Você está na página 1de 5

Mudança de Habito

Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto,


tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é
de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.

Filipenses 4:8

Todo mundo tem maus hábitos, mas ter consciência disso e ter
o desejo de mudar é parte essencial do nosso crescimento
espiritual.

Temos em nossa natureza carnal e portanto mortal uma


disposição para ter maus hábitos, essa natureza humana tende
a cometer falhas e a tropeçar constantemente em pequenas ou
grandes coisas.

“Há uma história frequentemente contada sobre três homens


que se inscreveram para trabalhar como motoristas de uma
empresa transportadora. O escolhido exerceria suas funções
em estradas montanhosas, elevadas e perigosas. Inquirido
sobre sua habilidade como motorista, o primeiro respondeu:
‘Sou motorista bom e experiente. Dirijo tão próximo do
precipício que as rodas do veículo chegam a costear-lhe a
beira, sem jamais saírem para fora’.

‘O senhor dirige bem’ disse o empregador.

O segundo jactou-se: ‘Sei fazer melhor do que isso. Dirijo com


tanta precisão, que as rodas chegam a lamber a beira do
precipício, ficando uma metade bem na beiradinha e a outra no
ar’.

O empregador ficou imaginando o que o terceiro homem podia


oferecer, e ficou muito surpreso e grato com o que ouviu.

‘O que sei fazer e faço, é conservar-me tão longe quanto


possível da beira do precipício’. Nem é preciso perguntar quem
conseguiu o emprego.”
Temos que evitar o precipício e buscar ser guiados na única
fonte de sabedoria: as Escrituras.

Alimento

Os maus hábitos têm poder para nos destruir, eles não nos
trazem nada de bom, nos afasta das pessoas que mais amamos,
fazem-nos ter uma visão distorcida da verdade, nos deixa cegos
e acomodados, com uma sensação falsa de que não
necessitamos mudar e de que tudo vai ficar bem, mesmo
quando nossa família está em perigo, nosso amor-próprio
parece não existir mais e nossa decência culmina em grande
escala.

O diabo nosso inimigo “alimenta-se” de nossos maus hábitos, se


satisfaz com nossos insucessos e ri quando nos desgastamos
com coisas imorais, erradas e feias.

Satanás enfeita o pecado, para fazê-lo parecer lindo, agradável,


fácil e até mesmo bom”. E é verdade!

Quanta sensualidade vemos no mundo e quantos lares


destruídos por causa disso? Quantos filhos chorando a ausência
de um pai ou uma mãe, quanta dor, insegurança, medo e solidão
por causa de uma traição, quantas doenças físicas, emocionais
e espirituais por causa da fornicação e do adultério? Quanto
mais a humanidade cederá a esses infortúnios que só se
alastram e destroem uma nação, uma família ou um indivíduo?
Fomos feitos à semelhança de Deus, e nós fomos feitos Seus
filhos, criados e amados por Ele. Quão ingrato somos ao deixar
a “carne” vencer e o espírito ceder?!

A fé transforma

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela
renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a
boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não
pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação,
conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.

Romanos 12:2,3

Muitos têm sido insensatos, desumanos, incoerentes,


desafetuosos, depravados, insensíveis, imorais e destrutivos…
Mas o exercício da fé, na aplicação diária aos mandamentos de
Deus (obediência) podem nos ajudar se o permitirmos. Quando
pararmos de achar desculpas e arregaçar as mangas para
mudar e limpar nosso coração, a fé nos transformará.

Os hábitos que destroem

1. Aborto

“Esse é o meu corpo, faço o que bem entendo com ele!”.

2. Imoralidade sexual

“Por que não posso?! Todo mundo faz!”

3. Casamento

“Não quero casar, só quero curtir, o casamento está fora de


moda!”.
4. Divórcio

“Ah, não está dando certo, vamos separar!”.

5. Drogas

“Me divirto muito assim, esqueço dos problemas e me sinto


bem”.
6. Pornografia

“Não há problemas nisso, hoje tudo é liberal, moralidade é coisa


do passado…”.

7. Filhos
“Deixo que o mundo crie, assim ele vive a realidade”.

8. A santidade da mulher

“Você é muito inteligente para ficar em casa cuidando de


crianças!”.
9. Controle da natalidade

“De jeito nenhum! Basta os que eu já tenho, valem por mil!”.

Mudança

Temos que estar atentos às influências do maligno, ela está


estampada em todo lugar, nas ruas, nas empresas, na televisão,
nas revistas, nas ações de mulheres e homens, no rádio, nas
músicas… Portanto, a mudança interior-exterior tornou-se tão
necessária e urgente. Não podemos adiar algo tão importante,
as próximas gerações necessitam de nosso bom exemplo!

Resistir ao mal

É completamente possível resistir ao mal e vencer os maus


hábitos. É uma questão de decisão, vontade e determinação.
Fica mais fácil à medida do tempo em que nos dedicamos para
nos aperfeiçoar e melhorar. Alguns conselhos práticos são útei

1. Oração individual e em família, mesmo apenas para


agradecer.

2. Estabelecer limites individuais e familiares sobre o conteúdo


que entra no lar.

3. Decisão de mudar hábitos que prejudicam com ou sem ajuda


médica, como vencer vícios de drogas, álcool, fumo, pornografia
ou diversos outros transtornos.

4. Ouvir melhores músicas que incentivem bons pensamentos.

5. Exercer amor ao próximo e caridade.

6. Aprender e exercitar o perdão.


7. Ter bons pensamentos.

8. Ser um exemplo de bondade e retidão.

Você quer mudar

, melhorar ou contribuir para o mundo? Estabeleça suas metas,


não se associe com a maioria, podemos fazer a diferença
quando desejamos! Você tem poder para mudar, não se deixe
vencer pelo mal, você é mais forte do que essas influências
destruidoras!