}
Resposta: 860
M20 = {20, 40, 60 , …}
Ficha para praticar 4 m.m.c. (6, 12, 20) = 60
Pág. 10 3.1. Ao maior dos divisores comuns de dois números
1.1. D5 = {1, 5} naturais a e b chama-se máximo divisor comum
D12 = {1, 2, 3, 4, 6, 12} de a e b e representa-se por m.d.c. (a, b).
m.d.c. (5, 12) = 1 3.2. Ao menor dos múltiplos comuns de dois números
naturais a e b chama-se mínimo múltiplo comum
Os números 5 e 12 são números primos entre si.
de a e b e representa-se por m.m.c. (a, b).
1.2. D21 = {1, 3, 7, 21}
3.3. Dois números são primos entre si se, e apenas se,
D28 = {1, 2, 4, 7, 14, 28} o seu máximo divisor comum é igual a 1 .
m.d.c. (21, 28) = 7 3.4. Se a e b são dois números naturais diferentes e
Os números 21 e 28 não são números primos b é múltiplo de a, então:
entre si. a) m.d.c. (a, b) = a
1.3. D42 = {1, 2, 3, 6, 7, 14, 21, 42} b) m.m.c. (a, b) = b
D55 = {1, 5, 11, 55}
Pág. 11
m.d.c. (42, 55) = 1
4.
Os números 42 e 55 são números primos entre si. m.d.c. (a, b) ×
a b m.d.c. (a, b) m.m.c. (a, b)
m.m.c. (a, b)
a×b
2.1. m.d.c. (15, 30) = 15 Repara que 30 é múltiplo de 15.

2.2. D25 = {1, 5, 25} 5 15 5 15 75 75

D40 = {1, 2, 4, 5, 8, 10, 20, 40} 9 21 3 63 189 189

m.d.c. (25, 40) = 5 20 30 10 60 600 600

2.3. D7 = {1, 7} 5. Dados dois números naturais a e b , o produto


a × b é igual ao produto:
D12 = {1, 2, 3, 4, 6, 12}
m.d.c. (a, b) × m.m.c. (a, b).
m.d.c. (7, 12) = 1
6.1. m.d.c. (a, b) × m.m.c. (a, b) = a × b
2.4. D60 = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 10, 12, 15, 20, 30, 60}
2 × 154 = 308
D90 = {1, 2, 3, 5, 6, 9, 10, 15, 18, 30, 45, 90}
Resposta: a × b = 308
m.d.c. (60, 90) = 30
6.2. a × b = 308
2.5. m.m.c. (2, 3) = 6
22 × b = 308
Repara que 2 e 3 são números primos, portanto
primos entre si, e 2 × 3 = 6. b = 308 : 22 = 14

2.6. m.m.c. (12, 24) = 24 Resposta: b = 14

Repara que 24 é múltiplo de 12 (24 = 2 × 12). 7.1. m.d.c. (a, b) × m.m.c. (a, b) = a × b

2.7. M6 = {6, 12, 18, 24, 30, 36, …} 5 × m.m.c. (a, b) = 2100

M10 = {10, 20, 30, 40, …} 2100 : 5 = 420

m.m.c. (6, 10) = 30 Resposta: m.m.c. (a, b) = 420

2.8. M8 = {8, 16, 24, …} 7.2. 60 × b = 2100

M12 = {12, 24, …} b = 2100 : 60 = 35

m.m.c. (8, 12) = 24 Resposta: b = 35


Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

Ficha para praticar 5 6.


Pág. 12 Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares
1.1. 7 1.2. 185 1.3. 15 261 108
261 108 45 045 2
1.4. 30 1.5. 10 1.6. 3
108 45
1.7. 3 1.8. 6 1.9. 30 108 45 18 18 2
45 18
1.10. 115 45 18 9 09 2
2.1. (3 × 4 × 10) : 5 = 3 × 4 × 2 = 24 18 9
18 9 0 0 2
2.2. (6 × 10 + 6 × 8) : 6 = (6 × 10) : 6 + (6 × 8) : 6 =
m.d.c. (261 , 108) = 9
= 10 + 8 = 18
2.3. (12 × 5 : 6) : 2 = (60 : 6) : 2 = 10 : 2 = 5
Ficha para praticar 6
2.4. (5 × 14 – 21 × 2) : 7 = (5 × 14) : 7 – (21 × 2) : 7 = Pág. 14
= 5 × 2 − 3 × 2 = 10 – 6 = 4 1.1. D12 = {1, 2, 3, 4, 6, 12}
3.1. 4 D18 = {1, 2, 3, 6, 9, 18}
3.2. D4 = {1, 2, 4} m.d.c. (12 , 18) = 6
Resposta: 1, 2 e 4 Podem ser formados, no máximo, seis grupos.
1.2. 12 : 6 = 2 18 : 6 = 3
Pág. 13
4.1. Cada grupo tem, no máximo, 2 rapazes e 3
Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares raparigas.
65 30 2.1. D6 = {1, 2, 3, 6}, D4 = {1, 2, 4}
65 30 5 05 2
30 5
m.d.c. (6, 4) = 2
30 5 0 0 6 Resposta: 2 L
m.d.c. (65, 30) = 5 2.2. 6 : 2 = 3 e 4 : 2 = 2
4.2. Vamos começar por calcular, por exemplo,
Vai encher 3 jarros com sumo de laranja e 2 jarros
m.d.c. (76, 60). com sumo de maçã.
Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares 3. Pretendemos determinar o m.d.c. (24, 30, 36, 42).
76 60
76 60 16 16 1 D24 = {1, 2, 3, 4, 6, 8, 12, 24}
60 16 D30 = {1, 2, 3, 5, 6, 10, 15, 30}
60 16 12 12 3
16 12 D36 = {1, 2, 3, 4, 6, 9, 12, 18, 36}
16 12 4 4 1
D42 = {1, 2, 3, 6, 7, 14, 21, 42}
12 4
12 4 0 0 3 m.d.c. (24, 30, 36, 42) = 6
m.d.c. (76, 60) = 4 Resposta: 6 pratos
Vamos determinar o m.d.c. (4, 48)
Pág. 15
Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares
48 4
4. M4 = {4, 8, 12, …}; M3 = {3, 6, 9, 12, …}
48 4 0 08 12 m.m.c. (4, 3) = 12
0

Logo, m.d.c. (48, 60, 76) = 4. Voltaram a encontrar-se passados 12 dias.

5. Os divisores comuns de 18 e 63 são os divisores Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
comuns do m.d.c. (18, 63). Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares Resposta: No sábado da próxima semana.

63 18 9
63 18 5.1. Roda A : 10 dentes; Roda B : 8 dentes
09 3
18 9
5 × 10 = 50
18 9 0 0 2 50 8
m.d.c. (18, 63) = 9 ; D9 = {1, 3, 9} 2 6

Logo, os divisores comuns de 18 e 63 são 1, 3 e Resposta: 6 voltas completas


9.
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

5.2. Vamos calcular o m.m.c. (10, 8). 9.2. 1 × 18 = 2 × 9 = 3 × 6


M10 = {10, 20, 30, 40, …} D18 = {1, 2, 3, 6, 9, 18}
M8 = {8, 16, 24, 32, 40, …} Resposta: 1, 2, 3, 6, 9 e 18.
m.m.c. (10, 8) = 40 10. 7 8 5
40 : 10 = 4
O algarismo das unidades é 5.
Resposta: 4 voltas
7 + 8 + 5 = 20
6. m.m.c. (40, 50) = ?
O múltiplo de 9 que sucede 20 é 27.
M40 = {40, 80, 120, 160, 200, …}
Logo o número pedido é 7 8 7 5 .
M50 = {50, 100, 150, 200, …}
Resposta: 7875
m.m.c. (40, 50) = 200
11.1. m.d.c. (a, b) × 300 = 15 000
De 200 em 200 segundos a luz vermelha surge em
simultâneo nos dois semáforos. 15 000 : 300 = 50
9 h – 8 h = 1 h e 1 h = 3600 s; 3600 : 200 = 18 Resposta: m.d.c. (a, b) = 50
Resposta: 18 vezes 11.2. 15 000 : 150 = 100
Resposta: 100
Ficha de avaliação 1
12. 90 : 9 = 10
Pág. 16
Cada parte tem 10 berlindes
1. 21 = 4 × 5 + 1
4 × 10 = 40 número de berlindes que deu ao irmão
2. 480 : 40
3 × 10 = 30 número de berlindes que deu à prima
3. a
90 – 40 – 30 = 20 número de berlindes restantes
4. Vamos calcular m.d.c. (84, 90)
20 : 5 = 4 número de berlindes que tem cada caixa
Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares
90 84
Resposta: 4 berlindes
90 84 6 06 1 13. Múltiplos de 5 entre 70 e 90: 75, 80, 85
84 6
84 6 0 24 14 Deste números só 80 é múltiplo de 4.
0
Resposta: O bando tem 80 pássaros.
m.d.c. (90, 84) = 6
14. 10 × (12 – 5)
Resposta: 6 bolos
5. M3 = {3, 6, 9, 12, 18, 21, 24, …}
Paralelismo e perpendicularidade. Ângulos
M6 = {6, 12, 18, 24, …}
Ficha para praticar 7
M8 = {8, 16, 24, …} Pág. 18
m.m.c. (3, 6, 8) = 24 1.1. a) Por exemplo, BF e FG ; HE e CG
Resposta: 24 dias b) BC e AH ; AB e HE
6. 428 + 235 = 663 c) Por exemplo, AB e BE ; HE e EF
663 − 235 = 428 d) Por exemplo, ḞG e ḞE
e) Por exemplo, ĊE e ȦH
Resposta: 663
f) Por exemplo, ḢE e ĖF
Pág. 17 g) Por exemplo, [AH] e [CE]
7. (2 + 3) + 5 = (3 + 2) + 5 = Propriedade comutativa da
adição h) Por exemplo, [EF] e [FG]
= 3 + (2 + 5) Propriedade associativa da adição i) Por exemplo, [AH] e [HD]
8. 5 × 8 : 4 + (12 – 6) : 3 = 40 : 4 + 6 : 3 = j) Por exemplo, [AH] e [BE]
= 10 + 2 = 12 1.2. a) Concorrentes perpendiculares
9.1. b) Concorrentes oblíquas
Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares
90 36
90 36 28 8 2
36 18
36 18 0 00 2

Resposta: m.d.c. (90, 36) = 18


Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

2.1. 3.

ĉ = d̂
2.2.
4.

Pág. 19
ê = d̂
3.1. Por exemplo:
a) ȦB e ĊD
Pág. 21
b) ȦB e ḊC
5.
3.2. a) ĊD e ḊE
b) ḊC e ḊE
3.3. Concorrentes oblíquas
3.4. Três direções
3.5. Três: AB , AC e BD
4.1. e 4.2. Por exemplo: 6. ĉ = â + b̂

4.3.
Ficha para praticar 9
Pág. 22
1.1. 55°
1.2. 102°
1.3. 128°

Ficha para praticar 8 1.4. 52°


Pág. 20 1.5. BÔD = AÔD – AÔB = 128° – 55° = 73°
1. 1.6. 125°
2.1. â = 30°, b̂ = 90, ĉ = 60°
2.2. â = 140°, b̂ = 25°, ĉ = 15°
3.1.

OA = OB = O′A′ = O′B′ e AB = A′B′


2.

OA = OB = O′A′ = O′B′ e AB > A′B ′


Logo, os ângulos c e d têm amplitudes diferentes.
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

3.2. Ficha para praticar 10


Pág. 24
1.
Pares de
Classificação
ângulo
BVC e VBA Ângulos complementares
CVD e DVE Ângulos adjacentes
CBE e HVD Ângulos suplementares
3.3. CVD e FVG Ângulos verticalmente opostos
CBV e VBA Ângulos adjacentes
VBA e ABH Ângulos suplementares
2.1. 8° (90° – 82° = 8°) 2.2. 90° (180° – 90° = 90°)
2.3. 52° (ângulos verticalmente opostos são iguais)
3.1. 98° 3.2. 180° – 98° = 82°
4.1. Por exemplo:
4.1.

V̇D é a bissetriz do ângulo AVB. AB̂C = DB̂A = 180°


4.2. 4.2.

V̇D é a bissetriz do ângulo AVB.

Pág. 23 Os ângulos EBD e CBA são ângulos verticalmente


5. opostos.
Ângulo Classificação EB̂D = CB̂A
BAE Reto
Pág. 25
FEA Agudo
5.1. a) a e d
ECG Obtuso
b) c e b
EDC Reto
c) Por exemplo, a e d .
DCE Agudo
d) a e c
GCD Raso
5.2. a) â = 90° – 58° = 32°
6.1. AV̂C = 2 × 23° = 46°
b) b̂ = 180° – 32° = 148°
6.2. AV̂D = 46° + 46° = 92°. AVD é um ângulo obtuso.
d) ĉ = â = 32°
7. 2 × 65° = 130°
6.1. â = 180° : 3 = 60° e b̂ = 180°
130° ≠ 131° 6.2. â = 360° – 242° – 90° = 28°
Logo, V̇B não é a bissetriz do ângulo AVC .
6.3. 360° – 90° = 270°
â = 270° : 5 = 54°
6.4. â = 90° – 20° = 70°
b̂ = 180° – 90° – 25° – 25° = 40°
6.5. â = 90° – 18° = 72° e b̂ = 180° – 90° – 38° = 52°
6.6. â = 90° – 45° = 45° e b̂ = 90° – 48° = 42°
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

Ficha para praticar 11 Ficha para praticar 12


Pág. 26 Pág. 28
1. 1.1.
Pares de ângulo Classificação
g e e Alternos externos
f e h Alternos internos
c e a Correspondentes
c e b Alternos internos PV̂Q = AB̂C. Os ângulos são iguais.
d e a Alternos externos 1.2.
g e h Correspondentes
f e e Correspondentes
2.1. Não. Porque os ângulos correspondentes não são
iguais.
2.2. Sim. Porque os ângulos alternos internos são AB̂C = UV̂A’. Os ângulos são iguais.
iguais.
1.3.
2.3. Não. Porque os ângulos alternos externos não são
iguais.
2.4. 180° – 30° = 150°
Sim. Porque os ângulos alternos externos são
iguais.
2.5. Sim. Porque os ângulos correspondentes são
iguais.
AB̂C = UV̂A’. Os ângulos são iguais.
2.6. 180° – 36° = 144°
1.4.
Não. Porque os ângulos alternos internos não são
iguais.

Pág. 27
3.
Ângulo Amplitude (em graus)
a 60
b 38
AB̂C = 180° – UV̂A’
c 180 – 60 – 38 = 82
d 180 – 38 = 142 Os ângulos são suplementares.
e 180 – 60 = 120 2.1. As retas AB e FD são paralelas, porque os ângulos
ECF e EBA são ângulos correspondentes iguais
4.1. â = b̂
(= 90°).
4.2. … são ângulos alternos externos determinados
2.2. São iguais, porque são ângulos agudos de lados
por uma secante num par de retas paralelas.
perpendiculares.
5.1. d̂ = â = 37°, porque a e d são ângulos vertical-
2.3. São iguais, porque são ângulos agudos de lados
mente opostos e os ângulos verticalmente opostos
paralelos.
são iguais.
5.2. f̂ = b̂ = 38°, porque f e b são ângulos alternos
Pág. 29
internos e r // s. 3. 180° – 65° = 115°, b̂ = 115°
5.3. ĉ = ê = 105°, porque c e e são ângulos correspon- Os ângulos a e b são ângulos de lados
dentes e r // s. perpendiculares e a é um ângulo agudo e b é
obtuso, pelo que são ângulos suplementares.
4.1. ĖA ⊥ ḂC e ĖB ⊥ ḂD
4.2. 32°. Ângulos agudos de lados perpendiculares são
iguais.
5.1. Porque são ângulos agudos de lados paralelos.
5.2. Porque são ângulos obtusos de lados paralelos.
5.3. Porque são ângulos de lados paralelos e um é
agudo e outro obtuso.
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

Ficha para praticar 13 Pág. 31


Pág. 30 5. â = 37,2° ?
1.1. Ângulo agudo 37° + 0,2° = 37° 12’
25° 15’
b̂ = 180° – 37° 12’
+ 25° 15’
50° 30’ b̂ = 142° 48’
1.2. Ângulo obtuso 60 179º 60’
35° 45’ 0,2 –37º 12’
+ 100° 10’ 12 142º 48’
135° 55’ 6. 59 × 60 + 12 = 3552
1.3. Ângulo agudo
ĉ = 3552”
25° 32’
+ 20° 55’ 7.1. ĊA ⊥ ĖF e ĊB ⊥ ĖD
45° 82’ 7.2.
1° – 60’ 179º 59’ 60”
46° 22’ – 152º 12’ 30”
1.4. Ângulo agudo 27º 47’ 30”

35° 12’ AĈB = 27° 47’ 30”


– 25° 6’
10° 6’ Ficha de avaliação 2
1.5. Ângulo agudo Pág. 32
80° 30’ 1.1.
79° 90’ Ângulos ABC LKJ GHI FED ONM
– 50° 45’
Amplitudes (em graus) 11 160 31 50 114
29° 45’
1.6. Ângulo obtuso 1.2. Dois
180° 35’ 2. â = 72°, b̂ = 120°, ĉ = 72°, d̂ = 60°, ê = 72°,
179° 95’ f̂ = 60°
– 80° 55’
99° 40’ 3.1. AV̂B = 45° 3.2. CV̂D = 110°
2.1. 3.3. BV̂C = AV̂C – AV̂B = 70° – 45° = 25°
25° 30’ 12” 4. EÂF = 28°
+ 128° 12’ 52”
153° 42’ 64” 28° + 61° = 89°
+ 1’ – 60”
Como 89° ≠ 90°, as retas r e DG não são
43’ 4”
perpendiculares.
Resposta: 153° 46’ 4”
2.2. 128° 12’ 52’’
Pág. 33
127° 72’ 52” 5.1. â = 180° – 140° = 40° 5.2. b̂ = 61°
– 25° 30’ 12”
102° 42° 40” 5.3. ĉ = b̂ = 61°
Resposta: 102° 42’ 40” 6.1. â = 58° 6.2. b̂ = 62°
3.1. (20 × 3600 + 12 × 60 + 10)’’ = 72 730’’
6.3. ĉ = 180° – 58° – 62° = 60°
3.2. (120 × 3600 + 52 × 60 + 32)’’ = 435 152’’
7. (A) É verdadeira, porque 135° + 45° = 180°, pelo
4.1. 352’ = 5° 52’ que os lados dos ângulos CBA e GKB são
paralelos.
352 60
52 5 (B) É verdadeira. BÊG = FÊD, porque são ângulos
4.2. 88° 55’ 23” verticalmente opostos.
(C) É verdadeira. 180° – 115° = 65°
320 123 60
20 1 5335 60 (D) 115° + 65° = 180° ≠ 175°
2 12 535 88º
323 55’
Resposta: (D)
23” 8.1. â = 21° 8.2. b̂ = â = 21°
8.3. ĉ = b̂ = 21° 8.4. d̂ = 180° – 21° = 159°
9.1. â = 150° 29’ 28”
179º 59’ 60”
– 29º 30’ 32”
150º 29’ 28”
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

9.2. b̂ = 59° 44’ 48” 6.1. 6.2. 6.3.


179º 59’ 60”
–120º 15’ 12”
59º 44’ 48”

Números racionais
Ficha para praticar 14
Pág. 34
1 2 Ficha para praticar 15
1. B: ou 0,1 C: ou 0,2
10 10 Pág. 36
4 9 1.
D: ou 0,4 E: ou 0,9
10 10
8 7
F: ou 0,8 G: ou 0,7
10 10
7
H: ou 0,7
10
1 1 3 6 5 20
2.1. 2.2. = = 0,6 ; = = 0,2 ;
2 3 2.
5 10 25 100
1 1
2.3. 2.4. 3 3 5 1 7
5 12 , e ; e
5 8 25 6 3
2
3.1.
Pág. 35 10
3.
4 8
3.2. =
5 10
Representa a fração dos bolos com cobertura de chocolate.
7 35
3 3.3. =
Resposta: 20 100
20
3 6
4.1. 4.2. 3.4. =
50 100
8 32
3.5. =
25 100
125
3.6. 1, 25 =
100
Cinco doze avos Três quartos
12
4.3. 4.4. 3.7. 0,12 =
100
15
3.8. 0, 015 =
1000
1213
3.9. 121, 3 =
10
5 9 45
4.1. 0,5 e 4.2. = 0, 45 =
Sete quinze avos Sete nonos 10 20 100
4.5.
5 25
4.3. = 0, 25 =
20 100

Pág. 37
5. A unidade vai ser dividida em 4 partes, porque
m.m.c. (2, 4) = 4

Quatro sétimos
1 5 5
5.1. 5.2. 5.3.
2 9 8
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

136 4. Por exemplo:


6. 13,6 =
10 1 2 4 1 2 3
4.1. = = 4.2. = =
m.d.c. (5 ,10) = 10 2 4 8 6 12 18
61 122 2 1 3 2 1 3
= 4.3. = = 4.4. = =
5 10 10 5 15 8 4 12
20 2 1 10 1 2
4.5. = = 4.6. = =
100 10 5 100 10 20

7.1.
Pág. 39
3 7
5.1. e
8 9
7.2. 5.2. 5 + 4 + 9 = 18; 4 + 9 + 5 = 18
549
Os termos da fração são divisíveis por 3 ou
495
por 9. Logo, não é irredutível.
7.3. 5.3.
Dividendo Divisor Resto Cálculos auxiliares
549 495
549 495 54 054 1
495 54
495 54 9 009 9
7.4. 54 9
54 9 0 00 6
549 549 : 9 61
m.d.c.(549 , 495) = 9; = =
495 495 : 9 55
6.1. 20 + 10 + 5 = 35
Ficha para praticar 16
20 20 : 5 4
Pág. 38 = =
35 35 : 5 7
6 2
1.1. 1.2. 30 30 : 5 6
9 5 6.2. = =
35 35 : 5 7
9 3 25 5
1.3. 1.4. 7.1. 2, 5 = =
12 8 10 2
1 4 2 10 2 1
2.1. = 2.2. = 7.2. 0, 2 = =
2 8 3 15 10 5
8 16 3 9 2 1
2.3. = 2.4. = 7.3. 0, 02 = =
5 10 5 15 100 50
125 25 5
1 7 1 5 7.4. 1, 25 = = =
2.5. = 2.6. = 100 20 4
2 14 6 30
352 176 88
9 18 2 6 7.5. 3, 52 = = =
2.7. = 2.8. = 100 50 25
5 10 3 9
1235 247
7.6. 12, 35 = =
2 18 100 20
2.9. =
7 63
1 2 4 1 3 5 Ficha para praticar 17
3.1. = = 3.2. = =
2 4 8 2 6 10 Pág. 40
1 1 1 1
9 3 18 4 8 10 1.1. > 1.2. >
3.3. = = 3.4. = = 2 3 3 4
12 4 24 4 8 10
1 4 1 2
3 9 6 2 6 8 10 1.3. = 1.4. =
3.5. = = 3.6. = = = 2 8 2 4
5 15 10 7 21 28 35
1 2 1 1
1.5. < 1.6. >
6 6 2 4
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

1 5 8.1. m.m.c. (2, 4, 8) = 8


2.1. =
2 10
1 5 2 4 1 2
2.2. = ; = ; >
2 10 5 10 2 5
1 5 3 6 1 3 3 1 7 5 15 13
2.3. = ; = ; < 8.2. < < < < <
2 10 5 10 2 5 8 2 8 4 8 4

3 12 1 10 3 1 17 34
2.4. = ; = ; > 9. Gonçalo: = → Ponto B
10 40 4 40 10 4 8 16

2 1 15
2.5. = Tomás: → Ponto O
10 5 16

1 10 2 8 1 2 7 14
2.6. = : = ; > Afonso: = → Ponto N
4 40 10 40 4 10 8 16

1 3 Resposta: O Tomás
2.7. =
2 6
5 20 3 30 5 3 Ficha para praticar 18
2.8. = ; = ; < Pág. 42
10 40 4 40 10 4
5 1 6 3
2.9.
5
=
55
;
6
=
60
;
5
<
6 1.1. + = =
10 110 11 110 10 11 8 8 8 4
1 1 2 1
3. Ana →
2
; Pedro →
3 1.2. + = =
5 8 10 10 10 5
6 6 12
16
>
15 1.3. + =
40 40 5 5 5
5 2 3 1
A Ana ;
2 3
> . 1.4. − = =
5 7 6 6 6 2
7 5 2 1
20 15
>
20
>1 e
15
<1 1.5. − = =
4. , porque 12 12 12 6
15 20 15 20
13 8 5 1
6 5 1.6. − = =
5. ; 15 15 15 3
4 3
1 1 2 1 3 1
18
<
20 2.1. + = + = =
12 12 3 6 6 6 6 2

Na mesa onde se sentaram três pessoas, porque 1 1 2 1 1


2.2. − = − =
5 6 3 6 6 6 6
> .
3 4 1 1 5 1 6 3
2.3. + = + = =
7 12 6 2 10 10 10 10 5
6. =1; =
7 10 5 1 1 5 1 4 2
2.4. − = − = =
m.m.c. (2, 5) = 10 2 10 10 10 10 5
1 1 5 2 7
2.5. + = + =
2 5 10 10 10
1 1 5 2 3
1 4 7 12 2.6. − = − =
< < < 2 5 10 10 10
2 5 7 10
Pág. 41 1 1 3 1 4
2.7. + = + =
7. m.m.c. (3, 2) = 6 3 9 9 9 9
1 1 3 1 2
2.8. − = − =
3 9 9 9 9

8 7 2 2 10 + 6 16
está mais próximo de 3 do que . 2.9. + = =
3 2 3 5 15 15
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

2 2 10 − 6 4 Pág. 43
2.10. − = =
3 5 15 15 2 2 2 × 7 + 2 × 3 14 + 6 20
4. + = = =
2 1 8−3 5 3 7 21 21 21
2.11. − = =
3 4 12 12 20
<1
21
2 1 10 − 8 1
2.12. − = = O Hugo está certo. A Rita não comeu a broa toda.
8 5 40 20
2 7 2 × 8 + 7 × 7 16 + 49 65
3 1 3 2 5 5. + = = = >1
2.13. + = + = 7 8 56 56 56
8 4 8 8 8
2 7
1 1 3 1 4 2 + > 1 . O Afonso tem razão. O Tiago não podia
2.14. + = + = = 7 8
2 6 6 6 6 3
comer mais do que a unidade.
5 2 5 4 9 3
2.15. + = + = = 4 1 4 × 8 + 5 × 1 32 + 5 37
6 3 6 6 6 2 6.1. + = = =
5 8 40 40 40
1 1 3 1 2 1 37
2.16. − = − = = <1
2 6 6 6 6 3 40
3 1 9 + 7 16 Resposta: Não
2.17. + = =
7 3 21 21 37 3
1 1 5 1 4 2 6.2. 1− =
2.18. − = − = = 40 40
2 10 10 10 10 5
1 1 5+3 8 Ficha para praticar 19
2.19. + = =
3 5 15 15 Pág. 44
7 3 7 9 16 4 9 8 1 1 1
2.20. + = + = = 1.1. = + =2+ =2
12 4 12 12 12 3 4 4 4 4 4
5 1 15 4 11
2.21. − = − = 17 15 2 2 2
8 6 24 24 24 1.2. = + =3+ =3
5 5 5 5 5
3 3 6 3 3
2.22. − = − = 26 21 5 5 5
5 10 10 10 10 1.3. = + =3+ =3
7 7 7 7 7
1 1 3 2 5
2.23. + = + = 108 29
6 9 18 18 18 108 21 21
1.4. =3+ =3 21 3
1 1 3 2 1 29 29 29
2.24. − = − =
6 9 18 18 18 2 3 × 3 + 2 11
2.1. 3 = =
4 3 7 3 3 3
3.1. + = =1
7 7 7
1 2 3 1 2 × 5 + 1 11
+ = 2.2. 2 = =
7 7 7 5 5 5
4 1 3
− = 11 4 × 13 + 11 52 + 11 63
7 7 7 2.3. 4 = = =
3 2 1 13 13 13 13
− =
7 7 7
11 5 × 16 + 11 80 + 11 91
5 3 2 1 2.4. 5 = = =
3.2. − = = 16 16 16 16
6 6 6 3
2 1 1
− = 1 1 3 5 8
6 6 6 3.1. 1 + 2 = + = = 4
2 2 2 2 2
3 1 2 1
− = =
6 6 6 3 1 1 16 11 5
3.2. 3 −2 = − = =1
1 1 2 1 1
− = − =
5 5 5 5 5
3 6 6 6 6
1 1 2 3 5
3.3. 8 4 4
− = 3.3. 2 +1 = 2 +1 = 3
9 9 9 3 2 6 6 6
6 3 3 1
− = = 1 1 41 9 41 18 23 7
9 9 9 3 3.4. 5 − 2 = − = − = =2 ou
4 3 1
8 4 8 4 8 8 8 8
− =
9 9 9 1 1 9 2 7
4 1 4 3 1 5 −2 = 4 −2 =2
− = − = 8 4 8 8 8
9 3 9 9 9
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

1 3 13 13 13 × 5 − 4 × 13 13 Ficha para praticar 20


3.5. 3 − 2 = − = = ou
4 5 4 5 20 20 Pág. 46
1 6
3
5
−2
12 25
=2 −2
12 13
= 1.1. ×6 = = 3
20 20 20 20 20 2 2
1 12
1 1 1 5 16 11 75 + 160 − 66 1.2. × 12 = =3
3.6. 2 + 5 − 2 = + − = = 4 4
2 3 5 2 3 5 30
(×15 ) (×10 ) ( ×6 )
1
2.1. × 36 € = 18 €
169 19 2
= =5
30 30
2.2. 18 : 3 = 6; 6 kg
3 7 7 7 14 7 7
4. 1 − = − = − = 2
× 20 = 8 ; 8 meses
4 8 4 8 8 8 8 2.3.
5
Os dois beberam a mesma quantidade de leite.
2 36
2.4. × 36 = 2 × = 2 × 12 = 24 ; 24 litros
2 1 1 2 1 4 12 + 3 + 40 55 3 3
5. + +1 = + + = = =
5 10 3 5 10 3 30 30
( ×6 ) (×3 ) (×10 ) 4 8 32 16
3.1. × = =
25 5 9 10 90 45
=1 =1
30 6 1 8 8 4
3.2. × = =
6. m.m.c. (5, 10) = 10 2 3 6 3
2 3 6 3
3.3. × = =
7 4 28 14
5 7 35 7
3.4. × = =
8 10 80 16
Pág. 45
7.1. Representa o peso total da mochila com os dois 5 8 40 20
3.5. × = =
livros e a capa de argolas. 6 7 42 21
9 3 3 3 29 6 3 29 24 3
+ + + = + + = + + = 2 1 2 4 1
7.2. 1 3.6. 2 ×  ×  = 2 × = =
20 5 5 8 20 5 8 20 20 8
(×4 )
3 4 12 12 3

53 3 53 × 8 + 3 × 20 484 121 1  1 6 1 6 6 1
= + = = = =3 3.7. 0,1×  ×  = × = =
20 8 160 160 40 40  3 5  10 15 150 25

8. Por exemplo.  5 1 1 5 1 1
3.8.  ×  × = × =
1  8 6  5 48 5 48
A mochila da Rita pesava 2 kg. A Rita tirou um
3 4.
1 1 7 3 12
caderno da mochila que pesava kg. Quanto Número 2 1 5
5 5 2 15 25
ficou a pesar a mochila da Rita? 1 1 2 15 1
Inverso 1 5 2
2 5 7 3 12
3  1 1 3  3 1
9.1. 5 − −  1 −  = 5 − −  −  = 1
4  2 3 4 2 3 5.1. 1: = 1× 2 = 2
2
3 9−2 3 7
=5− − = 5 − − = 3 2 3 7 21
4  6  (×12) 4 6 5.2. : = × =
( ×3 ) ( ×2 ) 4 7 4 2 8
60 9 14 37 1 3 3 1 1
= − − = =3 5.3. :6 = × =
12 12 12 12 12 4 4 6 8
  2 3 2 5 10
1  1 3  5 17 3 : = × =
9.2. 2 −  2 −  = −  −  =
5.4.
9 5 9 3 27
2  8 4  2  8 4 
 (×2) 
6 3 6 4 8
5.5. : = × =
5  17 6  5 11 20 − 11 9 1 7 4 7 3 7
= − − = − = = =1
2  8 8 2 8 8 8 8
( ×4 ) 3 3 1 1
5.6. :3 = × =
2 2 3 2
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

5 5 1 1
:5 = × = 1  1
5.7. 1.3. 3 ×  + 5  = 3 × + 3 × 5
10 10 5 10 2  2
7 7 7 8 8 Propriedade distributiva da multiplicação
5.8. : = × = relativamente à adição.
9 8 9 7 9
 1 1 1 1
2 7 1.4. 5 ×  −  = 5 × − 5 ×
3 × 2 =  2 : 1  ×  7 : 2  = 2 × 5 × 7 × 10 =  2 7  2 7
6.1.
1 0, 2  3 5   2 10  3 2 2 Propriedade distributiva da multiplicação
5 relativamente à subtração
10 70 700 350 175 2 2
= × = = = 1.5. ×0 = 0× = 0
3 4 12 6 3 7 7
1 3 Propriedade comutativa e existência de elemento
6.2. 7 : 5 = 1× 2 : 3 ×2 = 2 : 6 = absorvente
3 1 7 3 5 21 5
1 1 1
2 2 1.6. × 1 = 1× =
5 5 5
2 5 10 5
= × = = Propriedade comutativa e existência de elemento
21 6 126 63
neutro
1
2 × 0,1 = 1 × 3 × 1 × 2 = 1 3 12
6.3. 2.1. 8 × × × 0 = 0
2 3 2 2 10 3 20 5 25
3 2 1
2.2. 8 × ×1 = 1
8
Pág. 47
1 1 1
2 3 2.3. 2 × × =
7. 36 : = 36 × = 18 × 3 = 54 5 2 5
3 2
54 balões 13 5
2.4. 3 × × =3
5 13
1 1 1 6 5 3 14
8. + + = + + =
5 6 10 30 30 30 30  1 1
( ×6 ) (×5 ) ( ×3 ) 2.5. 3 ×  +  = 3
2 2
14 30 14 16
1− = − =  1 3
30 30 30 30 2.6. 8 ×  +  = 16
16 ×2 2 2
× 60 = 32
30 3 1 5 1 1
3.1. × + × = 1×
Tem 32 post-its azuis. 8 5 8 5 5
1 2 1× 5 + 3 × 2 11 6 1 5
9.1. + = = 3.2. × 0, 3 − × 0, 3 = × 0, 3
3 5 15 15 2 2 2
11 15 11 4 2 2 2
1− = − = 3.3. × 8 + × 2 = × 10
15 15 15 15 5 5 5
1 4 4 2 1 3
× = = 3.4. 2 × 0, 2 − 0, 2 × = 0, 2 ×
6 15 90 45 2 2
1 2 2 15 18 2 35 4 4 4
9.2. + + = + + = 3.5. × 0,1+ 0, 9 × = × 1
3 5 45 45 45 45 45 3 3 3
(×15 ) ( ×9 )
35 45 35 10 1 3
1− = − = 3.6. 8 × 1+ 8 × = 8×
45 45 45 45 2 2
10 10 × 90 1 1 2 1 1
× 90 = = 10 × 2 = 20 3.7. × + × = 1×
45 45 3 2 3 2 2
Sobraram-lhe 20 €.
5  1
3.8. 5 + = 5 × 1+ 
2  2
Ficha para praticar 21
 1 1 1 5+2 3 7 21
Pág. 48 4.1.  +  : = × = ×3 =
1 1  2 5  3 10 1 10 10
1.1. ×3 = 3×
5 5 1 1 1 1 1 1 1 1 3 1
4.2. + : × = + ×3× = + × =
Propriedade comutativa 8 2 3 4 8 2 4 8 2 4
1 1 1 1 3 4 1
1.2. 0,1× × = 0,1× = + = =
2 3 6 8 8 8 2
Propriedade associativa
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

 1 1 3  2 1 1 3 Ficha para praticar 22


4.3.  −  : 0,1× =  −  : × =
3 6 5  6 6  10 5 Pág. 50
1.
1 3 30
= × 10 × = =1 Forma Forma de fração
6 5 30 Percentagem
decimal irredutível
1  1 1  3  7 5  3  28 15  1
4.4. 1 :  2 − 1  = :  −  = :  − = 10% 0,1
2  3 4  2  3 4  2  12 12  10
3 13 3 12 36 18 45 9
= : = × = = 45% 0,45 =
2 12 2 13 26 13 100 20
 1 1  3  22 3  4 44 + 21 4 4 1
4.5.  3 + 1  : =  + × = × = 4% 0,04 =
 7 2 4  7 2 3 14 3 100 25
72 18
2
72% 0,72 =
65 4 130 100 25
= × =
14 3 21 88 22
7 88% 0,88 =
100 25
 1 1   1 1 3   25 5   1 1 5 
4.6.  3 − 1  :  + :  =  − : + ×  = 14 7
=
 8 4 2 3 5  8 4 2 3 3 140% 1,4
10 5
 25 10   1 5  15  9 10  2.1. 0,5 = 50% 2.2. 0,03 = 3%
= − : +  = : +  =
 8 8   2 9  8  18 18 
2.3. 0,24 = 24% 2.4. 0,15 = 15%
15 19 15 18 270 135
= : = × = = 2.5. 0,98 = 98% 2.6. 0,08 = 8%
8 18 8 19 152 76
2.7. 0,8 = 80% 2.8. 0,01 = 1%

Pág. 49 2.9. 0,0028 = 0,28% 2.10. 0,001 = 0,1%


5 1
5. → portugueses 3.1. = 25%
8 4
3
→ franceses 1
10 3.2. = 50%
2
30 → ingleses
5 3   50 + 24  74 6 3 3
1−  +  = 1−  3.3. = 75%
 = 1− = =
4
 8 10   80  80 80 40
3 40 3.4. 1 = 100%
30 : = 30 × = 10 × 40 = 400
40 3
2 4
Resposta: 400 selos 3.5. = = 0, 4 = 40%
5 10
2 1 1 1 1
6. 1− = ; × = 1 2
3 3 5 3 15 3.6. = = 0, 2 = 20%
5 10
2 1   30 + 3  33 12 4
1−  +  = 1 −   = 1− = =
 3 15   45  45 45 15 59
3.7. = 59%
4 15 100
16 : = 16 × = 4 × 15 = 60
15 4 220 440 44
Resposta: 60 m2 3.8. = = = 44%
500 1000 100
1 3
7. 1− = 240 1200 120
4 4 3.9. = = = 120%
200 1000 100
Parte do dinheiro gasto no candeeiro:
2 3 6 1 380 760 76
× = = 3.10. = = = 76%
5 4 12 2 500 1000 100
Parte do dinheiro gasto nas velas: 4.1. 15 € 4.2. 40 kg 4.3. 0,5 dl
 1 1 2+4 6 3 1 4.4. 4 km 4.5. 750 m 4.6. 750 h
1−  +  = 1− = 1− = 1− =
4 2 8 8 4 4
40 4 2 2 5 50
1 20 5. 40% = = = ; 10 : = 10 × = = 25
× 20 = =5 100 10 5 5 2 2
4 4
Resposta: 25 alunos
1 5 4
5 : 1,25 = 5 : 1 = 5 : = 5 × = 4
4 4 5
Resposta: 4 velas
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

Pág. 51 7  1 7  3 1
5.1. −  0, 2 + 0, 3 ×  = −  0, 2 + × =
2 3 1 2  2 2  10 2 
6. 1− = ; 50% =
5 5 2 7  2 3  7  4 3  7 7
= − +  = − + = − =
1 3 3 2  10 20  2  20 20  2 20
× = ← Parte do dinheiro que a Helena gastou no
2 5 10 70 7 63
presente para a mãe = − =
20 20 20
2 3 10 4 3 3
1− − = − − = 7 7 7 1 7 4 7 12 19
5 10 10 10 10 10 5.2. × : + 1 = × 1+ = + =
9 9 9 3 9 3 9 9 9
3
Resposta: 1
10
5.3. 2 × 2 = 1 ×6 = 6 = 3
2 2 2 2 1 3 5 1 10 10 5
7. + 0, 2 = + = + =
5 5 10 5 5 5 3
3 5 1 2 2 1 2 3
27 : = 27 × = 45 5.4. 1: + = 1: 3 + = + = = 1
5 3 1 3 3 3 3 3
3
Resposta: 45 m2
8.1. 35% + 25% = 60% Pág. 53
6.1. 80% brancas; 20% são castanhas
100% – 60% = 40%
20 2 1
Resposta: 40% 20% = = =
100 10 5
35 100 420 000
8.2. 4200 : = 4200 × = = 12 000 1
100 35 35 Resposta:
5
Resposta: 12 000 €
6.2. 80% corresponde a 80 ovelhas.
9. Preferem cor azul:
Logo, 100% corresponde a 100 ovelhas.
1 1 10 2 5 3
1− − = − − = Resposta: 100 ovelhas
5 2 10 10 10 10
6.3. No rebanho há 20 ovelhas castanhas.
3 10
12 : = 9× = 30 80 – 20 = 60
10 3
Resposta: 30 alunos Resposta: 60 ovelhas
3 1
7. = = 25%
Ficha de avaliação 3 12 4
Pág. 52 Resposta: 25% dos ovos-moles têm a forma de
1. peixe.
50’7 29 50’7 25 3
8. 14 × = 6
21 7 17 07 20 7
14 Cada bilhete de criança custa 6 €.
50’7 39 32’5 13 35 × 14 + 15 × 6 = 580
11 7 13 06 5 25
Resposta: 580 €
00 00
39 9. 4 × 2,5 = 10
Resposta:
25 1
× 2, 5 = 0, 5 ; 0,2 × 2,5 = 0,5; 10 – 0,5 – 0,5 = 9
10 5 1 1 1 5
2. 20 – 10 = 10; = = 2 ; 10 + 2 = 12
4 2 2 2 2 Resposta: 9 kg

1
Resposta: 12 Triângulos e paralelogramos
2
Ficha para praticar 23
18 9
3. = Pág. 54
4 2
1.1. Hexágono
9 1.2. O polígono tem seis ângulos internos.
Resposta:
2
1.3. Sim. O ângulo de vértice D.
3 10 1.4. a) CBA, FED e DCB
4. 150 : = 150 × = 50 × 10 = 500
10 3
b) BAF e AFE
Resposta: 500 g
c) AFE e FED
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

2.1. Quadrilátero 4. Como os três ângulos são iguais, tem-se que cada
2.2. O polígono tem quatro ângulos internos. um tem de amplitude 180° : 3 = 60°.

2.3. O polígono tem quatro ângulos externos. â = 180° – 60° = 120°


2.4. A soma da medida da amplitude do ângulo interno 5. EB̂C = 180° – 90° – 52° = 38°, porque a soma dos
com a medida da amplitude do ângulo externo ângulos internos de um triângulo é igual a um
com o mesmo vértice é 180°. Logo, a medida da ângulo raso.
amplitude de cada ângulo externo é necessaria- DB̂A = EB̂C = 38°, porque ângulos verticalmente
mente inferior a 180°. opostos são iguais.
2.5. 180° – 40° = 140° Logo, AD̂B = 38°.
Resposta: 140°
Ficha para praticar 25
Pág. 55 Pág. 58
3.1. C 1.
3.2. Por exemplo: IDE. ID̂E = 74° Triângulo Classificação
3.3. a) BAE e AED b) Por exemplo, DEJ e IDE. A isósceles e retângulo
4. B escaleno e obtusângulo
C isósceles e acutângulo
D equilátero e acutângulo
E escaleno e retângulo
2.1. [AC]
2.2. [BC]
3.1. x̂ = 40° + 60° = 100°

Ficha para praticar 24 3.2. 180° – 90° = 90°; 90° : 2 = 45°


Pág. 56 x̂ = 180° – 45° = 135°
1.1. x̂ = 180° – 40° – 55° = 85° 3.3. x̂ = 150° – 18° = 162°
1.2. x̂ = 180° – 37° – 41° = 102° 3.4. x̂ = 134° : 2 = 67°
1.3. x̂ = 180° – 90° – 35° = 55° ou x̂ = 90°– 35° = 55°
1.4. x̂ = 180° – 2 × 63° = 180° – 126° = 54° Pág. 59
4.1. x̂ = 360° – 120° – 140° = 100°
1.5. 180° – 56° – 48° = 76°
4.2. 180° – 150° = 30°; x̂ = 42° + 30° = 72°
180° – 76° = 104°
4.3. x̂ = 126° – 84° = 42°
1.6. x̂ = 180° – 40° – 85° = 55°
4.4. 180° – 140° = 40°; x̂ = 90° + 40° = 130°
1.7. 180° – 2 × 68° = 180° – 136° = 44°
5.1. a) A hipotenusa é [AC] e os catetos são
x̂ = 360° – 44° = 316°
[AB] e [BC].
1.8. 180° – 112° = 68°
b) Ângulo de vértice B
180° – 123° = 57°
5.2. 180° – 90° = 90°
180° – 68° – 57° = 55°
x̂ = 360° – 55° = 305° Ficha para praticar 26
Pág. 60
Pág. 57 1.1. Critério ALA
2.1. â = 180° – 90° – 40° = 50° 1.2. Critério LLL
2.2. b̂ = 180° – 50° = 130° 1.3. Critério LAL
2.3. ĉ = 180° – 30° – 130° = 20° 1.4. O ângulo não assinalado tem 30° de amplitude.
2.4. 180° – 30° = 150° (180° – 120° – 30° = 30°)
3. 180° – 30° – 40° = 110° Logo, os triângulos são iguais pelo critério ALA.
180° – 110° = 70° 2.1. DĈE = AĈB, porque ângulos verticalmente
ĉ = 180° – 55° – 70° = 55° opostos são iguais.

Resposta: ĉ = 55° Os triângulos são iguais, porque têm um lado igual


(CD = AC ) e os ângulos adjacentes a esses
lados iguais (critério ALA).
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

2.2. a) BC = 15 cm. Os triângulos [ABC] e [CDE] são 5.1. Os triângulos são escalenos, porque têm três
iguais e os lados compreendidos entre os ângulos diferentes e, portanto, têm três lados
ângulos de vértices B e C e os ângulos de diferentes.
vértices C e E são iguais. 5.2. a) BÂC = DF̂E b) CB̂A = ED̂F

b) DE = 23 cm. Os triângulos [ABC] e [CDE] c) AĈB = FÊD d) AB = DF


são iguais, pelo que os lados compreendidos e) BC = DE f) AC = EF
entre os ângulos de vértices A e B e os
ângulos de vértices D e E são iguais. 5.3. 4 + 5 + 7 = 16
Resposta: 16 cm
Pág. 61
3.1. 3.2. 3.3. Ficha para praticar 28
Pág. 64
1.1. a) AB = 6 cm b) BC = 3 cm
1.2. a) 180° – 60° = 120°
BÂD = 120°
b) CB̂A = 60° c) DĈB = 120°
Ficha para praticar 27 2.1. Por exemplo, a e c.
Pág. 62 2.2. Por exemplo, a e b.
1. 3,5 + 6,5 = 10; 6,5 – 3,5 = 3 2.3. b̂ = 180° – 50° = 130°; ĉ = â = 50°; d̂ = b̂ = 130°
O terceiro lado mede mais de 3 cm e menos 3.1. â = 69°, porque BAD e EBC são ângulos agudos
de 10 cm de lados paralelos.
Resposta: 3,5 cm e 9,9 cm
3.2. b̂ = 180° – 69° = 111°
2.
Comprimentos
dos lados Pág. 65
2 cm, 3 cm, 5 cm 2+3=5 N 4.1. â = 50°, porque num triângulo, a lados iguais
12,5 + 7,5 = 20 opõem-se ângulos iguais.
12,5 cm; 7,5 cm; 19 cm S
20 > 19
50 + 79,9 = 129,9 4.2. b̂ = 180° – 50° – 50° = 80°, porque a soma das
50 cm; 80 cm; 79,9 cm S
129,9 > 80 amplitudes dos ângulos internos de um triângulo é
8,7 + 2 = 10,7 180º.
20,3; 8,7; 2 N
10,7 < 20,3
22,5 + 30,5 = 53 4.3. ĉ = 50°, porque os ângulos alternos internos
22,5; 30,5; 53 N
53 = 53 determinados por uma secante em duas retas
paralelas são iguais.
3.1. Isósceles. OB = OA , porque [OB] e [OA] são
raios da circunferência. 4.4. d̂ = 180° – 50° = 130°, porque num paralelogramo
os ângulos adjacentes a um dos lados são
3.2. a) CÔD = 180° – 65° – 65° = 50°
suplementares.
Os triângulos [ABO] e [CDO] são iguais pelo
4.5. ê = 50°, porque num paralelogramo os ângulos
critério LAL:
opostos são iguais.
• AÔB = CÔD = 50°
4.6. ĵ = 130°, porque num paralelogramo os ângulos
• AO = BO = CO = DO ([AO] , [BO] , [CO] e opostos são iguais.
[DO] são raios da circunferência.) 5. 180° – 82° = 98°; 98° : 2 = 49°
b) AB < AO , porque, num triângulo ao menor â = 49°
ângulo opõe-se o menor lado (50° < 65°).
Ficha de avaliação 4
Pág. 63 Pág. 66
4.1. x̂ = 360° – 131° – 92° = 137° 1. Os ângulos BAE e CBA são ângulos adjacentes
ao lado [AE].
4.2. BÂC = 180° – 131° = 49°
2.1. Quatro ângulos
CB̂A = 180° – 137° = 43°
2.2. Dois ângulos
AĈB = 180° – 92° = 88°
2.3. BAE e AED
AB > BC > AC
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

3. DB̂E = CB̂A, porque são ângulos verticalmente 2.1. 10 + 2 + 4 + 5 + 4 = 25


opostos. Resposta: 25 alunos
Os triângulos são iguais pelo critério LAL. 2.2. a) 4 b) 5
4. Utilizando o lápis com 10 cm pode construir um
10 40 4 16
triângulo (10 cm, 7 cm e 4 cm). 2.3. a) = = 40% b) = = 16%
25 100 25 100
Utilizando o lápis com 4 cm pode construir um
triângulo (4 cm, 3 cm e 2 cm).
Pág. 69
Resposta: Dois triângulos 3.1. 72 – 12 – 18 – 15 – 10 = 17
Resposta: D – 17
Pág. 67
5. â = 180° – 70° = 110° 3.2. 100 – 12 – 18 – 15 – 10 = 45

b̂ = 70° (ângulos correspondentes) Resposta: D – 45

ĉ = 180° – 60° – 70° = 50° 4.1.

d̂ = 60° + 70° = 130° Tráfego entre as 18 e as 20 horas


Tipo de Freq. Freq.
Resposta: d̂ = 120° Contagem
veículos absoluta relativa (%)

6.1. Figura 5: Triângulo equilátero Automóveis


|||| |||| || 12 40
ligeiros
Figura 6: Triângulo isósceles
Autocarros |||| | 6 20
Figura 7: Triângulo escaleno
Camiões ||| 3 10
6.2. Lado [BC] (em ambos).
Motociclos |||| |||| 9 30
7. AÊB = 180° : 3 = 60°, porque os ângulos internos
Total 30 100
de um triângulo equilátero são iguais.
20% corresponde a 6.
CB̂E = AÊB = 60°, porque os ângulos alternos
internos definidos por uma secante em duas retas 2 10 60
6 : 0,2 = 6 : = 6× = = 30 (Total)
paralelas são iguais. 10 2 2
8.1. FD̂E = 32°, porque ângulos alternos internos 3 1 10 12 4 40
= = = 10% ; = = = 40%
determinados por uma secante em duas retas 30 10 100 30 10 100
paralelas são iguais.
4.2. Automóveis ligeiros
8.2. BÂD = 180° – 122° = 58°, porque os ângulos
adjacentes a um lado de um paralelogramo são Ficha para praticar 30
suplementares. Pág. 70
1.1. 9 + 6 + 3 = 18
Organização e tratamento de dados
Resposta: 18 alunos
Ficha para praticar 29
1.2.
Pág. 68
1.
Frequência Frequência
Tempo de vida
absoluta relativa
1
10 1 30
4 2
11 4 =
30 15
5 1
12 5 =
30 6

13 6
6 1
= 2.
30 5
6 1
14 6 =
30 5
4 2
15 4 =
30 15
2 1
16 2 =
30 15
2 1
17 2 =
30 15
Total 30 1
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

3.1. 3 alunos 3.
3.2. Autocarro
3.3. 4 + 12 + 2 + 3 + 9 = 30
Resposta: 30 alunos
12 40
3.4. = = 40%
30 100
Resposta: 40%

Pág. 71
4.1. Empresas A, D e E Pág. 73
4.2. Número total: 360 +100 = 460 4.1. Foi no mês de julho.
100 4.2. Foi no mês de maio.
≈ 0, 2174 = 21, 74%
460
4.3. Outubro: 1,10 € Abril: 1,10 €
Resposta: 21,74%
Resposta: 0 €
4.3. Número de colaboradores da empresa B:
4.4. Janeiro: 1,05 € Dezembro: 1,15 €
560 + 280 = 840
1,15 – 1,05 = 0,10
0,20 × 840 = 168
0,10
840 – 168 = 672 ≈ 0, 095 = 9, 5 %
1, 05
Número de colaboradores da empresa C:
Resposta: 9,5%
120 + 500 = 620
4.5. Julho: 50 × 1,20 € = 60 €
1
× 620 = 124 Janeiro: 50 × 1,05 € = 52,50 €
5
60 – 52,50 = 7,50
620 – 124 = 496
Resposta: 7,50 €
Número de colaboradores da empresa E:
4.6. Nos meses de março e abril e nos meses de
100 + 360 = 460
novembro e dezembro.
460 + 168 + 124 = 752
Resposta: Empresa B: 672; Empresa C: 496; 5. Joaquim:
Empresa E: 752 50 + 60 + 100 + 200 + 80 + 40 + 190 + 215 +
+ 170 +100 = 1205
Ficha para praticar 31
Nuno:
Pág. 72
100 + 145 + 100 + 90 + 130 + 110 + 170 +
 5
1.1. A (1 , 1) ; B  4,  ; C ( 7 , 0 ) ; D ( 0 , 3 )
 2 + 190 + 150 + 170 = 1355

1.2. a) Ponto C b) Ponto D Resposta: O Nuno

1.3.
Ficha para praticar 32
Pág. 74
4 + 5 + 0 + 3 + 2 14
1.1. x = = = 2, 8
5 5
Resposta: 2,8
1, 3 + 2, 5 + 6, 2 + 7 17
1.2. x = = = 4, 25
4 4
2. • O ponto B tem abcissa 4 e o ponto E tem Resposta: 4,25
abcissa 0. 2 + 2, 5 + 8 + 2, 5 + 6 21
1.3. x = = = 4, 2
• A ordenada do ponto D é 0. 5 5
• A ordenada do ponto B é 3 e a abcissa do ponto Resposta: 4,2 kg
A é 2. 5 + 12 + 0 + 3 + 8, 2 + 1, 32 29, 52
1.4. x = = = 4, 92
• O ponto C tem abcissa 5 e ordenada 4. 6 6
Resposta: A ordenada do ponto C é 4 e a abcissa Resposta: 4,92%
é 5.
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

3 + 4 + 5 + 0 + 5 17 3.1. 1 + 12 = 13; 3 + 9 = 12
2. x= = = 3, 4
5 5 Resposta: O 5.º A tem 13 rapazes e 12 raparigas.
Resposta: 3,4 laranjas 3.2. a) 13 + 12 = 25
7 × 1 + 9 × 2 + 8 × 3 + 4 × 4 + 1× 6 71 A turma 5.º A tem 25 alunos.
3. x= = ≈ 2, 4
7 + 9 + 8 + 4 +1 29
12 48
Resposta: 2,4 crianças = = 48%
25 100
4. 10 × 8 = 80. As dez caixas têm 80 rebuçados.
Resposta: 48%
2 × 10 + 3 × 6 + 1 × 5 + 3 × 8 = 67
3 12
As nove caixas têm 67 rebuçados. b) = = 12%
25 100
80 – 67 = 13 Resposta: 12%
Resposta: 13 rebuçados
Pág. 77
Pág. 75 4. 15 + 28 + 17 + 12 + 8 = 80
5. 10 × 80,3 = 803
Na escola há 80 alunos do 5.º ano que usam
Os dez jogadores pesam, no total, 803 kg. jeans.
11 × 80,1 = 881,1 80 40
= = 40%
Os onze jogadores pesam, no total, 881,1 kg. 200 100
881,1 – 803 = 78,1 Resposta: 40%
Resposta: 78,1 kg 5.1. 6 5.2. 8
6. 6 × 5,5 = 33
Nos seis jogos, o José obteve 33 pontos. Ficha de avaliação 5
4 + 6 + 3 + 2 + 10 = 25 Pág. 78
1.1. 5.º B: 4 + 7 + 7 + 3 + 2 + 3 = 26
Nos primeiros cinco jogos, o José obteve 25
pontos. 5.º D: 5 + 7 + 3 + 1 + 1 + 5 = 22
33 – 25 = 8 Resposta: A turma 5.º B tem 26 alunos e a turma
5.º D tem 22 alunos
Resposta: No sexto jogo, obteve 8 pontos.
1.2. 7 alunos
0, 7 + 1 + 2, 3 4
7. x= = = 0, 5 1.3. 0 vezes: 5 1 vez: 7 2 vezes: 3
1 + 1, 5 + 5, 5 8
5 + 7 + 3 = 15
Resposta: 0,50 €
Resposta: 15 alunos
Ficha para praticar 33 1.4. a)
Pág. 76 N.º de Freq. Freq. relativa
almoços absoluta (fração irredutível)
1. • 5∉A • 7∉B • A ∩ B = {1, 2} ≠ ∅ 4 2
0 4 =
Resposta: {1 ,2} = A ∩ B 26 13
7
2.1. Seis dos alunos da turma gostariam de aprender a 1 7 26
tocar piano. 7
2 7 26
6–2=4
3
Resposta: 4 rapazes 3 3 26
2 1
2.2. Flauta: 7 Harpa: 1 Piano: 6 4 2 =
26 13
Violino: 4 Guitarra: 11 3
5 3 26
Por exemplo:
Total 26 1
4 × 0 + 7 × 1+ 7 × 2 + 3 × 3 + 2 × 4 + 3 × 5
b) x = =
26
53
= ≈ 2, 0
26
Resposta: 2,0
c) 5 – 0 = 5
Resposta: 5
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

Pág. 79 c) 9 × 9 = 81
2.1. 2 + 10 + 5 + 8 = 25 Resposta: 81 cm2
Resposta: 25 alunos 3.2. 30 + 15 + 81 = 126
2.2. 5 raparigas 2.3. 10 rapazes Resposta: 126 cm2
×4
10 ! 40 3.3. 5 + 4 × 6 + 3 × 9 + 9 – 2,5 + 5 – 2,5 =
2.4. = = 40%
25 1
×4
100 = 5 + 24 + 27 + 6,5 + 2, 5 = 56 + 9 = 65
Resposta: 40% Resposta: 65 cm
3. O recipiente C tem 2 litros de água.
Pág. 81
2 4. O lado do quadrado R, assim como o lado do
= 0,125 = 12, 5%
16 9  18 9 
Resposta: 12,5% quadrado I, mede cm  18 : 4 = = .
2  4 2
4.1. 20%
O lado do quadrado U mede 3 cm (3 × 3 = 9).
35 + 50 + 20 + 25 130
4.2. x = = = 32, 5 81  9 9 81 
4 4 A área dos quadrados R e I é cm2  × =  .
4 2 2 4 
Resposta: 32,5%
Os lados do retângulo [ABCD] medem 9 cm e
4.3. 6 × 30 = 180; 10 + 20 + 50 + 35 = 115
 9 9 
12 cm  2 × = 9 e 2 × + 3 = 12  .
180 – 115 = 65; 65 : 2 = 32,5  2 2 
Resposta: 32,5% A área do retângulo [ABCD] é 108 cm2
(9 × 12 = 108).
5. 10 × 150 cm = 1500 cm
 81   81 
108 −  2 × + 9  = 108 −  + 9  =
11 × 151 cm = 1661 cm  4  2 
1661 – 1500 = 161 =108 – (40,5 + 9) = 108 – 49,5 = 58,5
Resposta: O João tem 161 cm de altura. Resposta: A área pedida é 58,5 cm2.
5.1. O quadrado de maior área possível é aquele cujo
Área de figuras planas lado mede 35,2 cm.
Ficha para praticar 34 A = 35,2 × 35,2 = 1239,04
Pág. 80
Resposta: A área pedida é 1239,04 cm2.
9 9 15 135
1.1. A = × 7, 5 = × = 5.2. 60 × 35,2 = 2112
2 2 2 4
135 A área da cartolina é 2112 cm2.
2
Resposta: cm
4 2112 – 1239,04 = 872,96
3 3 9 Resposta: A área pedida é 872,96 cm2.
1.2. A= × =
5 5 25
5.3. A parte da cartolina que sobrou é um retângulo em
9
Resposta: cm2 que dois lados medem 35,2 cm.
25
872,96 : 35,2 = 24,8
7 35
1.3. 5× =
3 3 Os outros dois lados medem 24,8 cm.
35 p = 2 × 35,2 + 2 × 24,8 = 120
Resposta: cm2
3 Resposta: O perímetro da cartolina que sobrou é
2 5 20 2 120 cm.
2.1. 4 ×1 = 4 × = =6
3 3 3 3
1 7 14
2 6. 2× 2 = 2× =
Resposta: 6 cm 3 3 3
3
14 30 14 16
2
 2   5  25
2
7 10 − = − =
2.2.  1  =   = =2 3 3 3 3
   
3 3 9 9 16 16 1 8
7 :2= × =
Resposta: 2 cm2 3 3 2 3
9 8
3.1. a) 5 × 6 = 30 O retângulo tem m de comprimento.
3
Resposta: 30 cm2 8 7 56
A= × =
b) 6 × 2,5 = 15 3 3 9
Resposta: 15 cm2 56 2
Resposta: A área do retângulo é m.
9
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

Ficha para praticar 35 Ficha para praticar 36


Pág. 82 Pág. 84
1.1. 2 × 7 = 14. 1.
Figura Área da figura
A área do retângulo é
14 cm2. A 12,5 cm2
B 9 cm2
Por exemplo, um paralelo-
C 10 cm2
gramo de base 2 cm e altura
D 18 cm2
7 cm tem a mesma área que
E 33 cm2
o retângulo [ABCD].
F 16,5 cm2
1.2. A área do quadrado [ABCD]
5 × 5 25 6×3
é (4 × 4) cm2 = 16 cm2. = = 12, 5 =9
2 2 2
1 3 3
1 = ; × 16 = 3 × 8 = 24 5× 4
= 10 4×3 +
4×3
= 12 + 6 = 18
2 2 2 2 2
6×3 3×3 9
A área do paralelogramo é 6× 4 + = 24 + 9 = 33 3×4 + = 12 + = 12 + 4, 5 = 16, 5
2 2 2
24 cm2.
Por exemplo, o paralelogramo pode ter 4 cm de Pág. 85
base e 6 cm de altura (4 × 6 = 24). 2×3
2.1. a) A = =3
2.1. 3 × 1,2 = 3,6 2
Resposta: 3 cm2
Resposta: 3,6 cm2
2×3
2.2. 1,5 × 3,5 = 5,25 b) A = =3
2
Resposta: 5,25 cm2 Resposta: 3 cm2
2.3. 5 × 2,5 = 12,5
3×3 9
c) A = = = 4, 5
Resposta: 12,5 cm2 2 2
2.4. 7,2 × 4 = 28,8 Resposta: 4,5 cm2
Resposta: 28,8 cm2 2.2. Por exemplo, o triângulo [ADF].
1× 3
2.3. = 1, 5
Pág. 83 2
3.1. Como o retângulo [ABCD] e o paralelogramo Resposta: Por exemplo, o triângulo [ABE].
[ABEF] tem a mesma base e a mesma altura, 3. Ajardim = A[ABCD] – A[BCE]
então têm a mesma área.
11 9
Resposta: A área do paralelogramo [ABEF] é ×
11 11 3 7
A= × − ≈ 11,1
6,4 cm2 3 3 2
3.2. Os ângulos BAF e BED são ângulos de lados Resposta: 11,1 m2
paralelos de espécies diferentes, pelo que são
suplementares. Ficha para praticar 37
BÊD = 180° – BÂF = 180° – 135° = 45° Pág. 86
1.1. Como o triângulo [ABCD] tem a mesma base e
Resposta: 45°
metade da altura do triângulo [ABC], então a área
4 do triângulo [ABD] é igual a metade da área do
4.1. A = AD × AB ; AD = cm e AB = 3 cm
5 triângulo [ABC].
4 12 Resposta: 9 cm2
A= ×3 =
5 5
1.2. A[ADBC] = A[ABC] – A[ABD] = 10 – 5 = 5
Resposta: A área do retângulo [ABCD] é
Resposta: 5 cm2
12
cm2. 1
5 × BD × a
AB × a 3 BD × a A[BDEF ]
2 5 5 4 2. A[ ABC ] = = = =
4.2. AD = × EF e EF = AD = × = 2 (cm) 2 2 6 6
5 2 2 5 42
A = (2 × 3) cm2 = 6 cm2 Logo, A[ ABC ] = =7.
6
Resposta: A área do paralelogramo [EFGD] é Resposta: 7 cm2
6 cm2.
Caderno
de Fichas
Caderno de Fichas Propostas de resolução

Pág. 87 Ficha de avaliação 6


3.1. Como o triângulo [ABD] e o paralelogramo Pág. 88
[ABCD] têm a mesma base e a mesma altura, a 1
1.1. A área de cada triângulo é da área do
área do triângulo é igual a metade da área do 6
paralelogramo. hexágono.
3 18 18 1 9 Os três têm a área de 6 × 3 = 18 triângulos.
3 :2= :2= × =
5 5 5 2 5
4 2
A parte colorida a azul é = .
9 4 18 9
Resposta: cm2 ou 1 cm2
5 5
2
Resposta:
3 1 18 6 18 5 9
3.2. 3 :1 = : = × =3
5 5 5 5 5 6
2 9
1.2. 12 : = 12 × = 54 ; 54 : 3 = 18
Resposta: 3 cm 9 2
4. Os vértices do quadrado [MINA] pertencem aos Resposta: A área de cada hexágono é 18 cm2
lados de um quadrado cujo lado tem o
2.1. Triângulo isósceles e retângulo
comprimento do lado de seis quadrículas.
2.2. Pentágono
A área do quadrado [MINA] é igual à diferença das
áreas desse quadrado e de quatro triângulos de
2.3. A[AFEGD] = A[ABCD] – A[FBE] – A[ECG]
base igual ao lado de quatro quadrículas e altura
igual ao lado de duas quadrículas. 2× 4 2× 2
A = 6×6 − − = 36 − 4 − 2 = 30
2 2
4×2
6×6 − 4× = 36 − 16 = 20
2 Resposta: 30 cm2

Como a área de cada quadrícula é 0,5 cm2, a área 3.1. O triângulo de maior área possível é um triângulo
do quadrado [MINA] é 20 × 0,5 cm2 = 10 cm2. com a mesma base e a mesma altura que o
paralelogramo.
Resposta: 10 cm2
Logo, a área do triângulo é metade da área do
5. 40 × 30 = 1200
paralelogramo e, portanto, a área da parte da
A área da cartolina é 1200 cm2. cartolina que sobra também é metade da área do
6, 2 × 7,1 paralelogramo.
6, 2 × 6, 2 + = 60, 45
2 Resposta: 5 cm2
A área do pentágono é 60,45 cm2 3.2. Por exemplo:
1200 – (3 × 9,4 + 60,45) = 1200 – 88,65 =
= 1111,35
Resposta: 1111,35 cm2
6. Amoldura = Aquadro – Atela
A = 28 × 40 – 24 × 36 = 1120 – 864 = 256 Pág. 89
20
Resposta: 256 cm2 4. 13 + = 13 + 10 = 23
2
1
TI × × NE Resposta: 23
TI × ME 4 TI × NE
7. A[TIM ] = = =
2 2 8 5. O retângulo [ABCD] está dividido em 8 triângulos
iguais, pelo que a área do paralelogramo [HFGE]
Como A[TIRA] = TI × NE = 100 , então:
é metade da área do retângulo [ABCD]
100 10 × 20 = 200.
A[TIM ] = = 12, 5
8 A área do retângulo [ABCD] é 200 cm2.
Resposta: 12,5 cm2 200
= 100
2
Resposta: A área do paralelogramo [HFGE] é
100 cm2.
Caderno
de Fichas
Propostas de resolução Caderno de Fichas

6× 4 7×3 6×7
6. A= + + = 12 + 10, 5 + 21 = 43, 5
2 2 2
Resposta: A área da figura 6 é 43,5 cm2.
7. 40 – 30 = 10; 10 : 2 = 5
A largura da moldura é 5 cm.
4 × 30 × 5 = 600
A área da moldura é 600 cm2.
40 × 30 = 1200; 1200 – 600 = 600
Resposta: A área do desenho visível é 600 cm2.