Você está na página 1de 17

Apresentaç

Apresentação do Mestrado de Informá


Informática - 2007/Mai/10

Análise e Concepção de Software


(ACS)

Join2007
Análise e Concepção de Software (ACS)

Processo de Engenharia de SW
Riscos associados aos
requisitos
Riscos tecnológicos
Riscos de competência

2/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Processo de Engenharia de SW

Estudo de Análise Concepção Progra- Utilização


Viabilidade mação

Teste Manutenção

Desenvolvimento

Projecto

Ciclo de Vida

3/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Objectivos
“dotar os estudantes de competências científicas e
metodológicas no contexto do desenvolvimento (em
especial, na análise e concepção) de sistemas de software
de elevada complexidade, para obter soluções correctas e
fiáveis recorrendo aos princípios básicos da engenharia.”

Assume-se que os alunos têm formação em programação.


O objectivo é complementar essas capacidades, com com-
petências na execução de actividades de desenvolvimento
de software, segundo uma abordagem de engenharia.
Perfil profissional: engenheiro de software, engenheiro de
requisitos, analista de sistemas, arquitecto de software.

4/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Resultados de Aprendizagem
1. Captar os requisitos dum sistema junto dos stakeholders,
documentá-los de forma a garantir que eles descrevem
correctamente o sistema pretendido, e validá-los.
2. Modelar formalmente os requisitos de um sistema de software
e raciocinar dentro dos modelos produzidos, utilizando
ambientes de prototipagem de especificações formais.
3. Construir e avaliar protótipos de sistemas interactivos em
função de requisitos e objectivos de usabilidade definidos.
4. Construir uma arquitectura de componentes de software que
permitam responder de forma eficaz à necessária concretização
dos requisitos elencados.
5. Conceber, em equipa, sistemas de software complexos, de
acordo com o pretendido e a funcionar correctamente, através
da combinação de actividades de análise, concepção,
codificação, validação e teste.
5/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Estrutura Interna
 Análise e Modelação de Requisitos 5 ECTS
 Arquitecturas de Software 5 ECTS
 Métodos Formais no Projecto de Software 5 ECTS
 Usabilidade e Interacção 5 ECTS
 Projecto Integrado 10 ECTS

QuickTime™ and a
TIFF (LZW) decompressor
are needed to see this picture.

6/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Análise e Modelação de Requisitos


 A área de requisitos de software trata a aquisição,
análise, especificação, validação e manutenção de
requisitos do software.
 Requisitos são as propriedades que os sistemas (ainda
em projecto) devem vir a manifestar aquando da sua
realização.
 Área importante para a indústria de software, dado o
impacto que os requisitos têm em todo o processo de
desenvolvimento de software.

7/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Análise e Modelação de Requisitos


Programa resumido
 Processo de engenharia de requisitos

 Levantamento de requisitos

 Análise de requisitos

 Especificação e modelação de requisitos

 Validação de requisitos

 Gestão de requisitos

8/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Arquitecturas de Software
 A concepção de software é simultaneamente o processo
de definição da arquitectura do sistema e o resultado
desse processo.
 Na óptica do processo, a concepção de software
consiste na actividade em que os requisitos de software
são analisados com o intuito de produzir uma descrição
da estrutura interna e da organização do sistema.
 Na óptica do produto, a concepção de software é a
descrição da arquitectura do sistema e das interfaces
entre os componentes.

9/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Arquitecturas de Software
Programa resumido
 Definição das componentes duma arquitectura software

 Decomposição modular

 Estruturação dum sistema software complexo

 Modelos de controlo e fluxo de informação

 Padrões estruturais e de comportamento

 Frameworks orientadas ao domínio e de componentes


reutilizáveis
 Desenvolvimento orientado à reutilização

 Estratégias e mecanismos de integração

10/15
10/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Mét. Formais no Projecto Software


 A área dos métodos formais inclui todas as aplicações
da matemática discreta a problemas de engenharia de
software.
 Os métodos formais recorrem a linguagens formais para
descrever os artefactos de software, permitindo a prova
formal de propriedades e a obtenção automática das
implementações.
 Este módulo irá estudar técnicas de especificação
baseadas em modelos rigorosos, que conduzem ao
cálculo de soluções com garantia de correcção.

11/15
11/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Mét. Formais no Projecto Software


Programa resumido
 Introdução Métodos Formais

 Controlo de qualidade em software

 Linguagens e métodos para especificação formal

 Notação VDM-SL

 Propriedades invariantes e obrigações de prova

 Prototipagem e animação

 Utilização do ambiente VDMTOOLS

 Especificação formal por objectos (VDM++)

 Integração com UML

12/15
12/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Usabilidade e Interacção
 A Usabilidade é definida como "a eficácia, eficiência e
satisfação com que determinados utilizadores, atingem
determinados objectivos em ambientes específicos".
 Assegurar a usabilidade de um sistema software
corresponde, assim, a desenvolvê-lo por forma a que os
utilizadores possam atingir os seus objectivos.
 A definição e avaliação de objectivos de usabilidade, a
análise de tarefas, ou definição dos paradigmas de
interacção têm impacto no processo de desenvolvimento.
 A Engenharia da Usabilidade agrega um conjunto de
métodos, técnicas e ferramentas, derivadas da área de
HCI, que torna a usabilidade um factor central no
desenvolvimento de software.
13/15
13/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Usabilidade e Interacção
Programa resumido
 Fundamentos de IHC: Modelos e Teorias

 Engenharia da usabilidade

 Avaliação de usabilidade (Usability Maturity Model - ISO


18529)
 Prototipagem rápida de interfaces

 Arquitecturas software para sistemas interactivos

14/15
14/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Projecto Integrado
 Este módulo integra, num único projecto de cariz
implementacional, as competências desenvolvidas nas
restantes unidades curriculares deste módulo.
 A fase de implementação é um acto fundamental da
engenharia de software
 A implementação de software está intimamente ligada à
concepção; transformar em código as arquitecturas
concebidas.
 É na implementação de software que a utilização de
ferramentas se mostra mais crítica.
 O projecto integrado funciona segundo a abordagem
PLEE (Project-Led Engineering Education).

15/15
15/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Projecto Integrado
Programa resumido
 Desenvolvimento de um projecto integrador com a
inclusão de todas as temáticas focadas nos restantes
módulos
 Tratamento, numa óptica de projecto, da componente
de testes do sistema software, abrangendo os testes
unitários de integração e carga

16/15
16/15
Análise e Concepção de Software (ACS)

Em resumo,
A quem se destina esta UCE?
 A pessoas interessadas em Engenharia de Software,
principalmente nas áreas a montante do processo
 A quem reconhece a importância das tarefas de análise
e concepção, decorrentes da crescente importância das
abordagens model-driven

17/15
17/15