Você está na página 1de 124

Faltam 7 dias e agora...?

Faltam 7 dias
e agora...?
GustavoKorte

Guga Korte Página 1 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Eu dedico este livro


Aos meus filhos, meus netos, Sofia e Henrique,
aos meus pais, aos meus avós, à Lavínia
minha mulher, à minha enorme família e aos meus amigos,
irmãos que escolhemos na caminhada da vida.

Guga Korte Página 2 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Agradeço a todos os meus amigos entre alguns deles que


participaram em vários momentos importantes da minha
vida: Dirk Mitteldorf, Lyfe Azevedo, à família Mandacaru,
Nilton Pavin, Evelina (in Memorian), Shakuntalla, Guacira
Abreu, Carlos Pace, Professor Zeferino(in Memorian), entre
muitos outros no mundo do Surf e esporte, assim como a
todas as pessoas que em algum momento estiveram
presentes nesta minha existência.

Um agradecimento especial para para Ana Zuleika Barreto


Viana pela paciência nas revisões e também para Madely,
Andrés e Laura que contribuíram para este livro acontecer.

Guga Korte Página 3 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

INTRODUÇÃO
Procurei encontrar vários tipos de publicações que tratassem da
Felicidade da forma como eu acredito que ela seja.

Li vários livros, revistas e assisti a vários programas de TV, mas


nenhum que me explicasse o que é ser feliz.

Sempre acreditei que felicidade não se compra. Não é uma


questão de ter alguma coisa ou poder fazer tudo.

Felicidade não é ter a (o) companheira (o) mais bonita (o) ou mais
amiga (o) do mundo.

Felicidade não é só estar em comunhão plena com Deus. Porque


nós encarnamos para realizar uma missão espiritual e temos que
viver, experimentar e interferir neste universo.

Felicidade é um sentimento muito mais complexo e nasce


primeiramente dentro de você e de cada um de nós.

A felicidade de que estou falando é um sentimento de êxtase é


um “tesão” de sentir-se vivo, de estar cumprindo aquilo para o
qual você veio ao mundo.

É uma sensação interna da “alegria de viver”, de realizar um


sonho.

Esta alegria só sentimos quando estamos fazendo alguma coisa


relacionada ao que descrevi como o “Caminho de Vida”.

Como seres espirituais, antes de sermos seres humanos, nós


temos uma missão a cumprir, que é encontrar e seguir o seu
“Caminho de Vida”. Este é o nosso objetivo nesta existência para
que possamos aprender o máximo possível e evoluir
espiritualmente.

Chamo de nosso “Caminho da Vida”, o percurso, a rota a seguir,


as coisas que temos que aprender e pelo qual temos que passar

Guga Korte Página 4 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

para que possamos aprender tudo aquilo que precisamos para ter
a evolução espiritual esperada nesta vida.

Acredito que as nossas vidas não são um mero acaso.


Nossos relacionamentos, nossos filhos, nossos pais, nossas
experiências, tudo faz parte de um Universo mais amplo que
interage em várias dimensões do espaço ao mesmo tempo.

PROPOSTA DO LIVRO:
A proposta deste livro é procurar ajudar você a encontrar o seu
caminho de vida. É encontrar aí dentro do seu coração, o que faz
você feliz, o que dá vontade de viver e fazer você entender a sua
importância neste universo.

Gostaria que este livro fosse o início de uma nova percepção e


consciência para sua vida. É um livro participativo, pois eu não
vou escrever ele sozinho. No final deste livro ele será nosso, pois
você terá colocado muito da sua vida aqui dentro, e eu também.

Sempre que eu sugerir para escrever nos espaços em branco,


escreva, Se não estiver com vontade, deixe para outro dia, não
tem problema, por que ninguém tem pressa para terminar.

Não existe certo ou errado, as respostas são para você e o tempo


é quem vai dar o resultado. Consulte, reescreva sempre que
quiser.

Gostaria que este NOSSO livro fosse guardado ao lado da sua


cama para você ler e reler quando e quantas vezes quiser.

Guga Korte Página 5 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Quem somos Nós


Todos nós temos uma função espiritual neste Universo.

Todos nós, antes de estarmos matéria, somos seres espirituais.

No momento em que estamos no nosso caminho de vida,


estamos cumprindo a nossa missão espiritual, Deus irá suprir
TUDO o que você REALMENTE precisa para cumprir a sua
função.

Entenda a sua função espiritual como a consciência da existência


de um Ser superior, imensurável, indefinível. Posso dizer que é o
todo e o nada ao mesmo tempo! É multidimensional e sem
dimensões!

É como o amor. Fala-se dele a toda hora, mas o que cada um


sente não se pode descrever, só sentir.

Acredito que uma das formas que Deus se expressa é através do


Amor.

As outras formas simplesmente percebe-se, aprende-se através


da oração, da meditação e mesmo por meios próprios, únicos e
exclusivos para cada um.

Cada um aprenderá do seu jeito no momento exato.

A realização da nossa missão espiritual se dá em vários níveis,


podemos compará-la ao crescimento...é o processo da existência
dos seres.

Para que possamos ser alguma coisa temos que existir


fisicamente, logo a primeira função e consciência que temos, é a
consciência do nosso corpo físico e quando somos uma massa
(um físico), somos alguma coisa e o ser alguma coisa implica na
existência da mente, de uma psique. Nossa massa continua a se
formar, assim como a nossa psique, até o momento que
começamos a enxergar o ambiente em que vivemos e temos a

Guga Korte Página 6 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

consciência de que existe um mundo externo, que denomino


como Social.

É a consciência que existe um mundo fora de nós que


interferimos e sofremos influência deste na mesma proporção.

No próximo estágio, temos a consciência de que existe um


universo maior do que o nosso mundo e o mundo social. Defini
este estágio como o espiritual, ele é a consciência de que existe
um ser, uma entidade superior, alguma coisa que não tem massa
e não se pode definir, o que alguns chamam de DEUS. Neste
estágio ocorre o nascimento da fé, a crença em alguma coisa que
nos ajuda a compreender a nossa existência.

O próximo estágio é o de maior profundidade que é onde nasce a


consciência da não causalidade dos fatos, definida como
SINCRONICIDADE. É a consciência de que tudo está relacionado
e que nada acontece por um acaso, tudo existe e acontece com
um objetivo maior.

Acredito que este objetivo seja a realização da nossa missão


espiritual, do nosso Caminho de Vida.

Como em cada estágio deste processo, nós somos alguma coisa,


para simplificar chamei os estágios de ser-físico, ser-mental ou
psicológico, ser-social, ser-espiritual e ser-sincronístico.

Todos estes “seres” somos nós durante o nosso processo de


existência onde em alguns momentos atuam uns ou outros, em
sintonia ou não.

A nossa realização depende do aprendizado que adquirimos em


cada estágio do processo da vida.

O QUE SOMOS
Apesar de sermos seres espirituais, a nossa referência está no
material, pois, somente existimos enquanto somos o ser-físico e
praticamente toda a nossa relação com o Universo se dá pelo

Guga Korte Página 7 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

nível de consciência material, daquilo que vemos, sentimos


fisicamente ou quando achamos que possuímos algo.

Nós fazemos planos e desejamos “possuir” várias coisas e muitas


se concretizam e várias não se concretizam. Ao fazermos os
nossos planos estamos vinculando os nossos desejos ao
Universo, e vejo duas formas que possibilitam você atingir os
seus objetivos, quando for parte do seu caminho de vida.

A primeira, você decide e trabalha para conquistar tudo o que


acha importante materialmente e pode acabar conseguindo.

A segunda, realizar tudo o que você veio fazer como ser espiritual
e ter a consciência de que está fazendo tudo com muito amor e
felicidade. Neste momento não importa o quanto você vai ganhar
porque você iria fazer tudo igual com a mesma emoção e
dedicação.

Nas duas formas os resultados podem ou não possibilitar você


“crescer materialmente”. Mesmo assim todos os bens materiais
que você conquistar são os recursos necessários para que você
realize o seu Caminho de Vida e possa ajudar aos outros a
encontrar o seu Caminho de Vida.

Acredito que a vida é um processo de evolução espiritual.


Acredito que a nossa evolução espiritual se dá através de vários
processos existenciais e quando não conseguimos ter a
consciência das nossas necessidades neste processo de vida,
acabamos “postergando” o nosso processo de evolução. É como
se tivéssemos repetido de ano na escola da existência.

Alguns devem estar se perguntando, mas por que todo este


processo?

Entendo o processo de evolução como um processo de


conscientização e aprendizado. Uma das grandes diferenças
entre o homem e outros seres vivos é que os homens têm a
capacidade de raciocinar, aprender com as experiências dos
outros, a capacidade de concentração e têm fé. Acho que, se
quisermos ser felizes, a resposta não está aí e sim na

Guga Korte Página 8 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

compreensão de que somos parte de um micro e macro Universo


e que estamos interferindo na mesma proporção e intensidade
que todos os seres, independente do seu tamanho ou forma,
sejam visíveis ou não, tenhamos ou não-consciência da sua
existência.

Nós somos parte inseparável e indivisível do Universo.

As nossas vidas estão todas relacionadas, não importa onde e


como você está vivendo, todos nós estamos influenciando um ao
outro e a cada ser neste universo a cada vez que respiramos.

Cada um de nós tem a sua experiência no processo da vida e


muitas vezes o que passamos não tem muita lógica naquele
momento, pois é parte do “quebra-cabeças” da vida.

As histórias de nossas vidas sempre trazem alguma coisa para o


outro, seja aprendizagem, lembranças, conhecimento ou
sentimentos,

É fato que todas as experiências que vivemos acabam sempre


influenciando a nossa forma de perceber e agir no processo de
vida.

Para exemplificar este processo vou dar alguns exemplos no


decorrer do livro. Abaixo segue uma experiência onde vou tentar
fazer com que você “vivencie” comigo.

Vamos supor que você tivesse que morar no meio do mato, em


uma fazenda, onde não exista água encanada, eletricidade,
telefone, a cidade mais próxima fica a 70 km de distância, sem
carro, ônibus coletivo duas vezes por dia, estrada de terra. Como
você consideraria morar nestas condições?

Ah, ainda tem mais, casa de pau-a-pique (barro e bambu),


telhado de piaçava (coqueiro da região), dormindo em rede, pois
quase não existe cama nesta região, fogão à lenha, lavar roupa
no tanque ou no rio, andar pelo menos 7 km para chegar à
estrada, a pé, plantar para ter o que comer, caçar, pescar e etc.…

Guga Korte Página 9 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Bom, no mínimo você deve estar arrepiado, olhando ao redor da


sua casa, vendo e sentindo todo o “conforto” e pensando: “de jeito
nenhum!”, talvez tenha alguém que está lendo o livro neste
momento e pensando, “eu morreria” nestas condições.

Uma das principais lições foi que praticamente todas as


“riquezas”, o “conforto” à sua volta não é necessário e pode-se
tranqüilamente viver sem eles toda uma vida. Não são bens
necessários seja para a nossa vida, nossa sobrevivência ou para
a nossa felicidade.

Quando morei na casa de pau-a-pique, no começo achei estranho


e pensei que não agüentaria ficar mais que um mês (pensei
comigo mesmo - um mês de férias “selvagens”), mas com o
passar do tempo, você vê que todos à sua volta moram nas
mesmas condições e alguns moraram toda a vida. Percebi que o
que precisamos de fato é de um teto e uma parede para nos
proteger do frio e calor, do meio ambiente, como uma toca ou um
ninho para um animal, para a manutenção da espécie.

Algumas pessoas tiveram somente esta experiência na vida,


outras nem pensam e se permitem a possibilidade de chegar
perto de um mato. O que esta experiência pode representar e
influenciar a vida de cada um?

Vamos olhar de uma outra forma:


Qual a noção de realidade que as crianças estão aprendendo
atualmente nas grandes cidades?

Será que não é necessário passar para todas as crianças a noção


de sobrevivência em um ambiente natural?

Como é que as pessoas que não tiveram esta vivência ou esta


consciência da natureza vão conseguir se preocupar em mantê-
la, em protegê-la?

E se um dia elas perderem tudo que têm, como vão sobreviver?

Como vão se sentir e se adaptar?

Guga Korte Página 10 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Em comparação, as crianças que vivem no “meio do mato” a


noção de necessidade que têm está diretamente vinculado à
preservação e manutenção da espécie.

A maioria das pessoas que vivem no “mato” come o que a


natureza, Deus, lhes dá: plantas, animais e seus frutos.

O objetivo de vida para a maioria delas é ter seu pedaço de terra


que permita sustentar a sua família e seus parentes mais
próximos quando moram juntos!

Estas pessoas têm uma consciência e uma ligação com Deus ou


um ser superior muito forte, pois tudo que acontece nas suas
vidas são sinais para viverem em harmonia com o meio em que
vivem.

Na relação com a natureza tudo fica mais intenso e faz com que
as pessoas vivenciem o nascimento e a morte, com mais
naturalidade. Praticamente a cada dia elas têm que matar o
animal e ou colher da terra aquilo que vão comer. É interessante,
pois as pessoas não se preocupam muito com o futuro, parece
que a noção e a relação com o tempo são diferentes. Sabem que
têm que plantar para colher, mas não adianta só plantar, tem que
chover na hora certa, esperar que as plantações não sejam
atingidas por nenhuma praga, esperar que não inunde ou
qualquer animal invade sua plantação e coma tudo. Você tem que
fazer a sua parte e tem que viver o dia a dia cuidando da suas
plantações e seus animais e no fundo ter fé para que tudo
aconteça no tempo e da forma certa. São muitas variáveis
acontecendo simultaneamente e quem vive junto à natureza tem
consciência disto. Por um outro lado, quem vive na cidade não
tem a mínima noção do que é preciso acontecer para eles
comerem a salada, frutas ou a carne.

Agora, se compararmos aqueles que vivem na natureza, seja no


mato ou no mar, com as pessoas que vivem nas grandes cidades,
muitas delas mal encostam a mão no que comem.

Você consegue imaginar a diferença na forma de lidar com os


alimentos? Você consegue entender como a consciência da

Guga Korte Página 11 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

importância da natureza vai ser diferente para cada uma das


pessoas? E a percepção do outro e da importância de cada um
no Universo?

Durante a minha experiência no Mato Grosso comecei a


aprender, ou melhor, a enxergar sinais que o Universo traz para
cada um de nós para que possamos realizar a nossa missão e só
tive a consciência do que estes sinais representam poucos meses
antes de começar a escrever este livro. Este sinal que se deu
através de um fato que ficou marcado dentro de mim, até hoje,
que relato abaixo:

Na fazenda onde morava, uma mulher, que não sabia como


prevenir a gravidez teve quatro filhos seguidos, um até no mesmo
ano e de repente parou de ter filhos, mesmo continuando a ter
relações sexuais com o marido. Após aproximadamente seis
anos, ficou grávida por mais duas vezes seguidas.

Que explicação lógica você poderia me dar?

Como estas crianças podem ser geradas, nascerem e crescerem


naturalmente, muitas vezes, ou na maioria das vezes, sem
nenhum acompanhamento médico?

Muitas crianças nascem por “parteiras”, dentro da suas próprias


casas e a maioria delas crescem com saúde, fortes e saudáveis.
Mesmo sem o acompanhamento médico “necessário”. Será que
este acompanhamento é necessário só por que elas vivem na
cidade? Ou por que todas as crianças precisam? Se todas as
crianças precisassem estas não sobreviveriam? Porque vivem
saudáveis então? As vezes até os cem anos!!! É verdade que
algumas crianças já nascem mortas, ou a mãe aborta muito cedo.
Porque as mães precisam continuar trabalhando até quase parir
se não as outras morrem de fome. Acredito que a própria
natureza seleciona o “ser” mais resistente. É a seleção natural.

Comparando-as com as mulheres das cidades, que tem hospitais


melhores equipados que as casas, com médicos e com
acompanhamento durante a gravidez, porquê muitas não
conseguem ter filhos e não resistem ao parto? Às vezes até as

Guga Korte Página 12 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

próprias mães não agüentam. Quando pensava sobre o assunto


e durante muito tempo me perguntei: por que isso ocorre.

Então, quando iniciei o curso de pós-graduação e uma das


nossas colegas de turma estava grávida, sem razão aparente, ela
deu início a um processo natural de aborto. Como colega de
turma e psicólogo, senti-me na obrigação de conversar com ela,
sem saber muito que dizer, pois ainda não sabíamos se ela tinha
perdido o feto ou não, e quando cheguei perto dela me veio à
mente a seguinte pergunta:

Perguntei para ela se estava fazendo tudo que podia para


“manter” a criança (o ser espírito) que estava dentro dela?
Ela respondeu prontamente e disse com lágrimas nos olhos:
“Claro que SIM!”.

Então perguntei: Se você estivesse no melhor hospital do mundo,


acompanhada dos melhores profissionais, você conseguiria
manter esta gravidez?

Ela pensou e respondeu: “NÃO!”.

Então falei: “Logo a responsabilidade do aborto natural não é sua!


A vontade da criança (ser-espírito) não é ficar” aqui “, por que
provavelmente já cumpriu a sua” função e obrigação “espiritual
para com você, para a sua família e para todos nós neste
momento. A opção de não continuar “aqui” foi dela e de Deus!”.

O tempo não existe para Deus e o tempo só é relativo para nós –


seres humanos. Logo, se a missão de um ser-espírito foi
cumprida em 1 segundo, horas, meses ou 120 anos não existe a
mínima diferença perante Deus.

Quando acabei de falar, compreendi a importância do que


acabara de falar e veio à minha mente que nós escolhemos os
nossos pais, suas histórias e tudo o que eles estão vivendo,
passando, enquanto dependemos deles para viver ou sobreviver.

Todo o conhecimento, todas as informações que guardei do


tempo que eu passei no Mato Grosso e durante toda a minha vida

Guga Korte Página 13 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

serviram para que eu pudesse assimilar e compreender o


processo da vida e da felicidade. Mas é claro que é um processo
que não terminou e as experiências pelas quais eu passo, não
importa quais sejam elas, ou quão difíceis sejam, são
aprendizados, lições.

Acredito que não conseguimos distinguir as diferenças entre as


dimensões do existir como expressão parcial de qualquer um dos
“seres.

Uma pergunta que ainda me faço é a seguinte:

Voltando ao pensamento de que escolhemos os nossos pais,


será que quando “escolhi” os meus pais eu já “sabia” que eles
iriam se separar, num certo momento da minha vida?

Considerando que escolhi os meus pais, entendo que esta


escolha foi espiritual e com a “concessão” Divina. Apesar de
terem tido sete filhos e se separaram, isto possibilitou a mim e a
todos os meus irmãos, uma vivência e uma experiência de vida
diferente das famílias “tradicionais”.

Uma coisa “interessante” e ao mesmo tempo “estranha” é que no


meu mapa astrológico, e sendo o primeiro filho, estava
“sinalizado” que os meus pais iriam se separar! (para quem
entende um pouco: Sol oposição à Lua). É “fantástico” não é?

Aí eu pergunto: “Se os meus pais não tivessem se separado e se


eu não tivesse sido o primogênito, estaria eu escrevendo este
livro? (e você lendo)??

Pois é. Todas as experiências que tive até hoje possibilitaram o


meu crescimento e a consciência do processo de existência.

Da mesma forma, a sua vida é, também, um processo e está


interagindo e influenciando este Universo. Portanto, no
momento em que temos a consciência da nossa importância
no Universo, devemos atuar em paz e principalmente usando
o nosso coração para tomar as decisões.

Guga Korte Página 14 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Se tivermos a consciência e a capacidade de coordenar parte das


nossas ações e reações, dentro do Universo, devemos agir com o
coração, intuição, utilizando o nosso caminho de vida para
realizar e compreender Deus.

A forma, o meio, o caminho para a realização, a consciência de


Deus, pode e deve ser diferente para cada um.

Acredito que Deus é um só, porém é chamado, interpretado,


entendido, realizado com linguagens, idiomas, nomes, rituaisl
diferentes!!

Todas as religiões têm algo em comum e muitos dos


“mandamentos” ou as “regras religiosas” são as mesmas. “Pai
nosso - é o Pai de todas as criaturas, de todos os seres do
Universo!”.

A origem de todos os seres é uma só.

Ocorreram alterações “naturais”, ou mesmo estimuladas pelos


próprios homens através da física, química, psicologia ou outras
ciências ou meios, para que nós chegássemos onde estamos e o
que somos hoje e agora.

Nada é novo e tudo se transformou de alguma coisa.

Este processo ocorreu simultaneamente em várias dimensões da


consciência (ou não-consciência).

Existem linguagens universais que tocam no ser - espiritual de


cada um. Canções religiosas, mantras, quando cantadas com fé e
devoção, mesmo quando não estamos entendendo o que
falamos, tocam a “alma”, o espírito.

“Na realidade a nossa consciência é de no máximo


10% (dez por cento) do todo, comparado ao nosso
inconsciente” e por uma “incrível coincidência”
dizem que o Universo que nós conseguimos
enxergar com o mais poderoso telescópio
representa somente 10% do Universo que existe

Guga Korte Página 15 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

fora do nosso “alcance”! (Trecho extraído do livro


Synchronicity Science and Soul-making de Victor
Manfield, Editora Open Court Publishing, EUA,
1995).

Logo o nosso inconsciente “interno” é tão grande


como o nosso Universo “desconhecido -
inconsciente” externo!

Para que possamos descobrir qual é o nosso Caminho de Vida,


temos que buscar dentro de nós alguma coisa que nos possa
fazer “lembrar” ou chegar a Ele e conseqüentemente à nossa
felicidade.

Muitas vezes começa no início da nossa vida. Enquanto crianças,


até cerca de seis a sete anos, não temos um Ego mais atuante,
nem a consciência da individualidade, ou melhor, ainda não
aprendemos os valores externos que vão ajudar a formar a nossa
visão do que é viver dentro do meio e da cultura onde estamos
sendo criados. Assim, toda criança, quando brinca, demonstra
uma felicidade enorme, pois está expressando aquilo que veio
“fazer” nesta existência (ou vida) e o que tem que aprender.

Quando crescemos, chamamos aquilo que consideramos o ideal


de vida de SONHOS. Muitas vezes os adultos não se permitem
sonhar e esquecem de fazê-lo. Se você reparar, as crianças não
têm limites para sonhar. Elas acreditam em Papai Noel, na
cegonha, não importa o que quer que os adultos digam, no fundo
vão acreditar em tudo, desde que estejam satisfazendo a sua
necessidade de informação.

As necessidades de cada um são diferentes e particulares,


conseqüentemente geram fontes diferentes de obtenção do
conhecimento, aprendizagem, desejos e prazer.

As experiências e as possibilidades de aprendizagem estão


sempre presentes em todos os momentos de nossas vidas. Nas
reflexões diárias, nas nossas divagações, como a que menciono
abaixo:

Guga Korte Página 16 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Quando mais jovem olhava para o céu maravilhado e


refletia…
Imagine que todas estas estrelas maiores são sistemas
solares e possuem vários planetas ao seu redor.

Todos estes sistemas solares, com vários planetas ao seu


redor, se movimentam, trocando energias entre si em um
perfeito equilíbrio “estrelar”. As energias fluem entre todos
as estrelas, planetas e seus seres em todo o Universo.

Agora, imaginem que todos estes sistemas solares visíveis,


que compõem o Universo podem ser simplesmente a célula
de um outro ser vivo!?!?!

Esta reflexão faz parte da nossa vida e está presente em cada um


de nós e na busca de alguma coisa maior…

Quem somos ou seríamos nós?

Ou o todo somos nós ou nós somos o todo?

E se fôssemos ao interior da menor partícula existente em nosso


corpo?

É uma partícula viva e certamente poderá ser dividida até a


menor partícula que de tão pequena, ela chega a ser quase nada
em relação ao nosso corpo. Mas esta pequena partícula é tão
importante, energeticamente, fisicamente e em várias outras
dimensões, como nós, seres humanos, somos para o Universo.

Não há como negar que tudo está interligado no Universo.

O maior “problema” é que a nossa consciência é limitada a


poucas dimensões. Ela faz parte do Universo e possui uma certa
“individualidade” que é o pensamento - o livre arbítrio, é a
capacidade de “dirigir” nossas vidas.

Porém, de onde vem o pensamento?

Guga Korte Página 17 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O que faz com que tenhamos consciência do nosso pensamento?

O que gerou o nosso pensamento?

Será que foi o nosso sentimento? E o sentimento, é originário de


sensações?

Suponhamos que sejam os sentimentos tenham sido originados


de sensações. Será que estas sensações são só físicas,
psíquicas, mentais e espirituais?

Como ficam os pequenos estímulos que recebemos das energias


estelares, as vibrações da respiração dos seres que estão a
nossa volta? Como fica a energia de atração das massas?

Se a menor partícula do nosso corpo está integrada e inter-


relacionada ao mesmo tempo, simultaneamente com o nosso
corpo físico, energético e o Universo, logo todas as nossas
sensações, sentimentos e pensamentos também estão se
relacionando simultaneamente com o Universo.

O pensamento é o resultado de um estímulo de uma célula


nervosa.

Para que exista um pensamento, há necessidade que exista uma


descarga e uma troca de energia entre os neurônios. Logo, isto
significa que somos seres elétricos.

Neste momento começamos a falar de física e estamos falando


de eletricidade.

Para que os estímulos elétricos ocorram, é preciso de mais de


uma partícula, pois é uma troca de energia e esta ocorre entre
duas células nervosas. Na realidade, toda a natureza é elétrica,
acredito que seja por isso que, na química, os elementos são
classificados pela quantidade dos seus íons (“quantidade de
carga positiva e negativa”). Então, no momento que entendemos
que a física e a química estão explicando o mesmo “sujeito”,
simultaneamente está acontecendo uma ação e uma reação
química e física. Bom, vocês devem estar se perguntando, onde

Guga Korte Página 18 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

estou querendo chegar com isto? É muito simples, estou


mostrando para vocês que tudo que acontece está relacionado e
dependendo de tudo.

A dependência implica na “cumplicidade” das partes para que


aconteça a “troca” de energia em qualquer nível - físico,
psíquico/mental, social, espiritual e sincronístico.

Sendo assim, os pensamentos podem ser originados no Universo


interno e externo, simultaneamente, em perfeita harmonia e
sincronia para a busca e complementação do equilíbrio geral
(interno e externo) de cada partícula com o Universo.

Pensando desta forma, neste exato momento, quaisquer das


nossas sensações são estímulos internos e ao mesmo tempo
externos na relação corpo-Universo. Sendo assim, sofremos
ações e reagimos conscientemente e inconscientemente a tudo
que se passa no Universo.

Para entender o que estou querendo dizer vamos aplicar a lei da


física da ação e reação. A cada ação gera uma reação. Lembre-
se que todos os “eventos” sempre ocorrem no Universo e sofrem
várias ações e reações ao mesmo tempo em várias dimensões.
Alguns podem se perguntar, mas quantas são as dimensões?

Podemos pensar em dimensões de pensamentos, de


sentimentos, de estímulos físicos...

Infelizmente não temos a consciência total de todas as dimensões


dentro do Universo.

Para vocês entenderem a grandeza da nossa existência vou dar


um exemplo simples:

No mesmo instante em que um dedo empurra uma bola, a bola


está empurrando o dedo para trás.

Se a quantidade de energia que colocarmos no dedo for maior do


que a força que a bola está exercendo no chão, a bola vai se
movimentar.

Guga Korte Página 19 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Neste momento, o movimento que ocorreu, as trocas de energias,


fizeram parte do equilíbrio, da existência da bola e do seu corpo,
e do nosso corpo no Universo. Este ato está marcado na história
e no processo de evolução do Universo por um simples
movimento. Imaginem quantos movimentos de milhões de seres
estão acontecendo no Universo neste mesmo instante e todos
são tão importantes para o equilíbrio Universal, como o seu
respirar.

Este simples movimento gerou outras ações e reações e que


muitas delas não tivemos conhecimento dos resultados e talvez
nem teremos a consciência do que gerou o quê. Na grande
maioria das vezes não sabemos em qual nível houve uma
alteração do Universo. Mas apesar de tudo o Universo está em
equilíbrio constante.

Agora vamos ver por um outro lado.

Se a bola for muito grande, por mais força que fizermos, não
conseguiremos movimentar a bola e se, ainda assim,
aumentarmos a nossa força, poderíamos quebrar o nosso dedo.

Vamos supor que forçamos tanto e o nosso dedo quebrou. A


ação de empurrar a bola gerou uma ação contrária – que é
também em busca do equilíbrio, da dinâmica Universal – e fez
com que quebrássemos o nosso dedo.

Que implicações nós teremos/ teríamos na nossa vida com um


dedo quebrado por um prazo de duas semanas? Como tal ação
influenciou a nossa vida social? Como as pessoas vão nos
perceber com o dedo quebrado? E psiquicamente? Quando
temos um dedo quebrado não nos expressamos e não nos
relacionamos com o Universo completamente, e até podemos
utilizá-lo como forma de chamar atenção. Como o dedo quebrado
vai influenciar a nossa interação física? Através das ações,
exercícios, movimentos que não podemos fazer? E
espiritualmente? Será que tem alguma razão para que possamos
cumprir a nossa função espiritual?

Guga Korte Página 20 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Talvez o fato de nós termos quebrado o dedo, tenha a mesma


função na vida da bola e as mesmas proporções e forma, o fato
dela ter sido empurrada!!

E se nos perguntamos: Será que a bola existiu para ser


empurrada, por nós, naquele determinado momento da nossa
vida?

No mesmo instante que empurramos a bola, movimentamos


milhões de partículas no nosso corpo, na massa da bola, no
interior da bola e na atmosfera. Toda esta movimentação está
fazendo parte de um equilíbrio estelar, Universal e
multidimensional.

Logo, todas as suas ações, pensamentos, palavras faladas ou


escritas e sons estão interferindo e influenciando no equilíbrio e
na harmonia do Universo.

Você é tão importante como qualquer ser no Universo!!!!!


Mas é preciso refletir sobre as várias formas diferentes que nós
interagimos no Universo.

Como exemplo vou lhe contar uma história que vai acabar
mostrando os vários níveis de relação que cada um de nós tem
com o Universo.

Durante um (“curto”) período de minha vida, tive a oportunidade


de compartilhar com o SWAMI PRAKASHAMAYANANDA - um
Monge hindu, alguns momentos interessantes e de conteúdo. Ele
contava histórias e muitas delas através de parábolas.

Uma delas foi a seguinte:

Num passado distante tinha um reino e um certo dia o rei e seu


séqüito, resolveram sair para caçar.

Durante a caçada, o rei e o vice-rei, se perderam do resto do


grupo.

Guga Korte Página 21 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O vice-rei era uma pessoa muito religiosa e disse: não se


preocupe, tudo o que está acontecendo é para o nosso bem.

O Sol estava muito quente e resolveram parar embaixo de uma


grande árvore frutífera para descansar. O vice-rei pegou uma
fruta e deu para o rei comer, mas quando estava descascando,
cortando a fruta, o rei cortou o dedo.

O rei ficou irritado e reclamou para o vice-rei, que respondeu: não


se preocupe que isto (o corte) era também para o seu bem. O rei
ficou mais irritado ainda e mandou o vice-rei procurar ajuda.

Após algumas horas chegaram no local onde o rei estava um


bando de nativos e fizeram aquela festa, pois acabaram de
encontrar uma “vítima” para oferecer ao “deus” deles.

O rei ficou desesperado e disse: “Eu sou rei, vocês não podem
matar um rei, então os nativos responderam:” Oh! Um rei, nosso
“Deus” vai ficar muito satisfeito e feliz de receber um rei como
oferenda!!“.

Mas quando estavam acabando de preparar o rei para sacrificá-lo


viram que o rei estava com o dedo cortado e não poderiam
oferecer a “deus” uma oferta “machucada”, então o soltaram.

O rei saiu correndo e após algum tempo encontrou com o vice-rei


e alguns guardas. Ao encontrar o vice-rei a primeira coisa que fez
foi pedir desculpas por tê-lo mandado embora. O vice-rei não
entendeu e perguntou porquê. O rei explicou o porque e o vice-
rei então o agradeceu por tê-lo mandado embora. Aí, quem não
entendeu foi o rei. O vice-rei explicou: O Senhor escapou dos
canibais por que tinha um dedo machucado, mas eu, como não
tinha nenhum machucado teria sido sacrificado em seu lugar!!

Esta mensagem é uma parábola e tem um significado especial e


uma mensagem, neste exato momento da sua vida.

Cada momento da nossa vida é um processo de


aprendizagem, cada coisa que escutamos, vemos, lemos,
sentimos tem um significado interior, algumas vezes temos a

Guga Korte Página 22 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

consciência de que fomos estimulados e criamos um


significado “consciente” e muitas vezes não temos
consciência do significado deste estímulo.

Ao mesmo tempo mostra a interação, a harmonia e a dinâmica


dos processos da vida e como se dá nossa aprendizagem.

Acredito que nossa aprendizagem se dá em vários níveis


diferentes e que uma das formas para que possamos encontrar a
nossa felicidade é que consigamos compreender a importância de
enxergar tudo que estamos passando por vários ângulos e
dimensões diferentes. Vejo cinco dimensões da nossa percepção
e atuação como ser:

SER – FÍSICO Nível de Consciência -


Física
SER – PSÍQUICO / MENTAL Nível de Consciência –
Psíquico/mental
SER – SOCIAL Nível de Consciência -
Social
SER – ESPIRITUAL Nível de Consciência -
Espiritual
SER – SINCRONÍSTICO Nível de Consciência -
Sincronístico

SER-FÍSICO
SER-PSÍQUICO/MENTAL
SER-SOCIAL
SER-ESPIRITUAL
SER-SINCRONÍSTICO

Coloquei a expressão SER do verbo ser, estar e


por isso considero um nível de consciência, de

Guga Korte Página 23 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

percepção, de amadurecimento. Sendo que


cada fase está intimamente ligada à outra e uma
não existe sem a outra.
Entendo que temos pelo menos cinco níveis de consciência
diferentes:

Acredito e pressuponho que antes de


sermos um ser humano somos um ser
espiritual.
SER-FÍSICO
No momento da nossa concepção, na união do óvulo com o
espermatozóide, já está sendo definida a forma física que iremos
adotar para realizarmos a nossa missão espiritual e passamos a
ser, um Ser - Físico / Indivíduo -.

Ao nascermos, a nossa forma física está definida e é através


desta forma que agimos, interferimos e sofremos as influências
do meio.

As nossas características individuais como a nossa forma física,


seja a cor do cabelo, dos olhos, da pele, a nossa estrutura
corporal, o tom da nossa voz, o nosso cheiro e várias outras
características particulares a cada um de nós são estímulos para
o meio que vivemos. De acordo com o estímulo que mandamos,
sofremos a reação. Por exemplo, um branco num país onde as
pessoas têm pele amarela exerce um estímulo diferente do que
num país onde todos são brancos. Se todas as pessoas têm uma
altura média de 1,70 m e se você tem 2 metros ou 1,20 m, você
está criando um estímulo maior do que a maioria das pessoas.

Estas características pessoais podem ser alteradas conforme


cuidamos do nosso corpo. Estas características são ao mesmo
tempo a nossa identidade como indivíduo, por isso a

Guga Korte Página 24 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

impressão digital de cada um, ou a íris dos olhos são


diferentes entre nós.

Nós só existimos como psique-mente quando existimos como


algo físico. Uma massa física interfere no Universo. É um
processo de ação e reação. A Psique sente os resultados
através do prazer ou da dor.

SER-PSÍQUICO/MENTAL
A nossa expressão e atuação no universo têm início na nossa
expressão física. Posso dizer que o nosso físico é a embalagem
do produto EU – O Ser – psíquico / mental.

O processo de desenvolvimento do ser físico está ocorrendo


simultaneamente à consciência psíquica do que somos como
corpo.

Neste momento passamos a ter a consciência de que o corpo é


parte da identidade em nível consciente, e exerce e sofre as
influências, de acordo com as suas vontades e necessidades
individuais. Cada sonho, desejo, vontade, sentimentos são
expressões da sua “individualidade”.

SER-SOCIAL
Na medida que vamos crescendo fisicamente, a nossa
consciência de nós mesmos vai “aumentando”, porque estamos
ocupando um maior espaço no Universo até o momento que
extrapolamos e começamos a enxergar o mundo externo e
passamos a ter consciência do Social, a ser O Ser – social.

Na convivência com o meio onde estamos, agimos e reagimos


aos estímulos. Aprendemos uma linguagem, comportamentos,
costumes, formas de comunicação, regras, que pertencem àquela
casa, àquele bairro, a uma determinada sociedade, uma
determinada região, um país, um continente, um planeta, ao
sistema solar e ao Universo.

Guga Korte Página 25 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

SER-ESPIRITUAL
Começamos a questionar a nossa existência, a grandeza de todo
este sistema e mais uma vez extrapolamos a nossa consciência
do físico, do que vemos, do que não vemos e começamos a
pensar em alguma coisa, alguém, um ser ou até que não existe
nada, que tudo é um caos, mas algo que controla todo o Universo
de alguma forma, atemporal, na eternidade e acabamos tendo a
consciência de um outro estado que chamei de ESPIRITUAL, do
Ser – espiritual.

Nos envolvemos nesta dimensão em vários níveis, como se


estivéssemos revivendo cada nível ou estado de consciência
anterior dentro da nova perspectiva. Admirando, amando,
odiando, aceitando ou não tudo que aconteceu com as nossas
vidas, com as pessoas à nossa volta, com o nosso país, com o
nosso planeta e com o Universo e de repente extrapolamos mais
uma vez e percebemos que nada do que aconteceu durante toda
a nossa vida foi por um acaso, que tudo nas nossas vidas
aconteceu por uma razão e muitas vezes com LÓGICA!!!!

SER-SINCRONÍSTICO
E que qualquer coisa que tivéssemos feito, ou decisão diferente
da que você tomou, a sua vida, as nossas vidas, seria ou seriam
completamente diferentes e talvez não teríamos a consciência, ou
teríamos desenvolvido este novo estado de consciência e
percepção da vida, extrapolando para um estado de
SINCRONISMO com o Universo, de Ser-sincronístico.

Com este novo nível de consciência, você aceita e entende sua


missão, como ser espiritual, como alma, como “self”, neste
universo.

Sabe que a sua missão é expressa através do ser físico, social e


mental. Entende que a melhor ação é aquela que tem origem no
“coração”, através do AMOR, procura a ação correta, para atingir
a eterna felicidade.

Guga Korte Página 26 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Neste momento passa a ser o SER atuante e é agente passivo e


ativo no processo da existência.

É a não-coincidência de cada momento da vida.

É a compreensão de que somos parte integrante do todo, onde o


limite e o não limite são os seres interagindo eternamente entre si
na busca do equilíbrio individual, através da sua expressão física,
psíquica/mental, social, espiritual e sincronística, onde as ações e
reações do Universo são partes integrantes deste processo que
têm início na movimentação do menor átomo da complexa
dinâmica multidimensional do Universo.

As várias dimensões estão implícitas na parábola que o Swami


nos contou, onde podemos representar cada um dos seres da
seguinte forma:

SER – FÍSICO = dedo cortado do rei criou a sensação de


dor e raiva no rei, fazendo com que ele tomasse as
decisões.

SER – PSÍQUICO/MENTAL = sentimentos de raiva, dor,


perdão. A forma e o valor que ele deu, em função dos
valores que ele tinha em relação à vida e os valores que
ele aprendeu (como rei) influenciaram em como ele sentiu
e aprendeu sobre o evento.

SER – SOCIAL = Representação da sua função social, de


acordo com os valores, meio ambiente e a cultura, a
importância dos diferentes ambientes (sociais) no processo
de vida. Como cada um interfere no meio em que vive. De
um lado como rei, as suas responsabilidades e poder, do
outro como vítima dos antropófagos.

SER – ESPIRITUAL = a fé de algo maior, a vida com um


objetivo maior, a vida como um processo contínuo de
busca e comunhão com Deus.

Guga Korte Página 27 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

SER – SINCRONÍSTICO = a não causalidade dos fatos


que aconteceram na ordem certa, independente da
vontade daqueles que interagiram.

Mas não temos que ficar presos à representação individual de


cada ser a cada momento da vida, porque para que possamos ter
consciência do nosso processo de evolução, para vivermos mais
profundamente a nossa felicidade, passaremos por um processo
de conscientização muito parecido com o que foi o nosso
nascimento.

Na medida que vamos evoluindo fisicamente a nossa consciência


do ser e do eu-físico começa a crescer, pois começa a ocupar um
espaço maior no universo. Este processo se inicia no nosso
nascimento, ao inCORPORARMOS.

Tenho falado dos seres, da nossa incorporação e como tudo isto


está interferindo na nossa felicidade. Como encontrar uma maior
felicidade?

Acredito, como já disse antes, que todos nós temos uma missão
espiritual! Sempre estamos nos questionando o que estamos
fazendo aqui, neste planeta, neste universo para tentar descobrir
algo, a função ou mesmo a missão espiritual.

Tente imaginar uma situação em que você tenha que pensar sem
utilizar palavras, sem valores? Como seria?

EXERCÍCÍO DA RESPIRAÇÃO – SANGUE e PAZ

Pense no “todo ilimitado”. O que é isto??

Imagine que você está dentro do seu corpo, no centro do seu


corpo físico (perto do umbigo). Imagine-se uma pequena partícula
do tamanho de uma ponta de uma agulha. Agora se possível
tente ficar num local em silêncio, ou se conseguir onde estiver,
pensar no barulho de um grande tubo passando água quente,
imagine que você está escutando o barulho do seu sangue
circulando no seu corpo, feche os olhos por um tempo e tente
imaginar....

Guga Korte Página 28 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Se você não fechou os olhos e tentou imaginar, volte e faça o


exercício!

Agora tente sentir a vibração do seu próprio corpo como se


estivesse no meio desta circulação de sangue, de energia e
procure sentir a vibração de todo o seu corpo, como se você não
tivesse uma forma definida, só a energia, feche os olhos respire
fundo e tente sentir.

Se você não fechou os olhos e tentou imaginar, volte e faça o


exercício!

Agora volte onde você estava, no meio do “barulho”, no meio da


energia, e sinta a PAZ que você conseguiu!!!!!! É a PAZ
ilimitada, que esta dentro de você e que você pode ter acesso a
qualquer hora, independente onde estiver, basta guardar o
caminho...!

Esta PAZ, esta sensação poderá se expandir de acordo com a


sua vontade e prática e é um momento DIVINO, seu, único.

Sinta a PAZ dentro de você, você está em PAZ, você é a PAZ.

Repita o exercício quantas vezes quiser.

Se não conseguir fazer este exercício agora, pare de ler ou


espere um momento mais adequado, respire fundo algumas
vezes com os olhos fechados, pensando, imaginando o que seria,
tente novamente e faça os exercícios.

Se não conseguir agora, deixe para um outro dia e de repente


você vai conseguir sentir e então releia o que escrevi para você.

Esta PAZ que você vivenciou trouxe um sentimento diferente,


como se fosse uma felicidade, um “estado de espírito” diferente.
Se, no momento em que você fizer este exercício você sentir uma
alegria muito grande, significa que você está seguindo o seu
“caminho de vida”, o seu “caminho espiritual”. Chamei esta
sensação de “felicidade ilimitada”.

Guga Korte Página 29 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Entenda por “felicidade ilimitada” aquilo que lhe deixa muito feliz
independente de qualquer coisa que possa estar acontecendo a
sua volta.

É uma sensação que vem de dentro do peito e você percebe que


está fazendo a coisa mais importante da sua vida; é como se
você estivesse unificando o seu eu interior e seu exterior ao
mesmo tempo, fazendo você sentir uma felicidade enorme.

É um momento de grande emoção e que queremos dividir com


todas as pessoas à nossa volta. Acredito que neste momento
estamos amando tudo e a todos ilimitadamente.

Estas sensações fazem parte do seu caminho espiritual, da alma,


e devem ser as sensações norteadoras das vidas das pessoas
para que se realizem, em primeiro lugar, espiritualmente.

Na medida em que seguimos o caminho espiritual, as sensações


que surgem são sensações ótimas de perfeição e amor.

Estas sensações, quando começam a vibrar, transmitem este tipo


de energia a todos que estão à sua volta. Por se tratar de uma
vibração muito forte, sinto como se fosse a união de vários
centros de energia. Um deles está localizado um pouco abaixo do
umbigo; o outro no centro físico do corpo, o outro, o centro de
energia que fica no meio do peito um pouco acima da boca do
estômago e o último que é o centro de energia que fica no topo
da cabeça, perto da moleira.

Acredito que este, ou melhor, todo fluxo forte de energia interfere


no meio onde você estiver como se estivesse “contagiando” e
estimulando as outras pessoas, seres vivos, que estão à sua
volta, a vibrar da mesma maneira.

Não é uma influência, uma interferência, num nível consciente.


Acredito que também não temos a consciência de estarmos
sendo permanentemente “estimulados”.

Guga Korte Página 30 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Esta energia que você está emanando e recebendo atua como o


vento no mar formando as ondas.

Neste momento você descobre a sua felicidade “ilimitada” e, que


para que isto aconteça com maior freqüência, você precisa estar
continuamente olhando para dentro de si e, ao mesmo tempo,
para o seu ser exterior para que você possa acertar e chegar ao
êxtase da felicidade e à certeza plena do seu existir.

Outras vezes você sabe que está agindo de acordo com o que
“deve fazer”, fazendo parte do processo de crescimento e é neste
momento que eu acredito que aí residem as opções da decisão
individual, do livre arbítrio e, conseqüentemente, dos
aprendizados que devemos receber em cada situação de vida.

Existem também momentos em que nos sentimos infelizes, como


se estivéssemos fazendo tudo errado na vida. Estas fases são
extremamente importantes, pois são momentos de sofrimento,
transformação, conscientização de “erros” e situações de
aprendizagem.

É um momento em que necessitamos olhar para o nosso interior


e nos perguntar o que estamos aprendendo........

E quando perguntamos... descobrimos.....

Pode ser que não seja na hora que queremos, mas a resposta
pode vir com o tempo ou mesmo através dos sinais à nossa volta.

Tenho várias experiências que me mostraram que nós somos ou


sentimos o que perguntamos a nós mesmos. Se você se
perguntar, na hora que você acordar, por exemplo: Estou me
sentindo gripado hoje? Você vai olhar para si mesmo e vai checar
se tem algum sintoma de gripe, seja qual for, e se encontrar, a
resposta será: SIM, estou um pouco gripado. Agora se você
perguntar diferente: Estou me sentindo saudável hoje? Você só
irá falar que não, se estiver muito mal. A impressão que você vai
levar para o resto do seu dia será a que você teve a resposta.

EXERCÍCÍO DAS CORES

Guga Korte Página 31 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Eu vou fazer uma pergunta para você e você escreva a resposta.

Escreva abaixo três objetos ou coisas que tenham a cor marrom:

______________ ______________ ______________

Agora, sem olhar para o mesmo ambiente, me diga três


coisas que tenham a cor AZUL!!

AH!!!!!! Você não reparou, não é?? Pois, apesar de eu ter dirigido,
solicitado uma resposta específica e agora perguntar outra dentro
da mesma situação, a sua atenção não estava dirigida para a cor
AZUL e sim MARROM, mas isto não significou que a cor AZUL
não existia neste ambiente.

O que eu quero sinalizar é que dependendo da forma como você


faz a pergunta para você mesmo, você pode encaminhá-la a uma
resposta pré-determinada e, ao mesmo tempo, não prestar
atenção a uma outra coisa que simultaneamente estava lá.

Às perguntas que nos fazemos com relação à nossa vida, sempre


teremos respostas, algumas podem ser imediatas e outras a
longo prazo.

Temos que nos fazer as perguntas certas SEMPRE!!!! Perguntas


certas são as que dirigem nosso pensamento para o amor, a ação
correta, a verdade, a paz e a não-violência.

Onde está o meu caminho de vida?

Estou de bem comigo?

Estou feliz?

O que preciso fazer para mudar e ir na direção do que vai me


deixar (mais freqüentemente) feliz?

Guga Korte Página 32 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O que está acontecendo a nossa volta que está gerando estes


sentimentos e o que estes sentimentos estão querendo dizer
neste momento das nossas vidas?

Muitas vezes, são momentos críticos e que requerem uma


imersão “interior” para trazer as sensações de êxtase de volta.
São momentos extremamente importantes de crise e necessários
para o nosso desenvolvimento.

São momentos que precisamos começar a agir rápido, através de


atos, ou pensamentos que provavelmente estão nos tirando dos
nossos caminhos.

É o momento para “acordarmos”.

Quando não souber, ou estiver tentando, ou não, ou mesmo se


não souber o que tem que fazer neste momento. ESPERE!

Para tudo existe a hora de esperar. Quando se planta uma


semente ela não nasce no dia seguinte!!!

Existe também o momento do não agir! Pois a vida é cíclica e tem


os intervalos de espera entre as suas fases.

É um momento que requer muita atenção, pois os sinais do


caminho que temos de seguir podem chegar inesperadamente.

Estes sinais podem vir através de sinais externos, por exemplo:


um livro que lhe dão de presente, negócios, pessoas que
aparecem, TV, rádio, etc.… Preste atenção às coisas que estão
acontecendo à sua volta, dê margem para que sua intuição e as
sincronicidades aconteçam e o seu ser-sincronístico atue.... e
ajude a identificar os sinais.

EXERCÍCIO DOS SINAIS - LIVRARIA


Criei um exercício para ser utilizado numa situação de impasse,
mas não se esqueça dos significados dos sinais.

Guga Korte Página 33 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Entre em uma livraria fazendo esta pergunta: qual a mensagem


que eu estou precisando receber, ou que o Universo está
querendo me passar neste momento para que eu retorne ou
reencontre o meu “caminho de vida?”.

Vá olhando para todos os lados e para todos os livros.

Tente se imaginar novamente dentro da sua barriga, do seu


centro de energia, e faça a pergunta novamente, e tente sentir de
onde vem um “chamado” para a resposta do que está
perguntando. Parece meio estranho, mas é muito interessante o
resultado.

Imagine-se dentro do seu centro de energia, como se você fosse


um “cego” procurando uma coisa de que está precisando.

De repente você deve começar a sentir que um lado do espaço


onde você está começa a lhe chamar, puxar, não se assuste nem
se preocupe, continue é assim mesmo, aí você vai ver que
naquele espaço específico existe uma prateleira específica que
está chamando mais a sua atenção – esta sensação não é, às
vezes, perceptível visualmente, é como se você estivesse sendo
atraído pela sua barriga, pelo seu tórax – algum lugar aí dentro.

De frente para a prateleira, comece a olhar os livros sem ler e, até


para ajudar, desfoque os olhos para não ler os títulos.

Estique a sua mão e comece a passar na lateral ou frente dos


livros, sem encostar. Vai ter um livro, ou uma região dentro da
prateleira que sua mão vai parecer sentir um tipo de
formigamento.

Se quiser, feche os olhos, que vai ajudar você a olhar para o seu
interior e use a sua mão como antena. Antes de pegar um livro,
refaça a pergunta, e comece a chegar a mão perto dos livros e
encoste a ponta dos dedos, procurando sentir algum livro que
esteja pedindo para que você o retire da prateleira.

Continue com os olhos fechados e pegue o livro, não abra os


olhos ainda.

Guga Korte Página 34 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Refaça a pergunta e pegue o livro com as duas mãos e abra


vagarosamente o livro numa certa página e escolha o lado que
você vai ler.

Muitas vezes este livro vai trazer a reposta que você estava
precisando naquele momento da sua vida.

Às vezes esta resposta vem direta, outras vezes através de


parábolas.

Pode acontecer que você abra o livro numa página em branco, e


aí? Supostamente os livros deveriam ter todas as suas páginas
escritas, certo?

Se no momento que você pegou este livro e “achou” uma página


em branco, veja em primeiro lugar a capa do livro, se tem figuras
ou o título, se tiver algum sinal, ótimo, se não, pode ser que não
seja a hora de obter a resposta para este problema então você
tem que esperar um pouco mais.

Uma vez peguei um livro que não tinha nada a ver, teoricamente,
mas era sobre alguma coisa totalmente “estranha” à pergunta.
Este é um sinal de que você pode estar focando a sua espera
numa determinada área, às vezes dentro daquilo que você
gostaria que fosse, mas a resposta está e vem de uma área
totalmente diferente do esperado.

Aumente a sua “área” de percepção, não fique focado na


resposta que você gostaria de receber, mas fique prestando
atenção nos sinais.

Todo este processo que eu redigi para vocês é um processo de


sincronicidades, utilizando-se de um outro nível de consciência,
ou melhor, qualificando como “ferramentas“ do seu Ser-
sincronístico para se integrar ao Universo em harmonia na busca
do equilíbrio - felicidade.

Guga Korte Página 35 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O Universo é e deve ser sempre amoroso. Às vezes não


queremos ou conseguimos enxergar.... mas todo este amor está
aqui.

Você deve sempre buscar o Amor.

A felicidade é uma expressão do Amor. Quando você age


expressando felicidade, você gera Amor, gratidão, realização e
isto gera harmonia no Universo.

Esses atos, ou qualquer ato amoroso são saudáveis para todo o


Universo, porque nós representamos o Universo internamente e
ao mesmo tempo este Universo está sendo representado dentro
de nós, seja física, mental, psicológica ou socialmente.

A intuição é a sua melhor “ferramenta” para a integração


do Ser –espiritual (nível de consciência espiritual) ao Ser
– sincronístico e que vai possibilitar ao Ser – psíquico /
mental e o Ser –físico atuarem no Ser-social.

A intuição é o “instrumento” que vai nos conduzir nos


momentos de “sufoco”.

Como seres espirituais manifestamos nossas expressões através


da ação física no social e também, principalmente através dos
nossos sonhos, que muitas vezes manifestamos através das
brincadeiras enquanto crianças. Às vezes, as crianças expressam
para os pais o que gostariam de fazer.

Se você pensar bem, é possível que em algum momento falamos


ou brincamos sobre a profissão ou o que devemos ou deveríamos
fazer em algum momento das nossas vidas.

São aquelas crianças que os adultos olham e falam: esta tem


mais jeito para ser médico, olha como ela cuida da boneca ou se
recebe um dinheiro se preocupa como economizar ou guardar...

É aquela criança que ao brincar com os blocos de madeira ou


jogo Lego, construía casas, prédios, aviões ou mesmo, coisas
fantásticas que deixam os adultos entusiasmados e comentam

Guga Korte Página 36 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

que esta criança poderia ser um arquiteto, engenheiro ou


inventor; ou até aquela criança que parece nascer com a
argumentação de defesa oral na ponta da língua. Que jeito de
advogado!!! Poderia citar milhares de exemplos, muitos dos quais
você já deve estar pensando.

Bom, fica bem mais fácil visualizar hoje, comparar com o passado
de outras crianças, mas e você? Onde está o seu sonho? O que
lhe realizou, realizava e lhe deixava “zen”, num estado de graça,
quando criança?

Vamos tentar fazer um exercício para lembrar.

Antes de começar, gostaria de deixar claro


que nunca é tarde para começar, nem
iniciar NADA na vida, ou seja, nunca é tarde
para correr atrás do seu sonho.

Tudo que vivemos, bom ou ruim, são


experiências que de certa forma, parte da
aprendizagem necessária para que cada um
de nós pudéssemos estar fazendo as
mudanças HOJE.

Não é por um acaso que este livro apareceu neste momento da


sua vida, nem que eu tive a inspiração de escrevê-lo nesta fase
da minha vida.

Ele é um sinal da necessidade de mudança. Está existindo para


que todos nós iniciemos esta vivência dos nossos sonhos e a
busca da eterna felicidade... não só estar em Deus, realizando
Deus, mas agindo como indivíduo de pleno coração, vibrando
alegremente, amorosamente na busca de um Universo melhor.

Guga Korte Página 37 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Quando procuramos viver os nossos sonhos é que


estaremos buscando a nossa felicidade, o nosso caminho.

O Universo sempre nos ajuda. Às vezes parece que é para o


“bem”, às vezes parece que é para o “mal”, mas o Universo
sempre está nos ajudando a nos manter no nosso caminho de
vida para realizarmos a nossa missão.

Cada coisa que você faz no dia a dia vai lhe fazer chegar cada
vez mais perto do seu sonho.

Assuma este compromisso como se fosse um compromisso


profissional. Só que este compromisso é um compromisso com a
sua vida!!!

Desde que você tenha como objetivo a realização do seu sonho.


Caso contrário estará “indo” em direção a vida das outras
pessoas e sentirá um vazio dentro de você.

Se você já trabalha ou tem um emprego, utilize as horas vagas


(almoço) para fazer aquilo com que se comprometeu.

Evite falar com as pessoas em geral, pois você “perde energia” a


cada vez que você fala com uma pessoa que não está ligada a
você ou que não seja parte do seu projeto.

Este é o próximo passo, entrar em sintonia com o seu interior e


aguardar os resultados de cada ação.

Preste atenção a todas as coisas que estão acontecendo.

Aja amorosamente com todas as pessoas, os seres à sua volta,


sejam animais, plantas ou máquinas.

Todos eles são seres vivos, com mais ou menos vibração, pois
são partes da Natureza mesmo que tenham sido modificadas,
reconstituídas ou transformadas.

Guga Korte Página 38 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Cada vez que estiver num lugar e ou chegar num lugar,


”cumprimente” tudo à sua volta, diga olá, oi, elogie, sempre com o
sentimento gostoso de “estado de graça” que você sentiu antes.

Você deve tentar manter este sentimento dentro de você para agir
com o mundo externo.

Você não precisa abandonar, nem deixar de fazer o seu trabalho


nem o seu estilo de vida atual.

Não é por acaso que você está vivendo assim hoje. Se não fosse
tudo o que você viveu até agora, você não estaria com este livro
na sua mão e com certeza não estaria se exercitando para
acordar o Ser-espiritual dentro de você.

Todas as suas experiências de vida até agora, sejam elas boas


ou as que fizeram você sofrer, ou melhor, que fizeram com que
você tivesse maior aprendizado da vida, vão servir de ferramenta
para que o seu Ser-espiritual se realize aqui.

A Materialização – a viabilização do seu ser espiritual se dará


através do Ser – mental e Ser- físico. Mas não se esqueça, a
integração entre o Ser – espiritual, social, mental e físico só se
dará utilizando o seu ser sincronístico.

Comentei anteriormente sobre o “sorteio”, não gostaria que vocês


estendessem o ser – sincronístico como um jogo, ou um sorteio.
Na realidade, você deve olhar, entender o seu Ser-sincronístico
como o seu inconsciente –ação. De fato, o Ser sincronístico
atuando é deixar o seu Ser – espiritual agir.

Muitas vezes saímos conscientemente ou inconscientemente do


nosso caminho e às vezes ficamos anos fora do nosso caminho,
mas quando começamos a buscar uma forma diferente de
interpretar os fatos, vemos que o tempo é muito relativo na nossa
existência e no aprendizado espiritual.

Tudo o que passamos e vivemos serão “ferramentas” para


facilitar nosso aprendizado.

Guga Korte Página 39 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Podemos aprender até com o dormir...

Quando estamos num estado de sono profundo - sem sonhos, o


que sentimos?

O que somos? Somos alguém? Alguma coisa?

Neste estado, que você não sonha com nada, você sabe que
você existe, mas quem é você?

Entendo que neste momento somos o “Ser –espiritual”.

Quando dormimos e não sonhamos, somos o ser pleno em Deus.

Quando estamos “dormindo” e sonhando, sendo você mesmo ou


um outro ser, estamos conscientes e agimos e sofremos as
influências do “Ser-sincronístico”. Tudo está acontecendo,
durante o sonho, por uma razão e muitas vezes não entendemos
os sentidos das coisas.

Quando acordamos somos o “Ser-psíquico / mental’ que viveu,


vive, age e comanda o corpo o” Ser – físico “.

O tempo que demoramos para ter a consciência do que somos,


quando acordamos, é o tempo que o nosso Ser – espiritual e Ser
– sincronístico precisam para se conhecer, integrar e agir.

Muitas vezes o Ser-Psíquico / mental atrapalha, pois a


racionalização das idéias, os nossos sonhos e os nossos
sentimentos, tentam materializar e restringir o significado de
sentimentos multidimensionais a um plano material, simbólico –
cartesiano.

A mente, através do “Ser – Mental /psíquico”, é um


“departamento” onde “guardamos” todos os valores que
adquirimos durante nossa vida. São os ensinamentos e as
experiências de tudo, todas as coisas que acontecem em cada
momento que vivemos. Aí estão guardados os conceitos e valores
dos sentimentos, desejos e como damos valor a estes
sentimentos como o orgulho, ciúmes, carinho, amor, etc. A

Guga Korte Página 40 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

mente registra e guarda um “padrão” de como atuamos,


interagimos, sofremos, adquirimos, construímos através das
nossas vivências, percepções e sentimos as ações e reações do
Universo. Tudo está armazenado.

Tudo o que vivemos, todas as sensações, todas as pessoas,


todos os lugares, tudo que você viu e não viu, está tudo aí dentro
da sua cabeça. Tem algumas pessoas que acreditam que as
nossas experiências de vidas passadas estão guardadas aí
dentro também!! E por que não? Como podemos dizer que não?

A psicologia diz que existe o consciente e o inconsciente, ou


melhor, dizendo com as minhas palavras, o “ser mental /psíquico”
tem dois sub-departamentos que seriam o “eu-consciente” e o “eu
não–consciente”.

Poderíamos descrever o “eu consciente” como tudo que é


consciente para você, tudo que você consegue pensar, lembrar,
sentir sobre qualquer assunto, época da sua vida. Constitua-se de
todos os valores que adquirimos ou construímos através de
nossas vivências.

Muitas vezes estes valores nos foram impostos, e são


conflitantes, mas, com certeza eles fizeram chegar onde você
está hoje.

A sua felicidade depende da integração e interação de todos os


seres, para que você possa ter a compreensão e possa
decodificar o que está acontecendo. Mas esta compreensão
depende, sobretudo de que você tenha a consciência de que a
vida é um processo multidimensional.

Quando você usa o seu livre-arbítrio as ações são conscientes,


lógicas, racionais, mas, na maioria das vezes, você age dentro do
universo através da não-consciência. Quando você sente uma
felicidade enorme, um prazer, você está seguindo o seu caminho.

O valor que norteia a nossa existência, a nossa vida deve


valorizar a importância da nossa felicidade como fator primordial,
como questão de vida ou de morte.

Guga Korte Página 41 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Nossos valores deverão ser mudados – a nossa realização como


indivíduos deve ser iniciada internamente, para que possamos
gerar e ver, perceber, sentir o que está no externo.

Por exemplo: se estamos num “estado de graça”, ou seja, muito,


muito feliz – por que estamos conseguindo realizar um sonho ou
a nossa missão de vida naquele momento.

Quando você ri sozinho quer de certa forma, compartilhar estes


sentimentos com outras pessoas e parece que tudo o que você
está fazendo, todas as pessoas à sua volta, são maravilhosas.
Neste momento, mesmo se “chovesse canivete” você acharia
interessante e agradeceria a oportunidade de estar tendo esta
vivência.

A FELICIDADE

Pelo dicionário Michaelis (CD Rom- Versão Junho de 1988):

Qualidade ou estado de feliz, ventura, bom êxito.

A felicidade independe do seu estado físico, não importa se uma


pessoa tenha problemas físicos ou qualquer tipo de anomalia,
muitas vezes estas pessoas sabem reconhecer com maior
profundidade os momentos de felicidade.

Você acredita que todas as pessoas possam ser felizes?

A Felicidade é uma sensação que nasce internamente e


independe do que acontece fora. É um sentimento de ação
interior que pode ser a própria realização pela ação física externa
ou não.
Imagine que a sensação de realização interior, ou melhor, a
energia de estar bem consigo mesmo e estar cumprindo a sua
missão espiritual é tão grande que só a sua energia é uma ação
no ambiente.

Guga Korte Página 42 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Esta ação, vibração da felicidade, é transmitida pela vibração das


suas células, pela sua respiração, independente da sua vontade,
as pessoas que estão à sua volta estão recebendo, queiram ou
não, esta energia e ao mesmo tempo estão sendo estimuladas
inconscientemente.

Por alguma razão elas estavam no mesmo ambiente que você e


receberam estas vibrações.

De certa forma, já vibram em maior ou menor grau de felicidade,


que ao mesmo tempo estimulam a vontade de ser feliz.

Não somos um “ser feliz” material, pois a sensação não é


mensurável, mas somos felizes ao sentir que estamos cumprindo
a nossa missão neste Universo.

Como já disse antes, é uma felicidade / um estar feliz


gratuitamente.

Exemplo de felicidade no trabalho:

Você é feliz no trabalho e realizado, quando você daria tudo


para fazer o que está fazendo, sente-se realizado.

Exemplos de felicidade num relacionamento de amizade:

Seja uma amizade ou um relacionamento íntimo, você sente


prazer em estar com esta pessoa, simplesmente pelo fato de
estar com ela. O silêncio contém a alegria de compartilhar os
mais profundos sentimentos e sensações em relação, respeito à
vida.

São aqueles amigos, que, mesmo não estando presentes,


sempre pensamos neles e compartilhamos a nossa felicidade em
nosso pensamento.

O importante é viver cada relacionamento como um processo de


aprendizagem, daquilo que você quer e daquilo que você não
quer.

Guga Korte Página 43 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Temos que ser livres para escolher e para querer ficar e estar
com uma pessoa que nos deixe feliz, que nos complemente.

Muitas vezes não é a outra pessoa que nos faz sentir presos,
somos nós mesmos.

Você realmente só vai estar “de coração” com uma pessoa no


momento em que você tiver a liberdade de escolher e quiser estar
com esta pessoa e sem dúvidas de que você está com ela por
que “tem” que estar!

É claro que não se vive eternamente em êxtase de felicidade por


mais que desejamos.

A vida é um processo de crescimento físico, mental, social,


psíquico e sincronístico. É um processo dinâmico onde teremos
vários estados de êxtase. Estes momentos significam uma
passagem para um outro estágio da nossa evolução. Semelhante
a uma escola, quando entramos no 1º ano, tudo é novidade,
existe uma ansiedade, dúvida, acerto, o erro, as tentativas, até
que nos acostumamos e aprendemos as novas linguagens,
conceitos, valores, as novas matérias. Quando nos acostumamos
e estamos aprendendo tudo e vamos bem nas provas, e no nosso
íntimo, sabemos sobre o que estamos falando ou fazendo, aí
entramos em êxtase. No ano seguinte começa tudo de novo,
porém com a experiência do ano anterior, dos processos de
aprendizagem, tentativas, erros e acertos.

Da mesma forma e simultaneamente, ocorre o nosso processo de


aprendizagem da vida nos diversos níveis e dimensões.

Quando não agimos com as nossas intuições e não usamos


nosso coração para fazer as coisas ou viver, sentimos um vazio,
uma frieza no estar vivo, como se a vida não estivesse com um
sentido, somo se tudo que fazemos fica “monótono”, sem gosto,
sem graça. Mas o estar, se sentir “monótono” também é parte da
aprendizagem.

Esta é a grande aprendizagem de que tudo é um ensinamento do


Universo para o nosso desenvolvimento espiritual.

Guga Korte Página 44 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

No momento que você tem esta consciência, a cada vez que isto
acontece, você passa para o próximo estágio.

TREM DA VIDA
A melhor forma de exemplificar o que é ficar, estar com uma
pessoa que “deveríamos” ficar e viver é a seguinte:

Imagine que todos estamos numa estação e que nesta estação,


no horário que chegamos estão saindo 100 trens ao mesmo
tempo:

Nós temos que escolher um trem e vamos entrar neste trem. Se a


pessoa com quem nós estivermos juntos, entrar no mesmo
vagão, isto é, realizando o caminho de vida dela, e este caminho
estiver na mesma direção ao mesmo tempo que o seu, na mesma
hora e sentar ao seu lado, então ficaremos com ela e estaremos
com ela enquanto estivermos, ambos, seguindo os nossos
caminhos de vida.

Este exemplo representa o seguinte:


Cada pessoa tem que seguir o seu caminho de vida, para viver
cada momento mais feliz.

Cada um deve ser sempre livre para optar pelo seu caminho.

Todas as pessoas que estiverem ao nosso lado estão por


fazerem parte da mesma história por um determinado tempo.

Como o tempo é muito relativo na nossa evolução pode durar


toda uma vida ou 5 minutos. Na vida, uma pessoa pode entrar no
mesmo trem, porém em vagões diferentes. Pode entrar no
mesmo vagão, porém não se sentar ao seu lado e estas são as
pessoas que não conhecemos e sempre encontramos nos
lugares que freqüentamos. Tem pessoas que entram no vagão
que você está numa estação e desce na outra, são pessoas que
passam pela sua vida por um curto período. Algumas vão estar
para o resto da vida com você, outras somem. Às vezes quem sai

Guga Korte Página 45 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

do trem somos nós e pegamos outro trem com outras pessoas e


até um outro lugar.

Todo este movimento significa as mudanças de rumo que


fazemos nas nossas vidas, sejam com os nossos
relacionamentos, com o que fazemos ou para onde estamos indo.

Acredito que todas as pessoas com as quais nos relacionamos


aprendemos e ensinamos alguma coisa. Sinto que existe uma
busca constante até que encontramos uma pessoa que queremos
estar sempre juntos, que nos complementa totalmente, que nos
sentimos amados do jeito e intensidade que precisamos para
estar tranqüilos, satisfeitos e realizados. Existem histórias que
falam que quando “Deus quando fez o homem, era hermafrodita,
mas para que pudesse aprender mais sobre si mesmo e sobre o
outro, Ele separou o ser em duas partes, o masculino e o
feminino”. Então, segundo esta lógica, a outra metade da laranja
está à sua procura e vice-versa na mesma proporção, desde que
você esteja seguindo o seu caminho de vida e realizando o Amor,
você poderá encontrá-lo.

Muitas vezes amamos as pessoas com as quais nos


relacionamos, mas estes relacionamentos não parecem
completos, apesar de se encaixarem em todas as modalidades.

Quando encontramos a cara-metade existe uma energia muito


forte de união e a atração acontece em várias dimensões. Tudo
acontece sem programarmos nada, o que se deve sentir, as
pessoas ficam sempre na mesma sintonia de emoções e
sensações como se nada fosse mais importante no momento em
que estão juntas.

São pessoas que são livres para fazerem o que quiserem, por
que estão realizando os seus caminho de vida e que encontram
um (a) companheiro (a) e escolhem estar com eles por opção
própria e por que estão se complementando na realização do seu
caminho de vida.

Como já falei antes, o tempo é relativo e a sua alma gêmea pode


ser por um tempo, como se tivessem feito uma viagem no mesmo

Guga Korte Página 46 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

vagão e de repente um pode querer descer em uma estação,


porque é a missão da vida dela e se ela não descer, não vai ser
feliz, mesmo estando com você. Neste momento, a sua missão
com ela se completou e ambos estarão sempre na sua missão,
aprendendo um com o outro no processo de aprendizagem da
vida.

A própria expressão do sentimento se dá por vários meios e


dimensões.

Não é (só) o físico,


Não é (só) o psíquico,
Não é (só) o social,
Não é (só) o espiritual,
Não é (só) o sincronístico......

É tudo ao mesmo tempo.

O físico que vibra a energia nunca d’antes vivida.

O psíquico que não consegue explicar nada do que está


acontecendo e ele é o momento.

O social é estar junto, não existe o antes, nem o depois.

O espiritual se manifesta pelas energias que circulam e


expandem no ambiente de paz, amor e felicidade. Sente-se uma
integração profunda com o Universo à sua volta, sente –se o
todo, é a presença de Deus.

O Sincronístico – A forma como as pessoas se encontram, como


tudo isto acontece, coincide para que se encontrem se unam.
Assim como todo o ambiente fica favorável para que exista a
aproximação.

A Felicidade começa no espiritual, mas deve estar em equilíbrio


com todos os outros “seres”. O espiritual de que estou falando é
do ser-espiritual. Não existe o corpo sem o Ser Espiritual. É para
alguns a ALMA, o VENTO que sopra a vida verdadeira. Quando
nós, seres limitados a uma consciência física descobrimos que

Guga Korte Página 47 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

temos uma realização-missão (espiritual) a cumprir e estamos no


caminho certo, ficamos felizes.

Se você não cuidar do seu físico através da alimentação e de


exercícios, você não vai permitir que o seu “ser-físico” expresse
(ou sinta) adequadamente a sua felicidade. Não consegue
realizar a sua ”missão espiritual” se não tiver um “ser-físico”
adequado.

Ser psíquico, digamos, será o responsável pela “Administração”


da expressão de todos os seres. Tem que administrar o Ego
dentro dos valores do Ser – espiritual – da sua função neste
Universo. A expressão do Ser-social - amorosa – procurando
entender as situações e sinais que o Ser-sincronístico está ou
estará trazendo.

Nunca esquecer que é um sistema extremamente complexo e


dinâmico, onde existe uma troca e interação (ação – reação) com
o ambiente externo e interno onde estes ambientes representam
um ao outro ao mesmo tempo em que estão interagindo.

Tudo acontece ao mesmo tempo no Universo e não podemos ver


o homem como centro de tudo, mas como ser participante do
todo como qualquer outro ser.

Vou dar um exemplo do que acabei de falar:

Quando misturamos café com leite, será o café que mistura


com o leite ou o leite que mistura com o café?

Na realidade, a mistura de um com o outro ocorre


simultaneamente nas mesmas proporções. Tudo fica de uma só
cor. Não existe mais o leite nem o café como entidades
separadas. Da mesma forma, a nossa vida e existência se
misturam no Universo, não dá para separar, pois é parte agente e
paciente ao mesmo tempo, como o café com leite que não
sabemos o que misturou com que.

Esta interação se dá em todos os níveis – físico, psíquico, social,


espiritual e sincronístico.

Guga Korte Página 48 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

A nossa percepção da realidade será diferente em cada momento


da nossa existência, do nosso estágio de evolução. A consciência
do conceito da relatividade de Einstein é diferente em cada
momento das nossas vidas, e o mesmo acontece para vários
conceitos.

O equilíbrio entre os seres é muito importante, pois veremos nos


exemplos abaixo que a não-felicidade e a felicidade podem existir
nos mais diferentes ambientes da sociedade e do Universo.

Quantas pessoas nós conhecemos ou ouvimos falar que têm de


tudo, são milionários, mas não são felizes. Várias delas tem muito
dinheiro, bens materiais vivem com uma pessoa linda e
maravilhosa ao seu lado, mas não são felizes. Às vezes
procuram a felicidade nas drogas, álcool, no sexo ou no material
e não encontram.

O seu Ego está “inflado”, cheio de valores criados por si mesmo e


estruturados, principalmente, em função do seu sucesso e nos
bens materiais que conquistou e possui ou posição social que
atingiu.

Tem a afirmação como Ser baseada principalmente nos valores


materiais que possui. A realização, satisfação pessoal é poder
mostrar aos outros e/ou sentir superior em função da capacidade
de conquistar bens materiais. Muitas vezes sente a falta de
alguma coisa que não sabe o que é, pois racionalmente e
logicamente possui tudo que uma pessoa precisa para ser feliz,
mas não se sente feliz.

Várias pessoas neste caso transformam a sua necessidade de


ser feliz em uma “neurose de aquisição” e convencem a si mesmo
que não são felizes porque ainda não tem, digamos o dobro do
que possuem hoje, aí quando conseguem o dobro, precisam o
dobro do dobro e ficam sem limites.

Algumas brigam pelo poder, outras pelo que “precisam ter”.

Guga Korte Página 49 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Quando não é uma “neurose de aquisição” é uma “neurose de


poder” e precisam mostrar que têm poder sobre as outras
pessoas. Estes tipos de pessoas acabam fazendo qualquer coisa
para conquistar o poder, sem escrúpulos ou mesmo sendo
corruptas, então a relação com o dinheiro e o poder passa a ser,
em função da necessidade de auto-afirmação e a busca da
felicidade, uma relação de dependência.

Como está o Ser – espiritual?

Aqueles que esquecem ou não acreditam que o “Ser-espiritual” e


o “Ser – sincronístico” são os responsáveis por você expressar o
seu caminho de vida e esquecem que antes de serem seres
humanos são seres espirituais. Perderam a crença no seu eu
interior, na sua essência. Ao invés do “Ser-espiritual” e o “Ser-
sincronístico” gerarem as vibrações e atraírem o que precisa para
ser feliz, o externo começa a impor, ou melhor, impõe e
transforma esta pessoa.

Passa a ser “prisioneira” do externo, do mundo material, do


sistema social que agora a cerca.

A maioria destas pessoas, quando se olham no espelho, vêm o


seu exterior, onde estão, como estão (fisicamente) e esquecem
de ver quem são como pessoas e o que sentem ou estão
sentindo em relação à vida.

Algumas pessoas podem sentir e mesmo notar o olhar triste que


muitas pessoas “famosas-ricas” expressam. Procuram realizar
uma coisa que não sabem o que é: Falta o espiritual.

Não conseguem enxergar os sinais que vêm do Universo para a


realização do seu caminho de vida. Por esta razão não
conseguem encontrar a felicidade dentro de si mesmo. Mas não
se preocupe, o primeiro sinal de que você está voltando para o
seu caminho, a sua missão espiritual, pode ser o fato de estar
lendo este livro.

Uma imagem de um processo externo que gera um processo


interno.

Guga Korte Página 50 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

EXERCÍCIO – LEMBRANÇA DA
FELICIDADE
Para que você consiga encontrar a grande felicidade, volte um
pouco no tempo e veja em que períodos você se sentiu feliz.

Volte ao tempo que você era apenas uma criança sem obrigações
ou sem compromisso com nada, ou que era apenas uma simples
criança se divertindo com tudo na vida.

Tente lembrar de quando você estava começando a se relacionar


com o mundo e começou a se realizar profissionalmente e/ou
pessoalmente. Parecia que tinha um vulcão dentro de você, uma
felicidade que brotava e contagiava tudo à sua volta, era uma
imensa alegria que não dependia de nada.

Adiante um pouco mais no tempo e tente lembrar onde você


começou a perder esta alegria. Teve um momento que você
mudou e de repente tudo parece que perdeu a razão. Agora
vamos voltar para onde você estava feliz que vibração você sentia
dentro de você e tente HOJE procurar fazer as coisas utilizando
como “termômetro” os seus sentimentos de “felicidade”.

É importante que todas as pessoas olhem para dentro de si e


busquem as pessoas simples que foram, quando crianças ou no
início da sua vida Social (quando começou a realização pessoal e
profissional) e agiam com o coração, na relação consigo mesmo e
com as pessoas à sua volta.

As pessoas precisam voltar um pouco no tempo, olhar para


dentro de si, quando eram pessoas simples, que agiam com o
coração na relação consigo mesmo e com as pessoas e os seres
à sua volta e acreditavam/acreditam na existência de um ser
superior que está presente em tudo.

No momento em que começaram a se realizar, por que


começaram a viver os sonhos da sua vida, expressam o “Ser –

Guga Korte Página 51 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

espiritual”. Quando o “Ser-espiritual” começa a se expressar,


todas as “portas” começam a se abrir.

Parecem momentos “mágicos” de muita felicidade e tudo


acontece muito rápido.

Tiveram a fé de que podiam, “focaram - dirigiram” a sua vida e


acreditaram que podiam chegar aonde sonharam e tudo foi
acontecendo sincronisticamente, na velocidade em que Deus
deseja que realizemos a nossa missão espiritual.

Quando se encontra ou se inicia o seu “Caminho de Vida”


ajudamos as pessoas, pessoas boas que o cercam, o protegem e
trabalham para que você realize o seu “Caminho de Vida”.
Ajudam você a cuidar do seu “Ser-físico” e dão suporte ao seu
Ser-psíquico para que fique em equilíbrio, administrando as
sensações, emoções realizações, sempre observando os sinais
que o “Ser –sincronístico” mostra para que você se mantenha
dentro do seu “Caminho de Vida”.

Você ou aquelas pessoas que estão passando por uma situação


de um momento não –feliz, têm que aproveitar, pois esta é uma
oportunidade de aprendizado.

Talvez, para não dizer “com certeza”, este livro tenha aparecido
neste momento da sua vida para lembrar a você que foi ou que
você está numa fase de aprendizagem, de mudança, para que
possa perceber coisas novas, com uma visão diferente da que
sempre viu e que esta fase é apenas uma fase de vivência da não
–felicidade.

O processo de voltar a viver a felicidade, no seu “Caminho de


Vida”, do reencontro consigo mesmo é tão gostoso como a
primeira vez que vivemos a sensação de estarmos no nosso
Caminho de Vida.

Em todo este processo a vivência dos momentos de não -


felicidade são importantes aprendizados para que possamos
passar ao mundo, expressar o nosso “Ser – Social”, servir e agir
corretamente dentro do Universo.

Guga Korte Página 52 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Todos nós passamos e vamos passar por vários momentos de


não – felicidade, mas se tivermos a consciência de que a vida é
um processo de aprendizagem, crescimento e evolução e que
devemos aproveitar e viver cada instante para aprendermos, a
vida torna-se mais fácil, pois passa a ser um processo e não
instantes separados do todo.

Não podemos separar uma hora vivida de um dia, pois se


retirarmos esta hora da nossa existência este dia deixaria de ter
24 horas! Não é possível fisicamente, matematicamente, nem
psicologicamente. Não conseguimos separar os momentos da
nossa existência!

Vou contar uma história que me contaram durante um


treinamento em vendas no interior do Paraná:

Um rapaz chega meio atrasado para o treinamento, num curso


que estava dando no início de janeiro de 2000, pedindo desculpas
pelo atraso e começou a contar que estava ainda um pouco
confuso, pois havia “perdido” o irmão num acidente de automóvel
no dia de Natal. Contou que foi um choque para a família e que
tudo foi muito triste, mas quando estavam na missa de corpo
presente veio uma pessoa que trazia os documentos do irmão e
também algumas correspondências destinadas ao irmão falecido.
Por alguma razão, abriu uma carta que continha a seguinte
estória e que a leu em voz alta para todas as pessoas presentes
na Igreja.

“Era uma vez um rei que reunido com todos os sábios do seu
reino solicitou uma frase pequena, que pudesse colocar no anel
real, que servisse tanto para as alegrias como para as tristezas.
Prometeu aos sábios uma grande fortuna e uma posição social’.

Após um mês, um sábio chegou com a resposta.

Foi a seguinte: “ISTO PASSARÁ!”.

Guga Korte Página 53 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O rei pediu que explicasse e o sábio explicou: “Não existe uma


tempestade que dure para sempre, da mesma forma não existe
uma festa que dure para sempre, logo isto, ou tudo passará!”.

Foi muito interessante enquanto estava escrevendo este livro


como as coisas, cada parte, cada assunto surgia, indicando como
deveria fazê-lo. Acordei várias vezes com mensagens ou sinais
do que deveria colocar no livro, mas não sabia onde nem em que
momento, mas sabia que faziam parte de um livro.

Uma das mensagens foi a seguinte:

Acordei com uma visão de que um certo momento deveria colocar


no livro uma situação, um ambiente escuro, um preto total, sem
nenhuma luz em que eu e as pessoas que estivessem comigo
deveriam entrar.

Quando entrei neste “buraco negro”, não enxergava nada, nem


ninguém, era um silêncio total e pensei comigo mesmo: quando
estamos fora do nosso caminho (que parece um buraco negro) e
nos perguntarmos, com os olhos fechados, onde gostaríamos de
estar e fazendo o quê para ficarmos felizes, a resposta que viesse
a nossa cabeça, em primeiro lugar, se seguirmos a nossa
intuição, o nosso coração, deve ser o que devemos fazer para
reencontrar o nosso Caminho de Vida.

E quando respondi para mim mesmo, e abri os olhos, tinha que


começar a escrever e foi o que fiz.

EXERCÍCIO DO BURACO NEGRO


Com os olhos fechados, imagine-se neste “buraco negro” no meio
do espaço, olhe para dentro do seu coração e pergunte a si
mesmo, usando tudo o que está sentindo, seja alegria,
sofrimento, saudade, dor, carência ou qualquer outro sentimento,
o que você gostaria de estar fazendo neste exato momento?

Abra os olhos, responda e escreva:


____________________________________________________
____________________________________________________
Guga Korte Página 54 de 124
Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Agora feche os olhos de novo e imagine-se no “buraco negro”


perguntando a si mesmo: Onde é que eu gostaria de estar neste
exato momento?

Abra os olhos e responda - de preferência escreva


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Agora feche os olhos de novo e imagine-se no “buraco negro”


perguntando a si mesmo: Com QUEM eu gostaria de estar neste
exato momento? Abra os olhos e responda - de preferência
escreva:
____________________________________________________
____________________________________________________

As suas respostas vão dizer, ou mostrar qual o seu caminho,


falando simbolicamente: “enquanto você estava na escuridão do
seu ser interior, veio a luz da sua realização” - veio à resposta do
seu caminho.

Não podemos induzir nenhuma idéia, para que isto aconteça


temos que nos concentrar no “buraco negro”.

Vamos supor que você pensou em estar num avião viajando.

O que está acontecendo na sua vida?


Talvez você se sinta preso?
Em relação a que?
Por que viajando de avião?
Quer sair da terra?
Tirar os pés do chão?
Quer ver as coisas por uma outra perspectiva?
De um outro ângulo ou quer fugir?

Guga Korte Página 55 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Bom poderia fazer mil perguntas, mas o importante é que você


tenha a consciência daquilo que você pensar e escrever e que
gostaria de estar fazendo neste momento da sua vida e se tem a
ver com o seu caminho de vida.

Pense num lugar qualquer. Qualquer lugar....

Qual foi o lugar? ________________________

Este lugar específico tem um valor simbólico para você e/ou para
o ambiente, a cultura onde você vive.

Tente buscar na história, ou mesmo na importância que este lugar


teve na sua vida no passado, ou mesmo o que este local
representa para a sua cultura.

Vou dar um exemplo de um lugar: o Vaticano, Itália - O que ele


representa? A sede Mundial da Igreja Católica; se a visita ao
Vaticano veio à sua mente, pense como está a sua
espiritualidade? Qual foi a sua formação religiosa? O que o
Vaticano representa ou representou no passado para você? Com
quem você estava? Se lembra de alguma situação especial,
diferente?

As respostas que você escreveu podem estar esclarecendo ou


trazendo à tona as experiências e os sentimentos que você teve
naquela época, e juntamente com estes sentimentos e vivências
estão os sinais para onde está o caminho da sua vida.

Falei do Vaticano, mas poderia ser de qualquer outro lugar.

Vá fundo na sua pesquisa pessoal, pergunte-se onde, em que


momento da sua vida, fazendo o que e com quem, como você
estava se sentindo naquele momento da sua vida?

Por um acaso está passando por uma situação parecida?


Observe os sentimentos que vão aparecer e compare com o que
está acontecendo com você hoje.

Guga Korte Página 56 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Observe se as pessoas em que você pensou, estão convivendo


com você hoje.

O que elas representam ou o que representaram para você? Em


que momento da sua vida? Às vezes são sinais de que vamos
encontrar esta pessoa, ou que os sentimentos que esta pessoa
trouxe à nossa vida estão sendo revividos para que possamos
entender a importância que ela teve na nossa vida.

Se você lembrar do nome desta pessoa, tente falar com ela, veja
se consegue encontrá-la, vá conversar com ela sobre o passado
e sobre as suas vidas. Observe os sinais e os seus sentimentos.
Às vezes estas pessoas podem estar passando por situações ou
experiências semelhantes as suas e vocês precisam conversar
para que encontrem a solução em conjunto

Às vezes você pensa numa situação e, de repente, vê uma


pessoa cega passando a sua frente na rua, mas, esta em
especial lhe chama atenção. Veja se neste exato momento da
sua vida você não está conseguindo olhar para onde está indo ou
mesmo pode ser um sinal de que você está prestando muita
atenção ao seu interior, seus sentimentos e não está vendo que
existe um mundo exterior.

O ser-sincronístico age desse modo. Nada é por acaso. Nada que


acontece à sua volta é por acaso. Tudo o que está acontecendo
no “exterior” está tendo uma representação no seu interior e está
representando o seu interior ao mesmo tempo.

Os sentimentos que vieram à tona com todo este questionamento


são sinais para onde você deve seguir.

Se trouxerem felicidade, vá atrás deles. Se trouxerem não-


felicidade, estes sentimentos significam que você está saindo fora
do seu caminho de vida e que se não aprender em cima da
experiência já vivida vai ter que reviver e experimentar, vivenciar
novamente estes sentimentos, por isso vá a fundo e veja o que
cada situação representou na sua vida, que sentimentos estão
surgindo em cada momento e sempre se pergunte o que você
pode aprender de cada situação que você viveu.

Guga Korte Página 57 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Quando começar a se sentir não feliz ou menos feliz é um sinal


de que está saindo do seu caminho ou, se estiver sentindo um
“marasmo”, uma “calmaria”, é um sinal de que o processo está
ocorrendo em outro nível de consciência e/ou mesmo em outras
dimensões. Preste sempre atenção aos sinais que o ser-
sincronístico está lhe trazendo.

O ser-sincronístico age desse modo. Nada é por acaso. Nada que


acontece à sua volta é por um acaso. Tudo o que está
acontecendo no “exterior” está tendo uma representação no seu
interior e está representando o seu interior ao mesmo tempo.

Você deve estar notando quantas vezes eu repito as mesmas


coisas, mas a “repetição é a mãe da habilidade” - (“repetition is
the mother of skill” - Tony Robbins).

FELICIDADE NO NÃO-MATERIAL
Vamos comentar sobre exemplos de pessoas que buscam a sua
felicidade no não – material:

São aquelas pessoas que vivem às vezes até em miséria, porém


tem um ser-físico, razoavelmente saudável. (não comentarei os
extremos - aquele que decidiu viver na rua, não trabalhar, não
casar, não ter nada, esta pessoa pode ter aberto mão de várias
coisas, mas também pode ter grandes qualidades).

O seu ser-social está atuante, bem relacionado, sente que tem


que estar neste ambiente.

Sem a comunidade, dentro das suas possibilidades, o seu ser -


espiritual está atuante, mas não consegue encontrar o Caminho
de Vida, nem deixar o “ser-sincronístico” agir, reconhecendo os
sinais, porque o “ser-físico”, juntamente com o “ser-psíquico”,
criaram certos valores com relação ao material, onde talvez pelas
dificuldades que passou, ou pelos valores aprendidos até hoje,
não tenham conseguido se realizar no “material”. Acredito que,
apesar de “não estar adequado” dentro de uma cultura, também

Guga Korte Página 58 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

está exercendo o seu papel, seja servindo como exemplo, ou


mesmo o seu ser-sincronístico e espiritual devem estar agindo
para que tenha um maior crescimento espiritual - mesmo que
todo este processo não seja consciente para ele (a) neste
momento. Provavelmente no momento que tiver a consciência de
que tudo pelo qual está passando é parte de um processo de
equilíbrio universal e que ele está fazendo parte deste movimento,
poderá compreender os sinais que estão aparecendo e
apareceram anteriormente, podendo encontrar o seu caminho de
vida e se sentir feliz.

O ser humano para estar realizado, em equilíbrio e feliz, deve


estar em harmonia nas seguintes áreas:

- Material, físico - corpo, psíquico (emoções, etc.…) e religioso.

A intuição, no meu ponto de vista não é nada mais do que a


ligação, integração direta entre o seu inconsciente ou o Ser-
espiritual com o Divino.

Toda vez que usarmos a nossa intuição estamos indo na direção


do nosso caminho de vida.

Toda vez que não escutarmos a nossa intuição estamos nos


desviando do nosso caminho de vida. Muitas vezes o ser -
psíquico é o responsável pelo “desvio”, mas é através dos
“desvios” que, vivendo momentos de não felicidade, aprendemos
as “lições”.

Muitas vezes o ser-psíquico “induz” à intuição e nos “engana”,


mas é através destes “enganos”, insatisfações que temos as
grandes lições!

COMO ENCONTRAR O SER – FÍSICO?


Na realidade o nosso corpo é o nosso Ser-físico.

É o nosso instrumento de realização.

Guga Korte Página 59 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Como todo instrumento deve ser bem cuidado, alimentado,


exercitado, para que você possa para cumprir a sua função
espiritual.

O corpo é a expressão própria do Ser e na sua forma está


mostrando ao meio, ao Universo o como nós estaremos atuando
e agindo para a realização.

Quando falo de realização, quero dizer por em ação, em prática.


Agir.

O tamanho, a forma todas as partes internas e externas do nosso


corpo, manifestam eternamente o nosso ser-estar no Universo.

Podemos considerar o corpo simbolicamente como um meio de


transporte.

Quando quebramos uma perna, por exemplo, podemos dizer que


estamos com um pneu furado. O corpo está expressando,
simultaneamente, uma parte do nosso “Ser-psíquico” e do “Ser-
físico”, para o qual precisamos dar mais atenção.

No caso da perna, o simbolismo que ela está representando, é


dar o “próximo passo” em relação a alguma coisa que estamos
pensando em fazer. É um sinal para pararmos, porque não
conseguiremos “andar” direito, e pode ser até um sinal para não
tomarmos esta “decisão” agora, porque com a perna quebrada
não poderemos “agir normalmente” no Universo.

Ao mesmo tempo, está representando através do “Ser-social”,


aquilo que representamos na família, ou trabalho e nos outros
lugares que freqüentamos, de acordo com a função e o papel que
temos neste ambiente. Pode estar representando dentro deste
ambiente, através da função que você exerce, um ponto onde
pode existir um problema. Por exemplo, digamos que você tenha
a responsabilidade de cuidar da área de produção de uma
empresa, e que quebre a perna direita, e “por um acaso” a
empresa está pensando em firmar um contrato com um cliente e
justo um dia antes você quebra a perna. Dentro da empresa, a

Guga Korte Página 60 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

sua participação teria muita importância neste contrato e com a


perna quebrada não poderia trabalhar tão eficazmente.

Este pode ser um sinal para que o passo que a empresa está
querendo tomar, neste momento, pode causar “problemas”. Já vi
alguns casos onde a pessoa responsável por um departamento
adoece ou não pode comparecer por uma emergência logo antes
de se firmar um grande contrato e a empresa acaba não fazendo
o negócio. Depois de alguns meses, o cliente entrou numa crise
financeira e faliu. Se a empresa tivesse firmado o contrato de
fornecimento, não receberia e poderia correr o risco de falir
também.

Estes são sinais para nos colocar em nosso caminho de vida, que
diariamente vêm à nossa vida e não conseguimos entendê-los.

Gostaria que todos entendessem a importância de cada um neste


processo, pois uma pessoa num certo departamento da empresa
está interferindo na saúde e no bem estar de todos que trabalham
e depende daquele ambiente, empresa, para sobreviverem e
estarem no seu caminho de vida. Se no caso que citei a pessoa
não tivesse quebrado a perna, eles teriam fechado o contrato e
cerca de 100 pessoas estariam desempregadas e passando por
dificuldades financeiras!

Pode-se comprovar mais uma vez que as pessoas não estão por
um acaso no mesmo lugar, nem exercem a sua função por um
acaso.

Cada perna, braço, mão direta ou esquerda, tem o seu significado


simbólico, dentro de todo o processo, pessoal e social.

O lado direito do corpo é controlado pelo lado esquerdo do


cérebro e representa toda a nossa capacidade lógica, a
linguagem, a análise, o pensamento linear e a dependência do
tempo; é o nosso contato com o social, o nosso relacionamento e
comunicação com o meio em que vivemos. Por isto
cumprimentamos as pessoas com a mão direita, principalmente
no Ocidente.

Guga Korte Página 61 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Em alguns locais do Oriente, onde as pessoas são mais


espiritualizadas, elas se cumprimentam, colocando as duas mãos
de frente para a outra e fazem um gesto de abaixar a cabeça. O
significado deste ato de cumprimentar é muito interessante e
bonito ao mesmo tempo. Quer dizer: Em primeiro lugar paz; em
segundo lugar você está “abaixando a cabeça” com forma de
“submissão, humildade” e ao mesmo tempo, está
equilibradamente, com as duas mãos juntas, representado o seu
ser em equilíbrio – na relação.

O lado esquerdo do corpo é controlado pelo lado direito do


cérebro, que é onde estão localizadas as emoções, as
percepções da forma, totalidade, a sensação de espaço, as
formas arcaicas de linguagem, a música, o olfato, a visão
abrangente do mundo, o pensamento analógico, o simbolismo, a
temporalidade, os conceitos lógicos, intuição; é o lado não-lógico
do corpo, o lado “íntimo individual – o si mesmo”.

Se pudéssemos ficar atentos a todos os detalhes de como


aconteceu cada “acidente” ou “problema”, talvez conseguiríamos
entender os sinais e suas representações internas e externas que
estes eventos estão gerando.

Ao meu ponto de vista, este é o exercício do “Ser-sincronístico” e


a conscientização da sua manifestação.

Guga Korte Página 62 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Muitas vezes, ou na maioria das vezes, não conseguimos, por


mais que tentemos, interpretar e ter a consciência de tudo o que
se passa a cada momento, nem o que está representando ou
significando na nossa vida, mas inconscientemente estamos
“sabendo” tudo pois está sendo “gravado” no nosso inconsciente.

Não podemos esquecer que as ações e ou


reações, ou a não ação ou não reação,
também influenciam a nossa existência e
a existência do Universo na mesma
proporção. É um processo incondicional,
dinâmico e em perfeito e divino equilíbrio.
A ação, o ato de ingerir alimentos, interfere na nossa existência e
um dos maiores problemas que temos é a manutenção da nossa
máquina - corpo físico.

Tudo que comemos, colocamos como combustível interfere na


potência e na qualidade do que sentimos, pensamos e
expressamos.

O que escolhemos para comer não é por um acaso, e contribui


para a maior e melhor “estada“ e a nossa realização “aqui”. Tudo
vai depender de como a gente se cuida e se alimenta,
principalmente.

Caso você consuma muita bebida alcoólica, tente mudar os seus


hábitos e observar o que você sente e como se comporta no
relacionamento com as outras pessoas e ambientes à sua volta, e
como o estão tratando e sentindo. Caso você coma muito, ou
muito de um só tipo de alimento, tente deixar de comer ou variar
mais os tipos de alimentos ingeridos e veja como você está
percebendo o ambiente e as pessoas e tente perceber como as
outras pessoas o estão tratando.

Não vou falar sobre detalhes do que nós comemos, pois existem
milhares de livros sobre o assunto, mas gostaria de lembrar que o

Guga Korte Página 63 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

como comemos, os objetos que usamos para comer tais como o


garfo –metal ou madeira, pratos ou folha de plantas, mãos ou
palitos, assim como o local em que comemos, a quantidade do
que comemos, o tipo de alimento que comemos interferem no
resultado da sua alimentação. Cada tipo de alimento fornece um
tipo de energia para o corpo - calorias, vitaminas, muitas têm
qualidades de cura e outras são prejudiciais. Ah, também importa
com quem e o tipo de ambiente, de trabalho, social, familiar,
sozinho, com TV, com ou sem música, o tipo de música que você
escuta e como estamos nos sentindo em cada momento.

Cada alimento que colocarmos dentro do nosso corpo influenciará


a realização da sua missão, a sua percepção do mundo e as
experiências que você terá e como você interagirá neste universo.

A quantidade e o tipo de alimento que você está escolhendo


poderá ajudar ou dificultar sua percepção dos sinais e a se
perceber dentro do seu caminho de vida. Como você cuida do seu
corpo influenciará na sua vida, é o estágio do ser-físico.

Todos estes fatores estão influenciando e tendo um significado na


nossa vida a cada vez que nos alimentamos, atendendo as
nossas necessidades físicas e espirituais simultaneamente.

Cada parte do nosso corpo (olhos, cabelos, etc.) e da nossa


psique (consciente, inconsciente), tem uma representação
simbólica interna, simultaneamente e conseqüentemente está
influenciando e sendo influenciada pelo Universo.

Acredito que cada substância que ingerimos está interferindo,


estimulando, abastecendo ou prejudicando uma parte do nosso
corpo.

Esta interferência se dá em vários níveis: físico –


aumentando ou diminuindo a resistência com relação às
doenças, a sua sensibilidade com relação a você mesmo e ao
meio externo; vai gerar estímulos, em função da digestão,
que vão “induzir” a certos pensamentos. Por exemplo:
drogas alteram a percepção do meio ambiente.

Guga Korte Página 64 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

A sua constituição genética não foi determinada por acaso. O seu


tamanho, cor, tipo de cabelo, tonalidade da voz, cor dos
olhos, etc..., é como você se expressa para a sua realização .

Toda a sua forma física, a sua expressão no olhar, sobrancelhas,


interferem, estimulando o meio que você vive e
conseqüentemente no que você deve aprender. Esta “fôrma”
vai ajudar você a aprender melhor o objetivo desta sua
“vinda”.

Muitas vezes a melhor forma de descobrir o como você interfere


no meio, é fazendo experiências conscientes de como você está
agindo, o que está fazendo, mantendo o seu corpo através da
alimentação e do exercício. Por isso, quando uma pessoa está
muito doente, a primeira preocupação é com relação à
alimentação dela e, se possível, a realização de exercícios.

A maior liberdade que você tem é a de escolher aquilo que você


quer e saber se quem controla a sua vontade é o seu desejo ou a
coisa (alimento, bebida, cigarro, etc.).

É importante que faça cada experiência por um período mínimo


de quatro dias, pois é o prazo que o corpo precisa, para eliminar
os “restos” do alimento ou resíduos de algumas bebidas. Outras
substâncias podem demorar muito mais tempo, tais como drogas
ou mesmo remédios. Antes de fazer qualquer experiência
com a sua alimentação consulte seu médico para ver se não
terá problemas.

A primeira tendência que vai existir é você começar a se


preocupar com o não ter, reclamando ou sentindo a falta e não se
habituando.

A outra é a adaptação de perceber o como você está se sentindo


consigo mesmo. Depois é como você está agindo consigo mesmo
e no relacionamento com as outras pessoas e, então, perceber
como as outras pessoas o estão tratando.

Cada tipo de alimento, bebida ou substância que ingerimos


também interfere na nossa percepção da realidade e de si mesmo

Guga Korte Página 65 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

(por exemplo: drogas ou mesmo uma alimentação


vegetariana). Dependendo do que você ingerir, você poderá ou
não gerar um melhor estado, uma sensação de “bem - estar”
físico. Muitas vezes permite que você tenha uma melhor
realização do seu “Ser-espiritual”, pois o corpo é o nosso
instrumento para está realização.

Dependendo da forma como você trata o seu corpo, vai


influenciar na descoberta, ou conscientização do seu “Caminho
de vida” e a busca da felicidade.

Em cada instante da nossa existência, o nosso corpo, está


sinalizando como nós estamos interagindo no Universo e também
como recebemos a sua influência.

Cada mudança que fazemos no nosso comportamento alterará


instantaneamente o equilíbrio do Universo e implicará na nossa
sintonia e sincronia na relação com tudo o que se passa à nossa
volta.

Posso citar exemplo de pessoas que eram obesas e perderam


peso até o considerado “normal” e ficaram infelizes pois não se
sentiam felizes com o novo corpo. Sentiram que estava faltando
alguma coisa. Existem casos de pessoas que fizeram uma
plástica e depois se suicidaram por causa da depressão. Outras
ficaram felizes e mudaram as suas vidas completamente.

A mensagem que quero passar é que mexendo com o nosso


corpo “Ser-físico”, alteramos o nosso “Ser-psíquico/mental” e
interferimos no meio Social “Ser-social” que vivemos.

Existem vários exemplos de pessoas que não tinham segurança,


não gostavam do seu próprio corpo e não se tratavam bem.

Por alguma “razão”, que não foi por acaso, começaram a fazer
algum tipo de tratamento diferente para o próprio corpo e os
resultados foram maravilhosos para a maioria destas pessoas.

Existe um caso de uma pessoa que tinha um problema nas


articulações e o médico recomendou que ela andasse pelo menos

Guga Korte Página 66 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

três quarteirões por dia duas vezes na semana. No começo mal


conseguia ou sentia dor durante a caminhada do primeiro
quarteirão. Após duas semanas conseguia andar os três
quarteirões e sentiu um ótimo bem estar físico, e também uma
realização (bem estar psíquico) e, estimulando o seu “Ser-
psíquico”, acabou aumentado e ajudando a sua auto-estima.

Talvez, por isso, a psique criou este problema físico, para que o
ser-sincronístico gerasse uma situação através do ser-social - que
foi ir ao médico, por causa do seu ser-físico - o mal-estar que
aquela pessoa estava sentindo, para poder realizar o seu Ser-
espiritual. Com o aumento da auto-estima, esta pessoa colocou
um objetivo maior, agora de andar seis quarteirões e foi
aumentando e depois passou a correr e chegou a ganhar uma
maratona!!!

Esta pessoa serviu de exemplo para milhares de pessoas


“doentes”, e também mostrou no seu ambiente - família, trabalho
que é possível, sentir-se feliz, realizado fisicamente e ser mais
feliz, pois naquele momento cumpriu a sua missão realizando-se
simultaneamente em várias dimensões, inclusive até neste
exemplo, a quase 10,000 quilômetros de distância de onde vive!!
Viu como pequenas ações interferem no Universo.

Este processo não parou e não pára para ninguém e com certeza
você passou e passa por momentos de não - realização, como
todos nós passamos. E é aí então que devemos prestar mais
atenção a tudo à nossa volta e olharmos no fundo do nosso
coração onde ou para onde devemos seguir o nosso caminho.

Toda doença, acidente com o corpo ou mesmo com uma parte


específica do corpo, acredito ser uma somatização, ou seja, uma
concentração de energias que pela sua origem e qualidade
impediram a circulação (de energias) e causaram o
estancamento, que é o fluxo num determinado local, órgão que
simbolicamente expressa através da sua função biológica – do
equilíbrio geral - corpo, psíquico, social, espiritual, sincronístico.

É a forma como cada “um” administrou a sua não-realização dos


desejos e sonhos. Mas, do mesmo modo, estas doenças, são

Guga Korte Página 67 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

formas de manipulação do ambiente e de outros seres à sua


volta, expressando o ser-social, com o objetivo de obter a atenção
(externa) através da doença. No momento em que somatizamos,
ou ficamos doentes, já estamos “externalizando” e ao mesmo
tempo mostrando que estamos, estávamos buscando no externo,
o que está de fato, no interno.

Temos que prestar muita atenção na forma como utilizamos o


nosso ser-físico para nos expressarmos. Falamos com várias
dimensões de consciência e percepção através do corpo. A mão
em forma fechada em forma de um soco para expressa que
gostamos de alguém? Pode ser? Comecem a reparar na
expressão das suas mãos!!

Temos consciência de cada ação, com as nossas mãos, com


cada órgão “externo” do corpo? O que estamos querendo dizer na
realidade? O que estamos transmitindo inconscientemente
para todas as pessoas com os nossos movimentos?

Conhecendo o seu corpo externo, você conhece mais uma parte


do seu ser psíquico e social e também do Universo representado
em você.

Não foi por um acaso que nós viemos com a forma e o tipo
físico que temos, a estatura, altura, cor, cabelo, sexo e outras
características físicas. Todas estas características estão
exercendo um estímulo no meio em que vivemos e
conseqüentemente gera uma resposta do meio. Esta
resposta é que fazer servir de estímulo interno para que
possamos nos desenvolver espiritualmente. Quando
“encarnamos”, assumimos uma forma física, que é “herdada
geneticamente” da nossa família.

Assim como a família e o local aonde “viemos” e vivemos,


eles também são estímulos para que nós possamos evoluir,
“criam” as situações que geram conflitos e possamos
aprender e evoluir espiritualmente.

Este ambiente é o mais propício para desenvolvermos


espiritualmente.
Guga Korte Página 68 de 124
Faltam 7 dias e agora...?

Ao nascermos, nós influenciamos a nossa família, a nossa


cidade, o nosso país.

A vida é um processo de equilíbrio dinamicamente


sincronizado.

Cuidar do seu ser-físico é cuidar do seu ser-psíquico, social e


espiritual.

A nossa primeira consciência de estar presente neste ambiente é


através do corpo - físico; a segunda consciência se dá -
simultaneamente - no momento em que o corpo permite perceber
o ambiente externo e ao mesmo tempo servindo para receber
estímulos - prazerosos ou não, exercem, ao mesmo tempo, uma
influência no meio em que estamos. Ao percebermos que temos
uma forma - um corpo físico que nos permite atuar neste meio
gerando prazer e desprazer, começamos a entender e que cada
ambiente externo - meio social, os estímulos são diferentes e as
nossas sensações e percepções também são diferentes em
função do “bem estar” do seu físico e simultaneamente e
conseqüentemente do seu estado psíquico.

Apesar de todos os nossos esforços, não conseguimos controlar


as nossas emoções, sensações, nem o meio, nem o bem estar do
físico. Percebendo, então, que existe uma outra “origem” para
tudo. Porque nem tudo que existe ou, a grande maioria, é
explicável.

Transformamo-nos em seres com fé - acreditando na alma


“maior”, no espírito - tomando consciência do ser espiritual. Logo,
sabendo que “tudo” - físico, mental-psíquico, social, espiritual está
interferindo e sofrendo interferência com todo o universo,
começamos a perceber que as coisas acontecem numa ordem
ilógica, mas com uma função e que a razão é diferente para cada
um, mas, simultaneamente acontece no mesmo espaço e tempo
e em várias dimensões não conscientes para todos do universo.
Portanto cuidando do seu físico, você está cuidando desta sua
“encarnação” para que você se realize - espiritualmente e seja
feliz!!!

Guga Korte Página 69 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Amar cada parte do seu corpo é amar a si mesmo,


“trabalhar” as partes do seu corpo é também
“trabalhar” o seu ser-social, relacionando-se
amorosamente com o próprio corpo é o início para
aceitar-se no meio em que vive e também se
relacionar amorosamente com o universo. *

* Quantas vezes você se lavou ao tomar banho, passando o


sabonete com carinho na sua pele?
- Quantas vezes você fez carinho - não é massagem! - no seu
rosto? Sem qualquer razão ou desculpa?
- Quantas vezes você se preocupou em ver se existe alguma
parte do seu corpo que precisa de carinho?
- Acariciar as suas mãos ou alguma parte do corpo onde você se
machuca muito?

Preste atenção nas coisas que acontecem com você e com o seu
corpo! Ele está querendo mostrar a parte que você precisa cuidar
mais, tanto para você mesmo como na relação com o Universo.

A felicidade do ser físico é você sentir que está realizando o seu


caminho de vida com a forma física, com as características que
você tem e tentar, conscientemente, usar o seu corpo como
instrumento.

No momento em que o corpo existe, você já está tendo uma


consciência. Porque só existe a mente se existe o corpo e a
mente, a psique é na realidade a nossa consciência.

Acredito que esta consciência tem início, primeiramente, através


das sensações, quando as células do nosso corpo estão em
formação, e se definindo. Depois de nascermos ocorre uma
associação entre as sensações e a noção de conceitos e valores,
significados que são adquiridos desde o momento que somos
gerados.

“Normalmente” esta “consciência” ocorre no momento que


estamos pensando. Se pensamos, geramos estímulos físicos,
elétricos.

Guga Korte Página 70 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Por isto quando se medita, deve-se não pensar, pois a dimensão


da consciência, a nossa integração passa a ser o universo
ilimitado, pois não ficamos presos a conceitos ou valores. A
meditação nos ajuda a aprender sobre o Universo em todas as
dimensões, enquanto o pensamento está limitado à consciência
física dos significados das palavras.

Para exemplificar a consciência e a não-consciência, ou


consciência universal, pensemos, reflitamos no seguinte:

Quando estamos acordados com os olhos abertos, várias coisas,


idéias, visões, pensamentos passam em nossa mente. A
percepção do que ocorre ao nosso redor depende do que
estamos prestando atenção, ou onde está o nosso foco naquele
momento: esta “percepção” é que definimos como “realidade”, ou
o que temos consciência da realidade. É uma consciência que
está cheia de valores e conceitos - o momento, a forma como
estes conceitos são aprendidos, e como nós estamos nos
sentindo vai interferir na nossa forma de ver o “mundo”. Ao
mesmo tempo interfere, age, diretamente, conscientemente nos
movimentos do corpo /ser físico.

Agora, quando dormimos e sonhamos, os sonhos passam a ser a


nossa realidade (psíquica/mental) por mais absurda que possam
ser. A realidade dos sonhos muitas vezes não tem nada a ver
com a realidade de quando você está acordado.
A realidade (psíquica/mental), no sonho, trabalha com o seu
inconsciente, ou melhor dizendo, com o não - consciente, pois
são percepções de várias dimensões sobre as quais nós não
racionalizamos (pensamos).
O nosso corpo físico/ ser-físico está sendo controlado, no
momento do sonho pelo seu ser-psíquico e “sofre” estímulos
enquanto sonhamos (muitas vezes nos movimentamos, se
brigamos ou sentimos que ganhamos alguma coisa no sonho,
então rimos ou choramos, etc.).

A nossa consciência é limitada pelo inconsciente ou nosso


inconsciente limita a nossa consciência.

Guga Korte Página 71 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Acredito que a consciência pode agir em pelo menos dois


momentos:

1. Quando podemos exercer o nosso livre-arbítrio. Quando


estamos acordados.

2. Quando conseguimos exercer parcialmente o nosso livre-


arbítrio. Quando estamos sonhando - com a prática,
conseguimos “atuar” dentro do sonho, às vezes “mandamos”
nos sonhos e outras vezes somos pacientes.

Nas outras situações, a consciência não interfere:


Estado de não consciência total, durante o sono - Quando o
inconsciente exerce controle “total” sobre a nossa existência, ou
seja, onde estamos, o que somos, neste momento, entendo que
passamos a ser o self, o Ser, o ATMA (a alma).

Quando estamos num sono profundo, parece que não nos


sentimos, não sonhamos, não temos noção de dimensão, espaço,
tempo, limite, então somos o nada e o todo ao mesmo tempo.
Neste estado não pensamos, não sentimos nada, nem
fisicamente, nem psicologicamente, nem mentalmente. Pode ser
um “estado de inconsciência física” e de crescimento
espiritual? Ou somos simplesmente o Ser-espiritual.

Consciência é sentir estar, saber, entender o processo de estar


coexistindo em equilíbrio com o Universo a sua volta.

A escolha do meio em que nós vivemos foi espiritual. Como falei


no começo, acredito que nós escolhemos os nossos pais e as
suas histórias para que possamos realizar o nosso caminho, a
nossa missão espiritual. Ao escolher nossos pais, escolhemos o
local, o espaço e o momento da vida deles para chegar,
complementando o equilíbrio do universo.

Para visualizar melhor, poderia dizer que nós somos a


semente e a família foi o solo que permitiu e está permitindo
o melhor desenvolvimento da semente para percorrermos o
Caminho de Vida.

Guga Korte Página 72 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Através de perguntas podemos estimular você para que encontre


alguns sinais que possam indicar o seu caminho.

EXERCÍCIO DA RESPIRAÇÃO -
CONCENTRAÇÃO
Costumo fazer um exercício de respiração que além de ser
gostoso, acalma e faz muito bem para a gente.

O exercício é o seguinte:

1. Comece respirando pelo nariz, bem devagar, até encher


todo o seu tórax.

2. Solte levemente pela boca e nariz procurando retirar o


máximo possível de ar de dentro do pulmão até você se
sentir “murchando”, encolhendo toda a sua barriga para
expelir todo o ar até sentir um pouco de “dor-incômodo”.

3. Inspire novamente, agora fazendo um esforço maior para


encher o máximo possível o seu pulmão. Após achar que
encheu, tente colocar pelo nariz um pouco mais de ar, aos
poucos até não dar mais.

4. Solte levemente o ar pela boca e pelo nariz bem devagar.

5. Repita o exercício mais umas quatro ou cinco vezes,


devagar, tentando sempre colocar mais ar para dentro e
expelir o máximo de ar possível.

Agora feche os olhos e respire devagar, sem precisar encher e


esvaziar os pulmões ao máximo e depois abra os olhos
novamente.

Após o exercício faça as seguintes perguntas para você mesmo.

Qual a maior felicidade que você se lembra e teve quando


criança?
____________________________________________________

Guga Korte Página 73 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________

Voltando para o tempo em que você brincava com seus amigos,


qual era o seu maior sonho?

Aquele do qual você tinha orgulho, e falava o que você ia ser para
todos os seus amigos? Lembra-se das comparações de criança?
Eu vou ser...... para fazer............ e vinha uma alegria enorme de
realização?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

EXERCÍCIO DA RESPIRAÇÃO –
ESTÍMULO
Vou pedir para você fazer um outro exercício de respiração, que
tem uma outra função dentro do organismo.

A respiração é muito importante para a nossa existência, primeiro


porque sem ela não vivemos. Segundo, porque é através da
respiração que realizamos a troca de energias com o Universo.

Dizem alguns estudiosos que a primeira respiração é a que mais


dói, ao nascermos, por isso que choramos.

Ao morrer as pessoas soltam o último suspiro.

Quando respiramos além de permitir uma maior circulação de


oxigênio no cérebro, expelimos o gás carbônico e limpamos o
nosso organismo.

Através de uma respiração mais eficiente você poderá sentir e


perceber e talvez viver melhor os seus últimos dias.

Agora faça o seguinte exercício de respiração:

Guga Korte Página 74 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Em primeiro lugar, feche os olhos para relaxar; respire


profundamente umas 15 vezes e bem devagar; enchendo todo o
pulmão – na sua capacidade máxima e esvaziando todo o ar.

Conte quanto tempo você demora para encher os pulmões


(vamos contar por exemplo: 5 segundos).

Vamos segurar o ar por um período quatro vezes a quantidade de


tempo que você demorou para encher o pulmão (exemplo: 20
segundos)

Solte o ar em 2x o tempo que demorou a encher o pulmão


(exemplo: 10 segundos).

Se você não estiver com um relógio, não acelere a contagem,


tente manter as “unidades” do tempo padrão – conte com os
dedos da mão na mesma velocidade, de entrada, segurar e soltar
o ar.

A razão de estamos fazendo um exercício de respiração são


várias:

A respiração é essencial para a circulação sangüínea – estimular


os vasos sangüíneos no cérebro, agilizar o processo de melhor
irrigação do cérebro estimulando com novo oxigênio cada célula e
possibilitar o novo acesso a novos arquivos.

É importante, pois relaxa e libera toxinas, além de fazer circular a


energia vital.

Relaxando você estará liberando “barreiras”, energias


concentradas, defesas, que normalmente impedem você de trazer
à tona os seus sonhos. Imagine que você postergou os seus
sonhos durante tanto tempo, pois não queria sofrer, mas agora, o
seu tempo de vida está limitado e ou você vai atrás dos seus
sonhos, a partir de agora, utilizando cada minuto, cada
pensamento para tentar encontrar qual o sonho e onde está a sua
realização.

Guga Korte Página 75 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Você pode ir atrás dos seus sonhos desde agora ou vai sofrer a
cada minuto por não estar tentando.

Gostaria de lhe falar uma coisa muito importante:

VOCÊ PODE, VOCÊ CONSEGUE E VAI SE


REALIZAR!!!!

O SEU SONHO ESTÁ DENTRO DE VOCÊ, A SUA


MISSÃO ESTÁ NA SUA ESSÊNCIA.

VOCÊ COMPROU, GANHOU, RECEBEU


ESTE LIVRO PARA MUDAR, MUDAR A
SUA FORMA DE VER O MUNDO E SE
POSSÍVEL DE VIVER, NÃO FOI POR UM
ACASO QUE VOCÊ LEU ATÉ ESTA
PÁGINA.

SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI VOCÊ


ESTÁ NO CAMINHO DE REALIZAR A
SUA MISSÃO.

AQUELES QUE TEM SONHOS E CORREM


ATRÁS DELES PARA SUA REALIZAÇÃO
CHEGAM ONDE QUISEREM, POR ISSO EU
ACREDITO EM TODO MUNDO QUE TEM
SONHOS DE VIDA.

A respiração tem um valor espiritual e físico muito grande, pois,


dizem que nossa maior dor é a primeira respiração – quando
entram o ar nos nossos pulmões e o nosso maior alívio é o último

Guga Korte Página 76 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

suspiro quando se esvaziou todo o ar que estava dentro dos


pulmões e assim ocorre a liberação da Alma.

Vamos continuar buscando…..

Que mudanças na sua vida deixaram você mais feliz? Com que
“qualidade”?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Quais as pessoas que estavam presentes?


____________________________________________________
____________________________________________________

O que estas pessoas representaram para você naquele


momento?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Como era o local?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Onde? Lembra detalhes?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Quais eram as sensações, cheiro, toques, etc. De quais


sensações você se lembra?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Relacionadas a quê? Tente lembrar das principais fases - felizes


até hoje.
____________________________________________________

Guga Korte Página 77 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Caso você tenha a oportunidade, pergunte aos seus familiares


mais velhos, ou mesmo àqueles da mesma idade, que eram
crianças e brincavam com você. Do que você falava e gostava
mais de brincar. É provável que você se lembre dos sonhos dele
(a)s e que ele (a)s dos seus.

Como já mencionei, a nossa vida é um ciclo. Nós aprendemos


através das alegrias e também das tristezas. Vamos dar uma
olhada nos momentos de não alegria……

Que mudanças na sua vida deixaram você mais infeliz?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Com que “qualidade”?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Quais as pessoas que estavam presentes?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que estas pessoas representaram para você naquele


momento?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Como era o local? Onde?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 78 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Lembra detalhes?
____________________________________________________
_____________________________________________________
___________________________________________________

Quais eram as sensações, cheiro, toques, etc...? De que


sensações você se lembra?
_____________________________________________________
_____________________________________________________
__________________________________________________
Relacionadas a quê? Tente lembrar das principais fases –
infelizes até hoje.
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Escreva tudo que vier à cabeça, tente não se preocupar muito


com a ordem.

Depois de terminar, pode pegar um outro pedaço de papel e


comece a enumerar cada fase e deixe um espaço em branco
para que você possa escrever mais algumas coisas que vão levá-
lo mais próximo a esta época.
Tente lembrar de cada fase, pelo menos uma “lição”…

Responda a mais algumas perguntas:

O que você aprendeu com cada fase?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Como o que você aprendeu nestas fases ajudaram a você a ser o


Ser que você é hoje?
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 79 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________

Que opções você poderia ter feito para que você fosse mais feliz
hoje?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que impede você de fazer esta opção hoje?

Você acha que se correr atrás desta opção, faria você uma
pessoa mais feliz, independente do que você faz hoje?

Fiz muitas perguntas que fizeram você “viajar” no tempo, no


espaço e nos seus sonhos.

Acordar é uma sensação física, abrir os olhos, para um outro


tempo que está diretamente relacionado ao que somos hoje, ao
presente e à pessoa que você é, seja físico ou psíquico/mente.
Acordamos de uma viagem ao passado.

EXERCÍCIO DA SENSAÇÃO DO PRÓPRIO


CORPO
Comece a olhar a sua volta, repare no tamanho das suas mãos,
pés, braços, pernas, cabelo, comece a se tocar, sentir a textura
da sua pele, do seu cabelo, do seu rosto, passe a mão na sua
barriga, vá passando as suas mãos por todas as partes do seu
corpo, pense nas partes que há muito tempo você não toca, nem
mesmo quando está tomando banho.

Infelizmente ou felizmente, não temos a consciência do que é o


nosso corpo.

Normalmente temos a consciência do nosso corpo através de


estímulos recebidos do meio ambiente, diretamente no corpo
físico, a partir do momento que fomos gerados.

Guga Korte Página 80 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

É muito importante que você descubra seu corpo. Falo em


descobrir, desbravar o seu o corpo.

Acaricie cada centímetro do seu rosto, dos seus braços, costas,


cada parte do seu corpo como se estivesse acariciando alguém
que você ama ou gosta muito.

Não deixe de se acariciar, antes de ler a próxima frase.

Crie um ambiente, apague a luz ou feche os olhos e comece a se


acariciar.

Cada estímulo pode, ou não, gerar pensamentos, racionalizações,


podem ou não serem conscientes para o ser-psíquico – mental.

No momento em que começamos a nos conhecer pelo toque


estamos entrando em contato com a nossa psique, a nossa
mente, a nossa consciência do que somos e como estamos nos
expressando, estimulando e sofrendo os estímulos do meio
ambiente.

Por isso, quando falo de consciência, não é somente sobre ter a


ciência, o conhecimento, o saber, porque para obtermos o
conhecimento, precisamos pensar e para pensar, devemos
conhecer o significado das palavras (ou idioma) que estamos
utilizando para pensarmos e, conseqüentemente, entendermos o
que pensamos.

Antes de nascermos nós já estávamos agindo, interferindo,


influenciando no Universo muito antes de começarmos a
pensar ou falar.

Estes são os diferentes meios e processos de comunicação.

Quando nos comunicamos com a nossa mãe ao nascer, é uma


comunicação totalmente intuitiva, onde ambos mãe e filho,
utilizam o corpo, a mente, as sensações, a intuição, os olhos, os
movimentos como meio e forma de comunicação. Esta
comunicação se dá em várias dimensões diferentes da que

Guga Korte Página 81 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

utilizamos numa conversa “verbalizada”. Utilizamos nossos


instintos animais, um vínculo amoroso, uma ligação física…

É esta forma de comunicação que devemos buscar dentro


de nós no relacionamento com o Universo.

É o meio de comunicação amoroso, através do


amor, com tudo que nos cerca.

É o tipo de relação do bebê com a mãe - sem muitas palavras


- com muito sentimento. Basta nos lembrarmos, pois tudo
que vivemos, todo os tipos de relação que tivemos com tudo
a nossa volta - conscientes ou não, estão guardados na
nossa memória. Todos estes momentos vividos representam
o nosso ser - o que cada um de nós é e como contribuiu para
construir o universo.

Como seria a sua comunicação com a sua mãe, pai, esposa (o),
filhos, familiares se você começasse a se comunicar com eles
sem utilizar as palavras? Olhando para o seu coração e para os
olhos dela, expressando aquilo que você está sentindo.

EXERCÍCIO DO SILÊNCIO
Imagine que você não possa falar por um dia, durante esta
semana da sua vida e você sinta que precisa passar um
conhecimento para todas as pessoas ao seu redor, como
você poderia passar um sentimento de amor para elas, como
você olharia para elas, por quanto tempo?

Você por um acaso seguraria a mão delas procurando sentir


e dar carinho?

Será que você não pode começar a fazer isto hoje?

Que diferença você traria para todas as pessoas que


estivessem do seu lado?

Guga Korte Página 82 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Consegue imaginar as pessoas olhando e segurando você


com carinho?

Escolha uma pessoa e faça uma experiência. Vamos lá!! Não


custa nada!!!!

Se você estiver com alguém do seu lado, segure a mão desta


pessoa, ou simplesmente olhe e “passe carinho”, sem falar,
somente expresse através do olhar e veja a resposta.

Escreva abaixo o que você sentiu que a pessoa lhe mandou -


pode ser que a pessoa não tenha entendido, então olhe nos
olhos, como se estivesse olhando para uma pessoa para a
qual você tenha muito carinho e sorria, e ou mesmo segure
na mão com amor e veja o que você sentiu em retorno.
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Imagine-se, com três meses de vida, vestindo as roupas de um


bebê. Deitado num berço, num colchão. Tente visualizar os lados
do berço, as luzes, as sensações de calor, frio, desconforto.
Como é que você está se sentindo?
____________________________________________________
____________________________________________________

Como você se expressaria se estivesse com fome? Ou o


desconforto de estar sujo?
____________________________________________________
____________________________________________________

Como você retribuiu os cuidados, o amor, o calor da sua mãe, pai


ou de quem cuidou de você?

Não esqueça, você não fala e nem “pensa


palavras!!”.
Guga Korte Página 83 de 124
Faltam 7 dias e agora...?

Se você não conseguiu voltar aos tempos de bebê, respire fundo


e faça alguns dos exercícios de respiração (aqueles que agente já
fez anteriormente... Respire profundamente e vagarosamente
várias vezes e com os olhos fechados, depois continue)...
Enquanto respirar, mantenha os olhos fechados, sinta a
respiração, o ar entrando e saindo dos seus pulmões, pela
garganta e pela boca.

Tente visualizar um bebê, com três meses, dentro do berço,


acordando e quando você olha para o rosto da criança, existe
uma troca de papéis e você fica olhando para aquela pessoa que
está olhando para você e fazendo barulhos por algum lugar.... o
que está acontecendo?? Como você se comunicava com o
universo a sua volta? Tente se lembrar de como você se
expressava com o Universo. Olhe a sua volta, imagine-se no
berço, tente sentir o cheiro das roupas de bebê...

Olhe agora ao seu redor e sinta tudo que está a sua volta. Sinta a
diferença. Perceba como parece que tudo está se comunicando,
todas as coisas estão vibrando. Todas as coisas, tudo que está à
sua volta sempre se comunicou com você, porém depois que
aprendemos a falar, esquecemos que existem outros meios de
comunicação, muitas vezes, ou melhor, na maioria das vezes
mais eficiente e direto do que as palavras.

Este é o meio de comunicação do Universo.

É através destas vibrações enérgicas onde nascem os seus


estímulos dos pensamentos.

É como o ser-sincronístico age através e com o universo.

O ser-social recebe os estímulos onde o ser -psíquico/mental dá


os valores, os sentidos às palavras e às energias que estão
contidas nas palavras.

Logo, as palavras, contêm vários significados que são


“interpretados” pelos “vários níveis de consciência” ou “vários
seres”, pelas diferentes formas de visão:

Guga Korte Página 84 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

* Nota: Muitas vezes utilizo a palavra ser ou seres, porque o ser


é um estar consciente, um estado de consciência, em algum nível
ou profundidade de percepção.

No meu entender a primeira percepção, consciência que temos é


ao nível físico, quando nos tornamos uma massa, no momento da
nossa fecundação. Neste momento passamos a ser o “ser-
físico”.

No momento que somos, nos manifestamos como alguma coisa


física neste Universo, começamos a sentir e interferir e sentimos
tudo o que se passa e ao sentir a nossa massa, os estímulos
externos e internos pensamos, desejamos, agimos e passamos a
ser o “ser-psíquico-mental ”.

Quando conseguimos enxergar ou estar em algum lugar, acredito


que “tiramos fotografias multidimensionais”. Estas “fotos” ficam
registradas na nossa memória e contém, as imagens, os sons, o
cheiro, e todas as outras sensações, percepções e até
“comentários” pessoais, que são as nossas experiências
gravadas e anexadas a estas “fotos”.

Quando começamos a aprender o significado das palavras,


limitamos todo este “vocabulário multidimensional” a palavras com
“valores ou conceitos”. É a diferença da comunicação do bebê
com a mãe e você, hoje, com qualquer pessoa.

Continuamos a “evoluir”. Descobrimos que estamos numa casa,


família, cidade, estado, país, planeta e Universo. Descobrimos
que interferimos e sofremos as influências de nossas ações neste
Universo. Passamos a ter uma outra dimensão do conhecimento
e nos desenvolvemos, passamos a ser o “ser-social”.

Continuamos a evoluir. Aprendemos sobre as coisas que estão a


nossa volta, as pessoas, sobre os relacionamentos, sobre as leis,
sobre os seres vivos, sobre o nosso país, sobre a Terra e sobre o
Universo. Mas aí começam as outras perguntas? E depois do
Universo? Quem construiu o Universo? Como viemos parar aqui?

Guga Korte Página 85 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Acabamos desenvolvendo uma nova dimensão, a dimensão da


crença, a dimensão da fé, e passamos a ser também o “ser-
espiritual”. Temos a consciência de alguma coisa que é maior
do que tudo e que não conseguimos explicar o que é, de onde
vem, como ir para algum lugar. Não conseguimos explicar e
chamamos a não-consciência, ou melhor, a incapacidade de
dimensionar algo que não temos a capacidade de explicar e só
vivenciar, e chamamos de DEUS. O DEUS de que estou falando
é o mesmo que é falado em todas as religiões, o único, o grande
DEUS.

Continuamos a nossa vida, o nosso processo de aprendizagem e


de repente, acredito que este insight, esta consciência repentina
acontece depois de termos vivenciado, experimentado DEUS,
começamos a perceber que tudo que aconteceu nas nossas vidas
tiveram uma razão de acontecer, dentro de uma seqüência lógica
e natural. É claro que quando estou falando deste jeito você pode
até pensar que eu não sofri, que minha vida foi uma calmaria.
Digo desde já que não, NÃO e NÃO foi nenhuma calmaria!!!

Percebi em tudo isto que se qualquer coisa tivesse sido diferente


na minha vida, eu poderia não estar escrevendo um livro sobre a
felicidade e sim sobre um tratado de direito ou marketing.

Tudo aconteceu ilogicamente correto e para o meu bem estar, e


pode ter certeza em que no momento que estava passando por
algumas situações que discordei profundamente e preferia não ter
passado por aquela situação. Tudo o que acontece e que
aconteceu é para o nosso bem, para aprendermos alguma coisa
para podermos realizar alguma coisa. Este novo estado de
consciência chamei de “ser-sincronístico”.

Do dicionário Michaelis (Versão CD-ROM) : “Conjunto de fatos


que acontecem ao mesmo tempo. Tornar SINCRÔNICO, ajustar
com precisão”.

Tudo na nossa vida foi feito com precisão!! Tudo


que aconteceu foi para que pudéssemos aprender
alguma coisa e ao meu ver é para o nosso
crescimento espiritual!!

Guga Korte Página 86 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

No momento em que temos a consciência de estarmos vivendo


um momento de aprendizagem, uma lição para o nosso processo
de evolução espiritual, sentimos uma felicidade interior, que é a
felicidade que estamos buscando constantemente, pois por
alguma razão sentimos que deveríamos estar fazendo aquilo que
nos deixou feliz.

Ao sentirmos uma sensação de mal estar, que não conseguimos,


muitas vezes expressar por palavras, uma sensação que vem de
dentro, que não nos deixa sentir feliz, é um sinal que o que
estamos fazendo está fora do nosso caminho, talvez o momento,
o local, o ambiente, os estímulos que estamos recebendo ou
emitindo não irão nos ajudar a evoluir espiritualmente.

É neste instante que temos que ligar um sistema de alarme que


vai acordar nosso ser psíquico/mental e vai “berrar” dizendo: “está
no caminho errado, olhe para outras direções, mexa-se, mude,
fale com outras pessoas, procure outros estímulos, ou mude de
ambiente!”.

São aquelas sensações que de vez em quando sentimos, como


se esta sensação surgisse e começamos a nos movimentar ou
mesmo a “querer ir embora” ou olhar para todos os lados.

É um sinal do ser-sincronístico, do ser-espiritual para que você


preste atenção aos sinais externos que você está recebendo ou
mesmo um sinal de que esta situação não está gerando nenhuma
aprendizagem.

EXERCÍCIO DOS SINAIS INTERNOS


Imagine-se sentado num local onde tenham várias pessoas à sua
volta.

De repente você começa a olhar para os lados, para cima, para


baixo, se mexer na cadeira, cruza as pernas, os braços, começa
a se sentir incomodado, suspira, respira fundo, você, neste
momento está estimulando o ambiente que você está. Por alguma

Guga Korte Página 87 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

razão você precisou mudar a energia para chamar a atenção de


alguém, ou extravasar uma sensação que em algum nível você
precisava colocar para fora para “interferir” na vida, no processo
de alguma outra pessoa.

Mexendo o nosso corpo físico, geramos estímulos visuais,


energéticos, físicos, químicos para todos os seres a sua volta, ou
melhor, para tudo.

Neste momento você está “desestruturando”, desequilibrando


o meio (ambiente - social, físico, químico…) e gerando um novo
equilíbrio.

“Note que você, ao se movimentar, ou mesmo começar a pensar


sobre a sensação que sentiu, já causou uma mudança, que
resultou num movimento físico, que gerou toda uma mudança
externa e ao mesmo tempo interna, podendo, após milésimos de
segundo sentir uma felicidade enorme, sabendo”
inconscientemente “que voltou ao seu” Caminho de vida ““.

Imagine uma situação:

Você está numa rodoviária, sentado numa fileira de cadeiras.


Quieto, lendo um livro. De repente começa a se sentir
incomodado – com um “mal estar” e começa a se mexer, perde a
concentração na leitura e olha para os lados. Ao mesmo tempo
uma pessoa que estava na sua frente começa a se mexer, como
se estivesse incomodada, e você repara, e por alguma razão olha
para o rosto da pessoa e ao olhar para o rosto dela – S U R P R E
S A ! É um velho amigo, conhecido, uma pessoa pessoal muito
especial para você. E a pessoa estava olhando para você. E foi
mesmo uma surpresa.

Não foi por um acaso que você sentiu este incômodo, ou mal-
estar, este sinal que veio do seu interior e melhor dizendo do seu
ser-sincronístico. Era necessário para que você reencontrasse
esta pessoa (e ao mesmo tempo ela encontrasse você) neste
exato momento da vida de vocês, para que revivessem alguns
momentos e aprendessem ou mesmo, trouxessem a consciência,
fotos (imagens), sensações, sentimentos de todos os momentos

Guga Korte Página 88 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

que viveram juntos ou não, para que pudessem encontrar, ou


voltar ao seu Caminho de Vida.

Cada pessoa, que tenha passado muito ou pouco tempo junto


com você ou tendo qualquer tipo de relação, traz à ”memória” a
lembrança de todas as situações que não foram resolvidas desta
fase, e que você poderá, com a sua experiência e maturidade,
resolvê-los ou se não acontecer, ver os problemas por um ponto
de vista diferente para que mais tarde, por uma outra(s)
pessoa(s) ou mesmo uma situação que lembre esta fase da sua
vida e consiga finalmente aprender o que tinha que aprender -
muitas vezes a primeira lembrança que vem à cabeça da gente é
a que tem o maior significado.

Já pensou quantas vezes isto já aconteceu com você?

Encontrar pessoas por um “acaso” ?

As vezes até pensamos nelas, dias antes? Ou encontramos fotos,


pessoas ou situações que nos fazem lembrar delas?

Você já se sentiu incomodado e de repente levantou o rosto,


ou virou para o lado e encontrou com uma pessoa conhecida?

Pois é todos estes momentos de vivência e re-vivência são para


colocar-nos de volta ao nosso caminho.

Muitas vezes o nosso ser-psíquico / mental, começa a racionalizar


sobre situações, colocando diferentes sentidos, valores em
momentos que muitas vezes deveríamos viver, vivenciar,
experimentar como se fôssemos um bebê.

Tentem lembrar uma situação onde você encontrou uma pessoa


por “acaso”. Escreva:
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 89 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Agora tente buscar e entender a situação que causou o


“incômodo”. Escreva como você se sentiu e como o seu corpo
começou a se expressar ( olhando para o lado, desconcentrando
daquilo que você estava fazendo), o que você fez, como você
agiu?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Onde você estava? Com quem?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Tente descrever com detalhes:


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Agora tente lembrar o que lhe fez olhar para a direção ou para a
pessoa, se foi um movimento, um som que ela emitiu? Escreva
detalhadamente :
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Como é que você se sentiu e se percebeu no exato momento que


olhou, viu a pessoa e sentiu que ela estava olhando?

Descreva detalhadamente:
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 90 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Provavelmente vai ter alguns sentimentos e sensações que você


não vai conseguir expressar através de palavras. Este é o ser-
sincronístico (a dimensão em que ele atua)

É ele que “atua” (age) no universo “sob o comando” do ser


espiritual para indicar o seu caminho de vida.

Foi preciso você esgotar todas as formas de expressões


conhecidas (palavras, pensamentos e a materialização dos
pensamentos através da escrita) para que pudesse chegar, ter a
consciência, ou não-consciência de uma outra dimensão, que
está presente em tudo e no todo a cada instante.

Você deve estar se sentindo um pouco estranho, como se


estivesse “ligado” a um botão de uma energia diferente.

É um sensação de que se ligou a uma tomada de energia numa


outra dimensão, onde não existem palavras para expressar.

Sente-se a vibração interior e de tudo que está a sua volta.

Esta energia “parece” ser a pura sensação do amor Universal.

Olhe para dentro de você.

Deixe estas palavras entrarem pelos seus olhos, mas “navegue”


na energia que existe atrás delas, desta energia, deste amor
Universal.

Não fique preso ao significado da palavra, veja com o seu


coração o que está vindo atrás delas.

Você pode estar sentindo um “mexer-tremer” no estômago ou


mesmo em outras partes do corpo.

É a energia do amor universal que está lhe tocando que dá uma


alegria que não se pode expressar.

Guga Korte Página 91 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

É o amor divino. (Não se expressa de uma forma lógica).

É bom se sentir amado por tudo que está à sua volta.

Você sempre foi e é amado.

É como o bebê que sente, vê e entende o mundo numa


dimensão muito mais ampla que nós, por que ele não está
preso a valores das palavras ou expressões.

É o universo ilimitado de comunicação e de sensações.

Parabéns!!!

Você acaba de realizar a Deus neste momento e passou para o


próximo período de aprendizado no processo de existência do seu
caminho de vida.

A minha mensagem para todos que estão lendo este livro é


também para todos que estão à sua volta é que vocês despertem
o seu ser-sincronístico, tentem entender a função que ele tem
para que realize o seu ser - espiritual com, através do seu ser-
físico, psíquico/mental no ser-social.

Você se lembra da parte do livro onde pedi para buscarem as


sensações de quando eram crianças? Dê uma olhada novamente
e tente entender agora com a visão do ser sincronístico o que
cada instante estava lhe trazendo para que você continuasse,
voltasse ou encontrasse o seu Caminho de Vida.

Olhe também para todos os momentos difíceis pelos quais você


passou e pelos quais está passando com os olhos do ser -
sincronístico.

Tente sentir onde está a sua felicidade neste


processo, naquele instante ou mesmo agora!
Não deixe os valores sociais, ou mesmo pessoais interferirem
neste momento, sinta ou tente sentir, sem materializar (sem

Guga Korte Página 92 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

tentar descrever), sem tentar colocar palavras no que está


sentindo como se fosse um bebê (uma criança bem pequena -
que não reflete sobre as coisas), vivendo a situação que você
está vivendo.

Veja como esta situação está lhe conduzindo para o seu


caminho de vida.

Não é por acaso que tudo que está passando neste momento
seja “bom” ou “ruim” - de acordo com o seu ser-psíquico/mental.

Toda a importância do que você está passando é muito maior,


pois ela é o caminho para o seu aprendizado para encontrar a sua
realização.

Você acha que para conseguir escrever e lhe passar tudo o que
estou passando eu não sofri?

Você acha que até eu conseguir entender todos os nossos


“seres” eu conseguia compreender a nossa vida? NÃO. E apesar
de entender um pouco melhor, ainda tenho meus desafios.
Existem vários níveis de consciência e a própria vida vai mostrar
para você onde e como se aprofundar em qual deles. Vou dar um
exemplo: quando você cursou matemática na primeira série do
primário, qual o nível de consciência que você tinha? E quando
prestou vestibular? Era outro, não era? O que você entendia
sobre os números? Como você usava os números em cada fase?

Pois, a vida é da mesma forma para todos nós. Nós estamos


aprendendo e tendo consciência de acordo com a profundidade
que precisamos para realizar o nosso caminho de vida.

O caminho até aqui para mim não foi nada fácil, mas no momento
em que eu consegui compreender tudo o que estava atrás de
cada palavra (som, sentimento); no momento em que consegui
“ver” a fotografia multidimensional e cada situação que passei,
comecei a processar e falando na gíria “as fichas começaram a
cair” uma atrás da outra e consegui realizar muitos momentos de
felicidade, de encontrar a pessoa amorosa que existia e existe

Guga Korte Página 93 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

dentro de mim e deixar que ela falasse mais alto do que “a


cabeça, a mente” - do que o ser-psíquico/mental.

Este livro nasceu de “pequenas anotações”. Depois de 4 horas


escrevendo contei 35 páginas! (E foi o começo deste livro).

No momento em que tive a consciência de que a nossa, a


minha, a sua e a de todos os seres, estão interligados por
todas as ciências, conhecidas e a serem descobertas,
percebi a importância que eu tenho, que você tem e que cada
ser tem no universo.

A cada momento em que nós conseguimos compreender a vida


como um processo, realizamos e compreendemos o Amor e
Deus.

Devemos agir com amor e fé, acreditando que tudo que estamos
passando é parte de um processo maior, para o nosso
aprendizado, por mais que não possa parecer.

Podemos encontrar o amor e a fé a cada instante. A felicidade


que estou falando é aquela que sentimos quando percebemos
que estamos seguindo o “caminho de vida”. Os sinais estão nos
pequenos detalhes e não nos grandes “feitos”. Quando
conseguimos perceber que estamos no nosso “caminho de vida”
deixamos fluir o “Amor”.

Como cada ação gera uma reação, o Amor gerado é um “karma


bom” e aumenta o nosso saldo no Banco Divino S.A. e
começamos a criar um universo mais amoroso!

A cada vez que sentimos estar no “caminho de vida”, estimulamos


todas as pessoas à nossa volta, num nível não consciente para
que comecem a se sentir “incomodadas”, e busquem o seu
“caminho de vida”. Da mesma forma, todas as pessoas que você
encontra que estão no seu “caminho de vida”, ajudam você a ficar
mais próximo do seu.

O incômodo faz com que as pessoas tomem algumas


atitudes em relação à vida diferentes do estão fazendo e de

Guga Korte Página 94 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

repente, começam a se sentir felizes, por que sentem que estão


indo em direção ao seu “caminho de vida” e começam a vibrar da
forma como você está vibrando. Isto pode acontecer naquele
momento ou simplesmente ser o início do processo.

Esses estímulos começam a formar uma “rede” maior, ajudando


você realizar o seu “Caminho de vida” e de todos aqueles que
estão ao seu lado, simultaneamente, complementando-se para
que todos se ajudem a cumprirem a sua missão espiritual nesta
existência.

Este é o papel do ser-social na realização do “caminho de vida”.


Vai compreender e emitir os “sinais“ - sem significado lógico,
atraindo e criando o “ambiente” mais adequando para a sua
realização.

Por incrível que pareça, neste momento de maior realização, o


ser-psíquico / mental deverá administrar e controlar os “desejos”
dos estímulos que vêm do “ambiente” (externo), sejam através
de pessoas, desejos ou novos valores.

Como desde pequenos aprendemos a interpretar e compreender


o mundo/ universo no plano cartesiano, bidimensional, este
aprendizado “atrapalha”, desequilibrando a harmonia da nossa
compreensão infantil multidimensional (dos tempos de bebê).
Nos momentos de desequilíbrio, onde existiu uma ação do ser-
psíquico /mental, ao mesmo tempo, dá-se início ao nosso
processo de conscientização.

Acredito que a Psique /mente, esteja expressando o nosso livre


arbítrio, a cada momento, pois somos seres espirituais que
encarnaram num ser-físico e que ao possuir um ser-físico,
matéria que é viva, com a forma de um corpo, gera uma “mente -
corpo”, é a sua própria consciência de corpo no universo.

Em cada local que está sendo gerado uma grande quantidade de


energia, seja “boa” ou “ruim”, está sendo gerado um campo, que
são chamados de campos “morfo-genéticos”. São campos de
energia gerados e deixados pela matéria, com um objetivo de

Guga Korte Página 95 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

estimular os seres num determinado momento e espaço, para o


equilíbrio do Universo.

Na realidade, entendo os campos morfo-genéticos, como a


memória viva de seres que deixaram um estímulo para o nosso
ser-sincronístico para atuar no equilíbrio Universal.

Do mesmo modo como o nosso corpo gera uma consciência dos


nossos limites e capacidades, o nosso planeta terra também é um
corpo no sistema solar, e o sistema solar é um corpo na via
Láctea, a via Láctea é um corpo no universo e assim por diante...

Cada corpo, cada ser, tem a sua função de equilíbrio, físico,


psíquico/mental, espiritual e sincronístico.

Esta é a beleza da vida e da consciência da vida.

Você já viveu o presente dos seus sonhos e talvez possa ter


achado o que deve fazer dentro do seu caminho de vida.

A DESCOBERTA – 7 DIAS!!!!!!!!!

Agora, neste exato momento, toca a


campainha da sua casa e uma
pessoa traz a notícia de que você
só tem mais uma semana de vida!!
O Quê? Como é que é? O mundo vai acabar??

Não, responde a pessoa. Somente a sua vida que vai terminar


dentro de sete dias!!

Mas por que eu? Você pergunta: Como assim? O que está
acontecendo?

Guga Korte Página 96 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

E a pessoa que lhe trouxe a notícia passou a notícia com tanta


firmeza que você nem tem dúvidas de que poderia ser um erro! O
recado é para você!!!

De repente, quando você se deu conta no meio das perguntas a


pessoa vai embora......

Quando você começar a se perguntar responda e


escreva tudo. A Importância do escrever está na
organização dos pensamentos e sentimentos para
poder “materializar” o que estamos pensando e
sentindo. É através da escrita que você estará refletindo
sobre o que está passando “nestes últimos dias da sua
vida” e você poderá deixar marcado no “papel da vida”
parte da sua existência.

Qual foi a primeira coisa que veio à sua cabeça?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Como você iria viver nestes últimos dias da sua vida?

São apenas 168 horas – cento e sessenta e oito horas de


vida!!!!!!!!!!

E depois fim, finito, the end....


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Vamos materializar, através da escrita, estes sentimentos, vamos


fazer com que o Universo também tenha consciência do que está
sentindo! Escreva tudo…

O que você iria fazer de diferente que não está fazendo hoje?
____________________________________________________

Guga Korte Página 97 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você mudaria na sua vida, no seu modo de ser a partir de


agora?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você acha que fez de errado durante a sua vida?


____________________________________________________
____________________________________________________
_____________________________________________________
___________________________________________________

O que você acha que fez de certo durante a sua vida?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você gostaria de ensinar e passar para as pessoas ao seu


redor, para que elas não fizessem os mesmos erros que você
fez?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Quais foram as principais coisas que você fez, que lhe trouxeram
uma grande felicidade?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 98 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O que é que você quer que as pessoas na sua família, amigos,


trabalho e sociedade pensem da mensagem de vida que você
está deixando para elas nesta última semana?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você fez de bem para as pessoas à sua volta durante a


sua vida?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

E para a comunidade?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você poderia fazer de bem para as pessoas à sua volta e


para sua comunidade nesta última semana?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você AINDA pode fazer de bem para as pessoas à sua


volta e para sua comunidade nesta última semana?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você pode DIZER para ajudar cada pessoa que você
encontrar para que eles vivam o seu sonho pessoal (individual) e
ser mais feliz?

Guga Korte Página 99 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você pode FAZER para ajudar cada pessoa que você
encontrar para que eles vivam o seu sonho pessoal (individual) e
serem mais felizes?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Não importa qual seja o sonho de cada um, mas sim a


realização que cada indivíduo vai ter realizando o sonho!

Neste momento, não se preocupe com valores morais, social, leis


ou o que seja......

Você está sonhando e se permita sonhar,


pensar no que gostaria de ter feito nesta
vida!!!!!!!
As perguntas estão ficando cada vez mais profundas, mas vamos
em busca dos nossos sonhos pessoais, pois o tempo é curto.....

A nossa mente, quando pressionada tende a pensar e sentir mil


coisas ao mesmo tempo, estes são os estímulos internos que
vêm de dentro do seu coração, para que comece a realizar e ter
consciência de cada “um” dos “seres” (níveis de consciência) que
existem dentro de você.....

O sonho ainda continua.....

6 DIAS

Guga Korte Página 100 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Depois de ter pensado este monte de coisas, o mensageiro que


trouxe a notícia da sua morte, voltas a tocar a campainha da sua
porta porque esqueceu de dar uma notícia... Como agora você
tem um pouco mais do que 6 (seis) dias de vida, Deus resolver
enviar o verdadeiro Papai Noel para que você possa pedir
qualquer “coisa” que realize os seus sonhos....

Viver os nossos sonhos! !! ! ! ! !


Entenda como sonhos, aquela vontade de realizar alguma coisa
que lhe faz sentir completo, realizado e que não depende de nada
externo a você. É realizar algum desejo interior, alguma coisa que
você acha que faltou para você em algum momento da sua vida e
você não conseguiu ser mais feliz.

Quando era criança, o dia de maior ansiedade e ao mesmo tempo


medo, de que eu me lembro, era o dia do Natal (Papai Noel).
Porque lembro que sonhava e que gostaria que ele (Papai Noel)
trouxesse um monte ou alguns brinquedos especiais.

Muitas vezes o Papai Noel trouxe um monte de presentes e fiquei


muito feliz, mesmo que ele não adivinhasse ou acertasse o que
eu queria mas sempre foi bom o que ele trouxe; por alguns anos
deixou de trazer, por problemas financeiros, e recebíamos vales-
presentes, que um dia se realizaram materialmente ou nos
nossos sonhos.

Dentro de toda esta festa existe, ao mesmo tempo, um medo da


frustração de que o Papai Noel não traga o presente “dos seus
sonhos”.

Tudo isto acontece até o dia em que descobrimos que somos


“espertos” e que Papai Noel não existe e às vezes é um tio, pai,
avô, irmão mais velho ou amigo da família que se veste para dar
os brinquedos que os pais compraram!

Até este momento estive falando de famílias que ainda podem


comprar presentes ou que, ainda recebem a visita do Papai Noel
em casa. Muitas vezes ele passa durante a noite e deixa os

Guga Korte Página 101 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

presente em baixo da árvore de Natal “porque teve que visitar um


monte de crianças em outros lugares".

Mas nós temos um problema um pouquinho maior!!

Hoje vai chegar o Papai Noel especialmente e só para você e vai


lhe trazer a possibilidade de realizar os seus “sonhos”. E você só
tem mais seis dias de vida. Como você vai aproveitar estes
últimos 6 dias de vida com o(s) “presente(s) do(s) seu(s)
sonho(s)"?

______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________

O que adiantariam as coisas materiais, já que você não vai


levar nada com você?

O que você pediria como uma pessoa que tem poucas


horas de vida, que pudesse dar uma nova perspectiva
de vida para você, deixando você feliz durante todo o
resto deste tempo?

Lembre-se que as coisas materiais não completam, nem


satisfazem a nenhum de nós no fundo do nosso coração. Se
fosse assim, milionários, seriam muito felizes, o que não acontece
na maioria dos casos.

Pense bem, o que adiante ter uma sala num castelo cheio de
dinheiro e não ter ninguém com quem conversar, rir, chorar?
Não quero criticar a riqueza, pois ela, normalmente, é fruto de
muito trabalho. Eu acredito em tudo que é conquistado
honestamente, utilizando os princípios dos valores humanos
(verdade, amor, paz, não-violência e ação correta). Assim
teremos a felicidade, não importa o “quanto” tenhamos.

A Felicidade, como eu acredito que seja é o “TESÃO” de estar


vivo, fazendo alguma coisa, estando com alguém em algum lugar,

Guga Korte Página 102 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

ou mesmo sozinho apreciando, vibrando com a natureza, com o


que está a sua volta ou fazendo qualquer coisa que te traga uma
enorme felicidade.

Às vezes, os bens materiais servem somente como instrumentos,


ferramentas para talvez nos ajudar a sermos felizes. Mesmo
assim, muitas vezes durante a nossa infância, os brinquedos, ou
suas caixas, ou a expectativa de ganhá-los eram os meios para
sermos felizes principalmente com as pessoas que estavam à
nossa volta.

No fim, com o passar dos anos, vejo que as únicas coisas que
ficaram na nossa memória foram os sentimentos. Os brinquedos
se quebraram ou se perderam, as fantasias mudaram e as
expectativas são outras.

Voltemos às perguntas.

Medite profundamente, reflita e depois escreva abaixo


algumas coisas que você pediria para ele:
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________

Quais foram os presentes que você quis ganhar naquela época e


nunca ganhou? Você consegue se lembrar?
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________

Vamos brincar com o tempo também?

Brincaria sozinho ou com quem?

O que aconteceria se você comprasse isso hoje? Faria algum


sentido na sua vida?

O que este brinquedo tem a ver com o que você faz hoje na sua
vida?

Guga Korte Página 103 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Se você fosse brincar com outras pessoas, como vai ser a sua
relação com elas na brincadeira? Imagine-se brincando com
estas pessoas.

Qual a(s) brincadeira(s) que você mais gostava na sua


infância?
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

Se você pudesse convidar algumas pessoas para brincar


com você hoje, quem seriam estas pessoas?

Escreva os nomes das pessoas, idades e qual brincadeira,


qual o jogo?
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

Escolha um jogo, imagine-se jogando, voltando ao passado e


sinta as vibrações do jogo, como se fosse hoje.

Sinta a energia que está fluindo dentro de você.

Descreva como você está se sentindo, brincando com a


brincadeira ou brinquedo dos seus sonhos a 6 dias da sua
morte?
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

Guga Korte Página 104 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Coloque os seus sentimentos, não importa como eles estão


saindo, escreva, palavras, frases ou mesmo desenhe o que
expressa melhor o que você está sentindo.
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

Como é que o seu corpo está se comportando?

Como ele está? Agitado, tranqüilo, curvado, relaxado, igual?

Tente perceber como o seu corpo está, como se você estivesse


se vendo no espelho.

Olhe se a forma como você está se comportando lhe lembra de


alguma coisa. O quê?
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

O que está acontecendo com o seu corpo “físico”?

É muito interessante como nós podemos brincar com os nossos


pensamentos!

Você recebeu os presentes e....

Você se sente feliz com todos os presentes que ganhou? Estes


presentes são importantes para você hoje?

Para que eles vão servir daqui a seis dias?

IHHHH!!! Para que todas estas perguntas????

O que eu gostaria é que você tivesse a consciência de que por


melhor, maior, mais caro que sejam os presentes que você
ganhou do Papai Noel hoje, só vão durar para a sua vida os
sentimentos que ele trouxeram no momento em que você estava

Guga Korte Página 105 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

curtindo e neste momento, que foi de “felicidade”, se é que


existiu, serviu para mostrar qual o seu caminho de vida.

Através de alguns brinquedos ou brincadeiras, podemos


comparar melhor se têm a ver com o que estamos fazendo hoje,
seja através de jogos de médico, caminhões, jogos educacionais,
roupas de profissionais, vestir bonecas, mudar de roupas, brincar
de aviões e vários outros...

A cada momento de nossas vidas estamos recebendo


informações do Universo, através de sinais, se o que estamos
fazendo está relacionado ao nosso “caminho de vida” ou não. A
vida deveria ser fácil de viver. Se você pensar um pouco,
existiram alguns momentos onde tudo fluía normalmente, a sua
vida pessoal, amorosa, o emprego, os negócios e você sentia
uma alegria interior muito grande. Outros momentos você sentia
esta alegria, mesmo que as coisas não estivessem do que jeito
que você queria, mas parecia que você estava fazendo a coisa
certa. Existem outros momentos que apesar de tudo estar indo
“otimamente bem” você não sente a mesma sensação, assim
como tem horas que tudo está indo mal e você também se sente
mal. Estes são os sinais que eu estou mencionando.

A forma como nós sentimos é se estamos felizes ou não.

Se fazemos com amor, normalmente, nos sentimos bem.

Uma boa pergunta para saber se você está fazendo as coisas


com amor e se está seguindo o seu caminho é se você faria o
que está fazendo de graça? Se sim, está seguindo o seu
caminho.

Não necessariamente estaremos todo o tempo no auge da


satisfação com o que fazemos porque, caso contrário teríamos
uma situação estável e não teríamos como aprender mais nada.

A vida é um eterno processo de aprendizado e crescimento e a


Felicidade é um dos sinais do seu caminho.

Guga Korte Página 106 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Pergunte-se bem profundamente: se você estivesse fazendo um


trabalho que tenha a ver com esse brinquedo, você ficaria feliz?

Você consegue imediatamente imaginar fazendo este trabalho,


até de graça?

Qual é este trabalho que você iria amar fazer?


___________________________________
___________________________________
___________________________________

Então este “trabalho” é o que você deve procurar tentar fazer.

Para encontrar este trabalho, pense como se você tivesse 100


bilhões de dólares na sua conta corrente há 5 anos. Imagine que
você já fez tudo que queria com o dinheiro e agora não tem mais
nada o que fazer com ele. O que você gostaria de fazer para se
realizar pessoalmente?

Não importa quando, o importante é que você deve começar -


hoje, nem que seja no seu tempo livre.

Seja como meio de vida ou como hobby..

Êpa........ o tempo passou!!!!!!


5 DIAS
Como é que você está se sentindo hoje?

Faltam 5 dias para terminar a sua


vida na terra!!!!
Como você está se relacionando com as pessoas?

Guga Korte Página 107 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Como você está vendo o mundo que o cerca?

Valeu a pena a guerra? A briga? A discussão?

Como é que estas sensações vão deixá-lo feliz?

Para que vão servir as discussões que você poderia ter com
quem quer que fosse?

O que você pode passar do que aprendeu da sua vida?

Coloque abaixo as 3 coisas mais importantes que você aprendeu


até hoje?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Como você vai transmitir isto para as pessoas?


____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

O que você acha da idéia de entregar para todas as pessoas que


você encontrar uma carta informando as principais lições da sua
vida?

Como você se sentiria se você recebesse de um estranho uma


carta com algumas lições de vida? Será que estas 3 lições
principais da sua vida serviriam para todos?

Como estas 3 lições ajudaram você a ser uma pessoa mais


feliz?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 108 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

____________________________________________________
____________________________________________________

Estou lhe perguntando todas estas coisas por que é importante


ver quais são os valores que estão atrás do que e de como viveu
até hoje, ou melhor dizendo, com que objetivo você viveu até
hoje.

Com estas perguntas e respostas você deve conseguir enxergar


alguns dos valores que levaram você a viver como vive e talvez
possam ajudar a mudar a vida das pessoas que moram, vivem e
trabalham juntos com você.

Este é o ser-psíquico/ mental atuando com a essência dos valores


aprendidos, na relação com o social.

O seu livre arbítrio, a sua vontade é que vai determinar agora se


quer ou não mudar.

Se você mudar a sua forma de agir com as pessoas como você


vai se sentir?

Como as pessoas lhe tratariam se você agisse amorosamente,


carinhosamente com elas?

Gostoso? Será que não vale a pena tentar? Experimente!!

Você tem “só 5 dias de vida”.

Fique mais próximo do seu sentimento, daquilo que


você pode viver com mais emoção! Deixe os seus
sentimentos saírem!!
Se quiser chorar, chore!

Se quiser rir, ria!

Se quiser abraçar alguém querido, a quem você ame, abrace!

Guga Korte Página 109 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Se quiser abraçar o seu animal de estimação, abrace, beije ….


uma árvore, uma planta.

Fique cada minuto, viva cada minuto intensamente, todas as


pessoas e seres à sua volta.

EXERCÍCIO DA ÁGUA
Pegue um copo de água e beba água bem devagar.

Sinta a água entrar na sua boca, espalhar entre os dentes e


descer pela sua garganta e tente percebê-la no início do seu
estômago.

Tente sentir a energia da água (fria) interagindo com a sua


energia.

Sinta cada momento da sua vida, de tudo que você faz daqui para
frente!!!

Tenha a consciência do que você está vivendo, “guarde”,


fotografe na sua memória… tudo!!!

Agora você começa a ter consciência de que seu corpo (ser-


físico) é o instrumento que você está usando para estar presente.
Com certeza se você tivesse 5 centímetros a mais ou a menos de
altura ou talvez uns 10 Quilos mais gordo ou magro, você teria
uma consciência diferente por que o seu estímulo no Universo
seria diferente.

O seu ser-psíquico / mental está decodificando estes sentimentos


e as suas vivências através de palavras e das sensações
“captadas” pelo ser-físico. No momento que você decodifica está
gerando novos pensamentos e sensações. Tudo está mudando
dentro de você, as suas prioridades e o que você quer e pode
fazer.

Este exemplo está mostrando que apesar de “sabermos”, no


exemplo, que a nossa vida vai “terminar” dentro de 5 dias, nós
Guga Korte Página 110 de 124
Faltam 7 dias e agora...?

continuamos a pensar ainda mais intensamente para


“aproveitarmos” os últimos 5 momentos?

Mas para que aproveitar?

O que está significando aproveitar neste contexto?

Do dicionário Michaelis (CD-ROM Versão 1988):

‘vtd 1 empregar, utilizar, usar. Ex: Aproveitar bem os recursos


disponíveis. A: desperdiçar. 2 usufruir, gozar, desfrutar. Ex:
Aproveitar a vida. vtd, vti+vpr 3 utilizar(-se), valer(-se),
prevalecer(-se)”

Entendo como a aprendizagem de novos valores, possibilitar a


vivência, outras sensações, para um crescimento!

É uma necessidade quase inconsciente de querer aprender e


vivenciar, viver intensamente a cada momento!

O intensamente significa utilizar a maior capacidade possível do


corpo em captar o maior número de sensações possíveis nas
diferentes dimensões da consciência!

Mentalmente, psicologicamente, significa gerar e receber o maior


número de estímulos possíveis, em função de uma necessidade
criada pela própria condição física.

Os estímulos significam todas as possibilidades de percepção e


sensação, definidas, conscientes e também as que são
inconscientes! Tudo para realizar o seu ser –espiritual.

Este é o primeiro passo.

Quando você começa agir com concentração, com a mente


utilizando este tipo de energia, várias coisas “mágicas”, ou melhor
“divinas”, vão acontecer para que você se mantenha neste estado
– de amante universal!!!

Guga Korte Página 111 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Trace um plano, passo a passo, por exemplo: ligar ou escrever


para uma pessoa que foi muito especial para você a quem você
não agradeceu por algo que ela tenha feito. Ligue ou escreva e
agradecendo e diga o quanto ela foi importante e que ainda é
uma pessoa muito especial e que lhe ajudou muito naquele
momento, ou simplesmente, fale, escreva ou ligue só para
agradecer que você lembrou dela num momento de muita
felicidade e que queria passar isto para ela.

Não importa o que seja, qual a ação que você tenha feito, seja
em relação ou para uma pessoa ou que seja para você mesmo.

Quando estiver agindo, tente perceber o que está acontecendo


com os seus sentimentos. Se puder anote que sentimentos vêm a
tona enquanto você cumpre cada passo. Como disse Anthony
Robbins: “Se a vida vale a pena ser vivida ela vale a pena ser
lembrada”
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Nossos sentimentos são os termômetros da nossa missão.

Mostram se estamos fazendo a coisa certa ou não. Na realidade


sempre estamos sentindo alguma coisa. Quando estes
sentimentos ou vibrações são gostosos e nos deixam felizes, com
tesão de estarmos vivos, entusiasmados com o que estamos
fazendo significa que estamos no caminho certo. Percebemos
que estamos com estes sentimentos quando estamos “prontos”
para sorrir, alegres com tudo e com todos, sem nenhuma
“explicação” lógica.

Algumas vezes nos sentimos estranhos com algumas ações, isto


pode estar representando que podemos estar nos distanciando
do nosso caminho de vida. Então nós dá uma tristeza, uma
sensação estranha que não sabemos explicar de onde está vindo,
mas ela está presente e nos atrapalha.

Guga Korte Página 112 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Neste momento olhe para os lados, comece a se mexer, faça


coisas diferentes. Comece pelas pequenas coisas, desde comer
com a mão que você não está acostumado, faça um caminho
diferente para ir ao trabalho ou mesmo coma uma coisa diferente
ou até faça um jejum. É preciso mudar o que está fazendo para
criar novos sentimentos e espere pelos sinais do universo.

Outras vezes parece que estamos anestesiados, sem sentir nada.


Acredito que este é um momento de parar, não quero dizer parar
de fazer tudo na vida, mas olhar para dentro, se questionar sobre
o que está fazendo, onde você quer chegar e esperar pelos sinais
internos (sentimentos) ou externos.

Nem sempre estaremos vibrando muito, intensamente.

4 DIAS

Depois de tanto falar esqueci que você só tem


4 dias de vida!!
No fundo, toda esta nossa conversa, estávamos falando da vida e
é o que resta a fazer a 4 dias do nosso “fim”, nesta existência.

Com quem vivemos ou convivemos durante esta vida? Como


cada uma destas pessoas, com quem vivemos, convivemos ou
que simplesmente passaram uma só vez por nós e são
lembradas até hoje?

De quais destas pessoas você se lembra prontamente?

____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Guga Korte Página 113 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

O que cada uma destas pessoas deixou de mensagem ou


ensinou para você?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Qual foi a qualidade mais importante que você lembra de cada


uma delas?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Qual foi uma de suas qualidades que você acha que deixou para
cada uma delas?
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________
____________________________________________________

Com estes exercícios estamos tomando consciência de como


estamos numa relação de troca com o Universo, sejam seres
humanos ou não. Quando escrevemos o que recebemos das
pessoas, tivemos que olhar para “dentro” e ver, rever o que ficou
destas pessoas. Depois quando nos olhamos com o olhar da
outra pessoa, estamos “saindo” do nosso ponto de vista e vendo
como o mundo nos vê, ou achamos que eles enxergam.

Por que percebemos, lembramos mais de algumas pessoas e não


das outras várias que passaram por nós?

Acredito que quando lembramos das pessoas, seja pela suas


qualidades ou pelos seus defeitos, estas pessoas estavam
mostrando, procurando nos ensinar ou até representando valores
que aprendemos durante toda a vida e no momento que entramos
em contato com estas pessoas, foi porque precisávamos e
“deixamos” que estas pessoas sinalizassem suas qualidades e
defeitos. Aprendemos como devemos agir ou não agir através de
suas “qualidades e defeitos”.

Guga Korte Página 114 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Cada um de nós tem conceitos diferentes do que são


“qualidades” ou “defeitos”, porque são valores pessoais, que
dizem respeito à realização da nossa missão. O que achamos
“qualidades”, são “habilidades” necessárias para seguir nosso
Caminho de Vida. “Defeitos” são “qualidades” que vão atrapalhar
nosso “Caminho de vida” e precisamos aprender a não utilizá-los.

Quando enxergamos defeitos, na definição de cada um de nós,


nas outras pessoas, são sinais de que estamos fora do nosso
caminho e que estaremos passando, num curto espaço de tempo
- relativo, por um processo de aprendizagem em função dos
defeitos dos outros.

Como disse antes tudo que está passando no nosso exterior tem
uma representação interna e outra externa simultaneamente. É o
princípio da ação e reação que vale para as dimensões físicas,
psíquicas e sociais.

Desta forma, os sinais, sejam qualidade ou defeitos, estão todos


dentro de nós e não os reconhecemos.

Reconhecer é igual re = de novo; => conhecer de novo (lembrar),


ou seja, quando falo reconhecer é lembrar daquilo que já está
dentro de nós.

Logo, se são qualidades e são coisas boas, aprendemos pelo


“bem”, temos um “mestre”.

Se forem “defeitos” nossos, esta experiência servirá para que


possamos aprender e mudar o comportamento “defeituoso”.

Para que isto aconteça, na maioria das vezes, temos que viver e
aprender as conseqüências do “defeito”. Cada “defeito”, que é
uma ação, gera uma reação do Universo (através de pessoas –
neste caso). A reação de cada ação é diferente por parte de cada
pessoa, pois cada um recebe um estímulo com intensidade e
valores diferentes.

Guga Korte Página 115 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Tente perceber isto no meio em que você vive e você estará


aprendendo muito sobre você e sobre os outros.

Vocês podem estar se perguntando, mas e se aquelas pessoas


que fazem o mal, ou têm um monte de defeitos, por que muitas
vezes não “sofrem” com eles?

O “sofrimento” de cada aprendizado é diferente para cada um,


pois o aprendizado da vivência, tem significados diferentes no
processo de vida de cada um, naquele momento específico da
vida de cada um.

O “sofrimento” que acaba sendo um estímulo do social para o ser


- psíquico /mental e internalizado em função dos valores
pessoais, é somente e principalmente uma oportunidade de
aprendizado do nosso processo de vida.

Se não enxergarmos como aprendizado e aprendemos a lição, as


situações de “sofrimento”, voltam a acontecer repetidamente em
várias situações e momentos da nossa vida até o dia em que
aprendemos e mudamos a nossa forma de ser e os nossos
valores internos.

Falo a NOSSA VIDA, por que isto acontece com todos os seres
vivos.

São situações específicas de “sofrimento”, tais como acidentes,


roubos, crises pessoais e várias outras que às vezes acontecem
em certas fases da vida e servem como sinais e oportunidades de
aprendizagem.

Na realidade, nós vamos aprender mais cedo ou mais tarde! Se


aprendermos mais cedo, estaremos passando para a fase
seguinte e iniciamos uma nova fase (como o exemplo que dei da
escola).

É um processo interminável em busca da felicidade.

Em cada situação que descobrimos e aprendemos a “lição”


sentimos uma felicidade interior.

Guga Korte Página 116 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Ocorreu-me que podemos demorar mais numa fase do que na


outra, talvez porque devamos aprender melhor algumas coisas do
que outras, por isso, as experiências e oportunidades aparecem
diferente para cada um na vida.

Somos partículas como quaisquer outras, maiores ou menores


com a mesma importância, que interferem na mesma proporção
na harmonia do Universo.

3 DIAS
Bom dia!!!! Faltam Três dias!!!

Já pensamos no que fizemos, no que fomos, no que sentimos, no


que aprendemos da nossa vida “material” no universo.

Neste momento começamos uma busca de alguma coisa maior.


“Algo” / “alguém” que deve estar administrando a harmonia
universal.

Na realidade, no momento em que soubemos da notícia,


lembramos de DEUS, mas aí todos os outros sentimentos,
surgem com uma importância maior.

Como tudo o que já pensamos até agora não mudou o que


estamos sentindo, começamos a procurar alguma coisa maior, a
FÉ !!

Começa a procura de Deus ou alguma coisa, uma explicação,


algum poder Universal.

E rezamos…..e o rezar começa a nos trazer a PAZ!!

Descobrimos com a PAZ, descobrimos que existimos e por


alguma razão a nossa existência faz parte de um processo de
elaboração espiritual sua e de todos os seres do Universo neste
momento.

Guga Korte Página 117 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Muitas pessoas começam a procurar, uma explicação do que é


Deus, no “externo”, no meio físico, material. Quando tudo
começou, por quê? Etc..

Gostaria de tentar mostrar e “explicar” para você que Deus é o


todo e o nada ao mesmo tempo. Deus é a temporal, Ele existe e
não existe ao mesmo tempo, é a matéria da não-matéria!!
Compreendeu??? É complicado, mas no fundo Ele está bem aí
dentro de você, no seu coração!!!

Vamos supor que não existisse o Universo, será que Deus


existiria?

O Universo (não estou falando da Terra, do sistema Solar) existe


porque Deus está se manifestando em cada um de nós, seres
vivos. Se o Universo não existisse Deus não estaria se
manifestando!!!

Deus é o tudo e o nada. Deus está lá sem se manifestar e se


manifestando.

O universo material é um aspecto de Deus do qual tomamos


conhecimento da mesma forma que tomamos conhecimento do
nosso corpo físico e da mesma forma, numa outra dimensão,
existe um corpo “mental / psíquico”, que se relaciona num
espaço.

Quando nos percebemos como espíritos, “Ser – espiritual” e que


temos uma função, uma missão a cumprir no Universo, temos ao
mesmo tempo uma obrigação de aprender as várias lições nas
diversas “dimensões” da consciência.

Sendo conscientes de que existem outras dimensões,


começamos a falar com o “algo” a “alma maior” e a chamamos de
Deus. É quando reconhecemos na dimensão do “Ser-psíquico /
mental” a “existência” de Deus.

As nossas conversas com Ele são através de orações, mantras,


preces, cantos, meditação ou a forma como cada um olha para
dentro de si para estar em paz consigo mesmo e com o Universo,

Guga Korte Página 118 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

sentindo uma sensação diferente, gostosa e ao mesmo tempo


uma alegria e muita paz.

Tive a oportunidade de estar em Israel, que é um local sagrado e


onde existem várias religiões representadas. Visitando vários
templos religiosos nos momentos de prece e cânticos e,
posteriormente, quando estive na presença de Swamis, Padres,
Pastores, Rabinos ou monges Budistas, quando cantavam seus
mantras, senti as mesmas sensações de paz e amor.

A descoberta de termos um espírito que está diretamente ligado a


Deus - ao todo e ao nada e de que temos uma missão, função
espiritual a cumprir, seja a de ajudar às pessoas, servir e
aprender a amar a tudo, e podermos, com esse aprendizado ser
parte do todo e do nada, nos unindo a Deus para sempre.

É o nosso Ser-espiritual representado na matéria e no nosso


pensar.

Além do mais acredito que nós “encarnamos”. Encarnar pode


significar “vestir uma carne!”.

Para que possamos vestir uma carne, precisamos ser alguma


coisa antes... não é?

E só vamos encarnar enquanto tivermos que aprender e ensinar


alguma coisa nesta dimensão!! Durante um certo período.

Enquanto rezamos, pensamos na nossa encarnação e


desencarnação e dormimos….

2 DIAS
Bom dia!!!! Faltam 2 dias!!!

Já tivemos consciência da nossa “parte” física, mental, social e


que está relacionada a uma “parte” espiritual e que viemos neste
universo para aprender alguma coisa e que faltam dois dias para
partir e, o que aprendemos?

Guga Korte Página 119 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Aprendemos várias coisas sobre o material, mental, sobre as


pessoas, os seres vivos, alguma coisa sobre o espiritual, mas
como poderíamos aprender tudo ou o máximo possível nestas
quase 48 horas restantes de vida?

Devemos aprender a nos relacionar completamente com todas as


dimensões. “Deixar” “agir” no invisível e sempre ter fé.

Mas como é possível agir no invisível e ter fé?

As coisas que acontecem, não acontecem por um acaso, se


lembra?

Temos que aprender a “ler” os sinais que o universo está


mandando para gente. Esta é a maior lição de que agimos nas
várias dimensões do Universo, conscientemente ou não,
dependente ou independente da nossa vontade!

É o ser-sincronístico, é o ser no processo de aprendizagem e


equilíbrio, harmonia no todo. É SER.

É o ser que se manifesta nas várias dimensões sem sabermos, é


o ser que nos acompanha desde o momento que fomos gerados
e é a principal ferramenta que temos de “usar” para a nossa
evolução.

Algumas das pessoas que vão ler este livro podem pensar, que
bom! Mas para que aprendemos isto faltando menos de 48 horas
para “morrermos”? Outros vão pensar “pelo menos aprendi”, tive
a consciência da função do ser-sincronístico antes de “morrer”.
Nós aprendemos tudo o que temos que aprender no tempo certo.
O certo para você pode não ser o certo para o equilíbrio do
Universo e vai ser diferente para cada ser.

Mas pode ter certeza que é o tempo suficiente para você realizar,
exercitar este conhecimento.

Guga Korte Página 120 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

A consciência, neste momento, parece um vazio, e é como se ela


estivesse numa outra dimensão, numa paz profunda, num plano
tranqüilo do Universo….e novamente dormimos….

1 DIA – 24 HORAS
Bom dia!!!! Faltam 24 horas!!!
Como não temos mais o que fazer, pensar…

Devemos praticar tudo o que aprendemos.

Realizar a Deus, através do Amor, da “compreensão”,


“aceitação das múltiplas dimensões”.

Aceitar que tudo faz parte do equilíbrio Universal.

Entender que você é muito importante para o Universo,


como qualquer ser vivo!!

Aceitar em harmonia que o nosso relacionamento com todos


os todos os seres humanos (ou não), deve ser sempre
amoroso, porque o amor é a linguagem universal, é a
linguagem divina.

Aceitar em harmonia que a vida é um processo de


experiências que faz parte da existência de um Ser-
espiritual.

Aceitar em harmonia tudo pelo que passamos, sofremos,


vivemos, faz parte da aprendizagem e do conhecimento em
várias dimensões: física, psíquica /mental, social / universal,
espiritual e em sincronicidade “plena”.

A aceitação e a realização deste conhecimento ocorre em


paz consigo mesmo e com uma felicidade nunca vivida
anteriormente. É a realização da grandeza de Deus neste
Guga Korte Página 121 de 124
Faltam 7 dias e agora...?

momento. É um momento onde tudo é o nada ao mesmo


tempo e você é parte “disto”.

TRIMMMM, BZZZZZZ, TINTON……


A campainha da sua casa acaba de tocar!!

Você abre a porta e um mensageiro traz


outra notícia para você!!

“Sua morte foi postergada porque


você conseguiu realizar a Deus e a
toda sua grandeza e desde que você
continue esta forma de pensar, este
processo de aprendizagem, Deus
estará colaborando para que realize
a sua missão!!. Parabéns para você
e que Deus o abençoe!”

Que você, a partir de agora, ajude o Universo na comunhão com


Deus, vibre a paz e o amor onde estiver.

Esta é a mensagem que Deus quis que eu passasse para você.

NAMASTE! (Deus está convosco) -


PAI NOSSO QUE ESTÁ NO CÉU

EU gostaria que, a partir de hoje, você sentisse a percebesse a


sua importância no Universo.

Entendesse que nós vivemos numa eterna ação e reação - no


equilíbrio com o Universo e que, agindo com o coração, pensando
positivamente, o resultado será para todo o universo.

Guga Korte Página 122 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Gostaria que você aprenda a perceber alguns sinais dos seus


seres físico, psíquico/mental, social, espiritual e sincronístico para
que você encontre ou re-encontre e volte para o seu Caminho de
Vida.

Desejo a você muito amor, muita sorte, muita fé, muita saúde
e é claro muita felicidade,

Desejo que você encontre o seu “caminho de vida” e que, se for a


vontade de Deus, possamos nos encontrar para falarmos sobre
as nossas experiências.

Desejo que Deus o abençoe, a cada dia que passe, que você seja
mais feliz, encontrando, nos pequenos momentos, a sua
felicidade interior, pois estará sabendo que está no seu Caminho
de Vida….

Pratique a sua felicidade!!

E, não se esqueça que a cada momento, termina e começa a sua


Busca da felicidade!

FIM
Bom, aqueles que resolveram experimentar e fizeram
quaisquer dos exercícios que mencionei e quiserem me
escrever contando as suas experiências - mande cartas ou
fax para a editora, ou pelo e-mail: guskorte@gmail.com.
Serão muito bem vindas, lidas e quando possível
comentadas.

Guga Korte Página 123 de 124


Faltam 7 dias e agora...?

Alguns dos livros utilizados como referência:

Victor Manfield , Sincronicity Science and Soul-Making


(Carus Publishing Company, Peru, Illinois, USA) – 1995
James Redfield – Profecias Celestinas -Ed. Objetiva – 1997
– Rio de Janeiro – RJ.
James Redfield – A Visão Celestina - Ed. Objetiva – 1998–
Rio de Janeiro – RJ.
Thorwald Dethlefsen e Rudiger Dahlke - A Doença como
Caminho – Editora Cultrix – 1999 – São Paulo – SP.
Tony Robbins – Awaken the Giant Within – 1992 -Fireside
Publishing Company – New York-NY-USA.

Não podemos esquecer que as ações e ou reações, ou a não


ação e ou não reação, também influenciam a nossa
existência e a existência do Universo na mesma proporção. É
um processo incondicional, dinâmico e em perfeito e divino
equilíbrio (texto 4a. Capa).

Guga Korte Página 124 de 124