Você está na página 1de 33

This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.

com

O poder que há detrás do Nome de JESUS.

A Bíblia ensina que devemos ser imitadores daqueles que, pela fé e paciência,
herdam as promessas (Hb. 6.12). Gosto de ver se um homem vive aquilo que
ensina.
Todo o poder e toda autoridade que Jesus tinha está investido no Seu Nome! A
pergunta é: Temos procuração para usar Seu Nome? A Palavra de Deus
ensina que temos. Ele disse que podemos usar Seu Nome para lidar com
demônios. Ele disse que podemos usar Seu Nome para ministrar a cura.
Na realidade, é ai que está o segredo: NO USO DESTE NOME! Temos
dependido demasiadamente da nossa própria capacidade de libertar alguém –
quando, na realidade, é o Nome de Jesus que o faz.
Há três princípios necessários para isso aconteça: 1) Você deve ser filho de
Deus; 2) Você não deve ter no coração qualquer pecado não confessado ou
não perdoado (1 Jo. 3.21); 3) Você deve conhecer o poder do Nome de Jesus
– como usá-lo.
O Nome na Oração
Jesus disse, a respeito do uso do Seu Nome na oração:
João 16.24
24 Até agora, nada pedistes EM MEU NOME; e recebereis, para que a
vossa alegria se cumpra.
Aqui em João, Jesus não somente nos dá o uso do Seu Nome na oração
segundo a Nova aliança, mas também declara que a oração proferida em Seu
Nome receberá Sua atenção especial:
João 16.23
23 ...Na verdade, na verdade vos digo que tudo quando pedirdes a meu
Pai, EM MEU NOME, ele vo-lo há de dar.
Note o que Jesus está dizendo: Você pede ao Pai em Meu Nome – E u
endossarei o pedido – e o Pai o dará a você.
Na oração para outra pessoa (algumas pessoas agarram parte daquilo que a
gente diz e perdem a totalidade). Compreenda que quando se trata de orar por
uma pessoa, a vontade desta entra na situação. Ninguém pode, nem pela
oração nem pela fé, empurrar sobre outra pessoa aquilo que ela não quer.
Quando se trata de orar por outras pessoas, a vontade delas entra em cena – e
sua dúvida pode anular os efeitos da minha fé. A descrença de outra pessoa,
no entanto, não pode afetar minhas orações por minhas próprias necessidades.
A razão, porém, pela qual não tem funcionado a oração para tais pessoas é
porque não fizeram funcionar a Palavra. Se não funcionasse para mim, seria
porque eu não estava em harmonia com a Palavra.
Uma pessoa pode ser boa crente, santificada, separada e santa e ainda dar
conta do recado quando se trata da oração respondida. Cremos que as
pessoas devem viver uma vida correta, mas você não pode vir gabando-se de
si mesmo quando chegar a orar.
“Pedi ao Pai em Meu Nome,” disse Jesus. “Eu endossarei aquilo, e o Pai vo-lo
dará”.
À medida que tomamos nossos privilégios e direitos segundo a Nova Aliança e
oramos em Nome de Jesus, o assunto passa fora das nossas mãos para as
mãos de Jesus; Ele, então, assume a responsabilidade daquela oração, e
sabemos que Ele disse: ‘Pai, graça te dou porque me ouviste. Aliás, eu sei que
sempre me ouves’.
Em outras palavras, sabemos que o Pai sempre ouve a Jesus, e quando
oramos em Nome de Jesus, é como se o próprio Jesus estivesse orando – Ele
toma o nosso lugar.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 1 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Quando oramos, nós tomamos o lugar de Jesus aqui para cumprir a Sua
vontade, e Ele toma nosso lugar diante do Pai.
O Nome no Combate
O Nome de Jesus deve ser usado no combate contra as forças invisíveis que
nos cercam. Temos autoridade no Nome de Jesus contra todos os poderes das
trevas.
Marcos 16.17, 18
17 E estes sinais seguirão aos que crerem: EM MEU NOME, expulsarão
demônios; falarão novas línguas;
18 Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhe
farás dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão.
Gosto da tradução que diz: E estes sinais seguirão...Alguém que segue está
andando atrás de você, mas quem o acompanha está andando lado a lado com
você. Esta tradução concorda com a Escritura que diz que somos
cooperadores com Ele (2 Co. 6.1).
Literalmente, no grego, Marcos 16.17 diz: Estes sinais acompanharão os
crentes; EM MEU NOME farão... Cada filho de Deus é um crente. Posto que
estes sinais são operados EM MEU NOME, devem pertencer a todo filho de
Deus, porque o Nome de Jesus pertence a todo filho de Deus.
EM MEU NOME, expulsarão demônios; falarão novas línguas...[Temos o direito
de falar em línguas em Nome de Jesus!]; pegarão nas serpentes; e, se
beberem algumas coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as
mãos sobre os enfermos e os curarão.
Examinemos aquele grandioso documento em Mateus:
Mateus 28.18-20
18 E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no
céu e na terra.
19 Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e
do Filho, e do Espírito Santo;
20 Ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e
eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos.
Amém!
A palavra traduzida por poder neste caso, é uma palavra mais frequentemente
traduzida por autoridade. Assim dizem muitas traduções.
Jesus disse: Toda a AUTORIDADE me foi dado no céu e na terra.
Voltemos para o capitulo 18 de Mateus.
Mateus 18.19
19 Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de
qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está
nos céus.
Que versículo maravilhoso! É uma declaração maravilhosa dos fatos. Mas
penso que não percebemos o que Jesus está dizendo, pois tiramos aquele
versículo do contexto e o citamos isoladamente; afinal de contas, é no versículo
seguinte que Ele dá a razão e o segredo.
Mateus 18.20
20 Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu Nome, aí, estou
eu no meio deles.
Aleluia!
Ora, aqui também, quando pegamos este versículo 20 e o tiramos do seu
contexto, citando-o sozinho, o que dizemos é certo, sem dúvida, mas deixamos
a impressão de que este é o impacto total do versículo.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 2 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Um exemplo disto é quando nos reunimos num culto da igreja e dizemos: “O


Senhor está aqui, porque Ele disse: ‘Onde estiverem dois ou três reunidos em
Meu Nome, aí estou’”.
Isto é verdade, em certo sentido, mas não é realmente aquilo de que fala neste
versículo. Não está falando a respeito de um culto na Igreja. Está falando
daqueles dois na terra que estão de mútuo acordo. Está revelando porque isto
vai funcionar para aqueles dois, ou até mesmo para um terceiro.
Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e
tudo que desligardes na terra será desligado no céu. Também vos digo que, se
dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso
lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. Porque onde estiverem dois ou
três reunidos EM MEU NOME, aí, estou eu meio deles.
Ali estou! Ele está bem presente para garantir que aquilo que aqueles dois
ou três concordarem venha a acontecer!
Agora, voltemos para o capítulo 28 de Mateus, onde Ele disse: Eis que eu
estou convosco todos os dias.
Como Ele está conosco?
Bem, Ele disse que onde aquelas duas ou três pessoas concordarem a
respeito de qualquer coisa que pedirem; EM MEU NOME, AÍ ESTOU EU no
meio deles.
Este é o segredo. Ele está conosco no poder e na autoridade do Seu
Nome!
Os recursos de Jesus
Quando Jesus nos deu o direito legal de usar este Nome, o Pai sabia tudo
quanto o Nome subentenderia quando fosse sussurrado na oração...e é Sua
alegria reconhecer este Nome.
Portanto, as possibilidades abrangidas neste Nome estão além do nosso
entendimento, e quando Ele diz à Igreja: ‘Qualquer coisa que porventura
pedirem ao Pai em Meu Nome’, Ele está nos dando um cheque assinado
cobrável aos recursos do céu, e nos convida a preenchê-lo.
Valeria a pena se a Igreja começasse um estudo exaustivo dos recursos de
Jesus a fim de avaliar a medida das riquezas que este Nome oferece a ela
hoje.
Na vida individual, a mesma verdade é aplicável. Muitos cristãos nascidos de
novo e cheios do Espírito Santo vivem num baixo nível de vida, vencidos pelo
diabo. Na realidade, falam mais no diabo do que em qualquer coisa. Cada vez
que contam uma desventura, exaltam o diabo. Cada vez que contam quão
doentes se sentem, exaltam o diabo (ele é o autor das doenças e das
enfermidades – e não Deus). Cada vez que dizem: “Parece que não vamos
conseguir”, exaltam o diabo.
Não! Falemos de Jesus! Falemos em Nome de Jesus!
Ele nos deu, individualmente, um cheque assinado, dizendo: “Preencha-o”.
Deu-nos um cheque assinado, cobrável aos recursos de céu.
Nossa vida se transformaria se fizéssemos um estudo exaustivo dos recursos
de Jesus a fim de avaliar a medida da riqueza este Nome contém para a Igreja
e para todo crente hoje.
Se tivermos o Nome em baixa estima, como pouco respeito, não esperaremos
muita coisa, porque não sabemos aquilo nos pertence.
At. 2.31
31 Nesta previsão, disse da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi
deixada no Hades, nem a sua carne viu a corrupção.
Jesus satisfez as reivindicações da Justiça para todos nós, individualmente,
porque Ele morreu como nosso substituto.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 3 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Deus no céu disse: “É suficiente”. Depois, O ressuscitou. Trouxe Seu espírito e


alma para cima, tirando-os do inferno – ressuscitou Seu corpo da sepultura – e
disse: “Tu és meu Filho, eu HOJE te gerei” (At. 13.33).
Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e LHE DEU UM NOME
QUE É SOBRE TODO O NOME, para que ao Nome Jesus se dobre todo
joelho, [de seres] dos que estão nos céus, [de seres] e na terra, e [de
seres] debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o
Senhor, para glória de Deus Pai. (Fl. 2.9-11).
A inferência é que havia um Nome conhecido no céu, desconhecido em outros
lugares, e que este Nome foi guardado para ser doado a alguém que o
merecesse; e Jesus, conforme O conhecemos – o Filho Eterno, conforme é
conhecido no seio do Pai – recebeu este Nome por doação, e a este Nome
todo joelho se dobrará nos três mundos – No Céu, na Terra, e no Inferno – e
toda língua confessará que Ele é Senhor dos três mundos, para a glória de
Deus Pai.
A riqueza da Sua herança gloriosa nos santos, e a suprema grandeza do Seu
poder sobre nós, os crentes – poder este que opera com o poder e força que
exerceu ao ressuscitar Cristo dentre os mortos e ao assentá-Lo à Sua destra
na esfera Celestial. A Igreja que é Seu corpo, cheio dAquele que enche o
universo inteiro. (Ef. 1.17-23).
PARA A IGREJA! Visando o benefício da Igreja (Ef. 1.22).
Deus fez este investimento visando o benefício da Igreja; Ele fez este depósito,
e a Igreja tem o direito de fazer retiradas do depósito para todas as suas
necessidades.
Deus deu a Ele o Nome que contém a plenitude da Deidade, a riqueza das
Eternidades, e o amor do coração de Deus Pai; e este Nome é dado a nós.
Temos o direito de usar este Nome contra os nossos inimigos.
Temos o direito de usá-lo em nossas petições.
Temos o direito de usá-lo em nossos louvores e em nossa adoração.
Este Nome nos foi dado.
Ele pertence a nós!
O céu, a terra e o inferno reconhecem o que Jesus fez. Tudo quanto Jesus fez,
toda autoridade, todo o poder, a totalidade das Suas realizações, acham-se em
Seu Nome. E o Nome de Jesus em nossos lábios operará as mesmas coisas
agora que operava naqueles tempos.
O Nome: Possessão da Igreja
Toda autoridade, todo o poder, que estava em Jesus está no Seu Nome! E Ele
deu Seu Nome à Igreja. Os crentes primitivos sabiam o que possuíam – e o
usavam.
Pedro e João, entrando no templo cerca das 3 horas da tarde, passaram por
um aleijado que pedia esmolas.
Atos 3.3-6
3 Ele, vendo a Pedro e a João, que iam entrando no templo, pediu que lhe
dessem uma esmola.
4 E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós.
5 E olhou para eles, esperando receber alguma coisa.
6 E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas O QUE TENHO, isto te
dou. EM NOME DE JESUS CRISTO, o Nazareno, levanta-te e anda.
Algumas igrejas nem sequer sabem que têm o novo nascimento. Não
compreendem que são novas criaturas. Pensam que tudo quanto possuem é o
perdão dos pecados.
Veja bem: enquanto eu acreditar que recebo o perdão dos meus pecados, e
nada mais (não a remissão, mas apenas o perdão), então permanecerei na
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 4 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

posição em que Satanás me dominará durante toda a minha vida. Mas quando
eu souber que nasci de novo, que me tornei um novo homem em Cristo Jesus
e que eu fiquei sendo justiça de Deus em Cristo, então, dominarei o pecado (2
Co. 5.17,21; Rm. 6.14).
O Cristianismo do Novo Testamento é: Maior é o que está em vós do que está
no mundo (1 Jo. 4.4).
O Cristianismo do Novo Testamento é: Somos mais do que vencedores, por
aquele que nos amou (Rm. 8.37).
O Cristianismo do Novo Testamento é: Ele tem dito: Não te deixarei, nem te
desampararei. E, assim, com confiança, ousemos dizer: O Senhor é o meu
ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem (Hb. 13.5, 6).
Graças a Deus, temos o documento jurídico da Nova Aliança, o Novo
Testamento, selado pelo sangue de Jesus Cristo. E quando Ele foi embora,
legou-nos Seu Nome. Mas devemos saber o que está investido neste Nome.
Devemos saber o que existe por detrás deste Nome.
Se você crê que Ele é divino, você seguirá Seus preceitos, Seus ensinos, sua
moralidade. Você os seguirá nos seus negócios e na sua vida diária. Porque a
Bíblia diz que todos nós devemos comparecer – falando a respeito dos cristãos
– perante o tribunal de Cristo para prestarmos contas dos atos feitos por meio
do corpo (2 Co. 5.10).
Dizer que Ele era apenas um homem bom é uma ofensa.
Dizer que Ele era a mais alta expressão da divindade na humanidade é lançar-
Lhe em rosto a acusação de mentiroso.
Jesus é ou não é aquilo que Ele disse ser.
Graças a Deus! A Palavra de Deus é verdadeira. O Senhor Jesus Cristo é o
Filho de Deus. Ele é Palavra Viva. Ele é Deus manifesto na carne. Ele é a
Verdade. Ele é divino. Ele está vivo hoje – e Ele nos deu Seu Nome. A
divindade é o que existe por detrás deste Nome!
Não há Salvação a não ser no Nome de Jesus, e no Senhor Jesus Cristo. É o
único Nome através do qual o pecador pode aproximar-se do Grande Deus Pai.
Mateus 1.21, 23
21 E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus, porque ele
salvará o seu povo dos seus pecados.
23 Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado
pelo nome de Emanuel. (Emanuel traduzido é: Deus conosco).
Atos 4.12
12 E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu
nenhum nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.
Ninguém pode chegar a Deus de outra maneira a não ser pelo Nome de Jesus.
Você não pode chegar a Deus através da natureza. Mediante a observação da
natureza, você pode ficar sabendo que há um Deus. Mas você não poderá
chegar a Ele através da natureza. Você não poderá chegar a Ele de qualquer
outra maneira exceto pelo Nome de Jesus.
Jesus disse: Eu sou caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai
senão por mim (Jo. 14.6).
Ele é o Caminho. Não há outro caminho para o Pai. Não há outro caminho para
a Salvação. Não há outro caminho para o céu. Não há outro caminho para a
verdade. Não há outro caminho para Deus. Não há outro caminho para Vida
Eterna – a não ser através de Jesus e mediante o Seu Nome!
O crente não somente é Salvo pelo Nome – mas o crente também é batizado
no Nome – e com base no Nome recebe o dom do Espírito Santo.
Mateus 28.19

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 5 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

19 Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-a s e m [PARA


DENTRO DO] NOME do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.
Atos 2.38
38 E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado
EM NOME DE JESUS CRISTO para perdão dos pecados, e recebereis o
dom Espírito Santo.
A Bíblia ensina que há três batismos disponíveis a cada pessoa em Nome de
Jesus: (1) o batismo que nos congrega ao corpo de Cristo por ocasião do novo
nascimento; (2) o batismo na água; (3) o batismo no Espírito Santo.
Os princípios fundamentais da doutrina de Cristo estão alistados em Hebreus,
capítulos 6. Um deles é chamado: o ensino de batismos (v.2). Note que a
palavra “batismos” está no plural.
A fórmula batismal não vai salvar você.
Creio que devemos ser batizado em Nome de Jesus. Não creio que devemos
ser batizados em nome de “Jesus somente”.
Quando batizo as pessoas nas águas, digo o seguinte: “Em Nome de Jesus
Cristo, eu agora te batizo em Nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.
O batismo no Espírito Santo
O crente pode ser batizado no Espírito Santo e falar em outras línguas,
segundo o Espírito de Deus lhe conceda falar.
O próprio Jesus declarou: EM MEU NOME.... falarão novas línguas (Mc.
16.17).
Tudo no Nome
Três batismos estão disposição de cada um de nós – mas é tudo no Nome de
Jesus. Fora deste Nome, nenhum deles está à nossa disposição.
O Nome de Jesus em nosso dia-a-dia
O Nome de Jesus tocava cada parte da vida dos crentes primitivos. O Nome de
Jesus ocupava um lugar de nos seus pensamentos, nas suas orações, na sua
pregação, coisas que hoje praticamente ignoramos. Nós, porém, em nosso
andar cristão, em nossa vida cristã, em nossas orações, temos o mesmo direito
de usar o Nome de Jesus. Que o Senhor abra os nossos olhos e os nossos
corações para que conheçamos as riquezas da glória de Deus que estão
ocultas neste Nome, enquanto observamos de modo especial seu lugar no dia-
a-dia do crente.
Na oração
A maioria dos cristãos sabe, até certo ponto, que pode usar Seu Nome na
oração – mas não fazem idéia de quanto Ele significa.
Alguns repetem o Nome, como papagaio – e não funciona.
A maioria das pessoas não espere que funcione.
É possível repetir textos bíblicos, ou o Nome de Jesus, de memória, ou por
decoreba, simplesmente porque outra pessoa fala assim – e não funcionará.
Mas, bendito seja Deus, quando você conhece e reconhece o que a Palavra de
Deus realmente diz – quando você crê nisto do fundo do seu coração – então
funcionará!
E quando você realmente crê na Palavra de Deus, do fundo do coração, você
ficará com esta Palavra – falando de modo natural agora – vivendo ou
morrendo, afundando ou nadando, indo para cima ou para baixo. Às vezes
pode parecer que você fazer tudo isto – morrer, afundar, ir para baixo. Mas
enquanto você ficar com ela – Deus ficará fiel à Sua Palavra. Funcionará!
De modo breve, olharemos outra vez a promessa clássica que Jesus fez a
respeito do uso do Seu Nome na oração
João 16.23, 24

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 6 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

23 E, naquele dia, nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo


que tudo quando PEDIRDES A MEU PAI, EM MEU NOME, ele vo-lo há de
dar.
24 Até agora, nada pedistes EM MEU NOME; pedi e recebereis, para que a
vossa alegria se cumpra.
Há uma chave para a oração, e sem esta chave não conseguimos chegar a
lugar algum. Esta chave abrirá as portas e as janelas do céu e satisfará todas
as nossas necessidades. Esta chave é o Nome de Jesus.
Jesus é nosso Mediador, Intercessor, Advogado e Senhor.
Ele se coloca entre nós e o Pai. Em nenhum lugar da Bíblia somos ordenados
a orar a Jesus. Sempre somos ordenados a orar ao Pai em Nome de Jesus.
Portanto para termos certeza de que nossas orações chegarão ao Pai,
devemos proceder de acordo com as regras determinadas na Palavra.
Ao reclamar nossos direitos
Em estreita associação com o texto bíblico que acabamos de examinar –
porque o Nome de Jesus está envolvido – mas diferente na sua aplicação, há
outra promessa que Jesus a respeito do uso do Seu Nome.
João 14.13, 14
13 E tudo quando perdides EM MEU NOME, eu farei, para que o Pai seja
glorificado no Filho.
14 Se pedirdes alguma coisa EM MEU NOME, eu farei.
Não está falando acerca da oração que pede ao Pai que faça alguma coisa.
Está falando acerca do uso do Nome de Jesus contra o inimigo em nossa vida
diária.
Um exemplo disto é registrado no terceiro capítulo de Atos, quando Pedro e
João estavam à Porta Formosa. Já demonstramos que Pedro sabia que tinha
algo para dar quando disse ao aleijado: “Não possuo nem prata nem ouro, mas
o que tenho, isto te dou...”.
Então Pedro disse: “Em Nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!” Pediu, ou
exigiu, que o homem se levantasse em Nome de Jesus.
Você não pode, no entanto, exigir estes direitos e privilégios se não souber
quais são. É neste ponto que os cristãos fracassam. Não fazem idéia de que,
segundo a Nova Aliança que Deus estabeleceu com a igreja através do Senhor
Jesus Cristo, temos direitos e privilégios.
Temos o direito – temos o privilégio – de usar o Nome de Jesus! E, investido
naquele Nome, há todo o poder, toda a autoridade, que Jesus sempre teve.
Leia o Livro de Atos, do começo ao fim. Você verá que os crentes primitivos
usavam o Nome exatamente desta maneira. Pouquíssima coisa é dita acerca
de orarem pelos enfermos – Paulo o fez na ilha de Malta (At. 28.8) – mas na
maior parte do tempo simplesmente usavam o Nome de Jesus.
Há cura no Nome de Jesus
Temos um tesouro e nem sabíamos.
Você pode perguntar às pessoas: “O Nome de Jesus pertence à Igreja?”.
“Sim”.
“Para que serve”?
“Oh! Só para ser adorado e louvado”.
Realmente adoramos e louvamos o Nome de Jesus, mas esta não é a única
finalidade dEle. O Nome nos foi dado para nosso benefício.
Há cura neste Nome. Tem de haver, pois Jesus disse: Em Meu Nome, imporão
as mãos sobre os enfermos, e eles ficarão curados. Tem de haver cura ali,
porque Pedro disse ao coxo: “O que tenho, isto te dou: em Nome de Jesus
Cristo, o Nazareno, anda”!
A plena salvação
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 7 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Atos 4.12
12 E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu
nenhum nome há, dado entre os homens, pelo qual devemos ser salvos.
O Nome de Jesus é Salvação.
As palavras hebraica e grega para “Salvação” subentendem as idéias da
liberdade, da segurança, da preservação, da cura e da integridade. Salvação
palavra inclusiva do Evangelho, reunindo em si mesma todos atos e processos
redentores.
Quando Deus diz “Salvação”, Ele está falando a respeito de mais coisas do que
as pessoas imaginam.
O Evangelho de Cristo é o poder de Deus para libertação.
O Evangelho de Cristo é o poder de Deus para a segurança.
O Evangelho de Cristo é o poder de Deus para a proteção.
O Evangelho de Cristo é o poder de Deus para a cura.
Quando a Palavra de Deus diz: “Não existe nenhum outro nome, dado entre os
homens, pelo qual importa que sejamos salvos”, não está falando apenas do
novo nascimento. Está falando, também, acerca da cura do nosso corpo.
Em nenhum outro nome há cura.
A cura na redenção
Precisamos saber que a cura para nosso corpo físico é parte integrante
do Evangelho do Senhor Jesus Cristo.
Ele não somente tomou sobre Si os nossos pecados; também tomou as nossas
enfermidades e carregou com as nossas doenças.
Isaías 53.4, 5
4 Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as
nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus
e oprimido.
5 Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas
iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas
pisaduras, fomos sarados.
Mateus 8.17
17 Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele
tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças.
1 Pedro 2.24
24 Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o
madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a
justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.
A cura que Ele já providenciou torna-se real para nós mediante o Seu Nome.
“Em Meu Nome, imporão as mãos sobre os enfermos, e estes ficarão curados”.
Por quê? Porque a cura nos pertence, Jesus a providenciou na nossa
redenção.
Graças a Deus, há cura neste Nome!
Se tivéssemos sido ensinados a respeito da cura no Nome de Jesus da mesma
maneira que fomos ensinados a respeito daquilo que chamamos de salvação
em o Nome de Jesus, não haveria dúvida alguma a esse respeito. Teríamos
uma fé inconsciente na cura, assim como a temos na remissão dos pecados.
A remissão dos Pecados
Jesus liquidou com o problema do pecado. Ele carregou os nossos pecados.
Quando assim cremos e O aceitamos pessoalmente, torna-se uma realidade
para nós individualmente. Nascemos de novo.
Tornamo-nos uma criatura nova em folha – uma criação totalmente nova, sem
passado algum.
2 Coríntios 5.17
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 8 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

17 Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas


já passaram; eis que tudo se fez novo.
As coisas antigas passaram!
Os pecados antigos que cometemos antes de nascermos de novo não existem
na mente de Deus. Ele não os guarda na memória.
Isaías 43.25
25 Eu, eu mesmo, sou o que apaga as tuas transgressões por amor de
mim e dos teus pecados me não lembro.
Miquéias 7.19
19 Tornará a apiedar-se de nós, subjugará as nossas iniqüidades e
lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.
Se você colocar juntos Isaías 43.25 e Miquéias 7.19, perceberá que Deus
escondeu nossos pecados no Mar do Esquecimento:
Deixe-os ali. Já existem mais. Deus os apagou. Não existem na dimensão
espiritual. Jesus os carregou.
Salmo 103.12
12 Quando está longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as
nossas transgressões.
Esta distância não pode ser medida! Você pode começar viajando ao redor do
mundo, sempre para o leste, e continuar avançando sem parar. Se você
vivesse até 1000 anos, e fosse circular o mundo cada dia destes 1000 anos,
ainda estaria viajando para o leste.
O perdão dos pecados
Mas o que diz dos pecados que você cometeu desde que nasceu de novo?
1 João 1.9
9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar
os pecados e nos purificar de toda injustiça.
Depois de você tornar cristão, 1 João 1.9 é o caminho para o perdão dos
pecados.
As pessoas frequentemente usam este versículo ao lidar com os pecadores.
Mas não foi dirigido ao pecador.
O pecador não poderia cumprir as condições. Não poderia confessar todas as
coisas erradas que já fez, porque não conseguiria lembrar-se delas. Sua vida
inteira está errada.
Depois de tornar-se cristão, no entanto, no mesmo minuto em que você fizer
algo errado, você sabe disto no profundo do seu ser. Ninguém precisa lhe
contar nada; você já sabe. Você pode aí mesmo e dizer: “Perdi o alvo. Deus,
me perdoe”. E Ele o perdoará!
Romanos 8.11
11 E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em
vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o
vosso corpo mortal, pelo seu Espírito que em vós habita.
Isto se refere ao nosso corpo agora. Mortal quer dizer condenado à morte ou:
destinado à morte.
Seu corpo é o templo do Espírito Santo somente porque seu corpo é o templo
do seu espírito humano. Habita no seu espírito agora. É uma das razões para
habitar em você – não o único propósito, mas um deles, é vivificar seu corpo
mortal; curar seu corpo físico.
Ele foi vivificado, e nós fomos vivificados com Ele.
Em Efésios vemos mais uma vez aquela palavra vivificou. Lembre-se: significa
tornar cheio de vida.
Efésios 2.1, 5, 6
1 E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 9 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente


com Cristo (Pela graça sois salvos),
6 E nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares
celestiais, em Cristo Jesus.
Morremos para o pecado, em Cristo, Fomos vivificados (cheios de vida) com
Ele. Morremos para os nossos pecados. Morremos para nossa velha natureza.
Também morremos para nossas enfermidades. Ressurgimos na plenitude da
Sua vida. É Assim a salvação integral.
À medida que chegamos a compreender isto, sabemos que nossa velha
natureza pecaminosa não tem qualquer direito, qualquer privilégio, de reinar
sobre nós, porque está morta, e não aceitaremos qualquer imitação dela que
Satanás nos quer impor em nossa ignorância, nem reconheceremos qualquer
condenação por quaisquer pecados que tenhamos cometido no passado,
porque Cristo os carregou, e nunca precisaremos tornar a carrega-los, nem
precisaremos sofrer qualquer condenação por causa deles, porque Ele foi
condenado por causa deles, e os carregou.
Como conseqüência, estamos livres, e: ‘Agora, pois, já nenhuma condenação
há para os que estão em Cristo Jesus’.
A mesma verdade se aplica às nossas enfermidades. Isaías 53.4: ‘Ele tomou
sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si’.
Ora, a doença não tem direito algum de impor-se sobre nós, e Satanás não tem
direito algum de impor em nós qualquer enfermidade.
Estamos livres!
E quando vierem as doenças e enfermidades, tudo quanto precisamos fazer é
tratá-las exatamente como tratamos nossos pecados antigos.
Não há mais necessidade de carregarmos em nossos corpos as nossas
doenças como não há necessidade de carregarmos em nossa natureza
espiritual um pecado não perdoado.
Exemplo: Você está com dor de cabeça.Você diz em Nome de Jesus não tenho
dor de cabeça a anos.
Em tudo dá graça a Deus em tudo que fizer em sua vida em no NOME DE
JESUS CRISTO!
A confissão e o Nome
A confissão ocupa um lugar de importância em conexão com o Nome de Jesus.
Devemos confessar nossa fé em Jesus como Pessoa, mas também devemos
confessar nossa fé no Nome de Jesus.
Romanos 10.9, 10
9 A saber: Se, com a tua boca, CONFESSARES ao Senhor Jesus e, em teu
coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, será salvo.
10 Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz
confissão para a salvação.
Não há salvação sem confissão. Não há remissão do pecado nem novo
nascimento sem a confissão.
Nossa experiência cristã começa com a confissão.
Poder no Nome de Jesus para a Igreja
Colossenses 2.12
12 E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e
deles triunfou em si mesmo.
Efésios 6.12
12 Porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os
principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste
século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 10 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Os principados e as potestades contra quais lutamos são os mesmos que ele


venceu, que Ele despojou, que Ele aniquilou ou reduziu a nada! No que nos diz
respeito, Ele os reduziu a nada! Não admira que Ele disse: “Em Meu Nome
expulsarão demônios”!
Você pode simplesmente repetir o Nome de Jesus, como um papagaio
dizendo: “Louro quer Biscoito”, e isto não trará proveito algum. Mas oh, quando
você souber o que existe por detrás deste Nome – quando você conhecer a
autoridade investida neste Nome – quando você souber o que Jesus operou, e
que Ele ressuscitou naquela jubilosa manhã da Ressurreição – quando você
souber que Ele disse: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide,
portanto...Dou-vos o Meu Nome. Estou dando a vós a Minha autoridade. Ide
em Meu Nome” – ALELUIA! Levemos este Nome!
Colossenses 1.13
13 Ele nos tirou da potestade [da autoridade] das trevas e nos transportou
para o Reino do Filho do seu amor.
Foi quando Ele despojou os principados e as potestades, quando os reduziu a
nada, quando os venceu e os derrotou, que Ele nos libertou do “Império das
Trevas”. Isto quer dizer: do poder ou da autoridade de Satanás.
Satanás não tem autoridade alguma para dominar o cristão nem a Igreja.
Quando você souber desta verdade, e souber que o Nome lhe pertence, você
colocará Satanás em fuga todas às vezes. Quero dizer mesmo: em toda e
qualquer ocasião!
Não trate o Nome de Jesus como alguém trataria um talismã de sorte: “Se eu
levar este pé de coelho, talvez ele impeça que alguma coisa ruim aconteça”.
Parece que pensam assim: “Se eu levar o Nome de Jesus, talvez funcione”.
Não! Descubra toda a autoridade que está por detrás deste Nome. Saiba que,
no diz a respeito a Deus, e no que diz respeito ao crente, estes dominadores,
estes príncipes deste mundo estão destronizados. Jesus os destronizou.
Não é que vão ser destronizados – já estão destronizados.
Pense em Jesus que está acima de tudo – acima de todo domínio, acima de
toda potestade, acima de todo principado e acima de todo nome que se possa
nomear – assim também é o Seu Nome!
Medite nisso! Pense nisso!
Que a verdade da Palavra de Deus raie em nossos espíritos – nos erga acima
das coisas mundanas desta vida, a fim de nos assentarmos com Ele nos
lugares celestiais e exercermos a autoridade que é investida neste Nome e
dada a nós.
Escrituras para a meditação
Você pode aprender muita coisa por meio de verificar todas as Escrituras do
Novo Testamento que se relacionam com Seu Nome.
É iluminador. É emocionante. É fascinante. É edificante para a fé. É instrutivo.
De Sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus (Rm. 10.17).
Sem meditar na Palavra de Deus sobre este assunto, do Nome de Jesus, não
terá nele a fé que deveria ser.
No livro de Atos você ficará face a face com o fato de que a igreja primitiva
deve ter dedicado tempo a instruir as pessoas a respeito do Nome de Jesus.
Devem ter compreendido que possuíam o que chamamos de “procuração”, ou
seja: o direito legal de usar o Nome de Jesus.
As pessoas não se davam o tempo para examinar as Escrituras por si mesmas.
Foram ensinadas coisas tais como esta:
“Os apóstolos tinham poder daquele tipo. Podiam curar os enfermos e assim
por diante, a fim de estabelecer a Igreja. Mas quando o último apóstolo morreu,
tudo aquilo cessou”.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 11 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Mas quando a pessoa começa a estudar as Escrituras por si mesmo,


detalhadamente, fica confrontada com fatos que levantam algumas dúvidas
contra tais ensinos.
Se as curas e os milagres foram operados no Nome de Jesus – e nenhuma
pessoa inteligente poderia negar o fato – e se não forem para nós hoje, logo, o
Nome de Jesus não é para nós agora. Se o Nome de Jesus não é para nós
agora, ninguém é salvo, porque não há Salvação em nenhum outro nome. E se
o Seu Nome funciona somente quando se trata do novo nascimento, este
Nome perdeu metade do seu poder, Jesus está diminuindo, Deus está ficando
cada vez menor, a Igreja está se tornando cada vez mais fraca, e o diabo está
ficando cada vez maior.
Não é isto que a Bíblia ensina!
Os Evangelhos
Mateus 1.21
21 E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará
o seu povo dos seus pecados.
Mateus 1.23
23 Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo
nome de Emanuel. (Emanuel traduzido é: Deus conosco).
Mateus 1.24, 25
24 E José, despertando do sono, fez como o anjo de Senhor lhe ordenara, e
recebeu a sua mulher.
25 E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe o
nome de Jesus.
Mateus 10.22
22 E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que
perseverar até ao fim será salvo.
Mateus 12.18, 21
18 Eis aqui o meu servo que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se
compraz; porei sobre ele o meu Espírito, e anunciará aos gentios o juízo.
21 E, no seu nome, os gentios esperarão.
Mateus 18.5
5 E qualquer que receber em meu nome um criança tal como esta a mim me
recebe.
Mateus 18.19, 20
19 Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de
qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos
céus.
20 Porque onde estiverem dois ou três reunidos em Meu Nome, aí estou eu no
meio deles.
Mateus 19.29
29 E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmã, ou pai, ou mãe,
ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor, do Meu Nome, receberá cem vezes
tanto e herdará a vida eterna.
Mateus 28.19
19 Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do
Filho, e do Espírito Santo.
Marcos 9.38-41
38 E João lhe respondeu, dizendo: Mestre, vimos um que, em teu nome,
expulsava demônios, o qual não nos segue; e nós lho proibimos, porque não
nos segue.
39 Jesus, porém, disse: Não lho proibais, porque ninguém há que faça milagre
em meu nome e possa logo falar mal de mim.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 12 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

40 Porque quem não é contra nós é por nós


41 Portanto qualquer que vos der de beber um copo de água em meu nome,
porque sois discípulos de Cristo, em verdade vos digo que não perderá o seu
galardão.
Marcos 16.17, 18
17 E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão
demônios; falarão novas línguas;
18 Pegarão nas serpentes; e, beberam alguma coisa mortífera, não lhe fará
dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão.
Lucas 10.17
17 E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os
demônios se nos sujeitam.
Lucas 24.46, 47
46 ...e assim convinha que o Cristo padecesse e, ao terceiro dia, ressuscitasse
dos mortos;
47 E, em seu nome, se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados,
em todas as nações, começando por Jerusalém.
João 1.12
12 Mas a todos quantos e receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos
de Deus: aos crerem no seu nome.
João 2.23
23 E, estando ele em Jerusalém pela Páscoa, durante a festa, muitos, vendo
os sinais que fazia, creram no seu nome.
João 3.18
18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado,
porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
João 14.13,14
13 E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai glorificado
no Filho.
14 Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
João 14.26
26 Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome,
vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.
João 15.16
16 Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei,
para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo
quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda.
João 16.23, 24, 26
23 E, naquele dia, nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que
tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo de dar.
24 Até agora, nada pedistes em meu nome; pedi e recebereis...
26 Naquele dia, pedirdes em meu nome...
João 20.31
31 Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho
de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.
Atos dos Apóstolos
Atos 2.21
21 E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
Atos 2.38
38 E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizando em
nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do
Espírito Santo.
Atos 3.6
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 13 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

6 E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em
Nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.
Atos 3.16
16 E, pela fé no nome, fez o seu nome fortalecer a este que vedes e conheceis;
e a fé que é por ele deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde.
Atos 4.7, 8, 10, 12, 17, 18
7 E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem
fizestes isto?
8 Então, Pedro, cheio do Espírito Santo, lhe disse...
10 Seja conhecido de vós todos e de todo o povo de Israel, que em nome de
Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus
ressuscitou dos mortos, em nome desse é que está são diante de vós.
12 E em nenhum, outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum
outro há, dado entre os homens, pelo qual devemos ser salvos.
17 Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, ameacemo-los para que
não falem mais nesse nome a homem algum.
18 E, chamando-os, disseram-lhes que absolutamente não falassem, nem
ensinassem, no nome de Jesus.
Atos 4.29, 30
29 Agora, pois, ó Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus
servos que falem com toda a ousadia a tua palavra;
30 Enquanto estendes a mão para curar, e para que se façam sinais e
prodígios pelo nome do teu santo Filho Jesus.
Atos 5.28, 40, 41
28 Não vos admoestamos nós expressamente que não ensinásseis nesse
nome? E eis que enchestes Jerusalém dessa vossa doutrina e quereis lançar
sobre nós o sangue desse homem.
40 E concordaram com ele. E, chamando os apóstolos e tendo-os açoitados,
mandaram que não falassem no nome de Jesus e os deixaram ir.
41 Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido
julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus.
Atos 8.12
12 Mas, como cressem em Filipe, que lhes pregava acerca do Reino de Deus e
do nome de Jesus Cristo, se batizavam, tanto homens com mulheres.
Atos 9.14-16
14 E aqui tem poder dos principais sacerdotes para prender a todos os que
invocam o teu nome.
15 Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido
para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis, e dos filhos de Israel.
16 E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.
Atos 9.21, 27, 29
21 Todos os que o ouviam estavam atônitos e diziam: Não é este o que em
Jerusalém perseguia os que invocavam este nome e para isso veio aqui, para
os levar presos aos principais dos sacerdotes?
27 Então, Barnabé, tomando-o consigo, o trouxe aos apóstolos e lhes contou
como no caminho ele vira ao Senhor, e este lhe falara, e como em Damasco
falara ousadamente no nome de Jesus.
29 E falava ousadamente no nome de Jesus. Falava e disputava também
contra os gregos, mas eles procuravam matá-lo.
Atos 10.43
43 A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem
receberão o poder dos pecados pelo seu nome.
Atos 10.48
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 14 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

48 E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então, rogaram-lhe


que ficasse com eles por alguns dias.
Atos 15.25, 26
25 Pareceu-nos bem, reunidos concordemente, eleger alguns varões e enviá-
los com os nossos amados Barnabé e Paulo.
26 Homens que já expuseram a vida pelo nome do nosso Senhor Jesus Cristo.
Atos 16.18
18 E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao
espírito: Em nome de Jesus Cristo, te mando que saías dela. E, na mesma
hora, saiu.
Atos 19.5
5 E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus.
As Epístolas
Romanos 1.5
5 Pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre
todas as gentes pelo seu nome.
Romanos 10.13
13 Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
1 Coríntios 1.2
2 À Igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus,
chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de
nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso.
1 Coríntios 1.10
10 Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que
digais todos uma mesma coisa e que não haja entre vós dissensões; sejais
unidos, em um mesmo sentido e em mesmo parecer.
1 Coríntios 6.11
11 E é o que alguns têm sido, mas haveis sido lavados, mas haveis sido
santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus e pelo
Espírito do nosso Deus.
Efésios 5.20
20 Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso
Senhor Jesus Cristo.
Filipenses 2.9-11
9 Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é
sobre todo o nome.
10 Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e
na terra, e debaixo da terra,
11 E toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus
Pai.
2 Tessalonicenses 1.12
12 Para que o nome de nosso Senhor Jesus Cristo seja em vós glorificado, e
vós nele, segundo a graça de nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.
2 Timóteo 2.19
19 Todavia, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor
conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se
da iniquidade.
Hebreus 1.4
4 Feito tanto mais excelente do que os anjos, quando herdou mais excelente
nome do que eles.
Hebreus 6.10

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 15 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

10 Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra e do trabalho da


caridade que, para com o seu nome, mostrastes, enquanto servistes aos
santos e ainda servis.
Hebreus 13.15
15 Portanto, ofereçamos sempre, por ele, a Deus sacrifício de louvor, isto é, o
fruto dos lábios que confessem o seu nome.
Tiago 5.14
14 Está alguém entre vós doentes? Chame os presbíteros da igreja, e orem
sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor.
1 Pedro 4.14
14 Se, pelo nome de Cristo, sois vituperados, bem-aventurados sois, porque
sobre vós repousa o Espírito da Glória de Deus.
1 João 2.12
12 Filhinhos, escrevo-vos porque, pelo seu nome, vos são perdoados os
pecados.
1 João 3.23
23 E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus
Cristo e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.
1 João 5.13
13 Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna e para
que creiais no nome do Filho de Deus.
Apocalipse 19.12, 13, 16
12 E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia
muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele
mesmo.
13 E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se
chama é a Palavra de Deus.
16 E na veste e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis e Senhor dos
senhores.
Apocalipse 22.3, 4
3 E ali nunca mais haverá maldição contra alguém: e nela estará o trono de
Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.
4 E verão o seu rosto, e na sua testa estará o seu nome.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 16 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Como tomar Posse da Benção

Determinação:
Todo empreendimento bem o ponto inicial, o ponto de partida.
O ponto de partida para sucesso é o entendimento, que chamo de
DETERMINAÇÃO, ou seja: tomar posse da bênção.
E tudo quando pedirdes em meu nome, eu farei, para que o Pai seja glorificado
no Filho. (Jo. 14.13).
O verbo traduzido da língua grega por pedir tem o sentido de determinar,
exigir, mandar.
Em outras palavras, não precisamos pedir ao Senhor a bênção, e sim, exigir
que ela se manifeste em nossa vida.
Aqui reside praticamente metade do segredo do sucesso na vida espiritual.
Exigir a bênção que, segundo a Palavra, já é nossa, é simplesmente concordar
com o Senhor e não deixar o diabo ficar com aquilo que nos pertence.
Ao exigirmos o cumprimento de tudo o que legalmente nos pertence, estamos
agindo estritamente dentro da vontade do Senhor, expressa nas Escrituras.
É reconhecer que, quando Jesus morreu lá no Calvário, pagando o preço do
pecado de Adão, nós fomos reconciliados – trazidos de volta a Deus.
A maioria do povo de Deus está fazendo exatamente o oposto do que deveria
ser feito. Eles oram e jejuam, suplicando ao Senhor para conceder-lhes algo
que, na verdade, Ele já concedeu. Este caminho para recebermos as bênçãos
de Deus.
O cristão não precisa ficar orando, suplicando ao Senhor que cure ou lhe dê
sucesso, prosperidade ou vitória sobre as tentações.
Na maneira correta, tudo que tem de fazer é exigir que o mau saia da sua vida
em Nome de Jesus, determinando assim a bênção.
Quando digo que não precisamos pedir a cura, etc., eu não estou me
colocando contra as orações. Na verdade, creio sinceramente que, quanto
mais orarmos, melhor viveremos.
Mas, orar pedindo a cura é desnecessário, pois ela já nos foi concedida.
Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e
piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou por sua glória e virtude.
(2 Pe. 1.3).
Como alguém pode pedir ao Senhor que lhe conceda algo, se o próprio Deus
afirma na Sua Palavra que tudo o que diz respeito à vida já foi dado?
Orar pedindo que Deus o cure é tão desnecessário e ilógico como é para
qualquer filho, na hora da refeição, em casa, assentado à mesa, ficar pedindo
ao pai um pouco do alimento que ali foi colocado para todos se servirem.
O Senhor declara nas palavras de Pedro que tudo o que nos diz respeito à vida
nos foi dado – já foi.
Eu também fui ensinado de maneira errada. Pensava que, sempre que
houvesse necessidade, deveria ir ao Senhor suplicando as Suas bênçãos. Fiz
isto várias vezes. Algumas vezes funcionou, outras não.
Mas, quando aprendi o método correto de viver da fé, toda a minha vida e o
meu ministério mudaram da água para o vinho.
Resumindo tudo o que aprendi, eu descobri: Não precisamos mais pedir. Só
determinar, exigir, ou seja: Tomar Posse da Bênção.
Enquanto você achar que isto é verdade, mas talvez não seja para você,
certamente não irá receber nada de Deus.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 17 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Sentir que você não é digno da bênção, achar que não possui fé suficiente pra
reclamá-la ou para determiná-la é um dos truques que o diabo usa para
continuar escravizando-o.
Há muitos que estão exatamente nesta posição. E pior; alguns acham que o
Senhor está lhes mostrando que eles não merecem a bênção.
Se isto está ocorrendo com você, agora mesmo diga ao diabo que não mais
aceita a ingerência dele na sua vida.
Tudo o que diz respeito à vida lhe foi dado.
Agora, assuma a sua autoridade em Cristo e, em Nome de Jesus, exija a sua
bênção.
Na cidade de Catanduva, no interior de São Paulo, um senhor me procurou
para contar o que aconteceu com a sua criação de porcos e galinhas que
estava morrendo.
Disse que todos os dias tinha que enterrar pelo menos uma criação. Aí, numa
manhã, ele ligou a televisão e me ouviu falar sobre a determinação.
E, mesmo sem muita orientação, o que na verdade é desnecessário, abriu a
porta da cozinha e foi ao quintal, onde gritou com a mão levantada: “Aqui não
vai morrer mais porco nem galinha, em Nome de Jesus”!
Com lágrimas a rolar pela face, ele testemunhou que, após este dia, nenhuma
criação havia morrido mais no seu sítio.
Este homem entendeu, numa pequena fração de tempo, o que eu havia
entendido no dia 2 de dezembro de 1984; e tomou uma posição, determinando
que, a partir daquele instante, não haveria mais ataque do diabo na sua
propriedade. Ele conseguiu.
Isto é fácil. Pode e deve ocorrer também com você.
Isto é a essência do ensinamento de Jesus em João 14.13.
Só não ocorrerá se você não agir como Jesus ensinou.
Não há a menor chance de não funcionar. A honra e o caráter do Senhor Jesus
estão em jogo. Foi Ele quem nos ensinou a agir deste modo e, sem dúvida, Ele
dará o maior prazer em honrar a Sua Palavra.
Assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia,
antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. (Is. 55.11).
Muitos passam o tempo todo sofrendo enquanto oram pedindo a Deus que os
cure, solucione os seus problemas, salve os pecadores e faça uma porção de
coisas.
E, por não receberem a resposta daquilo que chamam de oração, ficam frios na
fé, tornam-se até mesmo inoperantes no Evangelho, e quase sempre se
desanimam de buscar o Senhor.
Há alguns que só não abandonaram a Deus por medo do inferno, mas em suas
vidas não há mais o mínimo sinal de servirem ao Senhor.
Esta certamente não é a conduta que o Senhor espera dos Seus filhos.
A Bíblia diz que devemos servi-Lo com inteireza de coração e com alegria.
Servi ao Senhor com alegria, e apresentai-vos a ele com canto. (Sl. 100.2).
Não podemos servi-Lo com a cara derrotada e o espírito amargurado só para
evitarmos o inferno.
Devemos servir ao Senhor porque somos filhos dEle e porque Ele venceu
todas as coisas para que fôssemos livres. E, nesta liberdade que é total, nós O
escolhemos como o nosso Deus e Senhor.
Talvez você seja um dos milhares que estão aguardando do Senhor alguma
bênção.
Se você está nesta posição – aguardando que Deus lhe conceda algo, é
melhor mudar de atitude.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 18 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Deus já fez o que tinha que fazer para você. Ele já veio, tomou o seu pecado,
as suas doenças e enfermidades, morreu, venceu o diabo, e tomou das suas
mãos as chaves da morte e do inferno.
Agora você tem que fazer algo.
Milhares de pessoas estão aprendendo a exigir a bênção. Estão vivendo bem,
curadas, prósperas e desfrutando da plenitude das bênçãos do Senhor.
O mesmo pode e deve ocorrer em sua vida também. Só depende de você.
Quando você aprender que a sua cura não depende de Deus, toda a sua
atitude para com a doença mudará. Enquanto não houver esta mudança, nada
ocorrerá.
A parte de Deus, em relação a nossa cura e outras bênçãos, Ele já fez. Agora
nós temos de tomar uma atitude definitiva.
Ele veio e tomou nosso lugar.
Ele carregou as nossas doenças.
Se Ele fez isso por nós, então estamos livres.
Podemos nos alegrar nesta verdade.
O Mal não nos dominará mais.
Já fomos curados pelas feridas de Jesus.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas
dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas
iniqüidades: o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas
pisaduras fomos sarados (Is. 53.4,5).
Quando você ora pedindo ao Senhor que o cure, é como se você estivesse
dizendo que não crê que Ele estava falando a verdade quando fez esta
declaração na Sua Palavra.
Pare de viver chorando, suplicando a Ele que tenha pena e misericórdia de
você. Assuma a sua bênção. Aceita-a na sua vida.
Diga agora ao diabo para ele desaparecer da sua vida com tudo o que é dele.
Deus não lhe promete a cura. Ele declara que você já foi curado – pelas feridas
de Jesus.
Há muita gente que entende mal o verso 1 do Salmo 40:
Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu
clamor.
Pensam que esta canção de Davi significa que eles têm que orar e esperar até
que Deus resolva ou decida curá-los.
E, lá no leito de enfermidade, ficam esperando pacientemente que Deus venha
em seu socorro, enquanto dia e noite gritam e gemem, não suportando mais a
dores.
Você não acha que o Deus que na Bíblia se identifica como nosso Pai, e que
segundo Jesus nos ensinou, já sabe do que precisamos antes mesmo de
pedirmos, seria um pouco mau se realmente agisse assim?
Pois, apesar de nos ver sofrer, nada faz, deixando-nos padecer até que um dia
decida nos ajudar?
Este conceito de Deus é errado.
Não é Deus que irá nos abençoar. Ele já fez tudo o que tinha que fazer em
relação à nossa cura.
Agora nós temos que fazer algo. Ou seja: exigir que o mal saia da nossa vidas.
Na verdade, o Senhor tem estado o tempo todo esperando que determinemos
para que Ele possa fazer a obra.
Você não de ficar indeciso em obedecer à Palavra de Jesus. Você não estará
pecando quando agir sob a orientação do Senhor. Pecará sim, se Lhe
desobedecer.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 19 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Lembre-se: determinar não é ordenar a Deus, e, sim, ao diabo que tire de você
as suas garras e que desapareça do seu corpo, da sua família, do seu dinheiro
e da sua propriedade. É tomar conta do seu território, onde você deve ser
quem manda, quem tem a última palavra. Quando você agir assim, descobrirá
que o diabo lhe obedece.
E, se você não tomar posse da sua bênção, exigindo que o mal saia do seu
corpo, pode ficar certo de que alguém ficará muito feliz – esse alguém é o
diabo.
Como ele gosta que você fique pacientemente esperando até que Deus
“resolva” abençoa-lo! Este é um dos truques mais bem preparados pelo
maligno, pois, enquanto você espera, ele pode continuar atacando e destruído
sua vida.
É hora de você decidir dar um basta nesta situação. É hora de se levantar e
tomar posse da bênção.
O salmista Davi disse que esperou pacientemente no Senhor. Ele viveu antes
do Calvário. Até então, ninguém havia nascido de novo.
Davi era servo do Senhor e não filho. Como servo, Ele não possuía os direitos
que nós, os filhos, possuímos.
Hoje tudo é passado. Não temos que esperar até Deus ouvir o nosso clamor.
Ele já ouviu e já veio nos acudir.
Jesus era Deus que se manifestou em carne para destruir as obras do diabo.
Ninguém precisa esperar pacientemente no Senhor. Ao contrário, devemos agir
com ousadia na Sua presença, que é uma forma de agradecer-Lhe pelo que
fez por nós.
No qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nele. (Ef. 3.12).
É hora de parar de chorar e agir de uma vez por todas.
Quando você age com fé, ousadia e coragem em o Nome de Jesus, você
coloca o poder de Deus em ação.
Pense nisso: O poder de Deus só entra em ação quando você determina, isto
é, quando você assume a sua posição em Cristo.
Deixar de exigir a bênção é uma confissão de que a Palavra do Senhor nada
significa para você.
A Palavra de Deus assume o lugar ausente de Jesus.
A Palavra só fará aquilo que você determinar. Aquilo que você crer que lhe
pertence e que em Nome de Jesus reivindicar.
Se neste momento você assumir a sua posição e exigir em Nome de Jesus os
seus direitos, a Palavra de Deus fará aquilo para o que foi enviada.
Ele já se inclinou e ouviu o seu clamor.
Talvez você nem imagine o que acontece quando você determina – o poder de
Deus entra em ação.
As bênçãos já foram adquiridas para nós pelo Senhor Jesus. Para tê-las, não
precisamos orar suplicando-as, mas sim, determinar, ou seja, tomar posse
delas nossas palavras.
Ao exigirmos que o diabo se afaste de nós com o mal e ao confessarmos que a
bênção declarada na Palavra é nossa, o poder de Deus – os anjos – entra em
ação, realizando aquilo que queremos.
No Velho Testamento, temos um exemplo do poder que têm as nossas
palavras.
O profeta Daniel estava orando para receber uma resposta e a obteve. O anjo
do Senhor (a manifestação de Jesus na pessoa do anjo) veio a ele e lhe
declarou o seguinte:

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 20 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Então ele me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia, em que
aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são
ouvidas as tuas palavras; eu vim por causa das tuas palavras (Dn. 10.12).
Preste atenção que o anjo não disse que Deus o havia enviado. Também não
disse que Daniel pediu que ele viesse.
Ele veio por causa das palavras que Daniel havia pronunciado.
Quando você se levanta em o Nome de Jesus, e exige que o diabo e os
demônios cessem de atacá-lo, no mesmo instante os anjos do Senhor entram
em operação.
Agir em o Nome de Jesus significa agir do mesmo modo que agiria Jesus.
O mesmo poder que Deus executou, executa e executará o que Jesus disser,
também opera do mesmo modo quando agimos em o Nome do Senhor.
O anjo foi claro “Eu vim por causa das tuas palavras”. Pode estar certo de que,
quando você agir em o Nome de Jesus, exigindo a sua bênção, os anjos virão.
A palavra da fé, pronunciada por qualquer cristão, faz com que os anjos entrem
em operação imediatamente.
Quando começamos a agir por este método de Deus, não só estamos
obedecendo ao Senhor, mas entrando por um caminho que nos fará possuir o
que quisermos.
Ao agradarmos a Deus, até os desejos do nosso coração serão satisfeitos. (Sl.
37.4).
Quando entendi a determinação, tive de uma vez por todas as respostas.
Afinal, nós mesmos decidimos tudo o que teremos ou não em nossas vidas.
Aprendi que estava errado o nosso entendimento de como as coisas espirituais
funcionam, e que, se determinássemos, o milagre nos seria feito.
Aí, então, não esperei mais nem um minuto, pois já tinha as respostas de que
precisava.
Entrei na presença de Deus em oração, pedindo-Lhe que perdoasse a minha
ignorância, a qual muitas vezes me fez duvidar da Sua fidelidade. Em seguida,
exigi que o diabo saísse com o seu resfriado da minha vida e, desde então,
estou curado.
Tenho ensinado estas revelações nas igrejas e através dos nossos programas
de televisão. Hoje, existem milhares de pessoas que estão vivendo uma nova
dimensão de vida – estão determinando e vencendo.
Todas aquelas perguntas, para as quais eu não tinha resposta, me foram
respondidas.
A fé deixou de ser para mim algo nebuloso, misterioso, que alguns possuíam e
outros não.
Ela passou a ser algo vivo, que funciona, e sempre produzirá aquilo em que eu
acreditar sobre a Palavra de Deus, após dar a minha ordem em Nome de
Jesus.
É hora de assumirmos a nossa posição de filhos resgatados pelo Senhor e de
passarmos a viver libertos!
Se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. (Jo. 8.36).
O que Jesus fez por nós? Libertou-nos do império das Trevas?
Completamente? Sim.
Então somos livres. Não devemos nada – absolutamente nada ao diabo.
Éramos pecadores, mas Ele tomou o nosso pecado.
Éramos amaldiçoados pelas doenças, enfermidades, males e miséria.
...Mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos...o trabalho da sua
alma ele verá, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo,
justificará a muitos: porque as iniqüidades dele levará sobre si (Is. 53.6,11).

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 21 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Na obra que Cristo fez no Calvário encontram-se as respostas para todas


perguntas.
Aqueles que, ao invés de acreditar no que Deus revela na Sua Palavra,
insistem em indagar ao Senhor o porquê sofrem, certamente encontrarão
resposta.
Não do Senhor, mas do diabo.
Insistir em querer saber algo que claramente Deus já nos revelou, significa que
O estamos chamando de mentiroso.
Ele diz que nós já fomos curados. Jesus suportou as feridas para que
fôssemos curados.
Isso é o bastante.
Toda vez que desprezamos a Palavra do Senhor sobre qualquer assunto,
damos ao diabo permissão para nos enganar.
Qualquer orientação que não venha da Palavra de Deus deve ser repudiada,
descartada e esquecida.
Deus não fez nada complicado. Os homens é que complicam suas próprias
atitudes e tentam complicar também as coisas de Deus.
Na verdade, Ele intencionou que as coisas espirituais fossem simples a ponto
das crianças, dos débeis mentais e das pessoas de pouco raciocínio
entenderem sem dificuldades. Assim, todos podem entender e, deste modo,
receber as Suas bênçãos.
As coisas de Deus são sempre simples e descomplicadas.
Quando penso simplicidade e na facilidade para os nossos problemas serem
resolvidos, fico tentando encontrar meios para fazer as pessoas entenderem a
determinação e, assim, obterem o sucesso.
Quantos lares não seriam destruídos se as pessoas aprendessem a usar a
autoridade que o Senhor já Lhes deu, exigindo que o diabo tirasse as mãos dos
seus entes queridos! Quantos cristãos ficariam curados completamente se
parassem de orar negativamente, suplicando ao Senhor pela cura, e orassem
agradecendo a Jesus por já ter levado as suas doenças, crendo que aquilo que
determinaram lhes está sendo feito.
Não há menor razão para você continuar sofrendo.
O que precisava ser feito já o foi – pelo Senhor Jesus na Sua morte.
Ele veio e pagou plenamente o débito que tínhamos para com o diabo. Se
tivermos por Deus é dono de tudo e todas as coisas que existem nos céus, na
terra em todo universo.
O preço já foi pago. Nada mais há para ser feito.
Cristo não veio salvar pela metade. Ele não veio realizar uma obra incompleta.
Ele não veio fazer um remendo.
Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de
alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na
cruz. (Cl. 2.14).
Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós... (Gl.
3.13).
Então, é simples o plano de Deus? Sim, realmente é. E saiba que isto é tudo
que você precisa saber para receber a bênção.
A obra já foi feita. Agora viva liberto.
Quando você se dirigir ao mal e ordenar-lhe que saia de sua vida, ele terá de
sair.
O diabo sabe que é obrigado a nos obedecer quando falamos no Nome de
Jesus.
É como se o próprio Jesus estivesse dando a ordem.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 22 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Se, depois de você determinar, os sintomas persistirem e você disser: “Bem, eu


acho que não fiz oração certa... este caso é diferente...é difícil mesmo!”, pode
estar certo de uma coisa: não adiantou nada a sua ordem.
Você anulou a sua fé.
Se, ao contrário dessa oração negativa, você começar a determinar em Nome
de Jesus, pode estar certo de que a sua ordem não falhará.
As palavras de Jesus não poderão passar, ainda que o céu e a terra passem.
Veja em Mateus 24.35.
Quando você agir sobre a palavra de Jesus, passe a considerar a obra feita.
Pode mesmo ter certeza de ter alcançado a vitória, ainda que fisicamente não
veja os resultados.
E, por mais difícil e desanimadora que a situação possa parecer, não tema, não
aceita as sugestões do diabo e nem confesse a derrota.
Vamos assumir a nossa posição de filhos de Deus e passemos soltar a
declaração do que cremos, determinando toda a nossa vitória. Então, a partir
deste momento, podemos descansar, mesmo que os sintomas persistam.
Determinar a bênção é exigir, acreditando sem sombra de dúvida, que o poder
de Deus honrará o que foi dito.
Determinar é usar o Nome de Jesus, e o Nome de Jesus jamais falha.
Quando usamos o Nome de Jesus com responsabilidade, estamos, em outras
palavras, colocando em ação, em operação a nosso favor, todo o poder de
Deus.
O céu – toda a autoridade de Deus – fica inerte em relação a nós, até que
decidimos agir segundo a Palavra e em Nome de Jesus.
Certamente irá ouvir o povo orando:
“Ó Deus, salva o meu filho...Senhor me ajude que estou desempregado...Ó
Pai, e cura...Eu já não agüento mais”, etc.
Chamamos Deus de Pai e vivemos em pleno mar de sofrimento.
Fomos mal ensinados e, por isso, estamos sendo destruídos.
Francamente o profeta Oséias se referiu a nós quando escreveu:
O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento... (Os. 4.6).
Durante muito tempo sofri. Orei, jejuei, suplicando ao Senhor que me curasse.
Eu não sabia que Ele não iria fazer a obra duas vezes. Ele já havia me curado
pelas feridas de Jesus. Eu é que agora tinha que fazer alguma coisa com a
minha doença.
Mas, por não ter ciência disto continuava a orar.
Muitas vezes, eu pensava que talvez o Senhor não estivesse me atendendo
porque eu havia cometido algum pecado. Então, desesperadamente eu
suplicava para Ele me mostrar qual era o pecado que me separava dEle.
E, por mais que orasse, a resposta não vinha.
Porém, ao aprender a determinação, comecei exigir que o diabo saísse do meu
corpo com as suas doenças.
Resultado:
Saiu – estou curado. Glória a Deus!
Você é de Deus. Recriado em Cristo Jesus para o sucesso, para uma vida
plena, para determinar o que quiser, e vencer. Diga como o Apóstolo Paulo:
Posso todas as coisas naquele que me fortalece (Fl. 4.13).
Hoje o Senhor nos dá uma promessa semelhante.
E tudo quanto pedirdes (DETERMINARDES, EXIGIRDES) em Meu Nome Eu o
farei... (Jo. 14.13).
Se fracassarmos em receber qualquer bênção, é por nossa culpa.
O que exigirmos, Ele o fará.
A Bíblia fala a respeito de Elias:
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 23 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós, e, orando, pediu que não
chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou
outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto (Tg. 5.17,18).
Os homens que fizeram grandes coisas no passado não eram especiais,
privilegiados. Também não eram pessoas a quem Deus dotara de um poder
diferente e, por isso, faziam o que queriam.
A diferença entre eles e nós é que eles tinham o entendimento de como as
coisas espirituais funcionam.
Hoje, qualquer um que aprende a tomar posse da bênção também pode agir e
fazer semelhante aos irmãos do passado.
Não somos diferentes deles. Temos o mesmo Deus e as mesmas promessas.
Se não ocorre conosco o mesmo, deve ser porque não temos agido como eles
agiam.
Determinar é viver a vida cristã no mais alto nível.
Os cinco Passos da Vitória:
Além da missão principal do Senhor Jesus aqui no mundo, que é nos salvar,
Ele veio também para nos ensinar os princípios da fé.
Veio nos ensinar como as coisas espirituais funcionam. E, também, o que é
necessário fazer para tenhamos as bênçãos conquistadas por Ele para nós na
Sua morte.
Jesus era o nosso exemplo. O nosso Padrão.
Ele nos deu o exemplo em tudo o que falou e fez.
Nada no ministério de Senhor aqui na Terra aconteceu por acaso. E, em todas
as situações pelas quais passou, Ele sempre aproveitava para nos dar uma
porção de lições.
Quando lemos na Bíblia algum relato do ministério do Senhor Jesus, podemos
ter certeza de que aquilo que foi escrito foi escolhido pelo Espírito Santo
exatamente para nos ensinar e orientar.
As Escrituras declaram:
Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais
fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que
se escrevessem. Amém (Jo. 21.25).
E tudo aquilo que foi escrito, o foi para que pudéssemos aprender a crer de
modo correto.
UM RELATO MAL ENTENDIDO
E no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome, e, vendo de longe
uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando
a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus,
falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus
discípulos ouviram isto... E ele passando pela manhã, viram que a figueira se
tinha secado desde as raízes. E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis
que a figueira, que tu amaldiçoaste, se secou. E Jesus, respondendo, disse-
lhes: Tende fé em Deus; porque em verdade vos digo que qualquer que disser
a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas
crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. (Mc. 11.12-14,
20-23).
Este texto nos fornece inúmeras lições.
Durante séculos, milhares de pessoas têm encontrado nele inspiração.
Também foi desta narrativa que alguém sem ter o trabalho de verificar bem,
cunhou a célebre frase:
“A FÉ REMOVE MONTANHAS”.
Frase bonita, conhecida em todo o mundo. Crida e recitada por milhões de
pessoas, até mesmo pelos inimigos da fé cristã.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 24 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Frase que não agüenta o menor confronto com a Escritura – por ser mentirosa.
A FÉ NÃO REMOVE MONTANHAS
Lembro-me bem de quando disse aos nossos pastores que a fé não removia
montanhas.
Eles se entreolharam e depois, numa atitude de espanto, me perguntaram:
“Como”?
O mesmo sempre acontece quando, em nossas igrejas, eu digo ao povo que a
fé não remove montanhas.
Há ocasiões em que algumas pessoas chegam a ficar iradas comigo. Muitas
vezes, após dizer que a fé não remove montanhas, e antes de explicar o
porquê, vejo muitas cabeças meneando de um lado para o outro, numa atitude
de desaprovação ao que estou falando.
Porém, ao me ouvir explicar palavra por palavra o texto de Marcos 11.23, vejo
estas mesmas pessoas mudarem a feição carrancuda de desaprovação para
um rosto alegre, demonstrando que realmente eu não estava lhes ensinando
uma falsa doutrina.
É compreensível este espanto.
Na verdade, esta é uma das razões porque tanta gente, que diz ter tanta fé,
não recebe praticamente nada de Deus.
No registro feito por Marcos, vamos estudar os versos 22 e 23 do capítulo 11.
Nestes dois versículos, encontraremos os cinco passos da vitória.
1º Passo – ter fé em Deus
... Tendes fé em Deus. (Mc. 11.22).
O que é ter fé?
Ter fé em Deus significa ter confiança que Ele fará e confirmará Suas
declarações a nosso respeito.
Significa também que recusamos dar ouvidos a qualquer outra coisa ou
declaração, ainda que pareça certa.
Há dois tipos de fé:
A fé mental e a fé espiritual,
A fé mental é aquela que quase todos possuem, mas no mundo espiritual é
inoperante.
Esta é a fé muita gente possui, e que, quando vêm para receber a oração,
dizem:
“Eu tenho toda a fé do mundo”.
E é por isto que elas, apesar de terem toda a fé do mundo, vivem sofrendo.
A fé mental só atua no domínio da mente.
O domínio de Deus é o do espírito. A fé que fará com que você receba as
bênçãos do Senhor é a do espírito.
Ela vem ao ouvir a Palavra do Senhor.
De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus (Rm. 10.17).
A nossa fé tem que estar só em Deus
Muitos crêem nEle e também em outras coisas. Alguns em sua igreja, outros
no pregador, na virgem Maria, em algum santo, em lugares especiais, e há
certas pessoas que chegam ao absurdo de fazer peregrinações a cemitérios
para colocar a mão no túmulo de alguém que morreu injustiçado e que,
segundo elas, estaria fazendo milagres.
A nossa fé tem que estar em Deus, só nEle. Ele não aceita dividir a Sua glória
com nenhum outro.
Eu sou o Senhor; este é meu nome; a minha glória pois a outrem não darei;
nem o meu louvor às imagens de esculturas (Is. 42.8).
A fé do espírito surge quando ouvimos a Palavra do Senhor.
Ela não é o desejo que temos de ter certa bênção.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 25 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Ela é a convicção que se apossa do nosso espírito de que aquela bênção tão
necessitada já nos foi suprida por Jesus.
Ela é um dom (um presente) que recebemos de Deus ao darmos ouvidos às
Suas Palavras.
Porém, é muito importante saber que existe a fé da mente e a do espírito.
Escutar é o que as pessoas incrédulas fazem. Nós as levamos à igreja, elas
escutam o sermão, às vezes o acham bonito, maravilhoso. Mas não se
decidem.
Ouvir a Palavra significa que escutamos a mesma mensagem e, diferente da
atitude deles, nós colocamos a Palavra em ação.
Ao colocarmos a Palavra em ação, a fé vem. Ela sempre vem quando se ouve,
ou se coloca a Palavra em ação. Nunca antes.
Alguns estão procurando crer para, então, usar a Palavra. Não assim que a
Bíblia nos ensina.
Se você é um daqueles que tem de ver para crer, pare de contar com a ajuda
de Deus.
Em Hebreus 11.6 diz que:
... aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador
dos que o buscam.
Você pergunta o que é fé?
O Espírito Santo responde.
Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das
coisas que se não vêem. (Hb. 11.1).
Agora mesmo a fé já está presente na sua vida. Quando você ouvir a Palavra,
a fé virá.
A fé é um presente. É um dom. E, ao recebermos este presente, devemos dar
o segundo passo.
2º Passo – Falar ao monte
Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: ergue-te e
lança-te no mar... (Mc. 11.23).
Você pode passar anos orando, pedindo, jejuando e esperando em Deus, e
nada lhe acontecerá.
Você tem que falar ao monte, ao problema, à doença, à miséria, à dor que
saiam da sua vida.
Não é o Senhor que vai Se dirigir ao seu problema e exigir que ele saia de
você.
Deus já fez a parte dEle em relação a nossa libertação total dos problemas.
Agora temos que fazer a nossa parte.
Aqui está o que remove montanhas – a nossa palavra.
Conforme já afirmei, a fé não remove montanhas.
Sem dúvida a fé é necessária. É o primeiro passo para a vitória.
Mas, se alguém der o primeiro passo e não der o segundo, a obra não será
feita.
É verdade que inúmeras pessoas, inclusive eu mesmo, já receberam bênçãos
de muitas maneiras. Isto ocorreu porque éramos crianças na fé, e Deus nos
ajudou.
Mas o Senhor espera que tenhamos crescido e que passemos a agir de modo
correto.
Quando éramos crianças, fazíamos várias coisas que hoje não fazemos mais.
Se você quer ser vencedor, após ter fé em Deus, fale à montanha e mande ela
saia da sua frente.
Costumo exemplificar assim:
A fé é o combustível e a palavra é o veículo.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 26 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

No entanto, no início, quando o Senhor criou os céus e a terra, Ele não ficou
dizendo para Si mesmo que tinha fé para criar o que quisesse e assim, numa
hora destas, criaria uma porção de coisas.
Ao contrário, diz a Bíblia que Ele, o Senhor, agiu segundo estes princípios que
estamos estudando.
“E disse Deus...” e o resultado nós conhecemos.
Hoje e fico pensando em quantas vezes a fé me veio, após ouvir a Palavra de
Deus.
Eu cria que a bênção era minha. Só precisava mandar o mal embora, isto é,
falar ao monte. Mas, por não saber disto, continuei sofrendo.
Seja você quem for, agora mesmo, onde quer que esteja, não espere nem mais
um minuto; mande o mal que está na sua vida ir embora, fale ao seu monte e
ordene que ele se erga e se lance no mar em Nome de Jesus.
Se Jesus disse que devemos falar à montanha, saiba que este é o único meio
dela ser removida.
Deus não pode fazer nada até que você tome a sua posição, determinando a
sua bênção.
Agora saiba de uma coisa boa – isso funciona agora mesmo onde você está.
3º Passo – não duvidar no seu coração
... E não duvidar em seu coração... (Mc. 11.23).
Aqui está praticamente a chave de tudo.
Você pode ter fé em Deus, falar ao problema que saia de sua vida e esperar
assim aconteça.
Mas, se lá no fundo do seu coração, no seu espírito, você duvidar – pode
esquecer você determinou.
Às vezes, peço ao Senhor ou determino que algo aconteça e não recebo nada.
Isto só ocorre quando lá no meu intimo eu estava duvidando.
Duvidar no coração é uma declaração interior de que realmente não cremos
naquilo que estamos fazendo.
Quando a pessoa duvida, ela simplesmente está dizendo ao Senhor Deus, em
outras palavras, que não crê nEle, que Ele não merece crédito.
O Senhor Jesus afirmou que Tudo é possível ao que crê (Mc. 9.23).
O Espírito Santo ensinou ao apóstolo Paulo e ele escreveu:
Posso toda as coisas naquele que me fortalece (Fl. 4.13).
Nós não somos parte do povo da derrota.
Não temos que nos submeter ao inimigo.
Precisamos fazer um estudo sério da nossa posição em Cristo, do que somos
nEle e do somos em relação ao mundo, ao diabo e aos sofrimentos.
Somos libertos e resgatados.
Somos filhos do Senhor.
... O Senhor é a força da minha vida, de quem me recearei? Ainda que um
exército me cercasse, o meu coração não temeria. Ainda que a guerra se
levantasse contra mim, nele confiaria (Sl. 27.1,3).
A dúvida nada mais é do que uma confissão de não acreditarmos nas
declarações de Deus.
Quando você duvida, em outras palavras está demonstrando que a Palavra de
Senhor não tem a menor importância para você.
A única maneira de não duvidarmos no coração é enchê-lo com a Palavra de
Deus.
Que tal tomar uma neste momento em o Nome de Jesus?
Você é Juiz.
É você quem decide o que terá ou não.
Agora o seu espírito está ligado ao Espírito de Deus.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 27 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

A fé está jorrando dentro de você.


Os anjos de Deus entrarão em luta a seu favor se você determinar a sua
bênção.
A Palavra declara que você é mais do que vencedor.
Quando você se une à Palavra de Deus, crê nEla e A usa, você está unido com
Deus.
A Palavra de Deus não pode fracassar e nem nunca fracassará.
Você pode escolher o que fará ou não.
Não espere mais. Agora é a sua hora.
É só você determinar que Jesus (a Palavra de Deus) fará a obra.
Agora. Agora. Agora. É a sua hora de agir e viver a vida no mais alto nível.
4º Passo – crer que se fará o que se diz
... Mas crer que se fará aquilo que diz... (Mc. 11.23).
Este passo é seguimento natural do terceiro passo.
Se não duvidamos no coração, devemos crer.
E, quem crê, se expressa.
Observe que aqui Jesus não está dizendo que devemos crer para recebermos
aquilo que pedimos ou oramos.
Mas sim o que dizemos.
Muitos dizem que crerão quando receberem a bênção ou virem algum sinal.
Se quisermos receber o que a Bíblia promete, temos que agir conforme as
normas estabelecidas na Palavra de Deus.
Primeiro – Jesus disse que temos de ter fé em Deus.
Segundo – precisamos falar ao monte.
Terceiro – não devemos duvidar no coração.
Quarto – devemos crer que, aquilo que falamos, nos será feito.
Observe que, quando falamos, a obra ainda não foi feita, mas será.
Não podemos acabar de orar ou de dar estes passos, e procurar ver se o
milagre aconteceu.
Quando determinamos de acordo com esta passagem das Escrituras, devemos
crer no que dizemos e acontecerá. Não no amanhã de um futuro distante. Mas
hoje, imediatamente após termos dito.
Jesus disse: “...E crer que se fará o que diz”.
Se alguém, na hora da inspiração, determinar algo e, depois, mudar sua
confissão, essa pessoa não receberá nada.
Você deve continuar dizendo a mesma coisa durante o intervalo de tempo
necessário para a obra ser feita.
Não estou lhe sugerindo que fique repetindo a mesma coisa o dia todo, mas,
sim, que creia que será feito aquilo que você disse.
Isto é muito simples, e foi deste modo que Jesus ensinou.
Imagine que transformação a Igreja do Senhor Jesus Cristo faria no mundo se
os seus membros começassem a praticar os ensinamentos da Palavra de
Deus!
Que exemplo daríamos aos milhares de infelizes sofredores se começássemos
a viver da fé, sendo curados e curando os outros, prosperando e tendo todas
as nossas orações respondidas!
Orar não é tentar ver se conseguimos o milagre.
Orar é tomar posse da bênção.
É entrar na presença do Senhor, não para esmolar, mas para louvá-Lo por
aquilo que, em seguida, tomaremos posse no Nome de Jesus.
Jesus foi bem claro e disse que você deve crer que será feito segundo as suas
palavras.
O terceiro passo diz que não podemos duvidar no coração.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 28 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Se disser que será curado “se for da vontade de Deus”, já estará demonstrando
não ter fé no Senhor.
Crer que se fará o que diz é confiar na Palavra do Senhor e não deixar de fazer
aquilo para o que Ela foi destinada.
A Palavra foi destinada para fazer o que dissermos – se crermos.
Esta é a única fórmula para a Escritura operar em nós.
5º Passo – tudo o que disser lhe será feito
... Tudo o que disser lhe será feito. (Mc. 11.23).
Este passo não é nosso, é do Senhor.
Depois de ter fé em Deus – e só nEle – devemos nos dirigir ao problema e,
com voz de autoridade, ordenar que saia de nossa vida.
Ato contínuo, não podemos permitir que o nosso coração duvide. Em seguida,
precisamos crer que todas as nossas declarações serão realizadas.
Por quem?
Certamente será pelo poder de Deus.
A nossa posição como filhos de Deus é altamente privilegiada. Somos nós que
fazemos à diferença.
A bênção tão ansiada não depende do Senhor e, sim, de nós.
É diferente, não é?
Antigamente pensávamos que Deus nos curaria se tivéssemos isto que, para
muitos, é um mistério – fé.
Às vezes, alguém insinuava que Deus não nos atendia porque talvez
tivéssemos pecados não confessados, ou porque talvez não fosse sua vontade
nos curar, prosperar, e por aí afora.
O que realmente acontecia era o desconhecimento total de como as coisas
espirituais funcionam.
Pode parecer até mesmo inacreditável, mas este é o estado em que vive a
maioria dos crentes. Vivem derrotados, doentes, alguns passando
necessidades, embora sirvam a Deus com todo o coração.
Como já afirmei, não será por pedir, jejuar, ou receber oração de alguma
pessoa consagrada que você receberá a bênção.
É através do entendimento.
A partir de agora, não deixe o mal lo vence mais. Chega de frustrações.
Pare e examine em quantas frentes o diabo tem lhe derrotado.
Escrevam todas elas num papel.
Em seguida, use a revelação que este Estudo lhe forneceu e exija que todos os
males que estão na sua vida saiam.
Cite nome deles e, usando o Nome de Jesus Cristo, declare que o diabo está
amarrado e creia que acontecerá segundo as suas palavras.
Em Nome de Jesus, de agora em diante, escreva a sua história com sucesso.
Não culpe mais a Deus e a ninguém pelo seu sofrimento. Você é o único
responsável por aquilo que terá ou não. Você pode escrever um futuro brilhante
para sua vida a partir de agora.
Até onde vão os seus sonhos e desejos?
Se até lá for a sua fé (a fé do espírito, que vem ao ouvir a Palavra de Deus),
você pode exigir em o Nome de Jesus, ordenando que aconteça o que quiser,
sem duvidar no coração.
E o que você determinar, crendo que lhe será feito, é o que terá.
Isto nos garante fielmente o Senhor Jesus em João 14.13:
E tudo quanto pedirdes (exigirdes) em Meu Nome Eu o farei...
Agir de acordo com a Palavra de Deus é agir com o sucesso garantido.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 29 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Após agir como a Bíblia ensina, você não deve aceitar a tentação do maligno,
sugerindo que você deve ser “cauteloso”, pois a obra pode não ter sido feita
por completo.
Este é um dos últimos truques que diabo tenta usar para desviá-lo da vitória.
Acredite e confie: em hipótese alguma Deus falhará em cumprir a Sua Palavra.
Não será na sua vida que o Senhor perderá a Sua primeira batalha.
Temos a garantia de Jesus.
O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. (Mt.
24.35).
Após você seguir os quatros passos, considere a obra feita, mesmo que os
sintomas continuem.
Este é o método de Deus – o método da fé.
Quando não havia nada, Ele criou todas as coisas, usando este método. Ele
disse e tudo passou a existir.
O mesmo ocorre conosco.
Quando agimos pela fé que a Sua Palavra produziu no nosso espírito,
podemos estar seguros de que nos está sendo feito exatamente conforme
determinamos.
Temos de fazer uma mudança total e completa na nossa vida. Esta mudança
tem que ser desde a maneira pela qual ouvimos a Palavras do Senhor, o modo
com que a acolhemos no coração, até como a colocamos em prática.
Não podemos tentar fazer com que o Senhor aja conforme nós queremos.
Ele é Senhor.
E, por favor, entenda que Ele não é cabeçudo e nem teimoso como você pode
“inteligentemente” achar.
O nosso raciocínio sempre é tentado a encontrar outras fórmulas que mais
facilmente trariam a libertação para o povo. Mas, a verdade é que não há outro
caminho. Só existe este caminho – o caminho da fé.
Foi deste modo que o Senhor, no princípio, criou os céus e a terra.
Mesmo sendo Deus, Ele não podia ficar pensando em criar as coisas que elas
logo existiriam. Ele usou a fé, soltou a Sua Palavra, e tudo se fez.
Quando o homem pecou, o coração de Deus se partiu.
Deus o havia criado à Sua imagem e semelhança para ter comunhão com Ele.
No entanto, mesmo com o coração partido e mesmo sendo Amor, o Senhor
não podia passar a mão na cabeça do homem e dizer-lhe: “esquece”.
Para redimi-lo do seu pecado, Ele mesmo teve que encarnar-se e vir a este
mundo para morrer em lugar do homem.
É por isso que a Bíblia diz:
Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que
todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo. 3.16).
Agora, preste atenção a esta verdade:
Quando aprendemos o caminho do Senhor, descobrimos que ele é o mais
simples e o mais operante de todos os caminhos.
Porém, aprender que este caminho é o mais operante e não usa-lo na prática,
é simplesmente enganar-se a si mesmo.
O apóstolo Tiago escreveu:
Pelo que, rejeitando toda a imundícia e superfluidade de malícia, recebei com
mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas:

E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com


falsos discursos.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 30 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao


varão que contempla no espelho o seu rosto natural. Porque se contempla a si
mesmo, e foi-se, e logo se esqueceu de que tal era. (Tg. 1.21-24).
Hoje, que deseja tornar-se um vencedor tem que passar por uma mudança
radical, ou seja: tem que nascer de novo.
Você, que já nasceu de novo, é uma nova criatura. O seu espírito foi recriado.
O seu espírito alimentado pela Palavra do Senhor é quem deve dirigir a sua
vida.
Você – a verdadeira pessoa (o espírito) – é quem deve guiar a sua conduta, e
determinar o que terá ou não.
O seu espírito haverá de dirigi-lo sabiamente quando as decisões forem sobre
o que Deus declara na Sua Palavra.
Entenda, só há um guia seguro. Este guia é Jesus – a Palavra de Deus.
Éramos cativos. Estávamos debaixo do domínio do império das trevas. Mas,
graças a Deus, fomos libertos.
O qual nos tirou da potestade das trevas e nos transportou para o reino do
Filho do seu amor (Cl. 1.13).
Já fomos libertos.
Estamos agora no reino de Jesus.
Somos mais que vencedores.
Tudo o que determinarmos em o Nome de Jesus, Ele fará por nós.
Agora o seu espírito recriado tem plena comunhão com Deus.
Não há nenhuma condenação (ou separação) para aquele que está em Cristo
Jesus.
O seu espírito deve desprezar o que os sentidos tenham lhe ensinar. Só há
uma fonte de informação para você – a Palavra de Deus.
É o seu espírito quem tem a última palavra.
Aquilo que você disser, não tenha dúvida, pois acontecerá.
Você é quem deve escrever o seu futuro.
Como tomar posse da Bênção:
É sua a decisão no sentido de aceitar o sacrifício de Jesus por você e todas as
bênçãos que resultam disto.
As suas doenças já foram levadas por Jesus, conforme diz a Bíblia:
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas
dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas, Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas
iniqüidades: O castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas feridas
fomos curados. (Is. 53. 4,5).
Entre na batalha sem medo ou receio.
Entre para vencer.
O poder de Deus honrará a sua determinação.
Os anjos do Senhor já receberam ordens para agir em seu favor.
Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para te guardarem em todos
os teus caminhos. Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces
com o teu pé em pedra (Sl. 91.11,12).
Não importa o que você quer que aconteça na sua vida.
Exija e passe a desfrutar do que quiser.
É só você tomar posse da bênção.
Deus está por detrás da Sua Palavra.
Ele A honrará e A cumprirá.
Deus é o que a Sua Palavra declara que Ele é.
Deus e a Sua Palavra são um só.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 31 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Quando alguém não age sobre a Palavra do Senhor, está, em outras palavras
duvidando do próprio Deus.
Não é por muito falar que você será ouvido, nem por muito orar, mas por falar a
Palavra da fé.
Daniel buscou ao Senhor e falou a Palavra da fé.
O anjo do Senhor (o próprio Cristo manifestado na pessoa do anjo), que veio
em seu socorro, lhe disse que viera exatamente por causa das suas palavras.
Então me disse: Não temas, Daniel porque desde primeiro dia, em que
aplicaste o teu coração a compreender é a humilhar-te perante o teu Deus, são
ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras (Dn. 10.12).
De uma coisa você pode estar certo.
Quando você exigir, determinando a sua bênção em o Nome de Jesus, os
anjos do Senhor virão em seu socorro.
Eles sabem bem executar o ministério que o Senhor lhes concedeu.
Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a
favor daqueles que hão de herdar a salvação? (Hb. 1.14).
Viver da fé é o tipo de vida que agrada ao Senhor.
É o único tipo de vida que Ele destinou para nós.
Os ensinamentos que o Senhor Jesus nos trouxe não são opção que podemos
tomar ou não.
Eles são o único caminho para o sucesso.
Jesus é a Palavra de Deus encarnada.
No princípio era Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus. Todas
as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. (Jo.
1.1,3).
Foi Jesus, antes de ser concebido pela virgem Maria, quem criou todas as
coisas. Ele hoje é o sustentador de tudo.
Ele sustenta os céus e a terra com a palavra do Seu poder. O qual, sendo o
resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando
todas as coisas, pela palavra do seu poder... (Hb. 1.3).
Existe razão para continuar sofrendo?
O que você fará com a sua vida a partir de agora?
Você é o juiz.
E você que diz o que terá ou não.
O seu futuro será lindo ou sombrio de acordo com a suas palavras.
A cura e a doença estão na sua boca.
No livro de Provérbios, capítulo 12, versículo 18, está escrito:
Há alguns cujas palavras são como ponta de espada, mas a língua dos sábios
é saúde.
Muitas pessoas estão sempre confessando derrotas, fracassos e o que o diabo
está lhes fazendo. Elas adoram contar para todos o que estão passando, como
têm sofrido e que, para elas, a vida não está nada fácil.
Se você é um destes que choramingam, que só vivem reclamando de tudo e
tentam ganhar a simpatia de todos com as suas lamúrias, pare com isto!
Você está, em outras palavras, dando autoridades ao diabo para penetrar na
sua vida. As suas palavras, qual ponta de espada, abrem a porta para o mal
domina-lo.
Mas a Bíblia diz: ... A língua dos sábios é saúde.
Quem tem o temor do Senhor tem o princípio sabedoria, e quem confessa
continuamente o que a Palavra declara é verdadeiramente sábio. A língua
desta pessoa é saúde.
A sua língua é que fará de você uma benção ou o conservará na maldição.
Jesus disse que a sua boca fala daquilo que o seu coração está cheio.
Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141
O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 32 21/07/2008 11:16
This watermark does not appear in the registered version - http://www.clicktoconvert.com

Se o seu coração não é treinado, alimentado com a Palavra do Senhor, será


impossível para você, na hora da provação, confessar o que Deus diz em Sua
Palavra.
O Salmo 45.1 diz:
... A minha língua é a pena de um destro escritor.
Use a língua para grandes realizações.
Não permita que saia dos seus lábios nenhuma palavra negativa. Nada que
contradiga que Deus afirma sobre você.
Talvez você sinta fraco. Então faça o que o Senhor lhe manda fazer:
... Diga o fraco: Eu sou forte. (Jl. 3.10).
Nunca houve na sua vida momento tão apropriado para você tomar posse da
sua Bênção com este.
Durante a leitura deste estudo, o Espírito Santo de Deus o acompanhou. O
Senhor Jesus esteve com você enquanto você lia estas páginas.
Algumas vezes, o seu coração queimou de fé. Você está se vendo diante do
espelho da Palavra de Deus.
Não permita que se desvaneça esta imagem que Deus, pela Sua Palavra, está
lhe mostrando.
Agora você já sabe que é alguém diante do Senhor.
Neste momento, o Senhor Jesus fará por você tudo o que determinar.
Esta é a sua hora.
Você é quem decide se terá ou não a bênção.
Não deixe o diabo escraviza-lo mais.
Levante-se pela fé e tome posse da sua benção.
“Fomos abençoados com todas as bênçãos espirituais em Cristo” (Ef.
1.3).
ORAÇÃO
Pai, em Nome de Jesus, eu venho diante de Ti.
Primeiro para confessar a minha ignorância espirituais, que me fez por
muito tempo duvidar da Tua Palavra.
Venho também para agradecer, pois acabei de aprender que tudo de que
necessito ou venha a necessitar durante toda minha vida, já foi suprido
por Ti.
Senhor, aprendi. Agora creio que tudo depende de mim.
Então, Senhor, eu determino:
Em o Nome de Jesus, eu exijo que o diabo e tudo o que é dele saiam de
mim agora. Todo mal, toda doença (cite o nome dela) saiam agora. Eu
estou livre em o Nome de Jesus.

Criado por Odilon G. de Campos – Cel.: (12) 8121-9141


O poder que há detrás do Nome de JESUS – Pág.: 33 21/07/2008 11:16

Interesses relacionados