Você está na página 1de 20

INDO ALÉM DAS TEORIAS DA

CONSPIRAÇÃO

C. J. Jacinto

PUBLICAÇÕES BIBLICAS BEREANAS

1
Teorias de conspirações feitas por governos ocultos ou
potencias invisíveis, sociedade secretas produzem um
alarmismo tremendo e atuam dentro de pressupostos, há uma
serie de enigmas no mundo que parecem ser resolvidos com
respostas não convencionais, mas que muitas das vezes
ultrapassa a linha do absurdo, há mais desinformação do que
informação. Creio que de certa forma faz parte da própria
estratégia de um engano mundial. Não me detenho muito
sobre teorias da conspiração, embora creia que de fato há uma
plataforma de manipulação política mundial de controle total
totalitarista. Isso é evidente pela tecnologia vigente, alguns
escritores perceberam isso George Orwell talvez seja um dos
mais conhecidos com relação ao controle total numa sociedade
futurista.

Há, porém uma medida de precaução que devemos tomar


quanto abordamos o assunto das teorias conspiratórias, como
cristão, deve seguir além, das teorias e ficar com os fatos, e os
fatos estão nas Escrituras. Eu tenho lido muito e pesquisado
sobre o assunto, então de certa forma, devo ter cautela e nunca
sair da solidez dos fatos bíblicos. Muitos teóricos da
conspiração são enganados e ou equivocados, creio que a
primeira tese é mais sucinta, porque afirmo isso? Justamente
por que há áreas perigosas idéias equivocadas, além de muitos

2
teóricos da conspiração defenderem coisas que a bíblia
condena, por exemplo a fomentação do anti-semitismo.

Via de regra, já durante a segunda guerra mundial, os nazistas


foram os principais disseminadores de teorias conspiratórias, e
faziam como meio de justificação para perseguir judeus,
maçons e comunistas. Ainda hoje, neonazistas usam o mesmo
argumento, inclusive perpetuando a idéia de raças superiores,
aderindo a uma espécie de gnosticismo (Chamado de
Gnosticismo hiperbóreo) outros alinham a teoria da
conspiração com alienígenas macabros que querem dominar o
planeta e escravizar a humanidade. Não quero me deter nessas
coisas, há uma mistura de verdade com mentiras, porque creio
nas Escrituras e sei que a Bíblia me dá boas respostas sobre o
assunto que estou abordando aqui. Cristãos devem ter
discernimento, por isso, a bíblia deve ser sempre nosso padrão,
a luz que ilumina o nosso entendimento (Salmos 119:105)

Não estou negando o fato de que existem governos ímpios a


serviço de satanás, sociedades secretas a serviço do diabo e
que há uma força invisível articulando certos eventos
históricos, porque encontramos essas coisas nas Escrituras,
pelo menos de forma local e temporária. Tomamos como
exemplo a cosnpiração contra os judeus na época de Mordecai
e Ada rainha Ester. Havia naquele evento uma força que queria
manipular os eventos históricos para tentar disseminar ódio
contra os judeus e um genocídio. Esse é apenas um exemplo,
para que tenhamos uma idéia de que a Escrituras são abertas a
esse tipo de abordagem escatológica. Mas esse não deve ser o
centro. As coisas devem ser vistas por um cristão bíblico de um
outro patamar; as Escrituras devem ser a nossa regra de fé,
assim, ao olharmos para as Escrituras, temos contronos

3
históricos seguros, uma plataforma pelo qual podemos
reinvidicar as verdades mais sublimes e das suas paginas
emanam todas as certezas sobre as coisas que atuam no mundo
invisível.

Assim, creio que é uma das táticas do inimigo usar da estratégia


da desinformação, para tentar iludir os cristãos e todos aqueles
que não tomam o devido cuidado. Sendo que desviando os
olhos do verdadeiro propósito, a serpente tenta dar um golpe
fatal sobre a humanidade usando de uma falta de atenção ou
do equivoco coletivo, eis ao que devemos estar atentos, nesses
dias de confusão universal, nossa salvaguarda espiritual é
unicamente as Escrituras. Sobre ela deve velar o nosso coração
ávido por um conhecimento mais profundo das coisas divinas.

Porque quero advertir os cristãos sobre certos aspectos das


teorias conspiratórias? Exatamente porque há muitas
tendências anti-semitas e espiritualistas envolvendo o tema.
Um dos profetas mais conhecidos no mundo que aborda temas
como teorias conspiratórios e reptilianos (aliens) é David Icke.
Aliás, ele é basicamente um profeta moderno sobre o assunto,
palestrante e escritor, autor de vários livros sobre o assunto, a
verdade é que Icke não é cristão, já se declarou ser Jesus Cristo
e afirmou receber mensagens do alem (seres ou mestres
espirituais de outras dimensões) isso por si só deve ser levado
em consideração quando a bíblia condena essas coisas e
adverte seriamente sobre demônios ensinadores que enganam
os homens que se aventuram a atravessar as cortinas que
escondem o mundo espiritual caído (I Timóteo 4:1) as idéias de
Icke vão além, afirma que Cristo ensinou reencarnação e era

4
um médium que Deus é um ser hermafrodita e por fim mostrou
ter inclinações racistas (1)

Temos nesse exemplo, uma evidencia clara de que muita gente


que se envolve com teorias conspiratórias e defende idéias
similares está completamente longe da ortodoxia bíblica, aqui
mesmo em nossa nação, percebemos que muitos defensores de
teorias conspiratórias são controvérsiais. Portanto respaldo
completamente a posição de que devemos ficar com as
Escrituras, e desde que tenhamos um bom discernimento, ficar
com os fatos que podem ser corroborados de acordo com a
revelação divina. é perigoso se aventurar por caminhos que a
bíblia não indica, ou melhor, se não existe a luz da s escrituras o
lugar é totalmente escuro, ali pode se esconder uma armadilha
maldita, seja em forma de idéia, crenças e ou falsas doutrinas.
Entender isso é fundamental hoje em dia, justamente porque
há tantas informações e idéias circulando por ai nesse sistema
midiático de “democratização” de informações.

A historia do engano começa em Genesis 3, a conspiração da


serpente, chamada de diabo, dragão e satanás, termos
sinônimos para o arqui-inimigo dos homens e de Deus
(Apocalipse 12:9) desde então a declaração é que o mundo está
“adormecido” ou deitado ou na declaração da Almeida
Corrigida e Fiel “Todo o mundo está no maligno” (I João 5:19) a
palavra traduzida por “está” em algumas traduções é “jaz” no
grego é “keitai” e denota uma condição de invalido, como que
ferido ou em deficiência. Quando ocorreu a queda, um fato
histórico descrito em Genesis 3, o homem foi lançado fora do
jardim, é ai que começa o “mundo” um sistema, uma condição
em que a raça adâmica está inserida, essa raça está nessa
condição, está deitada invalida no maligno, essa é a

5
conseqüência da queda. Sob essa condição, os reinos desse
mundo pertencem ao diabo, ele oferece esses reinos a Cristo lá
na tentação em Mateus 4:1 a 11, então biblicamente falando o
nosso mundo está deitado, como um invalido ferido pela
queda, e debaixo do controle de satanás como podemos ver em
passagens bem claras que abordam isso, exemplo: Efésios 2:2.
Agora chegamos em outro fato, as Escrituras afirmam, ensinam
e denunciam que o deus desse século cegou o entendimento
dos incrédulos. Essa é a ação predominante, cegar o
entendimento. Note que não são os olhos naturais, mas os
olhos espirituais, de modo que em primeiro lugar, todas as
potencias malignas ficam ocultas ao entendimento dos
incrédulos, eles não conseguem enxergar um palmo sequer a
frente, e o diabo se transfigura em anjo de luz, para que ao
menos em caso da abertura de uma visão espiritual, o incrédulo
nunca enxergará a verdadeira face de um demônio, porque ele
usará um disface apropriado para a ocasião: anjo de luz, mestre
ascensionado, uma pessoa falecida, um alienígena, uma fada,
um duende e se disfarça até mesmo usando uma mascara mais
sutil, se passando por cristo. Isso é o que entendemos quando
lidamos com passagens bíblicas lidas em seu conjunto, dentro
das paginas do Novo Testamento. (Veja II Coríntios 11:14
Gálatas 1:8 Atos 5:3 com II Coríntios 4:4 II Tessalonicenses 2:9)

Analisemos agora Apocalipse 12:9, assim como no começo, tal


será no fim de todas as coisas, a historia da civilização adâmica
está pautada no engano satânico, pois o livro de Apocalipse
afirma que o diabo engana todo o mundo, no grego essa
enganação é “planōn” aquilo que tira do curso, faz com que a
sociedade humana fique errante, erre o alvo, nesse caso,
devemos entender que o diabo trabalha para que o mundo se

6
desvie da vontade de Deus e faça a sua vontade, essa expressão
faz eco para passagens como Mateus 4:1 a 11, onde satanás
tenta induzir Cristo a inclinar-se aos caprichos satânicos ao
invés de permanecer dentro da vontade divina. Assim os traços
dessa ambição espiritual se refletem muito bem no mundo que
está no maligno, pois é enganado por ele. Nessa esfera de
engano estão todos aqueles que não estão dentro do reino de
Deus. Não há um único metro quadrado do sistema mundano
que não esteja debaixo dessa influencia, essa é a conspiração
satânica, levar o mundo ao erro.

Notamos nas Escrituras que há reinos que pertencem ao diabo,


na tentação esses reinos é oferecido a Cristo “E mostrou-lhe
todos os reinos do mundo, e a glória deles”(Mateus 4:8) Jesus
fala sobre o reino do diabo em outras passagens (Mateus 12:26
Lucas 11:18) sabemos que essas coisas são complexas por
natureza, pois o âmbito do funcionamento são as profundezas
de satanás (Apocalipse 2:24) mas tenho certeza, pelo
entendimento que a Bíblia me dá, que as articulações invisíveis
por trás de todo o cenário do mundo caído pertencem
temporariamente ao diabo, o mundo é o sistema operacional
do inimigo, sobre esse palco ele atua, usando homens, Judas
Iscariotes e Ananias e Safira são exemplos do que ele pode
fazer usando o homem como ferramenta para alcançar seus
intentos mais malignos. Assim, esses tentáculos invisíveis que
atuam no atual sistema conspiram contra Deus, e a
humanidade e o sistema em que ela está inserida servem
apenas como meios para se alcançar um fim. Tudo isso pode ser
percebido desde que se estude a bíblia com seriedade.

O atual sistema tal como vimos hoje com suas tendências


ideológicas são meios pelo qual o diabo insiste em conduzir os

7
homens ao desvio. É a sua tática enganar, embora esteja ciente
da soberania e do poder de Deus, a bíblia também ensina que
por um tempo o engano chega num ponto focal de escuridão.
Seria como se as forças tirânicas do inferno conduzissem a
humanidade para um beco sem saída. Há uma espécie de
egoísmo megalomaníaco no diabo. Quem pode entender a
dimensão da tentação olhando para o Verbo que se fez carne,
o Alfa e o Omega, Rei dos reis e Senhor dos senhores
recebendo uma proposta para se prostrar e adorar a satanás?
Mas foi exatamente isso que aconteceu na tentação (Mateus
8:9) essa é uma das complicadas naturezas desse ser envolto
em certas nevoas de mistérios, uma sede ardente de adoração,
e então acredito que o diabo esteja preparando um cenário
onde possa ter a possibilidade de se apresentar ao mundo, de
forma transfigurada a fim de receber louvor, adoração e glória
do mundo todo. Percebemos que ele trabalha para isso? aqui
está o centro de nossa atenção, ele atua nesse mundo,
sabemos que há nele presunção e orgulho (I Timóteo 3:6
Mateus 4:4 e 6) e ele quer alcançar um fim. Note que Cristo ao
abordar sua identidade o chama de príncipe deste mundo (João
12:31, 14:30 e 16:11) bem como era do conhecimento dos
judeus essa posição de principado satânico (Mateus 9:34 e
Marcos 3:22)

Todas essas evidencias bíblicas nos conduzem para o fato de


que as forças invisíveis que cegam o entendimento dos
incrédulos têm um objetivo básico que é impedir que as
verdades das Escrituras, ou melhor, a gloria do evangelho
resplandeça sobre o ímpio que está morto em seus pecados.
Essa é a projeção do diabo, pois usando do engano, impele cada
incrédulo a se opor a Deus e ao evangelho. Essa é principal

8
conspiração desde o Éden, os governos são apenas
instrumentos das intenções do diabo. Não existe algo como um
governo cristão ou uma nação cristã. Nem mesmo no antigo
testamento a teocracia deu certo, pois a interferência do diabo
promoveu constantes rebeliões contra o altíssimo, e com
relação ao Novo, a declaração de Cristo é “O meu reino não é
deste mundo” (João 18:36) mas os reinos do diabo são!

Agora desejo que o amado leitor atente para uma história


clássica do Antigo Testamento: o livro de Jó. Olhamos para os
primeiros capítulos, mais precisamente Jó1: 6 a 12 e 2:1 a 7. O
estudante das Escrituras vai notar que a historia de Jó é um
modelo de conspiração, e quem é o autor da conspiração? O
diabo. E contra quem o tentador conspira? Contra Jó. A
narrativa gira em torno de potencias invisíveis que declamam
castigos sobre um homem justo. Jó não está percebendo o
cenário invisível, ele não recebe nenhuma revelação sobre o
que acontece por trás das cortinas invisíveis. Há uma
assembléia celestial, e lá diante do Trono, o diabo conspira
contra a vida de Jó. Como já falei, há sim, muitas passagens nas
Escrituras que apóiam conspirações ocultas, mas essas
conspirações são contra o povo de Deus e não contra o mundo.
Percebe isso? a bíblia aponta que as conspirações satânicas tem
um objetivo só destruir o povo de Deus, esse é o alvo. Isso não
significa que o mundo não seja vitima, o problema é que o
mundo é cúmplice do diabo. Há sempre uma parcela de
consentimento de uma parte. Voltemos para o Jardim do Éden,
quem foi manipulada e enganada? Eva! Adão não foi enganado,
ele apenas tomou de um ato de desobediência sabendo que
estava fazendo a coisa errada, talvez por um instinto natural de
não perder a esposa, é claro que sempre há uma justificativa

9
para não se responsabilizar pelo ato errado, eles fizeram isso,
Adão culpou a mulher e a mulher culpou a serpente e os dois
não admitiram o erro. As teorias da conspiração tem uma
parcela de verdade, mas erram no cerne da questão, a
verdadeira conspiração dos demônios não é contra o mundo, o
mundo é a ferramenta que o diabo usa contra Cristo e a sua
igreja e note que Cristo percebe isso em João 7:7. Assim toda a
conspiração infernal é uma conspiração contra Cristo e a sua
igreja na terra. É por esse ângulo que devemos entender todo o
cenário mundial atual. Não temos outra alternativa viável para
colocar as peças do quebra cabeça escatológico que muitas
vezes desafia os teólogos e os estudantes das Escrituras. Mas
aqui vos apresento um fato irrefutável, desde que o cristão seja
um conservador, que creia na inspiração verbal e autoridade
final das Escrituras, entende que o que estou esclarecendo aqui
é a mais pura verdade bíblica. Mas parece que poucos
entendem isso. Todas as forças do anticristo, desde o começo
da igreja lutam com o fim de destruir a igreja, usa o diabo as
seitas, novas revelações, faz maquinações místicas, inspira os
imperadores romanos, promove insurgentes dentro da igreja,
tenta minar a ortodoxia desde as suas bases, olhe para as sete
igrejas de Apocalipse 2 e 3, o conflito tem um alvo: a Igreja, o
mundo é o meio pelo qual o diabo escraviza homens e cria
sistemas políticos, filosóficos e religiosos para atacar a igreja de
Cristo, fazer guerra contra os santos.(Atos 26:28 Daniel 7:27
Apocalipse 13:7 e 12:17) Todo o roteiro desses dias que estão
chegando tem um teor muito forte de anticristianismo. O
mundo rejeitou Cristo a 2000 anos atrás, conspiraram contra o
Mestre de Nazaré, todo o ensaio político e religioso estava
contra Cristo. A historia é clara, os evangelhos apontam para o
cenário do julgamento publico do Cordeiro de Deus que tira o

10
pecado do mundo. Olhe para todo o sistema vigente naquela
época. A primeira vista, existia um povo oprimido pelo império,
pois os imperadores, que se consideravam divinos
seqüestravam reinos e colocavam todos debaixo de seus
domínios, um sistema mundano maior subjugando reinos
mundanos menores, conspirava contra outros povos pela
conquista armada, mas todos esses reinos subjugados pela
tirania de um reino maior conspiraram contra Cristo. Mesmo os
judeus debaixo das mãos de ferro do Cesar Romano aliaram-se
politicamente ao opressor para matar Cristo. Esse é o principio
que ainda atua hoje em nosso mundo. Eu não sei usar uma boa
expressão para explicar de modo mais minucioso esse sistema,
mas de fato é assim que funcionam as coisas no âmbito
espiritual conjugado com o físico.

Voltemos para a história de Jó, porque nele temos um modelo


de conspiração, aqui nada é teórico, é factual. Na vida real, o
mundo invisível entra no mundo visível sem mostrar as caras, o
cenário por trás da questão biológica é espiritual. Satanás toca
na carne humana, provoca a doença mortal em Jó. Sua ação é
uma ação contra, aliás, isso faz jus a sua natureza de
adversário. Mas essa conspiração se dá num cenário em que o
alvo é Jó, porque ele era integro e se desviava do mal. Havia um
testemunho no céu, esse testemunho apontava para Jó como
um homem que achou graça aos olhos de Deus e inveja aos
olhos de Satanás. Assim, as coisas vêm funcionando de modo
que a conspiração do inferno é contra os remanescentes, a
igreja de Cristo.

Apenas para citar um exemplo, o Livro de Apocalipse narra que


essa perseguição do sistema diabólico é a igreja, são os cristãos
que sofreram perseguição e ameaçados de prisões (Apocalipse

11
2:10) sabemos que homens mundanos podem ser oprimidos
durante toda a vida pelo diabo (Mateus 10:38) mas em termos
de confronto e resistência, só a igreja dos redimidos tem as
forças espirituais necessárias para resistir contra as
conspirações satânicas (Tiago 4:7)

Sabemos que o diabo tem o seu lugar definido no mundo, eu


não quero desenvolver argumentos com base em minhas
opiniões, me responsabilizo por minhas palavras se estiver
equivocado, mas eu pessoalmente acredito que a parte do
Jardim do Éden, é possível que o diabo tinha seu reino aqui no
planeta, tudo bem, a bíblia não fala sobre isso de forma clara,
estou aqui entrando na esfera da opinião pessoal, mas faço
com o objetivo de tornar mais didático essa abordagem que
estou fazendo sobre o assunto. Se de fato o diabo tinha um
reino a parte aqui no planeta na época do Éden, o que ele fez
foi conspirar contra Adão e Eva, para que eles fossem expulsos
do Reino teocrático do Éden e fossem arremessados para
dentro do reino do diabo. Eu percebo isso lendo com cuidado a
narrativa histórica dos primeiros capítulos de Genesis, mas
como eu sou muito cuidadoso nas abordagens sobre assuntos
bíblicos, ressalto que essa é uma visão particular. Tudo indica
que estou certo, mas ainda assim, tomo as devidas precauções.
O intuito final do diabo nada mais é do que tomar uma posição
elevada ao ponto de fazer com que todo o mundo o adore.
Voce não vê essa tendência do diabo com clareza, a não ser no
Novo testamento. A narrativa histórica da tentação em Mateus
4 é um caminho aberto para perceber essa aspiração do diabo e
então o livro de Apocalipse joga mais luz espiritual sobre isso.

Veja que eu não estou negando que existam conspirações


secretas, nem estou negando a existência dos “Iluminattis” ou

12
do “Clube Bilderberg” ou da “Nova Ordem Mundial” creio que
há sim fatos e também muita ficção, e apenas desejo ponderar
que devemos ir além, e interpretar a historia pela narrativa
bíblica. O mundo e todos os sistemas que operam nele estão
sendo comandados ou manipulados por forças invisíveis, essas
forças diabólicas entram no coração do homem, inspiram
governos, cegam os incrédulos. Isso não significa que há um
dualismo, estou bem longe de acreditar em tal doutrina.
Acontece que na vastidão do universo, uma pequena fração,
drasticamente minúscula, o nosso planeta, é a plataforma onde
o sistema operacional do diabo está funcionando, sob a
permissão do Deus Altíssimo. Teorias da conspiração parecem
forçar a doutrina do dualismo aqui nesse mundo, como se
houvesse uma parcela de pessoas de boas intenções que estão
do lado da luz e outra do lado das trevas, a primeira resiste e
luta durante séculos para que as forças das trevas não
dominem o mundo. A bíblia não ensina isso, as Escrituras
traçam uma linha definitiva entre filhos de Deus e filhos do
diabo e não há uma terceira alternativa (I João 3:10). Outro
perigo que jaz á porta de muitas teorias da conspiração são os
elementos gnósticos, muitos teóricos da conspiração flertam
com o gnosticismo e defendem idéias que já eram usadas pelos
nazistas para justificar o anti-semitismo, na America do norte
há inclusive grupos cristãos “supra-raciais” que defendem a
supremacia da raça branca fazendo apologia ao racismo e
defendendo a velha idéia de que os judeus querem dominar o
mundo.(Baseado nos Protocolos dos Sábios de Sião que foi
usado pelos seguidores de Adolf Hitler para justificar o
genocídio nazista) Ora, sejamos francos, o mundo já tem um
dominador, é o diabo, os judeus estão na mesma condição
espiritual de outras raças e só a verdade que é Cristo irá libertar

13
eles e todos os outros dessa escravidão e domínio tirânico do
diabo (João 8:32 com 14:7) essa é a verdade das Escrituras, não
preciso nem mesmo fazer uma abordagem profunda sobre isso,
porque a maior parte senão todos os leitores conhecem o Novo
Testamento e sabem que os fatos são esses que vos apresento!

Minha intenção ao escrever sobre o tema, é incentivar o leitor


(Estou escrevendo para cristãos) a entrar nos fatos bíblicos
sobre os últimos dias e ficar com a bíblia, tão somente com ela.
Porque embora ressalte que há sim muitas coisas misteriosas
no mundo, que existe manipulação dos governos, que há
conspirações, o âmbito da esfera dessas coisas, tem um
controle com o intento de usar esses “tentáculos” para um fim
cuja culminância é causar a ruína de todos aqueles que estão
fora do reino de Deus.

(1) Um artigo que aborda com clareza as crenças de David


Icke por ser lida em: http://www.christian-moral.net/pdf/david-icke.pdf

Sugestão de leitura:

Livro:
Introdução a Nova Ordem Mundial de Alexandre Costa

Artigos interessantes:

Dez Teorias da Conspiração Interessantes:


https://www.livescience.com/11375-top-ten-conspiracy-theories.html

Lista de teorias da Conspiração:


https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_conspiracy_theories

14
Algumas Ideias conspiratórias que parecem ter relevância hoje em dia:
https://www.mentalfloss.com/article/587232/conspiracy-theories-that-were-true

Uma pagina da WEB que aborda muitas teorias da conspiração:


https://www.conspiracytheories.in/

Parte II

A CONSPIRAÇÃO AQUARIANA

No começo da década de 1980 Mariliyn Fergunson apresentou ao mundo


um livro que foi traduzido para diversos idiomas, fez um enorme sucesso
porque apresentava ao mundo uma conspiração aberta sob o manto da
contracultura, a revolução “cultural de anos anteriores e o uso de LSD
como uma via de experiências espirituais deu abertura para uma nova
consciência mundial. A proposta de Fergunson era uma mudança de
paradigmas, uma religião eclética, relativista, mundial. Uma religião
planetária emergente com elementos esotéricos e espiritualistas,
psicocibernetico que se levantaria dos escombros da religião judaico-
cristã, que segundo os gurus da nova era, fracassou na missão de
transformar o mundo. Isso seria uma desconstrução religiosa, as
religiões convencionais seriam transformadas ou condicionadas numa
fusão eclética e relativista para que a verdade se tornasse pessoal. A
principio Fergunson propôs uma mudança radical na sociedade
americana, mas a onda da nova era se tornou num “tsunami” e alcançou
o mundo todo, até a virada do milênio o movimento foi uma tendência
global, propondo uma religião universal, o advento do maitreya ou cristo
cósmico, a unidade holística, a doutrinação em massa seguida da
infiltração em todos os segmentos da sociedade seria o meio pelo qual
se alcançaria essa nova idade de ouro, uma utopia psico-esoterica, um
admirável mundo novo através de uma evolução da consciência
planetária, a união entre as dimensões físicas e espirituais, assim

15
mestres de luz, seres de outros planetas estariam todos integrados em
uma causa mais justa, o paraíso ocultista num mundo intoxicado pelas
mentiras das religiões convencionais. Essa mudança planetária seria
antes uma mudança pessoal, individual, mas a revolução mudaria
também as estruturas da sociedade que estaria completamente aberta a
uma mudança radical de paradigmas. Essa abertura de consciência
planetária teve seus profetas Aldous Huxley H. G. Wells e Mariliyn
Fergunson, para não citar outros. Aqui vimos como há conspirações no
mundo, se bem que Fergunson apresentou ao mundo de forma aberta. A
revolução espiritual teve um fator que promoveu essa revolução que
teve como a força mais representativa a contracultura caracterizada pelo
uso das drogas, entre elas o LSD e a promiscuidade sexual, representada
pelo movimento hippie seguindo da musica rock e a chegada de gurus
orientais para dar amparo a essa contracultura que teve seu foco inicial e
principal nos EUA na década de 1960. O movimento hippie seguido da
revolução musical pode ser observada por qualquer pesquisador serio
que encontra os sinais desse namoro entre astros de musica rock e
ocultismo no histórico de certas bandas que tornaram-se famosas na
mesma época da contracultura americana, os integrantes do grupo Led
Zeppelin flertavam com Aleister Crowley enquanto os Beatles
“namoravam” gurus indianos. A associação entre as drogas, a
contracultura e a conspiração aquariana pode observada pelo Instituto
Cristão de Pesquisas dos EUA nas seguintes palavras: “ um estado
alterado de consciência (ASC) é induzido no converso potencial com a
esperança de que desencadeie uma experiência mística ou psíquica
poderosa o suficiente para fazer com que ele duvide de sua
compreensão anterior da realidade. Se o sistema de crenças do sujeito
foi abalado, embora ele permaneça responsável por suas decisões, ele
estará muito mais disposto a adotar uma nova visão de mundo do que
teria estado antes de se submeter a esse exercício "não-religioso". Então
ele é exposto às crenças da Nova Era, que lhe fornecem uma explicação
aparentemente profunda de sua experiência. Uma vez que a visão de
mundo monística (“tudo é Um”) é derivada e intimamente relacionada a
experiências místicas, parecerá se encaixar na nova maneira de ver a
realidade perfeitamente. De fato, por esse motivo, mesmo que a

16
interpretação monística não seja oferecido, depois de passar por tal
experiência, um indivíduo reflexivo pode chegar a conclusões monísticas
por si próprio.” (1)

Essa era uma das bases sobre a qual estava repousando toda a
conspiração aquariana. Estados alterados de consciência e aberturas
para o contato com um mundo espiritual caído, o que de fato se observa
pelo modo como os adeptos do movimento Nova Era a partir da década
de 1980, se envolveram com a ufologia, misticismo, meditação
transcendental, ocultismo, yoga, visualização, espiritualismo, viagens
astrais, astrologia etc. O movimento da contracultura adotaram o uso de
psicodélicos para experimentaram estados alterados de consciência e ter
contatos com seres paranormais. Assim a conspiração aquariana deu
sua contribuição para as políticas sociais relativistas que ganhariam mais
força em décadas seguintes, a legalização das drogas seria uma delas. O
espiritualismo tornou-se popular e as artes divinatórias foram
disseminadas de forma muito ampla, poso dizer que as décadas de 1980
até 2000, houve um avivamento mundial do ocultismo, nesse período
começaram a surgir uma quantidade enorme de seitas esotéricas e
espiritualistas, o culto aos discos voadores (Eu chamo de ufolatria)
tornou-se popular e com essa conspiração aberta as teorias
conspiratórias fechadas lideradas por governos ocultos e sociedades
secretas ganharam uma proporção enorme de seguidores e
simpatizantes e com o advento da Internet o fenômeno ultrapassou
todos os limites previstos.

(1) https://www.equip.org/article/tracking-the-aquarian-conspiracy-
part-one/

O autor:

17
Clavio J. Jacinto é pesquisador, autodidata, formado em teologia,
exerceu o ministério pastoral durante anos, casado com Elenice Jacinto,
pai de dois filhos, Natanael e Natalia. Reside atualmente em Paulo Lopes
SC.

Se o amado leitor foi edificado e abençoado com esse material, o autor


ficaria imensamente agradecido se você entrasse em contato, para
agradecer, tendo em vista que todo o meu material é distribuído de
forma gratuita, sem apoio de nenhuma instituição religiosa, ficaria muito
grato por um ato voluntario de agradecimento

Contatos:

claviojj@gmail.com

claviojj@zipmail.com.br

Centenas de livros, artigos e estudos bíblicos completamente grátis:

www.heresiolandia.blogspot.com

(48) 99812-3759

18

Você também pode gostar