Você está na página 1de 173

Luiz Carlos Monteiro

20/02/2018
1/173
Brasil - São Paulo - Santo André

Localização

2/173
Brasil - São Paulo - Santo André

Congregações

3/173
Brasil - São Paulo - Santo André

Congregações

01 Central - Rua Catequese 24 Jardim Telles de Menezes


02 Campestre 25 Paranapiacaba
03 Campo Grande 26 Parque das Nações
04 Cidade Recreio Borda do Campo 1 27 Parque do Pedroso
05 Cidade Recreio Borda do Campo 2 28 Parque Gerassi
06 Cidade Recreio Borda do Campo 3 29 Parque João Ramalho
07 Cidade São Jorge 30 Parque Miami
08 Jardim Alvorada 31 Parque Novo Oratório
09 Jardim Ana Maria 32 Sítio dos Vianas
10 Jardim Carla 33 Vila Assunção
11 Jardim Ciprestes 34 Vila Camilópolis
12 Jardim Clube de Campo Anchieta 35 Vila Cecília Maria
13 Jardim Cristiane 36 Vila Guaraciaba
14 Jardim do Estádio 37 Vila Guarani
15 Jardim Guarará 38 Vila João Ramalho
16 Jardim Joaquim Eugênio de Lima 39 Vila Lucinda
17 Jardim Milena 40 Vila Luzita
18 Jardim Rina 41 Vila Palmares
19 Jardim Rivieira 42 Vila Pinheirinho
20 Jardim Santo André - CDHU 43 Vila Pires
21 Jardim Santo André - Cruzado 44 Vila Suíça
22 Jardim Santo André - Toledana 45 Vila Valparaíso
23 Jardim Stella

4/173
Brasil - São Paulo - Santo André

Um pouco da história da Congregação Cristã no Brasil na cidade de Santo André

1. Em 1910 nosso irmão Louis Francescon iniciou a Congregação Cristã no Brasil, que
logo se disseminou, principalmente entre a colônia italiana. Como a igreja era
totalmente desconhecida no início, em quase todos os lugares onde foi anunciada,
foi acompanhada de demonstração de virtude e poder, através de maravilhas e
milagres.

2. Em junho de 1915 a irmã Amélia Borlenghi foi a Santo André visitar sua cunhada
Angelina Grenzi, que posteriormente creu no Senhor Jesus, esposa de Vicente
Grenzi.

3. Nesta visita, a irmã Amélia Borlenghi, que era cega, soube que Ângela Zanetti,
moradora da chácara vizinha, estava muito enferma há uma semana, pois havia
sofrido um coice de uma vaca em sua perna.

4. A situação de Ângela Zanetti era muito grave. Naquela época não havia recurso
financeiro, médico e nem farmacêutico, as comunicações eram difíceis e havia um
único trem diário para São Paulo.

5. A irmã Amélia Borlenghi sentiu de visitar Ângela Zanetti e percebeu o estado


lastimável da enferma. Perguntou se ela cria na existência de um Deus no céu que
tudo pode e ela disse que sim. A irmã Amélia pediu um prato fundo com azeite,
molhou sua mão no azeite, colocou-a sobre a enferma, orou a Deus e logo Ângela
Zanetti ficou curada.

6. Quando o esposo de Ângela Zanetti chegou do trabalho, encontrou a esposa


preparando o almoço. Perguntou o que havia acontecido, pois pela manhã seu
estado era grave. A esposa relatou o que aconteceu. Seu esposo ficou admirado e
disse que era impossível a cura com uma simples "reza".

7. Antes mesmo de almoçar, ele interrogou a irmã Amélia. Ela não tinha muito o que
esclarecer, apenas disse que ela creu em Jesus Cristo há pouco mais de quatro
meses e aprendeu a orar, porém em São Paulo havia um irmão italiano que poderia
explicar tudo.

8. Após 15 dias, o irmão Louis Francescon, da mesma região da Itália que Antônio
Zanetti, esposo de Ângela Zanetti, compareceu para dar explicações. Como falavam
a mesma língua, conversaram a noite toda e o Senhor converteu o casal. Após a
evangelização, reuniu-se toda a família Zanetti e o irmão Louis Francescon
prometeu retornar após 15 dias.

9. Após alguns retornos do irmão Louis Francescon, estabeleceu-se uma reunião a


cada quinzena, às sextas-feiras, na casa de Angelina Grenzi.

10. O Senhor converteu Angelina Grenzi e algumas de suas filhas, todavia seu esposo
não creu. Por esse motivo, o irmão Pedro Zanetti, juntamente com sua família,
ofereceu sua casa para realizar os cultos e convidou seus parentes, vizinhos e
amigos.

5/173
11. Em 1915 iniciou-se a Congregação Cristã no Brasil na cidade de Santo André. O
irmão Louis Francescon presidiu os primeiros cultos e colocou o irmão Antônio
Zanetti, ainda não batizado, como cooperador, e disse para ele realizar as reuniões
um dia sim outro não, ou dois ou três dias por semana, na medida em que tivessem
necessidade. A cada 15 dias o irmão Louis Francescon comparecia para ensinar a
doutrina.

12. No início, o irmão Antônio Zanetti, ao exortar a Palavra de Deus, lia 3, 4 ou mais
capítulos da Bíblia, conforme ele achava interessante. Um dia o irmão Louis
Francescon o ensinou a pedir a revelação da Palavra e a ler apenas o que Deus
mandasse, pois toda a Bíblia é bela e interessante.

13. O irmão Antônio Zanetti ajoelhou-se, pediu a revelação da Palavra de Deus e


recebeu a revelação. Talvez tenha sido o primeiro cooperador a receber esta
revelação.

14. Como o irmão Louis Francescon não havia dito como deveriam proceder, os irmãos
continuavam com os mesmos costumes, inclusive o vício do fumo.

15. O irmão Antônio Zanetti trabalhava numa fábrica. Certo dia, como sempre fazia, ele
foi fumar seu cachimbo. Nesse dia só o cachimbo queimava, enquanto o fumo
mantinha-se de mesma forma. Foram queimados cinco cachimbos.

16. À noite no culto, o irmão Antônio Zanetti contou ao irmão Louis Francescon o que
aconteceu e perguntou qual era o motivo que só os cachimbos queimavam e não o
fumo. O irmão Louis Francescon o esclareceu que era uma sinal de que Deus o
queria libertar do fumo e ensinou a todos a doutrina. O irmão Antônio Zanetti fez um
propósito de não fumar mais e lançou o fumo na caldeira da fábrica.

17. Em 1916 o Senhor preparou um batismo na Ponte Pequena, em São Paulo. Foram
batizados o casal Zanetti e diversos familiares, dentre os quais o irmão José Zanetti,
que recebeu o dom de evangelizar.

18. Em 1917 realizou-se o primeiro batismo da região. Foi um batismo para uma
senhora de 85 anos, atendido pelo irmão Felipe Pavan, ancião em SP - São Paulo -
Bom Retiro, no Rio Tamanduateí, em frente à atual empresa Rhodia.

19. Nesse período esse grupo de irmãos passou a sofrer grande perseguição por parte
do padre, do prefeito e do delegado, que incentivavam todo o povo contra eles.
Vinha gente de Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Mauá e Ribeirão
Pires. Todos se aglomeravam em frente à casa do irmão Antônio Zanetti, onde se
realizavam os cultos, para ver se acabava com a Congregação Cristã no Brasil.

20. As pessoas jogavam vespeiros, animais e pedras contra a casa, quebravam vidros e
telhas, e faziam ameaças. A pressão era tão grande, que os irmãos ficavam de
costas nas janelas para protegerem as irmãs das pedras. Jogavam tantas pedras,
que no outro dia era necessário carrinho de mão para retirá-las.

21. Um dia, o povo estava tão insuflado pelo padre, que arrancaram dois ciprestes
antigos que havia em frente à sala de oração. Estes ciprestes necessitavam de dois
homens para abraçá-los.

6/173
22. Na saída do culto os homens queriam beijar as irmãs. Num dia duas senhoras da
sociedade local foram convidadas para assistir ao culto. Estes homens quiseram
proceder da mesma forma com elas, todavia foram repelidos violentamente pelas
mesmas, inclusive com agressões. Com isto, cessou aquele procedimento.

23. O Senhor ajudava e animava este grupo de irmãos, que se manteve firme na Graça
de Deus.

24. Como esta pressão não cessava, o irmão Antônio Zanetti falou com o delegado e
disse que se ele não tomasse alguma providência, a questão seria levada à
Secretaria da Segurança Pública em São Paulo. A partir deste momento, foi
colocado um soldado armado em frente à sala de oração nos dias de culto e cessou
aquela provocação.

25. Um dia o padre celebrava uma missa campal em São Caetano do Sul, em frente ao
antigo prédio das Indústrias Matarazzo, teve um derrame encima do altar e faleceu.
Mesmo com este acontecimento, a perseguição não cessou.

26. Como o Senhor começou a converter mais mulheres do que homens, o delegado
chamou o irmão Antônio Zanetti e disse-lhe que ele era um sedutor de mulheres,
mostrou o Código Penal e a pena fixada na lei para a prática deste crime, caso não
parasse com "essa religião".

27. O irmão Antônio Zanetti tirou a Bíblia do bolso e disse-lhe que se ele não cresse no
Senhor Jesus e servisse a Deus, a pena constante naquele livro era muito mais
grave, a condenação eterna. O delegado ficou com um grande temor e pediu ao
irmão, pelo Amor de Deus, que retirasse esta "condenação" e que continuasse com
a igreja.

28. O Senhor confirmou que estava no meio deste grupo com sinais e prodígios. O
irmão Pedro Zanetti, filho do irmão Antônio Zanetti, tinha uma ferida grave em sua
perna e após uma oração feita pelo irmão Louis Francescon, o Senhor o libertou.

29. O Senhor colocou o desejo do irmão Antônio Zanetti de evangelizar o prefeito, que
não se incomodava mais com este grupo. O Senhor disse que o momento para isto
seria quando Ele enviasse um anjo para acompanhá-lo.

30. Um dia um anjo apresentou-se e o irmão Antônio Zanetti foi à casa do prefeito, que
ficava na Avenida João Ramalho, na esquina com a Rua Fernando Prestes, antiga
Rua Coronel Oliveira Leite.

31. Após o irmão Antônio Zanetti bater palmas e ser anunciado pelas empregadas, ele
entrou no quintal com o anjo na sua frente. Ele passou perto de diversos cães
ferozes e nada aconteceu.

32. Ao entrar na sala, a família do prefeito conversava ao redor da mesa após o almoço,
como fazem as famílias italianas, e havia uma cadeira vazia.

33. O irmão Antônio Zanetti sentou-se nessa cadeira e o anjo ficou de pé no canto da
sala. O Senhor o orientou que ele deveria falar até que o anjo se movimentasse,
quando, então, ele deveria parar e se levantar.

7/173
34. Foi anunciada a Graça para o prefeito. Ele educadamente a rejeitou, disse que a
mesma não era para ele e que ele continuaria onde ele estava. Quando o anjo se
movimentou, o irmão Antônio Zanetti levantou-se e retirou-se daquela casa. Este
homem era muito rico, mas perdeu tudo o que tinha e terminou seus dias em
extrema miséria. A prefeitura teve que pagar o seu funeral.

35. Em 1917 ou 1918 o irmão José Zanetti deu o testemunho para Eugênio Martins, um
jovem que pertencia a uma denominação evangélica chamada Triunfante. Esse
jovem contou aos membros dessa igreja o testemunho que recebeu.

36. O Senhor revelou a Angelina Dias Gonçalves, frequentadora daquela denominação,


que o lugar dela seria no meio da igreja dos italianos. Ante esta revelação, ela
convidou todos os demais frequentadores, o Senhor converteu a todos e fechou-se
aquela igreja.

37. Neste grupo estava Eugênio Martins, avô do irmão Rubens de Barros, que
posteriormente foi ancião em SP - Santo André - Parque das Nações.

38. A irmã Angelina Dias Gonçalves serviu muito ao Senhor na evangelização e seu
filho de criação, Luther Dias Gonçalves, mais tarde, foi ordenado diácono no Parque
das Nações.

39. Em 1918 o Senhor chamou no batismo o último dos filhos do irmão Antônio Zanetti,
o irmão que foi o pai do irmão Gomer Zanetti.

40. O irmão José Zanetti casou-se com a irmã do irmão Eugênio Martins e o irmão
Eugênio Martins casou-se com uma filha do irmão Antônio Zanetti e foram morar em
Santos.

41. Em 1924 iniciou-se o Movimento Revolucionário em São Paulo e não havia trabalho.
Como o irmão Antônio Zanetti possuía um terreno na Avenida João Ramalho,
número 1 (atual número 35), ele pediu conselho ao irmão Louis Francescon para
construir um salão para os cultos. O irmão Louis Francescon falou para ele não
construir sozinho, para que ele não viesse a ser o dono, e orientou para que toda
irmandade contribuíssem na construção.

42. Com a ajuda de toda a irmandade, de um irmão pedreiro chamado Carlos Alemão e
outro irmão do Brás, construiu-se a primeira congregação em Santo André.

43. Era um pequeno salão de 7 m por 12 m, sem forro, sem piso, só com cimento
rústico, sem vidro, só com venezianas e uma pequena casa de morador com um
quarto, banheiro e cozinha.

44. Esse salão não tinha aparência de igreja. Na entrada estava escrito "Entrada
Franca". No início não havia o nome Congregação Cristã no Brasil na frente, apenas
"Em Nome do Senhor Jesus".

45. Apesar das grandes provas e lutas, a igreja prosperava. Até 1936 os cultos eram
realizados no idioma italiano e a partir de 1937 os cultos passaram a ser realizados
no idioma português.

8/173
46. Em 1948, quando o irmão Louis Francescon veio ao Brasil pela última vez,
mostraram para ele uma pequena chácara de 20 metros de frente por 80 metros de
fundos. O irmão Louis Francescon sentiu que ali seria construída a congregação
central de Santo André, na Rua Catequese, cuja abertura ocorreu em 1950.

47. Depois foram construídas as congregações do Parque das Nações (1956), Vila
Guarani (1959), Pinheirinho (1961), Vila Pires (1963), Vila Camilópolis (1966) e
todas as outras congregações de Santo André.

48. No início da Congregação Cristã no Brasil em Santo André, o irmão Antônio Zanetti
levou o testemunho da Graça de Deus para a os parentes da família Grenzi, que
moravam na Vila Mariana. Ele atendeu uma reunião na casa do irmão Joaquim
Ferraz no período de 1917 a 1922. Depois o irmão Joaquim Ferraz foi colocado
como cooperador desta localidade.

49. Essa Obra propagou-se por toda a Região Sul de São Paulo: Bairro Campestre
(Jabaquara), Campininha, Santo Amaro etc.

50. A seguir o irmão Antônio Zanetti passou a atender um culto no sábado à noite e
outro no domingo de manhã em Campinas para duas irmãs solteiras, que receberam
o testemunho em São Paulo. Assim iniciou a grande Obra que Deus veio a realizar
em Campinas.

51. Em 1925 o Senhor recolheu o irmão Antônio Zanetti e o irmão César Grenzi foi
colocado como cooperador, porém ele veio a falecer após 4 ou 5 anos.

52. Depois o irmão Pedro Zanetti atendeu como cooperador por 54 anos. O Senhor deu
a graça a este irmão de participar do início da Congregação Cristã no Brasil em 14
localidades no interior do estado, dentre as quais Santos e Engenheiro Marcilac.

53. Em 1937 iniciou-se as Reuniões para Jovens e Menores em Santo André. O irmão
Benedito Ângelo atendia as reuniões, porém como ele não tinha o dom da Palavra, a
irmã Alvina, que residia em São Paulo, pregava a Palavra de Deus.

54. As primeiras família da Congregação Cristã no Brasil em Santo André foram De


Traglia, De Barros, Rolim, Monegatti, Pacini, De Abreu, cujo irmão José, foi o
primeiro morador da igreja.

Obs.: Este texto foi feito a partir de dois textos que recebi. Se houver algo a
corrigir ou a complementar, favor comunicar-se comigo através do
e-mail luizcarlosmonteirolau@gmail.com ou pelo WhatsApp
+55 11 9-7154-0361.

9/173
Algumas fotos interessantes

10/173
Orquestra na primeira congregação

11/173
12/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
01 - SP - Santo André - Central - Catequese

13/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

14/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

15/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

16/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

17/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

18/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

19/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

20/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

21/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

22/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

23/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
02 - SP - Santo André - Campestre

24/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

25/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

26/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
03 - SP - Santo André - Campo Grande

27/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

28/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
04 - SP - Santo André - Cidade Recreio Borda do Campo 1

29/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

30/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
05 - SP - Santo André - Cidade Recreio Borda do Campo 2

31/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

32/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
06 - SP - Santo André - Cidade Recreio Borda do Campo 3

33/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

34/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

35/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
07 - SP - Santo André - Cidade São Jorge

36/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

37/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

38/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

39/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

40/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
08 - SP - Santo André - Jardim Alvorada

41/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

42/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

43/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
09 - SP - Santo André - Jardim Ana Maria

44/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

45/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

46/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
10 - SP - Santo André - Jardim Carla

47/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

48/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

49/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

50/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

51/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
11 - SP - Santo André - Jardim Ciprestes

52/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

53/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
12 - SP - Santo André - Jardim Clube de Campo Anchieta

54/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

55/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

56/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
13 - SP - Santo André - Jardim Cristiane

57/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

58/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

59/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
14 - SP - Santo André - Jardim do Estádio

60/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

61/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

62/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
15 - SP - Santo André - Jardim Guarará

63/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

64/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

65/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
16 - SP - Santo André - Jardim Joaquim Eugênio de Lima

66/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

67/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
17 - SP - Santo André - Jardim Milena

68/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

69/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

70/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
18 - SP - Santo André - Jardim Rina

71/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

72/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

73/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
19 - SP - Santo André - Jardim Rivieira

74/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

75/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
20 - SP - Santo André - Jardim Santo André - CDHU

76/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

77/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

78/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

79/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

80/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
21 - SP - Santo André - Jardim Santo André - Cruzado

81/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

82/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

83/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

84/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
22 - SP - Santo André - Jardim Santo André - Toledana

85/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

86/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
23 - SP - Santo André - Jardim Stella

87/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

88/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

89/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

90/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
24 - SP - Santo André - Jardim Telles de Menezes

91/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
Histórico da Congregação Cristã no Brasil em
SP - Santo André - Jardim Telles de Menezes

1. A Congregação Cristã no Brasil no Jardim Telles de Menezes iniciou-se em


10/05/1996 com um grupo de irmãos que se reuniu numa residência.

2. Eles cantaram alguns hinos, buscaram a face de Deus em oração e sentiram


grandemente a presença de Deus.

3. Na primeira reunião participaram 7 irmãos e 1 testemunhada.

4. Todos sentiram a necessidade de se reunirem outras vezes, o que aconteceu uma


vez por mês.

5. Foi constatada a crescente participação dos irmãos, bem como a presença de Deus.

6. Na segunda reunião realizada em 10/06/1996 participaram 12 irmãos.

7. Na terceira reunião realizada em 10/07/1996 participaram 31 irmãos e 6


testemunhados e houve um pedido de batismo.

8. Na quarta reunião realizada em 09/08/1995 participaram 53 irmãos e 10


testemunhados.

9. Na quinta reunião realizada em 13/09/1996 participaram 82 irmãos, 13


testemunhados e 2 irmãos do ministério do Jardim do Estádio, quando constataram
uma super lotação na residência.

10. Os irmãos ocupavam a garagem, o corredor, a sala e a cozinha, o que trouxe uma
preocupação.

11. Diante deste movimento que o Senhor Deus estava fazendo, considerou-se a
necessidade de abrir uma sala de oração no bairro, o que foi aprovado na reunião
dos anciães.

12. No dia 01 de novembro de 1996 foi aberta a primeira sala de oração numa garagem
situada à Rua das Capitanias, onde comportava 70 pessoas.

92/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
13. Em 09 de junho de 1997 a congregação do Jardim Telles de Menezes foi oficializada
com culto às sextas-feiras, atendido pelo ministério da região em sistema de rodízio.

14. Em 02 de fevereiro de 1998 Deus confirmou o irmão Josué Gonçalves de Souza


para cooperador de ofício ministerial, que era cooperador de jovens e menores no
Jardim do Estádio.

15. Em 05 de junho de 1998 os cultos do Jardim Telles de Menezes foram transferidos


para a congregação do Jardim do Estádio, devido a super lotação na salinha, sendo
realizados às sextas-feiras.

16. Em 07 de maio de 1999 Deus preparou um novo salão no Jardim Telles de


Menezes, na Rua Professor Ferdinando Borla.

93/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
17. Em 21 de maio de 1999 foi apresentado o irmão Antônio José de Carvalho para
encarregado da orquestra desta congregação.

18. Em 17/09/1999 foram comprados dois lotes de terreno para a construção da


congregação.

19. Em 22/12/2000 foi apresentado o irmão Luciano César Ângela para cooperador de
jovens e menores desta congregação.

20. Em 01/12/2002, devido a super lotação do local onde estavam sendo realizados os
cultos e para não ter problemas com as autoridades, os cultos aos sábados foram
transferidos para a congregação da Vila Cecília Maria.

21. Em 23/05/2004 iniciou-se a construção da casa de oração do Jardim Telles de


Menezes, com capacidade para 350 pessoas sentadas.

22. Os serviços foram executados aos sábados, domingos e feriados pela irmandade
em regime de mutirão.

23. Foram 120 dias trabalhados e nesse período, pela Graça de Deus, não foi registrado
nenhum acidente.

24. A construção encerrou em 15/05/2005 e a abertura da congregação ocorreu em


20/05/2005.

25. Louvamos a Deus por ter abençoado grandemente o andamento desta construção,
com muita união, alegria e paz.

26. Deus sempre preparou um bom número de irmãos para trabalharem na obra e de
irmãs para trabalharem na cozinha.

27. Deus abençoou muito as coletas, preparando tudo o que foi necessário.

28. Temos certeza que Deus continuará abençoando esta casa de oração, chamando as
almas que estão predestinadas à vida eterna.

29. A Deus tributemos toda a nossa gratidão pelo que fez e pelo que fará à Sua Obra e
ao Seu Povo, pois Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Amém.

Santo André, 20 de maio de 2005.

94/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

95/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

96/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

97/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

98/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

99/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
25 - SP - Santo André - Paranapiacaba

100/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

101/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
26 - SP - Santo André - Parque das Nações

102/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

103/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

104/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

105/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

106/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
27 - SP - Santo André - Parque do Pedroso

107/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

108/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
28 - SP - Santo André - Parque Gerassi

109/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

110/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

111/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
29 - SP - Santo André - Parque João Ramalho

112/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

113/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

114/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

115/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
30 - SP - Santo André - Parque Miami

116/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

117/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

118/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
31 - SP - Santo André - Parque Novo Oratório

119/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

120/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

121/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

122/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
32 - SP - Santo André - Sítio dos Vianas

123/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

124/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

125/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

126/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
33 - SP - Santo André - Vila Assunção

127/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

128/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
34 - SP - Santo André - Vila Camilópolis

129/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

130/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

131/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
35 - SP - Santo André - Vila Cecília Maria

132/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

133/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

134/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
36 - SP - Santo André - Vila Guaraciaba

135/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

136/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

137/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

138/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
37 - SP - Santo André - Vila Guarani

139/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

140/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

141/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

142/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
38 - SP - Santo André - Vila João Ramalho

143/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

144/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
39 - SP - Santo André - Vila Lucinda

145/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

146/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

147/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
40 - SP - Santo André - Vila Luzita

148/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

149/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

150/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

151/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
41 - SP - Santo André - Vila Palmares

152/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

153/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

154/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

155/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
42 - SP - Santo André - Vila Pinheirinho

156/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

157/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

158/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

159/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
43 - SP - Santo André - Vila Pires

160/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

161/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

162/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

163/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

164/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
44 - SP - Santo André - Vila Suíça

165/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

166/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

167/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

168/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André
45 - SP - Santo André - Vila Valparaíso

169/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

170/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

171/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

172/173
Casas de oração da Congregação Cristã no Brasil em SP - Santo André

A Paz de Deus.

Neste trabalho estão fotos de congregações de acordo com o Relatório 81 (2017/2018).

Se você encontrar alguma foto com indicação incorreta, me comunique. Se você tiver
alguma foto de congregação para complementar este trabalho, ou algum foto mais atual
ou em melhor condição, me encaminhe.

Você pode se comunicar comigo da seguinte forma:

Por e-mail: luizcarlosmonteirolau@gmail.com


Por WhatsApp: +55 11 9-7154-0361

Quando se comunicar, informar nome e comum congregação.

Deus abençoe a todos nós!

173/173