Você está na página 1de 112

ISSN 2176-2821

ISSN 2176-2821

Anais do II Congresso Científico e


II Mostra de Extensão da Universidade
Potiguar – Campus Mossoró
Educação Superior: Formação de Competências,
Desenvolvimento Regional e Mercado de Trabalho.

03 a 05 de junho de 2009
Unidade Mossoró
ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 3
Anais do II Congresso Científico e
II Mostra de Extensão da Universidade
Potiguar – Campus Mossoró
Educação Superior: Formação de Competências,
Desenvolvimento Regional e Mercado de Trabalho.

03 a 05 de junho de 2009
Unidade Mossoró

Natal-RN
2009
ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 5
© Copyghit Edunp 2009. Qualquer parte desta publicação pode ser usada e reproduzida, desde que citada a fonte.

UNIVERSIDADE POTIGUAR - UnP Cristiano Lima de Paiva Andrade


Paulo Eduardo Freire Segundo
Prof. Paulo Vasconcelos de Paula Coordenação de Comunicação e Marketing
Chanceler
Prof. Arnaud Abreu Neto
Profª. Sâmela Soraya Gomes de Oliveira Profa. Bárbara Rocha Lima
Reitora Profa. Cacilda Alves de Sousa Victor.
Prof. Everkley Magno Freire Tavares
Prof. Eduardo Benevides de Oliveira Profa. Eunádia Silva Cavalcante
Vice-Reitor, Pró-Reitor Administrativo e Pró-Reitor para Prof. Wanderley Fernandes da Silva
Assuntos Financeiros (pro-tempore) Prof. Frank da Silva Felisardo.
Profa. Gilvanete Correia Bezerra
Cláucio Márcio Campos de Mendonça Profa. Iara Gomes de Souza Silveira
Pró-Reitor de Graduação Profa. Jerônimo Andrade Filho
Profa. Juliana Rocha Vaez
Prof. Aarão Lyra Prof. Luis Carlos Lobato
Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Prof. Samuel Ciro Freire Costa
Coordenação Científica
Profª. Jurema Márcia Dantas da Silva
Pró-Reitora de Extensão e Ação Comunitária Prof. Luís Gonzaga Monteiro Melo
Coordenação de Instalação

COMISSÃO ORGANIZADORA DO Frederico Gurgel


II CONGRESSO CIENTÍFICO DA UNP – CAMPUS MOSSORÓ Jomar Jaime Theodorico de Oliveira
Assessoria de Imprensa e Web Site
Prof. Aarão Lyra
Presidente Adriano Batista de Araújo Honorato
Cyronky Queiroz Pimentel
Profa. Jurema Márcia Dantas da Silva Ilmar Gabriel da Silva
Vice-Presidente Carolina Helena de Góis Dantas
Leandro Carlos de Medeiros
Profa. Eunádia Silva Cavalcante Nairon Lourenço Ivo de Souza
Representante da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Coordenação de Informática

Profa. Catarina de Sena Matos Pinheiro Polianna Lucena Ferreira


Representante da Pró-Reitoria de Graduação Prof. Gustavo Henrique Barreto de Souza
Profª Jacqueline Dantas Gurgel Veras
Profa. Benedita Ferreira de Souza Eliana Linhares
Representante da Pró-Reitoria de Extensão e Ação Comunitária Sheylla Maria Ferreira Moura
Coordenação da Secretaria
Prof. Harold Lyra Vergara Neto
Representante da Pró-Reitoria Administrativa Profª. Benedita Ferreira de Souza
Prof. Carlos Alano Soares de Almeida
Prof. Celly Franck da Cruz Moura Prof. Everkley Magno Freire Tavares
Representantes da Gerência de Pós-Graduação Lato Sensu Coordenação da II Mostra de Extensão

Frediano da Silva Jales (Administração) Adriana Evangelista


Representante Discente Coordenadora da Edunp

Prof. Julio Cesar de Aquino APOIO:


Coordenação Geral Sistema Integrado de Bibliotecas da UnP – SIB/UnP

C749a Congresso Científico. Mostra de Extensão da Universidade


Potiguar, Campus Mossoró (2. : 2009 : Mossoró, RN).
Anais do II Congresso Científico e II Mostra de Extensão da Universidade
Potiguar, Campus Mossoró. – Natal: Edunp, 2009.
109f.

Educação superior: Formação de Competências, desenvolvimento


regional e mercado de trabalho. 03 a 05 de junho de 2009.
ISSN 2176-2821

1. Congresso Científico – anais. 2. Educação superior. 3. Mercado de


trabalho. I. Título.

RN/UnP/BCSF CDU 001.891(063)


Apresentação
O II Congresso Científico e II Mostra de Extensão promovidos pela Universidade Potiguar – Cam-
pus Mossoró, teve como tema central a “Educação Superior: Formação de competências, desenvol-
vimento regional e mercado de trabalho”, e possibilitou a ampla discussão acerca das questões da
responsabilidade das IES na formação de profissionais aptos a exercerem suas profissões, contribuindo
para o desenvolvimento regional no mesmo instante em que atendem às necessidades que o mercado
impõe, além de fomentar uma consciência crítica acerca da educação, das competências profissionais,
do mercado de trabalho e do desenvolvimento regional.
As áreas temáticas para este Congresso, como não poderiam deixar de ser, estão vinculadas à comu-
nicação, educação, cultura, saúde e meio ambiente, tecnologia, trabalho, empreendedorismo, justiça e
direitos humanos. De igual modo, as linhas de extensão a que esta atividade está vinculada são gestão
do trabalho, grupos sociais vulneráveis, questões ambientais, saúde humana e inovação tecnológica.
Este Evento, que materializa as diretrizes e as políticas de incentivo à produção científica e ao desen-
volvimento e disseminação da cultura, constitui-se numa oportunidade clara de demonstração da efe-
tiva indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão desenvolvidas no âmbito da Universidade
Potiguar - Mossoró, traduzindo o seu compromisso em prestar um serviço educacional de excelência.

Prof. Aarão Lyra


Pte . do II Congresso Científico e II Mostra de Extensão da UnP – Mossoró
Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 7


Sumário
ADMINISTRAÇÃO
Administração de Marketing.............................................................................................................................................................................................. 15
Empreendedorismo no Brasil............................................................................................................................................................................................ 15
Mostrar através de uma pesquisa secundária o, IDH e PIB das Mesoregiões do RN, destacando os principais municípios.......................................... 16
Administração de Portfólio Empresarial através da Matriz BCG....................................................................................................................................... 16
Aplicação de estratégias de marketing na criação do diferencial competitivo da Empresa Microsol................................................................................ 17
Arranjos Produtivos Locais no Rio Grande do Norte como oportunidade para o desenvolvimento econômico local....................................................... 17
Governança Corporativa: princípios e práticas para uma gestão estratégica................................................................................................................... 17
Inovação e Hélice Tríplice: fundamentos para sustentabilidade de Arranjos Produtivos Locais....................................................................................... 18
Inteligência Competitiva: a informação utilizada de forma estratégica pelas organizações.............................................................................................. 18
O Perfil do Gestor Ambiental de algumas empresas salineiras de Mossoró..................................................................................................................... 19
Remuneração, Programas de incentivos e Benefícios...................................................................................................................................................... 19
Uma revisão teórica acerca da relação entre Terceiro Setor e Economia Solidária......................................................................................................... 20
A Importância da Teoria da Administração Científica para a Administração atual............................................................................................................. 20
A Responsabilidade Social no Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE: Um estudo bibliográfico......................................................................... 21
A utilização da internet como ferramenta comercial.......................................................................................................................................................... 21
Aplicando a Filosofia na Administração: apontamentos e diálogos a partir das relações de ensino-aprendizagem na sala de aula............................... 22
Efetividade da cadeia produtiva do mel, dos apicultores do assentamento Tabuleiro Grande, Apodi/RN, na indústria do agronegócio.......................... 22
O papel exercido pelo Administrador no novo cenário das organizações......................................................................................................................... 23
Uma revisão doutrinária acerca dos alimentos gravídicos................................................................................................................................................ 23

CIÊNCIAS CONTÁBEIS
A Análise das Demonstrações Contábeis: um estudo de caso de uma empresa industrial na cidade de Mossoró/RN................................................... 25
A importância da análise das demonstrações contábeis para concessão de crédito bancário......................................................................................... 25
A aplicação da Contabilidade Gerencial nas tomadas de decisões e sua utilização empresarial.................................................................................... 26
A relevância da análise do fluxo de caixa como indicador de liquidez: um estudo de caso em indústria de alimentos.................................................... 26
Análise de índices econômico-financeiro de três empresas varejistas de sociedade anônima com unidades em Mossoró............................................ 27
Concessão de crédito bancário......................................................................................................................................................................................... 27
Custos agrícolas do cultivo da banana: um estudo de caso no Perímetro Irrigado Baixo Açu......................................................................................... 28
Estudo de caso dos Índices de Liquidez da Empresa UOL.............................................................................................................................................. 28
Percebendo o capital intelectual e sua mensuração: uma abordagem nas indústrias da Cidade de Apodi/RN............................................................... 29
Percepção de uma empresa do ramo farmacêutico sobre custos diretos e indiretos....................................................................................................... 29
Perfil socioeconômico e cultural dos empresários do ramo de contabilidade no município de Mossoró - Rio Grande do Norte..................................... 30
Planejamento e análise financeira das micro e pequenas empresas............................................................................................................................... 30
Análise das demonstrações financeiras da empresa Perdigão S.A sob o enfoque do balanço patrimonial no período de 2005-2007............................ 31
Uma investigação sobre a relação da contabilidade de custos e a formação do preço de venda em uma empresa produtora de polpa de frutas......... 31

CIÊNCIAS ECONÔMICAS
Avaliação da eficiência técnica das unidades urbanas de Educação Fundamental no município de Mossoró em 2007................................................. 33

CST EM DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS


Identificação e diagnóstico de demandas socioambientais de uma escola pública do ensino fundamental do município de Mossoró-RN..................... 35

CST EM GESTÃO AMBIENTAL


Avaliação do trabalho de coleta seletiva na cidade de Mossoró....................................................................................................................................... 37
Comparação e diagnóstico de riqueza da flora de duas áreas aleatórias da Estação Ecológica (ESEC) Do Seridó-RN................................................ 37
Composição da avifauna das áreas de proteção permanente do município de Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil: Primeiros Resultados.............. 38

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 9


O controle e a qualidade da água tratada no bairro Belo Horizonte na cidade de Mossoró-RN....................................................................................... 38
Faça sua parte: seja a mudança que você quer para o mundo (Dalai Lama)................................................................................................................... 39
Análise da viabilidade da execução de mapa de vulnerabilidade ambiental: a contaminação
por hidrocarbonetos do município de Mossoró-RN, utilizando técnicas de geoprocessamento....................................................................................... 39
Análise espaço-temporal da distribuição dos casos notificados de dengue no município de Mossoró-RN e sua relação com variáveis ambientais...... 40
Análise temporal da distribuição dos casos notificados de dengue no município de Mossoró-RN................................................................................... 40
As vantagens e desvantagens do uso e produção do biodiesel no Brasil........................................................................................................................ 41
Aspectos da qualidade da água subterrânea utilizada na atividade da carcinicultura no município de Mossoró-RN....................................................... 41
Banco de dados cadastral do município de Assu-RN como suporte ao sistema de abastecimento de água................................................................... 41
Caracterização florística de zonas da Estação Ecológica Do Seridó (Serra Negra do Norte - RN).................................................................................. 42
Custos Ambientais: ferramenta da contabilidade aplicada no Sistema de Gestão Ambiental.......................................................................................... 42
Estimação da flora e diagnóstico de riqueza de duas áreas fortuitas da Estação Ecológica (ESEC) do Seridó-RN........................................................ 43
Futuro problema ambiental em Mossoró........................................................................................................................................................................... 43
Identificação e diagnóstico do uso socioeconômico da madeira no município de Governador Dix-Sept Rosado-RN...................................................... 44
Levantamento e consequente análise de abundância de riqueza das espécies da anurofauna nas áreas de
preservação permanente do município de Mossoró – Rio Grande do Norte: primeiros resultados.................................................................................. 44
Levantamento e consequente análise de abundância de riqueza das espécies de répteis nas
áreas de preservação permanente do município de Mossoró – Rio Grande do Norte: primeiros resultados................................................................... 45
Levantamento e consequente análise de riqueza das espécies da Ictiofauna do
Rio Apodi-Mossoró no município me Mossoró – Rio Grande do Norte: Primeiros Resultados......................................................................................... 45
Levantamento prévio de um fragmento florístico da Estação Ecológica do Seridó.......................................................................................................... 46
O Pinhão Manso no Nordeste brasileiro............................................................................................................................................................................ 47
O problema do desenvolvimento sustentável.................................................................................................................................................................... 47
Refletindo a criação de um jardim zoológico para a cidade de Mossoró/RN.................................................................................................................... 48
Viabilidade Eólica no Brasil............................................................................................................................................................................................... 48

CST EM GESTÃO EMPREENDEDORA DE NEGÓCIOS


O Associativismo no setor supermercadista: um estudo de caso da formação de rede de pequenos varejistas em Mossoró/RN.................................. 49
Marketing a baixo custo: uma ferramenta possível........................................................................................................................................................... 49
Propaganda e Publicidade: por que a confusão?.............................................................................................................................................................. 50

CST EM PETRÓLEO E GÁS


Analise do Coeficiente de Expansão Térmica Linear dm linhas de transporte de vapor na Indústria Petrolífera............................................................. 51
Catalizador reduz o consumo de combustíveis................................................................................................................................................................. 51
Controle de qualidade da água utilizada nos métodos de recuperação de reservatórios................................................................................................. 52
Máquina recuperadora de prata........................................................................................................................................................................................ 52
Sustentabilidade e o desafio para a criação de um empreendimento: Plano de negócio da FLORAMBI........................................................................ 53
Relação entre o meio ambiente e a saúde do trabalhador................................................................................................................................................ 53
Analise do processo de Combustão dos Alcanos............................................................................................................................................................. 54
Derivados do milho: Bioplástico e fluido de perfuração..................................................................................................................................................... 54
Educação Ambiental.......................................................................................................................................................................................................... 55
Fontes de energias e meio ambiente: uma perspectiva para o futuro.............................................................................................................................. 55
O processo de combustão dos hidrocarbonetos e sua interferência no meio ambiente................................................................................................... 56

DIREITO
Ensaios sobre a propriedade intelectual sob a óptica universitária................................................................................................................................... 57
Uma avaliação do impacto social da Lei 11.340/06 na cidade de Mossoró-RN................................................................................................................ 57
A admissibilidade da legalização do aborto no Brasil........................................................................................................................................................ 58
A admissibilidade da manipulação de células-tronco embrionárias para fins terapêuticos no Brasil................................................................................ 58
A admissibilidade da prática da eutanásia e distanásia no Brasil..................................................................................................................................... 59
A admissibilidade dos crimes passionais perante o Direito Penal Brasileiro..................................................................................................................... 59
A aplicação do princípio do poluídor pagador e da sustentabilidade nas ações de responsabilização por dano ambiental na cidade de Mossoró-RN.............. 59
A Lei Seca e as restrições do consumo de bebidas alcoólicas para motoristas de veículos automotivos na cidade de Mossoró-RN............................. 60
A licença compulsória de patentes dos medicamentos Antiaids no Brasil à luz do princípio da dignidade da pessoa humana....................................... 60
A redução da maioridade penal sob o prisma do desenvolvimento biopsicossocial......................................................................................................... 61
A Teoria da Imprevisão como instrumento de resolução e revisão dos Contratos por onerosidade excessiva no novo Código Civil.............................. 61
Aplicação do Estatuto do Idoso sob a ótica dos assistidos e assistentes do Lar Amantino Câmara em Mossoró-RN..................................................... 62

10 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Conviver o Direito.............................................................................................................................................................................................................. 62
Dano Moral nos casos de Bullying praticado nas Instituições de Ensino Superior em relação aos calouros: Caso da UnP - Mossoró – RN................. 62
Diferenças de gênero e a Instituição de Direitos na Constituição Brasileira..................................................................................................................... 63
Direitos Humanos, ressocialização e superlotação no sistema prisional: o caso da Delegacia Municipal de Apodi-RN.................................................. 63
Direitos Humanos, ressocialização e superlotação: os casos dos presos temporários na Delegacia Pública de Assú-RN............................................. 64
Flexibilização das normas trabalhistas no ordenamento jurídico brasileiro...................................................................................................................... 64
Flexibilizando a rigidez dos Atos Processuais sem perder a previsibilidade e segurança do procedimento:
uma análise das nulidades dos Atos Processuais no Código de Processo Civil Brasileiro.............................................................................................. 65
Gênero e trabalho: as condições e os direitos das operárias da USIBRAS – RN............................................................................................................ 65
Imunidade Parlamentar: representações sociais acerca da Legitimidade na Imunidade Parlamentar no Brasil.............................................................. 66
Legalidade da redução salarial com redução proporcional da carga horária em tempos
de crise econõmica mundial: visões dos professores do curso de Direito da Universidade Potiguar............................................................................... 66
Legalidade da redução salarial com redução proporcional da carga horária em tempos de
crise econõmica mundial: visões dos professores do curso de Direito da Universidade Potiguar.................................................................................... 67
Natureza Jurídica da OAB................................................................................................................................................................................................. 67
Paternidade sobre o prisma da afetividade....................................................................................................................................................................... 67
Representação dos estudantes do curso de Direito da UnP acerca das cotas raciais nas Universidades...................................................................... 68
Representações dos Institutos de Controle Social da cidade de Mossoró/RN acerca da redução da maioridade penal no Brasil.................................. 68
Representações dos Juízes e Promotores das Varas Criminais de Mossoró-RN acerca do furto famélico..................................................................... 69
Responsabilidade Civil por erro médico............................................................................................................................................................................ 69
Responsabilização Jurídica por dano ambiental causados na área de atuação da Norsal em Areia Branca/RN............................................................ 69
Situação de risco e a perda do poder familiar nos casos atendidos pelos Conselhos Tutelares na cidade de Mossoró/RN........................................... 70
Situação de risco e reintegração dos socioeducandos na cidade de Tabuleiro do Norte – CE........................................................................................ 70
Tratados multilaterais para refugiados ambientais............................................................................................................................................................ 71
Uma avaliação da exploração sexual de menores na cidade de Mossoró-RN................................................................................................................. 71

EDUCAÇÃO ESPECIAL “A”


Inclusão escolar de alunos com deficiência: uma experiência na APAE - Mossoró.......................................................................................................... 73

ENFERMAGEM
A figura do cuidador de pacientes acometidos por Acidente Vascular Encefálico (AVE).................................................................................................. 75
A Mídia e o idoso: entraves para um envelhecimento saudável....................................................................................................................................... 75
Arteriosclerose................................................................................................................................................................................................................... 76
Clínica Ampliada: instrumento de intervenção no processo de trabalho em saúde.......................................................................................................... 76
Desvendando as sombras: O que é ser homem? O que é ser mulher?........................................................................................................................... 77
Estudo da série histórica da Leishmaniose Visceral Humana nos bairros do município de Mossoró-RN no período de 2003 a 2008............................ 77
Fatores de risco para Acidente Vascular Encefálico (AVE)............................................................................................................................................... 78
Implicações Bioéticas sobre a manipulação de células-tronco embrionárias para pesquisas com fins terapêuticos....................................................... 78
Incidência de leucemia infantil no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró........................................................................................................ 79
O cuidado de enfermagem para crianças com fissuras labiais e palatinas....................................................................................................................... 79
O papel das tecnologias leves no processo de trabalho em saúde: contribuições de uma resenha crítica..................................................................... 80
Os determinantes sociais na favela do Tranquilin e a qualidade de vida da população................................................................................................... 80
Os sentidos da categoria Empowerment: instrumento para repensar o processo de produção dos serviços de saúde.................................................. 81
Pensando a construção histórica do Sistema Único de Saúde – SUS: avanços, retrocessos e desafios........................................................................ 81
Perfil das endoparasitoses no município de Mossoró-RN................................................................................................................................................. 82
Pesquisa do índice de infestação predial por Aedes Aegypti nos bairros da cidade de Mossoró-RN no ano de 2007.................................................... 82
Produção imaginária da demanda e o processo de trabalho em saúde........................................................................................................................... 83
Saúde da Família: um instrumento de transformação da realidade.................................................................................................................................. 83
A importância do uso da câmara de calibração do ciclone em bombas de amostragem.................................................................................................. 85
A Escoliose em crianças de idade escolar e a sua relação com as condições sócioeconômicas familiares.................................................................... 87
A importância de exercícios de flexibilidade na diminuição do índice de quedas em idosos............................................................................................ 87
A importância do alongamento ativo para indivíduos sedentários.................................................................................................................................... 88
A importância do alongamento ativo para indivíduos sedentários.................................................................................................................................... 88
A postura corporal no ambiente escolar............................................................................................................................................................................ 89
Alongar ou aquecer? recomendações antes da prática esportiva no futebol.................................................................................................................... 89
Alterações dermatológicas nos idosos residentes no Instituto Amantino Câmara em Mossoró-RN................................................................................. 90
Alterações Hormonais no período da menopausa e as mudanças

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 11


na qualidade de vida da mulher: análise bibliográfica....................................................................................................................................................... 90
Análise anatomo-cinesiológica da aplicação do FES no bíceps braquial......................................................................................................................... 91
Análise do nível de conhecimentos dos acadêmicos da Universidade Potiguar -
Campus Mossoró em relação ao Acidente Vascular Cerebral (AVC)................................................................................................................................ 91
Benefícios da hidroterapia no tratamento da osteoartrose................................................................................................................................................ 92
Beneficios do método Bad Ragaz em crianças com Paralisia Cerebral........................................................................................................................... 93
Correlação de casos de AVE no Brasil e Estados Unidos e seus fatores de risco........................................................................................................... 93
Diferentes técnicas de alongamento para a manutenção da qualidade de vida do idoso................................................................................................ 94
Disfunções musculoesqueléticas e os fatores predisponentes às fraturas em idosos...................................................................................................... 94
Efeitos de protocolos de exercícios aeróbicos na capacidade funcional de atletas da base............................................................................................ 95
Importância da atividade física na reabilitação cardiovascular do idoso........................................................................................................................... 96
Interferencia dos fatores ambientais na vida do idoso...................................................................................................................................................... 96
Intervenção fisoterapêutica no câncer de pulmão............................................................................................................................................................. 97
O idoso e as disfunções cardiovasculares........................................................................................................................................................................ 97
Os benefícios do conceito Neuroevolutivo Bobath no tratamento de portadores de Síndrome de Down......................................................................... 98
Perfil de pacientes acometidos por Acidente Vascular Encefálico (AVE) e seus fatores de risco na cidade de Mossoró................................................ 98
Perfil epidemiológico dos indivíduos com Artrose na cidade de Mossoró......................................................................................................................... 99
Prevenção e tratamento de varizes em membros inferiores: um enfoque da Fisioterapia............................................................................................... 99
Satisfação do Fisioterapeuta com suas entidades de classe............................................................................................................................................ 99
Técnicas fisioterapêuticas utilizadas no tratamento da Incontinência Urinária de Esforço............................................................................................. 100

NUTRIÇÃO
Interpretação Sócio-Antropológica dos hábitos alimentares de funcionários do Pronto Atendimento de Mossoró (PAM), do Bairro Bom Jardim......... 101
Interpretação Sócio-Antropológica dos hábitos alimentares da Rua José Toscano de Lima na Comunidade do Ouro Negro....................................... 101
Nutrição e envelhecimento.............................................................................................................................................................................................. 102
O modo de vida e sua influência na construção dos hábitos alimentares....................................................................................................................... 102
Percepção Antropológica dos hábitos alimentares dos pacientes de H.A.S (Hipertensão
Arterial Sistêmica) no Centro Clinico Profº Vingt-Un Rosado no Bairro Bom Jardim...................................................................................................... 103
Riscos da obesidade à saúde......................................................................................................................................................................................... 104

OUTRO CURSO
Os consumidores da feira livre da cidade de Olho D’água do Borges-RN...................................................................................................................... 105

PEDAGOGIA
Relatos acerca da leitura e aprendizagem no 1º ano das séries iniciais: o caso da Escola Aquarela do Saber na cidade de Mossoró-RN................. 107

PSICOLOGIA
Articulando teoria e prática: contribuições do estágio em Psicologia Educacional......................................................................................................... 109
RESUMOS DE PESQUISAS

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 13


ADMINISTRAÇÃO

Administração de Marketing
Autor: Francilene Machado Beserra Silva
Samara Danielle Gomes França
Geilza Maria Maia
Helidaias Mariano de Lima
Lamonyelle Praxedes Gurgel dos Santos
Orientador: Judson da Cruz Gurgel
Linha de Pesquisa: Marketing
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A administração de marketing nada mais é que um processo que envolve planejamento e execução, a forma de preço, promoção e entrega de idéias,
serviços e bens que desenvolve trocas que desempenham objetivos individuais e organizacionais. A administração de marketing tem se tornado uma
das principais ferramentas para a administração nos dias atuais, pois diante de um mundo cada vez mais globalizado, onde a cada dia aumenta a con-
corrência entre as empresas, estas necessitam investir ferramenta fundamental que é o marketing. O marketing tem papel fundamental nas empresas
e na sociedade, pois o mesmo se encontra presente antes do início da produção até a finalização do produto e até chegar ao mercado consumidores.
O marketing se encontra alicerçado em quatro bases fundamentais como o mercado-alvo, pois é de fundamental importância conhecer o consumidor
e suas necessidades para que elas possam ser atendidas dentro do esperado, proporcionando lucros através da satisfação dos consumidores. É
importante se ter um marketing integrado dentro da empresa com um único objetivo de satisfazer os interesses do cliente e, por último, a rentabilidade
está ligada à organização que tem como objetivo principal fazer com que o mesmo alcance as suas metas estabelecidas ou seja, o produto final
do marketing. Uma estratégia fundamental para o marketing é a propaganda, pois ela tem como função propagar o conhecimento e a aceitação de
idéias e produtos junto ao mercado consumidor. A mesma tem como objetivo principal determinar seus objetivos, que devem ser diagnosticado junto
às necessidades dos consumidores. A propaganda pode ser informativa; ocorre quando ela tem como objetivo principal exercer a demanda primária.
Já a propaganda persuasiva é quando a empresa tem como objetivo de desenvolver uma demanda seletiva para uma marca específica que os torne
reconhecido diante do mercado. E por fim a propaganda de lembrança, que é o último aprendizado do produto, obtendo o propósito de informar os
clientes do verdadeiro prazer da compra.

Palavras-chave: Administração. Marketing. Propaganda.

Empreendedorismo no Brasil
Autor: Amanda Paolla Ribeiro da Costa
Hilton Sávio de Almeida Pimenta
Linha de Pesquisa: Empreendedorismo e Gestão do Conhecimento
Universidade Potiguar

Estamos na era da informação, e isso significa que clientes esclarecidos exigem cada vez mais produtos melhores e serviços de maior qualidade. Ge-
renciar um negócio significa também ter visão empreendedora. Neste contexto, cada vez mais é exigido que o administrador seja um empreendedor, o
que significa que este deve ter visão e constantemente arriscar-se em coisas grandiosas, antecipar-se aos fatos, contribuindo assim para a construção
do futuro. Na era da informação, o empreendedor deve estar familiarizado com o mundo acadêmico, procurar sempre pelas oportunidades de negócios,

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 15


Administração

buscar o aperfeiçoamento tecnológico e do conhecimento, além de uma cultura técnica que o leva a arriscar-se, investindo em nichos de mercado em
que a taxa de sobrevivência é baixa, e pela falta de visão de negócios e conhecimento das forças de mercado. Essas são as principais características
de um empreendedor atual. No Brasil, o conceito de empreendedorismo tem sido muito difundido ao longo dos últimos anos, intensificando-se ainda
mais no final da década de 1990, derrubando sempre o equívoco da sociedade em mencionar que o empreendedor de sucesso tem que desprezar a
ética. O objetivo deste artigo é o estudo do empreendedorismo, suas novas abordagens, tanto nacional quanto mundial, através de suas características,
concepções de conceituações de vários autores e preparação do profissional empreendedor no mercado de negócios tão exigente. Veremos também
os riscos e incertezas pelos quais o empreendedor passa, bem como os pontos de destaque e as consequências desse trabalho. Será abordada, ao
longo do artigo, a relevância do empreendedor para o sucesso nos negócios de uma empresa e será definida, durante o texto, a diferença entre o
empreendedor e as demais pessoas que trabalham nas organizações.

Palavras-chave: Empreendedorismo no Brasil. Serviços de Qualidade. Administração.

Mostrar através de uma pesquisa secundária o, IDH e PIB das


Mesoregiões do RN, destacando os principais municípios
Autor: Francisco Vieira Sousa Júnior
Antonio Carlos da Silva
Linha de Pesquisa: Administração, Regulação e Políticas Públicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A construção do artigo proposto mostrará, através de uma pesquisa secundária, o Índice de Desenvolvimento Humano - IDH e Produto Interno Bruto - PIB
das mesorregiões do Rio Grande do Norte, dando ênfase aos municípios com maiores índices de densidade demográfica e destaque econômico para sua
mesorregião, tendo como objetivo destacar os principais municípios de cada mesorregião que possuem os melhores índices nesses indicadores PIB e IDH.
A metodologia aplicada no desenvolvimento do artigo partiu de uma pesquisa secundária nos sites do Instituto Brasileiro de Geografia Estatístico-IBGE,
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD e Instituto de Pesquisa e Economia Aplicada - IPEA, onde foram coletados os dados do PIB
e IDH das principais mesorregiões do Rio Grande do Norte. O tratamento desses dados será trabalhado em gráficos e tabelas. A amostragem desses dados
serviu para identificar onde estão localizados os municípios que possuem os melhores indicadores e piores índices sociais e econômicos do estado, sendo
construído um retrato da realidade do estado do Rio Grande do Norte, identificando as disparidades entre as mesorregiões sobre os aspectos de qualidade
de vida e renda do norte-rio-grandense. Junto ao crescimento da economia do estado do Rio Grande do Norte é esperada uma série de melhorias para a
população no aspecto da qualidade de vida. Espera-se que ainda o crescimento do produto interno bruto acarrete uma melhoria de todos os índices sociais,
levando ao verdadeiro sentido de uma cidadania, em que todos tenham direito as mínimas condições de vida.

Palavras-chave: Índice de Desenvolvimento Humano. Produto Interno Bruto. Economia do RN. Mesoregiões.

Administração de Portfólio Empresarial através da Matriz BCG


Autor: Ney Robson Diniz Lira
Carlos Armando Pereira de Carvalho
Daironne Kadidio Martins Holanda Rosario
Orientador: Judson da Cruz Gurgel
Linha de Pesquisa: Administração, Regulação e Políticas Públicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Administração de portfólio empresarial através da matriz BCG desenvolvida pelo Boston Consulting Group (BCG) em 1967. A matriz BCG consiste em
uma ferramenta poderosa para a administração de unidades de negócios (UNs). Sua estrutura classifica as UNs em estrelas, vacas leiteiras, pontos de
interrogação ou abacaxis, de acordo com uma grade onde elas são posicionadas considerando sua participação relativa de mercado assim como a taxa de
crescimento deste mercado. As unidades classificadas como estrelas, aquelas que possuem grande participação em um mercado com alta taxa de cresci-
mento, embora lucrativas, consomem um dinheiro razoável. As vacas leiteiras, caracterizadas por alta participação em um mercado que cresce lentamente,
são bastante lucrativas e não consomem tanto recurso financeiro. Os pontos de interrogação, unidades com baixa participação em mercados que crescem
rapidamente, geralmente são empresas novas, que acabaram de adentrar no mercado. E, finalmente, os abacaxis, com sua baixa participação NO mercado
em setores de baixa taxa de crescimento, geralmente ocasionam perdas ou proporcionam baixíssimos lucros. Uma vez classificadas as suas UNs, a empre-
sa determina a estratégia de alocação de recursos mais indicada para cada categoria, otimizando o desempenho do portfólio. Os principais críticos da matriz
BCG afirmam que esta demonstra demasiada ênfase na participação de mercado, negligenciando demais aspectos importantes, tais como nicho e fragmen-
tação de mercado, que devem ser considerados para se determinar a estratégia de alocação financeira em um variado portfólio de unidades de negócios.

Palavras-chave: Administração de Portfólio. Matriz Boston Consulting Group-BCG.

16 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Administração

Aplicação de estratégias de marketing na criação


do diferencial competitivo da Empresa Microsol
Autor: Thacio Rodolfo de Oliveira
Orientador: Judson da Cruz Gurgel
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
Universidade Potiguar

O presente artigo tem como objetivo apresentar a aplicação do plano de estratégia de marketing da empresa Microsol, localizada na cidade de Eusébio,
região metropolitana de Fortaleza-CE, demonstrar como a aplicação das técnicas de marketing, pode contribuir para o desenvolvimento estratégico da
organização em seu ambiente setorial. Apresentaremos como essas técnicas tornaram essa empresa uma das maiores em seu segmento no Brasil. Pre-
tendemos abordar como uma estratégia de marketing elaborada de acordo com os princípios básicos do composto de marketing e como os 04 (quatro) Ps
- Preço, praça, prazo e promoção, além do trinômio necessidade, desejo e valor podem transformar a realidade de uma organização e fortalecer a imagem
da marca junto ao público-alvo. A gestão desse composto de marketing (04 ps e o trinômio necessidade-desejo-valor) é muitas vezes a chave para que uma
organização consiga alcançar seus objetivos estratégicos e conseguir destacar sua marca frente à concorrência. Muitos dos dados apresentados foram
coletados após visita técnica realizada na sede da empresa, no dia 08 de maio, em atividade da disciplina “Gestão Estratégica”, organizada pelo professor
Administrador Judson da Cruz Gurgel. Segundo Philip Kotler, a finalidade de uma estratégia de marketing é tornar a venda supérflua, ou seja, a aplicação
de técnicas de marketing em uma organização proporciona que o produto, por ser elaborado de acordo com as necessidades e desejos do cliente, tenha
atrativos extremamente poderosos e eliminem o esforço da venda.

Palavras-chave: Estratégia. Marketing. Competitividade.

Arranjos Produtivos Locais no Rio Grande do Norte como


oportunidade para o desenvolvimento econômico local
Autor: Santiago Valcacer Rodrigues
Vinicius de Sousa Dantas
Pablo Victor de Medeiros Silva
Josivan Alves da Silva
Orientador: David Ferreira Lopes Santos
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A pesquisa tem por interesse analisar as possibilidades existentes entre Arranjos Produtivos Locais (APLs) e o Desenvolvimento Econômico Local
de forma específica para a Região Oeste do Estado do Rio Grande do Norte. O trabalho é sustentado na perspectiva microeconômica de que o
fortalecimento competitivo das micro e pequenas empresas é fundamental para a formação de um tecido social mais homogêneo, em razão da
melhor distribuição da riqueza gerada nas diferentes cadeias produtivas. Essa pesquisa tem relevância para a região cuja cidade central é Mossoró,
em face da concentração de riquezas em empresas âncoras em diferentes setores. Em adição observa-se empiricamente uma grande dificuldade
das pequenas empresas acompanharem as mudanças tecnológicas e gerenciais ocorridas. Dessa forma, a pesquisa buscou compreender os fa-
tores críticos para a formação e desenvolvimento de APLs, bem como estudar experiências ocorridas em outros locais, convergindo assim, para o
tema desse trabalho, isto é, compreender a possibilidade da configuração de APLs como uma alternativa ao Desenvolvimento Econômico Local. O
levantamento bibliográfico privilegiou artigos científicos que retrataram a relação prevista na pesquisa. Diante das análises realizadas nos textos,
observa-se que há uma oportunidade não muito desenvolvida em associar diretamente o Desenvolvimento Econômico Local a uma estratégia de
fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais. Assim, o fortalecimento de APLs deve ser considerado como uma possibilidade ao desenvolvimento
da Região Oeste do Rio Grande do Norte.

Palavras-chave: Desenvolvimento Econômico do RN. Estratégia. Arranjos Produtivos Locais.

Governança Corporativa: princípios e práticas para uma gestão estratégica


Autor: Elis Regina Monte Feitosa
Nely Germano
Orientador: Glauco Coutinho de Carvalho
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O presente artigo trata de um tema ainda em expansão, passível de ser explorado e caminha para ser o mais discutido e, principalmente, praticado
pelas empresas que visam à sustentabilidade e perenidade dos seus negócios, a Governança Corporativa, negócios, que nada mais é do que um novo

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 17


Administração

modelo de gestão baseado em princípios e práticas, eficientes e eficazes, que, em suma, visam estabelecer um sistema de monitoramento e controle,
capaz de determinar os direitos e deveres dos administradores, proprietários e demais stakeholders. Para que se possa compreender esse tema é
preciso que se faça uma retrospectiva sobre a gestão das organizações até os seus aspectos estratégicos, pois dentro desta vertente a governança
corporativa é tratada no nível mais alto da organização, com vistas à manutenção do equilíbrio entre as necessidades da organização e a dos diversos
públicos interessados. Outra análise se faz necessária e complementa o contexto do desenvolvimento do pensamento estratégico, que é o estudo mais
aprofundado sobre o mercado de capitais, já que este modelo hoje é aplicado para organizações que tem a sua estrutura de capital aberta e necessitam
de melhores práticas para aumentar a sua competitividade e consequentemente o seu valor no mercado, bem como atrair novos investidores e reduzir
seus custos na captação dos recursos necessários ao desenvolvimento das suas atividades. A importância do tema deve-se principalmente ao fato de
que as organizações estão buscando cada vez mais a garantia de um crescimento sustentável. Nesse âmbito, a Governança Corporativa mostra-se
como uma alternativa para ajudar as empresas a se manterem competitivas, pois as suas boas práticas são implementadas com a finalidade de otimizar
o sistema de gestão da companhia ao mesmo tempo em que visa proteger as partes interessadas, além de prepará-las para lidar com desafios mais
complexos como manter o crescimento e melhorar a rentabilidade, através da otimização da sua estrutura de capital, bem como dos custos financeiros
envolvidos. Em uma abordagem ainda mais ousada, a Governança Corporativa permite a empresa inovar as suas estratégias de atuação, identificar
oportunidades nos mercados nacional e internacional, e dinamizar suas relações empresariais. Dessa forma, o objetivo dos estudos desenvolvidos é
contribuir para o entendimento e a disseminação da Governança Corporativa no contexto empresarial nacional e acadêmico, com vistas ao crescimento
sustentável das empresas e o desenvolvimento econômico-social do país.

Palavras-chave: Governança corporativa. Modelo de gestão. Estratégia.

Inovação e Hélice Tríplice: fundamentos para


sustentabilidade de Arranjos Produtivos Locais
Autor: Pablo Victor de Medeiros Silva
Vinicius de Sousa Dantas
Josivan Alves da Silva
Orientador: David Ferreira Lopes Santos
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O trabalho proposto é sustentado na análise das relações de causalidade entre os conceitos de inovação e Hélice Tríplice como alicerces para a sus-
tentabilidade de Arranjos Produtivos Locais (APLs). O interesse desse trabalho encontra respaldo na necessidade de viabilizar novas configurações
organizacionais, e também ambientais no âmbito das micro e pequenas empresas. Diversas pesquisas empíricas no Brasil demonstraram que a es-
tratégia de formação de APLs não é suficiente, por si só, para aumentar a competitividade das empresas participantes desse processo, de forma, que
muitos conglomerados caracterizam-se como APLs de sobrevivência. A hipótese de que a capacidade de inovar das firmas no Brasil também é fruto do
seu capital relacional que já foi comprovado (SANTOS, 2009), assim constitui-se como objetivo central dessa pesquisa verificar a possibilidade de uso
da estrutura de Hélice Tríplice (Relacionamento entre empresa – governo – universidade) como uma alternativa a inovação em APLs. Assim sendo, a
pesquisa se apresenta como um ensaio teórico, no qual se buscou um intenso levantamento bibliográfico de maneira a sustentar a relação prevista no
trabalho desenvolvido. Os resultados desse ensaio teórico sinalizam que o modelo proposto pela Hélice Tríplice (universidade, empresas e governo)
possibilitará às micro e pequenas empresas participantes melhorias no desempenho individual e a partir dos ganhos oriundos da inovação gerada pelo
relacionamento dinâmico entre os agentes das hélices.

Palavras-chave: Inovação. Arranjos Produtivos locais. Estratégia.

Inteligência Competitiva: a informação utilizada


de forma estratégica pelas organizações
Autor: Danyelle Celina Rodrigues
Maria Lucia de Oliveira
Orientador: Vagner Miranda de Carvalho
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O tema que será abordado neste artigo é Inteligência Competitiva que, de modo bem abrangente, pode ser vista como o processo de capturar informa-
ções externas à empresa, proporcionando um maior conhecimento sobre o ambiente externo, auxiliando de forma mais concreta o processo decisório e
ampliando a competitividade das empresas. Nesse contexto, a informação torna-se um recurso fundamental: que, além, de servir como base, viabiliza
a incorporação de novos conhecimentos e condiciona um posicionamento que antecipa futuros problemas, necessidades ou mudanças, influenciando
cada vez mais na eficácia das organizações e deve ser utilizada constantemente, pois sem ela o nível de incerteza na tomada de decisões torna-se
um delimitador na complexa atividade de administrar empresas. Dessa maneira, as empresas precisam saber quais fatores devem ser levados em
consideração para aumentar suas chances de sucesso e de permanência no mercado, não só no curto, mas principalmente no longo prazo e, a partir
18 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009
Administração

daí, elaborar de forma estratégica seu planejamento. Diante das exigências do mercado e do aumento da concorrência, as organizações começaram
a adotar técnicas que as auxiliam na captura e análise dessas informações. A Inteligência Competitiva auxilia de forma sistemática, capturando dados,
analisando os concorrentes e as competências necessárias para exploração dos recursos que contribuem para a transformação dos dados em informa-
ções, tornando-os um importante instrumento de conduta dos negócios. Este artigo tem como objetivo contribuir para o entendimento e a disseminação
da Inteligência Competitiva no ambiente empresarial e acadêmico, mostrando como esta pode servir de diferencial competitivo a ser utilizado diaria-
mente dentro das organizações.

Palavras-chave: Informação. Estratégia Organizacional. Inteligência competitiva.

O Perfil do Gestor Ambiental de algumas empresas salineiras de Mossoró


Autor: Maria da Conceicao Lopes dos Santos
Carlos Alano Soares de Almeida
Linha de Pesquisa: Administração, Regulação e Políticas Públicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Antes as organizações não eram flexíveis às mudanças e não havia uma preocupação relevante com o meio ambiente. Na época, meio ambiente era
considerado apenas “romantismo” de ambientalistas. Hoje, o mundo vivencia momentos de conflitos ambientais, cujo principal causador é o homem.
Com isso, o meio ambiente tem se tornado um assunto real e de grande importância para as empresas atualizadas que estão mais interligadas ao meio
ambiente em se tratando de minimização de seus impactos ambientais e estratégia de mercado, que geram vantagem competitiva nos negócios. Nisso,
a sociedade tem exigido das organizações maior responsabilidade social e ambiental, por isso os gestores têm aderido às organizações normas ambien-
tais, pois o mercado é competitivo e os consumidores têm várias oportunidades de escolhas, dando prioridade às empresas que possuem princípios am-
bientais (as ISOs), agindo com a responsabilidade social e ambiental. Infelizmente, os resultados da devastação ambiental são visíveis à sociedade que
sofre com os danos como a perda da biodiversidade, a desertificação, a poluição das águas, do solo, do ar, enfim um verdadeiro desequilíbrio ambiental
que afeta todo o ser vivo. Contudo, meio ambiente tem sido uma forte variável e ferramenta para destaque e desempenho das Organizações, pois dentre
várias exigências da sociedade as questões ambientais tem se tornado mais relevante tanto para a Empresa em relação às legalizações, quanto para a
sociedade em relação ao seu bem-estar e ao manuseio eficiente dos recursos naturais que são limitados. Portanto, uma empresa que deseja continuar
no mercado e ter novas oportunidades e espaço internacional, deve aderir às questões ambientais na organização, preocupando-se e tomando medidas
preventivas como: conscientização ecológica (preservação, conservação e proteção ambiental), além do pensamento da sustentabilidade, satisfazendo
as necessidades atuais do homem sem prejudicar as futuras gerações, como também a responsabilidade social, gerando ponto competitivo para as
mesmas. Enfim, há uma grande necessidade das Empresas de ter uma boa Gestão Ambiental, para que possa haver certo equilíbrio entre Empresa x
Meio Ambiente. Nesse sentido, o texto aborda o grau de relevância das atividades de um Gestor Ambiental nas Empresas, analisando as ações e o nível
de conhecimento dos mesmos. Por isso é importante que as Organizações se preocupem com a sustentabilidade de um modo geral, com a certeza de
uma interação positiva de ambos os meios, obtendo assim o lucro como uma consequência.

Palavras-chave: Meio Ambiente. Empresas salineiras. Gestão-Perfil.

Remuneração, Programas de incentivos e Benefícios


Autor: Gilcilena Maria de Sousa Freitas
Ieda Trindade Rodrigues
Alecia Sâmara Reinaldo do Nascimento
Livia Bernadelle Ferreira de Andrade
Orientador: Judson da Cruz Gurgel
Linha de Pesquisa: Gestão Estratégica de Pessoas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Com as mudanças do mercado e do pensamento individual, surgiu uma nova sociedade, preocupada com os direitos socioambientais e com a evolução
íntegra da economia mundial. Desenvolveu-se uma cultura pela busca do controle de qualidade e da satisfação no ato da realização das atividades. O
ato de contratação não é mais visto como simplesmente uma aquisição de um novo recurso humano e, sim, como uma maneira de atender à neces-
sidade da organização de forma a ocupar um espaço num determinado grupo social, o qual será decidido a partir das características do funcionário
em relação à política de recursos humanos aplicados a ele. Hoje as empresas buscam cada vez mais o aperfeiçoamento e, para isso, precisam da
participação ativa de seus colaboradores, ou seja, as empresas necessitam que os funcionários estejam motivados e dispostos a participar deste
crescimento. O objetivo implica em avaliar os tipos de programas de remuneração, incentivos e benefícios que os colaboradores recebem pelo seu
desempenho na organização, levantar informações inerentes à posição da organização nos programas de remuneração, incentivos e benefícios, veri-
ficar como funcionam os pontos fortes e fracos do sistema utilizado; avaliar o nível de satisfação dos seus colaboradores, a partir da implantação dos
programas de remuneração, incentivos e benefícios. A necessidade da atenção humana evidenciada na procura do bom relacionamento interpessoal
leva aos responsáveis pela imagem de qualquer empresa a se preocuparem em cumprir padrões de relacionamento e qualidade de vida no local de
trabalho, promovendo a excelência no oferecimento de oportunidade no crescimento pessoal e profissional do indivíduo. A ênfase da humanização e
da valorização individual do funcionário, exercida numa política de gerenciamento de trabalho em equipe, favorece a responsabilidade e importância

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 19


Administração

do papel de cada um, inspirando e desenvolvendo a força de vontade pessoal no processo de prática e defensoria da missão da empresa ou setor. O
desempenho funcional está cada vez mais deficiente de uma personalização, cujo efeito venha a refletir no lucro e eventual imagem de uma empresa.
Vivemos em um país, onde empresas estão chegando à falência com muita facilidade, pois o mercado está cada vez mais competitivo e exigente. Faz-
se necessário, portanto, que as empresas adotem uma postura ética, inovadora e responsável para garantir sua sobrevivência no mercado econômico.
Esse estudo objetiva identificar as principais falhas nas gestões utilizadas e quais as atitudes que estão sendo tomadas pelos administradores para atrair
e manter um bom recurso humano, tornando-o fiel e, acima de tudo, trabalhando uma gestão de pessoas cada vez mais integrada e comprometida com
o crescimento da instituição e do profissional.

Palavras-chave: Gestão de pessoas. Programas de incentivos e benefícios. Motivação.

Uma revisão teórica acerca da relação entre Terceiro Setor e Economia Solidária
Autor: Ana Karinna Rufino de Freitas
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Administração, Regulação e Políticas Públicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O terceiro setor é tido como impulsionador de organizações sem fins lucrativos e não governamentais, a fim de contribuir na geração de
serviços de caráter público. O terceiro setor é uma junção de padrões públicos e privados, mas com um objetivo em comum, atender as de-
mandas sociais. Nessa perspectiva, a nossa pesquisa teórica buscou compreender as aproximações das duas noções e as suas aplicações
nos estudos da administração. Como aporte analítico, fichamos a obra Terceiro Setor e questão social de Carlos Montaño (2007) e a obra
A economia solidária no Brasil de Singer & Ricardo de Souza (2003). O terceiro setor tem grande parcela de contribuição na defesa das
práticas cooperativistas, da solidariedade, do humanismo, dos direitos dos cidadãos. Esse setor é composto por ONGS (Organizações Não
Governamentais), entidades filantrópicas, OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) e outras formas de associações
civis sem fins lucrativos. Dentre as outras ações que visam o bem estar social destaca-se a economia solidária, uma forma de produção
associativista utilizada para produção igualitária, tendo o ser humano como principal gerador dessa comercialização. Essa consolidação vem
sendo trabalhada de forma contraditória, visto que a margem para o crescimento das associações é dificultoso, já que as grandes empresas,
com suas variadas e abundantes formas de tecnologia, dispõe de um espaço competitivo mais abrangente do que as associações que, por
sua vez, enfrentam grande dificuldade em relação a conquista de seu espaço, pois empregam mão de obra manual e, muitas vezes, não tem
estrutura para expandir-se no mercado. Essa gestão solidária tem como finalidade tornar o processo econômico não só como um meio de
trabalho capitalista, mas sim como uma ferramenta para beneficiar as pessoas com uma renda, para que todos tenham suas necessidades
satisfeitas de uma forma consciente e responsável. A economia solidária caracteriza-se por sua autonomia entre a unidade/empreendimento
atuante, que preserva a igualdade entre seus membros. O terceiro setor e a economia solidária idealizam o mesmo propósito, em alguns
momentos, apresentam idéias um pouco divergentes, mas que visam a um único fim: valorizar o ser humano tê-lo como o principal bene-
ficiário dos fatores econômicos e sociais. Com isso, a administração dispõe de novas abordagens de produção e serviço com o diferencial
da autogestão, o trabalho coletivo, o trabalho em equipe, no qual não há distinção entre empregado ou empregador, apenas trabalham para
sustentar-se de uma forma coerente no que diz respeito ao cooperativismo e a inclusão social.

Palavras-chave: Administração. Terceiro Setor. Economia Solidária.

A Importância da Teoria da Administração Científica para a Administração atual


Autor: Jario Gustavo Soares de Medeiros
Jorge Augusto Sampaio Cunha Júnior
Laurenicy Avelino de Souza
Rafaella Zarelly de Freitas
Linha de Pesquisa: Administração, Regulação e Políticas Públicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A teoria da Administração Científica, formulada por Frederic W. Taylor enfatiza a busca pela máxima eficiência na produtividade através
da organização racional do trabalho que evidenciava a padronização dos tempos e movimentos, a divisão de tarefas, os incentivos
salariais, condições ambientais, padronização, desenho de cargos e tarefas, prêmio de produção entre outros. Sendo que estes pontos
são essenciais até hoje para o desenvolvimento de tarefas a serem cumpridas com máxima perfeição para garantir a sobrevivência das
empresas no mercado. Na realidade o tempo passou, mas os estudos realizados por Taylor ainda persistem nas organizações, apesar de
que com o passar dos tempos outros estudiosos, tais como Henry Fayol (1916), Max Weber (1940), Elton Mayo (1932) e outros surgiram
com novas idéias e outras variáveis como estrutura e as pessoas a serem trabalhadas nas empresas. Entretanto, a questão da busca
pela eficiência e a produtividade persistiu junto a essas novas teorias, e até hoje o que se busca nas empresas e na administração é jus-
tamente essa essência dos estudos de Taylor. Dessa forma, o trabalho objetiva, através da pesquisa bibliográfica, revelar a importância
dos estudos da Teoria da Administração Científica como fundamento no processo administrativo das organizações. Pode-se dizer que por
mais que o modelo taylorista tenha sido bastante criticado, ele está muito vivo e faz-se necessário para o crescimento das empresas, sejam elas

20 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Administração

produtivas ou não, pois a competitividade do mundo globalizado de hoje fizeram com que a busca pela eficiência passasse a ser prioridade nas
empresas, bem como uma questão de se adequar ao exigente mercado de negócios.

Palavras-chave: Teoria da Administração Científica. Processo Administrativo organizacional. Modelos de Administração.

A Responsabilidade Social no Centro de Integração


Empresa-Escola – CIEE: Um estudo bibliográfico
Autor: Vitor Montenegro de Oliveira
Midia Kadydja Felix da Costa
Orientador: Jacqueline Dantas Gurgel
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No mundo globalizado e competitivo em que vivemos, as empresas buscam a qualidade e a excelência. Não podendo esquecer que elas buscam
os conceitos universais que são os valores Éticos, Morais, Solidários, Atitudes Positivas e a Responsabilidade Social. O quesito Responsabilida-
de Social insere todos os outros conceitos. Uma empresa responsável socialmente não só contribui com a sociedade e cumpre seus deveres e
obrigações, ela retribui, respeita hábitos e costumes, tornando-se uma empresa cidadã. Este estudo objetiva mostrar a importância dos benefícios
oferecidos através do Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE à população estudantil, bem como conhecer as áreas de atuação dos programas
sociais do CIEE e registrar a quantidades de estudantes que participam dos programas do Centro. A realização do estudo teve como base uma revi-
são bibliográfica analítica e descritiva com foco em livros, além de uma detalhada pesquisa de campo feita no Centro de Integração Empresa-Escola
- CIEE. A pesquisa bibliográfica partiu dos teóricos: CHIAVENATO (1999), TENORIO (2006), NOBRE (2004) e dos Relatórios de Atividades do CIEE
Balanço Social (2005 a 2007). Percebemos que já existe a preocupação das empresas com a Responsabilidade Social, fazendo nascer uma nova
mentalidade que valoriza a conduta empresarial que envolva valores como: cidadania, preservação ambiental e ética nos negócios. Concluímos que
o CIEE ao mesmo tempo em que é uma Instituição voltada para a Responsabilidade Social Corporativa, pois possui seus valores, cargos organiza-
cionais, missão e visão definidas e respeitadas, comprometendo com os resultados dentre outras ações; como toda empresa, existe também o lado
de cada colaborador que, na verdade, são agentes multiplicadores que usam da ferramenta da Responsabilidade Social individual.

Palavras-chave: Responsabilidade Social. Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE. Programas Sociais.

A utilização da internet como ferramenta comercial


Autor: Ananias Filgueira de Carvalho Costa
Priscilla de Sousa Porcino
Raissa Gabrielly Leal Freire
Amanda Fernandes de Alencar
Orientador: Francisco Igo Leite Soares
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O processo de inovação tecnológica influi diretamente na economia mundial. É inegável que ao passo em que existem vantagens também emergem
desvantagens. A saber, a produção se tornou mais rápida, mais barata, além de ter agregado qualidade aos produtos. Porém, em contrapartida, dentre
outros pontos uma das maiores desvantagens é a degradação do meio ambiente e os efeitos provocados no mercado de trabalho com a automação da
indústria, dos serviços e da agricultura. Diante desse contexto tecnológico, a internet se constitui uma das molas propulsoras do mercado econômico.
Hoje é essencial para a comunicação empresarial entre parceiros, efetivando negócios e atraindo mais clientes. É do mesmo modo fundamental para
reduzir custos, atender melhor os clientes e integrar os negócios de forma rápida e barata. O artigo em tela pretende mostrar, além das vantagens
elencadas anteriormente, que a internet pode se constituir um importante portfólio de vendas de produtos e serviços e, acima de tudo, que vender pela
internet não é prerrogativa de grandes empresas, que um indivíduo no seu ambiente residencial pode usufruir da comodidade de comprar e receber
seu produto otimizando seus recursos e principalmente seu tempo. A realização do trabalho se baseará em pesquisas em livros, revistas eletrônicas
especializadas e experiências reais com empresas que utilizam essa ferramenta em seus negócios. Dessa forma, o comércio virtual pela internet se
apresenta como uma tendência mundial que promoverá uma verdadeira revolução no mundo dos negócios.

Palavras-chave: Inovação Tecnológica. Internet. Comunicação Empresarial. Estratégia de Mercado.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 21


Administração

Aplicando a Filosofia na Administração: apontamentos e diálogos


a partir das relações de ensino-aprendizagem na sala de aula
Autor: Allan Phablo de Queiroz
Jaciara de Araujo Azevedo
Antonia Lucia de Melo Lima
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Práticas Educacionais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No contexto histórico, a filosofia nasce nas indagações que os indivíduos de Atenas tinham diante da sociedade. O questionamento sobre a realidade
era o ponto relevante das discussões na pólis. A filosofia é uma visão sistemática e sistêmica das realidades, de não se conformar com os problemas,
ir sempre além das aparências. Partindo dessas premissas, a nossa problemática tem como norte reflexivo a aplicação da filosofia na administração.
Como ela nos ajuda a interpretar, compreender e explicar os problemas organizacionais e como intervir na essência dos mesmos? O recurso metodo-
lógico adotado na nossa pesquisa consistiu de discussões em equipe com os alunos da 1ª série do Curso de Administração, matutino A do Campus
da UnP em Mossoró-RN e com o professor da disciplina, tendo como eixos temáticos: história da filosofia e administração; filosofia política e ética na
administração. Seguindo anotações no diário e debates. Também realizamos leitura dos textos Convite à filosofia de Marilena Chauí (2008) e Ética e
cidadania: caminhos da filosofia de Silvio Gallo (2005). Se conseguirmos ter um olhar crítico de nossas relações administrativas poderemos também
chegar mais rápido a uma possível conclusão dos problemas, considerando as inter-relações entre as partes e o todo. Interessante que na abordagem
filosófica utilizamos diferentes métodos, entre eles: o dedutivo, o indutivo e o dialético. Esses métodos de investigação são bastante usados em nossas
organizações, mesmo sem sabermos, pois consiste na investigação que parte de uma tese para o exame dos casos particulares, chegando a uma
conclusão. É isso que os administradores precisam para agregar valores de pessoas que tenham idéias e que saibam desenvolvê-las, mesmo sendo
contrárias. Nos debates entre os alunos e o professor da disciplina foi consensual que entre as contribuições da filosofia estão a necessidade de dúvidas
e de uma postura de curiosidade constantes, de fazer problematizar, pois as realizações são produtos das especulações; e de estarmos abertos a novos
conhecimentos e praticas. No campo político constatou-se que uma grande ferramenta é o método dialético que consiste numa contradição de idéias
no campo do discurso e dos processos decisórios o qual parte de teses, antíteses e sínteses. Se todas as empresas passassem por esses caminhos de
discussão, diálogo e planejamentos, a filosofia como uma visão organizacional seria uma atitude crítica dos administradores, levando-nos a exercer as
funções da administração, entre elas organizar e controlar as variáveis de um problema, indicando alternativas de resolutividade para os mesmos.

Palavras-chave: Filosofia - Administração. Práticas educacionais. Ensino.

Efetividade da cadeia produtiva do mel, dos apicultores do


assentamento Tabuleiro Grande, Apodi/RN, na indústria do agronegócio
Autor: Franciclaudio de Paula
Francisco Gerson de Oliveira
Orientador: Frank da Silva Felisardo
Linha de Pesquisa: Empreendedorismo e Gestão do Conhecimento
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Por ser uma atividade muito antiga, a apicultura vem contribuindo para o desenvolvimento sustentável, fomentando a geração de emprego e renda
para os pequenos produtores rurais, não como uma atividade principal, mas como uma cultura adicional a renda familiar. No tocante a apicultura,
os produtores estão focados no crescimento da produção do mel no Rio Grande do Norte e no país, com visão global desta proposta voltada para o
segmento da apicultura com vistas a propiciar o melhoramento do processo da cadeia produtiva em sua efetividade, proporcionando melhoria contínua
do seu desempenho operacional e consequentemente trazendo maior eficiência e eficácia, bem como melhores respostas às exigências do mercado.
Este trabalho caracteriza-se por ser um estudo de caso realizado na associação dos apicultores de Tabuleiro Grande, zona rural de Apodi/RN. Como
instrumento de coleta de dados utilizou-se um questionário com questões fechadas de cunho qualitativo, aplicado aos associados da comunidade
em loco, e a observação participante de modo a complementar as análises do processo logístico da cadeia produtiva do mel como principal aspecto
o melhoramento dos produtos e serviços para atender as necessidades do mercado. O estudo mostra a importância em estruturar todo processo da
cadeia de produção para torná-la mais eficiente e eficaz, propiciando aos produtos e serviços mais qualidade para atingir tanto o mercado local como
o global. Como também foi vista a necessidade de capacitações contínuas dos produtores como ferramenta principal para a execução da produção e
sua lucratividade para o desenvolvimento sustentável da comunidade em foco, possibilitando o seu ingresso cada vez mais acelerado no mercado. O
produtor rural é também responsável pela economia que circula no Brasil e no mundo do agronegócio, desenvolvendo atividades de elevada aceitação
no mercado. A apicultura, como outras atividades desenvolvidas no meio rural, vem se destacando como alternativa para melhorar a renda do pequeno
produtor, possibilitando sua presença no sertão evita-se desse modo a conglomeração nos centros urbanos. A partir de então, o produtor com melhores
condições financeiras se sente mais objeto da sociedade.

Palavras-chave: Apicultura. Desenvolvimento Sustentável. Economia e Mercado.

22 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Administração

O papel exercido pelo Administrador no novo cenário das organizações


Autor: Alenucia Ferreira Filgueira
Marcelo Dantas Geroncio
Jessica Larissa Matias de Queiroz
Zildene Gonçalves Ferreira
Orientador: Francisco Igo Leite Soares
Linha de Pesquisa: Administração, Regulação e Políticas Públicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Dadas as mudanças ocorridas no cenário econômico mundial, a figura do Administrador passou a exercer forte influência na consecução do sucesso
empresarial. A cada ano mudam-se os parletros empresariais, surgem novas necessidades e desafios para as quais o profissional deverá estar preparado.
No passado, o administrador era um profissional engessado, sem grandes ambições e acomodado com a sua realidade, muitas vezes imposta pela própria
situação em que viviam as empresas. Entretanto, com a chegada da globalização, a crescente utilização da tecnologia e consequentemente, o acirramento
da concorrência, o administrador assumiu uma nova postura diante desse contexto de mudanças. O artigo em tela visa evidenciar as novas exigências do
mercado, suas tendências e expectativas acerca do que deve ser o administrador no futuro, bem como sua importância no processo de tomada de decisão.
Ainda, mostra que o administrador deve ter a capacidade não de decidir, mas de liderar pessoas, de transformar suas ações em oportunidades, visando não
somente o seu próprio crescimento, mas servindo como ponte para que todo conjunto organizacional possa atingir um único objetivo que é o sucesso.

Palavras-chave: Administrador – Papel. Organizações. Mercado Empresarial.

Uma revisão doutrinária acerca dos alimentos gravídicos


Autor: Francisca Hortência Delmiro da Costa
Rosangela Viana Zuza
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Como dispõe a lei 11.804 05/11/2008, alimentos gravídicos é a concessão conferida às gestantes para que possam buscar o direito de receber alimentos
antes mesmo do nascimento da criança, ou seja, não se faz mais necessário que seja provada a relação de paternidade para que à genitora tenha direito
de receber os alimentos, diferente do que encontramos na lei de alimentos, que o suposto pai só será obrigado a pagar os alimentos, se estiver devida-
mente comprovado que existe a relação de vínculo biológico entre ele e a criança, mediante exame de DNA. Então, a nossa pesquisa busca avaliar os
pressupostos dessa garantia a genitora em detrimento do presumido pai. Realizamos uma revisão doutrinária em matéria do direito das famílias, com
base na obra Direito da Família de Sílvio Salvo Venosa (2007) e leitura da lei supracitada. Pelo simples fato de a genitora presumir que determinada
pessoa é o pai do seu filho já lhe é dado o direito aos alimentos gravídicos. Embora haja possibilidade do exame de DNA ser feito durante a gestação
não é algo muito utilizado, pois o exame sendo realizado no nascituro a mãe ainda estando grávida é de alto risco para a criança. Portanto é eficaz que
o suposto pai, existindo alguma dúvida a respeito do vínculo, espere que a criança nasça para que possa ingressar com uma ação de investigação de
paternidade, contudo, feito o exame de DNA. e dando negativo, não será possível que o suposto pai seja ressarcido das despesas gastas durante a
gestação, salvo se o suposto pai conseguir provar que a mãe usou de má-fé do que foi gasto por ele, pois se presume a boa-fé da genitora e a neces-
sidade da criança. Entretanto, em razão dessa lei, as genitoras não terão que esperar até o nascimento da criança para que possam desfrutar desse
direito, convertido em pensão alimentícia após o nascimento com vida, e o suposto pai é obrigado coercitivamente se necessário, a pagar alimentos ao
nascituro mesmo que não tenha certeza do seu vínculo. Portanto, embora esse direito tenha sido concedido a genitora e ao nascituro, não devemos
esquecer do binômio, necessidade e possibilidade inscrito na lei de alimentos, pois não sendo observada tal disposto o direito de alimentos gravídicos
não poderá ser concedido. Por isso é necessário que à Lei 11.804 de 05/11/2008 observe esse binômio para que tenha plena eficácia. Apenas para
reforçar o que já fora dito, a nova Lei 11.804 de 05/11/2008 confere à mãe a possibilidade de pedir alimentos gravídicos a qualquer pessoa que ela
presuma ser o pai da criança, embora não tenha nenhuma prova concreta de quem realmente seja.

Palavras-chave: Direitos Fundamentais. Direitos da Família. Alimentos gravídicos.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 23


CIÊNCIAS CONTÁBEIS

A Análise das Demonstrações Contábeis: um estudo de


caso de uma empresa industrial na cidade de Mossoró/RN
Autor: Zeneide Gomes de Melo
Kellyandra Paula Martins Andrade
Keylha Kalianne de Moura Melo
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil E Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A análise de balanço oferece um diagnóstico sobre a situação econômico-financeira da entidade, utilizando-se dos relatórios gerados pela contabilidade
financeira e de outras informações necessárias à análise, dando prioridade a utilização por parte de terceiros. Assim, este trabalho tem como objetivo
abordar os benefícios que essa análise traz para a empresa e seus usuários, pois através de dados concretos obtidos sobre suas demonstrações
contábeis, é possível avaliar os índices de endividamento, o que proporciona uma idéia da composição do passivo ou da distribuição do mesmo entre
recursos próprios e recursos de terceiros. Os recursos próprios da empresa são o capital social, as reservas e os lucros acumulados, itens que integram
o patrimônio líquido no balanço patrimonial da empresa. No transcurso de suas operações, a empresa emprega recursos de terceiros, originários de
empréstimos e financiamentos, aceites ou emissão de título de crédito representativos de dívidas, salários a pagar, tributos e contribuições a pagar. Os
índices de liquidez são utilizados para avaliar a capacidade de pagamento da empresa a curto, longo prazo e prazo imediato. Através destas análises
financeiras, pode-se diagnosticar a situação econômico-financeira da empresa e a partir desta realidade, tomar decisões mais coerentes com a real
situação da mesma. Através dessa análise, pode-se concluir que a empresa apresentou resultados positivos, pois seus índices de liquidez subiram de
um ano para outro, evidenciando que houve um acréscimo na capacidade de pagamento da Organização. E em relação aos índices de endividamento
foi constatado que a maioria das dívidas da empresa é financiada em longo prazo, o que é positivo, pois é menos oneroso e possui um prazo maior para
o pagamento. Sendo assim, a entidade terá tempo de gerar mais circulante para pagar suas dívidas que demorarão a vencer.

Palavras-chave: Análise de Demonstração Contábeis. Contabilidade Financeira. Empresa Industrial.

A importância da análise das demonstrações


contábeis para concessão de crédito bancário
Autor: Anadelia Morais de Freitas
Jordana Olimpia Palhano
Orientador: João Matheus França Bezerra
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A realização da análise das demonstrações contábeis é importante no momento em que a empresa resolve adquirir um empréstimo, pois será a partir
deste estudo minucioso que o banco tomará ciência sobre a real situação financeira em que a mesma se encontra. Esta pesquisa procura expor a
precaução tomada pelas instituições financeiras em analisar a concessão de crédito aos seus clientes e tem como principal foco demonstrar que as
entidades tomadoras precisam comprovar sua capacidade de pagamento utilizando-se de algumas técnicas, tais como: análise vertical e horizontal, no
qual é exposto percentualmente o valor de cada elemento para possibilitar a comparação entre as demonstrações de no mínimo dois anos. Aplicando-se

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 25


Ciências Contábeis

o cálculo dos índices de liquidez sobre o Balanço Patrimonial, faz-se uma análise sobre a capacidade de liquidação das dívidas de curto prazo, longo
prazo ou em prazo imediato. Não se pode esquecer dos índices de endividamento que compreende a parte do estudo que mostra a quantidade de capi-
tal de terceiros em relação ao capital próprio. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, como também aplicação de um questionário à gerente
de negócios do Banco Bradesco. Foi constatado que estas análises são indispensáveis para concessão de crédito, todavia não são as únicas maneiras
de conhecer uma empresa econômica, financeira e patrimonialmente, pois o banco realiza ainda consulta aos principais fornecedores da empresa,
valendo salientar também que a fidelidade e o poder de barganha desta também podem ser considerados fator decisivo.

Palavras-chave: Crédito bancário. Estratégia -Técnicas de análise. Análise de demonstrações contábeis.

A aplicação da Contabilidade Gerencial nas


tomadas de decisões e sua utilização empresarial
Autor: Sandra Maria de Melo
Daiane Cristina de Freitas
Mickaelly Samara Evangelista
Orientador: João Matheus França Bezerra
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A análise das demonstrações contábeis visa obter informações financeiras e econômicas, tendo como objetivo a tomada de decisão dentro de uma orga-
nização. Através de suas principais técnicas como Balanço Patrimonial e a Análise das Demonstrações Contábeis, encontramos índices que traduzem a
real posição de uma entidade aos seus usuários. Para tanto, a nossa pesquisa expõe os conhecimentos básicos necessários para que o analista possa
realizar seu trabalho da forma mais adequada possível. O recurso metodológico adotado foi a revisão literária com base nas obras: , MARION (2008),
, SÁ (1999) nas quais destaca-se que as primeiras dificuldades enfrentadas pelos empresários começam no próprio processo de abertura. Nesse
processo, a falta de informação é tão grande que ele não sabe a quem recorrer. Depois no dia-a-dia, com a falta de planejamento de custos que o faz
entrar na informalidade, passando a não emitir notas fiscais, para dessa forma não ter a obrigatoriedade no recolhimento de impostos, o que faz com
que o mercado se limite para esses empresários, que não conseguem vender seus produtos para grandes empresas. Sendo assim, existe a necessi-
dade de se planejar e de se analisar antes de qualquer tomada de decisão, antes mesmo de ser criar um empreendimento. A maior preocupação das
empresas atualmente é com relação ao seu equilíbrio financeiro e sua estabilidade no mercado. Com a oscilação da economia, as pequenas, médias
e grandes entidades, necessitam de um planejamento que interaja nas suas finanças e principalmente traga uma situação econômica aceitável, para
assim poder competir com as concorrentes. A análise contábil sempre esteve ligada à necessidade de identificação da solidez e do desempenho das
empresas, sendo assim de súbito interesse para os empresários, investidores concorrentes e governos, ou seja, a comunidade em geral. Apresentam-
se também os principais demonstrativos, que são indispensáveis para se chegar a este fim, bem como se descrevem variadas técnicas de análise, tais
como: Análises Verticais ou Horizontais; a importância das mesmas para as decisões gerenciais percebem que não é preciso apenas saber calcular os
índices, mas também saber como interpretá-los, de forma adequada a cada empresa e a qualquer usuário específico. Enfim, a utilização de quocientes
é o instrumento mais tradicional e também importante para se ter uma análise como um todo de balanços, todavia não sendo a única, mas talvez a
mais importante forma de se analisar. Concluiu-se, portanto que, com a aplicação das técnicas mencionadas, aliada à interpretação adequada com a
realidade da empresa, o analista fará um trabalho que auxiliará os gestores nos processos de tomada de decisão e deliberação.

Palavras-chave: Contabilidade Gerencial. Análise de demonstração contábil. Tomada de decisão.

A relevância da análise do fluxo de caixa como indicador


de liquidez: um estudo de caso em indústria de alimentos
Autor: Tiago Alessandro Agostinho Lima e Silva
Maria do Socorro Oliveira Silva
Kadja Nadjara Sonagh de Oliveira Ramos
Orientador: João Matheus França Bezerra
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Habitualmente quando se parte para a Análise das Demonstrações Contábeis visando à tomada de decisões, nota-se que a grande massa dos usuários
contábeis utiliza o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado do Exercício para posiciona-se perante a empresa. Contudo, percebe-se que a
realidade das empresas em certas ocasiões não condiz com a boa situação apresentada nessas demonstrações contábeis. Uma pesquisa, destinada
a saber a causa da falência das empresas do Brasil mostrou que um dos fatores que são identificados é a falta de Administração do Fluxo de Caixa,
ou seja, a má gerência de seus recursos, causando pouca liquidez e consequentemente inadimplemento. Assim o objetivo deste trabalho é demonstrar
que a Analise do Fluxo de Caixa pode ser uma importante ferramenta de gestão e controle de uma empresa, evitando a insolvência da mesma. Para
tanto foram observadas , as demonstrações financeiras de uma indústria no ramo de produção de alimentos, além de pesquisa em livros, revistas e
internet. Com base na observação, pode-se afirmar que a falta de sincronia entre os recebimentos das vendas e os pagamentos de contas de curto
26 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009
Ciências Contábeis

prazo tanto com fornecedores bem como em relação às obrigações fiscais, são as grandes responsáveis pela falta de liquidez da empresa estudada.
A imobilização dos recursos advindos do circulante pode ser apontada como um fator contributivo para a insolvência da organização. Assim remata-se
que o fluxo das disponibilidades, quando devidamente observado, pode servir de termômetro da insolvência, uma vez que pode apontar tendências
negativas em relação à solvência empresarial.

Palavras-chave: Análise de demonstrações contábeis. Fluxo de caixa. Indústria de alimentos.

Análise de índices econômico-financeiro de três empresas


varejistas de sociedade anônima com unidades em Mossoró
Autor: Andrezza Rochelly Klaus Sales Oliveira
Valéria Soares Câmara
Ruthe Elane da Costa Silva
Mikelangela de Souza Morais Costa
Orientador: Glauco Coutinho de Carvalho
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil E Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A análise das demonstrações contábeis é uma ferramenta essencial à geração de informações sobre o desempenho organizacional à situação
econômico-financeira das empresas e, até mesmo, com relação a seu gerenciamento. O objetivo deste trabalho é realizar uma análise comparativa dos índi-
ces econômico-financeiros de três empresas varejistas de sociedade anônima com unidades localizadas na cidade de Mossoró. Teve-se por base, além dos
dados das empresas retirados das suas respectivas demonstrações financeiras, também um referencial teórico, composto por definições, comentários sobre
análise de balanços, servindo de apoio para a análise dos índices. Um grande erro das organizações é não utilizar os indicadores financeiros como ferramenta
de suporte numa análise de risco. De acordo com as técnicas de análise, isso é imprescindível para que se entenda a saúde financeira da empresa que está
sendo analisada. É através dessa análise que se verifica, dentre outras coisas, a rentabilidade, a liquidez da empresa, a evolução do seu faturamento, dos seus
custos e despesas, as suas fontes de financiamento. Nas organizações analisadas, é possível perceber a possibilidade de antever situações de déficit financeiro,
possibilitando a implantação de soluções prévias que permitam o equilíbrio financeiro, maior retorno nas aplicações financeiras, simplificação nas rotinas de
programação financeira, facilitando assim avaliar a situação financeira da empresa, a formação do resultado, os efeitos de decisões tomadas anteriormente,
tomar novas decisões, corrigindo o rumo indesejado; desenvolver planos operacionais e de investimento. Com isso, concluímos que a situação financeira da
empresa refere-se à sua capacidade de liquidar os compromissos já assumidos e ao seu potencial de crédito junto aos fornecedores, instituições financeiras etc.
Em outras palavras, a situação financeira correspondente à liquidez da empresa vista de forma bastante ampla. Analisou-se também a variação da rentabilidade
das empresas deste setor, procurando, a partir dos dados econômico-financeiros das empresas disponibilizados para os anos de 2006 a 2008, evidências para
examinar essa variância. Para que se tenha idéia do nível mais acertado de endividamento de uma empresa, faz- se necessário o conhecimento desses índices
que mostram o percentual de capitais de terceiros que financia o ativo das empresas.

Palavras-chave: Análise de demonstrações contábeis. Finanças. Empresas varejistas.

Concessão de crédito bancário


Autor: Tercia de Sousa Filgueira
Paula Rafaella de Oliveira
Jacqueline Mayane de Moura Gomes
Orientador: João Matheus França Bezerra
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A contabilidade é a ciência responsável pelo estudo, registro e controle do patrimônio da entidade. Entre as técnicas mais utilizadas por essa ciência,
pode-se dizer que a escrituração cumpre o seu papel de registro dos fatos contábeis que alteram o patrimônio das entidades. Uma vez que demonst-
rações contábeis têm a função de evidenciar esses fatos, a análise dos demonstrativos contábeis tornou-se uma ferramenta amplamente utilizada pela
maioria dos usuários da informação contábil, por serem capazes de diagnosticar tendências e preverem cenários a respeito de certo patrimônio. Com
base nessa afirmativa, o objetivo deste trabalho é mostrar a utilidade da análise das demonstrações contábeis na análise e concessão de créditos pelo
Banco do Brasil S/A, Agência Mossoró. Para tanto, aplicou-se um questionário semi-estruturado com um dos analistas de concessão de crédito do
banco, além de pesquisas em livros, artigos e sites da internet. Observou-se que, através da análise dos índices a empresa terá uma ampla visão de
sua situação econômico-financeira, o que irá ajudar para que a mesma possa observar a sua evolução no mercado, dando um respaldo para tomada
de decisão. Constatou-se que as demonstrações mais utilizadas para a análise e concessão de créditos são Balanço Patrimonial e Demonstração do
Resultado do Exercício. Assim, pode-se dizer que estas demonstrações são fatores essenciais para a análise da capacidade de pagamento do cliente
e consequente decisão por parte do analista entre conceder ou não o crédito bancário ao cliente solicitante.

Palavras-chave: Crédito bancário. Finanças. Análise de demonstrações contábeis.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 27


Ciências Contábeis

Custos agrícolas do cultivo da banana:


um estudo de caso no Perímetro Irrigado Baixo Açu
Autor: Tacianne Luadja Alves Bezerra
Orientador: João Matheus França Bezerra
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A banana constitui o quarto produto alimentar mais produzido no mundo, sendo o segundo fruto mais produzido e consumido no Brasil. O Rio Grande
do Norte é atualmente o segundo maior exportador de bananas do país e toda a banana exportada pelo Estado é produzida na região do Vale do Açu
onde também está inserido o Perímetro Irrigado Baixo Açu, com uma área de cultivo de 1200 hectares, atinge uma produção mensal de 1500 toneladas
de bananas. Para que exista uma organização, é necessário ter uma contabilidade de custos bem estruturada, por isso o conhecimento dos custos
de produção é imprescindível para o gerenciamento de qualquer atividade, inclusive na atividade agrícola. Uma vez que os custos de produção, além
de gerar informações precisas e rápidas ao seu administrador, de forma que ele tenha um maior controle e observação dos desperdícios ocorridos
em seu lote, ajuda a identificar o preço de venda do seu produto, evitando assim prejuízos futuros e proporcionando ainda um maior conhecimento de
valor da produção. Assim, o objetivo da pesquisa consiste em apurar o custo de produção agrícola irrigada no Lote 15 do setor I do Perímetro Irrigado
Baixo Açu, a fim de proporcionar uma distribuição real dos custos aos produtos agrícolas, contribuindo para um estudo na questão do aumento da
competitividade da agricultura familiar. Para tanto, realizou-se uma pesquisa com verificação in loco dos custos de produção do Lote familiar nº 15 do
setor I do Perímetro Irrigado Baixo Açu, além de pesquisa bibliográfica. Utilizando os critérios de apropriação dos custos com base no método Custeio
por Absorção, observou-se que a cultura da Banana Pacovam apresentou um custo total por hectare de R$ 496,13. Já em relação à cultura da Banana
Ganine, tem-se um custo total por hectare de R$ 886,13. A identificação, descrição e classificação dos custos nos mostraram que a cultura da banana é
uma cultura rentável no ramo agrícola, porém, o agricultor precisa atentar para a adesão de um sistema de custos que lhe proporcione dados, informa-
ções para melhor gerir o seu negócio. No que tange à redução dos custos e comercialização dos produtos, os Concessionários Irrigantes do Perímetro
precisam deixar de lado o individualismo e passar a comprar insumos e vender os produtos através de Cooperativas, com o objetivo de reduzir os custos
e aumentar o preço de venda.

Palavras-chave: Exportação - bananas. Análise de custos. Contabilidade gerencial.

Estudo de caso dos Índices de Liquidez da Empresa UOL


Autor: Karla Veruska Diniz Maia
Danielly Souza da Silva
Maria Lúcia Freire
Clarice Carla Costa Moraes
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O presente artigo trata dos Índices de Liquidez da Empresa UOL, abordando dentre outros assuntos, Índices de Liquidez Corrente, que é tido como
o melhor indicador da situação de liquidez mediante a capacidade que possui a empresa em quitar suas dívidas de curto prazo; Liquidez Geral, que
refletirá a situação financeira de forma global; Liquidez Seca é considerada como o mais rigoroso e Liquidez Imediata, mostra sua disponibilidade e
capacidade de honrar suas obrigações em curto prazo. Através desses indicadores, teremos uma análise da saúde financeira da empresa, evidenciando
a capacidade de pagamento em longo ou curto prazo, tendo em vista os resultados obtidos com o estudo feito mediante conhecimentos sobre Índices de
Liquidez. Atualmente com a grande necessidade de se ter um conhecimento da situação financeira das entidades, tendo em vista o egresso de capital
estrangeiro (novos acionistas) ou até mesmo a confiabilidade das informações dados aos seus usuários, através das demonstrações contábeis, com as
grandes mudanças feitas nos métodos de contabilização destas informações, o que leva as empresas cada vez mais sentirem necessidade de procurar
mecanismos cada vez mais eficazes para buscarem mais investimentos para alcançar seus objetivos. Nesse sentido, o presente trabalho pretende
apresentar os índices de liquidez, capazes de mostrar a capacidade que as empresas têm para saldarem seus débitos frente aos seus credores e po-
derem assim ganhar credibilidade e conseguirem novos empréstimos. Para seu funcionamento, as empresas utilizam recursos materiais de renovação
lenta (imóveis, instalações, máquinas, equipamentos), denominados capital fixo ou permanente, e recursos de rápida renovação (dinheiro, créditos,
estoques) que formam seu capital circulante ou capital de giro, também chamado de ativo corrente. Capital de giro, portanto, é o ativo circulante que
sustenta as operações do dia-a-dia da empresa e representa a parcela do investimento que circula de uma forma a outra durante a condução normal
dos negócios. A liquidez de uma empresa é medida pela capacidade que ela possui para satisfazer suas obrigações de curto prazo nas datas dos venci-
mentos. A liquidez refere-se à solvência da situação financeira global da empresa – a facilidade com a qual ela pode pagar suas contas. A interpretação
desses índices pode ser feita comparando-os com os de outras empresas do mesmo ramo, e/ou analisando sua evolução ao longo do tempo na própria
empresa. Participação das Disponibilidades indica a representatividade das disponibilidades financeiras (caixa, bancos, aplicações financeiras de curto
prazo) na estrutura do capital de giro.

Palavras-chave: Índices de Liquidez. Análise financeira. Empresa - UOL.

28 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Ciências Contábeis

Percebendo o capital intelectual e sua mensuração:


uma abordagem nas indústrias da Cidade de Apodi/RN
Autor: Rosângela Queiroz Souza Valdevino
Francisco Mariton da Mota Morais
Francisco Tavares Filho
Orientador: Adriana Martins de Oliveira
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Os ativos intangíveis têm se configurado como um importante diferencial para as empresas no mercado atual cada vez mais competitivo, e,
de modo especial, o capital intelectual é enfatizado como um conjunto de conhecimentos e informações que agregam valor aos produtos e
serviços, mediante a aplicação da inteligência. O estudo objetiva, de maneira geral, discutir a realidade existencial do capital intelectual nas
indústrias da cidade de Apodi-RN, enquanto componente empresarial importante para continuidade do empreendimento. Esta pesquisa teve
os seguintes objetivos específicos: discorrer sobre o capital intelectual, conhecê-lo a partir da soma do conhecimento de todos na empresa e
perceber a valorização deste enquanto patrimônio no meio empresarial. A hipótese teve como base que o capital intelectual não era reconhecido
nas indústrias da cidade de Apodi/RN. A metodologia utilizada foi de natureza quantitativa, com estudo do tipo exploratório-descritivo. Os dados
primários foram livros, artigos, revistas, documentos eletrônicos e periódicos; os secundários foram coletados através da pesquisa de campo
tendo sido aplicado um questionário com dez perguntas fechadas em vinte e três indústrias de ramos de atividades diversos. Sendo pesquisado
todo o universo, tratou-se, portanto, de uma pesquisa censitária. Os resultados das análises constataram que o capital intelectual é percebido
nas indústrias apodienses. Conclui-se que a hipótese foi rejeitada e que as empresas analisadas compreendem que o conhecimento é gerado
e operacionalizado pelo ser humano.

Palavras-chave: capital Intelectual. Gestão do conhecimento. Recursos humanos nas Indústrias – Apodi-RN.

Percepção de uma empresa do ramo farmacêutico sobre custos diretos e indiretos


Autor: Maria Auxiliadora de Oliveira Morais
Luana Souza da Silva
Marilene Gomes Ribeiro
Ana Paula Bezerra
Orientador: Adriana Martins de Oliveira
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Contabilidade de Custos nasceu da Contabilidade Financeira, quando da necessidade de avaliação de estoques, surgindo mais especificamente com
o início da Revolução Industrial. Devido ao seu grande avanço ao longo dos anos, a Contabilidade de Custos tornou-se um importante instrumento de
controle capaz de fornecer informações para diversos níveis gerenciais de uma entidade econômico-financeira. Este artigo tratara dos custos diretos
e indiretos numa indústria do ramo farmacêutico localizada na cidade de Mossoró-RN e tem como objetivo investigar e analisar a percepção dessa
organização em relação a esses custos e suas formas de rateio, procurando mostrar os benefícios da utilização desses conceitos para a tomada de
decisões por parte de uma empresa. A pesquisa é descritiva, comparando os fatos reais observados na empresa com a teoria doutrinária. O material
para a análise dos resultados foi obtido através de uma entrevista com a gerente administrativa da referida empresa, sendo o questionário composto
por perguntas abertas, aplicado em março/2009. A partir da análise de discurso, foi possível identificar que a empresa do ramo farmacêutico analisada
não faz uso da contabilidade de custos como uma ferramenta para a tomada de decisões e não consegue fazer a distinção do que seja custos diretos
e indiretos, diferenciando apenas custos de despesas, deixando de utilizar, assim, uma importante ferramenta para a formação dos valores-custos
dos produtos e consequentemente do preço de venda. Conclui-se, portanto, que não há percepção, dentro da empresa pesquisada, do que seja custo
direto e indireto e nem conhecimento sobre formas de rateio, embora a empresa acredite que a Contabilidade de Custos pode contribuir para um bom
gerenciamento dos negócios.

Palavras-chave: Análise de custos. – Direito e Indireto. Finanças. Empresas farmacêuticas.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 29


Ciências Contábeis

Perfil socioeconômico e cultural dos empresários do ramo de


contabilidade no município de Mossoró - Rio Grande do Norte
Autor: Nicacio Alexandre Filgueira da Silva
Francisco Alberto de Sousa
Francisco Ivo Silva Filho
Orientador: Ivan Chaves Coelho
Linha de Pesquisa: Mercado de Trabalho
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A partir do perfil pesquisado, podemos concluir que os contadores atuantes na cidade de Mossoró em sua maioria são homens e esses profissionais
em sua maioria enquadram-se na faixa etária de 41 a 50 anos de idade. Os contadores atuantes na área são graduados em sua maioria, contra uma
parte de 21,19% de contadores de nível médio. Essa tendência de contadores com nível superior tende a aumentar, pois a maioria das escolas não
forma mais os profissionais de nível médios os quais, em sua maioria são formados na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, haja vista
que dentre as universidades que ofertam o Curso de Ciências Contábeis é a que esta a mais tempo no mercado. O tempo de atuação desses profis-
sionais na área da contabilidade gira em torno de 5 a 20 anos, cerca de 66,21% do total, trabalham entre 20h e 40h semanais, que é o mais comum.
A maioria dos profissionais que exercem essa profissão, cerca de 27,41% dos profissionais entrevistados, afirmam ter nível salarial entre R$1.001,00 a
R$3.000,00, enquanto que, no mesmo percentual, outros profissionais afirmam que o salário é mais de R$5.000,00 que nos faz levar a crer que é uma
área que ainda remunera-se muito bem, haja vista sua posição hierárquica no escritório. Os contadores entrevistados preocupam-se com a concorrência
ao considerá-la muito competitiva, porem com espaços para novas empresas, haja vista que a maioria desses escritórios, 77,41% atua na área de as-
sessória. As demais áreas questionadas como: consultoria que teve 8,06% das respostas: as demais que são as áreas tributárias, auditoria ou pública,
se somados chegam a 14,50%. Surge o questionamento do porquê dessas áreas não serem tão abordadas. Será que o contador mossoroense não
está preparado para atuar nessas áreas? Se é mais rentável investir só em consultoria, ou também a questão da demanda de serviços em função do
quadro de funcionários? Em sua maioria os escritórios em Mossoró são compostos de até 5 funcionários. Grande parte dos empresários em Mossoró
não tem nenhuma preocupação com marketing de seus escritórios. e dos que fazem algum trabalho não realiza com freqüência, onde cada um utiliza
de vários meios para divulgar seus serviços. Garantem a fidelidade do cliente através da credibilidade e da pontualidade na entrega de seus relatórios
e/ ou nas prestações de seus serviços.

Palavras-chave: Profissional – Contador - Perfil. Mercado de trabalho – Mossoró/RN. Contadores - Empresários.

Planejamento e análise financeira das micro e pequenas empresas


Autor: Nicacio Alexandre Filgueira da Silva
Francisco Alberto de Sousa
Francisco Ivo Silva Filho
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

As micros e pequenas empresas (MPE) representam 99% do setor empresarial brasileiro, nove em cada dez empresas são classificadas como micro ou
pequena empresa de acordo com o Sebrae (Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), as quais absorvem maior contingente de mão
de obra em relação as grandes. O problema é que muitas dessas empresas não suportam as pressões normais do cotidiano e acabam encerando suas
atividades com pouco tempo de vida. Cerca de 71% das micros e pequenas empresas abertas anualmente no Brasil fecham antes de completar cinco anos,
de acordo com dados do Sebrae. O planejamento financeiro de uma micro e pequena empresa pode ser uma grande solução para o desempenho destas
desde que a mesma seja feita de forma eficaz aliando as ferramentas corretas de análise com as demonstrações contábeis e financeiras. Hoje o setor
financeiro das empresas representa o coração das mesmas onde o gerenciador, gestor ou analista deve analisar todos os recursos e direcioná-los para as
atividades de interesse maior na empresa ou para a atividade fim da empresa, e a partir dos resultados analisá-los. Caso seja positivo saber onde destinar
esse lucro obtido, se aos sócios ou investi-lo na empresa, para crescimento da mesma. Aliado ao setor financeiro das micro e pequenas empresas está o
setor contábil na empresa que existe como ferramenta para fornecer informações úteis aos seus usuários, as quais informações poderão ajudar o geren-
ciador, gestor ou analista a compreender melhor suas empresas, e procurar achar soluções para questões cruciais como: saber desempenho da empresa
em determinado momento; posição da empresa neste momento; que fatores levaram a empresa a estar nessa posição; onde estão aplicados os recursos e
como foram obtidos. Na análise das demonstrações financeiras de uma empresa é dada maior importância ao Balanço Patrimonial e ao Demonstrativo de
Resultado, pois através dessas demonstrações é evidenciada de forma mais clara e objetiva a situação economico-financeira da empresa. A partir desses
estudos o gerenciador, gestor ou analista poderá desenvolver uma estratégia de estudo e aplicá-la na sua organização, haja vista que a principal meta de
uma organização é a obtenção do lucro que coincide com o objetivo dos acionistas, pois as decisões financeiras orientam-se para o aumento do valor do
mercado para as micro e pequenas empresas.

Palavras-chave: Planejamento financeiro. Análise de demonstrações contábeis. Micro e pequenas empresas.

30 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Ciências Contábeis

Análise das demonstrações financeiras da empresa Perdigão


S.A sob o enfoque do balanço patrimonial no período de 2005-2007
Autor: Arthur César Vieira Costa
Iza Fernandes de Souza
Paula Solano de Oliveira
Orientador: Adriana Martins de Oliveira
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Análise Financeira de Balanços tem como principal objetivo fornecer informações sobre a situação contábil e econômica das organizações. Nossa
pesquisa partiu dessa premissa para avaliar as variáveis verticais, horizontais e os principais índices de liquidez e endividamento, tomando como estudo
de caso a empresa Perdigão S/A. Utilizamos consultas nos sites da Perdigão e da Bovespa, observando as relações entre ativos e passivos. Além
disso, tomaram-se como aporte teórico as obras: de Marion (2009) e de Matarazzo (1997). Constatou-se, pela análise dos valores totais, que o ativo
e o passivo da empresa analisada sofreram variações positivas levando em consideração os três exercícios analisados. Ao analisar o ano de 2006 em
relação ao ano de 2005, pudemos constatar que a variação foi de 33,22% aproximadamente, subindo R$ 1.204,345, com relação a 2007/2005 essa
variação aumentou chegando a aproximadamente 80,50%, subindo R$ 2.918.240. Conseguimos constatar também que houve variação positiva tanto
do seu ativo circulante como de seu passivo circulante, sendo que a variação do ativo circulante foi maior que a do passivo circulante. Em relação às
dividas de curto prazo, verifica-se que o passivo circulante aumentou no período 2006/2005 em 10,77%, já em a relação 2007/2005 vimos que aumen-
tou para 29,67%. Essas alterações refletiram também na capacidade de pagamento da empresa que em 2005 era de 1,86%, passando em 2006 para
2,20 e caindo para 1,94 em 2007. Conclui-se que a empresa apresenta índices de liquidez positivos, e que a situação financeira da mesma demonstra
capacidade de quitação de suas dívidas.

Palavras-chave: Análise financeira de balanço. Variáveis horizontais e verticais. Índice de Liquidez e endividamento. Empresa Perdigão S.A.

Uma investigação sobre a relação da contabilidade de custos e a


formação do preço de venda em uma empresa produtora de polpa de frutas
Autor: Carla Patricia Silva de Farias
Marcos Antônio Benevides de Freitas
Maria Girleide de Holanda Rebouças
Patricia Monaliza da Silva
Orientador: Adriana Martins de Oliveira
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil e Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Muitos são os fatores que podem levar uma empresa a ter sucesso ou insucesso, no entanto, a falta de competitividade vem eliminando muitas em-
presas do mercado. Um dos fatores que torna uma empresa apta a concorrer com as demais do seu ramo é o preço de venda dos seus produtos. Por
esse motivo, o processo de formação do preço de venda ganha forte destaque dentro das empresas, que independente do porte ou área de atuação,
necessita de métodos eficientes de controle de custos e de dados concretos que auxiliem na correta fixação dos preços. No atual cenário, as empresas
que adotam uma política eficiente de preços, conseguem atingir com maior facilidade, seus objetivos de lucro, desenvolvimento e crescimento a longo
prazo, entre outros. Com o intuito de demonstrar o papel que a Contabilidade de Custos representa na composição do preço de venda, foi realizado
um estudo de caso com aplicação de um questionário, com perguntas abertas, em uma empresa produtora de polpa de frutas localizada na cidade de
Caraúbas no estado do Rio Grande do Norte. O questionário procurou identificar qual o método aplicado pela empresa na formação do preço de venda e
se a contabilidade é um fator decisivo para esse cálculo. Os resultados obtidos através da análise do questionário mostraram que, embora o empresário
julgue a contabilidade de custos importante para fins gerenciais e para o cálculo do preço de venda, ela não representa fator decisivo para a composição
do preço de venda em sua empresa, pois este é formado apenas pelo valor de mercado.

Palavras-chave: Análise de custos. Estratégia de mercado – preço. Empresa produtora de polpa de fruta.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 31


CIÊNCIAS ECONÔMICAS

Avaliação da eficiência técnica das unidades urbanas de


Educação Fundamental no município de Mossoró em 2007
Autor: Thiago Costa Carvalho
Orientador: Ieda Maria Araújo Chaves Freitas
Linha de Pesquisa: Políticas e Gestão em Educação
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Em um momento em que se observa a atenção da sociedade quanto à responsabilização dos gestores na condução dos serviços públicos, notadamente
nos serviços educacionais, faz-se necessário a utilização de métodos, para avaliar políticas públicas desenvolvidas pelo estado, que comprovem a
eficiência na utilização dos recursos na geração de resultados. No que tange a política de educação fundamental municipal observa-se a necessidade
de uma avaliação especifica quanto a utilização eficiente dos insumos e produtos utilizados, considerando a atividade como parte do sistema educacio-
nal do município. O trabalho avalia a eficiência das unidades públicas urbanas de Ensino Fundamental da cidade de Mossoró/RN, mediante o processo
de alocação de recursos, utilização de insumos, que se transformam em um dado produto objetivado. A partir do banco de dados, coletado junto a
Gerência de Educação do Município e da utilização do método Norman-Stoker de seleção de variáveis, foi elaborado um modelo de Análise Envoltória
de Dados (DEA) com base em Retornos Variáveis de Escala (BCC) com orientação Input, buscando mensurar a eficiência técnica, identificar os Bench-
markets e propor possíveis melhoras na utilização de recursos para as 39 escolas estudadas no município de Mossoró para o ano de 2007. Os primeiros
resultados indicam que 06 escolas podem ser consideradas eficientes, sendo essas unidades caracterizadas como Benchmarket, o que sugere que as
demais escolas devem modificar a alocação dos seus recursos, tomando como parâmetro essas unidades eficientes.

Palavras-chave: Gestão Pública em educação. Recursos públicos – Finanças. Educação fundamental – Mossoró/RN.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 33


CST EM DESENVOLVIMENTO
DE SISTEMAS

Identificação e diagnóstico de demandas socioambientais de


uma escola pública do ensino fundamental do município de Mossoró-RN
Autor: Pedro Cássius Gomes Gregório da Silva
Melinna Gurjão de Paiva
Thales Alberto Freitas da Paixao
Ikaro Vicente Figueiredo Costa
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Estudos Socioambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Hoje, é percebível que o homem está exaurindo indiscriminadamente os recursos naturais que se fazem presente em inúmeras regiões do planeta.
Estas pressões e estes impactos sobre a biosfera têm aumentado, em se tratando de magnitude, tornando-se mais presentes e frequentes sobre os
recursos hídricos, superficiais e subterrâneos, solos, fauna, flora e atmosfera, tanto em ambientes rurais como, principalmente, naqueles urbanos. A
partir das notórias evidências, no que tange aos desastres antrópico-ecológicos, verificados principalmente a partir da revolução industrial, tem se ob-
servado, ainda que em pequena/média escala, a preocupação da sociedade com o panorama atual de degradação ambiental. A partir desta realidade,
o trabalho em curso objetivou realizar um levantamento e, consequentemente, um diagnóstico sobre a noção de responsabilidade sócioambiental e os
problemas ambientais, presentes em comunidades marginalizadas socioeconomicamente do município de Mossoró-RN. O trabalho foi desenvolvido,
inicialmente, na Escola Municipal Professor Antônio Amorim, localizada no bairro Nova Bethânia do município outrora citado. A pesquisa foi realizada
com 66 alunos do 4°ano, 5°ano e de uma turma especial denominada “acelera”. Para tanto, foi utilizada a aplicação de uma atividade-diagnóstico que
procurou identificar quais os principais problemas ambientais presentes naquelas comunidades. Posteriormente, os dados foram tabulados e analisados
estatisticamente de modo a permitir, um diagnóstico global, a realidade local. Após a aplicação da metodologia supracitada, foram identificados dez
problemas socioambientais citados pelo grupo analisado. Os problemas ambientais citados pelos alunos compreendem a: presença de animais vetores
de doenças (suínos, animais peçonhentos, ratos, insetos, aracnídeos...), com problema mais citado nas três turmas. Além disso, foram mencionados
os seguintes problemas: lixo presente em local inapropriado, esgoto a céu aberto, problemas relacionados ao período chuvoso (lamaçal, alagamento,
inundações, água parada), focos do mosquito da dengue, queimada/desmatamento de vegetação, coleta irregular de lixo, poluição sonora e poluição
visual. Finalmente, notou-se que, mesmo não científico e de caráter superficial, os alunos têm conhecimento sobre os problemas presentes em sua
realidade. Ainda, percebeu-se que, boa parte dos problemas identificados pelos alunos é resultante da ausência de planejamento público e de gestão
dessas áreas marginalizadas.

Palavras-chave: Meio ambiente - Recursos naturais. Responsabilidade sócio-ambiental – diagnóstico. Gestão pública - Planejamento.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 35


CST EM
GESTÃO AMBIENTAL

Avaliação do trabalho de coleta seletiva na cidade de Mossoró


Autor: Maria de Fatima Lopes
Maria de Fatima Bertuleza Peixoto
Orientador: Antonio Gilberto de Oliveira Jales
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A realidade dos resíduos sólidos no Brasil continua sendo um problema de grande dimensão, uma vez que apenas 39% dos municípios brasileiros dão
destino e tratamento adequados aos seus resíduos. O problema torna-se ainda mais grave e complexo tendo em vista que a grande maioria dos municí-
pios está situada nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Segundo a Publicação “Panorama dos Resíduos Sólidos Urbanos no Brasil” do Ministério
do Meio Ambiente, o Brasil produz cerca de 240 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos por dia. Destes, aproximadamente 90.000 toneladas por
dia são de resíduos domésticos. Portanto no Brasil algo em torno de 32 milhões de toneladas de lixo é disposta indiscriminadamente a céu aberto
anualmente. (PRANDINI et al.,1995). Alguns desses Resíduos Sólidos são compostos por materiais recicláveis. No entanto, esta é uma prática pouco
usual no país, principalmente em função do baixo retorno comercial e pouca divulgação da atividade de coleta seletiva. A tecnologia, a necessidade e
a busca por novos negócios com os resíduos também criam novas possibilidades. Em Mossoró, existe um aterro sanitário licenciado em operação. No
entanto há apenas três anos entrou em funcionamento. Uma experiência de Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos na cidade foi implantada pela Associa-
ção Comunitária Reciclando Para a Vida – ACREVI. No presente trabalho, buscou-se avaliar a experiência, sua importância para o Município e para a
comunidade beneficiada. Foi realizada uma pesquisa baseada em análise bibliográfica, além da realização de entrevista participante com membros da
ACREVI, onde se procurou avaliar os seguintes parâmetros: abrangência territorial, volume de material coletado, geração de renda para os associados,
dentre outros. A ACREVI surgiu na comunidade Nova Vida, por iniciativa de catadores de lixo, que buscam, por seus próprios esforços, um mecanismo
de inclusão social. A quantidade de resíduos coletados pela ACREVI, atualmente, é cerca de 30 toneladas/mês, sendo que os principais materiais co-
letados são: papel, plástico e metal. A coleta obedece a um calendário pré-estabelecido, contemplando todos os bairros programados. Nova Betânia é
o bairro que mais contribui com a nova sistemática de coleta seletiva. A experiência da ACREVI, embora ainda seja pouco divulgada e atinja ainda um
baixo percentual do volume de RSU, tem um grande efeito multiplicador para a Educação Ambiental da população envolvida, suscitando o surgimento
de novas experiências, bem como a possibilidade de crescimento da mesma.

Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável. Meio ambiente. Coleta seletiva.

Comparação e diagnóstico de riqueza da flora de duas


áreas aleatórias da Estação Ecológica (ESEC) do Seridó-RN
Autor: Thales Alberto Freitas da Paixao
Luis Henrique Torquato Costa
Ikaro Vicente Figueiredo Costa
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 37


CST em Gestão Ambiental

A Caatinga se apresenta como o bioma predominante da região Nordeste do Brasil, cobrindo 54,53 % dos 1.548.672 km² da área da região (IBGE,
2005). O bioma é pouco conhecido e estudado, bastante restrito, específico e localizado. No entanto, ainda se trata de um sistema ecológico
bastante biodiverso e que também sofre pressões humanas, impactos e degradações. A fim de conhecer e estudar mais sobre o ecossistema
citado, realizou-se um estudo no município de Serra Negra do Norte-RN, mais precisamente na Estação Ecológica do Seridó (ESEC-Seridó),
que compreende cerca de 1.166,38 ha. Percebe-se em toda ela exemplares típicos da Caatinga do Seridó, que tem sua fisionomia com árvores
de pequeno/médio porte (em torno 7m) caracterizando-se como vegetação hiperxerófila e decídua. Já em campo, foram delimitados, em áreas
distantes, dois quadrantes de 625m² e nessas áreas foram feitos levantamentos das espécies vegetacionais. A partir desse levantamento inicial, o
trabalho objetivou comparar a riqueza da flora de duas áreas delimitadas aleatoriamente no interior da unidade de conservação supracitada. Para
tanto, utilizou-se como procedimentos metodológicos: coleta de dados, visita in loco, estatística descritiva e os índices de riqueza de Margalef e
Menhinick. Tais procedimentos foram utilizados após identificação e catalogação das espécies da flora, suas respectivas famílias, nomes científicos,
estratos e quantidades de indivíduos por espécie. Em se tratando dos resultados, foram encontrados e catalogados 45 exemplares vegetacionais
no primeiro quadrante (ÁREA A) que variam entre o Pereiro (Aspidosperma pyrifolium Mart.), Marmeleiro (Croton sonderianus Mull. Arg.), Mufumbro
(Combretum leprosum Mart.), entre outros. Já na área do segundo quadrante (ÁREA B), foram catalogados 54 exemplares vegetacionais, como
a Jurema-Branca (Piptadenia stipulacea (Benth) Ducke), Angico (Anadenanthera macrocarpa (Benth.), Catingueiro (Caesalpinia pyramidalis Tul.).
Finalmente, verificou-se, a partir dos procedimentos outrora citados, que a Área B é mais rica e biodiversa do que área A.

Palavras-chave: Meio ambiente. Ecossistema. Flora – Margalef – Menhinick.

Composição da avifauna das áreas de proteção permanente do


município de Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil: Primeiros Resultados
Autor: Estela Maria de Souza Brito Vitorino
Aretha Brilhante Freitas
Nicholas Fernandes Monte de Souza
Orientador: Daniel Cesar Barros Torres
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e considerado o principal ecossistema existente na Região Nordeste. Estende-se pelo domínio de cli-
mas semi-áridos, numa área de 73.683.649ha, 6,83% do território nacional; estendendo-se pelos estados da BA, CE, PI, PE, RN, PB, SE, AL, MA e MG.
Apesar de estar localizado em área de clima semiárido, apresenta grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e endemismo. A posição
única, na qual a caatinga se encontra entre os biomas brasileiros não garante o destaque merecido a tal bioma, por isso este é colocado sempre em
segundo plano quando se trata de estudos e da conservação da biodiversidade do país. Apesar de a Caatinga ser identificada como um importante cen-
tro de endemismo para as aves sul-americanas, sua distribuição, evolução e ecologia ainda continua muito pouco investigada pelos estudiosos quando
comparada com os demais biomas. O objetivo deste trabalho é a realização de um levantamento e consequente análise de riqueza das espécies da
ornitofauna nas APPs do município de Mossoró – RN. Três excursões semanais estão sendo realizadas desde abril de 2009 e estas se estenderão até
Abril de 2010. Está sendo realizado censo por observação direta, onde são feitas as observações dos espécimes. Durante o levantamento qualitativo,
foram percorridas trilhas buscando amostrar as aves nos diferentes tipos de formações vegetais. A identificação das espécies foi realizada por meio
de contatos auditivos e visuais (utilizando binóculos). Estão sendo registrados data e horário da observação, bem como informações sobre o habitat e
microhabitat utilizado pela espécie. As aves estão sendo identificadas por literatura especializada. Foram registradas até o momento espécies de aves
para o município de Mossoró e áreas adjacentes. As famílias que apresentaram o maior número de representantes foram (2),

Palavras-chave: Biodiversidade. Fauna. Ecossistema.

O controle e a qualidade da água tratada no bairro Belo Horizonte na cidade de Mossoró-RN


Autor: Jéssica Lene Fernandes dos Santos
Meyrelle Jôse Andrade de Souza
Carlos Antonio da Silva
Orientador: Juliana Cristine da Silva Rosario
Linha de Pesquisa: Estudos Socioambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Historicamente a cidade de Mossoró tem seu abastecimento realizado com a utilização de água subterrânea proveniente do aquífero Assu. Há cerca de
6 anos a cidade passou a receber também água proveniente de um manancial superficial, á barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Há um sentimento
da população, acostumada com uma água de poço considerada térmica e atualmente misturada com a água superficial, a qual necessita de tratamento,
antes de ser distribuída à população. O presente trabalho buscou entender melhor a importância do tratamento da água como método de prevenção de
doenças para a qualidade de vida das pessoas, bem como o sentimento da população em relação a qualidade da água consumida. A pesquisa foi obtida
através de questionários, imagens de satélite e referencial teórico. A amostra coletada através de um questionário e pesquisa de campo com a popula-
ção do Bairro Belo Horizonte, fundamentando os dados em entrevista com a Engenheira e Química, responsável pela análise, controle e tratamento da

38 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Gestão Ambiental

água feita pela CAERN. Os dados analisados apresentam um perfil da população como de baixa renda e que a grande maioria não concluíram o Ensino
Fundamental. Outro aspecto é que os moradores evitam o desperdício da água, não ficando claro se por ter uma consciência ambiental ou por uma
questão financeira. Mesmo que os dados fornecidos pela CAERN apresentem a água tratada na cidade como de boa qualidade, dentro dos padrões
estabelecidos pelo Ministério da Saúde e Vigilância Sanitária do Município, a grande parte dos moradores demonstrou receio em utilizar a água para
beber devido ao forte teor de cloração e da tonalidade da cor barrenta, levando-os ao aumento de suas despesas no consumo diário da água mineral.
A pesquisa de campo demonstra à importância de ser desenvolvida campanha pela CAERN junto a população e toda a sociedade, esclarecendo os
benefícios do tratamento da água para a saúde, a segurança e a qualidade de vida da população, quebrando o mito que a água é infinita. Seu uso deve
ser de forma racional e sustentável.

Palavras-chave: Recursos naturais - água. Controle de qualidade da água – Mossoró-RN. Meio ambiente.

Faça sua parte: seja a mudança que você quer para o mundo (Dalai Lama)
Autor: Melinna Gurjão de Paiva
Thales Alberto Freitas da Paixao
Ikaro Vicente Figueiredo Costa
Karla Menezes Duarte
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Estudos Sócioambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Educação Ambiental deve estar fundamentada na ética ambiental, que é entendida (conceituada) como o estudo dos juízos de valor da conduta
humana em relação ao meio ambiente. É, em outras palavras, a compreensão de que o homem tem a necessidade de preservar ou conservar os recur-
sos naturais essenciais através de atividades diversas que proporcionem a perpetuação da existência harmônica no planeta. Esta compreensão está
relacionada com a modificação das condições físicas, químicas e biológicas do meio, ocasionada pela intervenção de atividades humanas e industriais
nocivas ao planeta. Em um passado recente, além da quantidade de fatos e acontecimentos cotidianos, percebe-se um apelo mundial para as causas
relativas à redução e mitigação dos impactos ambientais outrora citados. Tal fato exemplifica-se pelo conjunto de propostas e ações, que já foram e con-
tinuam a ser criadas como forma de mitigar aquelas intervenções que buscam, na sua totalidade, uma verdadeira transformação social. Todavia, é im-
portante implementar a ética ambiental amparada pela Constituição Federal (art. 225, caput, da CF.), ou construir similarmente uma nova ética e conduta
educacional voltadas para o futuro, buscando uma visão global e transcendental como base sustentada nos pilares dessa “nova forma” de educação,
construída a fim de minimizar as diversas “mazelas” por nós herdadas e oriundas da falta de sensibilidade da sociedade para com o meio, objetivando
ainda alavancar um movimento acadêmico que afete sensivelmente as estruturas sociais vigentes. Com isso, o presente projeto de pesquisa pretende
democratizar e disseminar o efetivo exercício da responsabilidade individual e da cidadania em indivíduos pertencentes a comunidades segregadas
socioeconomicamente do município de Mossoró-RN. A partir disto, espera-se amortizar parte dos grandes problemas ambientais que afetam aquelas co-
munidades, estando essas afeitas a práticas relacionadas à Educação Ambiental de modo a transmitir os preceitos da ética ambiental outrora citada.

Palavras-chave: Meio ambiente. Educação ambienta. Preservação dos recursos naturais.

Análise da viabilidade da execução de mapa de vulnerabilidade ambiental:


a contaminação por hidrocarbonetos do município de Mossoró-RN,
utilizando técnicas de geoprocessamento
Autor: Francely Martinelli Fernandes
Ariadne Sarynne Barbosa de Lima
Luiz Carlos Lobato dos Santos
Guilherme Luis Ahid Bastos
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável

A Bacia Potiguar é o principal alvo de exploração de petróleo no Rio Grande do Norte, em particular na região de Mossoró, onde se concentram dois
grandes campos petrolíferos: Canto do Amaro e Alto da Pedra. Sendo o petróleo o recurso mais importante para a geração de energia atualmente, sua
busca é muito intensa. Onde há petróleo, há interesse das nações em investir em pesquisa e exploração, mesmo que isso signifique gerar impactos
ambientais. Nesse sentido, o gerenciamento ambiental de regiões de atividades exploratórias de petróleo tem se tornado uma necessidade tão vital
quanto a descoberta de novas reservas, devendo ser desenvolvido através de um estudo multidisciplinar voltado ao conhecimento das condições
físico-ambientais do município em questão, definindo a vulnerabilidade e os riscos ambientais decorrentes do sistema exploratório de petróleo e gás. Os
Mapas de Vulnerabilidade Ambiental são documentos de alta importância, pois fornecem informações para o planejamento ambiental de uma região,
auxiliando na definição de locais adequados para a instalação de empreendimentos para a indústria de petróleo. Além disso, oferecem subsídios para
o gerenciamento ambiental da região, principalmente na avaliação de casos de danos e desastres ecológicos. A elaboração dos referidos mapas se
concretiza através da integração de informações físico-ambientais do município, viabilizada pela técnica do geoprocessamento. O processamento de

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 39


CST em Gestão Ambiental

informações georreferenciadas mostra-se como importante ferramenta computacional de auxílio à coleta, armazenamento, processamento, análise e
posterior correlação de informações extraídas a partir de mapas base e imagens de satélite no Sistema de Informação Geográfica (SIG). Desta forma,
pela disponibilidade de informações e ferramenta para processamento dos dados necessários, a execução do Mapa de Vulnerabilidade à contaminação
por hidrocarbonetos no município de Mossoró-RN é viável.

Palavras-chave: Meio ambiente. Desenvolvimento sustentável. Mapa de vulnerabilidade. Petróleo.

Análise espaço-temporal da distribuição dos casos notificados de dengue


no município de Mossoró-RN e sua relação com variáveis ambientais
Autor: Luis Henrique Torquato Costa
Breno Medeiros Menezes de Aguiar
Thales Alberto Freitas da Paixao
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Atualmente, a problemática da dengue não figura mais como um novo problema de saúde pública no país, mas sim, como uma emergente enfermidade
que tem acometido milhares de pessoas há pelo menos duas décadas. Sua distribuição geográfica, segundo Marcondes (2001), dá-se, principalmente,
dentro dos limites de latitude 45° norte e 30° sul, podendo habitar outras faixas, desde que essas estejam em períodos de calor. Em se tratando dos
casos notificados de dengue no estado do RN, observa-se que os mesmos figuram como elevados; fato que pode ser verificado a partir da análise dos
casos notificados no período entre 2000 e 2006 (124.247 casos). Não se diferenciando desta realidade o município de Mossoró-RN notificou 1.295 ca-
sos de dengue somente no período entre 2000 e 2006. A partir do exposto, busca-se a partir do presente projeto, analisar a distribuição espaço-temporal
dos casos notificados de dengue no município supracitado, observando o período compreendido entre os anos de 2007 e 2008, analisando ainda sua
relação com variáveis ambientais (temperatura média do ar, umidade relativa do ar e precipitação pluviométrica). As ferramentas empregadas no
desenvolver da pesquisa serão: Coleta de dados, séries temporais, Normal Climatológica, Software Estima T, correlação linear de Pearson, regressão,
Software Golden Software Sufer versão 8.0, Interpretação Nebulosa, Distribuição Normal Reduzida ou Gaussiana, Estatística Descritiva e Sistema de
Informação Geográfica (SIG). A princípio, foram coletados os casos notificados de dengue dos anos em questão, em seguida, serão organizados, tabu-
lados e analisados do ponto de vista temporal. Tal processo já forneceu subsídios avaliativos dos locais com maior incidência da doença no município,
com destaque para o bairro Santo Antônio, que contabilizou 21,2% e 23,01% dos casos totais no período em estudo.

Palavras-chave: Saúde coletiva. Dengue. Meio ambiente – Espaço-temporal.

Análise temporal da distribuição dos casos


notificados de dengue no município de Mossoró-RN
Autor: Breno Medeiros Menezes de Aguiar
Thales Alberto Freitas da Paixao
Luis Henrique Torquato Costa
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No município de Mossoró-RN, os casos de pessoas infectadas pelo vírus da dengue vêm aumentando significativamente nos diversos bairros da
cidade. Tal fato evidencia-se a partir da observância dos casos notificados da doença, principalmente na última década. Inserida num projeto que
busca analisar espaço-temporalmente a distribuição dos casos notificados de dengue e sua relação com variáveis ambientais, a presente pesquisa
objetivou analisar e identificar a distribuição dos casos notificados de dengue em Mossoró-RN, subdividindo os dados coletados por bairros para os
anos de 2007 e 2008, respectivamente. Buscando alcançar as metas estabelecidas no estudo, foram coletados dados brutos disponibilizados pelo
Setor de Vigilância Sanitária do município, levantamento literário, medidas de tendência central (média e moda), as medidas de dispersão (desvio
padrão, coeficiente de variação e amplitude), estatística gráfica. Após a tabulação e análise de todos os dados e a aplicação das teorias matemáticas/
estatísticas, pode se constatar que no período de 01/01/2007 a 31/12/2008 os bairros mais afetados, ou que tiveram maior número de notificações
da doença são: Santo Antônio (28%), Belo Horizonte (8,4%) e Barrocas (7,5%). Contrariamente, os bairros Walfredo Gurgel (1,3%), Guará 2 (0,5%),
Ouro Negro (0,1%) e Liberdade II (0,2%) foram os bairros que apresentaram menor número de notificações. Ainda, observou-se que nos bairros Fe-
lipe Camarão, Inocoop e Promora não foram notificados nenhum caso da doença no período em estudo. Finalmente, pôde-se verificar que os casos
notificados do vírus vêm crescendo de ano a ano, sendo observada que o número de notificações de certos bairros tem aumentado fortemente. Tal
distribuição não uniforme será, a posteriori, objeto de análise detalhada dessa pesquisa.

Palavras-chave: Saúde coletiva. Dengue. Análise temporal.

40 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Gestão Ambiental

As vantagens e desvantagens do uso e produção do biodiesel no Brasil


Autor: Elane Cristina Araujo de Oliveira
Thales Alesander de Lima Filgueira
Mayara Freire Paiva da Silva
Orientador: Francely Martinelli Fernandes
Linha de Pesquisa: Biotecnologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O biodiesel substitui total ou parcialmente o óleo diesel de petróleo em motores ciclodiesel automotivos (de caminhões, tratores, camionetas,
automóveis, etc.) ou estacionários (geradores de eletricidade, calor, etc.). Pode ser usado puro ou misturado ao diesel em diversas proporções.
Vem sendo pesquisado e já é conhecido desde o início do século passado, principalmente na Europa. Este trabalho possui como objetivo estudar
e avaliar as vantagens e desvantagens ambientais de o Brasil produzir e usar o biodiesel. O trabalho foi estruturado através de pesquisas, nas
quais se procurou analisar todo o processo de produção do biodiesel, entre os quais podemos citar o craqueamento, a esterificação e a trans-
esterificação. Para sua produção, pode-se utilizar várias espécies de vegetais como a mamona, dendê (palma), girassol, babaçu, amendoim,
pinhão manso e soja, dentre outras. As vantagens são inegáveis, uma das principais é a perspectiva de inclusão social com geração de renda no
campo diminuindo o êxodo rural, outra é que o biodiesel é um combustível biodegradável e não tóxico, logo, contribui para o não aquecimento
global. Já em relação às desvantagens, o biodiesel depende de áreas agricultáveis, que atualmente são terras para a produção de alimentos. No
entanto, se agirmos de forma correta, utilizando os recursos racionalmente, o Brasil terá um ganho significativo no que diz respeito à produção e
uso do biodiesel. Defendemos um trabalho focado na Educação Ambiental conjuntamente com planejamento, que surtirão resultados benéficos
ao meio ambiente.

Palavras-chave: Biodiesel – vantagens e desvantagens. Educação ambiental. Petróleo.

Aspectos da qualidade da água subterrânea utilizada na


atividade da carcinicultura no município de Mossoró-RN
Autor: Antonio Gilberto de Oliveira Jales
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O grande desafio da humanidade é a produção de alimentos para uma população sempre crescente. No Brasil, esse desafio se institucionalizou por
meio do Programa Fome Zero do Governo Federal. Na região do semiárido nordestino, grandes investimentos têm sido feito ao longo das últimas dé-
cadas, na infraestrutura produtiva. Nos últimos anos, a atividade da Carcinicultura tem sido bastante difundida em todo Brasil e, mais fortemente, nos
estados nordestinos. Este trabalho tem por objetivo geral analisar a atividade da carcinicultura no município de Mossoró/RN, verificando a influencia das
características técnicas e localização dos poços tubulares utilizados para captação de água e sua relação com a qualidade da mesma. Como resultado
constatou-se que a dureza e salinidade, principais parâmetros relacionados à atividade, aumentam em proporção direta à profundidade e vazão de
exploração dos poços. O trabalho constatou ainda o baixo nível técnico e legal da atividade, dificuldades burocráticas para licenciamento ambiental
e a não observância da legislação de Recursos Hídricos, a desorganização social, e a falta de implantação dos instrumentos de Gestão de Recursos
Hídricos. Medidas como capacitação de produtores, assistência técnica, organização de associações e comitês de bacia, melhoria de aspectos legais,
revisão das licenças ambientais e outorgas de uso da água, além de educação ambiental da comunidade e dos produtores são urgentes para garantir
a sustentabilidade da carcinicultura na região de Mossoró e em todo o estado do Rio Grande do Norte.

Palavras-chave: Recursos naturais – água – qualidade. Desenvolvimento sustentável. Carcinicultura.

Banco de dados cadastral do município de Assu-RN


como suporte ao sistema de abastecimento de água
Autor: Francely Martinelli Fernandes
Linha de Pesquisa: Planejamento e Gestão Urbana
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O volume de informações que um órgão gestor municipal possui é grande e vem crescendo a cada dia, não só devido ao aumento da quantidade de
dados coletados, possibilitado pelo advento de técnicas de geoprocessamento, como também pelo processo de expansão natural das cidades. As com-
panhias de abastecimento de água têm necessitado cada vez mais de sistematização dos dados das cidades alvo de abastecimento, principalmente
em regiões onde a oferta de água é restrita, como no município de Assu-RN, localizado no semiarido nordestino. Nesse sentido, surge a necessidade
de criação e utilização de bancos de dados cadastrais, que têm a função de armazenar dados municipais e controlar o acesso a esses dados. Estes
bancos de dados podem ser criados e gerenciados em um Sistema de Informação Geográfica (SIG), que permitirá o cruzamento e integração dos dados

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 41


CST em Gestão Ambiental

coletados. No intuito de unificar o sistema de dados da área de saneamento com a área comercial, foi executado um banco de dados cadastral, com
hierarquia de informações do Conjunto Parati no município de Assu-RN. O banco foi elaborado no aplicativo AutoCAD Map, versão 2008, utilizando
a base cadastral do município, abrangendo as seguintes informações: identificação dos lotes, com contorno das quadras e edificações; percurso do
funcionário que realiza as inspeções; identificação das ruas, lotes e matrícula da residência; identificação das manobras de abastecimento; e pontos de
fotos tiradas in loco, para a percepção das condições de pavimentação das ruas, principalmente. A integração das informações em uma ambiente SIG
permitiu que fosse traçado todo o planejamento de abastecimento de água do conjunto habitacional em questão, com identificação das áreas abaste-
cidas pelo procedimento de manobras, bem como a possibilidade de identificação dos lotes que ainda não possuem hidrômetro. Esse planejamento é
fundamental para a efetivação das atividades de abastecimento de água nos municípios e mostrou-se viável através da elaboração do banco de dados
cadastral em um SIG.

Palavras-chave: Sistema de Informação geográfica. Gestão da informação. Banco de dados.

Caracterização florística de zonas da Estação


Ecológica Do Seridó (Serra Negra do Norte - RN)
Autor: Antonia Patricia de Oliveira Carvalho
Ikaro Vicente Figueiredo Costa
Karla Menezes Duarte
Orientador: Caio Cesar de Azevedo Costa
Linha de Pesquisa: Estudos Socioambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O bioma caatinga compreende um dos maiores biomas brasileiros, abrangendo cerca de 54,53% dos 1.548.672 km2 da região Nordeste. Apresenta entre
outros aspectos, plantas de pequeno porte com xeromorfismo acentuado e intensa caducifólia, com grande heterogeneidade de fauna e endemismo. A
área da Estação Ecológica do Serído-ESEC, localizada no município de Serra Negra do Norte-RN, com 1.166,38 ha, constitui-se de um remanescente de
caatinga preservada em pleno Seridó Norte Rio-grandense, apresentando como peculiaridade a semiaridez do clima que varia entre 20 e 32 graus, e a
vegetação típica do sertão nordestino. O relevo é levemente ondulado, com altitude média de 200 m sendo que ao norte da unidade existe uma elevação de
386 m, denominada Serra Verde. Tais características nos possibilitaram fazer um levantamento florístico preliminar de um fragmento da área delimitada, de
625m² (25mx25m), e observar o aspecto geral da fisionomia da vegetação, bem como analisar a dinâmica da flora e da fauna típicas de um ecossistema de
caatinga preservada. As espécies observadas na área do estudo foram Marmeleiro (Croton sonderianus), Feijão-bravo (Capparis flexuosa), Cumarú (Am-
burana cearensis), Jurema-branca (Piptadenia stipulacea), Jurema-preta (Mimosa hostilis) e Mufumbo (Combretum leprosum), sendo esse numero total de
45 (quarenta e cinco) indivíduos distribuídos em 7 (sete) famílias. A partir da identificação das espécies foi possível reconhecer e analisar o porte da vegeta-
ção. Com a obtenção dos respectivos dados, foi plausível a construção de uma tabela e um gráfico qualitativo e um gráfico quantitativo, respectivamente.

Palavras-chave: Bioma Caatinga. Meio ambiente. Caracterização florística.

Custos Ambientais: ferramenta da contabilidade aplicada no Sistema de Gestão Ambiental


Autor: Rafaella Romina Cavalcanti
Linha de Pesquisa: Gestão Contábil d Financeira
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A globalização define um mercado que se apresenta cada vez mais competitivo e as empresas precisam buscar um diferencial para garantir seu espaço.
O meio ambiente passou a ser um desses diferenciais nas últimas décadas, com o valor agregado trazido pelo seu controle de gerar a melhor utilização,
métodos de preservação e até mesmo sistemas de recomposição de degradações ocorridas anteriormente. Isso se dá através da implantação de um
Sistema de Gestão Ambiental (SGA), instrumento organizacional que possibilita às instituições alocação de recursos, definição de responsabilidades,
avaliação contínua de práticas, procedimentos e processos, buscando a melhoria permanente do seu desempenho ambiental. Nestas condições, um
gerenciamento dessa variável exige ferramentas como a Contabilidade para o controle dos custos e despesas. Isto exposto faz-se necessário que os
gastos de natureza ambiental sejam controlados e gerenciados continuamente. Tendo como foco o estudo de caso de uma empresa, cuja missão inclui
responsabilidade social e ambiental, este trabalho foi desenvolvido através de pesquisa bibliográfica. Como resultado da pesquisa, pôde-se notar que,
havendo o profundo conhecimento de todos os aspectos envolvidos na empresa, é possível criar condições de desenvolvimento e preservar o meio
ambiente sem que haja acréscimo de custos, visão comum aos empresários, garantindo a “Qualidade Total”. Pôde-se constatar também que com a
utilização de um sistema de gestão de custos aplicado à sustentabilidade, podem-se obter resultados significativos para as partes envolvidas, não só no
tocante a preservação do meio, mas também como diferencial competitivo para as empresas através das vantagens obtidas com a boa utilização dos
recursos naturais, garantindo a vida sustentável e o bem estar das futuras gerações. Fica evidente, que para o sistema de controle trazer resultado, há
a necessidade de um profundo conhecimento da empresa, de suas atribuições e dos processos produtivos. Somente com o efetivo reconhecimento da
importância do papel da empresa perante seus colaboradores diretos e pela sociedade como um todo é que ficará possível retratar o meio ambiente
como parte integrante e de suma importância, para que, a mesma possa respeitar o princípio da contabilidade ambiental geralmente aceito – princípio
da continuidade – mantendo-se em atividade por tempo indefinido sem causar danos ao meio ambiente em que se encontra inserida, pelo contrário,

42 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Gestão Ambiental

tirando deste as vantagens competitivas. Para isso, o sistema de custos da qualidade total deve apurar os seus números que na maioria das vezes,
estão distorcidos por outros custos da empresa. Esses números tornam-se significativos para a organização, bem como para a qualidade de vida da
população atual e das gerações futuras.

Palavras-chave: Meio ambiente. Gestão ambiental. Contabilidade de custos.

Estimação da flora e diagnóstico de riqueza de duas áreas


fortuitas da Estação Ecológica (ESEC) do Seridó-RN
Autor: Ikaro Vicente Figueiredo Costa
Thales Alberto Freitas da Paixao
Luis Henrique Torquato Costa
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Conhecer a fundo a diversidade biológica, ou biodiversidade, de um local remete ao conhecimento sobre a variabilidade e vulnerabilidade dos com-
ponentes biológicos e físicos onde esta está inserida. A partir do conhecimento da complexidade dos organismos vivos (bióticos), flora e fauna, e sua
interação com aqueles não-vivos (abióticos), assim como suas interações com o meio, abre-se a possibilidade de melhor entendimento e gestão destes
recursos, a fim de se manter uma relação sustentável e racional dos recursos naturais disponíveis no meio. Tal conhecimento mostra-se necessário
dado o atual quadro de degradação e perda da biodiversidade – segundo estudos, 98% das espécies que já viveram na Terra, hoje estão extintas.
Dentre os fatores que concernem à biodiversidade, estão os ecossistemas e biomas, no Brasil são bastante variados e ricos. Entre eles, destaca-se
bioma Caatinga, que cobre cerca de 54,53 % dos 1.548.672 km² da área da região Nordeste (IBGE, 2005) e tem sua presença e caracterização bastante
específica, porém, é notável a pouca realização de estudos que fomentem o conhecimento sobre esse sistema ecológico. Na intenção de reverter esse
cenário e conhecer mais sobre a riqueza do ecossistema predominante da região, além de levantar dados concretos sobre o mesmo, o estudo em
curso objetivou estimar a riqueza da flora de duas áreas distintas inseridas no município de Serra Negra do Norte-RN, mais precisamente na Estação
Ecológica do Seridó. Para tanto se fez uso de coleta de dados , estatística descritiva e gráfica e o índice de riqueza de Jackknife. A área apresenta uma
das maiores regiões potiguares com presença massiva de cobertura da caatinga, no entanto, com índices elevados de degradação e desertificação
oriunda da atividade agropecuária que faz uso indiscriminado e irracional desse solo. No estudo foram delimitadas duas áreas de 625m², onde foram
catalogadas todas as espécies vegetacionais nessas duas áreas. Após o levantamento e a geração dos dados de riqueza das duas áreas observadas,
analisou-se que na primeira área, denominada área A, existiam 45 espécies da flora, compreendendo as seguintes espécies: Feijão-bravo (Capparis
flexuosa Linn.) e Marmeleiro (Croton sonderianus Mull. Arg.). Na segunda área, denominada área B, identificou-se 54 espécies no local, com destaque
para o Pau-Branco (Picconea excelsae (anton)) e a Jurema-Branca (Piptadenia stipulacea (Benth.) Ducke.). A partir dos dados coletados em campo,
estimou-se que a presença de 15 espécies na área B, enquanto que na área A, obteve-se 12 espécies. Com isso, conclui-se que, mesmo o estudo
sendo realizado em áreas relativamente pequenas, o bioma Caatinga apresenta significativa riqueza de biodiversidade da flora, fato exemplificado a
partir dos resultados encontrados.

Palavras-chave: Meio ambiente. Biodiversidade. Recursos naturais. Desenvolvimento sustentável.

Futuro problema ambiental em Mossoró


Autor: Lara Fernandes de Araújo Pereira
Paula Farah de Jesus
Antonia Patricia de Oliveira Carvalho
Denise Farah de Jesus
Orientador: Francely Martinelli Fernandes
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

De acordo com pesquisas bibliográficas, uma planta de origem indiana chamada de nim (Azadiractha indica A. Juss) e conhecida como árvore da vida, já
que a magnitude de seu porte físico oferece sombra: seus frutos atraem pássaros. O nim foi implantado no Brasil sem nenhum cuidado e acabou sendo
muito cultivado por moradores pela sua capacidade de repelir insetos. O nim contém cerca de 100 substâncias ativas que podem ser usadas contra mais
de 120 espécies de insetos. Aos insetos em que o nim não conseguiu repelir essa planta tem um truque, sua seiva tóxica ao entrar em contato com o
inseto gera mutação em seu gene. Assim, quando o inseto atingido se reproduz seus descendentes nascem com deformidades digestivas, impedindo de
se alimentar e consequentemente afetando diretamente a espécie. Mas foi com a intenção de diminuir doenças causadas por insetos que a prefeitura de
Mossoró começou a plantar mudas de nim pela cidade, o que ocorre é que por não ser uma planta nativa e de grande adaptação no , o nim não possui
predadores vorazes que detenha seu crescimento. O nim no Brasil se encontra em maior escala no Nordeste já que esse se assemelha ao seu país de
origem tanto pelo clima como pela qualidade do solo, no entanto no Brasil ele chega a ter duas safras ao ano que no normal seria apenas uma. O Rio
Grande do Norte planta o nim por causa de seu efeito fungicida, o que é um enorme erro, já que o planeta Terra não necessita de vertebrados para que

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 43


CST em Gestão Ambiental

possa continuar com seu funcionamento normal. No entanto se houver eliminação dos invertebrados, o planeta Terra decai, pois todo o ciclo de poliniza-
ção de plantas, e decomposição inicial será cessado. Esse poderá ser o cenário de Mossoró nas próximas décadas, uma terra seca, sem vida animal
(já que os herbívoros não existem por falta de plantas e, conseqüentemente os carnívoros também não existirão), com apenas uma planta invasora ao
seu território, o nim. A urbanização de Mossoró como de qualquer lugar, seria implantar espécies nativas de seu país e de preferência de sua região se
caso estivesse com um déficit em sua população para que a mesma não acabe sendo encarada com um problema ambiental de planta invasora.

Palavras-chave: Meio ambiente. Biodiversidade. Plantações – Nim.

Identificação e diagnóstico do uso socioeconômico da


madeira no município de Governador Dix-Sept Rosado-RN
Autor: Maria de Fatima Lopes
Maria de Fatima Bertuleza Peixoto
Orientador: Bruno Claytton Oliveira da Silva
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Na atual realidade, a madeira, que, no campo energético, é tradicionalmente chamada de lenha, ainda é uma das fontes energéticas mais utilizadas
em algumas regiões como é o caso da região Nordeste no Brasil. A lenha é uma das fontes energéticas provavelmente mais antiga do mundo. Hoje
sua utilização deve-se através da necessidade de se investir em novas matrizes energética renováveis, sendo elas de grande importância para a
economia de algumas regiões principalmente brasileiras, visto que 69% da madeira usada no Brasil destina-se ao consumo energético. Deste modo,
diante dos dados em observância, o presente trabalho objetiva diagnosticar o uso socioeconômico da madeira no município de Governador Dix Sept
Rosado, situado no estado do Rio Grande do Norte. O município tem um grande número de caeiras, empreendimentos que utilizam a madeira como
uma de suas principais fontes energéticas em atividades de carvoejamento do calcário sendo que a exploração dessa ocorre de forma irregular, ou
seja, sem nenhum tipo de aparato legal, mediante as legislações, o que desencadeia em uma série de impactos negativos como aqueles: relativos
a poluição visual; degradação das florestas do bioma local; emissão de CO2, em escala global; calcigenação do calcário; aumento nos índices de
doenças respiratórias em famílias residentes em volta do empreendimento; e alteração dos ecossistemas nativos. No entanto, a atividade gera
também impactos positivos como: aumento da oportunidade de emprego e crescimento da renda familiar; contribuição na movimentação financeira
do município, consequente do aumento do consumo; possibilidades de implantação em outros negócios do mesmo segmento de mercado; e de-
senvolvimento da competitividade no mercado consumidor. Para tanto, empregou-se, como material e métodos coletas de dados in loco, revisão
de literatura, avaliação de campo e aplicação de entrevistas não estruturadas, aplicadas junto a comunidades rurais. A partir do quadro observado,
pôde-se evidenciar que a exploração da madeira no município de Governador Dix-Sept Rosado, apesar da sua grande relevância para a economia
local, tem comprometido/impactado a capacidade de suporte do bioma predominante na área - Caatinga.

Palavras-chave: Meio ambiente. Exploração da Madeira. Fator Socioeconômico.

Levantamento e consequente análise de abundância de riqueza das espécies da


anurofauna nas áreas de preservação permanente do município de Mossoró –
Rio Grande do Norte: primeiros resultados
Autor: Nicholas Fernandes Monte de Souza
Aretha Brilhante Freitas
Luis Henrique Torquato Costa
Orientador: Daniel Cesar Barros Torres
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e considerado o principal ecossistema existente na Região Nordeste, estende-se pelo domínio de
climas semiáridos, numa área de 73.683.649ha, 6,83% do território nacional; estendendo-se pelos estados da BA, CE, PI, PE, RN, PB, SE, AL, MA
e MG. Apesar de estar localizado em área de clima semiárido, apresenta grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e endemismo. A
posição única na qual a caatinga se encontra entre os biomas brasileiros não garante o destaque merecido a tal bioma, por isso este é colocado sempre
em segundo plano quando se trata de estudos e da conservação da biodiversidade do país. Sabe-se que são escassos os trabalhos direcionados a
tal bioma, vendo isto o objetivo deste trabalho é a realização de um levantamento e conseqüente análise de riqueza das espécies da anurofauna nas
APPs do município de Mossoró – RN. Duas excursões semanais estão sendo realizadas desde Abril de 2009 e estas se estenderão até abril de 2010,
durante as quais são efetuadas buscas ativas noturnas em transecções aleatórias limitadas por tempo, com duração de duas horas cada, alternando
as transecções para uma amostragem homogênea, sendo no total oito transectos pré-estabelecidos em diversos pontos do município, onde são feitas
as observações/capturas dos espécimes em provável ciclo reprodutivo, forrageamento e em abrigos. Os exemplares são coletados manualmente e
acondicionados em sacos plásticos. Estão sendo registrados data e horário da observação/captura, dados biométricos, informações sobre o habitat e

44 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Gestão Ambiental

microhabitat utilizado pela espécie. Em laboratório, os exemplares são fixados em solução aquosa de formalina a 10%, conservados em álcool a 70% e
identificados em nível de espécie de acordo com a literatura especializada. Ao término do trabalho, as espécies-testemunho serão tombadas na Coleção
Herpetológica da UFERSA – Universidade Federal Rural do Semi-arido. Até o presente momento, foram realizadas 2 expedições a área, totalizando 16h
horas-observador de esforço de campo, onde foram registradas 8 espécies de anfíbios Anuros. Os anfíbios coletados pertencem as famílias Leptodac-
tylidae: Leptodactylus ocellatus (Linnaeus, 1758); x- (Spix, 1824), (A. Lutz, 1925), Tendo em vista que as expedições se iniciaram há pouco tempo e a
curva coletor ainda se encontra em ascensão e levando em consideração que levantamentos preliminares demonstram a possibilidade de ocorrência
de outras espécies para o bioma, estas ainda podem ser registradas para a área. Informações adicionais sobre ecologia dessas espécies e índices de
biodiversidade serão disponibilizadas durante a apresentação desse trabalho.

Palavras-chave: Meio ambiente. Ecossistema. Biodiversidade.

Levantamento e consequente análise de abundância de riqueza das


espécies de répteis nas áreas de preservação permanente do
município de Mossoró – Rio Grande do Norte: primeiros resultados
Autor: Nicholas Fernandes Monte de Souza
Aretha Brilhante Freitas
Luis Henrique Torquato Costa
Orientador: Daniel Cesar Barros Torres
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e considerado o principal ecossistema existente na Região Nordeste. Estende-se pelo domínio
de climas semiáridos, numa área de 73.683.649ha, 6,83% do território nacional. Apesar de estar localizado em área de clima semiárido, apresenta
grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e endemismo. A posição única, na qual a caatinga se encontra entre os biomas brasileiros
não garante o destaque merecido a tal bioma, por isso este é colocado sempre em segundo plano quando se trata de estudos e da conservação da
biodiversidade. Sabe-se que são escassos os trabalhos direcionados a tal bioma, vendo isto o objetivo deste trabalho é a realização de um levanta-
mento e conseqüente análise de riqueza das espécies de répteis nas APPs do município de Mossoró – RN. Duas excursões semanais estão sendo
realizadas desde Abril de 2009 e estas se estenderão até abril de 2010, durante as quais são efetuadas coletas passivas, através do uso de PittFall
e buscas ativas, através de coletas diurnas e noturnas em transecções aleatórias limitadas por tempo, com duração de duas horas cada, sendo
no total oito transectos pré-estabelecidos em diversos pontos do município, onde são feitas as observações/capturas dos exemplares. Estes são
coletados manualmente e acondicionados em sacos plásticos. Estão sendo registrados data e horário da observação/captura, informações sobre
o habitat e microhabitat utilizado pela espécie, bem como dados biométricos dos táxons. Em laboratório, os exemplares são fixados em solução
aquosa de formalina a 10%, conservados em álcool a 70% e identificados em nível de espécie de acordo com a literatura especializada. Ao término
do trabalho, as espécies-testemunho serão tombadas na Coleção Herpetológica da UFERSA – Universidade Federal Rural do Semiarido. Até o pre-
sente momento foram realizadas 2 expedições a área, totalizando 16h horas-observador de esforço de campo, onde foram registradas 10 espécies
de répteis. Os répteis coletados pertencem às famílias Chelidae: Phrynops sp.; Teiidae: Tupinambis merianae (Duméril & Bibron, 1839); Iguanidae:
Iguana iguana (Linnaeus, 1758); Phyllodactylidae: Gymnodactylus geckoides (Spix, 1825); Tropiduridae: Tropidurus torquatus (Wied, 1820); Am-
phisbaenidae: Ambhisbaena alba (Linnaeus, 1758); Dipsadidae: Philodryas nattereri (Steindachner, 1870), Philodryas olfersii (Lichtenstein, 1823),
Liophis viridis (Günther, 1862), Pseudoboa nigra (Duméril, Bibron & Duméril, 1854). Tendo em vista que as expedições se iniciaram a pouco tempo
e a curva coletor ainda se encontra em ascensão e levando em consideração que levantamentos preliminares demonstram a possibilidade de ocor-
rência de outras espécies para o bioma, estas ainda podem ser registradas para a área. Informações adicionais sobre ecologia dessas espécies e
índices de biodiversidade serão disponibilizadas durante a apresentação desse trabalho.

Palavras-chave: Meio ambiente. Répteis - espécies. Biodiversidade.

Levantamento e consequente análise de riqueza das espécies da


Ictiofauna do Rio Apodi-Mossoró no município me Mossoró –
Rio Grande do Norte: Primeiros Resultados
Autor: Jose Vicente Sousa Neto
Nicholas Fernandes Monte de Souza
Estela Maria de Souza Brito Vitorino
Jose Jhonatas Duarte Magalhaes
Orientador: Daniel Cesar Barros Torres
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 45


CST em Gestão Ambiental

O conjunto de espécies de peixes de água doce que ocorre na Caatinga representa o resultado de processos históricos de especiação vicariante, pos-
sivelmente determinados por transgressões marinhas, expansões do clima semiárido e reordenações na rede de drenagens, de processos ecológicos
que determinaram a adaptação de espécies às condições climáticas e o regime hidrológico da região e, finalmente, por processos antrópicos, como as
alterações ambientais e os programas de erradicação e introdução das espécies, que possivelmente levaram à exclusão de elementos autóctones da
fauna original. A ictiofauna da Caatinga mostra-se bem menos diversificada quando comparada à de outros ecossistemas brasileiros. Vendo isto, o obje-
tivo deste trabalho é a realização de um levantamento e conseqüente análise de riqueza das espécies da ictiofauna do rio Apodi-Mossoró no município
de Mossoró – RN. Três excursões semanais estão sendo realizadas desde março 2009 e estas se estenderão até março de 2010, durante as quais são
efetuadas buscas ativas diurnas e noturnas em pontos pré-determinados, com duração de 4 horas cada, alternando os pontos para uma amostragem
homogênea, sendo no total 4 pontos distribuídos pelo rio, onde são feitas as observações/capturas dos espécimes em provável ciclo reprodutivo ou em
deslocamento, bem como espécies abrigadas em locais de repouso. Os exemplares são coletados manualmente com auxílio de um barco, tipo panta-
neiro, redes de diferentes espessuras e espinhais e acondicionados em sacos plásticos. Estão sendo registrados data e horário da observação/captura,
informações sobre o habitat e micro habitat utilizados pela espécie e dados biométricos dos táxons. Ainda em campo os exemplares são fotografados.
Em laboratório, os exemplares são fixados em solução aquosa de formalina a 10%, conservados em álcool a 70% e identificados em nível de espécie
de acordo com a literatura especializada. Os peixes coletados até o presente momento pertencem às famílias: Tendo em vista que as expedições se
iniciaram a pouco tempo e a curva coletor ainda se encontra em ascensão uma vez que levantamentos preliminares demonstram a possibilidade de
ocorrência de outras espécies para o bioma, outras espécies ainda podem ser registradas para a área. Informações adicionais sobre ecologia dessas
espécies e índices de biodiversidade serão disponibilizadas durante a apresentação desse trabalho.

Palavras-chave: Meio ambiente. Peixes de água doce - espécies. Biodiversidade.

Levantamento prévio de um fragmento


florístico da Estação Ecológica do Seridó
Autor: Franciwander de Souza Pereira
Cesar Antonio de Souza Lemos
Alexandre de Lira Monte
Joelma Menezes
Francisco Alexandre Carvalho Silva
Orientador: Caio Cesar de Azevedo Costa
Linha de Pesquisa: Biodiversidade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A caatinga ocupa uma área de 734.478 km2 e é o único bioma exclusivamente brasileiro. Isto significa que grande parte do patrimônio biológico dessa
região não é encontrada em outro lugar do mundo além do Nordeste do Brasil. A caatinga ocupa cerca de 7% do território brasileiro. Estende-se pelos
estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia e norte de Minas Gerais. A caatinga tem uma
fisionomia de deserto, com índices pluviométricos muito baixos, em torno de 500 a 700 mm anuais. Em certas regiões do Ceará, por exemplo, embora
a média para anos ricos em chuvas seja de 1.000 mm, pode chegar a apenas 200 mm nos anos secos. A vegetação do bioma é extremamente diversifi-
cada, incluindo, além das caatingas, vários outros ambientes associados. São reconhecidos 12 tipos diferentes de Caatingas, que chamam atenção es-
pecial pelos exemplos fascinantes de adaptações aos semiáridos. Tal situação pode explicar, parcialmente, a grande diversidade de espécies vegetais,
muitas das quais endêmicas ao bioma. Estima-se que pelo menos 932 espécies já foram registradas para a região, sendo 380 endêmicas. A caatinga é
um tipo de formação vegetal com características bem definidas: árvores baixas e arbustos que, em geral, perdem as folhas na estação das secas (espé-
cies caducifólias), além de muitas cactáceas. A caatinga apresenta três estratos: arbóreo (8 a 12 metros), arbustivo (2 a 5 metros) e o herbáceo (abaixo
de 2 metros). O objetivo do presente trabalho foi realizar um levantamento florístico preliminar de um fragmento da área da ESTAÇÃO ECOLÓGICA DO
SERIDÓ, que tem como objetivo preservar o ecossistema da Caatinga, apresentando como peculiaridade a semiaridez do clima e a vegetação típica
do sertão nordestino. Para tanto foi feito um levantamento prévio de um fragmento florístico da estação ecológica do Seridó, que se ampliou através de
uma pesquisa realizada em uma área de 25m x 25m Os dados foram coletados por um grupo de seis pessoas, divididas em duas equipes de três alunos
que percorreram o fragmento identificando as diversas espécies encontradas. Identificadas as espécies o grupo buscou de cada uma delas a família
nome científico, nome popular e porte. Dessa maneira foram identificadas e registradas espécies da flora local, mais precisamente do bioma caatinga,
em uma área escolhida aleatoriamente no município de Serra Negra do Norte. Os resultados foram expressos em gráficos mostrando a florística e fisio-
nomia vegetal da área. Assim, foram observadas na área 10 espécies: angico (Anadenanthera macrocarpa (Benth)), Pau Branco (Picconea excelsae
(anton)), Jurema Branca (Piptadenia stipulacea (Benth) Ducke), Catinguero (Caesalpinia pyramidalis Tul), Mandacaru (Cereus jamacaru DC), Pereiro
(Aspidosperma pyrifolium Mart), Marmeleiro (Croton sonderianus Mull. Arg), Jurema Preta (Mimosa hostilis Benth). Jucá (Caesalpinia ferrea Mart. ex
Tul), Flôr de Besouro (Senna cearsis).

Palavras-chave: Ecossistema – Nordeste do Brasil. Biodiversidade. Estação Ecológica do Seridó.

46 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Gestão Ambiental

O Pinhão Manso no Nordeste brasileiro


Autor: Lara Fernandes de Araújo Pereira
Antonia Patricia de Oliveira Carvalho
Denise Farah de Jesus
Anailza Fernandes da Silva
Orientador: Francely Martinelli Fernandes
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A preocupação com as mudanças climáticas, o aumento no preço do petróleo, o êxodo rural fazem com que cada vez mais a biomassa seja estudada e divul-
gada, com o propósito de autonomia energética ou a fixação do homem no campo. No semiárido do Nordeste brasileiro, o cultivo da mamona já é bastante aceito
para ser uma das matérias primas na produção do biodiesel. No entanto, o Brasil tem uma rica biodiversidade de espécies de plantas oleaginosas, que lhe dá
escolha de uma planta que tenha a capacidade de exercer a mesma função com menos impactos ambientais na fase de maturação, produção e com o resul-
tado ainda mais favorável. O Pinhão Manso (Jatropha cursas L.) é uma planta oleaginosa nativa da América do Sul que pode ser cultivada em solos de pouca
fertilidade, suporta bem a seca e é adaptada a clima quente. Seu cultivo é rápido e de grande durabilidade, pode chegar a 40 anos e manter uma produtividade
de 2ton/ha. Em seu ciclo de vida, controla a erosão, melhora a fertilidade do solo e aumenta a renda de produtores rurais. De acordo com trabalhos e artigos
publicados, a cultura do pinhão manso é considerada bastante econômica, já que a planta não é suscetível a pragas e pode ser cultivada em áreas não propícias
para a maioria das plantas usadas com objetivo alimentício, seja para animais ou não. Com isso, o pinhão manso possui um grande potencial para ser utilizado
para a produção de biocombustíveis, já que possui propriedades nocivas e não poderia entrar no mercado de produtos alimentícios. O biodiesel feito com o óleo
do pinhão manso é considerado de excelente qualidade, já que com apenas 20% a mais de óleo (comparando com a quantidade utilizada na produção do biod-
iesel com o óleo de soja), exerce a mesma qualidade de funcionamento e produz uma fumaça menos danosa a saúde de seres vivos. Como a semente possui
83,9% de óleo, é uma planta que tem pouco desperdício: suas folhas servem de celulose para a produção de papel, sua torta é rica em nutrientes podendo ser
utilizada como adubo orgânico e fertilizante de boa qualidade. Apenas sua madeira é considerada de má qualidade. Por ser uma planta que se propaga rápido,
o pinhão manso pode vir a se caracterizar como uma planta invasora, mas, por ser nativa e sua semente não ser comestível, o problema pode ser resolvido por
base de zoneamento e de medidas preventivas, como a de cercar o local em cultivo. Apesar do pinhão manso já ser a primeira escolha para produtores que
queiram revitalizar o solo, ou utilizá-lo como cultivo de rotação, ele ainda é pouco estudado, apesar da grande procura.

Palavras-chave: Pinhão Manso. Desenvolvimento sustentável. Impactos ambientais.

O problema do desenvolvimento sustentável


Autor: Rafaella Romina Cavalcanti
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Entende-se por desenvolvimento sustentável o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender
as necessidades das futuras gerações, devendo ser ao mesmo tempo ecologicamente equilibrado, economicamente viável e socialmente justo. É o desenvolvi-
mento que não esgota os recursos para o futuro. Porém, sabemos que a maioria dos recursos naturais não é renovável. Pode-se afirmar então, que o problema
do desenvolvimento sustentável está em como acontece o consumo. Sabendo que o consumo é o ato ou efeito de consumir, corroer até a destruição, destruir
e que todo consumo causa algum tipo de impacto, positivo ou negativo tanto na economia, na sociedade, no meio ambiente, até em nós mesmos, devemos
nivelar esse consumo, equilibrando a ecologia e a economia para atingir o objetivo do desenvolvimento sustentável. Dentro deste contexto, o presente trabalho
objetivou realizar uma análise crítica do desenvolvimento social global, baseando-se em pesquisa bibliográfica. Pôde-se constatar que para o desenvolvimento
sustentável ser alcançado, não é preciso um congelamento no crescimento da população global e do capital industrial, pelo contrário, isso causaria uma crise
econômica global, tornando o mundo sem consumidores e consequentemente sem produtores, surgindo uma massa de desemprego, fome, violência, desigual-
dade social entre outros problemas causados por essa falta de capital de giro. A ideia do consumismo capitalista é válida, porém é preciso que haja um consumo
consciente e responsável, o denominado consumo verde, onde aconteça a combinação da ecoeficiência econômica com justiça social e prudência ecológica
por ambas as partes. O desenvolvimento sustentável parece certamente um objetivo utópico e inatingível, já que envolve uma mudança de comportamentos em
toda a sociedade, pois está diretamente associado ao modo como trabalhamos, produzimos, vivemos nossas vidas e ao modo com que os países e instituições
conduzem suas políticas. Mas as pressões de consumidores e organizações sobre as cadeias produtivas, e dos indivíduos sobre os governos e instituições
vêm gerando modelos de desenvolvimento e sistemas de gestão, que buscam compatibilizar o desenvolvimento econômico, o social e o meio ambiente. Com
isso, conclui-se que o desenvolvimento sustentável não é ambientalismo nem apenas meio ambiente, mas sim um processo de equilíbrio entre esses objetos.
A sustentabilidade é hoje o grande e maior desafio para a humanidade no século XXI.

Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável. Recursos naturais - consumo. Impactos ambientais e sociais.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 47


CST em Gestão Ambiental

Refletindo a criação de um jardim zoológico para a cidade de Mossoró/RN


Autor: Denise Farah de Jesus
Joao Paulo de Morais Nogueira
Paula Farah de Jesus
Simeia Moraes Sales
Orientador: Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Considera-se jardim zoológico qualquer coleção de animais silvestres mantidos vivos em cativeiro ou em semiliberdade e expostos à visitação pública.
Algumas experiências mostram relevante significado desse local para adultos e crianças, visto que, apreciar a diversidade da fauna e flora cria um
vínculo poderoso e universal com a natureza. O objetivo do trabalho é avaliar a importância da criação de um zoológico para a cidade de Mossoró/RN
com a finalidade de possibilitar alternativas para preservação /conservação da fauna e da flora, assim como, criar uma infraestrutura capaz de receber
as espécies da fauna do semiárido e animais advindos dos zoológicos estrangeiros e brasileiros, de doações supervisionadas pelo IBAMA, resgate da
fauna devido à construção de usinas hidrelétricas e apreensão de animais pelo IBAMA. A metodologia utilizada baseia-se numa pesquisa de campo e
bibliográfica. Os resultados da pesquisa apontaram para a importância do zoológico como um local não só para a recreação, mas com fins de estudos e
pesquisa, de conservação/preservação dos animais, promovendo a coexistência harmônica entre as espécies animais, o homem e os recursos naturais
com base no desenvolvimento sustentável. Assim, conclui-se que o zoológico é um empreendimento importante para a cidade e que a mesma possui
condições adequadas para a instalação do mesmo. Vale ressaltar que, em Mossoró, atualmente existe apenas um espaço que servia de zoológico para
UFERSA (Unidade Federal Rural do Semiárido), contudo, não funciona mais e isso traz à tona a necessidade ainda maior da criação do mesmo.

Palavras-chave: Meio ambiente. Zoológico. Gestão ambiental.

Viabilidade Eólica no Brasil


Autor: Breno Medeiros Menezes de Aguiar
Ana Renata Albuquerque Praxedes
Láiza Cristina Carlos Freire
Gabryelle Lorena Tavares de Monteiro
Orientador: Francely Martinelli Fernandes
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A matriz energética brasileira apresenta estrutura bastante rígida, calcada na geração de energia a partir de usinas hidrelétricas, usinas nucleares, e
combustíveis fósseis (petróleo, carvão mineral e gás natural). Estas fontes de energia causam impactos irreversíveis ao meio ambiente; fato que, nos
dias de hoje, tem impulsionado o planejamento e a implantação de energias sustentáveis no país. Neste cenário, a energia eólica aponta como uma
possibilidade viável, uma vez que apresenta poucas externalidades negativas e pode ser utilizada de forma ilimitada. Tendo essa situação em foco,
objetivou-se analisar qual seria o tipo de fonte de energia alternativa mais viável tanto em termos econômicos como ecológicos para reverter o quadro
atual. Para conseguir esse objetivo, a pesquisa foi baseada em coleta de dados através de livros, manuais e artigos científicos sobre o assunto. Esse
trabalho possibilitou a constatação de que a matriz energética brasileira está concentrada na geração de energia a partir de fontes não renováveis, o que
implica na necessidade de introduzir novas formas de obtenção de energia. Após a análise dos dados obtidos, pôde-se perceber que, dentre todos os
tipos de fontes de energia renováveis disponíveis (hidráulica, solar, eólica e biocombustíveis), a fonte eólica é a mais qualificada para a situação energé-
tica do Brasil. Como vantagens, apresentam custos de implantação e manutenção inferiores aos das fontes energéticas atuais, gera empregos diretos e
indiretos, pode ser considerada fonte de energia ecologicamente correta, por ser um recurso inesgotável, além de não gerar resíduos. Soma-se a estes
fatores, a diminuição da emissão de gases de efeito estufa (GEE), com a possibilidade de comercialização de créditos de carbono e o aproveitamento
de áreas desfavorecidas para outras atividades. Conclui-se, então, que a fonte eólica se mostra a mais viável para as necessidades atuais, tanto com
vistas ao desenvolvimento sustentável quanto para os problemas de abastecimento de energia no território nacional.

Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável. Impactos ambientais. Fontes de energias renováveis – Eólica.

48 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST EM GESTÃO
EMPREENDEDORA DE NEGÓCIOS

O Associativismo no setor supermercadista: um estudo de caso


da formação de rede de pequenos varejistas em Mossoró/RN
Autor: Gustavo Henrique Barreto de Sousa
Orientador: Rodrigo Jose Guerra Leone
Linha de Pesquisa: Empreendedorismo e Gestão do Conhecimento
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Admitindo a relevância das redes de negócios no cenário econômico brasileiro, pode-se afirmar que o nível de conhecimento sobre o assunto ainda
não é suficiente para esgotar as investigações acerca do mesmo. Com essa visão, o presente trabalho buscou fomentar importantes análises sobre
as redes de negócios supermercadistas de micro e pequeno porte, em especial, a Associação Rede 10 de Supermercados, avaliando de forma crítica
a sua formação e identificando os fatores que influenciam a sua sustentabilidade. A metodologia do estudo fundamentou-se em uma ampla pesquisa
bibliográfica, com o objetivo de ampliar o conhecimento teórico sobre as redes de negócios. Utilizou-se como base para a definição do modelo teórico,
a Escola do Poder, que preceitua a formação da estratégia como um processo explícito de influência, com ênfase para o uso do poder e política para
negociar estratégias viáveis ao atendimento de determinados fins específicos. Em seguida, foi realizada uma pesquisa quali-quantitativa de campo, que
teve como instrumento de coleta de dados um questionário com perguntas objetivas, direcionadas aos gestores dos 12 supermercados integrantes da
rede, para descrever características e analisar proposições. Foi utilizado o programa Statistica 6 para efetuar a análise descritiva dos dados. Os resul-
tados obtidos podem contribuir para uma melhor compreensão do processo de formação das redes de negócios. Os resultados permitem concluir que
para ser bem sucedida, a rede de negócios precisa ter uma proposta abrangente, mas ao mesmo tempo focar em objetivos claros e tratar da qualificação
e capacitação profissional de seus membros. Além disso, evidenciam, em conformidade com a literatura específica, que a rede assume um papel ex-
tremamente importante na realidade das empresas integrantes, ao conciliar concorrência e cooperação, e mobilizar os integrantes em torno de projetos
comuns, com foco no ganho de vantagem competitiva, estimulando o desenvolvimento e o crescimento sustentados. Ao final do estudo, destacam-se
algumas sugestões voltadas à ampliação do foco de atuação da Associação Rede 10 de Supermercados.

Palavras-chave: Redes de negócios. Empreendedorismo. Mercado – supermercadista.

Marketing a baixo custo: uma ferramenta possível


Autor: Jose Afonso Nunes
Linha de Pesquisa: Marketing
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Este trabalho aborda a questão do marketing a baixo custo como possibilidade. Embora diferente do pensamento de alguns autores consagrados a
respeito dos altos investimentos necessários, o texto traz uma reflexão sobre a criatividade associada às possibilidades do marketing como ferramenta.
É possível considerar que a evolução do marketing, nos aspectos mais abrangentes, evoluiu com plataformas arrojadas e profissionais nas grandes em-
presas, estas amparadas por agências especializadas. Surge assim a tese comum de que melhor que uma grande ideia é ter dinheiro para uma grande
campanha, em mídias eficientes e de amplo alcance. Hoje percebe-se um amplo setor da sociedade que, por falta de recursos ou de conhecimento
das tecnologias que o marketing oferece, fica à margem desse processo e perde possibilidades de viabilizar projetos, vender produtos e serviços e etc.
Quando se olha para as grandes campanhas de marketing, tem-se a impressão de que uma campanha grande e bem feita é a garantia do sucesso, o

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 49


CST em Gestão Empreendedora de Negócios

que nem sempre é verdade. Devem-se considerar os limites e possibilidades da abrangência do trabalho proposto. Muitas vezes pequenas organiza-
ções ou empresas obtêm resultados significativos com pequenos avanços. O texto traz a experiência do autor de como alguns trabalhos simples e
criativos podem gerar grandes resultados. Em síntese, sabemos do quão essencial é o marketing para as organizações, por menor que eles pareçam.
Embora, exista certo receio em relação ao dispêndio financeiro necessário para fazê-lo. O marketing é possível e está ao alcance de todos, seja de
pessoas, empresas ou de organizações sociais e usá-lo como uma ferramenta efetiva para viabilizar idéias e projetos poderá resultar em baixo custo.

Palavras-chave: Marketing – investimento. Estratégia. Ferramenta de marketing.

Propaganda e Publicidade: por que a confusão?


Autor: Jose Afonso Nunes
Linha de Pesquisa: Marketing
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Este trabalho aborda a ligeira confusão sobre conceito e significado para os termos Propaganda e Publicidade. Esta questão tem gerado algumas dúvi-
das, inclusive no meio acadêmico. Observa-se que esses termos vêm sofrendo mudanças no decorrer dos anos e ganhando outros significados. E isso
se reforça na medida em que grandes autores direcionam tais termos para suas áreas de atuação e pesquisa. O Conselho Executivo de Normas-Padrão
(CENP) considera sinônimas as expressões publicidade e propaganda. No entanto, uma das confusões que se observa entre os termos propaganda e
publicidade ocorre no campo das traduções de outros idiomas, especialmente da língua inglesa em que a área de negócios, administração e marketing
utiliza para propaganda o termo advertising e para publicidade, publicity, enquanto na área de comunicação social alguns autores utilizam termo public-
ity para propaganda e advertising para publicidade. Apesar das dúvidas e ambigüidades nas interpretações, alguns autores consideram irrelevante a
distinção entre estes vocábulos. Outros aspectos nos fazem crer que a confusão é desnecessária, pois a propaganda tem conceito e papel definido no
decorrer da história e nas ações do homem quanto ao uso desse recurso em seus diferentes ambientes sociais. A partir do século XVI, a propaganda
passa a ser usada de forma mais sistematizada, articulada e elaborada. Isso se dá através da igreja e das investidas evangelizadoras. No século XX,
com as grandes guerras e os grandes embates ideológicos entre nações, a propaganda passa a ser utilizada de forma mais intensa na defesa ou
condenação das diferentes ideologias políticas que surgiam. Com a força da indústria americana, a partir do século passado, e o com surgimento do
Marketing como uma ciência mercadológica, para alguns autores americanos, como Phillip Kotler e outros, os termos em questão assumem conceitos
mais definidos e direcionados ao estudo do mercado. Com isso, Propaganda recebe um enfoque de anuncio pago, enquanto Publicidade se reduz a um
dos recursos das relações públicas. Assim, algumas publicações respeitadas na literatura do Marketing reduziram os termos e retiraram, principalmente
da propaganda, os aspectos mais abrangentes, que em outros momentos da história promoviam enfoques mais amplos. Dessa forma, esse trabalho
não se propõe a questionar essas tendências, mas a regatar as ideias mais abrangentes do uso desses termos da maneira como são utilizados em
diferentes sociedades e como foram usados em épocas anteriores.

Palavras-chave: Publicidade - conceito. Propaganda – Conceito. Publicidade e Propaganda – Diferenças de terminologia.

50 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST EM PETRÓLEO E GÁS

Analise do Coeficiente de Expansão Térmica Linear dm


linhas de transporte de vapor na Indústria Petrolífera
Autor: Kilton Renan Alves Pereira
Linha de Pesquisa: Materiais de Construção e Sistemas Construtivos
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Na indústria do petróleo, o conhecimento das condições de operação e garantia da integridade de tubulações são de suma importância para toda a
cadeia produtiva. A variação do gradiente de temperatura em dutos transportadores de vapor d’água provoca variâncias dimensionais de acordo com a
temperatura de trabalho, afetando toda a cadeia de produção e exploração na indústria do petróleo. Isso provoca alterações nas características estru-
turais dos materiais (físico-químicos), reduzindo a resistência e rigidez, como também, acarretando o aparecimento de solicitações mecânicas ao longo
de toda a linha de transporte. Em geral, esses problemas são avaliados por ensaios não-destrutivos (líquido penetrante, ultrassom, partícula magnética),
dureza e metalografia. A avaliação experimental do coeficiente expansão linear dos materiais auxilia de forma eficaz na seleção e confecção de dutos,
principalmente quando se refere as tubulações transportadoras de fluidos a elevadas temperaturas. Essa informação auxilia na prevenção contra alguns
problemas, como: fadiga térmica, trincas e corrosão sob-tensão. O objetivo deste trabalho é obtenção experimental do coeficiente de expansão linear de
dutos compostos por três materiais diferentes (Aço Carbono SAE 1020, Cobre e Latão) através do uso de um conjunto para dilatação linear com gerador
elétrico de vapor. A análise foi realizada através de relações matemáticas conhecidas na literatura por interpretação de gráficos obtidos experimental-
mente e tratamento estatístico das medições realizadas. Os resultados apontaram que esse é um método seguro, visto que os valores apresentados
ficaram próximos aos encontrados na literatura. E, portanto, essa avaliação experimental poderá contribuir para a crescente credibilidade na construção
e utilização de linhas de condução de vapor d’água, indicando possíveis problemas que podem ser previamente evitados.

Palavras-chave: Indústria do petróleo. Coeficiente de Expansão Linear de dutos. Gerador elétrico a vapor.

Catalizador reduz o consumo de combustíveis


Autor: Márcio Régio Lins de Sousa
Anaxamanda da Silveira Silva
Reijane Fernandes da Costa
Francisco Antonio Mendonca Filho
Polintia Rayza Brito da Silva
Linha de Pesquisa: Mercado de Trabalho
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A gasolina é um combustível constituído basicamente por hidrocarbonetos. Esses são, em geral, mais “leves” que aqueles que compõem o óleo diesel,
pois são formados por moléculas de menor cadeia carbônica. A MÁ queima desses combustíveis libera gases tóxicos que comprometem a qualidade
do ar que respiramos e também podem causar as chamadas chuvas ácidas e o Aquecimento Global. Esses são alguns dos agravantes. Já nos motores
à combustão interna a sua queima não é total, entre 75% para diesel; 82% para gasolina e 89% para álcool. O uso do Catalizador para Combustíveis
torna esta queima mais completa e eficiente, gerando inúmeros benefícios, tais como, economia de combustível (14% a 25%); redução da emissão de
gases poluentes (70% à 80%); menos desgaste mecânico e aumento de potencia do veículo (15% à 20%). O objetivo em apresentar este projeto é o

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 51


CST em Petróleo e Gás

resultado de 2 anos de análise e testes junto a empresas que utilizam esse produto e que comprove sua eficácia na queima de combustíveis fósseis,
eliminando assim perdas financeiras das empresas, os danos ambientais e mecânicas dos veículos. Objetiva ainda fortalecer a prática do curso de CST
- Petróleo e Gás, do qual sou aluno, como também o aprimoramento deste projeto universitário que pode posteriormente ser apresentado às empresas
do ramo de petróleo e de transportes em geral. Assim, em tempos de CRISE, isso a oportuniza a redução as emissões de poluentes como também a
redução os custos finais com combustíveis utilizados em sondas de perfuração.

Palavras-chave: Petróleo – Combustível. Estratégia. Catalizador.

Controle de qualidade da água utilizada nos


métodos de recuperação de reservatórios
Autor: Telêmaco Sandino de Medeiros Crispiniano
Andre Luiz de Andrade Alves
Luiz Pereira da Silva Neto
Gabriel Mesquita Soares
Orientador: Juliana Rocha Vaez
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Este trabalho tem como objetivo geral estudar a viabilidade do uso da injeção de água em reservatórios de petróleo com o objetivo de recuperar
poços que, naturalmente, acabam por apresentar um declínio na pressão natural preexistente, o que consequentemente dificulta a produção
econômica do reservatório. Os objetivos práticos básicos dos métodos de recuperação são o aumento da eficiência e a aceleração da produção e,
no caso da utilização da água, que normalmente é retirada dos próprios reservatórios, é o principal método convencional de recuperação por possuir
vantagens sobre outros mecanismos devido a água ser relativamente barata para se obter e para se injetar, e funciona bem no deslocamento do
óleo de um reservatório. Baseado nisso, a pesquisa será desenvolvida no Canto do Amaro, situado na parte nordeste da Bacia Potiguar emersa a
25 km ao norte de Mossoró e a cerca de 310 km de Natal. Com uma área de 85 km², é hoje o maior campo de produção de petróleo e gás do Rio
Grande do Norte e o maior campo terrestre do Brasil. No campo já foram perfurados 1329 poços e, atualmente, há 1181 colunas produtoras e 675
colunas injetoras. O volume de água injetada no campo é de cerca de 200 mil m³/dia. A pesquisa deverá avaliar se esse sistema de produção pos-
sui um plano de gerenciamento de risco, que contemple todas as atividades previstas em análise preliminar de riscos baseado em um sistema de
gestão de segurança, meio ambiente e saúde (SMS) que atende aos requisitos das normas regulamentadoras do setor e, principalmente, se esses
sistemas de gerenciamento de riscos ambientais são seguidos à risca pelas empresas produtoras de petróleo e gás e o processo de tratamento
que essa água recebe antes de ser injetada nos reservatórios minimizando assim os possíveis danos que possam ser causados ao ambiente, mais
precisamente às formações rochosas, lençol freático e micro-organismos.

Palavras-chave: Recursos naturais – água. Desenvolvimento Sustentável. Reservatório – Produção econômica.

Máquina recuperadora de prata


Autor: Felipe Galvao Ferreira
Thalytha Thatyane Medeiros da Silva
David Willyans Soares da Nobrega
João Paulo Melo Ribeiro
Linha de Pesquisa: Empreendedorismo e Gestão do Conhecimento
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A agressão ao meio ambiente é uma problemática não pouco difundida, sendo a mesma de interesse geral. Diante desse aspecto, a preservação
desse bem torna todos os esforços para esse acontecimento considerados de suma importância. É do conhecimento de todos que a presença de
metais pesados traz prejuízos e causa impactos muito fortes no meio ambiente e na população. No entanto, é de suma importância a implementação
de um equipamento que recupere e remova do meio ambiente tais elementos nocivos à saúde ambiental e humana. Como, por exemplo, a prata que é
despejada no meio ambiente através de fixadores radiológicos. Essa proposta pretende pesquisar a viabilidade técnica e financeira para ajustar essa
máquina à realidade de Mossoró e região, objetivando a coleta e o beneficiamento de químicos radiológicos, removendo cristais de prata presentes em
fixadores radiológicos, por meio de uma máquina recuperadora de prata, o que previne a contaminação do meio ambiente e das pessoas. Um produto
que outrora seria descartado por empresas, hospitais, sendo reaproveitado de forma inteligente e benéfica a todos por meio de reciclagem e revenda
desse produto. A metodologia será embasada em fontes bibliográficas e orientações interdisciplinares, envolvendo as disciplinas de Meio ambiente,
Empreendedorismo e Química. Compõe uma amostragem físico-quimica que pode dar testemunho de várias etapas do processo de recuperação da
prata utilizando a eletrólise como base para a renovação desse metal. O fato de estarmos ingressando agora na faculdade nos leva apenas a iniciação
de pesquisas sobre esse assunto.

Palavras-chave: Preservação do meio ambiente. Metais – reciclagem. Gestão ambiental.

52 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Petróleo e Gás

Sustentabilidade e o desafio para a criação de um


empreendimento: Plano de negócio da FLORAMBI
Autor: Ramon Rodrigues dos Santos
Pedro de Alcantara Fernandes Lima Junior
Keiko Ramon Moura de Araujo
Sanderson Maxwell de Freitas
Francisco Gilson do Nascimneto
Orientador: Juliana Cristine da Silva Rosario
Linha de Pesquisa: Estratégia e Competitividade
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A FLORAMBI nasceu da necessidade de preservação da flora Semiárida do nosso município (Mossoró R/N) que sofre muito com o desmatamento,
principalmente da exploração de petróleo e a falta de consciência da população em relação ao meio ambiente. A retirada total ou parcial da cobertura
florestal, bem como o uso inadequado dessas áreas, reduz a biodiversidade local e pode levar à degradação dos solos através do processo de erosão
e empobrecimento do mesmo pela desagregação, remoção e deposição das partículas para outro lugar, chegando á condições extremas de desertifica-
ção. Pensando neste ícone, a FLORAMBI visa dar sua contribuição para a redução do efeito estufa, através da capitação do CO² pela fotossíntese, in-
corporação do Carbono à biomassa da madeira e liberação de Oxigênio para atmosfera, favorecendo assim a qualidade de vida. Desenvolverá projetos
de paisagismo, recuperação de áreas degradadas, entre outros serviços, que contribuirá para a conservação e preservação dos recursos ambientais e a
consolidação da consciência ambiental, contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável. Para comprovarmos a eficiência dessa futura empresa
realizamos uma pesquisa de campo investigativa e exploratória, com o nosso público-alvo, para o qual aplicamos um questionário de perguntas abertas
e fechadas, onde a analise dos resultados obtidos comprovou que 60% dos entrevistados aprovaram o nosso serviço caso a empresa venha a funcionar,
pois os mesmos necessitam desse serviço e tem que buscar empresas fora do estado para suprir suas necessidades. Diante dos dados obtidos, com
a pesquisa, objetivamos desenvolver essa empresa através de um plano de negocio pela equipe.

Palavras-chave: Meio ambiente – preservação. Empreendimentos – FLORAMBI. Desenvolvimento Sustentável.

Relação entre o meio ambiente e a saúde do trabalhador


Autor: Rafael Medeiros Santos
Italo Bruno Ge Negreiros
Orientador: Ariadne Sarynne Barbosa de Lima
Linha de Pesquisa: Estudos Sócioambientais e Culturais

As doenças tornaram-se representações do comprometimento do organismo humano que surgiam devido as causas biológicas, físicas e químicas, entre
outras. Em relação aos fatores causadores de doenças mais comuns, começaram a existir incoerências e alguns conceitos tiveram que ser revistos,
devido ao fato de que a presença dos agentes patológicos no organismo nem sempre provoca doença. Uma pessoa não adoece somente em função da
presença de agentes nocivos no ambiente, e sim pelo fato de tornar-se sensível a esses agentes. Pode-se, segundo referencias que o dano ambiental
não tenha efeito apenas unidirecional, atingindo também, direitos individuais, pois estes são ligados ao meio ambiente do trabalho, incidindo direto na
saúde do trabalhador. Visando entender a relação entre o ambiente e a saúde do trabalhador por meio da interdisciplinaridade numa abordagem teórico-
prática, objetivou-se caracterizar o tipo de ambiente, observar os riscos existentes à saúde do trabalhador, correlacioná-los com o tipo de atividade
desenvolvida e com os conteúdos vistos nas disciplinas de Biologia Aplicada e Segurança, Meio ambiente e Saúde. Para isso foi realizada uma visita
técnica a uma salina localizada à margem da BR-304, no município de Assú/RN. Na mesma, cujo principal produto comercializado é o sal de consumo
animal. Foi realizada avaliação técnica, dentro da qual podemos observar diversas infrações, que ferem os direitos e a saúde do trabalhador. Sendo
as principais infrações: ausência de EPI´s; a presença de lixo a céu aberto, maquinário enferrujado e sem condições de uso; sala de máquinas de
alta tensão sem identificação de aviso de perigo; ausência de local apropriado para higienização pessoal, a área de empacotamento do sal, não havia
circulação de ar suficiente expondo os mesmos a possíveis doenças ocupacionais, etc. O conceito de saúde vem sofrendo constante modificação de
acordo com a evolução tecnológica e cientifica no descobrimento de doenças, segundo conceitos baseados na OMS. Estas modificações se devem a
visível interferência do meio ambiente na saúde do trabalhador. Com base no que foi observado durante a visita pode-se concluir que apesar da procura
permanente da alta produtividade com o objetivo eminente de lucros acima da média com custos cada vez menores. Ainda assim, é importante a preo-
cupação com a segurança e saúde do trabalhador, considerando que os mesmos são importantes para o desenvolvimento e crescimento da empresa
tem que se levar em consideração que a promoção e prevenção de acidentes são aspectos indispensáveis e que ajudam a mesma a obter resultados
qualitativos e quantitativos.

Palavras-chave: Meio ambiente. Saúde do trabalhador. Segurança do trabalhador.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 53


CST em Petróleo e Gás

Analise do processo de Combustão dos Alcanos


Autor: Gessyca Ligia Melo Souza
Joao Cicero da Fonseca Neto
Káthya Linelly Alves Tavares
Joao Cicero da Fonseca Neto
Káthya Linelly Alves Tavares
Orientador: Ariadne Sarynne Barbosa de Lima
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Urbano e Responsabilidade Social
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Os alcanos são compostos orgânicos pertencentes à função hidrocarbonetos constituídos por dois elementos (carbono e hidrogênio) e apresentam
apenas ligações simples entre os átomos de carbono que formam a cadeia, o ciclo ou anel. Possuem fórmula geral Cn H2n+2, e dependendo da
quantidade de carbonos da cadeia estes podem apresentar-se nos estados sólidos, líquidos ou gasosos. São caracterizados por possuir baixa
reatividade, podendo ser chamados de parafinas. São considerados bons combustíveis devido à grande quantidade de energia que liberam durante
o processo de queima. A combustão ou queima é uma reação química exotérmica entre uma substância (o combustível) e um gás (o comburente),
geralmente o oxigênio, para liberar calor. Em uma combustão completa, um combustível reage com um comburente, e como resultado se obtém
compostos resultantes da união de ambos, além de energia, sendo que alguns desses compostos são os principais agentes causadores do efeito
estufa. O presente trabalho teve por objetivo identificar os alcanos como bons combustíveis, comparar os processos de combustão com os tipos
de cadeias dos hidrocarbonetos, comparar o processo de combustão com a variação de número de carbono e comparar os estados físicos das
substâncias com a variação de carbonos na cadeia. Durante o desenvolvimento do procedimento prático foram utilizados como reagentes combus-
tíveis a gasolina, óleo diesel, parafina e vaselina. Com auxilio de uma pinça de madeira conectada a uma espátula foram colocadas sete gotas de
gasolina, e em seguida esta foi submetida à chama de uma lamparina, o mesmo procedimento foi realizado com os demais compostos. Durante o
procedimento foi observado que a gasolina (liquido) possui um alto grau de inflamabilidade, com chama uniforme e combustão incompleta; o óleo
diesel (líquido) possui inflamabilidade inferior a da gasolina e combustão incompleta; a parafina e a vaselina que são sólidas não são inflamáveis
e ambas as combustões são incompletas. Sendo assim, com o referido trabalho pode-se concluir que o processo de combustão esta relacionado
com a quantidade de carbono da substância e a quantidade de oxigênio encontrado, e que quanto maior a cadeia carbônica, menor será inflamabili-
dade do composto e maior o tempo de combustão. A relação entre carbono e oxigênio pode afetar nas determinadas reações de combustão, pois
a quantidade insuficiente ou o excesso de ambos podem ocasionar uma reação do tipo incompleta ou totalmente incompleta. As mesmas foram
caracterizadas pelo tipo de produto gerado pós-queimada do combustível, onde observou o surgimento de monóxido de carbono para gasolina e
óleo diesel (fumaça esbranquiçada a cinza intensa) e de carbono – fuligem (fumaça preta intensa).

Palavras-chave: Combustão – Alcanos. Processo de Combustão. Desenvolvimento Urbano

Derivados do milho: Bioplástico e fluido de perfuração


Autor: Luiz Eduardo da Cruz Silva
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Junto com despertar da era da sustentabilidade, há um consenso global no setor quanto a necessidade de se tratar de forma proativa de assuntos tais
como o esgotamento de recursos. Com este projeto objetivamos esclarecer a respeito do uso de derivados de milho e sua utilização na fabricação de
goma xantana, que é um polissacarídeo obtido naturalmente pela fermentação da bactéria do gênero . Sua produção, comercialização e utilização como
espessante e estabilizante tornou-se crescente com o passar dos anos. Na indústria petrolífera a goma tem sido empregada principalmente em fluido
de perfuração de poços e na recuperação terciária de petróleo. Como a perfuração de um poço é uma tecnologia-chave para exploração e produção de
petróleo, a correta formulação do fluido de perfuração é de fundamental importância para que este possa auxiliar durante o processo. Para isto, diversos
produtos são adicionados ao fluido, dentre eles, argilas e polímeros utilizados para controlar a viscosidade, o limite de escoamento, a força gel e filtrado
em valores adequados para conferir ao fluido uma boa taxa de remoção dos sólidos perfurados e capacidade de estabilização das paredes do poço. Os
derivados do milho também estão presentes na indústria bioquímica na produção de bioplástico. Pesquisas com plásticos feito de milho existem desde a
década de 30, mais apenas nos últimos anos obtiveram produtos com a resistência e a facilidade de manipulação exigidas pela indústria, os chamados
bioplásticos oferecem ao mundo uma maneira de reduzir ao máximo sua dependência do petróleo, pois a maioria dos plásticos produzidos no mundo
são sintéticos, compostos derivados de petróleo e demoram de 200 a 400 anos ou mais para se degradarem. Já os bioplásticos levam em torno de 18
semanas para se degradarem. Onde quase todos são biodegradáveis.

Palavras-chave: Derivados do milho – utilidades. Desenvolvimento Sustentável. Goma. Perfuração de poços.

54 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


CST em Petróleo e Gás

Educação Ambiental
Autor: Robertson Elmer Oliveira Bandeira
Jorge Henrique Lopes de Carvalho
Kaiany Cristina de Oliveira Costa
Arissa Lidiane Fernandes Rezende Reges
Polintia Rayza Brito da Silva
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Em uma sociedade cada vez mais degradada as conseqüências tornam-se cada vez mais impactantes e a, educação ambiental surge como um aliado
para diminuir tais agressões, buscando a participação e mobilização da população no processo de preservação ambiental e incentivo da mesma. A
educação ambiental poderá ser desenvolvida por meio de trabalhos comunitários, curso, palestras e inclusão da disciplina Meio Ambiente nos currículos
escolares de nível médio e fundamental, onde deverão ser discutidas amplamente todas as evidências da problemática e prováveis soluções. Dessa
forma a educação ambiental quando acessível poderá gerar uma postura mais viável, mostrando o papel da sociedade no meio ambiente. Dentro dessa
perspectiva essa educação ambiental levará a população em geral a prática da responsabilidade ambiental. Na pesquisa realizada pelo grupo do curso
de petróleo e gás da UnP Mossoró, podemos observar um interesse da sociedade com respeito as preocupações ao meio ambiente; Foi observado
através da pesquisa à falta de conhecimento, por parte dos moradores do bairro Lagoa Seca localizado no município de Apodi. Não podemos deixar de
observar o interesse também dos pesquisado em relação de como eles poderiam contribuir Para diminuir essas agressões. O trabalho propõe mostrar
através de gráficos estatísticos e imagens, as principais conseqüências ambientais causados pela degradação do homem com o seu crescimento
descontrolado e a falta de conhecimento Ambiental por parte da comunidade. E a perspectiva dos mesmos em relação a sua contribuição. O público
alvo se constituiu de diferentes grupos sociais, que aglutinaram desde a população residente nos núcleos urbanos e comunidades rurais, até lideranças
comunitárias, agentes econômicos e professores do bairro de Lagoa Seca do município de Apodi.

Palavras-chave: Meio Ambiente. Educação Ambiental. Desenvolvimento Sustentável.

Fontes de energias e meio ambiente: uma perspectiva para o futuro


Autor: Cammila Yochabell dos Santos Medeiros
Luciany Alves do Nascimento Cunha
Paulo Eduardo de Medeiros Couto
Suyana Maria Costa de Medeiros
Liebson Henrique Bezerra Lopes
Orientador: Tulio Wagner Batista Jacinto
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No inicio da socialização humana o homem utilizava fontes de energia conhecidas como antigas ou arcaicas, sendo elas principalmente a força dos
próprios músculos, a força animal e o fogo. O nosso objetivo é mostrar as principais fontes de energia, expondo os malefícios que elas podem nos trazer,
e também os benefícios que as mesmas nos trazem. Através de pesquisas e estudos, descobrimos que com a Revolução Industrial surgiram as chama-
das fontes de energia modernas, que garantiam um maior rendimento, a primeira a ser utilizada foi o carvão mineral responsável pelo inicio da emissão
dos gases poluentes, esta energia possui baixo custo, teve seu ápice de utilização na primeira revolução industrial e ainda é utilizada. A energia elétrica
surgiu junto com o petróleo tendo seu inicio de utilização na segunda revolução industrial, já substituindo gradativamente o uso do carvão mineral. A
principal forma de obtenção desse tipo de energia se dá através de usinas hidroelétricas e nucleares, que têm seu funcionamento bastante questionado
por ambientalistas, devido aos impactos na fauna e na flora da primeira e os riscos de contaminação da segunda. O consumo do petróleo vem crescendo
dia a dia, principalmente, por veículos motorizados e indústrias. Este consumo está causando sérios danos para o meio ambiente, devido os gases que
aceleram o efeito estufa, porém, é um mal necessário, pois a economia mundial cresce decorrente deste combustível fóssil. Outra alternativa que já
esta sendo utilizada é o gás natural que apesar de não ser uma fonte de energia limpa, emite menos poluentes e possui um custo mais baixo que as
demais. O resultado que obtivemos foi o conhecimento de que a população já percebeu que não pode continuar extraindo os recursos do planeta sem
se preocupar com a natureza, porém, o lado econômico muitas vezes se torna superior a qualquer lado ambiental. Enfim, além de mostrar as alternativas
que estão sendo empregadas para amenizar os danos já sofridos pelo meio ambiente, informá-la da busca por energias que possam atender bem o lado
ambiental e econômico, e do surgimento de novas descobertas que possam ajudar para que isto aconteça.

Palavras-chave: Meio Ambiente. Fontes de energia. Desenvolvimento Sustentável.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 55


CST em Petróleo e Gás

O processo de combustão dos hidrocarbonetos e sua interferência no meio ambiente


Autor: Mariza Gomes de Lima
Nayany Paula Lopes Cabral
Alamo Carlos de Oliveira Lima
Indira Mayara de Holanda Costa
Leila Bandeira Honorato
Orientador: Ariadne Sarynne Barbosa de Lima
Linha de Pesquisa: Estudos Sócio-Ambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Notadamente, o avanço tecnológico e a urbanização da paisagem impulsionaram grandes transformações à natureza. Diretamente afetado pela queima
de hidrocarbonetos, o efeito estufa é um fenômeno natural indispensável para manter a superfície do planeta aquecida e se caracteriza por reter o calor do
Sol na atmosfera, formando uma espécie de cobertor em torno do planeta, impedindo que ele escape de volta para o espaço. Este fenômeno se torna um
problema ambiental, quando a emissão de gases do efeito estufa é intensificada pelas atividades humanas, causando um acréscimo da temperatura média
da Terra levando ao fenômeno conhecido como Aquecimento Global. A concentração de CO2 na atmosfera cresceu principalmente pelo uso de carvão,
petróleo, gás natural em termoelétricas, indústrias, automóveis e também pela devastação e queima de florestas. Objetivamos com presente trabalho definir
os hidrocarbonetos, identificá-los como fontes de combustíveis, identificar os tipos de interferência dos mesmos no meio ambiente e relacionar o tipo de
combustão com o aumento dos gases no ambiente. Para isso utilizou-se como método o processo de revisão de literatura em sites, livros e artigo científicos
(nacionais e internacionais) os últimos 5 anos. Com a pesquisa, constatamos que os combustíveis fósseis fazem parte dos hidrocarbonetos que são com-
postos orgânicos formados somente por átomos de carbono e hidrogênio, que sofrem reação combustão na presença de comburentes (O2), sendo esta
caracterizada pela grande quantidade de energia liberada, podendo produzir dióxido de carbono (CO2), monóxido de carbono (CO); ou apenas carbono
na forma de fuligem (C) e água, respectivamente. Os hidrocarbonetos participam ativamente das reações de formação do esmog fotoquímico que, além da
geração de oxidantes, como o ozônio, reduzem a visibilidade do ambiente. Apesar de ser na maioria das vezes de origem biológica (campos de combus-
tíveis fósseis, áreas geotérmicas e incêndios naturais), os hidrocarbonetos podem ter fontes tecnológicas tais como combustão incompleta de combustíveis
voláteis (gasolina, óleo diesel etc.) e do uso de hidrocarbonetos como matéria-prima de processos industriais. Podemos concluir que é necessário mudar
hábitos de consumo, repensar os processos produtivos, urbanizar com o mínimo de impactos, gerar formas alternativas de produção energética, enfim, criar
e estabelecer outros princípios e valores que perpassam pela cooperação e transformação do atual modelo, constitui-se um desafio a ser enfrentado a fim
de tentar minimizar os efeitos causados pelos gases produzidos durante o processo da queima de hidrocarbonetos.

Palavras-chave: Meio ambiente. Hidrocarbonetos. Combustão.

56 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


DIREITO

Ensaios sobre a propriedade intelectual sob a óptica universitária


Autor: José Clebson de Aquino Rodrigues
Natália Mabel Santos de Oliveira Souza
Luciara de Freitas
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Até há bem pouco tempo, as criações do gênio humano se proliferava na sociedade, sem muito questionar quem de fato era o seu verdadeiro cria-
dor. Até ai, digamos: tudo bem. Mas uma questão começou a ganhar contornos, pois o direito também acompanhou essa evolução e disseminação
entre nós. A informação e a velocidade se tornaram o binômio mais utilizado por um novo modelo de globalização econômica em todas as áreas do
pensamento humano. As necessidades industriais e políticas passaram a exigir uma nova forma de propriedade. Este “bum” ocorreu a partir do Re-
nascimento. O conceito de propriedade intelectual nasceu para resguardar o fruto do trabalho do autor e assegurar sua justa remuneração. Em dias
atuais, esse entendimento sofreu alterações conforme a necessidade protecionista de cada grande investidor. Inúmeros contos de histórias, contos e
tradições como o Lobo Mau, foram apropriados sem nenhum pagamento, e transformadas em produto intelectual, com a tutela do investidor interessado.
O conhecimento livre transformou-se em fonte de lucro para o primeiro que se apropriar de uma idéia pública. E assim ocorre com o acervo cultural
humano sob o nosso olhar. Em 1967, constitui-se como órgão autônomo dentro do sistema das Nações Unidas a Organização Mundial da Propriedade
Intelectual (OMPI, ou, na versão inglesa, WIPO), englobando as Uniões de Paris e de Berna, além de realizar articulações com a recente União para
a Proteção das Obtenções Vegetais e a administração de uma série de outros tratados. O direito à proteção da propriedade intelectual foi formalmente
reconhecido na Inglaterra no século XVIII com a lei do “” que era tanto uma garantia quanto um incentivo à produção intelectual, já que aos autores era
assegurado o monopólio sobre sua obra. Esse monopólio veio a dar sustentabilidade aos autores, tendo em vista que estes carecem fundamentalmente
de tempo e investimentos para a conclusão de seus trabalhos. O que deve ser analisado, entretanto, é até que ponto essa proteção esbarra na difusão
do conhecimento, da cultura e da tecnologia, embora seja ela a mantenedora dos recursos adstritos aos autores-criadores, é também ela que encarece
a criação, restringindo o acesso a estas e o desenvolvimento sociocultural da sociedade. Há que se encontrar, todavia, um ponto de equilíbrio entre a
rigorosidade legislativa assistencialista e o progresso do conhecimento. Nesse sentido, não podemos esquecer que o trabalho de um autor-criador é de
uma vida inteira de estudos e depreende muito tempo e investimento, não obstante não podemos afirmar que a recompensa financeira é o carro chefe
que impulsiona uma carreira. Não podemos esquecer a sua função social, que habita exatamente na divulgação do conhecimento, o desejo pessoal do
exercício intelectual para promover o desenvolvimento social e não apenas com vistas à lucratividade emanada de seus direitos autorais.

Palavras-chave: Direito Autoral. Disseminação da informação. Conhecimento Tácito.

Uma avaliação do impacto social da Lei 11.340/06 na cidade de Mossoró-RN


Autor: Germano Manoel da Silva Neto
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A lei 11.340/06 denominada Maria da Penha promove uma mudança real nos valores sociais, que naturaliza a violência contra a mulher, em que os modelos
de dominação masculina e subordinação feminina durante séculos foram aceitos pela sociedade. Hoje não mais, pretendendo ser instrumento de mudanças
política, jurídica e cultural. A pesquisa buscou avaliar o impacto da lei na cidade de Mossoró- RN. Faltam políticas publicas para a melhor execução da lei

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 57


Direito

na cidade. Primeiro foi feito um levantamento quantitativo na DEAM, e também através de professores do Curso de Serviço Social da UERN, no segundo
momento entrevistamos a delegada para que pudéssemos caracterizar a aplicação da lei, pois o maior objetivo é saber como a Lei 11.340/06 Maria da
Penha está sendo aplicada na cidade de Mossoró-RN. De acordo com as estatísticas da DEAM, foram feitos 2.295 BOs, no período entre 2007 e 2008 por
mulheres vitimas de violência domestica. Totalizando em 2007, 1.287 e 1.008 em 2008. As denúncias estão divididas em 669 ameaças, 306 lesões e 177 v.
fato, no período de 2007 e em 2008, 700 ameaças, 236 lesões e 103 v. fato. Segundo a Delegada Dra. Cristiane, houve algumas denuncias, das quais as
mulheres se beneficiaram com a ocasião. A lei 11.340/06, Maria da Penha, traz mais segurança às mulheres de modo geral, e mais cautela no âmbito da
violência doméstica, em Mossoró-RN. Essas vítimas estão sendo beneficiadas com políticas de proteção e prevenção, mesmo as que não levam adiante a
denuncia contra o seu agressor,com isso, a DEAM busca atingir índices baixos a cada ano, coibindo assim essa violência contra a mulher em Mossoró.

Palavras-chave: Lei Maria da Penha. Violência contra a mulher. Direitos fundamentais.

A admissibilidade da legalização do aborto no Brasil


Autor: Lara Rafaella Lacerda Brasil
Kaio César Coelho Nunes
Ramon Rodrigues de Souza
Andreia Marinho Carvalho Alves
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso À Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Um dos grandes impasses da sociedade moderna é a admissão legal de práticas abortivas, pois o aborto envolve diferentes conceitos culturais, jurídi-
cos, religiosos e sociais. No Brasil são praticados 1,5 milhões de abortos por ano; 220 das mortes maternas são decorrentes de aborto. Partindo desse
pressuposto, pergunta-se: qual o impacto e chances de admissão da legalização do aborto no Brasil? Diante desse questionamento, objetivando fomen-
tar a discussão recorremos a entrevistas, fazendo menção às opiniões de autoridades no aspecto medicinal, jurídico, religioso e social. Assim, verifica-
se que cada entrevistado apresenta pontos positivos e negativos referentes ao tema abordado. Segundo a médica, o aborto deve continuar ilegal, já
que tais práticas provocam lesões físicas e psicológicas irreparáveis à saúde da mulher que vai desde uma grave hemorragia até a total infertilidade.
Por outro lado, a responsável pelo Centro Feminista 8 de março afirma que o aborto é uma prática discricionária da gestante por ela ser dona do seu
próprio corpo. De outra sorte, o Padre defendeu a preservação máxima da vida em razão do seu valor divino e, por fim, o magistrado da 5º Vara Criminal
apontou que esse tema social deve ser amplamente debatido, pois, segundo suas palavras, “quando o Estado proíbe o aborto, automaticamente, dá-
se margem à criação de clínicas clandestinas”. É notório que a admissibilidade da legalização do aborto no Brasil é um tema bastante polêmico, mas
apesar disto, o aborto é mecanismo constantemente utilizado pelas mulheres independentemente de classes socioeconômicas. Em decorrência disso,
há a preocupação do Direito em tratar sobre sua legalização como expressão da autonomia sobre o corpo.

Palavras-chave: Aborto – Legalização. Direitos fundamentais. Aborto – aspectos sociais, políticos e religioso.

A admissibilidade da manipulação de células-tronco embrionárias para fins terapêuticos no Brasil


Autor: Pamela Gisely de Melo Gondim
Adriadna Roberta dos Santos
Andreia Fernanda Mendes de Medeiros
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A manipulação de células-troncos embrionárias para fins terapêuticos coloca em xeque o princípio da inviolabilidade do direito à vida, pois a maneira
mais comum de obtenção dessas células é retirá-las dos embriões humanos, o que resultaria na morte do mesmo, gerando problemas sociais e ju-
rídicos. Essas células têm a capacidade de se transformar em praticamente qualquer célula do corpo, podendo no futuro representar tratamentos de
diversas doenças, tais como o mal de Parkinson, de Alzheimer, diabetes, entre outras. A partir dessa problemática em torno do assunto, buscamos
evidenciar os pressupostos legais, científicos e sociais. O recurso adotado consistiu na leitura da Lei de Biossegurança Nº 11.105/2005, e pela ADIM,
no intuito de evidenciar as contraposições. Tendo em vista tal polemica foram realizadas entrevistas, com uma juíza, dois representantes religiosos e
também com uma enfermeira. Observou-se que o tema células-tronco embrionárias despertam vários tipos de opiniões, que vão desde o completo apoio
até a rejeição. Nas entrevistas realizadas era nítida a reação de cada segmento entrevistado. Quando se tratava de religiosos, logo se notava a aversão
ao uso das células-tronco embrionárias, já falando do lado científico era exatamente o oposto. Podemos assim dizer em termos quantitativos que 50%
dos entrevistados concordavam com o uso das células-troncos embrionárias para fins terapêuticos. Também podemos evidenciar que a inviolabilidade
do direito à vida posto no artigo 5º da Constituição Federal de 1988, nos casos de manipulação de embriões fertilizados, não constitui numa violação ao
princípio constitucional, sobretudo diante da supremacia do interesse público presente e futuro.

Palavras-chave: Direito á vida. Células-tronco – legalização. Lei de Biossegurança.

58 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Direito

A admissibilidade da prática da eutanásia e distanásia no Brasil


Autor: Afonso Canuto Maniçoba
Pablo Forlan de Lima Dias
Tiago Abdon Felix
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O sofrimento no fim da vida é um dos grandes desafios que a sociedade enfrenta diante da medicalização da morte e do poder que as novas tecnolo-
gias dão à profissão médica para abreviar ou prolongar o processo de extinção da vida. Qualidade e quantidade de vida na fase terminal da existência
humana assumem conotações de regulação. Esta situação complica-se ainda mais diante das mudanças verificadas no estilo de praticar a medicina.
Foram realizadas algumas entrevistas de forma qualitativa que, através de uma pesquisa explicativa, iremos identificar, interpretar e descrever teses
sobre a legalidade e ilegalidade da Eutanásia no Brasil. Realizamos uma pesquisa com vários fatores sociais, tais como: Juízes, Advogados, Religiosos,
Professores Universitários e a classe médica, na qual foi feito um resumo objetivo, de acordo com a realidade das opiniões. Diante das entrevistas,
podemos observar que as respostas fornecidas por cada um deles eram opostas. Ao falarem de uma morte sem dor e sofrimento, todos tentaram se jus-
tificar procurando uma melhor solução para que as referidas respostas ficassem dentro das funções de cada um. Além disso, na visão dos entrevistados
um dos grandes problemas é a decisão de que todos têm o direito à vida, mas para que não seja preciso ver tanta dor e sofrimentos, alguns preferem
desligar os aparelhos como forma de solução. Até que a tecnologia ou a lei descubra um meio para tentar solucionar ou minimizar o problema, ainda
ouviremos falar muito sobre eutanásia. A prestação jurisdicional é responsabilidade do estado, embora a prática da eutanásia devesse ser considerada
sempre a vontade livre do indivíduo, e não à vontade do estado.

Palavras-chave: Eutanásia. Distanásia. Direito à vida.

A admissibilidade dos crimes passionais perante o Direito Penal Brasileiro


Autor: Camila Gomes Barbalho
Mariana Marques Dantas
Marina Dantas Gurgel Veras
Paulo Henrique Morais Ferreira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Juridicamente o crime passional é punido com rigor, classificado como crime hediondo, não podendo ser confundido com a atenuante de violenta
emoção prevista em nosso Código Penal. A lei somente admite a legítima defesa física, não aceitando os motivos que levam o criminoso passional a
praticar o ato delituoso. A partir dessa problemática, a pesquisa mostrará a admissibilidade desses crimes perante o Código Penal Brasileiro. Primeiro,
foi feita uma revisão doutrinária a partir da obra Código Penal Anotado de Damásio E. de Jesus (2007), em seguida, a pesquisa de campo, onde utiliza-
mos a entrevista como instrumento de coleta de dados. Para isso, entrevistamos uma delegada, dois psicólogos e um advogado, objetivando comparar
e observar as diferentes opiniões. As estatísticas oficiais demonstram que ainda existem vários tipos de agressões contra parceiros e parceiras, sempre
levados pelo sentimento de posse ou fator emocional. Os homens continuam sendo os principais causadores desses homicídios, mas o número de
mulheres está cada vez maior. Os crimes passionais ocorrem com mais frequência do que imaginamos. Esse tipo de crime é sempre caracterizado
como homicídio. A pena aplicada varia num regime de reclusão simples ou qualificado, podendo ser atenuada pela infidelidade, sendo ela em flagrante,
ou ainda pela atenuante de distúrbios psicológicos. É consensual entre os entrevistados que tais crimes devem ser tratados ou julgados na forma de júri
popular. Se o juiz determinar que o homicídio é simples ou qualificado, e que o homicida agiu por violenta emoção, a pena pode diminuir de 1/3 a 1/6, o
que consta no artigo 121 do CP. Pode-se concluir que a legítima defesa da honra é um fator que não existe. Existe apenas, legítima defesa física. A infi-
delidade é um fator que pode atenuar a pena, mas nunca absorvê-la. Citar que um homicídio ocorreu pelo fato de uma defesa da honra não é aceitável,
pois existem outros métodos para resolver uma infidelidade que não seja o homicídio. A vida de uma pessoa vale bem mais que a honra de outra.

Palavras-chave: Violência. Crime passional. Direito Penal.

A aplicação do princípio do poluídor pagador e da sustentabilidade nas


ações de responsabilização por dano ambiental na cidade de Mossoró-RN
Autor: Helenna Taylla Souza
Everkley Magno Freire Tavares
Sandoval Dantas da Costa Junior
Paulo Henrique Soares Barbosa
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Sustentável

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 59


Direito

UNIVERSIDADE POTIGUAR

No contexto atual, o meio ambiente está inserido no campo sócioambiental, visto como importante e complexo sistema natural responsável pela segu-
ridade da existência da vida demonstrando dessa forma a importância do uso sustentável dos recursos naturais e o controle sobre a ação indevida do
homem em relação à poluição dos rios. A partir dessa, o motivo ensejador da pesquisa é analisar essa realidade na cidade de Mossoró-RN. O projeto
dividiu-se em duas etapas: primeiro foi realizado uma pesquisa exploratória de caráter teórico, no segundo momento foram realizadas entrevistas com
os responsáveis pelo IBAMA e Ministério Público, objetivando avaliar a evidencia da poluição e a forma de atuação desses órgãos em prol do meio
ambiente, além da realização de registros fotográficos para constatar a real situação da poluição do Rio Mossoró. A partir das entrevistas realizadas é
demonstrado que apesar da existência dos órgãos ambientais, é evidente a sua ineficiência em virtude da infraestrutura e dos órgãos competentes em
relação à formação profissional e às condições existentes para a realização correta do seu trabalho. A prestação jurisdicional é feita em parceria entre
os órgãos ambientais e os órgãos judiciais para poderem tentar controlar os danos ambientais e fazer valer o principia do poluidor-, havendo assim a
validade da lei e conseqüentemente a ocorrência da tão almejada, na qual o meio ambiente é preservado e o progresso do desenvolvimento é mantido
sem destruir os recursos naturais existentes no planeta.

Palavras-chave: Meio ambiente – Poluição. Recursos naturais. Desenvolvimento Sustentável.

A Lei Seca e as restrições do consumo de bebidas alcoólicas p


ara motoristas de veículos automotivos na cidade de Mossoró-RN
Autor: Eliaquim Aminadabe Hamul Dantas Rorigues
Francisco Gleidson Jose da Silva
Luiz Benicio Terceiro
Alan Rodrigues Pereira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Os vários problemas evidenciados no trânsito brasileiro, como mortes e distúrbios da ordem pública fez com que se regulamentasse uma nova lei no
país, a Lei 11.705/2008, que popularmente é chamada Lei Seca, sendo considerada uma vitória na luta pela humanização e cidadania no trânsito. A
nossa pesquisa avaliou os dilemas na aplicação dessa lei no cenário da cidade de Mossoró-RN e os seus principais impactos. Para isso, fizemos um
levantamento das principais estatísticas de acidente de trânsito antes e depois da vigência da lei. Também realizamos entrevistas com o Secretário
Municipal de Trânsito, um inspetor da Policia Rodoviária Federal, um advogado criminalista e um policial do BPTRAN, bem como leitura da citada lei.
A lei tem causado muita polêmica entre as autoridades e especialistas sobre sua constitucionalidade e suas condições sobre o consumo de bebidas
alcoólicas para motoristas de veículos automotivos, tendo assim que reeducar as pessoas que costumavam beber e dirigir em seguida, já que há um
limite no nível de álcool a ser ingerido pelos motoristas (nível esse de quase zero). Os resultados obtidos na PRF fazem com que se perceba a necessi-
dade de uma maior fiscalização e uma continuidade nas ações das autoridades responsáveis para que a lei não caia no esquecimento e o benefício já
alcançado não seja eficaz. Outra questão importante se refere à união de todos os setores sociais para que haja condições estruturais adequadas nas
vias e rodovias, bem como tecnologia a fim de se fazer cumprir a lei. Com esse mesmo objetivo, não se pode deixar de fora as questões educacionais.
A educação da população e fundamental para que todos sejam do esclarecidos a respeito de conceitos sobre a ação do álcool no organismo, seu tempo
de ação, eliminação e o quanto pode ser perigosa a combinação álcool e direção para a vida para que mediante esses conhecimentos o motorista deve
reconhecer os limites impostos pela lei e, sobretudo, assumir a condição de uma cidadania ativa no trânsito.

Palavras-chave: Lei Seca. Direitos fundamentais. Trânsito brasileiro – riscos.

A licença compulsória de patentes dos medicamentos Antiaids no


Brasil à luz do princípio da dignidade da pessoa humana
Autor: Márcia Dantas de Sousa
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Objetivando examinar a relevância do princípio da dignidade da pessoa humana na decisão do Brasil em decretar a licença compulsória de patentes dos
medicamentos antiaids, o presente artigo pauta-se pela análise das disposições constitucionais atinentes à valoração da dignidade da pessoa humana
como norma de observância obrigatória a efetivação dos direitos fundamentais do homem. Para nos servir da fundamentação teórica, usamos da leitura
das obras. A eficácia jurídica dos princípios constitucionais: o princípio da dignidade da pessoa humana de Barcellos (2008) e A propriedade industrial
os sistemas de marcas, patentes e desenhos industriais analisados a partir da Lei Nº 9.279 de Di Blasi (2005), bem como jurisprudências do STF sobre
o dever do Estado em fornecer medicamentos antiaids. Ressalta-se ainda a garantia de proteção à propriedade industrial de forma equilibrada, com
a função precípua de salvaguardar em algumas situações a prevalência do interesse social, o desenvolvimento tecnológico e econômico da nação.
60 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009
Direito

Aborda também as legislações pertinentes à concessão de licença compulsória de patentes no âmbito da saúde pública. O presente trabalho tece ainda
algumas considerações concernentes às políticas de enfrentamento do vírus HIV, como meio de efetivação dos direitos sociais, esculpidos no artigo 6º,
da CF/88, dentre eles o direito de acesso universal à saúde, bem como às políticas de fornecimento gratuito de medicamentos. Assim, conclui-se o texto
com a avaliação da decisão brasileira como meio necessário para a sustentabilidade do Programa Nacional DST/Aids.

Palavras-chave: Direitos fundamentais. Medicamentos antiaids – licença. Deveres do Estado.

A redução da maioridade penal sob o prisma do desenvolvimento biopsicossocial


Autor: Andrea Emanuelle Bezerra de Oliveira Farias
Marcos Abraão de Souza Bezerra
Thiago Brasil Pedrosa Pinheiro
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A lei brasileira adota o sistema biológico para a maioridade penal, considerando os menores de dezoito anos como pessoas inimputáveis. Porém,
devido à sua eficácia duvidosa, esse sistema certamente deverá ser substituído pelo biopsicossocial, no qual é feita uma avaliação e se estabelece
o grau de imputabilidade de cada jovem, determinando a capacidade de se entender o caráter lícito do fato, punindo-os de forma mais justa. A nossa
pesquisa teve como objetivo fundamental avaliar a necessidade da redução da maioridade penal e viabilidade da adoção do sistema biopsicossocial.
Para tanto, pesquisamos conceitos fundamentais para a temática na obra Curso de Direito Penal de Fernando Capez (2006), tais como: inimputabili-
dade e os tipos de redução. Além disso, utilizamos o método qualitativo a partir de um roteiro de entrevista com dois psicólogos, dois advogados e a
assistente social/diretora do Centro Integrado de Atenção ao Adolescente em Conflito com a Lei – CIAD, sediado na cidade de Mossoró-RN, a fim de
expor diversos pontos de vista a respeito do assunto em questão. Foi percebido que, na maioria dos casos, os jovens são utilizados para praticarem
atos ilegais devido à flexibilidade das penas aplicadas a estes. Consequentemente, o índice de menores infratores é cada vez maior. Fica evidente
que a imputabilidade de uma pessoa física deve ser avaliada pela análise biopsico-social, o que requer uma competente infraestrutura, a qual
mostrará resultados a longo prazo, primando-se, assim, pela eficácia das punições e o bem-estar da sociedade, a qual atualmente está indignada
diante do elevado índice de criminalidade infanto- juvenil.

Palavras-chave: Maioridade Penal. Imputabilidade Penal. Sistema biopsicossocial.

A Teoria da Imprevisão como instrumento de resolução e


revisão dos Contratos por onerosidade excessiva no novo Código Civil
Autor: Edgar Pereira da Rocha
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O presente trabalho tem por objeto de pesquisa um estudo sobre a aplicação da Teoria da Imprevisão como substrato teórico para a resolução e
revisão dos contratos por onerosidade excessiva no Novo Código Civil. Devido à sua relevância perante o Direito dos Contratos, esta teoria ganhou,
nas últimas décadas, de modo gradativo, minuciosa atenção por parte da doutrina e jurisprudência pátria, em virtude, especialmente, do exame das
normas que prescrevem a resolução dos contratos por onerosidade excessiva, antes não regulada pelo Código anterior, e que agora estão dispostas
consecutivamente nos arts. 478, 479 e 480 do novo Diploma. Outrossim, serão abordados os pressupostos para que se opere a resolução e revisão
contratual por via judicial, bem como seus efeitos. Destarte, em observância aos princípios informadores das regras de formação e execução dos
contratos, e, sobretudo, ratificando a flexibilização do tradicional princípio , faremos uma discussão do tema à luz do binômio Segurança Jurídica
e Justiça. Para essa pesquisa, o recurso adotado foi revisão doutrinária, com leituras de obras de importantes civilistas do direito pátrio, tais como
Miguel Maria de Serpa Lopes, in de Direito Civil – fontes das obrigações: contratos, vol. III, 3ª ed., revista e aumentada, São Paulo, Livraria Freitas
Bastos, 1961; e Orlando Gomes, in Contratos, 9ª ed., Rio de Janeiro, Forense, 1983; bem como alguns julgados (STJ - RE nº2675 e Resp. nº
46.532/MG. 4ª T., Relator Min. Aldir Passarinho Júnior, DJ. 05.05.2005) – envolvendo o tema – anteriores e após a vigência do Novo Código Civil.
Pelo estudo empreendido no presente trabalho, chegamos a conclusão de que o Novo Código Civil acolheu de forma ampla a revisão contratual,
elencando dispositivos que passaram a limitar o princípio da força obrigatória dos contratos, porém, sempre atentando para o princípio da segurança
jurídica, que se encontra intensamente relacionado ao Estado Democrático de Direito. Depreende-se, outrossim, que, embora a lei tenha passado
a regular a resolução e revisão dos contratos em virtude de onerosidade excessiva, para que tais dispositivos possam incidir sobre caso concreto,
deverão se submeter à interpretação do magistrado, para que, em seu nobre papel de interpretar e aplicar a lei, no prosseguimento de sua insigne
tarefa de realizar justiça, possa dar maior efetividade a tão almejada função social do contrato. Por fim, ressaltamos ainda a importância assumida
pela doutrina e jurisprudência – como fontes do Direito que são –, no papel de orientação do magistrado em suas decisões.

Palavras-chave: Teoria da imprevisão. Contratos. Direito Civil.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 61


Direito

Aplicação do Estatuto do Idoso sob a ótica dos assistidos e


assistentes do Lar Amantino Câmara em Mossoró-RN
Autor: Laura Lyvia Lopes Veloso
Ana Karen Gomes de Andrade
Natália dos Impossíveis Jales Maia
Luana Kariny Mendonça Fernandes
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso À Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O envelhecimento com dignidade é um direito inerente a todas as pessoas, e é dever da sociedade e do Estado protegê-lo. O Amantino Câmara é uma
entidade beneficente, sem fins lucrativos, que atende a quarenta e seis idosos. Eles fazem refeições, dormem, tem liberdade para caminhar e passear e
até namoram. Até hoje, temos não só no Brasil, mas também em outros países, as exclusões sociais sendo praticadas em alguns grupos sociais, mas aos
poucos nossa consciência e buscas para a melhoria dessas condições tende a nos levar gradativamente à inclusão, buscando assim a: celebração das
diferenças, valorização da diversidade humana, solidariedade, igualdade a todos, cidadania com qualidade de vida. A fim de avaliar o acesso aos direitos
dos idosos, realizamos uma leitura do Estatuto do Idoso e visitas ao Amantino Câmara, onde podemos tirar fotos e conhecer a estrutura. Num segundo mo-
mento, aplicamos entrevistas feitas com autores relevantes ao tema (assistidos e assistentes) do Amantino. Mossoró-RN possui 16.510 pessoas com idade
superior a 60 anos, o que equivale a 7,6% da população total do município. No instituto Amantino Câmara encontra-se o número de 46 idosos. No ponto
de vista de alguns dos entrevistados, essa porcentagem é pequena, porém segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma cidade encontra-se
envelhecida quando possui uma porcentagem de 10% de sua população composta por idosos. O idoso vem sendo tratado em Mossoró, desde sua relação à
família, às condições de saúde, educação, moradia, direitos e de como ele se percebe enquanto pessoa idosa, sendo traçado o perfil sociológico da velhice
local. A partir dos resultados encontrados é possível sugerir que a inclusão de idosos em Mossoró necessita ser introduzida entre as práticas educacionais
no Amantino Câmara a fim de motivar e contribuir para uma maior valorização social do idoso perante outras instituições.

Palavras-chave: Estatuto do Idoso. Acesso aos Direitos do idoso. Inclusão social. ONG Lar Amantino Câmara – Mossoró-RN.

Conviver o Direito
Autor: Ana Maria Bezerra Lucas
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A desinformação é a principal responsável pela apatia das populações que habitam as zonas periféricas das cidades de grande e médio porte. E é, muitas
vezes, pelo desconhecimento acerca de seus direitos e das políticas públicas que lhes dão efetividade essas populações ficam reféns de sua própria
condição social e se transformam em vítimas da politicagem e das manobras eleitoreiras. O acesso ao conhecimento, principalmente aos denominados
Direitos Sociais preceituados pela Constituição Federal, pode vir a ser um dos principais mecanismos para a mudança e de sua transformação da realidade
dessas pessoas. Por isso, o Projeto Conviver o Direito visa à informação do que sejam os Direitos Sociais e seus mecanismos de efetivação, uma vez que a
cidadania só é realmente efetivada com o conhecimento dos direitos e a cobrança para que eles sejam efetivados através da elaboração de políticas públi-
cas e programas sociais. Os cursos de Direito devem trabalhar na perspectiva de colaborar para que os estudantes compreendam os fenômenos sociais que
ocorrem na comunidade em que vivem como forma de contribuição para uma análise imparcial e científica dos conflitos sociais e do aniquilamento de algu-
mas posturas preconceituosas que costumam confundir problemáticas sociais com as de ordem moral ou religiosa, desconsiderando as verdadeiras causas
de sua ocorrência. Além disso, o contato do futuro operador do Direito com as populações marginalizadas possibilitará, uma visão crítica da realidade, bem
como o melhor entendimento do que m e de que como agem essas populações, que são, na maioria das vezes apontadas como autoras de fenômenos
jurídicos. Com isso espera-se que os profissionais do direito passem a ver os fatos jurídicos como parte de uma estrutura social na qual se organiza a socie-
dade em possa contribuir para uma interpretação da aplicação da lei a partir de uma perspectiva filosófico-social e não apenas no dogmatismo jurídico. Por
isso, a escolha da realização desse trabalho com populações periféricas, muitas vezes, marginalizadas, uma vez que esse contato direto dos estudantes
com aquelas, desde os primeiros anos do curso, possibilitará a solidificação e a reflexão acerca dos conhecimentos teóricos apreendidos durante o curso,
bem como uma nova visão sobre o Direito, encarando agora, como um fenômeno humano e, portanto, social.

Palavras-chave: Acesso a informação do Direito. Direito Social. Cidadania.

Dano Moral nos casos de Bullying praticado nas Instituições de


Ensino Superior em relação aos calouros: Caso da UnP - Mossoró – RN
Autor: Thais Pessoa Cabral
Neyane Lima da Silva
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares

62 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Direito

Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça


UNIVERSIDADE POTIGUAR

Dano moral pode ser definido como prejuízos praticados por pessoas que agem de má-fé, atingindo outrem abalando a honra, moral e até a dignidade da
pessoa afetada. É fato que o indivíduo que se sentir ofendido pode sim recorrer a justiça para que o seu dano possa ser reparado, não totalmente absolvido,
já que esses atos ilícitos podem deixar sequelas psicológicas, mas, no mínimo, ressarcido através de indenizações pagas pelo ofensor. As práticas de bul-
lying revelam-se como um tipo de dano moral, em que as atitudes agressivas tornam-se frequentes e ocorrem sem motivações evidentes. Partindo desse
problema, a pesquisa procurou investigar quais são as maiores consequências do bullying, e se os alunos da Universidade Potiguar - Campus Mossoró
- sofreram esse tipo de dano, quando do ingresso na instituição. Foram feitas indagações sobre os conceitos de “dano moral” e “”. A partir daí, pôde-se
elaborar um questionário, sendo este distribuído entre uma amostra de calouros de quatro cursos (Direito, Fisioterapia, Nutrição e Enfermagem) do Campus
da UnP em Mossoró-RN. A partir dos, pôde-se constatar que a maior conseqüência é a grande irritação, devido à alta frequência das brincadeiras. Além
disso, ficou demonstrado que não ocorreram trotes na universidade e 70% das pessoas questionadas acreditam que foi devido àuniversidade ser particular
e primar pelo bem-estar dos alunos para não perdê-los. E mesmo que houvesse somente 30% dos alunos buscariam na justiça os seus direitos, já que os
demais alegam achar desnecessário ou não preferirem se expor. Assim é de fácil percepção que o é atitude grave e que mesmo havendo uma pretensão
de reparação, como está previsto na Constituição Federal no artigo 5°, incisos V e X, em que afirmam ficar assegurado o direito de resposta, proporcional
ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem, são poucas as pessoas que a buscam.

Palavras-chave: Direito do cidadão. Dano moral. Prática do – UnP.

Diferenças de gênero e a Instituição de Direitos na Constituição Brasileira


Autor: Jessica Cosme Soares
Mateus Araujo de Oliveira
Leylane Cristina Barros Pereira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Constituição Federal de 1988 acolhe a igualdade de direitos e deveres entre homens e mulheres na sociedade e, explicitamente, nas relações civis.
Novos direitos são assegurados, a exemplo do direito ao planejamento familiar e à proteção da mulher no mercado de trabalho. Porém, as diferenças
históricas com base no gênero têm produzido efeitos contrários à Constituição e à garantia de acesso aos direitos sociais, civis e políticos. Objetivou-se
com essa pesquisa identificar a condição de gênero e a modelagem ideológica do direito. Para isso, adotou-se a leitura das categorias gênero, trabalho e
direitos constitucionais, e entrevistas com uma juíza, psicólogo, professores universitários, delegada da DEAM e representante do Centro Feminista 8 de
março. Os entrevistados foram consensuais em termos de que ainda existe desigualdade apesar do tempo decorrido. No entanto, o direito como norma
social em abstrato não reconhece princípio de norma discriminatória, já que nosso ordenamento jurídico é sistêmico e não excludente. As desigualdades
podem ser observadas quanto à aplicação dessas normas. As entrevistas resultam que existe a igualdade formal posta nas leis, porém na realidade
essa igualdade se processa diferente aos modelos normatizados idealizados. Atualmente podemos verificar uma abertura de acesso aos diretos e a
justiça para ambos os sexos, pois, desde o direito ao voto adquirido pela mulher (24 de fevereiro de 1932, muito se avançou na liberdade de expressão
e pensamentos femininos. A desigualdade influencia a construção dos Direitos Sociais, Civis e Políticos positivamente na medida em que dão força à
luta para efetivação dos direitos e garantias constitucionais. Surgem assim discussões jurídicas a respeito do Estado Democrático de Direito e essas
discussões levantam inovações legislativas, que ora mudam em função das reivindicações sociais ora reforçam os padrões históricos dominantes.

Palavras-chave: Direitos civis do cidadão. Mercado profissional – Proteção da mulher. Desigualdade de direitos e garantias constitucionais.

Direitos Humanos, ressocialização e superlotação no


sistema prisional: o caso da Delegacia Municipal de Apodi-RN
Autor: Kelly Regina Morais Ponciano
Vitória Raveny de Oliveira Lopes
Marcio Cortez da Silva
Sabrina Geysse de Morais
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A problemática da superlotação e a não ressocialização nos presídios brasileiros é bastante discutida no meio jurídico, tendo em vista as dimensões
dos direitos humanos fundamentais. O foco analítico da nossa pesquisa consiste em avaliar essas dimensões sob o enfoque dos direitos humanos.
Adotou-se num primeiro momento como recurso metodológico visitas à Delegacia Municipal de Apodi-RN. No segundo momento realizamos entrevistas
com munícipes e o delegado. Com isso, percebemos que as variáveis nacionais referentes ao sistema carcerário brasileiro também se evidenciam

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 63


Direito

na realidade local investigada, sem condições sanitárias e de adequação ao número de presos lotados em cada cela. Isso é tão evidente que se tem
presos já condenados ainda locados nessa delegacia, sendo que alguns desses, mesmo nessas condições, só vão ao local para dormir, pois não tem
espaço para ficarem durante o dia. Os entrevistados revelam que não há ressocialização, pois os presos na maior parte do tempo não têm o que fazer,
transformando-se assim numa condição de mera privação da liberdade. Durante nossa pesquisa, vimos alguns métodos para ressocializar o apenado,
e chamou nossa atenção a metodologia da APAC, a qual se inspira no princípio da dignidade da pessoa humana e na convicção de que ninguém é
irrecuperável, pois todo homem é maior que a sua culpa. Essa trabalha com doze elementos fundamentais, mas o que mais nos chamou a atenção foi
o por mérito, o qual trabalha em cima do elogio para que estes prosperem cada vez mais. Frente disso, o delegado também deu algumas sugestões,
além das que lhe foram apresentadas por nós, como por exemplo, a terceirização dos presídios e a reavaliação das penas, que por sua vez, são em
sua maioria restritivas mesmo em casos simples. Assim pudemos evidenciar a falência do nosso sistema carcerário, mas, além disso, também eviden-
ciamos a ineficácia do objetivo ressocializador das instituições, podemos afirmar que as políticas públicas no campo sócioeducativo para os apenados
não garante a integralidade dos direitos humanos, pois comparando as realidades anteriores e posteriores a condição de apenados, a reincidência no
caso é examinado e frequente como informa os agentes do aparelho policial. Além disso, os munícipes são taxativos ao afirmarem que não acreditam
na ressocialização, pois não conhecem alguém que tenha sido realmente incluso pela sociedade.

Palavras-chave: Sistema Prisional. Direitos Humanos do detento. Direitos Fundamentais.

Direitos Humanos, ressocialização e superlotação: os


casos dos presos temporários na Delegacia Pública de Assú-RN
Autor: Carlos Roberto Laurentino de Sá
Francisca Nataligeusa Maia de Fontes
Fabiana Vanessa Bezerra de Oliveira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Antes mesmo do nascimento, o ser humano é provido de expectativa de direitos, previstos inclusive no Art. 2º do Código Civil, os quais se estendem
através de vários instrumentos legais, como a Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Constituição Federal. Porém, a inobservância e desres-
peito a esses direitos desencadeiam uma série de atos bárbaros, evidenciados no cenário obscuro e subumano em que se encontra o sistema carcerário
brasileiro. Diante do exposto, a pesquisa tem como objetivo mostrar as condições em que se encontram os apenados temporários da Delegacia de
Assu-RN. Para servir como sustentáculo desse trabalho, inicialmente foi feita uma avaliação da estrutura física, através de visitação, e posteriormente
uma entrevista com um agente penitenciário que está em exercício nesta unidade há 8 meses e também com um detento que cumpre pena há 1 ano
e 5 meses. Na visão do primeiro, a solução para o problema da superlotação, que ocorre não somente na unidade detentora como a nível nacional,
está na aplicação de mais investimentos na infraestrutura e na educação, afirmando inclusive que não acredita em uma reabilitação, já que os níveis de
reincidência são muito elevados. Já o segundo entrevistado aceita a condição em que se encontra, pois acredita que uma vez praticado o crime, deverá
cumprir a pena estabelecida pelo Código Penal, porém declara junto aos administradores a insatisfação da deficiência estrutural da Delegacia, que o
impede de um simples banho de sol. É obrigação do Estado não somente zelar pelos direitos dos administrados, bem como oferecer-lhes condições
de gozo, mas o que se pôde constatar foi somente o descaso sofrido pelos apenados, condenados, sobretudo, a ausência de acesso a algum tipo de
ressocialização, por falta de instrumentos eficazes, capazes de proporcionar uma volta harmoniosa e próspera ao convívio em sociedade.

Palavras-chave: Sistema Prisional. Direitos Humanos do detento. Direitos Fundamentais.

Flexibilização das normas trabalhistas no ordenamento jurídico brasileiro


Autor: Glênio Lopes Torquato Fernandes do Rego
Orientador: Elaine Cristina de Oliveira E Melo
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O cerne deste trabalho é instigar a discussão sobre flexibilização das normas trabalhistas existentes no ordenamento jurídico brasileiro, guiada por um breve
acompanhamento da evolução legislativa em autorizar a negociação dos direitos do trabalhador, abordando a natureza jurídica do instituto da flexibilização.
Para servir de fundamentação teórica, foram utilizadas pesquisas bibliográficas, bem como jurisprudências do TST acerca do fenômeno da flexibilização. As-
sim, através de estudo e pesquisa sistematizada disponho-me a reunir algumas normas as quais exemplificariam a permissão do instituto da flexibilização,
bem como, compreender como seria realizada de modo a assegurar os direitos dos trabalhadores e sua garantia no emprego, de modo que, por vezes, atua
como fonte do Direito do Trabalho. Aqui instigou-se a apreciação das negociações das condições do contrato de trabalho pelo empregador e empregado.
Logo, destacando a sua posição como fonte do direito do trabalho, sua incidência nas normas protetoras da relação obreira, aquelas por sua vez assim clas-
sificadas como de indisponibilidade absoluta e de indisponibilidade relativa, para que, enfim, possa ser destacada o instrumento da flexibilização, justificando
a realidade do mencionado fenômeno, o qual encontra, especialmente, sua via de realização, nas composições de conflitos, sejam individuais ou coletivos,
que envolvam as lides trabalhistas, sem, contudo promover a desregulamentação desses, mas com o objetivo de preservar a continuidade da relação de

64 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Direito

emprego. Conclui-se, assim, que a flexibilização trabalhista no Brasil, em virtude dos limites constitucionais impostos, só pode referir-se aos casos previstos
nas Leis, tendo a possibilidade de supressão dos direitos trabalhistas mediante negociação coletiva, apenas quando estiverem em análise a preservação
do emprego, em face das crises econômicas sofridas pelas empresas, ou quando a própria negociação trouxer mais benefícios do que malefícios para os
trabalhadores, sendo estes os únicos legitimados detentores do direito de flexibilizar.

Palavras-chave: Normas trabalhistas. Flexibilização. Direitos do cidadão.

Flexibilizando a rigidez dos Atos Processuais sem perder a previsibilidade e segurança


do procedimento: uma análise das nulidades dos Atos Processuais no Código de Processo
Civil Brasileiro
Autor: Elizemar Fernanda Moreira Silva
Rosangela Viana Zuza
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Este trabalho é fruto de uma pesquisa doutrinária na área Processual Civil, com o fim de demonstrar que não devemos conceber o processo somente em
seu caráter formal, mas que o processo deve ser visto como o meio para a solução do conflito de interesse, não como um fim, a ponto de se estabelecer um
rigorismo formal extremado, que ocultaria o próprio direito material conduzido pelo processo. Obviamente, algum critério, ainda que mínimo, deve haver para
que possa ser implementada a flexibilização do procedimento, sob pena de tornarmos nosso sistema imprevisível e inseguro. Para tanto, faz-se um cotejo
das diversas espécies de nulidades, o efeito expansivo a possibilidade de saneamento e a obrigatoriedade da intervenção do Ministério Público. Exposto
isso, o critério consiste na necessidade da implementação da flexibilização ritual, visando o fim assegurado na norma e na indispensabilidade que sejam
expostas as razões pela quais a variação será útil para o procedimento, ou seja, cumprir não apenas o reconhecimento no plano normativo dos direitos, mas
demonstrar a necessidade de concretizá-los, criando alternativas que viabilizem a efetiva pacificação dos conflitos sociais, e o atingimento do fim a que se
destina. E sendo assim, ainda que haja no sistema uma forma predefinida à tutela jurisdicional, possível se verificar quando da solução do conflito se não
é admissível outra escolha mais adequada aos objetivos do próprio processo, já que o importante ao final é que a forma se molde à tutela que deva ser
prestada. Nestas condições, a flexibilização das regras procedimentais não se incompatibiliza com os princípios processuais. Pelo contrário, vai ao encontro
dele, possibilitando que o procedimento seja amoldado, sem prejuízo da previsibilidade e da segurança do sistema.

Palavras-chave: Processo Civil. Flexibilização ritual. Nulidade dos atos.

Gênero e trabalho: as condições e os direitos das operárias da USIBRAS – RN


Autor: José Kalênio Gonçalves
Paulo Alberto Sobrinho
Albert Italo Leite Ferreira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Nas últimas décadas, as mulheres têm ampliado a sua inserção no mercado de trabalho brasileiro. Foram muitas as conquistas da classe feminina,
entre elas a licença-maternidade e o ingresso da organização do trabalho. Porém, em algumas categorias profissionais, observa-se a falta de igualdade
no acesso aos direitos trabalhistas em função da questão de gêneros. O nosso estudo de caso avaliou essas dimensões no ambiente de trabalho da
Usina Brasileira de Óleos e Castanhas LTDA-USIBRAS, sediada em Mossoró-RN. Sobre os direitos trabalhistas realizou-se uma leitura da obras Direito
do Trabalho de Martins (2005); entrevistas com a assistente social do RH dessa empresa e questionários com 10% do universo de 410 funcionarias.
Analisamos que 80% dos funcionários são mulheres. A empresa não exige experiências, nem o Ensino Médio completo, pois dentro da empresa dão
palestras e acompanhamentos médicos. Ainda se referindo aos direitos, as funcionárias têm quatro meses de licença-maternidade e uma hora a mais
diariamente para a amamentação e conforme o que, foi observado, não há preconceito dos homens que ali trabalham. Segundo as funcionarias, muitas
pretendem ter filhos e outras já tem. Deste universo de operarias, 63% são casadas e 37% são solteiras. A maioria ganha um salário mínimo e sentem-
se bem tratadas no ambiente de trabalho. Com a análise das entrevistas realizadas, colhemos elementos positivos em relação aos direitos trabalhistas
das mulheres. Porém, ainda há muito que mudar em relação ao preconceito masculino e à igualdade salarial, observada se comparamos os salários
dos homens aos salários das mulheres.

Palavras-chave: Direitos trabalhistas. Direitos Fundamentais. Mulher no mercado de trabalho – USIBRAS.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 65


Direito

Imunidade Parlamentar: representações sociais acerca


da Legitimidade na Imunidade Parlamentar no Brasil
Autor: Camila Kaliany Pereira Bezerra
Inessa Crisóstomo Leite
Renata Feitoza de Araújo
Moacyr Jorge Villar da Costa
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Imunidade Parlamentar surgiu na Inglaterra após a Revolução Inglesa quando foram oficializados os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.
Antes dessa divisão, o rei tinha poder absoluto e centralizado. Devido aos conflitos existentes entre os três poderes foi sugerida a criação do instituto
da Imunidade Parlamentar, tornando os políticos imunes ao Poder Executivo e Poder Judiciário. No Brasil, a imunidade foi restringida com a Emenda
Constitucional nº 35/2001 e agora deputados estaduais, e federais – e senadores possuem somente a Imunidade Material, ou seja, total liberdade em
suas opiniões e votos, no mais são cidadãos comuns perante a Justiça. Com essa pesquisa, obteremos os posicionamentos de pessoas de diferentes
classes sociais, profissões e religiões sobre esse polêmico dispositivo e sua legitimidade. O recurso utilizado foi a análise desse instituto a partir da obra
Direito Eleitoral, Marcos Ramayana, 2007. No segundo momento, foram realizadas entrevistas com promotor, vereador e bacharéis em Direito, objeti-
vando o conhecimento das diferentes opiniões relacionadas ao tema e os interesses que giram em torno desse dispositivo. A opinião dos entrevistados
sobre a Imunidade Parlamentar é bem dividida, pois o tema proposto é polemizador. Para 50% dos entrevistados, a mesma não possui um objetivo de
lei justo, cujos membros se servem de tais prerrogativas no intuito de se eximirem de crimes cometidos ou, em pior situação, utilizam-se para cometerem
violações, e serem acobertados impunemente. O conjunto de imunidades garantidas aos parlamentares deriva de uma justificativa do direito de aplica-
ção diferenciada em relação a outras pessoas. Os outros 50% dos entrevistados acham justo as imunidades parlamentares que constituem normas de
proteção dos Parlamentares individualmente considerados. Então, em termos quantitativos 25% acham que é interesse coletivo e 75% acham que é
interesse de classe. A Imunidade Parlamentar oferece garantias de autonomia, independência e liberdade na expressão de opiniões, discursos e votos
para membros do Parlamento. Conclui-se que a maioria dos entrevistados concorda que esse dispositivo favorece somente a classe política e sua
existência não é de interesse geral da sociedade.

Palavras-chave: Imunidade parlamentar. Direitos Constitucionais. Garantias do Parlamentar.

Legalidade da redução salarial com redução proporcional da carga horária em tempos de crise
econõmica mundial: visões dos professores do curso de Direito da Universidade Potiguar
Autor: Francisco das Chagas de Araujo
Clistenes Oliveira da Silva
Francisco José de Souza Filho
Adilio Cesar Monteiro Nogueira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A flexibilização das leis trabalhistas é assunto sempre discutido em momentos em que as empresas precisam sofrer readaptações para encarar a nova
realidade econômica, colocando em lados opostos os empresários, que tentam afrouxar regras impostas pelas leis nesse momento considerado crítico,
e os empregados, que procuram manter os direitos trabalhistas conquistados. O escopo deste trabalho está na discussão acerca da legalidade da
redução de salário dos empregados acompanhada de redução proporcional de carga horária em tempos de crise econômica mundial. A Constituição
Federal de 1988, ao dispor sobre o assunto, é rígida, porém permite certa flexibilização e traz consigo condições para a sua realização. Foi realizado
um questionário com 12 perguntas aos professores do curso de Direito noturno da Universidade Potiguar e os dados divulgados através de gráficos. Ao
todo, 55% (15) dos professores responderam as perguntas, sendo 14 especialistas e uma mestra. 53% (8) deles concordam com a flexibilização das
leis e 47% (7) discordam. 73% (11) concordam com a redução de salário após acordo estabelecido entre o sindicato dos trabalhadores e empresários
enquanto, 27% (4) discordam. Deixando a legalidade de lado, 100% disseram ser contra redução de salários em tempos de crise econômica nas empre-
sas com recordes de lucros, mas 67% (10) concordam no caso de empresas realmente afetadas. Conclui-se que a redução salarial em tempos de crise
econômica é assunto que necessita de ampla discussão, pois, ao verificar a opinião dos operadores do Direito, percebe-se a ampla possibilidade de
entendimento das atuais normas em vigor, visto que em quase todas as questões houve respostas favoráveis ou contrárias ao que se era perguntado.

Palavras-chave: Direito do trabalho. Remuneração salarial. Jornada de trabalho.

66 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Direito

Mulheres que denunciam: um perfil das vítimas antes e após a Lei Maria da Penha (Mossoró – RN)
Autor: Ohana Fernandes Sales
Fabiana Aquino do Nascimento
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A violência contra a mulher é fato histórico que revela a dimensão de conflitos de gênero familiar. Entendemos que isso ocorre devido à denúncia ser
vista como um desafio para muitas delas. Elas sofrem em silêncio, ou até mesmo não conhecem seus direitos previstos na Lei n°11.340/06 para con-
testar essa situação. Diante desse problema fizemos uma leitura analítica da Lei Maria da Penha e, em seguida, visitamos a Delegacia Especializada
de Atendimento às Mulheres, a fim de realizar um levantamento quantitativo das denúncias e assim tentar definir um perfil geral da vítima. Conforme
as estatísticas da DEAM, de janeiro de 2007 até fevereiro de 2009, ocorreram 1.505 ameaças, 578 lesões, 286 vias de fato, 9 tentativas de homicídio,
10 homicídios, 6 tentativas de estupro, 10 estupros, 24 atentados ao pudor, 2.399 boletins de ocorrência, 214 Termos Circunstância de Ocorrência
-TCO, 417 IP, 193 outras. Geralmente, a vítima que denuncia apresenta idade entre 20 e 30 anos; tem cor parda; possui pouca escolaridade; pertence
à classe baixa; muitas tendo como ocupação “do lar”; e são agredidas pelo companheiro. Também fomos informados que alguns casos já resultaram
efetivamente em prisão carcerária. Constatamos que os tempos de impunidade estão acabando com a progressiva aplicação da Lei Maria da Penha que
criou mecanismos para coibir e punir a violência doméstica e familiar contra a mulher com medidas não somente de caráter repressivo, mas preventivo
e assistencial, o que consequentemente incentivam as denúncias e aumentam a probabilidade de erradicar esse crime.

Palavras-chave: Violência contra a mulher – diagnóstico. Lei Maria da Penha. Vítimas de violência doméstica – Perfil.

Natureza Jurídica da OAB


Autor: Ravardierison Cardoso de Noronha
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No mundo jurídico atual, a lei é necessária para a manutenção da sociedade, sendo que em muitos casos ela não nos apresenta aquilo que é objeto da
lei, apenas citando-as, ficando a cargo da doutrina esta responsabilidade de conceituar e classificar institutos que a lei não trouxe de forma expressa. A
administração pública esta enquadra nesse ponto, visto que a lei apenas citou a administração direta e indireta, deixando a cargo da doutrina enquadrar
quais órgãos pertencem a elas. A natureza jurídica da OAB é uma dessas atribuições, sendo um órgão que esta enquadrada dentro da administração, só
não expressamente em quais destas, ficando a doutrina responsável por fazer tal. Levando em conta esta atribuição da doutrina e a não concordância
absoluta da mesma sobre o assunto enfocado, visto que ainda não é pacífico mais apenas majoritário a natureza jurídica da OAB, apresentaremos
aqui seus posicionamentos, suas fundamentações, bem como a forma que é aceita atualmente em nosso ordenamento jurídico atual. Para atingirmos
estes objetivos, devemos procurar fundamentos jurídicos doutrinários e jurisprudenciais que serão discorridos e obteremos aquele que é objeto desse
trabalho, tendo como resultados desta pesquisa soluções de problemas enfrentados como e o caso da admissão de servidores e subordinação ao
poder publico, dentre outros pontos, que, sendo iguais ou divergentes trazem serias conseqüências jurídicas. Findo isto, podemos perceber que o tema
é muito importante e uma grande atribuição que a lei deixou para ser resolvido pela doutrina atual, porém a própria doutrina que tem tal atribuição em
muitos casos deixa o objeto de sua discussão sem resposta haja vista a grande divergência existente hoje.

Palavras-chave: Administração Pública. Ordem dos Advogados do Brasil – OAB. Ordenamento jurídico brasileiro.

Paternidade sobre o prisma da afetividade


Autor: Ruslandia Kaynara da Silva
Marcos Antonio Rodrigues de Santana
Pamela Ramos Gomes
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

As transformações sociais sobre os tipos de família na sociedade brasileira trouxeram novas dinâmicas para o ordenamento jurídico. Cada vez mais
tornava-se frequente que filhos, por inúmeros motivos, se afastam de seus pais biológicos e passam a integrar uma nova família. Apura-se, com isso,
que o pai é aquele que, mesmo sabendo não ser seu aquele filho, depende em seu favor atitudes de real afeto, carinho, amor e o acompanha ao longo
de seu desenvolvimento biopsicossocial. Diante dessas mudanças, a nossa pesquisa avalia o que se sobreleva no campo jurídico acerca dos direitos
das famílias: a afetividade ou o vínculo biológico nos julgados. Primeiro foi feito um levantamento quantitativo na promotoria de Assu-RN e entrevistas
com assistente social, promotor, advogados que atuam no ramo do direito das famílias na Comarca de Assu-RN, objetivando mapear as convergências
e divergências entre as leis, doutrinas, jurisprudências e práticas processuais desenvolvidas na resolução dos conflitos. No primeiro momento, procura-

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 67


Direito

mos basear nosso trabalho em dados oficiais, o que nos levou a buscar a promotoria, bem como, na segunda vara da família dados para tomarmos
como base, em especial sobre a paternidade socioafetiva. Há não existência de dados oficiais, que a nosso ver, é cultural, pois a maioria das famílias
oriundas de união estável não a formaliza o que leva-nos a falta de dados diante de todos os argumentos e reflexões expostas neste trabalho, vê-se
que a filiação socioafetiva corresponde à realidade que existe. Surge em conseqüência e transformações da sociedade, bem como, de sua evolução de
hábitos e pensamentos. A paternidade sociafetiva deve ser considerada como uma das novas manifestações familiares estabelecidas através do afeto.
Tal importância deve ser reconhecida, assim como aconteceu com a paternidade biológica ou jurídica, pois dessa forma ela não guarda a diferença a
não ser na sua origem. Assim, não se pode negar que a paternidade constituída sob a forma socioafetiva é digna de reconhecimento social e jurídico.

Palavras-chave: Direitos da família. Paternidade. Laços afetivos.

Representação dos estudantes do curso de Direito da UnP acerca das cotas raciais nas
Universidades
Autor: Izayandra Angelica de Azevedo Araujo
Felipe Eduardo Soares Paiva
Mytchelly Kelly Rocha Paiva Soares
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Durante anos propagou-se no Brasil a ideia de uma democracia racial em contraposição às formas de exclusão socioeconômica e cultural dos negros.
As cotas para os negros geram discussões entre diferentes segmentos sociais. Nas Universidades, as divergências estão baseadas na discussão da
licitude dessas formas de acesso. Diante desse questionamento, este trabalho tem como enfoque analítico o sistema de cotas e a sua apreciação pelos
discentes do Curso de Direito do Campus da UnP na cidade de Mossoró-RN. Para isso, entrevistamos os lideres das turmas, num total de 18 alunos,
representando 69% dos líderes. Os resultados dos questionários revelaram que 56% não consideram justas as cotas para negros nas Universidades e
que elas não estão preparadas para a inclusão das minorias no sentido do acesso e das condições de inserção competitiva dos mesmos. Além disso,
67% dos questionados afirmam que essa política não compensa a exclusão histórica em relação aos negros no Brasil no tocante ao acesso aos direitos.
77% não concordam com vestibulares através de cotas nas universidades, embora entendam que seja uma forma de inclusão social. Pode-se observar
que a questão das cotas nas Universidades para negros é uma política que precisa ser reforçada no seu sentido de inclusão de uma parcela significativa
da população brasileira que se encontra alijada em face do acesso aos direitos. São minorias enquanto a distribuição com equidade dos efeitos benéfi-
cos de um Estado Democrático de Direito, não pelo fato da cor ser critério de distinção e mérito no acesso às Universidades brasileiras.

Palavras-chave: Direitos Fundamentais. Ensino Superior – inclusão social. Citas raciais.

Representações dos Institutos de Controle Social da cidade


de Mossoró/RN acerca da redução da maioridade penal no Brasil
Autor: Antonio Vanicleudo Fernandes Batista
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A pesquisa identifica e analisa as representações dos Institutos de Controle Social da cidade de Mossoró/RN acerca da redução da maioridade penal
no Brasil e sua possível repercussão para a referida cidade. Com esse intuito, inicialmente realizamos um levantamento bibliográfico em artigos da
Constituição Federal, do Código Penal, e do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), bem como em autores como LEAL (2003), que apresenta uma
discussão sobre a “Idade da Responsabilidade Penal”, entre outros. Buscamos também matérias jornalísticas que versavam sobre a temática além de
opiniões e representações sociais, esta última colhida através de uma entrevista semiestruturada com representantes dos Institutos de Controle Social,
como o Conselho Tutelar, Delegacia Especializada de Adolescentes Infratores de Mossoró, Centro de Referência Especializado da Assistência Social
(CREAS), entre outras instituições, que trabalham com crianças e adolescentes em situação de risco ou envolvidos em infração penal. A maioria de nos-
sos entrevistados afirmou que um menor de 18 anos tem consciência do que faz e justificaram que se o jovem tem consciência para votar aos 16 anos ele
também deve responder por seus atos infracionários, mas mostraram-se contrários à redução da maioridade penal no Brasil, afirmando que essa medida
apenas reduziria, mas não resolveria o problema de crimes cometidos por menores de 18 anos no País e em Mossoró sendo apontada a (re)educação
como a melhor forma de enfrentamento dessa problemática social. Esse debate mostra-nos a necessidade de se potencializar e ampliar o debate, e junto
com este é necessário, portanto, comprometer-se com a melhoria das condições de vida das crianças e adolescentes para que eles possam desenvolver
as potencialidades e aquisições próprias da direção de autonomia dos sujeitos, na perspectiva de distanciá-los de cometer atos infracionários.

Palavras-chave: Maioridade Penal. Direito Penal. Direitos da criança e do adolescente.

68 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Direito

Representações dos Juízes e Promotores das Varas


Criminais de Mossoró-RN acerca do furto famélico
Autor: Xeila Maiane da Silva Freitas
Carla Juliana Pinheiro da Silveira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O furto é um delito previsto no artigo155 do Código Penal, que consiste na subtração de coisa alheia móvel para si ou para outrem e a pena é de reclusão
de 1 (um) a 4 (quatro) anos e multa. Mas, quando o furto é praticado para satisfazer uma necessidade de fome, sendo a coisa subtraída de pouco valor
não se vê a necessidade de uma penalidade, embora muitos juízes e promotores não admitam o Furto Famélico. A partir dessa problemática, o motivo
dessa pesquisa é mostrar a opinião dos Juízes e Promotores das varas criminais de Mossoró sobre o Furto Famélico. Primeiro, foi feito um levantamento
na 3ª e 4ª Vara Criminal de Mossoró, responsáveis pelos delitos de furto, sobre os crimes de Furto Famélico acontecidos na cidade e, no segundo
momento, foram realizadas entrevistas estruturadas com Juízes e Promotores das varas criminais e com o Delegado da DEFUR- Mossoró, objetivando
conhecer casos de Furto Famélico na cidade, se houve alguma punição para os casos e quais as opiniões dos representantes legais. Na pesquisa
encontramos apenas um caso de Furto Famélico acontecido nas Lojas Americanas, localizada no Mossoró West Shopping, de onde foi subtraído
um saco de biscoito e duas colheres de sopa. Caso esse que logo foi arquivado levando-se em conta o princípio da insignificância. Os entrevistados
são de opiniões que o Furto Famélico está ligado ao problema da estratificação social e má repartição da riqueza produzida. É um delito que se tem
conhecimento, mas que logo são arquivados por não constituírem crime. O Furto Famélico em Mossoró acontece diariamente, mas os próprios donos
dos estabelecimentos furtados não prestam queixa por perceberem que quem praticou o delito não vai ser punido, e fica difícil entender que pessoas
necessitadas podem entrar e furtar sem punição.

Palavras-chave: Furto Famélico – penalidades. Furto Famélico – Juízes e Promotores – opiniões. Direito Penal.

Responsabilidade Civil por erro médico


Autor: Talita Barbosa de Queiroz
Orientador: Rosangela Viana Zuza
Linha de Pesquisa: Direitos Fundamentais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Aborda os principais conceitos teórico-doutrinários s no âmbito da responsabilidade civil sob os seus vários aspectos, enfocando, principalmente,
aqueles que mais coadunam com este trabalho científico na esfera cível. Comenta o surgimento da responsabilidade civil por conduta errônea
médica. Enfatiza os elementos processuais indispensáveis para que seja configurada a responsabilidade civil em razão da conduta danosa por parte
do, no qual gera como corolário a obrigação de reparar os prejuízos suportados pelo paciente, quais sejam a conduta voluntária (ação ou omissão),
culpa (em sentido abrangente [dolo] e em sentido estrito – negligência, imperícia e imprudência), nexo de causalidade e dano. Analisa a relação
prática entre o médico e o paciente, bem como relata, diante da problemática deste trabalho, como se encontra esta relação. Aborda as principais
causas de excludentes de ilicitude que afasta a responsabilidade do médico em reparar os danos sofridos pelo paciente. Comenta a respons-
abilidade civil dos hospitais privados e públicos, onde enfatiza várias situações em que este tem a incumbência de reparar os danos sofridos pela
vítima. Explicita a problemática visualizada nos tribunais, que é o vultoso número de demandas judiciais em face dos profissionais médicos por erro.
Comenta os principais fatores que tem contribuído consideravelmente para o aumento de demandas judiciais nos tribunais em face de médicos,
pela falta de ética, observância das normas legais práticas para o seu atuar, negligência, perícia e prudência. Enfoca as principais consequências
jurídicas consentâneo ao problema. Conclui, em consonância com os fatores visualizados nesse trabalho, pelo melhoramento na qualidade de
ensino das faculdades de medicina, por melhor dedicação dos profissionais em comento, pelo melhoramento das estruturas hospitalares, dentre
outros devidamente inseridos nessa obra científica.

Palavras-chave: Responsabilidade Civil. Erro médico. Exclusão de Ilicitude.

Responsabilização Jurídica por dano ambiental


causados na área de atuação da Norsal em Areia Branca/RN
Autor: Ned Marcos Alexandria Pinheiro
Jonathan Erialdo Bezerra Vieira
Francineidy Lopes da Silva
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Estudos Socioambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 69


Direito

A preservação da espécie humana está diretamente ligada com a preservação da natureza, por isso, atualmente, existe a busca incessante do
homem para se ver resguardado num ambiente ecologicamente equilibrado. Mas as atividades humanas ficam sempre aquém das expectativas
nas aspirações coletivas de cuidado com a natureza. No Brasil, a Constituição de 1988 buscou tratar desse aspecto com mais ênfase, visando a
conservação da natureza na atualidade, assim como para as gerações futuras. Num contexto mais íntimo, este trabalho buscou verificar a possível
responsabilização jurídica da empresa NORSAL, de acordo com as suas atividades, na degradação do meio ambiente e avaliar as medidas efetivas
na minimização dos efeitos dessas atividades. A presente pesquisa buscou as informações necessárias para a formação de uma visão efetiva do
ocorrido nas atividades da NORSAL através de registro fotográfico, entrevistas, pesquisas na internet, levantamento bibliográfico e documental além
de pesquisa em matérias de jornais. Face o exposto, nota-se que, ao dificultar o acesso à praia e, ainda despejar sem nenhum tratamento dejetos
da produção de sal no rio da cidade a empresa causando assim, degradação velada do meio ambiente, destruindo a fauna local, os manguezais e
a flora. A empresa poderá ser responsabilizada nos agravos causados, devendo, contudo, desenvolver suas atividades de acordo com a legislação
vigente e ainda, tomar as medidas necessárias para a cessação imediata da continuada degradação ao meio ambiente. Uma das medidas paliativas
implementadas pela empresa foi constatada: plantio de mudas de manguezais. Existem muitas medidas trazidas pelo Direito Ambiental para serem
tomadas como forma de minimizar a degradação ambiental, como bem leciona Edis Miralé: “a missão do Direito Ambiental é conservar a vitalidade,
a diversidade e a capacidade de suporte do planeta Terra para usufruto das presentes e futuras gerações.” Torna-se, assim, imperiosa a respons-
abilização jurídica da empresa através da atuação veemente do Ministério Público.

Palavras-chave: Meio Ambiente – Degradação. Praia de Areia Branca/RN – Preservação. Responsabilidade jurídica – Empresa Norsal.

Situação de risco e a perda do poder familiar nos casos


atendidos pelos Conselhos Tutelares na cidade de Mossoró/RN
Autor: Ulysses Viana Gonçalves
Francisca Francineide de Souza Oliveira
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A pesquisa apresenta um problema cada vez mais presente no seio familiar, a cisão de um ambiente bem estruturado, ocasionando situações de
risco para crianças e adolescentes o que desfavorece seu pleno desenvolvimento e a perda do poder familiar. A partir desse contexto, pretendeu-se
mostrar os casos de situação de risco, atendidos pelo Conselho Tutelar, em que os socioeducandos estão inseridos em Mossoró e os caminhos
para resolver tal situação. Utilizamos o método qualitativo por meio de entrevistas aplicadas nos seguintes órgãos/instituições: Conselho Tutelar,
CREAS, Vara da Infância e Juventude, com intuito de verificar as principais situações de risco, bem como a perda do poder familiar nos casos aten-
didos pelos Conselhos Tutelares de Mossoró-RN. De acordo com os entrevistados, os casos mais frequentes são as agressões físicas/psicológicas,
a exploração sexual e o uso de drogas. Segundo Marileide, Assistente Social da Vara da Infância e Juventude, este último tem-se apresentado
como fator predominante aos demais por não distinguir classe social estando presente até em famílias com poder aquisitivo maior. Ainda conforme
a mesma, os órgãos que cuidam dos sócioeducandos estão interligados em uma rede de proteção, na qual é averiguada a denúncia por parte do
CT e dependendo dela pode-se inserir o menor em abrigos ou o juizado pode conceder a tutela para outra família. Percebe-se que na maioria das
situações de risco a fonte causadora do litígio é a própria família do menor, sendo constatado pela pesquisa que apesar desse conflito originar-se
em meio familiar, tem-se a preocupação de colocar esse socioeducando com outro parente. Quando isso não é possível, a criança é encaminhada
para outra família, ou se for por motivo de infração, poderá receber uma medida disciplinar.

Palavras-chave: Conselho Tutelar. Direitos da Família. Criança e adolescentes – situações de risco.

Situação de risco e reintegração dos socioeducandos na cidade de Tabuleiro do Norte – CE


Autor: Victor Jerônimo Maia de Oliveira
Matheus Dantas de Oliveira Paiva
Laísvaléria Cardoso Sarmanho
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha e Pesquisa: Acesso à Justiça
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A incidência de jovens entrando no mundo do crime no Brasil vem crescendo com o tempo, precisando haver uma maior atenção do estado e da
sociedade para esse problema social. Esses infratores têm revelado uma realidade de ausência de direitos fundamentais diante da exclusão social.
A nossa pesquisa avaliou as principais ações socioeducativas implementadas pelas instituições de Tabuleiro do Norte – CE voltadas para crianças e
adolescentes em situação de risco. Fizemos levantamento estatístico dos casos de situação de risco atendidos pelo Conselho Tutelar da referida cidade,
nos anos de 2000 a 2008 e aplicamos questionários com 42 crianças e adolescentes da cidade para evidenciar as principais razões que fazem com
que os jovens entrem para criminalidade, além de entrevistas com conselheiros. De acordo com as opiniões do total dos conselheiros, sobre menores
infratores; 80% dos crimes envolvem drogas 20% dos crimes são furtos; 57,14% acham que o problema está na família – 14,28% dizem estar na falta

70 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Direito

de educação e 28,57%, outros 100% dizem a família ser a solução. De acordo com as opiniões do total de jovens: 30,98% dos crimes recebem influência
dos amigos – 14,08% por desemprego e 54,92% outros; 20% dizem o apoio familiar ser a solução; 17,14%, a educação; 14,28%, os esportes e 48,57%,
outros: 97,61% dizem haver preconceitos com jovens infratores e 2,38% dizem não haver. Com relação aos dados estatísticos obtidos da prefeitura,
mostrou-se uma diminuição da criminalidade praticada por esses jovens nos últimos dois anos (2007 45 casos e 2008, 38 casos). Essa diminuição para
os entrevistados se dá em virtude de políticas públicas implementadas pelo município e pelo estado.

Palavras-chave: Direitos Fundamentais. Crianças e adolescentes – criminalidade. Medidas socioeducacionais.

Tratados multilaterais para refugiados ambientais


Autor: Marcella Juliane Vieira Holanda
Karine Valente Faco Rabelo
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Estudos Socioambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Segundo pesquisas realizadas pela Universidade das Nações Unidas (UNU), estima-se que até 2010 o número de refugiados ambientais ultrapassará
a margem dos 50 milhões. Desencadeada por uma série de processos de desestruturação ambiental, a situação destas pessoas ainda é desconhecida.
Visando conhecer os direitos que estes possuem, dilatar a visão existente, bem como o reconhecimento internacional, procuramos identificar acordos
multilaterais por meio de sites de organismos internacionais como a ONU. Realizamos entrevistas com operadores das áreas de direito internacional e
de direito ambiental no intuito de conhecer o tratamento jurídico dado aos refugiados ambientais, uma vez que a existência de acordos internacionais
seria imprescindível para a manutenção adequada da vida destas pessoas nas regiões que as acolhem. De acordo com as entrevistas realizadas pode-
se constatar que devido à falta de tratados que respaldem os refugiados ambientais, é notória a falta de interesse de outros países no recebimento
dessas pessoas, além da importância da criação de um fundo internacional destinado ao amparo dos Refugiados Ambientais. No Brasil, a constituição
não explicita esta questão, mas menciona no Artigo 1° a dignidade da pessoa humana e no Artigo 4° o progresso da humanidade que devem ser con-
siderados ao analisar a situação dos refugiados. Sem qualquer legislação protecionista, eles são apoiados apenas por Direitos Humanos e organizações
não-governamentais, dificultando a realocação e a aceitação nos países ou cidades que os deveriam receber, afinal, em muitos casos não chegam a ser
equiparados aos demais tipos de refugiados, mas sim vistos como imigrantes e permanecendo sem seus direitos reservados. Deste modo, temos uma
circunstância que exige soluções jurídicas eficientes, proporcionando segurança aos desabrigados por abalos ambientais.

Palavras-chave: Refugiados ambientais – tratamento jurídico. Tratados Multilaterais. Medidas de segurança.

Uma avaliação da exploração sexual de menores na cidade de Mossoró-RN


Autor: Fernanda Cleonice Caminha Pinheiro
Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Urbano e Responsabilidade Social
UNIVERSIDADE POTIGUAR

As estatísticas sociais revelam o descaso do Estado Democrático de Direito (responsável pela segurança pública) em relação à exploração sexual de
crianças e adolescentes brasileiros. Diante dessas estatísticas, objetivou-se mapear e avaliar tal prática na cidade de Mossoró-RN, principalmente pelo
fato desta ser um pólo turístico. Para nos servir da fundamentação teórica, usamos da consulta de sites que traziam informações a respeito da prática
desse tipo de ilícito, aplicação de um roteiro de entrevista com representantes de instituições socioeducacionais da cidade, como o Centro de Referên-
cia Especializada da Assistência Social (CREAS), com o intuito de avaliar os impactos sociais da exploração sexual além de dispositivos do Estatuto
da Criança e do Adolescente (ECA). Conforme os relatos obtidos, constatamos que, nos últimos anos, os meses com maior incidência de prostituição
coincidem com os eventos tradicionais do município como o Mossoró Cidade Junina, revelando um fluxo de pessoas de outras cidades e estados que
procuram menores com interesse no sexo barato, além de observar um perfil geral dos explorados que, geralmente, são vítimas da negligência do
estado na falta de políticas públicas que possam resolver essa situação e que se encontram nas áreas de risco. Notamos ainda a presença de “institu-
ições marginais” existentes na nossa sociedade, como bares e prostíbulos, os quais possuem certa organização que possibilita a prática desse tipo de
exploração, pois, nesses ambientes, sempre há agenciadores e uma estrutura favorável. A insuficiência de planejamento do Estado nos seus diversos
níveis de governo tem sido um grande entrave para o desenvolvimento de projetos de combate e campanhas preventivas na cidade, que possam des-
fortalecer essa prática de abuso e aproveitamento da prostituição alheia.

Palavras-chave: Violência sexual – Exploração. Direitos da Criança e do adolescente. Segurança Pública – Dever do Estado.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 71


EDUCAÇÃO ESPECIAL “A”

Inclusão escolar de alunos com deficiência: uma experiência na APAE - Mossoró


Autor: Elisandra Maria Camara da Silva
Linha de Pesquisa: Educação, Direito e Psicanálise do Vínculo Social
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Inclusão Escolar de alunos com deficiência. A inclusão de pessoas com necessidades educacionais especiais no contexto escolar é um dos desafios
que nós, professores da APAE, enfrentamos. Hoje existe um novo olhar para essas pessoas, pois antes a instituição era segregada e as pessoas
com deficiências eram vistas como loucos, ficando reclusos em conventos e hospícios, juntamente com todos que eram considerados indesejáveis
e incapazes de conviver plenamente no meio social. Atualmente a ação pedagógica desenvolvida com esses educandos é proporcionada dentro da
reafirmação da Declaração Mundial sobre a Educação para todos que tenham como meta proporcionar uma escola que ofereça educação diferenciada
a todos, considerando suas limitações e suas necessidades, onde todos podem aprender e vivenciar proveitosamente uma escola inclusiva, aquela que
educa em classes regulares e que tenham oportunidades educacionais adequadas. Com essa nova visão, desenvolvemos nosso trabalho investigativo
(vivenciado na instituição) na intenção de dá subsídios para que essas crianças venham desenvolver suas capacidades para realização desse trabalho
foi utilizada para desenvolver esse trabalho a experiência na APAE. Para tanto o objetivo desse trabalho é enfocar como é realizado o processo de
inclusão e como são desenvolvidas as atividades que vem dá condições de cada aluno realizar dentro de suas limitações. Após a investigação adotei
alguns procedimentos pedagógicos para contribuir e foi através das atividades registradas que demonstrei a verdadeira missão de quem é motivado
pelos valores da participação e da solidariedade. Consegui atingir os objetivos com a percepção clara de que acima de tudo, somos capazes de mel-
horar a educação inclusiva. Em síntese nosso trabalho tem como propósito de evidenciar que aprender é tarefa do aluno independentemente do nível de
reconhecimento a que ele for capaz de ter acesso. Ensinar é tarefa do professor, ou seja, disponibilizar conhecimento de forma aberta ampla e flexível,
de modo que o aluno assimile, de maneira original, regulada por seus interesses e possibilidades de adaptações. Portanto, o professor deve desafiar o
aluno nas suas dificuldades e em todos os momentos em que se fizer necessária a sua intervenção.

Palavras-chave: Inclusão Social. Portadores de necessidades especiais. Práticas Pedagógicas.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 73


ENFERMAGEM

A figura do cuidador de pacientes acometidos por Acidente Vascular Encefálico (AVE)


Autor: Juliana de Queiroz Veras
Danielle Lorene de Lima Rebouças
Marize Claire de Lima Melo
Rosynara da Silva Oliveira Sales
Orientador: Pablo de Castro Santos
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O Acidente Vascular Encefálico é uma doença crônica que pode causar incapacidade, deficiências e desvantagens para indivíduos por ele acometidos.
Pressupõe-se dessa forma que há necessidade de cuidadores para o auxílio nas atividades diárias, das mais simples como sentar, as mais delicadas
como segurar um talher. É função do cuidador auxiliar e acompanhar o seu paciente, auxiliando nas atividades que o mesmo não consiga realizar
sozinho. Para tal deve apresentar características significativas como atenção, dedicação, carinho, precaução, cautela e responsabilidade. Diversas
situações como déficits na saúde física e no autocuidado, dificuldades financeiras, insatisfação emocional e tristeza levam esse paciente muitas vezes
a apresentarem conflitos e mudanças na sua qualidade de vida, alterando o comportamento consigo mesmo, família e sociedade. Apresentando
comumente temperamento agressivo, dessa forma, o cuidador fica sobrecarregado, pois muitas vezes assume sozinho a responsabilidade pelos cui-
dados, além de apresentar um grande peso emocional e psíquico causado pelo sofrimento que a incapacidade acarreta em seu paciente. Diante dessa
situação, é comum que o cuidador passe por cansaço físico, depressão, abandono do trabalho, alterações na vida conjugal e familiar. Surge a partir
disso, a necessidade de intervenções para a melhoria da assistência desse cuidador aos seus pacientes. O objetivo deste trabalho foi analisar o perfil
de cuidadores de pacientes com seqüelas causadas devido ao Acidente Vascular Encefálico e observar o impacto que esse cuidado pode causar na
qualidade de vida dos mesmos. Esse trabalho foi construído, através de pesquisas bibliográficas, baseado em dez tipos de artigos científicos publicados
nos últimos 9 anos, dentre eles: “Cuidar de pessoa incapacitada por acidente vascular cerebral no domicílio: o fazer do cuidador familiar”, “Cuidando
do cuidador: reflexões sobre o aprendizado dessa habilidade”, “O cuidador e sua qualidade de vida” e “Estudo sobre a qualidade de vida de pacientes
hemiplégicos por acidente vascular cerebral e de seus cuidadores”. Os resultados obtidos mostram que há uma semelhança na qualidade de vida de
cuidadores e pacientes com Acidente Vascular Encefálico, no qual os componentes emocionais e mentais apresentam um maior impacto da incapaci-
dade em ambos os membros. De acordo com esse estudo conclui-se que, os cuidadores de pacientes com seqüelas causadas pelo Acidente Vascular
Encefalico apresentam uma redução na sua qualidade de vida, insatisfação emocional, física e psíquica devido à sobrecarga de trabalho perante as
dificuldades nas atividades diárias desses pacientes, havendo assim a necessidade de proporcionar uma melhor assistência ao cuidador para que
possa assistir de forma humanizada ao seu paciente.

Palavras-chave: Acidente Vascular Encefálico. Cuidador – Perfil. Qualidade de Vida do paciente.

A Mídia e o idoso: entraves para um envelhecimento saudável


Autor: Ingrid Nathalie Ribeiro dos Santos
Josefa Caliane de Jesus Gonçalves
Orientador: Georgiana Bezerra Ribeiro dos Santos
Linha de Pesquisa: Atenção Integral À Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 75


Enfermagem

O processo de envelhecimento e a fase da velhice fazem parte do conjunto de experiências do ser vivo. Esse processo compõe uma fase natural da
vida desde o nascimento, crescimento, amadurecimento, envelhecimento, até a morte (KACHAR, 2003). O ato de envelhecer ocorre tanto por alterações
biofísicas, como por influência do espaço em que o idoso está inserido. Assim, envelhecer é um processo natural que ocasiona a diminuição progressiva
da reserva funcional dos indivíduos. Isto em conjunto com condições de sobrecarga, como doenças, acidentes e/ou estresse emocional pode ocasionar
uma patologia (Ministério da Saúde, 2007). O processo de envelhecimento é deturpado pela mídia que impõe à sociedade uma concepção negativa
deste, atribuindo ao idoso um conceito de incapacidade, ausência de beleza, visto que faz de forma inadequada a relação entre juventude, beleza e
capacidade funcional. Desta forma, a cultura ocidental tende a valorizar mais as perdas de atributos do padrão de beleza e juventude do que as pos-
sibilidades de uma vida subjetivamente rica na singularidade do idoso. O presente estudo, de natureza bibliográfica e de entrevistas não estruturadas,
decorrentes das experiências junto aos idosos, nos campos de estágio curricular do Curso de Enfermagem – UnP – tem evidenciado que a percepção
de envelhecimento por parte da mídia tem interferido negativamente no autoconceito por parte do idoso, influenciando a autoestima, as inter-relações
pessoais, provocando isolamentos, podendo ocasionar uma condição patológica. Outra consequência dessa idéia de envelhecimento é a imagem
negativa do idoso frente as novas gerações, as quais não apenas temem a velhice, bem como desvalorizam o idoso, não admitindo que este possa
participar da sociedade ativamente como um cidadão. Por fim, esse estudo permitiu considerar a necessidade urgente de se redefinir um novo conceito
de envelhecimento, a ser propagado pelas agências educadoras, sociais e consequentemente pela própria mídia. É de suma importância que haja uma
mudança no conceito do processo de envelhecimento, de forma a valorizar todas as pessoas, independente da idade cronológica, promovendo assim
a longevidade com qualidade de vida.

Palavras-chave: Idoso – Imagem. Mídia. Envelhecimento saudável.

Arteriosclerose
Autor: Ingrid Bezerra Soares
Ana Laize Dias Sales
Gabriela Fabricio de Araujo
Orientador: Cayo Riketh Medeiros de Oliveira
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Arteriosclerose é uma, patologia silenciosa, crônica-degenerativa, devido à obstrução das artérias pelo acumulo de lipídios em suas paredes. Esses
lipídios podem ser fabricados pelo próprio corpo ou adquiridos através dos alimentos. Ela tem início quando os monócitos (tipo de glóbulos brancos)
saem da corrente sanguínea para dentro das paredes da artéria e passa a acumular lipídio, principalmente o colesterol LDL (colesterol ruim) no qual se
oxida e desenvolve uma reação inflamatória, no qual os monócitos passam a ser macrófagos que fagocitam os lipídios formando placas de ateroma,
o que diminui o tamanho do vaso e faze com que a artéria perca sua elasticidade; dificultando, assim a passagem do sangue oxigenado necessário
para órgãos e tecidos. Geralmente indivíduos que apresentam hipertensão arterial, diabetes, colesterol elevado, consomem cigarro e convivem em
ambiente estressante são sedentários, e consequentemente tem índices de obesidade. Esse paciente vai apresentar à maior risco de desenvolver a
arteriosclerose e suas complicações. O paciente com arteriosclerose necessita de acompanhamento emocional já que o mesmo vai enfrentar mudanças
no seu estilo de vida que ele pode aceitar ou não. O referente estudo tem como objetivo ressaltar o conceito da Arteriosclerose como patologia crônico-
degenerativa, entender seu desenvolvimento, fatores de risco, conseqüências e como realizar o tratamento. A partir disso, qualificar os profissionais e
estudantes da área da saúde, juntamente com a população em geral, a respeito da referida patologia. Esse trabalho foi realizado através de uma revisão
bibliográfica da aterosclerose e sua relação com a hipertensão arterial. Enfim, a arteriosclerose ocorre com o acumulo de gorduras denominadas placas
de ateroma. Mesmo sendo uma doença que pode acarretar a morte, ela pode ser tratada, porém o melhor tratamento é a prevenção, e para isso é
necessário traçar uma estratégia de trabalho juntamente com toda a equipe de saúde fazendo parceria com o paciente.

Palavras-chave: Aterosclerose – Diagnóstico e cuidados. Aterosclerose – Conscientização. Atenção à saúde.

Clínica Ampliada: instrumento de intervenção no processo de trabalho em saúde


Autor: Isabella Braz de Almeida
Erika Jordania de Melo Gurgel Barros
Micael Felipe de Albuquerque Cabral
Elton Gil Mota Barbosa
Orientador: Leonardo Carlos Rodrigues de Menezes
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O Programa de Saúde da Família - PSF reafirmou na Atenção Básica o trabalho em equipe, a adscrição de clientela e, conseqüentemente a possibilidade
de gestão por resultados, em oposição à gestão por procedimentos. No entanto, a clínica médica tradicional tem uma tendência a se responsabilizar
somente pela enfermidade e não pelo sujeito doente, reconhecendo os limites metodológicos, os interesses e as dificuldades da validade das terapias
complementares. O estudo propõe uma sistematização de recursos teóricos que possibilitem a construção da clínica ampliada. O trabalho desenvolvido
por Gustavo Tenório Cunha na dissertação de Mestrado “A Construção da Clínica Ampliada Na Atenção Básica”, qualifica, reformula e amplia a clínica.

76 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Enfermagem

A demanda por procedimentos é socialmente construída a partir de modelos hegemônicos presentes no sistema de saúde que muitas vezes são inefica-
zes nas Unidades Básicas. Esse modelo tem decaído e transformado através dos PSF, onde avanços na gestão das pessoas e do processo de trabalho
em saúde valorizam o trabalho em equipe, gestão por resultados e a adscrição de clientela, sendo capaz de lidar com a singularidade dos sujeitos sem
abrir mão da singularidade da doença. Analisando essa nova perspectiva para saúde, o autor sugere um novo modelo de atenção, uma composição
de estratégias, a transformação dos padrões já existentes da clínica hegemônica em propostas que valorizem Sujeitos Individuais e Coletivos, para
compor estratégias para a clínica nos campos teórico, educacional, cultural e político, fundamental para profissionais da saúde, acadêmicos, estudiosos
e gestores da saúde, destacando importância de ferramentas, como antiprotocolo e seus recursos práticos para facilitação da Clínica Ampliada.

Palavras-chave: Clínica ampliada – modelo. Atenção básica à saúde. Estratégia de cuidados em saúde.

Desvendando as sombras: O que é ser homem? O que é ser mulher?


Autor: Micael Felipe de Albuquerque Cabral
Marla Odina Andrade Ferreira
Ana Kaliane Gomes Pereira
Orientador: Ildone Forte de Morais
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O que é ser homem? O que é ser mulher? Discussões sobre a perspectiva relacional de gênero nos levam a caminhos que só a curiosidade pode trilhar.
Respostas objetivas estão longe de definir a construção das identidades masculinas e femininas, pois perguntas geram respostas que geram novas
perguntas. No entanto, o histórico da construção dessas duas identidades tão distintas, e ao mesmo tempo, donas do mesmo espaço nos traz subsídios
para refletir os fatores que tanto construíram as relações contemporâneas de gênero. Aos que contribuíram para essa reflexão, devemos destacar Faria
Nobre e Miriam Nobre, as quais enriqueceram essa discussão com uma visão crítica sobre fatores determinantes para a construção das identidades de
gênero no contexto sociocultural brasileiro. A presente discussão e reflexão objetiva problematizar aspectos socioculturais desencadeantes das relações
de gênero, que se não devidamente abordados, podem criar uma ruptura nas relações sociais entre homens e mulheres. Ao longo dos séculos, os
homens assumem uma postura de provedor, dominando a “racionalidade” e superestimando sua existência. A representação masculina na sociedade
patriarcal é uma efígie de um deus ou de um herói que segue pelos caminhos desenhados pela onipotência deste Deus. As atribuições de força, poder,
coragem, astúcia e inteligência, assim como as exclusões de sentimentos como o medo, a inveja e a raiva, diminuem as distâncias existentes entre a
representação de um homem ou a de um deus, tornando o herói alguém digno de premiações dos céus. Em influência, foi característica do Iluminismo
a idéia de que o homem natural ou “selvagem nobre” foi pervertido pelos modelos e determinantes da sociedade em vigência, uma vez que a educa-
ção de um homem inicia-se antes do seu nascimento; antes de falar, antes de escutar, ele já é instruído. Estes pressupostos derivam de um modelo
hegemônico da masculinidade e demarcam as desigualdades existentes nas relações de gênero. Sua reprodução é reforçada por uma sociedade
patriarcal, onde no homem são depositadas expectativas de ação, e para as mulheres, de recato. De uma forma mais abrangente, a socialização dos
meninos e meninas é determinada por modelos, estruturas políticas, socioculturais, econômicas e familiares. Percebemos que a construção social da
relação de gênero ocorre através de uma imbricação de fatos e acontecimentos que delimitam valores do que é ser homem e do que é ser mulher.

Palavras-chave: Homem – Identidade. Mulher – Identidade. Fatores determinantes para o gênero.

Estudo da série histórica da Leishmaniose Visceral Humana nos


bairros do município de Mossoró-RN no período de 2003 a 2008
Autor: Isabelline Freitas Dantas Paiva
Richardeson Fagner de Oliveira Grangeiro
Auriclécia Dantas de Lira
Julia Maria Alves Fernandes
Orientador: Cayo Riketh Medeiros de Oliveira
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Leishmaniose Visceral, ou Calazar, é uma zoonose que acomete animais silvestres e, acidentalmente, o homem (devido ao desequilíbrio ambiental
que ele provoca). Essa doença tem maior prevalência em países tropicais, no Brasil sua maior incidência é na região Nordeste, e a cidade de Mossoró-
RN está caracterizada como uma área endêmica. Nesse contexto, realizamos um levantamento de dados, junto a Vigilância Sanitária do município,
com o desígnio de identificar os bairros que apresentaram casos da doença e de conhecer onde esta tem maior prevalência. Para tanto, fizemos uma
pesquisa documental para a qual tivemos acesso aos agravos notificados da doença desde o ano de 2003 a 2008. Verificamos que entre os anos de
2003 e 2008 foram notificados 122 casos da doença, dos quais 8% deles ocorreram no ano de 2003, 9% no ano de 2004, 8% em 2005, 22% no ano de
2006, 23% no ano de 2007 e 29% no ano de 2008. Observamos que os locais que apresentaram uma maior quantidade de agravos notificados foram
o bairro Abolição IV com 14% dos casos, seguido da Zona Rural do município com 12% dos casos registrados, do bairro Belo Horizonte com 8% dos
casos registrados, do bairro Aeroporto com 7% dos casos e do bairro Santo Antônio com 6% dos casos. Os 25 bairros restantes onde houve notificação

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 77


Enfermagem

de casos, juntos, somam 53% do total de agravos. Diante dos resultados encontrados, verificamos que houve um aumento significativo dos casos
notificados a partir do ano de 2006, o que nos permite relacionar esse aumento ao desmatamento que ocorreu nesta mesma época com a construção
de várias estruturas como o Shopping, a Universidade e Condomínios, através dos quais o homem invadiu o habitat natural dos animais. Desde então
essa invasão vem aumentando e, conseqüentemente, influenciando na crescente e contínua incidência dessa doença no município de Mossoró-RN,
com uma disparidade maior no ano de 2008 quando houve um aumento de 21% em relação a 2003 (8% dos casos), sendo o bairro Abolição IV o mais
acometido com a doença devido à sua proximidade com a área desmatada.

Palavras-chave: Leishmaniose Visceral Humana. Saúde Coletiva. Meio Ambiente – Habitat de animais.

Fatores de risco para Acidente Vascular Encefálico (AVE)


Autor: Danielle Lorene de Lima Rebouças
Oziel Tardely Sousa Farias
Juliana de Queiroz Veras
Marize Claire de Lima Melo
Orientador: Pablo de Castro Santos
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O Acidente Vascular Encefálico (AVE) é considerado a terceira maior causa de óbitos entre a população adulta, o que vem preocupando os profis-
sionais da área da saúde, pois é uma doença que requer tratamentos especiais, devido ao fato de atingir órgãos vitais e muitas vezes quando
superado, deixa sequelas temporárias no paciente. O AVE pode ocorrer quando há bloqueio (isquêmico) ou rompimento (hemorrágico) de vasos que
levam sangue ao encéfalo. Diversos fatores de risco estão relacionados com o desenvolvimento do AVE, tais como Hipertensão Arterial, Obesidade,
Tabagismo, Etilismo e Diabetes. Tais fatores estão presentes constantemente na sociedade com altos índices de ocorrência, aumentando a proba-
bilidade de incidência do Acidente Vascular Encefálico. Dessa forma é necessário o conhecimento dos mecanismos desses fatores de risco para que
possamos pensar em métodos de prevenção de doenças e de promoção à saúde numa perspectiva ampla. O tratamento dos fatores de risco é de
suma importância, visto que tratados de forma adequada proporcionam uma melhor qualidade de vida para os pacientes. O objetivo da pesquisa é
conhecer os principais fatores de risco apontados em artigos científicos, fazer analogia com dados construídos em Mossoró e estabelecer a relação
com Acidente Vascular Encefálico. A metodologia utilizada foi qualitativa e quantitativa, através da leitura de artigos científicos em pesquisas real-
izadas nos últimos 8 anos no Brasil e compilação de dados do Centro de Obesidade e reabilitação neurológica em Mossoró. Os resultados obtidos
apontaram Hipertensão Arterial como fator de risco principal para Acidente Vascular Encefálico, cuja ocorrência abrange uma grande porcentagem
na população mundial. Os dados coletados no Centro de Obesidade em Mossoró indicaram 253 casos de Hipertensão, sendo que40 pacientes do
sexo masculino e 36 do sexo feminino desenvolveram AVE; seguida de Obesidade e Tabagismo com 192 e 111 casos, respectivamente. Etilismo
apontou 101 pacientes e, Diabetes 85. Conclui-se que é necessário tratar os fatores de risco que se fazem presentes na rotina de várias pessoas,
para que não atuem como condicionantes de outras doenças, especificamente o AVE. Tanto para os profissionais da área da saúde quanto para
a população é mais cabível a prevenção de doenças, assim como dos seus determinantes, que o tratamento das mesmas, evitando riscos e tra-
balhando a promoção da saúde.

Palavras-chave: Acidente Vascular Encefálico - riscos. Atenção à saúde. Promoção à saúde coletiva.

Implicações Bioéticas sobre a manipulação de células-tronco


embrionárias para pesquisas com fins terapêuticos
Autor: Gabriela Fabricio de Araujo
Orientador: Everkley Magno Freire Tavares
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Discute-se, nesse artigo, a manipulação de células-tronco embrionárias envolvendo pesquisas com fins terapêuticos e suas implicações bioéticas.
Para isso, evidenciaremos o que são células-tronco e o direcionamento de suas pesquisas. Também serão apresentados os conceitos de bioética
e os princípios da autonomia, beneficiência, não-maleficiência e justiça para problematizar a manipulação em questão. Para isso, o trabalho foi
embasado na leitura da lei de Biossegurança Nº 11.105/20005, e pela obra Bioética de Darlei Dall’ Agnol (2008). A partir da pesquisa feita e das
discussões aqui propostas, podemos perceber que, do ponto de vista bioético e legal não há porque impedir pesquisas com células-troncos embrion-
árias, embora existam limites a serem discutidos no tocante a destruição dos embriões e sobre os direitos de personalidade. Os embriões utilizados
nesse tipo de pesquisa são resultado de fertilizações nas quais não foram utilizados, passaram mais de três anos congelados e não podem mais ser
usados para fertilização. Nesse caso eles serão destruídos ou podem ser usados para pesquisas. Esses embriões não são considerados seres hu-
manos com direitos e deveres, partindo da premissa de que o inicio da vida é marcado pelo início da formação minimamente organizada de sistema
nervoso, e durante o período em que são manipulados esse sistema ainda não está formado. Os princípios bioéticos que analisam as pesquisas
para garantir os direitos éticos e jurídicos dos seres humanos são: autonomia queimplica em respeitar a liberdade de cada pessoa e sua capacidade

78 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Enfermagem

de decidir, deliberar e agir; beneficência determina o agir de forma a beneficiar os outros, ou seja, em prol do bem-estar coletivo: não-maleficência
implica em não causar dano intencional aos outros: justiça determina o agir consciente perante o interesse social e a legalidade. Diante de todas as
discussões aqui propostas, não há porque não permitir a realização de pesquisas com células-tronco embrionárias, tendo em vista as bases legais
e científicas postas na Lei 11.105/2005 e nos princípios bioéticos.

Palavras-chave: Células-tronco embrionária. Bioética. Estudos científicos.

Incidência de leucemia infantil no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró


Autor: Juliana Cristina Azevedo Filgueira
Joana Paula Pereira da Silva
Orientador: Evilamilton Gomes de Paula
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A leucemia é uma doença maligna que se caracteriza por uma produção elevada de leucócitos anormais (afetação dos glóbulos brancos do sangue), que
provocam a diminuição progressiva de produção de células normais, e que dão lugar ao aparecimento de anemia, infecções e hemorragias. Tem como
principal característica o acúmulo de células jovens (blásticas) anormais na medula óssea que substituem as células sanguíneas normais. Devido ao
aparecimento de diversos casos de Leucemia infantil em nossa região resolvemos estudar o tratamento dessa doença e o perfil dos pacientes (crianças)
que realizam esse tratamento na Oncopediatria do Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró. Analisar os casos de leucemia infantil no Centro de
Oncologia e Hematologia de Mossoró e as perspectivas de êxito do tratamento. A pesquisa é de caráter exploratório quantiqualitativo, fundamentado em
literaturas bastante atuais na área. O levantamento bibliográfico foi complementado através da análise do conteúdo de uma entrevista semiestruturada
realizada com a Onco-Hematologista Pediátrica e revisão de prontuários com o objetivo de concretizar dados já expostos anteriormente. Foram também
realizadas conversas informais com os genitores das crianças com o intuito de entender o contexto social, econômico e cultural. As razões genéticas
de as crianças terem leucemia é algo que a ciência ainda não conseguiu explicar, porém, em alguns casos, após várias sessões de quimioterapia, as
possibilidades de cura são bastante acentuadas. A presença dos genitores é essencial para que as crianças, durante o tratamento, consigam conviver
com as orientações que lhe são recomendadas. O tipo de leucemia que ocorre com mais freqüência é LLA (Leucemia Linfóide Aguda). Assinala-se, por
exemplo, que o câncer mais freqüente nas crianças de 02 a 05 anos é leucemia, mas, quando diagnosticado no início, as possibilidades de cura são
substanciais, portanto, divulgar informações sobre a leucemia infantil é condição fundamental para que a população fique atenta aos sinais e sintomas
que possam identificar a existência dessa patologia.

Palavras-chave: Leucemia infantil – Tratamento. Leucemia infantil – Perfil de pacientes. Atenção à saúde.

O cuidado de enfermagem para crianças com fissuras labiais e palatinas


Autor: Marcela Luana Araujo Nascimento
Mônica Cristina Linhares de Andrade
Flavianna Costa de Lima
Orientador: Kalyane Kelly Duarte de Oliveira
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O enfermeiro é um dos profissionais de saúde que mantém maior contato com os usuários do serviço e em se tratando de mulheres e crianças
podemos enfatizar essa afirmativa. Essas últimas, em especial, são acompanhadas pela enfermagem desde a sua formação durante o pré-natal
até seu crescimento com as consultas de acompanhamento do crescimento e desenvolvimento (CeD). Dentro desse contexto é imprescindível que
o enfermeiro conheça a anatomia, fisiologia e as diversas patologias que podem acometer a criança. As fendas labiopalatinas são ocasionadas
por uma deficiência na fusão da estrutura nasal com a estrutura maxilar e na fusão das massas mesenquimais das estruturas palatinas e do septo
nasal durante a formação fetal, podendo ser uni ou bilateral ela pode comprometer apenas a úvula ou se estender até o palato duro e lábios. Como
consequências imediatas traz a desnutrição, pneumonia por aspiração, má formação de dentes ou dificuldade na deglutição, na fala e ainda, a longo
prazo, podemos citar o comprometimento neurológico. O tratamento é cirúrgico, realizando dos 3 aos 6 meses a correção labial e aos 18 meses, a
palatina. Geralmente essa má formação vem acompanhada de outras síndromes. O objetivo do trabalho é esclarecer os cuidados da enfermagem
para com as crianças que apresentam fissura labiopalatinas. O presente estudo estruturou-se da relação entre dois momentos: primeiro a revisão
bibliográfica, seguindo da observação participativa na casa de saúde e maternidade Dix-Sept Rosado, situada na cidade de Mossoró/RN. No ano
de 2008, foram observados 1 caso de recém nascido com fenda labiopalatina para cada 1.000 nascidos vivos. O enfermeiro juntamente com uma
equipe multiprofissional, deve orientar a mãe desde o pré-natal, oferecendo suporte emocional e psicológico e mostrando a importância do trata-
mento precoce para auxiliar no bom prognóstico. No decorrer das consultas de CeD da criança, deve orientar a importância do aleitamento materno,
pois é o melhor método para desenvolver a musculatura da face e boca, e ainda quanto os cuidados necessários na amamentação para nesses
casos evitar infecções, e aos poucos, inserir novos alimentos. Informar sobre a higiene bucal após as refeições para impedir infecções como otite e
pneumonia, cáries, a aspiração para as vias aéreas de restos alimentares e informar também como realizar a limpeza e a alimentação para evitar o

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 79


Enfermagem

rompimento dos pontos cirúrgicos. A enfermagem tem um campo de atuação amplo e deve estar apta a reconhecer e tratar os acometidos por essa
má formação congênita, além de dar suporte para a família, sendo o profissional de extrema importância para o sucesso do tratamento, de forma
que o indivíduo possa interagir com a sociedade sem nenhum dano físico ou psicológico.

Palavras-chave: Fissuras Labiopalatinas. Cuidados de Enfermagem. Atenção à saúde.

O papel das tecnologias leves no processo de trabalho


em saúde: contribuições de uma resenha crítica
Autor: Marla Odina Andrade Ferreira
Ildone Forte de Morais
Orientador: Leonardo Carlos Rodrigues de Menezes
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A construção e consolidação do Sistema Único de Saúde – SUS tem sido objeto de preocupação e discussão de vários autores que militam no
campo da Saúde Coletiva. Nesse sentido, devemos destacar a importante contribuição de Emerson Elias Merhy e Túlio Batista Franco, professores
da Universidade de Campinas – UNICAMP, que nos últimos anos têm defendido a tecnologia leve enquanto instrumento de mudança do modelo
assistencial no processo de trabalho em saúde. O objetivo do trabalho é discutir o papel das tecnologias leves como instrumento de mudança do
modelo assistencial a partir do processo de trabalho em saúde. O presente trabalho foi construído originalmente como resenha crítica do artigo
intitulado “Por uma composição técnica do trabalho centrada nas tecnologias leve e no campo relacional”, publicado na revista Saúde em Debate.
Historicamente a formação do modelo assistencial para a saúde esteve centrada nas tecnologias dura e leve-duras, ocorrendo a dominação do
trabalho morto sobre o trabalho vivo. Entretanto, apesar desse cenário, Merhy e Franco (2003) apontam estratégias para superar esses obstáculos,
uma vez que a reestruturação produtiva poderá produzir mudanças no núcleo tecnológico do cuidado, compondo uma hegemonia do trabalho vivo
que depende, em última instância, da mudança no modo de produzir saúde, a qual é denominada de transição tecnológica. Para operacionalizar
a mudança do modelo assistencial, faz-se necessário a integralidade das ações em saúde, contextualizada nas “linhas” de cuidado e de projetos
terapêuticos. Além disso, a configuração desse quadro é desenhada a partir da articulação entre as necessidades dos usuários e a intencionalidade
dos trabalhadores, sendo a pactuação de gestores e as rodas de conversa nos serviços, instrumentos que podem garantir a efetivação do acolhi-
mento, vinculação e responsabilização.

Palavras-chave: Tecnologias leves. Assistência em saúde. Saúde coletiva.

Os determinantes sociais na favela do Tranquilin e a qualidade de vida da população


Autor: Camila Tereza Amorim E Silva
Isabelline Freitas Dantas Paiva
Marcella Linhares Tavares
Julia Maria Alves Fernandes
Orientador: Cayo Riketh Medeiros de Oliveira
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Os determinantes sociais influenciam no processo saúde-doença de um indivíduo e/ou de uma comunidade. Assim, sabemos que as condições de
moradia e higiene de uma pessoa e das que o cercam, bem como os equipamentos sociais, têm fundamental importância na qualidade de vida da
população. Diante disso, buscamos identificar os determinantes sociais, observando e analisando a relação destes com o processo de saúde/doença
dos indivíduos da Comunidade Favela do Tranquilin. No intuito de captarmos melhor a realidade daquele local, realizamos uma pesquisa exploratória,
valendo-se de um questionário fechado com o qual entrevistamos 26 famílias residentes naquele espaço, e as indagamos sobre os níveis educacionais,
situação financeira, lazer e quanto à presença de animais domésticos. Verificamos ainda as condições mínimas de moradia e higiene daquela comuni-
dade, onde observamos que 97% das residências constituem-se em casas de taipa, e 93% não possuem banheiro, o que dificulta a prática de hábitos
higiênicos. Vimos também que 84% das pessoas entrevistadas são acometidas por viroses (principalmente as crianças); 19% delas são acometidas
por doenças cutâneas (principalmente, larvas migrans cutâneas) e analisamos que a porcentagem de pessoas acometidas por osteoporose, é de 7%,
valor que é igual à porcentagem de pessoas que apresentaram dengue, ou que possuem hipertensão arterial sistêmica. Encontramos ainda pessoas
com reumatismo (3% dos entrevistados), epilepsia (3% das pessoas com quem tivemos contato) e infecções intestinais (7% dos entrevistados). Diante
dos dados encontrados e das condições estruturais percebemos que essa população se encontra em situação de sobrevida, sem condições mínimas
de higiene e de manutenção do bem-estar no ambiente onde vivem. Visualizamos o descaso das autoridades em relação àquele local, uma vez que
inexiste energia elétrica, água encanada, saneamento básico e outros que são primordiais. Esses fatores unidos a estrutura daquele local e existência
de vetores (mosquitos, ratos e baratas) propiciam o aparecimento de doenças parasitárias e todos estes, afetam o processo saúde/doença da popula-
ção, acarretando-lhes cefaléia e problemas relacionados ao estresse (fatores encontrados em 7,6% dos entrevistados). Diante dos fatores observados,
identificamos a necessidade de implementação de políticas públicas que possam intervir naquela realidade como, por exemplo, construções de casas,

80 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Enfermagem

saneamento básico e iluminação elétrica.

Palavras-chave: Condições básicas de vida. Qualidade de vida. Fatores sociais determinantes.

Os sentidos da categoria Empowerment: instrumento


para repensar o processo de produção dos serviços de saúde
Autor: Ana Kaliane Gomes Pereira
Erika Jordania de Melo Gurgel Barros
Isabella Braz de Almeida
Leonardo Carlos Rodrigues de Menezes
Orientador: Ildone Forte de Morais
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Os sentidos do suas concepções e perspectivas na promoção da saúde se dividem em vários momentos que determinam as mudanças nas ações de
saúde. O não se entende apenas pela distribuição de poder para a sociedade nos serviços de saúde, mas especialmente no poder de estar mudando
seu ambiente e suas condições de vida e assim, determinar seu processo saúde/doença com os diversos momentos vividos pela promoção da saúde.
O tem dois momentos e suas percepções: a psicológica, visando à vertente behaviorista, na qual o indivíduo seria o único responsável e causador
do seu processo saúde/doença; e o momento comunitário, já este enxergando o indivíduo de uma maneira mais coletiva, identificando os problemas
que o cercam e elaborando estratégias de desenvolvimento crítico e social para oferecer subsídios ao usuário para que este possa exercer o poder
adquirido de forma ideal. Os resultados almejados na exploração do tema tem como prioridade a análise do enquanto pilar construtor da promoção da
saúde, sendo de relevante importância seu debate e conhecimento público, tanto para profissionais da saúde, acadêmicos, estudiosos da promoção
da saúde e dos próprios usuários, oferecendo a estes desenvolvimento crítico necessário, esperando-se assim que com o conhecimento adquirido ou
aprofundado, possa-se detectar as melhorias necessárias para a determinação do processo saúde/doença. A metodologia utilizada foi dada através de
pesquisas bibliográficas que abordam o assunto nos textos utilizados na monitoria de Promoção da Saúde e aperfeiçoada em debates realizados no
grupo de estudo de Promoção da Saúde. Assim, a idéia de na qual o indivíduo é detentor de poderes para o aprimoramento do ambiente físico e social,
modificando seus determinantes de saúde, não desmerece o suporte clínico para assistência à saúde, mas une-se a ele com a idéia de interação entre
profissionais e usuários, no qual este tem como propósito o aumento da capacidade de reflexão do indivíduo, seu desenvolvimento crítico para que
este tenha subsídios e conhecimento do contexto social, político e econômico, podendo assim exercer o poder que lhe foi assistido a fim de modificar o
ambiente individual e coletivo na perspectiva da melhoria do processo saúde/doença.

Palavras-chave: Serviços de promoção á saúde. Saúde coletiva.

Pensando a construção histórica do Sistema Único


de Saúde – SUS: avanços, retrocessos e desafios
Autor: Ana Kaliane Gomes Pereira
Erika Jordania de Melo Gurgel Barros
Isabella Braz de Almeida
Leonardo Carlos Rodrigues de Menezes
Orientador: Ildone Forte de Morais
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

As raízes históricas do Sistema Único de Saúde – SUS foram formuladas no embate sanitário da reforma sanitária brasileira, na perspectiva do modelo
Epidemiológico de intervenção em saúde que requer uma nova forma de pensar o processo saúde/doença individual e coletivo. Nesse contexto a con-
cepção de saúde/doença precisa ser visualizada como dependente da qualidade de vida e sendo assim, ligada diretamente à produção e reprodução
social. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é discutir o processo de construção histórica do SUS, a partir do movimento da reforma sanitária. O
trabalho foi desenvolvido tendo como aporte teórico autores da saúde coletiva como Mendes (1998), Campos (1997), Paim e Almeida Filho (1999)
dentre outros. As políticas de saúde no Brasil, ao longo do percurso histórico, foram determinadas pelos interesses econômicos em detrimento da cida-
dania da população. Entretanto, na atualidade o SUS tem como papel fundamental reverter esse quadro, elegendo como campo privilegiado de suas
ações a Saúde Coletiva, superando a atuação exclusivamente curativa e individualizada no processo de produção dos serviços de saúde. Devemos
compreender o caráter de construção processual do SUS, pois ele está sendo construído no embate político, ideológico e tecnológico entre diversos
atores sociais. Assim, entendemos que a efetivação de nossa política de saúde está em plena caminhada, e como tal, há um movimento dialético de
aproximação e/ou distanciamento dos objetivos propostos. Portanto, pensar o SUS nesse contexto significa entender o início de uma longa caminhada
com seus avanços, retrocessos e desafios.

Palavras-chave: SUS – História. Qualidade de vida em saúde. Práticas Públicas em saúde.


ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 81
Enfermagem

Perfil das endoparasitoses no município de Mossoró-RN


Autor: Julia Maria Alves Fernandes
Richardeson Fagner de Oliveira Grangeiro
Isabelline Freitas Dantas Paiva
Auriclécia Dantas de Lira
Orientador: Cayo Riketh Medeiros de Oliveira
Linha de Pesquisa: Análises Clínicas e Toxicológicas
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Sabe-se que as endoparasitoses são infecções intestinais provocadas por organismos que vivem no interior do corpo do hospedeiro, ambiente onde
estes se alimentam e se reproduzem. Essas endoparasitoses são causadas por helmintos e/ou protozoários, e atingem principalmente o trato gastroin-
testinal dos seres humanos. No intuito de identificar as endoparasitoses mais comuns na população, os principais parasitas a elas relacionados e o sexo
mais acometido por estas doenças, realizamos uma pesquisa exploratória. Através de uma coleta de dados, realizada no Centro Clínico Professor Vingt
Rosado, do bairro Bom Jardim, no período entre janeiro e junho de 2008, analisamos os exames parasitológicos de fezes positivos de 1.876 indivíduos
atendidos naquela unidade de saúde, a qual é o laboratório central de Mossoró. Com isso, verificamos, dentre as pessoas portadoras de endoparasito-
ses, 65% são do sexo feminino e 35% são do sexo masculino. Observamos também que 98% das endoparasitoses são acarretadas por protozoários,
enquanto que apenas 2% são causadas por helmintos. Dentre os protozoários, o mais encontrado nos exames foi o (52%), seguido do Entamoeba
(19%), (14%), (14%) e (1%). Dentre os 2% dos exames que apresentaram 32% eram acometidos pelo agente etiológico Hymenolepis nana, e 25%
era acometido pelo vermiculares, porcentagem igual à de indivíduos acometidos pelo , seguidos por (9%), (7%) e, por fim, o com prevalência em 2%
dos helmintos encontrados. Dessa forma, verificamos que entre as que acometem o município de Mossoró-RN, o sexo feminino é o mais afetado e que
as principais são causadas por protozoários, dentre elas a de maior incidência é a amebíase, seguida da giardíase e nos 2% de a maior prevalência é
do . Ressalvando que muitos desses pacientes são acometidos por mais de um parasita, os quais podem ou não causar mais de uma doença, já que
existem parasitas que não são patogênicos.

Palavras-chave: Endoparasitose – Diagnóstico. Análises clínicas. Atenção à saúde coletiva.

Pesquisa do índice de infestação predial por Aedes Aegypti


nos bairros da cidade de Mossoró-RN no ano de 2007
Autor: Richardeson Fagner de Oliveira Grangeiro
Isabelline Freitas Dantas Paiva
Auriclécia Dantas de Lira
Julia Maria Alves Fernandes
Orientador: Cayo Riketh Medeiros de Oliveira
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o infecta cerca de 100 milhões pessoas/ano, especialmente em países tropicais. No Brasil, a enfer-
midade está presente em 3.970 municípios. Em média são 135 mil novos casos em humanos tem ocorrido no último ano, à maioria destes na região
Nordeste. Nesse contexto insere-se a região de Mossoró, Rio Grande do Norte, uma zona endêmica para , Com o intuito de assimilar tal problemática,
procuramos identificar quais os bairros mais acometidos pela infestação predial na cidade de Mossoró-RN. Assim, realizamos uma pesquisa exploratória
junto à coordenação de Vigilância em Saúde da cidade de Mossoró-RN, onde tivemos acesso aos índices de infestação predial da cidade. O instrumento
utilizado para a tomada dos dados foi por meio das fichas da Situação Vetorial (I.I.P) por bairros de Mossoró, referentes ao ano de 2007. Os índices
encontrados na pesquisa foram: Paredões com 22,3%, Bom Jardim com 18,7%, Doze Anos com 15,3%, Bom Jesus com 12,8%, e Redenção com 12%,
Santa Delmira com 1,3%, Centro com 1,6% e Nova Betânia com 2,5%. Diante dos resultados encontrados, verificamos que os bairros dos Paredões e
do Bom Jardim tiveram os maiores índices de infestação predial. Esse agravante decorre de algumas problemáticas tais como; abastecimento de água,
levando a população a armazenar água de forma inadequada, imóveis fechados durante as visitas dos agentes de endemias e o clima da cidade que
favorece a criação dos criadores do mosquito. No entanto, os bairros que tiveram os menores índices foram o Santa Delmira e Centro, pois os mesmos
possuem sistema de abastecimento de água regular e os reservatórios de água, em sua maioria, são fechados impossibilitando a entrada do mosquito.
Foi constatada no ano de 2007 a presença de um alto índice de infestação nos bairros de Mossoró, que se apresenta acima de 5% que, para a Orga-
nização Mundial de Saúde é considerado um dado alarmante, já que mesma preconiza um índice até 1%. Diante disso, observou-se que, apesar do
município possuir um programa de combate à dengue, não consegue reduzir o índice de infestação predial da cidade.

Palavras-chave: Aedes Egypti – cuidados. Aedes Egypti – Diagnóstico quantitativo. Atenção à saúde coletiva.

82 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Enfermagem

Produção imaginária da demanda e o processo de trabalho em saúde


Autor: Micael Felipe de Albuquerque Cabral
Elton Gil Mota Barbosa
Linda Katia Oliveira Sales
Orientador: Leonardo Carlos Rodrigues de Menezes
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No contexto histórico da saúde brasileira, verificamos uma dicotomia no que se refere à construção do cuidado em saúde. O modelo sanitarista com
sua visão multidimensional do processo saúde-doença, e em detrimento deste, o modelo médico hegemônico, reduziu a clínica e, o cuidado a procedi-
mentos e processos de trabalho votados para a lógica instrumental. No âmbito da saúde coletiva, pesquisadores vêm demandando estratégias a serem
implantadas nos serviços a partir de reflexões sobre o Processo de Trabalho em Saúde. Aos que contribuíram para essa linha de pesquisa, devemos
destacar Túlio Batista Franco e Emerson Elias Merhy, ambos docentes da Universidade de Campinas – UNICAMP, os quais enriqueceram essa pesqui-
sa com uma visão crítica sobre fatores determinantes da Produção Imaginária da Demanda em Saúde. Analisar o Processo de Trabalho em Saúde como
determinante da Produção Imaginária da Demanda, propondo uma construção diferenciada do cuidado. A demanda por procedimentos é socialmente
construída partindo de relações e subjetividades adquiridas tanto pelos profissionais de saúde quanto pelos usuários. Essa subjetividade é reforçada
por uma produção imaginária do produto demandado, uma percepção do que significa a oferta que desencadeia na procura por procedimentos. Porém,
Franco e Merhy (2005) propõem estratégias para uma nova construção do cuidado, que consiste em um novo processo de trabalho sobre mudanças
no serviço de saúde; uma construção dialética, feita pelos sujeitos do espaço onde se produz o cuidado. Um novo processo de trabalho é proposto,
apostando em relações acolhedoras capazes de produzir vínculo. Diante disso, são necessárias mudanças no serviço de saúde, operacionalizando uma
nova forma de se produzir cuidado, forma baseada nas relações interpessoais, (re)significações simbólicas que dizem respeito ao cuidado produzido
nos serviços de saúde: uma construção dialética de reorganização simbólica do imaginário, demandada pelos sujeitos trabalhadores e usuários.

Palavras-chave: Produção imaginária da demanda em saúde. Processo de trabalho em saúde. Estratégias de serviço e cuidados em saúde.

Saúde da Família: um instrumento de transformação da realidade


Autor: Marla Odina Andrade Ferreira
Linda Katia Oliveira Sales
Orientador: Ildone Forte de Morais
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O Sistema Único de Saúde – SUS tem na atenção básica, representada pela Estratégia Saúde da Família - ESF, um dos principais instrumentos para
reorientar o processo de produção dos serviços de saúde, pois o fortalecimento do nível primário articulado aos demais níveis de complexidade na
assistência à saúde aponta para o desenvolvimento de ações integradas, visando não somente à cura mas também a prevenção de doenças e a pro-
moção da saúde, caracterizando-se também como uma estratégia que possibilita a integração e promove a organização das atividades em um território
definido, com o propósito de propiciar o enfrentamento e resolução dos problemas identificados. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo é discutir
as bases conceituais da ESF no contexto do Sistema Único de Saúde – SUS. É um estudo qualitativo e bibliográfico sobre a temática em questão,
baseado em leituras e fichamentos. A ESF não deve ser entendida como mais um programa ministerial para desenvolver atividades de cura, elegendo
como foco somente a família bipolar, mas a mesma tem que ser compreendida como uma estratégia capaz de eleger prioridades distintas em contextos
diferentes, visando os sujeitos como seres unimultidimensionais e colocando na arena sanitária a prevenção e a promoção da saúde eixos de suas
ações. A ESF pode ser considerada como um instrumento de transformação da realidade de saúde na perspectiva individual e coletiva, pois suas ações
não se limitam ao corpo biológico e ao modelo curativista, mas avança na direção a efetivação da cidadania e do modelo epidemiológico.

Palavras-chave: Estratégias de integração e promoção à saúde. Estratégia Saúde da Família – ESF. Serviços de saúde.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 83


ENGENHARIA DE
SEGURANÇA DO TRABALHO

A importância do uso da câmara de calibração do ciclone em bombas de amostragem


Autor: Helion Barbosa Pedrosa
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O objetivo desse trabalho é o de comprovar a interferência na saúde do trabalhador quando o procedimento de calibração de bombas de amostragem
não é realizado com a utilização da câmara de calibração do ciclone. Pretende-se evidenciar a importância do uso da câmara nas avaliações quanti-
tativas das poeiras respiráveis, bem como o impacto à saúde do trabalhador quando da inobservância da norma técnica vigente, no caso a Norma de
Higiene Ocupacional (NHO) nº. 07, que regulamenta a calibração de bombas de amostragem individual pelo método da bolha de sabão, abordando
aspectos de novas tecnologias e conhecimentos disponíveis gerados pela Coordenação de Higiene do Trabalho da Fundação Jorge Duprat Figueiredo
de Segurança e Medicina do Trabalho (FUNDACENTRO). O estudo apresenta uma análise das interferências negativas nos resultados das avaliações
quando do cálculo da concentração da fração respirável de sílica, sem ter havido a utilização do ciclone em conjunto com a câmara, durante a calibração
inicial do instrumento. Ou seja, durante o referido processo a bomba de amostragem deve ser interligada ao ciclone através da Câmara de Calibração.
O procedimento adotado usualmente por muitos higienistas, quando da calibração do amostrador gravimétrico para avaliação de poeiras respiráveis,
não utiliza o ciclone interligado à câmara de calibração. Prática que compromete os valores de vazão, levando a resultados equivocados, que impactam
no cálculo da concentração da poeira respirável a qual estão expostos os trabalhadores. Experimentos práticos mostram variações superiores a treze
por cento (13%) entre as vazões iniciais e finais quando da não utilização da câmara na calibração da bomba. Fato que contraria a NHO nº 07, que
alerta para o fato de que o procedimento deve ser feito com o separador de partículas, no caso o ciclone, inserido no sistema interligado a um calibrador
específico, no intuito de que seja considerada a perda de carga provocada por esse dispositivo.

Palavras-chave: Calibração de bombas de amostragem. Medidas de segurança. Saúde do trabalhador.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 85


FISIOTERAPIA

A Escoliose em crianças de idade escolar e a sua relação com as condições


sócioeconômicas familiares
Autor: Valéria Cristina Carvalho da Silva
Sara de Lourdes Jácome de Sousa
Kamilla Rafaely Veras Soares
Ariadna Regina de Freitas Honorato
Orientador: Georgiana Bezerra Ribeiro dos Santos
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A escoliose é uma deformação que altera as curvaturas naturais da coluna vertebral no plano sagital, gerando uma curvatura lateral em um plano
frontal (CAllLIET,1979). A maior parte das deformações posturais se manifesta durante a fase do crescimento, atingindo crianças e adolescentes, o que
faz com que a escola seja um espaço de identificação desses problemas. Isto vem preocupando os profissionais de saúde, sobretudo, no sentido de
identificar o que acarreta essa deformidade estrutural. Pesquisar quais são os fatores que estão diretamente relacionados com as alterações estruturais
da coluna vertebral é de fundamental importância para que se possa estabelecer uma ação preventiva no ambiente escolar, haja vista a velocidade do
crescimento nessa fase, gerando inúmeros vícios e prejudicando o desenvolvimento físico, social, emocional e de aprendizagem dos alunos. Serão
utilizados métodos qualitativos como entrevistas estruturadas com as crianças e adolescentes das escolas envolvidas no projeto e suas respectivas
famílias, focando informações relativas ao aparecimento das deformações posturais, situação econômica, social, nutricional e emocional do ambiente
familiar. A aplicação de métodos quantitativos, como a observação dirigida, através de ficha de avaliação postural junto aos escolares selecionados
que apresentarem alguma deformação postural. Outra fonte de informação serão os docentes e equipe técnica das escolas selecionadas, quanto aos
procedimentos e orientações desses em relação à postura dos alunos durante as atividades escolares, em suas diferentes áreas. A incidência da es-
coliose em adolescentes é de 5 a 8 vezes maior em meninas do que em meninos, sendo que; 90% dos casos de escoliose idiopáticas ocorrem devido
a acréscimos moderados da curvatura da coluna (o que é escoliose,web). A escoliose infantil (abaixo dos 4 anos de idade) é vista mais comumente
como uma curva torácica esquerda, enquanto as curvas torácicas direitas são mais comuns na escoliose do adolescente (da puberdade a maturidade
esquelética). A escoliose juvenil (dos 4 anos a puberdade), ocorre com quase igual frequência nos lados direito e esquerdo. Um índice de 15% da popu-
lação mostra alguma forma de curvatura lateral da coluna vertebral. (Palastanga, , 2000). Esse dado é preocupante quando parte significativa desse
problema ocorre em crianças e adolescentes. A incidência de escoliose entre crianças e adolescente é um problema perceptível na realidade escolar,
estando essa relacionada a diferentes fatores, portanto, torna-se relevante analisar a relação entre desvios posturais em crianças de escolas da rede
de Ensino Fundamental e de diferentes condições sociais e econômicas.

Palavras-chave: Escoliose infantil. Deformidade estrutural – prevenção. Atenção à saúde.

A importância de exercícios de flexibilidade na diminuição do índice de quedas em idosos


Autor: Mairthes Fernanda de Medeiros Freitas
Pamella Mikaelle M. L. de Brito Barbosa
Ana Irene Carlos de Medeiros
Orientador: Georges Willeneuwe de Sousa Oliveira
Linha de Pesquisa: Gerontologia

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 87


UNIVERSIDADE POTIGUAR

Durante o envelhecimento, ocorre um declínio progressivo dos processos fisiológicos que acabam resultando em uma fragilidade musculoesquelética,
perda de amplitude de movimento, flexibilidade, propriocepção e equilíbrio, tornando o idoso mais susceptível a quedas que, além das consequências
físicas, como fraturas e risco de morte, acarretam também consequências psicológicas e sociais. No Brasil, segundo dados do Sistema de Informação
Médica/Ministério da Saúde, entre os anos de 1979 e 1995, cerca de 54.730 pessoas morreram devido a quedas, sendo que 52 % delas eram idosos,
com 39,8% apresentando idade entre 80 e 89 anos. O trabalho propõe identificar os benefícios dos exercícios de flexibilidade na diminuição do risco de
quedas em idosos. , foi realizado um levantamento bibliográfico relacionando os fatores influenciantes em quedas nessa população e a relação entre
os exercícios de flexibilidade no combate a quedas; além de subsidiar a pesquisa que será realizada no Centro de Convivência de Idosos Presidente
José Sarney, na cidade de Mossoró. Tomando por base questionários individuais, testes físicos (força muscular, capacidade aeróbica e flexibilidade)
alterações funcionais, (testes de equilíbrio e propriocepção). Baseado nos resultados alcançados, concluiu-se que os exercícios de flexibilidade propor-
cionam o relaxamento, o ganho de força, melhora na circulação e na postura e, consequentemente dá uma melhor estabilidade na realização da marcha,
o que reduz significativamente o índice de quedas após a realização dos mesmos, fazendo com que ocorra uma melhora na realização de atividades
de vida diária. Porém, há necessidade de se estabelecer uma frequência, intensidade e duração desses exercícios, visando a otimizar os benefícios
promovidos pelos mesmos.

Palavras-chave: Idosos. Cuidados contra queda. Exercícios de flexibilidade.

A importância do alongamento ativo para indivíduos sedentários


Autor: Fernanda Maria de Souza Bezerra
Marina Vidal Siqueira
Ariadna Regina de Freitas Honorato
Orientador: Georges Willeneuwe de Sousa Oliveira
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Segundo a Organização Mundial da Saúde “O sedentarismo vem crescendo de forma alarmante no mundo inteiro, deixando de ser uma preo-
cupação meramente estética para se transformar num problema grave de saúde pública”. No Brasil, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e
Estatística apontam 80,8% de adultos sedentários. Isso vai causa vários malefícios à saúde como agravos cardiovasculares, hipertensão, diabetes,
obesidade e problemas de saúde mental. O programa de treinamento para um indivíduo sedentário, segundo as organizações ligadas ao esporte
e exercício, deve envolver um conjunto de intervenções que assegurem uma melhora nos aspectos físicos, psíquicos e sociais do paciente. Dessa
forma, recomenda-se a prática de exercícios aeróbicos, de fortalecimento e treino de flexibilidade para manutenção da saúde dos mesmos. Os
benefícios que o treino aeróbico e o de resistência podem oferecer estão bem descritos na literatura, porém as vantagens do alongamento para
essa população devem ter melhores esclarecimentos, tendo em vista que não há consenso sobre a configuração dos componentes de carga e
tempo, principalmente para a otimização do nível de flexibilidade. O alongamento muscular é uma técnica comumente utilizada pela fisioterapia,
com o propósito de ganhar amplitude de movimento e prevenir e tratar lesões musculoesqueléticas. Dentre as técnicas mais utilizadas estão o
alongamento passivo e o autoalongamento. O alongamento passivo é uma técnica que consiste em alongar um músculo até um ponto aceitável e
sustentá-lo numa posição por um tempo determinado. O auto-alongamento é uma técnica que o paciente realiza sozinho. O indivíduo pode, pas-
sivamente, alongar suas próprias contraturas ou pode fazê-lo usando seu peso corporal como força de alongamento. O alongamento ativo tem como
principal vantagem aumentar o comprimento de estruturas de tecidos moles, o que causa adaptações e gerou redução da tensão e aumento da
flexibilidade, permitindo movimentos mais coordenados e eficientes. O objetivo desse estudo é realizar uma revisão bibliográfica online nos sites de
pesquisa MedLine, SciELO e PubMed com as seguintes palavras-chave: sedentarismo, reabilitação e alongamento; a importância e os benefícios
do alongamento, passivo e ativo, para essa população e determinar a prevalência e os principais fatores associados ao sedentarismo e a, melhor
intervenção que possa minimizar as conseqüências dessa doença, reeducando esses indivíduos para que eles optem por bons hábitos melhorando
a sua qualidade de vida. Mostra-se que o alongamento ativo ajuda na melhora da extensibilidade do tecido conjuntivo na manutenção da mobilidade
articular, aumento da amplitude de movimento, prevenção de lesões musculoesqueléticas, relaxamento muscular, deixa os movimentos mais efi-
cientes, melhora a aptidão corporal, postura e simetria, aumenta o fluxo sangüíneo e reduz o risco de entorse articular e lesão muscular, o que traz
benefícios consideráveis a essa população.

Palavras-chave: Atenção à saúde. Sedentarismo. Alongamento ativo – exercício.

A importância do tratamento fisioterapêutico em pacientes portadores de Ilizarov


Autor: Thaiacyra Jorgeanna Morais de Medeiros
Larissa Veríssimo Maia
Glauquia Meyrelle Leite Pachêco
Eva Mariana Ferreira de Oliveira
Orientador: Fabio Firmino de Albuquerque Gurgel
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva

88 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


UNIVERSIDADE POTIGUAR

O fixador externo de Ilizarov foi desenvolvido em 1951. Esse fixador permite que se realize compressão, distração e transporte ósseo, além de
remodelamento e o alongamento ósseo, possibilitando a correção de fraturas e deformidades ósseas, tratamento de infecções. Ele é constituído
por fios tensionados unidos a uma série de anéis inteiros ou semianéis, que são conectados uns aos outros por hastes. O objetivo desse estudo
foi descrever a importância do tratamento da fisioterapia em pessoas que usam o Ilizarov, detectando a possibilidade do profissional fisioterapeuta
auxiliar no processo de reabilitação dos pacientes, objetivando a manutenção dos seus sistemas orgânicos, a reeducação e a recuperação das suas
funções motoras. Para tanto foi realizada uma pesquisa descritiva do tipo revisão bibliográfica, utilizando as bases de dados Scielo. Como resul-
tado do tratamento com a fisioterapia, encontra-se a recuperação muscular, tendinosa e articular; melhora a circulação arterio-venosa e linfática,
melhoria da coordenação, aumento do tônus, trofismos musculares e ganho e manutenção amplitude de movimento e combate algias e edemas.
Dessa forma, conclui-se que a atuação fisioterapêutica em pacientes que usam o ilizarov, é imprescindível para a melhora do quadro pós-cirúrgico
do paciente portador desse fixador, que é caracterizado por limitação da contração muscular e articular, problemas circulatórios, de marcha, quando
utilizado nos membros inferiores, e má aceitação psicológica do paciente. O fisioterapeuta adquire, portanto, a indiscutível função de reintegrar a
capacidade funcional desse paciente, a fim de restabelecer sua condição biopsico-.

Palavras-chave: Ilizarov – Tratamento. Fraturas e deformidades ósseas. Cuidados do Fisioterapeuta.

A postura corporal no ambiente escolar


Autor: Raivaneide Moura de Andrade Batista
Marina Gabriela de Oliveira Lima
Cheylla Fabricia de Medeiros Souza
Orientador: Georgiana Bezerra Ribeiro dos Santos
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A ação preventiva no ambiente escolar é uma área pouco explorada, principalmente quando se trata da postura corporal das crianças e adoles-
centes. A atuação da prevenção nessa fase é de primordial importância, haja vista a velocidade do crescimento nessa fase gerando inúmeros vícios:
prejudicando o desenvolvimento físico dos alunos. É na escola, que a criança e o adolescente passarão grande parte do tempo sentados, no mínimo
oito anos, cerca de quatro a cinco horas por dia. Uma postura corporal desconfortável pode ser responsável pelo desinteresse dos estudantes nas
atividades propostas em sala de aula. Na idade, a má postura é um dos principais intervenientes no rendimento escolar. O projeto será desenvolvido
em duas escolas de Ensino Fundamental da cidade de Mossoró, adotando-se estratégias de observação, palestras, orientações e demonstrações
de posturas r corretas. Ao relacionar-se ambiente escolar e observa-se que a problemática é bem diversificada, já que as crianças e os adoles-
centes permanecem por um período de quatro a seis horas nas instituições escolares, convivendo com dificuldades ergonômicas no mobiliário
com disposição e proporções inadequadas, fornecidos pela escola e no transporte do material escolar. O assento escolar é um fator ambiental
importante, pois tanto a cadeira quanto a criança devem estar ajustadas uma a outra. A exposição dos estudantes às acomodações inadequadas
do meio escolar faz com que surjam problemas relacionados à postura dos mesmos. Os maus hábitos posturais inicialmente levam a dor e depois,
possivelmente, ao surgimento de várias doenças, podendo levar a deformidades irreversíveis. Os desequilíbrios posturais gerados são agravados
pelo fato do peso carregado ser desproporcional ao peso do próprio corpo e pelo uso inadequado da mochila apoiada em apenas um ombro. A
avaliação postural contribui significativamente na prevenção e no encaminhamento do tratamento das alterações posturais, pois através dela se
pode mensurar os desequilíbrios e orientar na adequação da postura do aluno. Um programa de educação postural necessita de uma ação conjunta
de educadores, pais, alunos e professores da área de saúde, promovendo sensibilização e conscientização aos diversos fatores que possam vir a
interferir no desenvolvimento normal da postura dos escolares. Pretende-se com esse projeto minimizar os impactos causados nas crianças e ado-
lescentes da Rede Pública e Privada do Ensino Fundamental, pela má postura proveniente tanto da inadequação dos assentos como ao sobrepeso
das mochilas. Essa ação contribuirá para a diminuição de adultos com problemas posturais e facilitará o tratamento naqueles que, por ventura, já
os tenha adquirido, fazendo com que ocorra uma diminuição dessa problemática.

Palavras-chave: Postura corporal infantil. Acomodações. Atenção à saúde.

Alongar ou aquecer? recomendações antes da prática esportiva no futebol


Autor: Jorge Alisson de Souza Canuto
Francisco Djalma Freire Junior
Moises Costa do Couto
Orientador: Georges Willeneuwe de Sousa Oliveira
Linha de Pesquisa: Biopatologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O futebol por ser um esporte de grande contato físico, movimentos curtos rápidos e não contínuos. É a modalidade que possui o maior índice de lesões
e também um esporte extremamente complexo do ponto de vista da perfeita interligação entre aspectos físicos, técnicos, táticos e psicológicos, tendo

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 89


a incidência de lesões elevada nos últimos anos. O envolvimento físico do atleta numa partida exige demandas fisiológicas múltiplas, que necessitam
apresentar-se em ótimas condições como velocidade, força, flexibilidade, resistência, entre outras (BARROS e GUERRA, 2004). Por isso, o futebol foi
escolhido por este estudo para servir de parâmetro a fim de buscar a opção mais eficaz na prevenção de lesão. Alguns autores como ALTER (1999)
recomendam a realização de alongamento por um período máximo de 20 a 30 segundos para que haja benefício de prevenção sem haver prejuízo na
performance. Já outros autores como FRADKIN e col. (2006) afirmam não haver efeitos fisiológicos quando o alongamento é realizado nesse intervalo
de tempo, e acrescentam que o aquecimento muscular prévio torna o músculo mais flexível e resistente a lesões. Então neste cenário de informações
contraditórias surge a questão que baseia este estudo. A proposta é analisar os efeitos desses dois métodos da fisioterapia preventiva e observar a rela-
ção dessas técnicas com os índices de lesão nesse esporte. Primeiramente, os atletas serão avaliados para levantamento de dados referentes à lesões
anteriores, para servir de base na diminuição, ou não, do número de lesões. A avaliação servirá de conhecimento sobre a capacidade física desses
atletas; e também para a identificação de possíveis alterações biomecânicas que podem predispor á lesões. Em seguida, os atletas serão divididos em
dois grupos, sendo que cada um terá um programa de exercício específico. O primeiro grupo será baseado no alongamento e outro no aquecimento,
realizando as atividades sempre antes dos treinamentos e partidas. Ao fim, obteremos a resposta de qual destas técnicas possuem realmente alguma
eficácia na prevenção de lesões e, se possuírem, qual deve ser usado quando se quer reduzir ou eliminar chances destas na prática do futebol. Espera-
se que a técnica de aquecimento seja a mais eficiente contradizendo a grande maioria das teorias que adota o alongamento como sendo a mais aceita,
porque apesar de aumentar a amplitude de movimentos das articulações, o alongamento um pouco antes do exercício pode causar déficits temporários
de força. Dados epidemiológicos indicam que o risco da lesão aos músculos, tendões e ligamentos está mais ligado à condição aeróbica deficiente do
atleta e não à flexibilidade insuficiente. Por isso o estudo terá uma grande relevância na prática da fisioterapia preventiva porque pretende identificar o
programa mais viável a ser utilizado e, com intuito de elaborar um programa de exercícios de flexibilidade para esta população.

Palavras-chave: Exercício físico. Prática esportiva. Técnicos de treinamento.

Alterações dermatológicas nos idosos residentes no Instituto Amantino Câmara em Mossoró-RN


Autor: Lilianne Cristina Silva de Oliveira
Lorna Frota Rosado
Ligia Rafaella Alves Braga
Marina Vidal Siqueira
Raíssa Soares Pinto
Orientador: Samia Pires Batista
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O envelhecimento humano se traduz na pele pelas mais diversas modificações pelo fato de ser o órgão mais extenso e observável em sua totalidade.
A pele representa o mais notável parâmetro indicativo do processo de envelhecimento. Surgem, então, alterações estruturais que fazem a pele adquirir
características próprias no decorrer da idade. Essas alterações são denominadas de envelhecimento intrínseco, que é imutável e não depende de
cuidados ou terapias. Contudo, este se soma ao envelhecimento extrínseco que tem relação direta com os hábitos do indivíduo e com o meio ambiente.
Com isso, o presente estudo teve como objetivo determinar a prevalência das afecções dermatológicas em idosos residentes no Instituto Amantino
Câmara no município de Mossoró-RN. Foi realizada uma pesquisa exploratória observacional, no qual quarenta e um idosos foram submetidos a uma
avaliação dermatológica, e, a partir desta observou-se a presença de manchas, cicatrizes, úlceras de pressão, úlceras venosas, aderências, verrugas,
dentre outras alterações. A prevalência de cada alteração foi de: manchas (87,8%), cicatrizes (41,46%), úlceras de pressão (0%), aderências (12,2%),
verrugas (9,7%), úlceras (12,2%), outros (53,7%). A partir da análise dos resultados, foi possível concluir que a maioria dos idosos apresentou manchas
senis, as quais são coleções de pigmentos que aparecem próximos à superfície da pele, nas áreas mais atingidas pelo sol, e constituem-se numa
doença pré-maligna da pele que ocorre por um processo degenerativo causado pelo sol que incide sobre a pele ao longo da vida. E, em segundo lugar
a maior incidência foi de cicatrizes decorrentes de intervenções cirúrgicas, sendo que algumas delas apresentaram aderências. Constatou-se ainda que
a grande maioria apresentou mais de uma alteração dermatológica.

Palavras-chave: Gerontologia. Dermatologia. Ações dermatológicas.

Alterações Hormonais no período da menopausa e as


mudanças na qualidade de vida da mulher: análise bibliográfica
Autor: Marcya Pryscylla Falcão Almeida
Mairia Fernanda Fernandes Gurgel
Tassiana Gomes Aires
Mairthes Fernanda de Medeiros Freitas
Maria da Conceição Tavares da Silva
Orientador: Juliana da Silva Grippo
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

90 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


A menopausa é um estágio na vida da mulher, que representa o declínio da produção de hormônios como estrogênio e progesterona. Estas disfunções
hormonais resultam em ondas de calor, doenças cardiovasculares, suores noturnos, insônias, menor desejo sexual, perda de cálcio, irritabilidade,
depressão, ressecamento vaginal, dor durante o ato sexual, diminuição da atenção e memória. Nos últimos 30 anos, as conquistas da ciência em geral
e da medicina em particular aumentaram em muito a idade média dos homens e principalmente das mulheres. Assim, considerando a idade média
da menopausa, por volta dos 45 anos, é notável que as mulheres passam um terço de suas vidas sem hormônios e, como conseqüência tem sua
qualidade de vida prejudicada. Apesar de a menopausa ser um conseqüência fenômeno natural na vida da mulher, existe a preocupação quanto à in-
tensidade dos sintomas e dos danos causados ao bem estar. Este estudo trata-se de uma revisão bibliográfica a respeito da menopausa, enfatizando os
diversos tratamentos, como reposição hormonal e a atuação fisioterapêutica no processo de harmonização do envelhecimento, retardando ou tratando
fadigas, perda de massa óssea: incontinência urinária, atrofias do tecido genital, entre outras. Segundo a literatura, os pacientes submetidos a progra-
mas de atividades físicas, dietas balanceadas, terapias hormonais, ocupacionais e emocionais, têm as disfunções reduzidas de modo a permitir um
envelhecimento mais saudável. Tendo em vista o que foi apresentado, percebe-se que a menopausa deve envolver, além de um período de tratamento
curativo, um período de prevenção de doenças e promoção de saúde e bem estar, por meio da educação e informação à população e ações médicas/
fisioterapêuticas no que diz respeito à redução dos prejuízos causados pelo desequilíbrio hormonal na mulher, no período de menopausa, a fim de
preservar a qualidade de vida desta.

Palavras-chave: Gerontologia. Saúde da mulher. Menopausa.

Análise anatomo-cinesiológica da aplicação do FES no bíceps braquial


Autor: Helayne Carolyne Pereira de Almeida
Thaiacyra Jorgeanna Morais de Medeiros
Larissa Veríssimo Maia
Raíssa Soares Pinto
Orientador: Samia Pires Batista
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O músculo bíceps braquial origina-se na cabeça umeral e processo coracóide, e insere-se na tuberosidade radial. É inervado pelo Nervo Musculocutâ-
neo do plexo braquial, derivado dos ramos ventrais do quinto ao sétimo nervos cervicais (C5, C6 e C7). Realiza os movimentos de flexão de cotovelo
(a partir de 90º e resistida a partir de 180º) / ombro e supinação do antebraço. Ao utilizar a eletroestimulação nessa musculatura, os eletrodos são posi-
cionados no ventre musculare a corrente elétrica é capaz de proporcionar contrações isométricas, concêntricas ou excêntricas, dependendo do objetivo
do tratamento realizado. A estimulação elétrica funcional (FES) é uma forma de tratamento que utiliza a corrente elétrica para provocar a contração de
músculos paralisados ou enfraquecidos decorrentes de lesão do neurônio motor superior. Os efeitos imediatos são: inibição recíproca e relaxamento do
músculo espástico e estimulação sensorial de vias aferentes. Os efeitos tardios agem na neuroplasticidade e são susceptíveis de modificar as proprie-
dades viscoelásticas musculares e favorecer a ação e o desenvolvimento de unidades motoras de contração rápida. O objetivo do presente estudo foi
realizar uma análise anatomo-cinesiológica da utilização da eletroestimulação através da FES no músculo bíceps braquial e demonstrar de que forma
a estimulação elétrica influencia no movimento e no tipo de contração. Foi realizada uma revisão de literatura acerca dos assuntos relacionados à
anatomia e cinesiologia, bem como à utilização da estimulação elétrica funcional (FES) no músculo bíceps braquial. Após a pesquisa bibliográfica, foram
escolhidos os textos relacionados ao presente trabalho, dando ênfase aos textos que relacionavam a utilização da eletroestimulação no bíceps braquial.
Após a análise da bibliografia consultada, foi possível observar que o músculo bíceps braquial realiza contrações isométricas, isotônicas concêntricas
e isotônicas excêntricas, dependendo do que se quer realizar, podendo ser esses dois últimos em cadeia cinética aberta ou fechada. Relacionando a
utilização do FES à contração muscular do bíceps braquial observou-se que no momento da contração (subida), o músculo contrai-se concentricamente;
no momento da sustentação da contração muscular, o bíceps contrai-se isometricamente, e no momento da descida (“relaxamento”), esse músculo
contrai-se excentricamente. Dessa forma, foi possível observar que a utilização da eletroestimulação através da FES influencia no movimento, seus
eixos e planos, além de possibilitar a escolha dos parâmetros de acordo com o tipo de contração e de fibras a serem trabalhados.

Palavras-chave: Músculo bíceps braquial. Eletroestimulação. Atenção à saúde.

Análise do nível de conhecimentos dos acadêmicos da Universidade Potiguar -


Campus Mossoró em relação ao Acidente Vascular Cerebral (AVC)
Autor: Rosynara da Silva Oliveira Sales
Oziel Tardely Sousa Farias
Danielle Lorene de Lima Rebouças
Juliana de Queiroz Veras
Orientador: Pablo de Castro Santos
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 91


O Acidente Vascular Cerebral - isquêmico ou hemorrágico – é o surgimento agudo de uma disfunção neurológica envolvendo anormalidade súbita do
funcionamento cerebral decorrente de uma interrupção da circulação sanguínea ou de hemorragia seja parenquimatosa ou subaracnóidea. Cerca de
80% dos derrames é acometido pelo AVC Isquêmico, da qual é induzido por oclusão de um vaso sangüíneo que irriga determinada região encefálica,
privando essa região de nutrientes e oxigênio dificultando as funções neurológicas. O tipo mais grave e de pior prognóstico que corresponde há 20%
dos casos, é o AVC Hemorrágico. Este consiste na ruptura de um vaso sanguíneo, ocorrendo extravasamento de sangue para o parênquima cerebral e/
ou para o espaço subaracnóideo levando à formação de um coágulo, aumentando a pressão intracraniana, lesionando os tecidos cerebrais, restrigindo
o fluxo sangüineo distal e afeta a função neural. Vários fatores de risco são descritos e comprovados na origem do AVC, entre eles: idade, cardiopatias,
diabetes, sedentarismo, tabagismo, em especial, hipertensão arterial. Clinicamente, há uma série de déficits possíveis, como comprometimentos nas
funções sensitivas, mentais e perceptivas. O AVC é importante problema de saúde pública no mundo, o que constata diante das Estatísticas brasileiras
que foi elevado ao posto mais alto das doenças em óbito no Brasil. Entretanto dispõe-se de condutas eficientes para prevenir e minimizar as seqüelas
deixadas pela doença. O presente estudo objetivou traçar o nível de conhecimento dos acadêmicos da Universidade Potiguar - Campus Mossoró sobre
Acidente Vascular Cerebral, dando ênfase à relação da doença/sexo/faixa etária/fatores de risco/antecedentes patológicos e familiares/tipo de terapia,
bem como nos cuidadores envolvidos. A pesquisa foi do tipo quantiqualitativo, através de questionários e posterior compilação de dados entre 160
entrevistados, escolhidos de forma aleatória na instituição. Os resultados evidenciaram que a maioria (n=110; 68,75%) eram do sexo feminino e apenas
50 (31,25%) eram masculino, com uma faixa etária predominante (38,75%) entre 20-24 anos. Embora para alguns (24,0%) essa disfunção neurológica
ainda corrobore desconhecida, para outros (85,0%) o termo AVC tornou-se evidente pelo fato de vivenciar familiares com derrame cerebral. Destes
(n=49; 28,75%), obtiveram como fatores de risco acentuado, hipertensão arterial (22,5%), sedentarismo (18,12%), diabetes (13,12%), doença cardíaca
(12,5%) e tabagismo (11,25%), dus quais 20 (12,5%) se enquadraram em alguma terapia sob participação de cuidadores para minimizar as seqüelas
adquiridas. Conclui-se dessa forma que a maioria dos acadêmicos entrevistados teve algum tipo de contato com o AVC, mesmo de forma indireta, e
apresentam algum nível de esclarecimento sobre a patologia. Foi observado ainda, que os familiares acometidos pelo derrame apresentaram fatores
potencialmente condicionantes.

Palavras-chave: Acidente Vascular Cerebral – História. Acidente Vascular Cerebral – Nível de conhecimento – Acadêmicos da UnP. Saúde coletiva.

Benefícios da hidroterapia no tratamento da osteoartrose


Autor: Larissa Veríssimo Maia
Thaiacyra Jorgeanna Morais de Medeiros
Glauquia Meyrelle Leite Pachêco
Eva Mariana Ferreira de Oliveira
Orientador: Juliana da Silva Grippo
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A osteoartrose (OA) é uma doença articular crônica e degenerativa que afeta a funcionalidade nas atividades da vida diária (AVD) pela dor e pela perda
da mobilidade, incidindo na capacidade motora. Por ser uma doença de caráter lentamente progressivo, afeta primariamente indivíduos a partir da
meia idade, igualmente em ambos os sexos, embora na mulher a incidência seja maior após o período da menopausa, devido à redução dos níveis
hormonais. Os principais fatores de risco envolvem idade avançada, hereditariedade, obesidade, atividades esportivas de alto impacto, alterações con-
gênitas das articulações, tabagismo e ocupação. O quadro clínico caracteriza-se por dor insidiosa ao iniciar os movimentos ou durante sua realização
e aos esforços, que podem ser acompanhado de rigidez da região acometida. O prejuízo funcional é progressivo, podendo haver incapacidade para
cuidados pessoais e atividades funcionais para mudança de posturas, deambulação, subir e descer escadas, diminuição da habilidade manual e da
força de preensão. O presente estudo teve como objetivo analisar os benefícios da hidroterapia no tratamento da osteoartrose e a melhoria da qualidade
de vida para os portadores da patologia. A Pesquisa é descrita do tipo revisão bibliográfica através de pesquisas em artigos científicos, capítulos de
livro, e revistas especializadas, buscando informações reais sobre o tema referido. A fisioterapia aquática mostra bons resultados no ganho de amplitude
de movimento, na melhora da dor (que é a principal queixa dos portadores), do edema e da rigidez; além de proporcionar uma melhora na qualidade
de vida, minimizando as limitações das atividades da vida diária (ADM), buscando uma independência maior para os portadores de osteoartrose. As
atividades hídricas melhoram o funcionamento das articulações, diminuindo a necessidade do uso de medicamentos. Os exercícios em meio aquático
é uma das modalidades mais indicadas para idosos portadores de osteoartrose. Além dos benefícios funcionais, a atividade física aquática também
influencia o lado psicossocial oferecendo um ambiente relaxante e permitindo ainda, um melhor convívio social que muitas vezes vai se perdendo com
o avançar da idade. Conclui-se que a terapia aquática é de suma importância para o tratamento de portadores de osteoartrose, pois as pesquisas
mostraram que a terapia promove o alívio da dor, diminuição do edema, ganho de amplitude e oferecem benefícios psicossociais, proporcionando uma
melhor qualidade de vida.

Palavras-chave: Osteoaetrose – Conceito. Osteoartrose – Fatores de risco. Hidroterapia – Técnicas de tratamento.

92 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Beneficios do método Bad Ragaz em crianças com Paralisia Cerebral
Autor: Thaiacyra Jorgeanna Morais de Medeiros
Larissa Veríssimo Maia
Eva Mariana Ferreira de Oliveira
Orientador: Arnaud Abreu Neto
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Paralisia Cerebral (PC) é o nome que se dá a um grupo de problemas motores resultado de lesões do sistema nervoso central ou problemas no
desenvolvimento do cérebro antes do nascimento, afetando os movimentos e a postura e é causada por uma lesão cerebral fixa, não progressiva, que
ocorre antes, durante, ou depois do nascimento. O dano cerebral não é reversível, produzindo incapacidade física por toda a vida. Os portadores de PC
podem apresentar dificuldade na alimentação, baixo tônus muscular na região do pescoço, espasticidade nas outras musculaturas do corpo. Dentre os
recursos utilizados com o intuito de amenizar suas deficiências e incapacidades está o trabalho da hidroterapia através do método Bad Ragaz, que é
uma técnica terapêutica utilizada para reeducação muscular, fortalecimento, alongamento e relaxamento, utilizando as propriedades da água, tais como
flutuabilidade, turbulência, pressão hidrostática, dentre outras. O objetivo desse estudo foi descrever a importância do tratamento fisioterápico com o
método Bad Ragaz, visando à possibilidade do profissional fisioterapeuta auxiliar no processo de desenvolvimento da criança com PC em todos os
seus aspectos, visto que estas necessitam de acompanhamento de uma equipe multidisciplinar que favoreça em especial o desenvolvimento motor, de
modo a proporcionar maior longevidade e melhor qualidade de vida, evidenciando-se dessa forma, a importância de realizar uma pesquisa sobre essa
problemática. Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva do tipo revisão bibliográfica cuja finalidade foi obter informações necessárias utilizando
livros-texto e artigos científicos por meio de fontes primárias, secundárias e terciárias. Como resultado, observa-se normalização do tônus muscular e
dos movimentos, minimização de contraturas e deformidades, melhora do equilíbrio, melhora da marcha, melhora da capacidade respiratória e aeróbica,
melhora da circulação periférica e benefícios psicológicos. Dessa forma, conclui-se que o método Bad Ragaz tem sua importância por apresentar benefí-
cios no tratamento de crianças portadoras de Paralisia Cerebral por meio da utilização das propriedades físicas da água.

Palavras-chave: Paralisia Cerebral – crianças. Técnicas terapêuticas. Método Bad Ragaz – Benefícios.

Correlação de casos de AVE no Brasil e Estados Unidos e seus fatores de risco


Autor: Marize Claire de Lima Melo
Oziel Tardely Sousa Farias
Juliana de Queiroz Veras
Rosynara da Silva Oliveira Sales
Orientador: Pablo de Castro Santos
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A saúde no mundo ainda apresenta um perfil epidemiológico marcado pela heterogeneidade, que pode ser explicada pela distribuição desigual da
riqueza, pela iniquidade no acesso de assistência à saúde e pelas condições desiguais de desenvolvimento humano com grande diferença inter e intrar-
regionais e entre as classes sociais. No entanto, observa-se através do perfil epidemiológico atual o aumento de mortes por doenças cerebrovasculares,
dentre as quais se destaca o Acidente Vascular Encefálico, resultado da restrição sanguínea ao cérebro, o que leva ao desenvolvimento rápido de sinais
clínicos de distúrbios focais (ou globais) da função cerebral. É nesse contexto que o AVE é considerado um importante problema de saúde no mundo.
Suas consequências podem ser de grandes impactos, gerando enormes demandas de recursos em diagnóstico, tratamento e reabilitação. O objetivo
deste estudo é correlacionar os casos de AVE no Brasil, um país emergente, e Estados Unidos considerado desenvolvido, dando ênfase a quantidade de
casos, fatores de risco, gênero, raça e faixa etária. Esta pesquisa foi do tipo qualitativa realizada de acordo com estudo bibliográfico de artigos científicos
nacionais e internacionais nos últimos dez anos relacionados ao AVE. De acordo com o estudo o AVE é responsável pela segunda maior causa de óbi-
tos, e o principal causador de incapacidade física e mental. Cerca de 15 milhões de pessoas sofrem a doença no mundo anualmente; dessas, 5 milhões
evoluem a óbito e outros 5 milhões tornam-se incapacitadas. No Brasil, esta doença cerebrovascular constitui a primeira causa de mortalidade. Segundo
o Ministério da Saúde, em 2007, ocorreram 168.154 internações decorrentes do AVE. Já nos EUA é considerado como a terceira causa de morte: são
verificados 500.000 casos novos ano. Quanto aos fatores de risco, em ambos os países, a Hipertensão Arterial é considerada como o maior risco para
desenvolver a doença, embora diabetes, menopausa, tabagismo, etilismo, sedentarismo, uso de anticoncepcionais orais e cardiopatias podem também
desempenhar um papel importante. Em relação ao gênero predominante e àraça, homens e negros no Brasil e nos EUA são as que prevalecem. A
doença no Brasil acomete uma faixa de 50-59 anos, não se opondo muito aos dados demonstrados nos EUA, onde os indivíduos afetados têm entre
55-69 anos. Através desse estudo, podemos comprovar que o Acidente Vascular Encefálico vem sendo um problema de saúde no mundo. Seguindo
essa perspectiva, o setor de saúde precisa-se organiza-se para implementar ações visando o controle efetivo dos fatores de risco, não somente com a
terapia anti-hipertensiva, mas que sejam associados a programas de adesão ao tratamento, com conscientização da prevenção e orientação para os
riscos e das consequências correlacionadas ao AVE e suas sequelas.

Palavras-Chave: Acidente Vascular Encefálico – Histórico. Acidente Vascular Encefálico – Diagnóstico no Brasil. Acidente Vascular Encefálico –
Diagnóstico nos Estados Unidos .

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 93


Diferentes técnicas de alongamento para a manutenção da qualidade de vida do idoso
Autor: Hosamerlin Paula da Mota
Pamella Mikaelle M. L. de Brito Barbosa
Kamila Stephann Santos Cavalcanti
Cinthya Dayane de Oliveira Lima
Mairthes Fernanda de Medeiros Freitas
Orientador: Georges Willeneuwe de Sousa Oliveira
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O envelhecimento é um processo contínuo e universal, próprio de todos os seres vivos, durante o qual ocorre um declínio progressivo dos processos
fisiológicos, facilitando o surgimento de processos patológicos e/ou incapacidades funcionais. Assim, para promoção e manutenção do envelhecimento
saudável, é recomendável a prática de exercícios físicos aeróbicos, resistidos e de flexibilidade. Os exercícios aeróbicos e resistidos já são descritos na
literatura, no entanto nada contempla os exercícios de flexibilidade na manutenção e evolução da qualidade de vida dessa população. O objetivo do trabalho
será expor a importância das técnicas de alongamento (passivo e ativo) na promoção da qualidade de vida do idoso, retardando as prováveis alterações
fisiológicas e limitações funcionais nas atividades de vida diária. Para a realização do projeto será feito um levantamento bibliográfico relacionando as difer-
entes técnicas de alongamento e os seus efeitos na população idosa, a fim de subsidiar a pesquisa que será realizada no Centro de Convivência de idosos
Presidente José Sarney, na cidade de Mossoró. A pesquisa terá duração de três meses. Inicialmente será realizada uma avaliação cinético-funcional em
cem idosos estabelecidos no Centro: os mesmos serão divididos em três grupos, sendo um composto por idosos que realizarão alongamento ativo, outro
composto por idosos que realizarão alongamento passivo e por último, um outro grupo que não fará nenhum tipo de alongamento No , os três grupos serão
submetidos à caminhada, a fim de avaliar a diferença no padrão da marcha. Para coleta de dados utilizaremos uma ficha de avaliação e acompanhamento
individual pré e pós-treino de alongamento, amparados por testes como ventilometria, goniometria, teste de encurtamento muscular, flexiteste, avaliação
da marcha, teste de sentar/levantar ou TUG e teste de preensão palmar com o dinamômetro manual. Como resultados, poderemos sugerir que as técnicas
de alongamento proporcionarão um melhor benefício no desempenho físico e funcional dos indivíduos, promovendo uma melhora na qualidade de vida e
na realização de atividades diárias, através do ganho de força e flexibilidade muscular, tendo como benefícios científicos, um maior aprofundamento nos
estudos do alongamento, comprovando os efeitos de suas modalidades ativa e passiva na população idosa.

Palavras-chave: Gerontologia. Promoção à saúde do idoso. Exercícios físicos – técnicas de alongamento.

Disfunções musculoesqueléticas e os fatores predisponentes às fraturas em idosos


Autor: Cinthya Dayane de Oliveira Lima
Hosamerlin Paula da Mota
Kamila Stephann Santos Cavalcanti
Orientador: Fabio Firmino de Albuquerque Gurgel
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

De acordo com dados informados pela Organização Mundial de Saúde, o idoso é classificado em países desenvolvidos como pessoa acima de 65 anos
e, em países em desenvolvimento, pessoa com idade acima de 60 anos. Os idosos sofrem alterações com o avançar da idade, tendo em vista mudanças
neurológicas, dermatológicas, reumatológicas, pulmonares, cardiovasculares, metabólicas e ortopédicas. As disfunções ortopédicas são decorrentes
de uma série de transições, como o declínio da massa óssea, que começa aos 50 anos de idade, diminuindo anualmente 0,075% nos homens e 2%
nas mulheres. As alterações musculoesqueléticas, como a diminuição de força muscular, restrição de movimentos, dores, bem como o aumento da
probabilidade de quedas, que os deixam mais predispostos a fraturas, limitam os idosos ao uso total das suas habilidades os tornam mais dependestes
Há também uma diminuição progressiva da massa muscular, sendo substituída por colágeno e gordura. A redução na densidade mineral óssea no
corpo vertebral e na composição do disco intervertebral vai modificar a estrutura da coluna vertebral e acarretam alterações posturais características
do idoso. O tratamento fisioterápico é de grande eficácia, pois promove uma melhor condição na amplitude de movimento, fortalecimento muscular,
reeducação postural e recuperação do equilíbrio, além de oferecer programas de prevenção. O presente estudo teve como objetivo evidenciar as dis-
funções musculoesqueléticas e os fatores predisponentes às fraturas em idosos. Para tal, foi realizada uma revisão bibliográfica, na qual se observou
que as alterações fisiológicas são inerentes aos idosos, sendo submetidos a fatores agravantes, como a imobilidade e possíveis quedas, acarretando
comprometimentos das atividades de vida diária. Dentre os principais distúrbios musculoesqueléticos, destacam-se as alterações na coluna vertebral
dos idosos, como a hipercifose torácica, aumento ou diminuição da lordose lombar, aumento da lordose cervical e escoliose. Além destas, a diminuição
na flexibilidade, assim como o déficit no equilíbrio e propriocepção deixam o idoso mais susceptível às quedas e consequentemente, a um maior risco às
fraturas. Verificou-se que as disfunções ortopédicas necessitam de prevenções, objetivando o retardo das alterações fisiológicas e patológicas no idoso,
uma vez que, durante o processo de envelhecimento, acontece uma diminuição progressiva dos processos fisiológicos. Portanto, meios preventivos
oferecerão uma melhora na qualidade de vida da população idosa, evitando assim, o envelhecimento patológico.

Palavras-chave: Gerontologia. Ortopedia – disfunções musculoesqueléticos. Tratamento fisioterápico.

94 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Efeitos de protocolos de exercícios aeróbicos na capacidade funcional de atletas da base
Autor: Moises Costa do Couto
Helber Marques da Rocha
Hitte Alesson Nolasco Pereira
Ellyas Magno Almeida de Assis
Orientador: Georges Willeneuwe de Sousa Oliveira
Linha de Pesquisa: Biopatologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O futebol é um esporte que apesar de ser coletivo, necessita de uma grande solicitação aeróbica para a sua prática. Esse esporte requer, por exemplo,
corrida por períodos extensos e isso, é um fator dominante para seus jogadores produzirem energia de forma aeróbica. Isso nos leva a entender que
quanto maior a capacidade de consumo máximo de oxigênio maior será a capacidade aeróbica que associados a outros fatores resultarão na melhora do
rendimento do atleta. Baseado nisso, este estudo tem a pretensão de observar alguns exercícios aeróbicos em jogadores da categoria de base da Associa-
ção Cultural e Desportiva Potiguar e identificar qual deles terá um maior êxito no ganho de capacidade no VO2. Os atletas serão divididos em dois grupos
para serem avaliados por testes de Harvard, testes esses que têm por finalidade medir a capacidade aeróbica, baseados nas relações entre consumo de
oxigênio, freqüência cardíaca e exercício. Dentre vários protocolos foram escolhidos o de número 01 e 11 devido ao fato de um ser de realização e resul-
tado mais didático e rápido e o outro por ser o teste de maior preferência entre os pesquisadores como afirma BRUNO MOLINARI, 2000. Serão utilizados
materiais como bancos específicos graduado a cada centímetro para realização do “step-test” de Harvard, bicicleta ergométrica específica contendo a
opção de mudança de carga, cronômetro e será realizado nas dependências do laboratório da Universidade Potiguar. Após a avaliação será designado
uma série de exercícios diferentes a cada grupo de atletas. Ao fim do trabalho esperamos como resultado a série de exercícios aeróbicos com resultados
mais eficazes, proporcionando ao clube a prestação de serviço fisioterapêutico através do ganho da capacidade física de seus atletas, haja vista que o
clube dispõe de pouca infraestrutura principalmente nas categorias de base, sendo este um investimento sem nenhum custo para o mesmo. Os atletas,
além disso, irão se beneficiar também de vários ganhos fisiológicos como perda de gordura, ganho de massa magra, aumento da capacidade do organismo
de utilizar o oxigênio mais rápido e eficiente, melhorando seu rendimento aeróbico e garantindo melhores resultados para essa população.

Palavras-chave: Exercícios físicos – Aeróbicos. Consumo de oxigênio. Práticas educativas.

Fatores de risco e consequências das quedas nos idosos


Autor: Marina Vidal Siqueira
Lorna Frota Rosado
Ligia Rafaella Alves Braga
Lilianne Cristina Silva de Oliveira
Raíssa Soares Pinto
Orientador: Juliana da Silva Grippo
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

No Brasil, tem sido intenso o ritmo de crescimento da população com 60 anos ou mais, verificado nas últimas três décadas. Segundo dados de projeção
realizados entre 1980 a 1990, a população idosa cresceu 70%, significando um contingente de mais de 6 milhões de idosos, representando 8,8% da
população brasileira de acordo com as informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 1988 do IBGE. A maioria de óbitos,
observada na população é decorrente do aumento expressivo das doenças cronicodegenerativas, como as cardiocirculatórias e as de causas externas,
como as quedas entre os idosos. Queda pode ser definida como sendo a ocorrência de um evento não intencional que leva uma pessoa inadvertida-
mente a cair ao chão em um mesmo nível ou em outro inferior. Este é um evento muito comum e frequentemente temido pelos idosos, constituindo-se
em um sério problema de saúde pública nos países desenvolvidos e pode ser causada por fatores intrínsecos e extrínsecos ou por algumas patologias.
As quedas são responsáveis por 87% das fraturas de quadril, e 60% dos óbitos por fratura ocorrem em pessoas com 75 anos de idade ou mais, sendo
responsável por se apresentar como estando em primeiro lugar nos índices de traumas que ocorrem nos idosos, seguido dos acidentes automobilís-
ticos. O objetivo desse estudo foi verificar os fatores predisponentes e as consequências das quedas nos idosos. Para tal, foi realizada uma pesquisa
descritiva do tipo revisão bibliográfica, na qual verificou-se que os fatores predisponentes mais frequentes para a ocorrência de quedas são: diminuição
da acuidade visual, diminuição do equilíbrio, diminuição da massa óssea e muscular, diminuição dos reflexos posturais, além de fatores extrínsecos,
como chão escorregadio, tapetes soltos e com dobras, ausência de corrimãos e barra de apoio nas escadas e banheiros. Foi observado também que
as principais consequências das quedas nos idosos são: fraturas de quadril, fraturas de colo de fêmur, fratura distal de punho, como também morte em
decorrência das complicações ocasionadas pelas fraturas. De acordo com as pesquisas realizadas, observou-se que a população idosa está crescendo
demasiadamente e concomitante aos fatores de risco faz com que quedas acometam os idosos com uma maior frequência. Não há como evitar as
alterações decorrentes do processo de envelhecimento, pois são fisiológicas, porém existem meios de minimizá-las com medidas simples, como ali-
mentação equilibrada, prática regular de atividade física e evitando o tabagismo e o etilismo.

Palavras-chave: Gerontologia. Cuidados de saúde ao idoso. Queda – Fatores de risco.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 95


Importância da atividade física na reabilitação cardiovascular do idoso
Autor: Raivaneide Moura de Andrade Batista
Marina Gabriela de Oliveira Lima
Cheylla Fabricia de Medeiros Souza
Orientador: Georgiana Bezerra Ribeiro dos Santos
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A ação preventiva no ambiente escolar é uma área pouco explorada, principalmente quando se trata da postura corporal das crianças e adolescentes. A
atuação da prevenção nessa fase é de primordial importância, haja vista, a velocidade do crescimento nessa fase gerando inúmeros vícios, prejudicando
o desenvolvimento físico dos alunos. É na escola, que a criança e o adolescente passarão grande parte do tempo sentada, no mínimo oito anos, cerca
de quatro a cinco horas por dia. Uma postura corporal desconfortável pode ser responsável pelo desinteresse dos estudantes nas atividades propostas
em sala de aula. Na idade escolar a má postura é um dos principais intervenientes no rendimento escolar. O projeto será desenvolvido em duas escolas
de ensino fundamental da cidade de Mossoró, adotando-se estratégias de observação, palestras, orientações e demonstrações de posturas corretas.
Ao relacionar-se ambiente escolar e postura observa-se que a problemática é bem diversificada, já que as crianças e os adolescentes permanecem por
um período de quatro a seis horas nas instituições escolares, convivendo com dificuldades ergonômicas no mobiliário com disposição e proporções in-
adequadas, fornecidos pela escola e no transporte do material escolar. O assento escolar é um fator ambiental importante, pois tanto a cadeira quanto a
criança devem estar ajustadas uma a outra. A exposição dos estudantes às acomodações inadequadas do meio escolar faz com que surjam problemas
relacionados à postura dos mesmos. Os maus hábitos posturais inicialmente levam a dor e depois, possivelmente, ao surgimento de várias doenças, po-
dendo levar a deformidades irreversíveis. Os desequilíbrios posturais gerados são agravados pelo fato do peso carregado ser desproporcional ao peso
do próprio corpo e pelo uso inadequado da mochila apoiada em apenas um ombro. A avaliação postural contribui significativamente na prevenção e no
encaminhamento do tratamento das alterações posturais, pois através dela se podem mensurar os desequilíbrios e orientar na adequação da postura do
aluno. Um programa de educação postural necessita de uma ação conjunta de educadores, pais, alunos e professores da área de saúde, promovendo
sensibilização e conscientização aos diversos fatores que possam vir a interferir no desenvolvimento normal da postura dos escolares. Pretende-se
com esse projeto minimizar os impactos causados nas crianças e adolescentes da Rede Pública e Privada do Ensino Fundamental, pela má postura
proveniente tanto da inadequação dos assentos como ao sobrepeso das mochilas. Essa ação contribuirá para a diminuição de adultos com problemas
posturais e facilitará o tratamento naqueles, que por ventura já os tenha adquirido, fazendo com que ocorra uma diminuição dessa problemática.

Palavras-chave: Gerontologia. Exercícios físicos – importância. Reabilitação Cardiovascular.

Interferencia dos fatores ambientais na vida do idoso


Autor: Valéria Cristina Carvalho da Silva
Francisca Fernandes Neta
Mairthes Fernanda de Medeiros Freitas
Kamilla Rafaely Veras Soares
Cintia Ciliania Oliveira de Morais
Orientador: Samia Pires Batista
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O envelhecimento é uma fase natural da vida, a qual pode ser influenciada por três fatores basicamente: a genética, o estilo de vida e o ambiente.
Esse último está relacionado aos fatores ambientais em que os idosos estão expostos, tais como poluentes, infra-estrutura sanitária, possibilidades
de acesso a locais de interação social, consultas médicas, participação em eventos socioculturais, dentre outros. Além disso, durante o processo de
envelhecimento ocorrem várias mudanças, tanto morfológicas quanto funcionais, que tornam os indivíduos mais vulneráveis a processos patológicos. O
envelhecimento da população significa um sinal de desenvolvimento, porém, a incidência de determinados agravos, devem se tornar objetos de preo-
cupação entre os profissionais da saúde e cuidadores desses idosos. Portanto, alguns fatores ambientais, tais como: poeira, poluição sonora, animais,
poluição do ar, dentre outros quando associados à vulnerabilidade fisiológica em que o organismo do idoso se encontra, pode refletir no desenvolvi-
mento de doenças pulmonares, dermatológicas, cardiológicas, diminuindo a qualidade de vida desse idoso. Este estudo consistiu em um levantamento
de dados, a fim de traçar um perfil epidemiológico dos fatores de risco ambientais do Abrigo Amantino Câmara, na cidade de Mossoró-RN, para tanto
foi utilizado uma ficha de avaliação única, tornando possível a obtenção dos dados. Quarenta e um idosos foram submetidos a uma avaliação pelos
alunos de fisioterapia do 5° período da Universidade Potiguar – UnP. Durante a avaliação os alunos observaram os fatores ambientais agravantes para
a população idosa presente no abrigo. Tais alunos, conforme suas interpretações relataram a presença de pessoas fumantes, dentre esses os próprios
idosos, poeira (poluentes), instalações físicas inadequadas, animais, poluição sonora (construção). A prevalência dos alunos (de 100% dos alunos para
cada tópico) que observaram e relataram esses valores foram: Poeira (100%), Instalações físicas inadequadas (43,9%), Animais (43,9%), Construção -
poluição Sonora (48,7%) e a Presença de fumantes (34%). A partir dos dados coletados nessa pesquisa, foi possível observar que os fatores ambientais
agravantes estão presentes no abrigo Amantino Câmara, tornando-se necessário a realização de uma intervenção através de orientações ao setor ad-
ministrativo, bem como aos demais funcionários e cuidadores, a fim de amenizar a exposição dos idosos esse fatores e dessa forma, é possível reduzir
as conseqüências que possam fragilizar fisiologicamente ainda mais os idosos residentes na instituição, tornando-os menos susceptíveis às doenças.

Palavras-chave: Gerontologia. Fatores ambientais. Ciodados com a saúde do idoso.

96 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Intervenção fisoterapêutica no câncer de pulmão
Autor: Kamilla Rafaely Veras Soares
Francisca Fernandes Neta
Tassiana Gomes Aires
Valéria Cristina Carvalho da Silva
Cintia Ciliania Oliveira de Morais
Orientador: Georges Willeneuwe de Sousa Oliveira
Linha e Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Cancêr de pulmão corresponde na expansão e transformação maligna do tecido pulmonar e assim como nos outros casos de tumores, as células podem
invadir os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se realizando metástases para outras regiões do corpo. Como fator de risco para o desenvolvimento desse
câncer, está o tabagismo, fumante passivo, exposição ocupacional, fatores genéticos e a raça. O quadro clínico pode apresentar-se de forma sintomática ou
assintomática. Dentre as formas diagnosticas estão os exames de imagens e os exames que identificam quanto ao tipo, tamanhos e locais de estadiamento
do câncer. Com relação ao tratamento, associados às formas mais convencionais, cirurgia, radioterapia e quimioterapia, destaca-se a atuação fisioterapêu-
tica que vai intervir em pacientes oncológicos, associado a uma equipe multidisciplinar, e dentro desse contexto o fisioterapeuta vai atuar, assistindo de
maneira objetiva á minimizar e retardar os danos decorrentes do câncer, e dessa forma obter dentro de seu alcance profissional os cuidados que o paciente
necessita, selecionando os recursos terapêuticos disponíveis para uma assistência adequada. Este estudo é uma revisão bibliográfica, retiradas de artigos
a respeito da intervenção fisioterapêutica em pacientes oncológicos, onde nestas são enfatizadas as intervenções terapêuticas pela fisioterapia nestes
pacientes, mais especificamente no câncer de pulmão. A busca foi feita em um período de uma semana, em fontes eletrônicas (scielo, revista brasileira de
cancerologia. Segundo a literatura, a integração da fisioterapia a uma equipe multidisciplinar, contribui de forma muito positiva para o paciente oncológico,
pode oferecer algumas contribuições terapêuticas como: terapia para a dor, alívio de sintomas psicofísicos, reabilitação de complicações linfáticas, e
principalmente sobre o sistema motor, uma vez que este é frequentemente atingido pelas exarcebações da doença (osteopenia, diminui a suportabilidade
de cargas, hipotrofia muscular dentre outros) e no caso do câncer de pulmão mais especificamente a atuação do fisioterapeuta na melhora da função pul-
monar, tendo em vista que muitas complicações surgem no sistema respiratório como: atelectasia, dispnéia, a queda da saturação, acúmulo de secreções
pulmonares, orientação quanto ao posicionamento que favoreçam a respiração. De acordo com o que foi apresentado, admite-se que a abordagem da
fisioterapia aos cuidados a pacientes com câncer de pulmão resulta em benefícios muito favoráveis, uma vez que intervenções dessa natureza promovem
uma recuperação físico-funcional, que advêm da aplicação de diversos recursos terapêuticos que não tem como direcionamento o índice de sobrevivência
ou desaparecimento dos sintomas, e sim um foco sempre voltado para o controle dos sintomas imediatos, maximizando as habilidades funcionais remanes-
centes, adiando os prejuízos advindos das complicações e ressaltando a importância das orientações passadas aos familiares e acompanhantes.

Palavras-chave: Câncer de pulmão. Métodos fisioterapêuticos. Cuidados em saúde.

O idoso e as disfunções cardiovasculares


Autor: Erika Morgana Albuquerque Duarte
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

O coração de uma jovem é mais forte e com força para trabalhar mais e melhor. As disfunções cardiovasculares passam a ser um tema médico e sua saúde
pode virar motivo de preocupação, principalmente para quem descuidou da alimentação e deixou os exercícios físicos de lado. Enquanto, aos 20 anos, o
sistema cardiovascular funciona normal, a partir dos 60, os efeitos mais drásticos do envelhecimento começam a ser percebidos, porém, os problemas se
instalam gradualmente e, bem mais cedo do que se pensa, por volta dos 35 anos podem estar ocorrendo alterações importantes na estrutura e funções do
coração. A prova disso é que ocorre o aumento da massa cardíaca da ordem de 1 a 1,5 g/ano, entre 30 e 90 anos de idade. Além disso, as células cardíacas
vão morrendo e as fibras musculares têm a sua elasticidade reduzida, logo a contração do músculo cardíaco se torna menos eficiente, conseqüentemente,
o bombeamento de sangue para o resto do organismo fica prejudicado. As próprias artérias tendem a se fechar e dificultar a passagem do sangue devido
à atereosclerose. Com o aumento da expectativa de vida surgiram maiores conhecimentos acerca das alterações fisiológicas que ocorrem no aparelho
cardiovascular e no sistema músculo esquelético, além disso, alterações no sistema cardiovascular não acontecem da noite para o dia e o problema é que
muita gente só começa a prestar atenção nelas ao entrar na terceira idade. Embora não se possa desprezar o peso dos anos, o que determina o condi-
cionamento cardiovascular não é a idade cronológica, e sim a idade funcional. A doença cardiovascular também é um fator importante de deteriorização
funcional, é a causa principal de óbitos em pessoas nessa idade. Além de pessoas de idade avançada sofrerem com as mudanças cardiovasculares devido
ao envelhecimento normal, esse envelhecimento cardiovascular normalmente afeta a função global. Ao avaliar as alterações cardiovasculares do idoso, é
preciso considerar a dificuldade em se distinguir as alterações decorrentes da alta prevalência de comorbidade cardíaca e não-cardíaca nessa faixa etária,
o estilo de vida e os fatores de risco. Objetivo: consiste na abordagem de forma geral as principais doenças que acometem o sistema cardiovascular no
idoso. Podemos concluir que no envelhecimento consiste num processo contínuo durante o qual ocorre um declínio progressivo de todos os processos
fisiológicos. Dentre todas as alterações ocorridas durante este processo destacam-se mudanças progressivas nas estruturas cardiovasculares, ocorrendo
uma diminuição da elasticidade das paredes dos vasos e o sistema autônomo ele quem controla os batimentos cardíacos.

Palavras-chave: Gerontologia. Cuidados em saúde do idoso. Disfunções cardiovasculares.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 97


Os benefícios do conceito Neuroevolutivo Bobath
no tratamento de portadores de Síndrome de Down
Autor: Larissa Veríssimo Maia
Thaiacyra Jorgeanna Morais de Medeiros
Glauquia Meyrelle Leite Pachêco
Eva Mariana Ferreira de Oliveira
Orientador: Juliana da Silva Grippo
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Síndrome de Down (SD) é um distúrbio genético causado durante a formação do feto, pela presença ao acaso de um cromossomo extra no par 21.
Estima-se que a incidência seja de 1 em cada 700/900 nascidos vivos, o que torna esta deficiência umas das mais comuns de nível genético. O diagnóstico
pode ser dado assim que a criança nasce considerando as características fenotípicas, dentre estas: hipotonia muscular generalizada, fenda palpebral
oblíqua, prega palmar transversa única, face achatada, ponte deprimida, orelhas com baixa implantação e língua grande. A fisioterapia tenta minimizar o
atraso do desenvolvimento provocado pela SD utilizando para tal proposta métodos e técnicas de tratamento, dentre os quais o Bobath. Definido como
Conceito Neuroevolutivo de reabilitação que utiliza os reflexos e os estímulos sensitivos para inibir ou provocar uma resposta motora, o Bobath trata-se de
uma técnica que inibi padrões anormais de movimento, facilitando o movimento normal e estimulando o tônus muscular em casos de hipotonia e inatividade
do músculo. O presente trabalho procurou mostrar e explicar o método bobath; investigar os benefícios do Conceito Neuroevolutivo Bobath no tratamento
de portadores de Síndrome de Dowm. Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva do tipo revisão bibliográfica, utilizando as bases de dados eletrôni-
cos Medline, Pubmed e Scielo. Foram verificados os seguintes benefícios com a utilização do método Bobath: introdução dos movimentos automáticos e
voluntários, a fim de preparar para os movimentos funcionais; modificação dos padrões de tônus postural anormal e facilitação dos padrões motores mais
normais com uma preparação para uma maior variedade de habilidades funcionais; alongamento; propiocepção; melhora do tônus muscular; trabalho da
rotação do tronco, estimulação da extensão/flexão da cabeça, tronco e quadril, estimula a reação de proteção e equilíbrio e trabalha a dissociação de cintura
pélvica e escapular, facilitando a marcha. Com base nos achados verificou-se que o método é responsável por melhores avanços neuropsicomotor e se faz
importante por complementar de forma benéfica o tratamento fisioterápico em crianças com Síndrome de Down. Atuando na melhora da qualidade de vida
desses indivíduos tentando torná-los mais independentes possíveis para a execução das suas atividades de vida diária.

Palavras-chave: Portadores de necessidade especiais – Síndrome de Down. Conceito Neuroevolutivo Bobath. Métodos e técnicas de tratamento.

Perfil de pacientes acometidos por Acidente Vascular Encefálico (AVE)


e seus fatores de risco na cidade de Mossoró
Autor: Oziel Tardely Sousa Farias
Danielle Lorene de Lima Rebouças
Marize Claire de Lima Melo
Rosynara da Silva Oliveira Sales
Orientador: Pablo de Castro Santos
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Um sinal clínico que ocorre devido a uma perturbação focal da função cerebral, secundário à obstrução ou hemorragia de vasos sanguíneos, levando a dois
tipos de condições: o isquêmico e o hemorrágico. O AVE isquêmico é causado por uma obstrução de uma das artérias cerebrais principais, por um ateroma
ou êmbolos que são levados do coração a vasos doentes do pescoço. Dentro deste podemos citar o AVE embólico (êmbolos que podem vir do coração,
de uma trombose da artéria carótida interna, ou de uma placa de ateroma do seio carotídeo) e o AVE trombótico (placas de ateroma e a hipertensão intera-
gem para produzir infartos cerebrovasculares). O paciente se queixa de dores de cabeça, surgindo rápidos sintomas de hemiplegia e/ou disfasia. O AVE
hemorrágico ocorre nas partes profundas do cérebro sendo causado freqüentemente por um aneurisma, ou seja, pela ruptura de vasos sanguíneos, onde
há o extravasamento de sangue, resultando em um hematoma que pode se alastrar. É freqüentemente causado também por uma doença cardíaco-renal
hipertensivo, e por uma pressão sangüínea elevada. Pode haver como reação dores de cabeça fortes, vômitos, perda de consciência. O AVE tem como
causas, diversos fatores, tais como: hipertensão arterial, obesidade, tabagismo, etilismo e diabetes. Segundo o Ministério da Saúde, em 2007, ocorreram
168.154 internações decorrentes do AVE. O presente estudo tem como objetivo mostrar o perfil epidemiológico de pacientes acometidos por AVE, verificar
a relação da doença/sexo/faixa etária na cidade de Mossoró, provenientes do Centro de Apoio ao Controle de Obesidade e Reabilitação Neurológica, existe
uma grande necessidade de conhecer os dados, já que através do conhecimento dos fatores de risco podemos intervir no processo saúde/doença. O
estudo inicialmente refere-se à cidade de Mossoró e posteriormente iremos traçar o perfil das cidades mais importantes no entorno de Mossoró. A pesquisa
foi do tipo quantitativa/qualitativa, os dados foram coletados a partir dos prontuários e discussões estabelecidas com a equipe multidisciplinar do Centro de
Obesidade. Podemos verificar que 33,91% dos pacientes foram acometidos por AVE em um universo de 1084 pesquisados. Foi observada a relação da
doença/sexo, onde 52,94% foram homens e 47,06% mulheres, apresentando uma similaridade de ocorrência em ambos. A faixa etária com maior incidência
ocorreu entre 61 a 80 anos nos dois sexos, apresentando 52,94% do total de casos verificados. Podemos estabelecer um perfil epidemiológico de pacientes
acometidos com AVE, verificamos a relação da doença/sexo/faixa etária em Mossoró e também podemos concluir que na referida cidade existem elevados
índices de AVE, sendo necessária a divulgação e discussão com as autoridades visando uma melhor promoção a saúde.

Palavras-chave: Acidente Vascular Cerebral – Fatores de risco. Acidente Vascular Cerebral – Perfil – Mossoró/RN. Atenção à saúde.

98 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


Perfil epidemiológico dos indivíduos com Artrose na cidade de Mossoró
Autor: Tassiana Gomes Aires
Mairthes Fernanda de Medeiros Freitas
Marcya Pryscylla Falcão Almeida
Moises Costa do Couto
Orientador: Fabio Firmino de Albuquerque Gurgel
Linha de Pesquisa: Biopatologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Artrose é uma doença articular degenerativa, caracterizada pela perda progressiva da cartilagem articular e alterações reativas às margens das ar-
ticulações e do osso subcondral. É uma doença comum, progressiva, que afeta indivíduos a partir da meia idade, atingindo principalmente articulações
que suportam peso. Clinicamente, caracterizam-se por limitação de movimentos, deformidades e dor. Este estudo trata-se de uma pesquisa descritiva
onde será feito um levantamento epidemiológico desenvolvido a partir de coleta de dados quantitativos nos prontuários, datados entre janeiro de 2008 a
janeiro de 2009 das clínicas de fisioterapia da cidade de Mossoró-RN. Para participarem da pesquisa, as clínicas estavam devidamente registradas no
Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 1º Região (CREFITO-1). Contudo, observaremos a prevalência por idade, sexo, possíveis
fatores desencadeantes e agravantes da patologia, e a partir da análise desses dados será feito o levantamento do perfil epidemiológico dos indivíduos
com artrose na cidade de Mossoró-RN. Tendo em vista o que foi apresentado, pode-se dizer que a partir do conhecimento e interpretação da realidade
de forma mais abrangente, e de uma melhor caracterização do público portador de artrose na cidade de Mossoró-RN, será possível a elaboração de
programas de prevenção e/ou de tratamentos mais eficazes que resultem em uma melhor qualidade de vida da população. O benefício científico obtido
com essa pesquisa será um maior aprofundamento nos estudos à cerca da incidência, do processo patológico, tratamento e das prováveis limitações
funcionais decorrentes da Osteoartrite. Portanto, o presente estudo, proporcionará uma expansão na área da Reumatologia e Fisiologia, como também
o aprofundamento na atuação Fisioterápica diante da reabilitação e prevenção das incapacidades fisiopatológicas já citadas.

Palavras-chave: Artrose – Perfil epidemiológico. Atenção à saúde. Programa de prevenção e tratamento.

Prevenção e tratamento de varizes em membros inferiores: um enfoque da Fisioterapia


Autor: Eduardo Gomes de Sousa Neto
Diego Robson de Lima Cruz
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

As varizes são dilatações e tortuosidades das veias que acometem principalmente os membros inferiores decorrentes de insuficiência valvular, podendo
também acometer outras localizações corporais, tais como a região do reto sendo chamadas de hemorróidas e até mesmo na região do trato superior
respiratório, produzidas por anormalidades na parede venosa ou aumento prolongado da pressão venosa caracterizamos a patologia no seu âmbito físico,
pois no âmbito funcional existem também muitas outras disfunções, consistindo em variações da espessura da parede do vaso, fibrose subintimal, áreas
dilatadas e outras como hipertrofia e hiperplasia da musculatura lisa, impossibilitando o seu funcionamento adequado, o que pode resultar em várias
complicações. Objetiva-se neste estudo ampliar os conhecimentos sobre varizes, expondo a importância das técnicas fisioterapêuticas na prevenção e
no tratamento das mesmas. A pesquisa, que resultou na base deste, é caracterizada como sendo descritiva explorativa do tipo revisão literária. Estudos
mostram que durante os movimentos de contração e relaxamento dos membros inferiores ocorre a bomba musculoesquelética, que através da compressão
das veias adjacentes otimiza o fluxo de retorno venoso. Desta forma, o trabalho fisioterápico deve ter como objetivo o fortalecimento dos músculos de MMII,
pois previne e melhora os sintomas e a qualidade de vida do paciente. Define-se então que o fortalecimento da musculatura da MMII é capaz de melhorar a
hemodinâmica venosa, prevenir complicações tardias, como a úlcera, além de minimizar os sinais e sintomas da insuficiência venosa crônica.

Palavras-chave: Varizes. Métodos de prevenção e tratamento. Técnicas fisioterapêuticas.

Satisfação do Fisioterapeuta com suas entidades de classe


Autor: Eduardo Gomes de Sousa Neto
Adriano Ferreira do Carmo
Rodrigo Marcel Valentim da Silva
Diego Robson de Lima Cruz
Linha de Pesquisa: Políticas E Gestão Em Educação
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Atualmente os profissionais Fisioterapeutas questionam a ausência das suas entidades representativas quanto às lutas da classe, bem como a
melhora do mercado de trabalho e outros fatores que poderiam ser favorecedores de uma melhor interação entre os envolvidos. Partindo desta prob-
lemática, o presente estudo propô-se a evidenciar o grau de satisfação do profissional Fisioterapeuta com as entidades de classe que delimitam a

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 99


sua atuação. Este trabalho foi se suma importância para os acadêmicos do curso de Fisioterapia, profissionais fisioterapeutas e representantes das
entidades de classe, pois se procurou identificar os obstáculos que dificultavam a relação de aproximação entre estes. Esta pesquisa caracterizou-
se por ser do tipo pura, descritiva, de campo com levantamento de dados e com abordagem quantitativa, na qual foi aplicado um questionário. Par-
ticiparam desta pesquisa 58 profissionais fisioterapeutas atuantes no Estado do Rio Grande do Norte apresentando os seguintes resultados: 43%
dos entrevistados deram conceito regular para atuação das entidades; 60% são filiados a pelo menos uma entidade; apenas 22% não participam de
eventos promovidos por estas; 23% consideram desnecessário o desmembramento do CREFITO; 56% não ou raramente participam das reuniões;
45% exigem luta por melhoria salarial e 98% consideram válida a participação de acadêmicos nas entidades. Portanto, diante do exposto concluí-
mos que o grau de satisfação do fisioterapeuta em relação as entidades de classe é regular, porém necessita de uma participação maior deste no
intuito de fortalecer e divulgar melhor o trabalho de seus representantes.

Palavras-chave: Fisioterapeuta – Entidades representantes. Mercado de trabalho. Satisfação profissional.

Técnicas fisioterapêuticas utilizadas no tratamento da Incontinência Urinária de Esforço


Autor: Cheylla Fabricia de Medeiros Souza
Marina Gabriela de Oliveira Lima
Helayne Carolyne Pereira de Almeida
Orientador: Juliana da Silva Grippo
Linha de Pesquisa: Atenção Integral à Saúde
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Organização Mundial de Saúde define Incontinência Urinária de Esforço (IUE) como a queixa de perda involuntária de urina sincrônica ao esforço,
espirro ou tosse. A IUE é responsável por 60% de todos os casos de incontinência urinária feminina. Apesar de novas modalidades propedêuticas
e distintas técnicas cirúrgicas descritas, os índices de insucesso alcançam entre 15 a 20% nos cinco anos subseqüentes à cirurgia, independent-
emente do tipo de procedimento. Por esta razão, nos últimos anos, o tratamento conservador da IUE vem ganhando maior projeção, dentre eles
destaca-se a intervenção da fisioterapia, por meio de equipamentos e técnicas que favorecem a reabilitação, ou melhora das mulheres acometi-
das por este distúrbio. O presente estudo teve como objetivo investigar as técnicas fisioterapêuticas utilizadas no tratamento da IUE por meio de
uma pesquisa descritiva do tipo revisão bibliográfica. Diante da revisão verificou-se que as técnicas utilizadas no tratamento fisioterápico de IUE
envolvem recursos eletroterápicos como a eletroestimulação a qual tem papel fundamental na reeducação da região pélvica, executando contra-
ções dos músculos perineais, permitindo à paciente tomar consciência de si mesma, em especial as que não respondem a estímulos verbais; o
biofeedback que tem como principal objetivo reforçar a contração dos músculos do assoalho pélvico, suprimindo a ação dos músculos indesejados;
cinesioterapia, a qual pode ser realizada com o uso da bola suíça, trabalho manual, ginástica hipopressiva e cones vaginais que são utilizados
durante os exercícios direcionados ao fortalecimento e ao relaxamento da musculatura pélvica; e ainda a terapia comportamental, a qual consiste
em uma associação de técnicas que visam minimizar ou até mesmo eliminar a incontinência urinária por meio de mudanças nos hábitos de vida das
pacientes acometidas, através do diário miccional, educação e treinamento vesical. Ao final constatou-se que a fisioterapia uroginecologica aplicada
à reabilitação perineal trata-se de uma abordagem minimamente invasiva, não dolorosa, capaz de proporcionar diminuição ou melhora dos sinais e
sintomas causados pela IUE por meio da utilização de diferentes técnicas e desta forma atenuar o índice de pacientes que necessitam se submeter
a um processo cirúrgico ou prolongar os resultados alcançados após este tipo de intervenção.

Palavras-chave: Incontinência Urinária de esforço. Técnicas Fisioterapêuticas. Tratamento fisioterápico.

100 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


NUTRIÇÃO

Interpretação Sócio-Antropológica dos hábitos alimentares de funcionários


do Pronto Atendimento de Mossoró (PAM), do Bairro Bom Jardim
Autor: Maria Isabel de Oliveira Pinto
Edgláucia de Carvalho Reginaldo
Mardoneide Dias Diógenes Paz
Sonale de Souza Brasil
Orientador: Karina Maria Bezerra Rodrigues Gadelha
Linha de Pesquisa: Estudos Sócio-Ambientais d Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Este trabalho pretende explanar a interpretação sócio-antropológica dos hábitos alimentares de funcionários do Pronto Atendimento de Mossoró – PAM.
A partir de uma pesquisa realizada com voluntários da referida instituição, identificamos suas caracterizações (idade, sexo, escolaridade, estado civil en-
tre outros), costumes alimentares e aspectos sócio-antropológicos através da aplicação de questionários. Apresentamos um diálogo entre os resultados
obtidos e a proposta os textos Valor Social e Cultural da Alimentação (DANIEL¹) e Identidade Cultural e Alimentação (MACIEL²). Com isso, foi possível
descrever as características nutricionais de certos alimentos citados pelos entrevistados e suas interferências sociais em relação a esses hábitos. As
interferências sociais em relação aos hábitos alimentares estão muito mais constantes na nossa vida do que imaginamos, pois são vários os fatores
sócio-culturais que estão construídos nos costumes e hábitos de uma sociedade ou indivíduo. No que se refere a um dado interessante que fala sobre
alimentos prejudiciais, a maioria dos entrevistados citou frituras, gorduras, enlatados, massas, farinha, presunto, manga, refrigerante, cuscuz, entre
outros. Desses, 30% afirmou ter adquirido essa idéia a partir de outras pessoas; 70% através da própria vivência. A antropologia enfatiza os aspetos
simbólicos que envolvem a comida como também a forma de preparar e comer os alimentos na sociedade humana. Cabe ao profissional compreender
melhor a especificidade cultural dessas questões, que devem ser elucidadas em cada contexto particular, já que o alimento além de seu caráter utilitário
constitui também uma linguagem. Vez assim, é importante que o profissional de nutrição, ao tentar estabelecer uma dieta alimentar, considere a com-
plexidade dos códigos simbólicos alimentares, orientadores das ações de cada cliente, que trazem consigo um conjunto de representações de alimentos
apreendido no contexto social no qual foi educado.

Palavras-chave: Hábitos alimentares – fatores Sócio-Antropológicos. Hábitos Alimentares – Diagnóstico – Pronto Atendimento de Mossoró. Saúde
do Trabalhador.

Interpretação Sócio-Antropológica dos hábitos alimentares da


Rua José Toscano de Lima na Comunidade do Ouro Negro
Autor: Viviane Nunes Pontes
Bárbara Nicolly Melo Martins
Iascara Daiana de Sousa Dantas
Edianne Souza de Oliveira
Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva
UNIVERSIDADE POTIGUAR

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 101


A dinâmica social tem levado o homem a várias conseqüências na saúde, principalmente problemas ligados à alimentação, pois grande parte da
população apresenta doenças cardiovasculares, diabetes, pressão alta, obesidade, e subnutriçao, uma realidade presenciada por nós. Cada grupo
social tem seus próprios costumes sociais, culturais e alimentares, através de suas diferenças eles se reconhecem e se veem reconhecidos. O
homem cria e se adapta a diversas maneiras de viver, o que resulta em uma grande diversidade cultural. A alimentação humana é constituída por
essa diversidade cultural, que deles formam os hábitos alimentares. Na pesquisa procuramos compreender de forma generalizada, as dificuldades
da vida de pessoas com baixa renda relacionada a esses hábitos. Foram aplicados 10 questionários que na Rua José Toscano de Lima na comu-
nidade do Ouro Negro, em Mossoró-RN. Visitamos famílias com diversos números de pessoas por residências, em media vivem financeiramente
com no máximo dois salários mínimos, pessoas que consideram que tem uma má alimentação, e não sabem como fazer para isso melhorar, muitos
alegam à falta de recursos financeiros. A antropologia, quando referida a alimentação, e o aspecto simbólico a ela relacionado envolvem o modo
de preparar e de comer esses alimentos na sociedade humana, respeitando o gosto e a cultura de cada canto. Essas grandes diversidades das
sociedades obedecem às regras especificas quanto a distribuição dos alimentos, as quais são importantes para a compreensão do papel da cultura
como sistema simbólico. Os hábitos alimentares não atendem apenas as necessidades fisiológicas do homem, mais tem um caráter simbólico, cujo
significado se da na trama das relações sociais. Como nas diferentes classes de uma mesma sociedade, apresentando sempre uma dimensão cul-
tural. A pesquisa procurou compreender também a realidade nutricional de umas das comunidades carentes existentes na cidade de Mossoró-RN.
Observou-se que devido à falta de recursos próprios estas pessoas passam por muitas dificuldades, referindo-se não só a sua alimentação, mas
também moradia, saúde etc.

Palavras-chave: Hábitos alimentares – fatores Sócio-Antropológicos. Hábitos Alimentares – Diagnóstico – Comunidade do Ouro Negro.
Saúde Coletiva.

Nutrição e envelhecimento
Autor: Renata Candido da Silva
Patricia da Silva Magalhaes Pacheco Duarte
Elisangela Ferreira de Souza
Tatiana Valesca Carvalho Pereira
Lene Rosane Bezerra Moura
Orientador: Barbara Lima Rocha
Linha de Pesquisa: Gerontologia
UNIVERSIDADE POTIGUAR

As dietas e a nutrição estão intimamente relacionadas com as doenças associadas ao envelhecimento. A obesidade e a desnutrição compreendem dois
espectros de problemas nutricionais associados aos problemas de saúde mais prevalentes entre os idosos. Distúrbios nutricionais são comuns entre
os idosos, o que representa tanto um fator de risco como um marcador de doença. O estado nutricional se correlaciona com diferentes co-morbidades
clínicas, capacidade imunológica, estado funcional, bem como o risco de morte e incapacidade. Neste contexto, a avaliação do estado nutricional é
elemento fundamental na avaliação do paciente geriátrico. O envelhecimento não é uma doença e existem muitos fatores, mais notavelmente genéticos,
ambientais e nutricionais, que podem influenciar a velocidade do processo de envelhecimento. Este trabalho apresenta algumas das alterações fisiopa-
tológicas que influenciam o estado nutricional do paciente idoso, bem como as necessidades nutricionais e causas de má nutrição deste. O objetivo foi
desenvolver uma revisão literária visando contribuir com o estudo da nutrição relacionada ao processo de envelhecimento, buscando um atendimento
criterioso ao paciente idoso, assim como, descrever as alterações fisiológicas do idoso; buscar referências bibliográficas a cerca das necessidades
nutricionais no envelhecimento; e descrever as causas de má nutrição do paciente geriátrico. Para tanto, utilizou-se pesquisa em livros e artigos científi-
cos. Concluiu-se que na velhice é relativamente comum a presença de múltiplas doenças, impondo aos idosos, condições adversas ao seu processo de
envelhecimento que interfiram diretamente no seu estado nutricional. Sendo assim, cada vez mais tem crescido o interesse em se identificarem fatores
que promovam o envelhecimento saudável. O envelhecimento normal está associado a mudanças na composição corporal em decorrência de mudan-
ças na fisiologia, no metabolismo e na demanda nutricional. Problemas nutricionais freqüentemente complicam a evolução de doenças clínicas. Por tais
motivos é prudente a prevenção, o diagnóstico precoce e a correção desses problemas nutricionais para aumentar as possibilidades de prognósticos
favoráveis, melhorando, assim, a qualidade de vida dos mesmos.

Palavras-chave: Problemas nutricionais. Envelhecimento. Qualidade de vida do idoso.

O modo de vida e sua influência na construção dos hábitos alimentares


Autor: Paula Rannyell Gomes da Costa
Regina Coeli Dantas Azevedo
Kamila Silva Carvalho
Isabelly Souza Moreira
Orientador: Karina Maria Bezerra Rodrigues Gadelha
Linha de Pesquisa: Estudos Socioeconômicos
UNIVERSIDADE POTIGUAR

102 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


A alimentação é um fator primordial à vida e esse processo é rodeado por fatores que o delineiam. A seleção de alimentos é algo determinante
para uma sociedade, uma vez que é estabelecida por uma cultura e varia de acordo com outros aspectos sociais e com o modo de vida de cada
indivíduo. Sabendo isso, foi realizado, no Assentamento Nova Esperança no município de Mossoró-RN, um estudo referente ao estado nutricional
daquela população, atrelado à análise da influência dos fatores culturais e sócio-econômicos na construção alimentar da mesma. Objetivou-se com
isso, traçar o perfil nutricional dos moradores da comunidade, destacando a construção social de cada indivíduo tendo como fatores determinantes
a escolaridade, a cultura, a economia, além de questões como o grau de instrução quanto ao uso das terras disponíveis para a agricultura do tipo de
subsistência. Foi também objetivo desse estudo, relacionar a interferência dos hábitos alimentares daquela comunidade no processo saúde-doença.
Para tanto, foram feitas entrevistas estruturadas in loco com questões abertas e fechadas a aproximadamente 15 chefes de famílias. A análise foi
feita a partir das respostas dadas pelos entrevistados, as quais foram dispostas na forma de tabela simples, expressando o percentual das respostas
mais relevantes; e ainda foi construída uma pirâmide alimentar equivalente à dieta dos moradores do assentamento, tomando por base as respos-
tas relacionadas ao aspecto nutricional. Pode-se perceber que o perfil nutricional encontrado na comunidade foge dos padrões adequados para
um indivíduo, de acordo com a pirâmide alimentar convencional. A dieta constatada não é balanceada, pois além das quantidades inadequadas,
existe uma deficiência na variedade dos alimentos. Em decorrência dessa realidade, algumas morbidades, características da má nutrição, foram
percebidas naquela população. Para a sócio-antropologia, o processo alimentar é bastante complexo. A seleção, consumo e restrição dos alimentos
são influenciados por diversas regras sociais próprias de cada grupo. E estas regras são carregadas de significado. Esse olhar global mantido pela
antropologia auxilia às demais disciplinas, como a Nutrição, no estudo da relação do homem com o alimento. A prática alimentar atrelada ao modo
de vida estabelecido pelos moradores da comunidade é o resultado da correlação de fatores diversos, em especial os de natureza social, como
situação financeira, nível de escolaridade, cultura. Além das dificuldades encontradas nesses aspectos sociais, a falta de estímulo e assistência efe-
tiva pelas autoridades governamentais contribui para que aquelas famílias vivam uma realidade difícil, onde um direito básico (alimentação) inerente
a todo cidadão é negado, levando-os a estabelecerem uma dieta restrita e nem um pouco balanceada, desencadeando um processo nutricional
distorcido e conturbado que culminará, de certo, em patologias.

Palavras-chave: Hábitos alimentares. Fatores Sócio-culturais. Estilo de vida.

Percepção Antropológica dos hábitos alimentares dos pacientes de H.A.S (Hipertensão


Arterial Sistêmica) no Centro Clinico Profº Vingt-Un Rosado no Bairro Bom Jardim
Autor: Ana Carla da Silva Pinheiro Duarte
Egna de Oliveira Fernandes
Ana Clea Vieira de Araujo
Semiramis de Souza Silva
Linha de Pesquisa: Estudos Sócio-Ambientais e Culturais
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A pesquisa tem como objetivo investigar o grau de interferências sociais no hábito alimentar dos usuários com H.A.S (hipertensão arterial sistêmica) do
consultório médico cardiológico do centro clinico professor Vingt-Un Rosado do Bairro Bom Jardim esse centro clínico oferece os serviços de consultas
clinicas, exames laboratoriais, radiologia, ultra-sonografia, ECG e ECC, etc. Para Mossoró e adjacências. A escolha pelos portadores de Hipertensão
Arterial Sistêmica se deu pela necessidade de conhecermos um pouco sobre os hábitos alimentares desses usuários portadores de uma doença do
mundo moderno, tendo como causas a hereditariedade, obesidade, sedentarismo, alcoolismo, estresses, e outros. Alguns alimentos foram citados
pelos os usuários como ofensivos, e alguns alimentos que poderiam até ajudar na prevenção e no controle da doença foram rejeitados, a manga com
leite e a carne do porco foram os recordistas quase todos os usuários falaram que não consume esses tipos de alimento. Mesmo comprovado cien-
tificamente que o leite e a manga não trazem nenhum tipo de maléficio a saúde e que tudo isso não passa de mito, e que tenha quem diga que essa
história foi uma maneira dos fazendeiros fazer os escravos consumir somente o leite e nunca a manga, que era a fruta nobre da época, pudemos ver
que nos dias atuais essa mistura de cálcio ainda assusta muita gente, alguns falaram até de medo da morte, e com esse mesmo medo existem quem
não use de forma alguma a carne suína, por questões religiosas, alegaram que o porco é biblicamente imundo, a maioria dos usuários tem uma noção
(um pouco distorcida) do germe do porco. Podemos observar que a população valoriza muito os fatores construídos dentro da sociedade. Por mais que
as informações venham confirmar que essas construções não tenham base científica, ainda assim preferem deixar intactas as informações passadas
pelos familiares, principalmente as que estão relacionadas aos hábitos alimentares. Muitas vezes deixam de ser beneficiados, como no caso da carne de
porco que pode entrar na dieta dos hipertensos, mas por questões de construções familiares os portadores dessa patologia rejeitam a dieta. Com base
na entrevista realizada com os usuários portadores de H.A.S pudemos observar que entender as construções antropológicas é de grande importância
para nos adaptar de uma melhor formar a realidade dos usuários, pois seus comportamentos relativos a comida não estão relacionados somente a
sua condição financeira, que é de total importância para custear seu alimento,mas um fator que foi observado e não pode ser ignorado é que esses
comportamentos, essa maneira de ver e se servir nos revela a cultura em que cada um está inserido.

Palavras-chave: Hábitos alimentares. Fatores sócio-culturais em Nutrição. Nutrição – diagnóstico.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 103


Riscos da obesidade à saúde
Autor: Lene Rosane Bezerra Moura
Patricia da Silva Magalhaes Pacheco Duarte
Roberta Britto de Queiroz Medeiros
Deborah Cintya Santiago Azevedo e Oliveira
Karene Kaliana Duarte Garcia
Orientador: Kalyana Cristina Fernandes de Queiroz
Linha de Pesquisa: Patologias e Genética
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A obesidade é uma doença que a cada dia se torna mais constante no Brasil e no Mundo, independente de idade, sexo e classe social. Fatores como
sedentarismo, genética, disponibilidade atual de alimentos, erros alimentares, além de ritmo de vida descomedido, impulsionam o seu aumento na
população. Sendo assim, tal pesquisa tem como objetivo mostrar o peso excessivo como fator agravante a saúde dos indivíduos. Este trabalho é
de cunho bibliográfico e foi realizado a partir de pesquisa a artigos e livros que comentavam sobre tal temática. Os dados mostram que pacientes
obesos apresentam limitações de movimento, são susceptíveis a contaminação com fungos e outras infecções de pele em suas “dobras de gordura”,
fator este que pode levar a diversas complicações. Além disso, sobrecarregam sua coluna e membros inferiores, desencadeando degenerações
de articulações da coluna, quadril, joelhos e tornozelos. O excesso de gordura corporal não provoca sinais e sintomas diretos, salvo quando atinge
valores extremos. Os principais problemas são ocasionados no sistema cardiovascular, sistema respiratório, sistema digestivo, sistema reprodu-
tivo, transtornos psicológicos, degenerações de articulações, bem como complicações metabólicas. O isolamento do convívio social, frustrações e
tristezas acarretadas pela sua condição é um fator que agrava consideravelmente o quadro de saúde dos mesmos. Assim, é importante ressaltar
o assunto, possibilitando as pessoas que convivem com tal realidade informações da obesidade como sendo uma doença que possui riscos tanto
físicos, como orgânicos e psicológicos, sendo necessário para um aumento significativo da sobrevida, a modificação do estilo de vida, dos hábitos
alimentares, da atividade física e do relacionamento com o mundo.

Palavras-chave: Hábitos alimentares. Obesidade. Risco de saúde.

104 | ANAIS II | Campus Mossoró - 2009


OUTRO CURSO

Os consumidores da feira livre da cidade de Olho D’água do Borges-RN


Autor: Alécia da Silva Jácome
Maria das Graças de Queiroz Maia
Maiara Rosane Gameleira Fernandes
Orientador: Yákara Vasconcelos Pereira Leite
Linha de Pesquisa: Mercado de Trabalho
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A feira livre, além de servir como fonte de renda, tornou-se expressão do comportamento da comunidade local. Diante da relevância de empreender mais
sobre o fenômeno, esta pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de descrever a situação atual da feira livre da cidade de Olho D’água do Borges-RN
pelo olhar gerencial. Quanto aos aspectos metodológicos, observou-se o comportamento de 22 pessoas, durante o processo de compra que ocorria na
feira livre. Na medida em que os consumidores se dirigiam até as barracas para efetuar suas compras, tentou-se coletar dados descrevendo seus com-
portamentos. Assim, o método de coleta de dados foi o de observação. A perspectiva qualitativa guiou a análise dos dados, juntamente com o referencial
teórico das ciências administrativas. Salienta-se que a feira livre da cidade de Olho D’Água faz parte de um projeto recente, executado pela prefeitura
do município. Com isso, identificou-se que a feira livre tem mudado a rotina da cidade, porém, essa mudança possui aspectos positivos e negativos. Os
positivos estão ligados à oportunidade de trabalho e renda para os agricultores da cidade e para a população local, a oportunidade de poderem fazer
suas compras sem ter que se deslocar para as cidades vizinhas. Porém, o projeto apresenta alguns aspectos que precisam ser melhorados, para que
possa ter sustentabilidade, são eles: a infra-estrutura, a higienização, a organização e a elaboração de um planejamento. Foi possível identificar esses
resultados com o apoio do referencial teórico. Portanto, com os achados obtidos, foram propostas ações gerenciais e operacionais para colaborar no
desenvolvimento humano daquela comunidade. Visto que é uma das premissas das universidades efetuar pesquisas para que possam fundamentar a
atividade de extensão universitária com o propósito de desenvolver a comunidade, especificamente, a população do semi-árido potiguar.

Palavras-chave: Comportamento do consumidor. Feira livre. Mercado de Trabalho.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 105


PEDAGOGIA

Relatos acerca da leitura e aprendizagem no 1º ano das séries iniciais:


o caso da Escola Aquarela do Saber na cidade de Mossoró-RN
Autor: Roberta Silva Costa
Linha de Pesquisa: Complexidade Cultural, Linguagem e Processo de Comunicação
UNIVERSIDADE POTIGUAR

Vivemos num mundo de símbolos e reconhecê-los é uma tarefa necessária e importante para a humanidade deixar a sua marca. A linguagem é o el-
emento que humaniza o sujeito, permitindo-lhe construir sentidos para sua existência. Na atualidade, é cada vez mais determinante o domínio da lingua-
gem, para o acesso e a produção de bens culturais e o exercício da cidadania. Nós educadores, necessitamos conhecer e compreender os processos
que contribuem e que impedem a formação de leitores. Como educadora dos series iniciais do ensino fundamental, convivo diariamente com problemas
relacionados a falta de leitura, tais como dificuldades de interpretação, falta de concentração e tantas outras. Nessa concepção, é importante destacar
que a solução, para o desafio da formação de leitores na família e na escola, vai além de métodos de ensino, mas passa pela autonomia que a família
e a escola estabelece em suas ações. Acreditamos que como estimulo e preciso desenvolver habilidades leitoras como contação de histórias, e o mais
importante é que a escola por sua vez necessitará de ambientes interessantes, e que os docentes sejam leitores assíduos, disciplinados e entusiasma-
dos, para motivar suas crianças e levá-los a desenvolver o gosto pela leitura. Entendendo que a escola é um espaço por excelência e considerando que
a apropriação dos conhecimentos acontece segundo o desenvolvimento da espécie, podemos concluir que a elaboração dos planos de aula precisa
contemplar todos os conteúdos e formas de atividade que levem o aluno o ser capaz de ler e de escrever.Para tanto, são várias as modalidades de
atividades criadas como varal, mala de leitura, leitura de imagem, construção, contação de história em quadrinhos, jogos e atividades rotineiras. Nosso
objetivo é apresentar idéias produzidas sobre a leitura, bem como a sua utilização instrumentos/ recursos didáticos utilizados nos tempos atuais que
estimulariam o processo do aprender. Esse trabalho foi resultado de uma experiência vivida em sala de aula de 1 ano do ensino fundamental.

Palavras-chave: Semiologia. Linguagem. Leitura. Práticas educacionais.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 107


PSICOLOGIA

Articulando teoria e prática: contribuições


do estágio em Psicologia Educacional
Autor: Edmundo Almeida de Menezes
Orientador: Leonardo Carlos Rodrigues de Menezes
Linha de Pesquisa: Educação, Direito e Psicanálise do Vínculo Social
UNIVERSIDADE POTIGUAR

A Psicologia Educacional pode ser um instrumento de intervenção no processo ensino/aprendizagem, possibilitando aos estagiários em psicologia
conhecer um pouco mais sobre a realidade que perpassa o âmbito escolar na inclusão de pessoas com necessidades especiais. Além disso, quanto à
contribuição do psicólogo escolar para o processo de inclusão, faz-se necessário promover mudanças necessárias na subjetividade social da escola pra
efetivar seu caráter inclusivo e atuar em relação aos processos da subjetividade nas suas diferentes formas de expressão. Isto constitui a especificidade
do trabalho do psicólogo como parte da equipe dos profissionais que trabalham na escola. Neste sentido, o objetivo deste trabalho é descrever as
atividades realizadas em estágio pelos discentes do curso de graduação em Psicologia da Universidade Potiguar de Natal/RN no Centro Educacional
Maristella - CEM. Assim, enquanto proposta metodológica, na disciplina Estágio Básico em Educação passamos por um processo de atividades desen-
volvidas no CEM, quais sejam, observação assistemática; realização de entrevistas; identificação e análise de possíveis obstáculos à aprendizagem
nas práticas educativas; relatório de análise e sugestões de intervenção no contexto dos alunos com necessidades especiais. A partir das observações
feitas, do material coletado com a aplicação dos questionários e de pesquisas sobre o tema escolhido pudemos notar claramente que para que o pro-
cesso ensino/aprendizagem ocorra de forma adequada, principalmente quando se trata de alunos com necessidades especiais, deve-se não somente
haver uma colaboração da instituição de ensino, mas também é essencial a participação e a colaboração dos pais. Desta forma, fica claro que para
que se possa ter a inclusão escolar de fato é necessária a contribuição de todas as pessoas que estão ligadas direta e indiretamente a esses alunos
que possuem alguma necessidade especial.

Palavras-chave: Comportamento do Consumidor. Feira Livre. Mercado de Trabalho.

ANAIS II | Campus Mossoró - 2009 | 109


CALL CENTER:
Natal (84) 3215-1234
Mossoró (84) 3323-8200
www.unp.br